Issuu on Google+


O amor ĂŠ o carinho


Éo espinho que não se vê em cada flor.


É a vida quando chega


Sangrando aberta em pĂŠtalas de amor.


O velho e a flor