Page 1

BARQUINHA VIVA Publicação do Município de Vila Nova da Barquinha | # 21 | Jan 08 | Distribuição Gratuita

CENTRO DE NEGÓCIOS É UM SUCESSO

NOVO SITE ONLINE

BARQUINHA PARQUE: A CONSAGRAÇÃO


p_ 2

SUMÁRIO

5 > NOVO SITE

O sítio oficial do Município na Internet está renovado. Fruto do projecto Médio Tejo Digital, o portal da Câmara Municipal oferece agora mais informação e serviços para o munícipe. Visite-o e descubra as diferenças.

7 > REABILITAÇÃO URBANA

O centro histórico de Vila Nova da Barquinha está a mudar. A Câmara Municipal iniciou um processo de reabilitação urbana para eliminar os edifícios devolutos e em simultâneo promover a habitação social.

4 > CENTRO DE NEGÓCIOS

PB

Batadec, Espaço Mecânico e Serralharia A. Domingos são as primeiras três empresas a construir as suas instalações no parque empresarial do concelho. Conheça os pioneiros do Centro de Negócios.

FESTAS

8 > GALAXY CITY

No primeiro semestre de 2008 iniciam-se na Atalaia as terraplanagens para a construção do maior equipamento lúdico do país. Chama-se Galaxy, e será o maior parque temático de Portugal, com shopping e hotel. Uma verdadeira cidade galáctica.

ATL

12

Pérsio Basso

15

FICHA TÉCNICA DIRECTOR Miguel Pombeiro, Presidente da Câmara COORDENADOR Pérsio Basso Gabinete de Informação e Relações Públicas girp@cm-vnbarquinha.pt Colaboraram neste número: Anabela Viegas, Angelina Amaral, Bruno Nicolau, Carlos Vicente, Cidália Delgado, Élia Ribeiro, Fátima Coelho (CM Torres Novas), Lurdes Gil e Margarida Veríssimo. PROPRIEDADE Município de Vila Nova da Barquinha Praça da República 2260-411 Vila Nova da Barquinha Tel.: 249 720350 Fax: 249 720368 geral@cm-vnbarquinha.pt

24 > COLECCIONADOR

Joaquim Vieira é um coleccionador dedicado ao concelho que o viu nascer. Reuniu um vasto espólio de documentos e objectos ligados à etnografia de Vila Nova da Barquinha. Parte da sua colecção pode ser apreciada no Museu Etnográfico com Bar 21, onde mostra também artesanato e outras formas artísticas.

TIRAGEM 4000 ex. IMPRESSÃO Gráfica Almondina DEPÓSITO LEGAL n.º 181747/02

28 > BARQUINHA PARQUE

A qualidade arquitectónica do Barquinha Parque foi reconhecida pelos mais prestigiados profissionais da arquitectura e ambiente. Este espaço conquistou o Prémio Nacional de Arquitectura Paisagista 2007. Um projecto de Joana Rego e de Hipólito Bettencourt.


EDITORIAL

p_ 3

POLÍTICA FISCAL DO MUNICÍPIO "quanto maior vier a ser a receita da derrama, maior será a descida do IRS"

No contexto actual do país, os municípios são cada vez mais responsabilizados pelas suas receitas. Verifica-se uma tendência para aumentar a nossa capacidade de decisão, quer nos impostos, quer nas taxas, em detrimento da receita que deriva do orçamento geral do estado. O tão falado “apertar do cinto” verificou-se não apenas sobre os particulares, mas também com especial incidência nos pequenos municípios. Neste cenário, é extremamente difícil ao município de Vila Nova da Barquinha abdicar de receita, que antes recebia e que agora a nova lei das finanças locais permite “dispensar”, sobretudo se considerarmos que estamos no início de uma nova fase de investimentos municipais, que aproveitarão o novo quadro comunitário de apoio (QREN). Qual é, então, a política fiscal do município? Relativamente ao Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI), a ideia fundamental é a de estabilidade. Após a aplicação da taxa máxima em 2003, vamos já para o quinto ano consecutivo com uma taxa mediana estabilizada em 12,5%, e 20% abaixo dos máximos, respectivamente para os imóveis não avaliados e imóveis avaliados segundo o novo código do IMI. Mas 2008 traz duas novidades em termos fiscais. Por um lado, aplicaremos pela primeira vez a derrama que incide sobre o IRC das empresas, continuando a ser competitivos já que as respectivas taxas ficaram 10 a 20% abaixo da taxa máxima. Faz todo o sentido, numa altura em que estamos a atrair investimento privado, que o quadro fiscal esteja perfeitamente definido à partida. Numa fase inicial, estaremos perante valores pouco significativos, mas não temos dúvidas de que pelo menos percentualmente, este é o valor que mais irá subir num futuro de médio prazo. De facto, o Centro de Negócios está numa fase de arranque com assinalável sucesso e com excelentes perspectivas de futuro. Dentro de alguns anos, o tecido empresarial do concelho nada terá a ver com a realidade que tivemos até hoje. Por outro lado, em sede de IRS poderemos abdicar até 5% do IRS que é receita municipal. Foi neste contexto que assumimos na última assembleia municipal o compromisso de que, quanto maior vier a ser a receita da derrama, maior será a descida do IRS. Desta forma, conseguiremos conciliar a sustentabilidade financeira do Município e em simultâneo repartir por todos os que pagam IRS, os benefícios do desenvolvimento económico do concelho, que passará a ter expressão na derrama.

Miguel Pombeiro, Presidente da Câmara presidente@cm-vnbarquinha.pt


p_ 4

DESENVOLVIMENTO

Empresas instalam-se no parque empresarial do concelho

OS PRIMEIROS NO CENTRO DE NEGÓCIOS a 10 milhões de euros e envolvendo um número significativo de postos de trabalho. Três das primeiras empresas a adquirir lotes neste espaço empresarial - Batadec, Espaço Mecânico e Serralharia A. Domingos iniciaram as obras de construção das suas instalações em Abril de 2007. Os trabalhos encontram-se numa fase bastante avançada,

prevendo-se que comecem a laborar em 2008. Entretanto, outras 6 empresas preparam a sua instalação nesta zona empresarial. No total, o Centro de Negócios de Vila Nova da Barquinha já comercializou 11 lotes, na primeira fase de comercialização. Conheça melhor os pioneiros do CDN.

A SERRALHARIA A. DOMINGOS, LDA é uma empresa fundada em 1974 e sediada no Entroncamento, que realiza trabalhos em todo o país e ilhas. A nível dos clientes, tem mantido os mesmos ao longo da sua existência, bem como esses mesmos clientes e os trabalhos realizados têm trazido novos clientes. A Serralharia A. Domingos tem a sua presença e posição marcadas através do seu Profissionalismo e Qualidade na Construção Civil. Executa trabalhos em ferro (estruturas metálicas e todo o tipo de serralharia civil, decapagem a granalha de aço e metalização a frio) e trabalhos em alumínio (caixilharia em alumínio, divisórias, etc). Postos de trabalho previstos: 50

O ESPAÇO MECÂNICO iniciou a sua actividade em 1992 e encontra-se sediado no Entroncamento. É concessionária da STET (Sociedade Técnica de Equipamentos e Tractores, SA), para toda a gama de produtos Caterpillar e Bitelli, líder mundial no mercado de máquinas para construção civil e obras públicas. Após 15 anos de actividade, o Espaço Mecânico não se limita a ser um fornecedor de bens de equipamento. É hoje uma empresa comercial com maturidade, dispondo ainda de uma área comercial preparada para aconselhar tecnicamente a melhor opção para cada situação. Postos de trabalho previstos: 20

A BATADEC, LDA é uma empresa de comércio e reparação de equipamento dentário (unidades dentárias, esterilização, radiologia/imagiologia, maquinaria de apoio e mobiliário). Ao longo de uma década tem vindo a fornecer aos profissionais médicos equipamentos e serviços de qualidade, de modo a responder às suas necessidades. A empresa nasceu da vertente técnica por isso a sua prioridade máxima é a assistência técnica. Postos de trabalho previstos: 9

Pérsio Basso

O Centro de Negócios é um sucesso, considerando os investimentos privados já assegurados. O empenho do município vai no sentido de fazer deste espaço de localização empresarial uma referência no Médio Tejo. Nos próximos anos prevemos que estejam instaladas e em actividade mais de 20 empresas, num investimento superior


desenvolvimento COMUNICAÇÃO

p_ 5

Sítio na Internet renovado

CÂMARA EM CASA Está on-line desde o passado dia 12 de Outubro, o novo portal do Município de Vila Nova da Barquinha, em www.cmvnbarquinha.pt. Mais atractivo e mais funcional, o novo site oferece mais serviços para os munícipes, contribuindo para facilitar a sua relação com os serviços camarários, através de um acesso facilitado à informação. O sítio oficial do Município de Vila Nova da Barquinha destina-se à população do município, visitantes, investidores e população em geral. Permite aos cidadãos consultar informação sobre o concelho, bem como obter informações sobre os serviços que lhe são disponibilizados. O portal será complementado de acordo com as necessidades demonstradas pelos munícipes, numa permanente actualização. O novo portal disponibiliza os

requerimentos que necessita para tratar dos mais variados assuntos relacionados com a autarquia, bem como a listagem dos documentos necessários. Faça download, imprima, preencha e entregue nos serviços camarários. Fique a par da mais variada informação alusiva ao Município, como notícias, eventos, horários de atendimento, actas das reuniões camarárias e outras novidades. A iniciativa surgiu no âmbito do projecto “Médio Tejo Digital”, financiado pelo Programa Operacional da Sociedade de Informação, que tem como objectivo promover a utilização e aplicação das novas tecnologias nas diversas vertentes da realidade da Região. A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, enquanto membro da Comunidade Urbana do Médio Tejo, integrou este projecto intermunicipal do qual fazem parte igualmente os

municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Tomar e Torres Novas. O Médio Tejo Digital disponibiliza também um portal regional na Internet, disponibilizando online serviços e conteúdos, contribuindo para a modernização dos municípios envolvidos, e proporcionando uma melhor interacção com os cidadãos. Pretende-se que através da utilização das novas Tecnologias da Informação e Comunicação, os mais de 235.000 habitantes da região, tenham a oportunidade de melhorar a sua qualidade de vida, através de um acesso mais fácil à informação, gerando uma nova dinâmica nas áreas de intervenção mais relevantes para a Região, nomeadamente: Autarquias, Sociedade Civil, Ensino e Formação, Turismo e Comunidade Empresarial.


