Page 1

BAURU e LINS

Jornal da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia || Bauru (SP) e Lins (SP)

DESTAQUE: “Festa da Ciência” de Bauru bate recorde de público e se consolida

outubro 2016

Ministro Gilberto Kassab esteve em Bauru e recebeu exemplar do livro da SNCT 2016 PÁG. 2

Mesa-redonda contou com representante da ONU PÁG. 4

SNCT abre espaço para participação de indígenas PÁG. 5

C&T EM LINS

A participação da cidade Lins se consolida na programação regional da SNCT. Destaque para o aumento das atividades e do público participante PÁG. 8

SIMPÓSIO

Edição 2016 teve como destaque a realização de um Simpósio com a participação de pesquisadores, agentes públicos e instituições de ensino PÁG. 5


2

outubro 2016

EDITORIAL 13 anos de crescimento e prestígio em Bauru Quem acompanhou as dinâmicas da Semana Nacional de Ciência & Tecnologia (SNCT) organizada em Bauru pode compravar o crescimento do evento tanto em quantidade de atividades oferecidas, quanto em público e parcerias formadas. O evento, gratuito e aberto ao público em geral, trouxe em 2016 como tema geral “Ciência Alimentando o Brasil”, baseado na decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que proclamou 2016 como o Ano Internacional da Leguminosas (AIL). Nesse ano, conseguimos integrar a Semana de forma regional com a participação dos municípios de Avaí, Cabrália Paulista, Bauru e Lins e no âmbito estadual através do concurso: Mobilizando Conhecimento para Alimentar o Brasil, que possibilitou a participação de alunos e professores de Etecs e Fatecs do Centro Paula Souza de aproximadamente 100 municípios paulistas. Fomos além e conseguimos tornar o evento internacional com a presença de pesquisadores de renomadas instituições internacionais. Também garantimos a difusão, a popularização e a disseminação do conhecimento científico e tecnológico para toda a comunidade, fazendo com ela se integrasse a nossa programação; destacando a participação das comunidades rurais e quilombolas, das aldeias indígenas e dos movimentos sociais. O destaque da edição deste ano ficou para a realização do Simpósio Ciência , Tecnologia e Sociedade: Mobilizar o Conhecimento para Alimentar o Brasil. A edição 2016 ainda confirmou ações importantes para esse momento de reflexão e que já se consolidaram na programação da SNCT; tais como a “Festa da Ciência de Bauru”, feira interativa promovida pela comunidade científica; o “Ciência Vai à Escola”, com uma série de palestras de pesquisadores em escolas da rede pública; e o “Ciência Tour”, visitas monitoradas de alunos da educação básica a universidades e institutos de pesquisas. A “Festa da Ciência” bateu o recorde com o númetro expressivo de 76 estandes, montados por 28 parceiros da comunidade científica de Bauru, tais como universidades, centros de formação e repartições públicas; além dos mais de três estudantes e prefessores das redes municpal e estadual que puderam intergir com a Ciência durante toda a Semana. Assim como na edição de 2015, em parceria com o Jornal da Cidade de Bauru, foi produzido livro especial denominado “JC na Escola”. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 contou com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), da Associação Bauruense de Ciência e Tecnologia (ABCT), Abigraf, FOB/USP, Jornal da Cidade, Centrinho/USP, UNESP/Bauru, IPMET, UNIP, USC, UNIESP, ITE, SESI, SENAC, SENAI, Fatec Bauru, Fatec Botucatu, Etec Astor de Mattos Carvalho de Cabrália Paulista, Etec Rodrigues de Abreu, FIB/Bauru, Empresa Piso Seguro, Secretarias Estadual e Municipal da Educação, Instituto Lauro de Souza Lima, Prefeitura Municipal de Bauru, SEMMA, Secretaria da Cultura, Jardim Botânico, Zoológico, SAGRA, mídia local e entidades e autarquias públicas e privadas.

Ministro Kassab esteve em Bauru O Ministro Gibelto Kassab do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações esteve em Bauru logo após a realização da SNCT. O coordenador local, Lourenço magnoni Júnior, recepcionou o político e entregou um exemplar do livro JC na Escola: Ciência Alimentando o Brasil. Gilberto Kassab garantiu que em 2017 a SNCT será realizada e ampliada em todo país.

