Page 1


O seu caminho para a exclusividade.

Rede oficial Ferrari A entrada no Universo Ferrari está agora mais perto de si. Ao adquirir um modelo novo ou usado na Rede Oficial, oferecemos-lhe a oportunidade de disfrutar, graças aos nossos eventos únicos, os serviços mais especializados e o máximo profissionalismo. Viver a experiência de visitar a fábrica, apreciar os GPs no Ferrari F1 Club, beneficiar da garantia POWER até 10 anos ou ter acesso ao nosso único curso de condução oficial – o famoso Corso Pilota -, são só algumas das inúmeras e exclusivas possibilidades que só a Rede Oficial lhe pode proporcionar.

www.ferrari.com


FERRARI LISBOA Rua Artilharia Um, 105 – 105 A 1070-012 Lisboa Tel: 00351 210430740 email: posantos@ferrariportugal.pt

FERRARI PORTO Rua da Boavista, 880 4050-106 Porto Tel: 00351 210430880 email: pmrozeira@ferrariportugal.pt


GOLDEN LIFESTYLE 10

EDITORIAL GOLDEN

Para abrir o apetite que tal um amuse-bouche com manga? A fruta da época em prova no editorial de moda, onde brilham algumas das mais sofisticadas peças de alta joalharia e relojoaria. Há outros sabores para descobrir, como o presunto de vaca Cecina de Léon, um segredo ainda bem guardado. Entretanto, prove um gin, enquanto espera pela brigada de chefs que vai estar em Novembro no International Festival Gourmet, no Algarve, e que reúne a crème de la crème mundial. Até lá aceleramos às mãos de um Bentley Flying Spur, o mais veloz modelo de quatro portas, que há uma década mantém uma parceria com a marca suíça Breitling e reforça agora a equipa com David Beckham, que empresta a elegância britânica à precisão da manufactura relojoeira. Podemos testar o novo Breitling for Bentley B06, que, entre outras funções, mede distâncias e o tempo percorrido, a caminho do Dubai, esse oásis no deserto onde tudo o que brilha é ouro. Delicie-se com a sua Golden Lifestyle.

To whet your appetite, what about an amuse-bouche made of mango? The in-season fruit waiting to be tasted in the fashion section, where some of the most sophisticated pieces of fine jewellery and watches sparkle. There are other flavours to discover, such as Cecina de León cured beef, still a heavily guarded secret. In the meantime, sample a gin, while waiting for the line-up of chefs set to attend the International Gourmet Festival, in the Algarve, in November, which brings together the culinary world’s crème de la crème. Till then let’s accelerate at the wheel of a Bentley Flying Spur, the fastest four-door model from Bentley. Enjoying a partnership with the Swiss brand Breitling for the last decade, it now adds strength to the team with David Beckham, who lends British elegance to the precision of the watchmaker. We can try out the new Breitling for Bentley B06, which, among other functions, measures distances and time lapsed, on the way to Dubai, this oasis in the desert where everything that glitters is gold. Relish every page of your Golden Lifestyle!

Directora Geral • General Director

Vânia Rangel • vania.rangel@goldenmagazines.net Tel (+351) 919 859 784 • (+244) 928 882 600

Editora • Editor Golden Brands • editora@goldenmagazines.net

Fotografia Photography Pedro Ferreira

Departamento Comercial • Sales Department Jessica Botelho publicidade@goldenmagazines.net Tel (+351) 915 663 632

Realização Art Direction Filipe Carriço Cabelo Hair Nolga Stella

Coordenação Editorial • Editorial Coordination Sandra Nobre • coordenacao@goldenmagazines.net

Maquilhagem Make-up Carina Quintiliano with products CHANEL

Textos • Texts Elisabete Reis, Fortunato da Câmara, João Cunha, Luís Antunes, Pedro L. Rei, Pedro Vieira, Vilan Monroy

Manequim Model Josiane (BEST)

Fotografia • Photography Pedro Ferreira, Nuno Martins Tradução • Translation Victor Adams

Directora de Arte • Art Director Marta Correia, Luís Sá Ramalho

Vestido Dress Elie Saab Stivali Colar, anel, pulseira Necklace, ring, bracelet Cartier Brincos Earrings Relojoaria Faria Relógio Watch Cartier

Periodicidade • Frequency Bimestral Bimonthly Tiragem • Circulation 5000 ERC Nº 126294 Depósito legal: 354 858/13 ISSN: 2182-830X Tipografia • Printing Fernandes & Terceiro Rua Nossa Srª Conceição, 7, 2794-014 Carnaxide

Propriedade e redacção • Property and office Golden Brands Lda Avenida de Berna, nº30, 2ºF, 1050-042 Lisboa • Tel (+351) 210 998 989 Portugal NIF: 510 524 710

geral@goldenmagazines.net

www.goldenmagazines.net www.facebook.com/goldenlifestyle


TO BREAK THE RULES, YOU MUST FIRST MASTER THEM.

PA R A Q U E B R A R A S R E G R A S , P R I M E I R O É P R E C I S O DOMINÁ-LAS. O CRONÓMETRO JULES AUDEMARS FOI DESENHADO C O M O O B J E T I V O P R I N C I PA L D E A P R E S E N TA R O REVOLUCIONÁRIO ESCAPE AUDEMARS PIGUET. A PRECISÃO SEMPRE FOI O PROPÓSITO FUNDAMENTAL DA RELOJOARIA – REPRODUZIR A PRECISÃO ABSOLUTA DA NATU REZA N UM M OVIM ENT O MEC ÂNIC O. C OM ES TE O B J E T I V O , A A U D E M A R S P I G U E T D E S E N V O LV E U U M ESCAPE DE IMPULSO DIRETO, LIBERTANDO POTÊNCIA A UMA FREQUÊNCIA DE 43 200 VIBRAÇÕES POR HORA COM A MÍNIMA PERDA DEVIDO À FRICÇÃO. ESTA PRECISÃO É INTEIRAMENTE ALCANÇADA ATRAVÉS DA ARTESANIA E DE M AT E R I A I S T R A D I C I O N A I S , S E M N E C E S S I D A D E D E L U B R I F I C A N T E S . A S F O R Ç A S D A N AT U R E Z A N Ã O DOMESTICADAS, MAS DOMINADAS.

JULES AUDEMARS

EM OURO ROSA. CRONÓMETRO DE ALTA FREQUÊNCIA.

Edifício Escom - Rua Marechal Brós Tito, 35/37 Piso 2 Tel.: 933 862 590


GOLDEN LIFESTYLE 12

DESTAQUES | HIGHLIGHTS 32 RELÓGIOS | TIMEPIECES

ARTE | ART

20

GOURMET

92

26

JÓIAS | JEWELLERY

16

ARTE | ART

72

PERFUMES

VINHO | WINE

100


 SieMaticBeauxArtsclassicormodern?

"Uma fantástica cozinha tem qualquer coisa de mágico que transforma o espaço físico numa vivência sensorial. Somos atraídos para essa cozinha, sem sabermos porquê. A cozinha canta. Eu escrevo a música."

"A great kitchen has a magic to it that transforms the physical room into a feeling. People are drawn to that kitchen, and they may not know why. The kitchen sings. It is my job to write the music."

Mick De Giulio, Arquitecto, Chicago Criador de Siematic Beaux Arts

Mick De Giulio, Architect, Chicago Creator of Siematic Beaux Arts

Empresa com implementação de projetos em Angola e outros países em África Company with projects put into practice in Angola and other African countries

Rua das Amoreiras No 70b | 1250-024 Lisboa | Tel. 214680808 | info@desenhabitado.pt | www.desenhabitado.pt


GOLDEN LIFESTYLE 14

VIAGENS | TRAVEL

MODA | FASHION

46

CARROS | CARS

68

114 108

BAR

DESIGN

MODA | FASHION

DESTAQUES | HIGHLIGHTS 78 56


Big Bang Unico. Movimento UNICO, cronógrafo automático com roda de colunas, reserva de marcha de 72 horas. Manufacturado inteiramente pela Hublot. Caixa produzida numa nova liga de ouro vermelho: King Gold, com bisel em cerâmica. Bracelete permutável através de uma única ligação. www.hublot.com •

twitter.com/hublot •

facebook.com/hublot


GOLDEN LIFESTYLE 16

ARTE | ART

O filhO pródigO The prodigal son

A ARquITeCTuRA PASSAGeIRA e AS ASSImeTRIAS SoCIAIS São A mATéRIA-PRImA DAS oBRAS DE ANTóNio oLE TransiTory archiTecTure and social asymmeTries are The prime maTerial for The works of anTónio ole TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE


GOLDEN LIFESTYLE 17

L

uanda, a sua cidade natal, é o ponto de partida da práctica artística de António Ole, 62 anos, nas diferentes dimensões. O artista angolano não procura a essência da sua identidade individualmente, busca uma afirmação colectiva ao transplantar as suas raízes e as tradições para a actualidade. Quando frequentou o liceu em Luanda, acalentava o sonho de estudar Arquitectura, isso conduziu-o às assimetrias sociais, aos desequilíbrios entre a cidade urbanizada e a cidade de terra batida. As criações "Township Wall" são esse retrato das formações efémeras dos musseques, da arquitectura passageira que se altera a cada dia. “Esta leitura era para mim essencial. Quando comecei a fazer as primeiras instalações, era a possibilidade de, usando uma linguagem de choque, provocar a capacidade crítica das pessoas”, explica o artista. Talvez o verbo que mais se lhe aplique desde que iniciou a sua carreira artística em 1967 seja “experimentar” — da pintura à ilustração, da escultura à fotografia, do vídeo ao cinema. Tem um olhar treinado, atento. “Comecei a fotografar quando me interessei por Arquitectura. Era imperioso fazer um levantamento amplo e a fotografia permitiu esse conhecimento e a aproximação à realidade”. Correu mundo. Sempre com o olhar cinematográfico que faz do quotidiano a sua arte. Inspirado pelos clássicos, os filmes do espanhol Luis Buñuel e do russo Andrei Tarkovski, tinha rodado os seus primeiros documentários e percebeu que precisava de uma formação mais apurada do ponto de vista profissional. Essa

L

uanda, the city of his birth, is where António Ole began his involvement with art, in various dimensions. The Angolan artist is not in search individually of the essence of his identity, he searches for collective affirmation by transplanting his roots and traditions to the here and now. When he attended school in Luanda, he cherished the dream of studying Architecture. This led him to social asymmetries, to imbalances between the urbanised city and the unpaved city. The "Township Wall" creations are this portrait of ephemeral formations of musseques (slums), of transitory architecture, which changes with each day. “This reading was essential for me. When I began to do the first installations, it was the possibility, using a language that would shock, of provoking the critical ability in people,” the artist explains. Perhaps the verb that best represents him, since he began his artistic career in 1967 is “to experiment” – from painting to illustration, from sculpture to photography, from video to cinema. He has an attentive, trained eye. “I started taking photos when I became interested in Architecture. It was imperative that I make a detailed survey and photography enabled this knowhow and this getting close to reality.” He travelled the world; always with a cinematographic eye, making art of the everyday. Inspired by the classics, the films of Spain’s Luis Buñel and Russia’s Andrei Tarkovski, he made his first documentaries and understood that he needed to be better


GOLDEN LIFESTYLE 18

sede de conhecimento levou António Ole a cruzar o Atlântico à procura de cimentar as suas bases, ao mesmo tempo que Angola vivia momentos difíceis. Estudou Cinema e Cultura Afro-Americana na Universidade da Califórnia, em Los Angeles. Completou a sua formação no Center for Advanced Film Studies do American Film Institute. “O cinema é uma arte completa, exige conhecimentos técnicos e culturais em geral que convergem para o mesmo objectivo — o filme”, conta. Filmou Resistência Popular em Benguela (1975), Conceição Tchiambula, Um Dia, Uma Vida (1982), New Orleans — Mardi Gras (1983), Refrigeration (1984), Luanda (1994/95), entre outros. Um artista nunca é só uma obra, não é um compartimento fechado, desdobra-se em múltiplas criações. Actualmente, o projecto mais ambicioso que tem em mãos é “uma incursão ao universo de nove ilhas em redor do continente africano”. O projecto dá pelo nome de "Ínsula" e pretende ser “um mergulho nas culturas de cruzamento entre as populações que, ao longo de séculos, as povoaram”. A par disso, integra o projecto e.studio, que junta artistas de gerações mais novas — como Francisco Vidal, Nelo Teixeira, Rita GT — na afirmação da marca Angola e da “qualidade nacional”, de que falava Agostinho Neto. Expôs, individual e colectivamente, em Portugal, Brasil, Amsterdão, África do Sul, Estados Unidos da América. Soma prémios à sua obra. De todos, o que mais o orgulha é o Prémio Nacional de Arte e Cultura, que recebeu em Luanda, em 2004. A consagração do filho pródigo.

TALVEz o VERBo QuE MAiS Se Lhe APLIque SejA "eXPeRImeNTAR"

perhaps The verb ThaT besT represenTs him is “To experimenT”

trained from a professional perspective. This thirst for knowledge led António Ole to cross the Atlantic, looking to prepare the ground work, just as Angola was going through a terrible time. He studied Film and Afro-American Culture at the University of California in Los Angeles. He completed his training at the Center for Advanced Film Studies of the American Film Institute. “Filmmaking is a complex art, it requires technical and cultural knowhow in general, which converge at the same goal –the film,” he reveals. He has filmed Popular Resistance in Benguela (1975), Conceição Tchiambula, Um Dia, Uma Vida (1982), New Orleans — Mardi Gras (1983), Refrigeration (1984), Luanda (1994/95), among others. An artist is never just one work, he is not a closed compartment; he unfolds in a series of creations. Today, the most ambitious project he is currently working on is “an incursion into the world of nine islands around the African continent”. The project goes by the name of “Ínsula” and intends to be “a trip into the cultures of cross breeding between the populations, which, over the centuries have populated them”. Along with this, he is part of the e.studio project, which brings together artists from younger generations – such as Francisco Vidal, Nelo Teixeira and Rita GT – in the affirmation of the Angola brand and of “national quality”, which Agostinho Neto spoke about. He exhibits, individually and collectively, in Portugal, Brazil, Holland, South Africa, and the United States of America. He has received several awards for his work. Of all of them, the one in which he takes the most pride is the National Art and Culture Award, which he received in Luanda, in 2004. The blessing of the prodigal son.


GOLDEN LIFESTYLE 20

ARTE | ART

AMOR À ARTE E A ARTE DE AMAR Love for art and the art of Loving FRiDA KAHLo AMou CoM A MESMA iNTENSiDADE QuE PiNTou. DiEGo RiVERA FoI o ReSPoNSáVeL PeLo TumuLTo dA SuA oBRA. umA eXPoSIção CoNjuNTA DÁ A CoNHECER ouTRAS FACETAS Do CASAL, No MuSEu oRANGERiE, EM PARiS frida kahlo loved wiTh The same inTensiTy as she painTed. diego rivera was responsible for The Turmoil in her work. a joinT exhibiTion reveals oTher sides from The couple, in The musée de l’orangerie, in paris TEXTO | TEXT VILAN MONROY

F

rida Kahlo (1907-1954) e Diego Rivera (1886-1957) viveram a arte, o amor e as suas fortes convicções com uma intensidade marcante e as suas obras são espelho disso mesmo. A exposição “L’art en Fusion”, que chega agora ao Museu Orangerie, em Paris, dá a conhecer, até 13 de Janeiro, o universo artístico e pessoal de um dos casais mais controversos da cena artística. Casaram duas vezes, foram infiéis enquanto estiveram juntos, Kahlo nunca escondeu a sua bissexualidade. As obras patentes na mostra conjunta reflectem a união, o amor e o desamor entre ambos, de forma intensa e tumultuosa, pinceladas pela paixão, o sofrimento, o ciúme, a dor e a revolta que fez parte das suas vidas a par da criação artística. Há muito tempo que França pedia este circuito expositivo e 15 anos depois é agora possível aceder às principais obras de Frida Kahlo, graças ao empréstimo do Museu Olmedo, que detém uma das principais colecções desta artista. A história de Frida Kahlo mistura-se com a história do povo mexicano. Por ser tão inspiradora acabou por ser reproduzida num filme (Frida, de Julie Taymor, interpretada por Salma Hayek, em 2002) que retratou a força da mulher e da artista nas múltiplas adversidades e dramáticos obstáculos, destacando a capacidade única que tinha para transformar a dor e as dificuldades em obras de arte. Com uma saúde débil desde criança, sofreu um acidente grave aos 18 anos que a colocou entre a vida e a morte. Frida foi sujeita a diversas operações para reconstruir o corpo e foi forçada a usar coletes ortopédicos,

F

rida Kahlo (1907-1954) and Diego Rivera (1886-1957) lived art, love and their strong convictions with a striking intensity and their works reflect this. The exhibition “L’art en Fusion”, which opens at the Musée de l’Orangerie, reveals, until January 13, the artistic and personal world of one of the most controversial couples in the art scene. They married twice, were unfaithful while together, and Kahlo never hid her bisexuality. The works displayed in the joint show reflect the union, the love and dislike between them, intensely and tumultuously created through the passion, suffering, jealousy, pain and rebellion that was part of their lives alongside artistic creation. France requested this exhibition circuit a long time ago and, 15 years later, Frida Kahlo’s main works have now been made available, on loan from the Olmedo Museum, which boasts one of the main collections of this artist. The story of Frida Kahlo intertwines with the story of the Mexican people. It is so inspiring that it ended up being reproduced in a film (Frida, by Julie Taymor and starring Salma Hayek, in 2002), which portrayed the strength of the woman and of the artist throughout many adversities and dramatic obstacles, highlighting her unique ability to transform suffering and difficulty into works of art. In poor health since childhood, she suffered a serious accident at the age of 18, which almost led to her death. Frida underwent several operations to


© DR


rebuild her body and was forced to wear orthopaedic corsets, as she would go on to paint in autobiographic works, such as “Coluna Partida”, in which she is wearing a plaster corset. During her long convalescence she began to paint to escape the pain, adapting the easel to her bed. Her works became the expression of the suffering she was going through. The impact of her creations immortalised the artist and transformed her into an icon of the Mexican people. They tried to label her a surrealist, a title she refuted, saying she only painted reality. The communist Diego Rivera was her eternal lover and husband – despite being less known in Europe, he is nonetheless an important figure in 20th century Mexican art, as the founder of the nationalist school. Major highlights of his work include his large dimension murals, while his drawings, prints and smaller paintings are less known to the public. This exhibition allows for a wider vision of his work, inspired by his trips to Europe combined with strong ties to his roots, to his country. It also shows Rivera’s ties with artists in Paris, with the initial cubist images as a starting point. This show contains two approaches to the political, social, religious, mystical and cultural history of Mexico, with the signature of two icons of Mexican art who shared their lives and the love for art. The joint curatorship of Marie-Paule Vial, director of the Musée de l’Orangerie, Beatrice Avanzi and Leïla Jarbouai, curators of the Musée d’Orsay, and Josefina García, director of the Dolores Olmedo Museum, which has offered up a large part of its exhibited works, clearly reveals the effort made by the three museums that have joined up to pay tribute to two exceptional painters. The Cultural Institute of Mexico is also joining the initiative and developing some cultural activities to complement the exhibition circuit, which include themed days, films, theatre, guided tours and children’s workshops.

como se pintaria em obras autobiográficas, como “Coluna Partida”, onde usa um colete de gesso. Durante a sua longa convalescença começou a pintar para expulsar a dor, adaptando o cavalete à cama. As suas obras tornaram-se a expressão do sofrimento a que estava sujeita. O impacto das suas criações imortalizou a artista e transformou-a num ícone do povo mexicano. Tentaram rotulá-la de surrealista, título que recusou, dizia que apenas pintava a realidade. O comunista Diego Rivera foi o seu eterno amante e marido — apesar de ser menos conhecido na Europa, não deixa de ser uma figura incontestável da arte mexicana do século XX, como fundador da Escola Nacionalista. Destacou-se, sobretudo, pelas pinturas murais de grandes dimensões, já os desenhos, as estampas e as pinturas de cavalete são menos conhecidas do público. Esta exposição permite um olhar mais vasto da sua obra, inspirada pelas suas viagens à Europa conjugada com a forte ligação às raízes, ao seu país e mostra as ligações de Rivera com os artistas de Paris tendo como ponto de partida as imagens iniciais cubistas. Esta mostra contém duas abordagens à história política, social, religiosa, mística e cultural do México, com a assinatura de dois ícones da arte mexicana que partilharam a vida e o amor pela arte. A curadoria conjunta de Marie-Paule Vial, directora do Museu de l’ Orangerie, Beatrice Avanzi e Leïla Jarbouai, curadoras do Museu d’Orsay, e Josefina García, directora do Museu Dolores Olmedo, que cedeu uma parte considerável das obras em exposição, revela bem o esforço desenvolvido por três museus que se unem para homenagear dois pintores de excelência. O Instituto Cultural do México junta-se à iniciativa e desenvolve algumas actividades culturais complementares ao circuito expositivo, que inclui dias temáticos, cinema, teatro, visitas guiadas e workshops para crianças.

