Page 1

Jornal da Diocese de Joinville • Nº163 • Ano 15 • JUNHO 2009

Fazenda da Esperança em Garuva sob nova direção Página 7

Encerramento do Ano Paulino em diversas paróquias Página 9

Formação do catequista num contexto de mudanças Páginas 10 e 11

Peregrinação das Famílias e a avaliação de Dom Orlando Página 17

Igreja celebra Ano Sacerdotal Dia 19 de junho, a Igreja Católica proclama o início do Ano Sacerdotal. O Apostolado da Oração realiza, no dia 21 de junho, na Arena Jaraguá, um grande Encontro Diocesano para marcar a abertura oficial deste Ano na Diocese Páginas 5, 10 e 11


MENSAGEM DO BISPO DOM IRINEU ROQUE SCHERERMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM DO BISPOMENSAGEM

A 47ª Assembléia Geral da CNBB Mais uma vez em Itaici, Indaiatuba/SP, de 22 de abril a 1º de maio, realizou-se a assembléia anual da CNBB, na Casa de Retiros dos jesuítas. Estivemos em torno de 350 bispos, além de sacerdotes, religiosas, leigos, assessores e outros, fazendo circular um contingente de mais de 500 pessoas. Os bispos são os sucessores dos apóstolos, que tem hoje a mesma missão dos doze apóstolos, a quem Jesus disse, depois de sua Ressurreição: "Como pai me enviou, eu também vos envio. E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, eles serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhe serão retidos". Quem narra esta cena é João, apóstolo e evangelista, o discípulo amado. Os bispos são os pastores da Igreja, como os apóstolos, enriquecidos por uma efusão especial do Espírito Santo. Os apóstolos, como os bispos seus sucessores, formavam um colégio apostólico, presidido por Pedro, e seu sucessor, o Papa, manifestando comunhão e solicitude por todas as Igrejas. Compreende-se que uma assembléia geral dos bispos, se reveste de grande importância para a vida da Igreja, repensando e fortalecendo sua missão, e enquanto busca a compreensão dos novos

caminhos e das novas respostas nas circunstâncias concretas da vida do povo a quem serve e anuncia o Evangelho da vida. A agenda para os dez dias de assembléia geral foi muito extensa e intensa. O tema central de estudo foi: "A formação presbiteral: desafios e diretrizes". Depois de longos dias de estudos, o documento visando a formação dos presbíteros da Igreja do Brasil, foi aprovado com votação expressiva. A escolha desta temática revela uma preocupação grande que permanece em se tratando das urgências de qualificação da vida e do ministério dos padres, primeiros colaboradores dos bispos na sua missão. É hora de ousar uma verdadeira reforma na formação, inicial e permanente, e na vivência deste ministério que tem importância determinante na vida da Igreja. O documento sobre o tema foi concluído, agora passará pelas mãos da Congregação da Educação e, em breve, deverá ser publicado. Foram tratados três temas, chamados prioritários, sobre a "Iniciação à vida cristã", "Ano Catequético" e "Missão Continental". Temas importantes, sendo que sobre a iniciação cristã foi iniciado o estudo de um documento, que ainda deverá ser aprofundado e concluído. O ano catequético continua em andamento com as

suas programações, como também a missão continental, cuja novidade apareceu no encontro dos bispos em Aparecida e que deverá ser ainda mais aprofundada. Além destes temas muitos outros estiveram em pauta, tais como: a conjuntura social e eclesial, semana da Amazônia e missões, local da assembléia da CNBB (Itaici, Brasília ou Aparecida), assuntos de liturgia, relatório econômico da CNBB, bispos eméritos, congresso eucarístico nacional (13-16/05/2010), comemoração do centenário de Dom Helder Câmara, celebração ecumênica, ano paulino, mensagem do dia 1º. de maio, manifesto em favor da família, ficha limpa, maioridade penal... Com esses temas a Igreja do Brasil quer, mais uma vê, colocar-se na luta contra os desafios do povo, no seu dia-a-dia, ajudando-o a resolver seus problemas, sendo sal da terra e luz do mundo. A próxima assembléia será no ano que vem, em Brasília, por causa do Congresso Eucarístico nacional. E do dia 26 de novembro a 10 de dezembro o Regional Sul IV, que corresponde aos bispos do Estado de Santa Catarina, juntamente com os bispos do Sul III, do Estado do Rio Grande do Sul, estaremos em visita Ad Limina, que os bispos fazem de cinco em cinco anos ao Santo Padre.

QUERIDOS LEITORES Plenos das alegrias de Pentecostes que para os novos que chegam e os seminaristas que o em 31 de maio fechou com chave de ouro o Senhor chamou para estar conosco na vocação mês de maio, agradecemos a Cristo Ressuscisacerdotal. Que possam dizer , vejam como a clero tado que não nos deixou órfãos. Seu Espírito da diocese vive e celebram a vida na fraternidade e age na Igreja e em cada um de nós renovanno amor em Cristo, O nosso Bom Pastor. Viva São Pedro e São Paulo, Viva são do com maravilhas que opera em favor de João Batista. É o mês das festas populares dedicatoda Igreja a pedido do Senhor. das aos Santos, nossos exemplos de que é possível Parabenizamos aqui o Seminário Menor Padre José Irineu Victor • Coordenador fazer a experiência do Encontro Pessoal com Jesus de Joinville dedicado ao Divino Espírito Santo, Diocesano de Pastoral Cristo e chegar a Santidade. que está para completar seus 30 anos de exisMês de junho nos traz a recordação alegre tência. Quantas graças, quantos vocações foram da nomeação de Dom Irineu Roque Scherer para a diocese de ali nascidas, alimentadas, cuidadas, como ideia , desejo e porJoinville. Neste ano teremos a alegria de junto com toda a Igreja, que não decisão de servir ao Reino, na Diocese de Joinville ou no mundo inteiro acolher no dia dedicado ao Sagrado Coração de em outras dioceses, pois realiza um serviço à Igreja, rebanho Jesus, o Ano Sacerdotal, proposto por Bento XVI, pela passagem do Senhor. Parabéns, o nosso carinho, presença, ajuda e orados 150 anos da morte de S. João Maria Vianey, padroeiro dos ções para que o Espírito Santo continue derramando seus dons párocos, deverá ser aclamado padroeiro de todos os padres. Neste e confirmando os chamados. O Espírito do Senhor continua e dia O Apostolado da Oração estará abrindo o ano sacerdotal na continuará fazendo maravilhas. O Clero diocesano teve sua assembléia ordinária no dia 2 diocese numa grande festa ao Coração de Jesus na Arena Jarade junho no Seminário Divino Espírito Santo. Pois é, estamos guá. Vamos participar , haverá um momento especial dedicado a comemorando o primeiro ano da nossa associação, sua presença abertura do ano sacerdotal, com um painel da fotos de todos os é importante, somos membros do corpo de Cristo, nossa unidade padres que estão no exercício do ministério sacerdotal na diocese. Estamos também neste mês entregando em toda a dioceé um testemunho eficaz de evangelizar pelo exemplo vivo, prático se o volume 26 dos subsidio para os grupos biblicos de reflexão. de uma pastoral presbiteral, como forma de animação vocacional

DIOCESE INFORMA Você pode participar: 2 > Diocese Informa Junho 2009

Até meados de junho os "livros dos grupos bíblicos de reflexão "estarão nas paróquias. Quem bom, a nossa prioridade caminha com um excelente trabalho em todos os niveis para melhor evangelizarmos. Vamos rezar sempre mais e continuar a formação a visitação nas comunidades, pois é lá onde reunimos as familias que podemos falar diretamente aos seus corações , no itinerário do caminho Jesus vai nos explicando as escrituras, ardendo nosso coração e nos conduzindo cada dia mais para a mesa da Eucaristia onde Ele mesmo reparte o Pão para nós. A toda equipe de redação na pessoa do Pe. Nivaldo a Diocese agradece este valioso e belo trabalho. Deus seja louvado. A Eucaristia é o centro e o ápice da vida da Igreja. No dia 11 de junho celebramos o dia de Corpus Christi. Vamos juntos, de forma pública, manifestar nosso amor a Jesus na Eucaristia, com tapetes, enfeites, criatividade e claro na Santa Missa com os fiéis, povo de Deus a caminho, seguir Jesus que é o Caminho a verdade e a vida. Nós te amamos na Eucaristia! Vinde e Vede, Ele está no meio de nós. Juntos com a proteção dos Apostolos, Pedro e Paulo, a proteção de Santo Antônio, S. João batista, vamos realizar as campanhas de agasalho e outras, pois Jesus nos convida a praticar as obras de misericórdia, uma delas de modo especial agora nos chama a atos de urgência: Estive nu e me vestistes. Porque não: Estive com frio e me agasalhastes. Deus é amor. Deus é Caridade! ( Deus caritas est).

Coordenador: Padre José Irineu Victor Jornalista Responsável: Ruy C. F. Ferrari MTB 22251/SP Fotos: Ruy Ferrari, Juliano Francener, José Fuck, Maricler Virmond. Conselho Editorial: Padre José Irineu Victor, Sandra Regina Rovigo Colaboradores: Pastoral da Comunicação Tiragem: 9.500 exemplares. Projeto Gráfico e Diagramação: Girardi Junior Editora. Responsável: Mitra Diocesana de Joinville – CNPJ: 84.708.478/0001-60. Redação e Correspondência: Rua Jaguaruna, 147 – Caixa Postal: 284 – CEP 89.201-974 — Joinville – SC – Fone: (47) 3451-3700 E-mail: imprensa@diocesejlle.com.br N .B.: As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores. Fechamento de cada edição: no dia 20 de cada mês. Matérias entregues depois desta data serão publicadas no mês seguinte. Colaboração de reportagens: Devem ter, no máximo, 20 linhas, em espaço duplo.

PELO RÁDIO

PELO TELEFONE

POR E-MAIL

NA INTERNET

Difusora AM 1480 KHz

(47) 3451-3700

imprensa@diocesejlle.com.br

www.diocesedejoinville.com.br


CATEQUESE

Curso prepara coordenadores Grupo mostrou-se entusiasmado e disposto a encarar os desafios De 22 a 24 de maio, no auditório do Santuário "Sagrado Coração de Jesus", em Joinville, foi realizado o Curso Diocesano de Iniciação Cristã com a participação de 125 pessoas: coordenadores de catequese, catequistas e do grupo de formação e estudo para a elaboração de material. 17 catequistas da Comarca de Mafra, 7 da Comarca de São Bento do Sul, 15 da Comarca de Jaraguá do Sul, 38 da Comarca Joinville Sul e 38 da Comarca Joinville Norte. A assessoria foi feita pelo padre Vanildo de Paiva, da Diocese de Pouso Alegre (MG), autor de vários livros como: "Águia Sonhadora", "Catequese e Liturgia duas faces do mesmo mistério", dentre outros. O curso fez parte dos eventos do Ano Catequético Diocesano e o tema abordado, foi a "Iniciação Cristã", tema prioritário hoje na Igreja e na reflexão catequética. Por que a "Iniciação Cristã é tema relevante? Verifica-se na Igreja que, uma grande parte dos cristão que receberam os sacramentos do Batismo, da Crisma da Eucaristia e outros Sacramentos, nem sempre foram iniciados na vida cristã através de uma catequese que os ajudasse a fazer uma opção apaixonante e definitiva por Jesus Cristo, criando assim "identidade cristã". A Igreja, então, através de seus documentos, conclama à uma catequese segundo a Inspiração Catecumenal para favorecer a formação de cristãos de profunda fé e compromisso com a transformação deste mundo. Cristãos "discí-

pulos missionários" de Jesus Cristo. Uma catequese que priorize os adultos sem, contudo descuidar das crianças, adolescentes e jovens. Um processo que envolve toda a ação da Igreja. O grupo que participou do Curso percebeu a necessidade de seguir por este itinerário e que hoje é imprescindível seguir à luz deste novo paradigma. Isto exige não somente passar por um novo entendimento mas também por uma profunda conversão do coração. Opinião dos catequistas No final do encontro foi solicitado a elaboração, em grupo, de um "mandamento" a respeito da Catequese. Dentre tantos apresentados, foi ressaltado a formação de catequistas conforme a "Inspiração Catecumenal". Formação para que se tenha catequistas verdadeiramente discípulos missionários. Outras manifestações foram apresentadas a respeito do Curso e do assessor que soube inteligentemente, de forma simples, dinâmica e profunda, conduzir o tema e as vivências litúrgicas realizadas. Durante o Curso, Padre Vanildo foi entrevistado pela coordenação Diocesana de Catequese. Assim ele se manifestou: Pe. Vanildo, foi uma alegria muito grande tê-lo conosco para assessorar o Curso Diocesano de Iniciação Cristã. Como o senhor sentiu esse grupo? Sinto-me duplamente gratificado: pela oportunidade de estar aqui e por perceber o entusiasmo e o dinamismo desta diocese de Joinville, especialmente no que se refere