p_ 6

OBRAS E PROJECTOS

ARQUIVO MUNICIPAL EM CONSTRUÇÃO As obras de construção do futuro Arquivo Municipal de Vila Nova da Barquinha estão no terreno. Adjudicado em Março de 2007 à empresa Odraude, esta intervenção vai ocupar o espaço de um antigo edifício municipal existente na Rua de Cabo Verde, em Vila Nova da Barquinha. O projecto elaborado pelo Gabinete de Apoio Técnico de Torres Novas (GAT), prevê a construção de um edifício com dois pisos, dotado de sala de leitura, sala de tratamento de classificação documental, atendimento e área para depósito da documentação. As obras iniciaram-se em Setembro de 2007 e deverão estar concluídas no primeiro semestre de 2008. Trata-se de um investimento de 140 mil euros. O Arquivo Municipal é fruto de um acordo de colaboração celebrado entre o Município de Vila Nova da Barquinha e o Instituto dos Arquivos Nacionais – Torre do Tombo, no âmbito do Programa de Apoio à Rede de Arquivos Municipais (PARAM). Pérsio Basso

PROJECTOS Em fase de concurso Sistema de drenagem de esgoto doméstico de parte da Rua 25 de Abril e Rua do Sal – Vila Nova da Barquinha Projecto de execução do sistema de drenagem de águas residuais e ETAR das Limeiras Projecto de execução para beneficiação e remodelação do Edifícios dos Paços do Concelho Projecto de execução para arrelvamento do campo de futebol da Atalaia Estudo prévio para instalação de um museu de escultura ao ar livre no Barquinha Parque

Em preparação Projecto base para ampliação da Zona Industrial de Vila Nova da Barquinha Projecto de execução do Fórum da Juventude Projecto do Centro Escolar Ciência Viva Projecto de adaptação da EB 2,3 da Praia do Ribatejo, Escola Básica integrada

EN3 VAI SER TRANSFORMADA EM ARRUAMENTO Está aberto desde o mês de Novembro de 2007 o concurso público com vista a realização da empreitada de Beneficiação da EN3, em Vila Nova da Barquinha. O Município pretende com esta intervenção transformar esta via em arruamento, entre o km 84+250 e o km 87+270, com locais para estacionamento, parques verdes e uma ciclovia. A obra deverá iniciar-se ainda durante o ano de 2008.


OBRAS E PROJECTOS

p_ 7

MUNICÍPIO REABILITA CENTRO HISTÓRICO Pérsio Basso

O mês de Junho de 2007 assinalou o início da desejada reabilitação urbana de Vila Nova da Barquinha, com o arranque das obras de construção de um edifício contíguo ao dos serviços municipais. O Município estabeleceu uma parceria publico-privada para esta edificação, onde irão nascer 7 fogos para habitação social, bem como alguns espaços comerciais e habitação para venda ao público em geral. A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha pretende com esta intervenção solucionar o problema dos imóveis devolutos, que simultaneamente servirão para realojar famílias com habitações degradadas, assim como impulsionar o comércio na sede de concelho. As obras têm financiamento do programa PROHABITA (Programa de Financiamento para Acesso à Habitação).

NOVO PAVIMENTO NA RUA DA BOAVISTA A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha colocou novo pavimento na Rua da Boavista, Cardal, freguesia de Moita do Norte, em Novembro de 2007. A nova camada de betuminoso permite uma melhoria significativa nas condições para circulação de veículos naquele arruamento.

PRAIA DO RIBATEJO COM LOMBAS O Município criou, no último trimestre de 2007, quatro lombas para automóveis na Praia do Ribatejo - três na Rua Comendador Manuel Vieira da Cruz, a artéria principal da localidade, e uma junto à Escola do 1.º Ciclo. Esta medida surgiu com o objectivo de aumentar a segurança para os peões, reduzindo a velocidade dos veículos que circulam no interior da vila.

RUA LUÍS DE CAMÕES TEM PAVIMENTO A Rua Luís de Camões, em Tancos, recebeu o seu pavimento no mês de Novembro de 2007. A obra resultou da parceria entre o Município de Vila Nova da Barquinha e a Junta de Freguesia de Tancos. Os reclusos ao serviço da Câmara Municipal no âmbito de um protocolo celebrado com o estabelecimento prisional de Torres Novas, forneceram a mão-de-obra para executar os trabalhos, ficando a aquisição dos materiais a cargo da Junta de Freguesia. Esta artéria da vila de Tancos serve a Escola do 1.º Ciclo e o Jardim-de-Infância daquela localidade, bem como os moradores, que agora usufruem de uma rua com melhores condições de circulação e limpeza.


p_ 8

TURISMO

Investimento privado na freguesia de Atalaia

CIDADE GALÁCTICA NO TER O maior parque de diversões de Portugal está a nascer em Vila Nova da Barquinha. A “Galaxy City”, um investimento privado de cerca de 170 milhões de euros, está a dar os primeiros passos no terreno, no lugar de Vale do Junco, na zona norte da freguesia de Atalaia, com a execução de furos para captação de água. Tudo começou com as histórias da Sara e do Nuno. As duas personagens da colecção de livros juvenis publicada pelo grupo Impala inspiraram Jacques Rodrigues, presidente do grupo, para esboçar um parque temático. Uma ideia que levou três anos a ser desenvolvida e estudada. No ano 2000, o empresário da comunicação descobriu uma empresa americana que desenvolve este tipo de layout de projectos. Surgiu então a primeira maqueta. O local eleito, no concelho de Vila Nova da Barquinha, reúne todos os requisitos para a instalação de um equipamento desta natureza. Localização central no país, próximo de Espanha, próximo da

Localização do investimento, na freguesia de Atalaia, junto ao Centro de Negócios

capital, com excelentes acessibilidades. De acordo com Jacques Rodrigues “a oferta turística nacional concentra-se no litoral. É necessário criar infra-estruturas também no interior”. A Galaxy City deverá tornar-se numa das principais atracções turísticas nacionais e europeias, pois a sua temática difere da dos restantes parques existentes no velho continente. São esperados milhões de visitantes por ano, com os períodos de maior afluência previstos para os meses de Verão. No pico da época estival, em Agosto, o parque deverá acolher, em dias de maior afluência, cerca de 10 mil visitantes. Este projecto deverá criar em breve um número superior a 1000 postos de trabalho quer na fase de obras, quer após a sua conclusão. Será sem dúvida uma mais valia para o concelho de Vila Nova da Barquinha, para a região e para o país. O empreendimento irá ter uma potência eléctrica total instalada de 20 megawatts de energia eléctrica, o equivalente

a uma pequena cidade. Durante as terraplanagens do terreno, cujo início está previsto para o primeiro semestre de 2008, serão movimentados cerca de 1.500.000 m3 de terras. Ocupando uma área de 57 hectares, a Galaxy City será composta por três elementos distintos: um parque temático que abrirá as portas entre os meses de Abril e Outubro, um centro comercial e um hotel, abertos todo o ano. O Galaxy Park será constituído por cinco áreas dedicadas à história de Portugal: Mitos e Lendas (1), Terra e Mar (2), Terra Mãe (3), Portugal Antigo (4) e Futuro (5), formadas por um total de cerca de 100 edifícios. No centro do parque, será criado um lago artificial com cerca de 12 mil m3. Da Índia e da China virão algumas das 384 espécies de plantas que farão parte dos espaços verdes. O maior parque temático de Portugal prevê abrir as suas portas ao público em Abril de 2011. Prevê-se que em Setembro de 2008, comece a ganhar forma o “Galaxy


RRENO

PARQUE ALMOUROL COLOCA SINALÉTICA

Shopping”. Health club, supermercado, cinemas, 18 restaurantes, 110 lojas, um mega restaurante temático e parque de estacionamento com capacidade para 747 lugares, compõem este espaço comercial. Com 5 pisos, o hotel do complexo irá dispor de 111 quartos, 12 suites juniores, 9 suites seniores, 3 quartos duplos para deficientes, e 2 salas para eventos com 600 m2. Prevê-se o início da sua construção em 2009, tal como o parque temático. No dia 11 de Maio de 2007, os membros do executivo camarário e os deputados municipais de Vila Nova da Barquinha deslocaram-se a Sintra, às instalações do grupo Impala, onde foram recebidos por Jacques Rodrigues. O responsável máximo pela Galparque apresentou o projecto da Galaxy City e fez o ponto da situação relativamente ao seu desenvolvimento. A comitiva da autarquia teve ainda oportunidade de admirar a mega maqueta do projecto, que em breve se tornará uma realidade.

