Issuu on Google+


Sumário

SETEMBRO 2012 ANO1 EDIÇÃO Nº 4

10 Corpo e Saúde

O importante é ser feliz

12 Turismo

Fortaleza: a bela capital cearense

28 Opinião

Namoro e balada combinam?

30 Sociedade GLAD

A mudança dos ares quase sombrios do inverno para a leveza da brisa primaveril

44 História

Alexandre, o Grande

46 GLAD Hitz

A balada perfeita de Tommy Love

50 Gastronomia

Chef de cozinha brasileira conquista a TV norte-americana

54 Entrevista

Mister Brasil Thiago Ximenes

62 Bate-papo GLAD Rede social: Hugo Gloss 64 Comportamento

Campanha contra o racismo

68 Música Mutine

82 Direito

Seu ex vale quanto ostenta

84 Business

Empreendedorismo

88 Atualidades

Cuidado com o Face!

100 Especial

15ª parada LGBTS do DF


Carta ao Leitor

Motivados por um mundo melhor..

P

arece que foi ontem. A ideia de fazer uma revista diferente nasceu, amadureceu, ganhou os lares e comércios de Brasília e hoje, chegando à quarta edição, podemos afirmar que estamos levando conteúdo de qualidade e entretenimento a todos os estados do Brasil. Até o fechamento desta edição, eram aproximadamente 7 mil assinaturas registradas, além dos milhares de exemplares distribuídos em todo Território Nacional. Toda essa abrangência não se deve apenas às informações ou aos editoriais que a GLAD leva gratuitamente ao seu leitor, mas também se deve ao fato de ser uma revista diferenciada no segmento, sem nudismo ou sexismo, que visa estimular o apoio e o respeito à convivência harmoniosa entre as diversidades, sejam elas de opinião, étnicas, religiosas ou se-

xuais, o que explicitamos na campanha lançada na edição anterior. Essa bandeira que levantamos aliada à enorme quantidade de assinantes, convites para lançamento em diversas casas pelo País e elogios que estamos recebendo nas redes sociais só vêm a ratificar que estamos seguindo na direção correta e, por este motivo, fincaremos essa flâmula buscando sempre avançar. Tudo em prol de contribuir com o engrandecimento de nosso leitor e também de aprender e crescer com ele. A GLAD Magazine vem com tudo e para todos. Motivada por um mundo melhor, em que a informação deve ser democrática, buscaremos sempre levar ao nosso leitor conteúdos envolventes e de interesse geral com muita ética e profissionalismo.

EDITOR-CHEFE


EXPEDIENTE DIRETOR EXECUTIVO Marcelo Machado EDITOR-CHEFE Wender Helmer editor-chefe@gladmagazine.com.br REDAÇÃO Aldemi Junior EDIÇÃO DE ARTE Bruno Álvaro Pires Anderson Herbert

FOTOGRAFIA Alexandro ADDS | André Gagliardo | Andrei Farto | André De Andrade Daniel Cespedes | Hugo Mogarte | Márcio Rangel | Priscilla França

COLABORADORES Allan Costa | Bernardo Bittar | Caio Barbieri | Fernando Lackman | Flávio Resende Henri Thiago | Israel Batista | Leonardo Dalla | Lívio Di Araújo | Luiz Prisco Patrícia Garrote | Rick Hudson | Tágide Péres |Valter Lourenço

AGRADECIMENTOS Alexandre Piva | Darlan Figgueiró Fernando Lackman | Marco Antônio Vieira

ANUNCIE comercial@gladmagazine.com.br +55 61 4141-1525

ASSINE GLAD assinaturas@gladmagazine.com.br +55 61 4141-1525 A GLAD Magazine é uma publicação mensal e gratuita. Sua venda é expressamente proibida.

CONTATO +55 61 4141-1525 SRTVS 701 Bl 01 Sala 717 Ed. Assis Chateaubriand Brasília - DF contato@gladmagazine.com.br www.gladmagazine.com.br 2012 - GLAD Magazine Todos os direitos são reservados. É expressamente proibida a sua reprodução ou cópia dos textos, fotos, ilustrações e outros elementos contidos nesta revista sem a sua expressa autorização.


O IMPORTANTE

e ser feliz

Ser feliz é a nova lei. Com o acúmulo diário de estresse, cada vez mais nos vemos obrigados às alternativas saudáveis que nos deixam mais leves e, como consequência, felizes. Alguns praticam esportes, outros vão ao cinema e os mais ricos fazem compras. Mas afinal, o que é a felicidade?

F

Por Leonardo Dalla

elicidade é uma emoção caracterizada por sentimentos de prazer e bem-estar. Para o dicionário Aurélio, significa bom êxito, sucesso, boa fortuna e sorte. Mas, nos últimos anos, diversos pesquisadores têm se preocupado em desvendar os mistérios da felicidade e se perguntam: o que faz alguém ser feliz?

10

www.gladmagazine.com.br

Um exemplo de que o importante é ser feliz é Mônica Telles. Ela pode ser vista na noite brasiliense sempre rodeada de muitos amigos e com um sorriso no rosto. Ela é bem-sucedida, bonita, mantém em dia uma dieta impecável e pratica exercícios regularmente. Mas o que a faz ser feliz? “Estar com pessoas de que eu gosto, seja em casa, num restaurante ou em uma balada é o que me faz feliz”, responde Mônica, para variar, sorrindo.


mas diz que é essencial. “O dinheiro não compra a felicidade, mas você precisa dele para se vestir, comer ou ir ao médico. Dinheiro é um mal necessário”, diz ela. Só para registrar: em abril deste ano o “Relatório da Felicidade Global”, apresentado pela Organização das Nações Unidas, revelou que o Brasil é o 25º país mais feliz do mundo. A fórmula da felicidade ainda não foi decifrada, mas Mônica Telles nos dá cinco itens que, para ela, são a chave para ser feliz: ser positivo e afirmar que tudo sempre vai dar certo; estar bem consigo mesmo e amar-se antes de amar os outros; ter sempre educação e cumprimentar com um bom dia ou dizer por favor e obrigado; procurar fazer o que gosta; e comer bem. Segundo ela, “tudo gira em torno de uma mesa e, num restaurante, pode-se conversar por horas”, completa sorrindo. ■

Fotos - Arquivo Pessoal

Há cerca de 2.400 anos, Sócrates já perguntava o que era a felicidade e questionava qual a forma para atingi-la. Mais de dois milênios depois o mundo ainda se questiona. Em 1937, a Universidade de Harvard iniciou um estudo sobre os caminhos da felicidade. Os pesquisadores acompanharam 200 pessoas durante 70 anos e descobriram, por exemplo, que o que faz as pessoas serem mais felizes são os relacionamentos saudáveis. Relacionar-se com pessoas, entre amores e amigos, de maneira saudável, é uma das principais peças para alcançar a felicidade. A outra conclusão é de que praticar exercícios constantemente durante toda a vida ajuda a manter a mente saudável e aumentar o índice de felicidade do indivíduo. Mônica, por exemplo, é praticante regular de exercícios. Para ela, os estados físico e mental de uma pessoa estão diretamente relacionados. “Desde os cinco anos de idade eu pratico exercícios, sou formada em balé clássico. Exercício é fundamental e a academia é, para mim, uma terapia”, afirma. Mas a felicidade é muito subjetiva. Algumas pesquisas, por exemplo, apontam que, na verdade, as pessoas mais felizes têm mais chances de terem sucesso na vida, e não o contrário. Isso significa que o sucesso não te faz ser feliz, mas ser feliz te faz ir mais longe. Alguns estudos feitos entre populações de diferentes países demonstraram diferenças nos níveis de felicidade, como o que aconteceu entre 1973 e 1998 em alguns países na Europa. As conclusões foram de que os dinamarqueses, por exemplo, se declararam cinco vezes mais satisfeitos com suas vidas do que italianos ou franceses, e doze vezes mais do que portugueses. O que isso significa? Nações mais ricas têm populações mais felizes. É melhor morar em um país rico do que ser rico. Sobre dinheiro, Mônica não acredita que ele traz felicidade,


Fortaleza:

a bela capital cearense A capital do Ceará possui um dos melhores roteiros turísticos e está entre os mais visitados do País

F

Por Allan Costa

ortaleza, capital do Ceará, é um dos destinos preferidos pelos turistas brasileiros e estrangeiros. Nos últimos anos, a cidade vem registrando um crescimento notável em relação ao número de visitantes. A metrópole chama atenção por conta de suas praias ensolaradas, pela vida noturna agitada, pela deliciosa cozinha regional, pela rica cultura e também pelo povo simpático e amigável. Apesar de ser um dos menores estados do Brasil em extensão territorial, o Ceará tem um dos mais longos litorais e sua capital tem uma das melhores praias urbanas do Brasil. Entre as mais visitadas estão a Praia do Futuro, que possui uma extensa programação gastronômica e

12

www.gladmagazine.com.br

cultural, e a de Iracema, que forma um polo com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e abriga vários museus e equipamentos culturais. Além das praias urbanas, o Ceará oferece praias mais afastadas, como Canoa Quebrada, Morro Branco e Jericoacoara. Em Fortaleza, há uma estruturada rede de operadoras de turismo que leva os visitantes a conhecer esses e outros locais fascinantes. “As praias da cidade são, com certeza, os atrativos principais. Quem visita Fortaleza tem de conhecer a Praia do Futuro e dar uma volta no calçadão da Beira Mar no final da tarde. Além disso, o turista deve fazer uma visita na Catedral, ir ao Mercado Central, ao Dragão do Mar e conhecer o bar Tempero do Mangue, às margens da Sabiaguaba”, destaca o publicitário Robson Lima, morador da capital cearense.


Arte vibra Fortaleza também é conhecida pelo talento de seus artesãos, que produzem peças de qualidade em madeira, cerâmica, vidro (as típicas garrafinhas com areia colorida), tecidos e cocos a preços bem econômicos. Os dois espaços para comprar o melhor do artesanato regional são o Mercado Central e a Feirinha da Beira Mar. Com o crescimento do turismo, a orla cresceu e modernizou-se, oferecendo, atualmente, uma grande gama de atrativos para os visitantes, como modernos hotéis, restaurantes agradáveis e lojas diversas.