Ciência, Tecnologia e Inovação foram até às escolas Atividades reuniram estudantes, professores e pesquisadores de Bauru e região

A

semana de 17 a 21 de outubro foi agitada para os estudantes e professores da Rede Básica Municipal e Estadual de Bauru. A 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tenologia (SNCT) propiciou momentos de trocas e integração com a comunidade científica da cidade. Nesse ano, serão mais de 30 palestras e mais de 120 viagens de ônibus para levar os estudantes das redes municipal e estadual para as instituições de ensino e pesquisa de Bauru. Em uma das etapas da SNCT, as escolas foram palco para a presença de pesquisadores que levaram um pouco de seu conheciemnto ao dia-dia escolar. Com o “Ciência vai à escola”, mais de 400 alunos puderam participar de dinâmicas que foram realizadas pelos parceiros da Semana em suas escolas. Os estudantes da EE Antonio Ferreira de Menezes, do Jardim Petrópolis, receberam a visita do SENAI Bauru para uma atividade de formação, enquanto os estudantes da EE Stela Machado, da Vila Pacífico, acompanharam a palestra sobre “ Agrometeorologia” oferecida pelos pesquisadores da Unesp, por exemplo. Além dessa instituição, universidades, como a Unesp e a Unip, também abriram as portas para a visitação.

EXPEDIENTE

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - Região de Bauru Coordenação: Prof. Dr. Lourenço Magnoni Junior, Editores: Prof. Dr. Lourenço Magnoni Junior, Prof. Dr. Oswaldo Massambani Profª Drª. Maria da Graça Mello Magnoni Prof. Ms. Wellington dos Santos Figueiredo Jornalista Resp.: Giovani Vieira Miranda MTB: 76.831 Tiragem: publicação online

Jornal de divulgação das atividades da programação da 13ª edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - Região de Bauru do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).


outubro 2016

3

Novidade na Semana, Simpósio reuniu pesquisadores, estudantes e comunidade A novidade da edição deste ano da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia da região de Bauru foi a realização do Simpósio Ciência , Tecnologia e Sociedade: Mobilizar o Conhecimento para Alimentar o Brasil. A atividade realizada nos três primeiros dias da SNCT contou com a participação de palestrantes alunos e professores de ensino técnico de nível médio, de graduação/pós-graduação, pesquisadores e profissionais de empresas públicas e privadas, profissionais envolvidos com a dinâmica produtiva do grande agronegócio, da agricultura orgânica, familiar, de proximidades e da agroecologia, lideranças rurais, lideranças indígenas e do Movimento dos Trabalha-

dores Rurais Sem Terra/assentados (MST), de sindicatos de trabalhadores/patronais rurais. O objetivo das mesas eram o de possibilitar discussão e reflexão multidisciplinares, além de trazer diferentes olhares sobre o presente e o futuro da agropecuária brasileira. “O Simpósio se consolidou com um momento para a difusão do conhecimento. Foi cumprido com êxito o objetivo principal de motivar alunos e professores e aproximar as instituições de ensino em prol da ciência, inovação e tecnologia”, comenta Lourenço Magnoni Júnior, professor do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza e coordenador da SNCT da região de Bauru.

Distrito de Tibiriçá Abertura de Simpósio também recebeu atividades discutiu a importância do Simpósio do Ensino Técnico Agrícola Cerimônia e mesa de abertura foram reali- Mesa sobre Agricultura Familiar contou zadas na ETEc de Cabrália Paulista com a presença de estudantes e produtores

A

cerimônia de abertura do Simpósio Ciência , Tecnologia e Sociedade: Mobilizar o Conhecimento para Alimentar o Brasil foi realizada na Escola Técnica acontece a partir das 9h com a mesa redonda “A importância do Ensino Técnico Agrícola de nível médio para o aprimoramento da assistência técnica no campo brasileiro” na ETec de Cabrália Paulista. Vão participar das atividades o Secretário de Agricultura e Abastecimento de Bauru, Antonio Francisco Maia, o Diretor do Escritório de Desenvolvimento Regional, Marco Aurélio Parolin, o coordenador do Projeto Cooperativa-Escola Centro Paula Souza, e com a mediação da Profa. Gláucia Rachel Castro da ETec de Cabrália Paulista.