Essência do curso foi preparar catequistas capazes de enfrentar estes novos tempos com vontade e fé

ao comprometimento com a caminhada catequética e com os novos desafios que lhe são propostos. O grupo mostrou-se entusiasmado, bastante interessado e disposto a encarar a urgência de novos paradigmas para a catequese e com o pé no chão frente à complexidade desse momento que vivemos. O que gostaria de dizer aos leitores sobre a Iniciação Cristã? Por Iniciação Cristã entendese o processo evangelizador e catequético voltado para catequizandos de todas as idades, especialmente adultos, que tem como meta a consolidação de uma verdadeira identidade cristã, em tempos que questionam e exigem dos cristãos posições bem claras e definidas quanto à sua vivência de fé nas questões do cotidiano. O iniciado ao cristianismo sabe responder afirmativamente aos apelos de Deus, vivendo com alegria sua fé na comunidade e no mundo,

sempre fiel à Palavra e à vida sacramental e atento às aspirações que brotam da sua realidade. Uma breve avaliação Acredito que o grupo tenha entendido que toda essa discussão em busca de uma catequese mais focada no processo de Iniciação Cristã não se trata de um modismo da Igreja, mas de uma real necessidade, que visa à formação de pessoas que verdadeiramente tenham uma identidade cristã, sejam convictas de sua fé e comprometidas com a construção dos valores do Reino. Muitas vezes falta aos nossos catequizandos uma evangelização de base, que lhes dê condições de conhecer, amar e seguir Jesus. Cabe a toda a Igreja, especialmente aos catequistas, a missão de ajudar nessa tarefa de educa-los na fé, para que sejam discípulos missionários de Jesus. Penso que o grupo tenha entendido também que somente catequistas

maduros e bem resolvidos na sua experiência de Deus, feita na comunidade de fé, terão condições de conduzir esse processo. Agradecemos profundamente o trabalho realizado pelo padre Vanildo. Com simplicidade, clareza e profundidade, soube proporcionar aos catequistas presentes entendimento do tema e convicção a respeito deste novo paradigma para a catequese. Agradecemos a colaboração das paróquias em enviar seus catequistas e lideranças para este Curso, desejando que todos, a partir do que "viram e ouviram", possam estudar mais, aprofundar e partilhar com os demais catequistas. Agradecemos a efetiva colaboração de tantas pessoas na realização deste evento, de modo especial ao "Santuário" que acolheu a todos conforme o Coração de seu Padroeiro. Irmã Celestina Zardo, Coordenadora Diocesana

7ª Concentração Diocesana de Catequistas "Nosso coração bate forte" quando pensamos no dia 30 de agosto, dia da 7ª Concentração Diocesana, na Arena Jaraguá. O Texto-Base do Ano Catequético Nacional será o texto de estudo. A metodologia utilizada será a mesma das outras Concentrações, isto é, todos estudam o texto e cada comarca, fará a apresentação de uma das partes do texto. O assessor fará o aprofundamento e a complementação. E, o assessor desta Concentração,

é Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Londrina, PR Por sorteio, as três partes do Texto-Base para as apresentações foram assim divididas: Comarca Joinville Norte, primeira parte, Comarca de Mafra, segunda parte e Comarca Joinville Sul a terceira parte. A Comarca de São Bento preparará a Oração inicial em forma celebrativa e a Comarca de Jaraguá do Sul, a acolhida, a ornamentação a Celebração da Eucaristia e toda a estrutura

deste grande evento. A Concentração é sempre um dia de um encontro festivo e alegre com todos os catequistas da Diocese. É também um dia de formação, espiritualidade, celebração e confirmação do ministério da catequese. Um encontro que nenhum catequista pode perder, por isso, é importante que as Paróquias facilitem esta participação. O Ano Catequético é para toda a Igreja. Por isso, todo o evangelizador sinta-se convidado para a Concentração. Junho 2009 Diocese Informa < 3


MENSAGEM DO PAPA

GERAL

A futuros diplomatas

Nasce Centro D. Hélder Auxiliar, acolher e capacitar jovens são as metas Guiados pela proposta transformadora de Cristo e inspirados na fala do Papa João Paulo II citada no documento de Puebla (1205) "Seja a pastoral juvenil uma pastoral da alegria e da esperança, que transmita a mensagem alegre da salvação a um mundo muitas vezes triste, oprimido e desesperançado, em busca de sua libertação", as Pastorais da Juventude da Diocese de Joinville em parceria com a Adipros lançou na Romaria do Trabalhador como fruto concreto da Campanha da Fraternidade e da Semana da Cidadania 2009, o projeto para a criação do Centro de Acolhida e Capacitação da Juventude que tem por seguintes objetivos: ● Desenvolver e coordenar uma escola diocesana para a formação de lideranças e assessores juvenis qualificando a ação das organizações juvenis dentro da Igreja; ● Contribuir no processo de formação integral nos grupos de jovens organizando e coordenando uma

Tocha da Juventude A Tocha da Juventude que foi acesa na Romaria do Trabalhador e irá percorrer todas as paróquias da Diocese até o dia 25 de outubro no Dia Nacional da Juventude em Mafra. Cada Paróquia irá ficar com ela durante uma semana, as paróquias que já receberam foram: Santuário Senhor Bom Jesus de Araquari, Paróquia Nossa Senhora da Graça em São Francisco, Setor Nossa Senhora dos Navegantes em Barra do Sul, Paróquia Divino Espírito Santo de Barra Velha, Paróquia São João Batista do Fátima. 4 > Diocese Informa Junho 2009

Pastoral da Juventude cria Centro para ajudar jovens em risco

biblioteca com materiais de pesquisa e de consulta, uma equipe de assessores para auxiliar e acompanhar os grupos de jovens; ● Desenvolver pesquisa e a produção de conhecimento contribuindo na criação de materiais didáticos e formativos visando auxiliar no processo de formação e capacitação dos grupos de jovens; ● Promover a capacitação dos grupos de jovens para o atendimento dos jovens em situação de risco; ● Atender os jovens em situação de risco promovendo parcerias com

entidades públicas e privadas; as entidades católicas que trabalham com jovens em situação de risco promovendo um serviço de atendimento social a esses jovens e seus familiares, bem como um trabalho de prevenção junto a sociedade. Faça parte desse projeto nos auxiliando através de sua conta de energia elétrica. Estaremos distribuindo através dos grupos de jovens das diversas paróquias um formulário que lhe permitirá poder contribuir com essa iniciativa. ● Auxiliar

Cronograma Diocesano da Pastoral da Juventude 11 a 14 de junho 04 de julho 01 a 09 de agosto 08 de agosto 15 de agosto

03 de setembro 12 de setembro 26 de setembro 25 de outubro 08 de novembro 12 de dezembro

Missão jovem – Paróquia São Judas Tadeu (Jaraguá do Sul) Festa Junina Diocesana – Sítio Novo Semana do Estudante – Lançamento do projeto do Centro de Apoio a Pesquisa; Fórum: Pastoral da Juventude e Juventude Universitária; Segundo CDPJ (Conselho Diocesano da Pastoral da Juventude) - Comarca de São Bento do Sul Grito dos Excluídos; Noite Cultural na Comarca Norte; Noite Cultural na Comarca Sul; Dia Nacional da Juventude – Comarca de Mafra Reunião Ampliada Diocesana da PJ; Festa de Encerramento do ano de 2009 – Réveillon da Juventude – Paróquia Imaculada Conceição em Itapoá.

No discurso que fez aos futuros diplomatas da Santa Sé, o papa afirmou que existe um "código" que permite aos cristãos decifrar os problemas do mundo: o Evangelho. O pontífice convidou os estudantes da Pontifícia Academia Eclesiástica – futuros Papa Bento XVI sacerdotes destinados ao ser viço Vaticano diplomático da Santa Sé – a recorrerem constante a esse código. Bento XVI exortou-os a cultivarem uma forte identidade espiritual para não caírem na ilusão de uma cômoda carreira ou se deixarem levar por "lógicas por demais terrenas". Portanto, é necessário que sejam formados para "a leitura atenta das realidades humanas e sociais", mas também plenamente "íntimos" de Jesus: sobre esses pilares apoia-se a viga mestra desse compromisso particular – prosseguiu o pontífice. O papa indicou aos estudantes da Pontifica Academia "O Senhor nos Eclesiástica que ser "homens de intensa oração" os ajudará a quer santos, superar solidões e incompreensões e a não perderem de vista a ou seja, que essencialidade do serviço. todos sejamos "Aquela capacidade de diálogo com a modernidade que lhes é "seus". Não se exigida, bem como o contato preocupem em com as pessoas e as instituições construir uma que elas representam, exigem uma robusta estrutura interior e carreira uma solidez espiritual capazes de humanamente salvaguardar e, aliás, evidenciar sempre melhor a sua identidade interessante cristã e sacerdotal. Somente assim, vocês poderão evitar sentir ou cômoda, os efeitos negativos da mentalidaem busca do de mundana, e não se deixarão atrair nem contaminar por lógicas aplauso das por demais terrenas." pessoas e do O Santo Padre convidou os estudantes da Pontifícia Academia sucesso, mas Eclesiástica a viverem com partise dediquem cular intensidade o Ano Sacerdotal que terá início no dia 19 de inteiramente junho próximo. "Valorizem ao ao bem das máximo essa oportunidade para serem sacerdotes segundo o coraalmas...” ção de Cristo, como São João Maria Vianney" – exortou. "O Senhor nos quer santos, ou seja, que todos sejamos "seus". Não se preocupem em construir uma carreira humanamente interessante ou cômoda, em busca do aplauso das pessoas e do sucesso, mas se dediquem inteiramente ao bem das almas, dispostos a realizar plenamente o nosso dever com a consciência de sermos "servos inúteis", com a alegria de poder oferecer a nossa pobre contribuição para a difusão do Evangelho." (RL)


DIRETO DE ROMA

CLERO

Ano Sacerdotal

Padres ficaram três dias participando de retiro diocesano, no Morro das Pedras, em Florianópolis

Clero unido em oração Retiro reúne 42 padres em Florianópolis 42 padres da Diocese de Joinville participaram do retiro anual, realizado no morro das pedras, em Florianópolis, nos dias 3, 4 e 5 de maio, tendo com assessor o padre Álvaro Barreiro, jesuita, pregador de Retiros em Itai-

ci (SP). Foram dias de oração, lectio divina no estilo Inaciano e meditações. Estamos gratos a diocese e as paroquias que rezaram pelos seus padres. Agora melhores, mais fortes na espiritualidade, podemos a exemplo de Cristo,

conduzir o rebanho a nós confiado. Afinal, somos peregrinos junto aos discípulos de Emaús que fez nosso coração arder para com novo ardor continuemos firmes na missão, sempre alimentos por Ele na Eucaristia.

Padre Elias Wolf é nomeado pela CNBB No início de março o padre. Elias Wolff, coordenador do departamento de Diálogo Ecumênico e Inter-religioso do ITESC (DEIR), foi nomeado Assessor da Comissão Episcopal para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da CNBB. A Comissão Episcopal é composta por três bispos, tendo como presidente Dom José Moura, bispo de Montes Claros, MG. A essa Comissão cabe a responsabilidade de planejar e avaliar toda a ação ecumênica da Igreja

Católica no Brasil. Junto à Comissão Episcopal, está também o Grupo de Reflexão Ecumênica e Diálogo Inter-religioso - GREDIRE, composto por cerca de 10 pessoas, entre bispos, padres, religiosos e leigos. Existem, ainda, as Comissões de Diálogo com luteranos, anglicanos, judeus e membros de tradições afro, que realizam estudos sobre questões teológicas e sócio-culturais. Cabe ao padre Elias, entre outras atividades, assessorar tanto

a Comissão Episcopal e o GREDIRE quanto o trabalho das Comissões de Diálogo, através de reuniões de planejamento e avaliação da ação ecumênica em todo o território nacional. Outras atividades do Assessor é representar a CNBB em eventos promovidos por outras Igrejas, Religiões, organismos ecumênicos e instituições da sociedade civil, dentro e fora do Brasil. Ao padre Elias o nosso apoio e as nossas preces para o bom êxito em sua sua nova missão.

