Issuu on Google+

www.globalnews.com.br CORTESIA

São Paulo, 30 de Abril a 20 de Maio de 2013 | Anos XIV - Nº 164 | Diretor Responsável: Lino Almeida

São Paulo e Macedônia assinam acordo na área da inclusão digital

Guilherme Lara Campos

Sinal de TV analógica pode ser desligado em 2015 afirma Ministro das Comunicações

S

egundo o ministro, o fim da transmissão analógica seria feito em apenas um dia. O projeto já está tramitando na Casa Civil.

....................................................................................................... pág. 03

Aposentadoria especial para pessoas com deficiência é aprovada na Câmara

C

omo foi aprovado também pelo Senado, a proposta segue agora para sanção da presidenta Dilma Rousseff.

....................................................................................................... pág. 05

O Brasil vai ser o fomento na produção de alimentos até a próxima década

O

primeiro-ministro da Macedônia, Nikola Gruevski, esteve no Palácio dos Bandeirantes, onde se reuniu com o governador Geraldo Alckmin. Os dois assinaram o protocolo de intenções para que São

Paulo partilhe com o país europeu o conhecimento e a experiência do programa Acessa SP, de inclusão digital. .................................................................................................................pág.09

Center Norte realiza desfile e traz a influência das cores preta e branca

O

desfile de moda do Shopping Center Norte foi um sucesso e os protagonistas Flávia Alessandra, Otaviano Costa e Fabiana Semprebom

gn_abril_2013.indd 1

trouxeram para as passarelas, novas tendências para Outuno/Inverno 2013. As cores preta e branca serão destaque nesta estação, combinando peças a

acessórios. A ideia foi mostrar para o público como é possível estar na moda, apostando em peças chaves sabendo combinar as cores e acessó-

O

Brasil tem os três principais resquícios para conseguir elevar a produção de alimentos de forma a alcançar as projeções da OCDE

....................................................................................................... pág. 07

divulgação

rios fazendo com que eles conversem. Marcas famosas fizeram parte do desfile.

...............................................pág.09

26/04/2013 12:43:13


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

Dilma prepara a sua quinta estatal, a ‘Hidrobrás’, para portos e hidrovias

EDITORIAL O PIOR MOMENTO DO ANO PARA AS CONTAS CAMBIAIS

O

déficit na conta corrente do balanço de pagamentos superou US$ 6,9 bilhões, em março, e US$ 24,8 bilhões, no primeiro trimestre - e será insustentável se a tendência se mantiver ao longo do ano, pois projeta um desequilíbrio próximo de US$ 100 bilhões. Os investidores externos, no entanto, parecem acreditar que este é o pior momento do balanço de pagamentos em 2013 e apostam numa recuperação, pois o Investimento Estrangeiro Direto (IED) foi de US$ 5,7 bilhões em março, e é estimado pelo Banco Central em US$ 4,7 bilhões neste mês. De qualquer forma, as contas de março foram piores do que esperava o mercado. Em 12 meses, o déficit na conta corrente (que inclui a balança comercial, serviços, rendas e transferências unilaterais) chegou a US$ 67 bilhões, ou 2,93% do PIB, acima dos US$ 63 bilhões de fevereiro e dos US$ 54 bilhões de março de 2012, também em 12 meses. A conta de serviços foi negativa em US$ 3,7 bilhões, pois cresceu o déficit com transportes e, em especial, com turismo (+27,5% acima do de março de 2012). Os brasileiros viajaram mais e não parecem incomodados com a cotação do dólar. O déficit em viagens internacionais alcançou US$ 16,3 bilhões em 12 meses. E ainda

Presidente Dilma Rousseff vai igualar, em três anos, o número de empresas públicas criadas por seu antecessor, Lula, em oito anos

mais cresceram as despesas com aluguéis de equipamentos (US$ 4,8 bilhões, no trimestre, 20% acima das de 2012). A conta de rendas foi influenciada, para pior, pelas remessas de lucros e dividendos, que aumentaram 30% em relação ao primeiro trimestre de 2012. Também os juros da dívida externa foram 12% maiores. Na verdade, o maior responsável pela deterioração cambial foi o déficit comercial de US$ 5,1 bilhões, até março, ante um superávit de US$ 2,4 bilhões em igual período de 2012. O efeito negativo sobre as contas cambiais foi superior a US$ 7,5 bilhões. E quase metade desse desequilíbrio se deveu à mudança das regras de contabilização de importações da Petrobrás - ou seja, seria menor se o consumo de gasolina não fosse subsidiado, em detrimento do etanol produzido no País, provocando alta das importações. O ponto positivo é que o Brasil continua atraindo capital externo. Mas a quase duplicação do déficit em conta corrente no primeiro trimestre (de 2,2% do PIB, em 2012, para 4,3% do PIB, em 2013, segundo a consultoria LCA) poderá ter seu efeito agravado principalmente se houver uma retomada da economia global, oferecendo mais opções aos investidores.

O

governo Dilma Rousseff prepara a criação de mais uma estatal, que terá a tarefa de cuidar dos portos fluviais, hidrovias e eclusas do País. Projeto dos ministérios do Planejamento e dos Transportes prevê a formação de uma nova empresa, que assumirá as funções, nessa área, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Caberá a ela projetar, construir, operar, manter e restaurar a estrutura de navegação em rios, hoje muito abaixo de suas possibilidades e do potencial do País. Se levada adiante, a nova estatal será a quinta de Dilma em menos de três anos de governo - seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, também criou cinco, mas em oito anos. A presidente já incorporou à administração federal a Infraero Serviços, a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa e a Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias, além da Empresa Brasileira de Planejamento e Logística (EPL), esta última para planejar e articular ações na área de Transportes. As companhias se somam a dois ministérios - a Secretaria de Aviação Civil e a

Secretaria da Micro e Pequena Empresa -, adicionados por Dilma às 37 pastas herdadas de Lula. Ainda em gestação, a “Hidrobrás” teria dupla vinculação, reportando-se tanto ao Ministério dos Transportes quanto à Secretaria de Portos da Presidência (SEP), responsável hoje pelos terminais marítimos. A principal justificativa para a criação é que, sob o guarda-chuva do Dnit, os portos fluviais e hidrovias ficam em segundo plano, pois a autarquia concentra suas atividades na gestão da imensa malha rodoviária. “Países com as dimensões do Brasil não têm órgãos multimodais (para gestão de mais de um tipo de transporte), como o Dnit”, argumenta autoridade do governo envolvida no projeto, explicando que o Brasil não usa um terço de sua capacidade hidroviária. “Para você potencializar isso, precisa de alguma especialização”, sustenta. O ex-ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, que ontem transferiu o cargo ao ex-senador César Borges (PR-BA), diz que o objetivo do governo é tirar a estatal do papel este ano. “Estamos trabalhando com uma reestruturação onde

se considera uma empresa para cuidar de portos fluviais e a manutenção das vias navegáveis”, afirmou, sem dar mais detalhes. Segundo Passos, a continuidade dependerá do novo titular da Pasta. A criação da estatal deve ser discutida hoje em reunião de Borges com a cúpula do Dnit. Por ora, o ex-senador não se inteirou da estrutura que terá de administrar. Só ontem, após sua posse no Planalto, soube o número de diretorias do Dnit. “Quantas são? Três?”, perguntou ao diretor-geral do Dnit, general Jorge Ernesto Pinto Fraxe, sendo informado de que elas são sete. A execução orçamentária do Dnit expressa a atrofia do transporte fluvial no governo Dilma. Em 2011,

segundo dados do Tesouro, a autarquia investiu R$ 202,6 milhões nas hidrovias e portos fluviais, 52% do que prometeu (R$ 386,8 milhões). Em 2012, o desempenho foi ainda pior. O valor efetivamente gasto (R$ 145,1 milhões), a 32% do previsto (R$ 450,7 milhões). Nos dois anos, do total aplicado, mais de 70% são de restos a pagar de exercícios anteriores. Projetos importantes tiveram pouca ou nenhuma verba. Em 2012, por exemplo, o Dnit previu R$ 100 milhões para a Eclusa de Lajeado, no Rio Tocantins, mas não gastou nada. Para melhorar o canal de navegação do Rio Madeira, reservou R$ 10,4 milhões, mas pagou R$ 3,9 milhões. (Emilio Naranjo/EFE)

Lino Almeida Editor Chefe

Global News Editora Ltda. Rua Banco das Palmas, 349, CJ 03 - Santana - São Paulo/ SP - CEP 02016-020 Telefone (11) 2978-8500 - Fax: (11) 2959-1784 Novo site: www.globalnews.com.br - email: globalnews@globalnews.com.br Diretor Responsável: Lino de Almeida (MTB 40.571) Diagramação: Priscilla Carvalho Lima - email: priscilla.lima7@gmail.com / priss@bienemann.me Jornalismo: Regina Elias (MTB 40.991) Publicidade: Marina Crisostemo Circulação: Daniela Crisostemo Almeida. Produção e Acabamento: Global News Editora Faça um bom investimento, anuncie., ligue: (11) 2978-8500 Assessoria Jurídica: Dra Cassiana Crisostemo de Almeida e Dr. Rômulo Barreto de Souza.

