Issuu on Google+

1

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

Quarta-Feira

Edição 877

Novembro / 2013

06

Vereador brazense questiona regularizações do Hospital de Caridade São Sebastião A Câmara de Vereadores de Wenceslau Braz realizou nesta terça-feira (5), a primeira sessão ordinária do mês de novembro. E novamente assuntos relacionados ao Hospital de Caridade São Sebastião esteve em pauta. De acordo com o vereador Robson Vilela de Moura, o Robson da Saúde, há documentações sobre regularização do hospital que ainda não foram repassadas aos vereadores. Segundo o vereador, foram encontradas certas irregularidades e que o diretor administrativo, Fabiano Andrigo Stortti, entregaria os documentos com as devidas alterações. No entanto, passaram mais de 60 dias e nada foi entregue. Página 3

Munícipes de Siqueira Campos reconhecem a importância da campanha Novembro Azul

Depois do Outubro Rosa, para a conscientização de mulheres sobre o câncer de mama, é iniciada a campanha Novembro Azul. Ela é dedicada a mostrar aos homens o quanto é importante fazer o teste que diagnostica o câncer de próstata. Durante este mês, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em parceria com Instituto

Lado a Lado pela Vida, intensificam o alerta. O Novembro Azul ocorre em outras partes do mundo. Para ajudar na divulgação, importantes monumentos brasileiros, como o Congresso Nacional e o Cristo Redentor, estão desde esta segunda-feira, dia 4, iluminados de azul. O tema da campanha é Um Toque, um Drible. Página 5

Em todo o Paraná, o BPRv apreende mais de 70 veículos durante operação “Finados” A operação “Finados”, realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) em todo o Paraná entre às 14h de sexta-feira (01/11) e às 6h desta segundafeira (04/11), resultou em 7. 434 pessoas abordadas em todas as rodovias estaduais. Foram registradas ainda oito prisões, sendo quatro foram por embriaguez ao volante. Mais de quatro mil veículos foram abordados pelos policiais rodoviários. Página 7

Lions e Provopar distribuem mais Polícia Militar inicia processo de de 2 toneladas de alimentos recepção de 2.433 novos policiais e Página 4

bombeiros militares Página 7


2

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

OPINIÃO

O uso político da violência

Por Denis Lerrer Rosenfield A discussão em torno da ação dos black blocs tem sido frequentemente enviesada, se não deturpada, por não estar focada no uso que tem sido dado à violência desse grupo nas consequências dela derivadas. Não se trata de manifestação "espontânea" nem da ação de bandos desorganizados, mas de um tipo de intervenção que se define por um propósito claramente político. Pesquisas sobre o que dizem os que assim agem terminam por arranhar superficialmente o problema, porque seus agentes não são meros indivíduos, mas membros de uma organização com método em suas ações. Suas falas, individualmente, nesse sentido, são necessariamente limitadas, se não encobridoras, na medida em que suas ações em muito transcendem manifestações individuais. Advogar um diálogo com eles, como se fossem a expressão de um descontentamento "social", significa tirar a questão de seu ponto central. A violência é avessa a qualquer diálogo, quanto mais empreendido por grupos que, se chegam

a declarar alguma proposta, é com o intuito de que ela seja inexequível - por exemplo, a extinção do "lucro", da sociedade de "mercado", e assim por diante. Note-se que tais grupos se caracterizam por ações metódicas e organizadas. São como células que respondem a um comando, dotadas de extrema mobilidade e que conseguem muitas vezes distrair a atenção policial. Atrair a atenção sobre um ato determinado de vandalismo e depredação, com o objetivo de empreender outro muito maior em outro local. Agem quando de manifestações pacíficas, fazendo-as acabar em violência, visualizada com grande estardalhaço pela mídia. A finalidade é ocupar a cena pública. Quanto maior for o impacto televisivo, maior será seu "ganho", pois tais imagens se propagarão com força por todo o País e mesmo para além dele. Para quem não gosta do crescimento e da competitividade internacional do País, o "ganho" terá ainda um "reconhecimento" extra. Fora de nossas fronteiras, tais imagens adquirem o estatuto de manifestação

"popular", como se o Brasil estivesse à beira de um problema institucional sério. As jornadas de junho foram uma impressionante manifestação de cidadania, com mais de 1 milhão de pessoas nas ruas clamando contra a corrupção e a má qualidade dos serviços públicos, com foco, num primeiro momento, na mobilidade urbana. As pessoas, com toda a razão, estão cansadas de pagar altos impostos, tendo como "retribuição" andar de pé, apertadas, nos ônibus em péssimas condições. O transporte torna-se um calvário. Filas em postos de saúde e hospitais, com atendimento sofrível, mais o baixo nível da educação pública configuram um quadro lamentável: a feia pintura de nosso país. O exercício da autonomia expresso em tais manifestações, não obedecendo a nenhuma orientação partidária, mostrou um outro País possível, alerta para os desmandos vigentes, não aceitando nenhum tipo de instrumentalização. Naquele momento era como se o País, surpreso, estivesse vendo desfilar uma banda da liberdade

e da indignação. Contudo essa irrupção do novo assustou. Assustou os que até então dominavam as ruas ou delas procuravam ter o monopólio, como os diferentes partidos de esquerda, sindicatos e movimentos sociais organizados, que tiveram, então, a intenção de se apropriar desse sopro de autonomia. A heteronomia entrou na pauta. O resultado foram "greves" e "manifestações" que terminaram em completo fiasco, expondo a dissociação entre a tentativa de manipulação e a legítima indignação das ruas. Nesse contexto, a ação dos ditos "vândalos" passou a ter maior protagonismo, atuando em qualquer tipo de manifestação, relegando os demais a posição secundária. Na verdade, houve um processo de estranhamento: os manifestantes autônomos e indignados não mais se reconheceram naqueles mascarados. A violência exposta não era um espelho seu. O resultado foi imediato: o refluxo das manifestações autônomas e legítimas. A expectativa nascida quando das jornadas de

junho foi progressivamente minguando. Por enquanto, pode-se dizer que desapareceu, embora possa ressurgir em outro contexto. A violência enxotou os indignados da rua. Logo, o efeito objetivo dos agentes da violência, os black blocs ou outros nomes que se lhes queira dar, foi o esvaziamento das manifestações autônomas e, mais do que isso, de suas bandeiras. Expulsaram da rua as bandeiras contra a corrupção, por um melhor serviço público e menos impostos. Eis a verdadeira consequência de suas ações. Ou melhor, eis o seu verdadeiro objetivo. A quem interessa isso? Curiosamente, os que se dizem "anarquistas", em tese os defensores da autonomia e da liberdade, são os que buscam diretamente tornar inviável toda manifestação livre e autônoma. Nada têm eles de anarquistas no sentido estrito da palavra, são meros representantes de uma esquerda que usa irrestritamente a violência segundo suas conveniências políticas. Observe-se que muitas agremiações que parti-

