Page 1

1

SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

Sexta-Feira

23

Diretora: Elizabete Gois Ano XIII - Nº 832 - R$ 2,00

de Agosto de 2013

Pedro Lupion visita Norte Pioneiro e reitera compromisso com prefeitos O deputado estadual Pedro Lupion visitou ontem (22), três municípios do Norte Pioneiro. Na parte da manhã, a primeira visita aconteceu em São José da Boa Vista, com o prefeito Sérgio Króneis, onde visitou obras e anunciou melhorias para agricultura, educação, infraestrutura e saúde do município. “Graças à disponibilidade e

empenho do prefeito Sérgio, o município de São José da Boa Vista consegue participar de todos os programas que o governo estadual disponibiliza. É importante ressaltar que a prefeitura possui uma das melhores equipes da região e conseguem montar os projetos de forma exemplar”, disse Lupion. Página 3

Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio realizará concurso público para médicos

Estão abertas do dia 23 de agosto a 11 de setembro, as inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio. Página 3

24 casas no Marques dos Reis estão sendo construídas

Um grande sonho está sendo concretizado para 24 famílias no bairro de Marques dos Reis em Jacarezinho. As unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida II – Sub 50 já começaram a construção. O prefeito Sérgio Eduardo de Faria, Dr. Sérgio, visitou o local recentemente e constatou o andamento das obras. Página 4

Inscrições para FEJACAN encerram no próximo dia 25 em Jacarezinho

Músicos de todo o Brasil que desejam participar da 8ª edição do Festival Jacarezinhense da Canção (FEJACAN) precisam se apressar. As inscrições terminam no próximo dia 25 de agosto e o evento acontecerá nos dias 21 e 22 de novembro. Promovido pelo Sistema Fecomércio SESC - Senac PR, por meio do Sesc, e pela Prefeitura de Jacarezinho, o evento selecionará 26 canções que serão apresentadas

nas duas noites no Cine Iguaçu. Sem caráter competitivo, o Fejacan visa difundir trabalhos autorais e a troca de experiências dos músicos, além de oferecer ao público a oportunidade de ter contato com outros estilos musicais e com a música de outras regiões, o que amplia o repertório musical e promove o conhecimento cultural, contribuindo para a formação de plateias. Página 4

Festa do Bom Jesus da Cana Verde supera expectativas em Siqueira Campos

Página 5


2

OPINIÃO SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

ARTIGO Avanços do desenvolvimento humano no Brasil O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou, em agosto, em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro (FJP), o cálculo do Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios (IDHM) para as 5.565 cidades brasileiras, realizado com base nos dados e informações contidos nos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010, levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O IDHM é considerado uma espécie de parâmetro-síntese da qualidade de vida da população das nações, regiões, estados e municípios, mensurado com base na combinação geométrica de estatísticas de rendimento, escolaridade e longevidade. O total e as médias parciais podem variar entre zero e a unidade, e permitem a categorização das diferentes instâncias geográficas em escalas de desenvolvimento social, considerado “muito alto” (entre 0,8 e 1), “alto” (0,7 a 0,799), “médio” (0,6 a 0,699), “baixo” (0,5 a 0,599) e “muito baixo” (0 a 0,499). O índice exibiu evolução de 47,5% no país entre 1991 e 2010, saindo de um patamar considerado “muito baixo” em 1991 (0,493) para “médio” (0,612) em 2000 e “alto” em 2010 (0,727). Os resultados também evidenciam expressiva diminuição da desigualdade entre os municípios do país e impulsão na qualidade de vida das pessoas que habitam os mesmos, no intervalo em pauta. A distância entre o maior e o menor IDHM diminuiu de 0,577 para 0,444 em dois decênios, e os locais com IDHM muito baixo recuaram de 85,8% para 0,6% do total, em igual intervalo. Essencialmente, a contabilidade social positiva pode ser creditada ao efeito-renda da desinflação, provocada pelo Plano Real, a partir de julho de 1994; à impulsão dos proventos oriundos do trabalho (com o aumento da formalização do emprego e a valorização do salário mínimo); e aos componentes sociais plantados na Constituição de 1988, que ensejaram

Por Gilmar Mendes

a criação e o alargamento das iniciativas oficiais de transferência de renda. Em 2000, a renda dos 10% mais ricos era 26 vezes maior que a dos 20% mais pobres da pirâmide social; em 2010, a relação caiu para 18 vezes. As incursões sociais de deslocamento de renda repousaram no programa Bolsa Família, na aposentadoria rural e nos benefícios de prestação continua¬da, amparadas na exponencial elevação da carga tributária (que passou de 24,4% do PIB em 1991 para 36% em 2012) e respectivo aumento de concentração na esfera da União, sem a obrigatoriedade de partilha com estados e municípios. Enquanto a longevidade do brasileiro atingiu nível “muito alto” (0,816), explicado pela queda das taxas de fecundidade e de mortalidade infantil, e a renda situou-se em posição “alta” (0,739), a educação figurou na condição “média” (0,637), mesmo tendo experimentado a expansão mais acentuada entre 1991 e 2010 – 128,3%, contra 14,2% da renda e 23,3% da longevidade, deixando para trás a situação de “muito baixo” exposta em 1991 e 2000. Nesse particular é oportuno observar que, apesar do empenho no sentido da universalização do ensino fundamental, atestado pelo salto da frequên¬cia à escola de crianças de 5 a 6 anos de 37,3% para 91,1%, a maioria dos jovens não completou o ensino médio e somente cinco municípios ostentam o índice “muito alto” nesse quesito. Ademais, a população brasileira com mais de 25 anos possui apenas 7,2 anos de estudo, o menor patamar da América do Sul (que tem na dianteira o Chile, a Argentina e a Bolívia, com 9,7, 9,3 e 9,2 anos, respectivamente), ao lado do Suriname. Em outros termos, o país ainda tem um longo e tortuoso caminho a trilhar na direção da lapidação da matéria-prima mais nobre para a construção de uma verdadeira nação.

