Issuu on Google+


expediente

índice

Governador da Paraíba: rICArDO COUTINHO Vice-Governador da Paraíba: rÔMULO GOUVeIA

Concursados fazem história no Detran

Secretaria de Estado do Governo: Adriano Galdino Secretaria Executiva da Casa Civil: Lúcio Flávio Procurador Geral do Estado: Gilberto Carneiro Secretaria da Comunicação: estela Bezerra

8e9

Secretaria da Administração: Livânia Farias Secretaria do Planejamento e Gestão: Gustavo Nogueira Subsecretaria do Orçamento Democrático: Hélio Silva Barbosa Secretaria das Finanças: Aracilba rocha Secretaria da Receita: Marialvo dos Santos Secretaria da Educação: Márcia Lucena

Segunda etapa da Translitorânea começa já

3

Educação fiscal leva cidadania aos jovens

4e5

Caravana do Coração atende 59 municípios

6

Casas populares terão energia solar

7

Cem milhões para o Pacto Social

10

Sec. do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Ciência e Tecnologia: joão Azevêdo

Cisternas devolvem esperança à população

11

Sec. do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca: Marenilson Batista

Juventude Viva amplia proteção aos jovens

12

Plano Safra : R$ 300 milhões para a Paraíba

13

O futuro do turismo está no Polo Cabo Branco

14 e 15

Governo investe na agricultura familiar

16

Arte produzida no presídio

17

Professores investem em especialização

18

Caras novas e homenagem na PM

19

Pedra da Boca: natureza bem cuidada

20

Margarida Alves e a luta contra a violência

21

Aleitamento materno, ato de amor

22

Notas

23 a 25

Na Rede

26

Secretaria da Cultura: Chico César Secretaria da Saúde: Waldson Souza Secretaria da Segurança e da Defesa Social: Claúdio Lima Secretaria da Administração Penitenciária: Wallber Virgolino Secretaria do Desenvolvimento Humano: Cida ramos Secretaria da Infraestrutura: efraim Morais Secretaria do Turismo e do Desenvolvimento Econômico: renato Feliciano

Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer: Tibério Limeira Secretaria da Interiorização: Carlos Antonio Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana: Gilberta Santos Soares Secretaria do Desenvolvimento e da Articulação Municipal: Manoel Ludgério Secretaria de Articulação Política: josé Lacerda Neto AESA: Moacir Barbosa AGEVISA: jailson Vilberto ARPB: josé Otávio CAGEPA: Deusdete Queiroga CDRM: Geraldo Nobre CEHAP: emilia Correia Lima CINEP: Tatiana Domiciano CODATA: Krol jânio DEFESA CIVIL: Cícero Herminio do Nascimento DER: Carlos Pereira DETRAN: rodrigo Carvalho DOCAS: Wilbur jácome EMATER: Giovanni Medeiros EMEPA: Manoel Duré EMPASA: josé Tavares EMPREENDER: Tárcio Pessoa ESPEP: André Luiz FAC: Lau Siqueira FAPESQ: Claúdio Benedito FUNAD: Simone jordão Almeida FUNDAÇÃO CASA DE JOSÉ AMÉRICO: Flávio Sátyro FUNES: josé Lacerda FUNDAC: Sandra Marrocos FUNECAP: Othon Gama FUNESC: Lú Maia IASS/PB: Maria da Luz Silva IDEME: Mauro Nunes IMEQ: Arthur Bomfim INTERPA: Nivaldo Moreno A UNIÃO: Fernando Moura JUCEP: Aderaldo do Nascimento LOTEP: Fábio Carneiro PBPREV: Hélio Carneiro PBTUR: ruth Avelino PROCON: Klebia Maria COOPERAR: roberto Vital RÁDIO TABAJARA: Maria eduarda SINE: Deise raquel SUDEMA: Laura Farias SUPLAN: ricardo Barbosa editor responsável: Paulo André Leitão Supervisão editorial: José Carlos dos Anjos Wallach / Alexander Rocha

a capa foto: Zé Marques

reportagens: Fábio Bernardo; Janildes Andrade; Jean Gregório; Joelma Medeiros; Anne Gomes; Nelma Figueiredo; Josélio Carneiro; Fernanda Medeiros; Stefano Wanderley; Danilo Luna; Alexandre Macedo; Luiz Duarte; Paulo Cosme; Tereza Cantalice; Welyton Queiroz; Heloísa Belarmino; Fábio Cardoso; Vall França Fotografia: José Marques, Francisco França, Antônio David, Walter Rafael, José Lins Kleide Teixeira, Vanilvaldo Ferreira, João Francisco, Roberto Guedes

veja nossa edição online

Supervisão fotográfica: Cláudio César e Alberí Pontes Diagramação: Anderson Rodrigues Diretoria de jornalismo: Vall França Diretoria de Governo eletrônico e Mídias Sociais: Lourival Júnior Diretoria de Marketing: Renato Fernandes

2

Ano 2 I Número 12 I Julho 2013 A revista NOTÍCIAS DA PARAÍBA é uma publicação mensal do Governo da Paraíba, distribuída gratuitamente. Seu conteúdo é editado pela Secretaria de Estado da Comunicação Institucional em caráter informativo e sua venda é proibida. Av. João Mata, s/n - Bloco II - 6º andar - Centro Administrativo do Estado - Jaguaribe - João Pessoa (PB) - CEP: 58015-020

Notícias da Paraíba | Julho 2013


Translitorânea chega à segunda etapa

A

segunda etapa da Translitorânea está garantida. Os recursos, no valor de R$ 125 milhões, foram autorizados pelo Governo do Estado. A Translitorânea vai beneficiar mais de 1,5 milhão de paraibanos que residem nos municípios de João Pessoa, Bayeux, Cabedelo, Conde, Alhandra, Caaporã e Santa Rita. A primeira etapa está 90% concluída, com previsão de ser totalmente finalizada em março do próximo ano. O valor total, somadas as duas etapas, será de R$ 250 milhões. A obra, que é a maior do PAC 1 na Paraíba, garantirá a segurança hídrica da Grande João Pessoa pelos próximos 20 anos. Os serviços que serão executados na segunda etapa da Translitorânea incluem a construção de uma barragem de acumulação com capacidade de 9,56 milhões de m³, uma estação elevatória de água bruta e uma adutora de água bruta com 10.680m de extensão. Sem contabilizar o Canal das Vertentes, o Governo está investindo mais de R$ 800 milhões em obras de abastecimento. São 738 quilômetros de adutoras em execução ou para iniciar, com previsão de conclusão, em sua maioria, para 2014. É uma extensão correspondente à distância de ida e volta entre João Pessoa e Cachoeira dos Índios.

A pedido da população, Caaporã e Cupissura são incluídos na segunda etapa da Translitorânea O município de Caaporã e o distrito de Cupissura, no litoral sul paraibano, serão contemplados com água de boa qualidade após a conclusão da Translitorânea. A inclusão das duas localidades foi determinada para atender os anseios de moradores da região. De acordo com o Gerente Executivo de Obras da Cagepa, Luciano Nóbrega, a inclusão do distrito de Cupissura e da cidade de Caaporã na rota da Translitorânea foi possível graças à posição geográfica da barragem em relação aos municípios de Caaporã e Alhandra. “Com a adutora de água bruta passando praticamente dentro das duas localidades, poderemos atendê-las sem problemas”, conta Luciano. Meses antes da Audiência Pública, o Governo do Estado trouxe o projeto da barragem de acumulação de Cupissura para ser discutido e aprovado pelos moradores da região. Técnicos da Companhia explicaram os detalhes da obra a moradores, vereadores e representantes da Prefeitura de Caaporã e reafirmaram o compromisso do Governo do Estado com a segurança da população local. “Todos os procedimentos técnicos estão sendo adotados para garantir a segurança da barragem”, assegurou o engenheiro Joaquim Almeida Neto, responsável pela coordenação e fiscalização da obra. Segundo o coordenador da equipe de desapropriação da Companhia, Luís Rômulo de Oliveira, as famílias que serão

desapropriadas devido à 2ª etapa da Translitorânea já foram notificadas e as tratativas seguem amigáveis. “No Governo da Paraíba, antes das obras acontecerem, elas são discutidas com a população. Afinal, o intuito do governo é melhorar a vida dos moradores”, falou o representante do Orçamento Democrático Estadual, Givanildo Pereira, aos presentes na reunião. “As reuniões são importantes, principalmente para o controle social do projeto. A gestão da água tem que ser compartilhada com a comunidade de usuários. Durante toda a obra o Estado estará aberto às indagações dos moradores”, concluiu Suzanete Oliveira, assistente social da Cagepa. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

