Page 189

Isabel assentiu fracamente com compreensão. Rohan ficou agachado junto a ela. Os ombros tremiam enquanto grandes soluços a destroçavam. Os grandes, luminosos olhos se elevaram para ele, e Rohan sentiu tremer a terra sob os pés. —Ele está decidido a te inclinar em seu favor, Isabel. Tem muito que ganhar com suas palavras. Ela negou com a cabeça enquanto as lágrimas rodavam pelas bochechas, o cabelo dourado pego à cara. Rendeu-se no chão, jazendo como um animal arrastando-se completamente para morrer. —Me deixem em paz, ambos. —fechou os olhos e murmurou uma vez mais— Deixem-me em paz. Rohan se dirigiu ao Wulfson, quem permanecia em pé mais próximo a sua dama. —Leve a minha câmara. —a seguir, fez um gesto ao Enid— Vá com sua senhora. Enquanto Isabel era erquida pela escada, Rohan se dirigiu ao desafiante saxão. —A feriste na alma. Por isso, terá a oportunidade de ver William antes do que estou seguro esperava. E… —Rohan sorriu desagradavelmente— acorrentado. Quande Rohan gesticulou para seus homens, o pandemonio estalou quando Arlys e seus homens trataram de escapar. Mas os Les morts estavam sempre preparados, e em poucos minutos, os saxões foram submetidos. Bem a tempo para que os Willinghams, quem desciam as escadas com seus escassos pertences na mão, fossem testemunhas. —Arlys! —gritou Deidre, voando pela escada— O que está acontecendo? —exigiu ela ao Rohan. Ele a ignorou e a passou caminhando a grandes pernadas para o largo portal, o qual empurrou violentamente para abri-lo, permitindo que o gelado ar de dezembro formasse redemoinhos no interior. —Levem a todos ao estábulo. —ordenou Rohan. À medida que foram tirados a força, Rohan ignorou os histéricos gritos de Deidre e as exigências de Lorde Willingham de uma explicação. Rohan se dirigiu ao estábulo para selar seu cavalo. Nas reiteradas demandas de Deidre para obter uma explicação, Rohan ouviu Ioan lhe explicar em términos inequívocos que Dunsworth e seus homens eram agora cativos de guerra de William e que se os Willinghams gostariam de unir-se a ele gostosamente se encarregaria disso. Segundos mais tarde, Rohan abriu de repente a porta do compartimento do estábulo e arrojou o bridão ao redor da cabeça do grande cavalo. Tirou-o do barraco e saltou sobre o lombo. Com uma veloz patada, Mordred cravou as grandes patas em terra e partiram de forma ensurdecedora.

Isabel se derrubou sobre a cama de seu pai, e se tivesse estado mais lúcida, ela teria exigido a Enid que a levasse a sua câmara. Tinha o coração quebrado pela metade, e não sabia como arrumá-lo. A visão de Rohan em pé sobre seu pai, pressionando a espada no pescoço vendo morrer, atormentou-a a alma. Como pôde fazer tal coisa? Os soluços a rasgaram, grandes, soluços que a sacudiram todo o corpo. E Geoff. Doce, divertido Geoff. Era um amante das artes e das mulheres, não era um guerreiro. Nunca mais ouviria sua risada ou sua zombadora voz quando a tratasse mais como um menino que uma garota.

Profile for Giselle Troitskyevna

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

Advertisement