Page 1

A revista exclusiva dos clientes da Gocil Edição 4 | Ano 2 | Julho/2016

segurança &negócios

G IN CH A CO Como subir na carreira com o

Entenda como a prática gera excelentes cases de sucesso no mundo corporativo e saiba como aplicá-la no dia a dia

GERAÇÃO Z: você já ouviu falar dela? TEMPO: saiba como administrá-lo IDIOMAS: como aperfeiçoar sem sair de casa


PARA SER CAMPEÃO, É PRECISO TER PREPARO FERNANDA DE ARAÚJO, RECEPCIONISTA DA GOCIL HÁ 4 MESES ADRIANO DA SILVA, JARDINEIRO DA GOCIL HÁ 1 ANO

RONNY DE QUEIRÓZ, VIGILANTE DA GOCIL HÁ 6 ANOS


FO CO E D E D I C AÇ ÃO N A P R E S TAÇ ÃO D O S E U S E RV I ÇO Gocil. Há mais de 30 anos integrando pessoas, tecnologia e excelência em vigilância e serviços de limpeza em mais de 10 estados.

FRANCISCO CRUZ, VIGILANTE DA GOCIL HÁ 5 ANOS

JENNEFER OLIVEIRA, VIGILANTE DA GOCIL HÁ 3 ANOS

JAQUELINE CABRINI, RECEPCIONISTA DA GOCIL HÁ 8 ANOS

www.gocil.com.br /  GocilOficial /  Gocil Segurança e Serviços

ANA PAULA SANTANA, VIGILANTE DA GOCIL HÁ 6 ANOS


08 /// MUNDO GOCIL

Entenda como o seu negócio pode se beneficiar com os vídeos analíticos

26 /// CAPA

Villela fala sobre potencial e estratégias de um trabalho de coaching 16 /// MOTIVAÇÃO

O que você pode aprender com uma geração em constante transformação

38 /// MULHERES

Como encaixar a maternidade quando a carreira é prioridade

32 /// TENDÊNCIA

Empresas conectam pessoas para que compartilhem serviços

46 /// PARA DEGUSTAR

Saiba aproveitar o melhor da gastronomia na estação mais fria do ano


s&n

4

Segurança & Negócios – Edição 4 – Julho de 2016 10 /// NEGÓCIOS Como criar algo rentável e atrativo

12 /// SEGURANÇA Atendimento personalizado é diferencial 14 /// ACONTECEU Veja como foi a palestra da Sonae Sierra 18 /// GESTÃO Como administrar o tempo e a internet 20 /// TECNOLOGIA Apps para fazer gestão do tempo

22 /// SUSTENTABILIDADE Conheça o projeto sustentável mais completo do mundo 34 /// EDUCAÇÃO Como aprender idiomas com novas tecnologias 36 /// PAIS & FILHOS Seu filho pode ser alvo de bullying virtual 40 /// GOLFE Metas, estratégia e muito foco para as Olimpíadas Rio 2016 42 /// SAÚDE Os benefícios da cafeína no organismo 44 /// ETIQUETA CORPORATIVA Veja a moda como uma estratégia de comunicação

Sempre em Segurança & Negócios: 06 /// ARTIGO 12 /// SEGURANÇA 24 /// FINANÇAS 48 /// VIAGENS 50 /// LIVROS

Segurança e Negócios é uma publicação da Gocil. Gestão de marketing: Daniella Barbosa Jornalista responsável: Patricia B. Teixeira (MTB: 51202/SP) Redação: Trixe Comunicação Estratégica Colaboraram nesta edição: Alexia Raine, Ana Carolina, Camila Melim, Carla Nogueira, Patricia B. Teixeira, Paola Brescianini, Tatiana Branco & Tatiane Moretti Revisão: Leonardo Guandeline Projeto Gráfico e Design: Leonardo Vaz Foto da capa: Paulo Pampolin

/// Editorial ///

GESTÃO: A PALAVRA DESTA EDIÇÃO

A

Por Daniella Barbosa, gerente de marketing da Gocil

Revista Segurança e Negócios chegou em sua 4ª edição. Como em todos os números anteriores, o processo de desenvolvimento foi pensado com muito carinho e realizado com excelência. Entre os assuntos abordados, estão temas importantes, como investimentos, gerenciamento de tempo e planejamento da vida pessoal e profissional. Assim como a capa anuncia, trouxemos aos leitores uma entrevista essencial para todos aqueles que caminham junto às tendências do mercado. Villela da Mata, Presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, nos conta sobre os bastidores de um negócio que inspira e ajuda centenas de profissionais diariamente e como as técnicas trabalhadas no Coaching são fundamentais, também, em nossa vida pessoal. Confira na página 26. No ritmo dessa matéria, em Gestão (p. 18), tratamos da questão do tempo. Por vezes escasso nos dias atuais, o tempo é objeto de estudo e de dicas para que seja administrado da maneira mais eficaz e inteligente possível. Como gestão é a premissa desta edição, além do cenário econômico atual, a seção Finanças (p. 24) conta com uma cobertura importante das questões que envolvem consumo, economias e investimentos, tais como as exigências e consequências de cada tipo de aplicação. Por falar em consumo, ainda no embalo dos demais temas abordados, contamos sobre o crescente movimento do mercado diante às atuais circunstâncias econômicas e sociais pelas quais passamos: A Incrível Arte de Compartilhar (p. 32). Essa matéria ressalta a importância de pequenas atitudes para o bem-estar coletivo e, é claro, no reconhecimento de boas e promissoras oportunidades. Boa leitura!


/// Vivi e Aprendi ///

SETE COISAS QUE APRENDI NOS TEMPOS DA ESCOLA DA POLÍCIA MILITAR A vida militar exige muitas habilidades. Entretanto, desenvolvê-las e disseminá-las na vida profissional e pessoal pode ser uma estratégia de sucesso

E

Por Washington Umberto Cinel, presidente da Gocil | Fotos: Paulo Pampolin

Washington Umberto Cinel, presidente da Gocil, quando na carreira militar

m meados dos anos 1970, eu nem imaginava que a carreira militar me traria onde estou hoje, embora meu espírito empreendedor estivesse presente desde a mais tenra idade. No entanto, foi nesse período da minha vida que aprendi grandes lições, e atualmente as aplico nos negócios. Afinal, o mundo militar não é muito diferente do corporativo. Encaramos muitos obstáculos parecidos, como enfrentar a concorrência, determinar objetivos, estratégias, metas e plano de ação. Sete aprendizados da escola da Polícia Militar me acompanham na minha rotina profissional e pessoal: 1. DISCIPLINA ○ Poderosa ferramenta, a disciplina é um dos pilares que sustentam tanto o funcionamento de um exército quanto o de uma organização. É ela que mantém a obediência aos superiores e às normas estabelecidas. 2. HIERARQUIA ○ Na vida militar ou numa empresa, as responsabilidades e a autoridade são delimitadas de acordo com o grau hierárquico. Assim como definem as operações em três níveis: estratégica, tática e operacional. Respeitar a hierarquia faz com que o time siga o plano de ação do líder. Se todos tiverem planos diferentes, como a empresa crescerá? 3. COMANDO ○ Assim como na área militar, a unidade de comando no universo das organizações refere-se ao respeito às ordens hierárquicas, aos colegas, e também ao cliente. O comando também significa ter controle das ações. 4. ESTRATÉGIA ○ Toda ação militar demanda planejamento estratégico para definir metas, traçar caminhos e alcançar objetivos. No mundo dos negócios, acontece o mesmo. Para isso, requer o trabalho de análise e estudo para entender qual o melhor caminho a ser seguido, com segurança para trazer o resultado. 5. ORDEM ○ Assim como um militar deve saber exatamente o que é esperado dele e o que deve fazer em cada tarefa a ser executada, as ordens aos colaboradores de uma instituição devem seguir o mesmo princípio. 6. ORGANIZAÇÃO ○ Para que o trabalho flua ordenadamente, uma empresa é organizada em áreas, departamentos e setores, entre outros. Tal qual uma organização militar. 7. EXCELÊNCIA ○ Em tempos de instabilidade econômica, as oportunidades só são conquistadas por quem tem um diferencial. Nesses momentos, para se destacar, ser bom não basta. A constante busca pela excelência é o que nos destaca da concorrência, seja no mundo corporativo ou no campo pessoal. 6

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


O mundo militar não é muito diferente do corporativo. Encaramos obstáculos parecidos, como enfrentar a concorrência, determinar objetivos, estratégias, metas e plano de ação

7

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Mundo Gocil ///

VÍDEOS ANALÍTICOS: O FUTURO DA SEGURANÇA CHEGOU Cada vez mais desenvolvida, a tecnologia auxilia serviços de vigilância com proposta de videomonitoramento inteligente e eficaz Por Carla Nogueira | Foto: Paulo Pampolin

Imagem da câmera de segurança analisada pelo vídeo analítico em tempo real

8

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


E

mbora alarmes, câmeras e controles de acesso sejam os itens de vigilância mais utilizados em condomínios, empresas, hospitais e instituições de ensino, entre outros estabelecimentos, é inegável que a tecnologia em prol da segurança está cada vez mais desenvolvida. Atenta às necessidades do mercado em que atua, a Gocil Segurança e Serviços inova e traz aos seus clientes os Vídeos Analíticos, um software que permite a configuração de variados módulos de análise das imagens das câmeras de vigilância. Essa ferramenta é um complemento ao videomonitoramento, tornando-o mais inteligente e eficaz. “O sistema detecta automaticamente ações incomuns pré-configuradas, como invasões, comportamentos suspeitos e objetos deixados ou retirados, entre outros, sem a necessidade de pessoas monitorando os vídeos o tempo todo. Quando anormalidades ocorrem, um alerta é disparado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), e a equipe toma as providências necessárias”, explica Mauro Rossi, gerente do CICC. O software pode ficar instalado na própria câmera de vídeo, e diversas configurações são feitas para cada ambiente a ser monitorado. O pacote de análise pode incluir módulos de criação de barreiras virtuais que delimitam os espaços a serem protegidos, detecção de objeto suspeito, contagem do número de pessoas, constatação de multidão (que pode sugerir greve ou manifestação, por exemplo), verificação de pessoa caída e obstrução da câmera de segurança, entre outros. “Como o monitoramento é feito em tempo real, o disparo do alarme também é. Com isso, essa tecnologia permite tomadas de decisões muito mais rápidas e seguras”, enfatiza Rossi. Todos os perfis de negócios podem se beneficiar dos vídeos analíticos para monitorar suas operações, pois a rapidez e a exatidão na detecção de ações suspeitas aprimoram a qualidade da vigilância. “Essa tecnologia é altamente recomendada no monitoramento de áreas críticas, cargas frágeis e/ou valiosas, áreas de alto tráfego de pessoas e grandes perímetros com risco de invasão. Entretanto, ela se aplica a toda operação onde a atuação precisa ser proativa, e não apenas investigativa”, revela Rogério Thamer, diretor de tecnologia em segurança da Gocil. Atualmente, a Gocil possui em seu portfólio aproximadamente dez projetos de portes médio e grande que contemplam os vídeos analíticos. “Essa tecnologia é uma tendência por permitir a criação de padrões de detecção sobre as imagens captadas, com foco nas ocorrências que realmente representem risco real”, finaliza Thamer. 9

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

ALGUMAS APLICAÇÕES DOS VÍDEOS ANALÍTICOS: • Barreira virtual; • Contagem de pessoas; • Permanência prolongada de pessoas em determinados locais; • Detecção de circulação em áreas proibidas; • Detecção de pessoa caída; • Obstrução da câmera de segurança; • Contagem de objetos; • Objetos retirados; • Objetos esquecidos; • Reconhecimento de placa veicular; • Captura e reconhecimento facial.

