Page 1

FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 1/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

DESCRIÇÃO / COMENTÁRIOS: Esta obra teve como objectivo a instalação de duas torres de arrefecimento em duas zonas distintas: Zona de Evaporação e Zona do SVP. A firma Gil Dias, Lda. foi seleccionada para a execução dos trabalhos de construção civil que genericamente consistiram em construir duas bacias em betão armado, onde foram assentar as referidas torres em estrutura metálica. E O Prazo de execução contratualizado foi de 9 semanas, sendo que só poderia começar os trabalhos no SVP a partir da 3ª semana, conforme solicitado pelo cliente. Note-se que também neste caso havia também penalidades para o caso de incumprimento do prazo contratualizado. A construção da bacia com cerca de 7,5 x 13,0m na zona do SVP mereceu desde inicio da análise deste projecto especial atenção. A referida bacia foi concebida na cota 13,5m sobre o edifício SVP existente, mas apoiada em estrutura metálica independente, pois o projectista ( Fase, S.A ) verificou que este edifício não tinha capacidade resistente para suportar uma laje com estas dimensões. O projectista definiu também que estrutura metálica que serve de apoio integral à referida bacia, vai por sua vez foi apoiar-se em fundações indirectas por micro-estacas, devido à existência das fundações do edifício do SVP e vários constrangimentos daquela zona e consequente falta de espaço. Todos os trabalhos foram executados de forma cautelosa e com grande perícia devido ao atravancamento provocado por vários dispositivos ( estrutura do próprio edifício existente do SVP, tanques de dióxido de enxofres - 2un., estrutura metálica que serve de plataforma de acesso a equipamentos de controle de diversos equipamentos, quadro eléctrico entre outros tanques de outros químicos adjacentes. Tendo em conta o referido anteriormente, desde o inicio dos trabalhos, esta zona foi tratada termos de segurança de risco bastante elevado e consequentemente houve a necessidade de prever o acompanhamento de permanente de dois técnicos superiores de segurança e higiene do trabalho para prevenir todos os qualquer tipo de acidente ou qualquer anomalia naquela zona extremamente sensível. Um técnico representou o dono de obra e o outro foi responsável pela organização dos serviços de segurança da empresa Gil Dias. Os principais trabalhos executados nesta zona ( SVP) foram os seguintes:

Rev. 01 08-03-2013

1. FUNDAÇÕES POR MICRO-ESTACAS Depois de efectuada as marcações e abertos os rasgos nos pavimentos para proceder aos trabalhos de perfuração foram executadas as micro-estacas propriamente ditas. G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 2/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Na execução desta tarefa recorremos a subempreiteiro avalizado na execução deste tipo de trabalhos e que já trabalha connosco à vários anos. Estas foram concebidas com Ø 250 pela tecnologia de injecção repetida e selectiva, com comprimento que variou entre os 18 e 21m ( conforme os estratos de solo analisado ). A tubagem-armadura colocada foi de Ø 114,3x6,5 em aço N80 seladas com injecção de calda de cimento. Estes trabalhos foram também executados de forma bastante cuidadosa e eficaz em 5 dias úteis. 2. DEMOLIÇÕES E MOVIMENTO DE TERRAS No âmbito destes trabalhos foram executadas as demolições dos restantes pavimentos e de uma pequena parcela das fundações do edifício existente do SVP para integração das fundações da nova estrutura metálica que serve de apoio à bacia em betão armado à cota 13,50m. Aquando da execução destes trabalhos de demolições e escavações para a implantação das fundações houve necessidade de executar diversas entivações de terras e execução de maciços de recalce das fundações existentes do edifício SVP e dos dois tanques de soda cáustica que estavam presentes naquele local. Tendo em conta os constrangimentos já enumerados anteriormente, estes trabalhos foram executados maioritariamente de forma manual. 3. FUNDAÇÕES DIRECTAS E ESTRUTURA METÁLICA Depois de executadas as escavações as micro-estacas são encimadas por fundações directas ( lintel de coroamento e sapatas ) onde assenta a estrutura metálica. Para implantação desta estrutura metálica ( pilares e vigas ) teve que se efectuar demolições na laje do edifício do SVP, diversos cortes da estrutura plataforma metálica e escadas existentes e outros reajustes necessários para inserção dos pilares e vigas da nova estrutura metálica. Este trabalho representou aproximadamente 45% do valor total da empreitada e teve a colaboração de empresa especializada neste tipo de trabalhos. 4. CONSTRUÇÃO DE BACIA EM BETÃO ARMADO

Rev. 01 08-03-2013

Esta bacia é constituída por laje mista e paredes no seu contorno sendo implantada à cota 13.5m, conforme referido anteriormente.

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 3/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Essa laje previu a montagem de chapa colaborante assente na estrutura de vigas a essa cota e que serviu de cofragem colaborante da referida laje em betão armado. Essa chapa ficou ligada a estrutura metálica através da soldadura de conectores metálicos do tipo “ Nelson “. Resumindo esta obra revelou-se também mais uma maior valia para a nossa empresa, pois foram cumpridos todos os objectivos pressupostos inicialmente. Em termos de segurança houve uma estreita e eficaz relação entre a nossa empresa e o responsável técnico do dono de obra durante todos os trabalhos, não se verificando nenhum acidente ou mesmo ocorrência. O trabalho foi executado com elevados patamares de qualidade e os prazos contratuais foram mais uma vez cumpridos. Pensamos que efectivamente o dono de obra ficou mais uma vez satisfeito com o nosso desempenho.

Rev. 01 08-03-2013

Seguidamente anexamos Fotografias / Desenhos relativos á empreitada e que complementam o descrito anteriormente e ilustra também a dinâmica dos trabalhos envolvidos.

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 4/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

FOTOS:

Rev. 01 08-03-2013

0. ESTALEIRO

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 5/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Rev. 01 08-03-2013

1. ZONA DO SVP: Micro-estacas

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 6/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: Agosto de 2007

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 7/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Rev. 01 08-03-2013

2. ZONA DO SVP: Demolições e Movimento de Terras

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 8/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: Agosto de 2007

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25 Pág.: 9/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Rev. 01 08-03-2013

3. ZONA DO SVP: Fundações e Estruturas Metálicas

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25

Pág.: 10/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: Agosto de 2007

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25

Pág.: 11/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil DATA/ANO: Agosto de 2007

Rev. 01 08-03-2013

4. ZONA DO SVP: Construção de Bacia em Betão Armado

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25

Pág.: 12/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: Agosto de 2007

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40


FICHA TÉCNICA

N.º: 25

Pág.: 13/13

CLIENTE: PORTUCEL CACIA, S.A. OBRA: Torres de Arrefecimento do SVP e Evaporação - Construção Civil

Rev. 01 08-03-2013

DATA/ANO: Agosto de 2007

G il Dia s S o c ie d a d e d e Co n s tr u çã o Civ il, Ld a | R u a Do lm é n d as Ca r n iç o s a s , 4 3 S e rr a d a s A lh a da s 3 0 9 0 –4 27 F ig ue ir a d a F oz T. +3 5 1 2 3 3 9 30 3 7 9 | F . +3 5 1 23 3 9 3 9 1 81 | E . g e r al@g ild ias . pt | w w w .g ild ias . p t| Cap ital S oc ial 1 5 0 . 0 0 0 ,0 0 | A lv ar á 1 2 1 40

25_PORTUCEL_CACIA_2007_Torres_Arrefecimento_SVP  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you