Aniversário de Sacerdotes e Diáconos JUNHO 2009

N

28

Gilberto Luiz R de Miranda, SCJ 41 São Bento do Sul

O

28

Humberto Domingos Penso, SCJ 56

46 São Francisco Sul

O

28

Remo Mariani, MCCJ

40

Joinville

Sergio Luis da Costa SCJ

40

O

29

José Longen

43

Barra do Sul

11

Andrzej Lach MIC

26

13

Luis Antonio Nunes da Silva, SCJ 30

Joinville

Diáconos

O

22

Mons. Bertino Weber

45

Joinville

N

N

26

Joelsio Beninca

35

Joinville

N/0 18/19 Alfredo Brühmüller

O

27

Léo Effting SCJ

44

Rio Negrinho

Dia

Sacerdote

N

6

Gilberto Erdmann

N

7

O N

N: Nascimento O: Ordenação

Anos

Cidade

Rio Negrinho

Joinville

Mafra

O

5 24

José Juarez da Silva Manoel M. de Almeida

52

Barra Velha

51/4

Joinville

14

Joinville

Na festa do Sagrado Coração de Jesus, no dia 19 de junho de 2009 a Igreja proclamará o início do Ano Sacerdotal, em sintonia com os 150 anos da morte de São João Maria Vianney ou Santo Cura d`Ars, como é conhecido o padroeiro até então dos párocos, mas que Padre Ivanor Macieski, o será também do todos os padres. Neste Estudante de comunicação no Ano Sacerdotal a Igreja quer ir ao enconColégio Pio Brasileiro, em Roma tro dos padres, das suas necessidades, para que eles possam compreender-se a si mesmos e a realidade atual. Este Ano Sacerdotal foi motivado e quer refletir alguns fatos importantes: A nova realidade cultural na qual os padres se encontram. Temos consciência de que o padre é fruto desta cultura e por ela, com certeza, é continuamente influenciado. Para tanto o Ano Sacerdotal que ajudar os padres a fazerem uma profunda reflexão sobre esta cultura pós-moderna com seu relativismo, urbanismo, secularismo, hedonismo, conhecer suas origens, suas características, pois só assim poderão entender melhor a si mesmos e o mundo que eles devem conduzir a Jesus Cristo. Realidades específicas. Algumas questões que tocam a realidade dos padres. Primeiramente o fato da diminuição do número de padres, diante do crescimento da população. Somos em torno de 407 mil padres no mundo todo. Outro dado é o envelhecimento dos padres. A idade média está mais alta, principalmente na Europa. Outra questão é uma certa campanha feita na mídia para desmoralizar os padres. Os dados dizem totalmente o contrário: 96% dos padres cumprem com zelo e dignidade sua missão. Buscar aprofundamento espiritual. Percebe-se a necessidade de aprofundamento espiritual dos padres. Somente com uma profunda espiritualidade o padre pode encontrar-se neste mundo e ser feliz. Pois, para esta cultura ser padre não tem mais sentido. O padre precisa redescobrir o discipulado, ser um verdadeiro discípulo de Jesus. Refazer sua adesão a Ele, entregar-se sem reservas. Como disse Dom Cláudio: "muitos sabem fazer as coisas de padre, mas não ser padre". Redescobrir a missionariedade. Muitos padres foram educados para serem párocos e se fecham em função de uma comunidade. O padre precisa sentir-se enviado à todos, principalmente a aqueles que estão fora da comunidade. Formação Permanente. Rever, com as dioceses, este processo de formação permanente, pois toda pessoa precisa de formação até o fim da vida. Ainda mais quem está à frente da comunidade. "Quando se fica ultrapassada a pessoa se torna autoritária" e acaba prejudicando a comunidade e muitas vezes impedindo que a mesma cresça. Sustento do clero. Cuidar para que os padres tenham condições dignas para seu trabalho. Afetividade. Redescobrir o dom do celibato, viver a fraternidade presbiteral, rever e fortalecer a relação entre os padres e seus Bispos, favorecendo o crescimento do amor fraterno no presbitério diocesano. Cada diocese deve prover eventos que favoreçam este objetivo. Durante este Ano Sacerdotal está prevista a publicação de um «Diretório para os Confessores e Diretores Espirituais», assim como de uma «Recopilação de textos do Papa sobre os temas essenciais da vida e da missão sacerdotais na época atual». Dentre os muitos eventos que acontecerão em Roma um especialmente está chamando a atenção: será um Encontro Mundial dos Padres, em junho de 2010, junto ao Papa. Deverá ser um sinal de fraternidade, amor a Igreja e unidade.

Junho 2009 Diocese Informa < 5


&

PASTORAL MOVIMENTO

Pastoral da Consolação e Esperança Conheça um pouco mais sobre esta importante Pastoral das Exéquias A fé na ressurreição dos mortos é ponto central da vida cristã. A existência da Igreja só tem sentido se for construída ao redor deste núcleo fundamental de nossa fé. Como lembra o Apóstolo S.Paulo, se for só para esta vida que pusemos nossa esperança em Cristo, somos as pessoas mais dignas de compaixão e nossas lutas perdem toda a razão de ser. A Igreja existe para Evangelizar,ou seja para pregar e ensinar"(EM 14).Não pode por isso, ficar indiferente quando, por ocasião de uma morte,for solicitada pelas pessoas,mesmo se suas vidas ou convicções religiosas deixam a desejar.Afinal de contas a Igreja também reza por aqueles dos quais só Deus conheca fé. O Objetivo central das exéquias é despertar a esperança e fortificar a fé dos participantes sem, no entanto,ofender a tristeza dos que sofrem (REX 17). O cuidado deve ser maior ainda, quando a morte ocorreu em circunstâncias de violência: suícidio,violência de trânsito,sequestro,vingança,ciúme.Em tudo isso, a linguagem, atitudes, palavras,

que são instrumentos da Igreja e em nome dela tudo devem fazer. No dizer de Santo Agostinho ,as exéquias são mais úteis aos vivos do que aos mortos. Pastoral da Consolação. e Esperança

Pastoral acolhe famílias no momento

símbolos, mensagem, desempenham um papel de suma importância. Nada menos "evangelizador" do que negar-se a celebrar ou celebrar de modo superficial, sem unção e apressadamente, só porque a pessoa morta e talvez sua família não tenham sido bons cristãos. Para muitos católicos as exéquias são as poucas vezes que entram em contato com a Igreja. Os ministros devem prepará-las e celebrá-las com muito zelo, pois, por meio delas,os

filhos pródigos poderão sentir-se chamados a voltar à casa paterna.Sintonizar com a dor dos presentes,parentes e amigos deve ser o primeiro cuidado a se ter em conta. O segundo cuidado,não pode deixar de ser a intenção de comunicar-lhes a Boa Nova de Jesus Cristo,levando-os a reavivar a Fé na Ressurreição.Tudo deve ser feito com muita benevolência.Nas celebrações das exéquias,mais do que em outras celebrações,os ministros devem ter a consciência de

. Somos os ministros das exéquias. Estamos presente junto a família enlutada. Somos a Consolação e a Esperança nestes momentos em que a morte visita nossos lares. As exéquias fortalecem em nós a convicção e a certeza de que para os que crêm a vida não é tirada mas transformada. As exéquias cristãs caracterizam-se pela forte dimensão pascal. A última pascoa nossa é a morte. Na certeza da fé no mistério pascal a Igreja celebra os funerais dos seus filhos, e anuncia à comunidade reunida a Vida Eterna,e ao mesmo tempo realça o caráter provisório da vida aqui na terra. Se você desejar fazer parte da pastoral da Consolação e da Esperança, entre em contato com sua paróquia ou pelo telefone (47) 3425-2265.

Bailarinos na expectativa do Festival de Dança Sacra Estão abertas as inscrições para o Festival de Dança Sacra, evento que pretende reunir cerca de 200 bailarinos no dia 22 de agosto, no Centreventos Cau Hansen.Os gêneros disponíveis neste ano são: Dança de Rua, Jazz, Livre e Infantil e no gênero Livre, haverá também a modalidade Solo, Duo e Trio. Tradicionalmente também seguem as premiações especiais: Revelação, Produção Coreográfica e Torcida. Para fazer a sua inscrição, é necessário baixar o regulamento e a ficha de inscrição, disponível em nosso site. O valor de inscrição é de R$ 10,00 por coreografia, exceto para bailarinos residentes em Joinville e no gênero livre para o bailarino que já estiver inscrito em grupo.

Para mais informações entre em contato : Comissão Organizadora do Festival E-mail: contato@festivaldedancasacra.com Telefones: (47) 3451-3725 Escritório da RCC Joinville (47) 9912-5988 Pricila

Dia Mundial das Comunicações Sociais

Integrantes do Regional da Pastoral da Comunicação, em Joinville 6 > Diocese Informa Junho 2009

Novas tecnologias, novas relações para promover uma cultura de respeito, diálogo e amizade. Com esta temática, o papa Bento 16 baseou a sua mensagem para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, que foi celebrado pela Igreja Católica, no dia 24 de maio. Neste dia, em Joinville, integrantes da Pastoral da Comunicação (Pascom) celebranram a data com uma missa, às 19 horas, na paró-

quia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Costa e Silva., na Catedral de Joinville, na igreja matriz da paróquia São Sebastião, entre outras. Nesta missa, profissionais de comunicação puderam levar seus instrumentos de trabalho: microfones, gravadores, celulares, câmeras de vídeo e fotográfica, entre outros, para a procissão do ofertório. Por sua

vez, no dia 23, os integrantes do Regional Sul IV da Pastoral da Comunicação, estiveram reunidos, em Joinville, no Centro Diocesano de Pastoral. O propósito de debater as diretrizes da pastoral na regional e elencar outras ações voltadas para a criação e formação de novos integrantes foram apresentadas sob coordenação de Terezinha Silveira.


&

PASTORAL MOVIMENTO

Fazenda da Esperança sob nova direção Casa terapêutica realiza "Arraiá da Esperança" no dia 4 de julho A nova coordenação da Fazenda Esperança é composta por lideranças do Movimento de Casais Encontristas e Ministros da Eucaristia. O padre Dúlcio Antônio de Araújo é o novo presidente da instituição, que substitui o padre Osmar Oliveira, que deixou o cargo para poder dedicar mais tempo a paróquia Nossa Senhora Medianeira, que tem muitas comunidades, no Vila Nova, em Joinville. Padre Dúlcio assume a Fazenda Esperança junto com sua equipe a pedido do Conselho de Presbíteros com o propósito de apoiar todas as iniciativas que existe na Diocese. "Vamos fazer um trabalho de integração com todas as Casas Terapêuticas ligas a Igreja: Abrigo Divina Misericórdia, em São Francisco do Sul; Essência de Vida, em Araquari; Casa de Apoio Padre Aloísio Boeing, em Jaraguá do Sul; Associação São Francisco de Assis, em São Bento do Sul; Lar da Galiléia, em Joinville e com a Pastoral Antialcoólica e Pastoral da Sobriedade", disse o padre. No dia 18 de maio já foi realizada uma reunião com todos os coordenadores de cada Casa Terapêutica. "Esse trabalho em conjunto servirá para ajudar cada Casa Terapêutica a ter uma metodologia comum, respeitando o carisma de cada casa e também como apóio na manutenção econômica", sugeriu Roseli Consolaro Nabosny, da Essência de Vida. No dia 4 de julho será reali-

zado o Arraia da Esperança, no Sítio Novo, com a finalidade de conseguir recursos para a construção de uma casa na Fazenda Esperança, pois a existente no local para abrigar os jovens que estão em recuperação não teve aprovação da vigilância sanitária. Serão distribuídos cinco mil ingressos entre todas as pastorais, movimentos e ministérios para serem vendidos antecipadamente. No Arraia da esperança haverá tudo o que é típico numa festa junina. O objetivo é reunir aproximadamente oito mil pessoas no evento. O valor do ingresso antecipado é R$ 5,00 e no local é R$ 8,00.

Coordenação da Fazenda Esperança: Presidente: Pe. Dulcio A. de Araújo Vice : Antonio Socente Administrador: Guido Feuser Coordenador Interno: Tarquínio F. Nogueira Tesoureiro: Joaquim Hellmann Vice Tesoureiro: Salésio Vandresen Secretaria 1ª: Sirlei Nascimento Secretaria 2ª: Mario Nascimento Eventos: Vander, Cléo, Celso, Solange Atendimento Espiritual: Bernardo Schmitz e Terezinha Prado Atendimento Terapêutico: Daniel Tomazoni e Osmari Fritz

Novos dirigentes da Fazenda da Esperança, lideradas pelo vigário geral, padre Dúlcio Antônio de Araújo

Juventude, Catequese e Esperança A pedido do Bispo Diocesano e após uma reunião com a Irmã Celestina a Pastoral da Juventude da Diocese de Joinville se colocou a disposição para a realização de um trabalho de catequese junto aos internos da Fazenda da Esperança. Esse trabalho visa poder contribuir para a vivência sacramental dos internos e terá por base de apoio o livro "Eu Creio" que é uma reflexão do Catecismo da Igreja Católica, tendo por metodologia dos encontros: Ver, Julgar/Iluminar, Agir, Rever e Celebrar. O primeiro passo para o desenvolvimento desse trabalho será o de convocação de jovens interessados em participar desse projeto. Posteriormente será realizado uma formação visando preparar esses jovens catequistas para a utilização do material de apoio e por fim, o início dos trabalhos junto aos internos da Fazenda.