Acomodações e pratos típicos A capital do Ceará investiu em uma enorme infraestrutura hoteleira, restaurantes e outras opções de lazer, principalmente na região à beira mar. As opções de hotéis e pousadas são novas e modernas, com uma estrutura de serviços em sintonia com as demandas das exigências dos turistas. Os restaurantes oferecem pratos tradicionais como pescado e feijoada, além dos deliciosos pratos regionais como carne de sol, tapioca, macaxeira e frutas locais. “O baião de dois com carne de sol é um dos pratos típicos daqui. Comer caranguejo na quintafeira à noite também já faz parte da cultura de Fortaleza”, cita Robson.

Tour histórico Os prédios e museus do centro da cidade dão um destaque para a cultura regional. Dentre as que mais chamam atenção por sua beleza e tradições estão as praças do Ferreira e General Tibúrcio. A primeira possui vários prédios históricos com destaque para o cine São Luiz, que possui um hall e entrada


muito elegantes. Já na Praça General Tibúrcio encontra-se o Museu do Ceará, que conta a história do Estado, a Academia Cearense de Letras, primeira do gênero no Brasil, e a Igreja do Rosário, primeira igreja de Fortaleza. Além disso, o Theatro José de Alencar, obra exuberante em art nouveau, e a Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção são patrimônios nacionais tombados, sendo lugares de grande visitação. A vida noturna da cidade surpreende o público por ter boas opções de divertimento. Repleta de bares e casas noturnas,

Curtindo a noite..

Donna Santa – o maior clube de Fortaleza tem uma grande área externa, com cascata e um grande palco para shows. O espaço comporta cerca de 3 mil pessoas. Music House - é o espaço gay mais elitizado da cidade. Possui dois andares e um lustre que serve também de iluminação da pista. Meet Club - é símbolo de sofisticação e conforto para quem procura ferveção na noite mix de Fortaleza. 14

www.gladmagazine.com.br

a capital cearense oferece várias opções aos que gostam de se divertir depois que o sol se põe. Fortaleza promove a segunda-feira mais animada do planeta no Pirata Bar, uma mistura de restaurante e casa de show. Os turistas podem também dar boas gargalhadas assistindo a shows de humor em vários pontos da cidade todos os dias da semana. Para o público GLS boas opções também não faltam. “A noite tem de tudo para fazer, de bares a boates. Existe todo o tipo de lazer para qualquer tipo de público”, ressalta Robson. Boate Divine - mais antiga e tradicional point mix de Fortaleza, a Divine é o celeiro dos artistas locais. Drags, transformistas, transexuais costumam se encontrar por lá. Vila Bar & Bistrot - possui dois ambientes, sendo um climatizado. O estabelecimento é reconhecido em Fortaleza por sua descontração. No cardápio, estão inclusas bebidas quentes, cervejas e coquetéis, além de petiscos. Bar Tempero do Mangue - Com um visual rústico, traz a proposta de interação do público com o ambiente extraordinário e natural do mangue, além de proporcionar


o encontro com amigos e a degustação da cozinha cearense. Barraca Cabumba - É a barraca predileta do público GLS, que divide as mesas com frequentadores heterossexuais e famílias interessadas no cardápio regional.

Praias cheias de peculiaridades

Sauna Dragon - A estrutura do local possui saunas seca e a vapor, piscina, solarium, bar, restaurante, cabines, suítes, cine erótico e, para os mais “saidinhos”, um dark room para você se divertir no escuro.

. . e o dia tambem Beach Park

Um dos principais destinos turísticos do País e com uma completa estrutura de lazer, o parque oferece diversas opções de entretenimento que incluem o Maremoto, a maior piscina de ondas da América Latina; o Insano, o mais alto toboágua do mundo; a Arca de Noé, uma área voltada especialmente para as crianças; o Ramubrinká, uma torre de 24m com 07 toboáguas; dentre outros. Complexo Cultural Dragão do Mar

Praia de Iracema

Nele são realizados eventos artísticos de nível internacional, bem como serve de espaço para as manifestações culturais diversas. Possui 33 mil m² de área e foi construído e equipado dentro de rigorosos padrões mundiais de qualidade.

Iracema é a praia dos boêmios. Os festeiros da noite (tanto locais, como turistas brasileiros e estrangeiros) começam a se movimentar ao entardecer e festejam até a madrugada. Iracema concentra vários bares, restaurantes e boates. O Centro Cultural Dragão do Mar, assim como a boate Pirata, ficam em Iracema.


Praia do Meireles É a mais procurada para passeios e caminhadas descompromissadas. Esse trecho da praia tem calçadas largas, com amplo espaço para caminhadas e pequenos estabelecimentos comerciais e turísticos, como restaurantes, quiosques e postos de informação. A Feirinha de Artesanato, que é armada todos os dias a partir do entardecer, é uma grande atração do local. A área ao redor da Praia do Meireles tem uma das maiores concentrações de hotéis da cidade.

Praia de Mucuripe É conhecida como a praia das jangadas. O porto de Mucuripe é utilizado apenas por grandes navios, mas ao longo da praia pode-se observar uma grande frota de jangadas com velas coloridas. Ocasionalmente, é possível ver os pescadores partindo para a pesca ou retornando com o pescado, que é vendido no mercado do peixe, no final da praia. É também do Mucuripe de onde partem os passeios de barco que permitem uma visão de Fortaleza de um ângulo diferente.

Praia do Futuro Com aproximadamente 7 km de extensão, a Praia do Futuro é a preferida por surfistas e banhistas. Possui a água mais límpida, ondas mais fortes do que as outras praias e ganhou fama graças às barracas instaladas em sua região, com infraestrutura suficiente para realização de shows de bandas famosas de forró.

Fotos: Divulgação/Reprodução

16

www.gladmagazine.com.br


Ensaio

Fotografia Priscilla França Styling Alberto Ramos Beleza Chelly Basilio Direção Marco Negry Produção Executiva Alexandre Piva Modelo Nicke Alves @ Piva Assessoria Agradecimentos Instituto Amazônia, Instituto de Laser e Nandi Spa&Hair. 18

www.gladmagazine.com.br


20

www.gladmagazine.com.br


22

www.gladmagazine.com.br


24

www.gladmagazine.com.br


26

www.gladmagazine.com.br


NAMORO E BALADA

combinam? Essa mistura desafiadora tem traรงos deliciosos, mas quando feita sem o devido cuidado pode acabar atrapalhando qualquer enlace

Por Bernardo Bittar

28

www.gladmagazine.com.br


A

pista de dança pode até ser bem decorada, mas está longe de ser romântica. Quando sair do circuito não é uma opção, o jeito é adestrar o boy e tentar manter um convívio razoável. Não sei o que a sociedade pensa sobre relacionamento aberto, mas confesso que a ideia não me parece muito simpática. Ao contrário, acredito que o desejo sobre o homem alheio é até razoável, mas não aceito nada que ultrapasse a linha do olhar. Outro ponto é a bebida, que tumultua qualquer tipo de relação. Em excesso, ela pode causar perda de memória e de vergonha, o que abre a primeira brecha para uma eventual traição. Sem drinques, porém, as pessoas me parecem extremamente chatas, então não dá pra ser inflexível. Quando o cara curte enfiar o pé na jaca, executo um plano: estimulo a sair sozinho e deixo livre para quantos combos desejar. Se ele te ligar no final da noite, é porque está doido de amores e quer te ver a qualquer custo. Se não ligar, deve estar pegando alguém. Funciona! E é por isso que costumo sugerir apenas duas taças de champanhe por balada. Evita desapontamentos e ressaca. Problemático, o tal do ex-namorado-ficante-qualquer-coisa também é confusão certa. Existe coisa mais constrangedora do que manter contato com um cara que você conheceu na boate? Depois de apresentar

ele pra todo mundo dá pra perceber se existe possibilidade de namoro ou não e cabe a você decidir o que será interessante. Comigo pode ser peguete, namorado e até amante, mas não me venha com esse lance de amizade. Eu acho que essas duas estações (namoro e amizade) foram feitas para ficar em extremos opostos. Já se imaginou apaixonado pelo rapaz que deixou o coração do seu BFF (Best Friend Forever) em frangalhos? É duro, viu? Para ter chances em um futuro casamento, ninguém que te conhece na cama – ou nas crises – deve estar por perto. Isso atrapalha e influencia negativamente o futuro engage. Ainda mais se o ex-babaca quiser “roubar” os amigos que você juntou durante a vida. Caso houvesse uma lei-gay arcaica, tenho certeza absoluta de que ela pregaria algo tipo “discriminarás todo mundo que já passou pela sua cama e não ligou no dia seguinte” e ninguém precisaria fingir sorrisos falsos nem fazer cara de paisagem enquanto passa por um desses rapazes. No grosso, acho que namoro não é pra gente como eu. Aliás, nem você, se estiver lendo isso aqui até o final. Não trocamos uma private ou festona de inauguração por nenhum cineminha romântico ou jantar a dois. Nem a pau! Admitamos, portanto, que nosso coração pertence às noitadas que frequentamos e que o esforço repetidamente calculado e executado nos empolga a fugir do eterno desafio que é namorar. Ao menos por enquanto. ■


A

Sociedade GLAD

primavera está próxima e nada melhor que colorir a vida com o que a estação das flores nos oferece. A coluna desta edição é para instigar a mudança dos ares quase sombrios do inverno para a leveza da brisa primaveril. É hora de sorrir e acreditar mais nos sonhos. Aos aniversariantes do mês das flores o desejo de paz e harmonia. Aos que acompanham e gostam dos devaneios acerca do que o trabalho e a notoriedade pode proporcionar, sucesso. E como sempre, aqui na Sociedade Glad, você pode!

Por Fernando Lackman Divulgação

A designer de joias Carla Amorim posou com Melissa Gontijo no “all day drinks” oferecido para lançamento da coleção “Repertório”. As mulheres mais sofisticadas de Brasília passaram por lá.

GASTRÔ

30

www.gladmagazine.com.br

Imaginem uma reunião de especialistas em comida da melhor qualidade. Pois é, assim foi o XVII Congresso da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, realizado entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória (ES). O encontro contou com a participação de chefs de todo o Brasil responsáveis por estabelecer novas metas para o futuro gastronômico do país.


Jader da Rocha/Divulgação

A organização Destino Punta del Este reuniu convidados no Graciosa Country Club, em Curitiba, para apresentar as apostas de um badalado balneário uruguaio. Na imagem estão Gabriel Trombini, executivo do grupo Caracoles, e Pablo Lamaison, da Consultora del Este.

