Issuu on Google+

1

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

Sexta-Feira

Edição 951 Março / 2014

21

Governo do Estado testa ônibus elétrico na linha Curitiba - São José dos Pinhais O governador explicou que o projeto faz parte de um pacote de medidas para a mobilidade para a Região Metropolitana de Curitiba, que envolve a liberação de recursos para implantação de ciclovias nos municípios, licitação para implantação de faixas exclusivas para ônibus na RMC e recursos para reforma do terminal Cachoeira, de Almirante Tamadaré

Leia mais na Página 8

A hipótese de homicídio é descartada pela Polícia Civil De acordo com informações de populares que estavam no local da ocorrência, um homem que preferiu não se identificar contou que ouviu disparos e em seguida ouviu uma das vitimas, o policial militar Rinaldo Alberto de Seni Miguel (25), quase sem voz pedindo socorro.

Leia mais na Página 3

28ª Corrida Rústica de DER estuda construção de Jacarezinho terá R$ 5 viaduto para recuperar a Estrada da Graciosa mil em premiação

Leia mais na Página 5

Na manhã desta quinta-feira (20), a presidente do Provopar, Luciane Cristina da Luz Bueno e a diretora do Departamento de Educação, Cristina Scoton Ortiz Passos, em entrevista à rádio AlternativaFm (87.9) e ao Correio Notícias, explicaram sobre a realização das campanhas.

Leia mais na Página 4


2

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

EDITAIS

Prefeitura Municipal de Siqueira Campos Estado do Paraná Legislação Municipal

§ 2º - O Orçamento do FMMA integrará o Orçamento do Município, em obediência ao princípio da unidade orçamentária, observando, em sua elaboração, os padrões e normas estabelecidas na legislação pertinente. Art. 13 - O Plano de Aplicação de Recursos do FMMA terá como Executor o Presidente do COMASIQ, a quem competirá também o ordenamento das despesas, obedecidos os princípios gerais para a operação de Fundos Especiais, estabelecidos nos Artigos 71 a 74 da Lei Federal nº 4.320/64.

LEI 270/2009

Parágrafo Único – A movimentação financeira e bancária dos recursos do FMMA serão realizadas pela Divisão de Tesouraria do

Súmula: Cria o Fundo Municipal do Meio Ambiente.

Município na forma da Lei. Art. 14 - Ao Executor do FMMA compete ainda:

A CÂMARA MUNICIPAL DE SIQUEIRA CAMPOS, ESTADO DO PARANÁ, APROVOU E

I - firmar convênios, contratos,juntamente com o Chefe do Poder Executivo, referente a recursos

EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI:

financeiros e/ou técnicos, os quais serão administrados pelo FMMA, previamente aprovados pelo COMASIQ submetendo-se ao refe-

Art. 1º - O Fundo Municipal do Meio Ambiente - FMMA, com autonomia

rendo do Poder Legislativo Municipal;

contábil, procederá à execução orçamentária no âmbito de sua

II - designar servidores municipais, sem prejuízo de suas atividades, para assessoramento e execução dos serviços contábeis;

competência.

III - prestar contas da aplicação dos recursos do FMMA, nos prazos e na forma da legislação vigente;

Art. 2º - Os recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente - FMMA, serão provenientes:

IV - representar ativa, passiva e judicialmente o FMMA;

I - do valor das infrações ambientais apurados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente;

V - propor ao COMASIQ alternativas de resolução de casos omissos no presente regulamento, tomando, quando necessário e urgen-

II - as resultantes de doações que venha a receber de pessoas físicas e jurídicas ou de organismos públicos e privados, nacionais e

te, “ad referendun”;

internacionais;

VI - outras atribuições definidas pelo Fundo.

III - rendimentos de qualquer natureza, que venha a auferir como remuneração decorrente de aplicação de seu patrimônio; IV - rendimentos e indenizações decorrentes de ações judiciais e ajustes de conduta, de natureza ambiental, promovidos pelo Ministério Público no município de Siqueira Campos;

Art. 15 – Os serviços de tesouraria do FMMA serão desempenhados pelo Chefe de Tesouraria do Município. Art. 16 - A contabilidade do FMMA, executada em conformidade com os dispositivos da Lei nº 4.320/64 e demais disposições regulamentadoras da matéria objetivará evidenciar sua situação financeira, patrimonial e orçamentária. § 1º - A organização contábil deverá permitir o exercício da função do controle prévio, concomitante e subseqüente, de informar, de apropriar e apurar os custos dos serviços e de interpretar e analisar os resultados alcançados em consonância com os objetivos do

V - repasses mensais da Companhia de Saneamento do Paraná - SANEPAR, 0,8%

FMMA.

(zero vírgula oito por cento) do seu faturamento no Município de Siqueira Campos para o FMMA;

§ 2º - Serão emitidos, mensalmente, balancetes das receitas e das despesas do FMMA e demais demonstrativos produzidos pela

VI - outros recursos que, por sua natureza, possam ser destinados ao FMMA. Art. 3º - Os recursos do FMMA serão contabilizados como Receita Orçamentária do Município e serão movimentados através de conta bancária própria.

contabilidade do FMMA passarão a integrar a contabilidade geral do Município. Art. 17 – Revogam-se as disposições em contrário.

§ 1º - O Plano de Aplicação dos Recursos do FMMA, elaborado pelo COMASIQ, será de acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias

Prefeitura Municipal de Siqueira Campos

e integrará o Orçamento Anual do Município.

Estado do Paraná Legislação Municipal

§ 2º - A execução do Plano de Aplicação dos Recursos do FMMA será contabilizada, devendo seus resultados contar do Balanço

Siqueira Campos, 26 de janeiro de 2009.

