Page 1


Grupo: Elieth Damaceno, Gleisa Opaloski, Janaina Rodrigues e Maurício Silva. Curso: Bacharelado em Secretariado Executivo. Turma: 6º SEAN. Professor: Leonardo Rocha. Disciplina: Análise Organizacional.


Modelo de Gestão e Ciclo de Vida

MODELO DE NEGÓCIOS DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO: IFPR (Instituto Federal do Paraná) DESCRIÇÃO EXPLICATIVA

CONCURSO PÚBLICO: É um meio de gerar lucro indireto para a organização.

EVENTOS E PALESTRAS: Buscar profissionais experientes e inovadores para transmitir conhecimento para os discentes de forma clara e objetiva.

8 REDE DE PARCEIROS • MEC: Sistema educacional

para o ensino superior, onde é responsável pelo credenciamento e recredenciamento, o reconhecimento de cursos com intuito de oferecer um ensino de qualidade.

7 RECURSOS •

RECURSOS FÍSICOS: São os departamentos da Instituição, secretaria acadêmica, presidência ou reitoria, departamentos (marketing, financeiro, Rh), coordenação, salas de aula e auditórios.

RECURSOS FINANCEIROS: contribuição monetária do governo, verbas de terceiros, doações, parcerias com empresários.

RECURSOS INTELECTUAIS OU HUMANOS: marcas, propriedade de conhecimento, patente, e direitos autorais, TCC’S, projetos e cursos.

• PRONATEC: Programa de

acesso ao ensino técnico e profissionalizante cujo objetivo é ofertar cursos da área técnica agregado ao nível médio. • IBEPOTEQ: Empresa

terceirizada para recrutar e selecionar profissionais para trabalharem em empresas públicas. 6 ATIVIDADES •

VESTIBULAR: forma viável de demonstrar sua imagem e adquirir novos alunos.


RECURSOS HUMANOS: Professores, colaboradores e contratações terceirizadas. 9 ESTRUTURA DE CUSTOS •

FOLHA DE PAGAMENTO: é o custo mais alto dentro de uma organização, como é caso da IFPR. Devido à grande quantidade de funcionários a universidade tem um giro de despesas muito alto, entre elas, empresas terceirizadas (recursos humanos, limpeza e conservação, monitoramento e segurança), salários de regentes pagos pelo governo federal, contribuição sindical e outros benefícios. EQUIPAMENTOS SEMIDURÁVEIS (data show, impressora multifuncional, rádio) utilizados por professores e colaboradores e alunos da instituição para facilitar a execução de tarefas. MATERIAL DIDÁTICO: apoio pedagógico para professores lecionarem em sala de aula e para o discente ter o material para acompanhar a explicação do docente em sala de aula.

• 1 SEGMENTOS DE CLIENTES

ESTUDANTES PARA CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE (Curso de educação profissional técnica de nível médio subsequente, oferecido aos concluintes do ensino médio ou que estejam cursando o último ano do ensino). ESTUDANTES PARA CURSO TÉCNICO INTEGRADO (Curso oferecido somente a quem já tenha concluído o Ensino Fundamental. Onde envolve o Ensino Médio agregado com uma formação técnica, garantindo o aluno prosseguir os estudos em curso de nível superior e exercer uma atividade técnica). ESTUDANTES PARA CURSO SUPERIOR A DISTÂNCIA (Curso de ensino superior à distância cujos públicos são os universitários que desenvolvem atividades educativas em lugares ou tempos diversas, os quais utilizam meios e tecnologias de informação e comunicação para que o processo didático-pedagógico seja mais flexível no aprendizado). Principais características desta modalidade: •

Acessível financeiramente;

Flexibilidade de tempo;


Liberdade de assistir várias vezes a mesma aula;

Direto e objetivo;

Completo;

Autoestudo;

O aluno deve ser disciplinado e persistente;

ESTUDANTES PARA CURSO SUPERIOR PRESENCIAL (Curso de ensino superior presencial, onde o aluno realiza somente em sala de aula, e o mesmo pode contar com o professor para tirar duvidas e lhe cobrar no desempenho). Algumas características deste módulo: •

Esclarecimentos de duvidas são mais eficazes;

Recuperar o conteúdo com os colegas caso não esteja presente;

As possibilidades de networking;

Interação com os colegas;

ESTUDANTES PARA PÓSGRADUAÇÃO PRESENCIAL (Curso de graduação continuada, com duração de 2 anos e carga horária mínima de 360 horas. As pós-graduações são para graduados que decidem avançar a carreira profissional. Esses cursos compreendem os de Especialização e os MBA-Master Business Administration).