AMAZÔNIA Ana Cláudia Michels está simplesmente diva na nova campanha da Bobstore para a primavera 2012. A beleza da top, que está entre as 10 mais importantes do mundo, foi realçada pelo cenário escolhido para

a realização das sessões fotográficas: a Amazônia. Os looks criados pelo stylist Paulo Martinez foram clicados por Fabio Bartelt e o make ficou sob o comando de Ricardo dos Anjos. Time de peso, resultado estonteante.


Ari Kaye/Divulgação

A badalada marca My Shoes inaugurou uma unidade no Rio de Janeiro e o opening contou com a Dj Cris Pasqualette. Na foto, o ator Ronny Kriwat com Andrea, Alexandre e Michel Zolko.

TEMPORADA A reitora Eda Machado e o coordenador do curso de Design de Moda do Centro Universitário IESB, Marco Antônio Vieira, estão a mil com os preparativos para o ‘Temporada IESB – Fashion Design Beauty’, que ocorrerá nos dias 25 e 26 de setembro, em Brasília, com a presença ilustre do estilista Alexandre Herchcovitch.

GUIDE Acaba de sair do forno o “Conheça Brasília”, um guia turístico ilustrado, que traz as principais informações sobre a Capital Federal, incluindo mapa atualizado e destacável. Os textos são em português e inglês, com sugestões de passeios e roteiros turísticos (arquitetônico, cívico, jurídico, ecológico e religioso), além de dicas e endereços de cafés, restaurantes, parques, shoppings, embaixadas, entre outros. AG News/Divulgação

Otaviano Costa e Flávia Alessandra receberam no espaço Triventos, em São Paulo, amigos e convidados para Leilão em prol do Hospital de Câncer do Mato Grosso. Uma bela festa repleta de celebridades. Na imagem, Laura Wie e Adriana Colin.

32

www.gladmagazine.com.br


JEWELLERY O Atelier Versace, marca de alta-costura do grupo Versace, escolheu seu desfile de Outono/Inverno 2012/2013 para lançar sua primeira coleção de joias. A linha inédita reúne quatro modelos de anéis que podem ser consideradas verdadeiras obras de arte. Os modelos estarão à venda apenas para clientes que marcarem hora e todas serão peças únicas.

EM CAMPOS

AÇÃO

O Hotel Toriba, em Campos do Jordão, é o mais novo hotel brasileiro a ser recomendado pelo guia de hotéis de luxo Condé Nast Johansens, a bíblia dos guias de luxo da hotelaria. O Toriba tem 69 anos e “causa” com sua arquitetura em estilo alpino e qualidade do atendimento. A coluna indica!

Malga Di Paula, viúva do inesquecível Chico Anysio, acaba de lançar um instituto destinado ao incentivo e desenvolvimento de pesquisas sobre a cura de enfisema pulmonar a partir do uso de células-tronco. Os trabalhos de captação de recursos já começaram. Quem puder investir pode procurar o instituto acessando institutochicoanysio.org.

Cristiano Sérgio/Divulgação

DASLU

O embaixador do Japão no Brasil, Akira Miwa, recebeu convidados vips em sua casa, em Brasília, para festejar a parceria fashion dos estilistas da grife Matohu com o Capital Fashion Week. Na imagem, o embaixador entre os estilistas da grife, Hiroyuki Horihata e Makiko Sekiguchi.

A primavera se aproxima e nada mais justo que entrar no clima das flores com roupas novas, concordam? Aqui vai uma dica: a coleção Verão 2012/13 Daslu abusa das cores com toques de romantismo dos anos 20, vibração indiana da estampa Paisley, grafismos e animal prints em preto e branco, somados às cores neon. Já o couture da Daslu, sob a direção criativa de Marcelo Quadros, apresenta vestidos bordados, cinturas marcadas e fendas. Um luxo!


D’orange Fotos e Beleza

André Gagliardo Edição de moda Dani Bonani Modelo Thais Custódio - Ten


Vestido Neon Blusa American Appareal


Vestido Luisa Aguiar Botas Via Uno Meias Lupo


Gola Gloria Coelho


Gola Gloria Coelho


Blaser Emporio Armani Hot Paint Blue Beach Braceletes Pedro Lourenรงo


Vestido Wagner Kallieno


Colares Nabob Chantal


Vestido Wagner Kallieno


HOMENS VS. MITO

Alexandre, o Grande Mas que homem existiu por trás do mito? Os feitos de Alexandre não foram frutos de um esforço individual. Será que o herói tinha fraquezas?

Por Israel Batista

(Professor de história, cientista político e deputado distrital)

44

www.gladmagazine.com.br


F

oi no ano de 326 a.C que nasceu Alexandre, um dos mais importantes personagens da História, cujos feitos mudaram os rumos de seu tempo e, por isso, merecidamente foi chamado de Magnum (O Grande). Desde sempre, artistas e historiadores sustentaram-no como mito e não poderia ter sido diferente. Ainda menino, mostrava-se apaixonado, impetuoso e ávido por glórias e honras. Quando recebia notícia das conquistas do pai, ficava revoltado, esbravejando, porque não lhe sobraria nada para conquistar. Já em 340 a.C., com 14 anos, Alexandre substituía o pai, o Rei Felipe, em combate e, aos 20, com a morte dele, ascendeu ao trono e então conquistaria o mundo. Alexandre vem do grego e significa o vencedor de heróis, nome sugerido pelos sábios do reino macedônico. Nem sequer imaginavam que aquele menino um dia dominaria todo o Império Persa e terras até a Índia, desconhecidas para os povos antigos. Seu império seria superado em tamanho apenas por Roma. Mas que homem existiu por trás do mito? Os feitos de Alexandre não foram frutos de um esforço individual. Será que o herói tinha fraquezas? Como todo ser humano, Alexandre teve suas dificuldades e problemas, a exemplo da falta de reconhecimento do pai, que em poucos momentos demonstrou orgulho do filho. Quando criança, nosso herói repudiava as lutas e os combates que o pai tanto amava, atividades que negligenciava para dedicar-se à leitura, poesia e música. Foi na infância, enquanto estudava com Aristóteles, que conheceu aquele que seria seu melhor amigo, companheiro, cúmplice e braço direito como comandante de cavalaria, Heféstion (ou Hephaestion) – de quem só a morte o separaria. A amizade foi alvo de polêmicas, mas marcou a vida de Alexandre. Quando chegaram a Troia, os dois ofe-

receram sacrifício nos altares votivos dos personagens homéricos Aquiles e Pátroclo. Assim, Heféstion seria como o eromenos (“amado”) de Alexandre, tal como Pátroclo tinha sido de Aquiles. Documentos revelam que o nosso protagonista estava impregnado de Aquiles, seu suposto ancestral, o que justificava o recolhimento na ilha, as libações e os sacrifícios. Nenhuma fonte confirma que eram amantes, mas não há dúvida que os costumes gregos e macedônicos muito mais favoreceriam um componente sexual na relação do que censuraria. Seguramente havia ali uma relação mais intensa, que, para os gregos, era vista como normal, o “amor de Eros”. Os dois construíram, inegavelmente, uma amizade próxima e íntima que durou até o outono de 324 a.C em Ecbatana, com a morte do fiel amigo. Alexandre sofreu imensa dor e chorou demoradamente, deixando de se alimentar por vários dias. Amargo e de luto, combateu raivoso e mais cruel do que o normal nas batalhas chamadas de “o sacrifício do funeral de Heféstion”. Alexandre não hesitou em homenagear aquele que lhe era tão caro, ao organizar um importante funeral na Babilônia e enviar uma carta para o Santuário de Ammon, que já o elevara ao estatuto de deus, solicitando que concedesse também a Heféstion honras divinas. Os sacerdotes não o fizeram, mas declararam-no herói divino. Alexandre morreu pouco depois de receber essa resposta. Foi na noite de 13 de junho de 323 a.C que Alexandre, em febre, sucumbiu provavelmente à malária. O corpo embalsamado foi suntuosamente conduzido para Alexandria, no Egito, onde foi enterrado em um grandioso monumento. Alguns historiadores sugerem que o desgosto pela morte de Heféstion teria levado Alexandre a descuidar da própria saúde. Uma lealdade inspiradora escondida, muitas vezes, atrás dos escudos, armaduras e feitos do respeitado mito. ■


A BATIDA PERFEITA DE

Tommy Love Por Pedro Pitanga (Ômega Hitz)

46

www.gladmagazine.com.br


Há quatros anos, ele era apenas o DJ residente de um clube no interior paulista. Hoje, Tommy Love debuta como um dos nomes mais influentes para cena eletrônica nacional. Seus remixes e produções figuram nos principais charts e já foram responsáveis por alcançar divas, como Lorena Simpson, e assegurar o sucesso de hits, como os de Natalia Damini

A

tualmente seu remix para “Masochist”, single de Paula Bencini, ganhou preferência nacional e se tornou um dos mais executados nas pistas pelo Brasil. Com o sucesso no mercado interno, Tommy Love chamou a atenção dos produtores internacionais e, em parceria com o produtor americano Hector Fonseca, assinou remix oficial para o single “Where Have You Been”, da cantora Rihanna. Paralelo aos remixes, o produtor escolheu “Libra” como o primeiro single do projeto Zodiac, um disco virtual com doze faixas que referenciam os signos do Zodíaco. “Libra” conquistou o mercado eletrônico e, com suas batidas características, assegurou a marca Tommy Love como a mais executada pelos DJs em todo Brasil. Com o sucesso do single, Tommy foi ao México e, em parceria com La Jannya, apresentou a versão com vocal para o hit e, mais uma vez, emplacou a faixa entre os clubes gays. Com êxito da edição vocal, o produtor voltou a apostar no álbum e anunciou parceria com as principais divas da cena eletrônica nacional. Cada uma em uma faixa representando um signo do zodíaco e com lançamento periódico. Para suceder o sucesso de “Libra”, a faixa escolhida foi “Pisces” e trouxe no vocal a revelação da cena eletrônica e uma das principais divas da house music, Natalia Damini. Diferente da faixa anterior, “Pisces” chegou ao mercado eletrônico com uma roupagem mais conceitual, internacional e com foco em um público mais seletivo. Mesmo apostando em um segmento distinto, a faixa ganhou apelo popular e se tornou a mais executada entre os projetos nacionais no SoundCloud do produtor. Ainda de olho no mercado interno,

Tommy Love resolveu transformar seu single em um novo hit. Escalou Patrick Sandim e o projeto ALTAR para compor os remixes. Através da faixa, apresenta sua nova marca Big Room, nome que passa a fazer parte dos remixes mais “fervidos” para suas produções originais. O lançamento de “Pisces” aconteceu em São Paulo e o single pode ser ouvido através do SoundCloud oficial do deejay (www. soundcloud.com/djtommylove). Para outubro e em paralelo aos lançamentos do Zodiac, Tommy promete um novo single em parceria com outra diva da house music, porém com nome ainda não anunciado pela assessoria do produtor. Paralelo a “Pisces” e “Masochist”, Tommy ainda pode ser ouvido nos singles de George M com destaque para Perfect Stars, além das novidades envolvendo os remixes (não oficiais) para “Part Of Me”, de Katy Perry e “Call Me Maybe”, de Carly Rae Jepsen.


