Issuu on Google+

Mario Grisolli

Mario Grisolli

Patricia Parinejad

Casa Mata Atlântica

Ipanema e Leblon. Com exclusividade, o arquiteto conversou com a equipe da GPS|Brasília.

perfeitos. Confesso que amo as imperfeições humanas, mais do que a perfeição, e acho que as imprevisibilidades da vida a tornam muito mais estimulante e interessante.

O que o leitor pode esperar do livro Índio da Costa, Ar como Arquitetura? Ele foi escrito com a intenção de compartilhar o meu trabalho e, se possível, dar a minha contribuição profissional ao mundo arquitetônico e a todos aqueles que são emocionalmente envolvidos com o tema. Estão todos convidados a ler e espero que o livro lhes seja de alguma utilidade.

O que acha da arquitetura de Brasília? Possui algum projeto na cidade? Admiro muito a maioria dos projetos do Oscar (Niemeyer) em Brasília, mas não vejo qualidade na arquitetura que predomina em toda a cidade (arquitetura do cotidiano), principalmente nas casas. No momento, estou trabalhando, por meio de participação em concurso público, num projeto para Brasília.

Quais cidades no mundo lhe chamam à atenção por causa da arquitetura? Paris, Londres e Barcelona, pela capacidade de inclusão, e Nova York, por sua exuberância estimulante e desafiadora. Como seria uma cidade perfeita aos olhos de Índio da Costa? Cidade perfeita? Será que isto existirá algum dia? Acredito em cidades melhores, mas para que existissem cidades perfeitas, elas só poderiam ser consequência de habitantes

ipoteticamente, se estiv ssemos em , como seria o desenho de Índio da Costa para o Concurso Nacional do Plano iloto da ova apital e o concurso fosse ho e, em , como pensaria a cidade? Hoje, como, aliás, mesmo na ocasião do concurso, eu me preocuparia em projetar uma cidade mais voltada para o pedestre e menos para os veículos. Também sobreporia funções, evitando o deslocamento e não teria superquadras segregando convívios por atividade profissional. Eu acredito numa cidade plural e que ofereça multiplicidade de opções aos seus moradores. GPSBrasília « 75


Revista GPS Brasília 15