ESTUDANTES PARA PÓSGRADUAÇÃO EAD (Curso de ensino superior a distância que busca os mesmo objetivos que a pós-graduação presencial, só que a diferença entre elas são: o estudante pode planejar o seu tempo e o local de estudo, o qual utiliza os meios e tecnologias de informação e comunicação para que o processo didático-pedagógico seja mais flexível no aprendizado). ESTUDANTES PARA CURSO TÉCNICO INTEGARDO EJA (É destinado a alunos na modalidade de educação de jovens e adultos, que não tenham concluído o ensino médio e desejam obter, junto ao médio, uma formação de nível técnico).


2 VALORES •

EDUCAÇÃO COM EXCELÊNCIA: O IFPR tem objetivo de propor ao aluno um alto nível de ensino sendo ele EJA, Subsequente, Técnico e Superior. Oferecendo fácil acesso a educação aos cidadãos com qualificações de relevânc ia no mercado de trabalho.

CUSTO BENEFÍCIO: É uma instituição pública federal de ensino. Podendo ingressar por meio de processos seletivos devido à grande demanda. Oferece ensino e material de qualidade para os seus discentes sem custos mensais.

STATUS: Possui credibilidade governamental e pelo MEC. Grande reconhecimento do currículo do aluno perante as instituições de ensino.

3

RELACIONAMENTO

VÁRIOS CANAIS: O Instituto Federal do Paraná por atuar também na modalidade de ensino a distância (EAD) utiliza a tecnologia como

5

CANAIS

OUVIDORIA: A ouvidoria é um meio de

aliada tanto para transmitir conhecimento quanto propor vários canais de relacionamento com os seus alunos, através do telefone, email, sistema próprio, AVA de comunicação, redes sociais e também a comunicação presencial. Podendo atender os seus alunos onde ele estiver. •

AGILIDADE: Conforme a grande demanda de alunos, o IFPR está cada dia mais buscando melhorias na comunicação. Tendo atualmente alguns setores responsáveis na gestão da informação para controlar e garantir ao aluno, retorno e agilidade para as suas necessidades.

COMPROMETIMENTO: O instituto tem a preocupação em propor um bom relacionamento aos seus stakeholders. O IFPR investe na qualificação de seus colaboradores para oferecer melhores prestações de serviços com valores e profissionalismo.

4 comunicação entre o discente e a IFPR, onde o aluno por meio dessa central de atendimento recebe orientações de


como resolver os problemas que está enfrentando, através de solicitações, reclamações, denúncias e sugestões sobre os serviços prestados. •

• •

ALUNO ONLINE: Aluno Online é basicamente o portal do aluno, onde o acadêmico tem fácil acesso aos materiais didáticos postados pelos professores, registros de atividades complementares e informativos pessoais (nota, faltas, quadro de horário, matrícula, histórico escolar). SITE PRÓPRIO: Tem como finalidade demonstrar o “cartão de visitas” virtual onde está disponível informações da instituição, tais como, missão, visão, objetivos, valores, contatos, divulgação de concurso público e processos seletivos, boletim interno, campus, organograma, licitações, resoluções,

sala de imprensa, entre outros 6

FLUXO DE RECEITA

São entradas específicas para aplicar na manutenção em geral, reestruturação da biblioteca, compras de livros, materiais de higiene, entre outras necessidades do grupo da IFPR. •

ARRECADAÇÃO DE TAXAS (INSCRIÇÕES): vestibulares, eventos e concursos.

ARRECADAÇÃO DE LOCAÇÃO: aluguéis de salas para workshop,

auditórios para eventos;

VERBA DO GOVERNO: Forma de apoio monetário governamental para investimentos de infraestrutura, salários, materiais didáticos.


