Page 1

POR ENTRE TUBOS Registros do transporte pĂşblico curitibano pelos olhos de uma passageira

Georgia Macedo


POR ENTRE TUBOS Registros do transporte pĂşblico curitibano pelos olhos de uma passageira

Georgia Macedo


Este livro.. Sempre usei o ônibus como forma de transporte, tanto para ir para a faculdade, quanto para trabalhar ou para o lazer. Curitiba possui 465 linhas de transporte, que integram todos os bairros da cidade, além da Região Metropolitana. Considerado por muitos anos modelo de transporte público, os tubos de embarque e o sistema trinário, acabaram se tornando mais um dos ponto turístico da cidade. Mas por que todo mundo reclama se é tão bom? Foi a partir desta dúvida, que resolvi registrar o meu dia-a-dia como passageira do transporte coletivo curitibano. Em quatro meses, viajei por todas as linhas de ônibus da cidade. Eu viajei, meu Deus! Em horários alternados, passei pela grande maioria dos terminais. Andei em dezenas de alimentadores, ligeirinhos, ligeirões, hibribus e interbairros. Esperei, por horas, dentro de uma estação tubo ou de um terminal. Me perdi...Pedi informações... E – Ufa! - cheguei no local esperado... Foram tantas horas, tantos quilômetros e muitas amizades... Conheci todo tipo de gente: Vendedores, estudantes, turistas, empregados, desempregados, guardas, vigilantes, idosos, obesos, leitores, fãs de rock’n’roll, pessoas com deficiência... Enfim, um mundo à parte. Mas no meio desse mundaréu de gente, conheci também outro tipo de amigo, aqueles que chamam de ‘melhor amigo do homem’. Aprendi muito nesta minha viagem. Hoje, vejo o mundo de maneira diferente. Agora quero oferecer essa minha experiência a você, que tem este livro em mãos. Folheie à vontade... Espero que viaje comigo ‘por entre tubos’.


ÍNDICE ESPERA.................................................................................................11 VIAGEM...............................................................................................29 EMBARQUE.........................................................................................65 Em dias de...CHUVA...........................................................................73 TERMINAIS.........................................................................................83 MORADORES......................................................................................107


ESPERA


O tempo de espera de um ônibus em Curitiba pode variar entre 7 minutos, os de maior demanda, até 1 hora, os de menor demanda. Neste meio tempo, as pessoas procuram algo com o que se ocupar. Seja ler, olhar a paisagem, se encostar para descansar os pés, escutar música, refletir na vida e até mesmo namorar.


VIAGEM


Um Curitibano passa, em média, uma hora e meia do seu dia dentro de um ônibus. Mas essas horas nunca são perdidas. As pessoas usam a sua criatividade e ocupam seu tempo fazendo crochê, lendo livros, estudando para provas, escutando músicas, pensando na vida, fofocando sobre o trabalho e até mesmo tirando aquela soneca atrasada da semana.


EMBARQUE


A hora do embarque, para muitos, é a hora mais esperada. É aquele momento em que você vai finalmente pra casa, depois de um dia exaustivo, ou encontrar aquela pessoa querida que está a sua espera. São milhões de pessoas que passam pela mesmas, plataformas ou escadas dos ônibus. Milhões de pessoas com destinos diferentes, pensamentos diferentes, etnias e culturas diferentes. Todas elas querendo um espaço dentro do ‘coletivo’ às vezes superlotados, às vezes muito vazio, com um outro ‘gato pingado’.


Em dias de...

CHUVA


Em dias de chuva, o transporte coletivo curitibano fica demorado. Por conta do transito, os ônibus atrasam e o engarrafamento toma conta da cidade. Quem pega ônibus , espera! Muitas vezes até para fora do tubo ou sem a cobertura dos pontos. Mas, fazer o que? O jeito é olhar a paisagem, escutar uma música e não se estressar, pois pelo menos não está dirigindo a essas horas!


TERMINAIS


Os terminais foram criados facilitar as conexões entre os ônibus e o acesso a diversas linhas. Hoje , os terminais de ônibus em Curitiba, possuem várias lojas, lanchonetes, bancas de revistas, banheiros e também tornaaram-se ponto de encontro entre amigos, colegas de trabalho etc.


MORADORES


Conhecidos como ‘o melhor amigo do homem’, os cachorros também fazem parte dos terminais. Não se sabe a origem de tantos animais nas estações, mas eles sempre estão lá. Doceis e carinhosos, eles não apresentam perigo a ninguém, muito pelo contrário, nos fazem companhia na espera do ônibus. Os animais, sempre saudáveis e limpinhos, recebem os devidos cuidados dos moradores locais e vigias dos terminais.


Livro impressão georgia macedo pequeno