The joinT show reflecTs The bond, The suffering, The jealousy and The pain in arTisTic creaTion

© DR

© DR

A MoSTRA CoNJuNTA REFLECTE A uNião, o SoFRiMENTo, o CiúME e A doR NA CRIAção ARTíSTICA


GOLDEN LIFESTYLE 24

ARTE | ART

OBRAS COM ALMA art with SouL

A PiNTuRA DE NATÁLiA GRoMiCHo é uM DESASSoSSEGo QuE MiSTuRA REALiSMo e FANTASIA. um muNdo de emoçõeS A CoReS The painTings of naTália gromicho reveal a TumulTuous blend of realism and fanTasy. a world of emoTions and colours TEXTO | TEXT VILAN MONROY

P

artilha a inquietude da sua alma nas obras que cria como reflexo do que vem de dentro. “Um breve momento para dizer que a minha arte é a minha alma”. É assim que Natália Gromicho define o seu trabalho e talvez por isso as suas obras pratiquem uma linguagem universal e profunda. Utiliza o expressionismo figurativo e abstracto  para desvendar o desassossego e os sentimentos mais íntimos do ser humano, numa explosão de cor e intensidade notáveis. Nas suas criações mostra com simplicidade a natureza pura e a actualidade mundana. De Lisboa para o resto do mundo, desde Miami a Austrália, as suas obras também já percorreram a Europa, tendo representado Portugal, duas vezes, na Exposição Internacional dos Direitos Humanos. Foi recentemente convidada, institucionalmente, para expor em Cabo Verde.

S

he shares the restlessness of her soul in the works that she creates as a reflection of her inner self. “A brief moment to say that my art is my soul.” This is how Natália Gromicho defines her work and this may be why her pieces resonate a deep, universal language. She uses figurative and abstract expressionism to reveal unrest and the most intimate of human feelings, in an explosion of notable colour and intensity. In her creations she reveals the purity of nature and the modern world. From Lisbon to the rest of the world, from Miami to Australia, her work has also passed through Europe, twice representing Portugal in the International Exhibition of Human Rights. She has recently been invited by an institution to exhibit in Cape Verde. www.nataliagromicho.com

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


GOLDEN LIFESTYLE 26

JÓIAS | JEWELLERY

SEgunDA pElE SECOND SKIN A CRiATiViDADE DA HERMèS E Do SEu DiRECToR CRiATiVo PARA A JoALHARiA, PiERRE HARDy, PRoDuziRAM uMA CoLeCção que é um eXeRCíCIo de ALquImIA. "NILoTICuS" é uM SoNHo PARA QuALQuER MuLHER The creaTive prowess of hermès and iTs jewellery creaTive direcTor pierre hardy has produced a collecTion worThy of an alchemisT. "niloTicus" is a dream for any woman TEXTO | TEXT PEDRO L. REI


GOLDEN LIFESTYLE 27

JÓIAS | JEWELLERY

D

epois do crocodilo de água salgada, o Crocodylus niloticus é o maior réptil existente sobre a terra e habita as misteriosas margens do Nilo. Um rio mágico que ao longo de milénios assistiu ao nascimento e morte de faraós, à construção de templos grandiosos e das monumentais pirâmides que marcaram uma civilização única na história da humanidade. O virtuosismo do designer Pierre Hardy transformou esta realidade num cenário imaginário onde o Egipto, o Nilo e os seus indissociáveis crocodilos se assumem como protagonistas. A Hermès foi o aglutinador da imaginação deste criativo, materializando o resultado através da colecção de alta joalharia “Niloticus”. Pierre Hardy nasceu e foi criado em Paris, onde estudou dança, ao mesmo tempo em que completava um curso de artes na École Normale Supérieure. Tendo-se destacado cedo profissionalmente, salta de actividade em actividade, norteado pela necessidade de estar ligado a algo que estimulasse a sua criatividade sem limites. Desde cenógrafo na Theater School, ilustrador na Vanity Fair Italia e Vogue Homme International, designer de sapatos para a Christian Dior e para a Hermès, acabaria por lançar a sua própria marca. Um projecto que não o impede de continuar a colaborar com outros nomes maiores da moda internacional, como Nicholas Ghesquière, (ex-Balenciaga), e que culmina, pouco antes de ser

PiERRE HARDy CoNSEGuiu CoM MESTRiA TRANSFeRIR PARA A SuPeRFíCIe queNTe do ouRo RoSA A TeXTuRA dAS LARGAS eSCAmAS Do CRoCoDyLuS NiLoTiCuS

pierre hardy has managed To skilfully Transfer The magnificenT TexTure of The large scales of The crocodylus niloTicus To The warmTh of pink gold

A

fter the saltwater crocodile, the Crocodylus niloticus is the largest reptile on earth, inhabiting the mysterious shores of the Nile. A magical river, which across the millennia has witnessed the birth and death of pharaohs, the construction of splendid temples and of monumental pyramids, marking a unique civilisation in the history of humanity. The virtuosity of designer Pierre Hardy has transformed this reality into an imaginary setting in which Egypt, the Nile and its inseparable crocodiles play the leading roles. Hermès was the unifying force behind the imagination of this designer, bringing the result to life through the “Niloticus” fine jewellery collection. Pierre Hardy was born and raised in Paris, where he studied dance, while at the same time completing a degree in fine arts at the École Normale Supérieure. Having excelled professionally early on, he switches from field to field, guided by his need to be connected to something that stimulates his boundless creativity. From teaching set design at The Theater School, or working as an illustrator for Vanity Fair Italy and Vogue Hommes International, to designing shoes for Christian Dior and for Hermès, Pierre Hardy then went on to launch his own brand. A project that doesn’t stop him from continuing to work with other major names from international fashion, such as Nicolas Ghesquière (before in Balenciaga), and


GOLDEN LIFESTYLE 28

JÓIAS | JEWELLERY nomeado Cavaleiro das Artes e das Letras pelo governo francês, com a nomeação para director criativo do departamento de joalharia da Hermès. A colecção “Niloticus” assenta que nem uma luva no universo da marca francesa, para quem as melhores peles sempre foram o elemento principal de uma grande parte dos produtos e acessórios da marca. Pierre Hardy soube ler bem esta realidade e, num verdadeiro passo de alquimista, conseguiu com mestria transferir para a superfície quente do ouro rosa a magnífica textura das largas escamas do Crocodylus niloticus. A colecção — dividida em colar, pulseira, brincos e anel — mantém uma flexibilidade que permite às jóias acompanhar qualquer forma e movimento, em que cada escama é unida à próxima por um ponto de contacto flexível coroado por um diamante; um símbolo brilhante e imaginário da ligação entre estes animais míticos e os deuses. Em todas as peças, Hardy criou uma linha que define a simetria de cada peça. Este centro, que espelha cada um dos lados da jóia, estende-se ao longo de uma linha preenchida por diamantes, que remata com turmalinas, iolites, berilos e peridotos. Com a colecção “Niloticus”, a Hermès e Pierre Hardy conseguiram transformar o ouro e as pedras preciosas numa segunda pele. Um material vivo e singular, que proporciona uma experiência sensorial sobre a pele.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

which culminated, a few years prior to being made a Knight of the Order of Arts and Letters by the French government, with becoming creative director of the Hermès fine jewellery division. The “Niloticus” collection fits like a glove within the universe of the French brand, for which the finest leathers and animal skins have always been an integral part of many of its products and accessories. Pierre Hardy has a fine grasp of this reality and, like a veritable alchemist, has managed to skilfully transfer the magnificent texture of the large scales of the Crocodylus niloticus to the warmth of pink gold. The collection – featuring a necklace, bracelet, earrings and ring – enjoys a flexibility that allows the pieces to blend to any shape and movement, in which each scale is linked to the next by a flexible contact point crowned with a diamond; a powerful, sparkling symbol for the connection between these mythical animals and the gods. Hardy has created a line that defines the symmetry in each piece. This centre, reflecting both sides of the piece, extends along a line encrusted with diamonds, which ends in tourmalines, iolites, beryls and peridots. With the “Niloticus” collection, Hermès and Pierre Hardy have managed to transform gold and precious stones into a second skin. A unique, living material providing a sensory experience for human skin.


GOLDEN LIFESTYLE 30

JÓIAS | JEWELLERY

amar em paris love in paris

A CARTiER VAGuEiA PELA CiDADE QuE A iNSPiRA E ASSiNALA oS LuGARES MAiS ESPECiAiS Com A CoLeCção PARIS NouVeLLe VAGue carTier has wondered The sTreeTs of The ciTy ThaT inspired iT and highlighTed iTs special siTes wiTh The paris nouvelle vague collecTion

P

TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE

ode uma jóia encerrar em si uma história de amor? A colecção "Paris Vouvelle Vague" é assim, uma ode à cidade e aos seus joalheiros, Louis, Pierre e Jacques, e a todas as mulheres que estes apaixonaram com as suas criações, desde 1847. De joalheiros do reino a pioneiros da joalharia moderna, a Maison Cartier seduz através das suas obras. Cada peça revisita lugares icónicos como o Sena, o carrossel do Jardim das Tulherias, o Trocadero ou o Moulin Rouge. “Voluptueuse – Voluptuous” presta homenagem à ópera, à arquitectura da Cidade Luz nas suas salas de espectáculo barrocas, a que se juntam pérolas e diamantes, o toque final que emociona, como os aplausos. O entrelaçado da peça remete para a complexidade do engenho de Gustavo Eiffel, na Torre que é cartão de visita de Paris. Haverá melhor sítio para namorar?

C

an a piece of jewellery contain a love story? The "Paris Nouvelle Vague" collection can, this ode to a city and to its jewellers Louis, Pierre and Jacques, and to all the women who they have endeared with their creations since 1847. From jewellers to the king to pioneers of modern jewellery, Maison Cartier seduces with its work. Each piece revisits iconic places, such as the Seine, the Ferris wheel in the Jardin des Tuileries, the Trocadero or the Mouline Rouge. “Voluptueuse – Voluptuous” pays tribute to the Ópera, to the architecture of the City of Light in its baroque concert halls, to which pearls and diamonds are added as the final thrilling touch, like applause. The intertwining nature of the piece refers to the complexity of the ingenuity of Gustave Eiffel, in the tower that is Paris’ calling card. Could there be a better place to fall in love?


GOLDEN LIFESTYLE 31

Tesouros subAquáTicos UNDErwatEr trEaSUrES

O

T

he drawings and accounts of the expedition of the H.M.S Challenger, which began in 1873 and sailed the seas around the globe, are the starting point for the "Iris" collection. Shells, octopus and a host of sea creatures have been immortalised in designer jewellery. Daughter of Thaumus (a sea God) and of Electra (daughter of the ocean), Iris was considered the personification of the rainbow and messenger of the gods of Greek mythology. What will the gold and precious stones making up these treasures say?

s relatos da expedição H. M. S. Challenger, que teve início em 1873 e navegou pelos mares do mundo, foi o ponto de partida para a colecção "Íris". Conchas, polvos e diversas criaturas marinhas foram imortalizadas em jóias de autor. Filha de Taumante (filho do Mar) e de Electra (filha de Oceano), Íris era considerada a personificação do arco-íris e a mensageira dos deuses na Mitologia Grega. O que dirão o ouro e as pedras preciosas que constituem este tesouro?

A meio cAminho Half way

"E

ntre o Céu e a Terra" é o nome da mais recente colecção de Maria João Bahía. A designer de jóias criou uma analogia entre o movimento e as formas dos materiais e a composição das pedras. Estes brincos de ouro branco com brilhantes e rubis transmitem feminilidade e elegância através do casamento entre a arte e o luxo.

"E

ntre o Céu e a Terra" is the name of the latest collection from Maria João Bahía. The jewellery designer has created an analogy between the movement and shapes of the materials and the composition of stones. These white gold earrings with diamond brilliants and rubies transmit femininity and elegance through the combination of art and luxury.


GOLDEN LIFESTYLE 32

RELÓGIOS | TIMEPIECES

A tríAde do “B” AlAdo weLcome to the three "B"

umA déCAdA APóS A ASSoCIAção eNTRe A BReITLING e A BeNTLey, dAVId BeCkhAm Vem CoNSoLIdAR umA ImAGem que ReúNe A ALTA ReLojoARIA SuíçA Com A eXCeLêNCIA Do CoNSTRuToR AuToMóVEL BRiTâNiCo a decade since The associaTion beTween breiTling and benTley began, david beckham joins The ranks, consolidaTing an image combining swiss crafTsmanship wiTh The excellence of briTish car manufacTure TEXTO | TEXT PEDRO L. REI


P

assaram dez anos desde que a Breitling se associou à mundialmente famosa Bentley, um aniversário que a marca de relógios suíça do “B” alado comemora com a associação a uma personalidade de fama global. Segundo a Breitling, ninguém está melhor colocado para personificar esta mescla inimitável de elegância, luxo, originalidade e classe do que David Beckham, que ao longo da sua carreira de jogador de futebol se tornou num verdadeiro símbolo do estilo britânico. O mais famoso súbdito de sua majestade aparece numa nova campanha fotografada por Anthony Mandler, no deserto da Califórnia. As imagens marcantes em tons escuros refletem todo o espírito “Breitling for Bentley”, e confirmam a intenção do fotógrafo em passar a ideia de uma forte figura masculina associada à estrela do futebol. Ao fazer a ligação dos elementos mais marcantes da comunicação da Breitling com os aspectos mais fortes da imagem e da personalidade de David Beckham, Mandler alcançou um resultado que espelha a força e o carácter da associação entre a marca automóvel e a manufactura relojoeira. Um admirador de longa data da Breitling e da sua herança, Beckham revela que esteve entre os primeiros a adquirir um cronógrafo “Breitling for Bentley”, por gostar da combinação entre os motores de elevada performance e a excelência e o design marcante da marca de relógios suíça. Um dos mais recentes modelos desta colecção é o Breitling for Bentley B06, um cronógrafo equipado com o novo calibre de manufatura B06. O modelo distingue-se através do seu peculiar cronógrafo inspirado numa patente de 1926 na qual o ponteiro de segundos varre os 360º do mostrador em apenas meio minuto. O resultado é uma medição de tempos curtos mais precisa sobre uma escala subdividida em parcelas de 1/8 de segundo. Uma outra particularidade do Breitling for Bentley B06 é o inovador “tacómetro variável” aplicado ao bisel rotativo que permite calcular a velocidade média associada a qualquer tempo decorrido, incluindo a distância percorrida e a velocidade alcançada.

T

en years have passed since Breitling joined forces with the world famous Bentley; an anniversary that the Swiss watch brand with the winged “B” commemorates with the association with a personality of global renown. According to Breitling, nobody is better placed to personify this inimitable blend of elegance, luxury, originality than David Beckham, who throughout his football career has become a British style icon. Her Majesty’s most famous subject appears in a new campaign photographed by Anthony Mandler, in the Californian desert. The striking dark-hued images reflect the “Breitling for Bentley” spirit in full and confirm the photographer’s intention to pass on the idea of a strong masculine figure associated with the football star. In linking the most striking elements of Breitling’s marketing with the strongest aspects of David Beckham’s image and personality, Mandler has achieved a result that mirrors the strength and character of the association between the car make and the watchmaker. A long-time fan of Breitling and its heritage, Beckham reveals that he was one of the first to buy a “Breitling for Bentley” chronograph, as he likes the combination between high performance engines and the excellence and striking design of the Swiss watch brand. One of the latest models from this collection is the Breitling for Bentley B06, a chronograph with a new Manufacture Breitling Calibre B06. The model stands out for its unique chronograph inspired by a 1926 patent in which a central hand sweeps around 360º of the dial in just half a minute. The result is the more precise measurement of short periods of time on a scale of 1/8 seconds. Another feature of the Breitling for Bentley B06 is its innovative “variable tachometer” with a rotating bezel to calculate average speed whatever the time elapsed, the distance covered and the speed reached. Also new this year, the Breitling for Bentley B05


Ainda este ano, o Breitling for Bentley B05 Unitime procurou alargar Unitime aims to broaden the horizons of anyone who sees travelling os horizontes de quem vê a viagem como uma arte de bem viver. O Unitime as an art of fine living. The Unitime is a chronograph with a Breitling é um cronógrafo cujo movimento de manufactura inclui um mecanisManufacture movement featuring a patented mechanism for telling mo patenteado de indicação de horas do mundo. Graças a um sistema the time around the world. Thanks to a double-disc system, the inde duplo disco, o sistema é fácil de usar e acertar e strument is easy to use and set, enabling the simpossibilita uma leitura simples e quase instantânea ple and instant reading of any of the 24 time zones de todos os 24 fusos horários ao redor do globo. Uma around the globe. Simply turning the crown forward A BREiTLiNG REiNVENTA simples rotação da coroa para a frente ou para trás, or backward in one-hour increments, allows you to o TEMPo À VELoCiDADE em incrementos de uma hora, permite corrigir todas correct all times, while the mechanism automatiDE uM BENTLEy as indicações garantindo ao mecanismo que a data cally adjusts the date in line with any changes made. acompanha automaticamente qualquer mudança. O The bezel inscribed with the name of 24 cities also aro inscrito com o nome de 24 cidades inclui ainda features indications serving to take into account indicações destinadas a levar em consideração a hora summer and winter times, and surrounds a sculpted de Verão ou de Inverno, e circunda um globo esculpiglobe decorating the centre of the dial. do que decora o centro do mostrador. Within the collection of haute horlogerie associated Na colecção de modelos de alta relojoaria assowith one of the most emblematic car manufacturers in ciados a um dos mais emblemáticos construtores authe world, the Breitling for Bentley Mulliner Tourbiltomóveis do mundo, o Breitling for Bentley Mulliner lon remains the high point. Mulliner is the jewel in the Turbilhão, mantém-se como o ponto alto. O Mulliner crown of Bentley Motors, the personal commissioning é a jóia da coroa da fábrica de Crewe, de onde saem os department based at the Crewe plant, representing the bólides britânicos, e representa o espírito de exclusivispirit of exclusivity of the brand. With the Mulliner dade da marca. Com o Mulliner Turbilhão, a Breitling Tourbillon, Breitling has managed to successfully inconseguiu interpretar com sucesso uma filosofia de terpret a philosophy of quality and rarity, since this qualidade e raridade, já que a produção deste modelo model is produced at a rate of just a few units a year. não ultrapassa a escassa dezena de exemplares, a uma Despite exclusivity having its price, it also brings with cadência de dois por mês. Apesar de a exclusividade it a few privileges: each Mulliner Tourbillon can thus ter o seu preço, também acarreta alguns privilégios: asbe customised to match the tastes of its owner. The sim, cada Mulliner Turbilhão pode ser personalizado ao owner can choose between a case made of platigosto do proprietário. Entre ouro amarelo, rosa, brannum, yellow gold, rose gold or white gold, or he can co ou platina para a caixa, o mostrador pode replicar a choose the colour of the dial and matching the shade tonalidade de cor exacta da pulseira de crocodilo escoof the crocodile skin strap. Breitling's Calibre 18B, breiTling reinvenTs lhida. O calibre 18B deste cronógrafo de 30 segundos with it's 30-second chronograph, 1/6 second scale Time aT The speed com escala de 1/6 de segundo e escape de turbilhão é and 15-minute counter, is entirely unique to the Breof a benTley absolutamente exclusivo da linha Breitling for Bentley. itling for Bentley range. Com David Beckham a emprestar a sua imagem à With David Beckham lending his face to the Swiss manufactura suíça, a linha de modelos “Breitling for manufacturer, the “Breitling for Bentley” collection Bentley” parece reunir todos os argumentos para se destacar sobre o seems to combine all it needs to stand out on the wrist of anyone aspiring pulso de quem ambiciona ou já é proprietário de um dos magníficos to own, or who already owns a magnificent Mulliner, Mulsane, Flying Mulliner, Mulsane, Flying Spur ou Continental da Bentley. A tríade do Spur or Continental from Bentley. The three Bs have never appeared as “B” alado nunca se mostrou tão atraente e desejável como agora. appealing or desirable as they do now.


camas Hästens: saúde, conforto, emoção Loja Hästens | R. de S. Bernardo 43B Lisboa | + 351 213 975 106 | 2.ª a Sáb. 10:30-19:30h | lisboa@hastens.rroudes.com | www.facebook.com/hastensemportugal | www.melhorcamadomundo.com


GOLDEN LIFESTYLE 36

RELÓGIOS | TIMEPIECES

UM FANTASMA FORA DO COMUM An unconventional ghost

A EDIÇÃO LIMITADA DO FREAK PHANTOM, DE ULYSSES NARDIN, RECUPERA MATERIAIS E TECNOLOGIAS INOVADORAS. A REVOLUÇÃO DA ALTA RELOJOARIA COMEÇOU AQUI THE LIMITED EDITION OF FREAK PHANTOM, BY ULYSSES NARDIN, RECOVERS INNOVATIVE MATERIALS AND TECHNOLOGIES. THE HAUTE HORLOGERIE'S REVOLUTION BEGGINS HERE

P

ara além de ser um relógio absolutamente extraordinário, o Freak, da Ulysse Nardin, é provavelmente o modelo que melhor identifica a manufactura fundada em 1846. Lançado originalmente em 2001, o Freak representou uma autêntica revolução no campo da alta relojoaria ao incluir materiais e tecnologias inovadoras, em que se destacava a estreia do uso do silício no órgão regulador. Também no campo do design e da arquitetura, o modelo distinguia-se de toda a concorrência com o seu turbilhão orbital e a ausência dos habituais ponteiros, mostrador e coroa. Então como agora, um ponteiro de horas fora do comum arrasta na extremidade oposta um turbilhão de um minuto, que, por sua vez, indica também os segundos. Num plano inferior, um largo ponteiro encarrega-se dos minutos, enquanto que a corda é dada através do aro. Limitado a 99 exemplares, o Freak Phantom presta tributo a um relógio revolucionário, raro e excepcional, que agora estende o uso do silício à espiral e à maior parte dos componentes do escape. A lenta evolução ao longo de 60 minutos do carrossel turbilhão, localizado na extremidade do ponteiro das horas, vê-se agora elevada para um novo patamar. Apresentado em tons de negro, o Freak emana uma aura misteriosa que justifica a designação “Phantom” desta edição limitada.