CHARGE DO DIA

ARTIGO Uma questão de segurança nacional O Brasil está sob ataque. A frase pode parecer alarmista, mas reflete exatamente a realidade das lavouras do país. Um dos setores mais pujantes da economia brasileira, a agricultura está exposta ao ataque de centenas de pragas exóticas que podem provocar danos severos à nossa produção. Nos últimos meses, temos visto os enormes prejuízos causados pela Helicoverpa armigera, uma espécie de lagarta até então desconhecida dos brasileiros, mas que possui um apetite voraz e já comeu na atual safra ao menos US$ 1 bilhão das lavouras de soja do Mato Grosso e Bahia. Se olharmos para o futuro, porém, o cenário é ainda mais sombrio. De acordo com especialistas, existem outras 150 pragas com potencial para invadir lavouras em algum ponto do Brasil. Os efeitos podem ser devastadores. É preciso atenção por parte das autoridades. Está em jogo a viabilidade econômica e produtiva de um setor estratégico para o Brasil. Estamos falando de comida, o bem mais valioso que uma nação pode ter. Vale lembrar que, em menos de 40 anos, o país passou de importador para um dos maiores exportadores de alimentos do mundo. O agronegócio é responsável por mais de 20% do PIB nacional e deve crescer 9% em 2013. Diante disso, é essencial que o controle dessas pragas seja visto pelo governo como uma questão de segurança nacional.

Por José Goldemberg Suficiente já foi dito sobre as propostas de plebiscito, democracia direta e outras que foram feitas pelo Poder Executivo em respostas às grandes manifestações populares de junho. Várias delas são notoriamente atabalhoadas e demagógicas e, felizmente, estão sendo gradativamente abandonadas, à medida que o bom senso se impõe. Há, porém uma consequência duradoura e deletéria da orientação política geral que se implantou há cerca de dez anos no País, que é a de tentar agradar a todos os setores da sociedade e cooptá-los em nome do sucesso eleitoral e da permanência no poder. O que é alarmante é esse comportamento estar atingindo agora as melhores universidades brasileiras. Ora são cotas de diversos tipos para ingresso nas universidades públicas para compensar discriminações ocorridas no passado; ora são propostas de eleições diretas para dirigentes universitários, como se essas instituições de ensino superior fossem clubes recreativos ou sindicatos; ora é serviço civil obrigatório para resolver os problemas do precário atendimento médico à população; ora a importação de médicos - e por aí vai. O que tudo isso tem em comum é que tenta eliminar algo fundamental: a meritocracia. Isto é, que a aptidão ou o conhecimento sejam o critério principal do sucesso, quer na conquista de cargos de direção, quer na realização de trabalhos técnicos e científicos, no caso das universidades. A meritocracia foi uma das grandes conquistas da Revolução Francesa (17891799), em que foram eliminados os privilégios da aristocracia. O sucesso posterior de Napoleão Bonaparte como grande general deveu-se em grande parte à escolha de oficiais pelo mérito, e não por seus títulos de nobreza, como ocorria antes de 1789. É esse o significado da palavra igualdade na trilogia que caracterizou aquela revolução - liberdade, igualdade e fraternidade. O que se almejava na ocasião era igual oportunidade para todos. A mesma característica têm as grandes escolas de ensino superior criadas na França pós-revolução, como a Escola Politécnica de Paris, a Escola Normal Superior e a Escola Nacional de Administração, que formam até hoje os quadros dirigentes franceses e nas quais o ingresso é feito exclusivamente pelo mérito. Vale a pena mencionar aqui que a ideia básica da meritocracia foi incorporada até por Karl Marx, ao esboçar como seria um mundo onde a exploração do trabalho pelo capital fosse eliminada: um mundo em que "cada um daria de acordo com suas habilidades e cada um receberia de acordo com suas necessidades". A meritocracia é um princípio que sempre esteve presente no desenvolvimento da ciência, área em que ela é soberana e o uso de títulos e de poder nada pode contra a evidência. A História está cheia de episódios em que autoridades tentaram suprimir ou manipular a evidência científica. Todas essas tentativas falharam. As grandes universidades do mundo seguem o mesmo princípio e as brasileiras que pretendem atingir um nível comparável ao delas não poderiam adotar critérios diferentes. O que está ocorrendo no Brasil, contudo, é que existem visões conflitantes dentro do próprio governo federal quanto ao papel das universidades públicas. Por um lado, o governo cria programas de incentivo à inovação tecnológica, promove estágios no exterior por meio do programa Ciência sem Fronteiras e de outros que se destinam a melhorar o desempenho das universidades, essencial para aumentar a competitividade econômica do País. Por outro, cria cotas sociais e raciais, que no curto e no médio prazos tendem a baixar o nível dessas universidades, que já deixam a desejar em muitas áreas. Introduzir cotas nas universidades públicas brasileiras como instrumento para compensar/corrigir discriminação racial ou social pode ser mais fácil e menos oneroso do que resolver o problema fundamental, que é tornar o ensino médio melhor, o que daria mais oportunidades aos estudantes de menor renda. Mas essa é uma falsa solução. O que a experiência nacional e internacional da introdução de cotas nas universidades nos diz é que elas não garantem que os alunos cotistas tenham o desempenho esperado, encorajam a evasão e, em particular nas áreas mais competitivas (medicina, engenharia e direito), podem levar a uma redução da qualidade dos cursos. Além disso, estabelecem um novo tipo de discriminação: contra o branco pobre (em relação ao negro pobre) e contra o pobre (branco ou negro) cuja família economizou para mandar o filho à escola privada a fim de prepará-lo melhor para os vestibulares. Há um documento recente sobre Ações Afirmativas nas Universidades Brasileiras, preparado pela Academia de Ciências do Estado de São Paulo, que discute essas questões. Outro problema é a gestão das universidades públicas, ameaçada pela escolha de reitores por eleições diretas. Universidades têm autonomia didática, científica e administrativa, como determina o artigo 207 da Constituição da República, mas não são soberanas, sendo fundamental que não percam de vista os interesses gerais da sociedade. A eleição direta de reitores pela comunidade universitária implica sério risco de tornar as universidades prisioneiras de demandas corporativas. Essa é a razão por que os reitores são escolhidos pelos governadores dos Estados nas universidades estaduais e pela presidente da República no caso das federais, em listas preparadas pelos conselhos universitários, nos quais os professores titulares são a maioria e os alunos e funcionários estão amplamente representados. Introduzir eleições diretas cria também o não menor risco de as universidades deixarem de cumprir suas funções básicas: o ensino, a pesquisa e a prestação de serviços à sociedade.