3


Projeto de

educação Fiscal

contagia comunidade escolar em Araçagi

O

professor da disciplina de História na Escola Estadual de Ensino Médio e Normal Francisco Pessoa de Brito, Marto Marcolino da Silva, no município de Araçagi, prova que é sempre possível inovar na educação pública quando se combinam força de vontade e paixão pelo que faz. Após ter participado no final do ano passado, na cidade de Alagoa Grande, de uma capacitação promovida pelas secretarias de Estado da Receita e da Educação, no âmbito do Programa Nacional de Educação Fiscal (PNEF) juntamente com outras dezenas de professores de 102 municípios, o professor Martinho, como é conhecido na comunidade escolar, tomou para si a responsabilidade de transformar em prática pedagógica os ensinamentos disseminados no curso de Educação Fiscal. O projeto foi lançado oficialmente no final de abril, em Araçagi, distante 64 quilômetros da capital e com população de 17 mil habitantes, e contou com

O interesse de colocar em prática esse projeto é justamente para que a escola tome para si o que é por direito dela: refletir e formar alunos mais conscientes do patrimônio público e da própria cidadania. Por falta de zelo, temos escolas com paredes pichadas, carteiras e vidros quebrados todos os anos. Isso custa dinheiro da própria população que paga tributos. Através da iniciar uma mudança de atitude que Educação Fiscal, fazemos da transforme alunos em cidadãos proaescola o ambiente ideal para tivos”, avalia o professor Martinho. 4

Notícias da Paraíba | Julho 2013

a participação de centenas de alunos, professores da Escola Estadual Francisco Pessoa de Brito e representantes das secretarias da Receita Estadual e da Educação do Estado. O projeto vai contar ainda com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e de empresários locais. Na certeza de que o projeto apresentará resultados a médio e a longo prazo, Martinho acrescenta: “Temos que pagar impostos, mas temos que fiscalizar a sua aplicação. Essa consciência não acontece do dia para a noite. Como pedagogo, estou lançando sementes que vão germinar nas próximas gerações. Este é o primeiro passo na busca de uma consciência cidadã”. O projeto vai contemplar também uma pesquisa da realidade econômica de Araçagi feita pelos alunos, através de entrevistas com empresários, sindicatos, audiência pública na Câmara Municipal, igrejas e associações comunitárias. “Para impactar a cidade é preciso transpor os muros da escola”, frisou Martinho. O envolvimento dos alunos não demorou a acontecer. “Estou empolgado e trabalhando com muito afinco”, revela Manoel do Nascimento Filho, aluno do 3º ano do ensino médio, que vai partici-


de Estado da Educação fornece todo o apoio - da capacitação ao material pedagógico. Mas se a escola e o professor não se conscientizarem da importância do programa, ele não acontece”, explica. Já para a secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, o projeto em Araçagi teve força porque conquistou a empatia da comunidade escolar. “O professor Martinho conseguiu implementar um método e uma didática que convenceram a direção da Escola. O projeto deixou de ser apenas do professor e passou a ser de toda a Escola Estadual Francisco Pereira de Brito”, pontuou. Segundo Márcia Lucena, a Educação Fiscal serve também de exemplo daquilo que os educadores chamam de processo de interdisciplinaridade.

par da pesquisa da realidade econômica da cidade, uma das etapas do projeto. “Muitas vezes só cobramos os governantes por melhorias, mas não cumprimos com o nosso dever. Acho que precisamos fazer nossa parte e esse projeto busca abarcar os dois lados: direitos e deveres”, frisou Kalina Tamires, tam-

bém aluna do 3º ano do ensino médio. Para a diretora da ESAT (Escola de Administração Tributária) da Secretaria de Estado da Receita, Elaine Carvalho César, essas ações só serão bem sucedidas se estiverem inseridas no dia a dia da sala de aula. “A Secretaria de Estado da Receita, em parceria com a Secretaria

O professor Martinho mostra, na prática, que a interdisciplinaridade pode ser leve, envolvente, dinâmica e profunda. Essa ação vai mostrar à Paraíba e às demais escolas que é possível inovar”, comentou Márcia Lucena, secretária de Estado da Educação.

www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

5


Caravana do Coração

F

oram 1.876 km percorridos durante oito dias de muito trabalho. Composta por uma equipe multidisciplinar na área da saúde, a Caravana do Coração rodou o interior da Paraíba visitando as cidades de Cajazeiras, Sousa, Itaporanga, Patos, Monteiro, Esperança, Picuí e Guarabira, o que beneficiou a população de 59 municípios dessas regiões. Médicos especialistas em cardiologia clínica e em diagnóstico por imagem, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e enfermeiras formaram o grupo que contou ainda com a participação de arte terapeutas e técnicos de informática, além de uma profissional de estatística. O principal objetivo foi diagnosticar e tratar crianças de 0 a 12 anos de idade, priorizando as que apresentassem cardiopatia, febre reumática, sopro, cianose, taquicardia e desmaio, além de grávidas entre 22 e 28 semanas da gestação com hipertensão arterial, diabetes, cardiopatia ou que já tiveram filho com cardiopatia ou má formação congênita.

6

Notícias da Paraíba | Julho 2013

beneficia 59 municípios A importância da Caravana Seria apenas uma consulta preventiva, mas foi graças a ela que Selma Lourenço da Silva descobriu que a filha adotiva, Karoline Lourenço de Almeida, de 10 anos, tem um problema cardíaco e precisa ser operada. “Perdi dois irmãos com problemas do coração. Trouxe a minha filha para fazer exames, mas nunca pensei que ela tivesse algum problema. Não tenho palavras para agradecer. Esses médicos são anjos que Deus enviou para nossa cidade”, disse Selma, emocionada. O Secretário de Saúde de Guarabira, Wellington de Oliveira, destacou que o trabalho desenvolvido é extremamente importante. “A iniciativa do Governo do Estado facilita o acesso do público aos exames e consultas, evitando o deslocamento dos pacientes e familiares para outros Estados”. A coordenadora geral da Rede de Cardiologia Pediátrica Pernambuco e Paraíba, Sandra Mattos, destaca que todas as crianças que apresentaram algum tipo de problema terão acompanhamento e tratamento clínico ou cirúrgico. Segundo a médica, cada

criança atendida passou por 10 profissionais, desde a consulta de enfermagem, avaliação nutricional, avaliação psicológica e serviço social, além da consulta médica e dos exames de imagem. Ao todo, a Caravana realizou cerca de 5.120 procedimentos. Das 440 crianças atendidas, 199 apresentaram problemas cardíacos. Das 72 gestantes examinadas, 7 foram identificadas com casos de cardiopatia fetal.


Projeto pioneiro no país vai utilizar

energia solar em moradias populares

A

Companhia Estadual de Habitação Popular da Paraíba (Cehap) está lançando um projeto pioneiro em todo o país: a utilização de painéis solares para produzir energia elétrica e não apenas o aquecimento

A viabilidade da produção fotovoltaica para abastecer uma residência familiar já é comprovada, agora vamos estudar a aplicação numa escala maior e a nossa expectativa é que isto venha a baratear os custos com energia”, revelou Maurício Corrêa.

da água nas casas, como é habitual. A ideia nasceu a partir de uma avaliação do programa do Governo Federal Minha Casa Minha Vida, que prevê o uso de painéis solares para fornecer água quente nos chuveiros e torneiras das moradias populares. Na Paraíba, a necessidade desse tipo de recurso foi considerada muito baixa uma vez que o estado está localizado em uma zona tropical de temperatura elevada o ano todo. O estudo conduzido pela Cehap concluiu que seria mais interessante o uso da energia solar para gerar energia elétrica e, assim, reduzir essa despesa para o morador. Um sistema piloto foi desenvolvido com sucesso pela Cehap em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e com a Energisa. A perspectiva agora é a expansão do modelo para aplicação em condomínios populares, contemplando o consumo elétrico em àreas comuns, como estacionamentos e espaços de lazer, e em equipamentos como bombas d’água. O professor do Departamento de Energia Elétrica da UFCG, Maurício Corrêa, explicou que a universidade irá avaliar a capacidade de produção dos painéis fotovoltaicos aplicados a unidades habitacionais durante um ano, período que abrange as quatro estações.

Faremos um projeto piloto com 16 apartamentos. Acredito que em um breve futuro todas as casas populares terão energia fotovoltaica, fazendo com que o povo paraibano possa pagar bem menos pela energia”, concluiu Emília Correia Lima, presidente da Cehap.

www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

7


Primeiros concursados em 80 anos tomam posse no Detran

C

Paloma Nóbrega e Daniela Gomes (foto) são formadas em Contabilidade e estão entre as nove mulheres aprovadas para o cargo de agente de trânsito. Divididas entre os serviços da Divisão de Policiamento de Trânsito e as escalas de serviço nas ações de fiscalização, elas afirmam que encontraram no concurso do Detran uma chance de estabilidade no mercado de trabalho. 8

Notícias da Paraíba | Julho 2013

ento e oito servidores aprovados por concurso público entraram para a história como os primeiros concursados nos quase 80 anos de existência do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba-Detran. Além de promover o concurso, o governador Ricardo Coutinho convocou e nomeou, de uma só vez, todos os candidatos aprovados. Organizado pela Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt, o concurso ofereceu 60 vagas para agentes de trânsito, 30 para agentes de vistoria, 10 para analistas de sistema e 8 para advogados. Foram 11.278 os candidatos inscritos, dentre os quais 104 pessoas com deficiência. A remuneração inicial para os cargos de nível médio é de R$1.007,85 e para nível superior R$2.015,71. As portarias foram publicadas no Diário Oficial do dia 11 de julho e a solenidade de posse aconteceu no auditório do Centro de Ensino da Polícia Militar, em Mangabeira, no dia 12 de julho. As vagas oferecidas foram distribuídas entre as cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Cajazeiras, Sousa e Guarabira.