I

n addition to being an incredibly extraordinary watch, the Freak, from Ulysse Nardin, is probably the model that best embodies the manufacturer founded in 1846. Originally launched in 2001, the Freak represented a veritable revolution in the field of haute horlogerie, by including innovative materials and technologies, the highlight of which was the first-ever use of silicon in parts of its movement. The model also stands out from the rest of the competition in the field of design and architecture, with its flying tourbillion and the absence of the usual hands, dial and crown. Then as now, an unusual hour hand drags a one-minute tourbillion at its opposite end, which, for its part, also shows the seconds. On a lower level, a broad hand takes care of the minutes, while the watch is wound via the rear bezel. Limited to 99 units, the Freak Phantom pays tribute to a revolutiona­ ry, rare and exceptional watch, which now extends the use of silicon to the hairspring and the majority of the escapement. The slow movement over 60 minutes of the carrousel tourbillion, located at the end of the hour hand, is now lifted to a new level. Presented in shades of black, the Freak emanates a mysterious aura, justifying the “Phantom” moniker of this limited edition.


GOLDEN LIFESTYLE 37

O ROYAL OAK DA AUDEMARS PIGUET tHE rOyal OaK frOm aUDEmarS PIgUEt A PAIXão PeLAS ComPLICAçõeS dA AudemARS PIGueT ALIAdA A umA dAS mAIS ReCoNheCíVeIS CAIXAS de ReLóGIo dA hISTóRIA audemars pigueT's passion for complicaTions combined wiTh one of The mosT recognizable waTch cases in hisTory

E

m 1875, Jules-Louis Audemars e Edward-Auguste Piguet uniram-se para criar peças de alta relojoaria no Vale do Jura, na Suíça. Em 1892, a Audemars Piguet desenvolvia uma das suas criações mais importantes, um relógio de pulso com repetição de minutos, lançando-se definitivamente no campo da alta relojoaria complicada. Em 1972, a manufactura alcança um ponto alto ao lançar o “Royal Oak, um modelo que é hoje um dos mais reconhecidos na história da relojoaria. Desde o primeiro modelo em aço, passando pelo “Royal Oak Offshore”, nascido em 1992, a Audemars Piguet nunca deixou de dar particular atenção aos movimentos com que equipa os seus relógios. O Royal Oak Turbilhão Extra Plano faz uso do calibre 2924 que com apenas 4,46 mm de espessura é um dos mais finos calibres mecânicos do seu género. Meticulosamente executado e acabado à mão, conta com 216 componentes e oscila a uma frequência de 21.600 aph (3 Hz). As 70 horas de autonomia permitem que se possa observar demoradamente o movimento hipnótico do seu turbilhão posicionado às 6 horas sobre o mostrador. A marca Audemars Piguet está disponível na Boutique dos Relógios Plus.

I

n 1875, Jules-Louis Audemars and Edward-August Piguet joined forces to create pieces of haute horlogerie in the Jura Valley, in Switzerland. In 1892, Audemars Piguet developed one of its most important creations, a minute repeater wristwatch, taking a definitive step into the world of complicated haute horlogerie. In 1972, the watchmaker reached a high point when it launched the Royal Oak, a model that today is one of the best known in the history of watch making. From the first steel model, to the “Royal Oak Offshore” created in 1992, Audemars Piguet continually pays particular attention to the movement it fits into its watches. The Royal Oak Tourbillon Extra Thin featuring calibre 2924, is just 4.46 mm thick and one of the thinnest mechanical calibres of its kind. Meticulously handmade and hand-finished, it has 216 components and oscillates at a frequency of 21,600 aph (3 Hz). The 70-hour power reserve allows you to take your time, while watching the hypnotic movement of its tourbillion positioned at 6 o’clock on the dial. Audemars Piguet watches are available at Boutique dos Relógios Plus.


GOLDEN LIFESTYLE 38

RELÓGIOS | TIMEPIECES

PARA CIMA E PARA bAIxO Up and down

PARA A mANuFATuRA SAXóNICA A. LANGe & SohNe, "AuF & AB" é SINóNImo de 72 hoRAS Do MAiS PuRo PRAzER RELoJoEiRo. o NoVo MEMBRo DA FAMiLiA 1815 é PRoVA DiSSo MESMo for saxon waTchmaker a. lange & sohne, "auf & ab" sTands for 72 hours of pure horological pleasure. The new member of The 1815 collecTion is jusT prove of ThaT

“A

uf und Ab” significa “para cima e para baixo” em alemão, e em Glasshutte, a pequena cidade do Norte da Alemanha onde se situa a manufatura saxónica de A.Lange & Sohne, o termo também identifica um dos mais recentes modelos da linha 1815 apresentado este ano. O relógio, cujo nome simboliza o ano de nascimento do fundador Ferdinand A. Lange, funde as características de um legado que teve início no século XIX e o avançado conhecimento relojoeiro dos nossos dias. O resultado é uma fusão marcante de diversas artes elevadas até à perfeição. O 1815 Up/Down reconhece-se de imediato pelos seus dois sub-mostradores: um dedicado à precisão dos segundos e o outro à indicação de reserva de marcha que dá o nome a este modelo. 72 horas separam o “Auf” de carga completa do tambor de corda e o “Ab” que sinaliza a vermelho a necessidade de dar corda ao belíssimo calibre L051.2 de corda manual. A indicação de reserva de marcha é, aliás, uma tradição na A. Lange & Sohne que a utilizou pela primeira vez em relógios de bolso históricos e cronómetros marítimos. A sua génese tem origem numa patente registada pela Lange em 1879.

“A

uf und Ab” is German for “up and down”, and in Glasshütte, the small town in northern Germany in which the Saxon watchmaker of A.Lange & Söhne is situated, this term also identif ies one of the latest models from the 1815 range, unveiled this year. The watch, whose name symbolises the birth year of the company founder, Ferdinand A. Lange, blends the characteristic of a legacy that began in the 19th century with today’s advanced watch making knowhow. The result it a striking fusion of various arts raised to perfection. The 1815 Up/Down is immediately recognisable through its two sub dials: one dedicated to measuring seconds and the other the power reserve indicator that gives this model its name. 72 hours separate the “Auf”, when fully wound, from the “Ab” red zone, which tells you that it’s time to wind up the beautiful hand wound calibre L051.2. The Up/Down power-reserve indicator is a tradition at A. Lange & Söhne, who used it for the first time in historic pocket watches and marine chronometers. Its creation has its origin in a patent registered by the company in 1879.


GOLDEN LIFESTYLE 40

RELÓGIOS | TIMEPIECES

girard Perregaux vintage 1945 XXL cronÓgrafo A nova imagem do cronógrafo Vintage 1945 XXL da Girard Perregaux é rica em contrastes. O mostrador cinza antracite é suavizado por um acabamento acetinado aplicado na vertical, destacando­se a sua superfície aveludada através da numeração Breguet em relevo. Os dois totalizadores do cronógrafo equilibram o conjunto com um design vintage bastante apelativo.

The new image of the vintage 1945 XXl chronograph from girard perregaux is heavy in contrasts. The charcoal-grey dial is softened by a vertically-applied satin finish, while its velvet surface is highlighted by the relief of the Breguet numerals. The two chronograph counters balance the whole with a highly attractive vintage design.

Louis vuitton tambour twin chrono Para o 30.º aniversário da LV Cup, a Louis Vuitton criou um relógio equipado com um calibre ino­ vador dedicado ao Match Racing. O Tambour Twin Chrono estreia uma complicação paten­ teada em que o cronógrafo tem a capacidade de medir simultaneamente dois tempos dis­ tintos de forma a apresentar a diferença entre eles sobre o mesmo mostrador.

To mark the 30th anniversary of the lv Cup, louis vuitton has created a watch featuring an innovative calibre designed for Match racing. The Tambour Twin Chrono unveils a patented complication, whereby the chronograph is able to measure two different times simultaneously and show the difference between them on the same dial.

vacheron constantin Patrimony traditionnelle 14-day tourbillon collection excellence Platine Com a colecção “Excellence Platine”, a Vacheron Constantin quis destacar as qualidades particulares da platina, um metal nobre e raro, descoberto no século XVIII pelo explorador e astrónomo espanhol Antonio de Ulloa, na então província es­ panhola do Equador. O Patrimony Traditionelle Turbilhão, com au­ tonomia para 14 dias, junta­se agora aos ra­ ros modelos que pertencem a esta colecção.

with the “excellence platine” collection, vacheron Constantin wanted to highlight the particular qualities of platinum, a rare precious metal discovered in the 18th century by spanish explorer and astronomer antonio de Ulloa, in the then spanish province of ecuador. The patrimony Traditionelle Tourbillon, with its 14-day power reserve, now joins the rare models that belong to this collection.


GOLDEN LIFESTYLE 41

hermÈs Pendentif Boule Os arquivos da Hermès estão cheios de sur­ presas. É o caso de um relógio destinado a ser preso na casa de um botão que acabou por inspirar a casa francesa na criação de um modelo pendente fora do comum. O Pendentif Boule, em ouro branco e diaman­ tes, é testemunha de um passado rico em tesouros escondidos.

The archives at Hermès are full of surprises. This is the case of a watch originally intended for a buttonhole, which has ended up inspiring the French maison to create this unique pendant version. The Pendentif Boule, in white gold and diamonds, bears witness to a past rich in hidden treasures.

Zenith heritage Star O novo Heritage Star apresenta uma caixa em ouro rosa retro chique em forma de almofada que é mais pequena do que nos modelos anteriores de maneira a me­ lhor transmitir a delicadeza que guiou a concepção deste relógio. O novo modelo conta com uma autonomia de mais de 50 horas e uma resistência à água até 30 me­ tros de profundidade.

ulysse nardin royal ruby turbilhÃo O Royal Ruby Turbilhão é uma obra prima da alta relojoaria e joalharia. A sua aparência exótica é reforçada pelos diamantes e o ver­ melho dos seus rubis, os quais em tempos se acreditava terem o poder de proteger os guerreiros em batalha, dar saúde, riqueza, sabedoria e sucesso no amor. A precisão habitual da Ulysse Nardin é aqui destacada através de um magnífico turbilhão.

The royal ruby Tourbillon is a masterpiece of haute horlogerie and jewellery making. its exotic appearance is enhanced by diamonds and the red of its rubies, which were once believed to have the power to protect warriors in battle, and of endowing health, wealth, wisdom and success in love. The usual precision of Ulysse nardin is highlighted here by an amazing tourbillon.

The new heritage star has a retro chic pink gold cushion-shaped case, which is smaller than in previous models, so as to transmit the delicateness behind the creation of this watch. The new model has a 50-hour power reserve and is water-resistant up to a depth of 30 metres.


GOLDEN LIFESTYLE 42

CARROS | CARS

o cAminho PArA A PerFeiÇÃo the road to Perfection A MERCEDES AFiRMA QuE o NoVo CLASSE S é o MELHoR CARRo Do MuNDo e AS eVIdêNCIAS PAReCem SuSTeNTAR AS CeRTezAS dA mARCA mercedes claims ThaT The new s-class is The besT car in The world and The evidence seems To supporT The manufacTurer’s convicTion TEXTO | TEXT JOÃO CUNHA


N

os últimos 50 anos, uma linhagem de automóveis impôs-se no segmento de mercado das limousines de luxo, assumindo o papel de porta-estandarte da Mercedes-Benz: a S-Klass. Abreviação da expressão alemã “sonderklasse”, que significa “classe especial”, a Classe S tornou-se na mais sublime expressão das viaturas do seu segmento. Com um percurso ilustre, coube-lhe estrear muitas das mais recentes inovações da marca ao nível de motorizações, interiores e segurança. Recentemente, foi apresentada a sexta geração daquela que é vista como a referência inquestionável do mercado. Seguindo uma tendência onde os aspectos do automóvel são trabalhados de forma a valorizar a ambiência e prazer de utilização, foi considerado tudo aquilo que os clientes da marca poderiam desejar, mesmo antes de sentirem essa necessidade. Foram desenvolvidas várias referências tecnológicas em todas as áreas do automóvel, com o objetivo de melhorar o conforto, a segurança e a utilização diária. Uma série de câmaras e radares permitem interpretar a topografia da estrada, identificando obstáculos, desde peões a tampas de saneamento, avisando o condutor ou, em alternativa, tomando medidas corretivas que

O

ver the last 50 years there has been one particular breed of pedigree motor vehicle that has left its mark on the luxury saloon market, while assuming the role of standard-bearer for Mercedes-Benz: the S-Klasse. An abbreviation of the German expression "sonderklasse", meaning "special class", the S-Class has developed into the most sublime expression of vehicles in its segment. With an illustrious past, its vocation is to début many of the latest innovations from the brand, in terms of engines, interiors and safety features. Revered as a benchmark for the entire industry, the sixth generation S-Class was recently unveiled. The manufacturer works to a design strategy whereby the car’s features enhance the driving experience, considering everything customers of the brand could ever wish for, even before they know they want it. Various technological breakthroughs have been developed in all parts of the car, with the aim of improving the ambience, comfort, safety and daily use. A series of cameras and radars allow the car to read the road’s topography,


A SeXTA GeRAção dA meRCedeS ANTeCIPA NeCeSSIdAdeS em mATéRIA de AmBIêNCIA, CoNFoRTo e SeGuRANçA

The sixTh generaTion from mercedes predicTs whaT we need in Terms of ambiance, comforT and safeTy

chegam à imobilização do veículo. Este sistema permite também que o Magic Ride Control ajuste automaticamente o amortecimento em função da estrada, obtendo um conforto inigualável. Seis radares internos permitem que o novo Classe S conduza autonomamente durante curtos períodos de tempo, executando tarefas que vão desde o mudar de faixa até ultrapassagens. Além destas acções, é possível contar com um completo sistema de entretenimento, equipado com sete tonalidades de luzes de ambiente, forros das portas aquecidos, um inovador sistema de arrefecimento dos bancos, aromaterapia e massagens em todos os assentos. Todos estes dispositivos estão inseridos no renovado interior desenvolvido dentro dos mais exigentes padrões da marca e que estabelecem paradigmas referenciais de conforto e insonorização. O melhor dos Benz estará pela primeira vez disponível em quatro versões — tradicional, longa, extralonga e pullman — e é mais ecológico, eficiente, com performances superiores e ainda mais impressionante em termos estéticos. A carroçaria recorre a componentes em alumínio, sendo mais leve e mais rígida que a do modelo anterior. Os sistemas de iluminação utilizam exclusivamente led e as motorizações a gasolina, diesel e híbridas (gasolina ou gasóleo) apresentam valores referenciais de emissão de gases. A caixa de velocidades é automática com sete relações, estando prevista uma caixa automática de nove relações num futuro breve. A transmissão pode ser traseira ou integral. A elegante silhueta apresenta um aspecto fluído e presidencial, graças à enorme grelha dianteira e à lateral de aspecto mais esculpido. A integração dos escapes e o generoso tecto em vidro são outros toques que conferem ao Classe S uma distinção especial. Equipado com um chassis equilibrado e recorrendo a engenharia de excelência, o novo Classe S demonstra todo o empenho e sabedoria da casa germânica na concepção de limousines de luxo, levando a Mercedes-Benz a definir o seu novo modelo numa única palavra: perfeição.

identifying obstacles, from pedestrians to manhole covers, warning the driver or, alternatively, taking corrective action, involving anything up to immobilising the vehicle. This system also allows the Magic Ride Contol to automatically adjust shock absorption in accordance to road type, ensuring unrivalled comfort. Six internal radars allow the new S-Class to drive autonomously for short periods of time, undertaking task as varied as changing gear to overtaking. In addition to these actions, owners can look forward to a comprehensive entertainment system, fitted with seven ambient light colours, heated door lining, an innovative seat cooling system, aromatherapy and massage feature on every seat. All these devices are part of the new-design interior, developed to the brand’s most exacting standards, and establishing benchmark levels of comfort and soundproofing. Available for the first time in four versions – traditional, long, extralong and pullman, with the latter designed to replace the Maybach – the new model is greener, more efficient, performs better and is also more impressive in terms of looks. The bodywork features aluminium components, making it lighter and more rigid than the previous model. The lighting systems use solely LED and the petrol, diesel and hybrid (petrol or diesel) engines present groundbreaking gas emission levels. The seven-speed automatic transmission is soon to be joined by a nine-speed version, with the S-Class rear-wheel or all-wheel drive. The elegant silhouette is both f lowing and stately, thanks to the huge front grille and to the more sculpted sides. The integrated exhaust system and the generous glass roof add further to the distinctive style of the S-Class. Featuring optimised balance and benefitting from engineering excellence, the new S-Class showcases the commitment and knowhow of the German luxury car manufacturer, leading Mercedes-Benz to define its new model with a single word: perfection.


OS NOVOS SABORES DE LUANDA O Restaurante Presidente, localizado no Hotel Presidente no centro de Luanda, com uma localização privilegiada, propõe -lhe a degustação dos mais tentadores sabores para o corpo e para a alma. Pratica a arte de bem receber e garante-lhe uma inesquecível experiência, resultante das mais sofisticadas combinações de comida internacional e angolana, com toda a simpatia de um serviço exemplar e de uma decoração cuidada e cosmopolita. Possui também uma fantástica esplanada e bar no oitavo piso, tornando-se no local ideal para fazer o seu almoço de negócios ou de lazer, num autêntico sucesso.

RESTAURANTE PRESIDENTE…

a vontade de saborear a vida e voltar.

