Issuu on Google+

Sábado | 30 de junho | Patos-PB

Léo Magalhães atrai multidão e supera expectativa de público


2

São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

Coordenadoria faz balanço positivo do São João 2012

Pensar que estamos vivenciando uma grande estiagem e superar as dificuldades, não apenas da intempérie, mas principalmente da redução de recursos, foi um desafio e tanto para uma equipe engajada, capitaneada pelo prefeito Nabor Wanderley, que teve, antes de tudo, determinação para evitar que tivéssemos uma solução de continuidade com relação ao maior evento turístico do interior da Paraíba. Mesmo com metade dos investimentos, conseguimos realizar mais uma grande festa e evitar que a cidade perdesse dividendos financeiros ou deixasse de celebrar suas tradições. O momento é de agradecimento a todos os que se integraram em mais uma edição do São João, desde a organização até a mais simples participação, na concepção de que este evento é um patrimônio cultural de Patos e, em assim sendo, o compromisso de fazê-lo cada vez maior passa a ser de todos. Nada é mais forte do que a determinação e, em 2012, o grande público alcançado deixou claro que a festa está consolidada porque, além da compreensão com as dificuldades, o povo não abre mão da confraternização, do reencontro e da integração, termos que constituem a maior atração deste grande acontecimento. Milena Brito – Coordenadora de Eventos

Equipes de cobertura jornalística

Segurança interna e participação externa Dentro do que preceitua a legislação, o São João de Patos atendeu todas as exigências no aspecto da segurança, principalmente com relação à sua estrutura de camarotes, palcos, barracas e outras instalações, aprovadas pela fiscalização do CREA, capitaneada pelo engenheiro Antônio Alberto e sua equipe. Também vale destacar a união de comerciantes do centro da cidade, na decoração de suas artérias, a exemplo do que aconteceu na Avenida Pedro Firmino, dando um colorido especial ao evento turístico e criando um clima festivo em meio aos transeuntes. O trabalho foi confiado à equipe de Tales Mota. Equipe do CREA inspecionou e aprovou instalações

Comerciantes da Pedro Firmino se encarregaram da decoração

O melhor São João é na Capital do Sertão


São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

3

Léo Magalhães entre as atrações de maior público O cantor mineiro Léo Magalhães foi a atração principal da véspera de São João, em sua segunda apresentação na cidade de Patos. O ritmo sertanejo embalou os corações, oportunidade em que cerca de 50 mil pessoas disputavam os espaços do “Terreiro do Forró”. Na

mesma noite, foram marcantes os shows de Gatinha Manhosa, nas vozes marcantes de Ângela Spíndola e Edson Lima. As atrações locais também fizeram grande sucesso, durante todo o evento. E seguiram-se as demais atrações da programação, nos dias subsequentes: Pinto do Acordeon, Espora de Ouro, Forró

Pegado, Forró das Minas, Dorgival Dantas, Forró Bakana, Brasas do Forró, Delmiro Barros, Forró de Salto, Capa de Revista, Simone e Simaria, Os Três do Nordeste, Limão com Mel, Valeu o Boi, Toca do Vale, Ton Oliveira e Mala sem Alça, concluindo a festa no sábado 30 de junho, fechando o evento.

com chave de ouro.

O melhor São João é na Capital do Sertão


4

São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

1-Ana Catarina e Servolo, 2-João, Yasmin, Monaliza, Rebeca, Tacyanne, Bruna e Gregório, 3-Douglas e Yamma, 4-Elpídio e Tacyanne, 5-Juraci e Raniere, 6-Fábio e Polyanna, 7-Fernando e Jéssica, 8-Graça e Paulo, 9-Larissa, Moisés e Amanda, 10-Hugo, Léo e Wilson Filho, 11-Ibérica e Wagner, 12-Mirinha e Delmiro

1

2

3

44

5

6

77

8

9

10

11

12

Jenilda arrasou

Uma prova inconteste de participação no São João de Patos, onde a população é o ponto central das atenções, pode ser vista na forrozeira Jenilda que esbanjou elegância e beleza no seu mais novo visual.