PB

Pérsio Basso

O concelho de Vila Nova Barquinha tem nova sinalização turística. Esta intervenção foi promovida no âmbito do projecto intermunicipal Parque Almourol, que abrange também os municípios de Constância e Chamusca, numa lógica de coerência comunicacional em todo o espaço do parque. Restaurantes, equipamentos culturais, espaços de lazer, património, monumentos e outros locais de interesse turístico estão agora assinalados através de um sistema de sinalização desenvolvido exclusivamente para este projecto. Placas de sinalização, painéis informativos, totens de marcação da entrada do parque, painéis de interpretação, outdoors colocados na A1, A23 e IC3, num total de cerca de uma centena de elementos estão disponíveis nos três concelhos, para melhor informar os visitantes. Toda a sinalética é apresentada em bilingue (Português e Inglês). O Sistema de Sinalização do Parque Almourol é um factor de integração e organização do espaço, e possibilita facilitar a circulação dos utentes, contribuindo para a identificação, informação e orientação no território.

Membros do executivo camarário e deputados da Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha deslocaram-se a Sintra, onde foram recebidos pelo Presidente do Grupo Impala

p_ 9

PB

TURISMO

CENTROS NÁUTICOS CONCESSIONADOS POR 25 ANOS A Sociedade Parque Almourol e a DiverLanhoso chegaram a acordo para a concessão dos Centros Náuticos de Vila Nova da Barquinha e Constância. As duas entidades assinaram um contrato de cessão da posição contratual para a gestão e exploração dos dois Centros Náuticos pelo prazo de 25 anos, com entrada imediata. Foi ainda assinado um contrato comodato entre a Sociedade Parque Almourol e a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha no qual esta última cede à primeira, para exploração, as instalações do Centro Náutico de Vila Nova da Barquinha. A DiverLanhoso, sediada no norte do país, na Póvoa do Lanhoso, foi seleccionada depois de feita uma prospecção de mercado. Trata-se de uma empresa que é detentora de um parque temático com o mesmo nome, com cerca de 170 hectares, e totalmente dedicada ao desenvolvimento de actividades de desporto aventura. A Sociedade Parque Almourol e a DiverLanhoso vão agora constituir uma empresa que ficará responsável pela gestão dos dois equipamentos.


p_ 10

TURISMO

AS 21 MARAVILHAS

Almourol no Second Life

Pérsio Basso

O Castelo de Almourol, monumento nacional e emblema do concelho de Vila Nova da Barquinha e da região do Ribatejo, não conseguiu ser eleito uma das 7 Maravilhas de Portugal. Apesar de figurar entre os 21 finalistas, não conseguiu votação suficiente para se posicionar nos primeiros sete lugares. Os resultados da votação, que se iniciou em Dezembro de 2006, foram anunciados no dia 7 de Julho, numa Cerimónia que decorreu no Estádio da Luz, em Lisboa. Palácio da Pena (Sintra), Torre de Belém e Mosteiro dos Jerónimos (Lisboa), Mosteiro da Batalha, Mosteiro de Alcobaça, Castelo de Óbidos e Castelo de Guimarães foram os sete monumentos mais votados. As 7 Maravilhas de Portugal localizam-se na zona litoral do país, onde se concentra a maior parte da população portuguesa. Talvez por este motivo, o interior do país tenha ficado sem qualquer representante. Ficaram de fora locais emblemáticos para a história de Portugal, como o Convento de Cristo (Tomar), o Palácio Nacional de Mafra e o Castelo de Almourol. Apesar de não merecer o voto dos portugueses, esta iniciativa aumentou significativamente o número de visitantes ao Castelo de Almourol. O monumento foi alvo de um plano de promoção, resultante um elevado esforço financeiro por parte do Município de Vila Nova da Barquinha. A inclusão nos 21 monumentos finalistas na eleição das 7 Maravilhas de Portugal poderá significar o arranque de uma nova era para o castelo, em termos de promoção turística. Afinal, Almourol continua a ser um dos tesouros de Portugal. Na cerimónia do dia 7 foram também anunciadas as novas 7 Maravilhas do Mundo. Coliseu de Roma (Itália), Cristo Redentor (Brasil), Cidade de Petra (Jordânia), Machu Pichu (Peru), Taj Mahal (Índia), Pirâmides de Chichén Itzá (México) e Grande Muralha da China foram os locais eleitos na primeira votação à escala mundial. Com as actuações de José Carreras e Jeniffer Lopez, este evento foi transmitido em directo para 160 países.

O Castelo de Almourol é o primeiro monumento nacional português a marcar presença no Second Life, o mundo virtual mais popular da Internet. Este importante pedaço do nosso património tem um espaço na ilha Portucalis, adquirida por um grupo de “avatares” portugueses, com o objectivo de promover o que Portugal tem de melhor no jogo Second Life. A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha alugou um stand comercial nesta ilha virtual, para promover o ícone do concelho, um dos 21 monumentos finalistas da eleição das 7 Maravilhas de Portugal. A médio prazo, a autarquia estuda a hipótese de vir a construir uma réplica do monumento, numa ilha própria. Além da zona comercial, a ilha Portucalis, dispõe de uma zona residencial, galeria de exposições, anfiteatro ao ar livre e zona de restauração e lazer. O Second Life é um mundo tridimensional digital, disponível on-line em www.secondlife.com, inteiramente construído pelos seus 7.500.000 residentes de todo o planeta. Neste jogo é possível criar um “avatar”, ou seja, uma representação tridimensional de um ser humano, comprar terras, fazer negócios, conhecer pessoas, passar férias. É possível criar uma “segunda vida”.

Promoção do Castelo de Almourol e do artesanato do concelho no Centro Comercial TorreShopping, Torres Novas Stand de promoção do Castelo de Almourol, no maior jogo virtual do mundo, Second Life


ACÇÃO SOCIAL

p_ 11

IDOSOS REUNIDOS EM CONVÍVIO Fotos: Pérsio Basso

Realizou-se no dia 14 de Outubro no restaurante Quinta da Ponte da Pedra, em Atalaia, Vila Nova da Barquinha, mais uma edição do Convívio Sénior. A iniciativa anual da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha reuniu cerca de 550 idosos das cinco freguesias do concelho. Num clima de alegria e confraternização, os “seniores” deram mais uma vez mostras de grande vitalidade e juventude. Após o almoço, os maiores de 65 anos desfrutaram de um momento musical, onde tiveram oportunidade para mostrar os seus dotes de dança.

Cerca de 550 pessoas juntaram-se no convívio anual promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha

HABITAÇÃO A CUSTOS CONTROLADOS Na vila de Praia do Ribatejo, encontra-se em fase de conclusão a construção de 12 fogos para habitação a custos controlados, junto à Escola EB 2,3 de Praia do Ribatejo. A obra promovida pela Cooperativa de Habitação “Nova União”, com o apoio do Instituto Nacional de Habitação e da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, aposta na construção de qualidade, a preços reduzidos. Os apartamentos, de tipologia T3, deverão ser comercializados a preços de aproximadamente 65 mil euros.


p_ 12

EDUCAÇÃO

MUNICÍPIO PROMOVE ATL DE VERÃO

Visita ao parque "Monte Selvagem"

Nos meses de Julho, Agosto e Setembro, dezenas de crianças das cinco freguesias do concelho ocuparam os seus tempos livres das férias de Verão nas mais diversas actividades, como jogos tradicionais, dança, expressão plástica, actividade física, workshops e diversas actividades lúdicas. A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha promoveu, durante os meses de Verão, Actividades de Tempos Livres (ATL) para as crianças dos Jardins-de-Infância e escolas do 1º Ciclo do concelho. Os mais pequenos tiveram ainda oportunidade para visitar pontos de interesse do concelho como o Castelo de Almourol, ou a última olaria em funcionamento na Atalaia. O ATL promoveu também passeios a locais como o Fluviário de Mora, Monte Selvagem (Lavre), Pedreira do Galinha (Monumento Natural das Pegadas dos Dinossáurios da Serra de Aire), Centro de Ciência Viva de Constância e Fábrica de Ciência Viva de Aveiro. No ensino pré-escolar, as actividades foram organizadas pela autarquia, como resposta às necessidades expressas pelas famílias. Relativamente ao 1º Ciclo, as Associações de Pais, a exemplo de anos anteriores, mobilizaram-se para a sua organização e implementação, em estreita colaboração com o Município.

Pérsio Basso

Dia Mundial da Criança

CRIANÇAS VISITAM OCEANÁRIO Cerca de quatro centenas alunos do ensino pré-escolar e 1º ciclo do Concelho de Vila Nova da Barquinha visitaram no passado dia 1 de Junho o Parque das Nações e o Oceanário de Lisboa, no âmbito das Comemorações do Dia Mundial da Criança. As 414 crianças dos Jardins-de-infância do Concelho e Escolas do 1º Ciclo, acompanhadas de 48 adultos, foram transportadas para a capital através de um comboio especial, fretado pelo Município para esta acção. O “trem” partiu da Estação de Praia do Ribatejo, onde recolheu os primeiros jovens passageiros, seguindo-se paragens em Tancos e na Estação de Caminhos-de-Ferro de Vila Nova da Barquinha, onde centenas de pais se despediram emocionados dos seus petizes. A viagem terminou na Estação do Oriente. A pequenada comemorou o seu dia de forma diferente, observando as mais variadas de espécies do maior oceanário da Europa, e passeando pelo Parque das Nações. A viagem de regresso, a bordo do mesmo comboio, realizou-se no final da tarde. A iniciativa foi promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha.

Cerca de 400 crianças viajaram entre Vila Nova da Barquinha e Lisboa num combóio especial

CANTINA NO JARDIM DA MOITA O Jardim-de-Infância de Moita do Norte vai ter uma cantina escolar. Após a conclusão do projecto de alterações, o concurso público foi publicado em Diário da República no passado dia 14 de Setembro. Com um custo estimado de cerca de 400 mil euros, esta obra deverá arrancar no início de 2008.