HOTEL PRESIDENTE LARGO 4 DE FEVEREIRO | LUANDA | TEL. +244 222 311 717 | WWW.HOTELPRESIDENTELUANDA.COM


GOLDEN LIFESTYLE 46

CARROS | CARS

ESPÍRITO DE AVENTURA SPirit of adventure

oS BENTLEy São SiNóNiMo DE PERFoRMANCE, QuALiDADE E REQuiNTE. MoDELoS SEM PARALeLo em que o CoNFoRTo Se ALIA Ao deSemPeNho e Ao PRAzeR de CoNdução hear The name benTley and you immediaTely Think performance, qualiTy and sophisTicaTion. models like no oTher, in which comforT is joined by greaT handling and driving pleasure

TEXTO | TEXT JOÃO CUNHA


F

undada por W. O. Bentley em 1919, a marca inglesa que ostenta o seu nome destacou-se no panorama internacional devido à robustez e desempenho dos seus automóveis. A Bentley venceu as 24 horas de Le Mans em 1924 e, consecutivamente, entre 1927 e 1930 — um feito ainda mais notável considerando que os pilotos podiam conduzir os carros em pista e depois de regresso a casa. Estas marcantes vitórias foram obtidas por abastados gentleman-drivers que conferiram à marca uma imagem jovial, despreocupada e aventureira, mas também exclusividade e prestígio. Com uma história riquíssima, a Bentley apresentou o seu mais rápido e potente modelo de quatro portas, herdeiro da tradição da marca: o Bentley Flying Spur. Apesar de ser baseado na plataforma do anterior Continental Flying Spur, o novo modelo personaliza uma mudança que responde às

o REQuiNTADo E DiSTiNTo iNTERioR Foi iNTEGRALMENTE RENoVADo, PASSANDo A oFERECER uMA CoMPLETA GAMA DoS MAiS SoFiSTiCADoS EQuiPAMENToS

exigências dos novos clientes da marca, sejam os utilizadores que apreciam a condução ou quem segue na luxuosa parte de trás usufruindo do conforto, descontracção e beleza, tão importantes como o desempenho. O enfoque dos engenheiros britânicos não se dirigiu apenas para a melhoria da qualidade ao volante ou evolução das prestações do automóvel — as quais já eram formidáveis e referenciais —, mas para a criação de uma ambiência ainda mais confortável e refinada. As suspensões pneumáticas tornaram-se mais suaves e o perfil dos pneus foi aumentado. A insonorização foi melhorada nuns fenomenais 40%, através de novos vidros, revestimentos sonoros e juntas de habitáculo. O requintado e distinto interior foi integralmente renovado, passando a oferecer uma completa gama dos mais sofisticados equipamentos ao nível de descontracção, entretenimento e comunicação. O resultado final enquadra-se na imagem e valores da marca, tanto ao nível de acabamentos, como de elegância e funcionalidade. Exteriormente, foi desenvolvida uma silhueta nobre e distinta, próxima de um coupé, com a intenção de o modelo ser tão agradável à vista como o é de conduzir. A única motorização disponível é o W12 biturbo de 6 litros de cilindrada, que desenvolve uns impressionantes 616 cavalos de potência máxima e permite mover os 2300 kg de peso total acima de 320 km/h e acelerar dos 0 aos 100 Km/h em 4.3 segundos. A caixa é automática de 8 velocidades e a transmissão permanente às quatro rodas. Sendo um automóvel agradável de conduzir, capaz de prestações assinaláveis e que eleva o requinte e o prestígio a níveis nunca antes vistos na marca, o novo Flying Spur almeja, acima de tudo, proporcionar uma experiência automóvel sem igual.

F

ounded in 1919 by W. O. Bentley, the British manufacturer bearing his name has long stood out on the international motor scene thanks to the robustness and performance of its motor vehicles. Bentley won the 24 Hours of Le Mans in 1924 and consecutively from 1927 to 1930 – an even more impressive feat when you consider that the drivers could drive the cars on the track and then when they got back home. These remarkable victories were achieved by wealthy ‘gentlemen-drivers’, who lent the brand a jovial, carefree and adventurous image, and also an air of exclusiveness and prestige. Following its incredibly rich history, Bentley recently presented its fastest and most powerful four-door model, a clear heir to the brand’s tradition: the Bentley Flying Spur. In spite of being based on the platform of the previous Continental Flying Spur, the new model embodies a change that meets the demands of customers new to the brand, whether they enjoy driving themselves, or being driven in the vehicle’s luxurious rear, enjoying the comfort, relaxation and beauty, which are just as important as performance. The focus of the British engineers was not only angled towards quality at the wheel, or towards developing the vehicle’s performance levels – which already set the benchmark anyway -, but also towards the creation of an even more comfortable and sophisticated ambience. The air suspension has been made softer and the tyre profiles have been raised. Soundproofing has been improved by a phenomenal 40%, through new windows, and special lining in the floors and doors. The elegant and distinct interior has been fully revamped, and now offers a comprehensive range of the highly sophisticated equipment, designed for relaxation, entertainment and communication purposes. The final result fits perfectly to the image and values of the brand, in terms of finish, elegance and functionality. Outside, with the intention that the car be as appealing to the eye as it is to drive, the design team has developed a gracious and distinctive silhouette, close to that of a coupé. The only engine available is the six-litre W12, capable of producing an


GOLDEN LIFESTYLE 48

The eleganT and disTincT inTerior has been fully revamped and now offers a comprehensive range of The highly sophisTicaTed equipmenT

impressive maximum 616 bhp and able to move the 2.3-tonne total weight at speeds of over 320 km/h, and to accelerate from 0 to 100 km/h in 4.3 seconds. With eight-speed transmission, the car’s all-wheel drive has a 40:60 front-to-rear torque split. A pleasure to drive and boasting remarkable performance, while raising sophistication and prestige to levels never seen in the brand, above all else the new Flying Spur aims to provide a motor vehicle experience like no other.


GOLDEN LIFESTYLE 50

CARROS | CARS

PORSCHE

CAYENNE S DIESEL

Eficiência desportiva

Sporty efficiency

O Cayenne Diesel pode ser um best seller mas é o Porsche com menos performance de toda a gama. Para compensar este facto, a marca alemã decidiu lançar a versão S Diesel com o balístico motor V8 de 4.2 litros a debitar 382 cavalos. Com performances que fazem envergonhar muitos desportivos do mercado, como se comprova pelos 5.7 segundos que demora a chegar aos 100 km/h, o Cayenne S Diesel anuncia um consumo de apenas 8.3 L/100km. No interior, o conforto, o requinte e a qualidade Porsche mantêm-se em alta.

The Cayenne Diesel may be a bestseller, but it is the worst performing Porsche in the entire range. To make up for this, the German manufacturer has decided to launch the S Diesel version with its spirited 4.2-litre V8 engine packing 382 bhp. With performance levels that would put many sports cars to the shame, as proved by acceleration of 0 to 100 km/h in 5.7 seconds, the Cayenne S Diesel enjoys fuel consumption of just 8.3 l/100 km. Inside the car, Porsche comfort, sophistication and quality reigns supreme.

BMW Z4

Forma e conteúdo O Z4 é um dos mais belos automóveis do mundo e o restyling a que foi agora sujeito não beliscou minimamente o seu apuro estético. Com linhas fluidas e verdadeiramente desportivas, o Z4 mantém a sua imagem de marca num longo capot que vinca bem a sua personalidade. Estão disponíveis vários motores, desde o 2 litros de 156 cavalos até ao explosivo 3 litros da versão s35is que, com 340 cavalos ao serviço do pé direito, é um autêntico míssil na estrada. A caixa de dupla embraiagem de sete velocidades é um aliado fundamental na condução desportiva. Form and content

The Z4 is one of the world’s most beautiful cars and the restyling it has just undergone has not damaged its stunning looks one bit. With its flowing and truly sporty lines, the Z4 retains its trademark image with its long bonnet, emphasising its personality. The sports car is available in a choice of engine configurations, from the 2-litre, 156 bhp, to the explosive 3-litre of the Z4 s35is, which, with 340 bhp for your right foot to play with, is a veritable street missile. The dual-clutch sevenspeed transmission is an important ally in sports driving.


GOLDEN LIFESTYLE 51

JAGUAR F-TYPE

Gato Selvagem

Wild Cat

Foram precisos mais de 50 anos até a Jaguar lançar um sucessor à altura do E-Type, o mais famoso “gato selvagem” da história do automóvel, considerado por muitos o mais belo carro de sempre. O novo F-Type mantém a estética como ponto forte, numa longa lista de elementos que o tornam um dos mais apetecíveis desportivos da actualidade. O interior é sumptuoso sem perder a vertente desportiva e as performances coadunam-se com a imagem exterior. Disponível com um motor V6 ou V8, o F-Type é um roadster tipicamente britânico, que promete escrever uma página importante na história da Jaguar.

More than 50 years were needed before Jaguar launched a successor to match the E-Type, the most famous “wild cat” in automotive history, and considered by many to be the most beautiful car of all time. The new F-Type maintains good looks as its strong point, in a long list of features that make it one of the most alluring sports cars around. The interior is sumptuous but at the same time sporty, while its performance is as good as its exterior appearance. Available with a V6 or V8 engine, the F-Type is a typically British roaster, which promises to hold an important place in the history of Jaguar.

Mais depressa Mais cedo ou mais tarde a sigla S teria que chegar aos SUV da Audi e o Q5 foi o primeiro a receber tal privilégio. Apesar de existir um modelo a gasolina, o mais significativo é o extraordinário SQ5 3.0 TDI, com dois turbos e 313 cavalos. Os 100 km/h são atingidos em apenas 5.1 segundos e a velocidade máxima está limitada a 250 km/h. A imagem é de prestígio, mas o que impressiona mais é a forma como o SQ5 alia a utilização diária com performances dignas de um super desportivo. Going faster

It was only a matter of time before the initial S reached Audi’s SUV range and the Q5 is the first to enjoy the privilege. Despite being available as a petrol model, the most interesting is the extraordinary SQ5 3.0 TDI, twin turbo and 313 bhp. Accelerating to 100 km/h in just 5.1 seconds, it reaches a top speed limited to 250 km/h. The image is one of prestige, but what impresses the most is the way in which the SQ5 combines everyday use with performance levels worthy of a super sports car.

AUDI

SQ5 TDI


GOLDEN LIFESTYLE 52

SOM | SOUND

O PODER DA TRADIÇÃO The power of TradiTion


PeçAS de CuLTo No muNdo dA ALTA-FIdeLIdAde, oS AMPLiFiCADoRES A VÁLVuLAS DA AuDio RESEARCH São uMA ReFeRêNCIA NeSTe SeGmeNTo de meRCAdo culT objecTs in The world of high-fideliTy, The valve amplifiers from audio research seT The benchmark in This segmenT of The markeT TEXTO | TEXT PEDRO VIEIRA

A

Audio Research é uma das mais antigas e prestigiadas marcas de alta fidelidade. Fundada em 1970 em Minneapolis, por William Z. Johnson, desde logo estabeleceu uma filosofia de produção que levasse os clientes a ter uma experiência que transcendesse a audição e em que todo o processo auditivo fosse elevado a um novo patamar. Os produtos Audio Research são vanguardistas, mas a marca orgulha-se de manter modelos com mais de quatro décadas em funcionamento e garantir que a sua qualidade se mantém inigualável. A característica definitiva da Audio Research é a utilização de válvulas nos seus equipamentos. Além de visualmente muito mais impressionantes que os aparelhos a transístores, as válvulas têm vantagens consideráveis para os mais tradicionais apaixonados — mantêm uma reprodução mais fiel do som dos instrumentos, bem como uma maior harmonia e um menor

A

udio Research is one of the oldest and most prestigious high fidelity brands. Founded in 1970 in Minneapolis by William Z. Johnson, from the outset it established a production philosophy that allows its customers to have an experience that transcends listening, in which the entire hearing process is lifted to a new level. Audio Research products are state-of-the-art, but the brand prides itself on maintaining models that have been working for more than four decades and on guaranteeing that their quality remains unequalled. The defining characteristic of Audio Research is the use of valves or tubes in its equipment. In addition to being visually much more impressive than transistor devices, valves have considerable advantages to most traditional of music listeners – they ensure the more faithful reproduction of the sound of instruments, as well as a greater harmony and a lower


MoDELoS CoM QuATRo DéCADAS GANHAM NoVA VIdA e APoSTAm NumA RePRodução FIeL Do SoM DoS iNSTRuMENToS

models around for four decades are given new life, while focusing on The faiThful reproducTion of musical insTrumenTs

grau de distorção. A marca teve um papel fundamental na orientação do mercado para o desenvolvimento de produtos high-end, que se focam na performance musical, negligenciando novas funções consideradas menores ou que apresentavam apenas a vantagem comercial de um preço mais baixo. Num mercado altamente especializado, a Audio Research ditou assim as suas próprias regras a favor da qualidade. No topo da exclusiva gama da marca encontra-se o Audio Research Reference 750, um aparelho que segue a linhagem iniciada há mais de duas décadas com o Reference 600. Enquadrados num sistema de alto desempenho, os 750 são uma experiência reveladora. As colunas como que desaparecem da sala de audição, transportando o ouvinte para uma outra dimensão de realismo tridimensional, onde a música assume formas palpáveis e tangíveis, num encontro do poder tecnológico típico da Audio Research, com componentes da mais alta qualidade. Com o poder de criar sensações únicas, este topo de gama da marca revela os mais pequenos detalhes musicais, como um suspiro cansado por parte de um vocalista ou um toque de uma palheta partida numa guitarra acústica. As duas torres monolíticas de 77 quilos, com acabamentos monocromáticos, têm um aspecto limpo e contemporâneo, com dois mostradores analógicos (um para a indicação da potência de saída e polarização das válvulas e o outro para o nível de voltagem AC) no painel frontal. Apesar dos Reference 750 serem o melhor que a Audio Research produz, a qualidade é transversal à marca, que continua a conquistar prémios nas mais distintas categorias. Nenhuma outra marca consegue aliar da mesma forma o melhor dos dois mundos, vanguarda da tradição.

degree of distortion. The brand has played a vital role in the market’s direction towards the development of high-end products, which focus on musical performance and ignore new functions considered of little worth, or which only have the commercial advantage of a lower price. In a highly specialised market, Audio Research has thus set its own rules in favour of quality. At the top of the brand’s exclusive range we find the Audio Research Reference 750, a piece of kit that follows the principles begun more than two decades ago with the Reference 600. Fitted in a high performance system, the 750 is an eye-opening experience. It’s as if the speakers disappear from the room, transporting the listener to another dimension of three-dimensional realism, where music takes on palpable, tangible forms, in a meeting of the technological power of Audio Research with components of the very highest quality. With the power to create unique sensations, this top-of-the-range item from the brand reveals the tiniest of musical details, such as the tired sigh of a vocalist or the pick of the plectrum on a acoustic guitar string. The monolithic 77-kg towers, with monochromatic finishes, present a clean and contemporary image, with two analogue meters (one for output wattage and bias and another for incoming A.C. line voltage) on the front panel. Despite the Reference 750 being the best Audio Research produces, quality is universal to the brand, which continues to win awards in the most varied of categories. No other brand manages to combine the best of two worlds – state-of-the-art and tradition.


GOLDEN LIFESTYLE 56

MODA | FASHION

amuse bouche Fotografia Photography Pedro Ferreira assistido por/assisted by Ana Viegas Realização Art Direction Filipe Carriço assistido por/assisted by Micaela Rangel Manequim Model Josiane (Best Models) Cabelo Hair Nolga Stella Maquilhagem Make-Up Carina Quintiliano com produtos/with products

CHANEL Agradecimento especial Special thank Ritz Four Seasons - Catering


top Nina Ricci - Fashion Clinic pulseira bracelet Bvlgari (ouro amarelo com pavé de diamantes/yellow gold with diamonds pavé) anel ring Bvlgari (ouro amarelo com pavé de diamantes/yellow gold with diamonds pavé) anel serpente snake ring Bvlgari (ouro amarelo com diamantes/ /yellow gold with diamonds) - Boutique dos Relógios brincos earrings Cartier (ouro branco, amarelo e rosa com pérolas/white and pink gold with pearls) - Cartier relógio watch AUDEMARS PIGUET - Boutique dos Relógios -


top Nina Ricci - Fashion Clinic colar necklace Relojoaria Faria (ouro branco com diamantes e pérolas/white gold with diamonds and pearls) anel ring Relojoaria Faria (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) anel ring Relojoaria Faria (ouro branco com diamantes, pérola e pérola negra/white gold with diamonds, pearl and dark pearl) - Relojoaria Faria relógio watch Chaumet - David Rosas -


top Roland Mouret - Stivali brincos earrings GILLES (ouro branco com diamantes e esmeraldas/white gold with diamonds and emeralds) alfinete brooch GILLES (ouro branco com diamantes) anel ring GILLES (ouro branco com diamantes/ white gold with diamonds) - Gilles anel ring MONSEO (ouro amarelo com diamantes/yellow gold with diamonds) - Camanga anel ring PASQUALE BRUNI (ouro branco com diamantes brancos e negros/white gold with white and dark diamonds) anel ring ANSELMO (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) colar necklace Piaget (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) - Anselmo rel贸gio watch IWC - Boutique dos Rel贸gios -


camisa shirt Vionnet - Stivali óculos sunglasses Mykita - André Ópticas anel ring GILLES (ouro branco com diamantes e esmeralda/white gold with diamonds and emeralds) - Gilles relógio watch HermÈs (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) - Camanga -


vestido dress Elie Saab - Stivali brincos earrings BRUMANI (ouro branco com diamantes, água marinha e turmalina paraíba/ white gold with diamonds, aqua marine and turmalina paraíba) - Boutique dos Relógios colar necklace RELOJOARIA FARIA (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) - Relojoaria Faria pulseira bracelet Gatto (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) fio necklace CAMANGA (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) relógio watch FranCk Muller (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) - Camanga -


top Balenciaga clutch Bottega Veneta - Stivali colar necklace Bvlgari Mediterranean Eden Sassi (ouro branco com diamantes, ametistas, top谩zio azul/white gold with diamonds, amethyst and blue topaz) - Relojoaria Faria brincos earrings GILLES (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) anel ring (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) rel贸gio watch Breguet -Boutique dos Rel贸gios -


top Roberto Cavalli - Stivali saia skirt Nina Ricci - Fashion Clinic colar necklace Pasquale Bruni (ouro rosa com diamantes/pink gold with diamonds) - Anselmo rel贸gio watch FranCk Muller (ouro amarelo/yellow gold) - Camanga -


vestido dress Vionnet - Stivali alfinete brooch DAVID ROSAS (coral rosa, ouro branco e diamantes/ /pink coral, white gold and diamonds) alfinete abelha bee brooch DAVID ROSAS (coral, ouro branco e diamantes/ /coral, white gold and diamonds) brincos earrings DAVID ROSAS (coral rosa, ouro branco e diamantes/ /pink coral, white gold and diamonds) anel ring H. Stern Stars Saphires (ouro branco e diamantes/white gold with diamonds) - David Rosas rel贸gio watch Chopard (ouro branco com diamantes/white gold with diamonds) - David Rosas -


GOLDEN LIFESTYLE 66

MODA | FASHION

ESTRADA FORA ON tHE rOaD

A LouIS VuITToN SeGue PeLA LeNdáRIA RoTA 66 e PARA A PRImAVeRA/VeRão 2014 ASSume o eSPíRITo ReBeLde que INSPIRou jACk keRouAk louis vuiTTon Takes The legendary rouTe 66 and for spring/summer 2014 assumes The rebellious spiriT ThaT inspired jack kerouak


L

ouis Vuitton fez das viagens uma forma de vida e uma arte. Os seus baús de viagens e malas tornaram-se mais do que uma moda passageira, um estatuto. A chegada de Marc Jacobs, em 1997, à casa francesa — agora de saída —, deu outro fôlego às colecções e a marca de acessórios virou moda. Kim Jones, juntou-se à sua equipa e fez de cada colecção um destino — na Primavera/ Verão 2014 redescobre-se a América. O casaco motard, usado por James Dean ou John Travolta, ganha formas mais depuradas em materiais nobres e é estrela da estação. Abundam os quadrados e o patchwork contrasta com peles exóticas. Desconstroem-se malas e mochilas. A cor natural da pele — caramelo — domina. Tira-se a gravata para adoptar o lenço, acessório essencial dos motards. O homem assume o seu espírito livre.

L

ouis Vuitton turns travelling into a way of life and an art form. Its trunks and suitcases have become much more than a passing fad, a status symbol even. The arrival of Marc Jacobs in 1997 to the French fashion house – now leaving – breathed new life into the collections and the accessory brand stormed back into fashion. Kim Jones joined up with his team and has made a destination of each collection – in Spring/Summer 2014, an American voyage of rediscovery. The biker jacket, worn by James Dean or John Travolta, takes on simpler forms in fine materials and becomes the star of the season. Squares abound and patchwork contrasts with exotic leathers and skins. Bags and backpacks are deconstructed. The natural colour of leather – caramel – dominates. The tie is pulled off to be replaced by the bandana, the essential accessory for bikers. Man grasps the freedom of the road.