Call Me Bitch,

BABY!

Quem diria que a união entre duas divas da house music nacional transformaria um single em um dos mais executados nas pistas de todo o Brasil? Pois foi o que aconteceu com Nicky Valentine. A cantora apostou em um ‘featuring’ (nome em inglês dado a parcerias entre cantoras/produtores em um single) com Natalia Damini e consagrou “Call Me Bitch” (Me Chame de Vadia em português) como uma das músicas preferidas pelo público gay. A faixa produzida pelo DJ Patrick Sandim e lançada em janeiro deste ano foi apresentada em Dezembro de 2011 com show na E-Dub Club, localizada em Piracicaba, no interior de São Paulo. “Call Me Bitch” marcou a primeira parceria entre duas cantoras do segmento eletrônico nacional, parceria essa que se estendeu para shows com a tour Call Me Bitch, passando por cidades como São Paulo, Cuiabá, Santos e Caruaru. Além do videoclipe lançado em agosto, que consagrou as estrelas com o me48

www.gladmagazine.com.br

lhor lançamento na semana em que foi publicado, o sucesso da faixa ultrapassa os limites nacionais. A compilação (EP) com remixes para o hit trouxe nomes internacionais como o DJ Fist, da Colômbia; José Spinnin’, do México; e Yahav Arbiv, de Israel. No Brasil, os produtores selecionados para compor os remixes foram Edson Pride, George M, Henrique Morales, John W, Zambianco, HD8 e Paula Bencini. “Call Me Bitch” é a primeira produção assinada por Patrick Sandim com vocais nacionais. O produtor já havia trabalhado com Natalia Damini, com remixes para os singles “Feelin’ The Love” - responsável pelo sucesso nacional da estrela - It’s Over e Your Lies. Já Nicky Valentine está em seu terceiro single. Seu primeiro projeto foi lançado em 2010, em parceria com o DJ Moraes. “Give Me Some More” recebeu o apoio do clube The Week, que passou a contar com a cantora em seu casting. Em 2011, Nicky se uniu ao produtor Mister Jam - considerado o maior nome para cena eletrônica


nacional - para o lançamento de “Deep In My Heart”, que emplacou como trilha sonora da novela teen Malhação, exibida pela rede Globo. Com mais de 10 anos de carreira, Valentine traz no currículo uma vasta experiência artística, pois, além de cantora, é atriz de destaque em musicais. O single Call Me Bitch está disponível para download gratuito. Para conhecer a faixa e os singles já lançados pela cantora brasileira, acesse as redes sociais de Nicky Valentine.

Top 10 Pacheco

DJ e produtor, o gaúcho Paulo Pacheco (foto abaixo) esbanja experiência e qualidade em seus sets. Amante da house music, ele é considerado um dos melhores Djs da cena eletrônica no Brasil. Residente da The Week, o DJ carrega um repertório com grandes trabalhos não só pelo Brasil, mas pelo mundo. Com 15 anos de experiência que o fazem ir do progressivo ao tribal em seus sets, Pacheco tem seus favoritos. Confira o top 10 com as músicas mais executadas por Paulo Pacheco nas pistas pelo Brasil:

Revelação da Cena Eletrônica

Patrick Sandim é produtor, DJ e uma das revelações para cena eletrônica de 2011. Como DJ, é hoje um dos destaques nas principais boates pelo Brasil. Como produtor, Sandim ficou conhecido ao remixar “Shake It” do DJ Breno Barreto em Parceria com Alex Marie. O sucesso da faixa chamou a atenção de Natalia Damini, com quem lançou os remixes para “Feelin’ The Love” e “It´s Over”, que precederam o lançamento de “Call Me Bitch”. Paralelo ao sucesso comercial de “Call Me Bitch”, Patrick apresentou “Naja”, música que consolidou o sucesso do produtor. Para este semestre, Patrick segue na promoção de seu novo single “4Real”. ■

01. Scissor Sisters - Let’s Have a Kiki 02. DJ Lapetina & Paula Bencini - Masochist 03. Loreen - Euphoria 04. Lee Cabrera - Shake It 05. Tommy Love - Libra 06. Eleven Paradise - By The Way 07. George M ft. C’ Damore - Skin 08. Mauro Mozart - Slash & After Party 09. Aba & Simonsen - Soul Bossa 10. Abel Ramos - Late Fotos: Divulgação/Reprodução


Chef de cozinha brasileira conquista a TV norte-americana Isa Souza, natural de Santa Rosa – RS, é uma das mais conceituadas chefs de cozinha do Brasil para o mundo

É

Por Wender Helmer

impossível falar em culinária internacional sem falar da chef Isa Souza, que tem feito o maior sucesso nas telinhas de TV americanas com seu programa “Isa y sabor”, gravado em espanhol e transmitido em rede nacional nos Estados Unidos pelo badalado canal MegaTV. O sucesso do programa foi tão grande, que Isa já está gravando um programa em inglês chamado “Isa & Michael Food Lovers”, junto ao famoso chef americano Michael Van Horn. E sabe o que é melhor? Ela é brasileiríssima. Parte do programa foi gravado no 50

www.gladmagazine.com.br

Brasil, em uma das maiores fazendas produtoras de café da empresa Ipanema Coffees, no interior de Minas Gerais. Isa também está gravando um especial em português para divulgar seu trabalho junto a essa empresa. É claro que a brasileira quis dar uma pitadinha de brasilidade ao seu programa e aproveitou a época da colheita para mostrar nele a riqueza do nosso café. Assim, para cada edição, Isa preparou receitas deliciosas usando essa commodity como um dos ingredientes, incluindo até um maravilhoso risoto. Isso sempre mantendo sua postura de uma chef que tem um estilo de cozinhar totalmente inovador, de maneira fácil, saudável e com


muito sabor. Segredos e truques que ela faz questão de dividir no seu programa. A chef de cozinha ainda adverte: “Trate do seu corpo com muito amor. Seu corpo é seu templo e você pode fazer com que se sinta bem com ele ou muito mal. Alimente-se de coisas saudáveis e que lhe deem prazer. Sua imagem externa vai refletir o seu interior”. Apesar da correria e de sua agenda intensa, Isa concedeu uma entrevista exclusiva à GLAD Magazine. Confira. O que a levou a escolher gastronomia? Onde estudou? Conte-nos um pouco do começo. Sempre fui apaixonada pela gastronomia e pela arte de comer bem. Venho de uma família de tradições gastronômicas diversas, fui criada em uma cidade de alemães, por um pai extremamente tradicionalista, pela cultura gaúcha e também sob grande influência de família italiana. Tenho formação jurídica e exerci minha profissão como advogada no Brasil e na Europa, onde estudei Direito Europeu em Madrid, na Espanha. No entanto, quando me mudei para Miami (por causa de um relacionamento) descobri que lá não poderia exercer minha profissão como advogada. Foi neste momento que resolvi me dedicar à minha grande paixão, a gastronomia. Tenho formação como Chef pelo “French Culinary Institute” NYC. Como foi sua trajetória nos EUA? Logo que cheguei a Miami, me dei conta de que poderia fazer alguma coisa para ajudar as pessoas a comerem melhor. Foi então que passei a dar aulas particulares a noivas e pessoas que tinham interesse em aprender a cozinhar. Passados dois meses, recebi um convite para fazer um programa de televisão em espanhol, em uma rede nacional hispano-americano. Quais os eventos mais importantes de sua carreira? Meu programa, “Isa, Vida y Sabor”; a cria

Um drinque para secar a barriga

Suco Verde

Ingredientes - 1 xícara de chá de talo de aipo - 2 limões descascados - 1 xícara de chá de água de coco Modo de Preparo Bata tudo no liquidificador. Coe e beba na hora. Pode adicionar um pouco de gelo se quiser. Calorias: 130


ção de meu livro; a nova temporada “Ruta de los Sabores”, que é um programa em que viajo pelo mundo mostrando curiosidades gastronômicas; e também um novo programa em inglês que está prestes a ser lançado - “Isa & Michael Food Lovers”. Com qual tipo de comida você se identifica? Com a minha. Fácil, saudável e saborosa, mas tenho minha preferência sobre a gastronomia Mediterrânea. Como e onde surgiu a escolha pela gastronomia? A América tem hábitos alimentares não muito saudáveis: fast food e porções exageradas com muita gordura, que são responsáveis por muitos problemas de saúde e obesidade. Eu sentia a necessidade de compartilhar com as pessoas como se pode comer de uma maneira mais saudável e com sabor. Como fazer

uma comida fácil, saudável e saborosa. Esse é meu “target”. Como surgiu a oportunidade de mostrar o seu trabalho para o mundo? Em quais países? Como é a repercussão? A televisão não só surgiu como uma janela para poder “share my gift”, mas também abriu a oportunidade de negócio. Hoje, eu tenho minha própria produtora e negocio meus programas primeiramente com o canal americano e depois para os demais países, no caso, os latinos. Quais as dicas para manter um corpo em forma, já que você é um exemplo? Acredito que temos que buscar um equilíbrio em tudo, principalmente, na alimentação. Cada pessoa tem suas características e necessidades. O segredo, para mim, é saber escutar o corpo e identificar isso. Não é uma tarefa fácil, mas é possível e é o que venho fazendo para mim mesma.

Salada de alface com Frango, laranja e Molho de nozes

52

Para quem tem que reduzir o sal, uma boa dica para facilitar a adaptação é a introdução de frutas cítricas. Segue uma receita deliciosa que, com certeza, você não vai sentir falta do nosso grande vilão: o sal

- 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem - 1 colher de salsinha picada - 30 g de nozes picadas - 1 maço de folhas verdes - sal e pimenta do reino moída

Ingredientes:

Modo de preparar:

- 1 peito de frango grelhado cortado em pedaços - 60 ml de suco de laranja - 1 laranja cortada em gomos - 1 colher de sopa de lascas de queijo parmesão - 1 colher de sopa de mel

Para fazer o molho, misture todos os ingredientes em uma tigela e mexa bem. Acomode o frango sobre a alface ou folhas verdes de sua preferência. Regue os gomos de laranja com o molho e finalize com o queijo parmesão.

www.gladmagazine.com.br


Filé de Peixe com Grão de Bico e Batata Sauté para que se mantenha somente aquecido e, com o próprio calor do forno, deixe o limão e o peixe com um aspecto dourado.Chegando a esse ponto, desligue o forno e reserve.