EDUCAÇÃO

p_ 13

Protocolo de cooperação com Universidade de Aveiro

UA APOIA CONCEPÇÃO DE UMA NOVA ESCOLA No passado dia 3 de Julho, a Universidade de Aveiro (UA) e a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha assinaram um protocolo de cooperação com vista à concepção do novo centro escolar de Vila Nova da Barquinha. O documento prevê o apoio no desenvolvimento de actividades na área da Educação, designadamente consultadoria pedagógica para a concepção e planeamento de uma escola, supervisão na construção do Projecto Educativo Concelhio e actividades de formação de professores, pelo Departamento de Didáctica e Tecnologia Educativa da UA. A cerimónia realizou-se na Sala de Reuniões e Traduções do edifício da Reitoria, e contou com a presença de Isabel Martins, Vice-Reitora da UA, e de Vítor Miguel Martins Arnaut Pombeiro, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da

Barquinha. No âmbito da sua política de investimento educativo, o Município de Vila Nova da Barquinha está a desenvolver, actualmente, o projecto de arquitectura de uma nova escola do 1º Ciclo do Ensino Básico. Pretendendo constituir-se como um equipamento educativo de referência, não só pela qualidade dos espaços como pelas práticas pedagógicas a induzir, a UA assume-se como um importante parceiro para a prossecução deste objectivo. O trabalho conjunto com a Universidade de Aveiro para definição e preparação do futuro Centro Escolar Ciência Viva de Vila Nova da Barquinha, decorre em bom ritmo tendo-se realizado no passado dia 12 de Dezembro uma reunião que envolveu também a equipa projectista e todos os professores do 1º. Ciclo do Ensino Básico.

Reunião entre elementos do Município, equipa projectista do Centro Escolar Ciência Viva, Universidade de Aveiro e professores do 1.º Ciclo

Pérsio Basso

OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES 2007 Com o objectivo de promover a ocupação saudável dos tempos livres dos jovens durante as férias escolares de Verão, a Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha promoveu mais um OTL, nos meses de Julho, Agosto e Setembro, destinado a jovens residentes no concelho, com idades entre os 14 e os 25 anos. O OTL municipal permitiu a 71 jovens do concelho o contacto experimental com o mercado de trabalho, contribuindo para o seu processo de educação não formal. No decorrer do Programa Municipal de Ocupação de Tempos Livres, o Município, através do seu Pelouro da Juventude, estabeleceu parcerias com várias entidades, nomeadamente Juntas de Freguesia de Atalaia, Praia do Ribatejo e Vila Nova da Barquinha, Associações de Pais de Praia do Ribatejo e Vila Nova da Barquinha, Centro de Interpretação de Arqueologia, Centro Social e Paroquial da Atalaia e Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova da Barquinha, para a concretização dos vários projectos

apresentados. Esta acção terminou com a entrega dos Certificados de Participação, no dia 29 de Setembro, no Auditório do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, com a presença do Presidente da Câmara, Miguel Pombeiro e da Vereadora responsável pelo Pelouro da Juventude, Rosa Garrett. Em simultâneo com a iniciativa do Município, decorreu o Programa de OTL do Instituto Português da Juventude (IPJ), iniciativa em que participaram 16 jovens. Neste programa, os participantes desenvolveram actividades nas áreas da Cultura e Património (apoio na selecção e organização documental do Arquivo Municipal; apoio na realização das actividades Culturais realizadas no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha; e dinamização da Biblioteca da Atalaia), Apoio a Crianças no ATL promovido pela Associação de Pais de Vila Nova da Barquinha, e Tecnologias da Informação e Comunicação (apoio à dinamização da biblioteca da Praia do Ribatejo).


p_ 14

EDUCAÇÃO

Ano lectivo 2007/08

RECEPÇÃO AO PROFESSOR NA BIBLIOTECA Para assinalar o início de mais um ano lectivo, o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Pombeiro, deu as boas vindas aos docentes do concelho de Vila Nova da Barquinha, no dia 9 de Outubro. Os professores foram recebidos na Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha, um espaço renovado e com novas funcionalidades ao serviço dos leitores e dos alunos do concelho. O presidente do executivo camarário lembrou a aposta do município num ensino de qualidade no concelho, quer na construção de instalações de excelência, quer na primazia pelas novas tecnologias

no meio escolar. Após um momento de poesia com António Luís Roldão, os docentes foram brindados com um espectáculo de teatro e promoção da leitura – “Às Escuras, o Amor”. Com encenação de Rui Paulo, o espectáculo foi interpretado de forma brilhante por Cristina Paiva, acompanhada por Fernando Ladeira (sonoplastia). Os actores interpretaram textos de Eugénio de Andrade, Florbela Espanca, António Gedeão, Fernando Pessoa, Luís de Camões, Sophia de Mello Breyner Andresen, entre muitos outros. Fotos: Pérsio Basso

"Às escuras, o Amor", espectáculo com Cristina Paiva e Fernando Ladeira

António Roldão proporcionou um momento de poesia

BIBLIOTECA RENOVADA Num esforço de aproximação e de cada vez maior satisfação dos seus utilizadores, a Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha disponibiliza desde o dia 9 de Outubro um serviço informatizado de consulta do catálogo e circulação e empréstimo de documentos. Após a informatização do fundo bibliográfico das bibliotecas de Vila Nova da Barquinha, Praia do Ribatejo e Atalaia, que careceu de um trabalho técnico exaustivo, está agora disponível para consulta interna o catálogo informatizado. A gestão dos utilizadores também está informatizada, pelo que se solicita a actualização do cartão de leitor a fim de usufruir dos serviços prestados pela biblioteca, espaço Internet, empréstimo domiciliário e leitura de presença. O município pretende, a curto prazo, disponibilizar um conjunto de serviços e recursos remotamente e disponíveis 24 horas por dia, entre os quais destacamos: - O catálogo on-line; - Um serviço de perguntas on-line através da Biblioteca Responde; - Um conjunto de serviços on-line (solicitação de cartão, renovação de empréstimos, reservas, sugestões de novas aquisições e sugestões e reclamações), entre outros.


CULTURA Fotos: Pérsio Basso

p_ 15

FESTAS 2007 Da Weasel, Fonzie, Teresa Tapadas e António Pinto Basto foram as grandes atracções musicais das Festas do Concelho de Vila Nova da Barquinha 2007. De 9 a 13 de Junho, o Barquinha Parque acolheu mais uma edição deste evento, animado com muita música, folclore, desporto, tauromaquia e cerimónias religiosas. Milhares de pessoas visitaram a XXI edição da Feira do Tejo, um certame dedicado ao artesanato e à gastronomia. Publicamos aqui as fotos da festa. Concerto Da Weasel Fado com Teresa Tapadas

Feira do Tejo

Encontro de Vespas

Marchas populares de Santo António


p_ 16

CULTURA Foto: CIAAR

ARQUEÓLOGOS DESCOBREM VESTÍGIOS COM 300 MIL ANOS NA ATALAIA

FESTIVAL DE OUTONO ANIMA ASSOCIAÇÕES Teatro, música e cinema animaram o concelho de Vila Nova da Barquinha, durante o 1º Festival de Outono. A iniciativa do Município promoveu, entre 15 de Setembro e 15 de Dezembro de 2007, espectáculos nas salas das associações das cinco freguesias do concelho de Vila Nova da Barquinha. A iniciativa visou descentralizar as actividades culturais desenvolvidas pela autarquia, promovendo eventos em vários espaços. O Festival de Outono resultou da parceria da Câmara Municipal com os Grupos de Teatro e associações do concelho, e ainda com o Cine Clube de Torres Novas, entidade responsável pelas sessões de cinema.

Arqueólogos de vários países identificaram no sítio arqueológico da Ribeira da Atalaia, o que podem ser os mais antigos vestígios de ocupações do Paleolítico Inferior datados até hoje em Portugal. Foram pela primeira vez confirmados sinais de presença humana de há 300 mil anos. Uma equipa internacional de arqueólogos escava, desde 1999, um sítio ainda pouco conhecido em Portugal, mas que já corre o mundo. O sítio arqueológico da Ribeira da Atalaia, em Vila Nova da Barquinha tem vindo a ser escavado no âmbito do projecto Tempoar, Território, Mobilidade e Povoamento do Alto Ribatejo. Em 2005 foram recolhidas amostras para efectuar datações absolutas que conferem ao sítio da Ribeira uma importância singular no panorama da investigação nacional. Não só porque foram identificados níveis com cerca de 300 000 anos (os mais antigos que se conseguiu datar, até hoje, em Portugal), mas também com 90 000 e com 24 000. Ou seja, existem potenciais vestígios de ocupações do Paleolítico Inferior, Médio e Superior. Sendo que nestes níveis foi identificada e escavada uma estrutura de combustão.

Este projecto de investigação interdisciplinar tem conjugado dezenas de investigadores de diversas nacionalidades, bem como estudantes do Mestrado de Arqueologia IPT/UTAD e de outras instituições. Com efeito, todos os anos chegam a Vila Nova Barquinha estudantes de toda a Europa, em particular da Universidade de Trento com a qual está estabelecido um protocolo de estágio. Estes estudantes têm neste sítio a oportunidade de escavar, conhecer e receber formação sobres estes períodos tão antigos da nossa História. O projecto é coordenado por Luiz Oosterbeek, Professor do Instituto Politécnico de Tomar, em colaboração com Pierluigi Rosina, Professor do mesmo Instituto, Sara Cura, do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, José Gomes, do Centro de Arqueologia de Vila Nova da Barquinha e do IPT, e Stefano Grimaldi, Professor da Universidade de Trento.

Carlos Vicente

AULAS DE VIOLA NO CENTRO CULTURAL Iniciaram-se no dia 3 de Outubro, aulas de viola, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha. Com orientação do professor Fernando Espanhol, estas sessões realizamse todas as quartas-feiras, às 21 horas, no auditório do centro. Continuam abertas as inscrições, gratuitas e limitadas, que podem ser efectuadas no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha ou através do telefone 249 720358.


