Page 1

Não deverás ser tratado de forma diferente ou seres privado dos teus direitos por causa da tua raça, cor, sexo, língua, religião ou opinião política. Os teus direitos devem ser respeitados quer sejas rico ou pobre, e onde quer que tenhas nascido.

(versão simplificada)

Artigo nº2 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Tens os mesmos direitos humanos que qualquer outra pessoa no mundo, porque és um ser humano. Estes direitos não te podem ser retirados. Todas as pessoas, quem quer que sejam ou onde quer que vivam, devem ser tratadas com dignidade.

(versão simplificada)

Artigo nº1 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de viver, e de viver livre e em segurança.

(versão simplificada)

Artigo nº3 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Ninguém tem o direito de fazer-te seu escravo e não podes fazer de ninguém teu escravo. A escravatura é um crime.

(versão simplificada)

Artigo nº4 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Ninguém tem o direito de te torturar, isto é, de te fazer mal. Ninguém deverá sofrer tratamentos ou penas cruéis.

Artigo nº5 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948 (versão simplificada)

Qualquer pessoa deve ser tratada com um ser humano perante a lei.

(versão simplificada)

Artigo nº6 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


(versão simplificada)

Artigo nº7 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Deves ser protegido pela lei da mesma maneira, em todo o lado e como toda a gente.

(versão simplificada)

Artigo nº8 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Podes pedir a protecção da justiça quando os direitos que o teu país te reconhece não forem respeitados.


Ninguém tem o direito de te pôr na prisão, de manter-te lá ou de te expulsar do teu país injustamente ou sem razão.

(versão simplificada)

Artigo nº9 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Se fores acusado de algum crime, tens o direito a um julgamento justo e público. Os que te julgarem não devem estar sujeitos a qualquer influência.

Guantanamo Bay

(versão simplificada)

Artigo nº10 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Deves ser considerado inocente enquanto não se provar que és culpado. Ao seres acusado de uma infracção, deves ter sempre o direito de te defender. Ninguém tem o direito de te condenar nem de te castigar por qualquer coisa que não fizeste.

(versão simplificada)

Artigo nº11 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Tens o direito de pedir para ser protegido se alguém quiser manchar a tua reputação, entrar na tua casa, abrir as tuas cartas, importunar-te ou importunar a tua família sem razão.

(versão simplificada)

Artigo nº12 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Muro de Berlim

Tens o direito de te deslocares como quiseres no teu país. Tens o direito de deixar o teu país para ir a outro e deves poder regressar se o quiseres.

(versão simplificada)

Artigo nº13 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Se fores forçado a sair do teu país por os teus direitos estarem a ser violados, tens o direito de ir para outro país e pedir-lhe que te proteja. Perdes este direito se praticaste algum crime ou se tu próprio não respeitas o que está escrito na Declaração.

Campo de refugiados em Darfur

(versão simplificada)

Artigo nº14 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de ser tratado como um cidadão do teu país e ninguém te pode impedir, sem razão, de mudar de nacionalidade se tu o quiseres.

(versão simplificada)

Artigo nº15 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Desde que a lei to permita, tens o direito de casar e de formar uma família. Ao fazê-lo, nem a cor da pele, nem o país de onde vens, nem a tua religião, são obstáculos. Os homens e as mulheres têm os mesmos direitos quando se casam e também quando se separam. Não se pode forçar ninguém a casar-se. O Governo do teu país deve proteger a tua família e os seus membros.

(versão simplificada)

Artigo nº16 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de possuir coisas e ninguém tem o direito de se apoderar delas sem razão.

(versão simplificada)

Artigo nº17 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Tens o direito à liberdade de pensamento, opinião e religião. Tens o direito de mudar de opinião e religião, e de falares delas às outras pessoas.

(versão simplificada)

Artigo nº18 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de pensar e de dizeres o que quiseres, sem que alguém possa proibir-te de o fazer. Deves poder trocar livremente ideias, com as pessoas do teu país e de outros países.

Massacre de Tiananmen, China (1989)

Artigo nº19 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948 (versão simplificada)

Tens o direito de organizar ou de participar em reuniões pacíficas, em público ou em privado. Ninguém tem o direito de te forçar a pertencer a um grupo.

(versão simplificada)

Artigo nº20 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de participar na política do teu país, seja fazendo tu próprio parte do governo, seja ao escolher políticos que têm as mesmas ideias que tu. Os governos devem ser eleitos periodicamente e o voto deve ser secreto.

Nelson Mandela

(versão simplificada)

Artigo nº21 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

A sociedade em que vives deve ajudar-te a aproveitar e a desenvolver todas as oportunidades (cultura, trabalho, protecção social) que te são oferecidas assim como a todos os homens e mulheres do teu país.

(versão simplificada)

Artigo nº22 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


Tens o direito de trabalhar, de escolher livremente o teu trabalho, de ter um salário suficiente para viver e sustentares a tua família. Se um homem e uma mulher fazem o mesmo trabalho, devem ganhar o mesmo. Quem trabalha tem o direito de se agrupar em sindicatos para defender os seus interesses.

(versão simplificada)

Artigo nº23 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

A duração do trabalho diário não deve ser demasiado longa, porque cada um tem o direito de descansar e deve poder gozar regularmente férias pagas.

Artigo nº24 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

(versão simplificada)


Todos têm o direito, tu e a tua família, de ter o que é necessário para não ficarem doentes, comerem quanto precisarem, vestirem-se e terem casa. Têm direito a ser ajudados se já não tiverem trabalho, se adoecerem, se forem velhos, se a mulher ou o marido tiverem morrido ou se não ganharem a vida por qualquer outro motivo alheio à sua vontade.

(versão simplificada)

Artigo nº25 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Tens o direito à educação, ou seja, de frequentar a escola. A escolaridade mínima deve ser gratuita e obrigatória. Deves poder aprender um ofício ou estudares o que quiseres.

(versão simplificada)

Artigo nº26 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948


(versão simplificada)

Artigo nº27 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Deves poder partilhar das artes e das ciências do teu país e dos seus benefícios. Se és artista, ou cientista, os teus trabalhos devem ser protegidos e deles deves poder receber os respectivos proventos.

(versão simplificada)

Artigo nº28 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Todos os seres humanos têm o direito de viver num mundo onde os seus direitos e liberdades sejam respeitados.


Todos temos deveres para com as pessoas que nos rodeiam. Só nos podemos desenvolver como indivíduos se olharmos uns pelos outros. A lei deve garantir os direitos do homem. Deve permitir a cada um respeitar os outros e ser respeitado.

Artigo nº29 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948 (versão simplificada)

Nenhuma sociedade, nenhum ser humano, em parte nenhuma do mundo, poderá permitir-se destruir os direitos descritos no que acabas de ler

(versão simplificada)

Artigo nº30 da Declaração dos Direitos do Homem 10 de Dezembro de 1948

Declaração Universal dos Direitos do Homem  

Trabalho realizado pela turma 8º4 das ES com 3º Ciclo do EB de Matias Aires, na disciplina de História, no âmbito da Celebração do dia da De...