Page 88

Je danse encore. (Eu ainda danço.) Je danse toujours. (Eu danço sempre.) Teriam seu exato oposto em: Je ne danse plus. (Eu não danço mais.) “Ne... plus”, dessa forma, é útil para expressar atividades que tiveram lugar em algum momento da vida do falante, mas que, atualmente, não são mais realizadas. Diferente, portanto, de “ne... jamais”, que implica no distanciamento do falante em relação à atividade descrita.

Ne... pas encore Esta expressão negativa é praticamente o exato oposto da tratada no último tópico. Se com “ne... plus” temos a possibilidade de relatar uma atividade realizada no passado, mas que hoje já não a fazemos, “ne... pas encore” tem a função de deixar aberta a janela do futuro, ou seja, indica que algo não foi realizado, mas, que há a vontade de realizar, que a realização é algo possível, ainda que não previsível: “ne... pas encore” equivale a “ainda não”. Sua expressão “oposta” seria déjà (já), que indica realização plena. Vejamos um exemplo: Le système financier est déjà sain. (O sistema financeiro já está são.) A expressão oposta seria: Le système financier n´est pas encore sain. (O sistema financeiro ainda não está são.) Por meio dessa frase, indica-se, sim, que o sistema financeiro continua “doente”, mas também indica a crença de que a “cura” será realizada. Vamos a outro exemplo:

88

| Coleção Aprenda Idiomas sem Complicação: Francês

Profile for Gislan Rocha

215305517 colecao aprenda idiomas sem complicacao frances  

215305517 colecao aprenda idiomas sem complicacao frances  

Advertisement