Por Eduardo Daher

Às vésperas de grandes eventos internacionais, como a Copa do Mundo e a Olimpíada, que devem atrair dezenas de milhares de turistas ao país, ainda faltam políticas efetivas de combate às pragas exóticas no Brasil. Fungos, bactérias, lagartas e sementes são facilmente transportados – intencionalmente ou não. Portanto, é preciso fazer um trabalho preventivo, reforçar a segurança nas fronteiras e criar mecanismos que ofereçam maior agilidade na aprovação de novas tecnologias. Atualmente, o processo regulatório para a aprovação de produtos necessários para controle dessas pragas não anda na mesma velocidade em que elas se disseminam no campo. A modernização dos processos é essencial para garantir a segurança alimentar não apenas do Brasil, mas de boa parte do mundo. Basta lembrar que até 2050 a população mundial chegará a 9 bilhões de pessoas e, segundo estimativas da FAO, será preciso aumentar a produção mundial de grãos em 60%. Grande parte desse crescimento virá do Brasil. Um desafio gigantesco, do tamanho do nosso potencial agrícola, e que requer união de esforços entre governo, órgãos regulatórios e produtores, para que possamos encontrar soluções para vencer esta guerra contra as pragas e garantir, assim, o futuro próspero para nossas lavouras.

jornalística correio do norte s/c ltda - cnpj: 07.117.234/0001-62 Site: www.correionoticias.com.br - E-mail: editais@correionoticias.com.br escritório siqueira campos diagramacao@correionoticias.com.br Rua Dos Expedicionários,1525 - centro correiodonorte@correiodonortesc.com Siqueira Campos - Paraná REPRESENTAÇÃO (43) 3571-3646 | 9604-4882 MERCONET Representação de Veículos de Comuniescritório CORNÉLIO PROCÓPIO Rua Mato Grosso, 135 - centro Cornélio Procópio - Paraná (43) 3523-8250 | 9956-6679

Universidade e meritocracia

cação LTDA Rua Dep. Atilio de A. Barbosa, 76 conj. 03 - Boa Vista - Curitiba PR Fone: 41-3079-4666 | Fax: 41-3079-3633

Direção editora chefe

Elizabete Gois redação

Camila Consulin, Isa Machado, Regiane Romão, Isamara Machado Bruno Rafael, Marcos Vinícius administrativo

Mireila Guilmo, Emilia Kuster, Claudenice Machado, COLUNISTA

Gênesis Machado

Siqueira Campos Cornélio Procópio Curitiba Ibaiti Japira Jaboti Salto do Itararé Carlópolis Joaquim Távora Guapirama Quatiguá Jacarezinho Conselheiro Mairinck Pinhalão

Tomazina Curiúva Figueira Ventania Sapopema São Sebastião da Amoreira Nova América da Colina Nova Santa Bárbara Santa Cecília do Pavão Santo Antônio do Paraíso Congoinhas Itambaracá Santa Mariana Leópolis

Sertaneja Abatiá Rancho Alegre Cambará Primeiro de Maio Ribeirão do Pinhal Florestópolis Nova Fátima São Gerônimo da Serra Barra do Jacaré Santo Antônio da Platina Santa Amélia Arapoti Sertanópolis Jaguariaíva Bela Vista do Paraíso Sengés Ribeirão Claro São José da Boa Vista Wenceslau Braz Santana do Itararé Circulação Jundiaí do Sul Andirá

FILIADO A Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná


POLÍTICA SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

Deputado estadual Pedro Lupion visita Norte Pioneiro e reitera compromisso com prefeitos

A primeira visita aconteceu em São José da Boa Vista, com o prefeito Sérgio Króneis, onde visitou obras e anunciou melhorias para agricultura, educação, infraestrutura e saúde do município

Genesis Machado

3

Os ímpios na sua arrogância perseguem furiosamente o pobre; sejam apanhados nas ciladas que maquinaram. Salmos 10:2 A “postura” tá incomodando O advogado Alberto Toron, que representa o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) no processo do mensalão, afirmou ontem que a “postura” do presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, tem gerado “constrangimento” a advogados e ministros. Que postura ele espera que Barbosa tenha? Vá entender! Mais Médicos Os médicos estrangeiros que participarão do programa do governo federal Mais Médicos vão começar a trabalhar em Unidades Básicas de Saúde no dia 16 de setembro. Antes, os profissionais vão participar de um treinamento de três semanas sobre o funcionamento do SUS (Sistema Único de Saúde). Mesmo salário O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirmou ontem (22) que o governo brasileiro não tem informação sobre o valor exato que os médicos cubanos devem receber pela atuação no Mais Médicos. Segundo Barbosa, eles deverão ter o mesmo salário que recebem trabalhando em Cuba ou em outras missões no exterior Sorte minha Os 400 médicos cubanos, que chegarão ao país na próxima segunda-feira, também começam a trabalhar no mesmo dia. A maioria deles deve ser alocada em cidades do Norte e Nordeste. Ainda bem que eu moro na região sul país. Sem prejuízo Segundo informações prestadas a esta coluna, a Festa do Senhor Bom Jesus da Cana Verde não saiu no prejuízo apesar de ter os dias reduzidos e a proibição das bebidas alcoólicas. O lucro foi basicamente o esperado, como em anos anteriores.