Grão de Bico e Batata Sauté Ingredientes

Filé de Peixe Ingredientes - 2 postas de peixe de 250g cada (congrio ou namorado) - Azeite de oliva extra virgem - 1 ramo pequeno de orégano fresco - 1 limão siciliano - Pimenta em grão para ralar no momento - Sal a gosto Modo de Preparo Coloque as postas de peixe em um recipiente. Verifique se há necessidade de retirar alguma espinha ou pele desnecessária. Tempere com sal a gosto e pimenta ralada na hora. Acrescente raspinhas de um limão (procure raspá-lo de maneira delicada para aproveitar somente a parte amarela da casca). Se preferir, pode utilizar um pouco do suco de limão, com cuidado para que não fique muito ácido, e não se esqueça de reservar duas rodelas para decorar. Pré-aqueça o forno a 250° C. Prepare uma assadeira e adicione um pouco de azeite de oliva para que as postas não grudem. Posicione as postas na assadeira, adicione umas gotinhas de azeite de oliva sobre elas para não ressecar e ajudar a dourá-las. Deixe assar por 15 minutos. Retire do forno, adicione as rodelas de limão e polvilhe folhinhas de orégano sobre as postas. Retorne as postas de peixe ao forno, mas reduza a temperatura

- 1 lata de grão de bico (se preferir pode utilizar o grão de bico cozido em casa) - 1 cebola pequena bem picada - 2 dentes de alho finamente picados - 2 batatas pequenas picadas em cubinho - 1 colher de chá de gengibre ralado - 2 colheres de sopa de salsinha fresca picada - Azeite de oliva extra virgem - Sal e pimenta fresca ralada a gosto Modo de Preparo Em uma frigideira mediana e aquecida, adicione um pouco de azeite de oliva (aproximadamente 02 colheres de sopa). Agregue o alho e a cebola e deixe refogar até ficar com um aspecto esbranquiçado. Adicione a batata picada e o gengibre. Tempere com sal e pimenta fresca em grão ralada na hora. Misture bem, baixe o fogo e tampe para abafar um pouco, mexendo sempre que necessário até que a batata fique ao ponto. Adicione o grão de bico já cozido. Misture bem e comprove se o tempero esta a seu gosto. Refogue bem até que todos os ingredientes estejam bem misturados e com um aspecto dourado. Se necessário, pode adicionar um pouco de água para que não seque muito. Ao final retire do fogo e adicione a salsinha picada. Montagem do Prato Procure servir porções individuais. Prepare os pratos começando com o grão de bico e a batata sauté como base para o peixe. Sirva imediatamente. Sugiro um bom vinho branco de sua preferência e bom apetite.


O homem mais bonito do Brasil O concurso de Mister Brasil Universo 2012, realizado em maio, elegeu o representante do título de homem mais bonito do País para representar o Brasil no Mister Universo, e o vencedor é da Capital Federal. Thiago Ximenes, 24 anos, é dono de medidas perfeitas, com 1.74 m de altura e 76 kg

Por Wender Helmer 54

www.gladmagazine.com.br


C

om exclusividade, o homem mais belo do Brasil concedeu uma entrevista à GLAD Magazine, falou sobre a sua carreira e seu reinado. Acompanhe!

Como foi a inscrição para o concurso Mister Brasília? Como surgiu? Conte-nos em detalhes como foi todo o processo do antes, durante e depois do concurso para o Mister DF.

Solteiro, casado, divorciado ou enrolado?

Fui convidado por um dos coordenadores do concurso regional a participar. Ganhei a seletiva do meu estado, fui me destacando nas entrevistas que vieram após e na prova de corpo, até chegar como um dos favoritos à final.

Enrolado. Pratica esporte(s)? Qual(is) e com que frequência? Malho e ando de patins com bastante frequência. Já havia trabalhado como modelo? Quando, onde e como aconteceu? Sim, dos meus 14 aos 17 anos e alguns trabalhos só tempos depois.

E para o Mister Brasil? Como foi? Conte-nos com exclusividade como tudo aconteceu. Fui conquistando e me destacando em todas as etapas e, quando fui ver, eu já era um dos favoritos e ganhei o concurso que


elegeu o homem mais bonito do Brasil. O concurso não é somente para escolher o mais belo, mas também escolhe um formador de opinião. Como está sendo agora o seu dia a dia como representante do homem mais bonito do Brasil? Acredito que a faixa te traz certas responsabilidades e, uma delas, é acordar sempre bem, pois você acaba sendo analisado e cobrado todo os dias. Como está sendo a preparação para o concurso Mister Universo? Acredito que a ideia para o Mister Universo é manter os mesmos cuidados com o corpo e alimentação, para chegar bem lá. Como estão sendo os convites para trabalhos? O título acaba abrindo muitas portas e é natural que também acabem surgindo muitos convites. E para trabalhos fora do Brasil, já surgiram propostas? Conte-nos. Algumas propostas, mas ainda a serem analisadas. Houve convite para posar nu em alguma revista? E se houver, topará? Em relação a posar nu recebi convite, mas acho que tenho isso como projeto. Além do mais, o título não permite que você pose nu durante o mandato, pois há o risco de perder a faixa. Quais seus objetivos profissionais depois de ter vencido o concurso? Algum projeto em vista?

56

www.gladmagazine.com.br


Nunca tive como projeto nem mesmo ganhar o título. Então, tudo está sendo muito novo e acredito que as coisas vão acontecer de acordo com as oportunidades que forem surgindo. Pretende fazer carreira artística? Eu nunca pensei, mas, se for acontecer, eu abraçarei com certeza. Para isso, sei que terei que estudar e me preparar muito antes. Como está sendo a reação com as pessoas após o título de Mister Brasil? Com as pessoas, eu levo o assédio para o lado positivo, como o carinho e a atenção que recebemos, mas, com certeza, isso mudou muito. Como é a sua relação com o público gay? O assédio aumentou? Sim. Com o público GLS continua sendo muito bom. Sempre me dei super bem e continuo levando para esse lado positivo do assédio, como a atenção. Acredito que todos temos o direito de sermos felizes, independente de sexo, cor ou raça. Qual a data e lugar em que ocorrerá o concurso Mister Universo? Acontecerá de 24 a 28 de setembro em Lima, no Peru. O que gosta de fazer nas horas vagas? Na verdade não tenho muito essas horas vagas. O título e a empresa acabam sugando todo o meu tempo (risos). Mas gosto bastante de andar de patins no Parque da Cidade. Segue alguma dieta rígida? Qual seu prato preferido?

Hoje tenho uma alimentação e um treino diferenciados. Não tenho dieta. Só tento não me exceder muito na alimentação e sou apaixonado por massa, mesmo não podendo mais comer muito. Você se considera metrosexual? Sim. Sempre trabalhei com beleza e isso me favoreceu a ser um metrosexual. Os ex-BBB Rodrigo e Jonas Sulzbach já foram Misters? Você tem vontade de participar de um reality show? Acho muito bacana a proposta dos realities shows. Acompanho sempre. Mas para participar vai depender muito da proposta que vier. Acredito que a participação nesse tipo de programa abre as portas para a pessoa. ■


Frases.. “Uma das perguntas que me fizeram no concurso foi: o que eu faria se achasse uma lâmpada mágica? Acabaria com as guerras, pois é uma coisa irracional e que não deveria existir. Se pudesse, eu também acabaria com doenças, especialmente, com o câncer, porque, além do sofrimento da pessoa, toda a família sofre junto. Pediria ainda felicidade para o mundo inteiro.”

“Perdi 7 kg para participar do concurso.” “Beleza é uma coisa a mais, não é um conceito só.” “Sempre fui um cara de namorar sério, nunca fui de ficar ���pegando’ na balada.” “Mister não é apenas beleza. É um conceito de conjunto.”

“Mister não pode ter filhos, não pode ser casado e não pode sair nu em nenhum veículo.”

“As redes sociais me ajudaram muito a ganhar o concurso.”

“Estou me preparando bem para representar o meu País no Mister Universo.”

“Hoje, com o título, eu me cobro muito mais com a minha alimentação e minha aparência.”

Parabens, Thiago! A GLAD Magazine está na torcida para que você traga o título e a faixa de homem mais bonito do mundo para o Brasil.

Fotografia: André de Andrade Beleza: Cláudio Germano Produção de Moda: Pâmella Soares Agradecimento: Anjo da Guarda

58

www.gladmagazine.com.br


M A G A

www.gladmag /gladmagazine

@gladmagazine


7 mil

Assinantes em todo o Brasil. Todos somos um, todos somos GLAD!

Z

I

N

gazine.com.br gladmagazine

gladmagazine

E


O DONO DAS REDES SOCIAIS

Q

Por Caio Barbieri

uem navega pelas redes sociais com certeza já deve ter ouvido falar dele. E não é para menos: hoje, com seus quase um milhão de seguidores no Twitter, Hugo Gloss pode ser considerado uma das personalidades brasileiras mais influentes do mundo virtual. É amigo e seguido por centenas de famosos. Só que, curiosamente, na vida real faz questão de não ser reconhecido. “Melhor que ser famoso é ser amigo de famoso”, acredita. Poucos sabem, mas foi em Brasília onde toda essa história começou a ser escrita. Seu criador, Bruno Rocha, é daqueles brasilienses de carteirinha. Cresceu na Asa Norte, cursou a UnB, marcou presença em baladas que fizeram história na cidade e revela: “No mínimo uma vez por mês venho sujar meus pezinhos nessas terras vermelhas”, brinca.

62

www.gladmagazine.com.br

Leia agora o rápido bate-papo que a GLAD Magazine teve com esse divertido nome que se diz “auto-ditada na finesse”. Como surgiu o Hugo Gloss? Um dia, uma amiga estava morrendo de rir dos comentários que eu fazia enquanto assistíamos a uma novela. Então ela sugeriu que eu fizesse isso no Twitter. Acontece que eu criticava imitando a voz do Christian Pior [personagem do programa “Pânico”], daí a origem do “fake”, que era a minha referência na época. Depois de tanto tempo sendo Christian, acabei adquirindo personalidade própria e resolvi fazer a tão falada “mudança da personagem”. Você acha melhor ser muito conhecido virtualmente e poder andar livremente nas ruas, por não ser fisicamente reconhecido?


