Issuu on Google+

MANUAL DE ENCERAMENTO DA CONTABILIDADE NO ARTSOFT E PASSAGEM DE ANO - APURAMENTOS A PRIMEIRA FASE DO TRABALHO QUE CORRECTAMENTE DEVE SER EFECTUADO PARA O ENCERRAMENTO DO ANO, CONSISTE EM EFECTUAR TODOS OS LANÇAMENTOS DE VALORES, PARA CONCLUIR TODOS ELES E ASSIM SALDAR OS DIÁRIOS SE TUDO TIVER DESDE ÍNICIO SIDO EFECTUADO DE FORMA CORRECTA, OU ENTÃO SE OS LANÇAMENTOS ESTIVEREM TODOS EFECTUADOS, MAS OS DIÁRIOS NÃO ESTIVEREM SALDADOS E PRESSUPONDO QUE O POC ESTÁ TOTALMENTE CORRECTO, DEVE-SE EM PRIMEIRO LUGAR SALDAR TODOS OS DIÁRIOS DO ANO QUE SE PRETENDE ENCERRAR.

- CONFERÊNCIA DE VALORES - DATA DE TRABALHO PARA EFECTUAR O ENCERRAMENTO CONTABILISTICO (PORQUE HÁ MAIS) DO ANO DEVE-SE COMEÇAR ANTES DO MAIS POR ALTERAR A DATA DE TRABALHO DO PROGRAMA OU SISTEMA, PARA 31 DE DEZEMBRO DO ANO A ENCERRAR.

- VERIFICAÇÃO DE VALORES PARA QUE SE POSSA EFECTUAR CORRECTAMENTE UMA PASSAGEM DE ANO, OS DIÁRIOS DEVEM ENCONTRAR-SA SALDADOS NA SUA TOTALIDADE, SE ESTA CONDIÇÃO NÃO SE VERIFICAR É MAIS DO QUE GARANTIDO QUE NÃO SE CONSEGUEM DE FORMA ALGUMA OBTER OS RESULTADOS PRETENDIDOS. DEVEMOS COMEÇAR POR VERIFICAR OS SALDOS DOS DIÁRIOS RELATIVOS AO MÊS 12, PARTINDO ENTRETANTO DO PRINCIPIO QUE OS RESTANTES MESES DESDE A REABERTURA , JÁ SE ENCONTRAM SALDADOS, SE MENSALMENTE A CONTABILIDADE TIVER SIDO ENCERRADA, EM CASO CONTRÁRIO, DEVEMOS VERIFICAR TODOS OS DIÁRIOS. - LISTAGEM RESUMIDA DE DIÁRIOS PARA VERIDICAR O SALDO DOS DIÁRIOS DEVEMOS OPTAR POR TIRAR UMA LISTAGEM RESUMIDA DE DIÁRIOS, SENDO ESTA A FORMA MAIS PRÁTICA DE PODERMOS VERIFICAR SE ALGUM DOS DIÁRIOS SE ENCONTRA POR SALDAR.

DEVE SER INDICADO COMO MÊS INICIAL E MÊS FINAL O MÊS 12, CASO TENHAMOS A CERTEZA QUE OS RESTANTES DIÁRIOS SE ENCONTRAM SALDADOS PORQUE ENCERRAMOS OS MESES, OU COMO MÊS INICIAL E MÊS FINAL OS MESES 0 E 12 RESPECTIVAMENTE, CASO TENHAMOS DÚVIDAS OU ESTEJAMOS A TRABALHAR COM OS MESES EM ABERTO, JÁ QUE ASSIM VERIFICAMOS TODOS OS MESES DO ANO, POIS PODE POR ACASO OCORRER ALGUMA CIRCUNSTÊNCIA QUE PROVOQUE ALGUMA ALTERAÇÃO EM ALGUM MÊS.