8- Rede de parceiros

• • •

6- Atividades

• •

MEC PRONATEC IBEPOTEQ

2- Valor

VESTIBULAR CONCURSO PÚBLICO EVENTOS E PALESTRAS

7- Recursos

• • •

FÍSICOS FINANCEIROS INTELECTUAIS OU HUMANOS

9- Estrutura de Custos

• • •

FOLHA DE PAGAMENTO EQUIPAMENTOS SEMIDURÁVEIS MATERIAL DIDÁTICO

5- Fluxo de Receitas


ANÁLISE ORGANIZACIONAL CASE HAVAIANAS


1

1

1 DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL


1.1 Havaianas no auge dos anos

modernos Aos anos modernos inserem-se ainda as SANDÁLIAS HAVAINAS, como ícones da moda, revolucionária no design, confortável, luxuosa, enfim as havaianas podem fazer a cabeça e os pés, até mesmo de gente famosa. Convém ressaltar de que o Grupo ALPARGATAS, pai das SANDÁLIAS HAVAIANAS, hoje faz muito mais do que simples chinelos, o grupo cresceu depois de 1962 e tem uma gama de outros calçados em lançamentos essenciais nos tempos modernos. A marca Havaianas mantém a soberania com os pés no chão e não anda descalço, embora meio atrasada na tradição e na história, mantém-se jovem, pois o mercado de consumo é regrado sobremaneira com assinatura que fascina pelo custo/benefício aos seus consumidores, os altos índices de produção da empresa ALPARGATAS a tornaram bilionária por uma sandália que vende por si só, o segredo do negócio é este, criar um produto simples e dele torna-se lucro. Nesta ANÁLISE ORGANIZACIONAL reforçamos os estímulos de diversos clientes acostumados com o luxo, porém não dispensa uma Havaiana. Ela concede férias para os pés de qualquer pessoa, a importância de um produto em nossas vidas está

não somente no seu valor comercial agregado, mas também na importância pela qual damos para ele, vem da satisfação que nos faz lembrar e comentar sobre ele com nossos amigos, isso é a alma do negócio, se fazer valer dos benefícios que ele insere na vida das pessoas para assim nos apropriamos da divulgação facilitadora do mesmo, o case sobre as havaianas o grupo pode fazer a seguinte ANÁLISE ORGANIZACIONAL DA EMPRESA: 1.2 Breve Históricos -Em 1907, foi criada a sandália chamada de Alpargatas utilizada em colheitas de café; -Em 1962, foi inspirada numa sandália japonesa chamada Zori, feita da palha de arroz seu solado e tiras de tecido que em 1965 recebeu o nome de havaianas; -Em 1970, começou a campanha as legítimas com Chico Anísio para frear a imitação da concorrência; -Em 1994, houve uma turbulência e período de crise, invenção das havaianas monocromáticas para a classe alta da população – lançamento das havaianas top; -Em 1996, uma nova campanha fixou o seu posicionamento no mercado, a Alpargatas toma linha de frente


comercializando e exportando cada vez mais seu produto e criando um mix mais criativo e aceitável desenvolvido com mais cores e design. Os famosos do Brasil e do mundo passaram a calçar Havaianas, elas estão em todos os pés, as áreas do seu negócio são de alta rentabilidade, envolvendo pessoas para remodelar e desenvolver o padrão de moda gerando o clima organizacional de conduta prática fazendo com que as pessoas tivessem paixão em estarem na empresa, participando na ampla e moderna gestão que ilustra e foca o modelo de negócio utiliza-se dos 4 P´s(Produto, Preço, Ponto de venda e Promoção das Havaianas): 1.3 Mix de Marketing - 4P´s Composto Mercadológico Para analisar qualquer negócio deve verificar como funciona o marketing,desde a criação do produto até o produto final, sendo assim vemos que mix de marketing vem sendo aplicado pelas empresas, a fim de atender seus clientes e suprir suas necessidades e desejos de consumo, consequentemente atingindo com sucesso as estratégias individuais e organizacionais. Sobre o produto sabemos que existe Diversidade no Portfólio, mais de 25 modelos de 1997 até os dias de hoje, lançamento de novas cores, de acordo com as tendências de moda, estampas, novos modelos,

fabricação de modelos exclusivos para butiques e eventos (Ex.: Daslu – SP, Samantha – Malibu, São Paulo Fashion Week, Campanha de Natal do Morumbi Shopping, casamentos), etc. Preço: é a quantidade de dinheiro, bens ou serviços que atende diferentes públicos nomercado, até seis vezes superiores ao das Havaianas Tradicionais. Ponto-de-Venda: é o canal de distribuição que recebe um modelo diferente, de acordo com seu target2, mudança na exposição dos produtos nos pontos-de-venda: Cestas X Displays e Criação do planograma, para auxiliar os lojistas na organização e exposição das sandálias. Promoção: deixa-se de falar sobre o produto (as tiras não soltam e não tem cheiro), para destacar o usuário e suas atitudes, transformou o popular para o democrático e informal, lançamento do site oficial em três línguas (português, inglês, espanhol), veiculação de campanhas em mídia eletrônica nos 12 meses do ano e não somente nas temporadas. 1.4 Considerações finais

A ALPARGATAS manteve em posicionamento Premium, 2Expressão usada para designar o público alvo de um produto ou serviço.


