Page 54

CINEMA

da no Lago Sul de modo bastante confortável, a cineasta, que sempre amou a dramaturgia, abandonou os afazeres social e pessoal para mergulhar no projeto. “Precisava não só vivenciar, mas entender o sentido de cada sorriso que vinha daqueles rostos sobrecarregados de trabalho e suor”. No filme, o jogo dos operários é narrado pelo locutor André Luiz Mendes, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Já a edição leva o nome de Marcelo Faria, finalização de som de Ricardo Laranja e trilha sonora de Eladio Oduber, Pedro Barros e Sandro Alves.

A distribuição As mais de 40 horas de gravações renderam diferentes produtos, além do documentário. O primeiro a ganhar forma foi o projeto de seis pílulas de cinco minutos, cada, produzidos para a companhia Azul Linhas Aéreas. “Comecei minha distribuição na televisão de bordo da Azul. Fui a primeira produtora independente a trabalhar com eles. No material, pude aproveitar cenas que acabaram ficando de fora do documentário, como o campeonato feminino e depoimentos de alguns operários”, destaca a cineasta. A companhia área começou a projetar as pílulas no mês de maio de 2013 e seguiu até novembro do mesmo ano em todos os voos.

edicao7_GPS_brasilia.indd 54

>> 54

“Em março deste ano, comecei a divulgar este mesmo material na internet, para dar engajamento para o filme”, conta. “Essa é também uma maneira de divulgar nossa cidade tão querida, e tão julgada. Só quem aqui vive sabe o quão especial Brasília é. Construída e edificada por gente trabalhadora”. Outro material desenvolvido por Virna foi um trailer sobre o documentário, que foi projetado na inauguração do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, no dia 18 de maio do ano passado. Quem acompanhou a Copa das Confederações pôde assistir ao trabalho de Virna nos imensos telões que abraçam o gramado. Atualmente, a cineasta corre contra o tempo para organizar a pré-estreia que acontecerá em Brasília, no cinema do shopping CasaPark, e o lançamento nos principais cinemas nacionais a partir do dia 15 de maio. “Meu maior obstáculo foi trabalhar com um prazo para a distribuição. Afinal, até a Copa do Mundo, lanço o filme com um valor extraordinário. Após a data, ele passa desse patamar de extraordinário para algo histórico”, explica. Sempre em busca de um projeto novo, Virna adianta que já planeja uma animação para o público de 6 a 14 anos. “Os operários da copa vão virar desenho. Ainda estamos em construção dos personagens e estética. O objetivo é tratar de temas como rivalidade e equipe de forma lúdica”, conclui Virna.

11-04-14 - GPS

52

10/04/14 12:22

Gps Brasília 7  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you