1


NO CASO DE UM OU MAIS DIÁRIOS NÃO ESTAREM SALDADOS, DEVEM SER EFECTUADOS OS LANÇAMENTOS NECESSÁRIOS OU SEREM OS MESMOS CORRIGIDOS DE FORMA CORRECTA, PARA QUE OS DIRIOS FIQUEM SALDADOS. - ACTUALIZAÇÃO DO PLANO DE CONTAS COMO É NORMAL E TENDO-SE ABERTO, CONTINUADO, INICIADO A EMPRESA COM OS LANÇAMENTOS SÓ NA CONTA LANÇADORA PARA QUE EM CADA LANÇAMENTO EFECTUADO NÃO TENHAMOS QUE ESTAR A AGUARDAR UMA INFINIDADE DE TEMPO PARA QUE TODAS AS CONTAS, DE TODOS OS TIPOS E GRAUS ATÉ À CONTA DO RAZÃO POSSAM SER EFECTUADOS, E POR ISSO FOI ESCOLHIDA A OPÇÃO DE LANÇAR APENAS NA CONTA LANÇADORA, PELO QUE É A ÚNICA A FICAR COM VALORES. TENDO AS CONTAS LANÇADORAS FICADO COM VALORES RELATIVOS AOS MOVIMENTOS EFECTUADOS NOS DIÁRIOS, DEVE NESTE CASO SER FEITA UMA ACTUALIZAÇÃO DO PLANO DE CONTAS PARA QUE AS CONTAS DE GRAU SUPERIOR, ACUMULEM OS RESPECTIVOS VALORES. COMO REFERI SE ACASO ESTIVESSEMOS A USAR A OPÇÃO “ACTUALIZAR HIERARQUIA” NA FICHA DA EMPRESA, O LANÇAMENTO ERA BASTANTE DEMORADO MAS NÃO SERIA NECESSÁRIO ESTA ACTUALIZAÇÃO.

- BALANCETES DO MÊS 12 COMO NOS RESTANTES MESES, CHEGADOS A ESTE PONTO, DEVEM TIRAR-SE OS BALANCETES DO MÊS 12 (RECOMENDO QUE NO CASO DO BALANCETE ANALITICO, SE TIRE COM O FORMULÁRIO QUE TEM NOME “POCBAL02-BALANCETEANALITICOEXCL0.LST”, POIS ESTE MODELO PARA IMPRESSÃO E COMO O PRÓPRIO NOME INDICA EXCLUI DA IMPRESSÃO AS CONTAS COM VALORES A ZERO.

2


É IMPRESCINDIVIL IMPRIMIR O BALANCETE DE RAZÃO ANALÍTICO, POIS IRÁ SERVIR PARA CONFRONTAR AS TABELAS DE APURAMENTO DE RESULTADOS.

- APURAMENTO DE EXISTÊNCIAS O CORRECTO PREENCHIMENTO DAS TABELAS DE EXISTENCIAS É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA PARA O APURAMENTO DO CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS E DAS MATÉRIAS CONSUMIDAS PARA NÃO HAVER QUAISQUER PROBLEMAS, DEVENDO SER ESPECIFICADAS AS CONTAS A MOVIMENTAR BEM COMO AS RESPECTIVAS CONTAS DE CONTRAPARTIDA. AS CONTAS DE ORIGEM PODEM SER INTERMÉDIAS OU LANÇADORAS, AS CONTAS DE DESTINO DEVEM SER OBRIGATÓRIAMENTE LANÇADORAS.

- TRANSFRÊNCIA DE CONTAS/REGULARIZAÇÃO DE EXISTÊNCIAS NESTE RUBRICA DEVEM SER COLOCADAS AS TRASFERÊNCIAS DAS SUBCONTASDE COMPRAS DE MERCADORIAS E MATÉRIAS PRIMAS, SUBSIDIÁRIAS E DE CONSUMO, E AINDA SE EXISTIREM, REGULARIZAÇÕES, AS TRANFERÊNCIAS DAS SUBCONTAS DA CONTA DE REGULARIZAÇÃO DE EXISTÊNCIAS PARA AS SUBCONTAS RESPECTIVAS DA CONTA DE MERCADORIAS E CONTA DE MATÉRIAS PRIMAS, SUBSIDIÁRIAS E DE CONSUMO.

3


- CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS E MATÉRIAS CONSUMIDAS ESTA RUBRICA VAI CONTER AS CONTAS DE INTRODUÇÃO DAS EXISTÊNCIAS FINAIS, E AS CONTAS PARA AS QUAIS VAI SER TRANSFERIDO, DEPOIS DE CALCULADO, O CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS E MATÉRIAS CONSUMIDAS, OU DA VARIAÇÃO DE PRODUÇÃO, SE FOSSE O CASO DE EXISTIR O ÚLTIMO PONTO REFERIDO.

