Page 27

Estado investe em divulgação e projetos também reaproximou a maior operadora da América Latina, a CVC, com crescimento de 23% nas vendas ao nosso Estado. “Quem não é visto não é lembrado. O trabalho de promoção e divulgação é planejado e voltamos à vitrine após um hiato muito prejudicial ao nosso turismo. E já temos os primeiros resultados. Além do crescimento na CVC, a procura no Hotel Urbano – principal agência de viagens online do país – subiu 200%”, se orgulha a presidente da Emprotur, Aninha Costa. Se os números já impressionam diante do atual cenário econômico adverso, uma revolução sem precedentes poderá ser confirmada com a possível instalação do HUB do grupo LaTam no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. O Governo do Estado não tem medido esforços para adiantar obras e traçar estratégicas fiscais para atrair o mega investimento - na ordem de R$ 4 bilhões - e tornar o Estado favorito na disputa, cujo resultado está programado para o segundo semestre de 2016. FEIRAS - Mas enquanto o HUB não é definido, o Governo tem investido na promoção e divulgação dos destinos potiguares. O Estado esteve presente em muitas das principais feiras do Brasil e do mundo, além de promover a maior campanha do turismo potiguar da história, em Portugal. E, com recursos do RN Sustentável, promoveu o RN na Itália (dois meses), Argentina (quatro meses) e França (publicação em revista), além de realização de Famtour com agentes internacionais. Essa atenção com o turismo

DIVULGAÇÃO - Com apoio do Governo do Estado e recursos do RN Sustentável, o RN também captou 36 matérias em 12 programas em cadeia nacional, nas emissoras SBT, Record e Rede TV, além do programa ‘Expedições’, da TV Brasil. Todas com foco em atrativos turísticos do interior do Estado. Um feito sem precedentes na história do turismo potiguar. Nunca o Estado esteve tão em evidência em cadeia nacional de televisão. As exibições começaram em agosto e perduraram até outubro, sequencialmente. CIDADE VIVA – Já na Capital, uma outra ação exclusiva foi a reativação do projeto Cidade Viva: Via Costeira, por meio de um contrato pioneiro de terceirização do serviço com percentual de lucro revertido ao Fundo Estadual de Turismo. E também uma iniciativa benéfica ao cofre estadual foi a transferência da Setur e da Emprotur ao Centro de Convenções de Natal – extinguindo pagamentos vultosos de aluguéis e proporcionando melhores instalações às equipes. Além da própria gestão do Centro de Convenções, que também passou ao comando do Governo do Estado. 27

RN no Caminho do Desenvolvimento  

Prestação de contas à sociedade: revista balanço das ações realizadas durante o primeiro ano de gestão Robinson Faria no Rio Grande do Norte...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you