164

118 anos

gn_abril_2013.indd 2

2

As matérias assinadas refletem o ponto de vista de seus autores, isentando a direção deste jornal de quaisquer responsabilidades provenientes das mesmas. A empresa esclarece que não mantém nenhum vínculo empregaticio com qualquer pessoa que conste neste expediente. São apenas colaboradores do jornal. É vetada a reprodução parcial ou integral do conteúdo deste jornal sem autorização expressa do Diretor Responsável.

26/04/2013 12:43:15


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

Registro profissional poderá ser solicitado por via internet

Medida vai beneficiar trabalhadores que dependem do registro para exercer a profissão em 14 categorias diferentes

T

rabalhadores de 19 estados poderão solicitar o registro profissional via internet. O serviço, chamado de Sistema Informatizado de Registro Profissional (Sirpweb), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), vai beneficiar trabalhadores que dependem de registro para exercer a profissão em 14 categorias diferentes. Por meio do Sirpweb, o trabalhador deve informar dados pessoais e relativos ao registro pretendido. Entre as categorias que poderão fazer registro estão a de agenciador de propaganda, artistas, atuário, arquivista, guardador e lavador de veículos, jornalista, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em espetáculos de diversões, técnico de segurança do Trabalho, técnico em arquivo e técnico em Secretariado. O registro profissional é um cadastro obrigatório a todos os trabalhadores que exercem atividades regulamentadas por legislação própria, entre os quais publicitários, jornalistas, artistas, radialistas, secretários e sociólogos. Atualmente, a concessão do registro, feita pelo Ministério do Trabalho e

Emprego (MTE), só pode ser feita mediante a apresentação do profissional nas superintendências do trabalho, com a documentação exigida. Nesta primeira etapa, o sistema será disponibilizado nos estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins. O programa piloto foi implantado em caráter experimental no Distrito Federal, em novembro de 2012. Numa segunda etapa, chegará aos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O Sirpweb é um sistema de gerenciamento e controle das informações dos registros dos profissionais das categorias regulamentadas por lei. Essas categorias têm a obrigação de se cadastrarem no sistema para desempenhar suas atividades e o uso da ferramenta vai facilitar bastante quem utiliza esse serviço.

 3

O governo cria plano de R$3 bi para inovação tecnológica do setor elétrico Governo apoia a inovação tecnológica do setor elétrico

O

governo criou um plano de apoio à inovação tecnológica para o setor elétrico, com orçamento de 3 bilhões de reais, para empresas que desenvolvam atividades ligadas a redes elétricas inteligentes, transmissão de energia ultra-alta tensão, geração de energia solar e eólica, além veículos híbridos e eficiência energética veicular. O plano Inovar Energia contará com R$ 1,2 bi do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), R$ 600 milhões da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e 1,2 bilhão de reais da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), informou o banco de fomento em comunicado. O plano busca fomentar e selecionar planos de

negócios que contemplem atividades de pesquisa, desenvolvimento, engenharia e absorção tecnológica; produção e comercialização de produtos; e processos e serviços inovadores. As empresas selecionadas poderão acessar o crédito com subvenção econômica e financiamento não-reembolsável para pesquisas realizadas em ICTs (Institutos de Ciência e Tecnologia), dentre vários outros instrumentos. O BNDES esclareceu ainda que será estimulada a formação de parcerias entre empresas e ICTs. Essas parcerias deverão contar com uma empresa-líder, que necessariamente deverá ser independente ou pertencer a grupo econômico que possua receita operacional bruta igual ou superior a 16 milhões de

reais ou patrimônio líquido de no mínimo 4 milhões de reais no último exercício. Exclusivamente para a linha de “Redes Elétricas Inteligentes (Smart Grids)”, poderão apresentar planos de negócios empresas que possuam receita ope-

racional bruta no último exercício entre 5 milhões e 16 milhões de reais, desde que apresentem também carta indicativa de interesse emitida por empresa concessionária do setor de energia elétrica. divulgação

Sinal de TV analógica pode ser desligado em 2015

O

ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o cronograma do governo prevê o desligamento do sinal analógico de TV para 30 de junho de 2016. No entanto, esse prazo pode ser antecipado para 2015. Segundo o ministro, o fim da transmissão analógica seria feito em apenas um dia, mas já está tramitando na Casa Civil uma proposta que faria o desligamento em três anos, antecipando o início para 2015 e indo até 2018. Paulo Bernardo acredita que essa proposta seja mais razoável, porque assim a população poderia se

preparar para a mudança. O ministro explica que as emissoras de TV já se adequaram à transmissão digital, mas ainda transmitem o analógico para dar conta de grande parte da população que não recebe o sinal de melhor qualidade: “Vamos estimular a compra de TVs digitais e conversores. É evidente que não podemos desligar o analógico se as pessoas ainda tiverem aparelhos antigos. A televisão é muito importante. Nós teríamos um problema social” Na entrevista, o ministro tratou, ainda, da rede 4G e da digitalização do rádio. O prazo para que o 4G entre em operação é 30 de abril de 2013. No início, será obrigatório que o sinal cubra apenas 50% das seis regiões metropolitanas que

receberão os jogos da Copa das Confederações - Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador e Recife. Paulo Bernardo ressaltou que esse prazo será cumprido pelas empresas, já que se trata de uma cláusula do edital

de licitação. Sobre a digitalização do rádio, o ministro diz que não há um plano. Estuda-se apenas a possibilidade de transformar emissoras AM em FM, passando-as para os canais 5 e 6 da radiodifusão. divulgação

Em breve

O ESTADO DA BAHIA gn_abril_2013.indd 3

26/04/2013 12:43:17


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

4

EDUCAÇÃO: O melhor investimento da vida Dia do Teatro no CIL

O

Dia do Teatro 2013 é a quinta edição do evento que levou ao Colégio Imperatriz Leopoldina cerca de 600 pessoas, entre a sexta-feira, dia 5 e o sábado, dia 6 de abril. O colégio é pioneiro em comemorar em seu calendario oficial o Dia Mundial do Teatro, comemorado oficialmente no dia 27 de março. Na escola a festa acontece no final de semana mais próximo da data. Neste ano o homenageado foi Karl VALENTIN, um ícone das artes na Alemanha, precursor de um gênero, hoje conhecido por “stand up comedy”. As professoras de teatro, Érika Bodstein e Valéria Marchi, formadas na EAD nos anos 1990, acabaram fazendo também a graduação em letras e lá na FFLCH (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo) acabaram se apaixonando por VALENTIN, ao estudar sua obra num curso de literatura alemã, ministrado pela Profa. Dra. Cláudia Dornbusch, que esteve presente no evento, para alegria de todos. Homenageamos um artista alemão porque esse é o Ano da Alemanha no Brasil e o teatro se fez presente em grande estilo, com cenas do mestre inter-

gn_abril_2013.indd 4

pretadas por varias turmas de idades diferentes. Os alunos do Curso de Teatro do CIL também se apaixonaram por VALENTIN e estudaram com gosto a história desse gênero de comédia, muito popular em nossos dias. A Exposição de Fotos ao som da banda de rock Valense fez o maior sucesso, pois nas paredes do Foyer do Auditório estava escrita a historia de quase 10 anos de teatro feito na escola, contada em fotografias de prêmios, peças, viagens, festivais. Vale uma nota especial para o Espaço Multikulti, no qual fizemos trechos de “Hamletmaschine” de Heiner Müller. Os atores arrancaram elogios do público quanto ao estudo do texto e da pronúncia do alemão, nos debates que eram feitos depois de cada apresentação. No sábado os alunos do Fundamental I fizeram pequenas cenas de “Branca de Neve” e de “A Bela e o Lobo”, além de apresentarem trechos do espetáculo montado no final do ano passado, “O Mágico de Oz”. Belos cenários projetados e muita cor nas maquiagens abrilhantaram ainda mais o evento dos pequeninos. Nos dois dias, depois de

haver a alma bem ceado, tudo terminou com festa gastronômica patrocinada pelo Restaurante Essendorf, na sexta, a tradicional sopa acompanhada do samba do Grupo Matiz e no sábado massas deliciosas. Nesse ano tivemos também um bolo comemorativo dos 90 anos do CIL, feito por uma ex-aluna querida, que agora cursa a graduação em gastronomia, e que foi servido a todo o público. Estava uma delicia! EVOÉ! Assim saúdam o deus do teatro, Dionísio! Longa vida ao Dia do Teatro do CIL!!!

26/04/2013 12:43:31


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

Inflação está desacelerando de forma significativa, diz membro do BCE

A

inflação na zona do euro está desacelerando de forma significativa, o que é importante para quando o Banco Central Europeu (BCE) decidir se reduz a taxa de juros, disse o vice-presidente do BCE, Vitor Constancio, segundo a agência de notícias MNI. As expectativas de que o BCE poderá reduzir ainda mais a taxa de juros, atualmente na mínima recorde de 0,75 por cento, aumentaram recentemente uma vez que alguns dados

econômicos mostraram fraqueza. A inflação também desacelerou para 1,7 por cento em março, menor nível desde agosto de 2010, em meio a uma contínua tendência de fraqueza nos preços da energia. “A inflação estava desacelerando de forma bastante significativa”, disse Constancio à MNI. “E esse, claro, é um fator importante para nós, porque a inflação é sempre a primeira a ser considerada.”

