Issuu on Google+

Curso de Resgate e Emergências Médicas

Lição 04

NOÇÕES BÁSICAS DE ANATOMIA

OBJETIVOS: Proporcionar aos participantes conhecimentos que os capacitem a:

1. Explicar o conceito de posição anatômica; 2. Citar a localização de uma lesão utilizando referências anatômicas; 3. Indicar as 5 divisões do corpo humano; 4. Enumerar as principais cavidades corporais e citar os principais órgãos de cada uma. 5. Descrever o processo de hematose (troca gasosa nos pulmões).

Revisão JAN/09

MP 4-1


Curso de Resgate e Emergências Médicas

CONCEITOS DE ANATOMIA POSIÇÃO ANATÔMICA O corpo humano visto na posição ereta, de frente para o observador, braços estendidos ao longo do corpo, as palmas das mãos voltadas para frente, pés paralelos e olhar dirigido para a linha do horizonte.

Revisão JAN/09

MP 4-2


Curso de Resgate e Emergências Médicas

REFERENCIAS ANATÔMICAS CONVENCIONAIS

B

A

C

PLANOS ANATÔMICOS A. PLANO SAGITAL MEDIANO: Divide o corpo humano em duas metades: direita e esquerda.

B. PLANO TRANSVERSAL: Divide o corpo humano em duas metades: superior e inferior.

C. PLANO FRONTAL: Divide o corpo humano em duas metades: anterior (ventral) e posterior (dorsal).

Revisão JAN/09

MP 4-3


Curso de Resgate e Emergências Médicas

SUBDIVISÕES ANATÔMICAS DAS EXTREMIDADES DO CORPO HUMANO 1. PROXIMAL: É o terço mais próximo da origem da extremidade. 2. MEDIAL: É o terço central ou médio da extremidade. 3. DISTAL: É o terço mais distante da origem da extremidade. PROXIMAL: refere-se a uma posição próxima da origem de alguma parte. DISTAL: refere-se a posição distante ou mais afastada da origem de alguma parte.

DIVISÕES DO CORPO HUMANO (SEGMENTOS)

1. CABEÇA 2. PESCOÇO 3. TRONCO 4. EXTREMIDADES SUPERIORES 5. EXTREMIDADES INFERIORES

Vejamos a seguir os principais órgãos, artérias, veias, ossos inseridos em cada uma dessas divisões acima elencadas:

Revisão JAN/09

MP 4-4


Curso de Resgate e Emergências Médicas

DIVISÕES CORPORAIS CABEÇA E PESCOÇO Estruturas anatômicas do crânio, face e pescoço, principais vasos sanguíneos e nomenclatura óssea correspondente: Caixa Craniana Órbita Ocular

Vértebras Cervicais (07)

Maxilar Artéria Facial Mandíbula

Veia Jugular Artéria Carotídea

Arco Aórtico

Arcos Costais

Esterno

Revisão JAN/09

MP 4-5


Curso de Resgate e Emergências Médicas

TRONCO Estruturas anatômicas do tórax e abdômen e pelve, principais vasos sanguíneos e nomenclatura dos ossos correspondentes:

Artéria Subclávia Artéria Carotídea Arco Aórtico

Coração (dividido em átrios e ventrículos) Veia Cava Inferior Aorta Inferior

Artéria Ilíaca Comum Ílio

Sacro Púbis Ísquio

Revisão JAN/09

MP 4-6


Curso de Resgate e Emergências Médicas

EXTREMIDADES SUPERIORES E INFERIORES

Estruturas anatômicas dos membros superiores e inferiores:

Cintura Escapular

Tórax Braço Antebraço Abdômen

Punho Região Tenar

Região Hipotenar

Cintura Pélvica

Revisão JAN/09

MP 4-7


Curso de Resgate e Emergências Médicas

NOMENCLATURA DOS PRINCIPAIS OSSOS DOS MMSS e MMII

Revisão JAN/09

MP 4-8


Curso de Resgate e Emergências Médicas

CAVIDADE CRANIANA

Revisão JAN/09

MP 4-9


Curso de Resgate e Emergテェncias Mテゥdicas

CAVIDADE TORテ,ICA

Revisテ」o JAN/09

MP 4-10


Curso de Resgate e Emergências Médicas CONHECENDO A HEMATOSE

Bem, o nosso corpo precisa de oxigênio (O2) para poder queimar nutrientes e assim produzir energia. O sistema respiratório é responsável por absorver esse oxigênio, passar pra corrente sanguínea e ainda por cima receber o gás carbônico (CO2) e expelí-lo para o ambiente. No ar que inspiramos (atmosférico) há cerca de 21,0% de oxigênio e 0,03% de gás carbônico. No ar que expiramos (alveolar) há cerca de 14,0% de oxigênio e 5,60% de gás carbônico. Inspiração e Expiração O ar entra e depois sai... Como ocorre isto? Existem músculos, chamados intercostais e diafragma, que vão fazer com que o pulmão se expanda ou contraia. Quando o pulmão se "contrai" e o ar alveolar (aquele cheio de CO2) sai, falamos que ocorreu e expiração. Quando o pulmão se "expande" e o ar atmosférico (aquele de fora, cheio de O2) entra, falamos que ocorreu a inspiração. Inspiração: Para ocorrer a inspiração, os músculos intercostais e o diafragma se contraem, fazendo assim o pulmão se expandir e a pressão dentro dele ficar menor do que a pressão de fora. Por isso, o ar entra no pulmão! Expiração: Na expiração, os músculos intercostais e o diafragma se relaxam e assim o pulmão se contrai fazendo aumentar a pressão dentro dele. O ar então sai para o ambiente (que passa a ter uma pressão menor que o pulmão).

Como o oxigênio chega as células? O oxigênio sai dos alvéolos e se liga a células chamadas hemácias (ou glóbulos vermelhos). A hemácia possui uma substância chamada hemoglobina, essa substância tem uma cor avermelhada (por isso as hemácias são vermelhas). O Revisão JAN/09

MP 4-11


Curso de Resgate e Emergências Médicas oxigênio e o gás carbônico se ligam à hemoglobina como quando um imã atrai um prego. O ar do alvéolo é mais rico em O2 do que o sangue né? Pois então o O2 do alvéolo vai para o sangue onde se liga com a hemoglobina. Com o CO2 ocorre o contrário, o sangue é mais rico em CO2 do que o alvéolo né? Aí o CO2 sai do sangue entra no alvéolo. Esse processo se chama hematose. Quando o sangue (agora rico em O2) chega nas células, acontece o contrário: por difusão o CO2 sai da célula (meio mais concentrado) e vai para o sangue (meio menos concentrado). O O2 então sai do sangue (meio mais concentrado) e entra na célula (meio menos concentrado).

CAVIDADE ABDOMINAL

Revisão JAN/09

MP 4-12


Curso de Resgate e Emergências Médicas Funções dos principais órgãos da cavidade abdominal: FÍGADO: O fígado processa as reservas de ferro, vitaminas e minerais no corpo. Produz bile para ajudar a digestão do alimento e gorduras. Desintoxica o organismo de substâncias químicas, drogas e bebidas alcoólicas. Atua como um filtro, convertendo as substâncias que podem ser aproveitadas ou eliminadas.

BAÇO: O baço é um órgão linfóide situado no quadrante superior esquerdo, abaixo do diafragma, atrás do estômago. O baço influi na composição do sangue que irriga nosso corpo e ele controla a quantidade desse líquido vital em nossas veias e artérias. A atividade do baço está relacionada com o aparelho circulatório.

ESTÔMAGO: O estômago é um saco muscular em forma de J que compreende a parte mais ampla do trato digestivo, ele desempenha três funções principais no processo digestivo:ele se comporta como uma bolsa de estocagem;no estômago o alimento é triturado e amassado, embora você só note esta atividade quando ela é excessiva e ainda no estômago o alimento pode permanecer no estômago por várias horas e durante esse período o ácido vai destruir a maior parte das bactérias que porventura contaminavam o alimento.

VESÍCULA BILIAR: A vesícula biliar é uma víscera oca em forma de pêra, localizada na face inferior do fígado recoberta parcialmente pelo peritônio.Suas funções principais são acumular, concentrar e liberar a bile.

INTESTINO DELGADO: A principal função do intestino delgado é absorver nutrientes, fluidos e eletrólitos, um processo que é dependente de uma área de absorção adequada.