Geral do Município.

Luiz Antonio Liechocki

§ 3º - A execução orçamentária das receitas se processará por meio da obtenção de seu produto nas fontes indicadas nos incisos I

Prefeito Municipal

a VI do Art. 2º desta Lei. § 4º - Os recursos provenientes dos repasses a que se refere o Inciso V do Art. 2º desta Lei, destinados ao Fundo Municipal do Meio Ambiente, ficam vinculados a efetiva aplicação em ações de proteção, recuperação e conservação ao meio ambiente, conjugadas com

O verdadeiro julgamento do século

a Política Ambiental da Concessionária. Art. 4º - Os recursos do FMMA serão destinados para: I - o financiamento de atividades visando a conservação do meio ambiente, o uso racional e sustentável dos recursos naturais, a manutenção, melhoria e recuperação da qualidade ambiental do Município, a promoção da Educação Ambiental em todos os seus níveis, observadas as prioridades aprovadas pelo Conselho Municipal do Meio Ambiente de Siqueira Campos – COMASIQ; II - o custeio da elaboração e execução de estudos, pesquisas cientificas e projetos técnicos ambientais de acordo com as ações

Erivelto Rodrigues

previstas no Inciso anterior; III - a contratação de pessoal para dar suporte técnico e administrativo às decisões do COMASIQ; IV - aquisição de materiais necessários aos cumprimentos dos objetivos do FMMA; V - a reparação de danos causados ao meio ambiente no âmbito do Município de Siqueira Campos, de acordo com os projetos aprovados pelo COMASIQ; VI - outras despesas de interesse ambiental do Município de Siqueira Campos, assim consideradas e destinadas a: a) - participação e promoção de eventos técnicos, científicos e educacionais, tais como seminários, simpósios, congressos, feiras, amostras e outros, que cumpram com os objetivos do FMMA; b) - promoção e execução de programas de capacitação e treinamento de mão-de-obra, por meio de cursos, estágios ou outras formas, visando habilitar os recursos humanos para o desempenho de diversas funções para o desenvolvimento ambiental do Município; c) - outras finalidades, especificamente definidas pelo COMASIQ; Art. 5º - O financiamento referido no Inciso II, poderá ser destinado a organizações não governamentais, devendo ser aprovado pelos membros do Plenário do COMASIQ, mediante a apresentação de proposta fundamentada em parecer técnico sobre os benefícios ambientais do empreendimento para o Município. Art. 6º - Somente poderá receber recursos do FMMA, entidade não-governamental, sem fins lucrativos, em funcionamento por no mínimo um ano, que esteja devidamente cadastrada no COMASIQ e na Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Siqueira Campos. Art. 7º - Nenhuma despesa será realizada sem a necessária autorização orçamentária e em casos de insuficiência ou de omissões orçamentárias, poderão ser utilizados créditos adicionais suplementares e especiais, autorizados por Lei e abertos por Decreto do Poder Executivo. Art. 8º - Os recursos do FMMA, destinados na forma dos Incisos I e V do Artigo 3º, serão geridos mediante convênio, por instituições financeiras, observados os princípios básicos de preservação da integridade patrimonial do Fundo e a minimização do retorno econômico, social e ambiental. § 1º - Para a concessão de financiamentos com os recursos referidos no “caput” deste artigo, fica vedada a aplicação de taxas de juros negativas. § 2º - As normas operacionais de enquadramento, concessão de financiamento, condições e beneficiários, entre outras, serão propostos pelo COMASIQ e referendados pelo Legislativo Municipal. Art. 9º - Constituem ativos contábeis do FMMA: I - disponibilidades monetárias em Bancos ou em Caixa especial, oriundos de suas receitas; II - haveres e direitos que porventura vier a constituir; III - bens móveis e imóveis que forem adquiridos e direitos vinculados ao FMMA. Art. 10 - Anualmente se processará o inventário dos bens e direitos vinculados ao FMMA. Art. 11 - O passivo do FMMA é constituído pelas obrigações de qualquer natureza que venha a assumir. Art. 12º - As previsões referente ao FMMA que deverão constar no plano plurianual, na lei de diretrizes orçamentárias e no orçamento anual deverão ser encaminhadas ao Poder Executivo Municipal 30 dias antes do prazo limite para ser, cada ato, encaminhado ao Poder Legislativo. § 1º - O Orçamento do FMMA evidenciará as políticas ambientais e o plano de trabalho aprovados pelo COMASIQ, previstos no Plano Plurianual e na Lei de Diretrizes Orçamentárias, assim como os princípios de universalidade e de equilíbrio.

jornalística correio do norte s/c ltda - cnpj: 07.117.234/0001-62 Site: www.correionoticias.com.br - E-mail: editais@correionoticias.com.br escritório siqueira campos diagramacao@correionoticias.com.br Rua Dos Expedicionários,1525 - centro Siqueira Campos - Paraná REPRESENTAÇÃO (43) 3571-3646 | 9604-4882 MERCONET Representação de Veículos de ComuniOs artigos publicados não expressam necessariamente a opinião do Jornal e são de total responsabilidade dos autores.

cação LTDA Rua Dep. Atilio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633

O julgamento das supostas perdas geradas por planos econômicos a alguns grupos de poupadores, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), é como um feitiço do tempo: um fenômeno imaginário que é acionado todas as vezes em que discutimos esqueletos também imaginários, colocando-nos de volta ao passado. Não importa o valor pendente, são bilhões. E isso é o que importa. Bilhões são valores importantes, em qualquer medida. E são valores que não existem em nenhuma contabilidade real. É um dinheiro que terá de ser fabricado. E não há dúvida de que os efeitos sobre a economia em situação semelhante – fabricação de bilhões de reais sem lastro real – serão sempre a geração do mesmo problema de 30 anos atrás: inflação inercial gerada pelo descontrole das contas públicas. Se os bancos forem condenados, terão de desembolsar uma quantia que, por todos os critérios, será a maior já paga por uma decisão judicial em toda a história do país. Por seus efeitos deletérios e impactos negativos na vida do cidadão comum,