Rogério Thamer, da Gocil, explica como a empresa se beneficia dos vídeos analíticos em suas operações


/// Negócios ///

JUSTFIT: SAÚDE E BEM-ESTAR, SEM PESAR NO BOLSO Conheça o modelo compacto de academias que é a grande aposta para o mercado fitness. A proposta é unir bom preço e equipamentos de alta qualidade Por Camila Melim | Fotos: Paulo Pampolin

10

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


uem anda pelas ruas onde as unidades da JustFit estão instaladas fica curioso quando lê o destaque na fachada: "planos a partir de R$ 49,00 mensais". Diferente das academias já existentes, a rede se inspirou no conceito de mercado low cost (baixo custo) para atender às necessidades de públicos diferentes. O termo low cost, criado por companhias aéreas americanas, é a prática gerencial que defende a redução máxima dos custos operacionais a fim de maximizar os ganhos, oferecer menores tarifas aos consumidores e, com isso, conquistar mais espaço no mercado. O aluno Leandro Serpentini, de 30 anos, é frequentador desde a abertura da unidade da Vila Mariana (2014) e diz que o valor e a qualidade foram os principais fatores para a sua matrícula. “Eu pagava R$ 180,00 por mês na minha antiga academia e percebia que os equipamentos eram muito antigos. Além de a JustFit ter uma variedade maior, os aparelhos são bem modernos e mais eficientes”.

CRESCIMENTO DO SEGMENTO

Segundo a Associação Brasileira de Academias (Acad), o mercado brasileiro de fitness passou de quatro mil academias em 2000 para mais de 30 mil em 2016. Com o crescimento da classe média atrelado à preocupação com a qualidade de vida, o número de clientes praticamente dobrou em quatro anos, ultrapassando os 7 milhões de brasileiros matriculados em uma academia – o 6º maior público no ranking mundial. Inaugurada em 2013 pelo ex-executivo da Bio Ritmo Marco Lara, a proposta principal da marca é oferecer uma academia baseada em um “modelo express”, ou seja, rentável, mas, ao mesmo tempo, atrativo para o cliente. “Percebi que as pessoas estavam cada vez mais sem tempo de se dedicar aos treinos, então, reorganizei a programação para deixar os exercícios mais dinâmicos e o valor mais interessante”.

ESTRATÉGIA DE CRESCIMENTO

Mesmo com pouco tempo de atuação, a marca demonstra um crescimento significativo no setor. A empresa conta hoje com 18 unidades distribuídas em sete cidades do estado de São Paulo. Além disso, possui mais de 30 mil alunos ativos, com a expectativa de alcançar 50 mil até o final deste ano. Com investimento aproximado de R$ 2 milhões por estabelecimento, Marco Lara se mantém disposto a ampliar a rede e pretende abrir 30 unidades em São Paulo para, em seguida, expandir para outras regiões. Confiante, o executivo ressalta ainda que o segredo de tudo está no seu know-how do setor. “A minha experiência na área me fez compreender que esse tipo de negócio é a nova aposta para o mercado fitness. Estamos na expectativa de um crescimento próspero para os próximos anos”, completa Lara. 11

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Segurança ///

EXCELÊNCIA GOCIL NO TREINAMENTO BOUTIQUE DOS VIGILANTES Equipe qualificada, constante treinamento interno, transparência com o cliente e serviços personalizados de acordo com o negócio é estratégia de sucesso Por Carla Nogueira | Fotos: Paulo Pampolin

12

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


P

ara cada cliente, a Gocil Segurança e Serviços traça a melhor estratégia baseada nas necessidades e no perfil do mesmo. Uma parte do plano é dispor vigilantes selecionados e qualificados, que passam por treinamento especializado e personalizado de acordo com o modelo e o segmento no qual irão trabalhar. Nestes 30 anos atuando no mercado, a empresa desenvolveu modelos operacionais a partir da experiência adquirida em campo e por meio de pesquisas realizadas com o público interno e externo, como colaboradores e parceiros. “Esses modelos foram criados por entendermos que há particularidades, características, pontos críticos e específicos para cada setor e cada cliente”, revela o diretor de operações da Gocil, Sérgio Ehrlich. No momento do processo seletivo, o perfil do vigilante é analisado por meio de entrevista e avaliações psicológica e comportamental. Isso identifica para qual setor o profissional tem mais aptidão. Assim que é designado para o trabalho, o vigilante passa pelo treinamento personalizado e especializado, tornando-se qualificado a desempenhar suas funções de forma dinâmica, evitando retrabalho nas operações. Semestralmente, esses profissionais passam por nova capacitação.

A Gocil treina seus seguranças para um atendimento humanizado com base no cuidado e na atenção

A combinação entre a seleção pontual dos vigilantes e o treinamento especializado agrega valor aos serviços prestados pelos colaboradores da Gocil junto aos clientes. “Nosso segmento é diferenciado, é um local de gente que precisa de cuidados. Como cliente há 20 anos, nós ficamos tranquilos quando recebemos os profissionais encaminhados pela empresa. Eles têm um perfil mais acolhedor, estão preparados para lidar com os estados emocionais das pessoas que chegam aqui e sabem como agir nas mais diferentes situações, sempre com zelo e atenção”, declara o coordenador de segurança do Hospital Samaritano São Paulo, Fabiano Ramim. O gerente de segurança patrimonial das Pernambucanas, Marcelo Costa, ressalta que “em se tratando do nível de exigência de segurança no setor de centros logísticos, é de suma importância o treinamento especializado do grupo operacional". "Saliento que só se mantém à frente aquele que busca de forma continuada a atualização e o aperfeiçoamento coletivo efetivo”, complementa. A transparência norteia o relacionamento da Gocil com os clientes, assim como a proximidade. “Mantemos uma relação estreita com eles, que recebem informações, visitas constantes do executivo de sua operação, além de um tratamento diferenciado. Esse modelo tem sido reconhecido por eles, tanto que o tempo médio de contrato conosco é de mais de nove anos”, revela o diretor de operações da empresa. Além da mão de obra especializada, os projetos de segurança da Gocil também contemplam equipamentos, que, somados, criam um sistema de segurança. O intuito é a redução nos custos de cada cliente. “Em tempos de crise econômica, esse modelo de serviço se torna um diferencial”, finaliza Ehrlich.

A Gocil realiza treinamentos constantes focados nas necessidades do cliente

13

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Aconteceu ///

SEGURANÇA EM SHOPPING: GOCIL PARTICIPA DE PALESTRA DA SONAE SIERRA BRASIL O evento, realizado em maio, mostrou como a segurança patrimonial planejada de forma estratégica pode trazer bons resultados Por Paola Brescianini | Fotos: Paulo Pampolin A Sonae Sierra Brasil organizou, em maio, um encontro entre todos os executivos ligados à área de segurança da empresa para discutir processos, melhorias e benchmarks entre os shoppings do grupo. Como contribuição ao evento, a Gocil apresentou uma palestra tratando de negociação sob pressão, cujo responsável, Diógenes Lucca, transportou para o dia a dia corporativo a experiência de quem comandou o Grupo Armado de Táticas Especiais da Polícia Militar de São Paulo (Gate) por mais de dez anos. De acordo com o gerente da equipe de segurança da Sonae, Eurico de Zilo Leli Junior, a segurança patrimonial planejada e estratégica garante a integridade dos usuários. “Importante entender o processo e o quanto se trabalha mais por trás do que na frente do público para garantir a segurança de todos, enquanto estão no estabelecimento.” O evento aconteceu no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas (SP).

