Page 163

Em uma violenta reação ao desafio, Cedric a golpeou na cara, com tal força que a atirou ao chão do bosque. O impacto e a aguda dor na mandíbula a aturdiram. O acobreado sabor do sangue encheu a boca. Cedric a levantou lhe pegando o braço e a empurrou para diante. —Tome cuidado, milady, somos homens desesperados em tempos desesperados. Se o diabo normando lhes quiser e está disposto a pagar, então lhes terá! —Mentistes a respeito de Geoff! Cedric assentiu. —Aye, e lamento lhe dar esperanças, mas não sabia outra maneira de fazer que viesse comigo. —tirou uma espada curta do cinto e a pôs contra o ventre dela. —Caminhe, e não trate de fugir de mim. Arrependerar-se. Isabel se voltou na direção pela que tinham andado. Aferrou-se aos conhecimentos, enquanto Cedric podia ter a vantagem da força, ela conhecia a disposição da terra. Além disso. Isabel afogou um pequeno soluço. Ela e Geoff tinham matado a muitos dragões imaginários nesses bosques, e não estavam longe das cavernas. Estremeceu-se, mas decidiu que iria melhor com a bruxa que com o Henri do Monfort. Vários passos por diante de Cedric, tropeçou e caiu sobre as mãos e joelhos. Quando o administrador se moveu a endireitá-la, Isabel rodou com força de encontro as bolas dele. Enquanto ele caía para trás, apressou-se a ficar em pé e correu por sua vida. Cedric gritou que se detivesse, lhe oferecendo a glória que teria junto a ele e Arlys, lhe prometendo que uma vez que o resgate fosse pago, eles a liberariam. E nesse momento, Isabel soube que Arlys estava tão envolto na artimanha, como seu administrador. Embora não desejasse casar-se com o conde, sua traição lhe causou grande dor. Ela não era mais que um peão para esses homens. A ira a impulsionava para frente. Não o desejo da glória que lhe pudesse oferecer nenhum homem. Preferiria viver uma vida de solidão. Então, mergulhou-se de cabeça no bosque. Enquanto subia uma colina, perdeu o equilíbrio e se derrubou por uma costa íngreme. Rodou sem cessar, os ramos e as folhas lhe arranhavam a pele, e a dureza da terra lhe tirava o fôlego do peito. Quando o corpo finalmente se deteve contra uma enorme rocha, ficou com a cara plantada na terra gelada e argilosa. O som de pesados passos detrás dela a impulsionaram a seguir. Ignorando a dor nas extremidades, ficou em pé rapidamente, olhou para cima e gritou.

Profile for Giselle Troitskyevna

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

O legado da espada de sangue 01 - o senhor da rendição - Karin tabke  

Advertisement