Na oportunidade o prefeito Sérgio Króneis, falou sobre a parceria e conquistas que o município adquiriu através do deputado

De São José da Boa Vista Camila Consulin O deputado estadual Pedro Lupion visitou ontem (22), três municípios do Norte Pioneiro. Na parte da manhã, a primeira visita aconteceu em São José da Boa Vista, com o prefeito Sérgio Króneis, onde visitou obras e anunciou melhorias para agricultura, educação, infraestrutura e saúde do município. “Graças à disponibilidade e empenho do prefeito Sérgio, o município de São José da Boa Vista consegue participar de todos os programas que o governo estadual disponibiliza. É importante ressaltar que a prefeitura possui uma das melhores equipes da região e conseguem montar os projetos de forma exemplar”, disse Lupion. Na oportunidade o prefeito Sérgio Króneis, falou sobre a parceria e conquistas que o município adquiriu através do

deputado. “Agradeço a visita do deputado Pedro Lupion, um deputado que tem mostrado total compromisso com a população boavistense e também aos vereadores veem fazendo um trabalho ágil na Câmara”, diz. “Com ajuda do governo estadual, através do deputado e trabalhando da maneira certa, com certeza, teremos uma São José melhor”, completou. Em entrevista, o deputado Pedro Lupion falou sobre quais os projetos já foram realizados e quais ainda serão desenvolvidos no município. “Diversos projetos na área social, através do Cras (Centro de Referência e Assistência Social) do município estão sendo realizados. Além de várias demandas para a área de saúde como equipamentos e melhorias no atendimento, inclusive a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Além de outras áreas, não menos importantes, mas menos prioritárias que seria

o esporte no atendimento e apoio e também na área que milito que é a produção rural do município”. O deputado ainda anunciou que está previsto um novo projeto para o município que prevê a melhoria na produção do leite. “Como na região São José da Boa Vista é uma bacia leiteira importante, temos um grande programa junto a secretaria de Agricultura que se chama Projeto Leite, que subsidia nossos produtores a ter irrigação nas pastagens e que vai surtir muitos resultados para a população”, informou. Durante quase três horas o deputado conversou com autoridades, visitou a construção da nova escola municipal, as reformas no Hospital de Caridade São José e ouviu algumas reivindicações para o município. Em seguida o deputado seguiu para Ibaiti, onde se encontrou com o prefeito Roberto Regazzo. Após a visita, Pedro Lupion esteve em Japira com o prefeito

Wilson Roni, onde visitou obras e ouviu pedidos do prefeito e vereadores. Hoje (23), o deputado estadual Pedro Lupion, se reunirá com o presidente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Bandeirantes, Idálio da Cruz e com o prefeito, Celso Silva, para a entrega de um micro-ônibus adaptado que será utilizado no transporte escolar beneficiando alunos cadeirantes e com dificuldades de locomoção. Em Santo Antônio da Platina, o deputado se reúne com o prefeito, Pedro Claro para a entrega de outro micro-ônibus também destinado aos alunos da Apae. Os veículos entregues são equipados com plataformas elevadas, possuem bancos mais largos e contam com cadeiras de rodas. Segundo o deputado Pedro Lupion, são todos ônibus novos que serão agregados ao transporte escolar dos municípios.

Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio realizará concurso público para médicos

Divulgação

A prefeitura de Cornélio Procópio vai promover concurso para contratar médicos e auxiliar de serviços gerais

De Cornélio Procópio Assessoria Estão abertas do dia 23 de agosto a 11 de setembro, as inscrições para o Concurso Público da Prefeitura Municipal de Cornélio Procópio. Ao todo serão 30 vagas, distribuídas em cinco categorias como auxiliar de serviços gerais (15 vagas),

médico clínico geral (seis vagas), médico ginecologista-obstetra (três vagas), médico pediatra (três vagas) , e médico PSF (Programa Saúde da Família) (três vagas). As inscrições serão confirmadas mediante pagamento de uma taxa de R$ 30,00 (trinta Reais) para os candidatos às vagas para Auxiliar de Serviços Gerais, e R$ 100,00 (Cem Reais)

para os cargos de nível superior. As inscrições podem ser feitas através do site www.funtefcp. Também no site www.funtefcp. com.br, estão disponibilizadas todas as informações, como requisitos e salários. Segundo o prefeito Fred Alves, este será o primeiro concurso da atual administração. Como a saúde é considerada uma das principais

prioridades do Executivo, o concurso deverá minimizar a carência que existe no atendimento ao público nos postos de Saúde e no Posto Central. “Nós adotamos como lema “O cidadão em primeiro lugar”, por isso estamos promovendo este concurso. Na nossa administração, a saúde será priorizada e muito atuante”, observou o prefeito Fred Alves.

Vacinação Começa neste sábado (24) mais uma campanha nacional de multivacinação. A mobilização acontecerá simultaneamente em todos os municípios do Paraná, com unidades de saúde abertas das 8h às 17h. O objetivo é atender as crianças menores de cinco anos que precisam atualizar suas cadernetas de vacinação. Boas notícias Estive cobrindo a visita do deputado estadual Pedro Lupion, em São José da Boa Vista ontem (22). O deputado trouxe boas notícias para o prefeito Sergio Koneis e para a comunidade boavistense. Sem “plano B” Apesar da dificuldade em viabilizar seu novo partido, a Rede Sustentabilidade, a ex-senadora Marina Silva "proibiu" a discussão de um plano B para a sucessão presidencial de 2014 caso não consiga o registro para disputar a eleição. Diante dos problemas para certificar as assinaturas junto à Justiça Eleitoral, Marina quer que os aliados mantenham o foco na nova legenda e não alimentem qualquer discussão que não seja a criação da sigla.


