Page 26

Governo incentiva, divulga e estrutura o Turismo potiguar O turismo, por sua capilaridade econômica e rápida capacidade de geração de emprego e renda, está recebendo a devida atenção do Governo do Estado nos últimos 12 meses. Uma das principais iniciativas do Governo foi a redução do imposto estadual sobre o querosene de aviação (QAV) - de 17% para 12% em voos nacionais e 9% nos voos internacionais. O incentivo foi concedido após negociação do governador Robinson Faria com as quatro principais companhias aéreas do Brasil, já no primeiro mês de gestão. Essa iniciativa desencadeou uma onda benefícios ao setor e resultou na recuperação de voos, trazendo mais turistas e recolocando o RN no mapa do turismo nacional e internacional. Só nesse primeiro ano, o Estado conquistou três voos internacionais (Buenos Aires/Natal, Milão/ Natal e Cabo Verde/Natal) e 11 nacionais. E, segundo a Inframérica, estão confirmados mais 710 voos extras para alta temporada turística que segue até o carnaval. Na contramão da crise, o crescimento do turismo no RN foi acima da expectativa. Segundo a seccional potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/RN), houve um aumento de 20% na ocupação hoteleira entre

26

janeiro e setembro de 2015 se comparado ao mesmo período do ano anterior. Esse percentual representa um incremento de R$ 2,7 bilhões na economia potiguar, sendo um acréscimo de mais de R$ 444 milhões em comparação aos R$ 2,3 bilhões registrados no ano anterior. “Turismo demanda muita mão-de-obra pelo fato de figurar no setor terciário, gerando empregos diretos, induzidos e indiretos. Contribui ainda para transferência de renda e equilíbrio no desenvolvimento das regiões. E enfim um gestor público entendeu esse potencial econômico pelo turismo e a vocação do nosso Estado para o setor e temos recebido todo o apoio para desenvolvermos nosso trabalho”, analisou o secretário de Turismo, Ruy Gaspar. O turismo já comprovou eficiência na geração de emprego e renda. O segmento envolve 52 cadeias produtivas, desde o hoteleiro ao vendedor de côco. Tem por essência a capilaridade na distribuição de receita. Não à toa o Governo do Estado deu atenção e investiu no setor desde o primeiro mês de gestão, provocando o melhor momento do turismo potiguar em dez anos, apesar da crise que assola o país.

RN no Caminho do Desenvolvimento  

Prestação de contas à sociedade: revista balanço das ações realizadas durante o primeiro ano de gestão Robinson Faria no Rio Grande do Norte...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you