recusando-se a vender grandes quantidades de havaianas a redes de hipermercados americanos. Antes da revolução da marca as Havaianas Tradicionais chegaram a fazer parte da cesta básica brasileira, as havaianas foi vendida no mercado externo, aproximadamente 8 milhões de unidades por ano, sua atuação dá-se hoje em 63 países, onde são comercializadas por até 8 vezes seu preço original produtos customizados ultrapassam os US$ 100,00 por par. Uns em cada 10 australianos compram Havaianas por ano, elas já têm até um apelido, são as havies. 2 A ORGANIZAÇÃO E O NEGÓCIO O grande desafio da organização Alpargatas, conhecida atualmente pela “marca Havaiana” e não como um produto, foi gerar a receita da empresa com a exportação do produto no mercado internacional. Para que o conceito de corporação fosse aplicado e obtives resultado, foi necessário identificar suas dimensões, o negócio, os objetivos, o modelo de gestão e a sua configuração. Uma das estratégias da construção de uma marca 2.1Dimensões Organizacionais

internacional ganhou fôlego em janeiro de 2001, com a contratação da Executiva Angela Tamiko Hirata para o cargo de diretora de comércio exterior. O que mais chamou atenção para a empresa contratá-la foram suas competências pessoais. A primeira delas, a fluência em quatro idiomas e a outra, a experiência com exportação de calçados ,experiências que enriqueceram o perfil profissional da empreendedora e atuação da mesma na Instituição. Com o auxílio dos 6 passos do diagnóstico, cujo objetivo foi coletar dados contextuais da Alpargatas para dar um parecer aos seus problemas e sugerir um tratamento para estes. Também foi possível identificar dentro dos 6 passos as 5 dimensões, e duas delas se destacaram para o estudo do caso. Todas as dimensões tiveram papel fundamental na organização, mas duas se destacaram no processo de aprendizagem. Dentre elas, a pessoa e a tecnologia, que agregaram valor às tarefas e contribuíram para a construção de estratégias e práticas condizentes com o contexto de transformação da empresa.


PASSO A PASSO PARA IDENTIFICAR AS DIFICULDADES E OPORTUNIDADESDAS 5D HAVAIANAS 1.

DEFINIR O PROBLEMA OU SITUAÇÃO A SER IDENTIFICADA;

2.

COLETAR DADOS;

3.

ANALISAR DOS DADOS PARA GERAR INFORMAÇÃO;

4.

INTERPRETAR AS INFORMAÇÕES PARA GERAR CONHECIMENTO;

5.

UTILIZAR O CONHECIMENTO PARA GERAR UM APRENDIZADO;

6.

COM O APRENDIZADO, GERAR UM PARECER (PASSADO, PRESENTE OU FUTURO) CRÍTICO OU NÃO;

AMBIENTE

TECNOLOGIA

Editoriais

de

modas

-

calçarem as modelos que desfilam em sua coleção de verão.

é

uma

revista

procurada pelas celebridades,

8Parceiros •

Vogue, com

fotos,

reportagens,

depoimentos, a mesma traz uma ótima divulgação, com isso

as

vendas

deslanchavam na América.

se


MTV garante a cobertura do

Matéria prima, não era uma

evento, como o campeonato

das

de surf na França cobrando

quando Ângela chegou ao

um valor mais baixo.

comando a mesma investiu

Marca

em

SaksFifthAvenue,

matéria

qualidades,

prima

de

qualidade.

ocupa espaço na vitrine da baladas Via Spiga, em Milão

melhores

Embalagem desenvolveu um

dividindo a cena com as

modelo sofisticado, decorado

marcas Dior e Prada.

com

cristais

austríacos

Swaroski em caixa especial para 6Atividades •

Exportaçãopraticamente

exclusivamente

7Recursos

um

divulgação: produto

e

o humorista Chico Anysio cuja sua venda foi de 76 milhões

usada com

de

para usar como ocorreu com

no inverno, criam uma meia

sandálias.

calçado

presenteia UMA celebridade

usarem seus chinelos mesmo ser

Materiais Lança

Inovaçõespara os franceses

para

o

exposição.

quadriplicou sua renda. •

colocar

de pares.

as

9 Estrutura de Custos •

Custos fixos: matéria-prima, parcerias, folha de pagamento de funcionários responsável por cada departamento.


Custos variáveis: modelo do

e a venda online processará por

novo

alguns dias.

produto

lançado

no

mercado.

4 Canais

2 Valor

Canais próprios: editorial da moda,

Marca:A marcaé a imagempelaqual

desfiles

a empresa é conhecida no Mercado,

iniciativas alternativas.

com

funçãolinguística,

representauma

forma,

visualmenteperceptívelcuja

a

de

estilistas

famosos,

1Segmentos de clientes Objetivo:

melhorar

a

linha

de

finalidade é diferenciá-los de outros

produtos havaianas para que os

idênticosousemelhantes.

mesmos atendam a necessidade

Novidade: seria inovar o produto existente, (melhorando

aplicando o

diferenciais design,

a

customização) para que o produto seja atendido por vários públicos. 3 Relacionamento com cliente Venda e Entrega: Pedido gerado por venda online ou presencial a entrega será imediata pela venda presencial

dos

clientes,

acompanhar

as

tendências da moda e ser flexível com os seus clientes permitindo-lhes que opinem sobre o produto a ser lançado no mercado. 5 Fluxo de receitas •

Venda: de produtos da marca havaiana.


