Issuu on Google+

Natal, Mossoró, São José de Mipibu e São Miguel terão novos Restaurantes Populares Mossoró (Campus da UERN), Natal (Redinha e Planalto), São José do Mipibu e São Miguel serão os novos endereços de unidades do Restaurante Popular. A Sethas inicia 2016 já com a inauguração do restaurante do Campus da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), em Mossoró, que oferecerá 650 refeições por dia, atendendo a um antigo pleito dos alunos e moradores dos bairros vizinhos. O aditivo do contrato com a empresa responsável pelo restaurante já foi publicado e todo o procedimento burocrático já está finalizado. As outras quatro novas unidades devem ser implantadas até 2017, sendo mais duas unidades em Natal, no bairro Planalto e na avenida Pompéia, próximo à Estrada da Redinha (Zona Norte), uma em São José de Mipibu e outra no município de São Miguel, no Alto Oeste. Hoje, o programa conta com 24 unidades em 20 municípios de todas as regiões do Estado, que oferecem 19 mil refeições diariamente ao preço de R$ 1. Todas as unidades já em funcionamento estão passando ou vão passar reformas estruturais e padronização do cardápio para atender a população com refeições de qualidade. REFEIÇÕES - A unificação do cardápio foi elaborada de acordo com o contrato firmado com as empresas e seguindo as neces-

8

sidades nutricionais diárias de um trabalhador, garantindo, assim, refeições balanceadas para população. A secretaria também intensificou a fiscalização com o objetivo de coibir irregularidades na alimentação oferecida. Em parceria com as empresas fornecedoras, estão em andamento outras mudanças, como: pontualidade e padronização do horário de funcionamento de todas as unidades e cumprimento de normas sanitárias. “Os Restaurantes Populares garantem que milhares de cidadãos tenham acesso a refeições de qualidade, pagando apenas R$ 1, atendendo mãe e pai de família em situação de vulnerabilidade social. É um programa social que precisa ser expandido para atingir o maior número de pessoas”, ressaltou a secretária Julianne Faria.


RN no Caminho do Desenvolvimento