GOLDEN LIFESTYLE 68

MODA | FASHION

carolina herrera renda-se a sensualidade Surrender to Sensuality Cano alto, salto agulha e a delicadeza da renda como se de uma meia se tratasse. As botas em pele e renda Carolina Herrera NY acompanham as tendências deste Inverno. As rendas já dominavam os coordenados, mas agora sal­ tam também para os pés e tornam­se protagonistas. A sensualidade e romantismo do preto faz destas botas o complemento perfeito para um look mais sofisticado. high-Knee, stiletto heels and the delicateness of lace as if they were a stocking. The Carolina herrera nY leather and lace boots are bang on for this winter. lace has already dominated undergarments, but now it moves to the feet and soaks up the limelight. The sensuality and romanticism of black makes these boots the perfect complement for a more sophisticated look. www.carolinaherrera.com

celine a desejada coveted Tornou­se a it bag deste Outono/Inverno, debaixo de olho das fashionistas e no braço de todas as celebridades, de Khloe Kar­ dashian a Jessie J. A versão tri­color é a mais disputada e tem já longas listas de espera em todo o mundo, mas o modelo Trapeze está disponível em várias cores e peles, em dois tamanhos. Em Lis­ boa, vende­se na Loja das Meias. it has become the it bag of the autumn/winter season among fashionistas and seen on the arms of every celebrity, from Khloé Kardashian to Jessie J. The ‘tricolor’ version is the most popular and already has a long waiting list around the world, but the Trapeze model is available in a choice of colours and leather, in two sizes. in lisbon you can get it at loja das Meias. www.celine.com

Prada dar nas vistas eye-catching Os desfiles de Milão são a melhor montra de tendências no que a sapatos respeita e um dos desfiles mais aguardados é o de Miuccia Prada. Ninguém fica indiferente. Para a Primavera/Verão 2014 a casa italiana aposta num look anos 40 sem sacrificar a elegância. Os metalizados misturam­se com tecidos, exploram jogos cromáticos e as fivelas dão o ar da sua graça. Milan’s fashion shows are the best place to see the trends within the footwear segment, and one of the most anticipated is that of Miuccia prada. nobody remains unmoved by them. for spring/summer 2014 the italian house focuses on the 40s look, without shunning elegance. Metal hues are mixed with fabrics, while plays on colours and buckles add further to the look. www.prada.com


GOLDEN LIFESTYLE 69

montblanc Boa escrita charitable writing Educar através da escrita é o objectivo da coleccção “Signature for Good”, da Montblanc, em que 10% do valor de venda destina­se a apoiar a UNICEF na construção de escolas na Ásia, África e Amé­ rica do Sul. A edição limitada da clássica Meisterstuck, à venda até Março de 2014, já reuniu 1,5 milhões de dólares para a causa. A marca permite através do número de série da caneta acompanhar os progressos do programa no terreno. educating through writing is the aim of the “signature for good” collection from Montblanc, in which 10% of the retail price will be donated to UniCef’s education programmes, building schools in asia, africa and south america. The limited edition of the classic Meisterstück, on sale until March 2014, has already raised 1.5 million dollars for the cause. Through the serial number on the pen, the brand enables you to see how the programme is progressing. www.montblanc.com

Leica vestida de ganga trimmed with Leather Desde que surgiu em 1925, a Leica tornou­se uma lenda entre os fotógrafos profissionais, pelas suas qualidades e precisão das suas lentes, e um ícone de design, ao longo dos tempos. A última edição especial da máquina fotográfica alemã veste a Leica D­Lux 6 de ganga em parceria com a G­Star Raw. Esta edição especial vem numa caixa de cabedal com uma alça de transporte. ever since it appeared in 1925, leica has become a legend among professional photographers, for its qualities and precision of its lenses, and a design icon. The latest special edition of the german manufacturer dresses the leica d-lux 6 in leather trim, in partnership with g-star raw. This special edition comes in a leather camera case, with carrying strap and hand strap. www.leica-camera.com

gucci todo-o-terreno all-terrain A mochila em pele polida é um dos must­have da colecção de acessórios masculinos da marca italiana Gucci para próxima estação Primavera/Verão 2014. Disponível em várias cores, adapta­se a qualquer look sem retirar a seriedade a qualquer homem de negócios. The polished leather backpack is one of the must-haves from the men’s accessories collection from italian label gucci for the coming spring/summer 2014 season. available in a choice of colours, it can be adapted to any look without taking away the seriousness of any businessman. www.gucci.com


pub casinos


pub casinos


GOLDEN LIFESTYLE 72

PERFUMES

O CZAR RUSSIAN CLASS o TíTuLo do mAIS ARISToCRáTICo doS PeRFumeS ASSeNTA-Lhe que NEM uMA LuVA. o CuiR DE RuSSiE é DELiCADo E iNTENSo CoMo uM BAiLADo RuSSo THE TiTLE oF THE MoST ARiSToCRATiC oF PERFuMES FiTS iT LiKE A GLoVE. CuiR DE RuSSiE iS DELiCATE AND iNTENSE, LiKE A RuSSiAN BALLET TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE

C

oco Chanel era apaixonada pela Rússia e isso revelou-se nas suas criações, inspiradas nos bailados e na joalharia bizantina. Quando se apaixonou pelo primo do Czar Nicolau II, o Grande Duque Dimitri Romanov, essas influências tornaram-se mais evidentes. Foi por essa via que conheceu o perfumista Ernest Beaux, que imortalizou o lendário Chanel nº5, em 1921, mas que criou também o Cuir de Russie, em 1927, considerado o mais aristocrático e o mais rico dos perfumes. A essência remete para uma sala de fumo, com as suas cadeiras de pele, onde a madeira bebeu ao longo dos anos o aroma de charutos, e de botas de peles curtidas... O cheiro a pele misturado com inesperadas notas de rosa, jasmim, irís, madeira de zimbro, incenso e almíscar resulta num aroma que vai confundir os narizes mais atentos. O tradicional frasco da Chanel remete para o universo feminino, mas o aroma vai encantar as mulheres que gostam de perfumes de homem...

C

oco Chanel was passionate about Russia and this can be seen in her creations, inspired by ballets and byzantine jewellery. When she fell in love with the cousin of Tsar Nicholas II, the Grand Duke Dimitri Romanov, these influences became all the more apparent. This is how she came to meet perfumer Ernest Beaux, who immortalised the legendary Chanel No.5, in 1921, and who also created Cuir de Russie, in 1927, considered the most aristocratic and richest of perfumes. The essence takes you to a smoking room, with its leather chairs, where the wood has soaked up the aromas of cigars over the years, and leather boots... The scent of leather, mixed with unexpected hints of rose, jasmine, iris, juniper wood, incense and musk result in an aroma that will confuse the most attentive of noses. The traditional Chanel flacon recalls a feminine universe, but the aroma will enchant women who enjoy men’s fragrances...


GOLDEN LIFESTYLE 73

O VIAjANTE THE TRAVELLER

o ACquA dI PARmA oud CoNVIdA A umA VIAGem. ComeçA em ITáLIA e SeGue PARA A íNdIA, Ao eNCoNTRo dAS mAdeIRAS eXóTICAS acqua di parma oud Takes you on a journey in search of exoTic woods, which begins in iTaly and ends in india TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE

O

aspecto fresco e dourado que caracteriza a imagem da Acqua di Parma dá lugar a um misterioso frasco de traços Art Deco, cor de bronze que protege a essência dos raios de luz. Também os aromas se revelam surpreendentes: às notas cítricas e subtis da bergamota da Calábria e da laranja, junta-se uma mão cheia de coentros, um toque de incenso e madeiras, como o sândalo, o cedro e agarwood (oud, em árabe), que lhe empresta o nome. A agarwood, proveniente dos países asiáticos, é uma das madeiras mais caras em todo o mundo e a sua resina usada no elixir é obtida através de um complexo processo, gota a gota. Esta é uma tendência da estação, que vai ao encontro dos países árabes ou da Índia. É o convite para uma viagem. Intenso e elegante para homens que gostam de fazer notar a sua presença, prende-se ao mesmo tempo aos detalhes, seja no rótulo num fino papel colocado manualmente em cada frasco, seja nas velas com o mesmo aroma produzidas pelos maiores mestres italianos desta arte. Cada embalagem é uma mala feita por medida com materiais nobres.

T

he fresh and golden aspect that characterizes the image of Acqua di Parma Colonia gives rise to a mysterious flacon, of Art Deco design, coloured in bronze to protect the fragrance from the light. The aromas inside it are equally surprising: the subtle citrus hints of bergamot from Calabria and orange, are joined by a dash of coriander, a hint of incense and wood, such as sandalwood, cedar and agarwood (oud in Arabic), which gives it its name. Agarwood, found in parts of Asia, in one of the most expensive woods in the world and its resin, used in the scent, is obtained drop by drop through a complex process. This is a new scent for the season, taking you to Arab lands or to India, inviting you on a journey. Intense and elegant for men who like to make their presence felt, at the same time this is product focused on the details, whether the hand-applied fine-paper label on each bottle, or the candle fragranced with the same scent made by the finest Italian craftsmen in this art. Each flacon comes in a made-to-measure box in fine materials.


GOLDEN LIFESTYLE 74

ÁFRicA MODA | FASHION

my afrICa

ReINVeNTA AS SuAS RAízeS em TRAjeS de GALA. LISeTe PoTe é emBAIXAdoRA dA eLeGâNCIA AFRICANA reinvenTing her rooTs in evening gowns, liseTe poTe is an ambassador for african elegance

L

isete Pote nasceu em Luanda, no município de Sambizanga, mas com três meses já estava de partida para o Kicolo, onde cresceu. Ela é fruto da mistura de influências, mas traz África no seu coração. “Tento ter África sempre presente nas minhas criações”, diz. Tenta reinventar as suas raízes nas passarelas, como aconteceu com a última colecção. Agora entrega-se à “Paixão”, é este tema que explora em diferentes tecidos vermelho cerise, que em breve vai apresentar. É uma mulher de paixões, tanto da moda como da vida. Sempre se rendeu à magia das criações do excêntrico Gianni Versace, como à elegância de Christian Dior ou ao glamour de Giorgio Armani. Apesar do estilo muito próprio da mulher africana, segue as tendências internacionais e procura um compromisso entre ambas. Destaca-se nas criações de trajes de gala e tem clientela fiel para estas propostas. De quando em vez,

L

isete Pote was born in Luanda, in the municipality of Sambizanga, but by the age of three months she was already off to Kicolo, where she grew up. She is the fruit of a blend of influences, but she wears Africa in her heart. “I try to have Africa present in all my creations,” she says. She tries to reinvent her roots on the catwalk, as shown in her latest collection. She is devoting herself to “Passion”; this is the theme she is currently exploring in a range of cerise red fabrics, and which she will unveil shortly. She is a passionate woman, as much about fashion as about life. She has always adored the magical creations of eccentric Gianni Versace, the elegance of Christian Dior, or the glamour of Giorgio Armani. In spite of the very particular style of African women, she follows international trends and tries to find a compromise between the two. She stands out for the evening wear she creates, for which she has a loyal customer base. From time to time she dabbles in prêt-à-porter, but this is not


minhA LISeTe PoTe deSTACA-Se NAS CRIAçõeS DE TRAJES DE GALA E TEM CLiENTELA FiEL PARA ESTAS PRoPoSTAS

liseTe poTe sTands ouT for The evening wear she creaTes, for which she has a loyal cusTomer base

aventura-se no prêt-à-porter, mas não é esse o seu caminho. Também já concebeu alguns modelos infantis para que as mais pequenas também tenham os seus modelos com griffe. “A fonte de inspiração é uma netinha que tenho, muito vaidosa”, conta. Em 17 anos de carreira, depois de concluir os estudos em Portugal e de se estrear na Expo’98, em Lisboa, lançou-se ao mundo. As suas propostas já desfilaram em Cabo Verde, África do Sul, Moçambique, Namíbia, Benim, França, Bélgica, Luxemburgo, Suécia, Japão e México e valeram-se por duas vezes o "Leão de Ouro". A estilista de 54 anos regozija-se com os avanços da moda angolana e tivesse a indústria têxtil novo fôlego acredita que podiam chegar mais longe. Lisete trilhou o seu percurso. “Hoje tenho o reconhecimento do meu esforço e do meu trabalho. É muito compensador o carinho e os elogios que recebo na rua”. Sabe que está no bom caminho.

her true path. She has also designed a few children’s items, so that the youngest generation can also have access to her designer wear. “My source of inspiration is a very vain granddaughter of mine,” she reveals. In the 17 years of her career, after completing her studies in Portugal and making her debut at Expo’98, in Lisbon, she has made the world her oyster. Her designs have been seen on the catwalks of Cape Verde, South Africa, Mozambique, Namibia, Benin, France, Belgium, Luxemburg, Sweden, Japan and Mexico, and she has twice received the “Golden Lion”, at Angola’s International Fashion Fair. The 54-year-old designer welcomes the advances made in Angolan fashion, and if the textile industry was given fresh impetus she believes the advances could be even greater. She has taken her path. “Today my efforts and my work have been recognised. The affection and praise I receive when I’m out and about is very rewarding.” She knows that she on the right track.


GOLDEN LIFESTYLE 76

MODA | FASHION

PEçAS ExCLUSIVAS eXClUsive garMenTs

CRIAçõeS PoR medIdA ASSINAdAS PoR eSTILISTAS INTeRNACIoNAIS é A APoSTA DA CASA PARiS. João RôLo Foi o PRiMEiRo CoNViDADo

N

casa paris focuses on made-To-measure creaTions, designed by inTernaTional designers. joão rôlo is The firsT guesT

o universo das lojas multimarca de luxo, a Casa Paris é uma referência no centro de Luanda. A aposta num serviço cada vez mais personalizado permitiu aos clientes criarem looks por medida com aconselhamento do estilista português João Rôlo. Esta foi a primeira parceria, dentro do leque de serviços Private. Inspirado pelos traços da mulher angolana, João Rôlo desenvolveu peças únicas para a Casa Paris. Elegância e sofisticação deram o mote para as propostas do criador conhecido pelos seus exuberantes vestidos de noite. A iniciativa, que foi bem acolhida pelos clientes habituais, promete ter continuidade e outros nomes do panorama da moda internacional vão marcar presença brevemente.

I

n the world of luxury multi-brand stores, Casa Paris is a well-know name in the centre of Luanda. Focusing on increasingly personalised service has allowed its customers to create bespoke looks, with advice from Portuguese fashion designer João Rôlo. This was the first partnership, within a range of private services. Inspired by the outline of Angolan women, João Rôlo has developed some one-off pieces for Casa Paris. Elegance and sophistication are the watchwords for the designer known for his exuberant evening gowns. The initiative, which has been well received by regular customers, promises to continue, with other names from the international fashion scene to have their say soon.


GOLDEN LIFESTYLE 78

DESIGN

Estilo mEditErrAnico mEDItErraNEaN StylE

em mATéRIA de moBILIáRIo de eXTeRIoReS, A VoNdom é umA ReFeRêNCIA. AmBIeNTeS TReNdy que CoNVIdAm A um meRGuLho No MEDiTERRâNEo when iT comes To ouTdoor furniTure, vondom is The name on many lips. Trendy environmenTs ThaT whisk you away To The mediTerranean TEXTO | TEXT ELISABEtE REIS


I

magine uma espreguiçadeira em que pode relaxar ao ar livre e usufruir do sol com a protecção necessária. A daybeb, da linha de móveis de exterior Faz, assinada pelo designer espanhol Ramón Esteve para a Vondom é assim. É como um casulo sobre rodas, que gira 360º, o que permite que facilmente seja orientado para a localização pretendida. A daybed está equipada com um sistema de som para exterior com colunas embutidas, que funciona através da ligação de um smartphone ou da tecnologia bluetooth. É ainda possível a adição de um sistema de iluminação LED, activado por controlo remoto, para realçar a peça à noite. Não é por acaso que a marca espanhola Vondom, sediada em Valência, é uma referência no mobiliário e iluminação de exterior, com sofisticadas peças para exterior que respeitam os princípios de uma produção sustentável. Aos mais inovadores processos produtivos e materiais premium junta-se a mestria de designers de renome — Karim Rashid, Stefano Giovannoni (mais conhecido pelas suas colaborações com a marca italiana de acessórios Alessi), a dupla de arquitectos italianos Ludovica e Roberto Palomba ou o pioneiro do design industrial Ross Lovegrove. O resultado são ambientes exclusivos que remetem para o estilo mediterrânico. As linhas são depuradas e o branco sobressai entre a palete de cores usada nos detalhes. Presença assídua nos mais importantes eventos de design, desde o Salone Internazionale del Mobile, em Milão, à Maison & Objet, que se realiza em Paris, a Vondom apresenta-se também em Las Vegas e Xangai.


GOLDEN LIFESTYLE 80

AoS MAiS iNoVADoRES PRoCESSoS PRoDuTiVoS E MATERiAiS PREMiuM juNTA-Se A meSTRIA de deSIGNeRS DE RENoME

I

magine a sun lounger on which you can relax in the open air and enjoy the sun with the proper protection. The daybed, from ‘Faz’ outdoor furniture collection designed for Vondom by Spanish designer Ramón Esteve, provides this experience. Like a cocoon on wheels, rotating 360º, it can easily be directed to the desired location. The daybed is fitted with an outdoor sound system with built-in speakers, which operate via Smartphone or Bluetooth technology. You can also add a remote control activated LED lighting system, to highlight the piece at night. It’s not by chance that the Spanish brand Vondom, based in Valencia, is a well respected name in outdoor furniture and lighting, with sophisticated pieces for outdoor use that respect the principles of sustainable production. The most innovative of production processes and premium materials are joined by the skill of renowned designers – Karim Rashid, Stefano Giovannoni (best known for his work with Italian accessory brand Alessi), and Italian architect duo Ludovica and Roberto Palomba, or industrial design pioneer Ross Lovegrove. The result is exclusive environments that ooze Mediterranean style. The lines are simple, while white stands out among the palette of colours used in the details. Present assiduously at all the major design events, from the Salone Internazionale del Mobile in Milan, to Maison&Objet, held in Paris, Vondom also showcases its work in Las Vegas and Shanghai.

The mosT innovaTive of producTion processes and premium maTerials are joined by The skill of renowned designers


mQUI DAMOS FORMA AOS SEUS SONHOS HHHH

Om mmmhommm mommmtom mão mm mmqummmm… Pmmmm mm um mummm mmpmmmmm pmmm um mommmto mmpmmmmmm O Hotmm mmmmmmm mmmmmmm é mmmm mommmm Em umm mtmomfmmm dm mmqummtmm mom umm mmmtm dmmmumbmmmtm mobmm o mtmâmtmmom é o mommm pmmfmmto pmmm m mum mmmmmm dm fémmmm ou dm mmmommomm mom m9m qummtomm mmmmummdo mm mumtmm à mum mmmomhmm mm mmmmm dm mmummõmm m mommmmmmomm m bmmmm m m mmmtmummmtmmm mojmmm Hmmmth & Spm m um mmmmmço mmpmz dm mmtmmfmzmm mm mmmm mmmmmmtmm mmpmmtmtmmmmm O Hotmm mmmmmmm mmmmmmm é um mumdo à pmmtmm Bmmt mommmtm mmm mmmmm fommottmmm mhmmk of m mpmmmmm pmmmm fom m mpmmmmm mommmtm Hotmm mmmmmmm mmmmmmm mm thmt pmmmmm Im m mumummoum mmbmmmmmm wmth bmmmthtmkmmm mmmwm ommm thm mtmmmtmm Ommmmm mt mm thm pmmfmmt pmmmm fom mmthmm bummmmmm om pmmmmummm Wmth m9m moommm mmmmudmmm mm mumtmmm m mmmtmummmtm mmd m bmmmm hmmmth & mpmm mm mmmtmmm moomm mmd m mmmmmmm of mmmmmmmmmm mbmm to mmmmmd thm hmmhmmt mmpmmtmtmommm Hotmm mmmmmmm mmmmmmm mm m wommd mpmmtm

www.cascaismirage.com mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm


GOLDEN LIFESTYLE 82

DESIGN

ARTE MISTERIOSA Mysterious art

Dá pelo nome de Planeta Hoodoo a escultura em mármore do artista Matthias Contzen, que exemplifica na perfeição a perícia do autor no dom de transformar matéria bruta em pura arte. O artista nascido na Alemanha, vencedor do prestigiado Premio City Desk, em 2002, mudou-se para Portugal, onde desenvolve o seu projecto criativo, enquanto as suas obras percorrem o mundo. Contzen gosta de desafiar o observador e envolver as suas criações num certo mistério.

OLHAR NATURAL Natural look

Going by the name of Planet Hoodoo, the marble sculpture by artist Matthias Contzen perfectly exemplifies the author’s expertise in the art of transforming raw material into pure art. The German born artist, winner of the prestigious City Desk Prize in 2002, has moved to Portugal, where he develops his creative project, while his works travel the globe. Contzen likes to challenge the observer and to wrap his creation in a certain mystery.