No setor de vistoria, para o qual foram nomeados 30 agentes de vistoria, Liciomar Neto (foto) está entre os 15 vistoriadores lotados em João Pessoa. Formado em administração, ele foi aprovado em dois concursos. Antes de ser aprovado como agente de vistoria , já havia assumido o cargo de técnico administrativo, mas optou pelo Detran.

QUADrO De PeSSOAL Atualmente, o Detran tem 552 servidores no quadro efetivo. Recentemente, muitos servidores se aposentaram por tempo de serviço ou porque completaram a idade limite de 70 anos. O quadro funcional do órgão já era insuficiente para atender a sede em Mangabeira, os postos em shoppings e Casas da Cidadania além das 50 unidades espalhadas pelo interior do Estado. Segundo o superintendente Rodrigo Carvalho, “a nomeação dos 108 concursados começou a desafogar setores que estavam enfrentando problemas provocados pela insuficiência de servidores e já reflete na qualidade e no tempo de atendimento”.

As vagas de agente de vistoria foram distribuídas entre os municípios de João Pessoa (15 vagas, sendo 1 para pessoa com deficiência); Campina Grande (6 vagas, sendo 1 para pessoa com deficiência); Patos (3 vagas); Cajazeiras (2 vagas), Sousa (2 vagas) e Guarabira (2 vagas). A chegada dos novos vistoriadores agilizou o atendimento na sede do Detran, em Mangabeira, e nos postos do Shopping do Automóvel e Carro Legal, na estrada de Cabedelo, que vinham registrando filas longas e demora no atendimento, em virtude da demanda diária de quase 200 veículos examinados. As vagas para nível superior nos cargos de advogado e analista de sistemas foram para João Pessoa.

A ampliação do número de advogados está agilizando o julgamento de processos pela assessoria jurídica do órgão. Os 60 agentes de trânsito foram lotados em João Pessoa e viajarão durante fiscalizações, em regime de escalas, permitindo que a Divisão de Policiamento intensifique as ações da Operação Lei Seca e marque cada vez mais presença no interior do Estado.

VIATUrAS e eQUIPAMeNTOS Durante a solenidade de posse dos novos servidores do Detran, foram entregues 20 viaturas para o setor de Policiamento de Trânsito e 110 unidades de equipamentos para a vistoria eletrônica – somente estes representam um investimento de pouco mais de R$1,5 milhão e foram comprados com recursos de taxas de serviços do Detran.

www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

9


Pacto Social

transforma a vida de milhões de paraibanos

O

s R$ 100 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado por meio do Pacto Social 2013 vão proporcionar mais qualidade de vida e cidadania a paraibanos dos 216 municípios que assinaram a contrapartida solidária. Benefícios para 2,8 milhões de pessoas cerca de 70% da população paraibana. Os recursos são liberados à medida que os prefeitos entregam os projetos à Secretaria de Articulação e Desenvolvimento Municipal. São 318 os projetos aprovados, que incluem obras, ações e serviços nas áreas de educação, saúde, infraestrutura, ação social e igualdade de gênero. Somente na área da educação, serão R$ 41,5 milhões para a construção de 20 novas escolas, além da reforma e ampliação de outras 102 escolas municipais. Já na área da saúde, o Pacto Social vai empregar R$ 20,9 milhões na construção de quatro policlínicas, quatro centros de reabilitação em fisioterapia, ampliar e reformar sete hospitais, construir sete Unidades Básicas de Saúde (UBS) e permitir a construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Por todo o Estado, as obras incluem centros de tecelagem, abatedouros públicos regionais, a reforma de dezenas de escolas, a construção de um Centro de Referência da Mulher, um centro de convivência com academia de ginástica e parque infantil, uma unidade de beneficiamento de leite e derivados e um centro de comercialização de agricultura familiar. De acordo com o secretário Manoel Ludgério, o prazo para os municípios realizarem as ações da contrapartida solidária é de um ano, o mesmo prazo de duração do convênio. Uma comissão do Governo do Estado fiscalizará o andamento das obras e a evolução da contrapartida solidária.

O governo oferece algo inédito e é isso que faz a diferença”, comentou Rubens Germano, presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba. 10

Notícias da Paraíba | Julho 2013

Prefeitos aprovam o Pacto Social A prefeita do município de Matinhas, Maria de Fátima Silva, avalia positivamente o Pacto Social. “Trata-se de um projeto fundamental para o desenvolvimento dos municípios”. A prefeita comemora a conquista de uma escola com seis salas de aula. “Já assinei a contrapartida solidária e estamos prontos para trabalhar e atender aquilo que foi pactuado”, garantiu. Na cidade de Solânea, será construído um abatedouro, que vai atender as demandas de Bananeiras, Casserengue, Arara e Serraria. O município será também beneficiado com a ampliação da Escola José Menino de Oliveira em mais seis salas de aula. A escola foi construída com recursos da primeira edição do Pacto. No município de Boqueirão, a população será beneficiada com a reforma e ampliação da Escola Agrícola José Augusto Lira e com as obras de conclusão do Hospital. Para o prefeito João Paulo Barbosa, “trata-se de uma ação democrática e nós vamos cumprir com as contrapartidas estabelecidas, como a redução da mortalidade infantil, da evasão escolar e a ampliação do número de exames citopatológicos do colo do útero em mulheres de 25 a 44 anos”, afirmou. Na edição de 2013, o Pacto Social recebeu 821 demandas de 220 municípios. João Pessoa, Mamanguape e Cuité de Mamanguape não aderiram ao programa. Outros quatro municípios, apesar da adesão, não assinaram a contrapartida solidária tendo sido excluídos do programa.


Primeira Água

leva esperança e cidadania

“A chuva que vai caindo vai molhando a plantação. O verde do meu sertão calmamente vai surgindo, a sequidão vai sumindo. O juá vem florescer, o riacho põe a encher. O peixe pula no rio. Vai o calor, vem o frio. Faz a vida renascer”.

O

s versos são do agricultor Tiago da Silva Pinto que retrata, em cordel intitulado “A Seca no meu Sertão Paraibano e a Construção de Cisternas do Programa Água para Todos’”, a importância da água para quem enfrenta a atual seca, uma das piores dos últimos 30 anos. Para auxiliar a convivência com a estiagem, uma das ações é a construção de cisternas de placa de cimento com 16 mil litros de água para consumo humano.

PrIMeIrA eTAPA Batizado de “Primeira Água”

e realizado através de parceria da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e com a Articulação Semiárido Brasileiro – ASA, o projeto vai construir nesta primeira etapa 4.550 cisternas, assegurando o acesso à água para a população do meio rural que não dispõe de barragens ou tecnologias de enfrentamento da estiagem. Outras 10.800 cisternas já estão conveniadas para serem executadas até o próximo ano. Dessas, cerca de 300 serão implantadas em escolas públicas do Sertão.

DIAS MeLHOreS Para quem convive com a estiagem, a construção de uma cisterna significa a esperança em dias melhores. Seu Jacianio Moura de Queiroga, que mora no Sítio Gameleira, município de Pombal, acredita que terá uma vida mais tranqüila. “Foi muito bom ter ganho esta

cisterna, com certeza vai diminuir o sofrimento que enfrentamos com a seca. Aqui não chove desde o ano passado. Agora isso vai mudar”, ressaltou . Para a agricultora Maria de Fátima Oliveira de Sousa Filha, que também mora na zona rural de Pombal, a cisterna traz esperança. “Aqui a gente planta arroz, feijão e milho, mas este ano está complicado. A cisterna foi construída em julho e agora não vamos mais precisar ficar pedindo água a um e a outro”, disse ela. Quem também está comemorando é Maria Nazaré dos Santos Nogueira, que mora no sítio Pintado, município de Esperança. Aposentada e responsável pelo sustento da família de quatro pessoas, ela ganhou a cisterna há dois meses. “Estou muito feliz, porque antes precisava andar mais de 1 quilômetro para conseguir água. A gente pegava água em baldes, que transportava em um carro de mão. Graças a Deus choveu e minha cisterna está quase cheia”.