3

MODELOS DE GESTÃO: CLÁSSICO E CONTIGENCIAL

Toda organização tem seu modelo de gestão, no caso da administração da marca Havaiana não foi diferente. A empresa Alpargatas lançada em São Paulo no ano 1962 criou a tal marcapor um tipo de chinelo de borracha que um dia foi considerado “coisa de pobre”. Produto fabricado para atender apenas pessoas de classe baixa, e aos poucos o mesmo foi conquistando o mercado até alcançar todas as classes. Então em meadosdos anos 1990 resolve melhorar o seu modelo, que antes era visto como administração clássica, pois nessa época existia uma produção em massa, preocupada sempre em atender às demandas por seus produtos e não deixando que os clientes opinassem os produtos ofertados. Com o aumento da distribuição de vendas a organização necessitou um novo modelo de gestão competitiva inovador, e acima de tudo consciente de responsabilidade no seu desenvolvimento, com habilidade de aprendizagem e conhecimento para o sucesso organizacional para adaptar-se no mercado nacional e internacional.


Com o passar dos anos foi se ajustando a maneira e o modo de fabricação, em busca de seu público alvo e descobriu-se que a maioria deste público, é um jovem ousado, ou seja, gosta de coisas diferenciadas. Quando Ângela, a empresária assumiu o cargo na Alpargatas, a mesma já exportava para quinze países, a maioria na America Latina. Atualmente, ela lidera uma equipe de quinze pessoas conseguindo que o produto chegue a cinquenta e dois países espalhados pelo mundo. Com isso a receita gerada pela exportação quadruplicou. E a procura pelas sandálias havaianas passa a ser maior. Desta forma, os desafios foram enfrentados e suas metas muito bem alcançadas. Reduzindo o marketing de divulgação em massa, à organização Havaiana, fez uma nova estratégia diferente, a mesma presenteou algumas celebridades e com este presente as suas metas são exploradamente conquistada em todos os países.

4 CICLO DE VIDA DAS HAVAIANAS

O Ciclo de Vida consiste na medida em que as organizações modificam as suas características e está sendo modificado seu processo de desenvolvimento. A empresa havaianas durante toda a sua história sofreu várias inovações, mudando a sua imagem gradativamente, tornando-se líder em vendas no Brasil e a fora em sua modalidade. A Havaiana atualmente repaginou-se o seu quadro de funcionários completamente que diz sobre as suas estratégias de marketing que ocasionou sua expansão internacional. Conforme uma analise com base aos modelos de Ciclo de Vida de Greinere Adizes podemos identificar com maior clareza, em qual ciclo de vida a empresa Havaiana vive hoje. De acordo com GREINER o conjunto de fases ou estratégias que uma organização pode atravessar durante a sua vida gera a capacidade de uma empresa de lidar com problemas maiores e mais complexos. E podemos apontar que a Havaianas passou por várias fases em seu processo de desenvolvimento, a qual se torna uma empresa madura e evoluída em seu seguimento. Segundo ADZES a marca esta em sua fase de plenitude, pois é flexível e esta sempre antenada as tendências e busca agradar os seus consumidores, satisfazendo as suas necessidades. Apesar de arriscar várias vezes como fez,


mudou radicalmente trocando gerencias e representantes e apostando em novas e nunca feitas, estratégias, obteve retornos incríveis que faz a marca havaianas crescer a cada dia. Outro ponto que comprova a sua fase de plenitude é o preparo da mesma para o lançamento de uma nova marca no exterior.

Portfólio 4 - Organograma Apresentar o organograma desenvolvido no exercício em aula (revisão de sábado). Alunos que não puderem participar da revisão devem fazer o exercício em casa e postar.

ORGANOGRAMA CIRCULAR


IFPR Educação a Distância Método EAD (Educação à distância) é uma forma de ensino que possibilita a auto-aprendizagem, onde há uma separação entre professor, tutor e odocente. O regente transmite o conhecimento, e o tutor é o elo entre a instituição e o aluno. Podendo aluno estar conectado por tecnologias, como a internet, televisão, vídeo, telefone, fax e tecnologias semelhantes. Interpretação do Organograma Circular Aluno: Receptor principal da informação de um ou vários professores para adquirir ou ampliar seus conhecimentos. 1.

AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem): É um meio de acesso aos serviços educacionais (aulas, bate-papo, materiais adicionais, dados cadastrais e suporte ao aluno) do IFPR – EAD. 2.

3.

Professor: Transmite o conhecimento para os docentes.