O melhor São João é na Capital do Sertão


São João no Terreiro 1

Sábado | 30 de junho de 2012

3

2

4

5

6

7

8

9

10

11

12

5

1-Morgana, Bosco e Ivana, 2-Nabor e Milena, 3-Milena e Isabel, 4-Olávo e Alana, 5-Priscilla e Francisco, 6-Renato, Daniele e Fabrício, 7-Raquel e Raphael, 8-Thiago e Tatyana, 9-Valter e Edna, 10-Vanessa e Almir, 11-Mário e Marcos, 12-Weberson e Rivânia

Criatividade

Mostrando que a festa de São João não tem idade veja quem apareceu nas noites do Terreiro do Forró: Chaves, na ficção, provou que a animação não tem idade e que a festa é feita por todos e para todos.

O melhor São João é na Capital do Sertão


6

São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

As festas em família ampliam o evento turístico

Luciana Nunes decorou a própria casa

Vilmar e Nazareth na festa da rua Deodoro

A cada ano que passa, um maior número de amigos e vizinhos têm se integrado à programação festiva mais tradicional do Sertão da Paraíba, notadamente nas noites de São João e São Pedro, nas horas que antecedem a programação oficial do “Terreiro do Forró”. Tudo começa com a decoração da rua, contratação de um grupo de forró, uma roupa matuta, uma culinária bastante variada: pamonha, canjica, espetinho, quentão e assim por diante. A fogueira é coletiva, economizando a lenha e proporcionando às crianças e adolescentes a oportunidade de soltar os seus fogos sob os olhares da família. Este ano, entre os destaques, tivemos a programação da praça do “Pau Mole”, ponto de encontro dos integrantes da melhor idade, localizado na avenida Solon de Lucena, animado pelo Trio do Coroné Patuá, carne assada e bebida à vontade. Não menos animado, a Avenida Dinamarca,

no Jardim Europa, organizada por Marcelo, Dona Gracinha, Capitão Douglas, dentre outros, animada por “Bau e os 3 do Xamego”. A rua Deodoro da Fonseca, por sua vez, trouxe o “Trio Tamanco de Mulher”, proveniente da fazenda Tamanduá, iniciativa do casal: Vilmar Morais e Nazareth, que no 4º ano de realização homenageou à saudosa Inalda, uma das precursoras do evento. Já na rua 19, bairro Jatobá, os amigos fizeram fogueira artificial e contrataram um trio que se apresentou na carroceria de um caminhão, mantendo uma grande tradição. Vale registrar, também, as manifestações individuais, patrocinadas por moradores de forma isolada, mas apreciadas pelos turistas e vizinhos, a exemplo do que foi feito, em sua própria casa, pela senhora Luciana Nunes da Silva Oliveira, 45 anos, com uma decoração junina criativa, referenciada ao período junino.

Secretaria de Saúde investe na prevenção Como forma de prevenir doenças e garantir um São João saudável, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA/SAE), realizou durante os dez dias de festa, um trabalho de distribuição de preservativos e orientação quanto às doenças sexualmente transmissíveis. A programação, desenvolvida durante o dia nas ruas centrais da cidade e à noite no “Terreiro do Forró”, foi centralizada no aconselhamento das pessoas, deixando claro que a intenção não era estimular o sexo, mas ajudar a evitar os males do sexo e a gravidez indesejada.

“Terreirinho do Forró” o Espaço da Cultura A Prefeitura Municipal de Patos, dentro das ações desenvolvidas pelo Programa Mais Educação, idealizou um espaço específico para a difusão da cultura sertaneja, dentro da programação junina e, em 2012, conseguiu superar em termos de cenário e atrações, referenciando, entre outros acontecimentos importantes, as comemorações alusivas ao Centenário de Nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Entre os grandes atrativos, principalmente da parte dos turistas, estão as réplicas de casas de taipa, bodega, igreja, exposições e uma feira de artesanato. Todas as tardes, as escolas municipais, PETI e outros programas sociais, se encarregam das apresentações folclóricas, além dos grupos de forró tradicional que embalam os participantes no palco central.