Mais

ciparam das jornadas de junho, como o Movimento Passe Livre, e outras posteriores, de certos sindicatos de professores, nutrem simpatia por esses "vândalos", como se sua causa fosse a mesma, apesar de seus meios divergirem. Comportam-se como "companheiros". Companheiros de quê, precisamente? Da desmobilização popular? Do abandono das bandeiras contra a corrupção, o desvio de recursos do erário e a péssima qualidade dos serviços públicos? Da desresponsabilização de seus responsáveis? Expressão disso é o fato, politicamente inquietante, de que bradam contra a "criminalização dos movimentos sociais". Traduzindo: a violência deveria ser permitida e defendida, pois seus agentes sustentam uma "causa social". Seu objetivo consiste em deixar a impunidade reinar e as instituições democráticas se enfraquecerem. Denis Lerrer Rosenfield é professor de Filosofia na UFRGS

Charge do dia

Por Guilherme Rizzo Amaral Mais médicos, mais saúde. Simples assim. Parece que finalmente encontramos a solução para os males que assolam o povo brasileiro. Podemos, agora, avançar. Mais professores, mais educação. Mais policiais, mais segurança. Mais juízes, mais justiça. O Brasil vai dar certo. Não precisamos nos preocupar se professores brasileiros entenderem que mais vale seguir carreira numa grande capital que dar aulas dentro de um contêiner de metal durante um inverno rigoroso numa cidade interiorana. Haverá professores estrangeiros dispostos ao nobre desafio. Também pouco importa se policiais brasileiros entenderem que mais vale um bico de segurança que trocar tiros de 38 com bandidos munidos de fuzis AR-15. Bravos policiais de além-mar haverão de atender ao nosso chamado. E, se um juiz brasileiro entender ser uma demasia julgar sozinho 8 mil processos por ano – veja só, que petulância –, bastará convocarmos milhares de magistrados de países vizinhos, dar-lhes treinamento jurídico e voilà: justiça será feita. O melhor de tudo isso é que o revolucionário conceito do programa Mais Médicos permite que a administração pública “economize” recursos. Noticia-se que em vários municípios brasileiros médicos contratados pelas prefeituras já estão sendo demitidos para dar lugar a profissionais do programa Mais Médicos,

jornalística correio do norte s/c ltda - cnpj: 07.117.234/0001-62 Site: www.correionoticias.com.br - E-mail: editais@correionoticias.com.br escritório siqueira campos diagramacao@correionoticias.com.br Rua Dos Expedicionários,1525 - centro Siqueira Campos - Paraná REPRESENTAÇÃO (43) 3571-3646 | 9604-4882 MERCONET Representação de Veículos de Comuniescritório CORNÉLIO PROCÓPIO Rua Mato Grosso, 135 - centro Cornélio Procópio - Paraná (43) 3523-8250 | 9956-6679

cação LTDA Rua Dep. Atilio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633

com os quais não há compromisso de atendimento a uma série de regras trabalhistas. Tudo isso em muito boa hora, pois assim temos dinheiro de sobra para investir em pujantes estádios de futebol, muito mais importantes que aparelhos de ressonância magnética, ambulâncias, livros e coletes à prova de balas. Ironias à parte, o Brasil parece ter chegado ao limite da irresponsabilidade no trato da coisa pública. Só não vê quem não quer: a gestão pública está exclusivamente focada na perpetuação de grupos de interesses no poder, por meio da adoção de um discurso altamente populista, proselitista e beirando o tirânico, quando leva à satanização de toda uma classe de profissionais, responsabilizando-a por mazelas causadas em grande parte pelos próprios acusadores e por seus antecessores. O único caminho para a solução de problemas tão intrincados quanto a crise na saúde pública, segurança e educação é a gestão responsável e eficiente dos recursos públicos, com a devida prestação de contas à população. Parece, no entanto, que nossos gestores públicos estão pouco interessados nisso. Oxalá algum estrangeiro se interesse no desafio. Guilherme Rizzo Amaral, advogado, é doutor em Direito pela UFRGS.

Direção / editora chefe

Elizabete Gois redação

Camila Consulin, Isaele Machado, Regiane Romão DIAGRAMAÇÃO

Bruno Rafael, Marcos Vinícius administrativo

Isamara Machado, Mireila Guilmo, Claudenice Machado COLUNISTA

Gênesis Machado

Siqueira Campos Cornélio Procópio Curitiba Ibaiti Japira Jaboti Salto do Itararé Carlópolis Joaquim Távora Guapirama Quatiguá Jacarezinho Conselheiro Mairinck Pinhalão

Tomazina Curiúva Figueira Ventania Sapopema São Sebastião da Amoreira Nova América da Colina Nova Santa Bárbara Santa Cecília do Pavão Santo Antônio do Paraíso Congoinhas Itambaracá Santa Mariana Leópolis

Sertaneja Abatiá Rancho Alegre Cambará Primeiro de Maio Ribeirão do Pinhal Florestópolis Nova Fátima São Gerônimo da Serra Barra do Jacaré Santo Antônio da Platina Santa Amélia Arapoti Sertanópolis Jaguariaíva Bela Vista do Paraíso Sengés Ribeirão Claro São José da Boa Vista Wenceslau Braz Santana do Itararé Circulação Jundiaí do Sul Andirá

FILIADO A Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná


3

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

POLÍTICA

Vereador brazense questiona regularizações do Hospital de Caridade São Sebastião

Segundo o vereador Robson Vilela de Moura, foram encontradas certas irregularidades e que o diretor administrativo, Fabiano Andrigo Stortti, entregaria os documentos com as devidas alterações. No entanto, passaram mais de 60 dias e nada foi entregue Arquivo

