Page 1

Fonte: behind-my-browneyes.blogspot.com


As primeiras técnicas e com elas as ciências, nasceram dos modos de obter e configurar os materiais para utilizá-los como instrumentos na satisfação das necessidades humanas primárias. Uma técnica é um modo de fazer algo aprendido individualmente, porém garantido socialmente; uma ciência é um modo de compreender como proceder para fazer algo melhor. (BERNAL, 1973).


Era moderna Rompimento do intelectual com o manual. “É justamente nesse período que surge o pensamento tecnológico e por natureza, o homo faber, sempre foi um tecnólogo, quer dizer, um utilizador e um criador de instrumentos, depois de máquinas”. (JAPIASSÚ ,1997, p.170).


A Segunda Guerra Mundial fortaleceu a ideia da pesquisa cient铆fica como elemento de desenvolvimento econ么mico e social, mas, a pesquisa teria que ser incentivada, planejada e utilizada para esse fim. (SCHWARTZMAN, 1984a)


Os problemas de gestão da informação, identificados pela CI nos anos pós-guerra, entre 1945-1980 continuam sendo questões da atualidade, sobretudo no âmbito das instituições públicas, exigindo a adoção de políticas como elementos determinantes ou condicionantes para a sobrevivência dos periódicos científicos eletrônicos.


O problema da informação em ciência e tecnologia e os possíveis entraves que haveria para organizar e repassar à sociedade as informações mantidas secretas durante a guerra, estavam relacionados com a formação dos recursos humanos, o instrumental de armazenamento e recuperação e o arcabouço teórico existente para a organização e controle da explosão de informação gerada neste período. (BARRETO, 2002).


A divulgação da ciência “[...] É preciso elaborar sobre isso um projeto orgânico, sistemático e argumentado. Registro das atividades de caráter predominantemente intelectual. Instituições ligadas à atividade cultural. Método e problemas de método do trabalho intelectual e cultural sejam criativos ou divulgativo. Escola, academia, círculos de diferentes tipos, tais como instituições de elaboração colegiada da vida cultural. Revistas e jornais como meios para organizar e difundir determinados tipos de cultura”. (GRAMSCI, 2000, p.32)


No Brasil, somente no século XX, a ciência começou a ser institucionalizada, e só então a partir do início da década de 80 verifica-se um visível crescimento da produção científica. (BIOJONE, 2001)


1665 Século XVII Formalizar os debates científicos; Correspondências entre os pesquisadores; Viabilizar a comunicação científica; Validar o mérito e o método científico pelos pares (peer review);


Transição do formato impresso para o eletrônico. Universidades

Comunicação científica

Década 90

TIC

Internet / Web


A transmissão por meio de redes pode tornar o conhecimento científico disponível para um público muito maior e de modo mais rápido do que pelos canais tradicionais. (MEADOWS 1999; MUELLER 2000).


Periódico científico eletrônico Àquele produzido em formato digital, disponível online, que adota padrões de cientificidade, sendo de responsabilidade da universidade, geralmente oriundos dos programas de pós-graduação, independentemente de possuir versão impressa ou não. Baseado em Alves (2010).


1997 - portal Epub da UNICAMP. 1998 - projeto SciELO - Scientific Electronic Library Online.


PERIÓDICOS NAS UNIVERSIDADES Crescimento da própria produção acadêmica;  Ferramentas para editoração de periódicos eletrônicos;  Periodicidade das publicações; Alunos em programas de iniciação científica; Publicação de artigos em periódicos científicos influi na seleção nos cursos de mestrado e doutorado.


 Final dos anos 90 -

As TIC impulsionam a criação do modelo de arquivo aberto, o open archives. 1998- Scielo (iniciativa da BIREME/ FAPESP/ Editores de periódicos científicos. 1998 – Sistema Qualis – Avaliação da produção científica dos programas de Pós-graduação. 2000 - Portal de periódicos da Capes.


2003 – Customização do SEER/OJS pelo IBICT.  2005 (set.) Manifesto Brasileiro de Apoio ao Acesso Livre. 2008 – Novo qualis da produção brasileira (Fator de impacto) 2009 - Repositórios institucionais ( IBICT distribui kits para as instituições). Financiamento – critérios dos órgãos de fomento CNPq/FINEP Manifestos e conferências sobre Preservação digital

fundamentação ok  

Fonte: behind-my-browneyes.blogspot.com individualmente, porém garantido socialmente; uma ciência é um modo de compreender como proceder par...