O melhor São João é na Capital do Sertão


São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

Economia aquecida durante os festejos juninos Mesmo com a redução do período de realização do São João e o corte de investimento em torno de 50%, com todo o evento orçado em torno de R$ 1.100.000,00 (um milhão e cem mil reais), em virtude da seca que assola a região sertaneja, o evento referencial de Patos garantiu cerca de 10 milhões em divisas, envolvendo todas as áreas do comércio, indústria e serviços. As estatísticas se baseiam em levantamentos feitos junto à comercialização interna, nas áreas geográficas do evento, com 650 vendedores cadastrados, divididos em: 50 barracas de lanches, 20 isopores ambulantes, 350 isopores fixos, 40 bombonieres, 8 bijuterias, 70 barracas de bebidas, 34 caipifrutas, 04 trailers, 6 barracas de gelo, 25 carros de lanches, além 45 outros pontos de vendas voltados para diversidades, a exemplo de chapéus, bolas, canecas, etc. Em um segundo momento foi analisada a ocupação em hotéis, a hospedagem alternativa e os serviços de transporte, taxas de estacionamento em outros tipos de apoio. No comércio normal, a presença maciça do setor de alimentação, vestuário e apetrechos da época, passando pelo artesanato instalado nos mercados, lojas e shopping, além da feirinha específica da Praça Getúlio Vargas. Somado a tudo isso, estão os autônomos dos mais variados ramos, a partir das costureiras que nesta época do ano ficam assoberbadas de encomendas. Segundo os órgãos de arrecadação, os tributos superam os investimentos e, o que é mais

7

Inclusão Social

Melhor Idade no camarote da prefeitura

importante, a maior parte das despesas do evento é bancada pela iniciativa privada e Governo Federal, através do Ministério do Turismo e Petrobrás. Presume-se que na cadeia produtiva do São João de Patos, cerca de 5.000 pessoas estão sendo beneficiadas com a geração de oportunidades de trabalho, direto ou indiretamente. Em 2012, houve uma compensação de público, oriunda dos pequenos municípios do entorno de Patos que, em não podendo promover os seus eventos próprios, viabilizou as condições necessárias para encaminhar as suas caravanas e, desta forma, não privar os seus habitantes dos festejos juninos. O IV Maior São João do Mundo ocupa uma área principal de 5 mil metros quadrados e graças ao seu crescimento já passa a exigir um espaço mais amplo para abrigar todas as suas demandas. Camarote da acessibilidade

Segurança Eletrônica na área da festa A vigilância eletrônica do “Terreiro do Forró”, conta com 32 câmeras, instaladas em pontos estratégicos, para garantir uma maior segurança a todos os participantes. Elas estão posicionadas em locais estratégicos, a exemplo das entradas do evento e camarotes, com giros de 360 graus, com zoom que alcança 1 km. Segundo os representantes da empresa responsável pelo monitoramento, todas as pessoas estão sendo filmadas, numa espécie de big brother, com imagens disponibilizadas para os órgãos de segurança e, principalmente, para os cerca de 120 policiais que trabalham no local da festa. Outro ponto interessante reside na criatividade de edificação de uma detenção provisória no próprio “Terreiro do Forró”, para a retirada de circulação dos baderneiros, que permanecem re-

colhidos até o retorno à normalidade. O Corpo de Bombeiros também se mantém na área com uma equipe de Prontidão para o socorro das pessoas, a exemplo do SAMU – Serviço de Atendimento Médico de Urgência. O Conselho Tutelar – Norte e Sul –acompanha as questões que envolvem crianças e adolescentes.

Um dos pontos de destaque do São João de Patos é relacionado à inclusão Social, a partir do Camarote Oficial da prefeitura que recebe, a cada noite, uma instituição da cidade, a exemplo da APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, Associação dos Catadores, ASTRAL – Associação do Trabalhador Cultural, CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, Associação das Mulheres de Patos e Clube da Melhor Idade. Por outro lado, próximo ao palco central, foi localizado o Camarote da Acessibilidade, coordenado pelo agente cultural Taciano Wanderley (portador de necessidades especiais), dotado de elevador. O acesso é gratuito, com espaço para cadeirante. A ideia, que nasceu em Patos, vem sendo seguida em outras cidades da região, inclusive no vizinho Estado do Rio Grande do Norte.

O melhor São João é na Capital do Sertão


8

São João no Terreiro

Sábado | 30 de junho de 2012

Com saudade estamos concluindo a programação de mais um São João, consolidando a cultura e o folclore, patrimônios de nossa região que atraem gente do mundo inteiro. Até 2013, na sequência deste grande projeto.

Com Carlos Júnior

Ao lado de Dilani Silva

Divulgando o Cordel Após os excessos...

Flagrado em irregularidade Punido pelo ato falho

EXPEDIENTE:

Com Chica Motta

No auge do sucesso

PRODUÇÃO: Damião Lucena | PROJETO GRÁFICO: Glauber Alves | FOTOS: Glauber Alves e Hélio Barbosa (Coordecom) COLABORADOR: Gilclécio Lucena (Coordecom)

Ministério da Cultura Ministério do Turismo Lei de Incentivo a Cultura


Caderno Especial São João de Patos 2012 n˚ 2