O Deus poderoso, o SENHOR, falou e chamou a terra desde o nascimento do sol até ao seu ocaso. Salmos 50:1 Mais veículos Essa semana o prefeito de Siqueira Campos, o Fabiano Lopes Bueno, o Bí, recebeu a resposta da Receita Federal sobre o pedido de dois ônibus. A prefeitura ganhou dois veículos que devem ser retirado dentro de 20 dias, mas a briga agora é para que seja obedecido o pedido original de dois ônibus e não veículos chamados de passeio. A prefeitura quer esses ônibus para por um a serviço da saúde e outro para o transporte de idosos no programa feito para a melhor idade. Carro e equipamento O conselho Tutelar de Siqueira Campos ganhou mais um carro e equipamento de informática. A Pálio Weekend ano 2012, e os equipamentos de informática foram doados pela Secretaria de Recursos Humanos no Governo Federal. O feito tem o dedo do deputado federal João Arruda (PMDB), foi ele quem fez o pedido.

Vereador Robson Vilela de Moura

De Wenceslau Braz Camila Consulin A Câmara de Vereadores de Wenceslau Braz realizou nesta terça-feira (5), a primeira sessão ordinária do mês de novembro. E novamente assuntos relacionados ao Hospital de Caridade São Sebastião esteve em pauta. De acordo com o vereador Robson Vilela de Moura, o Robson da Saúde, há documentações sobre regularização do hospital que ainda não foram repassadas aos vereadores. Segundo o vereador, foram encontradas certas irregularidades e que o diretor administrativo, Fabiano Andrigo Stortti, entregaria os documentos com as devidas alterações. No entanto, passaram mais de 60 dias e nada foi entregue. “O diretor pediu para esperar, porém já faz dois meses que nada foi entregue. Ressalto o pedido para que o diretor possa entregar o quanto antes as documentações”, ressaltou Robson da Saúde. Além disso, outra reclamação foi em relação ao som alto dos carros de propaganda. O vereador Roberto Luiz Rodacki, se pronunciou contra o abuso no volume dos carros de som. “É preciso colocar limite no volume dos carros de som. Quando estamos em reunião é necessário interromper a reunião e dar sequência, somente, após o carro de som passar”, infor-

mou. Outro pedido realizado pelo vereador foi a mudança para mão dupla na rua 7 de Setembro, em frente ao Núcleo Regional de Educação (NRE) de Wenceslau Braz, a fim de melhorar o tráfego de veículos em horários de maior movimentação. Na palavra inscrita o vereador Valdenir Aparecido Pontes, mais conhecido como Ni, falou sobre a responsabilidade de conscientização do ‘Novembro Azul’, campanha que pretender conscientizar os homens sobre a necessidade de se submeter a exames preventivos. “Não podemos deixar de nos cuidar por causa do preconceito, é preciso que todos se mobilizem e façam os exames. Assim como foi o ‘Outubro Rosa’, vamos nos engajar nessa campanha que prevê cuidar da saúde do homem”, ressaltou o vereador. O vereador Ni, ainda na palavra inscrita defendeu a publicação de atos oficiais em veículo impresso. Disse que é preciso pensar não somente na redução dos custos da poder público, mas também no impacto social que profissionais terão, se caso, a lei seja aprovada. “Sabemos que não são todos que possuem acesso a internet e também que o jornal impresso é de extrema importância para a sociedade, muitos ainda

procuram o impresso para a leitura de notícias e editais”, disse. “Além disso, vale ressaltar a quantidade de profissionais e famílias que estão envolvidas neste meio. É uma questão não somente de custos, mas também de uma reflexão social. Toda a economia é bem vinda, mas é preciso uma análise mais profunda sobre isso”, completou o vereador. Ao final da reunião, o presidente da Câmara, Ademar Aparecido Gardenal, propôs aos vereadores uma convocação com os proprietários de carro de som para uma reunião. Segundo ele, será realizado no 2º Batalhão da Polícia Militar a aferição do som para que os veículos circulem com o volume conforme permitido. Aprovações Os vereadores ainda aprovaram os projetos de autoria do vereador Robson da Saúde, o primeiro a ser aprovado foi sobre a regulamentação do programa de serviços de atendimento telefônico à população denominado ‘Disque Remédio’, atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), do município. O segundo projeto aprovado foi sobre o programa ‘Vacinação no Lar’, que será destinado a munícipes com sessenta anos ou mais, que possuem mobilidade reduzida, que solicitem a vacinação na sua própria casa. O último projeto aprovado pela Câmara é voltado

para a população que mora na zona rural do município. O vereador Robson da Saúde apresentou o programa de serviço de atendimento telefônico denominado ‘Disque Consulta’. Segundo o vereador, o projeto facilitará as consultas da população que mora afastada da cidade. Todos os projetos foram aprovados por unanimidade. Novembro Azul Depois de o mês de outubro ser marcado pela campanha de mobilização para prevenção do câncer de mama, conhecida como Outubro Rosa, agora é a vez dos homens. O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem. O mês foi escolhido pois o próximo sábado (17) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. As taxas da manifestação da doença são cerca de seis vezes maiores nos países desenvolvidos. Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