Direção / editora chefe

Elizabete Gois redação

Camila Consulin, Isaele Machado, Regiane Romão DIAGRAMAÇÃO

Bruno Rafael, Marcos Vinícius administrativo

Isamara Machado, Claudenice Machado COLUNISTA

Gênesis Machado

Siqueira Campos Cornélio Procópio Curitiba Ibaiti Japira Jaboti Salto do Itararé Carlópolis Joaquim Távora Guapirama Quatiguá Jacarezinho Conselheiro Mairinck Pinhalão

este é o verdadeiro julgamento do século. Poderá mudar o destino de gerações à frente. No curto prazo, imagine que os bancos teriam sua capacidade de empréstimo muito reduzida, uma diminuição na oferta de crédito da ordem de R$ 1,3 trilhão. A escassez traria também um indesejado, mas inevitável, aumento do custo do crédito. A consequência óbvia seria a redução da atividade econômica, do consumo, do emprego e da renda das famílias. E isso por vários anos. Há outras questões igualmente importantes para as quais é preciso dar atenção. Nos quatro planos econômicos em foco no STF – o Plano Bresser, de 1987; o Plano Verão, de 1989; os Planos Collor I e II, de 1990 e 1991 –, o governo determinou às instituições bancárias que mudassem os índices de reajuste aplicados às cadernetas de poupança. Essas determinações foram aprovadas pelo Congresso e ganharam força de lei, num ambiente de plena democracia. Os bancos não tinham como não cumpri-las, sob pena de desrespeitar disposições legais. Castigá-los

Tomazina Curiúva Figueira Ventania Sapopema São Sebastião da Amoreira Nova América da Colina Nova Santa Bárbara Santa Cecília do Pavão Santo Antônio do Paraíso Congoinhas Itambaracá Santa Mariana Leópolis

por isso mais de duas décadas depois (quase 30 anos, no caso do Plano Bresser) é uma injustiça clara. Mais do que isso: seria um sério fator de insegurança, justamente numa época em que a sociedade reivindica segurança jurídica, respeito estrito à lei, e cumprimento de obrigações e de contratos como bases para o seu desenvolvimento. Os quatro planos de estabilização questionados agora no STF foram adotados em situações de quase catástrofe, nas quais a inflação desorganizava a vida econômica do país e impunha, dia a dia, perdas substanciais à maioria da população. Os bancos não lucraram com nenhum dos planos econômicos; pelo contrário, tiveram custos imensos para adaptar sistemas e controles para abrir no primeiro dia útil após a edição das medidas para atender o público de forma adequada. Na outra ponta, os mesmos índices usados para a correção da poupança foram aplicados para o reajuste dos empréstimos imobiliários, financiados com os recursos da própria poupança.

Sertaneja Abatiá Rancho Alegre Cambará Primeiro de Maio Ribeirão do Pinhal Florestópolis Nova Fátima São Gerônimo da Serra Barra do Jacaré Santo Antônio da Platina Santa Amélia Arapoti Sertanópolis Jaguariaíva Bela Vista do Paraíso Sengés Ribeirão Claro São José da Boa Vista Wenceslau Braz Santana do Itararé Circulação Jundiaí do Sul Andirá

FILIADO A Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná


3

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

POLICIAL

A hipótese de homicídio é descartada pela Polícia Civil Após disparo que feriu o marido, Gabriela teria atirado contra própria cabeça

CAMPOS GERAIS EM FOCO Um dos maiores investimentos na região dos Campos Gerais será de R$ 9 bilhões através do Projeto Puma, idealizado pela fábrica de celulose Klabin, instalada em Ortigueira. A capacidade anual de produção será de 1,5 milhão de toneladas em fibras para papel. No total serão gerados 1,4 mil empregos diretos na unidade. OBRAS EM ANDAMENTO Estão sendo investidos R$ 3,9 milhões na construção de um viaduto em Francisco Beltrão, sudoeste. As obras devem facilitar a circulação viária com a nova trincheira na PR-483, que dá acesso ao campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, no bairro São Miguel. A previsão para entrega é agosto de 2014. HABITAÇÃO NO NORTE Com investimento de R$ 627 mil serão construídas 22 casas rurais em Manoel Ribas, norte-central. O valor de cada moradia é de R$ 28,5 mil através da Companhia de Habitação Rural do Paraná (Cohapar) e prefeitura. O objetivo é diminuir a evasão rural devido à falta de estrutura habitacional. ENINC 2014 Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do ‘Encontro Nacional para Inovação da Construção Civil’. O evento acontece nos dias 2 e 3 de junho em Curitiba. A proposta é reunir empresários, arquitetos e engenheiros para debater novas alternativas para indústria da construção. A programação inclui feira de exposições, palestras e painéis temáticos.

