Page 1

EDITORIAL N.º 8

Pais e Filhos na Pesca

Por Luciano

Uma Harmonia Perfeita. Pais e filhos…Como é fácil de perceber, este é um tema bastante complexo e vibrante, seja na pesca ou não. Ao escrever sobre duas das coisas mais importantes da minha vida, estou a rever a minha vida, nos olhos dos nossos filhos, obvio que os nossos filhos são a nossa primeira prioridade, sempre! No meu caso em particular, o meu filho já nasceu com o ‘’bichinho’’ da pesca entranhado na alma, na dele e da minha. Começando ele a dar os primeiros passos, das primeiras coisas que mexeu, alguns dos primeiros cheiros que sentiu, dos alarmes que ouvia a tocar, tudo tinha a ver com a pesca em geral, e do Carpfishing em particular.

As opiniões, notas e comentários são da exclusiva responsabilidade dos autores e das entidades que produziram os dados. Nos termos da lei, está proibida a reprodução ou a utilização, por qualquer meio dos textos, fotografias e ilustrações constantes desta publicação, salvo autorização por escrito dos Administradores do Fórum. Esta publicação é propriedade de clubedoscarpistas.livreforum.com.

Não admira pois que com apenas alguns anos, vendo todos aqueles apetrechos, canas, carretos, rod pod, engodos, boilies, boias, chumbadas, paniere, os alarmes então nem se fala, aquilo apitava e para uma criança com 3 ou 4 anos um brinquedo daqueles …Alem de tudo que possam imaginar, quando não se sabia do ‘’artista’’, lá estava ele a mexer, cheirar, tocar, enfim a ver-se a ele próprio a pescar, estão a imaginar o filme. Começaram os primeiros pedidos da sua parte para me acompanhar, como não sabia nadar, logico que não o podia levar, comprei um colete salva vidas para ele poder ir, (lembramse os amigos do Dream Team Light) começando na piscina a aprender a nadar para me poder acompanhar, foi o meu primeiro requisito.


Lá veio a primeira tarde de pesca, um Sábado de verão, dia quente com um colete enfiado, não foi tarefa fácil, veio o outro Júnior do Dream Team Light, o Micka. Os dois começaram a pescar…Minha nossa que dupla, pela primeira vez tive orgulho por ele ter o bichinho da pesca, que como costumo dizer muitas vezes, já nasce com o pescador. Quase por acaso, numa saída de pesca com o Coelho e João Emílio, por indicação deste ultimo, descobrimos uma local que para a iniciação dos juniores que foi de categoria.

Tivemos que lá ir varias vezes, tal a insistência, para poder ter a iniciação desejada, desde o manejo, ao respeito pela Carpa, respeito pelo meio ambiente, pela própria pesca, as suas primeiras Carpas foram de uma loucura total, frenesim louco, quando os alarmes apitavam, não dava hipóteses, era ele que agarrava a cana, pelo menos uma vez, o Sr Filipe teve que o agarrar, abanou, quase o arrastava, mas não largou a cana de maneira nenhuma, uma loucura, quando vai com o Micka então, é um espetáculo dentro do espetáculo, os dois dão conta das canas, nem vale a pena ir-mos nós, não é Coelho ? Para tirarmos nós um peixito, quase é preciso guerra, parece que aquilo é tudo deles, e no fundo eu fico contente por ter este grande dom que é ser pescador, respeitar a Carpa, ficar doente quando houve que alguém levou um peixe embora, seja de espécie for! Por tudo isso, obrigado meu filho por seres criança, por partires as canas, por engatares em todo o lado, por eu ter que amarrar milhentos anzois, por gostares de fuet, e acima de tudo, por seres tal como és. Metade deste texto, dedico ao Micka, a quem aproveito para dizer obrigado pela sua companhia na grande maioria das nossas pescarias conjuntas, ao Coelho, ao Sr Filipe, ao João Emílio, assim como a todo o pessoal do Dream Team Light. Espero que gostem, abraço a todos.

w w w . c l u b e d o s c a r p i s t a s . l i v r e f o r u m . c o m

Editorial  

Editorial Clube dos Carpistas