Sereno Na reunião de segunda-feira, o vereador Aloísio Torres Guerra (PT) que é um dos mais críticos do "parlamento" local, fez uma explanação objetiva e indicativa onde falou dos projetos do PAC 2 - Programa do Aceleramento do Crescimento, que através do seu partido muitos investimento foram e estão sendo feitos em Siqueira Campos. Alíisio disse que alguns lugares indicados para as obras no projeto inicial já foram feitas, mas espera que os recursos possam ser aplicados em outros lugares e ele já até pediu uma consulta através da assessoria do deputado André Vargas. Copa para os brasileiros Residentes brasileiros compraram 71,5% dos 889,3 mil ingressos destinados a pessoas de 188 países no sorteio da primeira fase de venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014, informou ontem (5) a Federação Internacional de Futebol (Fifa) em seu site. Ainda segundo a Fifa, os solicitantes dos 6,2 milhões de ingressos pedidos serão informados até o dia 10 se foram atendidos ou não, por correio eletrônico ou por mensagem de texto. Dos 625.276 ingressos que o país recebeu, foram oferecidos aos torcedores residentes no Brasil um total de 342.740 da categoria 4, com prioridade para estudantes, pessoas com 60 anos de idade ou mais e beneficiários do Programa Bolsa Família, como manda a Lei Geral da Copa (Lei 12.663) Senado pode acabar com 13º e 14º salários de parlamentares reeleitos Deputados e senadores que forem reeleitos podem perder o direito ao décimo quarto e ao décimo quinto salários. Segundo proposta de autoria da senadora Ana Amélia (PP-RS), o benefício, que é uma ajuda de custo para mudança e transporte do congressista de seu estado para Brasília, não deve ser pago se o parlamentar for reeleito, uma vez que, nesse caso, não terá custo com a mudança. O texto foi aprovado ontem (5) pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Em fevereiro, o Congresso Nacional mudou a regra para pagamento do benefício, até então, recebido por todos os parlamentares a cada início e fim de ano. A lei aprovada e promulgada em março deste ano prevê que a ajuda de custo seja paga somente no início e no final dos mandatos de deputados e senadores, ou seja a cada quatro e oito anos, respectivamente. Relatório da CPI do Tráfico de Pessoas A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o tráfico de pessoas no país encaminhará nas próximas semanas ao plenário da Câmara dos Deputados o relatório parcial sobre o tema. O texto inclui diversas sugestões de alteração de leis que, de alguma maneira, tratam das consequências desse tipo de crime. A proposta da relatora Flávia Morais (PDT-GO) foi aprovada ontem (5) com pequenas alterações de redação. No parecer, a deputada propõe mudanças na tipificação do crime no Código Penal, com pena de cinco a oito anos de reclusão, além do pagamento de multa. O colegiado também aprovou alterações no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Código de Processo Civil. Um dos itens proíbe, por exemplo, a intermediação de pessoas físicas no processo de adoção internacional de crianças. Outro ponto restringe o agenciamento de modelos profissionais. PIB brasileiro em 2013 A União Europeia (UE) reduziu de 3% para 2,2% a estimativa de crescimento da economia brasileira neste ano. A nova previsão consta do Relatório de Projeções de Outono da Comissão Europeia, divulgado ontem (5). Para 2014, a projeção também caiu, de 3,6% para 2,5%. A estimativa da União Europeia é mais baixa que as projeções do governo brasileiro e até do próprio mercado. Para este ano, tanto o Banco Central (BC), no Relatório de Inflação, quanto o Ministério do Planejamento projetam crescimento de 2,5% para o Produto Interno Bruto (PIB), que mede a produção de um país. Segundo o Boletim Focus, pesquisa semanal divulgada pelo BC, as próprias instituições financeiras também acreditam que o PIB crescerá 2,5% neste ano.


4

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

REGIONAL

Lions e Provopar distribuem mais de 2 toneladas de alimentos Donativos arrecadados em palestra motivacional beneficiaram seis entidades procopenses De Cornélio Procópio Assessoria A presidente do Provopar e primeira dama, Lúcia de Fátima Cardoso Alves, e o presidente do Lions Club, Ivo Medeiros da Nóbrega, distribuíram mais de dois mil quilos de alimentos para seis entidades de Cornélio Procópio. A arrecadação aconteceu na palestra motivacional ministrada por Gilclér Regina no último dia 21 de outubro. O Abrigo Bom Pastor, o Instituto Superar, a Casa da Criança, o Lar São Vicente, a Pastoral da Criança e a Creche Anjo da Guarda foram beneficiados com as doações entregues diretamente a eles na tarde desta segunda-feira, dia 04. “Quando os alimentos arrecadados por qualquer entidade da nossa cidade são destinados por orientação do Provopar, é feito de maneira criteriosa para atingir realmente quem mais precisa. Estamos felizes em colaborar com o Lions que realizou uma campanha de significativo alcance social e nos ajudou a atender a demanda que necessita em

nossa comunidade”, reconheceu Lucia. O presidente do Lions Ivo Nóbrega e sua esposa, a domadora Eliane Nóbrega receberam as entidades e distribuíram os alimentos de acordo com a necessidade de cada uma. Palestra“Transforme Oportunidades em Resultados”. Este foi o tema central da palestra motivacional ministrada pelo professor e escritor Gilclér Regina. A promoção integrou a programação da Virada Cultural no Município e levou para o Ginásio de Esportes 15 de Fevereiro (Quinzão) público calculado em mais de 1,5 mil pessoas. A promoção foi do Lions Club, Associação Comercial e Empresarial (Acecp) e Prefeitura, com apoio de diversas empresas locais. “Considerando o público presente na palestra com a quantidade de alimentos arrecadados, podemos concluir que atingimos nosso objetivo e conseguimos doações em massa das pessoas que aproveitaram a oportunidade de participar da palestra do professor Gilclér”, finalizou o presidente do Lions, Ivo Nóbrega.

Divulgação

Entidades tiveram a oportunidade de levar os alimentos de acordo com a necessidade de cada uma

PODER JUCIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ COMARCA DE ARAPOTI

Cadastro Ambiental Rural deverá ser implantado até novembro no Paraná De Santo Antônio da Platina

Wendy Comunicações O Sistema Integrado do Cadastro Ambiental Rural (CAR) deverá ser lançado em novembro no Estado do Paraná. A partir daí começam os treinamentos e poderá estar em pleno funcionamento no próximo ano. A medida também será adotada no Norte Pioneiro. É o que acredita o Presidente do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina, José Afonso Junior, o Junior Afonso, que é ex-prefeito do municipio e ex-deputado estadual. “A medida foi lançada em Porto Alegre no mês de setembro e agora os agricultores terão prazo definido para regularizar as propriedades”, alerta Junior Afonso. O cadastro foi a maneira encontrada pelo governo para facilitar as políticas de planejamento do meio ambiente e aumentar o monitoramento, além do com-

bate ao desmatamento e outros crimes. O Ministério do Meio Ambiente espera mapear todas as áreas rurais do país em até dois anos. A partir de maio de 2017, o produtor que não fizer o cadastramento ficará impedido, por exemplo, de tirar financiamento junto às instituições financeiras do país. O Presidente do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina destaca que na última semana os Estados de Paraná e Santa Catarina estudam uma parceria para compensação ambiental nas bacias hidrográficas comum aos dois Estados, para garantir a preservação ambiental em áreas prioritárias do bioma Mata Atlântica. “Ainda não temos certeza de qual modelo de programa para o cadastro será disponibilizado pelo Governo Federal”, enfatiza Junior Afonso.