4


- EXECUÇÃO DO APURAMENTO DAS EXISTÊNCIAS UMA VEZ PREENCHIDAS AS RESPECTIVAS TABELAS DEVEMOS PASSAR À FASE DO APURAMENTO DAS EXISTÊNCIAS. O PRIMEIRO PASSO É PREENCHER O QUADRO DE VALORES DE EXISTÊNCIASFINAIS, QUE É CONSTRUIDO COM BASE NAS CONTAS INDICADAS NA TABELA DE CUSTO DE MERCADORIAS VENDIDAS E MATÉRIAS CONSUMIDAS (QUANDO É O CASO DE EXISTIR, ESTARCONTABILIZADO OU DE INTEGRAÇÃO AUTOMÁTICA COM A GESTÃO COMERCIAL). O APURAMENTO DAS EXISTÊNCIAS FINAIS DE DEZEMBRO PRESSUPÕE QUE NOS MESES ANTERIORES A ROTINA DE APURAMENTO AUTOMÁTICO DAS EXISTÊNCIAS FOI EFECTUADA (NAS CONDIÇÕES E CASOS DO PONTO ANTERIOR E PARA UM CÁLCULO AUTOMÁTICO)

UMA VEZ INDICADAS AS EXISTÊNCIAS FINAIS, PODEMOS ENTÃO EFECTUAR O APURAMENTO (DE FORMA AUTOMÁTICA) DAS EXISTÊNCIAS, QUE NÃO SERÁ MAIS DO QUE CRIAR OS DIÁRIOS INDICADOS NAS TABELAS PREENCHIDAS ANTERIORMENTE, E EFECTUAR OS LANÇAMENTOS BASEADOS NOS VALORES DESSAS MESMAS TABELAS.

5


APÓS A EXECUÇÃO DA ROTINA, PODEMOS VERIFICAR SE O APURAMENTO ESTÁ CORRECTO, VISUALISANDO O DIÁRIO QUE FOI RESERVADO PARA APURAMENTO DE EXISTÊNCIAS (DIÁRIO JÁ CRIADO NA LISTAGEM DE DIÁRIOS OU A CRIAR – (DAR NOME)

-APURAMENTO DE RESULTADOS APÓS O APURAMENTO DAS EXISTÊNCIAS, TODOS OS LANÇAMENTOS NECESSÁRIOS PARA O ENCERRAMENTO DO ANO ESTÃO FEITOS, OU SEJA TODAS AS CONTAS REFLETEM A ACTIVIDADE DA EMPRESA AO LONGO DO ANO. O PRÓXIMO PASSO É APURAR OS RESULTADOS DA EMPRESA, VERIFICAR SE HOUVE PREJUIZO OU LUCRO, E APURAR O IMPOSTO A PAGAR EM CASO DE LUCRO.

6


PARA QUE O QUADRO DE APURAMENTO ESTEJA CORRECTO, É NECESSÁRIO O PREENCHIMENTO DO MODELO 22 (VER MAIS ADIANTE EM “MODELO 22”, E A CONFIGURAÇÃO DA TABELA DE ANÁLISA FINANCEIRA, CONTAS DO POC, COM AS CONTAS DE PROVEITOS E CUSTOS, E DE IRC ESTIMADO.

7


AS RESTANTES CONTAS PODEM SER AS SEGUINTES E DE FORMA ORDENADA PELAS RUBRICAS E NOME: 76,78,79,241,VAGA E77 PODEMOS AINDA RETIRAR A ANÁLISE FINANCEIRA EM DIVERSAS RUBRICAS OU ÁREAS, TAIS COMO:

E AINDAS TODAS AQUELAS QUE À EMPRESA INTERESSEM, CONTITUINDO PARA ISSO NESTA TABELA O CONJUNTO DE CONTAS QUE REPRESENTÃO ESSA ANÁLISE OU QUE A INFLIÊNCIEM, BASTANDO PARA TAL DELOCAR AS SETAS PARA PASSAR DE TABELA A TABELA, E DAR UM NÚMERO E UM NOME, QUE CASO NÃO EXISTA, O PROGRAMA PERGUNTA SE QUER CRIAR. - RESULTADOS OPERACIONAIS ESTA RUBRICA DEVE CONTER AS CONTAS DA CLASSE DE CUSTOS E PERDAS E DA CLASSE DE PROVEITOS E GANHOS QUE VÃO TRANSFERIR VALORES PARA AS RESPECTIVAS SUBCONTAS DA CLASSE DE RESULTADOS, DE MODO A OBTER OS VALORES DE RESULTADOS OPERACIONAIS E FINANCEIROS