N

o período da tarde do primeiro dia do Simpósio, foi realizada a mesa de discussão “Desafios e Possibilidades da Agricultura Familiar” no Centro Rural de Tibiriçá. A mediação dos trabalhos foi realizado pelo Secretário da SAGRA, Antonio Francisco Maia, com participação da pesquisadora da APTA Regional, Elisângela Torres, do pesquisador da EMBRAPA, Fábio Cesar da Silva, do diretor da SAGRA Bauru, João Carlos Benício, e do Diretor do Escritório de Desenvolvimento Regional, Marco Aurélio Parolin.


outubro 2016

O

4

Atividades do Simpósio também foram realizadas em aldeia indígena de Avaí

segundo dia da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) de Bauru foi realizado na Escola da Aldeia Indígena Kopenoti, na Terra Indígena de Araribá, na cidade vizinha de Avaí. A mesa-redonda com a temática “Cultura Alimentar Indígena: terra, trabalho e resistência” contou com a presença de David Henrique da Silva, professor da Escola Estadual da Aldeia Indígena Ekeruá, do prof. Edenilson Sebastião, o Chicão Terena, cacique da Aldeia Kopenoti, dos professores indígenas Irineu Sebastião e Moisés Araújo Machado, e do presidente do Sindicato dos Professores de Bauru, Sebastião Clementino da Silva. A discussão será mediada pela Profa. Dra. Maria da Graça Magnoni do câmpus de Bauru da Unesp.

Quatro mesas redondas encerraram programação do terceiro dia do Simpósio

N

o terceiro dia do Simpósio Ciência, Tecnologia e Sociedade: Mobilizar o Conhecimento para Alimentar o Brasil foi a vez do câmpus da Unesp receber as mesas de discussões sobre o tema do evento: “Ciência Alimentando o Brasil”. A mesa de abertura ocorreu pela manhã com o tema “Ciência, Tecnologia e Sociedade: Mobilizar o Conhecimento para Alimentar o Brasil”. Participaram da atividade o Prof. Dr. Oswaldo Massambani, diretor da Agência de Inovação INOVA Paula Souza, e o Dr. Wilson Tadeu Lopes da Silva, pesquisador e chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Instrumentação de São Carlos - SP. A mesa-redonda contou com a mediação do Secretário da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Bauru (SAGRA), Antonio Francisco Maia. Ainda pela manhã, aconteceu a mesa “Aprimoramento da Cadeia Produtiva da Agropecuária Brasileira” com a presença dos pesquisadores Dr. Marcos Davi Ferreira, da Embrapa Instrumentação de São Carlos – SP e Unesp/Botucatu, Raquel Nakazato Pinotti, da APTA Regional de Bauru, e Drª. Silvia Maria Massruhá, da Embrapa Informática Agropecuária. A mediação da mesa será de Marco Aurélio Parolin, engenheiro agrônomo da CATI. No período da tarde, ocorreu a mesa “As Alterações Climáticas e sua Interferência no Meio Rural”. A atividade contou com a presença de David Stevens, representante da ONU no Brasil, dos pesquisadores Glauber José Gava, da APTA Jaú, João Carlos Saad, diretor da Faculdades de Ciências Agronômicas do câmpus da Unesp de Botucatu, e Rodrigo Manzione, professor da Unesp de Ourinhos. De acordo com o representante da ONU, o evento configurou-se em um marco para um ciclo de debates fundamentais para pensar o presente e o futuro do país. “Temos que refletir sobre fenômenos como o aquecimento global, as mudanças climáticas e a redução do risco de desastres, tendo como fio condutor a educação, a ciência, a tecnologia e a inovação como importantes instrumentos para se efetivar a adaptação a estes fenômenos naturais, no meio rural e urbano, no decorrer do século XXI”, afirmou. Para o Diretor do Centro de Excelência para a Redução do Risco de Desastres da ONU no Brasil, se os governos não elaborarem planos de ação nacionais, estaduais e municipais nos próximos 30 anos, haverá escassez de alimentos, porque a agricultura também é afetada pelas alterações climáticas e pelas catástrofes ambientais. A última atividade do dia tratou do tema “Gestão Sustentável da Produção Agropecuária” com a mediação de João Carlos Benício, representante da SAGRA. Participaram da mesa-redonda os professores João Antonio Savedra, representante do Ministério da Casa Civil, do pesquisador da Embrapa Informática Agropecuária, Dr. Fábio Cesar da Silva, do Cacique Chicão Terena da Terra Indígena de Araribá.