Aposentadoria especial para pessoas com deficiência é aprovada na Câmara

C

om a presença de cadeirantes no plenário da Câmara, deputados aprovaram projeto de lei que garante aposentadoria especial a pessoas com deficiência. Como foi aprovado também pelo Senado, a proposta segue agora para sanção da presidenta Dilma Rousseff. Terá direito à aposentadoria especial, pelo Regime Geral da Previdência Social, o segurado que contribuir por 30 anos, se homem, e 25 anos no caso das mulheres, se a deficiência for considerada leve. Daqueles com deficiência moderada se-

rão exigidos 27 anos de contribuição para os homens e 22 anos para as mulheres. Terá direito também a aposentadoria especial a pessoa com deficiência que tenha 60 anos, no caso dos homens, e 55 anos, se for mulher, e tempo de contribuição para a Previdência pelo período mínimo de 15 anos. A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que é tetraplégica, comemorou a aprovação do projeto. “Esse é um momento histórico para o país”, disse emocionada.

Governo prevê salário mínimo de R$ 719 para próximo ano

O

salário mínimo deverá passar para R$ 719,48 no próximo ano. O valor consta no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2014, enviado pelo Executivo ao Congresso Nacional. Pela proposta, o mínimo terá reajuste de 6,12% no ano que vem. O projeto também prevê crescimento de 4,5% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2014 e inflação

gn_abril_2013.indd 5

oficial também de 4,5% pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Apesar da perspectiva de que o Banco Central volte a reajustar os juros básicos da economia na próxima reunião do Comitê de Política Monetária, o documento indica manutenção da taxa Selic em 7,25% ao ano pelos próximos três anos, até o fim de 2016.

5

Investimento para levar conexão à internet a todo Brasil deve ser de R$ 125 bilhões

Ministro Paulo Bernardo disse que estimativa é para os próximos dez anos e deve contar com recursos públicos e privados

P

ara levar a internet a todos os municípios do Brasil será necessário investir cerca de R$ 125 bilhões nos próximos dez anos. A estimativa foi apresentada pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, à presidenta Dilma Rousseff. “A infraestrutura é a grande questão para universalizar o acesso à internet no País”, reforçou o ministro. Bernardo explicou que do total de recursos previstos, cerca de R$ 27 bilhões deverão ser destinados à expansão da rede de fibra óptica de longa distância, o chamado backbone, e cerca de R$ 100 bilhões em redes que levam a internet para dentro das cidades e até a residência do usuário, o chamado backhaul. Os investimentos serão usados na ampliação das redes e também em tecnologias

que possibilitam a conexão à internet como satélite e rádio. “Nós fizemos um cálculo e temos hoje cerca de 3,2 mil municípios com rede de fibra óptica pública ou privada. Isso significa que nós precisamos levar a rede para mais 2 mil municípios. Em alguns, nós avaliamos que não é viável, como na região amazônica e em pequenas comunidades. Nesses lugares, o provimento será por rádio ou satélite”, revelou. Os recursos para expandir o acesso à internet deverão ser tanto públicos quanto privados. Bernardo citou como uma das possibilidades para obter investimentos da iniciativa privada o leilão da faixa de 700 MHz. O objetivo é exigir a construção de redes de telecomunicações como contrapartida das empre-

sas vencedoras do leilão, que será realizado no próximo ano. O ministro disse que investimentos conjuntos do governo e da iniciativa privada em telecomunicações vêm ocorrendo também em outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, estão previstos US$ 15 bilhões para a expansão do acesso à internet, a França deverá gastar 20 bilhões de euros e a Austrália, 30 bilhões de dólares austra-

lianos. A previsão é que a expansão da infraestrutura de banda larga para todos os municípios do país ocorra em um período de 10 anos. “Vamos ter de buscar alternativas. Dez anos é um prazo que estamos estipulando. Mas é preciso dinheiro, equipamento e mão de obra. Pensar em fazer isso tudo em menos tempo pode ser mal sucedido”, concluiu. divulgação

Governo dá incentivo de R$ 1 bi para elevar produção de etanol e baixar preço

Mantega disse que o preço do combustível na bomba pode cair até R$ 0,12 por litro, mas ressaltou que setor não deve repassar integralmente o benefício fiscal

O

ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o governo vai reduzir a incidência de PIS e Cofins para etanol, que atualmente é de R$ 0,12 por litro. “Vamos dar crédito de PIS e Cofins correspondente a esse valor e, assim, vamos neutralizar seu impacto”, explicou. “É como se fosse zero (a incidência desses tributos)”, considerou. O potencial de redução do preço do etanol com as medidas, no limite, conforme o ministro, é de R$ 0,12 por litro, mas ele mesmo salientou que nem tudo será repassado. “Não quer dizer que o setor vá repassar os R$ 0,12. Condição dada à indústria é que aumente investimentos e oferta. Com isso, o preço já vai ser reduzido. A renúncia aos cofres públicos com a medida este ano será de R$ 970 milhões e, nos demais anos, de R$ 1,181 bilhão. Ele salientou, porém,

que as medidas anunciadas hoje visam a viabilizar condições para que o setor realize investimentos. “Não quer dizer que vai repassar tudo para o preço, pode repassar uma parte. Aumento da produção é o que nos interessa”, disse. “O setor precisa expandir produção.” O ministro lembrou que a primeira medida para o setor já foi anunciada há

alguns meses, que é o aumento de 20% para 25% da quantidade de álcool anidro na gasolina. O aumento do mix começará em 1º de maio. Mantega avaliou que essa medida vai reduzir o preço da gasolina. “Temos condição de fazer isso porque a área plantada se expandiu de 8% a 10% e a safra 2012/13 é muito boa. Tem expansão de mais de 10%. Com isso, teremos

etanol suficiente para a mistura”, considerou. Mantega defendeu que as medidas anunciadas ajudam a diminuir a inflação. “Isso só pode ajudar a diminuir inflação, e não elevá-la. Isso e o incentivo ao investimentos são elementos que beneficiam a contenção da inflação. Ambos são anti-inflacionários”, argumentou. divulgação

26/04/2013 12:43:32


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

6

A China vai enviar segunda mulher ao espaço este ano

Wang Yaping, tenente da Força Aérea chinesa, fará parte da tripulação da nave Shenzhou 10 e deve permanecer em órbita por 15 dias

A

China enviará ao espaço ainda neste ano sua segunda mulher astronauta, Wang Yaping, na nave Shenzhou 10, de acordo com informações do site oficial do país. A missão, que deve ocorrer entre junho e agosto, vai durar 15 dias e será a quinta tripulada da corrida espacial chinesa. Wang, tenente da Força Aérea, tem 35 anos, é natural da cidade de Yantai, na província de Shandong, casada e tem um filho. Ela vai embarcar junto com dois colegas homens na Shenzhou 10, que deve se acoplar, como sua predecessora, ao

gn_abril_2013.indd 6

laboratório espacial chinês Tiangong I (‘Palacio do Paraíso I’). “Os três astronautas permanecerão em órbita por 15 dias, 12 dos quais passarão no interior do Tiangong I”, disse o chefe de design do Programa Espacial Tripulado, Zhou Jianping. Os astronautas chineses realizaram o primeiro acoplamento de uma nave tripulada (a Shenzhou 9) em junho do ano passado, e ficaram dentro dela por dez dias. A tenente Wang foi uma das mulheres candidatas para tripular esta nave, mas quem acabou indo foi Liu Yang, que assim se trans-

formou na primeira mulher chinesa a ir ao espaço. Wang participou dos trabalhos de resgate durante o terremoto de Sichuan (no sudoeste), em 2008 – o mais grave em mais de três décadas na China e que causou 88.000 mortes e milhares de desaparecidos–, e pilotou um avião para modificar o clima durante as Olimpíadas de Pequim no mesmo ano. A missão precede as que terão como objetivo substituir o módulo Tiangong-I por uma estação espacial em 2020. Pioneira Liu Yang, a primeira chinesa a ir ao espa-

ço, fez parte da tripulação da nave Shenzhou 9, que decolou em 16 de junho de 2012. O objetivo da missão era realizar a primeira acoplagem tripulada com o

módulo-laboratório Tiangong I. A acoplagem aconteceu a 340 quilômetros de altura e a astronauta chinesa operou uma câmera manual que filmou o procedimento.