De Siqueira Campos Isaele Machado A semana foi marcada por uma tragédia em Siqueira Campos, aproximadamente às 16h30 da tarde de terça-feira (18) em uma residência localizada na Rua Piauíesquina com a Rua Benjamin Constant, próximo ao Lava Car Emanuel, onde ocorreu disparos de arma de fogo com vítimas De acordo com informações de populares que estavam no local da ocorrência, um homem que preferiu não se identificar contou que ouviu disparos e em seguida ouviu uma das vitimas, o policial militar Rinaldo Alberto de Seni Miguel (25), quase sem voz pedindo socorro. Neste momento o homem que foi averiguar o ocorrido, e ao ver o estadograve do policial acionou a equipe do SAMU e a Policia Militar, que em menos de dez minutos chegaram ao

local. Ao constatarem a outra vitima,jovem Gabriela de Souza Godoy (24), que já estava em óbito, os socorristas prestaram os primeiros socorros ao militar que em seguida foi encaminhado para Santa Casa de Misericórdia de Siqueira Campos. Os policiais isolaram a área até a chegada do Instituto Médico Legal (IML) de Jacarezinho, que recolheu o corpo da jovem por volta das 19h00. Segundo uma avaliação preliminar da Policia Civil, Gabriela não teria intenção de matar o marido. Rinaldo tentou desarmar a jovem que estava em posse da arma de serviço do militar (pistola P.40 de uso restrito da Polícia Militar), momento em que acidentalmente um disparo atingiu a perna de Rinaldo. Em seguida,Gabriela conseguiu pegar a arma e atirou contra a própria cabeça e de imediato entrou em óbito.A arma

estaria ao lado da cama do casal. Após ter dado entrada na Santa Casa de Misericórdia, onde foi atendido pelo médico José Garanhani, Rinaldo foi transferido para Jacarezinho, onde teve um atendimentoampliado e passou por uma cirurgia no fêmur. Já, o corpo da jovem foi velado na Capela da Paz em Siqueira Campos e o enterro foi no Cemitério Municipal na tarde de ontem. A informação de familiares das vitimas, é de que a jovem estava passando por problemas psicológicos e fazia tratamento com psicoterapêuticos, Rinaldo era paciente e compreensivo, pois sabia dos problemas da esposa. Ontem a equipe do CN (Correio Notícias) entrou em contato com o comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar da área de abrangência do 2° Batalhão com sede em Jacarezinho, capitão Doni-

zete Lemes da Silva, o qual informou que um processo militar foi aberto para investigar o caso. Aproveitando o ensejo, nossa equipe perguntou ao Capitão se a arma seria de fácil manuseio, o qual respondeu que a P.40 é uma arma leve, potente e não é de difícil manuseio para quem sabe usar. A arma que era de uso do policial passará poruma perícia. O oficial disse também que o comportamento do soldado Rinaldo Miguel é de boa conduta e que ele está na PM há cerca de quatro anos. O policial havia sido transferido de Salto do Itararé recentemente para Siqueira Campos, para acompanhar o tratamento de saúde da esposa.Na tarde da tragédia, o soldado Rinaldo não estava de serviço. Mais informações no programa jornalístico Comando Geral ou na próxima edição do CN.

ESCOLA REVITALIZADA A escola municipal Parque Monte Castelo, em Colombo, Região Metropolitana da capital está sendo revitalizada. As obras abrangem a ampliação de mais de 600 metros quadrados, incluindo a construção de cinco novas salas. Além de aumentar sua capacidade com 175 novas vagas. INVESTIMENTO EM SAÚDE Chopinzinho, sudoeste paranaense, receberá a construção de um novo posto de saúde. O investimento é de R$ 130 mil. A obra tem 160 metros quadrados e conta com consultório odontológico, sala de enfermagem e consultório médico, além de atender aos moradores das comunidades Estrela Gaúcha, Linha Aparecida, Nossa das Graças e Baia. FOTOGRAFIAS E SERIGRAFIAS Guarapuava, na região central do Paraná, recebe “Fatias de Memória”, composta por fotografias e serigrafias do artista Fernando Rosenbaum. A exposição apresenta um registro da memória social encontrada em ambientes comuns do espaço urbano. A mostra fica na cidade até o dia 23 de maio e pode ser visitada gratuitamente. ESTRADAS RURAIS Mais de 100 quilômetros de estradas rurais em São João do Ivaí, norte central do Paraná foram revitalizadas no último ano. As obras visam facilitar a acessibilidade de máquinas e implementos agrícolas, além de melhorar o trajeto para o transporte escolar na região. SAÚDE DA COLUNA Segundo o Ministério da Previdência Social, a dor na coluna é a principal causa de afastamento do trabalho, responsável por cerca de 160 mil licenças anuais. Problemas com a coluna são decorrentes da sobrecarga na região lombar pela permanência durante muito tempo em pé ou sentado de forma errada. Para prevenir o aparecimento de dores são indicados exercícios diários de alongamento. HISTÓRIA CIGANA Pela primeira vez, a história e a cultura cigana será tema de atividades artísticas e culturais nas escolas da rede pública do Paraná. O projeto será desenvolvido em oito municípios, nas regiões onde estão concentradas as maiores comunidades ciganas no Estado. O objetivo é levar a história e a cultura cigana Roms, Sinti e Kolons à comunidade escolar.