David Stevens, representante da ONU


5

outubro 2016

“Festa da Ciência” se consagra como importante evento de popularização da C&T da região

O

Edição 2016 chamou a atenção pelo aumento do público visitante

recinto de exposições Mello Moraes de Bautru ficou pequeno para o público que acompanhou o encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A edição 2016 da Festa da Ciência se consolidou como um dos principais eventos de popularização da Ciência da região de Bauru. A feira interativa contou com mais de 70 estandes montados por 28 parceiros da comunidade científica de Bauru, entre eles faculdades, universidades, centros de formação e repartições públicas. Assim como em 2015, a atividade foi realizada no último dia da Sermana no Recinto de exposições Mello Moraes em Bauru. O visitante pode participar de atividades e experimentos

científicos, educativos e interativos sobre as mais diversas áreas do conhecimento: física, química, matemática, saúde, astronomia, biologia, design, engenharia, meteorologia, comunicação, mecânica, meio ambiente, aeronáutica, e medicina. Para o coordenador local da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, o prof. Dr. Lourenço Magnoni Jr., a “Festa da Ciência“ se destaca na programação por promover a difusão da ciência, tecnologia e inovação. “Mais uma vez, mostramos que é possível popularizar a Ciência e a Tecnologia. O sucesso da Festa da Ciência comprova que esse é um evento que veio para se consolidar no calendário de atividade da cidade”, destaca.

SNCT valorizou culturas tradicionais da região

U

m dos destaques do encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Bauru foi a apresentação dos indígenas da Aldeia Kopenoti da Terra Indígena de Araribá da cidade de Avaí. As crianças se reuniram no pátio externo do Recinto Mello de Moraes e encantaram o público presente com a dança tradicional denominda “Dança do Bate Pau”. De acordo com o cacique Chicão Terena, a dança tem origem na comemoração das vitórias nas guerras dos indígenas da cultura Terena. “Essa é uma das formas de nós mantermos a nossa tradição. Desde pequenos, as crianças são apresentadas aos costumes de nossos antepassados e aprender a importância de valorizar sua origem e cultura”, destacaou o indígena. Ao som de uma música viva e alegre, ao toque de tambor e som de flauta em ritmo crescente, os participantes tem seus pares definidos para que os bastões de bambu possam bater uns nos outros. O final da dança é marcado pela reunião dos indígenas em circulo e a união das taquaras, sobre as quais é colocado um guerreiro, que é então erguido e ovacionado.

Coordenação realizou lançamento de livro impresso

D

urante a “Festa da Ciência 2016”, a coordenação local da SNCT realizou o lançamento de um livro impresso com artigos técnico-científicos sobre o tema “Ciência Alimentando o Brasil”, o mesmo da edição 2016 da Semana. A publicação também contou com ilustrações de estudantes da Rede Pública. Uma nova edição online está sendo organizada pelo Conselho Editorial da Semana. A publicação, distribuída em mais de 2703 exemplares, foi organizada em parceria com o MCTI, o Jornal da Cidade de Bauru, a Agência de Inovação INOVA Paula Souza do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, a Estratégia Internacional para Redução de Desastres da Organização das Nações Unidas (ONU) e a Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção Bauru.


6

outubro 2016

Cliques da SNTC em Bauru (SP)


outubro 2016

Cliques da SNTC em Bauru (SP)

7


outubro 2016

A

SNCT também se consolida em Lins

segunda edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia na cidade de Lins mostrou crescimento. Neste ano, também foram realizadas as edições do “Ciência Vai à Escola“, com estudantes, professores e profissonais visitando as escolas da Rede Público para ofertas atividades práticas, do “Ciência Tour”, com os estudantes visitando instituições de ensino da cidade, além da “Festa da Ciência” já realizada no ano passado. Todas as atividades tiveram como objetivo difundir

e popularizar a ciência e promover a interação dos jovens. Para Adriana Monteiro Piromali Guarizo, dirigente regional de ensino presente na cerimônia de abertura da “Festa da Ciência”, a cidade de Lins tem tudo para se tornar um polo regional de Ciência e Tecnologia. “A segunda edição da SNCT comprova que o município abraçou a causa e demonstra o potencial de Lins em apresentar conteúdos e atividades para a popularização da Ciência”, comentou a dirigente.