8


NOTA: NAS TABELAS AONDE ESTÁ O TIPO DE DOCUMENTO E QUE TENHO O Nº 5, NÃO CONCERTEZA ESSE NÚMERO, MAS SERÁ AQUELE QUE ESTIVER OU QUE TENHAMOS QUE COLOCAR NA TABELA DE DOCUMENTOS POC E SERÁ POR EXEMPLO O 998 (Apuramento de Resultados)

- RESULTADOS ANTES DOS IMPOSTOS ESTA RUBRICA ENCARREGA-SE DE EFECTUAR AS MOVIMENTAÇÕES NECESSÁRIAS AO APURAMENTO DE RESULTADOS ANTES DOS IMPOSTOS.

9


-RESULTADOS LIQUIDOS NESTA RUBRICA É EFECTUADO O AGRUPAMENTO, NA CONTA DE RESULTADO LIQUIDO DO EXERCICIO, DAS CONTAS QUE COTÊM OS VALORES ANTES DOS IMPOSTOS, E DA TRIBUTAÇÃO SOBRE OS RENDIMENTOS.

10


- APURAMENTO DE RESULTADOS UMA VEZ PREENCHIDAS AS RESPECTIVAS TABELAS DEVEMOS PASSAR À FASE DO APURAMENTO DE RESULTADOS

DURANTE ESTE PROCESSO A APLICAÇÃO IRÁ MOSTRAR O VALOR ESTIMADO DO IMPOSTO INSERIDO NA TABELA DE RESULTADOS LIQUIDOS. PODEMOS COLOCAR UM VALOR DIFERENTE DO SEGERIDO PELO ARTSOFT, E INCLUSIVAMENTE SIMULAR O RESULTADO LIQUIDO DO EXERCÍCIO O MAIS APROXIMADO POSSIVEL.

- IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO APÓS O APURAMENTO DE RESULTADOS (ESTIMATIVA DE IMPOSTO), E TENDO EM CONTA OS PAGAMENTOS ESPECIAIS EFECTUADOS POR CONTA E AS RETENÇÕES NA FONTE, VAI-SE APURAR SE TEMOS IMPOSTO A PAGAR OU A RECUPERAR. - TABELA DO APURAMENTO DE IMPOSTO

11


NESTA TABELA CONFIGURAM-SE AS CONTAS DE PAGAMENTOS ESPECIAIS POR CONTA, DE IMPOSTO ESTIMADO E DE RETENÇÕES NA FONTE, QUE DEVERÃO SER LANÇADORAS, BEM COMO AS CONTAS DE APURAMENTO, DE IMPOSTO A PAGAR E IMPOSTO A RECEBER. DEFINE-SE TAMBÉM QUAL O DIÁRIO E O CÓDIGO DE MOVIMENTO UTILIZADO NESTA OPERAÇÃO.

- APURAMENTO DE IMPOSTO NESTA OPÇÃO, VAI-SE APURAR O IMPOSTO

12


- VERIFICAÇÃO DE VALORES (meses 13 e 14) UMA VEZ EFECTUADO O APURAMENTO DE RESULTADOS, OS DIÁRIOS DOS MESES 13 E 14 POSSUEM AGORA VALORES QUE REFLETEM OS RESULTADOS DA EMPRESA DURANTE O ANO QUE SE ESTÁ A ENCERRAR. - LISTAGEM RESUMIDA DE DIÁRIOS NO CASO DO APURAMENTO DE RESULTADOS TER TIDO SUCESSO, ENTÃO OS DIÁRIOS RELATIVOS AOS MESES 13 E 14 DEVEM DE ESTAR SALDADOS, E A FORMA MAIS RÁPIDA E PRÁTICA DE OS VALIDAR É TIRAR UMA LISTAGEM RESUMIDA DOS MESES 13 E 14, VERIFICANDO SE O RESULTADO DOS MESMOS É “0”