CULTURA

Pérsio Basso

Carlos Vicente

p_ 17

CV

AZEITE À MESA NOS RESTAURANTES

FEIRA DE ÉPOCA FOI UM ÊXITO

O azeite animou os restaurantes do concelho de Vila Nova da Barquinha entre os dias 10 de Novembro e 16 de Dezembro. A Câmara Municipal, em parceria com as unidades de restauração do concelho promoveram mais uma "Prova do Azeite", a oitava edição consecutiva do certame anual. A mostra gastronómica é baseada em pratos confeccionados com azeite, um produto com grande tradição no concelho de Vila Nova da Barquinha, em tempos um generoso olival. A existência de mais de duas dezenas de lagares de azeite no concelho, no início do século passado, comprova a centenária tradição da produção deste produto de características mediterrânicas, em Vila Nova da Barquinha. A iniciativa visa preservar a memória deste costume, dando uso ao azeite, à nossa mesa. Durante o certame, os 11 restaurantes aderentes serviram à mesa várias iguarias, entre as quais Sopa de Couve com Feijão, Bacalhau à Lagareiro, Petingas no Forno com azeite, Polvo à Lagareiro, entre outros pratos. Na edição edição 2007, participaram os restaurantes Almourol (Tancos), Barca (Vila Nova da Barquinha), Chico (Praia do Ribatejo), Ikarus (Vila Nova da Barquinha), Palmeira (Vila Nova da Barquinha), Platina (Cardal), Ramos (Madeiras), Recanto (Vila Nova da Barquinha), Soltejo (Vila Nova da Barquinha), Stop (Atalaia) e Tasquinha da Adélia (Vila Nova da Barquinha).

O Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha acolheu, nos dias 24 e 25 Novembro mais uma edição da Feira de Época. Centenas de pessoas afluíram a este certame onde não faltaram frutos secos, chás, licores, vinho, doçaria, mel, artesanato e gastronomia. A iniciativa da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha realiza-se semestralmente, na Primavera e no Outono. Com o tempo solarengo a convidar para um passeio pelo Barquinha Parque por entre as folhas em tons de castanho, os inúmeros visitantes transformaram esta feira num verdadeiro sucesso. No Sábado, a feira recebeu a visita dos idosos da Fundação Dr. Francisco Cruz, da Praia do Ribatejo. À noite cantou-se o fado, com a participação de Rita Inácio, Julieta Rodrigues, Manuel Costa, Tina Jofre e Virgílio Quadros, acompanhados pelos Irmãos Leitão (guitarra e viola). No Domingo, a tarde foi animada pela Desgarrada de Concertinas e pela actuação de Tina Jofre e do Grupo Barquinha Saudosa.

DANÇAS COM MOZART As Escolas EB 2,3 +S D. Maria II, em Vila Nova da Barquinha e EB 2,3 de Praia do Ribatejo acolheram, no dia 8 de Novembro, os concertos pedagógicos “Danças com Mozart”. Esta actividade de apoio à leitura destinada à população escolar, foi promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, com o apoio do Instituto das Artes. “Danças com Mozart” é uma viagem ao mundo mágico das sonoridades de uma das figuras mais marcantes da História da Música. E penetrarmos numa realidade diferente da nossa, mais longínqua, mais desconhecida.., é tomar conhecimento com a realidade dos anais do séc. XVIII. Ou melhor, é partilhar a vida e a obra de um dos maiores compositores de todos os tempos. Esta viagem ao mundo mozartiano é um estímulo e um tónico para a fruição do Belo.


p_ 18

CULTURA

OITO ANOS DE PINTURA

O Ateliê de Pintura da Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha inicou, em Outubro, pelo oitavo ano consecutivo, mais uma edição do curso de desenho e pintura. Cerca de três dezenas de alunos, orientados pelo pintor Carlos Vicente, aprendem anualmente as mais variadas técnicas pictóricas. No final do ano lectivo, em Junho de 2008, os trabalhos resultantes do ateliê darão origem a uma mostra na Galeria de Arte.

ALMOUROL DÁ MOTE PARA CONFERÊNCIAS O auditório do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha acolheu, no passado dia 9 de Julho, duas conferências sobre o Castelo de Almourol. “O Castelo de Almourol como Comenda da Ordem de Cristo até aos nossos dias”, foi o tema da comunicação do Professor Fernando Larcher, que fez o historial do monumento desde as suas origens até à actualidade. A propósito da não eleição do Castelo de Almourol como uma das 7 Maravilhas de Portugal, Fernando Larcher mostrou-se algo desapontado, lembrando que Almourol fica deste modo a par de outros monumentos de prestígio como o Convento de Cristo, em Tomar, ou o Covento de Mafra. O Coronel de Infantaria Américo Henriques abordou de forma radiosa o tema “A Ordem do Templo e o Castelo de Almourol”. Com organização da Escola Prática de Engenharia de Tancos e da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, estas conferências fizeram parte das Cerimónias Comemorativas do Dia da Arma de Engenharia e da Escola Prática de Engenharia de Tancos. Pérsio Basso

OLE NO PARQUE

A Orquestra Ligeira do Exército actuou no passado dia 13 de Julho, no Barquinha Parque, no âmbito das Comemorações do Dia da Arma de Engenharia e da Escola Prática de Engenharia de Tancos. Com apoio do Município de Vila Nova da Barquinha, o espectáculo foi presenciado por centenas de pessoas.

ORQUESTRA DE PALAVRAS

Professor Fernando Larcher, General Maia Mascarenhas, Coronel Américo Henriques e Coronel Nunes Fonseca

A Biblioteca Municipal de Vila Nova da Barquinha promoveu nos dias 11 e 12 de Julho, o ateliê “Orquestra de Palavras”. Com concepção e realização de Paulo Condessa, trata-se de uma actividade de expressão artística, centrada no potencial inexplorado dos símbolos verbais. Usando o prazer como motor de aprendizagem e desenvolvimento das capacidades do indivíduo, visa o aprofundamento das relações interpessoais. Cria pontes imaginárias com todas as outras formas de expressão. Esta acção contou com o apoio do IPLB.


CULTURA Pérsio Basso

PB

ÊXTASE, VISTAS E CONTEMPLAÇÕES

O Tejo, as cheias, a paisagem ribeirinha e o incontornável Castelo de Almourol deram o mote para a mostra fotográfica “Êxtase, vistas e contemplações”, um trabalho de Pérsio Basso, patente ao público na Galeria de Arte do Centro Cultural da Barquinha entre 21 de Junho e 14 de Julho. Natural do concelho de Vila Nova da Barquinha, Pérsio Basso é profissional da comunicação desde 1997. Trabalhou como jornalista no jornal diário “Público” e no semanário “O Independente”, sendo actualmente responsável pelo Gabinete de Informação e Relações Públicas do Município de Vila Nova da Barquinha. Já participou em várias exposições colectivas de fotografia. Os trabalhos expostos podem ser vistos na Internet, em www.olhares.com/ persio.

p_ 19

LITERATURA EM EXPOSIÇÃO

METAMORFOSEME

Esteve patente na Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, entre 23 de Agosto e 15 de Setembro, uma exposição de pintura de Elsa Marques. A pintora nasceu em 1961 em Mouriscas, concelho de Abrantes. Membro do ateliê de desenho e pintura da Galeria de Arte de Vila Nova da Barquinha, a artista dedica-se à sua grande paixão - a pintura, mais concretamente ao pastel seco, que domina com arte e magia. Nesta exposição a que deu o título de “Metamorfose-me”, a pintora abrantina homenageou a mulher, como metamorfose da flor, e vice-versa.

“Cem anos de literatura portuguesa: Nexos na criação literária do Século XX” foi o título da exposição patente ao público na Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, entre 19 de Outubro e 11 de Novembro. Esta mostra deu a conhecer a Literatura Portuguesa do século XX. Os responsáveis por esta exposição optaram por encontrar uma forma de aproximar, elegendo afinidades de ordem vária, diferentes décadas ou períodos deste século. Elegeram, deste modo, cinco nexos na criação literária portuguesa: as viragens de século; as vanguardas e o modernismo; a Presença (1927-40/1970-1990); o neorealismo e o pós 25 de Abril; e os ecletismos das décadas de 50 e de 70-90, respectivamente.

PINTURA CRIATIVA GEOGRAFIAS CONSTRUÍDAS

Os trabalhos vencedores do Concurso internacional para a dinamização das margens do rio no Médio Tejo, estiveram em exposição no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha entre 16 e 26 de Julho. “Geografias construídas” foi o mote da proposta do Ateliermob, vencedor do concurso. A mostra passou também pelo Centro Náutico de Constância, em Junho, Trienal de Lisboa 2007, em Agosto e Biblioteca António Boto, em Abrantes, em Setembro.

Pintor natural de Ovar, radicado na Chamusca desde 1974, Appio Cláudio, mostrou a sua pintura no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, entre 21 de Setembro e 13 de Outubro, numa exposição a que apelidou de “Pintura Criativa”. O artista tem desenvolvido uma intervenção cultural que tem abrangido, de modo principal, a escrita e a pintura. Se na primeira conta já com oito títulos publicados entre poesia e ficção, actualmente representado pela editorial Cosmos, na segunda, participou em numerosas exposições individuais e colectivas na Chamusca, Torres Novas, Entroncamento, Vila Nova da Barquinha, Santarém, Lisboa e Almada. Embora utilize algum figurativismo, desenvolve uma pintura de fusão com fortes mensagens de cunho humanista.

