Issuu on Google+

trade

trade

magazine

À Lupa com...

IVAN MELO

Entrevista com o Skater Portugûes da LRG.

TAKE A LOOK INSIDE KANSAS CITY

Junho 2012

Edição nº 1

2,50€ Junho 2012


trade

ÍNDICE

ÍNDICE ...................................................................................................................... 3 À LUPA COM .............................................................................................................. 4

“À Lupa com … “ é uma rubrica de entrevistas, onde damos a conhecer Skaters Portugueses. Nesta primeira edição estivemos ‘À Lupa com...’ o Skater Português Ivan Melo da Team LRG.

NAS CURTAS ............................................................................................................. 7

Nas curtas é uma rúbrica onde se mostra o que se passou no mundo da música, do surf e do skateboarding. Nesta Edição fala-se do que melhor se passou no Surf, a nível Mundial e Nacional. Na música falamos dos Dirty Heads e do seu novo projecto. TAKE A LOOK ............................................................................................................ 8

A Rúbrica “Take a Look” mostra-nos ao pormenor o que se passou no mundo do Skateboarding. Na 1ª Edição da Trade temos a Street League Skateboarding, dá uma vista de olhos por um dos maiores campeonatos de Street Skateboarding Profissional do mundo, analisa a primeira etapa da Sls 2012 em Kansas City.

A trade é a tua nova revista de Skateboarding, podes encontrar revistas com Skateboarders Portugueses e noticias sobre tudo o que se passou pelo mundo do Skateboarding. Podes esperar as curtas da Música, do Skate e do Surf, descobre tudo o que há de novo.

www.trademag.pt - trademag@gmail.com

Junho 2012


trade

À LUPA COM...

IVAN MELO

ENTREVISTA COM O SKATER PORTUGUÊS DA LRG. A trade foi entrevistar o skateboarder português Ivan Melo e conseguimos saber algumas coisas sobre ele. Nascido em Massachusetts nos Estados Unidos da America, mudou-se para Portugal com 6 anos para a zona de Torres Vedras, é Skater à 13 anos e conta com o patrocinio da LRG à 3 anos, DVS Shoes à 1 ano e Sweet Skateboards à apenas 3 meses.

Biografia Nome: Ivan Melo Data de Nascimento: 26.10.1986 (25 Anos)

Origem: Massachusetts, Estados Unidos da América

Skater desde: 1999 (13 Anos)

Como começaste a andar de Skate?

Patrocinios:

Começou tudo na escola em 1999 quando uns amigos meus passavam os

LRG (lifted Research Group)

intervalos a andar de skate, achei engraçado e comecei também a treinar com

DVS Shoes

os skates dos meus colegas até que convenci a minha mãe a comprar-me um e

Sweet Skateboards

apartir desse dia nunca parei.

Influências: Daewon Song

Tens alguma História/momento que te recordes enquanto andavas

Bastien Salabanzi

numa viagem de skate?

Manobras Favoritas: 360 Flip Nollie

Música: Hip Hop

Sim, sem dúvida é sempre uma grande risada com o pessoal todo da equipa quando vamos de viagem, mas a historia mais engraçada que já tive foi no algarve na tour da LRG. Estávamos ma carrinha a ir para um spot filmar uns toques, um dos meus colegas viu duas raparigas a beira da estrada e teve a ideia de parar a carrinha e ir meter-se na conversa com elas, e nos começamos a ver que as raparigas estavam de serviço e começamos todos a rir e ainda estávamos convencidos que ele ia la ficar, mas não, foi só para nos rirmos à gargalhada, mas é sempre um riso.