Cana de Açúcar O ex-prefeito do município e ex-deputado estadual também alerta sobre a preocupação com o final da coleta manual na cana de açúcar. O prazo final para acabar com o uso do fogo nas lavouras e migrar para a colheita com máquinas. O fogo queima a palha da cana e, assim, possibilita a colheita manual. Mas ele também prejudica a saúde e o meio-ambiente, já que libera na atmosfera grande quantidade de CO2, gás que promove o aquecimento global. O Presidente do Sindicato Rural Patronal de Santo Antônio da Platina ressalta que até o momento não foi sentido o desemprego. “Os funcionários que foram dispensados das lavouras já estão sendo enquadrados no mercado de trabalho. Isto é uma grande conquista, pois não foi sentido o reflexo desta situação”, enfatiza Junior Afonso.

SUMULA DE LICENÇA PRÉVIA. LUIZ FERNANDO DE MASI, pessoa física, brasileiro, maior, portador da Cédula de Identidade RG sob o nº 1.143.090, expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná e inscrito no CPF sob o nº 071.708.239-34, torna público que irá requerer ao IAP – Instituto Ambiental do Paraná, Licença Prévia, para sua Atividade de Recepção e Armazenagem de grãos, situado à Estrada Capão Bonito, Km 01, Bairro Capão Bonito, CEP 84.990-000, Município de Arapoti, Estado do Paraná.


5

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

LOCAL

Caminhada na Natureza será realizada em março de 2014 em Siqueira Campos Vale a pena preparar-se para esta caminhada que envolve toda a sociedade num ato de turismo e conscientização sobre o meio ambiente e os valores dos produtos comercializados manualmente De Siqueira Campos Isaele Machado Os departamentos de Meio Ambiente, Lazer, Turismo e Cultura participaram da Caminhada na Natureza, realizada no município de Ibaiti recentemente. Caminhada na Natureza é uma modalidade dos Esportes Populares não competitivos, podem ser praticados por todos, com o objetivo claro de conhecer o meio ambiente para preservar, promover a saúde e estimular a interação entre as pessoas. Através da prática deste esporte, os participantes encontram uma melhor forma de apreciar a natureza, as diversidades e belezas de suas cidades e ainda incentivar o turismo e o conhecimento da história dos pontos onde praticam esse esporte. De acordo com Soraya Helena Queiroz Manoel, Diretora do Departamento de Meio Ambiente, o percurso mínimo é de 9 a 12 quilômetros. " Em Siqueira Campos a caminhada será realizada no dia 23 de março de 2014, com o nome "Circuito Bom Jesus". Com esse projeto estaremos fazendo a caminhada explorando o turismo rural

em nossa região, dando oportunidade também aos produtores rurais para que possam vender seus produtos", explicou A finalidade do esporte é a tão procurada perda de peso, mas não se limita a isso. A oportunidade durante as caminhadas, de encontrar raras belezas em lugares pouco explorados, nos permite sair da rotina do cotidiano, descansar nossa mente e relaxar o corpo. Os trajetos seguem normatizações internacionais feitas pela Internacionaler Volksporter Verbunder (IVV) – Federação Internacional dos Esportes Populares. O interesse dos municípios em participar do projeto tem sido crescente. A caminhada é gratuita e muito prazerosa. Programa de Turismo Rural do Paraná O turismo deve ser tratado como um instrumento capaz de contribuir, não só para a exploração de atrativos no meio rural, mas também para o fortalecimento da agricultura familiar, proporcionando desenvolvimento que irá reforçar e privilegiar os valores étnicos, econômicos e culturais dos agricultores

familiares. Ciente desta situação, o Governo do Estado do Paraná promulgou no ano de 2006, a Lei Estadual do Turismo Rural na Agricultura Familiar, que conceitua a atividade turística desenvolvida pelos agricultores. No início de 2007, a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB) e a Secretaria do Turismo (SETU), assinaram um termo de Cooperação Técnica para trabalhar em conjunto na elaboração e execução do Programa de Turismo Rural do Paraná. O Instituto Paranaense de Assistência Técnica e extensão Rural (EMATER-PR) se insere em âmbito nacional, como parceira do Ministério do Desenvolvimento Agrário, contemplando as atividades do turismo como uma importante estratégia para o desenvolvimento local. Desde 2008, a SEAB juntamente com a EMATER, coordena o Projeto Caminhadas na Natureza no Paraná, com o apoio da “Anda Brasil” (Confederação Brasileira de Caminhadas, Esportes Populares e Inclusão Social), já a “Anda Paraná” destina apoio ao estado.

Divulgação

Vice-prefeito Germano, Aloísio Czar, Elaine Rosa e Soraya Queiroz.

Munícipes de Siqueira Campos reconhecem a importância da campanha Novembro Azul O CN foi às ruas para saber o que os homens acham sobre a campanha de prevenção ao câncer de próstata, o resultado foi positivo e aprovado por todos os entrevistados De Siqueira Campos Isaele Machado Depois do Outubro Rosa, para a conscientização de mulheres sobre o câncer de mama, é iniciada a campanha Novembro Azul. Ela é dedicada a mostrar aos homens o quanto é importante fazer o teste que diagnostica o câncer de

próstata. Durante este mês, a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em parceria com Instituto Lado a Lado pela Vida, intensificam o alerta. O Novembro Azul ocorre em outras partes do mundo. Para ajudar na divulgação, importantes monumentos brasileiros, como o Congresso Nacional e o Cristo

Redentor, estão desde esta segunda-feira, dia 4, iluminados de azul. O tema da campanha é Um Toque, um Drible. Também semelhante ao Outubro Rosa, panfletos e palestrar em todas as partes do País devem ser intensificados. Mas, historicamente, o trabalho de conscientização dos homens é mais difí-

cil. As mulheres costumam procurar com mais frequência um médico a qualquer sinal da doença. E assim como nelas, o diagnóstico precoce pode ser indispensável para a cura do câncer. A doença O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens - o primeiro é o de pele. Ele atinge prin-

cipalmente homens com idade superior a 65 anos. A chance de cura é de 90% no estágio inicial. Os sintomas aparecem raramente, mas são: dificuldade de urinar e necessidade de urinar mais vezes durante o dia; dor nos ossos; infecção generalizada ou insuficiência renal. Em 2012, 60 mil novos casos no Brasil foram regis-

trados, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). O exame para diagnosticar a doença é uma combinação de um toque retal e o de sangue, mas somente uma biópsia pode confirmar se é um câncer. Em 17 de novembro é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O que você acha da campanha de prevenção ao câncer de próstata, "Novembro Azul?"

