Page 92

Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana – Dia de comer muito no café da manhã. Imbatível

Baile da Favorita – União de diferentes tribos que incorporam o funk e dançam até o sol raiar na Quadra da Escola de Samba Unidos da Rocinha, junto ao Túnel Zuzú Angel

Carnes GGL – Os cortes das carnes do Guiseppe Grill são inconfundíveis. Prato cheio para os amantes de proteína.

Para conduzir tantos projetos, um sócio, Michel Diamante, e oito funcionários. O ritmo é frenético. Dormir tarde, acordar cedo. Malhar duas vezes por dia e alimentar-se bem são prioridades para manter-se de pé, respondendo cerca de 150 e-mails diários, sem falar da conta de celular… por volta de R$ 10 mil mensais. O empenho no ofício que tanto ama lhe rendeu um apartamento em Ipanema com vista para a Praça Nossa Senhora da Paz. “Comprei com meu dinheiro”, diz orgulhosa. Diante desse perfil, Carol não poderia ficar de fora das Olimpíadas, uma vez que integra o conselho da prefeitura do Rio de Janeiro, em que se discute melhorias para várias áreas da cidade.  “Sou a única conselheira com menos de 50 anos”, conta. Mas não é só. Flamenguista fanática, inclusive tem tatuagem do clube em seu pulso, foi esportista, e das boas. Jogou futebol e levou o título de campeã brasileira de Jiu-Jitsu. “Eu seria atleta, mas rompi os ligamentos e tive que me aposentar precocemente”.   Além de fazer parte do  Programa de Padrinhos do Time Brasil  – que envolve 20 personalidades, como Luciano Huck, Ivete Sangalo, Roberta Sudbrack, Grazi Massafera, Luan Santana, Rodrigo Faro –, eleitos pelo Comitê Olímpico Brasileiro, ela foi convidada pelo prefeito Eduardo Paes para carregar a Tocha Olímpica. “Ela é animada, carismática”, comenta Marcus Vinicius, diretor do COB. 

Mr. Lam – Melhor asiático. Satay de entrada, depois a massa com shitaque. Para finalizar, a curiosa sobremesa chamada Ovo: doce de cocada com recheio de maracujá

RAINHA DO FUNK Sobre sua carreira, ela é determinada. “O que posso dizer…Trabalho com o que mais amo, moro em um lugar incrível, sou dona da minha própria empresa, viajei para os lugares que sonhava em conhecer, tenho saúde, participei da Copa, agora das Olimpíadas. O que mais posso pedir, meu Deus?”, pergunta a católica devota de Nossa Senhora. E ela mesma responde: “Um mês de férias em um sítio. Minha família é de Minas Gerais e eu passava férias, durante a infância. Tenho saudade. Então, pensando bem, talvez este seja um sonho meu. Mas acho que terei que esperar um pouco mais”, admite. E o Baile da Favorita? “Aos 50 anos, quero estar lá, dançando até o chão”, brinca a descobridora de nomes, como Ludmilla e Anitta. E reforça que pretende aos poucos concentrar-se na gestão de seus negócios e menos em baladas. “A vida na noite não é para qualquer pessoa e nem para vida inteira”, admite.

92 « GPSBrasília

[GPS_brasilia_edicao_13.indd 92

13/04/16 22:22

Revista GPS Brasília 13  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you