Sempre digo que melhor que ser famoso é ser amigo de famoso. Você tem só a parte boa disso, sem a necessidade de fazer carão o tempo todo ou fugir da festa porque chegou alguém com a mesma roupa que você. Já disseram que ser famoso na internet é o mesmo que ser rico no Banco Imobiliário. Eu concordo. Glamour não enche a barriga de ninguém. Eu quero a minha parte em dinheiro e bons sapatos, obrigado! E isso sem ninguém me controlar, o que é a melhor parte. Você nasceu e cresceu em Brasília. Quando decidiu sair de vez daqui? Acho que eu já saí da barriga da minha mãe gritando “Me tira daqui”. Sou filho de Brasília, mas um pouco ingrato, confesso. Sempre quis estar onde as coisas acontecem, no meio do fervor... E eu não via esse lugar no cerrado. Como é sua rotina quando você aparece por aqui? No mínimo uma vez por mês venho sujar meus pezinhos nessas terras vermelhas. A maior parte do tempo eu passo com minha família e amigos, matando a saudade mesmo. É muita pauta diária pra atualizar. E o que você acha de Brasília? Eu saí de Brasília achando que odiava a cidade. Que era atrasada, parada e chata. Mas mudei meus conceitos quando saí daqui... Brasília é uma cidade muito moderna, mas que é muito difícil de conhecêla. Depende muito das boas companhias. Acho que as pessoas se acomodam em achar que Brasília é só política, rock, patricinha e gente rica... E virando um cidadão brasiliense perdido no mundo, eu me vi muitas vezes na missão de mostrar que somos muito mais. Hoje eu tenho muito orgulho de dizer que sou fruto dessa terra que tem muito a oferecer. Qual é o seu lugar favorito em Brasília? Adoro o Pontão. É o lugar que eu digo pros amigos visitarem quando vão a Brasília. De restaurante eu acho que o Universal Dinner continua imbatível. Não tem

ninguém que passe por lá e não saia ao menos impressionado pelo “Voilá” dos garçons magias. Como bom jovem brasiliense, eu passei a adolescência visitando shopping e sinto pena de não ter tido um Iguatemi bafo na época dessas andanças. Para quem é de fora, qual o roteiro que Hugo Gloss recomendaria? Eu não consigo lembrar os nomes dos locais direito, mas vamos lá: Café da manhã seria naquela confeitaria do final da Asa Sul [Belini – 113 Sul], que tem um buffet babado onde você pode ficar sem comer até a semana seguinte que ainda terá carboidrato pra queimar. Almoço depende da ‘vibe’. Eu estou num momento salada, então iria matar a saudade da salada da Zimbrus [305 Sul]... Ou comer um camarão no Cocobambu [Setor de Clubes Sul – em cima da Body Tech ou Brasília Shopping]. Lanche da tarde eu iria para o Pontão [Lago Sul] tomar açaí no Mormaii e ver o pôr do sol pra garantir fotos boas pro Instagram... Esquenta da Balada eu faria no Dudu Bar (302 Sul). Os drinks são caros, mas são bons... E dá para já começar a ver o casting de cada balada e escolher a que tem o povo mais bonito. Qual famoso já te acompanhou nesses roteiros em Brasília? Já fui a uma festa com minha “esposa” do coração, Fernanda Paes Leme. Também foram Sérgio Marone e Deborah Secco. No “Baile da Favorita” estavam o Bruno Gissoni e o Gui Boury, que curtiram bastante. Paulo Gustavo também já ferveu muito comigo na Gambiarra e também o Marcelo Médici. Quando você não está aqui, gosta de estar onde? Eu gosto de estar onde as coisas acontecem. Não importa onde. Eu quero é ferver e ebulir. Seja em Barcelona, Amsterdam, Londres, NY ou Taguatinga. Já fui a muito lugar bom e a muito lugar péssimo. Te digo que a graça mesmo é estar em qualquer um deles com bons amigos que vão, no mínimo, rir muito com você.


CAMPANHA CONTRA O RACISMO A grife italiana Brasaimara, do empresário e namorado da transexual e ex-BBB Ariadna, Gabrielle Benedetti, lançou a campanha social ‘Educação x Racismo’, que tem como objetivo alertar o mundo para o fim do preconceito racial através da educação

Por Wender Helmer 64

www.gladmagazine.com.br


N

o dia 04 de agosto, o casal Ariadna Arantes - atriz, apresentadora e modelo - e o seu namorado, Gabriele Benedetti - italiano, médico, empresário e presidente da marca de alta costura italiana Brasaimara - lançou no clube The Week, no Rio de Janeiro, a mais nova campanha internacional, ‘Brasaimara vs. Racismo’. Pela luta contra o preconceito, ambos tiraram a roupa durante um ensaio fotográfico clicado na Itália pelo mexicano Carlos Mendoza. Nas fotos da campanha, a modelo aparece deitada na areia com o corpo todo pintado com as palavras “Love” (amor) e “Freedom” (liberdade). Durante o evento de lançamento, as fotos foram mostradas em tamanho gigante. Ariadna usou o microfone para mandar uma mensagem. “Todos temos direito de amar e sermos o que quisermos”.


Gabriele completou: “Martin Luther King disse que ‘O que assusta não é a ruindade dos maldosos, mas o silêncio dos honestos’. Não temos que ficar calados, mas lutar e conquistar nossa liberdade”. A campanha começou em Roma durante o desfile de lançamento da Brasaimara, realizado em maio deste ano. No Brasil, a marca italiana de alta costura foi lançada recentemente, no último dia 15, durante o Trend House Maceió 2012, desfile realizado 66

www.gladmagazine.com.br

entre os dias 13 e 17 de agosto. O casal, que marcou a semana da moda na capital do Estado de Alagoas, foi fotografado pelas lentes de Gustavo Boroni, no Villas do Pratagy Exclusive Resort, com exclusividade para a GLAD Magazine. “O objetivo é envolver o maior número de celebridades internacionais possível para ter um destaque fortíssimo”, comenta Benedetti. A ex-BBB foi apresentada como a nova rainha de bateria da escola carioca Unidos de Vila Santa Tereza, já posou pela Vogue Itália, está estrelando as passarelas nacionais e internacionais e, em breve, irá começar a carreira de apresentadora. “Precisamos de consciência para essa luta. Vemos muita injustiça, coisas pequenas que podem ser corrigidas antes de se tornarem grandes tragédias. Quero virar uma das maiores apresentadoras do Brasil. Sou um símbolo histórico e cultural que demonstra que lutando podemos realizar nossos maiores sonhos. Eu não tinha nada e hoje conquistei o respeito internacional como mulher e, principalmente, como brasileira. Quero continuar a minha carreira e juntar meu trabalho na luta contra o preconceito”, disse Ariadna. Essa campanha pretende marcar um momento histórico na luta contra o preconceito e conquistar, através da moda e da mídia, uma nova fronteira para quem sofre qualquer tipo de discriminação. À GLAD, o casal informou ainda que várias celebridades estão engajadas na campanha. Entre elas: Adriane Galisteu, Rodrigo Carvalho, Felipe Dylon, Aparecida Petrowki, Diana Balsini, Marcelo Melo, a Globeleza Aline Prado, o ator e diretor


italiano Michele Placido e muitos outros. “Precisamos do apoio dos leitores para divulgar essa mensagem de liberdade e respeito. Esse é o momento histórico certo para que algo possa mudar de verdade e melhorar” afirma Benedetti. Ariadna e Gabrielle são os primeiros a lançar essa campanha e acreditam que será a maior de todas, pois ela tem foco na educação como possível solução para a ignorância que gera o preconceito. “Temos prejuízo do que não conhecemos. A cultura pode abrir a cabeça de quem mora na cadeia do preconceito. Fizemos um ensaio nu para mostrar como nosso corpo não tem vergonha de defender um sentimento nobre como o amor” afirma o empresário, que completou informando estar pronto para mais “escândalos e notícias bomba” para reforçar sua campanha que está contagiando milhões de pessoas. “De verdade é uma emoção grande receber tantas mensagens de agradecimentos das pessoas que são nossa única e verdadeira fonte de energia”, comenta Gabrielle. O casal acredita que as pulseiras e blusas referentes à campanha que estão sendo divulgadas serão a tendência de moda deste verão. O médico informou também que, pessoalmente, apoiará sempre qualquer tipo de combate ao racismo e à homofobia. “Sou orgulhoso que o meu amor hoje seja motivo de entusiasmo e coragem para milhões de pessoas que a sociedade coloca para baixo por serem diferentes. As coisas mais lindas não são perfeitas, são especiais”, conclui. Fotografias e Tratamento Digital Gustavo Boroni Assistente de Fotografia Keylla Kiss Beauty Luciana Lima Assistente de Beauty Gustavo Oliveira

Vamos todos nos unir e abraçar essa campanha em busca de um mundo melhor, como publicamos na campanha feita pela GLAD Magazine. Todos somos iguais. Vivamos as diferenças, independente da etnia, crença ou orientação sexual.


