Page 81

O pensamento deu certo. Um mobiliário de Jader Almeida se tornou peça desejo. A cadeira Bossa passou a integrar o acervo do Museu da Casa Brasileira. Em 2013, o designer entrou para o time de designers da marca alemã ClassiCon. Almeida ainda comanda a indústria Sollos, em Santa Catarina, onde há 500 pessoas envolvidas na manufatura, na industrialização como um todo. São 11 designers que trabalham em desenvolvimento e pesquisa. O ritmo de vida de Almeida não poderia ser diferente ao colocar em prática tantos projetos. Hoje, está no Brasil, amanhã numa feira na Alemanha, na outra semana, em outro continente e em 2025 pretende estar em todos eles. Vive em escalas, em grandes metrópoles. Passa muito tempo sozinho, viajando. “O silencio é uma sabedoria. É de onde tiro minhas reflexões”, confidencia. Trajando calça de alfaiataria e camisa bem talhados no corpo, ambos na cor preta, Jader Almeida já na primeira

impressão mostra ser um homem sofisticado, porém simples. Se apresenta assim como a sua obra, discreto e silencioso. Seu mobiliário não agride, mas conecta as pessoas, pois aquilo que é protagonista tende a ficar cansativo. Nos estudos de História da Arte já é sabido que aquilo que ostenta demonstra certa fragilidade. O mobiliário de Almeida vai de encontro a isso. “Costumo dizer que não é apenas para agora. São para as próximas gerações”.

Serviço aderalmeida com

GPSBrasília « 81

Revista GPS Brasília 15  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you