Aos 33 anos de idade, Liu Yang voou acompanhada do comandante Jing Haipeng, de 46, e do engenheiro Liu Wang, de 42 anos. divulgação

26/04/2013 12:43:35


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

7

ECONOMIA E AGRONEGÓCIO Inflação e endividamento vão reduzir participação da classe B no consumo

Governo anuncia em junho áreas da 12.ª rodada de óleo

Classe B perde o poder de compra revela estudo feito pelo IBGE

I

nflação em alta e endividamento elevado vão tirar neste ano o fôlego das compras da classe B, o estrato social mais importante no consumo das famílias do País. A participação de domicílios com renda média mensal entre R$ 3,7 mil e R$ 7,4 mil no bolo total dos gastos com produtos e serviços de R$ 2,8 trilhões projetado para este ano deve ser de 48,5%, aponta estudo da IPC Marketing, consultoria especializada em avaliar o potencial de consumo. Em 2012, essa fatia havia sido de 50%. Além de perder participação no total de compras nos 5 mil municípios do País, a classe B será praticamente o único estrato social que vai ter uma expansão de gastos com compras abaixo da média da população brasileira. O consumo total

deve crescer neste ano 9,9% em relação ao de 2012. Já o da classe B deve subir 6,6%, sem descontar a inflação. O estudo foi feito com base em um modelo desenvolvido pela consultoria que leva em conta números dos censos e pesquisas do IBGE e fontes secundárias. O pano de fundo é a alta de 3% do PIB e inflação de 5,7%. “A classe B neste ano está mais pobre do que em 2012 na sua capacidade de fazer novas compras, apesar de ter aumentado o número de domicílios urbanos nesse estrato social”, afirma Marcos Pazzini, diretor do IPC Marketing e responsável pelo estudo. De 2012 para 2013, a classe B foi ampliada em um pouco mais de 300 mil domicílios. Ele explica que, de um ano para outro, a classe B

“exportou” domicílios para a classe A, que ampliou em 11,6% sua capacidade de consumo. Ao mesmo tempo, a classe B recebeu novas famílias, egressas da classe C. Elas ascenderam socialmente pela aquisição de bens, patrocinada pela abundância de crédito, mas sem ter renda compatível com essa capacidade de compra. Isso ocorre porque o Critério Brasil, da Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa (Abep) e adotado pelos institutos

de pesquisas, leva em conta a posse de bens e o nível de escolaridade do chefe da família para estratificar socialmente os domicílios. Exemplo: as casas de classe B têm duas TVs, um carro e um banheiro. Na classe A, o número de TVs e de carros dobra e de banheiros triplica. Pazzini diz que criou uma estratificação social de renda média familiar correspondente à posse de bens para se ter uma ideia mais concreta do perfil dessa população. divulgação

O Brasil vai ser o fomento na produção de alimentos O país tem grande potencial para crescer 40% a produção até a próxima década, afirmou o ex-ministro da agricultura Roberto Rodrigues

O

mundo precisa elevar em 20% a produção de alimentos para suprir o crescimento da demanda até 2020 conforme estimativa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), órgão que reúne os países mais ricos. A União Europeia tem capacidade para uma expansão de 4%; Estados Unidos e Canadá, juntos, só podem crescer 15%; somadas, Rússia e Índia não têm como passar de 26%. Já o Brasil, sozinho, tem potencial para ampliar em 40% a produção de alimentos até o início da próxima década. Os números foram apresentados pelo ex-ministro da Agricultura e coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas (FGV), Roberto Rodrigues, em evento na Associação Comercial de São Paulo (ACSP). “O mundo nos pede esse crescimento. Temos con-

gn_abril_2013.indd 7

dições de alcançá-lo, desde que enfrentados e superados alguns gargalos institucionais e de infraestrutura” afirmou, lembrando que a oferta de alimentos é fundamental para a preservação da paz mundial. De acordo com o ex-ministro, o Brasil tem os três principais resquícios para conseguir elevar a produção de alimentos de forma a alcançar as projeções da OCDE nos próximos anos: terra agriculturável, mão de obra disponível e tecnologia avançada. Se dependesse apenas disso, o crescimento estaria praticamente garantido. “A terra é abundante. Dos 851 milhões de hectares do território nacional, 72 milhões estão cultivando e outros 89 milhões são perfeitamente agriculturáveis. O problema é que, desse total, apenas 15 milhões podem de fato ser usados, por causa de restrições das mais variadas, como a existência

de áreas de parques nacionais e de reservas indígenas, por exemplo. Mas isso entra na conta dos gargalos”, destacou Rodrigues. No que se refere a mão de obra, Rodrigues disse que não falta qualidade de trabalhadores, mas na opinião dele o País enfrenta um apagão de mão de obra no campo. “Muitas vezes falta pessoal capacitado para operar as modernas máquinas que chegam às fazendas. É mais um problema a ser enfrentado” Os gargalos, no entan-

to, tendem dificultar esse trabalho. De acordo com o ex-ministro, a lista começa com a logística, que sofre – já há décadas – com a infraestrutura precária de transporte e armazenagem. “Achei até engraçado o espanto que houve neste ano com as filas de caminhões para descarregar grãos nos portos. Isso já acontece há muitos anos, não é surpresa. E quem paga por esse custo de safra parada não é apenas o produtor, o consumidor também para”, disse.

O

governo deve anunciar em junho as condições e as áreas que serão ofertadas na 12.ª rodada de licitação de exploração de óleo e gás. As áreas em estudo são em terra e incluem as Bacias São Francisco, Recôncavo, Paraná, Sergipe-Alagoas, Tucano e Parecis, de acordo com apresentação feita pelo ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, para investidores dos Estados Unidos, na sede da Embaixada do Brasil em Washington. “O Brasil tem uma das mais brilhantes perspectivas para petróleo no mundo”, disse, no início da apresentação, para cerca de 50 investidores. Lobão citou estudos que indicam que a produção de petróleo no Brasil aumentará em 3 milhões de barris por dia até 2022. Ele citou ainda que o País pretende investir US$ 500 bilhões até 2012 em todo o setor de energia, 70% dos quais em petróleo e gás natural. “Brasil, Estados Unidos e Iraque estão entre os países que mais vão elevar a produção de petróleo”, disse. Para a 12.ª rodada, os royalties que as empresas que vencerem a licitação devem pagar ao governo ficarão entre 5% e 10%. No

caso de uma grande descoberta, também há uma cláusula de pagamento especial de 40% do lucro da exploração. O foco da 12.ª rodada de licitação é a exploração de gás e em recursos não convencionais. O leilão deve ocorrer em 29 e 30 de outubro. No caso do pré-sal, a administração federal está finalizando o estudo para definir as áreas que serão ofertadas, que devem ser anunciadas em julho. Em maio, ocorre a 11.ª licitação de exploração de petróleo, que atraiu 71 empresas. De acordo com Lobão, um número recorde e significativo, sobretudo quando se considera que o pré-sal não está incluído nesta rodada. Desse total, 64 companhias foram habilitadas, de 21 países. Lobão disse que espera que a 12.ª rodada atraia mais interessados. Questionado sobre a necessidade de aumentar o preço da gasolina novamente, o ministro de Minas e Energia afirmou que os preços do petróleo caem internacionalmente, de forma substancial, e que não vê motivos para discutir esse assunto agora. Sobre a dívida da petroleira, Lobão disse que não assusta, nem a empresa, nem o Executivo federal. divulgação

divulgação

26/04/2013 12:43:36


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

8

Escoamento da safra de grãos por ferrovia até Santos é ampliado

Prefeitura fará aplicativo de trânsito online

A

E

Aumento equivale hoje a 186 carretas e, em junho, serão 540 capacidade de levar grãos ao porto de Santos por ferrovia foi ampliada em uma composição de 80 vagões, o que equivale a 5,6 mil toneladas diárias (carga de 186 carretas). Até junho, a capacidade será elevada a dez trens diários, movimentando 19,2 mil toneladas a mais (carga de 540 carretas). O aumento favorece o transporte da safra produzida no leste do Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais e São Paulo, que devem enviar 10 milhões de toneladas de grãos até junho para o porto de Santos. “Isso vai reduzir a dependência do modal rodoviário na logística direcionada para Santos, além de ser uma alternativa mais econômica ao produtor. Com menos caminhões, também serão reduzidas as pressões nas rodovias no estado de São

Paulo“, destacou o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade. A melhoria no fluxo de trens foi obtida por acordo entre as empresas concessionárias da via férrea e operadoras dos terminais portuários, mediado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Ministério dos Transportes (MT). A negociação permitiu a liberação de seis quilômetros

ConectCar vai iniciar as vendas de tags em todo o Estado São Paulo

A

ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) autoriza a ConectCar a iniciar venda de tags e operação de seus serviços de pagamento eletrônico de pedágio em todo Estado. O tag ConectCar poderá ser utilizado em qualquer rodovia sob concessão paulista e possibilitará acesso a outros serviços além do pagamento de pedágio, como pagamento de estacionamento, compra de combustível e de produtos em loja de conveniência. A empresa, uma parceria entre Odebrecht e Ipiranga, é a terceira do setor a atuar em São Paulo, desde que o Governo do Estado abriu o mercado em 2012. Já operam a Sem Parar e a DBTrans/AutoExpresso. Com a quebra do monopólio neste segmento, os preços dos serviços oferecidos foram reduzidos e já não é mais cobrada a taxa de adesão em alguns planos. Além disso, passou a ser oferecido o serviço

gn_abril_2013.indd 8

pré-pago. Muito mais vantagem para os usuários das rodovias paulistas. Agora, a ARTESP e o Governo do Estado trabalham para as operadoras de pedagiamento eletrônico passem a oferecer os serviços do Sistema Ponto a Ponto, de pagamento por trecho percorrido. Hoje, o Ponto a Ponto já está em operação em três rodovias – SP 360 (Engenheiro Constâncio Cintra), SP 75 (Santos Dumont) como projeto piloto, e na SP 340 (Governador Adhemar de Barros). Além disso, o objetivo é que a partir de julho, qualquer usuário possa utilizar o Ponto a Ponto na SP 340. Atualmente, o sistema está dedicado aos moradores de Jaguariúna. No pedagiamento eletrônico, a ConectCar irá oferecer o modelo pré-pago (para pessoas físicas), sem mensalidade.

