Issuu on Google+


Prezado Colaborador, Este é o Guia do Vendedor Moura. O objetivo deste material é auxiliar você no planejamento e na execução das suas vendas. Ele oferece uma visão integrada sobre todos os temas relevantes para a sua função. Como bem sabemos, você tem um papel fundamental no fortalecimento dos vínculos entre a Moura e os Clientes Revendedores. É, sobretudo, através da relação permanente com eles que transmitiremos nosso jeito diferente de formar parcerias vencedoras. O conhecimento e a correta execução do conteúdo deste guia, certamente ajudará você a ser um vendedor de sucesso! Boas Vendas!

Lucinaldo Ângelo

Diretor de Operações RDM


INDICE Institucional Produtos Assistência técnica Gestão de vendas trade marketing


HISTÓRICO

Fundada há mais de 50 anos, em Belo Jardim-PE, a Moura é composta por cinco plantas industriais e dois centros-tecnológicos no Brasil e uma planta e um centro-tecnológico na Argentina. Sua Rede Própria de Distribuição (RDM) é formada por aproximadamente 70 unidades espalhadas pelo Brasil e atende cerca de 20.000 pontos de vendas mensalmente em todo território nacional. Além disso, a Moura conta com unidades independentes que atendem alguns países da América do Sul, Portugal e Inglaterra, na Europa. Com tradição consolidada na fabricação de baterias com ampla gama de aplicações, seu portfólio atende aos setores náuticos, logístico, automobilístico, tracionário e estacionário. A moura possui um importante programa de logística reversa, tendo capacidade de reciclar mais de 100% de sua produção e contribuir, assim, para a preservação do meio ambiente.


MONTADORAS

Fiat;

Libherr;

Iveco;

Troller;

Ford;

Bramont;

Volkswagen

International;

Renault / Nissan

Kia;

Mercedes

Peugeot

General Motors

Chery;

De cada 100 carros fabricados mais de 50% sai com Bateria Moura


MISSÃO DO VENDEDOR

Aumentar o Market Share construindo Vínculos com os Revendedores Tarefas e Responsabilidades •

Elaborar o roteiro de vistas;

Desdobrar e planejar as metas da área de atuação;

Utilizar as ferramentas do SMG;

Avaliar o planejamento em relação aos resultados alcançados;

Monitorar as ações da concorrência, criando estratégias para combate-la;

Cumprir a política comercial garantindo as margens de contribuição;

Garantir a exposição do produto e o bom estado de conservação do material de merchandising no PDV;

Executar as ações promocionais da Moura;


ATITUDES DE UM VENDEDOR LIDER

1. Ter boa apresentação 2. Ser bem educado 3. Personalizar o atendimento 4. Saber ouvir 5. Olhar nos olhos do cliente 6.

Ser positivo

7.

Conhecer de produtos e serviços

8.

Vender benefícios

9.

Tratar objeções

10. Fechar a venda e fidelizar o cliente.


LINHAS DE PRODUTOS MOURA As baterias automotivas, tracionarias, estacionárias e náuticas produzidas pala Moura incorporam diferenciais relevantes de desempenho e atendem as mais exigentes aplicações automotivas, de logística, no-breaks, energia solar, náuticas e de telecomunicações;


BATERIA AUTOMOTIVA

nonononono

nonononono

nonononono

nonononono

nonononono

nonononono


A Bateria Chumbo-Ácido é um aparato eletroquímico que armazena energia elétrica em forma de energia química convertendo-a novamente em energia elétrica quando necessário. É formada por um eletrodo positivo (PbO₂) e um negativo (Pb), mergulhados em Ácido Sulfúrico (H₂SO₄) que produz uma tensão de 2,0 Volts.


FUNÇÕES DA BATERIA NO VEÍCULO

Fornecer correntes elétricas elevadas por vários segundos, repetidas vezes, para permitir a ignição do veículo;

Suprir cargas elétricas do veículo por determinado período de tempo quando o alternador está com defeito;

Estabilizar o sistema de carga absorvendo variações de tensão gerados no sistema elétrico, protegendo os componentes do veículo;

Fornecer corrente para os demais acessórios quando ela excede a capacidade de fornecimento do alternador. Isso ocorre ao se dirigir na cidade em condições de engarrafamento e em marcha lenta;


A BATERIA MOURA

A Bateria Moura tem uma vida útil superior em até 50% à das baterias automotivas convencionais. Produzida para oferecer um comportamento especial em relação aos mais rigorosos contextos externos. Nas situações em que as baterias automotivas comuns sofrem um intenso desgaste, a Bateria Moura oferece respostas corretivas. O resultado é uma maior capacidade de enfrentar os principais vilões das baterias: a elevação da temperatura no compartimento do motor (típica dos veículos modernos), as descargas acentuadas e prolongadas, as dilatações resultantes dos ciclos de carga e descarga, e, finalmente, as vibrações que são transmitidas do veículo para a bateria. Assim, é principalmente nas situações críticas de operação que a Bateria Moura se distingue das baterias automotivas comuns.