Ademir José Marques. "A prevenção é extremamente necessária e essas campanhas contribuem muito"

Felipe Ricardo Corsini. "A campanha é ótima para conscientização sobre o assunto"

Jurandir Tressoldi. "Esse tipo de campanha deve ser feito mesmo"

Lourival Xavier " É de grande importância"

Murilo Manoel. "É muito importante"

Paulo Bassani. " Essas campanhas levam mais conhecimento a população, é muito importante a prevenção"

Pedro Fermino da Silva Filho. "Acho bom, está aprovada"

Sidney Aparecido Carvalho. "A prevenção diminui os índices dessa doença"


6

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

EDITAIS SUMULA DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA

Prefeitura Municipal de Siqueira Campos Estado do Paraná

MARIA DO CARMO PEREIRA SANCHES TORNA PUBLICO QUE RECEBEU DO IAP LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA (LAS) VÁLIDA ATÉ 06/12/2013 PARA INDUSTRIA CERÂMICA DE BAIXO IMPACTO AMBIENTAL NA RODOVIA PR-090 KM 251 SITIO BARRA GRANDE CURIÚVA-PR

DECRETO nº 1.065/2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAPIRA ESTADO DO PARANÁ

Ementa: Abre Crédito Suplementar e dá outras providências. FABIANO LOPES BUENO, Prefeito Municipal de Siqueira Campos, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e ainda amparado na Lei Orçamentária Anual n.º 781/2012, em seu artigo 4º, inciso I e a Lei de Diretrizes Orçamentárias nº. 752/2012 em seu artigo 36º § Único.

PORTARIA N.º 026/2003 DE 15/08/2003

Decreta: Art. 1º - Fica aberto no corrente Exercício o Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Geral do Município, no valor de R$ 86.000,00

O Prefeito Municipal de Japira, Estado do Paraná, WILSON RONALDO RONY DE OLIVEIRA SANTOS, usando de suas atribuições

(oitenta e seis mil reais) destinado ao reforço das seguintes Dotações Orçamentárias.

legais: resolve:

Suplementação

CONVOCAR:

04.02.04.123.0008.1.015.000 Amortização da Divida Pública

A candidata aprovada no Concurso Público Municipal, realizado em 29.09.01, para ocupar o seu respectivo cargo, como segue abaixo discriminado:

1000

Nome MARIA DO CARMO DE OLIVEIRA SILVA

Nota 8,2

Class. 5º

A interessada deverá comparecer no Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura Municipal de Japira, até o dia 26 de agosto de 2003, para regulamentação de sua documentação.

1104

R$ 63.000,00

Vencimentos e vantagens fixas

R$ 23.000,00

Art. 2º - Os recursos serão suplementados através de anulação parcial de dotação, conforme a seguir: Redução 02.02.02.062.0004.2.550.000 Serviços Jurídicos (14) 3.3.90.91.00.00.00

1000

Sentenças Judiciais

R$ 10.000,00

03.01.04.121.0009.2.019.000 Manutenção do Departamento de Administração (25) 4.4.90.52.00.00.00

Edifício da Prefeitura Municipal de Japira-Pr. Em 15 de agosto de 2003.

Principal da dívida contratual resgatado

07.01.12.361.0041.2.057.000 Manutenção de Creches (188) 3.1.90.11.00.00.00

SERVENTE GERAIS Nº Insc. 093/2001

(61) 4.6.90.71.00.00.00

1000

Equipamentos e material permanente

R$ 25.000,00

03.04.11.121.0009.2.005.000 Manutenção da Divisão de Previdência

WILSON RONALDO RONY DE OLIVEIRA SANTOS

(51) 3.3.90.39.00.00.00

PREFEITO MUNICIPAL

1000

Outros serviços de terceiros – PJ

R$ 5.000,00

Outros serviços de terceiros – PJ

R$ 3.000,00

04.01.04.123.0008.2.016.000 Arrecadação e Fiscalização (59) 3.3.90.39.00.00.00

1000

08.01.20.601.0014.2.047.000 Manutenção da Divisão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

MUNICÍPIO DE SIQUEIRA CAMPOS ESTADO DO PARANÁ

(245) 4.4.90.52.00.00.00

1000

Equipamentos e material permanente

R$ 20.000,00

07.01.12.361.0041.2.057.000 Manutenção de Creches (189) 3.1.90.13.00.00.00 (194) 3.3.90.36.00.00.00

1104 1104

Obrigações patronais – INSS Outros serviços de terceiros – PF

R$ 8.000,00 R$ 15.000,00

Art. 3º - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições contrárias. Torna-se público a RESCISÃO do contrato de Dispensa de Licitação n° 28/2013, cujo objeto é a Locação de imóvel para instalação

Siqueira Campos, 05 de novembro de 2013 Fabiano Lopes Bueno

do Tele Centro de Informática.

Prefeito Municipal

Siqueira Campos, 01 de novembro de 2013. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

SUMULA DE LICENÇA AMBIENTAL SIMPLIFICADA MARIA DO CARMO PEREIRA SANCHES TORNA PUBLICO QUE REQUEREU AO IAP RENOVAÇÃO DA LICENÇA AMBIENTAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIQUEIRA CAMPOS ESTADO DO PARANÁ PORTARIA n° 212/2013

SIMPLIFICADA (LAS) PARA INDUSTRIA CERÂMICA DE BAIXO IMPACTO AMBIENTAL NA RODOVIA PR-090 KM 251 SITIO BARRA GRANDE CURIÚVA- PARANÁ

FABIANO LOPES BUENO, Prefeito Municipal de Siqueira Campos, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais, e ainda com base no Art. 93, inciso II, alínea “b“ da Lei Orgânica Municipal, RESOLVE:

prefeitura DE SIQUEIRA CAMPOS ESTADO DO PARANÁ

Retificar a data de início da nomeação do servidor Jari Paulo Rocha, portador do RG n° 7.379.599-0, no cargo de Diretor do Departamento de Administração, que constou 04/10/2013 para que passe a constar 1º /10 /2013. Publique-se. Siqueira Campos, 05 de novembro de 2013.