Audaciosamente

cativantes

Ainda com cara de indie, franceses do duo Mutine chegam com um eletropop moderno, cativante e lotado de estilo Por Luiz Prisco 68

www.gladmagazine.com.br


M

eninos ou meninas, ambos são bons; Meninos ou meninas, eu não digo não. É com esse refrão ousado e cercado de ideias de liberdade sexual e comportamental que dois jovens resolveram começar a carreira no cenário musical francês. Donos de um eletropop moderno, marcado pelas batidas que fizeram sucesso na Europa nos últimos dois anos, o Mutine surge como uma das principais apostas das pistas de dança e das rádios. O primeiro single do grupo Fille ou Garçon já chegou ao topo das paradas francesas. Mutine é um duo formado pela bela Manon e o encantador Silvio, que há três anos se encontraram em uma escola na inspiradora cidade de Cannes e decidiram mergulhar juntos no mundo da música. No começo, os dois apostavam em versões das músicas de que mais gos-

70

www.gladmagazine.com.br

tavam. “Tínhamos vontade de trabalhar juntos e começamos fazendo covers das nossas canções prediletas. Depois disso, não nos largamos mais”, comenta a dupla que concedeu esta entrevista com exclusividade à Glad Magazine. A estratégia deu certo e os dois jovens ganharam fama com uma versão da música California da Mylène Farmer - uma popular artista francesa que já vendeu mais de 25 milhões de cópias. Logo em seguida, veio o primeiro single de autoria da dupla que, graças às redes sociais (Facebook, Twitter e YouTube) espalhou-se rapidamente virando um sucesso. Prova disso é que a dupla já ganhou a oportunidade de gravar o primeiro CD (com previsão de lançamento para o fim do ano). “Fille ou Garçon fala, primeiramente, sobre a liberdade de amar qualquer


pessoa. É uma música aberta aos outros. Tínhamos vontade de emocionar as pessoas e elas viram que a canção é animada e cheia de energia”, explicam. O plano realmente parece ter dado certo e, em quatro meses, o clipe já foi visto por mais de 250 mil pessoas, uma marca expressiva para uma banda pop em começo de carreira que canta em francês. Sobre a escolha, Mutine ressalta que produzir na língua maternal sempre foi a intenção deles. “O francês nos vem naturalmente e é uma língua cheia de cores, de nuances e de marcas a se explorar. Temos tanta coisa a dizer e podemos usar milhões de formas diferentes. Isso dá a sensação agradável de ainda termos muitas coisas para cantar.” O eletropop produzido pelo Mutine tem características essencialmente contemporâneas, com batidas ritmadas, animadas e lineares. Trata-se mais de uma música limpa, mais equilibrada, sem grandes mudanças no ritmo base. A inspiração para as composições vem de grandes nomes do cenário pop atu-

al. “A gente escuta diversos artistas e estilos musicais. Isso vai de Kylie Minogue a Rolling Stones, passando por Phoenix, Madeon, Katy Perry e ainda Calvin Harris. Nossa última paixão é o Foster The People. Achamos o som e as músicas deles de um frescor inacreditável”, contam.

BRASIL INSPIRA A música brasileira também está presente na vida desses dois jovens. “Precisamos dizer também que somos fãs do Cansei de Ser Sexy (CSS), pois eles refletem bem a ideia que a gente tem da música brasileira, com seus aspectos festivos, mas também muito ricos e interessantes.” Essa pegada, mostrada claramente em Fille ou Garçon, é a tônica do CD que o duo está produzindo. Trancados em estúdio, os dois estão arquitetando o álbum. “Ele vai trazer um som pop, novo e enérgico. Teremos algumas baladas e uns toques um pouco mais sombrios. A gente gosta de dizer que fica entre a adrenalina e a melancolia”, adiantam.


ESTILO AUDACIOSO

Manon e Silvio seguem à risca o manual da juventude europeia contemporânea. Por dentro das tendências da moda, uma música que prega a liberdade sexual, clipes regados de atitude, fotos bem produzidas e uma forte presença nas redes sociais. Por meio das redes sociais, é possível acompanhar de perto tudo que os meninos estão fazendo: são fotos e comentários vindos diretamente do estúdio, além de mensagens carinhosas para os seguidores. “Adoramos falar com as pessoas pelo Twitter e pelo Facebook. Temos encontros maravilhosos. Muitos nos mostram sua simpatia e apoio e isso é emocionante. Recebemos muitas mensagens do Brasil. É o País, fora a França, que mais nos escreve, o que nos dá um grande prazer”, atestam. Sem papas na língua, Mutine não tem medo de discutir as questões sexuais, sobretudo o preconceito que assola as comunidades LGBTS. Apesar de não gostarem de falar sobre sua vida pessoal, Manon e Silvio não têm restrições quando o assunto é mostrar que tomam partido da igualdade e do respeito às diversas formas de amor. “De uma

maneira geral, infelizmente, o diferente dá medo. Mesmo que a consciência global sobre a diversidade sexual tenha evoluído de maneira positiva, ainda existem muita discriminação e estigmas em relação aos gays. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas pensamos que os seres humanos terminarão por se aceitar, por se respeitar e parar de inventar falsos problemas.” O pensamento da dupla é o mesmo quando perguntados sobre os desafios de utilizar o tema da bissexualidade na música. “Não pensamos que seja um tema proibido, pois seria uma pena se fossemos impedidos de refletir nas canções. Porém, depois da reação de algumas pessoas, percebemos que ainda temos muito para fazer antes que alguns parem de ter julgamento sobre aquilo que lhes parece diferente e que lhes assusta”, defendem. Sem a ambição de tentar adivinhar o futuro, é possível afirmar que o Mutine é daqueles acontecimentos na música que, se não vieram para ficar, ao menos já trouxeram um sopro de novidade em um cenário marcado pela repetição de ideias.


Make-up e cabelo, Produção e fotos Hugo Mogart Assistente Tiago Nimet Modelos Lucas Costa - Glam Model Giseli Rossi - Miss Balneário Camboriú Realização Xica Lima Fotografias


TRAPPEND BY DSIRE


Seu ex vale

quanto ostenta Quando o assunto é separação, o sofrimento é inevitável. Primeiro, porque envolve fortes sentimentos, além da sensação de fracasso. Segundo, porque envolve dinheiro, em alguns casos, muito dinheiro, e pouca ou nenhuma disposição de partilhá-lo com o ex

Por Dra. Patricia Garrote (OAB-DF 28400)

82

www.gladmagazine.com.br


N

em é preciso dizer que um casal brigando por dinheiro é uma das cenas mais tristes de se ver. Lamentavelmente, se o casal não chega a um acordo sobre partilha e pensão, será obrigado a permitir que um terceiro resolva o litígio — o juiz — o que, decerto, não vai agradar nenhum dos dois. Vale dizer que, em alguns casos, o patrimônio pode ser bloqueado até a solução final do litígio, prejudicando os negócios e a manutenção do padrão de vida do ex-casal. Por falar em padrão de vida, hoje a Justiça está mais atenta aos sinais exteriores de riqueza na hora de fixar alimentos. Quanto maior a ostentação, maior a certeza da existência de patrimônio suficiente para manter o ex-casal com o mesmo padrão de vida que possuía à época do casamento, mesmo depois de separados. O cônjuge ou companheiro que ga-

nha mais certamente será obrigado a dar pensão para o outro, mesmo por tempo determinado, até que volte ao mercado de trabalho, ou termine os estudos. Ou mesmo para compensar o fim inesperado da relação, como no caso do cônjuge que se dedica ao casamento e é surpreendido com a notícia de rompimento. A culpa, apesar de ter sido banida de nosso ordenamento jurídico, ainda norteia a questão de alimentos, até para não permitir que o que foi “deixado” fique sem nada. Presentes caros, carros de luxo, joias, hábito de viajar e frequentar excelentes restaurantes e seleto grupo social são preciosas provas que evidenciam o alto padrão do casal. Vale tudo: fotografias, recibos, notas fiscais, notas em jornais, revistas, internet e comprovante de fatura de cartão de crédito. Quando o assunto é pensão alimentícia, seu ex vale quanto ostenta.

Com a palavra, o Tribunal de Justica A mensuração dos alimentos deve guardar conformação com as necessidades do alimentando e com as possibilidades do alimentante (CC, art. 1.694, § 1º), e, como corolário dessa equação, sua fixação deve derivar do cotejo dos elementos de prova produzidos de forma a ser aferida a capacidade do obrigado de conformidade com o padrão de vida que ostenta e com as outras obrigações que suporta rotineiramente. (Acórdão n. 581894, 20101010091960APC, TJDF, DJ 30/04/2012 p. 87)


EMPREENDEDORISMO

“Nossa meta é tornar a Chilli Beans uma marca global” A afirmação é de Caito Maita, empresário que lançou o conceito de fast fashion no País. Designers da marca viajam o mundo inteiro em busca de referências – o que permite o lançamento de dez novos modelos a cada semana

84

www.gladmagazine.com.br


C

Por Flavio Resende

aito Maita tem 43 anos e muita história para contar. Formado em Música nos Estados Unidos, o diretorpresidente da Chilli Beans - empresa líder de mercado que revolucionou o segmento de óculos de sol no Brasil - tornou o produto um artigo de moda e estilo. E o mais incrível: começou sozinho o negócio e hoje emprega mais de 4 mil colaboradores, incluindo os pontos de venda espalhados pelos quatro cantos do país. Ele conta que foi estudar Música nos Estados Unidos ainda muito jovem. “Queria fazer carreira lá. Minha banda “Las Ticas Tienen Fuego” já era até conhecida, tendo

aparecido inclusive na MTV. Mas eu precisava me bancar lá e comecei a comprar óculos e trazê-los para vender aos amigos no Brasil”, relata, completando que via na Califórnia que as pessoas compravam óculos como acessório de moda – o que até então não era um conceito difundido no Brasil. Vendendo o produto para amigos, conseguiu o primeiro cliente-loja e, desde então, o negócio nunca mais parou. No próximo dia 11 de setembro, Caito desembarca em Brasília com a missão de lançar o seu primeiro livro, intitulado “E Se Colocar Pimenta?”. Será na Faculdade SENAC (SEUPS 703/903 sul, lote A) a partir das 19h30. Uma oportunidade única para conhecê-lo e bater um papo com o simpático empresário que concedeu entrevista à GLAD:


sar e criar os modelos. Eles viajam o mundo inteiro, assinam sites de tendências, mas também buscam inspiração com os vendedores, com os clientes e com os fornecedores. Para se ter uma ideia, nas coleções criadas recentemente, os anos 80 foram referência, para outra, de relógios, foram as caveiras mexicanas. Além dos óculos, hoje a Chilli Beans comercializa que outros produtos? Relógios, óculos de grau, bicicletas, guitarras, underwear e chinelos - estes últimos em parceria com outras marcas. Qual a expectativa para este ano? Abrir 200 novos pontos de venda. Como nasceu a marca?

Qual o público da marca?

A marca nasceu quando montei um estande no Mercado Mundo Mix. Aí vi a importância de ter marca, trabalhar um nome e um logotipo.

Costumo dizer que temos produtos que atendem dos 8 aos 80 anos. Com a linha Kids, atendemos crianças; com a linha Vista, captamos também um cliente que não entrava antes na loja para comprar solar.