4

REGIONAL SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

24 casas no Marques dos Reis estão sendo construídas Paredes das casas já começaram a ser erguidas

De Jacarezinho Marcos Junior Um grande sonho está sendo concretizado para 24 famílias no bairro de Marques dos Reis em Jacarezinho. As unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida II – Sub 50 já começaram a construção. O prefeito Sérgio Eduardo de Faria, Dr. Sérgio, visitou o local recentemente e constatou o andamento das obras. A previsão para a entrega é de 90 dias. O investimento do Ministério das Cidades é de R$ 25 mil, enquanto COHAPAR entrou com aproximadamente R$ 5 mil. Já a Prefeitura de Jacarezinho doou o terreno e já fez a terraplanagem. “É um grande sonho que está sendo realizado naquele bairro. Já estamos com um projeto para implantação de esgoto naquela localidade”, enfatiza Dr. Sérgio. Mais casas Recentemente o prefeito de Jacarezinho recebeu o Presidente da Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR), Mounir Chaowiche onde foi destacado a construção de 84 casas no Bairro

Nossa Senhora das Graças que será protocolada ainda este mês na Caixa Econômica. Na oportunidade o prefeito conquistou a construção de mais 60 unidades habitacionais no bairro Aeroporto. “Ele sinalizou que a COHAPAR irá autorizar para atender famílias que estão na área de risco e o local será próximo ao Centro da Juventude José Richa”, ressalta Dr. Sérgio. O chefe do Poder Executivo também solicitou mais de 200 casas, onde posteriormente serão apresentados os terrenos para a avaliação do órgão estadual. Além disto, o Presidente da Companhia de Habitação do Paraná explicou que já está em fase de liberação mais 84 casas para a Associação dos Sem Tetos de Jacarezinho. “Será próximo do Dom Pedro Felipack e já estamos em busca de mais”, argumenta Márcia de Oliveira. Mounir Chaowiche explicou que o Governo do Paraná conta com o importante apoio do governo federal, por meio dos Ministérios das Cidades, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Estão sendo construídas 84 casas no Bairro Nossa Senhora das Graças

Inscrições para FEJACAN encerram no próximo dia 25 em Jacarezinho De Jacarezinho Marcos Junior

Músicos de todo o Brasil que desejam participar da 8ª edição do Festival Jacarezinhense da Canção (FEJACAN) precisam se apressar. As inscrições terminam no próximo dia 25 de agosto e o evento acontecerá nos dias 21 e 22 de novembro. Promovido pelo Sistema Fecomércio SESC - Senac PR, por meio do Sesc, e pela Prefeitura de Jacarezinho, o evento selecionará 26 canções que serão apresentadas nas duas noites no Cine Iguaçu. Sem caráter competitivo, o Fejacan visa difundir trabalhos autorais e a troca de experiências dos músicos, além de oferecer ao público a oportunidade de ter contato com outros estilos musicais e com a música de outras regiões, o que amplia o repertório musical e promove o conhecimento cultural, contribuindo para a formação de plateias. Segundo o edital, são acei-

tas composições instrumentais, de caráter popular ou erudito, ou canções de diversos gêneros em língua portuguesa ou idioma indígena, desde que originais e que não tenham sido apresentadas em edições anteriores do Fejacan. As inscrições deverão ser feitas por intérpretes, que deverão inscrever, obrigatoriamente, três músicas. Uma das novidades desse ano, é que as músicas inscritas devem ser registradas em vídeos e estarem disponíveis separadamente no canal Youtube, com os intérpretes que se apresentarão na mostra. Caberá à Comissão Organizadora selecionar 26 músicas de acordo com a originalidade e singularidade do trabalho, inovação, qualidade artística e técnica. Uma ajuda de custo será concedida aos intérpretes por obra selecionada. Para músicos que residem em municípios até 149 km de Jacarezinho, o valor será de R$400 e para oriundos

Jivago frança

de cidades com distância acima de 150 km, R$900. O Sesc PR também se responsabiliza pela hospedagem e alimentação dos músicos. A inscrição para o Fejacan 2013 é gratuita e deverá ser realizada até às 23h59 do dia 25 de agosto, exclusivamente pelo site www.sescpr.com.br e o resultado dos selecionados poderá ser conferido até o dia 23 de setembro também pelo portal. Informações adicionais podem ser obtidas pelo site www.sescpr.com.br ou pelo telefone (43) 3527-1232. Serviço 8ª edição do Fejacan (Festival Jacarezinhense da Canção) Prazo para inscrições: De 22 de julho a 25 de agosto de 2013 Realização do Fejacan: 21 e 22 de novembro 2013, em Jacarezinho (PR) Inscrições: www.sescpr. com.br Informações: (43) 35271232

Secretário de Assistência Social participa de sessão da Câmara De Jacarezinho Marcos Junior

O Secretário Municipal de Assistência Social de Jacarezinho, Sidnei Ferreira, participou nesta semana da Sessão da Câmara para prestar esclarecimentos da atual gestão de sua pasta. Ele atendeu o requerimento 179/2013 e demonstrou tais como a execução de projetos e mecanismos de concessão de benefícios. Participaram da reunião os vereadores Diogo Augusto Biato Filho (PSB), Fabiano Saad (PSB), Francisco Carlos de Morais, o Chico Serraia (DEM), Fúlvio Boberg (PMDB), José Izaías Gomes, o Zola (PT), Luciane Alves (PT), Marcos Aparecido Ganzela, o Colosso (DEM), Ricardo Tonet, o Fucinho (PT) e Valdir Maldonado (PDT). Ele explicou sobre o formato de cadastramento e distribuição de kit alimentação. “Iniciamos recentemente. Primeiro precisávamos aprovar a lei que regula a concessão deste e outros benefícios que foi votada por essa Casa de Leis”, ressalta Sidnei Ferreira. Ele ainda enfatizou que todos os usuários que procuram os benefícios são cadastrados e prontamente atendidos. O Secretário Municipal fez questão de frisar a sua dedicação a política de Assistência Social e a Administração Pública. “Eu trabalho dentro dos princípios que

são: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Jamais faríamos qualquer atendimento se estes não fossem feitos conforme o Sistema Único de Assistência Social”, assinala. Sobre a situação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), Sidnei Ferreira explicou que durante a transição foi informado que o programa atendia a 52 crianças. Porém, em janeiro foi identificado apenas oito participantes. “Estamos fazendo a busca ativa dos que já participavam, mas também procurando identificar novas crianças e adolescentes que estão em situação de trabalho infantil para iniciarmos o programa no início de setembro”. O Secretário informou que a mudança e instalação da estrutura do programa já estão acontecendo e, ele ficará baseado no Centro Rosa Branca do Bairro Aeroporto. Essa explicação gerou mais um questionamento dos vereadores sobre como as crianças e adolescentes de outros bairros serão atendidas. “A primeira licitação para a contratação do transporte, que levará as crianças e adolescentes para o bairro aeroporto foi deserta o que prejudicou o início das atividades, porém realizamos nova licitação e o contrato com a empresa vencedora será assinado ainda nesta semana”, enfatizou o secretário. Referente ao desenvolvimento de novos projetos habitacionais

