Page 185

—É tão grosseiro como seu irmão, du Luc. Mas esteja seguro que, enquanto que Monfort bebe meu vinho, come minha comida, viola a minha irmã e grita ao mundo que matou meu irmão, tenho a confiança que recuperarei o que é legitimamente meu. Isabel ficou sem fôlego ante a declaração de Arlys. Pobres, a doce Elspeth e o jovem Sir Edward. —Arlys! Deve levar pra longe Elspeth! —gritou Isabel. Ele a olhou e lentamente negou com a cabeça. —Dunsworth está bem protegido. Se volto e me expulsa, sofrerei muito. —os olhos azuis endurecidos— Dirigirei uma petição ao William por meus direitos. Rohan riu. —Sua petição cairá em ouvidos surdos, Dunsworth. Embora meu irmão seja o açoite da terra, nosso pai comum entregou uma pesada tarifa ao William. Do Monfort é um aliado poderoso para o duque e um ao que não quereria desgostar. Henri manterá o que saqueou aqui. Não se equivoque nisso. Arlys tragou saliva, visivelmente pálido. Olhava a Isabel, continuando, de novo ao normando. —Nem tudo está perdido para mim, du Luc. Ainda tenho a minha prometida. Permita recolher seus pertences a fim que possamos ir. Rohan acariciava o punho da espada. —O que te faz estar tão seguro que a dama deseja ir-se com você? Arlys olhou a Isabel. Sorriu, e quando não lhe devolveu o sorriso, os lábios se apertaram. —Isabel, diga a este homem que deseja ser liberada de seu cuidado. —Eu… eu não posso deixar Rossmoor, Arlys. —disse Isabel brandamente. O nobre a olhou duramente e depois ao normando de imponente altura. —Não pode ou não deseja? Ela negou com a cabeça. —Não desejo. A cara de Dunsworth se distorceu em cor carmesim escuro, e para um homem que tinha tudo a perder e muito pouco que ganhar, ele pressionou. —Violou-lhe este homem? Obteve-lhe à força, Isabel? —exigiu ele. Isabel lutou para conseguir falar. Elevou o olhar para Rohan, e logo voltaram para seu prometido. Pouco a pouco, ela negou com a cabeça. Arlys se esforçou para encontrar as palavras, por um pensamento, uma maneira de persuadir a sua amada para que voltasse com ele. —Enviei ao Cedric para que lhes conduzisse para mim. O bosque sussurra que este homem lhe matou. É certo? —É verdade. —respondeu Rohan por Isabel— Sua vida por aquelas do Alethorpe que seus homens assassinaram. A cabeça de Arlys rodou para trás, com os olhos entreabertos.

Profile for Giselle Troitskyevna

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

Advertisement