Tutor: Auxiliam os docentes a desenvolver o conteúdo que foi estudado em sala de aula. 4.

Material didático: É o apoio pedagógico para acompanhar as aulas, resolver as questões do caderno de atividade, que contêm tarefas 5.


complementares com a finalidade de possibilitar uma maior compreensão dos conteúdos e a verificação da aprendizagem adquirida.

6.

Professor: Transmite o conhecimento para os docentes.

Tutor: Auxiliam os docentes a desenvolver o conteúdo que foi estudado em sala de aula. 7.

Material didático: É o apoio pedagógico para acompanhar as aulas, resolver as questões do caderno de atividade, que contêm tarefas complementares com a finalidade de possibilitar uma maior compreensão dos conteúdos e a verificação da aprendizagem adquirida. 8.


Portfólio 6 - Configuração Simples

A Empresa Distribuidora, fundada em 2000, constituída em uma cooperação, nacional de ferramentas manuais importadas, cuja sua responsabilidade é englobar a manutenção e o aprimoramento do mercado brasileiro. A configuração desta empresa é simples, pois se trata de um modelo familiar e de pequeno porte. Devido ao ambiente simples e dinâmico à centralização de poder encontra-se na cúpula estratégica, onde concentra o comando e controle de toda decisão da gestão. Seu principal mecanismo de coordenação nessa estrutura simples é a supervisão direta, ou seja, a empresa possui 2 sócios diretores, os quais executam as atividades financeiras de compra e venda, marketing e relacionamento com os fornecedores diretos e indiretos. Sua missão empenha-se em atender os clientes e varejistas c a p a c i t a d o s nos mesmos ramos de atividades dentro do mercado nacional. No controle e no conhecimento se destaca os pontos fortes voltados a interação mercadológica entre a empresa e os varejões especializados. Também ressaltamos as características concretas: níveis de exigência ao prazo de entrega, maior disponibilidade do produto em estoque, contudo proporcionando rápido atendimento a clientela. Em relação ao mercado estável, as condições comerciais e financeiras são de longa duração, vistas no bom relacionamento entre os clientes, parceiros e a organização como um todo. As desvantagens: é possível identificar que existe falta de planejamento em conjunto, carência em tecnologia e pouca especialização horizontal. Sua parceria é o resultado do relacionamento atual e futuro com seus clientes existentes, exigindo forte atuação distributiva da empresa no interesse comercial mercadológico, que envolve a pessoa jurídica com os órgãos públicos e privados.


Questão elaborada referente à configuração da Empresa Distribuidora A Empresa Distribuidora de ferramentas nacionais e importadas, de cunho familiar, possui uma administração controlada por 2 sócios diretores que realizam supervisão direta nas atividades financeiras de ponta, marketing e relacionamento com os fornecedores. A empresa possui um público de varejistas especializados, porém a empresa tem uma desatualização tecnológica e não possui planejamento. Responda qual destas opções se enquadram na empresa distribuidora?

c) ( ) Agrupamento básico de

mercado. Sistema de controle sob desempenho. Descentralização vertical, mercados diversificados, antiga e de grande porte. O poder está centralizado nos gerentes intermediários. Acompanha a moda. d) ( ) Grandes unidades

operacionais, centralização e descentralização (vertical/horizontal). Planejamento das ações, organização conservadora com um sistema técnico regulado/normatizado. E possui um ambiente estável. e) ( ) Descentralização

a) ( ) Centralizada, pequena e

jovem, sistema técnico menos elaborado. Possui ambiente simples e dinâmico. Há existência de briga pelo poder. A empresa não acompanha moda. b) ( ) Instrumentos de

interligação. Tem uma estrutura orgânica descentralizada seletiva (horizontal). Obtém especialização profissional. Ambiento complexo e dinâmico. Consiste em um perfil jovem e flexível. Sistema técnico sofisticado. Segue a moda.

( vertical /horizontal ) ambiente estável/complexo. Tem um sistema técnico não regulado, não sofisticado. Também acompanha a moda.


Portfólio 7 - Burocracia Mecanizada Mecanismo de Robbins

construção final do objetivo almejado. 6. Margem de controle: é

grande, pois os níveis hierárquicos controlam boa parte dos processos.

1. Cadeia de comando:

Hierarquia de autoridade claramente definida. Pois o número da linha intermediária é gigantesca.

7. Formalização: as atividades

fins a produção é altamente padronizada, existindo muitas regras para os níveis operacionais.

2. Departamentalização:

Extensa. Têm várias atividades agrupadas, pois os setores são divididos por diversos segmentos organizacionais. 3. Centralização: Ampla.