o secretário relatou que a pasta já atendemos os projetos remanescentes como: Programa Morar Melhor Rural - 12 unidades, Programa Morar Melhor Rural - 30 unidades, Minha casa/Minha Vida (Sub 50) (Marques dos Reis) - 24 unidades, Finhis - PAC II (Bairro Nossa Senhora das Graças) Regularização (Documentação) e Reurbanização do Bairro - 36 reformas /84 construções unidades atendidas, Projeto FNHIS e FGTS no Jardim Paraíso – 2007: 36 construções, 2008: 36 construções totalizando 72 unidades FHNIS. 2011: 93 construções do Projeto FGTS, Projeto Habitacional Enchente 30 unidades. “Além, dos projetos remanescentes estamos trabalhando em parceria com a COHAPAR para a execução de novos. Negociamos com a companhia mais 60 unidades do sub 50 rural e 84 unidades para atendimento do movimento sem teto”, falou Sidnei. Outro questionamento foi sobre a concessão de kit construção. “A licitação acontecerá no próximo dia 26 às 15h30. Com isto, poderemos dar mais um auxílio para nossos moradores”, ressalta. Ao finalizar a sua participação o Secretário se colocou a disposição da Câmara Municipal para sempre que necessário, prestar quaisquer esclarecimentos que se façam necessários e citou o grande Educador Paulo Freire “Antes da caridade é importante que se faça justiça social”.


CIDADES SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

5

Festa do Bom Jesus da Cana Verde supera expectativas

Com algumas alterações, o evento atraiu mais de 100 mil pessoas. Segundo o organizador, a festa agradou toda a região De Siqueira Campos Regiane Romão O coordenador de eventos, José Bueno de Carvalho, responsável pela organização da tradicional festa do Bom Jesus da Cana Verde, conhecida também como ‘Festa de Agosto’, fez um balanço sobre o lucro e despesas da festa, que teve os dias reduzidos e também a proibição de vendas de bebidas alcoólicas. Para Zé Bueno, o lucro ficou equiparado se comparado com a festa realizada em 2012. “Reduzimos os dias, porque chegamos à conclusão que dez dias gera mais despesas do que lucro e também houve a proibição de venda de bebidas alcoólicas. Além disso, não tivemos shows esse ano, e com isso economiza-

mos mais ainda, porque na maioria das vezes os shows sugam boa parte dos lucros”. Ele comentou também que a festa surpreendeu bastante, já que houve um burburinho antes do início sobre a redução dos dias. “Além disso, depois da festa conversamos com os donos dos bares ao redor dos pavilhões e eles disseram que a venda de bebidas não aumentou quase nada. Também não tivemos brigas e nem problemas com embriaguez entre os pavilhões”. Se comparado com o ano passado, o lucro da festa se aproximou de 50%. “Como nos outros anos tivemos despesas com shows, e também a festa foi mais extensa, a despesa foi de 70%. Esse ano teve mais lucro”.

Em relação ao público, o número não ficou reduzido. “No último dia, tivemos mais de 50 mil pessoas nos pavilhões. Em todos os dias, tivemos um público de 100 mil pessoas”. Nos nove dias de oração, durante dois horários, tivemos aproximadamente duas mil pessoas, isso mostra que a população da região esteve presente na festa, como aconteceu em todos os anos. Para finalizar, Zé Bueno disse que já pensam na festa do próximo ano. “A proibição de bebida alcoólica em festas religiosas foi um teste em Siqueira Campos e para o próximo ano deve ser adotada em toda a região. E com o sucesso que foi a nossa festa, claro que pretendemos repetir tudo em 2014”.

Regiane Romão

José Bueno é o coordenador do evento e se disse satisfeito com o resultado

Departamento de obras de Siqueira Campos prioriza pela execução de obras nas áreas mais necessitadas do município Em apenas 30 dias a frente do departamento de obras, Carlos Silvio Nardelli deu inicio as obras de calçamento e meio fio na Vila Nova Da Redação Isaele Machado Durante os primeiros seis meses deste ano o Departamento de Obras estava sendo administrado por Aloizio Czar, atual Secretário de Habitação. Durante o período em que Aloizio esteve à frente do departamento diversas obras foram executadas e concluídas em Siqueira Campos. Foram construídas cinco pontes, feito cascalhamento nas estradas da Alemoa e Bairro Bom Jesus. Ainda houve a conclusão das galerias pluviais e asfaltamento ‘anti – pó’ na Rua Quintino Bocaiuva. Outra melhoria foi a conclusão da reforma do posto de saúde, reforma de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), troca de forro em creches e escolas, aproximadamente 1000 metros de forro foram utilizados para reforma. Após a transferência de Aloizio para outro setor, Silvio Carlos Nardelli foi nomeado

chefe do departamento de obras. Já durante 30 dias à frente do departamento, Nardelli está empenhado na execução de obras e dando continuidade ás que estavam em andamento. De acordo com Nardelli, assim que tomou as “rédeas” do departamento, foi realizada uma “limpa” na cidade. “ O povo estava jogando muito entulho nas ruas, nas frentes das residências, então de inicio nós fizemos uma limpeza”, contou Nardelli. Após a limpeza de entulhos, foi dado inicio às obras de calçamento e meio fio na Vila Nova, nas ruas Chile, Uruguai e Pernambuco. Na região central do município também estão sendo realizadas obras de calçamento nas ruas Minas Gerais e Amazonas. De acordo com Nardelli a intenção é fazer o possível para realização de calçamento e outras obras de prioridade, principalmente nas áreas mais necessitadas do município. Priorizar o atendimento nas áreas rurais e calçamento

no município é uma meta para o novo chefe do departamento, que visa melhorias em todos os setores de obras. Manutenção nas estradas rurais para melhorar o escoamento da produção de pequenos produtores da agricultura familiar também é uma meta a cumprir. Outro beneficio que visa segurança para as áreas rurais é a Patrulha Rural que será implantada no dia 1º de setembro de acordo com Nardelli. A Patrulha Rural Comunitária está sendo implantada em todo o Paraná para atender exclusivamente aos moradores das áreas rurais do estado. Equipados com viaturas 4x4, preparadas para percorrer trechos sem asfalto e locais de difícil acesso, os policiais visitarão as propriedades rurais onde se apresentarão aos moradores deixando sempre o número do telefone celular para que sejam rapidamente acionados em casos de emergência.