Qual o diferencial de vocês em relação à concorrência? Desde o início, a Chilli apostou no modelo self-service. Ao contrário de uma ótica convencional, o cliente pode pegar a peça e experimentar quantas quiser. Outro diferencial é o modelo fast fashion: lançamos por semana dez óculos, cinco relógios e três armações de grau. Quantas lojas existem hoje? Em quantos Estados? São 500 pontos de venda (lojas e quiosques) em todas as capitais brasileiras e nas principais cidades. Além do Brasil, há também nos EUA (serão dez pontos até o final do ano) Portugal, Angola e Colômbia. De onde vem a inspiração para a criação das peças? Na Chilli, os designers trabalham para pen86

www.gladmagazine.com.br

Como você vê a empresa daqui a dez anos? Quero ser uma marca global. Por que o público LGBT se identifica tanto com a Chilli Bens? Porque somos democráticos. Entre os nossos próprios colaboradores é possível ver isso. Não importa a cor, crença ou opção sexual. O que importa é a vontade de trabalhar e crescer. Que dica você daria a quem quer empreender? O que sempre digo é: não se esqueça de fazer o básico, o arroz com feijão. E outra é: não deixe de lembrar-se das pessoas que estão contigo no negócio e de apoiá-las. Elas são seu maior patrimônio.


Agenda GLAD Magazine na Expo Business LGBT Mercosul - 2012 Agosto foi um mês agitado para a GLAD. Nos dias 10 e 11, a revista participou com um estande - que fez o maior sucesso - da Expo Business LGBT Mercosul, no Centro Fecomércio de Eventos, na capital paulista. O objetivo da feira é incentivar o mercado empresarial voltado ao público LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) que tem crescido e, atualmente, ultrapassa as fronteiras dos conhecidos nichos. “Em sua segunda edição, a Expo Business LGBT é mais que uma feira. É uma ferramenta de negócios que estabelece um networking, alavancando contratos e quebrando a barreira dos gêneros”, comenta Luiz Redeschi, organizador do evento. Dentre as empresas e instituições que participaram do evento estão a Assessoria de Cultura para Gêneros & Etnias do Estado de São Paulo, ABRAT GLS (Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes), Agência LGBT Brasil, Beach Class, Bubu Lounge, Câmara de Comércio Gay Lésbica Argentina, Casa Gialla Design, Dell Brasil, Double C, Editora Escândalo, EMPETUR (Empresa de Turismo de Pernambuco), Gay Trips, GNetwork, Golden Tulip, Mato Doce, Ministério de Turismo do Uruguai, Mix Brasil, Perverts, Revista Junior, Revista Simples Assim e Tel Aviv Tourism.

Curtas Levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que do total de 464,7 mil empresas abertas em 2007, 224 mil já haviam fechado as portas até 2010. O estudo mostra ainda que a taxa de sobrevivência está relacionada ao porte das empresas. O programa TAM Fidelidade (www. tamfidelidade.com.br) e a rede Multiplus (www.multiplusfidelidade.com.br) adotaram tecnologia similar a do SMS Token como mais uma medida de segurança no processo de resgate de passagens aéreas TAM, aumentando assim a proteção aos pontos acumulados pelos clientes. A partir de agora, para trocar pontos por passagens-prêmio no TAM Fidelidade, o cliente receberá um código de autorização (por SMS ou ligação) no telefone do titular cadastrado na Multiplus. As demais senhas (Assinatura Eletrônica e Senha de Resgate), continuam as mesmas e devem ser usadas durante o processo, porém a emissão do bilhete só será concluída mediante a inserção do código enviado.

A PricewaterhouseCoopers (PwC) nomeou Sandra Paim para o cargo de diretora da área de Tecnologia da Informação das operações no Brasil. Sandra é especialista em Tecnologia de Processamento de Dados e Finança e atuou como gerente sênior na IBM e na Accenture. Na empresa de auditoria, ela vai gerir a equipe de consultoria em Tecnologia da Informação que fica no escritório do Rio de Janeiro.


goso do que se imagina e nunca sabemos com clareza quem está do outro lado do computador. Em fevereiro, nos Estados Unidos, um pai assassinou um casal porque eles “deletaram” sua filha do Facebook. Em abril, um taiwanês matou outro homem após descobrir mensagens íntimas enviadas para sua mulher na mesma rede social. Ele suspeitou de traição e resolveu, na vida real, acabar com a história. É fato que o poder das redes sociais é maior do que se imagina. Seja nos servidores ou nas mãos de pessoas erradas, não se pode confiar totalmente que suas informações são absolutamente sigilosas. Também em abril deste ano, o Facebook anunciou novas ferramentas para garantir a segurança dos usuários. Ao clicar em “configurações de privacidade”, você poderá optar pelo que quer e o que não quer que seja visto por todos. Lá é possível, por exemplo, limitar a visualização de seus dados pessoais, a “marcação” de seu perfil em lugares, fotos ou vídeos, ou bloquear usuários indesejados ou ameaçadores para que, sequer, te encontrem na rede social. Hoje é possível, também, denunciar posts ou usuários hostis. Para saber mais é simples: digite www.facebook. com/about/security e será redirecionado para o guia de segurança da rede. O austríaco Max Schrems tomou uma atitude diante da sen-

sação de ameaça: processou a sede do Facebook na Europa, além de lançar a campanha “Europa versus Facebook”, na tentativa de que, naquele continente, a rede social não armazene dados que deveriam ser deletados. Em agosto deste ano, o Facebook chegou ao incrível número de 955 milhões de usuários. O Twitter, em julho, chegou a 500 milhões e o LinkedIn, o menos popular, chegou aos 140 milhões. Um relatório da ITU (International Telecommunication Union) revela que já são mais de 1 bilhão de usuários ativos de redes sociais. Portanto, cuidado com o que você irá publicar ou comentar. Pelo menos aqui no Brasil é bem possível que tudo fique guardado nos servidores das redes e, se não tomar cuidado, será visto e lido por todos, até por quem você menos imagina.

Em maio deste ano, o estudante de Direito austríaco, Max Schrems, resolveu processar o Facebook... Por Leonardo Dalla


Cuidado com o Face!

O

motivo: após diversas tentativas, ele conseguiu um CD com toda a sua informação armazenada durante os três anos nos quais fez parte da rede, totalizando 1200 páginas impressas. Schrems descobriu que tudo o que você coloca em seu simples perfil do Facebook nunca mais sai de lá. O histórico de conversas, cutucadas, mensagens, fotos, vídeos, pedidos de amizade, enfim, tudo estava

armazenado em 57 categorias, mesmo que Max acreditasse que, ao deletar de seu computador o histórico seria também deletado do mundo virtual. Ele resolveu questionar a rede que afirmou: somente “removia da página” e não “deletava” a informação. Essa é apenas uma mostra da pequena ponta que é o iceberg de perigos que envolvem as redes sociais. Postar fotos e informações pessoais demais é mais peri-


DESTAQUE DO MÊS

DESTAQUE DE SETEMBRO

Ramon Dürr Setembro

Fotografo

Alexandro ADDS

Styling

Paulo Zelenka

Beleza

Monique Caetano

Produção Executiva Alexandre Piva Modelo: Ramon Dürr @ Piva Assessoria Fotógrafo: Modelo Alexandro ADDS Styling:Dürr Paulo Zelenka Ramon @ Piva Assessoria Beleza: Monique Caetano Produção Executiva: Alexandre Piva Agradecimentos Agradecimentos: Instituto de Laser , Nandi Spa&Hair Instituto de Laser e Nandi Spa&Hair


R

amon Dürr é natural da cidade do Rio de Janeiro, tem 19 anos e 1,89m de altura. Ele foi descoberto através da internet pelo fotógrafo Alexandre Adds, que o apresentou ao agente Alexandre Piva, da Piva Assessoria. Ramon entrou para o casting do agente e está começando a dar seus primeiros passos para uma carreira de sucesso. Nesta última temporada, estreou nas passarelas nacionais desfilando para algumas das principais grifes do calendário, tais como Alexandre Herchcovitch, Colcci, Ellus e Redley.


CONSTRUINDO O DF E MOVIMENTANDO MULTIDÕES

Parada LGBT de Brasília cobra reconhecimento da cidadania por parte das autoridades no que se refere aos direitos humanos

A

Por Henri Thiago

Parada do Orgulho LGBTS (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros e Simpatizantes) do Distrito Federal, que acontece no próximo dia 23 de setembro, comemora sua 15ª edição fazendo jus ao reconhecimento de maior ato de direitos humanos da Capital Federal e traz como tema “Sou LGBT e construo o DF! Exijo cidadania”. Dados dão conta que no primeiro

100

www.gladmagazine.com.br

levantamento feito pelo IBGE em 2010, foram catalogados 60 mil casais LGBTs no Brasil. No DF os gays e bissexuais masculinos somam 10,8% e as lésbicas e bissexuais femininas são 5,1% da população. Em suma, correspondem a 407.511 dos atuais 2.562.963 residentes na cidade, de acordo com o último levantamento do instituto de pesquisa. A Parada do Orgulho LGBT de Brasília é a terceira mais antiga do País e pretende mostrar o LGBT sob vários aspectos.


Para impactar todos, a grande novidade deste ano foi a de fazer fotos de divulgação do evento com o primeiro arco-íris humano, que conta com cerca de 100 pessoas vestidas nas cores da bandeira gay e, no dia da Parada, esse mesmo arco-íris deverá ser formado novamente. É graças aos bons resultados obtidos até então e a persistência em atravessar as dificuldades para continuar acumulando conquistas que, segundo Julio Cardia, coordenador da Parada LGBT junto ao Grupo Estruturação, a manifestação ganha nova edição: “Gerando bons frutos conseguimos ter mais abertura, facilitando o retorno positivo para continuar o ciclo de resultados satisfatórios”, afirma. Assegurar o direito de toda comunidade interessada em realizar suas paradas é uma meta da ONG Estruturação. O coordenador da Parada LGBT é enfático: “O preconceito tenta diminuir nossa felicidade, por isso festejar é importante”, diz Julio. Ele completa, porém, que essa felicidade não é motivada por uma festa em vão e sim por um manifesto com o sentido de transmitir mensagens de ativismo e mostrar que cada um pode fazer a diferença. Tornar Brasília um orgulho para quem originou toda sua história, Dom Bosco e JK, é uma constante batalha. Torná-la a capital do País sem discriminação depende de cada cidadão que almeja, acima de tudo, uma qualidade de vida digna. E no que depender da diversidade presente no ato, esse objetivo não demorará muito a ser alcançado, já que no último ano de sua realização, a Parada contabilizou dentre os presentes uma parcela de 27,5% formada por heterossexuais do total de 50 mil participantes. A luta ainda tem o apoio de pessoas de outros estados. Em 2011 totalizou 14,6% vindos de fora do DF.



GLAD Magazine edição #4