Page 1

R$ 1,00

Vargem Alta (ES)

sábado, 01 de março de 2012 - número 01 SUPLEMENTO QUINZENAL

FOLHA DE VARGEM ALTA TURISMO E LAZER

PALANQUE Eliazer fala sobre a sucessão municipal e as razões da escolha de Bosco

GERAL

EDUCAÇÃO

Efeitos da perda de receita na gestão do município

Importância da Vocação regional, e educação na for- a importância do tumação dos jovens rismo na economia

TURISMO

EMPREENDEDORES Associação Comercial, um sucesso dos empreendedores serranos.


Folha do E.Santo Sábado, 01 de Março de 2012

www.folhadoes.com

TURISMO

Suplemento Quinzenal de Vargem Alta(ES) _________________________________________________________________________________________

Condomínios

A tendência mais econômica e racional para

Vários sítio de Vargem Alta estão prontos para a montagem de condomínios, apesar das dificuldades legais impostas pela legislação injusta. Só é possível escriturar acima de 25 mil m2

pessoas que querem um pouso na serra, é a criação de condomínios. O sonho de muitas pessoas, aposentadoria e um reduto gramado na zona rural. Maravilha. Só que em sua grande maioria os novos rancheiros logo começam a conhecer os problemas de sua nova posse. A primeira delas chama-se caseiro. A segunda chama-se segurança. A terceira chama-se roçadeira. E em determinados casos, o pior dos problemas chama-se água. A criação de um terreno menor, mais fácil de ser mantido seguro, em parceria com amigos, irá evitar vários desses problemas. Normalmente 500 m2 bastam para um pequeno jardim, algumas árvores e água. Ah, e o cachorro.......esse é fundamental.

A IMPORTÂNCIA DO TURISMO E DA CULTURA PARA VARGEM ALTA Para quem gosta de animais, quanto menor o cercado que terá de ser feito para evitar contratempos, melhor....e mais barato. Cercar uma área muito grande acaba saindo caro demais, em termos proporcionais ao preço da terra. Dessa forma o sonho de possuir um pequeno reduto na serra acaba por se tornar uma história parecida com a velha piada do barco. O dia mais feliz da vida é o de sua compra, e o segundo dia mais feliz da vida....o da sua venda. Porisso amigos, Vargem Alta deve viabilizar a criação de condomínios turísticos, onde cada família que tiver uma casa a ocupará nos finais de semana com um número de pessoas muito maior do que pequenos p r o prietários solitários e m seus prazeres e problemas administrativos.

A localização privilegiada de Vargem Alta permite que os vizinhos do sul do estado tenham acesso ao nosso litoral caribenho através de suas paisagens alpinas.

O segredo da valorização turística de Vargem Alta passa por essa estrada, que dá acesso via BR 101 a população litorânea, que mal conhece a região vargem altana. De Vila Velha a Marataízes, esse é o público alvo que pode se beneficiar do clima serrano . Piúma e Anchieta devem recebem dentro de pouco tempo cerca de 6 mil pessoas de residência fixa. Esse pessoal que passa a semana no litoral, infalivelmente irá se apaixonar pelas águas, matas e oxigênio de Vargem Alta.


página 02

política

Folha do E. Santo Cachoeiro de Itapemirim(ES)

Sábado, 01 de março de 2012

02

www.folhadoes.com

Balanço de governo e sucessão - Elieser Rabelo acredita na sucessão de Bosquinho para equilibrar o município em caso de crise econômica.

P

AMUNES

refeito de Vargem Alta por dois mandatos, Elieser Rabelo deve assumir após o término de sua gestão, a presidência da Amunes ( Associação dos Municípios do Esp Santo). Atuando simultaneamente como prefeito e vice-presidente dessa Instituição, Elieser tem tentado difundir a importância da Amunes em todas as regiões do estado. Como vice presidente da Amunes, Elieser enfatiza a importância dada ao diálogo com o governo, que possibilitou a implantação da Agenda Estratégica Sul. Neste momento discute-se os problemas da Saúde na região e o funcionamento do Aeroporto de Cachoeiro. Os outros projetos em pauta são a eliminação do Lixo e a rodovia Caparaó X Praias. Como provavél presidente Elieser sabe da importância de se pensar mais globalmente, com vistas aos municípios do Norte e Noroeste. “ou seja será necessário pensar o Espírito Santo como um todo e montar uma agenda de desenvolvimento.

SUCESSÃO Com relação a sucessão Eliezer não esconde jogo. Seu candidato, por questões de fidelidade partidária e continuação administrativa, é o vice-prefeito João Bosco Dias. “...Com relação a eleição Elieser alerta: temos que montar uma equipe que possa somar. É momento de darmos as mãos. O grupo está aberto. Essa candidatura do Bosto não é para fechar nada, mas para governar.....” Bosco ser o sucessor é uma questão de estratégia, de governabilidade e de pensar no município.

BALANÇO ADMINISTRATIVO

Elieser cita como principal marca de seu governo o investimento em infraestrutura. Foram feitas inúmeras obras de saneamento, habitação, estradas, ginásios, calçamentos na sede e nas comunidades. A previsão é o término da construção de mais 11 unidades sanitárias, fora as ampliações das antigas. Na Educação, além da construção de escolas, 11 ônibus escolares novos foram comprados. Além dos trabalhos de viabilização da área viária da cidade, que foi bastante desafogada e ainda está sendo trabalhada.

FUNDAP

Bosquinho é o candidato do consenso partidário e do bom senso administrativo

A estimativa de perdas, para v alta, caso ocorra o fim do Fundap, é em torno de 250 mil reais por mês. Este porcentual gira em torno de 8 a 9 por cento da receita. Como os municípios estão trabalhando no limite prudencial da folha, funcionários terão que ser dispensados, e muitas obras serão paralisadas e os setores sociais serão os mais prejudicados.


03

Folha do E.Santo Sábado, 01 de março de 2012

PARCERIAS

&

Suplemento quinzenal de Vargem Alta (ES)

Associação Comercial e Empresarial de Vargem Alta

NEGÓCIOS

UMA REALIDADE !

_______________________________________________________________________________________ Ricardo Dalfior Dalcin, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Vargem Alta. erca de 50 pessoas, entre comerciantes desta cidade e vizinhas, representantes do Serviço Nacional de Apoio a Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-ES) e da administração pública local participaram da solenidade de inauguração da Associação Comercial e Empresarial (ACE), de Vargem Alta.

C

O encontro para oficializar a criação da entidade aconteceu nesta terça-feira (09), no Salão de Obras, localizado no centro da cidade. O comerciante Ricardo Dalfior Dalcin foi escolhido pela classe de comerciantes de Vargem Alta para presidir a entidade por dois anos. Para ele, a visão comercial motivou a criação da instituição que prevê uma maior perspectiva de futuro para os profissionais do setor e integração. “Contamos com o apoio da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Espírito Santo (FACIAPES). Esperamos o fortalecimento por meio da experiência que adquiriremos a partir de agora”, disse o comerciante. O presidente da FACIAPES, Arthur Avellar, lembrou que o passo principal para o desenvolvimento da classe comercial de Vargem Alta foi dado com a fundação da ACE. “Temos uma parceria importante que é o SEBRAE-ES. Ele nos proporciona conheci-

Suplemento de Vargem Alta  

folhaes suplemento