14

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Palestrante Diógenes Lucca (foto maior); em sentido horário: Diógenes Lucca, palestrante; Eurico de Zilo Leli Junior, gerente da equipe de segurança da Sonae; Thiago Rossi, gerente de contas da Gocil; Roberta Lima, gerente comercial da Gocil

15

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Motivação ///

GERAÇÃO Z: COMO APRENDER COM ELES E SEUS DESAFIOS Quem são as pessoas que fazem parte dessa nova geração e o que eles esperam encontrar no mercado de trabalho Por Ana Carolina

U

ma das poucas certezas que temos em relação ao mundo é sua constante transformação. As relações pessoais já não são mais as mesmas, tampouco a forma como a comunicação acontece. Mas, além de todo o aspecto social e pessoal, as mudanças trouxeram também novos desafios para o campo profissional. Essa percepção é nítida a cada troca de geração. Há pouco tempo, as empresas passaram a notar a urgente necessidade de adaptação frente à então Geração X, que logo depois foi ofuscada pela Y, até que, atualmente, passou a ser chamada de Z. Nascidos na década de 1990 e nos primeiros anos do novo século, os integrantes da Geração Z são conhecidos no mercado como os jovens que cresceram com a tecnologia nas mãos. Diferente dos antecessores, passaram a ser caracterizados pela busca constante de trabalhos que atendam realmente aos anseios e visão de mundo individuais. O cenário dinâmico, caracterizado por uma grande facilidade de mudança, e a troca de emprego alertam, no entanto, para a necessidade de se desenvolver ferramentas capazes de cativar e cultivar a lealdade entre a geração Z e o empregador. Pesquisa recente feita pela Deloitte aponta fatores que são determinantes nesse momento. Primeiramente, que esses jovens desejam estar em empresas que apresentem um propósito firme e convirjam com seus próprios valores, independente do fator financeiro. Isso mostra que a nova geração busca trabalhar com o que apresenta benefício real para a sociedade e, com qualidade nos serviços e produtos ofertados. 16

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Outro ponto interessante da pesquisa mostra que, apesar de jovem, essa geração quer, sim, ser desafiada. Por existir, na maioria das vezes, o desejo de rapidamente ocupar cargos de liderança, a geração Z está atenta na predisposição que essa empresa tem de prepará-los para essas funções. Os anseios agora são outros. Reconhecimento e evolução na carreira são objetivos muito mais imediatos do que os traçados pelas gerações antecessoras. Raphael Rezende Comenale, de 24 anos, jornalista da BMC – Brand, Marketing & Communications, ressalta que existe, sim, essa pressa em alcançar novos horizontes, mas há, antes de mais nada, um desejo de alinhar tais propósitos profissionais com qualidade de vida, o que, nesse caso exerceu grande influência na escolha da área a se trilhar e o porquê. “Ao escolher cursar Jornalismo, não levei em conta somente minha paixão pessoal pela escrita ou a vontade de estar conectado com os principais acontecimentos ao redor do mundo, mas também o papel social que o jornalista carrega. Em meio a inúmeros fatos, ele deve fazer um filtro e devolver à sociedade as informações que lhe são essenciais, para que seus cidadãos tenham consciência do que acontece no seu dia a dia”, explica Raphael. Mais do que conseguir aliar propósito de vida, êxito profissional e contribuir positivamente para o bem-estar da sociedade, há outros elementos que motivam essa geração a fazer o que se propõe. “Além do desejo de ganhar mais dinheiro e conquistar minhas coisas, o que me motiva na minha carreira é a vontade de me superar todos os dias, de entregar um texto cada vez mais bem escrito, de ter feito uma entrevista bacana. O fato de enfrentar desafios todos os dias e, com isso, crescer pessoal e profissionalmente, é motivador”, conta o jornalista.

Além do desejo de ganhar mais dinheiro, o que me motiva é a vontade de me superar

Raphael Comenale, 24 anos 17

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Gestão ///

COMO ADMINISTRAR O TEMPO E A INTERNET Traçar metas diárias pode ser uma solução, mas como definir prioridades quando tudo é urgente? Conheça meios de fazer a gestão do seu próprio tempo Por Tatiane Moretti & Patricia B. Teixeira

E

star antenado e acompanhar as notícias pode ser uma grande característica de um profissional, porém, um benefício tende a tornar-se maléfico quando não é bem administrado. Segundo uma pesquisa divulgada pela GlobalWebIndex, uma empresa que realiza métricas virtuais, o brasileiro é o terceiro povo no ranking mundial dos mais conectados ao mundo. Diariamente, somente pelo celular, são três horas e 40 minutos. Pode parecer muito, mas quando somados WhatsApp, Facebook, notícias nas redes sociais, vídeos do YouTube, Skype e outros aplicativos, esse número faz sentido. Isso significa que o tempo, em alguns casos, tem ido para o ralo, e as pessoas têm a sensação de que o dia é muito curto. A falta de tempo leva à ansiedade e ao estresse, acarretando em problemas de saúde mais sérios. Para a psicóloga Sylvia Van Enck Meira, colaboradora do Programa para Dependentes de Internet do Programa Ambulatorial dos Transtornos do Impulso (PRO-AMITI) do Hospital das Clínicas, tem crescido o número de pessoas que usa a internet de forma descontrolada. “As pessoas percebem que têm tido perdas na vida profissional e pessoal e não conseguem administrar. Além das perdas materiais, pode haver traços de depressão, déficit de atenção, ansiedade e fobias, como a síndrome do pânico”.

QUAIS SÃO AS PREMISSAS BÁSICAS DA GESTÃO DO TEMPO? O ser humano conseguir estabelecer e cumprir as atividades previstas e calcular o que precisa ser feito de acordo com o tempo que tem.

COMO MUDAR

A conscientização é o processo mais relevante para uma mudança de comportamento. “As pessoas passaram a ter necessidade de estar conectadas fulltime, interferindo, diretamente, na execução de tarefas que antes eram rotineiras, como trabalhar, ir à academia, ao cinema ou mesmo ao supermercado", afirma a professora Daniella Forster, psicóloga e coordenadora da Escola de Negócios da PUC – Curitiba. A solução é educar crianças e adultos sobre administração do tempo. Segundo Daniella, a pessoa precisa ser honesta com suas prioridades e responsabilidades. “A partir do momento em que a pessoa precisa se concentrar, é indicado deixar o celular em modo avião ou em ‘não perturbe’. Afinal, somos movidos por estímulos e respostas, e se tiver um sinal de mensagem, vamos querer saber o que é”. 18

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


ESTABELEÇA PRIORIDADES No ambiente de trabalho existem dois tipos de demandas: • Planejadas: fazem parte de um processo de trabalho a longo prazo; • Emergências: situações de urgência que exigem decisões a curto prazo. As emergências fazem com o que o planejado algumas vezes não seja cumprido.

5 HÁBITOS IMPRESCINDÍVEIS DA GESTÃO DO TEMPO

Dentro da lista de prioridades, analisa-se aquilo que terá um impacto negativo na sua área, ou em outras áreas, ou então o que irá gerar um problema que não tem como ser deixado de lado (nível zero). Também não se pode perder de vista as demais atividades a serem executadas.

Anote tudo o que precisa fazer.

Por isso, é preciso anotar na agenda os motivos dos atrasos e inserir as atividades que entraram como urgência.

Delimite horário para cada coisa. Saiba planejar as ações.

DICAS PARA ENCAIXAR AS ATIVIDADES DA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL DENTRO DE 24 HORAS

Quando estiver executando uma tarefa, tire da frente o que pode dispersar, como e-mail e celular.

É necessário um agendamento. As atividades precisam de horas criadas para serem realizadas. Isso vale tanto para a vida profissional quanto para a pessoal. É preciso anotar numa agenda, de forma honesta, que horas é preciso acordar e/ou dormir para conseguir ir à academia, por exemplo. Lembrando que é preciso ter um equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional.

No meio da atividade, se lembrar de algo, anote e continue fazendo o que se comprometeu. Revise no fim do dia o que conseguiu ou não cumprir. Planeje o dia seguinte.

Isso é um processo de percepção daquilo que realmente é possível. Por exemplo, se você se determinar que vai fazer academia à noite, mas sabe que o seu tipo de trabalho pode exigir que fique além da hora do expediente, é possível que acabe desistindo de treinar. Nesse caso, o ideal seria montar um programa de treino pela manhã. 19

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Tecnologia ///

APLICATIVOS QUE AJUDAM NA ADMINISTRAÇÃO DO TEMPO Se utilizada de forma consciente e estratégica, a internet pode ser uma grade aliada na difícil missão de fazer uma gestão saudável das suas horas

S

Por Paola Brescianini | Fotos: Divulgação eu tempo pode ficar mais precioso se você administrar melhor suas tarefas. Programar o dia é um ótimo caminho para fazê-lo render. Anote de tudo, até mesmo a hora em que vai acordar e dormir, assim como também os horários do almoço, do happy hour e da academia. Para a sua melhor qualidade de vida, concentre nas suas tarefas e deixe as que não forem urgentes para depois. A Revista Segurança e Negócios reservou um tempo para pesquisar os aplicativos mais comentados e utilizados sobre gestão do tempo.

ANY.DO

TODOIST

Nesse app é possível organizar as tarefas separadamente, ou seja, classificá-las por distintas categorias, pastas e até mesmo por dias. Por exemplo: você separa o que precisa fazer no trabalho, na faculdade, em casa, e determina os prazos, como hoje, amanhã, semana que vem etc. Além disso, é permitido fazer listas para infinitos assuntos, como listas de compras. O visual do app é bem agradável, mas ele demanda um pouco de prática até aprender a mexer totalmente. Disponível para iOS, Android e PC.

Nesse app você também pode separar suas tarefas por datas e categorias. Entretanto, o que o diferencia é a possibilidade de criar listas por prioridades. Além disso, quando uma tarefa já foi realizada, ela desaparece automaticamente do aplicativo. Dessa maneira, fica mais fácil visualizar o que precisa ser feito. A parte ruim do app é que para ter outros recursos importantes, você precisa obter a versão premium. Disponível para iOS, Android e PC.

20

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


TRELLO Esse app é extremamente fácil de utilizar, além de ser muito útil na hora de administrar as tarefas em grupo. Por isso, é muito utilizado em empresas, já que é uma excelente maneira para gerenciar os deveres de cada um da equipe. Entretanto, o aplicativo também pode ser perfeito para organizar os afazeres pessoais. Nele você pode criar cartões e adicionar as pessoas para distribuir seus deveres. Dessa maneira, fica fácil acompanhar o que precisa ser feito. Disponível para iOS, Android e PC.

EVERNOTE Esse, com certeza, é um dos apps mais baixados para quem procura organizar os afazeres do dia a dia. É possível utilizá-lo online e até mesmo offline, ou seja, perfeito para quando cair a conexão da rede, não? Ele não irá te deixar na mão! No Evernote também é possível dividir suas tarefas em blocos de notas e separá-las por áreas. Quer saber o melhor? Você pode criar uma pasta com seus favoritos e colocar páginas da web, fotos, áudios, e o que mais desejar! O app está disponível para iOS e Android.

REMEMBER THE MILK A estrutura do app é similar com a das plataformas de e-mail. Ele também é fácil de usar, em instantes você já domina a ferramenta. O ponto alto do app é que ele sempre avisará quando precisa realizar as tarefas, além de mostrar o que está incompleto ou completo. Você não perderá mais os prazos! Ele é perfeito para utilizar no dia a dia. Vale a pena baixar! O aplicativo está disponível para iOS e Android.

