Issuu on Google+

101 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Cosméticos Agem na primeira camada da pele, a epiderme. É um produto usado para hidratar, deixar a pele mais suave, com mais brilho, mas sem ação medicamentosa. Não podem irritar a pele. Preço mais acessível. Exemplos: produtos das marcas Nívea, Dove, Lux Luxo, Johnson & Johnson, Garnier, dentre outros.

Dermocosméticos Agem profundamente, atingem a derme. É um cosmético com ação de produto farmacêutico. Tem uma concentração maior, por exemplo, de vitaminas, colágeno, amionoácidos e sais minerais orgânicos. Custam cerca de três vezes mais que os cosméticos. Exemplos: produtos de laboratórios como La Roche Posay, Vichy, Neutrogema, ROC, Theraskin, Cetaphil, dentre outros.

Além das diferenças entre os dois tipos, é preciso saber também que cada região do corpo tem uma necessidade distinta. “A pele do pé é mais grossa, espessa, exige um medicamento mais forte.

A face já é mais fina. Para cada área há um produto específico”, Tokarski. Cuidar bem da pele é importante para um envelhecimento saudável. “Diariamente, é importante lavar

com um bom sabonete, tonificar, hidratar pelo menos duas vezes ao dia. E, pela manhã, não esquecer o filtro solar no rosto, pescoço e colo, que além de evitar vermelhidão e manchas na pele, é importan-

te para prevenir o câncer de pele”, orienta a farmacêutica Fernanda Gobbi. Profissionais consultados: Dr. Erasmo Tokarski (dermatologista) e Fernanda Gobbi (farmacêutica da Drograria Rosário)


Revista GPS 3