4

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

LOCAL

Siqueira Campos: Provopar e Departamento de Educação lançam campanhas de arrecadação brinquedos e agasalhos Na manhã desta quinta-feira (20), a presidente do Provopar, Luciane Cristina da Luz Bueno e a diretora do Departamento de Educação, Cristina Scoton Ortiz Passos, em entrevista à rádio AlternativaFm (87.9) e ao Correio Notícias, explicaram sobre a realização das campanhas De Siqueira Campos Camila Consulin O Programa do Voluntariado Paranaense (Provopar) e o Departamento de Educação de Siqueira Campos, lançam hoje (21) duas campanhas no município. O Provopar dará continuidade este ano com a campanha do agasalho com o tema ‘Quanto mais gente, o inverno é mais quente’, que se estende até o dia 21 de junho. Já o Departamento de Educação fará pela primeira vez a campanha de arrecadação de brinquedos, com o tema ‘Doe um brinquedo e faça da escola um ambiente mais feliz’. Na manhã desta quintafeira (20), a presidente do Provopar, Luciane Cristina da Luz Bueno e a diretora do Departamento de Educação, Cristina Scoton Ortiz Passos, em entrevista à rádio AlternativaFm (87.9) e ao Correio Notícias, explicaram sobre a realização das campanhas. De acordo com Luciane, as arrecadações de agasalhos e cobertores ocorrerá

da mesma forma que no ano passado. “A campanha não irá somente até o dia 21, ela acontece o ano inteiro. Por isso, todas as pessoas que queiram fazer as doações podem ir até a sede do Provopar e doar em qualquer época do ano”, ressaltou. No ano passado, foram entregues mais de 300 kits para famílias que estão cadastradas. A distribuição aconteceu em todos os bairros de Siqueira Campos, onde foram entregues kits contendo roupas, calçados e cobertas. “Através dos cadastros feitos pela Assistência Social, pudemos montar os kits com o tamanho exato das calças, blusas e sapatos. Assim a família não correu o risco de receber as peças de roupas do tamanho errado”, informou a presidente. A campanha de arrecadação de brinquedos idealizada pelo Departamento de Educação também segue até o dia 21 de junho. Segundo a diretora, Cristina, as doações serão entregues para

as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). “Os brinquedos são considerados importantes aliados no processo de aprendizagem das crianças, e é através deles que a criança pode desenvolver elementos fundamentais na formação da sua personalidade”, ressaltou. Ela ainda informou que o objetivo é arrecadar uma quantidade significativa de brinquedos para fazer o dia a dia da escola um ambiente mais agradável. “É importante a criança ter o contato com brinquedos. Muitos cobram isso da prefeitura, porém o administrativo pode licitar apenas materiais pedagógicos e nele não são inclusos brinquedos”, diz. “Dessa forma pedimos a população que doe qualquer tipo de brinquedo, seja ele novo ou usado”, completou. Inicialmente, os postos de arrecadação serão no Provopar; Escolas Municipais; CMEIs; Departamento de Educação; bancos e super-

Divulgação

No ano passado, foram entregues mais de 300 kits para famílias que estão cadastradas

O Provopar vai até você Para aqueles que não têm disponibilidades de levar as doações na sede do Provopar, a instituição disponibiliza de assistentes sociais e agentes comunitários para buscar até a residência. Para isso basta ligar no telefone (43) 3571-2370 ou nos celulares (43) 9173-1425 (Vivo) ou no (43) 9807-2988 (Tim). mercados. As doações podem ser levadas diretamente no Pro-

vopar, que fica na rua Minas Gerais, na antiga Panificadora Velasque. O atendi-

mento do Provopar é feito das 8h às 12h e das 13h às 18h.

Sistema eletrônico facilita controle dos estoques da merenda nas escolas

O sistema de Acompanhamento do Programa na Escola (APE-eletrônico), desenvolvido pela Celepar, em parceria com a Secretaria Estadual da Educação, tornou possível acompanhar, em tempo real, todos os produtos que entram e saem Divulgação

Antes, as escolas tinham que preencher manualmente planilhas com as informações de controle de estoque da merenda

Paraná Assessoria Desde o início deste ano ficou mais rápido e fácil reunir

informações sobre os alimentos consumidos na merenda escolar das 2.500 escolas estaduais e conveniadas do Paraná. O sistema de Acom-

panhamento do Programa na Escola (APE-eletrônico), desenvolvido pela Celepar, em parceria com a Secretaria Estadual da Educação,

tornou possível acompanhar, em tempo real, todos os produtos que entram e saem dos estoques de merenda das escolas. O sistema reúne informações da alimentação dos 1,3 milhão de estudantes da rede estadual. Antes, as escolas tinham que preencher manualmente planilhas com as informações de controle de estoque da merenda. O levantamento era encaminhado até o quinto dia útil do mês ao Núcleo de Educação e chegava ao setor de Logística e Infraestrutura da Secretaria da Educação 30 dias depois. Agora, os responsáveis pelos estoques da merenda nas escolas preenchem os dados no sistema e a informação fica disponível, em tempo real, para os Núcleos Regionais de Educação e para a equipe de Alimentação Escolar da Secretaria. “Com o sistema, conseguimos ter uma informação em tempo real, para que os ajustes necessários possam ser feitos na hora. Podemos nos antecipar aos problemas”, explicou a diretora de Infraestrutura e Logística da Secretaria da Educação, Márcia Stolarski. Outra vantagem é que todo o processo agora é feito de forma eletrônica, sem necessidade de papel. “É uma ferramenta inédita para o controle da merenda.

Racionalizamos o tempo, porque visualizamos tudo o que consta no estoque. Também conseguimos filtrar os dados, saber qual é o alimento mais consumido e o cardápio mais aceito em cada escola”, explicou Márcia. Em Prudentópolis, na região Central, o APE-eletrônico facilitou o trabalho de Fátima de Lurdes Furman, responsável pelo estoque da merenda do Colégio Estadual Vila Nova. “Todos podem acompanhar meu relatório de forma online. Agora tenho um controle melhor dos produtos que estão no estoque, posso visualizar e verificar o que vai chegar para a escola. Já sei a quantidade e a capacidade de cada embalagem que vou receber. Vai facilitar bastante”, explicou Fátima. ESTOQUE COMPLETO - O novo sistema permite que a equipe responsável pela merenda nas escolas tenha o controle mais preciso sobre os alimentos, como o prazo de validade de cada produto e a quantidade disponível no estoque. Esse tipo de informação facilita o trabalho das merendeiras. Maria Aparecida de Souza faz as receitas para os cerca de 300 alunos que consomem a merenda no Colégio Estadual Vila Nova e sabe