do trecho ferroviário entre Perequê e Cubatão, recentemente duplicado. O projeto de duplicação da linha férrea esta prevista até o bairro de Valongo, em Santos (SP), que permitirá elevar a capacidade para até 20 trens por dia (carga de 2,3 mil caminhões. O MT, a Secretaria Especial de Portos, a Polícia Rodoviária e a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Docas) irão se reunir para discutir a criação

de um sistema de organização das filas de trens e caminhões na margem direita do porto de Santos, como já ocorre na margem esquerda. O objetivo é inibir a parada dos caminhões sobre a linha férrea, bloqueando a passagem dos trens. Além disso, será tratada nos encontros a possibilidade de aumento da capacidade de descarga nos terminas de grãos. divulgação

Ideia é pôr na web imagens de câmeras da CET e deslocar mais rápido bombeiros e ambulâncias e outros serviços

m dois anos, quem quiser saber da situação do trânsito de São Paulo vai poder consultar um aplicativo oferecido pela própria Prefeitura. É o que prometeu ontem o secretário municipal dos Transportes, Jilmar Tatto, durante a audiência pública para a criação da Central Integrada Urbana (Cimu). A ideia é mostrar na internet imagens ao vivo de câmeras da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). O Cimu terá também a função de controlar e gerenciar o trânsito e o transporte público paulistanos. Os dados serão transmitidos por meio de uma rede de mil quilômetros de fibra ótica, conectando semáforos e centros de controle de tráfego de área. Desse modo, ambulân-

cias e bombeiros poderão ser acionados e deslocados com maior rapidez nos casos de acidentes viários. Em uma fase futura, o Metrô e a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deverão ser interligados à Cimu. O projeto está orçado em R$ 300 milhões. Protocolos. Ao longo da audiência, Tatto foi interpelado por representantes de empresas nacionais de fabricantes de sistemas de controle de tráfego. Para eles, a opção pelo protocolo UTMC, que é aberto, poderá favorecer indiretamente duas empresas estrangeiras - Siemens e Peek - já especializadas nesse código. Mas Tatto disse que as nacionais não serão prejudicadas. “Está ocorrendo uma corrida tecnológica.”

Portugal é suspenso do Ciência sem Fronteiras diz Ministério da Educação

Mudança é temporária e visa a estimular bolsistas a aprender outras línguas

O

Ministério da Educação (MEC) anunciou, a concessão de mais 17.282 bolsas do programa Ciência sem Fronteiras (CsF) em vários países. Com isso, o número de bolsas para este ano soma mais de 41 mil. Ainda estão abertos para este ano editais com 3.970 bolsas para China, Irlanda, Áustria, Bélgica e Finlândia. O ministério decidiu, porém, não conceder as bolsas que estavam previstas para 2013 em Portugal. A intenção é obrigar os estudantes a estudar uma nova língua, além de se formarem em sua área. “Queremos que os estudantes enfrentem a questão da língua, que todos aprendam uma nova língua”, afirmou o ministro Aloizio Mercadante. Nos últimos processos seletivos, Portugal, apesar de estar longe da excelência universitária de países como EUA e Alemanha, era um dos mais procurados. Segundo Mercadante, a

maior parte dos que queriam uma vaga em Portugal aceitou migrar para outro país. Pouco mais de 600 ainda resistem, mas, como não haverá mais vagas para instituições portuguesas, terão de escolher outras ou não serão aceitos pelo CsF. O MEC decidiu oferecer um curso online de inglês para ajudar os candidatos a uma bolsa do programa. De acordo com o ministro, o mesmo será feito com línguas como espanhol, alemão, francês e até mandarim. O ministro aproveitou a divulgação dos dados do CsF, em um auditório da

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior, para rebater críticas feitas ao programa. Citando uma reportagem do Estado, afirmou que não há como o MEC usar convênios já existentes entre universidades brasileiras e estrangeiras para evitar o pagamento do curso porque esses acordos são “pontuais” e servem apenas para estudantes das instituições conveniadas. “Em geral, conseguimos o abatimento de taxas”, garantiu, citando especificamente o caso de um contrato com a Fundación

Universidad, da Espanha, que ajuda a administrar o programa naquele país. “Eles nos ofereceram um seguro saúde por 420, quando o normal seria 1.080 por estudantes. Além disso, eles fazem pesquisas de vagas, toda a tramitação de documentos e vistos e os pagamentos para as diferentes universidades. No cômputo geral, o valor é inferior ao que pagaríamos”, garantiu, acrescentando ainda que há convênios semelhantes nos EUA, Alemanha, França e Grã-Bretanha. divulgação

26/04/2013 12:43:37


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

9

Center Norte realiza desfile e traz a influência das cores preta e branca para dentro do Shopping em 2013 “Acesso Fashion – a tendência é descomplicar” , e levar a moda das passarelas para o cotidiano

O

desfile aconteceu na Praça Central do Shopping e contou com a presença do casal global Flávia Alessandra e Otaviano Costa e de Fabiana Semprebom, que é a nova garota propaganda da Victor Hugo. Dentre as lojas participantes estão a Crawford, Ellus, Levi’s, Gregory, Victor Hugo, TVZ, C&A, Corello, Colci entre outras. Para as tendências outono/inverno 2013 as cores preta e branca estarão em alta, fácil de compor com diferentes peças e acessórios, deixando qualquer look elegante. No Center Norte você encontra uma gama enorme de variedades de peças que deixam você na moda. A gerente de Marketing do Center Norte, Ana Guiomar, nos revela “O Shopping quer através dessas ações, como desfiles, por exemplo, interpretar a moda das passarelas, ensinar como podemos ficar na moda e na tendência”.

São Paulo e Macedônia assinam Uni Sant’Anna conquista, mais uma vez, o máximo do esporte universitário acordo na área da inclusão digital prêmio Instituição recebeu o Troféu Eficiência FUPE 2012 e consolida

Governo do Estado vai partilhar com o país europeu a experiência do programa Acessa SP

O

primeiro-ministro da Macedônia, Nikola Gruevski esteve no Palácio dos Bandeirantes, onde se reuniu com o governador Geraldo Alckmin. Os dois assinaram o protocolo de intenções para que São Paulo partilhe com o país europeu o conhecimento e a experiência do programa Acessa SP, de inclusão digital. “A visita do primeiro-ministro é um marco

gn_abril_2013.indd 9

histórico nas relações econômicas, culturais e sociais entre Macedônia e Brasil. Assinamos um termo de cooperação muito importante na área de tecnologia de informação”, disse Alckmin. O Acessa SP, que será reproduzido na Macedônia, possibilita que a comunidade faça cursos, que seja implantada a acessibilidade de pessoas com deficiência e que monitores sejam pre-

parados para orientar os usuários. O país europeu é um dos que mais investem em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e foi o primeiro no mundo a atingir cobertura integral de wireless(rede sem fio). O primeiro-ministro falou que foi “uma visita muito significativa” e que conversaram também sobre saúde, política e economia. “Macedônia é um importante pais europeu que poderá ser um importante elo entre o Brasil, São Paulo e Europa em bases de complementariedade econômica”, disse o governador. “São Paulo é um amigo da Macedônia para estreitarmos nossas cooperações e parcerias”, finalizou Alckmin ao agradecer a visita de Gruevski.

a tradição na formação de esportistas de alto nível técnico

E

ntre as 42 Federações Universitárias Estaduais e Instituições de Ensino Superior que participaram dos Jogos Universitários no Estado de São Paulo 2012 - JUESP, a Uni Sant’Anna recebeu o prêmio máximo do esporte universitário. O Troféu Eficiência da Federação Universitária Paulista de Esportes - FUPE foi mais uma vez conquistado pela faculdade, que ficou em primeiro lugar na pontuação (455) das nove modalidades. A cerimônia ocorreu no sábado, 20/4, no Hotel Pulmam, em São Paulo, e reuniu equipes, atletas e dirigentes que se destacaram na temporada passada. A ocasião marcou, também, o lançamento oficial das competições do esporte universitário paulista 2013. Segundo Cesar Farid, gerente de Esportes da Uni