A Natural Look é uma marca portuguesa que aposta na madeira natural para elaboração de óculos de sol. Cada par é feito à mão e utiliza as melhores madeiras, que sujeitas aos ofícios dos seus criadores, asseguram sempre um produto diferente e exclusivo. Os modelos disponíveis vão do estilo mais clássico ao mais jovem e irreverente.

Natural Look is a Portuguese brand using natural wood to make sunglasses. Each pair is handcrafted and features the finest woods, which, having been subjected to the skills of their creators, always conjure up a different and exclusive product. Models offered range between the most classic of styles to the most youthful and irreverent.

NAS NUVENS iN the clouds

O designer chinês D. K. & Wei quis fazer do sonho de flutuar nas nuvens realidade e assim surge o Cloud sofá. A força magnética da base permite que a parte superior se mantenha afastada do chão como se estivesse a levitar. Este protótipo materializa a leveza, o conforto e a beleza na simplicidade das formas.

Chinese designer D. K. & Wei wanted to make the dream of floating in the clouds a reality and thus the Cloud sofa was born. The magnetic force of the base allows the upper part to remain airborne, as if levitating. This prototype brings to life lightness, comfort and beauty in the simplicity of its form.


GOLDEN LIFESTYLE 83

HORA DA SESTA siesta tiMe Trinity’s não passou despercebido e foi o vencedor do prémio de inovação para a categoria de mobiliário exterior na recente Hospitality Design Exposition & Conference, que decorreu em Las Vegas. Esta criação une o design ao conforto e resulta num novo conceito para as tradicionais camas de rede transformando o descanso numa atividade social de convívio ou contemplação. Versátil, adapta-se a qualquer ambiente exterior.

Trinity’s has not gone unnoticed and was recently crowned the winner of the innovation award in the outdoor furniture category at the Hospitality Design Exposition & Conference, held in Las Vegas. This creation combines design with comfort and results in a new concept for traditional hammocks, transforming relaxation into a social activity or one of contemplation. These versatile hammocks adapt to any outdoor environment.

EROSãO erosioN A Cliff Console é a última proposta da marca portuguesa Ginger & Jagger, lançada em 2012, que aposta em materiais premium, como o ouro, cobre ou mármore, que vão buscar inspiração às formas da natureza. A Ciff Console reflecte a erosão marítima ao longo da costa. A marca está presente nos principais certames internacionais de design e tem sido bem recebida pelas principais revistas de interiores. Como um bloco de notas do processo criativo, a Ginger & Jagger partilha ideias, experiências e viagens no sítio gingerandjagger.com/blog.

The Cliff Console is the latest offering from Portuguese brand Ginger & Jagger, launched in 2012, it focuses on the use of premium materials, such as gold, copper or marble, and looks for inspiration in natural forms. The Cliff Console reflects marine erosion along the coastline. The brand is present at all the major international design fairs and has been well received by major interior design publications. As if a notepad of the creative process, Ginger & Jagger shares ideas, experiences and travels on the site: gingerandjagger.com/blog.

ESTREITAR LAÇOS closer ties

A Taga Bike une uma bicicleta tradicional ao carrinho de bebé, de uma forma funcional e adaptável. O modelo é ajustável, pelo que permite partilhar as voltas do quotidiano com o bébé, em segurança e com conforto. Mais do que um veículo utilitário, promove o exercício físico para a mãe (ou pai) e ter sempre o bebé debaixo de olho. Um convite às actividades em família com muito estilo.

The Taga Bike combines a traditional bicycle with a pram, in a functional and adaptable manner. The model is adjustable, ensuring that you can share your routine rides with your baby in safety and comfort. More than just a practical vehicle, it promotes physical exercise for mum (or dad) and allows you have baby in view. Perfect for getting out and about with your family in style.


GOLDEN LIFESTYLE 84

IATES | YACHTS

oH CAPtAIN, MY CAPtAIN SERÁ uMA PENTHouSE? uMA MoRADiA? Não, é uM iATE, uM BAGLiETTo 43 CoM DESiGN DE iNTERioRES DE SÁ, ARANHA & VASCoNCELoS is iT penThouse? a house? no, iT’s a yachT, a baglieTTo 43 feaTuring inTerior design by sá, aranha & vasconcelos

D

TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE

a janela vê-se o mar a seus pés, só assim é possível dar-se conta que é um navio, não um apartamento. Por si só, o Baglietto 43 não é um iate qualquer, é a estrela da companhia fundada em 1854 por Pietro Baglietto. Com 43 metros, dois motores Catterpillar, velocidade máxima de 16,5 nós e capacidade para 21 pessoas. A arquitectura de interiores do gabinete Sá, Aranha & Vasconcelos (SA&V) deu novo sentido à expressão “longe de casa, como em casa”. Baptizado de “Why Worry”, afasta todas as preocupações, para que a dolce vita se instale a bordo. Não foi a primeira vez que o proprietário português entregou a SA&V um iate, tinha acontecido antes com um Maiora 39. Mas agora a fasquia estava mais alta, pois se há iate que permite dar largas à imaginação, é sem dúvida este. As medidas generosas distribuídas por quatro decks permitiram um trabalho cirúrgico durante a construção do próprio iate, em 2011. “Foram três anos de trabalho de ourivesaria pura”, conta Carmo Aranha. “Foi necessário respeitar todas as característica técnicas, conciliar equipas, sem descuidar a segurança”. A bordo, o conforto revela-se em linhas elegantes e fluídas, em tons de preto e branco, com apontamentos de cor circunscritos aos acessórios. O espaço divide-se por uma sala principal, com amplas áreas de estar e de refeições, a suite do armador, com closet e escritório,


GOLDEN LIFESTYLE 85

T

hrough the window you can see the sea at your feet. Only then, you can tell that you are on a boat and not in an apartment. On its own, the Baglietto 43 is not just any yacht; it is the jewel in the crown of the company founded in 1854 by Pietro Baglietto. The vessel is 43 metres long, has two Caterpillar motors, a top speed of 16.5 knots and room for 21 people. The interior design by Sá, Aranha & Vasconcelos (SA&V) has given new meaning to the expression “home from home”. Named “Why Worry”, it is sure to leave you carefree, and to allow la dolce vita to flourish on board. This wasn’t the first time that the Portuguese owner entrusted a yacht to SA&V; it has happened before, with the Maiora 39. But now the bar has been raised, because if ever that were a yacht on which to allow your imagination run wild, this is it. The generous proportions, developing over four decks, allowed for meticulous work during the construction of the yacht itself in 2011. “They were three years of pure precision,” Carmo Aranha explains. “Every technical characteristic had to be respected; teams had to be coordinated, without neglecting safety.” On board, comfort is revealed in elegant and flowing lines, in shades of black and white, with details of colour restricted to accessories. The space is split into a main saloon, with spacious living and dining areas, the owner’s suite, with dressing room and study, a further four guest cabins, each with private bathrooms, and another four for crew and a further two on the bridge, one for the commander and another for the babysitter, a home cinema and television, a second dining room, a bar, a sun deck at the bow and an


outras quatro cabinas para hóspedes, todas com WC privativo, mais quatro para a tripulação, e outras duas na ponte, uma para o comandante e outra para a baby-sitter, uma sala de cinema e televisão, uma segunda sala de refeições, um bar, um solário na proa e o jacuzzi exterior. O mobiliário é desenhado à medida pela SA&V, a que se juntam peças contemporâneas de Patricia Urquiola e Gandia Blasco, um trunk vintage Louis Vuitton, desenhos da artista Sofia Areal. O resultado final brilhou no Monaco Yatch Show, em Monte Carlo. As sócias Carmos Aranha e Rosário Tello seguem ao leme do espaço de 1600 metros quadrados, onde outrora foi um armazém de vinho, no Braço de Prata, na zona oriental de Lisboa. Em 2012, foram distinguidas com o Prémio Lider, pelo IAPMEI. Actualmente, com uma extensão em Zurique, ganham fôlego em projectos internacionais. Recentemente, assinaram o design de interiores do veleiro Maravilha, um Benetau, com cerca de 18 metros, que apesar das dimensões mais modestas transformou-se num apartamento trendy a navegar em velocidade de cruzeiro pelo Mediterrâneo.

o MoBiLiÁRio é DESENHADo À MEDiDA PeLA SA&V, A que Se juNTAm PeçAS CoNTEMPoRâNEAS E uM TRuNK ViNTAGE LouiS VuiTToN

The furniTure is made To measure by sa&v, and joined by conTemporary pieces and a vinTage louis vuiTTon Trunk

outdoor hot tub. The furniture is made to measure by SA&V, and joined by contemporary pieces by Patricia Urquiola and Gandia Blasco, a vintage Louis Vuitton trunk, and drawings by artist Sofia Areal. The final result sparkled at the Monaco Yacht Show, in Monte Carlo. Partners Carmo Aranha and Rosário Tello orchestrate their work from their 1600-sqm former wine warehouse studio in Lisbon’s Braço de Prata neighbourhood. In 2012 they were awarded the “Leader Award”, by the IAPMEI, Portugal’s institute supporting small and medium enterprises. At the moment, with new offices in Zurich, they have jettisoned into international projects. They recently created the interior design for the sailboat “Maravilha”, an 18-metre Benetau, which despite its modest dimensions, has been transformed into a trendy apartment, sailing at cruise speed through the Mediterranean.


Os D.O.C. Douro 2012 do Esporão ainda estão a repousar. Depois de cuidarmos das uvas, nasce o vinho. Durante o estágio na cave da nova adega da Quinta dos Murças, os vinhos de 2012 descansam e tomam forma em barricas de carvalho Francês, Americano e Português de várias dimensões e uso, ou em toneis antigos de 7.500 litros de vinho do Porto. A temperatura e a humidade na cave são temperadas pela água das nascentes da Quinta que circula sob o pavimento, um sistema inovador implementado na nova adega. O que aprendemos durante os últimos 30 anos no Alentejo faz-nos sonhar e desenhar o futuro, agora também no Douro. Espere muito dos vinhos da Quinta dos Murças, porque nós também.

Quinta dos Murças Reserva 2008 “…Fresco e equilibrado, especiarias fragantes com um sabor prolongado e viçoso. Para amantes dos vinhos grandes. Para beber de 2013 a 2020” DECANTER (Highly recommended), Maio 2012 Assobio DOC Douro 2010 “Rubi. Fruto silvestre, balsâmico, matagal, ervas secas, num estilo bem gentil e cativante. Na boca tem garra, taninos vibrantes, boa profundidade e acidez. Com carácter e vocação gastronómica. Consumo: 2012-2017” REVISTA DE VINHOS, Setembro 2012 Quinta dos Murças Tawny 10 anos “Ainda com laivos vermelhos na cor, aroma de fruto em passa, delicada e elegante compota e baunilha. Leve tanino na boca a dar garra, doçura frutada muito equilibrada e final longo e bastante harmonioso” REVISTA DE VINHOS, Abril 2011


PUBLIREPORTAGEM | PROMOTION

sinfonia de saBores Symphony of flavours No espaço luaNda, as carNes e os Mariscos aliNhaM pela MesMa batuta e pedeM teMpo para a degustação

In the Espaço Luanda meat and shellfish play the same delicious notes and ask for the proper time to be enjoyed

Q

FOTOS | PHOTOS adilsoN Vieira lopes

uando se quer uma refeição descontraída, o Espaço Luanda, situado em Luanda Sul, Talatona, é uma boa opção. As quentes paredes vermelhas como os pores-do-sol africanos trazem as raízes angolanas para dentro de portas. A música faz o resto. O restaurante beneficia de estacionamento privado e o staff, constituído na sua maioria por jovens estudantes, recebe quem chega com um sorriso e atenção cuidada. Um corte especial de 300 gramas de picanha maturada servida numa pedra quente é uma das sugestões da casa. Mas a carta tem uma vasta oferta de cortes de carne preparadas sempre com um toque especial. Juntam-se os mariscos da

I

f you feel like a relaxed meal, Espaço Luanda, located in Luanda Sul, Talatona, is a great option. The warm walls, red like African sunsets, bring Angola’s roots right indoors. The music does the rest. The restaurant benefits from private parking and the staff, comprised of young students for the most part, welcome guests with a smile and attentive service. A special 300-gram cut of aged picanha beef, served on a hot stone, is one of the suggestions of the house. But the menu features a vast choice of cuts of meat, always prepared with a special touch. Joining them, shellfish caught off the African coastline, and a variety of fish, pasta, salads and lighter meals. At lunchtime, the executive menu offers a selection of quick and value-for-money options.


costa africana e uma variedade de peixes, massas, saladas e refeições mais ligeiras. Aos almoços, o menu executivo propõe opções mais rápidas e económicas. Ao jantar, o Espaço Luanda pede tempo, a começar na carta de vinhos e bebidas, e apetite, pois os pratos são generosos. Uma caipirinha de maracujá vai bem com a selecção musical que segue no palco, onde actuam músicos de renome e DJ’s nacionais e estrangeiros a acompanhar a sinfonia de sabores na mesa.

A carta tem uma vasta oferta de cortes de carne preparadas sempre com um toque especial. Juntam-se os mariscos da costa africana e uma variedade de peixes The menu features a vast choice of cuts of meat, always prepared with a special touch. Joining them, shellfish caught off the African coastline, and a variety of fish In the evening, Espaço Luanda demands more time, beginning with the wine and drinks list, and a good appetite, as the dishes are of generous proportions. A passion fruit caipirinha goes down well with the choice of music on the stage, where well known national and international musicians and DJs can be found, accompanying the symphony of flavours on the table.


Puro dEsign PURE DESIGN QuAL é o SEu ESTiLo? uRBAN, TRiBE, zEN ou PoP? o iNTERNATioNAL DESiGN HoTEL TEM uM QuARTo PARA Si whaT is your sTyle? urban, Tribe, zen, or pop? The inTernaTional design hoTel has The room for you

C

om a oferta hoteleira a aumentar na capital, é a diferença quem ganha mais adeptos. Desde que abriu portas, o Internacional Design Hotel apostou no design e criou quatro ambientes distintos que vão ao encontro do estilo de cada hóspede: urban, mais cool e descontraído; tribe, cheio de cores, padrões e texturas; zen, sóbrio e de linhas depuradas; e pop, que assentaria que nem uma luva a Andy Warhol. A completar o conjunto, o Heavens Room, um espaço para eventos, reuniões e lazer. À linguagem actual junta-se a envolvente histórica do edifício centenário da Praça D. Pedro IV e do Rossio, no coração da capital — a um passo do rio Tejo, aos pés do romântico Castelo de São Jorge, vizinho da Avenida da Liberdade, onde estão sediadas as marcas de luxo internacionais, e do Chiado, o bairro trendy por excelência. Membro da Small Luxury Hotels of the World, o Internacional Design Hotel tem somado prémios pelo arrojo decorativo.

W

ith the choice of hotels growing in Portugal’s capital, being different it what sets you apart. Ever since it opened its doors, the International Design Hotel has banked on design and created four different environments, matching the style of every guest: urban, cooler and more relaxed; tribe, packed with colours, patterns and textures; Zen, simple and with clean design; and pop, which would suit Andy Warhol to a T. Completing the line-up, the Heavens Room, a venue for events, meetings and leisure. The contemporary styling is joined by the historic surroundings of the old building on the Praça Dom Pedro IV and the Praça do Rossio, in the heart of Lisbon – just a moment away from the River Tagus, the Castelo de São Jorge, neighbouring the Avenida da Liberdade, home to international luxury brands, and Chiado, Lisbon’s chicest neighbourhoods. A Small Luxury Hotels of the World member, the International Design Hotel has garnered a host of awards for its decorative daring.


GOLDEN LIFESTYLE 92

GOURMET

TOP CHEF DE 7 A 17 DE NoVEMBRo, oS MELHoRES CHEFS Do MuNDo PARTiCiPAM No INTeRNATIoNAL GouRmeT FeSTIVAL, em PoRTuGAL. umA CoNSTeLAção de eSTReLAS mICheLIN que PRomeTe PRoPoRCIoNAR umA eXPeRIêNCIA memoRáVeL from november 07 To 17 The world’s besT chefs will Take parT in The inTernaTional gourmeT fesTival, in porTugal. a consTellaTion of michelin sTars sure To rusTle up a memorable experience TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE


GOLDEN LIFESTYLE 93

S

ó numa noite são 26 estrelas Michelin a preparar um manjar que promete ser dos deuses. O chef austríaco Dieter Koschina, que elevou a gastronomia para outro patamar, alcançando as primeiras duas estrelas do famoso Guia Michelin em Portugal, que mantém, recebe uma mão cheia de amigos que partilham a mesma paixão pela gastronomia. Na cozinha do Vila Joya, no Algarve, vão ser preparados alguns dos produtos mais exclusivos do mundo por brigadas de cozinheiros e os cabeças de cartaz que atraem uma clientela disposta a pagar uma média de 350 dólares por uma refeição na sala e cerca de 500 dólares na mesa do chef. Diz-se que o melhor fica para o fim, por isso, começámos por esta que vai ser a última noite do International Gourmet Festival, no dia 17 de Novembro, e que junta no mesmo menu pratos com assinatura de Thomas Buehner, Juan Amador, Sven Elverfeld e Mario Lohninger (Alemanha), Alain Passard (França), Andreas Caminada e Peter Knogl (Suíça), Norbert Niederkofler (Itália), Thomas Dorfer (Áustria), Hans Neuner, Dieter Koschina & Matteo Ferrantino (Portugal). Uma oportunidade rara de ter aqueles que são considerados pelos mais exigentes críticos como o crème de la crème da gastronomia.

O

n one evening alone, 26 Michelin stars combine forces to prepare a repast fit for a king. Austrian chef Dieter Koschina, who has lifted gastronomy to a new level, the first to achieve two Michelin star rating in Portugal, and to hold on to it, welcomes a group of friends who share the same passion for cooking. The kitchen of Vila Joya, in the Algarve, with witness the preparation of some of the most exclusive products in the world by brigades of chefs and the headline acts, who attract a clientele ready to pay an average of 350 dollars for a meal in the dining room and around 500 dollars when sat at the chef ’s table.


The luxury bouTique will welcome To joan roca, from celler de can roca, in girona, spain, 3 michelin sTars and The world's besT resTauranT

Save the best till last, so the saying goes, and therefore let us begin with what will be the last night of the International Gourmet Festival, on November 17, and which combines on the same menu dishes from the hands of Thomas Buehner, Juan Amador, Sven Elverfeld and Mario Lohninger (Germany), Alain Passard (France), Andreas Caminada and Peter Knogl (Switzerland), Norbert Niederkofler (Italy), Thomas Dorfer (Austria), Hans Neuner, Dieter Koschina and Matteo Ferrantino (Portugal). This is a rare opportunity to sample creations from those considered by the most discerning of critics as the crème de la crème of the gastronomic world. Until then, the luxury boutique hotel will welcome the (g)astronomical: Joan Roca, from Celler de Can Roca, in Girona, Spain, 3 Michelin stars and the world's best restaurant, on November 10; The Royal Dutch, an evening dedicated to Dutch chefs, with a total of 13 stars, November 11; Portuguese chefs from abroad, George Mendes from Aldea in New York and Nuno Mendes from Viajante in London, each 1-star chefs, November 12; 3-star Frenchman Pascal Barbot, from L’Astrance, November 13; Heinz Beck, from La Pergola, Italy, 3 stars, consultant chef at the neighbouring Conrad Algarve, lunch on November 16/17. The festival includes much more however – take a look at the full programme at www. internationalgourmetfestival.com. The annual event (which moved month to November this year) is held at Vila Joya, next to Praia da Galé, in Albufeira. This small Moorish style hotel is one of Portugal’s leading award winners and its restaurant is number 37 on San Pellegrino’s list of the 50 World’s Best Restaurants.

o BouTIque hoTeL de LuXo ReCeBe joAN RoCA, Do CELLER DE CAN RoCA, EM GiRoNA, ESPANHA, 3 eSTReLAS mICheLIN, LídeR do RANkING muNdIAL

Até lá, o boutique hotel de luxo recebe-se os galácticos: Joan Roca, do Celler de Can Roca, em Girona, Espanha, 3 estrelas, que lidera o ranking mundial, no dia 10 de Novembro; The Royal Dutch, uma noite dedicada aos chefs holandeses, com 13 estrelas somadas, dia 11; os chefs portugueses que dão cartas em Nova Iorque, George Mendes, do restaurante Aldea, e Londres, Nuno Mendes, de O Viajante, uma estrela cada, dia 12; e o francês Pascal Barbot, de L’Astrance, três estrelas, dia 13; Heinz Beck, do La Pergola, em Itália, e estrelas, consultor do vizinho Conrad Algarve, dias 16 e 17, ao almoço. Mas há mais — consulte o calendário completo em www.internationalgourmetfestival.com. O evento anual (que este ano alterou o calendário para Novembro) realiza-se no Vila Joya, junto à Praia da Galé, em Albufeira. Este pequeno hotel de inspiração mourisca é um dos mais premiados de Portugal e o seu restaurante é o nº37 da lista dos 50 World’s Best Reastaurants – San Pellegrino.