Revisão JAN/09

MP 4-13


Curso de Resgate e Emergências Médicas INTESTINO GROSSO: O intestino grosso é a porção final do tubo digestivo, e tem como funções absorver a maior parte da água e dois sais ainda remanescentes no bolo alimentar e transformá-lo nas fezes.

PÂNCREAS:

Glândula

digestiva

de aproximadamente

15 cm

localizada

transversalmente sobre a parede posterior do abdome, na alça formada pelo duodeno sob o estômago. Secreta enzimas digestivas e o hormônio insulina.

QUADRANTES ABDOMINAIS Localização dos órgãos nos quadrantes:

Quadrante Superior Direito

Quadrante Superior Esquerdo

Maior porção do fígado Parte do Intestino Grosso Vesícula Biliar

Parte do fígado Estômago Baço Pâncreas Parte do Intestino Grosso

Quadrante Inferior Direito

Quadrante Inferior Esquerdo

Cólon Ascendente do Intestino Grosso Parte do Intestino Delgado

Cólon Descendente do Intestino Grosso Parte do Intestino Delgado

Revisão JAN/09

MP 4-14


Curso de Resgate e Emergências Médicas

CAVIDADE ESPINAL

Funções da coluna vertebral:

As vértebras recebem o nome da região onde estão localizadas, sendo que temos: 7 cervicais, 12 torácicas, 5 lombares, 5 sacrais e 4 ou 5 coccígenas. Sua principal função além da sustentação do corpo humano na posição ereta, é a proteção da medula espinal que conduz todos os estímulos elétricos que vêem do cérebro.

Revisão JAN/09

MP 4-15


Curso de Resgate e Emergências Médicas

AVALIAÇÃO

NOÇÕES BÁSICAS DE ANATOMIA 1. Conceitue posição anatômica:

2. Utilizando os termos anatômicos aprendidos nesta lição, descreva a localização aproximada das indicações abaixo. Responda nos espaços logo abaixo.

Lesão A

Lesão F Lesão C

Lesão B

Lesão D

Lesão E

Lesão A = _________________________

Lesão C = ____________________

Lesão B =__________________________

Lesão D =____________________

Lesão F =__________________________

Lesão E = ____________________

Revisão JAN/09

MP 4-16


Curso de Resgate e Emergências Médicas 3. No espaço abaixo, relacione a coluna de palavras da direita com a coluna de palavras da esquerda. a) Sentidos

( ) Sístole e diástole

b) Glândula Tireóide

( ) Músculo da respiração

c) Baço

( ) Quadrante superior esquerdo

d) Estômago e intestinos

( ) Urina

e) Cotovelo e joelho

( ) Vasos sangüíneos

f) Veias e artérias

( ) Garganta

g) Faringe e esôfago

( ) Sistema nervoso

h) Controle de movimentos

( ) Sistema Digetórioo

i) Rins

( ) Olhos e ouvidos

j) Coração

( ) Articulação

l) Diafragma

( ) Hormônios

b. Escreva os nome dos principais órgãos existentes nas cavidades corporais. Cavidade craniana __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Cavidade espinal __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Cavidade torácica __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Cavidade abdominal __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Cavidade pélvica __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ Revisão JAN/09

MP 4-17


Curso de Resgate e Emergências Médicas

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 1. Planos de aula do Curso de Assistente de Primeiros Auxílios Avançados do Programa USAID/OFDA/MDFR/UDESC/SMS/CBPMESP de Capacitação para Instrutores, São Paulo - 1998. 2. Socorros Médicos de Emergência. American Academy of Orthopaedic Surgeons. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.ª, 1979. 3. Half, Brent – Primeiros Socorros para Estudantes – Editora Manole – 1º Edição Brasileira – São Paulo – 2002. 4. Bergeron, J. David – Primeiros Socorros – Atheneu Editora São Paulo – São Paulo – 1999. 5. Bergeron, J. David – Emergency Care – Brady Prentice Hall – Upper Saddle, New Jersey -1995.

Revisão JAN/09

MP 4-18


Curso de Resgate e Emergências Médicas

BLOCO DE ANOTAÇÕES _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ _______________________________________________________________ Revisão JAN/09

MP 4-19


L-04 Nocoes Basicas de Anatomia