Festa Junina de 2008 foi um sucesso que todos querem repetir

Se você jovem tiver interesse entre em contato conosco pelo email pj@diocesejlle.com.br. A festa junina Este ano a Festa Junina da Juventude será realizada em parceria com a equipe de coordenação da Fazenda da Esperança e toda a arrecadação será destinada aos centros de

tratamento para dependentes químicos associados a Associação Diocesana de Promoção Social (Adipros). Esta grandiosa festa ocorrerá no dia 4 de julho no Sítio Novo. Comece a preparar seu traje caipira e a organizar sua caravana e venha celebrar conosco essa tradicional festa popular. Informações: pj@diocesejlle.com.br Junho 2009 Diocese Informa < 7


&

PASTORAL MOVIMENTO

Crianças na celebração da vida Pastoral da Criança realiza brincadeiras com crianças carentes A paróquia São João Batista, no bairro Fátima, em Joinville realizou a Celebração da Vida com a festa da Páscoa com brincadeiras e lanches para as crianças. Agradecemos a Deus por nos ter dado a graça de trabalhar com a Pastoral da Criança. Agradecemos também a Irmã Salete pelo curso de brinquedistas e agora pela capacitação de mais cinco líderes no Guia 2007. O curso de brinquedista nos capacitou para brincar e animar

as crianças e mães no dia da Celebração da Vida, é uma festa todos os meses. Agradecemos novamente a Deus pelos trabalhos que estamos realizando na comunidade, onde atendemos 158 crianças das quais 22 são menores de um ano e temos também quatro mães gestantes. É uma alegria imensa quando vemos o sorriso destas crianças. Colaboração: Ana Salete Furlaneto – Coordenadora de comunidade

158 crianças se divertiram com as açøes da Pastoral da Criança

1ª Etapa Escola de líderes e coordenadores da AJS Com o objetivo de promover capacitação consistente para qualificar as lideranças foi realizada, dia 25 de abril, a Escola anual de líderes e coordenadores da AJS na comunidade Nossa Senhora Aparecida. O projeto de 2009 é constituído por três etapas formativas, seguindo uma proposta de se criar um processo (itinerário). As duas primeiras fases serão de cursos, divididos em sete módulos e a última etapa será um retiro com o tema Espiritualidade Juvenil Salesiana. Cerca de 30 jovens dos seis atuais grupos de jovens da Articulação da Juventude Salesiana participaram do curso e foram divididos em duas turmas. Uma formada pelos coordenadores dos grupos e outra pelos jovens líderes que se destacam e auxiliam as coordenações na condução e animação dos trabalhos pastorais. A metodologia de separar as turmas foi adotada com o propósito de abordar temas específicos de acordo com o perfil e interesse desses jovens que exercem diferentes funções nos grupos. Em comum 8 > Diocese Informa Junho 2009

Movimento pela criação da Defensoria Pública As Pastorais Sociais de Santa Catarina reunidas, em Lages, estabeleceram como meta iniciar um abaixo-assinado, cujo objetivo é a proposição de um Projeto de Lei de Iniciativa Popular, mobilizando toda a população de SC pela implantação da Defensoria Pública. Santa Catarina é o único Estado da Federação que não tem garantido este direito. Todo o cidadão que não tenha condições de pagar advogado deve se beneficiar do acesso a um defensor público, profissional habilitado para orientação jurídica, bem como a defesa de direitos perante o Poder Judiciário ou fora dele (art. 5. inciso LXIV - Constituição Federal). A assistência jurídica integral e gratuita não se limita apenas à representação perante o Poder Judiciário, devendo agregar todos os serviços de natureza preventiva, consultiva e pedagógica em relação ao exercício de direitos. O que é Defensoria Pública?

30 jovens dos seis atuais grupos de jovens participaram do curso da Escola Anual de Líderes

foram realizadas as orações, animação, lanche e o tema Igreja: estrutura, história, modelos de evangelização e participação comunitária. Nos trabalhos específicos de cada turma, conduzidos pelos assessores da AJS e palestrantes convidados, os coordenadores refletiram sobre juventude: perfil sócio-econômico, cultural e religioso, e também o perfil da pessoa do coordenador. Já os líderes estu-

daram de maneira sucinta o perfil da juventude brasileira, refletiram sobre protagonismo juvenil e a vivência em grupos de jovens e por último o perfil da pessoa que lidera, pensando a liderança como um serviço. Em 26 de julho deverá ocorrer a segunda fase do curso na qual serão abordados os seguintes temas: história da evangelização no Brasil, grupo e processo de educação a fé, planejamento estra-

tégico pastoral, noções de preparação e animação de grupos juvenis, comunicação e dinâmicas e por último um estudo sobre a Articulação da Juventude Salesiana. O retiro que dará encerramento a esse projeto formativo está planejado para ocorrer em Nereu Ramos no Centro de Formação Shalom, nos dias 26 e 27 de setembro. Jean Davi Frainer, Articulação da Juventude Salesiana Comarca Norte - Joinville

É um órgão público que garante às pessoas o acesso à justiça. A instituição é considerada, ao lado do Ministério Público e da Advocacia Pública, uma das funções essenciais à justiça, incumbindo-lhe a orientação jurídica e a defesa, em todos os graus, dos necessitados.

Datas das Audiências Públicas da Defensoria no estado de SC 17 de Junho - Lages 22 de Julho - Criciúma 19 de Agosto - Blumenau Irma Kniess, Diretora do Centro dos Direitos Humanos de Joinville Fone: 47 3025-3447 www.centrodireitoshumanos.org.br


GRUPOS BÍBLICOS DE REFLEXÃO

Formação para Animadores dos GBR São Francisco do Sul promove encontro de formação e reúne 149 animadores A Paróquia Nossa Senhora da Graça – São Francisco do Sul comarca Sul de Joinville promoveu no dia 3 de maio, Encontro Paroquial de Formação para Animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão. A partir das reuniões nos núcleos, a coordenação paroquial sentiu a necessidade de motivar os animadores e participantes dos Grupos Bíblicos de Reflexão, em vista que muitas comunidades estavam desanimadas. Este encontro trouxe um novo vigor aos animadores fazendo com que novos grupos sejam criados e ao mesmo tempo fortalecendo os já existentes. O evento foi realizado pela Coordenação Paroquial dos Grupos Bíblicos de Reflexão, com a participação das comunidades, e assessorado pela Equipe Diocesana, Ilda, Lúcia e João Luiz. A temática do encontro discorreu sobre a Motivação para os animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão que contou com a presença de 149 participantes. Para a realização deste evento foram feitas reuniões de núcleos; reunião paroquial, reunião com MCC para apoio; reunião com o Ministério de Música para animação; preparação do ambiente O encontro de formação teve inicio às 8 horas da manhã

tendo como abertura a leitura do Evangelho do Bom Pastor, seguido da palestra ministrada pelos assessores diocesanos. Depois foi servido o almoço pelo MCC. Em seguida retomaram-se as palestras. Durante todo o encontro a animação ficou a cargo do Grupo de Cantores da comunidade de São Pedro. O encontro foi encerrado com a missa, presidida pelo padre Álvaro, pároco do Santuário Nossa Senhora da Graça, em São Francisco do Sul, às 16 horas. "Temos a certeza de que Deus, que colocou essa missão em nossas mãos esteve presente durante todo e encontro animando e encorajando todas as pessoas que lá estavam para que voltassem para suas comunidades animadas pelo Espírito Santo a se colocar a serviço do irmão através da evangelização nos Grupos Bíblicos de Reflexão. Agradecemos a Deus pela missão que nos confiou e a todos aqueles que estavam conosco tanto com sua presença como em oração e pedimos a Deus que abençoe cada um". Jair e Alexandra Gregório (Casal Coordenador) Contato: (47) 3449-5179 (47) 9955-4927

Temática do encontro tratou da motivação para os animadores com a intenção de criar novos grupos

Encerramento do Ano Paulino Dia 27 de junho na Catedral de Joinville Início às 14 horas na Catedral Encerramento com a Missa às 16 horas

De 21a 28 de junho na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Itaum Missas de segunda à sexta às 19h30 Sábado às 18 horas / Domingo às 9 horas Local: Pátio da Igreja São Paulo Apóstolo - João Costa /Jlle

Aguardamos você e sua família com muita alegria!

Paróquia Santa Luzia e os Grupos Bíblicos Paróquia Santa Luzia e Grupos Biblicos e outras pastorais presentes na Romaria do Trabalhador. Nós lideranças precisamos participar de eventos como este, para nos fortalecermos para a caminhada. Somos instru-

mentos poderosos nas mãos de Deus. Portanto, devemos potencializar os dons recebidos e se colocar a serviço. Deus está pronto a me usar, se eu permitir. Bárbara Ponejaleski, Grupos Biblicos de Reflexão Junho 2009 Diocese Informa < 9


2009 ANO CATEQUÉTICO

O contexto de mudança e a formação do catequista

10 > Diocese Informa Junho 2009

Atualmente toda a sociedade se encontra num contexto de mudanças rápidas e profundas. Aparecem desafios relacionados ao sentido da vida enquanto se referem à experiência e busca de Deus- o secularismo. A ignorância religiosa é outro desafio: o povo tem "sede de Deus" e muitos têm clara consciência que sobre Deus sabem muito pouco. A cultura emergente não possui característica religiosa cristã clara, mas se apresenta como "neutra". Passamos de um cristianismo herdado automaticamente para um cristianismo por opção consciente, de uma fé transmitida para uma fé contagiada Essas situações incidem fortemente nos catequistas, questionam a situação de certezas .O horizonte que existia já não existe, provoca um sentimento de orfandade, angústia, inse-

guranças.Todavia, essas e tantas outras situações desafiam a caminhar com passos firmes, desinstalados..Não ficar nos limites do passado, nem nas carências do presente mas, caminhar para o futuro com esperança acreditando no potencial de criatividade e de protagonismo de homens e mulheres de hoje, que buscam.orientar à fé em Jesus Cristo morto e ressuscitado, a partir desse anuncio, dessa fé, acreditar firmemente que a cruz termina na ressurreição. Esse contexto exige uma revisão do modo de educar a fé e, conseqüentemente, a formação do catequista. Só a partir da educação na fé acontece uma iniciação cristã com características fundamentais, para traçar uma formação de base sólida na dinâmica do encontro com Jesus Cristo vivo e da experiência do Evangelho:


“ No processo de aproximação entre Catequese e Liturgia, a catequese formativa abrange diversas dimensões: a dimensão humana e comunitária, a dimensão espiritual, a dimensão intelectual, a dimensão pastoral e missionária.” uma iniciação integral que favoreça uma identidade cristã visível, uma consciência lúcida centrada naquilo que constitui o núcleo da experiência cristã, da leitura orante da palavra de Deus, da experiência litúrgica, no aprofundamento na doutrina e do uso da Bíblia como texto por excelência Trata-se, portanto, de uma formação com aproximação entre catequese e liturgia, de modo que o catequista fortaleça sua identidade e missão. Assim o catequista, cresce sempre mais e por sua participação na comunidade, na leitura orante no ano litúrgico, na liturgia das horas e em especial na celebração eucarística, encontra o ponto central de sua santificação que o leva a uma adesão pessoal com Jesus Cristo, abrir-se para um autentico discípulo e missionário. Para tanto, é indispensável promover, com excelência apostólica e acadêmica, formadores de catequistas. Eles necessitam assumir o itinerário catecumenal, que possibilite impregnar-se total e vivencial mente do mistério cristão, conjugando o comunitário, o litúrgico, a escuta da Palavra, o compromisso e o serviço ao próximo. Não basta uma compreensão dos conteúdos, mas, convertido

realmente a Jesus Cristo, demonstre estar a caminho do seguimento. No processo de aproximação entre Catequese e Liturgia, a catequese formativa abrange diversas dimensões: a dimensão humana e comunitária, a dimensão espiritual, a dimensão intelectual, a dimensão pastoral e missionária. O método inspirado na pedagogia de Jesus, é vivencial baseado em experiências que ajudem a aprofundar e interiorizar os conteúdos da revelação, conduzir ao verdadeiro encontro com o Senhor da vida O catequista necessita conhecer a dinâmica do processo evangelizador e o modo como a evangelização se articula com a etapa que a precede e a que vem a seguir. É necessário para o catequista saber trabalhar com uma visão global, integral, dinâmica, processual e orgânica da evangelização. Desta forma supera uma visão parcial, linear histórico/salvífica para uma relação de encontro com Jesus Atendendo às dimensões fundamentais de seu ser, saber, saber fazer e saber conviver, podendo dar razão de sua esperança convertendo-se em missionários, através de dias de encontro, reflexão e oração na comunidade, planejando e programando junto com os outros, ajudando-se mutuamente, participando de cursos dentro da própria comunidade, paróquia ou diocese, ou fora, lendo bastante, atualizando-se sempre, estudando os documentos da Igreja sobre catequese e outros assuntos atuais; formando o grupos de estudo. Para ser bom missionário é preciso antes ser discípulo e aprender com o Mestre. Precisa antes caminhar com Ele. Fazer a experiência profunda. Deixar o coração aquecer para depois sair com vigor, coragem e entusiasmo. Sabe-se que a formação do (a) catequista é uma urgência e desde o documento Catequese Renovada (144 – 151) esta bandeira foi levantada em nosso país, em face da cate-

quese precária em que vivíamos, que fora constatado pelo Papa João Paulo II. O DNC pautando-se no DGC, também acentuou esta importância na formação quando diz: O momento histórico em que vivemos, com seus valores, desafios e mudanças, exigem dos evangelizadores preparo, qualificação e atualização. Nesse contexto, a formação catequética de homens e mulheres "é prioridade absoluta" (DGC 234). Dentro das dimensões da formação do catequista (Formação de Catequistas – 69) a catequética é apontada como uma das principais e inserida a ela, está a formação metodológica, que possui como uma de suas propostas a formação do catequista. Em todo o processo catecumenal, o ponto principal é o encontro com Cristo. É indispensável desde o primeiro encontro garantir uma dinâmica especial na construção da dimensão da fé. Na base dessa dimensão está a força da palavra que contagia as pessoas e as leva a escutar Jesus Cristo, a crer nEle como Salvador, e reconhecê-lo como quem dá pleno significado em sua vida. e a seguir seus passos. Iluminado pela palavra, o catequista, a exemplo dos profetas, poderá ouvir melhor o apelo dos sinais dos tempos, levando a familiarizar-se com alguns textos catecumenais como: os Discípulos de Emaús e a mulher Samaritana que ajudará a compreender os princípios da pedagogia de Jesus e da Igreja. Tendo como pano de fundo a fé, como centro o encontro com Jesus Cristo,alimentado pela palavra ouvida e celebrada, a catequese se concentra naquilo que é da vida cristã, educa para a vida de comunidade mediante a experiência comunitária, atitude que desperta no coração dos não batizados interrogações pela causa do Reino e o desejo de fazer parte dela. Ir.Teresinha Maria Mocellin (ICF)