NO CASO DE O RESULTADO SER DIFERENTE DE “0”, É PORQUE CONCERTEZA AS TABELAS DE APURAMENTO QUE EXPLIQUEI ANTERIORMENTE, NÃO ESTÃO CORRECTAMENTE PREENCHIDAS, DEVENDO NOMEADAMENTE VERIFICAR-SE SE AS CONTAS DE CONTRAPARTIDA ESTÃO CORRECTAMENTE DEFENIDAS. - ACTUALIZAÇÃO DO PLANO DE CONTAS DE O APURAMENTO DE RESULTADOS FOI EFECTUADO COM SUCESSO, ENTÃO OS DIÁRIOS DOS MESES 13 E 14 JA ESTARÃO SALDADOS DE CERTEZA E NESSE CASO ESTÁ AGORA NA ALTURA DE ACTUALIZAR O PLANO DE CONTAS, PARA QUE AS MESMAS REFLICTAM OS VALORES AGORA OS VALORES QUE ESTÃO PRESENTES NOS LANÇAMENTOS EFECTUADOS ATÉ AO MOMENTO, ATRAVÉS DA CAPTURA DOS VALORES EXISTENTES NAS CONTAS QUE FAZEM PARTE DAS TABELAS QUE CRIAMOS.

13


- BALANCETES DOS MESES 13 E 14 ATÉ ESTE MOMENTO ESTIVEMOS A TRATAR DE ENCERRAR O ANO, POR ISSO AGORA TODO O ANO ESTÁ JÁ ENCERRADO, SENDO ESTE O MOMENTO PRÓPRIO PARA TIRAR OS BALANCETES DOS DIÁRIOS AGORA CRIADOS E RELATIVOS AOS MESES 13 E 14. CHEGADOS A ESTE PONTO O ANO ENCONTRA-SE ENCERRADO, ISTO É, SE A PARTIR DESTE MOMENTO NÃO SE TIRAREM OS MAPAS COM OS VALORES CORRECTOS É PORQUE A CONFIGURAÇÃO DESTES MESMOS MAPAS NÃO ESTÁ CORRECTA, ESTANDO POR ISSO MAL EFECTUADA A SUA CONFIGURAÇÃO, VISTO QUE NESTE PONTO SE PARTE DO PRINCIPIO QUE OS VALORES DOS DIÁRIOS ESTÃO CORRECTOS E NÃO SERÁ NECESSÁRIO FAZER QUALQUER OPERAÇÃO SOBRE OS MESMOS.

- PASSAGEM DE SALDOS PARA UMA CORRECTA PASSAGEM DE SALDOS É NECESSÁRIO SEGUIR ALGUNS PROCEDIMENTOS. - TABELAS DE ENCERRAMENTO PARA QUE O ENCERRAMENTO SEJA EFECTUADO, AS TABELAS DE ENCERRAMENTO DEVEM ESTAR PREENCHIDAS. NA FICHA DA EMPRESA TEMOS QUE INDICAR QUAL O TIPO DE DOCUMENTO QUE VAMOS UTILIZAR PARA A REABERTURA, E POR SEU LADO ESTE TEM DE TER UM DIÁRIO RESERVADO, TAL COMO OS APURAMENTOS, OU SEJA, NO CAMPO DOS DIÁRIOS E AO SEREM CRIADOS, APERECE UM CAMPO DESDOBRAVÉL QUE NO PERGUNTA SE O DIÁRI É SIM OU NÃO EM TERMOS DE “RESERVADO” E TEREMOS QUE COLOCAR SIM, O QUE SIGNIFICA QUE O MESMO NÃO IRÁ ACEITAR LANÇAMENTOS MANUAIS, POR ISSO É NECESSÁRIO TER MUITO CUIDADO E SEGUIR ESTA REGRA PARA TODOS OS DIARIOS DE APURAMENTOS, PASSAGEM DE SALDOS,OU OUTROS NECESSÁRIOS E AUTOMÁTICOS (CRIAÇÃO AUTOMÁTICA)

AS CLASSES OU CONTAS INDICADAS NÃO SERÃO REABERTAS, OU SEJAM AQUELAS QUE ESTÃO INDICADAS EM “CÓDIGO”. É PRECISO NOTAR QUE NA CONTABILIDADE GERAL TODAS AS CONTAS SÃO REABERTAS, COM EXCEPÇÃO DAS CONTAS DAS CLASSES 6 E 7 COMO É NATURAL POIS SÃO REFERENTES AO EXERCICIO, QUER DE EXISTÊNCIAS, APURAMENTOS, AMORTIZAÇÕES OU NÃO TRANSITADAS. ACESSO POR:

14


PREMIR ALTERAR

Seleccionar “Limites Contas POC

VER CONTAS A NÃO REABRIR

15


- PASSAGEM DE SALDOS O ENCERRAMENTO IRÁ EFECTUAR OS LANÇAMENTOS DE REABERTURA, OU SEJA, VAI CRIAR OS DIÁRIOS DO MÊS “0” E EFECTUAR OS RESPECTIVOS LANÇAMENTOS, BASEADO NAS TABELAS DE ENCERRAMENTO. NOTA: PROPOSITADAMENTE REFERI DIÁRIOS E NÃO DIÁRIO, CONTRARIAMENTE AQUILO QUE O ANO 2008 TEM INICIALMENTE, E SÓ TERÁ UM ÚNICO DIÁRIO SE OS LANÇAMENTOS FOREM EFECTUADOS MANUALMENTE. NÃO HÁ OUTRA FORMA POR MUITO QUE DIGAM, E SE TIVER UM DIÁRIO DE REABERTURA E TRABALHAR COM 40, SERÁ DE DESCONFIAR POIS OUVE OU PODERÁ HAVER MAROSCA E TUDO É FEITO MANUALMENTE E À VONTADE DO “FREGUÊS”.

AS OPÇÕES A SELECCIONAR DEPENDEM DE VÁRIOS FACTORES, ENTRE ELES O PRINCIPAL É NÃO BARALHAR O PROGRAMA E APAGAR DADOS, POR ISSO A ACÇÃO DE REABERTURA DE FICHEIROS BASE, SÓ IRÁ SER EFECTUADA SE NENHUMA OUTRA APLICAÇÃO AINDA NÃO ESTIVER A CORRER NO ANO SEGUINTE, O QUE RÁRAMENTE ACONTECE, POIS AS TAREFAS DE GESTÃO COMERCIAL E RECURSOS HUMANOS, ACABAM POR OBRIGAR O UTILIZADOR A ABRIR OS FICHEIROS BASE ANTES DO PROGRAMA DE CONTABILIDADE POR EXEMPLO, DEVIDO A QUE O ENCERRAMENTO DO ANO NÃO TEM NADA A VER COM O ACABER DO ANO CIVIL, E É TAMBÉM POR ISSO QUE O PROGRAMA PERMITE ENCERRAMENTOS DESFAZADOS, BEM COMO ABERTURAS, E ATENDA-SE AO CASO DO POC E DO IMOBILIZADO QUANDO O ANO FISCAL É DIFERENTE DO ANO CIVIL. NESTE CASO NA OPÇÃO “REABERTURA DE CONTABILIDADE”, A DATA DE ENCERRAMENTO DA CONTABILIDADE VAI SER PREENCHIDA NA FICHA DA EMPRESA, E TODAS AS CONTAS DO POC FICAM COM A OPÇÃO “CONTA ENCERRADA” MARCADA, NÃO PERMITINDO DE FORMA ALGUMA FAZER LANÇAMENTOS NO NOSSO ANO AGORA ENCERRADO.SERÁ TAMBÉM CRIADO O DIÁRIO DE REABERTURA COM OS LANÇAMENTOS PROVENIENTES DA REABERTURA. NESTE QUADRO EXISTE TAMBÉM UMA OPÇÃO DE “ANULAÇÃO DA CONTABILIDADE”, PARA PERMITIR QUE TODAS AS CONTAS QUE FICARAM COM A MARCAÇÃO DE “CONTA ENCERRADA” POSSAM SER REABERTAS, BEM COMO SE PROCEDA À ANULAÇÃO DO DIÁRIO DE REABERTURA, E A DATA DE ENCERRAMENTO NA FICHA DA EMPRESA DEVE SER RETIRADA MANUALMENTE, PARA SE QUISERMOS PODER VOLTAR A EFECTUAR OU CORRIGIR LANÇAMENTOS E VOLTAR NOVAMENTE AO PROCESSO DE ENCERRAMENTO.

16


- CONFIGURAÇÃO DOS MAPAS - TABELA DE ELEMENTOS CONTABILISTICOS NESTE CASO ESPECIFICO FORAM CRIADAS MAIS ALGUMAS TABELAS DE ELEMENTOS CONTABILISTICOS, PARA AUTOMATIZAR ALGUMAS TAREFAS E PARA SE PODEREM FAZER INTRODUÇÕES DE UMA SÓ VEZ E POR UMA ÚNICA VEZ, DE ALGUMAS CONTAS QUE ERAM REPETITIVAS.