ÁGUA PArA CONSUMO HUMANO A cisterna é uma tecnologia simples, na qual a água da chuva é captada do telhado por meio de calhas e armazenada em um reservatório de 16 mil litros, capaz de garantir água para atender uma família de cinco pessoas em um período de estiagem de aproximadamente oito meses. A secretária do Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos, acrescenta que este tipo de tecnologia é adequado região que enfrenta a seca. “As cisternas fazem parte de um conjunto de ações que o Governo tem adotado no enfrentamento à estiagem em nosso Estado. A iniciativa beneficia diretamente a população da zona rural, que não tem nenhum acesso à água”, frisou. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

11


juventude Viva

para proteger nossos jovens

O

s homicídios são hoje a principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil e atingem especialmente os negros do sexo masculino, moradores das periferias e das áreas metropolitanas dos centros urbanos. Dados do Ministério da Saúde mostram que 53,3% dos quase 50 mil mortos por homicídios em 2010 no Brasil eram jovens, dos quais 76,6% negros e 91,3% do sexo masculino. Criado sob a coordenação da Secretaria Geral da Presidência da República por meio da Secretaria Nacional de Juventude e da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, o programa Juventude Viva promove a articulação entre ministérios, estados e municípios com o intuito de enfrentar a violência contra a juventude brasileira - especialmente contra jovens negros. O programa reúne ações que visam reduzir a vulnerabilidade dos jovens a situações de risco através da criação de meios de inclusão social e de autonomia. Para tanto, o Juventude Viva foca na oferta de equipamentos, serviços públicos e espaços de convivência em territórios que concentram altos índices de homicídio, além de promover a sensibilização de agentes públicos para o problema. A Paraíba foi o segundo Estado do Brasil a receber o Juventude Viva. A solenidade de

12

Notícias da Paraíba | Julho 2013

O governador Ricardo Coutinho fez um grande esforço para que a Paraíba pudesse consolidar-se no Plano e, assim, diminuir o índice de mortes desses jovens. O Governo do Estado tem apresentado estatísticas dentro da realidade e é disso que precisamos para começar a mudar esses números”, declarou Luiza Bairros, da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. lançamento foi realizada no Palácio da Redenção e contou com a presença dos ministros Gilberto Carvalho, da Secretaria Geral da Presidência da República, Luiza Bairros, da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, e Severine Macedo, da Secretaria Nacional de Juventude. Serão investidos R$ 70 milhões, que beneficiarão inicialmente os municípios de João Pessoa, Campina Grande, Bayeux, Santa Rita, Cabedelo e Patos. O Juventude Viva vai reunir o trabalho das Secretarias Estaduais da Juventude, Esporte e Lazer; da Mulher e Diversidade Humana; e da Segurança e Defesa Social. Para o secretário Tibério Lima, da Juventude, Esporte e Lazer, cabe ao Governo do Estado assegurar a melhor execução possível do Plano. Por isso, a importância da coordenação do Estado com as Prefeituras e o Governo Federal.


Plano Safra vai ofertar r$ 300 milhões para agricultura familiar

O

ministro do Desenvolvimento Agrário (MDA), Pepe Vargas, e o governador Ricardo Coutinho lançaram no início de agosto o Plano Safra do Semiárido, que prevê investimentos de R$ 300 milhões em crédito para custeio, investimento e comercialização dos agricultores. Além disso, foram entregues 110 máquinas, sendo 75 caminhões caçambas e 35 pás-carregadeiras, totalizando um investimento de R$ 110 milhões. Os equipamentos vão beneficiar mais de 70 mil agricultores e uma população rural de cerca de 415 mil pessoas. O governador Ricardo Coutinho explicou que 80% do território da Paraíba está incluído no semiárido e uma longa estiagem acaba prejudicando a produção agrícola. Ele ressaltou, contudo, que os investimentos em obras hídricas, em estradas, em programas como o Cooperar, o Procase, a Tarifa Verde, da palma resistente à cochonila, o programa de ração subsidiada, a compra direta da agricultura familiar estão ajudando a aumentar a produção agrícola da Paraíba. “Essas ações previstas no Plano Safra, conjuntamente com o esforço do Governo do Estado, estão ajudando a colocar a agricultura na agenda econômica e política do Estado”, afirmou. Segundo o ministro, a Paraíba é o 5º Estado do país a lançar o Plano Safra e o 1º a receber os caminhões caçambas. Ele explicou ainda que o Plano vai beneficiar os agricultores que tiveram perdas com a seca.

Onde a chuva não chegou continuaremos com as ações emergenciais como os carros pipas, cisternas e também obras de segurança hídrica”, frisou Pepe Vargas ministro do Desenvolvimento Agrário.

São 219 os municípios do Estado beneficiados com máquinas que também poderão ser utilizadas para melhoria das estradas vicinais, para facilitar o escoamento da produção nos municípios e para obras de recuperação de barreiros e barragens. “O fortalecimento da agricultura passa, também, pela viabilização da logística para o escoamento adequado da produção”, concluiu o ministro.

O prefeito de Remígio, Melchior Batista, citou benefícios para os agricultores familiares, como a melhoria do acesso às comunidades rurais e dos alunos da zona rural às escolas urbanas, além de destacar o principal ganho para a população.“Esses investimentos do Governo do Estado e do Governo Federal vão preparar os municípios para a convivência com as próximas estiagem”, disse o prefeito. A prefeita de Alagoinha, Alcione Beltrão, reafirmou que sozinhos os prefeitos não teriam condições de adquirir máquinas de grande porte. “É necessário muita união do poder público e do povo para superar essa longa estiagem”, completou Alcione. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

13


Polo Turístico Cabo Branco sai do papel O

governador Ricardo Coutinho entregou o Certificado de Regularidade Jurídica a 11 empresários da rede hoteleira que deverão construir hotéis e outros equipamentos de hospedagem no Polo Turístico do Cabo Branco. A implantação do Polo vai mudar frontalmente daqui a algum tempo a perspectiva do desenvolvimento local, particularmente de João Pessoa e todo o Litoral Sul. Dezenove grupos empresariais vão investir no Polo. Os oito restantes estão providenciando documentação para ter direito à certificação. Os empresários e investidores do Polo Turístico têm prazo de três anos para a conclusão de 50% das obras. A previsão dos empresários é de que a construção de cada hotel tenha a duração de quatro a cinco anos. O Polo Turístico do Cabo Branco vai mudar a política de turismo no Estado como porta de entrada para todas as demais regiões da Paraíba. Existe uma demanda crescente e sustentável na busca pelo destino Paraíba e João Pessoa.

14

Notícias da Paraíba | Julho 2013

Toda a infraestrutura necessária foi concluída com recursos próprios do Estado. O Governo está construindo o Centro de Convenções de João Pessoa, que só é viável com o funcionamento do Polo Turístico e vice-versa. A partir de agora, o Estado deixa de ser cobrado pelos empresários para realizar a infraestrutura do local e vai cobrar aquilo que eles podem e sabem fazer: a construção de um parque hoteleiro de frente para o Centro de Convenções, que ofereça mais leitos de hotelaria e melhores serviços, para gerar lucros e desenvolver a Paraíba. A Paraíba tem hoje 9,5 mil leitos de hotéis, enquanto Natal tem 35 mil e o Recife 57 mil. Com o Centro de Convenções e o Polo Turístico serão gerados milhares de empregos e criados de 10 a 15 mil leitos. O vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado da Paraíba (ABIH-PB), Tadeu Pinto, que é também presidente do Conselho Gestor do Polo Turístico do Cabo Branco, afirmou que os 11 empresários

vencerão as exigências burocráticas e ambientais e construirão equipamentos de hotelaria, contribuindo assim com o crescimento da Paraíba. “Nós, empresários compromissados com o futuro, nos faremos presentes no sucesso esperado”, enfatizou. O empresário Alisson Holanda declarou que a expectativa do seu grupo em investir numa área tão privilegiada é grande. “Essa área tem vocação turística, praias belíssimas, está no centro geográfico da cidade e está com expansão imobiliária de médio e alto padrão”, comentou. A presidente da PBTur, Ruth Avelino, explicou que, com os certificados em mão, os empresários vão procurar a Prefeitura da Capital para apresentar novo projeto de construção atualizado e, em seguida, iniciar a construção respeitando todas as áreas de preservação ambiental. “Nós vamos dar total apoio para que esses grupos empresariais busquem parcerias, inclusive com bandeiras internacionais de hoteleria”, afirmou.


Empresários visitam Centro de Convenções e elogiam iniciativa do Governo do Estado

O projeto Iniciado no final dos anos 80, o projeto do Polo Turístico Cabo Branco recebeu investimentos públicos superiores a R$ 100 milhões na construção das redes elétrica, de água e vias de acesso. O Governo concluiu recentemente a subestação elevatória de esgoto, o item que faltava nas obrigações assumidas pelo Estado nos contratos de parceria com a iniciativa privada. Ao longo dos anos, a implantação definitiva do projeto foi alvo de ações jurídicas e de embargos ambientais que retardaram a conclusão das obras de infraestrutura. Em maio deste ano, o Governo do Estado publicou edital de chamamento para que os empresários apresentassem a documentação pertinente aos contratos. O governador Ricardo Coutinho, desde o início de sua gestão, determinou o levantamento da situação jurídica e ambiental do Polo, além de autorizar a conclusão da infraestrutura pendente.