o que pode colocar no cardápio de cada dia. “Eu vou até as salas e vejo quantos alunos estão na escola para fazer a quantidade certa de merenda. Assim evitamos o desperdício”, afirmou Maria. O diretor do Colégio Vila Nova, Luiz Romualdo Klosovski, explicou que com uma boa gestão do estoque faz toda a diferença. “A merenda vai funcionar como um relógio, se ela tiver uma gestão muito bem feita. Impossível faltar merenda, se você geriu bem todos os produtos não tem como faltar”, disse o diretor. No Colégio Estadual Alberto de Carvalho, também em Prudentópolis, o APE-eletrônico deixou mais fácil o controle da merenda. “Com o sistema fica mais organizado e melhor para controlar os alimentos. Ficou melhor para visualizar o que temos no estoque e para remanejar alguma coisa se for preciso”, disse Eliane Kuchlea, responsável pela merenda na escola. Marcelo Fabrício ChociaiKomar, diretor do Colégio Alberto de Carvalho, também ressaltou a importância de uma boa gestão no cuidado com os alimentos da merenda. “Nós temos um gerenciamento muito bom nessa questão de controle de estoque. Não há desperdício”, afirmou.


5

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

REGIONAL

28ª Corrida Rústica de Jacarezinho terá R$ 5 mil em premiação Largada será domingo, dia 6 de abril em frente ao Colégio Rui Barbosa De Jacarezinho Jivago França A 28ª edição da Corrida Rústica de Jacarezinho em comemoração ao aniversário da cidade acontecerá no domingo, dia 6 de abril com largada em frente ao Colégio Estadual Rui Barbosa às 16 horas. O evento deste ano terá R$ 5 mil em premiação, distribuído entre todas as categorias. As inscrições para participar da corrida de rua tem o valor de R$ 15 para as categorias adulto, préveterano, veterano e veteraníssimo masculino e feminino. Nas cate-

gorias mirim (até 12 anos), infantil (de 13 a 14 anos) e juvenil (15 a 17 anos), as inscrições são gratuitas. As inscrições são feitas exclusivamente pelo site www.chiptiming. com.br.

Premiação Na categoria geral acima de 18 anos masculino e feminino 10 quilômetros, o primeiro lugar receberá R$ 500 mais um troféu, o segundo R$ 300 mais o troféu e o terceiro, R$ 200 mais troféu. Nas categorias adulto, préveterano, veterano e veteraníssimo masculino e feminino 10 quilôme-

tros a premiação será de R$ 150 mais troféu para o primeiro colocado, R$ 100 mais troféu para o segundo e R$ 50 mais troféu para o terceiro. Os atletas de Jacarezinho também receberão uma premiação que será R$ 150 mais troféu para o primeiro, R$ 100 mais troféu para o segundo e R$ 50 mais troféu para o terceiro. Nas categorias masculino e feminino mirim de um quilometro (até 12 anos), infantil dois quilômetros (de 13 a 14 anos) e juvenil cinco quilômetros (de 15 a 17 anos), a premiação do primeiro ao terceiro colocado será apenas troféu.

Taxistas de Ibaiti recebem os primeiros táxis financiados pela Fomento Paraná na cidade Os primeiros táxis financiados pela Fomento Paraná no município de Ibaiti, no Norte Pioneiro, foram entregues aos proprietários nesta semana De Ibaiti AEN Notícias O agente de crédito Reinaldo Fernandes Ribeiro acompanhou os taxistas Estevan Cezar de Oliveira e Rosinei Veronez de Aguiar na retirada dos novos veículos da concessionária. Os profissionais estão satisfeitos com a compra dos veículos. “Foi um sonho que se tornou realidade”, comentou Oliveira, que adquiriu um VW Voyage. “Foi um excelente negócio. Nunca fiquei tão satisfeita com a compra de um veículo zero”, comemorou Rosinei, que também financiou um novo carro. Os recursos da linha de crédito Banco do Empre-

endedor – Taxistas permitem uma melhora no atendimento aos passageiros. “Temos as taxas mais baixas do país e os recursos necessários para facilitar a vida dos pequenos empreendedores. No caso dos táxis, os veículos mais modernos aumentam o conforto e a segurança dos passageiros, melhoram a qualidade do serviço prestado pelos taxistas e aumentam a renda desses profissionais”, disse o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa. LINHA DE CRÉDITO - A linha de crédito Banco do Empreendedor - Taxistas é destinada a financiar a compra de veículos novos para a prestação de servi-

ços de táxi, para conversão do veículo ao uso de Gás Natural Veicular (GNV) ou ainda para adaptar o automóvel para transporte de passageiros com dificuldade de mobilidade. Nesta linha é possível financiar entre R$ 3 mil e R$ 50 mil, com taxa de juros a partir de 0,55% ao mês, conforme o enquadramento de cada processo. Os prazos para pagamento são de até 60 meses, com carência de até 75 dias para a primeira parcela. Podem solicitar o financiamento pessoas físicas, titulares de autorização, permissão ou concessão, devidamente registradas nos órgãos municipais que regulam a atividade.