Torna-se público que a Licitação na modalidade Pregão Presencial nº 60/2013, foi declarada DESERTA.

Fabiano Lopes Bueno

Siqueira Campos, 04 de novembro de 2013.

PREFEITO MUNICIPAL

Felipe Mehlich Pregoeiro Oficial

PREFEITURA DE SAO JOSE DA BOA VISTA ESTADO DO PARANÁ ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº: 25/2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIQUEIRA CAMPOS ESTADO DO PARANÁ

Torna-se público a HOMOLOGAÇÃO do Processo Inexigibilidade de Licitação nº 07/2013 e o Extrato de Contrato n° 149/2013. CONTRATANTE: Município de Siqueira Campos

Registro de preços para futura e eventual aquisição de peças para veículos pesados da frota municipal.

CONTRATADO: Kheronn Khennedy Machado

Número do Registro de Preços: 16/2013 Data do Registro: 01/11/2013 Válido até: 01/11/2014

OBJETO: Contratação de pessoa física para prestar serviços de desenvolvimento, manutenção e suporte do Diário Oficial Eletrônico do Município, pelo período de 12 (doze) meses.

Proponente Vencedora dos Lotes 01 a 04: GABRIEL DIAS PEÇAS ME, como segue:

Valor total do contrato: R$12.564,00

LOTE 01 ESPECIFICAÇÃO

V. LOTE

Peças Linha Mercedes Benz

R$

FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Art. 25, inciso II da Lei nº 8.666/93.

V. TOTAL 308.497,50

R$ R$

VALOR TOTAL DO LOTE 01

Siqueira Campos, 25 de outubro de 2013. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

308.497,50 308.497,50

LOTE 02 ESPECIFICAÇÃO

V. LOTE

V. TOTAL

Peças Linha Microônibus Volare A6

R$ 40.796,50

R$ R$

VALOR TOTAL DO LOTE 02

40.796,50 40.796,50

LOTE 03 ESPECIFICAÇÃO

V. LOTE

V. TOTAL

Peças Linha Caminhões Ford

R$ 257.369,50

R$ R$

VALOR TOTAL DO LOTE 03

prefeitura de são josé da boa vista estado do paraná AVISO DE RESULTADO DE LICITAÇÃO EDITAL DE LEILÃO N. 04/2013

257.369,50 257.369,50

LOTE 04

A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DA BOA VISTA PR. torna público o resultado da licitação em destaque supra, que tem por objetivo a venda de equipamento inservível, como segue: “ITEM 01 - Ônibus Mercedes Benz 1315, Ano/Mod: 1990/1990, Placa AAD

ESPECIFICAÇÃO

V. LOTE

Peças Linha Scânia

R$

8203, Capacidade 44 Pessoas, Potência 136 CV”, ficando o vencedor, após regularmente habilitado, considerado vitorioso e com a

V. TOTAL 18.042,00

VALOR TOTAL DO LOTE 04

São José da Boa Vista, Paraná, em 01 de novembro de 2013.

R$ R$

18.042,00 18.042,00

Pedro Sérgio Kronéis – Prefeito Municipal

Vende-se sítio Com 37.250 m2 (2 alqueires e ½) localizado no município de Siqueira Campos – PR no Bairro Palmeirinha ao lado do campo de futebol. Contendo granja para 18 mil frangos com comedouros automáticos, silo para ração, casa para funcionários, transformador de luz e fornecendo para Frangos Pioneiro.

seguinte classificação: 1º LUGAR ITEM 01: EDSON LUIZ CORREA, pessoa física, com aludido preço ofertado de R$ 8.500,00 (Oito mil e quinhentos reais). São José da Boa Vista PR., 05 de novembro de 2013. DIRCINEI DE PAULO DIAS Presidente da Comissão de Licitação

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DA BOA VISTA ESTADO DO PARANÁ AVISO DE HOMOLOGAÇÃO C

REF.: Pregão Presencial de nº 55/2013 – Registro de Preços OBJETO: “Registro de Preços para futuro e eventual fornecimento de pernoite com refeições e transporte em Curitiba pelo período de 12 meses, para a Secretaria Municipal de Saúde” Face ao contido no Resultado do Processo, homologo o presente procedimento licitatório à proponente, HÉLIO DA SILVA BRUSQUE ME, no valor total de R$ 60.040,00 (Sessenta mil e quarenta reais). São José da Boa Vista-Pr, em 05 de novembro de 2013.

Informações pelo fone (43) 9925-8008.

Pedro Sérgio Kronéis Prefeito Municipal


7

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

POLICIAL

Polícia Militar inicia processo de recepção de 2.433 novos policiais e bombeiros militares De Curitiba Marcia Santos A Polícia Militar iniciou na manhã desta terçafeira (05/11) o processo de recepção de 2.433 novos policiais e bombeiros militares, que no próximo dia 11/11 iniciam o Curso de Formação de Soldados 2013 (CFSD/2013). Eles estão apresentando alguns documentos e escolhendo em quais unidades da Polícia Militar querem fazer o curso. A autorização desta primeira chamada para o ingresso destes policiais foi assinada pelo Governador Beto Richa na semana passada. Nesta primeira fase foram chamados 2.223 policiais militares e 210 bombeiros militares na corporação. Estes alunos foram aprovados no último concurso que vai contratar, no total, 5.264 policiais militares e 219 bombeiros militares para atuação em todo o estado do Paraná. “A assinatura desta inclusão é o cumprimento por parte do Governo do prometido mesmo antes mesmo de o governador assumir a função e refletirá na segurança da sociedade”, disse o Comandante-Geral da PM, coronel César Vinicius Kogut. Os novos PMs devem se apresentar nas unidades da