AZUL COBALTO

O Grupo D’Artes “Azul Cobalto” fechou o ano de 2007 na Galeria de Arte do Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha. Este grupo de artistas expuseram as suas obras de pintura entre 15 Dezembro e 5 Janeiro. Azul Cobalto formou-se na viragem do século, com origem numa turma do 2º ano de Pintura da Sociedade Nacional de Belas Artes, dirigido pelo Prof. Pintor Jaime Silva e Gonçalo Ruivo. Tem como lema, reavivar o velho espíritos dos pintores “malditos” que confraternizavam em tertúlias, delineando assim o seu caminho de “pesquisa pictórica”.


p_ 20

DESPORTO Pérsio Basso

Piscinas, ginásio e SPA

AQUAGYM A FUNCIONAR EM PLENO

Composto pelas piscinas “Zêzere” e “Tejo”, e pelo ginásio “Almourol”, o Aquagym está a funcionar em pleno nas novas instalações desde o dia 3 de Setembro. O centro municipal de actividade física de Vila Nova da Barquinha conta já com cerca de 1200 praticantes, estando aberto a novas inscrições. A excelência dos recursos físicos e humanos da Escola de Natação, com preços bastante concorrenciais, alcançou um elevado prestígio na região nos seus oito anos de actividade. Centenas de praticantes de Vila Nova da Barquinha e concelhos limítrofes procuram o Aquagym, agora apetrechado com um moderno ginásio e SPA. A Escola de Natação oferece, entre várias modalidades, Natação Bebés, Natação Jovens, Natação Adultos, Natação Adaptada, Multi-actividades Jovens, Natação Livre, Fisioterapia em meio aquático, Natação Competição, entre outras actividades aquáticas. Neste equipamento poderá encontrar também modalidades de Fitness Aquático tais como Hidroginástica (Aquamix), Aqua

Byke, Aqua Deep e Hidro. No ginásio “Almourol” poderá praticar Cardio Fitness / Musculação ou optar por frequentar aulas de grupo: Gym Mix, Manutenção, Gym Byke, Dança Livre e Localizada. No SPA, relaxe no Jacuzzy, Sauna ou Banho turco. Se pretende melhorar a sua condição física, dirija-se já ao Aquagym, no Parque Desportivo de Moita do Norte, Vila Nova da Barquinha, informe-se através dos telefones 249719067 e 249720360, ou email: aquagym@cm-vnbarquinha.pt. No ano lectivo 2007/08 há algumas novidades nas modalidades de acesso, como o Livre-trânsito, Pack´s com a combinação de vários serviços, aulas avulso e descontos especiais. Conheça os vários descontos em vigor, nomeadamente para a família directa (5%), membros que acumulem mais actividades (20%), Cartão Municipal do Idoso (50%), ou pessoas com mais de 64 anos, que pratiquem actividades de grupo (até 17h30, de 2ª a 6ª feira). O Aquagym funciona de segunda-feira a Sábado, entre as 8h e as 21h15.

FUNCIONÁRIOS DO MUNICÍPIO TÊM DESCONTOS A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha aprovou, na reunião do executivo do dia 10 de Outubro de 2007, atribuir descontos aos trabalhadores do município na utilização do Centro Municipal de Actividade Física “Aquagym”. A iniciativa partiu do Centro Social dos Trabalhadores da Câmara Municipal, que solicitou a utilização do complexo aquagym em condições especiais para todos os funcionários.


DESPORTO Carlos Vicente

p_ 21

Motonáutica no Tejo

ESPECTÁCULO EM TANCOS

BARQUINHA PARQUE ACOLHE PÁRA QUEDISMO O Barquinha Parque tem sido palco de várias provas do calendário nacional do Páraquedismo, assumindo-se cada vez mais como um local privilegiado para a prática da modalidade. O Pára Clube Boinas Verdes, sedeado em Vila Nova da Barquinha, promoveu, nos dias 29 e 30 de Junho e 1 de Julho, mais uma etapa do Campeonato Nacional de Paraquedismo Precisão de Aterragem. Durante os três dias de prova, centenas de saltos animaram o maior espaço de lazer da região, numa iniciativa que contou com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha. Ainda no Barquinha Parque, realizou-se, nos dias 26 e 27 de Maio, a 10ª Taça de Portugal de Pára-quedismo - 3ª Prova de Precisao de Aterragem.

O desporto espectáculo regressou a Tancos, com a realização de mais uma prova do Campeonato Nacional de Motonáutica, disputada nos dias 6 e 7 de Outubro, nas águas do Tejo. Milhares de pessoas assistiram às várias mangas, durante os dois dias de competição. O piloto ribatejano Filipe Carvalho foi o vencedor da classe T 850 do Grande Prémio de Tancos em motonáutica, prova que contava para o Campeonato Nacional de Barcos. Com a vitória nesta prova, o piloto garantiu a conquista do título nesta classe. Na classe S 850, o vencedor foi Luís Miguel Ribeiro, da Conforlimpa, que assegurou a revalidação do título de campeão nacional. António Couto foi o vencedor na classe de T 750 e Carlos Saloio venceu na espectacular prova de Rádiocontrolados. O Grande Prémio de Tancos foi uma organização da Federação Portuguesa de Motonáutica, em parceria com o Município de Vila Nova da Barquinha, e contou com o apoio da Junta de Freguesia de Tancos, Escola Prática de Engenharia e Associação dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha.

O Clube de Orientação e Aventura promoveu, no fim-de-semana de 24 e 25 de Novembro, em Vila Nova da Barquinha, mais um prova de orientação em BTT pontuável para a Taça de Portugal da modalidade. Com partida junto ao Centro Municipal de Actividade Física Aquagym, em Moita do Norte, a prova contou com um traçado que muito agradou aos participantes, com muitas opções de orientação entre postos de controlo. O Clube de Orientação do Centro (COC), de Leiria, venceu esta competição, colocando cinco atletas no pódio, conseguindo o terceiro triunfo consecutivo da época.

CV

TAÇA DE BTT NA BARQUINHA


p_ 22

VÁRIOS

registo

Comissão mista reúne

REVISÃO DO PDM AVANÇA

MUNICÍPIO RENOVA IMAGEM INSTITUCIONAL

O Município de Vila Nova da Barquinha adoptou uma nova imagem. “Terra de Sorrisos” é a nova marca da autarquia, que iniciou no final de 2007 um processo de alteração da sua identidade visual. O município de Vila Nova da Barquinha tem uma identidade própria e diferenciada de outras entidades e organizações. Tratase de um recurso básico para que a edilidade disponha de uma personalidade definida e uma imagem global que a identifique. A renovação da imagem corporativa do Município integra-se na estratégia de modernidade que a autarquia tem prosseguido. Pretende-se adequar a filosofia inovadora do município a um design mais virado para o futuro. O objectivo é duplo. Deve ser uma imagem global que identifique a instituição e que permita aos cidadãos reconhecer imediatamente, qualquer mensagem proveniente do município. Vila Nova da Barquinha é hoje

uma terra virada para o futuro, para novas realidades e para novos projectos. No entanto, as tradições continuam a fazer parte do dia-adia de quem nela habita. Pretendese a partir da representação da bateira, embarcação representada na heráldica do concelho, criar um novo veículo de comunicação. Este elemento - barquinha - que dá nome ao concelho, ganha “vida” através da humanização do mesmo. Um barco que dá lugar a um rosto sorridente. Um sorriso, um piscar de olho, um convite a usufruir o que de melhor a Barquinha tem para dar. O novo símbolo surge assim, de um modo simpático e acolhedor, é personalizado e representativo de um elemento de orgulho que une o barquinhense e a terra: o rio. A nova forma identificativa do concelho é uma marca que transmite rapidamente o desejo que se quer de quem vive, visite ou trabalhe no concelho de Vila Nova da Barquinha... um sorriso.

Pérsio Basso

Terra de Sorrisos

Reuniu no dia 5 de Junho de 2007, pela primeira vez, a Comissão Mista de Coordenação da revisão do PDM de Vila Nova da Barquinha, constituída por mais de vinte organismos. Com a revisão do Plano Director Municipal de Vila Nova da Barquinha pretende-se, de uma forma geral, proceder a uma redefinição do zonamento operativo do actual PDM, actualizando-o e adequando-o às novas realidades existentes, quer a nível concelhio, quer no âmbito regional e nacional. Considera-se desta forma desejável que o futuro plano constitua um instrumento promotor da consolidação da matriz do território e da sua revitalização (combatendo as assimetrias verificadas) e ao desenvolvimento dos núcleos urbanos; e que, em simultâneo, se mostre capaz de responder às dinâmicas dos diferentes agentes e actividades económicas. Deverá ser efectuada a identificação das áreas e a definição de estratégias de localização, distribuição e desenvolvimento das actividades industriais, turísticas, comerciais e de serviços, tendo em conta as efectivas aptidões do território e a dinâmica demográfica. No tocante à delimitação e regulamentação dos perímetros urbanos, considera-se ser desejável estabelecer a clara distinção entre os aglomerados marcadamente urbanos e os de cariz essencialmente rural. O Plano Director Municipal de Vila Nova da Barquinha (PDM) vigente foi aprovado pela Assembleia Municipal de Vila Nova da Barquinha, a 9 de Setembro de 1994 e ratificado por Resolução do Conselho de Ministros n.º 116/94, tendo entrado em vigor na data da sua publicação no Diário da República, I Série-B, n.º 264, de 15 de Novembro de 1994.