Mecanismo de Mientzberg

1

Especialização de trabalho: Delegação. Onde o trabalho específico pode ser dividido em pequenas tarefas, cada uma sendo executada por um operador. Envolve operadores que executam o trabalho básico diretamente relacionado à fabricação dos produtos e à prestação dos serviços no núcleo operacional.

2

Tamanho da unidade: Extensa. A cadeia de comando é grande, pois possui uma linha intermediária.

3

Dispositivos de ligação: Interação. Transformam e distribuem por grande parte

Devido a grande influência do poder decisório da cúpula estratégica. 4. Descentralização:

Participativa. Os níveis hierárquicos inferiores tem poder de contribuir ao planejamento da empresa. 5. Especialização de trabalho:

Grande especialização de trabalho. Por esta configuração se apresenta frequentemente em empresas de produção no seu núcleo operacional, grande parte do setor produtivo onde as tarefas são executadas por uma equipe e que cada colaborador para a


do núcleo operacional sua principal responsabilidade a entrada e saída da matéria prima e por sua execução do produto; 4

Formalização do comportamento: Burocrática. Pois possui padronização em seus procedimentos de acordo com a tecnoestrutura onde determina a execução de todas as tarefas.

5

Descentralização vertical: Conexão Forte. Depende da coordenação para administrar o fluxo de informações e delegação de tarefas.

6

Treinamento e doutrinação: Padronização. Formalização

dos processos e qualificações com objetivo de adequar os procedimentos de forma mais viável ao ambiente. 7

Descentralização horizontal: Planejada. O planejamento está de forma acessível para aquelas pessoas que devem levar a efeito projetos administradores, gerentes.

8

Sistema de Planejamento e Controle: Técnico regulado. Por se tratar de processos produtivos necessitam de regras e normas para o alto nível de complexidade.

Questão do Enade Conforme os elementos de Mientzberg e Robbins e as características da Burocracia Mecanizada assinalem alternativa incorreta: 1.

(B) Tecnoestrutura elaborada altamente.

2.

(B) Hierarquia de autoridade evidentemente definida.

3.

(M) Dispositivos de Ligação formais.

4.

(R) Linha intermediária como parte chave.

5.

(B) Muita Padronização na execução de tarefas.

6.

(B) Alta especialização de trabalho vertical.


7.

(M) Sistemas de Planejamento e Controle técnico regulado.

( ) 1, 2 e 4 estão relacionados com as características da burocracia mecanizada a.

b.

(

) 3, 5 e 7 correspondem à teoria de Robbins

c.

(

) 1, 2, 5 e 6 são referentes à burocracia mecanizada

d.

(

) 2, 3, 7 caracterizam a configuração de Mientzberg


Portfólio 8 - Burocracia Profissional Descrição da BUROCRACIA PROFISSIONAL: •

Tecnoestrutura:Aformação do time do Clube Barcelona é realizada através de contrato com jogadores profissionais. Não há no Clube uma escola de futebol ou jogadores de base que vão galgando rumo ao profissionalismo. O investimento é a contratação de profissionais que se destacaram no mundo futebolístico ou tiveram alguma vivência no esporte. • Núcleo operacional: A parte chave da organização é a equipe de jogadores, onde os mesmos são profissionais com autonomia e controle na execução das suas funções durante o jogo, sendo que cada jogador se destaca em uma determinada posição no campo. • Linha intermediária: Relevante. Não é considerada a parte chave da organização, mas ganha na resolução de conflitos entre profissionais e a cúpula. Nesse clube as decisões não são prioritárias da cúpula estratégica, pois o núcleo operacional desempenha com autonomia suas funções e responsabilidade por suas ações nas atividades afins.

Assessoria de Apoio: Especialistas, como enfermeiro, técnico, médicos dão o suporte especializado à organização, sem envolvimento no trabalho dos jogadores. • Cúpula estratégica: Exerce o papel de interlocutor com os profissionais da fundação. Auxilia a equipe na conquista de títulos, na demonstração de belas partidas e, conseqüentemente, alcançar a perspectiva de marca e mercado. Elevando à audiência e propagando suas marcas e produtos na conquista de consumidores (torcedores) na Ásia e nos EUA. Ratificando ser este um time de beleza e sucesso. Características de uma Burocracia Profissional: a) Profissionais operam com relativa autoridade: - Profissionais tem que cumprir regras e normativas de sua empresa. No caso da Barcelona, as regras do jogo, fifa, estágios e clubes. b) Apoiada por treinamento e Doutrinação - Os jogadores passam por treinamentos constantes para trabalhar os erros e garantir uma qualificação continua. Para haver a interação do time e passar sempre o foco que o Barcelona tem como foco o ataque. Ou seja, independente da autonomia que o profissional tem