Amados presbíteros do Brasil Na solenidade do Sagrado Coração de Jesus, dia de oração pela santificação do clero, por ocasião da abertura do Ano Sacerdotal, convocado por S. Santidade o Papa Bento XVI, nós Bispos do Brasil, queremos manifestar nossa profunda gratidão a todos os presbíteros que diuturnamente se colocam a serviço do Povo de Deus. Não obstante as fragilidades, reconhecemos o grande dom de Deus na vida e no ministério dos presbíteros do Brasil. Fazemos nossas as palavras do Cardeal Cláudio Hummes no 12º Encontro Nacional de Presbíteros: "de modo geral, são homens dignos, bons, homens de Deus, admiráveis, generosos, honestos, incansáveis na doação de todas as suas energias ao seu ministério, à evangelização, em favor do povo especialmente a serviço dos pobres e dos marginalizados, dos excluídos e dos injustiçados, dos desesperados e sofridos de todo tipo, deles nos orgulhamos, os veneramos e amamos realmente, com claro reconhecimento do trabalho pastoral que realizam". Neste Ano Sacerdotal, que se estende de 19 de junho de 2009 a 19 de junho de 2010, desejamos que seja dinamizada a Pastoral Presbiteral, a fim de que venha a ser verdadeiro instrumento de comunhão entre os presbíteros, auxiliando-os nas mais diversas circunstâncias. Para tal sugerimos as indicações, divulgadas pela CNBB , para o Ano Sacerdotal. O Ano Sacerdotal seja espaço para intensificar e promover a santificação dos sacerdotes e ajudá-los a perceberem cada vez mais a importância do seu papel e de sua missão na Igreja e na sociedade contemporânea. Ao celebrarmos os 150 anos da morte de São João Batista Maria Vianney, o Santo Cura D’Ars, invocamos sua proteção e inspiração para a vivência do tema do Ano Sacerdotal "fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote". Dom Geraldo Lyrio Rocha Arcebispo de Mariana Presidente da CNBB

Junho 2009 Diocese Informa < 11


ECUMENISMO

GERAL

Unidos na Tua mão

Projeto de inclusão digital Ciranda Juvenil O Projeto de Inclusão Digital Ciranda Juvenil ajuda crianças, adolescentes, jovens e adultos a terem contato com o mundo da informática e a proporcionar espaço de formação humana integral. O contato com as crianças, adolescentes e os jovens e seus familiares enriquece nosso jeito de ser Irmã Catequista Franciscana, no Loteamento Dom Gregório Warmeling, em Joinville. A primeira idéia foi na área de informática. Para certificarmos de que a informática seria realmente atraente para as juventudes e para conhecermos um pouco mais a realidade sócio-cultural do loteamento realizamos uma pesquisa quantitativa entre 210 famílias onde havia adolescentes e jovens entre 11 a 25 anos de idade. Encontramos 421 jovens. Destes, entre outras opções de cursos, propostas na pesquisa, 95% optaram pelo curso de informática. No decorrer dos anos e com as solicitações vindas dos jovens que passavam pelo curso de informática, ampliou-se o curso básico para pessoas adultas e também para pré-adolescentes. Cada ano outras necessidades e sugestões

apareciam. Vimos a necessidade de ampliar o espaço físico e assim, em julho de 2008 a congregação adquiriu uma casa para a dinamização de outras atividades além da informática básica. Em parceria com o SENAC, no segundo semestre de 2008 aconteceu o curso de rotinas administrativas para a juventude residente no loteamento, já na nova casa. No primeiro momento as cadeiras foram emprestadas e depois o projeto recebeu doação. Projeto de inclusão digital: • Informática Básica – turmas de manhã, tarde e noite. • Informática para crianças e préadolescentes: 3 turmas. • Informática para pessoas de faixa etária mais elevada • Reforço Escolar • Curso básico de Violão – Quartas feiras de manhã e Quintas feiras a tarde. • Curso de Espanhol para as crianças todas as segundas feiras. • Curso de Espanhol jovens e adultos todas as quartas feiras. • Comissão do Meio Ambiente • Pequena Biblioteca para pesquisa e empréstimos de livros, revistas e outros.

DIA DAS MÃES No dia 10 de maio, a Comunidade Cristo Libertador, no Boehmerwald, homenageou as mães de uma maneira muito significativa. Foi a estréia do Coral Infantil que, com suas vozes suaves encantaram a todos ao entoar os cantos da celebração com a ternura que só as crianças sabem ter. Todas as mães foram homenageadas na imagem de Maria, mãe das comunidades, coroada pelas crianças da catequese e a quem o Padre Justino Facchini consagrou a Comunidade Cristo Libertador que está completando neste mês de maio 16 anos de caminhada de evangelização e trabalho em favor da vida. 12 > Diocese Informa Junho 2009

• Curso de Artesanato em parceria com a Gerência de Trabalho e Renda e Economia Solidária de Joinville; • Reflexões e articulação de empreendimentos de Economia Solidária. Coleta Seletiva do lixo.

Além destas atividades, outras estão previstas como: curso de chocolate artesanal, curso de teatro, curso de fabricação de papel artesanal, porém necessitam de recursos:

MATERIAIS QUE O PROJETO MAIS NECESSITA Papel A4, Cartucho de Tinta preta e colorida para Impressora HP 810c, Cordas de Violão especialmente a 1ª e a 2ª, Violões, Livros infantojuvenil, Estante de metal para livros, Armário para guardar material, Bebedouro, Material de Limpeza, Pincel para quadro branco, Estabilizadores, Aparelho de som, Aparelho de TV com entrada para DVD ou Vídeo. Há necessidade urgente de ampliar o espaço físico, fazendo um galpão coberto nos fundos da casa.

Informações: (47) 3451-3700 com Carla (Assistente Social)

A cada ano, o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) coordena em nível nacional um grande mutirão ecumênico, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. O lema bíblico orientador à Semana de Oração, deste ano, lembra a promessa de Javé, o Senhor. O Manfredo Siegle profeta antevê o restabelecimento da uniPastor Sinodal dade do povo de Israel, disperso e dividido. Ezequiel é incumbido de fazer o anúncio desta Boa Notícia. Relaciono as palavras tão especiais do profeta (Ezequiel 37.17), trazendo uma mensagem de salvação e de esperança para todo o povo, com a parábola da videira e dos ramos, contada cinco séculos mais tarde, por Jesus Cristo. Unidos na tua mão expressa confiança e esperança em Deus. É Ele que promove a comunhão entre irmãs e irmãos. Procede de Deus mesmo a vontade de unir e reunir o povo eleito. Em sua mão acolhedora e reconciliadora, há liberdade para a vivência reconciliada. A comunhão da grande família de fé supera as fronteiras confessionais, étnicas, sociais e culturais. A possibilidade é dada, quando vivermos unidos e alimentaViver unidos, dos pelo mesmo tronco, seu nome é Jesus Cristo, Senhor da Igreja. Quem "para que o ligado ao Cristo se põe, a mundo creia", é estiver caminho, na companhia de alguém a afirmativa de que conhece as profundezas da vida, tanto suas alegrias, como as suas difiJesus Cristo, culdades. Reunidos na mão do Deus, único e quando ora ao verdadeiro, vivenciamos a fé na PalaPai. Caso vra de tal maneira que o mundo, sob contrário, o a sua influência, será renovado e transformado. As pessoas serão recriamundo nos das pelo poder do Evangelho. Porque julgará e nos se alguém está em Cristo é nova criatura; as coisas antigas já passaram, eis rejeitará como que se fizeram novas! Unidos na mesclube religioso, ma fé, Deus nos encontrará e perpastodo o nosso ser. A vida construísem sabor e sem sará da em comunhão e no espírito ecuautenticidade mênico, orientada pela bússola do para convencer! Evangelho fará brotar frutos da esperança. Seremos testemunhas do "túmulo vazio", a surpresa maravilhosa da Páscoa. A enorme pedra, à entrada do túmulo da separação, já está revolvida. Unidos na mão de Deus; ao natural, surgirão os frutos do amor. Quem ama sai de si, à semelhança do visual da concha aberta. A vocação da família de fé em Jesus Cristo é romper a casca, promover reconciliação; é o Cristo que une e reúne e nos anima a prestar serviços no mundo profano, sem Deus. Viver unidos, "para que o mundo creia", é a afirmativa de Jesus Cristo, quando ora ao Pai. Caso contrário, o mundo nos julgará e nos rejeitará como clube religioso, sem sabor e sem autenticidade para convencer! A tarefa da vida em comunhão não se inspira em vontade humana, mas observa a ordem estabelecida por Deus!


MISSÕES

IGREJA MISSIONÁRIA

As surpresas da missão

Servir desde a Infância Coroinhas ajudam a evangelizar seus familiares Quem de nós, na infância ou na adolescência que não teve compromissos com Deus? O começo de tudo: coroinha, logo depois, acólito. Na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Pirabeiraba, envolver as crianças e adolescentes nos trabalhos litúrgicos é prioridade. Como teremos jovens e adultos comprometidos com a fé que professam, se na fase mais bonita de suas vidas vivem afastados da Igreja de Cristo e, consequentemente, do próprio Cristo? O padre Humberto Zanini, faz questão de acolher nossos pequenos, pois eles serão nossas futuras lideranças. Além do mais,

Crianças da paróquia SCJ, em Pirabeiraba: futuras lideranças

através dos filhos, muitos pais retornam à Igreja e passam a participar ativamente das Pastorais e Movimentos e, principalmente, dos Grupos Bíblicos de Reflexão,

que é uma das prioridades pastorais em nossa Diocese. Pastoral da Comunicação, Paróquia SCJ – Pirabeiraba

Notas Jaraguá - No domingo dia 24, a paróquia S.Judas Tadeu de Jaraguá do Sul , nos convidou para darmos formação para os assessores da Infância Missionária, e assim, iniciarmos os novos grupos. Parabéns à paróquia e as lideranças. Conselho Missionário Regional debateu as novas ações missionárias

Missão Continental A Diocese de Joinville participou em Lages nos dias 1e 2 de maio de um encontro sobre Missão Continental, programado pelo Conselho Missionário Regional. O encontro teve a assessoria de padre Pedro Facci, de São Paulo, missionário italiano. Animou e fortaleceu a todos com suas reflexões ardorosas .Participaram da Diocese de Joinville 11 pessoas e aproveitaram bastante reacendendo o entusiasmo pelo trabalho missionários. A Missão Continental, a te n d e n d o o m a n d a to d e

Jesus Cristo, de IR e fazer discípulos, visa conscientizar e despertar a vocação missionária e a ação missionária dos batizados; animar todas as vocações e ministérios. O espírito e o compromisso missionários deve perpassar toda a atividade eclesial. Como Igreja, somos desafiados a dar novo caráter missionário às atividades assumidas conjuntamente na diocese ou paróquias. Zenaide Busarello, Coordenadora Regional IM

Guaramirim - Na Paróquia Senhor Bom Jesus, em Guaramirim, acontece no dia 6 de junho um encontro com os assessores da Adolescência Missionária. Adolescentes Evangelizando Adolescentes." Lages - No dia 12 a 14 de junho, em Lages(SC) acontecerá um encontro para jovens. Participantes de todos os grupos e movimentos de jovens poderão participar. Consolação e Esperança Dia 20 de junho teremos um encontro na paróquia Santa Luzia para os membros da Pastoral da Consolação e Esperança das comunidades. Participem.