APÓS DAR UM NOME AO ELEMENTO CONTABILISTICO COMO NA IMAGEM EM BAIXO, INTRODUZEM-SE NAS LINHAS QUE COMPÕEM A TABELA AS VÁRIAS FÓRMULAS DAS CONTAS QUE QUEREMOS UTILIZAR, UMA DESCRIÇÃO DAS MESMAS, E QUAL O MÊS E O ANO A QUE SE REFEREM OS VALORES DAS FORMULAS OU CONTAS QUE SE INTRODUZIRAM E QUE IRÃO DEVOLVER.

FORMATO DA INTRODUÇÃO : CONTA + TIPO DE SALDO PARA AS SEGUINTES DEFENIÇÕES: - CONTA – CONTAS DO POC (INTERMÉDIAS – RAZÃO – LANÇADORAS - TIPO DE SALDO – SEM INDICAÇÃO – SALDO DOS DALDOS (EXEMPLO 88) SD – SALDO DEVEDOR (EXEMPLO 88SD)

17


SC – SALDO CREDOR (EXEMPLO 88SC) DA – DÉBITO ACUMULADO ATÉ AO MÊS (EXEMPLO 88DA) CA – CRÉDITO ACUMULADO ATÉ AO MÊS (EXEMPLO 88CA) OPERAÇÕES E OPERADORES UTILIZADOS (CASO DE MAIS DE UMA CONTA) + - SOMA DOS VALORES DAS CONTAS (EXEMPLO 42SD+43SD) – SOMA DOS VALORES DOS SALDOS DEVEDORES DAS CONTAS 42 E 43 : - SOMA DOS VALORES ENTRE UM INTERVALO DETERMINADO DE CONTAS (EXEMPLO 11:14SD) - SOMA DOS VALORES DOS SALDOS DEVEDORES DAS CONTAS TODAS ENTRE A 11 E A 14 PODEMOS TAMBÉM INTRODUZIR VALORES COLOCANDO O SIMBOLO $ ANTES DOS CARACTERES NUMERICOS, E NO CASO DE INSERIRMOS EM CENTIMOS TEMOS QUE COLOCAR UM PONTO (.) ANTES DAS DECIMAIS ($10.25) EM TERMOS DE CONTAS PODEMOS FAZER OPERAÇÕES, UTILIZANDO PARA TAL OS OPERADORES NORMAIS DE + * / - ETC.. NO CASO DE PRETENDERMOS UMA PERCENTAGEM DE UMA CONTA, UTILIZA-SE A SGUINTE ESTRUTURA: CONTA – OPERADOR – VALOR A MULTIPLICAR (6222 * $0.20) MÊS – ACTUAL, OU UM DOS MESES ESPECIFICOS ANO – ACTUAL OU ANTERIOR - MAPA RECAPITULATIVO NÃO HÁ CONFIGURAÇÃO DE MAPA, APENAS TÊM DE SE SEGUIR OS PRESSUPOSTOS - CONTAS – TIPO CLIENTE/FORNECEDOR OU DIVERSOS – PREENCHIMENTO DO NÚMERO DE CONTRIBUINTE - TABELAS DE MOVIMENTO DE CONTABILIDADE – TIPO CLIENTES/FORNECEDORES - LANÇAMENTOS COM A CONTA RESPECTIVA E O CÓDIGO DA TABELA DE MOVIMENTOS - DEMONSTRAÇÃO DE FLUXOS DE CAIXA NÃO HÁ CONFIGURAÇÃO DE MAPA, APENAS TÊM DE SE SEGUIR OS PRESSUPOSTOS - CONTA MOVIMENTA FLUXOS DE CAIXA -TIPO DE DOCUMENTO DE CONTABILIDADE MOVIMENTA FLUXOS DE CAIXA - TRANSMISSÕES INTRACOMUNITÁRIAS NÃO HÁ CONFIGURAÇÃO DE MAPA, APENAS TÊM DE SE SEGUIR OS PRESSUPOSTOS - CONTAS – TIPO CLIENTE/FORNECEDOR OU DIVERSOS – PREENCHIMENTO DO NÚMERO DE CONTRIBUINTE E DO PAÍS DE ORIGEM - TABELA DE MOVIMENTOS DE CONTABILIDADE – TIPO TRANSMISSÕES INTRACOMUNITÁRIAS – ESCOLHER UM DOS TIPOS DISPONIVEIS - LANÇAMENTOS COM A CONTA RESPECTIVA E O CÓDIGO DA TABELA DE MOVIMENTOS MUITO IMPORTANTE A PARTIR DESTE MOMENTO AS TABELAS A UTILIZAR SÃO MUITO PREENCHIDAS, E SÃO BASTANTES PORQUE VAMOS FAZER A TRANSIÇÃO PARA O ENCERRAMENTO FISCAL COM MODELOS QUE COMPÕEM O DOSSIER FISCAL, E POR OUTRO LADO SÃO SUPER IMPORTANTES PARA O RESULTADO FINAL DO MODELO 22 E ANEXOS, BEM COMO PARA OS MODELOS QUE A EMPRESA VAI NECESSITAR OU PODERÁ QUERER, E ENTÃO ENVIO UM FICHEIRO OU MELHOR UMA PASTA QUE CONTEM TODOS OS FICHEIROS PARA CRIAR AS TABELAS, E QUE JÁ COLOQUEI COM A ESMAGADORA MAIORIA DAS CONTAS DE ORDEM GERAL, E SE FALTAREM SERÃO ALGUMAS DE UTILIZAÇÃO PARTICULAR, É NECESSÁRIO EM CADA UMA PREMIR O BOTÃO IMPORTAR, E NA MAIORIA DAS VEZES ATÉ SÃO NECESSÁRIOS 2 CLIQUES OU ATÉ TRÊS, DEPENDENDO DO NÚMERO DE SEPARADORES QUE CADA TABELA TEM, JÁ QUE COM CADA CLIQUE CARREGA-S UMA TABELA E POR VEZES E APENAS NUM CASO É NECESSÁRIO DAR ATÉ DOIS CLIQUES. Apartir de elementos contabilisticos pode fazer tudo assim em cada tabela que lhe apresentar