Um grupo de empresários visitou as obras de construção do Centro de Convenções “Poeta Ronaldo Cunha Lima”, em João Pessoa. Alguns deles receberam do Governo do Estado o Certificado de Regularidade Jurídica para construírem hotéis no Polo Turístico Cabo Branco e se mostraram impressionados com o projeto arquitetônico da obra. O empresário pernambucano José Otávio de Meira Lins foi um desses empresários. Ele elogiou a iniciativa do Governo da Paraíba, pioneira no Nordeste ao construir um equipamento que considera imprescindível antes da rede hoteleira erguer seus empreendimentos. “A Paraíba cometeu um ato totalmente diferente. Simplesmente criou a infraestrutura para que os hoteleiros pudessem chegar. Isso aqui é um negócio inédito no Nordeste. O Centro de Convenções está muito bem planejado e com certeza vai ancorar todos os hotéis do Polo Turístico Cabo Branco com a garantia de boa ocupação”, avaliou

Otávio de Meira Lins. Ele comentou que normalmente os investidores fazem seus hotéis, seus apartamentos e os governos são levados a criar os centros de convenções, muitas vezes em parceria. O empresário é proprietário de dois hotéis em Recife e um em Porto de Galinhas. Com a experiência de muitas viagens a congressos na área turística no Brasil e em diversos países, o empresário do Grupo Meira Lins destacou que uma rede hoteleira necessita de centro de convenções para dar sustentação. Um congresso de cardiologia, por exemplo, com cinco mil participantes, equivale a 20 voos charteres lotados. “O público de convenção gasta cerca de sete vezes mais do que o turista de lazer”, ressaltou o empresário, que já presidiu o Convention Bureau de Pernambuco durante quatro anos. A visita dos empresários às obras do Centro de Convenções foi acompanhada pelo secretário executivo do grupo de trabalho do projeto Polo Turístico Cabo Branco, Ivan Burity.

www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

15


Inclusão Produtiva valoriza agricultura familiar na Paraíba

U

ma semana de festas, mas também de negócios. Foi com este espírito que o Governo do Estado realizou a Semana da Agricultura, que entre os dias 22 e 28 de Julho, celebrou o potencial agrícola paraibano e valorizou o agricultor familiar. Sob o tema “A Paraíba faz Inclusão Produtiva” e promovida pelo Coletivo da Agricultura (Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca e as suas vinculadas – Emater, Empasa, Emepa e Interpa), a semana movimentou milhares de pessoas de todo o Estado com atividades em Campina Grande, Itaporanga, Juru, Areia e João Pessoa. O evento incentivou a comercialização de produtos da agricultura familiar e divulgou as políticas públicas estaduais voltadas para o desenvolvimento rural sustentável.

AÇÕeS Entregas de títulos de propriedade de terra, explicações sobre os programas de governo, distribuição de mudas e raquetes de palma resistente e sementes foram algumas das ações realizadas durante os eventos da semana. Para o Secretário de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista, o evento evidenciou a capacidade econômica da agricultura no Estado. “A Paraíba tem muito que mostrar. Um exemplo é a produção de alimentos agroecológicos que cresce a cada dia no nosso Estado. Hoje já temos 22 feiras deste tipo. O Governo está empenhado em regularizar as terras do agricultor, transferir conhecimento, prestar assistência técnica e garantir a comercialização dos produtos. Um trabalho que vai de ponta a ponta”, comentou Marenilson.

16

Notícias da Paraíba | Julho 2013


Cultura no Presídio

emociona Campina Grande

A

plausos, lágrimas e muita emoção marcaram a apresentação dos 28 reeducandos da Penitenciária Regional Raymundo Asfora - o “Serrotão” - e de uma reeducanda do Presídio Feminino de Campina Grande. Integrantes do projeto Cultura no Presídio, eles participaram do 38º Festival de Inverno de Campina Grande no Teatro Municipal Severino Cabral. O secretário da Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, agradeceu o esforço da diretora geral do Festival, professora Eneida Maracajá: “Ressocializar é acima de tudo educar, disciplinar e proporcionar uma segunda chance”, disse. Os números apresentados foram a peça “Cartas embaralhadas”,

desenvolvida a partir de cartas escritas pelos próprios apenados; o balé “Refugos Humanos”; a dança de salão com o número de tango de um braço só e a dança popular, com o maracatu. Nas artes plásticas, o destaque ficou com a exposição de 13 telas pintadas por usuários do sistema prisional e livretos de cordel, também produzidos por eles. Sobre o projeto Cultura no Presídio, a professora Eneida Maracajá disse que se trata da reafirmação do compromisso que o Festival tem com a cidadania. “É um projeto ímpar e também símbolo de resistência. O Festival nasceu na década de 70 durante o período da ditadura militar. Nosso compromisso com a liberdade de expressão permanece dando voz, através da arte, aos oprimidos e marginalizados dos dias de hoje”. Ivone dos Santos, parente de um dos reeducandos, disse que o projeto é mais um incentivo para a reflexão dos internos: “Acho muito importante porque é uma chance deles reaprenderem e voltar ao convívio em sociedade. Acredito que a dança, assim como as outras artes, tem o poder de recuperar as pessoas”. O diretor do Serrotão, Manoel

É uma oportunidade de divulgar o meu trabalho, que é o rap. Sabemos que aqui no nosso estado o rap não é valorizado, mas agradeço a Deus pelo talento que me deu e a todos que me deram a oportunidade de mostrar a minha arte. É o que gosto de fazer”, disse o reeducando Paulinho do Rap, participante da mostra. Ozório, disse que ações como essa são gratificantes. Ele lembra que o Governo também desenvolve dentro da unidade prisional do Serrotão o projeto Muda Vida, através do qual os reeducandos estão produzindo mudas de árvores nativas da região que serão plantadas em áreas que necessitam da arborização e também em áreas de caatinga que sofrem com o desmatamento. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

17


policiais para João Pessoa, 73 para Campina Grande, 48 para Guarabira, 42 para Patos e 18 para Cajazeiras.

HOMeNAGeM A turma de soldados da capital recebeu o nome do 3º sargento PM Michel Márcio da Silva Nascimento, que foi vítima de um acidente no dia 2 de fevereiro deste ano durante uma ronda no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. A moto que pilotava foi atingida por um carro e a perícia constatou, através do teste de bafômetro, que o causador do acidente havia bebido. Michel havia sido promovido a Cabo pelo critério de tempo de serviço mas o Governo, em reconhecimento ao serviços prestados à sociedade pelo policial, concedeu-lhe a graduação de 3º Sargento da PM.

Nova tropa já começou a atuar em João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos e Cajazeiras

Polícia Militar reforça efetivo

D

uzentos e setenta e dois novos policiais militares integraram a corporação em julho, reforçando o policiamento em cinco importantes cidades da Paraíba. Nos últimos dois anos, o Governo do Estado formou pouco mais de 800 soldados. Eles passaram por uma preparação que durou dez meses no Centro de Formação da PM, com aulas teóricas e práticas, incluindo o curso de Polícia Comunitária. Antes de atuarem nas ruas, os policiais tiveram também instruções nas áreas de direitos humanos, direito aplicado à atividade policial, defesa pessoal, tiro defensivo, doutrina de polícia ostensiva e outros conteúdos que, somados, chegam a mais de mil horas de aprendizado distribuídas em 32 disciplinas. No período do curso, os alunos recebem bolsa no valor de um salário mínimo, alojamento e alimentação. Com a nova tropa, o efetivo da PM passa a contar com 91 novos

18

Notícias da Paraíba | Julho 2013

Medalhas para PM

A Força Nacional de Segurança homenageou cinco policiais militares da Paraíba que participaram da missão de segurança durante visita do Papa ao Brasil, em julho. Eles foram condecorados com a medalha “Missão de Paz Batalhão Suez”. Receberam medalhas os policiais do Batalhão de Operações Policiais da Paraíba (BOPE) Capitão Tarcísio Carlos, Capitão Maílson César e Sargento Elson Tadeu. Os outros dois agraciados foram o Tenente Igor Campos e Cabo Styve Marinho. A homenagem reconhece os relevantes serviços prestado na missão de garantir a segurança do pontífice no Brasil e também no desempenho das atividades internacionais sediadas no país, a exemplo da Copa das Confederações, onde os militares paraibanos integraram a Força Nacional e se destacaram no trabalho de preservação da ordem pública e garantia aos direitos fundamentais dos cidadãos.