A missão sempre revela algumas surpresas para nós. Meu gosto pelos movimentos sociais é uma constante no meu ministério. Me encantam as lutas do povo e povo das lutas. Os lemas de minha ordenação diaconal e presbiteral foram inspirados na guerra do Contestado, no sul do país, ao início do século XX. O monge João Maria e a virgem Maria Padre Carlos Alberto Rosa, animavam os seus seguidores com a Missionário na Amazônia carlos@semeando.org.br promessa de uma terra sem males, onde tudo seria de todos, porque todos somos irmãos e irmãs. Assim, "quem tem mói e quem não tem, mói também", porque da terra e do pão, seria justa a divisão. A fé dos pequenos é poderosa. Quando o pobre acredita no pobre começa a libertação, é o refrão cantado na missa Salvadorenha durante a guerra civil dos anos 80. Os pobres sofreram uma derrota na batalha pela terra e seus recursos, com mais de 20 mil camponeses mortos. Mas a guerra não está perdida e outras batalhas se nos apresentam. Deus ouve o clamor do oprimido. Ele não se faz de surdo ou cego, nem fica sentado esperando para ver no que a coisa vai acabar. Ele intervém na história, se encarna e vem mostrar como é que se ama de verdade. Como é bom saber que o nosso Deus se coloca ao lado dos pobres. Agora, aqui em nossa missão no Pará, tive a grata satisfação de vir trabalhar justamente na paróquia onde aconteceu a Revolução dos Cabanos, ou a Cabanagem, no século XIX. A localidade onde ficam os empregados da empresa transnacional Albrás (Alumínio Brasileiro) se chama Vila dos Cabanos. Muito moderna, com casas bonitas, nem de perto lembram as casinhas pobres dos revolucionários de 1835. Aqueles pobres que tomaram de assalto a capital paraense, para tirar o poder dos tiranos. Foi o mais notável movimento popular do Brasil, único em que as camadas pobres da população conseguiram ocupar o poder em toda a Província (Caio Prado). E um dia a paciencia dos pobres se esgotou e se levantaram contra os grandes Se levantaram contra os grandes, foi. Houve isso. Uma revolta, uma invasão. A revolta dos cabanos (A Cabanagem na Fala do Povo, Pe. Thorlby). Uma luta menos messiânica que o Contestado, mas que não deixou de ter a atuação de religiosos como o Cônego Batista Campos, morto em combate e hoje enterrado em uma de nossas igrejas. O movimento cabano se expandiu rápido. Exemplo único de toda a história do Brasil, a Cabanagem, abalaria profundamente as estruturas de dominação em toda a Amazônia. A cabanagem tinha profundas raízes populares e para impedir a continuidade da luta, o governo imperial sufocou brutalmente o povo e o colocou sob vigilância permanente durante vinte anos (1838-1858). Fez isso obrigando índios, caboclos, tapuios (indígenas que moravam nas vilas) e negros libertos a se alistarem nos corpos de trabalhadores, a partir de dez anos de idade. Nesses corpos o trabalho era feito sob a vigilância de guardas nas lavouras, no comércio e nas obras públicas. Além disso, 40% da população da Província foi morta e os negros que restaram se esconderam no interior das matas, nos Quilombos. Os monstros da tirania cortaram cabeças e alimentaram-se de sangue. Tiveram forças para matar o corpo, não puderam matar a idéia, porque esta é sagrada e tão grande como o mundo. A idéia não morre (Eduardo Angelim). Dessa forma, nossa missão ganha mais sentido e responsabilidade. O único medo era o de se render, de sentar em uma cadeira enquanto os outros continuavam a batalhar, de retomar fôlego enquanto outros lutavam, de dormir enquanto outros velavam. As lutas sociais nos ensinam que amor e dor rimam e caminham juntos. Que um novo dia surgirá e que no longo e doloroso parto da história devemos colaborar com alguma coisa ou com tudo: vida, corpo e alma. Essas lutas do povo foram por aqueles que não tinham nada e que queriam ter tudo. Os pobres eram os protagonistas. Eles acreditavam que precisavam tentar mudar e melhorar um pouco a cada dia. Acumulando ternura e rebeldia com paciência. Precisamos lembrar que ao esquecimento só retornam aqueles que entregam a sua historia ao opressor. Por fim, com Eduardo Galeano, queremos dizer que existe um único lugar onde o passado e o presente se encontram e se abraçam, este lugar é o futuro. Vamos juntos, com a força de Pentecostes, para a surpresa de todos e de tudo, fazer do nosso futuro um lugar onde a justiça e a paz se abracem. Junho 2009 Diocese Informa < 13


COMARCAS

Joinville sedia Inspetorial dos Salesianos Missões Jovens

Salesianos do Sul do Brasil estiveram reunidos em Joinville Representantes dos Salesianos Cooperadores dos três estados do sul realizaram Assembléia Inspetorial na Paróquia Santo Antônio, em Joinville. Participantes das cidades de Ponta Grossa(PR), Curitiba (PR), Joinville(SC), Rio dos Cedros(SC), Ascurra(SC), Santa Rosa(RS), Porto Alegre(RS) se reuniram durante a assembléia realizada nos dias 16 e 17 de maio. O encontro preparado pelos coordenadores da Inspetoria teve como objetivo avaliar a

caminhada, planejar novas ações e escolher a nova coordenação. O consultor mundial do SSCC, Luiz Marcos Schatzmann, também participou da assembléia junto com outros 35 cooperadores. A nova coordenação ficou assim composta: Coordenador, Orli de Curitiba, Administradora, Elza Mengardo, de Rio dos Cedros, Secretária Rita de Cassia Fernandes, de Joinville e o formador Luiz Marcos Schatzmann, de Porto Alegre.

Reunião diocesana do SAV em Mafra

Despertar Vocacional 2009 no Santuário

O Serviço de Animação Vocacional da Comarca de Mafra recebeu com alegria a Equipe Diocesana do SAV, no dia 16 de maio, na Matriz São José, em Mafra, para a reunião diocesana. Fomos acolhidos pelo comarcão padre Aldo. Esteve presente o padre Sérgio, vice-reitor do Seminário Divino Espírito Santo, 5 seminaristas da diocese, Irmã Adriana e o casal coordenador da Comarca Sul de Joinville. O padre Sávio e o irmão Marco Aurélio, da Congregação Legionários de Cristo, nos alegraram. Padre Gilberto, vigário do Santuário N. Sra Aparecida de Mafra foi nosso convidado especial. Padre Gilberto fez uma palestra sobre Jesus Cristo, com os temas "Qual é o Jesus que anunciamos?" e no segundo momento "Atitudes de Jesus com o povo". Rose Maia, SAV – Comarca de Mafra 14 > Diocese Informa Junho 2009

O Serviço de Animação Vocacional realizou com sucesso o I Despertar Vocacional 2009, em Mafra, no salão do Santuário Nossa Senhora Aparecida. Os organizadores deste encontro foram Luiz Henrique Leal e Rafaela Fernandes, jovens da nossa comunidade, os catequistas, a Pastoral da Juventude, a RCC e o Clube Vocacional Challenge, nos

Representantes dos salesianos realizaram assembléia nos dias 16 e 17

auxiliaram como coringas. A cursilhista Nilza Arbigaus ficou responsável pela espiritualidade Mariana. A banda que animou nossa tarde foi os "Servos de Cristo". Contamos com a presença de nossa vocacionada Fernanda Valério do Centro Estudantil de Curitiba. Padre Gilberto Kraisch também ficou impressionado com o andamento das dinâmicas e gin-

canas realizadas. Contamos com 150 crismandos do Santuário e das comunidades. Encerramos o encontro com a missa presidida pelo padre Mário, que incentivou o trabalho do SAV, animou os crismandos na caminhada e fez uma linda homilia direcionada as Mães. Rose Maia, SAV – Comarca de Mafra

Infância em Itaiópolis No ultimo mês de Abril retornaram as atividades a Infância Missionária na Comunidade Bom Jesus no Bairro Bom Jesus da Paróquia Nossa Senhora da Medalha Milagrosa de Itaiópolis e se fizeram presentes aproximadamente 20 crianças. Estas crianças tem em mente a necessidade o quanto é importante a ajuda para as crianças carentes do mundo.

Entre os dias 11 a 14 de junho ocorrerá a 1ª Missão Jovem Diocesana. Ela ocorrerá na Paróquia São Judas Tadeu, Comarca de Jaraguá. No dia 17 de maio cerca de 200 jovens participaram de uma formação em preparação para serem missionários na missão. Desde já pedimos a toda diocese orações para que esses jovens que se colocam em missão possam serem testemunhas de cristo e levar a amor a cada família com as quais tenham contato nessas missões.

Missões Dehonianas em São Bento do Sul Nos dia 18 e 19 de abril, aconteceu no bairro 25 de julho as Missões Dehonianas Populares, onde no sábado após as 14 hs, quatro grupos visitaram as famílias do bairro. No domingo, dia 19 de abril tivemos a abertura às 8h, após o envio dos missionários pelo diácono Ademir. Coordenado pelo padre Fernando foram organizados grupos para a missão, onde cerca de 50 pessoas trabalharam durante o dia todo. Foram organizados 15 grupos e visitadas 350 famílias, onde podemos destacar a participação das crianças e adolescentes . As missões estão acontecendo de março a novembro. O objetivo é fazer missões a cada dois anos nas comunidades. Verônica Campestrini, coordenadora das missões Dehonianas Populares


&

PASTORAL MOVIMENTO

6ªProcissão Mariana Aproximadamente 10 mil fiéis acompanharam, a procissão realizada pela Paróquia Santo Antônio A 6ª Procissão Mariana mobilizou cerca de 10 mil fiéis que, levando velas e o terço, seguiram a imagem de Nossa Senhora Auxiliadora. Os fiéis fizeram o trajeto da igreja Santo Antônio até o Centreventos. Durante a caminhada que teve a participação do padre Reginaldo Manzotti. Ele conduziu a oração do terço juntamente com o pároco da paróquia Santo Antônio, Gilson Marcos da Silva. Juntos motivavam a caminhada. Enquanto se rezava o terço foram feitas preces pelas famí-

lias, doentes, idosos, desempregados e todos os que passam por dificuldades. O tema trabalhado na Sexta Procissão Mariana foi "Nos braços de Maria o fruto da justiça e da paz." E o lema: Não temas, o Senhor está contigo! (cf Lc 1,28b). No Centreventos aconteceu a missa presidida pelo padre Reginaldo Manzotti e concelebrada pelo vice-inspetor salesiano, padre Assidio Deretti, pelo ecônomo inspetorial, padre Renato dos Santos, pelo delegado inspetorial da ADMA, padre Tarcizio Paulo

Dia das Mães especial No dia 18 de maio às 19h30, na ala feminina do presídio regional de Joinville, o Diácono Jesus Aparecido Vieira fez uma belíssima celebração pela passagem do dia das mães. Encerramos nosso encontro com a coroação em homenagem a nossa mãe Maria, e pedimos sua intercessão a todas as mães do nosso Brasil, em especial as mães encarceradas, as mães agentes da pastoral carcerária, as mães que sofrem algum tipo de

injustiça social, enfim a todas as mães que como Maria se doam as suas famílias e no serviço a Igreja. A Pastoral Carcerária agradece também a todos os colaboradores em especial ao “Projeto Cegonha Madrinha” que nos ajuda com os enxovais infantis para fazer o atendimento das crianças do berçário no presídio. Rosangela, Responsável pela visita na ala feminina do Presídio de Joinville

Diácono Jesus celebrou com detentas e lideranças da pastoral

Odelli e outros nove padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos). A coroação da Imagem de Nossa Senhora Auxiliadora ficou sob a responsabilidade das crianças da obra social do Centro Educacional Dom Bosco, que apresentaram o sonho dos nove anos e por fim o menino que representava Dom Bosco aos nove anos foi quem coroou a imagem. A Procissão Mariana já é uma tradição em Joinville e tem como objetivo principal divulgar o carisma Salesiano e a devoção a Nossa Senhora Auxiliadora.

Centreventos ficou lotada. Celebração e organização foi bem elogiada

Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos Para mim, o Seminário de Preparação para a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos se caracterizou, em primeiro lugar, como um espaço da vivência da fraternidade entre os representantes de duas Igrejas Cristãs. O clima de alegria e descontração, preparado com carinho pela Equipe do CIER, testemunhou o que diz o salmista: "Como é bom, como é agradável viver todos juntos, como irmãos" (Sl 133,1). Algumas pessoas, inclusive, lamentaram a ausência de representantes de outras Igrejas que, em encontros passados, se fizeram presentes. Quem sabe, possam retornar em outros encontros ecumênicos para a alegria de todos. Em segundo lugar, os 35 participantes lá compareceram porque apostam na força da oração. Todos nós desejamos ansiosamente a unidade das Igrejas Cristãs. Sabemos que isso acontecerá como dom de Deus, pois "se Deus não constrói a casa, em vão traba-

lham os construtores" (Sl 127,1). O próprio Jesus aconselhou: "Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos será aberto..." (Mt 7,7). E mais ainda: "Em verdade vos digo: se dois de vós estiverem de acordo na terra sobre qualquer coisa que queiram pedir, isso lhes será concedido por meu Pai que está nos céus" (Mt 18,19). Em terceiro lugar, a reflexão a partir da realidade do povo coreano que atualmente sofre profundamente a divisão interna do seu país e o estudo da profecia de Ezequiel (37,15-28) num contexto de exílio e dispersão, proporcionou a partilha de sentimentos, de experiências e de sonhos em vista da reunificação dos cristãos e dos povos, tendo em vista a paz "não como o mundo a dá" (Jo 14,27) Em quarto lugar, todos manifestaram sua boa vontade de comprometer-se, com novo ardor e novas expressões, na animação e participação da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos, unindo-se

ao grande "mutirão" de todos os cristãos e cristãs do mundo. Na diversidade das Igrejas, um só Senhor e Salvador: Ele nos reúne, nos une, nos cura de nossas feridas e nos liberta de toda divisão e de todo egoísmo; Ele nos proporciona a graça de sermos novas criaturas, capazes de viver e conviver, alimentados pelos frutos do Espírito: "amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, autodomínio..." (Gl 5,22-23). Além da preparação desta Semana de Oração, foram partilhadas diversas idéias e sugestões para atividades ecumênicas concretas a partir de nossas comunidades eclesiais. A esperança é militante. A unidade é fruto da graça de Deus: "serão um só em minha mão" (Ez 37,19) e do esforço de cada "Ezequiél" de hoje: "que estejam unidos na tua mão" (Ez 37, 17). Celso Loraschi Junho 2009 Diocese Informa < 15


&

PASTORAL MOVIMENTO

COLUNA DO MÚSICO Por Juliano Joaquim ( J.J ), julianojoaquim@gmail.com

Encontro Diocesano da Pastoral do Dízimo A Pastoral do Dízimo é a mãe de todas as demais Pastorais. É do Dízimo que provem os recursos para a manutenção do Templo, para a evangelização e para as obras sociais da Igreja. A Pastoral do Dízimo deve ser apoiada e incentivada por todas as lideranças, (Bispo, Padres, Diáconos, agentes de todas as pastorais e ministérios, etc) da Diocese, pois todas as Pastorais dependem dela para a ação evangelizadora. Em nossa Diocese já foi implantada a Pastoral do Dízimo com apoio da Pró Dízimo, hoje chamada de Pro-Ide. Em muitas paróquias da Diocese a Pastoral

vai muito bem. Em outras está se estruturando. Em outras ainda, precisa ser implantada. Objetivando aprofundar sobre o Dízimo, como preceito bíblico e eclesial, acontecerá no dia 26 de julho, das 7h30 às 16h, na Comunidade Arca da Aliança, em Joinville, o Encontro Diocesano com todos os missionários, agentes do Dízimo e demais lideranças de todas as paróquias da Diocese. Em sintonia com o Documento de Aparecida, o temática do encontro será: "Discípulo - missionário numa Igreja que fez a opção pelo Dízimo". O assessor será o padre Jerôni-

mo Gasques da Diocese de Presidente Prudente, SP, profundo conhecedor sobre o Dízimo no Brasil. Em nome da Equipe Diocesana pedimos que todas as paróquias da Diocese, desde já vão se organizando para este encontro. No início de junho seguirão fichas para todas as paróquias inscreverem seus agentes para este encontro. Rogamos a São Francisco Xavier, nosso Padroeiro e a Nossa Senhora Aparecida e aos Santos Padroeiros de nossas Paróquias, bênçãos e graças.