- BALANÇO PARA QUE ESTES POSSAM SER CORRECTAMENTE PREENCHIDOS, TÊM DE SER CORRECTAMENTE PARAMETRIZADOS NAS TABELAS DISPONIBILIZADAS PARA O EFEITO (DAÍ A AFIRMAÇÃO ANTERIOR QUE FIZ).

18


BALANÇO - SINTÉTICO - SÃO APENAS IMPRESSAS AS CONTAS DO RAZÃO - ANALITICO - SÃO IMPRESSAS AS CONTAS CONSIDERADAS ESSENCIAIS PARA UMA ANÁLISE CORRECTA DO BALANÇO OS CAMPOS A PREENCHER E AS FUNÇÕES QUE PODEM SER UTILIZADAS SÃO EXPLICADAS EM SEGUIDA, JÁ QUE SÃO COMUMS A TODAS AS CONFIGURAÇÕES REQUERIDAS PARA TODOS OS MAPAS, COMO EXEMPLO MOSTRADO, EM QUE OS CAMPOS SÃO O SEGUINTE: - RUBRICA - POSIÇÃO ORDENADA NUMERICAMENTE - POSIÇÃO - SERVE PARA COLOCARMOS CONTAS QUE DE OUTRA FORMA NÃO IRIÃO CABER NA LINHA DA RUBRICA - ESTAS LINHAS NÃO VÃO SER IMPRESSAS. - CÓDIGO CEE - CLASSIFICAÇÃO EUROPEIA DAS CONTAS DO POC - POC - CONTAS DO PLANO OFICIAL DE CONTABILIDADE DE ACORDO COM O DL 410/89 - TOTAL - SIM OU NÃO – COLOCA-SE NO FIM DE CADA QUEBRA DE CONTAS (Ex: IMOB. CORPOREAS) - DESCRIÇÃO - TEXTO A SER IMPRESSO (NORMALMENTE DE ACORDO COM AS DESCRIÇÕES DO POC) - COLUNA DO ACTIVO - CONTAS A SEREM SOMADAS NAS LINHAS - COLUNA DAS AMORTIZAÇÕES/PROVISÕES - CONTAS A SEREM SOMADAS NAS LINHAS

AQUI A NOMENCLATURA É IDENTICA À USADA NAS TABELAS DE ELEMENTOS CONTABILÍSTICOS (VER PONTO APURAMENTOS) PODEN-SE USAR AQUI ESTAS RUBRICAS, DIGITANDO @ E DEPOIS RECOLHENDO A RUBRICA ADEQUADA EXISTEM APENAS 4 QUADROS, SUBDIVIDIDOS PELO ACTIVO E PELO PASSIVO: IMOBILIZADO; CIRCULANTE; CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO. ESTES QUADROS, OU SUBDIVISÕES , SERVEM PARA EFECTUAR QUEBRAS DE PÁGINA E DAR COERÊNCIA AO MAPA.

19


Manual de Fecho do Ano