Mais de 3 mil educadores

fazem curso de especialização

D

urante os próximos 12 meses, 3.159 professores e técnicos administrativos d icas Interdisciplinares”, que acontece nos 12 polos regionais de educação da Paraíba. As atividades começaram no dia 6 de julho passado e até julho de 2014, os professores e, técnicos participarão de aulas presenciais e a distância ministradas todos os sábados por professores da Universidade Estadual da Paraíba. Ao final, apresentarão a defesa de uma monografia. A especialização integra a política de formação continuada de educadores implementada pelo Governo do Estado, incluindo servidores efetivos, comissionados e técnicos administrativos que atuam na rede de educação básica. A secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, disse que os profissionais vão ter a oportunidade de fazer a capacitação e uma reflexão sobre práticas pedagógicas interdisciplinares, na perspectiva de melhoria da qualidade do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. Todos os inscritos recebem material didático para o curso. “Esse curso é parte integrante do Plano de Gestão Paraíba Faz Educação, lançado em agosto de 2011, e será realizado em nove módulos. Os conteúdos são voltados para os eixos temáticos norteadores da Educação na Paraíba: Educação e Identidade, Educação e Tecnologia, Educação e Campo, Educação e Cidadania, Educação e Cultura, Educação e Cidade, Educação e Comunicação, Educação e Trabalho e Educação e Pesquisa”, destacou a secretária.

BeNeFÍCIOS Após a conclusão do curso o

professor terá melhoria salarial, conforme o Plano de Cargos, Carreira e Salário (PCCR), considerando os níveis e as classes funcionais contidos nas tabelas de vencimentos publicadas no Diário Oficial do Estado, de 25 de janeiro de 2013. Onde ocorrem as aulas: João Pessoa, Campina Grande, Itabaiana, Cuité, Catolé do Rocha, Araruna, Guarabira, Monteiro, Princesa Isabel, Sousa, Itaporanga,Patos.

Governo firma parceria com Unipê O Governo do Estado e o Unipê assinaram termo de cooperação técnica para a concessão de 125 bolsas de estudo aos alunos da rede estadual de ensino que obtiverem as melhores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Inédito na Paraíba, o termo também prevê desenvolvimento de projetos e pesquisas nas áreas de saúde e educação física. Dentre algumas exigências para ter acesso à bolsa de estudo estão as de que o aluno tenha cursado todo o ensino médio na rede pública estadual, tenha obtido nota mínima de 450 pontos no Enem, não tenha obtido nota zero na prova de redação e tenha renda familiar per capita de até três salários mínimos. A reitora Ana Flávia Medeiros enfatizou que a parceria permite que o instituto amplie a sua área de atuação de apoio à sociedade com a concessão de bolsas aos alunos das escolas estaduais. “Essa parceria com Governo não termina hoje e segue um projeto a longo prazo nas áreas de saúde, com a abertura de um curso de medicina e investimentos nos hospitais do Estado, esportes e treinamento”. A estudante Talia Pereira Flores disse que essa é mais uma oportunidade para garantir o acesso ao ensino superior. “Para o nosso futuro é algo muito bom, pois teremos a oportunidade de estudar numa instituição de qualidade que nossas famílias não teriam como pagar sem um apoio como esse”, comemorou. Marília França, aluna do 3º ano da Escola Estadual Presidente Medici, destacou a importância da parceria do Governo do Estado com o Unipê para impulsionar o ensino médio. “A educação pública precisa avançar com programas como o PBVest e como esse para democratizar o acesso ao ensino superior, que representa um sonho dos estudantes”, completou. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

19


Pedra da Boca: beleza preservada

O

Parque Estadual da Pedra da Boca é o lugar perfeito para quem gosta de esportes de aventura. Ali, em meio a gigantescos paredões de rocha, os visitantes podem apreciar um dos mais belos visuais do interior da Paraíba. A Pedra da Boca possui uma enorme fenda que dá origem a seu nome e é hoje o principal pico do Estado, atraindo nos finais de semana amadores e profissionais dispostos a testar habilidades em escaladas nos seus quase 400 metros de altura. Mas não é apenas para quem gosta de aventuras que o Parque Estadual da Pedra da Boca foi criado. Em meio a uma vegetação típica da caatinga, o visitante pode fazer caminhadas tranquilas por trilhas que cortam a região e atravessam pequenos córregos. Outro atrativo do Parque é o conjunto de sítios arqueológicos que existe nas grutas locais. Nelas, os primeiros habitantes da região deixaram registradas cenas como caçadas e celebrações ritualísticas. Feitas a partir do óxido de ferro extraído da própria rocha, as pinturas rupestres ainda não foram devidamente estudadas. Localizado na região do Calabouço, zona rural de Araruna, o Parque Estadual da Pedra da Boca é ideal para a prática do ecoturismo. Mesmo sem contar ainda com infra-estrutura adequada para receber um grande fluxo de turistas, o Parque vem sendo visitado por um número cada vez maior de pessoas. Apesar de estar em Araruna, o Parque também

20

Notícias da Paraíba | Julho 2013

pode ser acessado pela cidade de Passa-e-fica, no Rio Grande do Norte, distante 120 quilômetros de Natal. O Parque possui ainda uma reserva natural de 156 hectares e outras opções interessantes de passeios são a Pedra da Caveira, a Mata do Gemedouro e o Açude do Calabouço.

CONHEÇA ALGUMAS DAS TRILHAS DO PARQUE TRILHA DA BOCA - Atrativa pela cavidade existente na rocha que se assemelha a uma boca, torna-se ainda mais interessante pela vegetação de topos e morros que caracterizam o caminho.  Duração: 2 horas (nível de dificuldade alto). TRILHA DA INTEGRAÇÃO - Perfeita para quem gosta de desafios, possui um relevo acidentado e íngreme, possibilita o contato direto com a natureza em fascinantes grutas. Em meio a uma riqueza de vertentes e vales, percebe-se a beleza natural do lugar.  Duração: 3 horas ( nível de dificuldade alto). TRILHA DO SANTUÁRIO - Lugar para contemplação da natureza, abriga pinturas rupestres em sua rocha principal, onde também se encontra uma imagem de Nossa Senhora de Fátima.  Duração: 40 min. (nível de dificuldade baixo).


Margarida Alves: guerreira é homenageada

A

ministra Eleonora Menicucci, secretária de Políticas para as Mulheres, da Presidência da República, entregou ao Governo da Paraíba, no município de Alagoa Grande, a primeira Unidade Móvel para atendimento às Mulheres em Situação de Violência em áreas rurais e assentamentos. Ao lado do governador Ricardo Coutinho, a ministra Eleonora fez a entrega simbólica das chaves do ônibus a Arimateia Alves, filho da líder camponesa Margarida Maria Alves, assassinada em 1983. O crime permanece impune. O ônibus é a primeira das duas unidades que o Estado receberá pelo programa “Mulher, Viver sem Violência”, lançado no Palácio da Redenção, e circulará nas comunidades rurais para que uma delegada, uma juíza, uma psicóloga e uma assistente social atendam as mulheres. A adesão ao programa “Mulher, Viver sem Violência” também inclui o Ministério Público, o Tribunal de Justiça e a Defensoria Pública. A ministra revelou que estar em Alagoa Grande tem um significado imenso e profundo em sua vida. “As duas últimas vezes que vim a Alagoa Grande foram para carregar o caixão da Margarida Maria Alves, para o enterro de Maria da Penha, outra líder sindical. Estar aqui hoje é um dia de emoção, mas sem tristeza. As mulheres do campo e da floresta terão muito mais perto as políticas públicas, não só a busca de resolução do problema apontado por elas, mas sobretudo a prevenção da violência contra as mulheres”. Emocionado, Arimateia Alves, filho de Margarida Maria Alves, agradeceu às três esferas de governo e ao movimento de mulheres pelas homenagens em memória de sua mãe. Se estivesse viva, Margarida estaria com 80 anos.

A história de Maria Margarida Alves está marcada na história de Alagoa Grande, do Brasil e a nível internacional porque Margarida foi única naquilo que fez, lutou pela carteira assinada e o seguro desemprego dos trabalhadores e trabalhadoras rurais”, destacou Arimateia Alves, filho de Margarida.

MULHer, VIVer SeM VIOLÊNCIA O programa conta com investimentos de R$ 265 milhões e estabelece ações para a melhoria da coleta de vestígios de crimes sexuais; a transformação da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 em disque-denúncia para acionamento imediato da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e a construção da Casa da Mulher Brasileira. Com a assinatura do termo de adesão ao “Mulher, Viver sem Violência”, a Paraíba é o terceiro Estado a compor o programa do Governo Federal. Cada unidade da federação receberá dois ônibus especialmente desenvolvidos para o trânsito fora de estrada e adaptados para o atendimento às mulheres do campo e da floresta. Todas as 54 unidades móveis foram adquiridas pelo Governo Federal. A gestão de logística e o itinerário de circulação são de responsabilidade da Secretaria Estadual da Mulher e da Diversidade Humana, em parceria com municípios e a Justiça.