Polícia Militar (Batalhões e Academia Policial Militar do Guatupê – APMG) no próximo dia 11, primeiro dia de aulas. A formação destes policiais se dará em diversos batalhões do estado, sendo 800 nas áreas dos 1º e 6º CRPMs (Curitiba, Região Metropolitana e Litoral), 400 na área do 2º CRPM (região de Londrina), 356 na área do 3º CRPM (região de Maringá), 227 na área do 4º CRPM (região dos Campos Gerais), 380 na área do 5º CRPM (região de Cascavel), além das unidades especializadas que receberão os demais policiais militares. Já os bombeiros serão formados na Região de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral. PARANÁ SEGURO - A contratação de policiais faz parte das ações do programa Paraná Seguro. O programa também inclui a entrega de novas viaturas para reequipar as polícias, além da compra de armamentos, soluções de inteligência e instalação de novos batalhões, como o da Fronteira. O Governo instalou ainda as Unidades Paraná Seguro (UPS), estruturas de policiamento comunitário montadas em áreas com altos índices de criminalidade. Hoje, são 14 bases em Curitiba, Londrina e Cascavel.

Arquivo PMPR

Polícia Militar inicia processo de recepção de 2.433 novos policiais e bombeiros militares

Em todo o Paraná, o BPRv apreende mais de 70 veículos durante operação “Finados”

Arquivo PMPR

Décima edição da megaoperação “Nhapecani” resulta em mais de 38 mil pessoas abordadas e nove mil pedras de crack apreendidas De Curitiba Marcia Santos

BPRv realiza operação “Finados” para intensificar as atividades nas rodovias paranaenses

De Curitiba Marcia Santos

A operação “Finados”, realizada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) em todo o Paraná entre às 14h de sexta-feira (01/11) e às 6h desta segundafeira (04/11), resultou em 7. 434 pessoas abordadas em todas as rodovias estaduais. Foram registradas ainda oito prisões, sendo quatro foram por embriaguez ao volante. Mais de quatro mil veículos foram abordados pelos policiais rodoviários.

Segundo os dados do BPRv, 78 veículos foram apreendidos por irregularidades de trânsito, a maior parte durante o sábado (01/11). Os policiais registraram também 10 flagrantes de trânsito e 1.099 notificações foram aplicadas durante todo o feriado. Oito motoristas tiveram sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida durante as atividades de bloqueios e fiscalizações nas rodovias estaduais. Durante as atividades, os policiais recuperaram um veículo furtado e outro rou-

bado, além de realizarem uma apreensão de cigarros contrabandeados do Paraguai. Os resultados advém das atividades realizadas em todos os 58 postos de controle da unidade, espalhados por 12.421 km de rodovias do Paraná. Durante toda a operação, mais de 500 policiais militares participaram das ações, realizando além de fiscalizações e abordagens, abordagens socioeducativas, orientando o motorista e os passageiros para que fizessem uma viagem tranqüila e sem interferências.

Mais de 38 mil pessoas foram abordadas durante a décima edição da megaoperação conjunta “Nhapecani” que contou com a participação de 1,7 mil policiais militares, sendo 400 somente em Curitiba e Região Metropolitana, além de efetivos da Polícia Civil, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Receita Estadual e Guarda Municipal. As ações também resultaram na apreensão de 9.338 pedras de crack, 45,983 Kg de maconha e 26 armas de fogo, além de 179 pessoas detidas e 716 veículos apreendidos. A operação foi lançada na tarde desta quinta-feira (31/10), em Curitiba, pelo Comandante do 1º CRPM, coronel Milton Isack Fadel Junior, e seguiu até a noite deste domingo (03/11). “Nos últimos dias percebemos um aumento no índice de homicídios, na capital principalmente, e tivemos a operação voltada para isso, sem esquecer os demais crimes. Em Curitiba focamos no bairro Parolin e na área da Vila Torres, onde tivemos algumas ocorrências desse tipo, aumentando o policiamento na região”, explicou. Durante as ações foram realizados 270 pontos de bloqueios no estado com batidas e abordagens, fis-

calizando veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, em busca de armas, drogas e foragidos da justiça. A megaoperação, que está na sua décima edição, visa diminuir o número de criminalidade em todo o estado, como homicídios, latrocínios, lesões corporais, furtos e roubos. “Nosso setor de inteligência trabalha na coleta de informações e no estudo dos casos para que nós pudéssemos atuar com a tropa ostensiva. As ações consistiram na concentração de efetivo da Polícia Militar e de outros agentes de segurança do estado, de forma a agir simultaneamente em todo o território do estado”, afirma o coronel Fadel. ABORDAGENS GERAL - Entre as 38.370 pessoas abordadas, 179 foram detidas e 50 adolescentes apreendidos por suspeita de envolvimento com o crime. Os policiais militares ainda se depararam com 84 situações de flagrante, 34 de flagrante de ato infracional e cumpridos 40 mandados. Dos 20.697 veículos vistoriados, 716, que estavam em situação irregular, foram apreendidos e outros 23 recuperados, por estarem com alerta de furto ou roubo. Além das 21 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) apreendidas, 2.599 multas por infração de trânsito foram expedidas pela

PM e 411 apreensões de outros objetos. Das ações, 66 resultaram em assinatura de Termo Circunstanciado. Ao todo, 26 armas de fogo foram apreendidas em todas as regiões da “Operação Nhapecani X”, além 9.338 pedras de crack, 0,444 Kg de cocaína e 45,983 Kg de maconha. Participaram da operação pela PM todos os batalhões coordenados por seus CRPM’s, além das unidades especializadas que são: o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), o Batalhão de Patrulha Escolar (BPEC), o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e o Regimento de Polícia Montada (RPMon), os quais devem atuar em conformidade aos Comandos Regionais de onde atuam. Além deles, participam o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), o Batalhão de Policia Guarda (BPGD) e o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron). NHAPECANI - A operação, que está na décima edição, surgiu ao longo das reuniões periódicas feitas com todos os setores de inteligência e em parceria com os órgãos participantes. Outras edições da operação obedecem a um planejamento antecipado e à observação dos índices estatísticos de criminalidade, sem data específica ou horário determinado.


8

Quarta-Feira / 06 de Novembro / 2013

Edição 877

SOCIAL

8º Jantar de Confraternização ACISC 2013


Correio Notícias - Edição 877