Junho 2012

página 4


trade Já ficaste classificado nalgum campeonato? Nunca fui ao pódio, sou mais Skater de Street e para mim é outra pica, prefiro acertar outra manobra difícil e passar a tarde toda a tentar do que dar muitas manobras fáceis, mas isso depende de cada Skater, por isso é que o skate é tão divertido e cada um é único. Qual é a tua opinião sobre campeonatos de Skateboarding? Gosto muito de campeonatos porque dáme muita pica e é sempre bom ver o pessoal todo a conviver e a dar grandes manobras, mas não é muito o meu forte, prefiro andar de skate pelas ruas e encontrar bons spots para Skatar. Dás Aulas no Indoor Skate Community em Torres Vedras não é? O que gostas mais? Sim dou aulas no Indoor Skate Community onde trabalho e gosto imenso, os miúdos de hoje em dia impressionam-me tanto e ao mesmo tempo ajudam-me a evoluir. Temos mais condições agora que nunca, cada vez há mais skateparks, apoios e campeonatos o que ajudar a andar para a frente com a cultura e só acho que devíamos continuar assim unidos.

Qual é a tua opinião sobre a situação do Skateboarding em Portugal comparando com os outros países? Eu acho que o skate em Portugal esta a evoluir cada vez mais rápido de ano para ano, já não é visto como uma actividade para rebeldes por isso logo ai começamos a ter mais respeito e já não falta muito vermos uns portugueses lá fora em grande a desfrutar do seu talento no skate e fazer isso a sua vida. A nossa tradição da calçada não ajuda muito os skaters em Portugal mas também não é desculpa porque temos muitos bons spots para treinar, acho que falta condições para os atletas porque o skate é uma actividade muito agressiva e perigosa mas tendo em conta que Portugal é um país pequeno logo a partida temos um mercado mais fraco em comparação com outros países e posso dizer também que as marcas estão um bocadinho mal espalhadas no sentido que Portugal é pequeno e há muitas marcas mas estamos a ir para um bom caminho e aconselho a todos andar de skate por gosto e não serem viciados com patrocínios porque as vezes é uma ilusão..

página 5

Junho 2012


trade O que é para ti o Skateboarding? O Skate para mim, principalmente é um estilo de vida, é uma arte de certa forma como o Graffiti, não há regras, o mundo é o nosso recreio onde podemos usar a nossa imaginação e andar de skate em qualquer sitio que seja, desde escadas grandes a passeios pequenos, corrimões, às curvas, tudo é possível, e como a evolução do skate nunca acaba, é um desafio constante de juntar manobras novas e fazer combinações.

“O Skate para mim, principalmente é um estilo de vida, é uma arte de certa forma como o Graffiti, não há regras, o mundo é o nosso recreio onde podemos usar a nossa imaginação...” Ivan Melo

Junho 2012

página 6


trade

NAS CURTAS No passado mês de maio decorreu no Rio de Janeiro entre os dias 9 a 20 o Billabong Rio Pro, onde esteve presente o Português Tiago ‘ Saca’ Pires, que ficou com um fantástico 5º lugar com 12.60 pontos, perdendo com o australiano Joel Parkinson que acabaria por chegar à final. No fim quem saiu vitorioso do Billabong Rio Pro foi

Os Dirty Heads regressam aos álbuns

o Havaiano John John Florence com uns fantásti-

depois do sucesso de any port in a

cos 16.37 pontos. Já a final Feminina foi ganha

storm, primeiro álbum da banda, lan-

pela australiana Sally Fitzgibbons com 14.10

çado em 2008, que inclui temas como

frente à Havaiana Coco Ho.

stand Tall, believe, Shine, Driftin, Lay Me Down, entre outros.