dentro de campo as regras precisam ser compridas. c) Os profissionais operam com relativa independência em relação aos seus colegas - Devida a habilidade ser moldada de fora. Este profissional possui autonomia perante sua forma de jogar. d) O poder do profissional deriva da complexibilidade de seu trabalho que o impede de ser supervisionado ou padronizado por gerente e da grande procura. -Pode ser tratar de um mercado muito competitivo o profissional deve ingressar já pronto para entrar no time, pois se trata de um ramo muito rígido que não tem tempo a perder. e) Analisando conforme organização burocrática, porém descentralizada, o Barcelona não se trata apenas de um clube, pois descentraliza suas autoridades da parte chave da organização. O núcleo operacional (A autonomia muitas vezes é dos profissionais = jogadores). Isso sempre influenciará nas tomadas das decisões no Barcelona.

f) Trabalho operacional complexo e padronizado, sendo controlado diretamente pelo trabalhador que as executa. Em toda equipe profissional (neste caso jogadores), existem os treinadores (profissionais) que, seguem um padrão operacional de qualidade aplicado, porém o jogador tem a flexibilidade e autoridade de tomar decisão. 2- Aponte 1 (um) problema que o Barcelona poderá lidar por se tratar de Burocracia Profissional. A estrutura da organização não estará preparada para lidar com a falta de adaptação do jogador contratado, o cumprimento de normas, a união do grupo e pelo sentimento de superioridade sobre as demais pessoas e a inflexibilidade. No Barcelona pode ocorrer de ter profissionais não comprometidos que não compareçam aos treinamentos, não cumpre regras, e passam um marketing pessoal negativo prejudicando a imagem do Clube.


PORTFÓLIO 10 - ADHOCRACIA GRUPO: ELIETH DAMACENO, GLEISA OPALOSKI, MAURÍCIO SILVA E JANAINA RODRIGUES. CURSO: 6 SEAN Postar resumo do filme abaixo em até 3 folhas, apresentando as características que definem a empresa como uma Adhocracia. Sempre justificando com um "por que" e com informações do vídeo. A organização da empresa do Google é orgânica, pois todos os membros possuem conhecimento geral da atividade fim, não são necessariamente especializados, porém o espírito de equipe prevalece na obtenção do resultado com foco no planejamento estratégico. Outra característica é o alto grau de flexibilidade e capacidade de dar continuidade ao processo, caso haja perda de um dos membros ou mudanças externas ao processo. Cada funcionário do Google escolha a melhor hora de chegar ao trabalho, conhecido como “flextime”. Embora a flexibilidade do horário, a instituição atenta a pontualidade nos compromissos. A política da organização exige a alta transparência da tecnologia fazendo com que a produtividade incentiva o funcionário a lidar com as decisões baseada na autonomia e

responsabilidade individual. A coordenação e controle exigem que cada um tome a iniciativa ao detectar um problema. A configuração encontrada nessa companhia é adhocracia onde necessita de profissionais com alto nível de conhecimento, inovador, criativo e bom relacionamento com os demais. Muda freqüentemente sua forma interna devido aos fatores situacionais – segue a modadepende e atualiza os projetos elaborados conforme a demanda do ambiente externo da organização. A empresa tem política diferenciada das demais, o colaborador sente-se mais a vontade no ambiente de trabalho, pois tem diversas formas de se divertir e descansar nos intervalos, exemplos: sala de vídeo game, quarto para descanso e restaurante com diversos tipos de comidas. Estes espaços ajudam o funcionário a relaxar no momento que não está bem, refletir sobre o trabalho, possíveis imaginações ou mudanças. Muitas ideias surgiam , para saberem se as ideias teriam êxito e se supririam seus objetivos , realizavam testes dos serviços, mesmo assim os colaboradores ficavam inseguros. Um exemplo dessa situação foi o surgimento do GMAIL, em primeiro de Abril 2004, muitos pensaram que fosse loucura esse novo serviço, mas viram que de


repente estavam ganhando rios de dinheiro com esta criação. O Google revela que suas receitas estavam altas devidas uma boa publicidade e os investidores ficaram impressionados com esta revelação. Sergey Brin e Larry Page levaram seis anos para ficar milionário. O Google passou ser cultura pop na busca de dicionários e outros entretenimentos para os jovens. A organização procura profissionais que obteve conhecimento avançado e formação na atividade que for atuar. Os Recursos Humanos são exigentes, pois o candidato participa por diversas etapas durante o processo. Não é qualquer pessoa que consegue entra nesta empresa. O foco principal do Google não é o Orkut, Facebook e o Gmail, mas em transmitir os conhecimentos sobre o ramo de atividade da empresa. Com base nessas informações encontradas, a empresa analisa e seleciona o que será útil para o consumidor e a partir disso o cliente auxilia na tomada de decisão.


Portfolio 10 0 1  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you