LINHA DE PRODUTOS: MIX

Veículos leves 40 AH 40 AH 40 AH 40 AH 40 AH 40 AH 40 AH 40 AH


O Grupo Moura dispõe do Mix completo de Baterias para atender o revendedor e o consumidor final. Analise e ofereça o Mix Ideal de Baterias para a sua região.

Veículos pesados 40 AH 40 AH 40 AH


ROTEIRO DE INSPEÇÃO DE BATERIA: AVALIAÇÃO DA GARANTIA

VERIFIQUE Prazo de garantia

Autenticidade de fabricação

Características de uso

Manutenção de estoque

Tensão da bateria


O roteiro de inspeção da bateria inicia-se com a análise dos itens que podem caracterizar a Improcedência de Garantia

COMO Através do certificado de garantia ou manual do veículo quando bateria original Verifique se a bateria foi reformada, adulterada ou violada.

Verifique se o uso está sendo feito conforme recomendado no catálogo de aplicação, se não houve pancadas ou queda, se a bateria está bem fixada no veículo, etc. Verifique se a bateria foi submetida às recargas periódicas recomendadas (a cada 6 meses de estoque no Distribuidor Moura ou Revendedor) Verifique se a tensão da bateria está dentro do especificado: a- Se estiver abaixo, deve-se recarregar a bateria antes de realizar-se os testes; b- Se estiver acima (sobrecarga), deve-se verificar se o sistema elétrico do veículo está gerando corretamente.


AVALIAÇÃO DOS DEFEITOS DE FABRICA DE UMA BATERIA

Defeito Caixa com Porosidade

Vazamento

Curto-circuito


Se constatado que a bateria pode ter a garantia procedente, realiza-se a análise de eventuais defeitos (ou modos de falha) na bateria.

Características • •

Umidade sobre a bateria Sem sinal de pancadas

Vazamento na junção caixa-tampa, tampa-sobretampa. Sem sinal de pancadas. Sem constatação de sobrecarga no sistema elétrico do veículo.

• •

Queda acentuada de tensão na aplicação de alta descarga, sem contudo chegar a 0V.

Causas Falha de Injeção

Falha na selagem

1. Separador furado 2. Separador curto 3. Chumbo escorrido 4. Placa (+) encostando na (-).


AVALIAÇÃO DOS DEFEITOS DE FABRICA DE UMA BATERIA

Defeito Falhas nas conexões internas (desligamento)

Vazamento Inetercélula

Falha na Solda do Polo


Características • •

• •

• • •

Causas

Tensão próxima de 0 V, entre polos, na aplicação de uma descarg a Não passa corrente quando ligada a um carregador ou amperímetro do carregador oscila.

Solda ou conexão interna com falha ou partida.

2 elementos vizinhos com densidade mais baixa e com placas claras Densidade normal e placas mais escuras nos demais elementos

1. Repartição Interna da Caixa Trincada 2. Falha na Selagem

Tensão próxima de 0V, entre pólos, na aplicação de uma descarga. Não passa corrente quando ligada a um carregador. Alta descarga esquenta o pólo desligado.

Solda do poste terminal partida


AVALIAÇÃO DE DEFEITOS DE UMA BATERIA – MAU USO

Defeito Sobrecarga

Bateria Descarregada

Sulfatação

Nível Baixo


Características • • • • • • •

Placas (+) dilatadas, mais alta que as (-) Separadores escuros Rolhas pretas devido a gaseificação Grades (+) trincadas Mais de um curto-circuito Nível de eletrólito muito abaixo do especificado Pastilhas anti-chamas escurecidas

• • •

Densidade . Sem sinal de pancadas. Sem constatação de sobrecarga no sistema elétrico do veículo.

Queda acentuada de tensão na aplicação de alta descarga, sem contudo chegar a 0V.

Tensão próxima de 0 V, entre polos, na aplicação de uma descarga Não passa corrente quando ligada a um carregador ou amperímetro do carregador oscila.

Causas 1. Bateria recebendo mais de 14.8V do regulador de tensão. 2. Carga com correntes altas.

Falha na selagem

1. Separador furado 2. Separador curto 3. Chumbo escorrido 4. Placa (+) encostando na (-).

Solda ou conexão interna com falha ou partida.


guia moura