GOLDEN LIFESTYLE 96

GOURMET

A SEDUÇÃO DA CARNE The allure of meat


GOLDEN LIFESTYLE 97

TeXTuRA SedoSA e mATIzeS NACARAdoS que A FAzem dISSImuLAR-Se NA mAIS eXóTICA dAS PedRAS máRmoReS. ATRIBuToS dA INVuLGAR CeCINA DE LéoN, uM PRESuNTo DE VACA PARA SABoREAR E ABuSAR SEM TER QuE PEDiR pErdÓn! silky in TexTure, wiTh pearlescenT sTriaTions, iT looks like The mosT exoTic of marbles. These are aTTribuTes of The unique cecina de léon, a cured beef To savour and abuse wiThouT having To plead perdón! TEXTO | TEXT FORtUNAtO DA CÂMARA

A

habitual excelência do presunto ibérico pode esperar, pois há mais prazeres carnívoros além do porco. Na região de Léon produz-se há mais de 2000 anos um presunto de vaca único, que vai beber aos campos e colher dos ventos os ingredientes de que precisa para mostrar como pode ser deliciosa a união destes elementos. Da terra vem a forragem que alimenta as vacas leonesas, criadas nos pastos desta zona do Norte de Espanha. A configuração geográfica faz com que o território esteja situado acima dos 700 metros de altitude beneficiando de bons ventos e de um bom casamento entre a carne e a atmosfera durante o processo de maturação e de cura. O sinónimo desta particularidade é o rigor dos invernos, que arrastam por vários meses um frio seco e muitas geadas. Condições duras, mas bem exploradas desde tempos remotos na cura e secagem de peças de carne. Na passagem da Antiguidade para a Era Cristã já era referida a “cecina de vacuno”, em tratados da época, como o que Lúcio Júnio Moderato Columela dedicou à agricultura e onde menciona a iguaria. O nome cecina parece estar ligado a “ciercina”, uma expressão celta que se referia ao vento “cierzo”, uma corrente de frio setentrional que estava na origem da secagem das carnes. As partes dos quartos traseiros dos bovinos, com pesos que variam entre os três e os cinco quilos, eram colocadas a secar, depois de um processo de salga, em que ficavam a repousar para que a humidade saísse da peça. Os cortes do pojadouro, da chã de fora, da rabadilha ou da alcatra, cruzavam então o Inverno para irem desenvolvendo lentamente os seus sabores. Estes gestos de sabedoria foram sendo repetidos ao longo dos séculos até que em 1994 a especialidade recebeu da União Europeia a certificação de Indicação Geográfica Protegida (IGP). A partir daí a designação passou a ser “Cecina de Léon” IGP. Para se alcançar o selo de qualidade a carne tem de estar numa cura a frio por um período mínimo de 7 meses. Se esse lento e cuidadoso processo de cura ultrapassar os 12 meses a peça terá de ter a indicação “Reserva” no rótulo. A qualidade assegurada por este método de produção e o saber diário das gentes locais conferem à carne um tom grená profundo, que contrasta em absoluto com a delicadeza do sabor. Grande equilíbrio no teor de

T

he usual excellence of Iberian cured ham can wait, as there are more meaty pleasures out there than just pork. In the region of Léon there is a unique cured beef that has been produced for more than 2000 years, and which finds in the fields and the wind the ingredients it needs to show how the union of these elements can work wonders for the taste buds. From the earth comes the fodder, which nourishes the cows of Léon, reared on the pastures of this part of northern Spain. The geographical conditions ensure that this territory lies at an altitude of above 700 metres, and that it benefits from fine winds and a good marriage between meat and the atmosphere during the ageing and curing process. The byword for this distinctive feature is the bleakness of its winters, which drag on cold and frosty for several months - harsh conditions that have been well exploited since distant times in curing and drying pieces of meat. Mention is already made to cecina de vacuna when antiquity entered the Christian Era, in treatises of the time, such as the one Lúcio Júnio Moderato Columela dedicated to agriculture and in which he mentions the delicacy. The name cecina appears to be linked to "ciercina", a celtic expression referring to the cierzo wind, a cold northern current at the origin of drying meat. The rear parts of the cattle, with weights of between three and five kilograms, were hung up to dry, after going through a salting process in which they were left to rest for moisture to leave the meat. Cuts of meat such as topside, silverside, thick flank or rump, passed through the winter, slowly developing their flavours. These well-practiced methods were repeated again and again through the centuries until in 1994 the speciality received Protected Geographical Indication (PGI) from the European Union. From that moment it has been known as Cecina de Léon PGI. To achieve its quality seal, the meat has to be cold cured for a minimum period of seven months. If this slow and careful curing process lasts for longer than 12 months, the meat must proclaim reserva on its label. The quality ensured by this production method and the daily knowhow of the locals, give the meat a dark red colour, contrasting entirely with the delicateness of its flavour. Its well balanced salt content is joined by lightly


GOLDEN LIFESTYLE 98

NA ReGIão de LeóN PRoduz-Se há mAIS de 2000 ANoS uM PRESuNTo DE VACA úNiCo

a unique cured beef has been produced in The region of léon for more Than 2000 years

sal, um aroma ligeiramente fumado por vezes, e um final de boca carnal e sedoso. Suavidade que se deve às ramificações de gordura distribuídas ao longo do corte e que criam zonas claras de padrão riscado, a lembrar a superfície de um mármore rosa de Carrara. Um produto de excelência, mas que José Gordon conseguiu elevar a outro patamar na sua famosa Bodega El Capricho, de onde sai a exclusiva Cecina de Buey Premium. Em Léon, todos conhecem a devoção à carne deste especialista que compra bois de trabalho com cerca de 1500 kg e que vão dar origem a peças de cecina com três anos de cura e que atingem cerca de 300 dólares o quilo. A sabedoria de um produto milenar em que a sua gordura é rica em ácido oleico, o mesmo que está presente no azeite, enquanto as zonas de carne têm um alto teor de ferro. Acondicionadas em fatias finas, como se fossem tiras da mais requintada organza, podem ser degustadas com um fio de azeite extra virgem e sem remorsos. Um capricho de carne que se revela sedutora, delicada, saudável e muito saborosa.

smoked aroma (at times) and a meaty and silky finish on the palate. Cecina’s melt-in-the-mouth texture is due to the branches of fat passing through the cut, which create a striped pattern with clear areas, bringing the surface of Carrara pink marble to mind. An excellent product, which José Gordon has managed to lift to another level at his famous Bodega El Capricho, where the exclusive Cecina de Buey Premium is produced. In Léon everyone knows how dedicated this specialist is to meat, as he buys work oxen weighing in at 1.5 tonnes, which give rise to pieces of cecina that are cured for three years and achieve prices of around 300 US dollars per kilogram. The fat of this ancient product is rich in oleic acid, the same that is present in olive oil, while the areas of meat have a high iron content. Stored in fine slices, as if sheets of the finest organza, cecina can be eaten with a drizzle of extra virgin olive oil and without remorse. A meat that is as alluring and delicate as it is healthy and very delicious.

www.saboresibericos.pt www.bodegaelcapricho.com www.cecinadeleon.org


bulthaup Chiado

bulthaup b3 As modas passam Trends change As convicções perduram Convictions remain Bulthaup combina singularidade total com a máxima precisão. Bulthaup combines full singularity with maximum mastery.

A paixão pelo detalhe é tão importante quanto o conceito arquitetónico como um todo. Por isso, cada cozinha bulthaup é única. Feita à medida, adaptada ao espaço específico e aos que nele habitam. Because passion for detail is as important as the architectural concept as a whole, each bulthaup kitchen is unique and made to measure to fit a specific space and those who inhabit it.

bulthaup Chiado, ACBA Lda Empresa com implementação de projetos em Angola e outros países em África Company with projects put into pratise in Angola and other African countries

Largo da Academia Nacional das Belas Artes, 14 R/c 1200-005 Lisboa t +351 21 346 1042 | f +351 21 346 9318 | m + 351 96 788 0035 www.bulthaupchiado.com


GOLDEN LIFESTYLE 100

WINE & SPIRITS

ALquimiA De sAbores alchemy of flavours A FEBRE Do GiN&ToNiC ATRAVESSA o PLANETA, NuMA CASCATA DE VARiANTES e emoçõeS. Não há ReGRAS No CoPo, APeNAS ALGuNS CoNSeLhoS PARA CoNSumIdoReS meNoS eXPeRIeNTeS a gin&Tonic rush is crossing The planeT, in a wave of variaTions and emoTions. There are no rules wiThin The glass, jusT a few Tips for less experienced drinkers TEXTO | TEXT LUÍS ANtUNES


GOLDEN LIFESTYLE 101

O

gin é uma bebida milenar, originalmente um tónico medicinal, que pouco a pouco evoluiu comercialmente para a bebida que conhecemos hoje. O que distingue o gin de outras bebidas alcoólicas é o uso de bagas de zimbro para aromatizar o produto final. O nome latino de zimbro é Juniperus communis, e da sua tradução nas línguas europeias (genièvre em francês, jenever em holandês, ginepro em italiano) origina a palavra “gin”. O gin de maior qualidade é destilado – um processo físico que permite separar componentes de uma mistura líquida – em colunas de origem inglesa, para obter um álcool neutro a 96% de volume. Este álcool é depois redestilado, uma ou mais vezes, com bagas de zimbro e outros extractos vegetais, designados por “botânicos”. Por fim, o gin é desdobrado com água para obter o grau desejado. De todos os pormenores da produção depende o resultado final e cada marca guarda segredo absoluto da receita que usa. Existem no mercado diversos tipos de gin: o London Dry não leva qualquer adoçante e tem notas de zimbro e resinas bem marcadas (Beefeater, Gordon’s, Tanqueray); Genebra é o original, holandês, é fermentado a partir de cevada maltada (Bols, Boomsma); Plymouth é mais macio, encorpado, aromático e ligeiramente doce (Plymouth); o American Dry tem o zimbro e a resina mais subtis e é levemente mais cítrico e floral (Leopold’s, Nº209, Junipero, Death’s Door); Old Tom é uma forma mais adocicada do London Dry (Ransom, Hayman’s); recentemente, surgiu uma colecção de Experimental Botaticals, gins compostos que usam receitas criativas e variadas, com misturas complexas de extractos vegetais, especiarias, etc. (Hendrick’s, G’Vine, Citadelle). Do ponto de vista da prova, os gins dividem-se em outras categorias: os florais (flor de uva, violeta, jasmim, groselhas, uva verde, por exemplo: G’Vine, Floraison, Nordés, Geranium, Monkey 47, Hendrick’s ); os especiados (raízes de angélica ou lírio, canela, cardamomo, pimentas, noz moscada, cravinho – Magellan, Citadelle, Blue Ribbon, Brecon); os herbais (tomilho, hortelã, alecrim, manjericão – Gin Mare, Blackwood’s, Botanist); cítricos (laranja, lima, toranja, tangerina – Tanqueray, London 1); e os

A

gin is an ancient drink, originally a medicinal tonic, which little by little has developed commercially to become the drink we know today. What distinguishes gin from other alcoholic beverages is the use of juniper berries to flavour the final product. The latin name for juniper is Juniperus communis, and its translation into European languages (genièvre in French, jenever in Dutch and ginepro in Italian) gave rise to the word “gin”. Good quality gin is distilled – a physical process allowing you to separate components in a liquid mixture – in England-invented columns from, to obtain a neutral alcohol of 96% volume. This alcohol is then distilled again, once or more, with juniper berries and other plant extracts, known as “botanicals”. Finally the gin is diluted with water to obtain the desired alcoholic content. The final result depends on each and every detail in the production process and each manufacturer keeps its recipe very secret. There are many kinds of gin on the market: London Dry has no sweetening and powerful hints of juniper and resins (Beefeater, Gordon’s Tanqueray); Genever is the Dutch original, fermented from malted barley (Bols, Boomsma); Plymouth is smoother, full bodied, aromatic and slightly sweet (Plymouth); American Dry, where the juniper and resin are subtler, and the gin slightly more citrusy and floral (Leopold’s, No.209, Junipero, Death’s Door); Old Tom is a sweeter version of London Dry (Ransom, Hayman’s); a collection of Experimental Botanicals have recently been launched, gin blends that use creative and varied recipes, with complex blends of plant extracts, spices, etc. (Hendrick’s, G’Vine, Citadelle). From a taste point of view, gins split up into other categories: floral (grape flower, violet, jasmine, redcurrant, green grape, for example: G’Vine, Floraison, Nordés, Geranium, Monkey 47, Hendrick’s); spiced (angelica or lily root, cinnamon, cardamom, pepper, nutmeg cloves Magellan, Citadelle, Blue Ribbon, Brecon); herbal (thyme, peppermint, rosemary, basil – Tanqueray, London 1); and the classics (juniper with citrusy, spicy bursts - Martin Miller’s, Tanqueray Rangpur, Nº209, Beefeater 24, Bombay). Many gins have a blend


GOLDEN LIFESTYLE 102

clássicos (zimbro com toques cítricos e picantes — Martin Miller’s, Tan Tanqueray Rangpur, Nº209, , Beefeater 24, Bombay). Muitos gins têm perfis compostos a partir destes. Por exemplo, o London Nº3 é clássico, cítrico, especiado, enquanto o Martin Miller’s é clássico e cítrico. Se o panorama do gin é por si só comple complexo, a água tónica que o acompanha é determinante para o resultado final. Assistiu-se ao longo reinado da Schweppes com o seu amargo distintivo e outros mixers com carácter mais doce e suave, mas a moda do gin trou trouxe para a ribalta várias marcas de tónica. A pedrada no charco foi dada pela Fever Tree (os apreciadores não devem deixar de provar também a sua Ginger Beer, extraordinária), surgida em 2005 e com um crescimento espantoso. Outras marcas de renome são a Thomas Henry, 1724, Schweppes Indian, Fentiman’s, Indi, Ledger’s, ou Peter Spanton. Na combinação de Gin&Tonic pode optar-se pela harmonia de estilos: gin clássico com água tónica neutra com algum amargor; gin floral com tónica floral; gin especiado com tónicas especiadas. Obviamente, cada apreciador terá as suas preferências, e pode resultar melhor uma combinação por contraste. O Hendrick’s, paradigma da moderna revolução, é por norma servido com pepino. Mas actualmente não há limites para a imaginação e o barman deve ter sensibilidade para ligar os elementos botânicos (ervas, frutas, especiarias), o gin e a água tónica de forma a seduzir o seu cliente. Como todas as alquimias pode tornar-se um projecto de vida.

of these profiles. For example, London Nº.3 is classic, citrus, spiced, while Martin Miller’s is classic and citrus. If the world of gin is complex on its own, the tonic water that accompanies it is decisive in the final result. Schweppes has long been popular with its distinctive bitterness, alongside other mixers with a sweeter, smoother character, but now that gin is so fashionable, a whole host of tonic brands have popped up. Causing a sensation, Fever Tree (fans should also try the brand’s extraordinary Ginger Beer) appeared in 2005 and has rocketed in popularity ever since. Other renowned brands include Thomas Henry, 1724, Schweppes Indian, Fentiman’s, Indi, Ledger’s, and Peter Spanton. When making a Gin & Tonic you should aim for harmony of styles: classic gin with neutral, slightly bitter tonic; floral gin with floral tonic; spiced gin with spiced tonics. Obviously, each connoisseur will have his own preferences and a contrasting combination may work better. Hendrick’s, hero of the modern revolution, is normally served with cucumber. But at the moment it seems the sky is the limit and barmen need to be aware of how to combine botanical elements (herbs, fruit, spices), gin and tonic water in such a way to seduce their costumers. As any other alchemy, it can become a way of life.

AlgumAs COmbinAções num copo de boca larga colocar três ou quatro pedras de gelo consistentes, que derretam devagar, adicionar os botânicos, uma medida de gin e adicionar lentamente quatro medidas de água tónica. Magellan com maçã verde, lima e tónica Fever Tree Mediterranean Hendrick’s com pepino e tónica Fever Tree Indian Martin Miller’s com lima, bagas de zimbro e tónica Thomas Henry Brecon com pau de canela, zimbro e tónica Fever Tree nº209 com abóbora e cravinho e tónica Fever Tree Indian London nº3 com pau de canela, casca de laranja, zimbro, tónica Fever Tree nordés com fatia de maçã verde e tónica Fever Tree elderflower Gin Mare com folha de manjericão e tónica 1724 London nº1 com fatia de pêssego, cardamomo e tónica Schweppes Indian Monkey 47 com pimenta rosa, bergamota e tónica Fever Tree Indian

A few COmbinAtiOns place three or four slowly-melting similar-sized ice cubes in a wide-mouth glass, add the botanicals, a measure of gin and slowly add four measures of tonic water. Magellan with green apple, lime and Fever Tree Mediterranean Tonic Hendrick’s with cucumber and Fever Tree Indian Tonic Martin Miller’s with lime, juniper berries and Thomas Henry Tonic Brecon with cinnamon stick, juniper and Fever Tree Tonic no.209 with pumpkin, cloves and Fever Tree Indian Tonic London no.3 with cinnamon stick, orange zest, juniper, Fever Tree Tonic nordés with green apple slice and Fever Tree elderflower Tonic Gin Mare with basil leaf and 1724 Tonic London no.1 with peach slice, cinnamon stick and Schweppes Indian Tonic Monkey 47 with red pepper, bergamot and Fever Tree Indian Tonic


GOLDEN LIFESTYLE 104

vINHO | WINE

uM 2011 MEMORÁVEl a memorable 2011 TEXTO | TEXT LUÍS ANtUNES

N

o vale do Douro, o ano de 2011 foi desafiante do ponto de vista agrícola, mas quem teve a coragem de esperar pelo ponto certo colheu uvas perfeitas. O resultado é uma declaração de Porto Vintage generalizada, talvez a maior de sempre, com as grandes casas a fazerem vinhos extraordinários e as pequenas quintas a conseguirem os seus melhores vinhos. São vinhos dos quais se falarão um dia, como hoje falamos dos vintages de 1945 ou 1963. Entre os melhores, os míticos Taylor’s, Fonseca, Dow’s e Quinta do Noval. Para ir mais além, até ao deslumbre, Graham’s The Stone Terraces, Taylor’s Quinta de Vargellas Vinha Velha e Quinta do Noval Nacional.

2

011 was a challenging year for winegrowers in the Douro Valley, but does who were brave enough to wait until the right moment picked perfect grapes. The result was a generalized Vintage Port declaration, possibly the biggest ever, with the major producers making extraordinary wines, and small estates achieving their finest wines. These wines will become the stuff of legends, just like the vintages of 1945 or 1963. The legendary Taylor’s, Fonseca, Dow’s and Quinta do Noval figure among the best. To go beyond, to the dazzle, Graham's, The Stone Terraces, Taylor’s Quinta de Vargellas Vinha Velha and Quinta do Noval Nacional.


GOLDEN LIFESTYLE 106

Bar

After Hours Ao CAIR dA TARde, NA ILhA de LuANdA, eXPeRImeNTAm-Se ouTRoS SABoReS No TwENTy CLuB BAR, oNDE oS CoCKTAiLS São A PRATA DA CASA

as evening falls, on luanda island, oTher flavours are being enjoyed in The TwenTy club bar, where cockTails are The family silver

É

uma alquimia. Da combinação certa de fruta, ervas aromáticas e álcool criam-se cocktails de autor que se tornam viciantes à medida que a noite avança. É isso que distingue o Twenty Club Bar, à entrada da ilha de Luanda, no Complexo da Casa dos Desportistas, onde a música acompanha a diversidade de sabores, do jazz e soul, durante a semana, ao house, ao fim-de-semana. Desde que abriu portas este ano, o Twenty atraiu uma clientela distinta. O espaço trendy e intimista começa por convidar para o primeiro copo depois de um dia de trabalho e, depois, a ficar a experimentar as criações do barman, que mudam consoante a inspiração. Junta-se uma carta de bebidas premium, onde os mais exclusivos champanhes, whiskys e cognacs são as estrelas. Por vezes, o cliente é surpreendido com uma flute de champanhe oferta da casa — numa iniciativa promovida por famosas marcas de bebidas — porque todas as relações começam pela sedução...