Tiago ‘Saca’ Pires

Regressam agora com o novo álbum cabin by the sea que tem lançamento previsto para junho de 2012. The Dirty heads, banda formada em 1996 no sul da california, com o seu estilo alternativos de reggae rock sempre tiveram um percurso calmo no mundo da musica. Demoraram 12 anos para estrearem o primeiro álbum, mas a espera compensou quando em 2008 lançam any port in a storm. Resta-nos agora esperar para o

Nos dias 25, 26 e 27 de Maio de 2012 decorreu a 3ª etapa da Liga meo pro surf, O moche Porto Pro, contando com vários participantes. No fim de 31 Heats Masculinas o surfista que saiu que venceu foi Vasco Ribeiro com 14.5 pontos frente Justin Mujica, sagrando-se assim campeão do Moche Porto Pro. Na Final Feminina entre Francisca Santos, Maria Abecasis, Keshia Eyre e Carina Duarte, quem saiu vitoriosa foi a Portuguesa Maria Abecasis com uns fabulosos 12,75 pontos. Parabéns aos dois Campeões.

lançamento do novo álbum, que nós aqui na trade, temos as espectativas altas.

No passado dia 25 de Maio, o Jornal I avançou

Capa do Novo Album dos

com uma noticia no seu site, que dizia que a

Dirty Heads a sair em

policia municipal agora expulsa os skaters da

junho de 2012.

No verão de 2012 os Dirty Heads vão iniciar uma digressão com o artista de Reggae Matisyahu.

praça da figueira. Adianta ainda que, a praça da figueira perto do Rossio está vigiada todo o dia pela policia, e que se aparecer um skater ou um grupo de skaters lá a andarem eles actuam passando multas e até confiscando skates. página 7

Fonte: Ionline

Junho 2012


trade

TAKE A LOOK

INSIDE OF STREET LEAGUE SKATEBOARDING KANSAS CITY No Passado Mês de Maio, nos dias 18 e 19 decorreu a 1ª etapa da Street League Skateboarding 2012, teve local em Kansas City, Missouri, Estados Unidos da América. Durante dois dias houve puro ‘Street Skateboarding’ com os melhores profissionais a nível mundial. Este ano a SLs Contou com Skateboarders tais como, Ryan Sheckler, Chaz Ortiz, Bastien Salabanzi, Nyjah Huston, Paul Rodriguez, Chris Cole, Sean Malto, Mikey Taylor entre outros.

Rob Dyrdek - Fundador SLs

Dia 18 – Qualificações. Participaram os 24 Pros mas só passaram 12 à semi final, Foram eles Ryan Sheckler, Chaz Ortiz, Bastien Salabanzi, Nyjah Huston, Paul Rodriguez, Chris Cole, Sean Malto, Mikey Taylor, Luan Oliveira, Billy Marks, Austyn Gillette e Tommy Sandoval.

Austyn Gillette

Convívio nos Qualifiers Junho 2012

página 8


trade

De baixo para cima: Chris Cole Bastien Salabanzi Paul Rodriguez Mikey Taylor Chaz Ortiz Ryan Sheckler Sean Malto Nyjah Huston

Os 8 finalistas

Dia 19 – Semi Final e Final O Dia 18 começou com a semi

de Grandes Skaterboard-

Final, onde se iriam apurar os

ers. No fim do dia quem saiu

8 Skateboarders que iriam para

vitorioso foi o Jovem Skate-

a Final, ao fim das Várias Runs

boarder Nyjah Hustons. o 2º

os Skateboarders que Ficaram

Lugar pertenceu ao Francês

pelo caminho foram Luan

Bastien Salabanzi que marcou

Oliveira, Billy Marks, Austyn

o sua estreia na SLs e o 3º

Gillette e Tommy Sandoval.

Lugar pertenceu a outro Jovem

No mesmo Dia foi a Final,

chamado Chaz Ortiz.

uma fantástica Final Repleta Chaz Ortiz - 3º Classificado

Bastien Salabanzi - 2º Classificado

página 9

Junho 2012


trade

Nyjah Huston com os troféus que ganhou na SLs

Nyjah Huston foi o vencedor da 1ª etapa da Street League Skateboarding em Kansas City. Terminou com um total de 51.5 pontos, deixando para trás o Francês Bastien Salabanzi e o Americano Chaz Ortiz. Venceu também o prémio Monster Energy Award com um truque que lhe deu uns fantásticos 9.4 pontos.

Junho 2012

página 10



trade magazine - Edição 1