Sant’Anna e presidente da Atlética Acadêmica Santana, a instituição coleciona títulos ao longo dos anos. “Foram 13 Troféus Eficiências que conquistamos e isto representa a coroação de um trabalho desempenhado por uma equipe muito guerreira e unida.” Na Uni Sant’Anna desde 2001, Farid acompanha a evolução da performance dos atletas a cada temporada. “Além de estudar, a maioria dos alunos trabalha e, muitas vezes, não consegue se dedicar totalmente aos treinos. Mas aproveita ao máximo o tempo e o resultado é este, um alto nível técnico alcançado. Todos estão de parabéns, alunos, comissão técnica e o pessoal da Atlética.” O Troféu Eficiência ficará com a Uni Sant’Anna durante 2013. No final do ano, volta para FUPE, para

nova avaliação. O primeiro colocado de 2013 ganhará o troféu em 2014 e, assim por diante, pois é um troféu transitório. Além de ter sido campeã do JUESP 2012, a Uni Sant’Anna classificou-se sempre entre os três primeiros lugares, em todas as nove modalidades que disputou, seja no masculino ou feminino. Em segundo lugar, ficou a Universidade Paulista – UNIP (388 pontos) e, em terceiro, a Universidade Presbiteriana Mackenzie (239 pontos). divulgação

26/04/2013 12:43:40


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

Professores de SP terão reajuste salarial de 8%

Gaudêncio Toquarto

Aumento é superior ao 6% que estava previsto. Salário vai a R$ 2.257,84

P

Jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação. @gaudtoquarto

DEUS E O DIABO NO TEATRO POLÍTICO No Estado-espetáculo, até Deus é usado como bengala de apoio aos representantes políticos. A história é cheia de casos de atores políticos que organizam o próprio culto, ornando sua aura com atributos divinos. Mas o diabo também é avocado como protagonista do teatro da política fosforescente. A desastrada declaração do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) de que, antes de presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, ela era dominada por satanás, comprova a tese. Nos últimos tempos, bispos, pastores e apóstolos não medem esforços para organizar exércitos do bem a fim de enfrentar as forças do mal. Do alto de uma montanha de dízimos, os comandantes da guerra contra as trevas estruturam impérios religiosos, ganham concessões do Estado, locupletam cofres, organizam partidos e aumentam a fatia política com bancadas cada vez mais gordas. A expressão radical torna-se a arma de combate e de engajamento de milícias. Já a defesa de posições conservadoras funciona como escudo. A índole discriminatória explode. Essa é a composição que explica o imbróglio envolvendo o novo presidente daquela comissão. Flagrado postando mensagens homofóbicas e racistas nas redes sociais, Feliciano arremata que “pela primeira vez na história deste país, um pastor cheio de espírito santo” conquistou espaço dominado pelas tropas de Belzebu. Assim, comete um pecado ético, deixando transparecer a ruptura do princípio republicano que estabelece a separação entre Igreja e Estado. A linguagem cortante, claro, resultará em bacia cheia

gn_abril_2013.indd 10

10

de votos em 2014. Com o foguetório, o pregador consegue chegar aos píncaros da visibilidade. Vale lembrar que ele foi eleito pelos pares para comandar a comissão. Até aí, tudo bem. Inaceitável é o uso de peroração discriminatória dentro de um organismo criado exatamente para defender os postulados da igualdade e da pluralidade. O deputado pastor caiu na tentação de ultrapassar os limites do bom senso. Ao trazer satanás para a mesa da política e identificá-lo com seus pares, abriu caminho para ser examinado sob a lupa ética. Deslocar a religião para o palco central da política no molde feliciano é pregar abertamente a ilicitude dentro da própria Casa que faz as leis e deve dar exemplo de disciplina. Não se pretende defender postura apolítica de igrejas e credos. Seu papel missionário implica tomar partido. Constituem motivo de aplauso, igualmente, ações sociais pela elevação e pela promoção do ser humano. Essa é a visão abrangente da política que as igrejas podem perseguir. Outra coisa é política partidária, usar a religião como instrumento de negócios lucrativos, ímã para atrair fiéis e incluí-los nas siglas. A invasão religiosa do espaço público ameaça manchar o escopo republicano. Urge dar um basta à construção da “Igreja-Estado”. Foram-se os tempos em que líderes religiosos coroavam e descoroavam reis e rainhas. O bom senso aconselha: srs. políticos, muito cuidado para não trombetear, dentro da politicagem, o nome de Deus em vão.

rofessores do estado de São Paulo terão reajuste salarial de 8% neste ano. O porcentual é superior ao 6% que foi definido pelo governo, em 2011, para ser aplicado em 2013. O novo piso da categoria, válido a partir de 1º de julho, será de 2.257,84 reais para 40 horas semanais de trabalho. O valor representa um aumento de 44,28 reais em relação ao previsto anteriormente. O governo estadual encaminha à Assembleia Legislativa um projeto de lei complementar com o novo salário-base dos profissionais. A decisão do governo estadual tenta compensar a perda ocasionada pela inflação, que foi de 5,84% em 2012, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A ampliação do reajuste vale para 415.000 servidores e vai custar 165 milhões de reais aos cofres do estado. O anúncio impacta na política salarial anunciada pelo governador Geraldo Alckmin há dois anos, com reajustes previstos até 2014. No próximo ano, com os 7% de aumento previsto,

o piso salarial da categoria deve ser de 2.415,89 reais. Dessa forma, a variação do salário-base dos professores entre 2011 e 2014 será de 44,3%. “Valorizar nossos profissionais é imprescindível para conseguirmos aprimorar a qualidade do ensino”, afirma o secre-

tário estadual de Educação, Herman Voorwald. O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, a Apeosp, no entanto, alega que o reajuste não representa ganho real. “Pelo menos demonstra que a política não vai ficar congelada, mas o

problema é o porcentual. Os dois pontos são vergonhosos”, critica a presidente do sindicato, Maria Izabel Noronha. “Não houve compensação da inflação do ano passado e de 2011. Teria de ser, no mínimo, 12% neste ano para se falar em ganho real”, afirma. divulgação

Dificuldade de acesso ao crédito inviabiliza investimentos na rede hoteleira

Volta da garantia evolutiva é almejada pelo setor para que hotéis de pequeno e médio porte consigam expandir seus negócios

N

o Brasil estima-se a existência de 25,5 mil meios de hospedagem, dentre pousadas, hotéis e resorts, sendo a maioria (73%) de pequeno porte (com até 50 apartamentos). A exigência de 130% de garantia para obtenção de empréstimos inviabiliza o acesso ao crédito justamente à esta parcela do setor, a que mais necessita de incentivos financeiros. “A Hotelaria no Brasil é composta por hotéis independentes (93%) e de pequeno porte (73%). São estes empreendimentos os responsáveis por dar visibilidade a um destino e consolidá-lo como cidade turística. É por esta razão que defendemos políticas de incentivo mais abrangentes junto às autoridades, que atendam na tota-

lidade estes empresários e os motivem a expandir os seus negócios, agregando qualidade ao turismo nacional”, explica Enrico Fermi Torquato, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional). O assunto será abordado durante o 55º CONOTEL (Congresso Nacional de Hotéis), no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Pela primeira vez a feira Food Hospitality World vem ao Brasil, paralelamente ao Congresso, trazida pelo Grupo Cipa Fiera Milano. A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) conta com o apoio do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e Resorts Brasil para realiza-

ção do evento. A programação comple-

ta está disponível no site www.conotel.com.br.

26/04/2013 12:43:42


GLOBAL NEWS

gn_abril_2013.indd 11

Abril de 2013

11

26/04/2013 12:43:45


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

10 direitos em compras online pouco conhecidos pelos consumidores

Consumidor de São Paulo deve ter a opção de escolher data e turno de entrega do produto.

A

comodidade de comprar produtos e contratar serviços pela internet faz com que a prática cresça ano após ano. Para 2013, a expectativa da consultoria e-bit é de que as vendas do comércio eletrônico subam 25%. Para garantir boas compras, vale à pena conferir alguns direitos garantidos pelo Código de Defesa do Consumidor. O Procon-SP possui uma cartilha sobre o tema. Conheça 10 direitos que poucos conhecem: 1) Entrega: no Estado de São Paulo o fornecedor é obrigado a dar a opção ao consumidor de escolher data e turno de entrega do produto comprado (Lei 13.747/09). 2) Descriminação: no caso de aquisições feitas em sites de compra coletiva, o estabelecimento comercial não pode tratar o consumidor de maneira diferenciada em relação aos outros clientes por ele estar

utilizando um cupom de desconto. 3) Gorjeta: também em compras coletivas, o pagamento da taxa de serviço dos restaurantes é opcional. 4) Promoções: os sites que reúnem as promoções de diversos endereços de compras coletivas não têm responsabilidade por eventuais problemas na comercialização dos produtos e serviços, pois eles apenas divulgam as ofertas. 5) Importação: alguns sites oferecem produtos importados com preços atrativos, mas é preciso sempre checar a legislação de importação. Cada produto possui uma tarifa, que devera ser paga. O Procon-SP alerta que o valor dos tributos pode ser, inclusive, superior ao valor do próprio produto. 6) Arrependimento: o consumidor que compra pela internet pode se arrepender da compra em até 7 dias, contados a partir do