Isa Machado

Calçamento na Rua Minas Gerais, no Centro

Calçamento na Rua Uruguai, Na Vila Nova


6

GERAL / EDITAIS

SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

Audiência publica debate PPA 2014/2017

Técnicos da prefeitura de Cornélio Procópio debateram com a sociedade civil organizada os principais módulos do orçamento dos próximos 4 anos De Cornélio Procópio Assessoria Para discutir o Plano Pluri Anual (PPA 2014/2017), cerca de 90 pessoas participaram nesta quarta-feira (dia 21) no Centro Cultural Galdino de Almeida da Audiência Pública convocada pela prefeitura de Cornélio Procópio. Durante cerca de 4 horas, representantes da sociedade civil organizada e técnicos da prefeitura analisaram todas as propostas que serão inseridas no orçamento geral do município. Os técnicos ligados à Secretaria Municipal de Administração, apresentaram as propostas de trabalho em todas as Secretarias e Departamentos Municipais. Segundo o prefeito Fred Alves, a participação da comunidade nos debates, contribui para que os programas e projetos que serão desenvolvidos pela prefeitura possam ter o aval e sugestões da população. “Esta é a maneira mais democrática que temos para dividir as responsabilidades no orçamento geral. A audiência pública contribui para que o cidadão dê a sua opinião e sugestão para formatarmos o orçamento dos próximos quatro anos”, explicou o prefeito. Sugestões inseridas Durante a Audiência Pública realizada pela prefeitura de Cornélio Procópio, representantes de

vários segmentos sugeriram uma série de propostas. Cada Secretaria apresentou o seu plano de governo para os próximos quatro anos e muitas sugestões foram apresentadas. As secretarias de Saúde, Cultura e Ação Social foram as que receberam mais propostas. Elas serão inseridas no Plano Plurianual, que está sendo elaborado pela prefeitura para aprovação da Câmara de Vereadores. Outra audiência será realizada na próxima semana para discutir a elaboração da LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2014. O Plano Plurianual está previsto no artigo 165 da Constituição Federal, e regulamentado pelo Decreto 2.829/98. É um plano de médio prazo, que estabelece as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo municipio num período de quatro anos. Com a adoção deste plano, tornou-se obrigatório a administração pública municipal planejar todas as suas ações e também seu orçamento de modo a não ferir as diretrizes nele contidas, somente devendo efetuar investimentos em programas estratégicos previstos na redação do PPA para o período vigente. Conforme a Constituição, também é sugerido que a iniciativa privada volte suas ações de desenvolvimento para as áreas abordadas pelo plano.

Divulgação

Cerca de 80 pessoas participaram da Audiencia Pública realizada no Centro Cultural de Cornélio Procópio

Enfermeiros de Cornélio Procópio participam do curso de Atualização em Feridas De Cornélio Procópio Assessoria Enfermeiros de Cornélio Procópio participaram nesta quarta-feira, do Curso de Atualização em Feridas. Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Aurora Fumie Dói, que também é Enfermeira, a promoção do curso foi da comissão do Programa de Aperfeiçoamento Profissional

de Enfermagem do Conselho Regional de Enfermagem. Técnicos de várias áreas debateram com os profissionais da saúde, vários temas ligados ao assunto. O curso foi realizado nas dependências do anfiteatro 1 do Centro Cultural de Cornélio Procópio. De acordo com a secretária Aurora Dói, paralelo ao curso, um escritório móvel do COREN – Conselho Regional de Enfer-

magem, atendem os enfermeiros cadastrados no período das 9h às 17h. Profissionais de enfermagem puderam resolver uma série de assuntos da categoria. O escritório móvel foi no pátio da Farmácia Popular do Brasil, em frente ao Centro Cultural. Regularização de documentos, informações gerais e pendências foram devidamente solucionados pelos técnicos do COREN.

2º TERMO ADITIVO DO CONTRATO N° 27/2013, REFERENTE AO PROCESSO DE TOMADA DE PREÇO Nº 01/2013. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SIQUEIRA CAMPOS CONTRATADO: BELÃO & BELÃO LTDA ME OBJETO: Prorrogação do contrato pelo período de 02 (dois) meses, nos termos do Artigo n° 65 da Lei Federal n° 8.666/93. Siqueira Campos, 01 de agosto de 2013. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

1º TERMO ADITIVO DO CONTRATO N° 32/2013, REFERENTE AO PROCESSO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 13/2013. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SIQUEIRA CAMPOS CONTRATADO: L. SERRANO DISTRIBUIDORA DE PEÇAS ME OBJETO: Reajuste de preço do contrato em 25% (vinte e cinco por cento), que corresponde um valor de R$ 9.315,49 (nove mil trezentos e quinze reais e quarenta e nove centavos), nos termos do Artigo n° 65, inciso II, da Lei Federal n° 8.666/93. Siqueira Campos, 31 de julho de 2013. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL

Divulgação

O Curso de Atualização em Feridas reuniu enfermeiros e técnicos em enfermagem no Centro Cultural de Cornélio Procópio

CLASSIFICADOS VENDO - astra 2005

cor bege completo som

Tratar com Geder rua beijamim constant Nº 1626 Siqueira campos Tel para contato 3571 2222

4º TERMO ADITIVO DOS CONTRATOS N° 97 E 98 /2012, REFERENTE AO PROCESSO DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 36/2012. CONTRATANTE: MUNICÍPIO DE SIQUEIRA CAMPOS CONTRATADOS: MONTANHA DE ANDRADE & FERREIRA LTDA ALEXANDRE CRISTIANO VELASCO & CIA LTDA OBJETO: Prorrogação dos contratos pelo período de 02 (dois) meses, com vigência de 01 de agosto de 2013 a 01 de outubro 2013, nos termos do Artigo n° 65 da Lei Federal n° 8.666/93. Siqueira Campos, 01 de agosto de 2013. FABIANO LOPES BUENO PREFEITO MUNICIPAL


EDITAIS

7

SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832 * Receber e remessar correspondências e documentos. * Atender telefonemas e esclarecer duvidas.