VÁRIOS Foto: CM Torres Novas

PB

p_ 23

PB

NOVO AUTOCARRO CANIL INTERMUNICIPAL INAUGURADO

O Canil/Gatil Intermunicipal dos concelhos de Vila Nova da Barquinha, Alcanena, Entroncamento e Torres Novas, foi inaugurado no dia 12 de Outubro. Localizado em Parceiros da Igreja, Torres Novas, o canil/gatil é gerido pelo município torrejano, com o acompanhamento das outras três autarquias. Na cerimónia de inauguração marcaram presença os presidentes das Câmaras de Vila Nova da Barquinha, Miguel Pombeiro, de Torres Novas, António Rodrigues, e o vice-presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Luís Boavida. O edifício do Canil/Gatil tem capacidade para 97 cães e 33 gatos. Os interessados em adoptar um cão ou um gato podem fazê-lo no Canil/Gatil Intermunicipal, sendo que a política a seguir neste equipamento será a de sensibilizar para a adopção dos animais recolhidos, evitando o seu abate.

PLANO CONTRA INCÊNDIOS

Foi aprovado pela respectiva Comissão Municipal no passado 29 de Outubro de 2007, o Plano Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios do Concelho de Vila Nova da Barquinha. O documento é constituído pelos seguintes elementos: Análise de risco, da vulnerabilidade aos incêndios e da zonagem ao território; Aumento da resiliência aos incêndios florestais redução da incidência dos incêndios; Melhoria da eficácia do ataque e da gestão dos incêndios; Recuperação e reabilitação dos ecossistemas; Adaptação de uma estrutura orgânica e funcional eficaz. O Plano será implementado de acordo com os financiamentos que a Administração Central vier a disponibilizar.

O Município de Vila Nova da Barquinha adquiriu um novo autocarro para transporte de passageiros, com capacidade para 42 lugares. O veículo permitirá transportar os munícipes em condições de maior segurança e conforto.

COMUNIDADE URBANA INAUGURA NOVA SEDE

A Comunidade Urbana do Médio Tejo (CUMT) inaugurou, no dia 8 de Dezembro, a nova sede, que ocupa a ala Sul do Convento de S. Francisco, em Tomar, numa cerimónia que incluiu a apresentação dos novos sites dos 10 municípios. A cerimónia de inauguração contou com a presença de Eduardo Cabrita, Secretário de Estado e Adjunto da Administração Local. A CUMT, que reúne os concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha tinha a sua sede a funcionar provisoriamente em Constância, onde permanece o Pólo de Formação. O novo espaço surge quase 20 anos depois da constituição dos Municípios em Associação. Trata-se de uma obra cujo valor final rondou os 610 mil euros, com um financiamento de FEDER de 434 mil euros.

CONSULTE AS ACTAS E OS REGULAMENTOS MUNICIPAIS EM WWW.CMVNBARQUINHA.PT

PONTE INTERDITA A PESADOS

A ponte rodoviária que liga Praia do Ribatejo, no concelho de Vila Nova da Barquinha, a Constância Sul está encerrada ao trânsito de veículos pesados com peso superior a 10 toneladas desde o final de Dezembro. A decisão foi tomada em conjunto pelas Câmaras Municipais de Vila Nova da Barquinha e Constância, Governo Civil de Santarém, Estradas de Portugal e GNR, após a avaliação ao relatório de segurança da estrutura. A centenária ponte da Praia do Ribatejo, que estava desde Julho de 2006 interdita a veículos com mais de 15 toneladas, sofreu um abalo na vertente ferroviária no dia 20 de Novembro de 2007, originando um desvio de 20 cm no tabuleiro.

PB

ALMOÇO DE NATAL REÚNE FUNCIONÁRIOS

Cerca de 120 funcionários do Município de Vila Nova da Barquinha reuniram-se no dia 21 de Dezembro, no restaurante Quinta da Ponte da Pedra, para o tradicional Almoço de Natal. O encontro traduziu-se num animado convívio entre os colaboradores da autarquia. Após a refeição, seguiu-se um momento de animação com entrega de presentes aos rebentos dos trabalhadores do Município.


p_ 24

FIGURA

Joaquim de Matos Vieira

A ARTE DE COLECCIONAR Texto e fotos: Pérsio Basso

O Quim Vieira e o 21 dispensam apresentações. Bem como o famoso abafado. O homem cujo perfil aqui traçamos é uma figura típica da terra e acima de tudo um grande barquinhense. De gema. Joaquim de Matos Vieira nasceu a 21 de Dezembro de 1959 no antigo Hospital da Misericórdia, em Vila Nova da Barquinha. Filho de Maria dos Santos Joaquim e de José Francisco Matos Vieira, frequentou a escola em Vila Nova da Barquinha até ao 9.º ano, altura em que transitou para o Liceu, no Entroncamento. “Foi um percurso escolar difícil” lembra Joaquim Vieira. “Aos 17 anos, comecei a sentir que era diferente”. Revelou-se então o gosto pela poesia e pelo teatro. Com 18 anos ingressou no serviço militar obrigatório, e após 18 meses de “tropa”, ficou desempregado. Deu-se então um episódio marcante na sua vida – a morte do pai. Antes de falecer, José Francisco Matos Vieira manifestou grande preocupação com a situação profissional do descendente. “Na altura toda a família me quis arranjar emprego”, conta. Joaquim Vieira decidiu então levar uma vida “normal”. Casou com Paulina Ribeiro, união da qual brotaram três filhos. Após um ano de trabalho num restaurante de Rio Maior, voltou à sua terra natal. Ingressou na Soladrilho, empresa de cerâmica sedeada no Entroncamento, onde mais tarde viria a descobrir o gosto pelo barro. Durante 19 anos, era de bicicleta que cumpria diariamente o percurso até ao local de trabalho. A casa onde habitava, no Bairro da Misericórdia, na zona alta de Vila Nova da Barquinha, tornou-se pequena para a família que aumentava. Descobriu então o nº 21 da Rua Marechal Carmona, no centro histórico da vila. Encantados com o imóvel, Joaquim Vieira e Paulina Ribeiro logo idealizaram um bar para o piso térreo. O sonho viria a concretizar-se um ano depois, com o apoio da ADIRN e da Câmara Municipal. À meia-noite do dia 11 de Junho de 1994, Joaquim Vieira recebia no Bar 21 os primeiros clientes. Na inauguração marcaram presença os membros do executivo municipal José Eduardo Ramos Paulo, Presidente da Câmara e Hélder Silva, Vereador.

O Museu Etnográfico 21 é um espaço com uma atmosfera única. Alberga memórias de Vila Nova da Barquinha, fruto da recolha de Joaquim Vieira

O Museu Etnográfico 21 é hoje um espaço único no concelho. Fruto da recolha de Joaquim Vieira, alberga um vasto espólio de materiais devidamente catalogados e tratados, desde fotografias, cartazes e objectos que espelham a história e as vivências de Vila Nova da Barquinha. Mas o gosto pelo coleccionismo surgiu quando Joaquim Vieira era ainda um adolescente, por influência do pai, e de Francisco Tocha de Figueiredo. “Era um coleccionador exímio. Eu ficava fascinado com o seu escritório. Tinha tudo devidamente catalogado”, lembra. A colecção de Quim Vieira começou com algumas peças repetidas de Francisco Tocha, doadas pela sua filha Teresa, após morte do pai. Mais tarde, enquanto dirigente associativo do Centro Cultural Ribarca, organizou uma exposição dedicada ao património, com peças de famílias antigas. Recebeu mais algumas dádivas. Até hoje, o seu espólio não parou de crescer. Muitos particulares recorrem a Joaquim Vieira para lhe confiarem peças únicas, com a noção que estando à sua guarda, serão concerteza preservadas. Cartazes de Corridas de Toiros, das Festas e fotografias do estúdio Foto Alves são os seus maiores tesouros, “a seguir aos filhos” sublinha. Joaquim Vieira guarda também publicações do início do Séc. XX, fotos antigas, cartas de velocípedes, objectos pessoais de Fausto Lavadinho (roupa, carroça), entre outras peças. A sua grande ambição é digitalizar o espólio documental e disponibilizá-lo na Internet. Como associativista, foi um dos três fundadores do Centro Cultural Ribarca, criado em 1982, em conjunto com Paulina Ribeiro e Adolfo Caldeira. Jogos florais, exposições, jogos tradicionais foram algumas da actividades que esta associação desenvolveu até 1993, ano da sua extinção. Entre 2001 e 2005 Joaquim Vieira passou pela política, enquanto vogal da Assembleia de Freguesia de Vila Nova da Barquinha, como independente, apoiado pelo Partido Socialista. Identifica-se com a esquerda, mas votaria em qualquer partido, se a pessoa lhe inspirar confiança, refere. “Naqueles 4 anos arranjei inimigos de brincadeira”, confessa. Hoje em dia vive para e do 21. Além do bar e museu, é neste local que mantêm um pequeno atelier, onde dá azo à sua imaginação. É aqui que o artesão fabrica miniaturas do Castelo de Almourol em cerâmica. “Comecei a fazer bonecos na Soladrilho, durante a hora de almoço. Depois comecei a trazer barro para casa. Um dia, por mero acaso, surgiu-me algo parecido com o Almourol. Foi uma luz!”, lembra. Além do artesanato, nos tempos livres Joaquim Vieira dedica-se também à escrita, tendo já publicado um livro de poesia erótica “Pedaços”. Mas, actualmente, são as artes plásticas que mais o entusiasmam. As suas colagens fruto de reciclagem de revistas já lhe valeram convites para expor no estrangeiro. Além de coleccionador dedicado, Joaquim Vieira é também um artista, um criativo.


figura

FIGURA

p_ 25

Joaquim de Matos Vieira: coleccionador, artes達o e poeta barquinhense


p_ 26

i

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Telefones

Câmara Municipal

Juntas de Freguesia

Atalaia: 249 710619 Moita do Norte: 249 712099 Praia do Ribatejo: 249 733940 Tancos: 249 712094 Vila Nova da Barquinha: 249 710705