Estão sobrando bolsas para brasileiros em Harvard e MIT

A

pesar do convênio com as universidades ter sido firmado no ano passado motivado pela ida da presidente Dilma Rousseff aos Estados Unidos em abril de 2012, a falta de divulgação da oportunidade levou a Laspau (entidade vinculada à Harvard), que administra a concessão das bolsas, a realizar ontem uma

gn_abril_2013.indd 12

visita ao País. “Trata-se de um acordo histórico, sem precedentes. Os estudantes brasileiros precisam saber que eles podem estudar nas melhores universidades norte-americanas”, disse Angélica Natera, diretora adjunta da Laspau, durante agenda de reuniões com parceiros institucionais em São Paulo. divulgação

recebimento do produto ou da assinatura do contrato. Deve ser fomalizado um pedido de cancelamento e solicitado a devolução de qualquer quantia eventualmente paga. 7) Devolução: o fornecedor não pode exigir que a embalagem do produto não tenha sido violada, como condição para acatar o pedido de devolução da compra. 8) Garantia 1: todo produto ou serviço tem garantia, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor. Não precisa haver qualquer documento com um termo de garantia para que ela exista. 9) Garantia 2: o perío-

do de validade da garantia legal é de 30 dias para os produtos e serviços não-duráveis, como alimentos, e de 90 dias para os produtos e serviços duráveis, como eletrodomésticos. 10) Reclamações: em caso de problemas em compras coletivas, o consumidor pode reclamar ao próprio site de compra coletiva ou clube de compra, que é tão responsável quanto o estabelecimento que ofereceu o produto ou serviço. Se não conseguir solucionar a questão com o site ou com o estabelecimento, pode recorrer ao auxílio de um órgão de defesa do consumidor, como o Procon. divulgação

 12

A presidente Dilma sanciona lei que desonera folha de pagamento

A

presidente Dilma Rousseff sancionou hoje a lei que desonera a folha de pagamento de vários setores da economia. Com a medida, as empresas deixarão de recolher os 20% da contribuição previdenciária e passarão a pagar de 1% a 2% sobre o faturamento. O benefício, no entanto, não abrangerá os 48 setores previstos no texto final da Medida Provisória 582, que deu origem à nova lei. Conforme o Broadcast antecipou, o Planalto vetaria o incentivo para grande parte dos setores para evitar uma renúncia fiscal elevada. Entre os segmentos rejeitados pela presidente Dilma Rousseff, estão empresas de transporte rodoviário e ferroviário de passageiros, de prestação de serviços hospitalares, de engenharia e arquitetura, empresas jornalísticas e algumas empresas

de transporte rodoviário de cargas. “Os dispositivos violam a Lei de Responsabilidade Fiscal ao preverem desonerações sem apresentar as estimativas de impacto e as devidas compensações financeiras”, argumentou a presidente em mensagem encaminhada ao Congresso sobre as razões dos vetos. Além da desoneração da folha de pagamentos, a lei sancionada hoje permite a depreciação acelerada de máquinas e equipamentos para as empresas tributadas com base no lucro real. Pela lei, também foi criado o Regime Especial de Incentivo ao Desenvolvimento da Infraestrutura da Indústria de Fertilizantes (Reif). Os ministérios de Minas e Energia e da Agricultura definirão e aprovarão os projetos que podem se enquadrar como beneficiários do novo regime.

Os brasileiros são os que mais assistem TV e navegam na internet ao mesmo tempo

U

ma pesquisa da IPSOS realizada nos Estados Unidos, Espanha e países latino-americanos apontou que os brasileiros são os que mais assistem TV e navegam na internet ao mesmo tempo. No total, 64% dos entrevistados do Brasil afirmaram que realizam o chamado consumo simultâneo. A média em outros países ficou em 60%. Ainda segundo o levantamento, entre os brasileiros com este hábito, 7% tem o maior foco na televisão; 44% conseguem dividir a atenção entre a TV e os demais aparelhos e 49%

tem como foco principal a internet. “O hábito de assistir TV e acessar a internet ao mesmo tempo é extremamente comum entre os brasileiros, e se reflete na grande quantidade de comentários sobre a programação da TV nas redes sociais”, conta Rodrigo Soriano, sócio diretor da R18 - empresa pioneira em Social Data Analysis e que conta com o maior banco de dados social da América Latina. Curiosamente, entre Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Espanha e hispânicos nos Estados Unidos, o Brasil é

o país com menor acesso à internet via smartphone durante o consumo de TV: apenas 3%. Já no Chile, o índice chega a 16%. No

acesso via tablet, quase todos os países ficam na faixa entre 1% e 2%, destacando-se apenas os Estados Unidos e Espanha, com 6%. divulgação

26/04/2013 12:43:46


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

 13

SAÚDE EM FOCO A sociedade pode contribuir Cientistas criam técnica que com diretrizes para atenção às torna o cérebro transparente Nova tecnologia promete revolucionar estudo do pessoas com doenças raras órgão, que antes sofria danos quando era remontado As normas para a habilitação de serviços a esse público, também entrarão em discussão

O

Ministério da Saúde divulgou que a consulta pública do documento que estabelece diretrizes para a atenção integral e acolhimento às pessoas com doenças raras na rede pública. O objetivo é instituir a Política Nacional de Atenção às Pessoas com Doenças Raras no Sistema Único de Saúde (SUS) para oferecer atenção integral aos pacientes com anomalias congênitas, problemas metabólicos, deficiência intelectual e doenças raras não genéticas. Também entra em consulta o texto que traz as normas para a habilitação de hospitais e serviços que farão o atendimento a esse público no país. Com a instituição dessa política para doenças raras, a assistência

será estendida aos familiares dos pacientes. A criação dessa política vai ampliar e melhorar o atendimento dos pacientes de forma humanizada na rede pública, com regras claras a serem seguidas pelos profissionais de saúde do país. Com as diretrizes, esses profissionais - da Atenção Básica e da Alta Complexidade - vão ter um guia para organizar o atendimento e verificar os sinais e sintomas que devem ser percebidos, além das terapias que serão aplicadas a cada caso. Atendimento - Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) conta com 25 tratamentos protocolados e oferta medicamentos para 12 doenças raras: angiodema hereditário, deficiência de hormônio do cresci-

mento (hipopituitarismo), doença falciforme, doença de Gaucher, doença de Wilson, fenilcetonúria, fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita, ictioses hereditárias, síndrome de Turner, hipotiroidismo congênito e osteogêneses imperfeita. O conceito de doença rara utilizado pelo Ministério da Saúde é o mesmo recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS): doença que afeta até 65 pessoas em cada 100 mil indivíduos, ou seja, 1,3 para cada duas mil pessoas. As doenças raras são caracterizadas por uma ampla diversidade de sinais e sintomas e variam não só de doença para doença, mas também de pessoa para pessoa acometida pela mesma condição.

em computador a partir de fatias

U

ma equipe multidisciplinar da Universidade de Stanford, na Califórnia, desenvolveu um método para estudar o cérebro sem alterar sua forma e conexões internas, graças a um processo químico que o torna transparente, anunciou a instituição. Até o momento, o estudo do interior do cérebro implicava seccioná-lo, com a perda consequente de sua estrutura. Graças à nova técnica, batizada Clarity, o membro pode ser estudado como uma peça inteira, sem a necessidade de fatiá-lo. O procedimento implica na troca das bicapas lipídicas - camadas que envolvem as células cerebrais e as mantêm opacas - por moléculas de um hidrogel

transparente. A substituição não afeta a estrutura do cérebro. Com isso, a nova técnica apresenta um grande potencial para acelerar as pesquisas sobre doenças como o Alzheimer e a esquizofrenia e lançar luz sobre os neurônios vinculados à Síndrome de Down e ao autismo. “O estudo de sistemas intactos com esse tipo de resolução molecular e em toda sua dimensão foi um objetivo não alcançado na biologia, uma meta que o Clarity começa a cumprir”, explicou coordenador do estudo, Karl Deisseroth, que faz parte do departamento de bioengenharia e psiquiatria da Universidade de Stanford. O método, divulgado em

um artigo publicado na internet pela revista Nature, foi testado fundamentalmente com cérebros de ratos, mas também passou com sucesso por experiências com peixes-zebra e amostras de cérebro humano. Os cientistas podem penetrar nele com tecnologia tridimensional, fazer medições e utilizar produtos químicos que permitam distinguir suas estruturas internas por cores. “Nunca mais o estudo em profundidade do nosso órgão tridimensional mais importante ficará limitado por métodos bidimensionais”, indicou Thomas Insel, diretor do Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos. divulgação

divulgação

Cientistas criam gel que pode recuperar função cardíaca após enfarte

O material é feito com o próprio tecido do coração, onde pesquisadores realizaram testes em suínos enfartados, comprovando a eficácia do gel deve ser testada em humanos ainda neste ano

U

m gel que tem como matéria-prima o próprio tecido do coração pode recuperar parcialmente a função cardíaca perdida após o enfarte. A técnica, aplicada com sucesso em porcos, deve ser testada em humanos ainda neste ano, segundo pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Até o momento, não existem terapias que

gn_abril_2013.indd 13

promovam a reconstituição do músculo cardíaco afetado pelo enfarte. O material foi injetado no coração de seis porcos, duas semanas após terem sofrido enfarte. Outros quatro porcos enfartados, por outro lado, não receberam a terapia. Três meses após a aplicação, testes mostraram que os porcos que receberam o gel tinham melhorado a função

cardíaca, enquanto os que não o receberam apresentaram piora. Os cientistas observaram a migração de células musculares para a região que recebeu o gel, além da formação de vasos sanguíneos nas áreas enfartadas. No outro grupo, o tecido afetado tornou-se fino e fibroso. O enfarte ocorre quando uma ou mais artérias são obstruídas, impedindo

a chegada de oxigênio no tecido cardíaco. Sem oxigênio, parte das células do coração – ou todas elas – morrem, podendo causar perda das funções cardíacas ou até mesmo a morte do indivíduo. “Pensamos que a melhor coisa para se injetar no coração seria o mesmo que estava lá inicialmente. Então, desenvolvemos a forma líquida dessa estrutura muscular”,

afirma Karen Christman, uma das autoras do estudo, publicado no periódico Science Translational Medicine. Também foi constatado que o gel reduz a cicatrização, o que é importante, segundo o cardiologista Leopoldo Piegas, do HCor, porque a cicatriz que se forma após o evento atrapalha a contração cardíaca. Uma das críticas feitas ao estudo,

afirma José Eduardo Krieger, diretor do Incor, é que os testes não foram realizados utilizando, para efeito de comparação, a medicação administrada hoje a enfartados. Isso permitiria determinar se os efeitos do gel são superiores aos medicamentos disponíveis.