T

his is plain alchemy. From the right combination of fruit, herbs and alcohol, designer cocktails are created that only become addictive as the night progresses. This is what sets the Twenty Club Bar apart, located at the entrance to Luanda, in the Casa dos Desportistas complex, where music accompanies a variety of flavours, varying itself from jazz and soul, during the week, to house, at the weekend. Ever since its doors opened this year, the Twenty has attracted a distinct clientele. This cosy, fashionable venue begins as a great place to enjoy your first glass after a day at work and, then, to stay and try out the barman’s creations, which change depending on his inspiration. This is joined by a premium drinks list, where the most exclusive champagnes, whiskies and cognacs are the stars. Sometimes customers are surprised with a glass of champagne on the house – in an initiative promoted by famous drink brands – because all relationships begin with a little wooing…


GOLDEN LIFESTYLE 108

Bar

LuAnDA A SEuS pÉS lUanda aT YoUr feeT do ALTo do hoTeL PReSIdeNTe, o BAR BAíA oLhA SoBRANCeIRo PARA A BAíA de LuANdA. ESTE é o SPoT PARA uMA BEBiDA CoM A MELHoR ViSTA from The Top of The hoTel presidenTe, The bar baía gazes from high ouT over The bay of luanda. come for a drink and The besT view in Town


GOLDEN LIFESTYLE 109

TEXTO | TEXT VILAN MONROY

D

esde que inaugurou em Maio de 2013, o Bar Baía passou a ser o lugar perfeito para contemplar a Baía de Luanda. Localizado no oitavo piso do Hotel Presidente, com uma vista deslumbrante, recebe quem chega com um sorriso e o tempo perde-se na extensão da paisagem e na imensidão de sabores que convida a provar. O horário alargado (das 09h à 01h) permite desfrutar do cenário vivo e contínuo de Luanda de manhã ao pôr-do-sol e noite dentro. Para cada momento, tem a bebida certa e sugere um menu ligeiro para acompanhar, onde se destaca o prego no pão, o mais popular,

S

ince it opened in May, 2013, the Bar Baía has become the perfect place to contemplate the Bay of Luanda. Located on the eighth floor of the Hotel Presidente, with stunning views, it welcomes anyone who visits it with a smile. Here, time is lost in the vastness of the landscape and in the huge variety of flavours waiting to be sampled. The extended hours (from 9.00am to 1.00am) allow you enjoy the living backdrop of Luanda, from morning to sunset and into the night. Whatever the moment, the bar has the right drink and offers a light menu to accompany it, highlighted by “prego” sandwiches, the most popular,


hambúrgueres ou tostas variadas. Para breve, está a ser preparada uma carta de petiscos com novas propostas. A carta de vinhos cuidadosamente seleccionada promete satisfazer os desejos mais selectivos. Desde sumos e cocktails sem álcool, caipirinha, vodka skull driver e a célebre Cuca. O espaço foi redecorado bebendo inspiração no renovado cenário da Baía, com um estilo contemporâneo, dinâmico e convidativo. Renasce assim em perfeita harmonia provocando a ilusão de continuidade e envolvência da paisagem. Seja para uma reunião de negócios, um evento especial — pode ser reservado com marcação prévia e possibilidade de alargamento do horário em condições a acordar — ou um encontro social entre amigos, ao final do dia, é sempre convidati-

hamburgers and a selection of toasted sandwiches. The carefully compiled wine list promises to satisfy the most discerning of palates. These are joined by anything from juices and alcohol-free cocktails, to caipirinha, vodka skull driver and the famed Cuca. The space has been redecorated, taking its inspiration from the redeveloped setting of the Bay below, with a contemporary, dynamic and inviting style. It is thus reborn, in perfect harmony with the bay, creating the illusion of continuing the surrounding landscape. Whether for a business meeting, a special event – it can be booked in advance and the opening hours can be extended under agreed conditions – or a special gathering with friends, at the end of the day, this bar is always appealing. With room

A MoDERNA ESPLANADA PEDE TEMPo. A MúSiCA ENVoLVE o FIm do dIA e o INíCIo dA NoITe. o BAR BAíA AFIRmA-Se Como um eSPAço SINGuLAR em LuANdA

The modern Terrace is hard To leave, while music accompanies The evering as iT Turns inTo nighT. The bar baía sTands ouT as a unique venue in luanda

va. Com capacidade para 70 pessoas, dispõe de pequenas zonas, ideais para reuniões de trabalho, com internet wireless e um atendimento cuidado e profissional. A moderna esplanada, com capacidade para 40 lugares sentados, pede tempo. A música envolve o fim do dia e o início da noite. O Bar Baía afirma-se como um espaço singular em Luanda onde apetece voltar, antes ou depois de jantar no restaurante Presidente, no mesmo piso. É sem dúvida um destino obrigatório para brindar aos bons momentos da vida, num espaço acolhedor e cosmopolita.

for 70 people, it features small areas, ideal for business meetings, with wireless Internet and attentive and professional service. The modern terrace, with room for 40 seated guests, is hard to leave, while music accompanies the evening as it turns into night. The Bar Baía stands out as a unique venue in Luanda, to which you’re sure to want to return, before or after dinner in the Presidente restaurant, on the same floor. This is without a doubt the right place to raise a toast to the life’s finer moments, in a welcoming and cosmopolitan setting.


GOLDEN LIFESTYLE 112

NOvIDADES | NEWS

TRAdiçãO AfRiCAnA AFRICAN TRADITION

E

m África, o leopardo tem inspirado inúmeros mitos e lendas ao longo de gerações. O Wild África Cream é inspirado nesta criatura majestosa. Nascido nas famosas vinhas de Western Cape da África do Sul, este licor (prémio de Ouro no Wine & Spirits Wholesalers of America 2012) é uma mistura de leite, bebida destilada e caramelo. O processo de mistura inovador, garante-lhe uma longevidade de pelo menos dois anos. Esta técnica permite que seja mantido e servido frio, sem engrossar ou separar deixando perceber o sabor da bebida espirituosa. Pode ser bebido com gelo, adicionada a um café especial ou sobre uma bola de gelado de baunilha. A embalagem é uma combinação ousada da pele de leopardo, quente ao toque, e as missangas de ‘ubuntu’ no gargalo, que simbolizam a tradição de boa vontade e partilha entre as pessoas.

VestIr A CAMIsolA L O

I

n Africa, the leopard has inspired a host of myths and legends throughout the generations. Wild Africa Cream takes its inspiration from this majestic creature. Created in the famous vineyards of South Africa’s Western Cape, this liqueur (Gold Medal winner at the Wine & Spirits Wholesalers of America 2012) is a blend of fresh cream, distilled spirit and caramel. The innovative blending process ensures it a shelf life of at least two years. This technique allows it to be stored and served chilled, without thickening or curdling and ruining the flavour. It can be enjoyed on ice, to make a special coffee, or drizzled over vanilla ice cream. The bottle is a daring combination of warm-to-the-touch leopard skin, with ubuntu beads around the bottleneck, symbolising the tradition of good will and sharing among people.

rePreSenting the nation

uanda foi palco, no dia 1 de Setembro, da 1ª Meia Maratona Internacional da Cidade de Luanda, que se realizou na Av. Marginal e Ilha do Cabo, tirando partido do cenário único e das condições para a realização de eventos desportivos e culturais. O circuito cumpriu as rigorosas especificações desportivas internacionais e trouxe até à capital alguns dos mais velozes atletas internacionais que correram os cerca de 21 quilómetros do percurso, com linha de partida na Avenida Marginal e meta na Praça dos Eventos, passando pela extensa Ilha do Cabo com retorno no Ponto Final. A prova alusiva ao 71º aniversário do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, teve o patrocínio da Marina Baia Yacht Club e do Banco Valor, e foi dominada pelos atletas quenianos que foram os mais velozes, quer na competição masculina, quer na feminina. O angolano mais rápido foi Alexandre João, do Inter Clube, que completou a prova em 10º lugar. Em simultâneo, decorreu a Mini Maratona, a prova de cinco quilómetros, aberta a todos, procurou incentivar o hábito da prática desportiva sem limite de idades.

n September 1st, Luanda played host to the 1st City of Luanda International Half Marathon, which was held along the Avenida Marginal and the Ilha do Cabo, making the most of the unique setting and of the ideal conditions for holding sporting and cultural events. The circuit met with strict international sports regulations and brought to the capital some of faster international athletes, who ran the almost 21-km race, setting off from the starting line on the Avenida Marginal, via the Praça dos Eventos, across the vastness of the Ilha do Cabo, before returning to the finish line. The race marking the 71st birthday of the President of the Republic, José Eduardo dos Santos, was sponsored by Marina Baia Yacht Club and Banco Valor, and was dominated by Kenyan athletes, who proved the fastest in the men’s and women’s races. The fastest Angolan was Alexandre João, running for Inter Clube, who ended the event in 10th place. The Mini Marathon was held at the same the time. This five-kilometre race was open to anyone, and was aimed at encouraging people to do sport, irrespective of age.


GOLDEN LIFESTYLE 114

vIAGENS | TRAvEL

TUDO O QUE bRILHA É OURO All tHAt GlItters Is Gold

TERRA DE SuPERLATiVoS, No DuBAi TuDo é MAioR, MAiS ALTo, MAiS CARo. eXCêNTRICoS? Não, BILIoNáRIoS! a land of superlaTives, in dubai everyThing is bigger, Taller and more expensive. eccenTrics? no, billionaires! TEXTO | TEXT SANDRA NOBRE FOTOS | PhOTOS PAULO BARAtA


1/

A História remonta ao século XVIII, na rota comercial com a Pérsia, com a chegada da tribo Bani Yas, mas esse feito é um mero registo no Museu do Dubai. Só quando o petróleo jorrou há quarenta anos é que o Dubai passou a figurar no mapa. E só quando se ergueram arranha-céus nas areias do deserto é que o mundo olhou nesta direcção. Actualmente, a cidade que nos recebe tem o mesmo efeito da primeira vez em Nova Iorque ou em Xangai. É como um primeiro amor, que no seduz e nos embriaga pelo excesso. Arrebatador e contraditório, a sua plasticidade exige tempo para nos adaptarmos. A Sheik Zayed Road, a via principal, é ladeada por edifícios de betão, aço e vidro que desafiam a gravidade. Aqui tudo é o mais caro, o maior, o mais imponente. A Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo com 828 metros, o Burj Al Arab, o famoso hotel de sete estrelas, onde só se entra com reserva, ainda que seja para tomar apenas um café, ou The World, o complexo de ilhas artificiais que compõem o mapa-múndi são reveladores da ambição desmedida de um dos Emirados Árabes Unidos — composto também por Abu Dhabi, Sharjah, Ajman, Umm Al Quwain, Fujeirah e Ras Al Khaimah, que no conjunto asseguram dez por cento do petróleo mundial. Um poço sem fundo...

Its history dates back to the 18th century, on the trade route with Persia, with the arrival of the Bani Yas tribe, but this fact is a mere record in the Museum of Dubai. Only when oil flowed forty years ago did Dubai finally hit the map. And only when skyscrapers rose from the desert sands did the world turn its gaze in this direction. The city that welcomes you today produces the same effect as your first time in New York or in Shanghai. It’s like a first love, seducing you and intoxicating you with its excess. Amazing and contradictory, its plasticity takes time getting use to. The Sheik Zayed Road, the main drag, is flanked by buildings of concrete, steel and glass, which defy gravity. Everything is more expensive, bigger, more imposing here. The Burj Khalifa, the world’s tallest building at 828 metres, the Burj Al Arab, the famous seven-star hotel, which you can only enter with a reservation, even if only for a coffee, or The World, the complex of artificial islands, which make up the world map, all go far to reveal the unbridled ambition of one of the United Arab Emirates – also comprised of Abu Dhabi, Sharjah, Ajman, Umm Al Quwain, Fujeirah and Ras Al Khaimah, which as a whole, assure ten percent of the world’s petrol supply. A bottomless well...

2/

O calor é seco, asfixiante, e as temperaturas facilmente se aproximam dos 45ºC no pico do Verão. Aos pés do hotel The Address, junto à Burj Khalifa, o lago é palco do espectáculo da fonte mágica. Assiste-se à dança das águas, onde jactos dançam ao som da música, perante uma multidão em delírio. Pop, rock, Bollywood, há para todos os estilos a partir das 18 horas e repete a cada meia hora, noite dentro. Podia ser Las Vegas, outro delírio fantasioso. Se o skyline impressiona, mais avassaladora é a vista de qualquer um dos miradouros, quase sempre um bar ou restaurante, no topo de um hotel cheio de mordomias. Na Burj Khalifa, o At.mosphere está no cume da torre e proporciona vistas de cortar a respiração de toda a cidade e do deserto, mesmo ao lado. No sopé desta montanha de aço, está o Armani Hotel, com a sua elegância e sobriedade italiana que não é tanto do agrado dos locais — falta-lhe ouro em terra de garimpeiros.

The heat is dry, asphyxiating, and the mercury easily reaches 45ºC at the height of summer. At the foot of The Address hotel, close to the Burj Khalifa, the lake is home to the magical fountain show, before the delighted crowds. Pop, rock, Bollywood, there are all manner of styles from 6pm onwards and repeating every half hour way into the night. You could be in Las Vegas, another world of fantasy. If the skyline impresses, the view from any one of the lookout points, almost always a bar or restaurant on the top of a hotel packed with butlers, is all the more astounding. In the Burj Khalifa, the At.mosphere is at the peak of the tower and offers breathtaking views of the entire city and the desert right next door. In the foothills of this mountain of steel, stands the Armani Hotel, with its Italian elegance and simplicity, which isn’t quite to the taste of the locals – missing gold in a land of prospectors.


GOLDEN LIFESTYLE 116

3/

Estamos em território de superlativos. O Dubai Mall é um dos maiores centros comerciais do mundo. À entrada, a sinaléctica exige decoro: a indumentária deve cobrir ombros e joelhos, não é permitido beijar ou qualquer gesto de afecto em público, não se pode consumir álcool. Desfilam nas montras as mais recentes propostas da Chanel, Dior, Gucci, Prada, Moschino, Balenciaga, Marc Jacobs, Diane von Fustenberg. À entrada da livraria há um mapa para guiar os passos dos visitantes. Paredes meias com o shopping assiste-se à alimentação dos tubarões no Dubai Aquarium, um aquário gigante com uma colecção de cerca de 33 mil animais marinhos, onde a nova atracção são três casais de pinguins da Antárctida. É fácil perdermo-nos nos corredores, onde os locais passeiam de dishdashas — o traje nacional masculino, uma túnica branca — de aspecto impecável e abayas — a bata larga negra das mulheres que não lhes esconde a feminilidade. É vê-las em vertiginosos saltos agulha Louboutin e com as carteiras que ainda agora desfilaram nas passarelas. Lembram-se do filme O Sexo e a Cidade 2? Tal e qual!

We’re in the land of superlatives. The Dubai Mall is one of the largest shopping centres in the world. On entering it, the signs demand decency: clothing should cover the shoulders and the knees; kissing or any public display of affection is not allowed; alcohol may not be consumed. The latest creations from Chanel, Dior, Gucci, Prada, Moschino, Balenciaga, Marc Jacobs, and Diane von Fustenberg decorate the shop windows. At the entrance of the bookstore, there’s a map to guide the steps of visitors. Cheek and jowl with the shopping centre, you can watch sharks being fed in the Dubai Aquarium, a giant aquarium with a collection of around 33,000 sea creatures, where the latest attraction is three pairs of penguins from the Antarctic. It’s easy to get lost in the corridors, in which the locals pass by dressed in immaculate looking dishdashas – the national male costume, a white tunic – and abayas – the broad black smock worn by women, without hiding their femininity. You can see them wearing vertiginous Louboutin high heels and carrying handbags seen on today’s catwalks. It almost identical to the film Sex and the City 2!

4/

A temperatura desce vertiginosamente quando se entra no Mall of the Emirates e nos deparamos com a pista de esqui. Estão -3ºC no Ski Dubai, a pedir um fato térmico — branco para os homens e preto para as mulheres. Não falta o teleférico, bonecos de neve e trenós. Ao lado da estância, ficam os cafés St. Moritz e Aspen, autênticos chalés de montanha que acompanham o espírito e são ponto de observação dos mirones que vêm para ver de perto a pista de esqui. Tal não aconteceria em qualquer outro país, mas aqui derretemos com calor lá fora. Tudo isto pode ser apenas um delírio, mas o xeque Mohammed Bin Rashid al Maktoum foi clarividente ao ver no turismo a maior fonte de riqueza do Dubai. Aqui recriam-se cenários mais próximos do Ocidente do que das histórias das Mil e Uma Noites.

The temperature drops wildly when you enter the Mall of the Emirates and you come across the ski slope. Its -3ºC in the Ski Dubai, requiring you to wear a ski suit – the favoured suits are in the same colours as traditional costume, making this postcard image worthy of a few smiles. Chairlifts, snowmen and sleds are all present and correct. Stood beside the ski resort, the St. Moritz and Aspen cafés, authentic mountain chalets, reflect the spirit of the place, and serve as an observation point for onlookers who want see the ski slope up close. This wouldn’t happen in any other country, but here you melt in the heat outside. This could all just be madness, but sheik Mohammed Bin Rashid al Maktoum was far-sighted when he saw tourism as the greatest source of wealth for Dubai. Here, scenes are recreated that are more likely to replicate the West than stories out of A Thousand and One Nights.


5/

Do outro lado do rio, o Creek, onde outrora se apanhavam pérolas e onde ainda circulam velhas embarcações tradicionais — os dhous —, que em troca de uma moeda insignificante atravessam para os souks (mercados) da cidade velha — das especiarias, dos tecidos, dos perfumes... O souk do ouro é o que mais brilha. As montras ofuscam com cordões, cintos e jóias de grande porte. As mulheres compram desenfreadamente. Os homens fazem-lhe o agrado. Negoceia-se a peso. Quanto vale o sorriso que se esconde debaixo do véu?

On the other side of the river, the Creek, where once pearls could be found and where traditional old boats still sail – the dhous -, for a small fee you can cross over to the souks of the old city – the spice souk, the fabric souk, the perfume souk... The gold souk is the one that sparkles the most. The shop windows blind you with large strings, belts and jewels. Women frantically go about their purchases. Men allow them the pleasure. Business is done by weight. How much is the smile hidden behind the veil worth?

o SouK Do ouRo é o QuE MAiS BRiLHA. AS MoNTRAS oFuSCAM. AS MuLHERES CoMPRAM DESENFREADAMENTE

The gold souk is The one ThaT sparkles mosT. The shop windows blind you. women franTically go abouT purchase

6/

A praia pode ser uma experiência surreal para um ocidental. Às segundas-feiras há uma nas imediações da Burj Khalifa, fechada aos homens, onde só as mulheres entram, a troco de uma moeda. Elas vestem-se de todas as formas possíveis para ir a banhos — o que revela também a miscigenação cultural residente no Dubai. As adolescentes continuam a prestar culto a Amy Winehouse e são como réplicas da cantora, o mesmo eyeliner, o mesmo penteado, a mesma forma de vestir. Desfilam assim em bandos à beira de água. Não é mais estranho do que ver mulheres de abayas, saris, fatos de mergulho, batas e apenas um ou outro biquíni ao sol. O espectáculo é mágico — é pena que sejam proibidas as fotografias. Podia ser Las Vegas. Chega a parecer uma miragem.

The beach can be a surreal experience for a westerner. On Mondays there is one close to the Burj Khalifa, which is closed to men and where only women can enter, in exchange for a coin. They dress up in all manner of garb to go for a dip – which also reveals the cultural blend experienced in Dubai. Adolescents continue to worship Amy Winehouse and are replicas of the singer, with the same eyeliner, the same hairstyle, and the same way of dressing. They walk around in groups like this on the water’s edge. This is no stranger a sight than seeing women dressed in abayas, saris, bathing suits, frocks, and just one or two bikinis, out in the sun. The spectacle is magical – it’s a shame taking photographs is forbidden. It could be Las Vegas. It’s as if it’s a mirage.


Golden Lifestyle n04  

Para abrir o apetite que tal um amuse-bouche com manga? A fruta da época em prova no editorial de moda, onde brilham algumas das mais sofist...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you