Page 1

FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 1/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009 DESCRIÇÃO / COMENTÁRIOS: O Jardim da Praça Central de Quiaios tem um traçado característico das praças e largos das vilas e pequenas cidades de Portugal, oriundas do século XIX. No entanto, o referido jardim estava um pouco degradado e algumas alterações introduzidas posteriormente tornaram este espaço num local fragmentado e sem grandes pontos de interesse. Com esta empreitada pretendeu-se dar ao local uma imagem contemporânea e mais funcional, melhorando os aspectos de maior significado para aumentar o agrado do local. O prazo de execução contratualizado foi de 90 dias. Esse prazo foi antecipado devido á época de veraneio. Esta praça na época balnear tem um fluxo de tráfego bastante considerável, porque todo o tráfego passa pelo centro da vila para ir para a Praia de Quiaios, pelo que houve necessidade de concluir os trabalhos antes do mês de Julho. Ou seja o prazo de execução foi antecipado em cerca de um mês. A nossa empresa efectuou anteriormente diversos trabalhos desta natureza em diversos locais da região ( Figueira da Foz, Alhadas, Lavos, Leirosa, entre outros ). No entanto este distingue-se um pouco dos anteriores, porque engloba uma maior diversidade de actividades, foi um pouco mais complexo e o próprio projecto foi pouco mais rico e bem concebido. Estes trabalhos realizados no exterior e nomeadamente numa praça central como a vila Quiaios, têm uma dinâmica um pouco diferente, pois tem de se conciliar a execução dos trabalhos na via publica em conjunto com a circulação de viaturas e até peões. As próprias entradas das habitações foram em muitos casos alteradas. No entanto os trabalhos decorreram de forma perfeitamente normal, contínua, sem qualquer interrupção ou ocorrência. Não houve qualquer reclamação do cliente ou mesmo da população em causa, podendo isso ser testemunhado pelo cliente ou mesmo junto da população local. Os condicionamentos ao nível do tráfego foram também praticamente inexistentes. Não houve também qualquer acidente de tráfego ou mesmo acidente de trabalho. Em termos técnicos o trabalho foi de excelente qualidade, podendo ser testemunhado in-situ ou mesmo junto do Cliente. Agregando todos estes factos, podemos considerar que o resultado final é muito bom. A empresa Gil Dias, está extremamente satisfeita com o trabalho realizado. O dono de obra também demonstrou que está também muito satisfeito com o trabalho, pois estamos perto de efectuar a recepção definitiva da empreitada e não existe qualquer reclamação do mesmo até ao momento.

Rev. 01 08-03-2013

Seguidamente descrevemos as principais actividades desenvolvidas:

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 2/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009 1. DEMOLIÇÔES e MOVIMENTO DE TERRAS Os trabalhos propriamente ditos iniciaram-se com levantamento de lancis, levantamento pavimentos em betonilha e betão betuminoso, levantamento de pavê e algumas zonas em calçada. Efectuaram-se ainda a demolição de muretes, entre outros elementos. Seguidamente efectuaram-se os trabalhos de movimento de terras. Estes tipos de trabalhos contemplaram a escavação para execução de caixas para o espelho de água previsto, escavação em valas para execução das infra-estruturas e abertura de caixa para execução dos pavimentos. 2. CONSTRUÇÃO DO ESPELHO DE ÁGUA A empreitada previu a construção de espelho de água com cerca de 10,0m de diâmetro. O espelho de água concebido é um elemento que “ dá mais vida e frescura “ àquele espaço. O mesmo está preparado para realizar diversos tipos de programas aleatórios de jogos de água. Tendo em conta algumas deficiências em grelhas de espelhos de água existentes na cidade da Figueira da Foz realizadas no âmbito de outras empreitadas ( não executadas por Gil dias ), tais como assentamento a meio vão das grelhas das caixas, bem como oxidação profunda, propusemos grelhas galvanizadas a quente e de resistência adequada. Até ao momento as mesmas, estão como novas. 3. INFRAESTRUTURAS No âmbito destes trabalhos foi efectuada a remodelação do sistema de drenagem águas pluviais. Foram construídas caixas de visita, colocadas tubagens em tubo PVC/PP corrugado, sarjetas, caleiras sumidouras com rasgo e grelhas á entrada de algumas habitações. Tendo em conta o sistema de drenagem existente, existiam alguns pontos onde o escoamento estava posto em causa. No entanto essas situações foram resolvidas com alguma imaginação, associada a nossa capacidade técnica e experiência. Foi também efectuado a reformulação do sistema de abastecimento de água para ter em conta o espelho de água e bebedouro. A reformulação da rede de rega também foi executada, para ter em conta os novos jardins.

Rev. 01 08-03-2013

4. EQUIPAMENTOS No âmbito dos equipamentos, foi efectuada a construção de parque infantil com diversos elementos ( equipamento infantil multifunções, balanço de dois lugares, cavalo, entre outros ), incluindo vedação da linha oli -play da soinca. O pavimento do mesmo foi em borracha reciclada, sob base de pavimento em betão armada com malhasol. G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 3/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009 Foram também colocados outros equipamentos, tais como abrigo para transporte públicos em estrutura metálica em painéis em vidro temperado e papeleiras em madeira. 5. AJARDINAMENTOS No âmbito dos ajardinamentos, foi aplicada sementeira de relvado em diversas zonas, incluindo terra vegetal de qualidade. Foi também efectuada a plantação de arbustos que conferem uma beleza extra ao espaço. 6. LANCILAGEM E PAVIMENTAÇÂO Foram aplicados lancis e lanciletes em pedra calcária para definição dos arruamentos e restantes elementos pertencentes á praça. Os arruamentos foram executados em betão betuminoso e calçada em cubos de granito. Os passeios e outros espaços foram revestidos com calçada de vidraço moleanos. 7. SINALIZAÇÃO VERTICAL E HORIZONTAL Foram aplicados diversos sinais de trânsito para efectuar a readaptação do espaço. Entretanto foi efectuada a marcação horizontal nos pavimentos betuminosos.

Rev. 01 08-03-2013

Seguidamente anexamos Fotografias / Desenhos relativos á empreitada e que complementam o descrito anteriormente e ilustra também a dinâmica dos trabalhos envolvidos.

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 4/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009 FOTOS:

Rev. 01 08-03-2013

1. Levantamento do Pavimento Betuminoso:

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 5/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009

Rev. 01 08-03-2013

2. Construção do Espelho de Água:

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 6/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 7/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 8/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009

Rev. 01 08-03-2013

3. Assentamento de Lancis e Calçada

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36 Pág.: 9/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36

Pág.: 10/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009

Rev. 01 08-03-2013

4. Aplicação de Pavimento Betuminoso

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36

Pág.: 11/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36

Pág.: 12/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios DATA/ANO: 2009

Rev. 01 08-03-2013

5. Conclusão dos Trabalhos

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36

Pág.: 13/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 36

Pág.: 14/14

CLIENTE: MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ – CÂMARA MUNICIPAL OBRA: Arranjo Urbanístico do Largo Padre Costa e Silva – 1ª fase – Quiaios

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: 2009

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40

Profile for Gil Dias

36_CMFF_2009_Arranjo_Urbanistico_Largo_Padre_Costa_Silva_ 1_Fase  

36_CMFF_2009_Arranjo_Urbanistico_Largo_Padre_Costa_Silva_ 1_Fase  

Profile for gildias
Advertisement