Divulgação

Os primeiros carros de táxi financiados pela Fomento Paraná no município de em Ibaiti, no norte pioneiro do estado, foram entregues aos proprietários nesta semana


6

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

EDITAIS

prefeitura DE SÃO JOSÉ DA BOA VISTA ESTADO DO PARANÁ PORTARIA nº 033/2014

PEDRO SÉRGIO KRONÉIS, Prefeito do Município de São José da Boa Vista, Estado do Paraná, no uso de suas atribui-

ções legais e regulamentares, nos termos da Lei Orgânica Municipal, pela presente;

Considerando o disposto na Lei nº 745/2011;

Considerando a autorização contida na Portaria nº 22/2014 para a abertura de processo seletivo simplificado destinado a

contratação de 2 (dois) motoristas e formação de cadastro de reserva para atendimento de futura e eventual demanda temporária de profissionais;

Considerando o contido no Edital nº 21/2014 e a conclusão de todas as etapas do referido certame;

Considerando o contido no Edital nº 30/2014, que tornou público a classificação final do processo seletivo simplificado;

RESOLVE: Art. 1º - HOMOLOGAR a classificação final do processo seletivo simplificado destinado a selecionar profissionais para atuar na continuidade de serviços e obras públicas, exclusivamente para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, suprindo as vagas existentes em todo o Território Municipal, mediante contrato temporário; I – O resultado do Processo Seletivo Simplificado para motoristas, considerando a pontuação obtida pelos candidatos fica da seguinte forma:

Nº Inscrição

Classificação

Nome

Natanael Vitor Pereira

2º 3º 4º 5º 6º

Prova Es- Prova

Nota Final

crita

Títulos

006

9,0

10,0

19,0

Luciano Martins Salamanca

007

8,0

3,0

11,00

José Galvani da Silva

004

8,0

0

8,0

Edino Quirino

001

7,0

0

7,0

Ricardo de Souza

002

3,0

4,0

7,0

Cleiton Antonio Correa

005

6,0

0

6,0

Art. 2º - Havendo a necessidade de contratação, a convocação obedecerá, rigorosamente, à ordem de classificação dos

candidatos, respeitado o número de vagas abertas e existentes para o cargo e as que vierem a ser abertas no prazo de validade do concurso. Art. 3º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições em contrário.

Comunique-se, publique-se, cumpra-se.

Edifício da Prefeitura Municipal de São José da Boa Vista, Estado do Paraná, em 20 de março de 2014; 54º ano da Eman-

cipação Política do Município. PEDRO SERGIO KRONÉIS Prefeito Municipal

PREFEITURA DE SIQUEIRA CAMPOS estado do PARANÁ

Torne-se público a Homologação de Dispensa de Licitação nº 027/2014 e o Extrato de Contrato n° 043/2014 CONTRATANTE: Município de Siqueira Campos CONTRATADA: Elvis Pinto Roque Me OBJETO: Aquisição de grades de ferro para bueiros, nos termos do artigo 24, II da Lei 8.666/93. VALOR TOTAL: R$ 7.700,00 (sete mil setecentos reais) Siqueira Campos, 13 de março de 2014. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

prefeitura DE SÃO JOSÉ DA BOA VISTA ESTADO DO PARANÁ EDITAL nº 31, de 20 de março de 2014.

(PSS – MOTORISTAS – EDITAL Nº 21/2014) A COMISSÃO ORGANIZADORA, com amparo na Lei nº 745/2011, no Edital nº 21/2014 e na Portaria nº 22/2014, RESOLVE: I - TORNAR PÚBLICO a classificação final do processo seletivo simplificado destinado a selecionar profissionais motoristas, exclusivamente para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, suprindo as vagas existentes em todo o Território Municipal, mediante contrato temporário, conforme segue: Nº Inscrição

Classificação

Nome

Natanael Vitor Pereira

Luciano Martins Salamanca

Prova Es- Prova

Nota Final

crita

Títulos

006

9,0

10,0

19,0

007

8,0

3,0

11,00

José Galvani da Silva

004

8,0

0

8,0

Edino Quirino

001

7,0

0

7,0

Ricardo de Souza

002

3,0

4,0

7,0

Cleiton Antonio Correa

005

6,0

0

6,0

prefeitura DE SÃO JOSÉ DA BOA VISTA ESTADO DO PARANÁ EDITAL nº 30, de 14 de março de 2014.

(PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO – PSS MOTORISTA - EDITAL Nº 21/2014)

São José da Boa Vista-PR; 20 de março de 2014. LUCIANO DIAS

SAULO DE OLIVEIRA

Membro Membro DIRCINEI DE PAULO DIAS Membro

PREFEITURA DE SIQUEIRA CAMPOS estado do PARANÁ

A COMISSÃO ORGANIZADORA, com amparo no Edital nº 021/2014 e na Portaria nº 22/2014, resolvem TORNAR PÚBLICO o resultado provisório do processo seletivo simplificado destinado a selecionar profissionais motoristas, exclusivamente para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, suprindo as vagas existentes em todo o Território Municipal, mediante contrato temporário, conforme segue: I – O resultado provisório do processo seletivo simplificado para motoristas, considerando a pontuação obtida pelos candidatos em ordem decrescente, fica da seguinte forma: Nº Inscrição

Classificação

Nome

Natanael Vitor Pereira

CONTRATANTE: Município de Siqueira Campos CONTRATADA: Márcia Barbosa Stival

OBJETO: Contratação de pessoa física, para ministrar aulas no Projeto de Culinária, Confeitaria e Forminhas para Bolo, nos termos do artigo 24, II da Lei 8.666/93.