Serviços Públicos

Cartório Notarial: 249 710814 Repartição de Finanças: 249 710226 Registo Civil: 249 710433 Correios Barquinha: 249 720300 Correios Atalaia: 249 710619 Correios Praia do Ribatejo: 249 733112

Segurança

Bombeiros Voluntários: 249 710629 GNR: 249 710274

Saúde / Serviços Sociais

Centro Saúde Barquinha: 249 720900/10/20 Extensão de Praia do Ribatejo: 249 733666 Extensão de Limeiras: 249 733885 Posto Médico de Atalaia: 249 710547 Misericórdia / Lar de Idosos: 249 710469 Segurança Social: 249 710450

Farmácias

Atalaia: 249 710695 Praia do Ribatejo: 249 733328 Vila Nova da Barquinha: 249 710493

Ensino

Esc. EB 2,3 Sec. D. Maria II: 249 720220 Esc. EB 2,3 Praia do Ribatejo: 249 733048 Escolas 1.º Ciclo Atalaia: 249 711777 Cardal: 249 711811 Limeiras: 249 733091 Moita do Norte: 249 711800 Praia do Ribatejo: 249 733092 Tancos: 249 711754 Barquinha: 249 710519

A revista municipal Barquinha Viva é distribuida no concelho de Vila Nova da Barquinha. Se reside fora e deseja receber a revista via CTT, recorte este cupão, preencha-o correctamente com os seus dados e envie para: Município de Vila Nova da Barquinha Gab. Informação e Relações Públicas Praça da República 2260 - 411 Vila Nova da Barquinha Fax: 249 720358

Praça da República 2260-411 Vila Nova da Barquinha Telefones Geral: 249 720350 Atendimento: 249 720372 Serviço de Piquete: 96 6180545 Protecção Civil: 249 720377 Relações Públicas: 249 720373 Serviço de Águas: 249 720357 Tesouraria: 249 720361 Fax: 249 720368 E-mail: geral@cm-vnbarquinha.pt Internet: www.cm-vnbarquinha.pt

Atendimento Público Serviços Municipais Segunda a Sexta-Feira: 09h30 - 12h30 / 14h00 - 16h00 Miguel Arnaut Pombeiro, Presidente da Câmara Segundas-feiras: 14h30 - 17h00 Maria de Fátima Capela, Chefe Div. Mun. Urbanismo Segundas-feiras: 14h30 - 17h00

Biblioteca| Espaço Internet > Barquinha Dias úteis: 09h00 - 12h30 / 14h00 - 18h00 Sábados: 10h00 - 12h30 / 14h00 - 17h00 Tel.: 249 720373

Biblioteca| Espaço Internet > Praia do Ribatejo Terça a Sexta-Feira: 09h00 - 12h30 / 14h00 - 18h00 Sábados: 10h00 - 12h30 / 14h00 - 17h00 Tel.: 249 733069

Galeria de Arte

Dias Úteis: 14h00 - 17h30 Sábados: 15h00 - 18h00

Aquagym - centro municipal de actividade física Segunda a Sábado: 8h00 - 22h00 Tel.: 249 719067 E-mail: aquagym@cm-vnbarquinha.pt

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha Largo 1.º Dezembro 2260-403 Vila Nova da Barquinha Tel./Fax: 249 715143 E-mail: cpcj@cm-vnbarquinha.pt

Nome ................................................................................. .......................................................................................... Morada .............................................................................. .......................................................................................... ......................................................................................... E-mail ................................................................................

SMS MUNICIPAL

Receba no seu telemóvel notícias sobre a actualidade do concelho, eventos e informações úteis. Envie um SMS para o número 965 064 238, com o nome e apelido, seguido da palavra ADERIR*. Para cancelar este serviço, basta enviar um SMS para o mesmo número, com o nome e apelido, seguido da palavra CANCELAR*. O serviço é gratuito. Só terá de despender o custo do sms de adesão ou de cancelamento. *(custo normal de envio de SMS para a rede TMN, de acordo com cada tarifário)


GEMINAÇÕES

Geminação com Santa Catarina do Fogo

Pérsio Basso

Barquinha apoia comunidade cabo-verdiana

Os alunos do concelho dançaram para apoiar Cabo Verde

O Presidente da Câmara, Miguel Pombeiro, e João Amado, Presidente da Com. Instaladora do Município de Santa Catarina do Fogo descerraram a placa que dá o nome de Vila Nova da Barquinha a um dos largos daquela vila

Vila Nova da Barquinha vai geminarse com o concelho cabo-verdiano de Santa Catarina do Fogo. O acordo que irá assinalar oficialmente o intercâmbio entre as duas vilas será assinado em Vila Nova da Barquinha, durante as Festas do Concelho, em Junho de 2008. Entretanto, a troca de experiências entre os dois municípios já se iniciou, com a realização de uma campanha de angariação de material escolar e brinquedos, para apoiar aquela comunidade cabo-verdiana. A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha em parceria com a Associação Viver entre Amigos, teve duração de dois meses e terminou no dia 25 de Novembro. O último dia de recolha foi assinalado com um espectáculo de dança, realizado no Salão dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova da Barquinha. O espectáculo envolveu as escolas e associações de pais do concelho, nomeadamente os Jardins-de-infância de Praia do Ribatejo, Limeiras, Vila Nova da Barquinha e ABC; Escolas do 1º Ciclo de Vila Nova da Barquinha, Atalaia, Moita do Norte e

Praia do Ribatejo e 2.º Ciclo de Vila Nova da Barquinha. Uma primeira remessa de cadernos, canetas, pastas escolares, lápis, lápis de cor, livros de contos, gramáticas de língua portuguesa, dicionários, material de desenho, tesouras, borrachas, agrafos, mapas, cola para papel, material para educação física, livros de estórias foi entregue no final de Novembro, por uma comitiva barquinhense que se deslocou à Ilha do Fogo. Em representação de Vila Nova da Barquinha estiveram naquele arquipélago o Presidente da Câmara Municipal, Miguel Pombeiro, acompanhado pelo Vereador da Cultura, Rui Constantino Martins, e por elementos da Associação Viver Entre Amigos. Em breve, chegará a Cabo Verde o material recolhido durante a campanha, com o objectivo de apoiar as escolas do Concelho de Santa Catarina do Fogo, bem como a sua biblioteca. O Município de Santa Catarina do Fogo tem 4 pólos educativos, 10 escolas municipais, 9 jardins-de-infância e um pólo de ensino secundário, frequentados por cerca de 1200 alunos.

p_ 27

OS AMIGOS DOS NOSSOS AMIGOS O Município de Vila Nova da Barquinha celebrou, no dia 19 de Agosto, em Madone, Itália, mais um acordo de geminação. Na cerimónia estiveram presentes cerca de 15 barquinhenses, entre autarcas e munícipes, que se deslocaram a Itália para presenciar o momento. Tal como Vila Nova da Barquinha, também Madone está geminada com Dissay, vila francesa cuja amizade e troca de experiências com a comunidade barquinhense está quase a completar uma década. O acordo com Madone visa estabelecer e aprofundar um intercâmbio em áreas diversas, nomeadamente culturais, económicas, ambientais, educação, desporto, turismo, entre outras. A oficialização desta Geminação em Vila Nova da Barquinha será feita em Junho de 2008, durante as Festas do Concelho. Ficará então completo um triângulo de amizade entre portugueses, franceses e italianos. As Geminações são um instrumento poderoso para possibilitar a aproximação entre os povos e cidadãos de diferentes países, possibilitando o conhecimento das vivências e fomentar o intercâmbio de ideias e experiências.


PARQUE CONQUISTA PRÉMIO NACIONAL DE ARQUITECTURA PAISAGISTA 2007 O Barquinha Parque conquistou o Prémio Nacional de Arquitectura Paisagista 2007, na categoria “Espaços Exteriores de Uso Público”. O galardão foi entregue no dia 31 de Maio, no Fórum Lisboa. O Prémio Nacional de Arquitectura Paisagista procura promover o reconhecimento público da obra de arquitectos paisagistas portugueses, constituindo uma categoria especial dos Prémios Nacionais de Ambiente. A iniciativa promovida pela empresa About Blue e revista Arquitecturas, com o apoio da Associação Portuguesa de Arquitectos Paisagistas, distingue anualmente os melhores profissionais desta actividade. Miguel Pombeiro, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, e a Arquitecta Joana Sena Rego, uma das autoras do projecto, receberam o prémio correspondente à segunda posição alcançada pelo parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha. Na corrida estavam 15 concorrentes, com obras de arquitectura

paisagista executadas em Portugal Continental e nos Arquipélagos dos Açores e da Madeira, nos últimos 5 anos. O júri foi composto por Mónica Luengo, Helena Moreira, António Viana Barreto, João Pedro Costa, João Nunes e Miguel Velho da Palma. Com dois anos de existência, o Barquinha Parque já é um ícone de Vila Nova da Barquinha. Pensado pela dupla de Arquitectos Paisagistas – Hipólito Bettencourt e Joana Sena Rego – este espaço substituiu os velhos nateiros por um imenso prado verde onde crescem cerca de 700 árvores. Anualmente, a 13 de Junho, o parque é palco das Festas do Concelho, um evento que promove várias iniciativas de música, desporto, folclore, cerimónias religiosas e tauromaquia. Segways para aluguer, ateliers gratuitos de pintura, desenho, moinhos de papel, e modelação de balões, entre outras actividades dirigidas para o público infantil, animam os fins-de-semana, entre os meses de Maio e Setembro. Pérsio Basso

Os antigos nateiros do Tejo, as "traseiras" de Vila Nova da Barquinha, deram lugar a um espaço de lazer ímpar

Barquinha Viva 21  

Revista Municipal "Barquinha Viva" número 21, de Janeiro de 2008. Publicação oficial do Município de Vila Nova da Barquinha.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you