21

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Sustentabilidade ///

SUSTENTABILIDADE: A MENINA DOS OLHOS NO MUNDO CORPORATIVO A preocupação com o meio ambiente tem contribuído para a revisão dos processos internos e se tornado um diferencial de mercado Por Paola Brescianini | Fotos: Divulgação Uma das maiores preocupações com o planeta nas últimas duas décadas é o aquecimento global. O gás carbônico (CO2), um dos principais causadores desse fenômeno climático, é o maior inimigo das empresas sustentáveis, que fazem o possível para reduzir sua emissão. Realizar ações socioambientais é um dos passos para colaborar com a diminuição da degradação ambiental. Esse é o objetivo do mais completo projeto de sustentabilidade ambiental do mundo: o Green Farm. Com trinta serviços ecossistêmicos no portfólio – como a preservação da biodiversidade, redução da emissão do CO2, plantio de árvores etc. –, a empresa faz o serviço completo. “Quem contrata nossos serviços passa a usufruir de uma série de benefícios, como a elaboração de inventário de carbono, neutralização de suas emissões do gás, entre outros”, explica Marcelo Carneiro Mammana, diretor executivo do Green Farm. Em tempos de crise, as empresas buscam novas alternativas para se manter firmes e bem posicionadas no mercado, além de se tornarem mais sustentáveis. A Expresso Mirassol é um dos parceiros do Green Farm e afirma a qualidade desses serviços. “Cuidar dos nossos recursos naturais e minerais são pequenas ações que fazem com que sejamos cada vez mais sustentáveis, tornando nossa empresa ecologicamente correta”, diz Renata Krug, Qualidade e Marketing da empresa. A Gocil Segurança e Serviços também está atenta ao meio ambiente. Em parceria com o Green Farm, 100% da operação da empresa é neutralizada em emissões de gás carbônico, desde as operações na matriz e nas filiais até toda a sua frota de veículos. 22

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

O projeto de serviços ecossistêmicos emite para as empresas associadas o selo verde, que certifica companhias ecologicamente conscientes. A frota da Gocil, por exemplo, é livre da emissão de CO2


/// Foto Gocil /// "LĂĄ estavam elas, como num balĂŠ coreografado em meio a simetria das linhas retas em perspectiva misturada com nuances de luz e sombra." Paulo Pampolin, fotĂłgrafo


/// Finanças ///

ADMINISTRANDO SEUS RENDIMENTOS DE MANEIRA SADIA Em tempos de instabilidade econômica, dicas de como fazer suas aplicações renderem são sempre bem-vindas. Saiba como e onde investir seu dinheiro Por Carla Nogueira

O

cenário brasileiro de crise econômica e o mercado financeiro instável deixaram os consumidores cautelosos quando o assunto são rendimentos. Salário, aposentadoria, pensões, aluguéis, comissões e prestação de serviço são algumas boas opções. Segundo a Cetip, maior depositária de títulos e ativos privados do país, em maio deste ano os registros de Certificados de Depósitos Bancários (CDBs) aumentaram 25%, tanto na comparação anual quanto na mensal, atingindo a marca de R$ 205,06 bilhões aplicados por pessoas jurídicas e físicas (em maior número). Atualmente, o CDB tem rentabilidade anual de aproximadamente 13%, enquanto a poupança paga em torno de 8%.

COMO FAZER

Investir requer alguns cuidados: é necessário entender o conceito de rendimentos, saber como fazer, as melhores alternativas de mercado, e conversar com um profissional para obter uma boa orientação. “O primeiro passo é perder o medo e aprender sobre finanças, buscando informações sobre todos os tipos de investimento antes de tomar a decisão de onde aplicar o dinheiro. Também é interessante conversar com pessoas que entendam do assunto, fazer cursos e até mesmo pesquisas em sites especializados”, ensina a consultora financeira Kátia González. O momento certo é sempre o agora, uma vez que investimentos são sempre bem-vindos. Programe-se com um valor pequeno para ganhar familiaridade. “Para fazer bons negócios é preciso prestar atenção à solidez da instituição escolhida, ao prazo de aplicação, à liquidez e à rentabilidade proporcionada”, explica Carlos Magno Andrioli Bittencourt, economista e professor da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR). 24

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


TIPOS DE INVESTIDOR

O perfil e a disciplina ajudam a escolher a melhor aplicação. Pessoas conservadoras se dão melhor com renda fixa, títulos da dívida e planos de previdência privada. Já quem é mais destemido pode arriscar investir em derivativos, ações, e até mesmo em ouro. Lembrando que retorno elevado muitas vezes significa riscos maiores. Há quem goste de arriscar alto apostando numa reviravolta do mercado, como é o caso dos compradores de ações de empresas que sofreram alta desvalorização, como a Petrobras. No entanto, especialistas alertam que é necessária cautela nesse tipo de cenário, pois não há como fazer previsões num cenário turbulento. As aplicações também podem ser realizadas mediante o montante poupado, como explica Kátia: “se o valor for pequeno, aplique inicialmente na poupança até formar um volume maior e ser reinvestido de outra forma ou mesmo num negócio. Se for uma quantia média, aplique em fundos de investimento ou CDB, ou então opte por continuar investindo em seu negócio. Se for um dinheiro significativo, além das opções já mencionadas, invista no mercado de imóveis. Além do bem, terá rendimento de aluguéis”. Gerir seus rendimentos de maneira sadia e fazer o dinheiro trabalhar a seu favor é a chave de garantia de dias mais tranquilos, até mesmo em tempos de crise.

É interessante conversar com pessoas que entendam do assunto, fazer cursos e até mesmo pesquisas em sites especializados

Kátia González, consultora financeira 25

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Capa ///

P

residente da Sociedade Brasileira de Coaching, o empreendedor Villela da Matta, também conhecido como o pai do Coaching no Brasil, conta como foi a fundação da primeira organização desse segmento no país. [Segurança & Negócios] Como foi o início de sua trajetória profissional? [Villela] Eu vim de uma família extremamente humilde, mas sempre fui educado em cima de princípios e valores. Porém, passei por muitas dificuldades financeiras das quais não gostaria que o meu filho passasse. Então, me empenhei desde muito cedo a entender qual era a dinâmica de algumas pessoas para que elas se tornassem bem-sucedidas. Rapidamente, iniciei os meus estudos sobre como ter uma carreira de sucesso, e os primeiros resultados foram surgindo. Aos 21 anos, comecei a atuar em grandes corporações e multinacionais e fui me tornando um profissional respeitado. Qual é o segredo para uma pessoa ser bem-sucedida? O sucesso não é uma questão exclusiva de poder potencial, ou seja, o apoio que a sua família pode dar ou até mesmo os títulos acadêmicos que você pode adquirir em sua vida. Além dessa ajuda, existem também as estratégias e atitudes corretas. Comecei a aplicar esses três fundamentos em minha vida e logo percebi os resultados tanto no profissional quanto no pessoal. As pessoas me perguntam, por exemplo, qual é o segredo para o meu casamento ser tão duradouro e próspero. A resposta é simples: é preciso saber dosar e aplicar essas três dicas em seu dia a dia – poder potencial, estratégias e atitudes corretas – para almejar ser uma pessoa bem-sucedida. Como você conheceu o Coaching? Há mais de 25 anos, durante uma viagem de negócios para os Estados Unidos. A partir daí, percebi que essa atividade fortalecia os três princípios essenciais para alcançar o sucesso e então pensei: se eu consigo aplicar esta prática comigo mesmo e com os meus liderados, por que não ensinar para multidões? Então, decidi me especializar cada vez mais no ramo e fundei, em 1999, a Sociedade Brasileira de Coaching, hoje a maior empresa do segmento no mundo, com mais de 25 mil pessoas treinadas. v

A VEZ DO

COA


Villela da Matta é presidente e fundador da Sociedade Brasileira de Coaching, criada em 1999

Como e por que essa metodologia tem ampliado seu portfólio com excelentes cases de sucesso pessoal e profissional Por Ana Carolina & Camila Melim | Fotos: Paulo Pampolin

G IN CH A 27

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Capa ///

De onde surgiu essa vontade de ser empreendedor? Eu comecei a trabalhar muito cedo, com apenas sete anos. Minha esposa costuma dizer que eu trabalhava na área de logística, mas eu fazia carreto na feira (risos). Depois, eu abri um negócio na área de pet shop, mas, na verdade, eu vendia hamster. Com 10 anos, atuei como fotógrafo profissional e, quando tinha 16 anos, abri em parceria com dois amigos uma empresa de cursos na área da tecnologia. Qual foi a sensação de investir em um campo nunca antes explorado no Brasil? Simplesmente segui um dos princípios do Coaching: saber que você pode fazer sempre melhor, ou seja, estar sucessivamente em busca do maior impacto possível para as pessoas e clientes. Gosto de dizer que pessoas bem-sucedidas não trabalham em cima de limites. Por isso, quando eu trouxe esse conceito para o nosso país, percebi que poderia romper a barreira dos pensamentos comuns e oferecer algo realmente diferente. Você também aplica as práticas do Coaching em sua própria vida? Diferente de qualquer outra profissão, no Coaching você não consegue proporcionar para outras pessoas o que não consegue fazer consigo. Por exemplo, não é possível fazer um empresário melhorar a receita da empresa dele se você não conhece as estratégias para aumentar o seu próprio faturamento. Digo o mesmo para a lucratividade: como é possível fazer uma empresa lucrar mais se você não consegue alcançar isso em sua própria vida? Percebo que me tornei referência de Coaching no mundo, graças ao que pude proporcionar a mim mesmo e às pessoas ao meu redor.