Festa da Ciência empolga e atrai grande público

A

ssim como ocorreu em Bauru, o encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Lins aconteceu com a realização da “Festa da Ciência”. A segunda edição da feira ocorreu em 20 de outubro no UniSALESIANO. O evento mobilizou várias instituições de ensino, que expuseram seus projetos científicos para os alunos da educação infantil e ensino médio de toda a região. Foram mais de 30 estandes na área interna e externa, montados por parceiros da comunidade científica de Lins e região, entre eles faculdades, universidades, centros de formação e repartições públicas. Estavam presentes instituições como Fatec, Unilins, Etec Lins, Etec Cafelândia, Diretoria de

Ensino, Secretaria Municipal de Educação e Sabesp. Representantes da prefeitura e câmara municipal de Lins também prestigiaram o evento. O visitante pode participar de atividades e experimentos científicos, educativos e interativos sobre as mais diversas áreas do conhecimento: física, química, matemática, saúde, astronomia, biologia, design, engenharia, meteorologia, comunicação, mecânica, meio ambiente, aeronáutica, e medicina.. “Eu gostei de tudo que vi. Foi uma experiência muito positiva ter participado da feira”, comentou a estudantes Laís Moreira Leites, 14, que esteve na Festa da Ciência juntamente com toda a sua turma

Estudantes aprovaram exposições de trabalhos

Espaço foi movimentado durante todo o dia com a presença de alunos da região A quadra da UniSalesiano ficou pequena para tanto visitante. A Festa da Ciência de Lins movimentou a região e os estudantes visitantes fizeram questão de apreciar cada um dos estandes montados. Durante o evento, era possível medir a pressão arterial, fazer um tour por um museu de antiguidades da comunicação, conhecer protótipos de robos e maquetes. “Eu mais gostei das experiência realizadas com robôs. Foi muito interessante poder ver de perto como que é feita a

programação para o funcionamento de um deles”, destacou o estudante Rafael Arcângelo, 12. Já Maria Luiza, 15, gostou de conhecer objetos que contam a nossa história. “Eu achei incrível o museu da comunicação. A gente sempre ouve dizer que no passado as coisas eram diferente, mas nunca temos a oportunidade de ver de perto como eram. E aqui eu pude ver vários desses objetos que foram usados pelos nossos antepassados”, destacou a estudante.

8


9

outubro 2016

Cliques da SNTC em Lins (SP)


outubro 2016

Cliques da SNTC em Lins (SP)

10


outubro 2016

SNCT foi destaque na mídia regional

A

edição 2016 foi também destaque na mídia da cidade e da região. Antes, diurante e depois do evento, a repercussão nos jornais, programas de tv e na internet foram intensas. Assim como em 2015, a coordenação local investiu na produção de conteúdo exclusivo para as redes sociais por meio de uma página na rede social Facebook. Já neste ano, a novidade ficou para a produção de um blogue (https://semanactbauru. wordpress.com/) com produção exclusiva e repercursão daquilo que era noticiado pela imprensa. Todos os dias, a assessoria de imprensa enviou releases sobre a programação das atividades e esteve à disposição para atender a mídia. Com isso, a coordenação local da SNCT de Bauru e região assegurou a ampla divulgação das atividades para toda a comunidade.

ALGUMAS MANCHETES Representante da ONU participa da Semana de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/wuBChS Mais de 400 estudantes de Bauru participam de atividades da SNCT nesta quarta - https://goo.gl/08oDVt Representante da ONU, quilombolas, indígenas e pesquisadores participam do terceiro dia da SNCT - https://goo.gl/oK7hBO SENAI participa da SNCT - https://goo.gl/1YrFS5 IPMet na Festa da Ciência em Bauru - https://goo.gl/9Ke2Nv Bauru e Lins recebem programação da Semana de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/5Q1T9b Prefeitura de Bauru participa da SNCT - https://goo.gl/6xlFSg Bauru e Lins recebem programação da Semana de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/MwHQEg Aldeia Indígena de Avaí recebe programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/AzGMVA 13ª Semana de Ciência e Tecnologia começou - https://goo.gl/JF3zSv Semana de Ciência começa nesta segunda - https://goo.gl/d7OIVI Semana Nacional de Ciência e Tecnlogia começa nesta segunda - https://goo.gl/IqL66z Contagem regressiva para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/2cZB4P 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa nesta segunda - https://goo.gl/MWJYK8 USC participou da 13ª Festa da Ciência - https://goo.gl/WUt9ap Jogo ensina combate à dengue em Feira de Ciência e Tecnologia https://goo.gl/iOQ1Yf Alunos criam carro que é movido a água - https://goo.gl/2jk1jE Alterações climáticas podem provocar escassez de alimentos em futuro breve - https://goo.gl/QB6RCW Alunos de escola municipal participam de atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia - https://goo.gl/qeM9xa Semana de Ciência e Tecnologia leva alunos para conhecer Senai em Bauru - https://goo.gl/m1DZ4K

13

Jornal da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia Região de Bauru 2016  

Jornal da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia Região de Bauru 2016