GUerreIrA A líder do grupo cultural Caiana dos Crioulos, Severina Luzia “Cida de Caiana”, disse que é importante celebrar a memória de Margarida Maria Alves. Dirley Aparecida, líder do Movimento das Mulheres Trabalhadoras Rurais, destacou: “Resgatar a vida de Margarida é resgatar a luta que se acende no país todo na defesa da terra, pela educação no campo, pelos direitos trabalhistas”. A poeta repentista Solenidade Leite, que já presidiu o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alagoa Grande e integra o Movimento das Mulheres Trabalhadoras Rurais, disse que Margarida Maria Alves foi uma verdadeira guerreira. “Margarida tem uma grande história e a gente luta para manter essa história viva. Quando eles pensaram que matando Margarida calariam a voz, o sangue de Margarida brotou em todo o Brasil e até em outros países. Ela deixou um grande legado”. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

21


Aleitamento materno em defesa da vida aleitamento materno. “Amamentar é um ato de amor incondicional que acalma o bebê. O leite materno oferece defesa contra infecções, estimula o sistema imunológico e proporciona crescimento e desenvolvimento adequados, ajudando a prevenir doenças como a diabetes, obesidades, hipertensão, entre outras”, declarou.

A

supervisora de fiscais de loja Josiellen Raquel Paulino estava com tudo planejado para dar a luz à segunda filha. O que ela não sabia é que Rayssa nasceria prematura. “No começo eu estava com muito medo, achava que não ia ter leite para a Rayssa. Mas fui muito bem orientada no Banco de Leite e estou amamentando tranquilamente. Tenho certeza de que isso vai fazer bem para minha filha”, falou. O primeiro bebê da estudande Samilla Amanda do Nascimento nasceu com 36 semanas, pesando menos de 1,5kg. Ela ainda está na Maternidade Frei Damião de onde só poderá sair quando o filho estiver com todas as condições clínicas adequadas. Mesmo assim, Samilla está produzindo leite suficiente para Gleidson e para outras crianças. Ela tornou-se uma doadora.

É muito bom retribuir a quem precisa o mesmo cuidado que meu filho está tendo aqui”, declarou Samilla Amanda. Thaíse Ribeiro, diretora do Centro Estadual de Referência para Bancos de Leite Humano Anita Cabral, que funciona dentro da Maternidade Frei Damião em João Pessoa, explica que o Banco apoia as ações de promoção e amamentação nas maternidades em todo o Estado. São beneficiadas, principalmente, as mães com bebês prematuros que precisam de uma assistência especializada. De acordo com Thaíse, em 2012 foram coletados mais de 11 mil litros de leite materno doados por mais de oito mil mães, o que beneficiou cerca de 9.200 bebês. O Estado da Paraíba conta atualmente com 6 Bancos de Leite e 17 Postos de Coleta de Leite. A nutricionista Fátima Paiva explica a importância do

22

Notícias da Paraíba | Julho 2013

Como doar Qualquer mãe pode ser doadora e ajudar a salvar vidas de crianças prematuras. Para tanto, é preciso que ela esteja saudável e amamentando o seu filho. É só procurar o Banco de Leite ou posto de coleta mais próximo. O banco de leite também vai à casa da mãe para orientar como fazer, deixando o material necessário à coleta (luvas, gorro, máscara e vidros estéreis), e retornando semanalmente para coletar a doação.

Doação de vidros Os frascos de vidro usados na coleta e distribuição do leite materno são item fundamental no processo. Os Bancos de Leite e Postos de Coleta precisam desses recipientes que podem ser vidros de maionese ou de café solúvel, com tampa rosqueável de plástico.

Bancos de Leite São seis os Bancos de Leite: dois em João Pessoa e nas cidades de Guarabira, Campina Grande, Patos e Cajazeiras.

Postos de Coleta São dezessete os Postos de Coleta: cinco em João Pessoa, dois em Santa Rita, dois em Campina Grande e nas cidades de Guarabira, Itabaiana, Solânea, Galante, Santa Luzia, Sousa, Bonito de Santa Fé e Pombal. Para doar leite ou frascos de vidro, ligue para (83) 3215-6047

FanPage O Centro Estadual de Referência para Bancos de Leite Humano Anita Cabral lançou a sua fanpage no Facebook. Por meio do endereço eletrônico facebook.com/CERBLHAnitacabral, a população poderá tirar dúvidas, dar sugestões e se informar sobre a importância do aleitamento materno.


eLeIÇÕeS NO OD Começou por Uiraúna (9ª Região Geoadministrativa) o ciclo de eleição dos novos conselheiros regionais (2014/2015) do Orçamento Democrático Estadual. A assembleia microrregional teve a participação de mais de 200 pessoas e elegeu 9 conselheiros, sendo 8 titulares e um suplente. O subsecretário do OD, Hélio Barbosa, falou da importância deste momento para o Estado da Paraíba. “Esse processo de participação social representa, para nós, paraibanos, um avanço na democracia brasileira. Só participando e intervindo é que podemos construir uma cidade mais justa e igualitária.

Serão eleitos aproximadamente 600 conselheiros titulares e 600 suplentes, que irão discutir o orçamento do Estado. O conselheiro representa não só uma cidade, mas toda uma região”, disse. Os conselheiros do OD Estadual exercem atividade voluntária, não remunerada, e são responsáveis

SITe NO Ar A Comissão Estadual da Verdade e da Preservação da Memória colocou no ar dia 10 de julho o site www.cev.pb.gov. br, onde traz as fichas dos paraibanos investigados pelo Departamento de Ordem Política e Social, o DOPS. A Paraíba é o terceiro Estado do país a abrir para a população tais arquivos. No site, é possível também conhecer os 10 grupos de trabalho dedicados a pesquisar temas como: os mortos e desaparecidos na época da Ditadura; o mapa da tortura; a bomba estourada no Cine-teatro Apollo 11, em Cajazeiras; a cassação de mandatos; a demissão de servidores; ditadura e gênero; estrutura de repressão; intervenção nos sindicatos; perseguição ao setor educacional e repressão aos camponeses. Diversos voluntários colaboram com as pesquisas desenvolvidas pelos grupos. A Galeria de Fotos e a TV Verdade são alguns dos links disponíveis aos internautas. Os contatos com a Comissão podem ser feitos através de formulário online.

pela defesa e acompanhamento de investimentos públicos de interesse coletivo em obras, serviços e demais ações, nas 14 Regiões Geoadministrativas do Estado. As regiões são subdivididas em microrregiões, que elegem um número de conselheiros regionais proporcional à participação na assembleia de eleição.

POÇOS O Governo do Estado acelera a perfuração e recuperação de poços para auxiliar a população no combate aos efeitos da seca, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais (CDRM). Os números são os seguintes:

26

Poços Perfurados em 2011

195

Poços perfurados em 2012

184

Poços perfurados em 2013 até 09.08.2013

19

Instalações em 2012

7 concluídas 16 em execução

Instalações em 2013

17

Desobstruções em 2013 www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

23


CASAS NOVAS eM PATOS Cento e trinta e seis famílias receberam novas moradias no Loteamento Vista Serrana I, no bairro Jatobá, em Patos. Com infraestrutura básica (rede de abastecimento d’água, sistema de fossas e sumidouros individuais, pavimentação e rede elétrica), o conjunto residencial representa investimento de R$ 6 milhões. As obras foram realizadas em parceria com o Governo Federal e a Prefeitura de Patos. A prefeita Francisca Mota afirmou que mais parcerias serão firmadas com o Governo do Estado e se dispôs a doar terreno para a construção do condomí-

GUArABIrA SANeADA

nio ‘Cidade Madura’, projeto do Estado. Também assegurou que o município construirá uma creche no conjunto Vista Serrana I. O Governo do Estado investe mais de R$ 50 milhões em habitação popular em Patos. Além da segunda etapa do Vista Serrana I e do conjunto Virgílio Trindade, com 109 casas, a Cehap está construindo o residencial Itatiunga, com 770 unidades. Nos últimos dois anos e meio, o Governo do Estado já entregou mais de 5 mil moradias, outras 10 mil estão em construção e mais 15 mil unidades estão com o processo de contratação em andamento.

PeTrOBrAS FICA eM CABeDeLO O governador Ricardo Coutinho participou, em Cabedelo, de uma reunião com representantes de sindicatos, trabalhadores portuários e moradores da cidade e falou sobre a conversa que teve com a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, na qual foi definida que a distribuição de combustíveis limpos através dos terminais do Porto de Cabedelo continuará como está. O governador transmitiu aos participantes o que disse à presidente - que a retirada das instalações do Porto de Cabedelo geraria muitos impactos negativos para o Estado; que não poderíamos perder 24% da movimentação e os mais de 500 empregos diretos que o Porto gera - e o que ouviu como resposta: não haverá qualquer interrupção no transporte por cabotagem, nem aumento do preço de combustível. Estiveram presentes no encontro o presidente do Sindpetro-PB, Omar Hadad; os deputados estaduais Hervázio Bezerra e Lindolfo Pires; o prefeito de Cabedelo, Luceninha; o presidente da Companhia Docas, Wilbur Jácome, o presidente do Sindicato dos Conferentes, Ricardo Tabosa; o presidente do Sindicato de Transportes e Cargas do Estado da Paraíba, Arlan Rodrigues; e o presidente do Sindicato das Agências Marítimas e do Comitê em Defesa do Porto de Cabedelo, Márcio Madruga.