28

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Pessoas bem-sucedidas não trabalham em cima de limites. Por isso, percebi que poderia romper a barreira dos pensamentos comuns e oferecer algo diferente

O RELACIONAMENTO QUE TE LEVA ALÉM

À medida em que tempo e disponibilidade para a espera tornaram-se escassos, o mundo rapidamente precisou mostrar seu poder de adaptação. Já não há mais profissional ou departamento de empresas capaz de investir meses, ou até mesmo anos, em busca de soluções criativas e eficazes. A partir dessa imediata necessidade, surgiram novas maneiras de conduzir os negócios e, consequentemente, a vida pessoal. Tal processo, batizado de Coaching, tem atualmente lugar obrigatório dentro das grandes empresas e na vida de seus executivos. Além disso, é preciso levar em consideração sua importância na vida pessoal e na definição dos planos relacionados às carreiras dessas pessoas. O Coaching define-se pela combinação de técnicas e conhecimentos de ciências, como, por exemplo, a psicologia, os recursos humanos, a neurociência e a administração. Todas essas ferramentas conduzem a realização de metas e evidenciam atitudes e mudanças necessárias para que os objetivos sejam alcançados. Definidos os detalhes como periodicidade, tempo médio por sessão e se elas acontecerão pessoalmente, por telefone ou videoconferência, inicia-se, então, um processo que irá se estender para a vida das pessoas de maneira global. Entre uma sessão e outra, é essencial, no entanto, que sejam realizados alguns dos exercícios, leituras e checklists estabelecidos pelo Coach. Como são muitas as variáveis, o tempo destinado ao projeto pode durar de três a seis meses, estendendo-se para mais, se necessário. São diversos os benefícios da parceria estabelecida entre a pessoa e seu Coach. Entre os facilmente percebidos estão uma nova visão dos desafios pessoais, a melhora na capacidade de tomar decisões, a evolução nas relações interpessoais e o aumento da autoestima. Há, também, significativo avanço na produtividade, satisfação com a vida e com o trabalho, e o cumprimento de metas estabelecidas. v 29

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


A busca pelos serviços de um Coach pode ser feita tanto por pessoas que procuram a melhoria em áreas especificas da vida pessoal, como, por exemplo, saúde, família, relacionamentos e finanças. Ou, também, por aqueles que desejam traçar metas profissionais. Nesse último caso, o processo pode estar baseado no reconhecimento de habilidades ou na elaboração de estratégias para que planos sejam colocados em ação e, consequentemente, metas sejam cumpridas.

A QUEM DESTINA-SE O COACHING?

• Quando algo urgente e estimulante está em jogo (um desafio, um objetivo traçado ou uma oportunidade); • No momento em que há um vácuo entre conhecimento, habilidades, confiança ou recursos; • O desejo de acelerar os resultados; • A falta de clareza em relação às escolhas que devem ser feitas; • O sucesso começou a tornar-se problemático. • O trabalho e a vida estão em desequilíbrio, desencadeando consequências indesejadas; • Pontos fortes devem ser reconhecidos, e também a melhor forma de empregá-los.

POR QUE BUSCAR O COACHING?

• Leia bastante a respeito. Diversos artigos foram escritos sobre o Coaching nos últimos anos. O portal da Federação Internacional de Coaching (ICF – International Coach Federation) disponibiliza um banco de artigos para pesquisa, estudo de casos, jornais etc.; • Determine seus objetivos e o trabalho a ser feito junto ao Coach; • Entreviste três Coaches antes de decidir-se. Pergunte a cada um deles sobre suas experiências, qualificações e habilidades. Peça também a eles, no mínimo, duas referências; • Lembre-se: o Coaching é um relacionamento importante. Assegure-se de que exista uma conexão entre o Coach e você.

DICAS PARA A CONTRATAÇÃO DE UM COACH

/// Capa ///


Decidido o profissional de Coaching que fará parte dessa jornada conjunta, uma entrevista realizada pessoalmente ou por videoconferência, por exemplo, permitirá que o Coach e a pessoa definam elementos como: • Atuais oportunidades e desafios na carreira ou na vida pessoal; • O escopo do relacionamento; • Identificar prioridades para ação; • Estabelecer os resultados desejados.

COMO É O PROCESSO

Como qualquer relacionamento, o Coaching exigirá muito das partes envolvidas no processo. A fim de obter máximo proveito, o cliente deve: • Focar em si, assim como em suas próprias questões, sejam positivas ou negativas; • Observar o comportamento e a comunicação de outras pessoas; • Ouvir sua própria intuição, presunções, julgamentos e a impressão que causa ao falar; • Desafiar atuais atitudes, crenças e comportamentos e desenvolvê-las de modo a viabilizar positivamente o alcance de metas; • Alavancar pontos fortes e superar limitações para desenvolver um estilo vencedor; • Tomar ações decisivas, ainda que desconfortáveis, apesar de inseguranças pessoais, a fim de alcançar o extraordinário; • Mostrar compaixão por si próprio durante o processo de aprendizagem de novos comportamentos e, ao vivenciar atrasos, mostrar piedade por outros que estão vivendo a mesma situação; • Comprometa-se a não se levar tão à sério, usando o bom humor para descontrair qualquer situação; • Mantenha a compostura frente à decepção e expectativas frustradas, evitando reações emocionais; • Tenha a coragem de ter metas maiores do que as anteriores, praticando constantemente uma autoanálise sem medo.

PARA SER EFETIVO


O

/// Tendência ///

verbo ‘compartilhar’ nunca foi tão conjugado entre pessoas e organizações. Isso deve-se à era das mídias sociais, instrumentos, ao mesmo tempo, divisores e multiplicadores de conhecimento. Basta publicar uma notícia, foto, música ou até mesmo uma opinião sobre qualquer assunto para envolver as pessoas e fazer com que elas participem da ação, motivando debates sobre o tema. Antenadas com essa nova tendência, empresas de diversos segmentos têm oferecido serviços a fim de localizar e conectar pessoas que têm interesses em comum. Nas principais metrópoles do mundo, como Nova Iorque, Londres, Buenos Aires e, inclusive, São Paulo, já é possível dividir a carona, a vaga no estacionamento, a estadia, o jantar em casa e até mesmo a lavanderia.

A INCRÍVEL ARTE DE COMPARTILHAR Carros, lavanderias, casas e jantares: o que mais podemos compartilhar? A tendência, que ganha força no Brasil, gera economia, interação e praticidade

POR QUE COMPARTILHAMOS?

Acreditando que compartilhar integra as pessoas, Allan Zylberstajn, diretor da rede SmartLav, decidiu investir no ramo de lavanderias coletivas. "Nos Estados Unidos, este conceito já é comum e entrou no cotidiano dos americanos. Acredito que também será uma tendência no Brasil, pois os imóveis estão cada vez menores, e a mão de obra doméstica, cada vez mais escassa e cara." Sua rede, que conta hoje com mais de cem pontos espalhados por quatro estados brasileiros, atende públicos variados e tem como principal objetivo oferecer aos usuários mais comodidade a um preço justo. “Nosso

Por Camila Melim | Foto: Paulo Pampolin

PARA VOCÊ COMPARTILHAR AIRBNB O Airbnb (Air, Bed and Breakfast) é uma plataforma gratuita, disponível para iOS, Android e Windows Phone, para viajantes anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações privativas e compartilhadas ao redor do mundo.

32

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

UBERPOOL É uma modalidade de transporte do Uber, plataforma gratuita disponível para Android, iOS e Windows Phone, que permite reunir no mesmo veículo de duas a quatro pessoas desconhecidas, mas com o trajeto em comum.


serviço oferece autonomia para o cliente. Além disso, também é possível dividir o ciclo da lavagem com outras pessoas”, explica o empresário.

NOVO ESTILO DE TRANSPORTE

O sistema Uber é um dos modelos mais inovadores em termos de compartilhamento de transporte. Em abril, foi lançado no Brasil o UberPool, uma modalidade que permite dividir o mesmo veículo com outras pessoas. Considerada a start-up de maior valor de mercado do mundo, a empresa está presente em mais de 400 cidades, em 70 países. Compartilhar também traz benefícios, além do bolso. De acordo com o aplicativo, em um mês as viagens compartilhadas economizaram 1,1 milhão de km rodados, evitando a emissão de 125 toneladas de CO2 na atmosfera. Quem sonhou algum dia em voar num jato particular vai gostar de saber que agora é possível compartilhar um assento e pagar pouco por isso. Graças a multinacional americana Ubair, donos de aeronaves podem dividir espaços em seus jatos. Basta anunciar no aplicativo a disponibilidade. A ideia já funciona no mundo inteiro e, inclusive, já tem adeptos no Brasil. A psicóloga Siari Prem explica que desde antigamente as pessoas consomem compulsivamente para aliviar as angústias internas. “Essa transição financeira em que vivemos hoje fez a sociedade repensar a relação com dinheiro e, consequentemente, com o próximo. Dessa forma, compartilhar experiências pode ser uma ótima oportunidade de mudarmos os nossos hábitos”.

SMARTLAV A SmartLav oferece soluções de lavanderia compartilhada para condomínios residenciais e lojas de rua. A Wash & Go (foto) é o primeiro estabelecimento aberto ao público equipado pela SmartLav e possibilita o pagamento com cartão. Acesse: washngo.com.br

JOSEPHINE O Josephine é um site que oferece aos vizinhos a chance de comprar uma porção do que você preparou para o jantar. Para usá-lo, faça o anúncio com a foto do prato, o horário em que o menu ficará pronto e o preço por porção. Acesse: josephine.com

33

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

EZPARK É uma plataforma gratuita de compartilhamento de vagas, disponível para iOS e Android, que promete localizar um lugar para estacionar em menos de 47 segundos.


