Page 1

Artes Plásticas

Alain Bertrand

FILM NOIR - A REVISTA DO CINECLUBE

-

MARÇO 2013

página 12

híper-realismo, modernismo, bom gosto

Nascido em 1946, logo depois da liberação de Paris na Segunda Guerra, Bertrand retrata de tudo, do extraordinário vigor americano da pós-guerra, a pictórica decadência cubana, de extraordinários pretos & brancos, sépias , ao technicolor grandioso da paisagem americana das décadas de 40 e 70 Estamos apresentando aquí as duas características de um grande retratista da pintura atual, um lado noir e soturno e um lado esplenAlain, homenageia constantemente os ícones que doroso e colorido, ele ama, automóveis, músicos e seus instrumentos, ruas metropolitanas ianques e as calles caribenhas. Além disso nota-se sua experiência publicitária com a Renault, e cinematográfica com Steven Spielberg e Francis Ford Coppola. Cada peça é habilmente construída, combinando marcantes contrastes tonais com detalhes e precisão. Há um humor evocado por essas peças, um testemunho visual para épocas marcantes da cultura americana e cubana. (Décadas de 40 a 70).

Quando perguntado sobre sua obra recente- uma série de murais - ele responde: ...“ gosto de pintar murais - dão-me oportunidade de reunir todos os elementos que eu amo - música, lendas do rock, carros e histórias americanas, todos concentrados de uma maneira que se tornam genéricos. Estes murais são tecnicamente difíceis e eu adoro o desafio.”

A formação publicitária de Bertrand fica clara na cena acima denominada o Sabor do Cohiba. A cena do posto é uma apologia a gasolina Mohawk....... Abaixo a esquerda, uma impressionante cena de um contrabaixista cubano, com um velho Chevrolet na garagem, e uma paisagem do Times Square na década de cinquenta que lembra antigos cartões postais.

PAG 12 ALAIN BERTRAND COLORIDA (1)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you