Kairós festival Foram 51 ministérios, bandas que se inscreveram no I Kairós Festival - Música Sacra de Joinville, promovendo a música cristã, mais somente 10 foram os escolhidos a mostrarem o sua musica, com presença de Diego Fernandes apresentado o festival colocando em sintonia com a noite musical , o festival teve todos os estilos musicais, o que mostra que estamos bem servidos de talentos e musicas variadas. E quem esperava um ministério ser o campeão se suprendeu com uma apresentação simples de um violão e

voz levando o primeiro lugar. Destaque também a presença da cantora Ziza Fernandes e do cantor Eros Biondini que emocionaram o publico com suas musicas e que entrevista dizeram que apoiam festivais e movimentos como esse que leva a todos a uma unidade e por uma unica causa, levar o nome de Jesus Cristo e evangelizar através da música. O Ministério de Evangelização Kairós, com o apoio do Grupo de Jovens Kairós, esteve a frente da organização Mais informações do festival thiago.joi@ig.com.br

Pe. Venceslau Nieckasz

Toma posse do ministério que Deus te deu

Primeiro Estágio Vocacional de 2009 Jovens convidados a conhecer o caminho da vida vocacional participaram do Estágio Vocacional, realizado no Seminário Diocesano Divino Espírito Santo, em Joinville. Jovens que sentem o chamado a ser padre e estão estudando a partir da 8ª série ou que já terminaram o ensino médio, participaram.

Praça completa 1 ano Dia 18 de maio foi comemorado o primeiro ano da praça Mãe Peregrina, no bairro Iririú, em Joinville. A missa comemorativa foi celebrada pelo padre Jorge Luiz da Silva (padre Jorjão), que estava muito feliz. Ele comentou que ter uma praça com o nome de Nossa Senhora é um orgulho para todos os católicos.

Podemos partilhar uma missa todos os meses nesta praça pública, a reza do terço nas segundas-feiras às 17 horas, 4ª às 18 horas e 6ª feiras às 16 horas. Fica aqui o nosso convite para participarmos e nos apropriarmos da graças derramadas neste lugar. Movimento Mãe Peregrina

"Não são carnais as armas com que lutamos. São poderosas em Deus, capazes de arrasar fortificações. Nós aniquilamos todo raciocínio e todo orgulho que se levanta contra o conhecimento de Deus, e cativamos todo pensamento e o reduzimos à obediência de Cristo" ( 2Cr 10,4-5). São Paulo Apóstolo nos mostra que as armas de um ministro não são carnais, não são humanas, são poderosas e celestes. O Senhor nos fez ministros na música, e isso não é mérito nosso, mas sim de Cristo que conquistou para nós com sua cruz, e é Ele mesmo quem nos capacita e nos arma para a batalha. A missão que temos como ministros de Deus na música nos foi conferida, delegada. O poder vem de Deus, e Ele nos confere Seu poder quando vamos executar a música. O Senhor nos convidou para o encargo de representá-lo na música como Seu porta-voz, e espera que abandonemos os nossos desejos e as nossas vontades, espera também que estejamos em obediência daquele que nos convocou para tal mis-

são, porque os seus desígnios são maiores do que os nossos. Nunca coloque a confiança no seu instrumento, na sua voz ou na sua razão para ministrar a música que é de Deus, deposite sua confiança naquele que te elegeu e te capacita, na ação do Ressuscitado que vive em nós. "Não fomos nós que escolhemos o Senhor, mas Ele nos escolheu primeiro" (Jo 15, 12-17). O Ministro de Deus é escolhido para fazer a vontade do Senhor e não a sua própria. No antigo testamento o homem não era templo do Espírito Santo. Esta condição se sermos morada de Deus foi conquistada graças à morte de Jesus na cruz. Apodere-se então dessa graça que Jesus conquistou por você. Cantar sem colocar o coração, sem ter intimidade com Espírito Santo, sem ministrar para si mesmo, é semelhante ao sino da igrejinha, que toca, toca, toca chamando o povo para a Missa, mas não entra no templo! Fonte Sacramusic.com Juliano Joaquim - Musico julianojoaquim@gmail.com

Quem quiser conhecer um pouco mais: Fones: (47) 9192-8413/ 91090102 (Diego/Maisa) e-mail: eternosadoradores@hotmail. com 16 > Diocese Informa Junho 2009


ENTREVISTA DOM ORLANDO BRANDES

Imagens da peregrinação das lideranças pastorais de Joinville para Aparecida, em 23 e 24 de maio

Foi um acontecimento corajoso e profético O presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família, da CNBB, e arcebispo de Londrina (PR), dom Orlando Brandes fez uma breve avaliação da Peregrinação Nacional da Família. Segundo o arcebispo, 130 mil pessoas estiveram presentes no Santuário Nacional de Aparecida, nos dias 23 e 24 de maio. Participaram da Peregrinação 26 bispos, 150 sacerdotes centenas de seminaristas e religiosos. Dom Orlando disse também ter sido importante a leitura do Manifesto em Favor da Família, pelo cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer. A Diocese de Joinville esteve presente com diversas caravanas, vindas de diversas paróquias . Foram momentos de emoção, alegria e de reflexão sob o olhar da Mãe Aparecida.

Como o senhor avalia a Peregrinação de Aparecida? Dom Orlando - "Foi um acontecimento corajoso. A homilia de dom Geraldo Lyrio veio acrescentar aspectos valiosos nesta Peregrinação, principalmente com relação aos valores da família. Da mesma forma, a leitura do Manifesto fez seu efeito e complementou as palavras presidente da CNBB", acrescentou o arcebispo. Dom Orlando destacou que a Peregrinação foi um momento iluminado e profético para a Igreja no Brasil. Presenciei vários momentos de reflexão, oração. O presidente da Comissão para a Vida e a Família disse ainda que vários parlamentares já se manifestaram e parabenizaram o evento. Por que a Igreja decidiu promover esta Peregrinação? Dom Orlando - A Igreja convocou esta Peregrinação Nacional em Favor da Família para pedir a proteção da Virgem Aparecida sobre todas as famílias brasileiras e para meditar sobre o bem precioso que é a família. O Papa Bento XVI, neste mesmo lugar no qual nos encontramos agora, disse ao inaugurar a V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe: "A família, patrimônio da humanidade, constitui um dos tesouros

mais importantes dos povos latino-americanos. Ela foi e é escola da fé, palestra de valores humanos e cívicos" (DI, 5). Queremos aprofundar estas palavras para compreender porque a família é o maior recurso para a pessoa e o maior recurso para a sociedade: para a pessoa, para que cresça no amor e no serviço ao bem de outros, para a sociedade, para que ela supere a violência e a corrupção e encontre os caminhos da paz. No próximo ano teremos a 2ª Peregrinação? Dom Orlando - "Ainda é cedo para pensar sobre o assunto, mas será avaliada e colocada em pauta pelos organizadores do evento. Fiquei contente por receber elogios e telefonemas de parlamentares, expressando alegria pelo êxito da Peregrinação. Isto é valioso e só reforça o compromisso com o seio familiar". Na opinião de dom Orlando Brandes, uma das etapas mais valiosas da Peregrinação foi o período de preparação. "Percebi a evangelização das pessoas quando preparavam o evento. Tudo foi pensado, houve palestras, a propaganda pelas cidades, como também a repercussão pelos meios de comunicação. Esta, sem dúvida, foi uma importante e profunda etapa evangelizadora".

"Foi uma experiência muito rica em todos os sentidos. Partilhamos momentos fortes de oração , intercessão por todas famílias. Reencontramos nossos bispos queridos: Dom Wagner e Dom Orlando e formamos uma comunidade unida, fraterna e alegre." Celso e Solenir Niehues – Comarca Sul

“Nós reforçamos o valor da família na vida cristã. Foi muito importante para nós, pois todos precisamos resgatar os valores e o respeito pelas pessoas com quem convivemos, além de nos tornarmos bons exemplos para nossos filhos." Valmor e Vera Lúcia Brumm, Amor Exigente Junho 2009 Diocese Informa < 17


&

FATOS FOTOS

Antialcoólica celebra 15 anos com passeio de barco Neste ano, a Pastoral Antialcoólica completa 15 anos. Para marcar esta data, ela realizou no dia 10 de maio um passeio com as mães no Barco Príncipe. Cerca de 300 pessoas, entre integrantes da Pastoral Antialcoólica de Joinville e convidados lotaram o barco e percorreram a baia da Babitonga até São Francisco do Sul.

Domingos e Luzia Domingos Pelis e Luzia Fagundes Pelis completaram 50 anos de casados, dia 2 de maio, em Jaraguá do Sul. Eles são da paróquia São Judas Tadeu, tem 5 filhos e 9 netos

15 anos de casados Janice Terezinha da Silva Pinto e Gerson Ferreira Pinto casaram-se em 14 de maio de 1994 na Igreja Nossa Senhora Aparecida, do bairro Canela, Paróquia Sagrado Coração de Jesus, em Pirabeiraba. Nesta comunidade nasceram e trabalham até hoje em vários grupos, movimentos e pastorais (jovens, casais, renovação, catequese, liturgia, coroinhas, acólitos). No dia 14 de maio completaram 15 anos de casados. Desta união nasceram Andrey (13 anos) e Gustavo (7 anos). Agradeço a Deus cada dia que passamos juntos, pois o nosso amor só aumenta.

Parabéns Dom Irineu Dom Irineu Scherer completa neste mês de junho dois anos a frente da Diocese de Joinville. Ele foi nomeado em 30 de junho de 2007 e empossado no dia 19 de agosto daquele mesmo ano. Também neste mês, no dia 20 de junho, ele completa 11 anos de sua sagração ao episcopado da Igreja Católica pelo papa João Paulo II.

Flor de Liz visita Lar Bethânia O grupo de Mães Flor de Liz, da Comunidade Santa Bárbara, pertencente a Paróquia Senhor Bom Jesus, em Joinville, comemorou no dia 24 de maio, três anos de fundação. Para marcar esta data passaram a tarde em companhia dos idosos do Lar Bethânia, em Joinville

CRONOGRAMA Junho Início 17-Jun 17-Jun 17-Jun 17-Jun 17-Jun 18-Jun 18-Jun 18-Jun 18-Jun 19-Jun 19-Jun 20-Jun 20-Jun 20-Jun 21-Jun 21-Jun 23-Jun 23-Jun 24-Jun 24-Jun 24-Jun 24-Jun 24-Jun 25-Jun 25-Jun 25-Jun 25-Jun 26-Jun 26-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 27-Jun 28-Jun 28-Jun 28-Jun

Fim

20-Jun

28-Jun

Hora 19h - 21h 19h30 8h30 - 17h 19h - 21h30 19h30

O que Reunião Mov. Regnum Christi Reunião Ceb´s Reunião Diocesana Pastoral da Saúde Curso de Libras Reunião Pascom Jlle Norte Festa Junina Pastoral da Juventude 19h30 Reunião p/Preparação Semana da Família 19h - 21h30 Escola Comarcal de Catequese Jlle Norte e Sul 19h30 EMIDI 19h -21h30 Reunião Coordenadores Grupo Oração e núcleo RCC 19h 3º Conselho Diocesano de Pastoral 13h30 - 22h Escola Diocesana de Comunicação 14h - 17h Reunião Com. Lumen - Leigas Consagradas Reunião Diocesana de Liturgia Encontro Diocesano Apostolado Oração c/Blumenau 14h - 17h Reunião CRB - Religiosas/os 8h30 Reunião Conselho Presbíteros 19h30 Conselho Comarcal de Pastoral - São Bento do Sul Conselho Comarcal de Pastoral - Jaraguá 19h30 Reunião Comarcal Grupos Reflexão Comarca Jlle Norte 19h - 21h30 Curso de Libras Reunião Comarcal Clero Sul Jlle 19h30 - 21h30 Reunão Comacal Grupos de Reflexão Jlle Sul Reunião Comarcal Clero Jaraguá 19h30 Reunião p/Preparação Semana da Família 19h30 - 21h15 Escola Comarcal de Catequese Jaraguá do Sul 19h30 EMIDI 19h30 Reunião Equipe Diocesana do Dizimo 19h Conselho Comarcal de Pastoral Mafra Fórum de Assessores Pastoral da Juventude 14h - 17h Concentração Comarcal Grupos Reflexão Jlle Sul 8h - 12h Conselho Comarcal de Pastoral - Jlle Sul 14h - 19h Escola Diocesana de Liturgia 8h - 12h Escola Vocacional - Serv. Animação Vocacional 8h-11h Conselho Comarcal de Pastoral Jlle Norte 13h - 18h Reunião Comarcal Pastoral da Saúde 14h Formação RCC 8h - 12h Ecumenismo Formação Comarcal Ministros/as Jlle Sul 13h30 - 17h Escola Ministerial - Emidi - Com. São Bento do Sul 8h - 17h Encontro Diocesano da Pastoral Carcerária