/// Educação ///

APLICATIVOS E PLATAFORMAS ONLINE: NA VELOCIDADE IDEAL PARA AS DEMANDAS DO SÉCULO XXI Como as plataformas online e aplicativos destacaram-se entre as opções de ensino de línguas e agilizaram o processo de aprendizagem de estudantes no mundo todo Por Ana Carolina

U

m em cada quatro paulistanos gasta, em média, duas horas por dia no trânsito. Chegar ao trabalho, reunião ou faculdade, para muitos, é uma missão demorada e cheia de possíveis eventualidades. Esse cenário corre, no entanto, na contramão das necessidades reais da cidade e inviabiliza o avanço de uma série de coisas. Entre as atividades que sofrem por conta desses possíveis demorados imprevistos estão os estudos. Em uma cidade como São Paulo, por exemplo, sair de casa ou do trabalho com destino à uma escola de idiomas localizada a alguns bons quilômetros de distância torna-se inviável e sinônimo de desperdício de algo muito precioso, o tempo. Como qualquer crise, essa também abriu portas para um universo de inovações. Lado a lado com as demandas da população, empreendedores desenvolveram recursos para driblar as dificuldades e transformá-las em algo positivo para quem tem urgência em aprender ou aperfeiçoar uma língua: os aplicativos e plataformas online. O que não faltam são exemplos deles e, também, de pessoas que tiram o máximo proveito de suas conveniências. João Paulo Glozer, de 35 anos, coordenador de treinamento e desenvolvimento da Gocil, é um desses cases. Por meio do aplicativo Skype, viu sua evolução nos estudos do inglês andar a passos largos. Com a possibilidade de escolher entre professores nativos e brasileiros, a ferramenta mostrou-se como uma forma de agilizar e direcionar de maneira personalizada o processo de aprendizado. “Eu queria fazer aulas de inglês, mas buscava algo com um investimento acessível e que desse flexibilidade”, explicou Glozer, questionado sobre os motivos que o fizeram buscar o aplicativo. Além da comodidade, outro fator que diferencia as novas ferramentas das maneiras clássicas de estudo é o horário das aulas. Glozer chegou a tê-las às 22 horas aos sábados e usou, também, as pausas do almoço para se dedicar aos planos de melhorar consideravelmente sua compreensão do idioma. “Achei muito acessível, considerando que as aulas eram individuais, não havia necessidade de compra de material didático e locomoção. Era muito bom.” 34

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


SKYPE Ao contrário de quem cria obstáculos para aprender outros idiomas, João Glozer uniu a praticidade da tecnologia ao baixo custobenefício e fez aulas de inglês online no tempo livre.

ALÉM DO SKYPE, OUTRAS PLATAFORMAS GANHAM DESTAQUE ENTRE ESTUDANTES:

DICAS D E COMO A AP REND E R IDIOM COM N OVAS TECN OLOGIAS: −−Ter disciplina; cal; −−Estabelecer um lo rário −−Estabelecer um ho para as aulas e lições de casa; o −−Encontre um assunt que goste e entre são; em grupos de discus −−Entenda e teste cada plataforma.

ITALKI Sem livros ou os famosos flashcards, o app oferece professores de vários idiomas disponíveis para aulas em vídeo (Skype ou outro software). São instrutores de diversas regiões do mundo e fica a critério do aluno a escolha. ROSETTA STONE Com soluções linguísticas para empresas, escolas, faculdades e também pessoa física, o recurso promete não trabalhar com tradução. Com o uso de vocabulário, gramática e pronúncia, os alunos desenvolvem as habilidades de maneira imersiva. WESPEKE Por meio do contato com professores nativos, os alunos que escolhem o aplicativo podem optar pelos 130 idiomas disponíveis. Além de muito útil para quem quer aprender e adquirir fluência, o WeSpeke viabiliza uma interação dinâmica e descontraída entre as partes.

35

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Pais & Filhos ///

CYBERBULLYING, UM PERIGO POR TRÁS DAS TELAS Paralelo ao crescimento do número de abusos virtuais, cresce a quantidade de suicídios no Brasil. Conheça os riscos que seu filho pode correr no mundo online Por Carla Nogueira

O

cyberbullying tem se tornando uma preocupação mundial entre pais, professores, organizações não governamentais (ONGs) e governos. O que antes ficava restrito ao âmbito escolar, o bullying – termo usado para violência moral, intencional e repetitiva – agora ganha forças no meio virtual. As crianças e os adolescentes são, ao mesmo tempo, os maiores praticantes e as vítimas. No Brasil, dados da SaferNet, entidade referência nacional no enfrentamento aos crimes e violações aos Direitos Humanos na Internet, revelam que as denúncias de cyberbullying feitas à organização cresceram mais de 500% entre 2012 e 2014. Em 2015, um estudo realizado pela Intel Security com brasileiros entre 8 e 16 anos apontou que 66% dos entrevistados já presenciaram abusos na Internet, 21% foram vítimas e 24% admitiram ter praticado cyberbullying. Mais do que as proporções que atinge, uma vez que o espaço virtual é ilimitado, o que mais assusta no cyberbullying são os danos causados às pessoas. Segundo estudo do portal internacional de educação Online College, crianças e adolescentes que sofrem abusos virtuais são duas vezes mais inclinados a cometer suicídio. Nos últimos anos, jovens de diversos países, inclusive o Brasil, tiraram a própria vida por não conseguir lidar com as agressões. De acordo com a pesquisa, houve um aumento de suicídios de 76% entre as meninas de 10 a 14 anos e 32% entre rapazes e moças de 15 a 19 anos.

36

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


PAPEL DA ESCOLA

Especialistas defendem que o diálogo sobre o tema deve ultrapassar as fronteiras das residências e ser aberto nas escolas. Neste ano, entrou em vigor a Lei 13.185/15 instituindo o Programa de Combate à Intimidação Sistemática, que conceitua e estipula que as escolas devem implementar obrigatoriamente um plano de combate ao bullying e cyberbullying. Essa lei estimula a resolução passional e amigável dos conflitos através de ações educativas. Os professores, que estão mais próximos dos alunos, precisam saber lidar e interver quando há sinais de violência entre os colegas. “É importante saber que as ações que envolvem o cyberbullying, como calúnia, injúria e difamação, entre outras, estão previstas em lei e podem gerar responsabilidade civil e penal, inclusive para menores de idade”, explica Cristina Sleiman, advogada especialista em Direito Digital.

FACEBOOK

A fim de prevenir as agressões virtuais, a rede social Facebook lançou, em fevereiro deste ano, uma central de prevenção ao bullying no País, em parceria com a Unicef e a SaferNet. O Brasil foi o 53º país a entrar na iniciativa, e o objetivo é criar uma central de denúncias para evitar a exposição de jovens. Além disso, a proposta traz ferramentas que auxiliam na garantia de segurança e privacidade. O Safernet, por exemplo, oferece um chat para os jovens que queiram desabafar sobre o problema. O objetivo é encorajar as vítimas a denunciar casos de cyberbullying preservando-as.

EDUCAÇÃO

Pais e responsáveis questionam o que fazer para protegerem a garotada. Para Viviane Rossi, psicóloga especialista em crianças e adolescentes, “a melhor forma é educá-los para as novas mídias, as ameaças advindas delas e seu alcance”. A profissional também destaca que é preciso educar, passando valores como o respeito ao próximo. Também é necessário mostrar a importância do jovem falar quando há sinal de qualquer assédio. 37

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

5 SINAIS PARA RECONHECER SE O SEU FILHO ESTÁ SOFRENDO CYBERBULLYING • Mudança de comportamento; • Isolamento social e dificuldade de lidar com as pessoas; • Ansiedade generalizada; • Baixa autoestima; • Mudança no rendimento escolar.


/// Mulheres ///

CARREIRA x FILHOS:

TER OU NÃO TER? Tem crescido a quantidade de mulheres que optaram por adiar a maternidade. Em muitos casos, essa escolha pode ser resultado da dedicação à carreira Por Paola Brescianini | Foto: Paulo Pampolin

V

iajar, trabalhar, estudar, realizar metas pessoais, cuidar do corpo, ter lazer, curtir a família e os amigos, namorar e casar. Tudo isso está incluso nos planos de muitas mulheres. No meio de tantas tarefas e planos, como encaixar a maternidade? Ter filhos pode atrapalhar? Optar por não ser mãe ou adiar a maternidade pode ser uma solução? Segundo o IBGE, em dez anos, de 2004 a 2014, o número de mulheres sem crianças cresceu de 7,8% para 10,4%, e a quantidade de casais sem filhos subiu de 13,5% para 18,8%. A cada década, a mulher tem conquistado um espaço maior no mundo corporativo e na sociedade. De uns anos para cá, percebe-se um ligeiro avanço em termos de igualdade de funções entre homens e mulheres. Elas ganharam espaço em áreas antes predominantemente masculinas – como engenharia, aviação, mecânica, construção – e muitas ocupam cargos de diretoria e presidência em empresas. Dessa maneira, a escolha de não ter filhos se tornou mais comum nos dias atuais. Afinal, o casar e se tornar mãe deixou de ser um paradigma. Dar prioridade para o crescimento profissional ou para realizações de metas pessoais é algo extremamente presente na vida das mulheres.

SER OU NÃO SER

A palavra liberdade define a escolha de não ser mãe. Conciliar a carreira e ter filhos não é uma missão fácil, pois ambas as tarefas exigem muito tempo e dedicação, podendo sobrecarregar a vida da mulher. Valéria Brandini, especialista em antropologia do consumo, diz que a divisão social do trabalho dentro da gestão familiar é desigual: a mulher fica sobrecarregada de tarefas e, por isso, muitas vezes opta por não ter filhos. “Elas sabem que dentro de um casamento vai ser desproporcional o investimento de tempo de cada um, justamente porque a sociedade quer que seja assim”. Além disso, Valéria revela que culturalmente e socialmente a mulher tem o papel de cuidar, gerir e proteger. “O homem sozinho tende a beber mais, sair mais. Já a mulher sozinha, tendo mais tempo para si, se ocupa trabalhando os seus sonhos”. 38

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Elas [as mulheres] sabem que dentro de um casamento vai ser desproporcional o investimento de tempo de cada um, justamente porque a sociedade quer que seja assim

Valéria Brandini

A NOVA MULHER

Cabe a cada uma optar ou não pela escolha de ter filhos. Jacqueline Antony, psicóloga e orientadora de carreira, acredita que esta é a era da mulher. “Hoje, o perfil da mulher é de ser o que ela quer, e não o que ela tem que ser”. Houve um tempo em que a opinião de outras pessoas, principalmente dos homens, importava. Atualmente, as mulheres se sentem mais seguras e confiantes para fazer o que quiser. Elas percebem a capacidade que têm de administrar relacionamentos, trabalhos etc. “A mulher quer romper barreiras, limites, e fazer história”, completa. A protética Elaine Ferreira, de 52 anos, assume que nunca teve vontade de ser mãe e diz não se arrepender de ter colocado a profissão em primeiro lugar. “Comecei a trabalhar muito jovem. Aos 20 anos, já era chefe de um departamento, ou seja, sempre assumi grandes responsabilidades. Realmente visto a camisa no emprego e, por isso, me tornei workaholic. O espaço para filhos ficou pequeno”, conta. Elaine também revela que nunca teve o sonho de casar-se, como muitas mulheres têm. Seu sonho desde criança era comprar um carro, morar sozinha e aprender diversos idiomas. “Muitos gostam do convencional. No entanto, a vida é feita de escolhas. E resolvi seguir o que achava melhor para mim”.

