Page 108

saúde

FOTO: BRUNO PIMENTEL

>> 108

José Roberto Barreto “BRASÍLIA É REFERÊNCIA PARA TRATAR MALES DO CORAÇÃO” José Roberto Barreto, nome à frente do Serviço de Cardiologia do Hospital de Brasília, é focado em eletrofisiologia cardíaca. Vindo do Rio de Janeiro, prestou vestibular para Educação Física e Medicina, que falou mais alto. Formou-se na Univer-

sidade de Brasília e fez sua residência no Rio de Janeiro. Em 1998, voltou para a capital a convite do Ministério da Ciência e Tecnologia. No ano seguinte, entrou para o Hospital de Base, onde foi um dos pioneiros no serviço de arritmia. Especializou-se em Barcelona e voltou. Fora do consultório, é atleta. Faixa preta do Jiu-Jitsu, nas horas livres ministra aulas. Como Brasília está posicionada na área da cardiologia? Brasília está preparada para atender esse público.

Não só preparada, como é referência para tratar males do coração. A parte de eletrofisiologia cardíaca mesmo é destaque nacional. Quando o coração perde a capacidade de gerar números adequados de batimentos, é necessário um implante de marcapasso. É possível levar uma vida normal? Essa é minha especialidade. Com certeza, a grande maioria dos pacientes que coloca marca-passo melhora sua qualidade de vida. Esse é o objetivo principal.

Mas existem limitações? Já existem marca-passos testados, com que o paciente pode fazer ressonância magnética ou mesmo passar por detectores de metais sem problema algum. Uma verdade e um mito do infarto? A verdade é que a dor do infarto é opressiva, de ardência e com sensação de morte iminente. Já um mito é que pacientes diagnosticadas com cardiopatia não devem fazer exercícios físicos. Muito pelo contrário, o pacientes tem indicação.

Revista GPS 3  

news,events

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you