26/04/2013 12:43:47


GLOBAL NEWS

Vitrine de novidades

Abril de 2013

14

O presente ideal para o dia das mães!

Novo acelerador de partículas do Laboratório Nacional brasileiro começa a virar realidade em Campinas

O

maior projeto da história da ciência brasileira está prestes a sair do papel. Nas próximas semanas deve ter início o trabalho de limpeza do terreno para construção do novo acelerador de partículas do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), em Campinas. Com um anel de mais de 500 metros de circunferência, instalado num prédio de 250 metros de diâmetro – do tamanho de um estádio de futebol – a nova máquina será cinco vezes

gn_abril_2013.indd 14

maior e muito mais avançada do que a atual, que será desmontada. O custo total do projeto, batizado como Sirius (nome da estrela mais brilhante no céu), é estimado em R$ 650 milhões, com o primeiro feixe de luz previsto para 2016. Outro grande projeto federal, do Reator Multipropósito Brasileiro, a ser construído em Iperó (também no interior paulista), tem um orçamento maior, de R$ 850 milhões, mas sua missão principal será a produção

de radioisótopos para uso médico e industrial, e não a produção de ciência. “Se você pensar numa infraestrutura dedicada exclusivamente à pesquisa, o Sirius certamente é o maior”, diz o físico Antonio José Roque da Silva, diretor do LNLS. A expectativa na comunidade científica é igualmente grande. A luz síncrotron (uma radiação eletromagnética de amplo espectro, que abrange desde o infravermelho até os raios X) é usada em várias

áreas de pesquisa, como física, química, biologia, geologia, nanotecnologia, engenharia de materiais e até paleontologia. O acelerador funciona como um gigantesco microscópio, que os cientistas utilizam para enxergar a estrutura atômica e molecular de diferentes materiais, iluminando-os com os diferentes tipos de radiação presentes na luz síncrotron. Pode ser uma rocha, uma proteína, uma amostra de solo, um dente de dinossauro, um cabo de aço usado em pla-

taformas de petróleo, um fio de cabelo tratado com diferentes tipos de xampu,

ou qualquer outra coisa que se queira conhecer nos mínimos detalhes. divulgação

26/04/2013 12:43:55


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

15

Google financia pesquisas sobre internet no Brasil

Estudos acadêmicos tentam desvendar o sucesso de vídeos virais ao comportamento do aluno de videoaulas

D

escobrir por que determinados vídeos publicados na internet alcançam um sucesso estrondoso num espaço tão curto de tempo pode parecer uma tarefa impossível de ser realizada. Mas é exatamente esse o objeto de estudo de uma das pesquisas brasileiras que começaram a ser financiadas pelo Google. A empresa norte-ameri-

cana vai investir US$ 1 milhão - sem exigir direitos ou serviços em troca - neste e em mais outros quatro estudos de doutorado de pesquisadores brasileiros. É o primeiro aporte da companhia destinado ao financiamento de estudos no País. A pesquisa sobre os vídeos populares é de autoria de Flavio Figueiredo, com a professora Jussara

Almeida. Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), eles querem ser capazes de prever quando um vídeo vai “bombar” na internet. O trabalho de doutorado se baseia na monitoração do que ocorre ao redor dos vídeos: o caminho percorrido até chegar ali, a interferência de eventos externos (por exemplo, uma notícia) e a interação dos usuários

com conteúdo. “Existem padrões de crescimento de popularidade, como o da explosão e o gradual. Nós estamos tentando aprender esses padrões”, diz Jussara. Os questionamentos da pesquisadora caem bem num mundo que assiste a 4 bilhões de horas no YouTube por mês. Não à toa essa e outras ideias atraíram o Google. A empresa procurou financiar estudos

que tentassem entender o modo como as pessoas se comportam na internet um de seus grandes desafios atuais. O diretor de engenharia do Google para as Américas, Stuart Feldman, explica que os projetos têm em comum o caráter experimental. “Nosso objetivo maior é colaborar para o aumento da contribuição acadêmica em áreas que

acreditamos representar o futuro.” Todos os pesquisadores (dois grupos da UFMG, um da UFRJ e um da PUC-Rio) estão envolvidos nos temas dos estudos há no mínimo dois anos. O objetivo é identificar quando o estudante está desatento diante das videoaulas.

Gastronômico ROTEIRO

O mercado gastronômico cresce entre 2012 e 2014

O

bom desempenho que o setor vem registrando nos últimos anos aquece o mercado para o bacharel e o tecnólogo. De acordo com um estudo realizado pela ECD, empresa de consultoria especializada em food service (mercado de alimentação fora de casa ou nas residências, com consumo de alimentos preparados em estabelecimentos comerciais), o segmento cresceu 18% em 2012 e alcançar até 20% de crescimento em 2014. “Nas cidades que sediarão jogos da Copa do Mundo, em 2014, aumentam os investimentos para recepcionar os turistas,o

gn_abril_2013.indd 15

que tem contribuído para manter o mercado de trabalho em alta para os profissionais que atuam em hotéis, bares e restaurantes”, diz Lourival Soares de Aquino Filho, do IFCE. Confeitarias, panificadoras, empresas fornecedoras de alimentos, fábricas de pré-cozidos e hospitais são locais que mais demandam profissionais neste momento. A maioria das vagas ainda se concentra na Região Sudeste, no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde se localizam os restaurantes de alto padrão e são realizados os maiores eventos turísticos e de negócios. Cidades do Nor-

deste apresentam demanda por chefs, principalmente em novos hotéis e resorts. “No Sul, também há oportunidades por conta dos roteiros gastronômicos. Gramado e Canela, no Rio

Grande do Sul, são cidades conhecidas pela fabricação de chocolate e Santa Catarina é um estado polo para a culinária alemã”, afirma Aquino Filho. divulgação

26/04/2013 12:43:57


GLOBAL NEWS

gn_abril_2013.indd 16

Abril de 2013

16

26/04/2013 12:44:03


gn_abril_2013.indd 17

26/04/2013 12:44:06


GLOBAL NEWS

Abril de 2013

18

Em maio, museus paulistas serão grátis aos sábados

Q

uem curte visitar museus precisa reservar tempo em maio. Isto porque a Secretaria de Estado da Cultura vai promover uma série de atividades especiais ao longo do mês em 17 instituições estaduais. Trata-se do evento Museu MeUeSEU: De Todo Mundo, com exposições inéditas, instala-

gn_abril_2013.indd 18

ções, palestras e oficinas. E o melhor: entrada grátis em todos os sábados do mês (dias 4, 11, 18 e 25). A programação paulista é uma ação expandida da Semana Nacional de Museus, que ocorre tradicionalmente todos os anos em instituições museológicas do País – neste ano de 13 a 19 de maio. Isto porque no

dia 18 se comemora o Dia Internacional dos Museus. Na capital paulista, participam Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida, Catavento, Museu Afro Brasil, Museu de Arte Sacra, Memorial da Resistência, Museu da Casa Brasileira, Museu da Imagem e do Som, Museu do Futebol, Museu da Língua

Portuguesa, Paço das Artes, Pinacoteca e Estação Pinacoteca. Integram a programação outras quatro instituições: o Museu Felícia Leirner (de Campos do Jordão), Museu do Café (Santos), Museu Índia Vanuíre (Tupã) e Museu Casa de Portinari (Brodowski). Este último, mesmo fechado para restauro, fará pro-

gramação na esplanada em frente ao museu. “No ano passado, a gente já fez uma tentativa de programação compartilhada”, afirma a coordenadora da unidade de Museu da Secretaria da Cultura, Claudinéli Ramos. “Mas é a primeira vez que há um esforço para concentrar atividades de todos os museus

durante um mês inteiro.” A expectativa é que os resultados sejam ainda melhores do que em 2012, quando o público registrado nos museus paulistas em maio foi 40% superior ao mesmo período do ano anterior.

26/04/2013 12:44:15


gn_abril_2013.indd 19

26/04/2013 12:44:18


gn_abril_2013.indd 20

26/04/2013 12:44:34


Globalnews Abril 2013