EUA

Os Estados Unidos, por exemplo, são prova de que o comportamento feminino está se transformando. Por lá, muitos homens querem casar e ter filhos, mas as mulheres, não. Além disso, os jovens casais repensam a maternidade, porque houve um tempo em que só o homem trabalhava para sustentar mulher e filhos. No século XXI, o casal trabalha e, em muitos casos, não consegue arcar com todas as despesas. Para criar um filho muitas vezes é necessário abrir mão de alguns sonhos e adiar planos. 39

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Golfe ///

CRESCENDO PELA FORÇA DE NOSSAS METAS Percorri seis países em oito semanas pelo sonho de jogar nas olimpíadas – que, agora, se tornou realidade. Mas o que esse período intenso de classificatórias deixará como legado profissional? Descubra a seguir Por Victoria Lovelady | Foto: Paulo Pampolin

M

Victoria Lovelady é uma golfista paulista que representará o Brasil nas Olimpíadas Rio 2016

inha meta olímpica me levou a lugares nunca antes pensáveis. A corrida para conseguir pontos foi árdua, fazendo-me dar literalmente uma volta ao mundo para conseguir pontos. Fui da Suíça ao Marrocos, do Marrocos à China, da China ao Brasil, do Brasil de volta à China e da China à República Tcheca, onde finalizei a classificação olímpica. Ufa! Tudo isso realizado em apenas oito semanas! O que isso nos me trouxe de ensinamento para realizar metas? Que é preciso muito mais que vontade. É necessário planejamento e organização. Percebi que, a cada etapa, colocava certa pressão em mim, justamente por investir tanto tempo, dinheiro e até saúde. Falava para mim mesma: "Vim até aqui! Isso é pra valer e tenho que jogar bem!". Quando pensava assim, ficava muito focada no resultado e esquecia de focar no processo, no passo a passo. A meta olímpica não me levou somente a lugares inesperáveis, mas também aos mais altos níveis de jogo que, como atleta, nunca imaginei poder atingir. Entendi que o plano não tem nada a ver com o resultado: é algo que podemos controlar, porém, o resultado é uma consequência. Minha mente já estava estimulada com meu objetivo de dar o melhor para conseguir pontos olímpicos. E o que restava era focar nas minhas estratégias para cada buraco e na minha rotina mental em cada tacada. Uma levando à outra. A motivação de jogar as olimpíadas me dava paixão e combustível para rodar o mundo inteiro, mas quando era hora de jogar, minha técnica e trabalho tinham de tomar conta. Hoje posso dizer que sou uma golfista olímpica e vou disputar os jogos do Rio 2016! Mas se, por algum motivo, não tivesse me classificado, a meta olímpica já valeria o esforço. Cresci como jogadora independentemente dos bons resultados que tive. Este foi o fator mais importante que aprendi: temos de estabelecer metas altas, que nos dão a motivação para trabalhar fortemente em sua direção. Precisamos do planejamento para conquistar nossas metas, devemos focar nisso e dar o nosso melhor. Com isso, podemos ser levados ao inimaginável! E você, já pensou em suas metas? Planejou como conquistálas? Comece já, e conquiste o mundo! 40

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Saúde ///

UMA DOSE DE CAFEÍNA, POR FAVOR 79% dos brasileiros consomem café diariamente. Ao contrário do que se acredita, pesquisadores constataram que a segunda bebida mais ingerida no Brasil traz inúmeros benefícios à saúde do coração e pode ser incluída na dieta Por Camila Melim | Foto: Paulo Pampolin

E

xpresso, pingado, coado, com açúcar ou adoçante? Não importa. Reuniões corporativas, encontros com amigos e família são pautados com um bom café. Independente da forma de preparo, o café é uma das bebidas mais apreciadas e consumidas em todo o mundo. E ainda tem seus benefícios. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic), o cafezinho proporciona aumento da capacidade mental e da memória, eleva a sensação de bem-estar e melhora a concentração. Além de oferecer energia e aumentar o desempenho no dia a dia, a bebida dispõe de propriedades naturais capazes de auxiliar na ação preventiva de doenças patológicas. Cientistas da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, constataram que o consumo de duas xícaras é ideal para a prevenção de Alzheimer. Durante o experimento, observou-se que a cafeína bloqueou os efeitos de um neurotransmissor chamado adenosina, responsável pela perda de memória.

OUTROS BENEFÍCIOS DO CONSUMO

Um estudo feito pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), divulgado em 2015, apontou que o consumo anual da bebida equivale a 81 litros por habitante. A jornalista Lucia Camargo, consumidora assídua da bebida, confirma a estatística e comenta que bebe café todos os dias, no mínimo três vezes. “Percebo que o consumo me dá mais energia e também me ajuda a raciocinar melhor. Evito tomar à noite, porém, quando bate a vontade, procuro sempre o descafeinado”. De acordo com o Dr. Francinaldo Lobato Gomes, neurocirurgião especialista em cirurgia de epilepsia e mestre em neurociências, a cafeína também é ideal para quem pratica exercícios físicos, pois, além de aumentar a força da musculatura, melhora o estado de alerta e diminui a sensação de cansaço. “Há evidências de que a substância reduz a percepção de dor, melhora a atenção e o foco durante a realização das atividades físicas”, explica o médico. O especialista aponta ainda que, apesar de proporcionar inúmeros benefícios, é preciso saber dosar a quantidade de café ingerida, pois, de acordo com ele, o excesso pode provocar irritabilidade, agitação, ansiedade, dor de cabeça e arritmias cardíacas. 42

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


43

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Etiqueta corporativa ///

SUA ROUPA COMUNICA. SAIBA COMO Foi-se o tempo em que a moda podia ser vista como um assunto fútil. Hoje, seu conceito vai além do visual. Entenda como usá-la a seu favor no ambiente corporativo Por Paola Brescianini

A

moda também faz parte da estratégia de comunicação. Por meio dela, transmite uma imagem, que pode ser positiva ou negativa. Dependerá exclusivamente do que foi construída na identidade, ou seja, de tudo o que se comunica de dentro para fora, incluindo vestuário, cabelo, a fala, o tom de voz e o comportamento. São as estratégias de marketing pessoal que afetarão em grande dimensão a vida profissional. A moda vai muito além da aparência e, por isso, algumas organizações têm adotado o dress code. Traduzido em português como código de vestimenta, o dress code, para o universo corporativo, é uma excelente maneira de cuidar da imagem dos negócios. Cada colaborador deve compreender como cada marca se comunica, o setor que atua e a cultura para acertar no vestuário. “O funcionário representa a imagem e o nome da empresa, portanto, é necessário que ele utilize uma roupa adequada para o ambiente em que trabalha”, explica a consultora de imagem Adriana Naccarato. Os funcionários de agências de comunicação, por exemplo, têm mais liberdade para usar calça jeans e tênis. Já os que trabalham em bancos devem seguir a regra de apenas utilizar o jeans às sextas-feiras. Em empresas cujo segmento é mais restrito, o ideal é utilizar roupas sociais. A editora de moda Silvana Holzmeister afirma que roupas impróprias podem atrapalhar, inclusive, no crescimento profissional. “A primeira impressão é a que fica, é a verdadeira. O melhor é estar adequadamente vestido para cada ocasião, e isso não tem a ver com marcas caras ou a última tendência da moda”. Silvana ainda explica que cada ambiente profissional demanda seu próprio dress code. Em alguns, as regras são claras, o que não acontece em outros. Os casos em que a empresa não fornece uniforme ou exige um visual específico são os mais delicados, porque fica a critério do funcionário a tarefa de compreender e adotar as roupas ideais para o ambiente de trabalho. No entanto, certas peças são totalmente dispensadas no ambiente corporativo. As mulheres devem evitar roupas muito curtas, transparências, excesso de acessórios, saltos altos demais e desconfortáveis e maquiagem carregada. Já para os homens, o ideal é não vestir camisas e gravatas chamativas, bermudas, chinelos, jeans detonados etc. 44

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Mulheres

NÃO TEM ERRO EVITE ✘ roupas muito curtas, transparências, excesso de acessórios, saltos altos demais e desconfortáveis e maquiagem carregada PREFIRA ✔ Cores neutras, calça social ou jeans escuro e saia lápis na altura do joelho

Homens

NÃO TEM ERRO EVITE ✘ camisas e gravatas chamativas, bermudas, chinelos, jeans detonados PREFIRA ✔ cores neutras e básicas, calça social ou jeans escuro

45

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


HARMONIZAÇÕES INUSITADAS E IDEAIS PARA O TEMPO GELADO

ESPUMANTE ROSÉ + FEIJOADA Pode acreditar, o espumante combina mais com a feijoada do que com caipirinha e até mesmo a cerveja.

VINHO DO PORTO + CHOCOLATE A potência desse vinho é ideal para harmonizar com a intensidade do chocolate.

VINHO PINOT NOIR + PIZZA COM COGUMELOS Esse vinho harmoniza perfeitamente com alimentos terrosos, por isso, os cogumelos são ideais. Além disso, pizza sempre cairá bem com vinho.

CERVEJA BROOKLYN BREWERY BLACK CHOCOLATE + SORVETES E TORTAS DE FRUTAS Essa cerveja densa e com notas de malte torrado é ideal acompanhada dessas sobremesas.

VINHO ZINFANDEL + HAMBÚRGUER Ambos são suculentos, extremamente saborosos e ricos de especiarias. Uma combinação infalível.

CERVEJA AMAZON BEER STOUT AÇAÍ + MANDIOCA FRITA E PEIXES Essa é uma cerveja encorpada e com alto teor alcoólico, que combina perfeitamente com essas iguarias.

/// Para degustar ///

SURPREENDENTES HARMONIZAÇÕES PARA O INVERNO Quem disse que não podemos ousar no cardápio em dias frios? Confira dicas do restaurateur Marcelo Fernandes para combinar pratos e bebidas nesta estação Por Paola Brescianini Retrato: Paulo Pampolin | Demais fotos: Divulgação Independente ou não da interferência do El Niño, a verdade é que os meteorologistas avisam que 2016 deve ter o inverno rigoroso. Para torná-lo mais agradável, comer e beber são dois caminhos prazerosos. Além dos fondues, queijos, sopas e as massas, há outras opções deliciosas para variar, inovar e, claro, degustar nesta estação. Apesar de muitas vezes termos vontade de ficar somente em casa, este período também é ideal para reuniões com os amigos, happy hour acompanhado de vinho e jantares românticos com incríveis pratos. O restaurateur (especializado na administração de restaurantes) Marcelo Fernandes é um apreciador da boa comida e de como harmonizá-la com as bebidas adequadas. “Cada um dos meus restaurantes possui um prato especial com as características do inverno e, claro, com opções para os mais diversos gostos”.