Torne-se público a Homologação de Dispensa de Licitação nº 028/2014 e o Extrato de Contrato n° 044/2014

VALOR TOTAL: R$ 6750,00 (seis mil setecentos e cinquenta reais) Siqueira Campos, 13 de março de 2014. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

Prova Es- Prova

Nota Final

crita

Títulos

006

9,0

10,0

19,0

Luciano Martins Salamanca

007

8,0

3,0

11,00

José Galvani da Silva

004

8,0

0

8,0

Edino Quirino

001

7,0

0

7,0

Ricardo de Souza

002

3,0

4,0

7,0

Cleiton Antonio Correa

005

6,0

0

6,0

II – Os candidatos abaixo relacionados ficam ELIMINADOS do Processo Seletivo Simplificado, pois não comprovaram a escolaridade

Câmara MUNICIPAL DE CURIÚVA ESTADO DO PARANA Curiúva, 18 de março de 2014.

AUTORIZAÇÃO DE CONCESSÃO DE DIÁRIA:

A Câmara Municipal de Curiúva torna público a autorização de concessão de 01 diária, que corresponde a 6

UFMC (R$ 449,34), ao Vereador e Presidente da Câmara Vereador João Valcelir Ferreira para levar os Vereadores Sebastião Guimarães Barbosa, Vereador Christiano Giunta Borges e a Vereadora Claudete Assunção da silva, para Santo Antônio da Platina em uma reunião no Núcleo Regional de Proteção ao Patrimônio Público. JOÃO VALCELIR FERREIRA Presidente da Câmara Municipal de Curiúva

informada na inscrição, nos termos do previsto no item 6.4.1 do Edital nº 21/2014: Nome ELIMINADO

Daverson Junior da Rosa

Nº Inscrição 003

Prova Escrita 7,0

III – Os candidatos poderão interpor recurso com questionamentos sobre a classificação provisória, desde que estejam em

conformidade com o disposto no item 7.3 do Edital nº 21/2014, os quais deverão ser interpostos no período de 17 a 18/03/2014, junto à Divisão de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal, sito à Rua Reinaldo Martins Gonçalves, nº 85, Centro, São José da Boa Vista, Paraná, no horário das 09:00 às 11:30 hrs e das 13:00 às 16:30 hrs. São José da Boa Vista-PR; 14 de março de 2014. LUCIANO DIAS

SAULO DE OLIVEIRA

Membro Membro

DIRCINEI DE PAULO DIAS Membro


Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

7 EDITAIS


8

Sexta-feira / 21 de Março de 2014

Edição 951

GERal

Governo do Estado testa ônibus elétrico na linha Curitiba - São José dos Pinhais O Governo do Estado vai testar ônibus elétrico, o Biobus, na linha não integrada Curitiba - São José dos Pinhais Jonas Oliveira/ANPr

Governador Beto Richa recebe os grupos empresariais CSR - Times Eletric Vehicle Co. (chinês) e IFX-Hybbus (brasileiro) que apresentaram um ônibus elétrico, que operará temporariamente na linha Curitiba - São José dos Pinhais

De Curitiba AEN Notícias São dois veículos para o transporte de 700 pessoas ao dia, que operarão temporariamente, sob a responsabilidade da Coordenadoria da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). Os primeiros Biobus foram apresen-

tados nesta terça-feira (18) pelo governador Beto Richa, junto com o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, e o superintendente da Comec, Rui Hara. O governador explicou que o projeto faz parte de um pacote de medidas para a mobilidade para a Região

Metropolitana de Curitiba, que envolve a liberação de recursos para implantação de ciclovias nos municípios, licitação para implantação de faixas exclusivas para ônibus na RMC e recursos para reforma do terminal Cachoeira, de Almirante Tamadaré. “O projeto piloto com os

ônibus elétricos, de importação inédita no Brasil, faz parte deste conjunto de medidas, porque são mais econômicos e com menos impacto no meio ambiente”, disse o governador. “Mais uma vez o Paraná é vanguarda em mobilidade urbana, com consciência ecológica”, afirmou Richa.

Os ônibus são de tecnologia chinesa, fabricados pela CSR Times Eletric Vehicle, e importados pela brasileira IFX-Hybbus. A linha vai fazer o trajeto do terminal central de São José dos Pinhais, até o terminal do Guadalupe, em Curitiba e deve entrar em circulação em dez dias. Os veículos percorrerão cerca de 300 quilômetros por dia. Entre os diferenciais dos veículos está a tração 100% elétrica, isto é, não usa combustível para iniciar a locomoção. O funcionamento por diesel só é usado quando ônibus precisa passar dos 40 quilômetros por hora, fazendo assim, uma economia de mais de 50% de combustível e emissão de poluentes. O veículo é isento de baterias de ácido ou lítio, que possuem elevado custo e exigem reciclagem especial. O veículo é silencioso, opera sem solavancos. FABRICAÇÃO – Os ônibus serão testados na linha Curitiba - São José dos Pinhais durante seis meses. “Essa iniciativa pode ser uma referência para o País e o projeto piloto é essa

linha Curitiba - São José dos Pinhais”, afirmou o secretário Ratinho Junior. Ele explicou que a intenção do Governo do Estado é trazer a indústria chinesa para o Paraná. “Como não existem incentivos fiscais e legislação específica, a importação destes ônibus é muito cara” disse. “Seria interessante para o estado que tivéssemos a fabricação feita aqui, gerando empregos para a população”, disse ele. O sócio da IFX Hybbus, Dante Franceschi, explicou que antes de colocar os ônibus na linha de transporte coletivo, a empresa realizou testes operacionais para garantir a qualidade do serviço. “Fizemos testes de setembro de 2013 a fevereiro de 2014 e pudemos comprovar que o BIOBus é realmente uma inovação para proteger o meio ambiente”, afirmou. Para o prefeito em exercício de São José dos Pinhais, Antonio Benedito Fenelon, o Biobus trará mais conforto para a população. “Será um privilégio poder usar ônibus como esses”, disse ele.


Correio Notícias - Edição 951