24

Notícias da Paraíba | Julho 2013

O diretor de Expansão da Cagepa, engenheiro Leonardo Brasil, reuniu-se com o prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano, para discutir parcerias entre a Companhia e o Município, com o objetivo de ampliar o saneamento básico na cidade. O diretor revelou que a cidade deve ficar praticamente 100% saneada com os novos serviços que serão executados pela Cagepa. “Temos várias obras de esgotamento sanitário projetadas para Guarabira e, juntamente com a Prefeitura, vamos eleger as prioridades para que os serviços de pavimentação sejam executados sem nenhum transtorno posterior à implantação da rede de esgoto”, disse Leonardo.

CIrUrGIAS De CATArATA A Secretaria de Estado da Saúde realizou de janeiro até julho deste ano 1.082 cirurgias de catarata no Hospital de Catolé do Rocha (105 cirurgias), Hospital Regional de Guarabira (182), Hospital Regional de Itabaiana (14), Hospital de Itapororoca (22), Hospital Regional de Monteiro (126) e Picuí (116), Hospital de Solânea (186), Hospital Regional de Pombal (129) e de Sousa (202). Mais 2.131 cirurgias serão realizadas em agosto e setembro deste ano, sendo 569 para a região de Guarabira e Solânea, 116 para região de Picuí, 66 para Sousa, 464 para Cajazeiras, 151 para Itabaiana, 73 para Itapororoca, 148 para Piancó e região, 513 para Patos e 31 para a região de Pombal. O Governo Federal investiu R$ 695.726 nas cirurgias que foram realizadas este ano e mais R$ 1.370.233,00 nos procedimentos que serão realizados em agosto e setembro. As cirurgias são realizadas pela Rede Estadual de Saúde. O Ministério da Saúde busca reduzir o tempo de espera, zerar as filas no Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliar o número de cirurgias eletivas no país. A cirurgia de catarata é a mais procurada pelos usuários do SUS. Em 2012 foram sete mil cirurgias realizadas na Paraíba.


PArAIBANO PreMIADO

O ceramista paraibano José Fábio, da cidade de Areia, foi o segundo colocado na premiação do Salão de Arte Popular Ana Holanda, durante a 14ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), que aconteceu no Centro de Convenções de Pernambuco. Mais conhecido pelo nome de ‘Zé Pituca’, o artesão comemorou a premiação e a oportunidade de representar a Paraíba. “Sou bastante conhecido na minha região, mas foi a primeira vez que saí do Estado para participar de um evento. Fiquei feliz pela colocação e ainda por ter levado para casa R$ 5 mil”, comentou. A peça premiada, “Armagedon”, tem 40 cm de altura. A seleção contou com 50 participantes de todo o

país, avaliados por uma comissão julgadora formada por colecionadores, estudiosos, professores da UFPE e pesquisadores de arte popular. Os visitantes também votaram, através de uma urna eletrônica instalada no local. O Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), coordenado pela primeira-dama Pâmela Bório, contou com seis estandes no evento. Já em parceria com o Sebrae-PB, foram cinco estandes de 27 m² cada. O espaço Top 100 Sebrae reuniu objetos premiados para comercialização oriundos das cem unidades produtivas mais competitivas do Brasil. Com quatro unidades premiadas, o artesanato paraibano foi representado pela Associação das Artesãs de Monteiro, Cooperativa Mista Agro-Artesanal de Juarez Távora, Associação das Artesãs Rurais de Serra Rajada e Cooperativa de Produção Têxtil e Afins do Algodão Colorido. “Elas ganharam reconhecimento nacional pelo trabalho que executam e o direito de usar o selo Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato até dezembro de 2014”, destacou a gestora do PAP, Ladjane Barbosa.

ÁGUA PArA SANTA LUZIA O Governo do Estado inaugurou na zona rural de Santa Luzia o abastecimento de água da comunidade Umbuzeiro Doce. A obra, orçada em quase R$ 90 mil, vai beneficiar diretamente 150 pessoas, que antes utilizavam apenas água dos carros pipas. Para o presidente da Associação Comunitária de Umbuzeiro Doce, Armando Virgulino, é um sonho de 50 anos. “O valor é incalculável. Água é vida! Através deste sistema vamos trabalhar projetos produtivos para que o homem do campo continue no campo. Umbuzeiro Doce, que antes não tinha desenvolvimento, agora vai voltar a ter esperança de dias melhores”, comemorou. O prefeito de Santa Luzia, Ademir Morais, comentou a mudança no Vale do Sabugí. “Vejo com uma alegria muito grande a entrega desta obra para esta comunidade, que é a maior que temos na zona rural. Hoje temos um governo que também olha para a zona rural e para as pequenas comunidades”, disse o prefeito.

COPA 2014

A Paraíba entrou em clima de Copa do Mundo com a apresentação da estratégia de marketing e de logística que será ampliada a partir de agora até depois da competição mundial. As ações do Governo do Estado envolvem o trabalho de oito secretarias e agências, que atuarão em conjunto por meio de um projeto que visa receber bem os turistas brasileiros e estrangeiros, mas, sobretudo, deixar todo o legado para o cotidiano da população que reside nos municípios que serão beneficiados. De acordo com a secretária da Comunicação, Estela Bezerra, as ações do Governo direcionadas na busca de melhorar a convivência dos turistas da Copa do Mundo na Paraíba passam diretamente pela qualidade de vida que está sendo proporcionada no dia-a-dia dos paraibanos. “Há um esforço coletivo do Governo no sentido de arrumar a casa para os futuros visitantes, mas com base em um planejamento estruturante que vem sendo feito independente da Copa”, disse. A logomarca e slogan da campanha foram criados pela Sin Comunicação. O slogan “Paraíba 2014, alegria além do futebol” foi escolhido pelo entusiasmo, emoção e felicidade que o esporte provoca. O desenho retrata a união das culturas, na celebração de um gol. O formato lembra a taça da Copa do Mundo, com cores que destacam os continentes, mas enaltecendo as da bandeira da Paraíba. www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

25


govparaiba

Aline Nery

edmilson júnior

Chegando hoje em Manaíra me deparei com um fato curioso - um assalto que acabara de ser desbaratado pela atuação precisa, rápida e eficiente da PM. Quando é pra criticar, se fala, mas também é necessário reconhecer o trabalho bem feito. Muito contente por acordar e comprovar que esta instituição desempenhou seu trabalho à altura do que se almeja. Feliz pelo bem que se fez! PARABÉNS, PM!!!!

Pollyana Figueiredo

júnior Correia

Isabel Cristina raimundo Vieira

Sobre a Caravana do Coração: Parabenizo o Governo do Estado, bem como os profissionais que estão nesse projeto.

erivaldo rodrigo

Sobre a “Caravana do Coração”: Adorei essa ideia. Fiquei muito feliz.

Citando a inauguração do ambulatório de saúde para travestis e transexuais: Massa demais! Parabéns... Igualdade de generos de verdade!

Comentando a formação de novos policias em Cajazeiras: Muito bom. Mais polícia, mais segurança.

Magali Souto Maior

jumara Venâncio Íris Bernardo da Silva

Sobre a nova frota da Polícia: Eu, como paraibano, fico feliz com a notícia, uma vez que a nossa Polícia Militar melhor equipada terá muito mais condições de proporcionar segurança à nossa população.

Antonio Lustosa Nunes

Parabéns à Secretaria de Segurança e ao Governo do Estado por investirem na segurança do nosso Estado.

Sobre o convênio entre o Unipê e o Governo para conceder bolsas de estudo ao alunos da rede estadual: Parabéns! Bela iniciativa!

Pedro Batista da Costa

elizete Maria

A ouvinte do “Fala Governador” opina: Gosto muito desse programa. Escuto todas as segundas. Ótimo.

Quero agradecer a Cagepa pelo pronto atendimento. Divulguei sobre vazamento ocorrido na calçada de prédio desocupado, localizado ao lado da STTP e vi que o problema foi sanado. Continuem assim equipe! Afinal, a água na nossa região é nosso bem mais precioso!

edvan Santos Helena Pontes

Sobre a revitalização da mata ciliar do Rio Paraíba: Um projeto essencial em nossa região.

26

Notícias da Paraíba | Julho 2013

Sobre a entrega de equipamentos A Paraíba caminha a passos para a PM: Parabéns! Continuem na largos, sentimos orgulho da luta pela Paraíba sem violência. nossa nova Paraíba.

PBVest: Ótima iniciativa.

Procase – Programa de Desenvolvimento Sustentável do Cariri e Seridó é de fundamental importância e chega na hora exata devido à situação climática que sempre foi a desfavor da região do Cariri e Seridó. Aquelas terras na maioria são impróprias para agricultura familiar.


Cacimba Nova

Nosso Olhar

Autor da imagem: Alberi Pontes Fotógrafo da Secom/PB www.paraiba.pb.gov.br | Notícias da Paraíba

27


28

Notícias da Paraíba | Julho 2013


Notícias da Paraíba #12