ESPUMANTE BRUT OU PROSECCO + SALGADINHOS Os famosos petiscos não combinam só com cervejas. A boa acidez dos espumantes ajuda a equilibrar a gordura das frituras. 46

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


CERVEJAS PARA O INVERNO

CULTURA, INVERNO E SABOR: COMBINAÇÃO QUE DÁ ÁGUA NA BOCA <<< FRANCÊS No restaurante despojado Mercearia do Francês, o prato ideal para este inverno é o Cassoulet, um cozido de feijão branco com linguiça paio, calabresa, costelinha de porco defumada e confit de pato. A receita harmoniza com o vinho francês Côtes Du Rhône Parallèle 45.

ITALIANO >>> Para os fãs da culinária italiana, o restaurante Attimo possui um cardápio com incríveis opções para o inverno. Entretanto, o prato sugerido por Marcelo é a atração da casa: o delicioso arroz de linguiça, combinado com costelinha de porco, que harmoniza com o vinho De Martino Legado Gran Reserva Syrah 2013.

Ficou no passado acreditar que esta estação só combina com vinhos. Muitos não sabem, mas existem cervejas que não precisam estar muito geladas para serem consumidas. A bock, por exemplo, pode ser degustada em temperatura ambiente. Além disso, é fermentada em baixa temperatura e, por isso, é a mais forte de origem alemã, com um alto teor alcoólico. Geralmente, a cerveja bock é escura, porém, sua cor pode variar ao ser preparada com diversos ingredientes. Sugestão: a Baden Baden Bock é perfeita para harmonizar com carne de porco, salsichas alemãs, queijos Gouda e Gorgonzola, e até mesmo com chocolate!

<<< JAPONÊS Para quem ama a culinária japonesa, a recomendação é o o prato Kappo Lamen, do restaurante Kinoshita, feito com lamen fresco, caldo de shoyu, pancetta e ovo yamaguishi, que harmoniza perfeitamente com o Sake Hakutsuru Josen Dry.

HAMBÚRGUER >>> Já para os apaixonados por hambúrgueres, a sugestão é o Castelões da Hamburgueria Tradi, um tradicional hambúrguer com um sabor que faz toda diferença. É coberto por queijo prato derretido, molho de tomate, finas fatias de calabresa curada, maionese caseira e servido em pão de hambúrguer artesanal branco. O Castelões harmoniza com a cerveja Stella Artois, do tipo lager.

47

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


/// Viagens / Brasil ///

CLIMA EUROPEU EM TERRAS TUPINIQUINS

Passear pela cidade catarinense de São Joaquim pode ser uma bela surpresa para os amantes do frio e de belezas naturais Por Ana Carolina | Foto maior: Otávio Nogueira | Demais fotos: Paulo Afonso Silva Não é difícil render-se aos encantos do Sul brasileiro. E não à toa: Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul são estados capazes de agradar a todos, nas quatro estações do ano, seja por suas lindas praias ou pelo charme das regiões serranas. Mas quando a vontade é a de curtir um clima muito semelhante ao encontrado em cidades de países tipicamente gelados e europeus, existe em Santa Catarina um lugar que chama a atenção de turistas e torna-se destino certo no inverno: São Joaquim, a 229 km de Florianópolis. Em meio a botas, luvas e cachecóis, os meses de julho e agosto são ideais para os amantes do vinho e de conversas acolhedoras em volta de uma lareira. E claro, propícios também para os que esperam ver geadas ou neve, já que cachoeiras e lagos da cidade, localizada no planalto serrano catarinense, costumam congelar nos dias mais frios. Conhecida como uma das cidades mais frias do Brasil, São Joaquim produz excelentes vinhos, alguns deles considerados os melhores do Brasil. Por conta disso, é possível agendar um passeio pela Vinícola Villa Francioni e conhecer mais sobre cada detalhe do processo de produção da bebida. Quer algo a mais do que jantares regados a vinho e pratos típicos de inverno? Que tal uma trilha leve em meio a belezas naturais? O Snow Valley oferece, além de 2,5 km de caminhada, circuito de arborismo, tirolesa e muro de escaladas.

O Morro da Igreja é o 3º mais alto do estado. De seu alto, é possível avistar a Pedra Furada

48

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


NÃO PODE FICAR FORA DO ROTEIRO BOCAS DEL TORO Famosa por suas ilhas e praias, Bocas Del Toro é uma ótima escolha para os amantes da natureza. Por lá, encontram-se praias virgens, recifes de coral e a oportunidades de pesca em mar aberto. Passeios de lancha, caiaque e mergulho são mais algumas das atividades que farão a viagem valer a pena.

/// Viagens / Mundo ///

PANAMÁ: BELEZA FORA DO TRADICIONAL Descobrir lugares cada vez mais incríveis é privilégio dos que estão sempre curiosos. Acrescente novidade no roteiro e curta tudo o que há de melhor desse lado da vida Por Ana Carolina | Fotos (em sentido horário, a partir do alto): F. Ermert, Alberto Abouganem & Felipe Valduga Já pensou em fugir dos destinos tradicionais? Há lugares que escapam do comum e valem a pena conhecer. Se para uma boa viagem acontecer basta planejamento e antecedência, por que não ter como objetivo um país que destoa dos demais por seus lindos cenários, boas opções de compras e ainda banhado pelo mar do Caribe? Localizado na América Central, o Panamá é um destino atrativo por seus shopping centers e duty frees, mas também pode ser sinônimo de descanso, praias, sol e muito charme. Que tal incluir o país caribenho como próximo destino de viagem?

49

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4

Apesar de não contar com resorts e grandes redes hoteleiras, o paraíso tropical – a 32 km da fronteira da Costa Rica – oferece ao turista charmosas pousadas e albergues. Como uma vila caribenha, o local tem uma clima tranquilo e acolhedor. E tudo isso emoldurado pelas areias branquinhas de suas praias. CIDADE DO PANAMÁ Prefere desfrutar do conforto de um grande hotel? Uma ótima dica para quem também quer passar pela tradicional Cidade do Panamá é hospedar-se no Trump, que oferece a hóspedes e visitantes um leque bacana de passeios pelas ilhas próximas. O hotel faz referência ao Burj Al Arab, de Dubai, e tem um restaurante de uma lindíssima vista da cidade. Com prédios e estruturas gigantes, o que não faltam são atrações para os que visitam a Cidade do Panamá. E para os amantes da boa gastronomia, entre as melhores opções de restaurante está ‘Os Segredos da Carne’. Proprietário e funcionários do estabelecimento são brasileiros e, por isso, oferecem o que há de maior destaque da nossa cozinha. Por lá, você pode pedir uma caipirinha ao melhor estilo tupiniquim e nem perceber que está longe de casa. Ou seja, um local ideal para os que não abrem mão de sentir o gostinho e os aromas do Brasil.


/// Livros ///

LIVROS QUE TODO EMPREENDEDOR DEVE LER

Criar e manter uma empresa ativa não é uma tarefa simples. Por isso, nesta edição, indicaremos livros de quem entende do assunto para te ajudar nessa missão Por Alexia Raine | Fotos Divulgação

DIÁRIO DE UM EMPREENDEDOR Marcel Malczewski transformou seu trabalho de conclusão de curso da universidade em um dos maiores cases de sucesso de empreendedorismo brasileiro. Ao fundar a Bematech, o empresário escreveu “Diário de um empreendedor”, em que relata os desafios de empreender e compartilha com os leitores as lições aprendidas no meio do caminho. A obra mostra, ainda, a importância de um plano de negócios objetivo, controle de fluxo de caixa, ideias inovadoras e boas parcerias. Marcel Malczewski R$ 49,90 | Editora Évora

O QUE O EMPRESÁRIO PRECISA SABER?

EMPRESA FAMILIAR – CONSTRUINDO EQUIPES VENCEDORAS NA FAMÍLIA EMPRESÁRIA

A possibilidade de fracassar aterroriza muitos empreendedores. Fatores como incerteza, medo de tomar decisões erradas ou até mesmo dúvidas sobre o próprio negócio podem aumentar a margem de erros e arruinar o seu sonho de empreender. Pensando nisso, o autor estudou, durante dois anos, meios de fazer uma boa gestão do negócio para que os sócios sejam capazes de conduzir uma empresa com segurança. O livro é indispensável para quem precisa reassumir as rédeas de sua empresa e reinventar o seu negócio. Thiago Jabur Carneiro R$ 119,90 | Editora Juruá 50

O LIVRO VERMELHO DAS MULHERES EMPREENDEDORAS

Você saberia como demitir o seu próprio filho se ele não atendesse às necessidades da sua empresa? O autor desse livro, especialista em negócios familiares, explica como criar e manter uma empresa familiar, levantando as principais questões que envolvem esse tipo de relação. A obra mostra que, apesar de animador, envolver a família com os negócios sem estabelecer um modelo hierárquico que vai além da afinidade pode gerar problemas no futuro.

Leitura indispensável para mulheres fortes com ideias inovadoras, o livro compartilha dicas e estratégias de como transformar um sonho em uma empresa de destaque no mercado. Dividido em três etapas (empreendedoras, modelo de negócio e ambiente), a obra pontua os desafios do empreendedorismo feminino em plena crise econômica, apresenta cases de mulheres de sucesso e proporciona uma visão abrangente sobre o universo corporativo para mulheres com grandes ideias e poder de persuasão.

Eduardo Najjar R$ 49,90 | Editora Integrare

Guernica Facundo Vericat R$ 79,90 | Editora Bookout

GOCIL SEGURANÇA & NEGÓCIOS | EDIÇÃO 4


Segurança e Negócios – Ed. 4 – agosto/2016  

Leia na íntegra a quarta edição da revista da Gocil voltada a seus clientes. NESTA EDIÇÃO: • Como subir na carreira com o coaching • Geração...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you