18 > Diocese Informa Junho 2009

Onde Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral a definir Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral São Bento do Sul Arena Jaraguá Creche Conde Modesto Leal/Jlle Centro Diocesano de Pastoral Oxford - São Bento do Sul a definir Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Par. S.José Operário - Jlle Santuário S.C.J. - Bucarein -Jlle Par. S. Fco de Assis - Jaraguá Centro Diocesano de Pastoral Par. Senhor B. Jesus - Guaramirim Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Par. São José - Mafra a definir Catedral - Jlle Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Par. N.Sra. Imac. Conceição/Boa Vista Par. São Sebastião/Jaraguá do Sul São Francisco do Sul Centro Diocesano de Pastoral a definir Campo Alegre Jaraguá do Sul

28-Jun 28-Jun 30-Jun

9h

Concentração Comarcal Grupos de Reflexão Mafra Encerramento Ano Paulino - Jaraguá Reunião Diocesana Apostolado da Oração

Par. N.Sra. das Graças - Mafra Par. S. Sebastião/Jaraguá Mafra

Julho Início 1-Jul 1-Jul 1-Jul 2-Jul 2-Jul 3-Jul 3-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 4-Jul 5-Jul 7-Jul 7-Jul 8-Jul 8-Jul 8-Jul 8-Jul 8-Jul 8-Jul 8-Jul 9-Jul 9-Jul 9-Jul 10-Jul 10-Jul 11-Jul 11-Jul 11-Jul 11-Jul 13-Jul 14-Jul 14-Jul 15-Jul 15-Jul

Fim

5-Jul

6-Jul

11-Jul

10-Jul

16-Jul

Hora 19h30 19h - 21h30

O que Reunião Assessores Grupos Bíblicos de Reflexão Curso de Libras Reunião Comarcal Pastoral da Saúde - Mafra 19h30 Reunião p/Preparação Semana da Família 19h30 Reunião Pastoral do Canto Litúrgico 13h30 Reunião Equipe Diocesana de Catequese 18h Escola Diocesana de Catequese 14h Reunião Comarcal Apostolado Oração - S.Bento Sul 8h -12h Escola de Fé e Doutrina Social da Igreja 8h Reunião Conselho Diocesano RCC 13h30 - 21h Escola de Dança Sacra 15h - 18h Encontro Palavra de Vida- Mov. Focolares 9h Reunião Diáconos 13h30 - 17h Escola Comarcal de Catequese Mafra 19h Retiro Diocesano Inaciano 8h - 16h Encontro Infância e Adolescencia Missionaria 14h - 17h Reunião Comarcal da Pastoral Pessoa Idosa 8h Reunião Comarcal Clero Jlle Norte Congresso Nacional RCC 19h Reunião Comarcal Pastoral Carcerária 9h - 17h30 Reunião Equipe Executiva Pastoral Saúde 19h30 Reunião Equipe Diocesana Grupos de Reflexão 19h - 21h Reunião Comarcal Catequese Jlle Norte e Sul 19h - 21h30 Curso de Libras 19h30 Reunião Pascom Jlle Norte 19h30 Reunião p/Preparação Semana da Família 19h Reunião Pascom Jlle Sul Conselho Regional de Pastoral 14h - 17h30 Reunião Comarcal Pastoral da Saúde - Jlle Sul 19h30 - 21h30 Reunião Comarcal Catequese São Bento Sul 8h30 - 17h Assembléia Diocesana da Pastoral da Criança 14h Formação Ministério Pregação RCC 8h30 Reunião Diocesana Grupos Bíblicos de Reflexão Reunião Comarcal Pastoral da Saúde 14h - 17h Assembléia da Associação Clero Diocesano 8h Curso Diocesano do Clero Formação Comarcal Grupos Reflexão São Bento Sul 19h30 Reunião Ceb´s 19h - 21h30 Curso de Libras

Onde Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Mafra Centro Diocesano de Pastoral Santuário S.C.J. - Bucarein -Jlle Casa Formação SCJ - Jaraguá Sul Casa Formação SCJ - Jaraguá Sul Campo Alegre Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Escola Germano Timm/Jlle Par. N.S. Perpétuo Socorro/Costa Silva Par. São José - Mafra Centro Diocesano de Pastoral Par. N.S. Perpétuo Socorro/Costa Silva Centro Diocesano de Pastoral Par. São Sebastião - Iririú-Jlle Aparecida - SP Casa Pastoral - R. São Paulo - Jlle Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Rio do Sul Centro Diocesano de Pastoral Rio Negrinho Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral Joinville Sul São Bento do Sul a definir Casa Formação Vila Nova - Jlle São Bento do Sul Centro Diocesano de Pastoral Centro Diocesano de Pastoral


SERVIÇO

DIREITOS HUMANOS

Enchentes

JAIRO COSTA CD "MENSAGENS E ORAÇÕES DE PODER" Adquira este novo CD pelos telefones: (47) 3444-3602 / 9926-5566

Missa em Guamiranga 20/06/09 - 19 horas Missa na Catedral em Joinville 21/06/09 - 19 horas Missa na Perpétuo Socorro - Costa e SIlva 27/09/09 - 19 horas

O Centro dos Direitos Humanos de Joinville, juntamente com a ABONG – Associação Brasileira de ONG’s e a OXFAM (agência de cooperação internacional) está implementando o Projeto SOS Comunidade com o objetivo de monitorar as políticas de atendimento e recuperação Dra. Cynthia Maria das áreas atingidas pelas enchentes no Pinto da Luz mês de novembro de 2008, como forma vice-presidente do CMDH de contribuir na organização das comunidades e no processo de reconstrução das condições básicas de vida nestas comunidades. Passados seis meses o quadro da tragédia confirma que na região do Vale do Itajaí e no norte do estado os problemas ainda são muitos. Em Blumenau, mais de 500 pessoas ainda residem em abrigos e a pressão para encontrar uma solução definitiva para a situação continua. O governo brasileiro prometeu liberar emergencialmente R$ 1,2 bilhões de reais para a reconstrução das cidades. Metade destes recursos, cerca de R$ 600 milhões de reais seriam para a reconstrução das estradas e pontes. Cerca de 300 milhões para a reconstrução do Porto de Itajaí, um dos maiores do país A única certeza e porta de saída de quase toda a que todos economia de Santa Catarina. Restariam R$ 300 milhões para a reconspossuem é que trução de cerca de 12 mil casas novas e para a reforma de outras 30 o caminho de mil casas que não foram completareconstrução mente destruídas. Estes recursos, no entanto, cheserá longo e gam a passos lentos. Existem muitas deverá reclamações por parte das famílias atingidas, especialmente diante da abranger várias falta de perspectivas a médio prazo. áreas A única certeza que todos possuem é que o caminho de reconstrueconômicas, ção será longo e deverá abranger várias áreas econômicas, sociais e sociais e ambientais. Por isso, é necessário um ambientais. processo de organização e mobilização das comunidades, para que as necessidades das pessoas atingidas não caiam no esquecimento. Muitos recordam as vítimas do furacão Katrina que até hoje não puderam reconstruir suas vidas e temem que isso possa acontecer com elas. Outra preocupação é com a destinação dos vultosos recursos prometidos. A legislação brasileira permite a não realização de processos licitatórios quando de catástrofes e tragédias e, certamente, estes dispositivos legais serão utilizados para a aplicação destes recursos, o que sem controle social poderá representar o desvio de verbas públicas. Assim, a estratégia do Projeto SOS Comunidade do Vale Itajaí é de organizar as comunidades em comitês locais, estadual e fóruns de debate com a tarefa principal de fiscalizar e acompanhar as ações de reconstrução, promovendo a organização comunitária. O Centro dos Direitos Humanos está realizando um diagnóstico nas cidades pólo: Itajaí, Blumenau, Brusque e Joinville. O levantamento de dados indicará os pontos críticos e alavancará o processo de organização social. As famílias que estiverem com problemas podem procurar a entidade. Junho 2009 Diocese Informa < 19


ESPECIAL

Centenário de Dom Helder Câmara "É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas graça das graças é não desistir nunca." (Dom Helder Câmara) No ano do centenário de nascimento de Dom Helder Câmara várias manifestações em homenagem a esse ilustre pastor, vem acontecendo em todo o Brasil. É imprescindível que a igreja e a sociedade lhe renda homenagem e faça memória de sua vida, um homem santo que foi além das fronteiras das religiões, tornando-se uma referência para tantos quantos o conheceram, pessoalmente ou não. Acolhia a todos, de maneira indistinta, não importando a sua religião, cor ou raça. Helder Pessoa Câmara nasceu em Fortaleza (CE), no dia 7 de fevereiro de 1909. Com 22 anos, foi ordenado presbítero em Fortaleza e, no dia 20 de abril de 1952, foi ordenado bispo auxiliar do Rio de Janeiro. Ajudou a criar a Conferência Nacional

dos Bispos do Brasil, em 1952, e o Conselho Episcopal Latino-americano (Celam), em 1955. Em 1956, fundou a Cruzada de São Sebastião cujo objetivo era construir morada digna para os favelados. "A fome dos outros condena a civilização dos que não têm fome". (Dom Helder Câmara). Teve atuação destacada durante o Concílio Vaticano II. Em 1964, torna-se arcebispo de Olinda-Recife (PE) até tornar-se emérito em 1985. Durante o regime militar no Brasil, dom Helder se destaca pela sua posição firme contra a ditadura. Empreendeu muitas viagens no exterior onde denunciava a tortura que se praticava no Brasil. A censura chegou a proibir a imprensa de publicar qualquer pronunciamento de dom Helder. Viveu intensamente seus 90 anos, com uma

vida pautada na simplicidade, humildade, serenidade e, acima de tudo, no Evangelho. Faleceu no dia 27 de agosto de 1999. "Dom da Paz, Dom do Amor, Dom da Sabedoria, Dom da Vida. Qual seja o título que lhe atribuam, só irão comprovar que a sua sabedoria e sua experiência de vida são inigualáveis. "Quando dou de comer aos pobres, chamam-me santo, quando respondo porque é que os pobres têm fome - chamam-me comunista": foi assim que dom Helder resumiu suas dificuldades com as autoridades políticas e religiosas. Dom Helder Câmara. Rogai por nós! Dulce Frasseto, Animadora Diocesana das CEBs.

MARIÁPOLIS 2009 transforma Joinville na “Cidade de Maria” Par ticiparam 281 pessoas, dos quais uns 40% vindos pela primeira vez, provenientes de várias cidades do estado, também uma representação dos estados do Rio Grande do Sul e Paraná. A presença das crianças, e alegre grupo de adolescentes e jovens deram à Mariápolis uma característica singular de família, com tudo que comporta espontaneidade, autenticidade, barulho, mas acima de tudo, o entusiasmo típico dessas idades. "Mamãe, quero ficar aqui para sempre!" Essa foi a afirmação, no terceiro dia, do Matheus que tem somente 4 anos, da cidade de Blumenau que veio pela primeira vez na Mariápolis com seus pais . Sabemos bem o que significa a expressão dessa criança! 20 > Diocese Informa Junho 2009

Participação da juventude e a intensa convivência fraterna marcaram o encontro, inédito em Joinville

Esta participação da juventude contribuiu muito para que a "Cidade de Maria" se tornasse mais alegre e viva, testemunhando um pequeno esboço de uma sociedade nova.

Foram dias de intensa convivência fraterna, um mergulho na Espiritualidade da Unidade, carisma que anima o Movimento dos Focolares. O tema central foi "Uma nova cultura: res-

posta aos desafios de hoje". Os participantes através da meditação sobre "Deus Amor", a "Sabedoria" e a "Palavra" e constante partilhas em pequenos e também no grande grupo, puderam

fazer um encontro profundo com Deus e com os irmãos. Foi possível experimentar o mundo fraterno, vivendo o Evangelho, sendo o Amor. Todos os participantes descobriram o valor da unidade experimentada pela presença de Jesus no meio ("onde dois ou mais" – Mt 18,20), e partiram com o desejo de levar esta vida de amor fraterno para as pessoas do seu convívio e nas suas cidades gerando uma nova cultura da Fraternidade. Agradecemos todo o apoio da Diocese de Joinville, a divulgação do Jornal Diocese Informa e convidamos para o Pós Mariápolis que acontecerá no dia 7 de junho no Seminário Divino Espírito Santo das 9 às 16 horas. Informações: 3434-5207 e 9974-2470 c/ Mirian

Jornal Diocese Informa  

Informativo mensal da Diocese de Joinville/SC

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you