CÂMARA DE CURIÚVA ESTADO DO PARANÁ

* Preparar e encaminhar documentos. * Manter organizados arquivos cadastros. * Elaborar plano iniciais de organização, gráficos, fichas, roteiros, manuais de serviços, boletins, formulários e relatórios em geral nas áreas administrativas de pessoal, material, orçamento, organização e métodos e outras áreas da instituição.

RESOLUÇÃO N. 008/2013

* Executar sob orientação especificação coleta de preços e concorrências públicas e administrativas para aquisição de materiais.

O Presidente da Câmara Municipal de Curiúva, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais e ainda valendo doas disposições contidas nos artigos 25, I, 27,IV da Lei Orgânica Municipal: artigo 142, IV, do Regimento Interno; artigo 37, XI da Constituição Federal, Lei de Responsabilidade Fiscal, SÚMULA:Extingue, Cria e Amplia,cargo efetivo na estrutura da Câmara Municipal de

Curiúva, Estado do Paraná, e dá outras providencias.

zenamento, conservação e níveis de suprimento. * Preparar relação de pagamentos efetuados pela Câmara Municipal, especificando saldos, para facilitar o controle financeiro. * Orientar e supervisionar a elaboração de relatórios parciais e anuais, atendendo as exigências ou normas da unidade administrativa.

RESOLVE:

* Orientar e realizar as atividades de controle de estoque e recebimento de mercadorias a fim de assegurar a perfeita ordem de arma-

ANEXO IV TABELA SALARIAL

Art. 1.º - Fica extinto o cargo de Técnico Contábil do Quadro de cargos de provimento efetivo da Câmara Municipal de Curi-

úva, Estado do Paraná e cria o Cargo de Contador no mesmo quadro, com as atribuições constantes do anexo II da presente resolução.

Art. 2º - Fica criado no quadro de cargos de provimento efetivo da Câmara Municipal de

Curiúva, Estado do Paraná, o cargo de auxiliar administrativo, conforme atribuições no Anexo III, parte integrante desta Resolução.

NIVEL PISO

A

B

C

I

1.420,00

1.850,00

1.035,00

II

Art. 3º - Fica ampliado no quadro de cargos de provimento efetivo da Câmara Municipal

III

de Curiúva, Estado do Paraná, uma vaga de Auxiliar de Serviços Gerais, conforme atribuições na Lei n. 1.014 de 20 de novembro de 2007.

IV

Art.

-

Os

cargos

criados

pela

presente

V

Resolução, terão seus níveis de vencimento e carga horária regulamentada através do anexo I bem como os níveis de vencimento serão regulamentados pela tabela salarial no anexo IV.

VI

Art. 5º - Os cargos a que se refere esta Resolução estão submetidos ao Regime Jurídico

VII

dos servidores municipais e seguirão os mesmos critérios da Lei 498 de 09 de fevereiro de 1990, que rege o Plano de Cargos e Carreira dos Servidores Efetivos do Município de Curiúva- Paraná, no que couber.

VIII IX

Art. 6º - A remuneração dos cargos serão anualmente revisadas, nos termos determina-

dos em Lei vigente.

X

Art. 7º - As despesas correrão por conta de dotações orçamentárias próprias.

Art. 8º - São partes integrantes desta Resolução, os Anexos a seguir relacionados:

XI XII

1) - ANEXO I - Quadro de cargos de provimento efetivo 2) - ANEXO II - Descrição das atribuições do Cargo de Contador 3) - ANEXO III- Descrição das atribuições do Cargo de Auxiliar Administrativo

prefeitura de curiúva estado do paraná

4)- ANEXO IV - Tabela Salarial

Art. 9.º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições contrárias.

EDÍFICO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CURIUVA, 20 de agosto de 2013.

Vereador João Valcelir Ferreira

DECRETO Nº 66/2013

Presidente da Câmara Municipal de Curiúva/PR. ANEXO I

QUADRO DE CARGOS

SÚMULA: Reabre os atos do Teste Seletivo nº 002/2013, através do Edital nº 002/2013 que retifica o Edital nº 001/2013, conforme especifica.

DENOMINAÇÃO

CHS

N. CARGOS ‘ GRUPO OCUPACIONAL

A

CONTADOR

20

01

Nível superior

B

AUXILIAR ADMINSTRATIVO

40

01

Nível médio

no concurso e retifica o Edital nº 001/2013.

C

AUX. DE SERVIÇOS GERAIS

40

01

Nível Fundamental e prático

O PREFEITO MUNICIPAL DE CURIÚVA, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais,

D E C R ETA

ANEXO II

Art. 1º - Fica reaberto o Teste Seletivo nº 002/2013, nos termos do Edital nº 002/2013, que reabre as inscrições

Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA, ESTADO DO PARANÁ, GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL, em 21 de agosto de 2.013.

DESCRIÇÃO DO CARGO DE CONTADOR

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

Cargo: CONTADOR Classe: Nível Superior Requisitos: * Formação em Contabilidade

prefeitura de curiúva estado do paraná

* Registro no CRC

Descrição Sintética:

DECRETO Nº 67/2013

Atuar em atividades de planejamento, elaboração, coordenação, acompanhamento, assessoramento, pesquisa e execução de programas relativos a área de contabilidade. Descrição detalhada: * Organizar, dirigir os serviços de contabilidade, planejamento e execução dos serviços contábeis de acordo com as exigências legais

SÚMULA: Reabre os atos do Concurso Público nº 001/2013, através do Edital nº 002/2013 que retifica o Edital nº 001/2013, conforme especifica.

O PREFEITO MUNICIPAL DE CURIÚVA, Estado do Paraná, no uso de suas atribuições legais,

D E C R ETA

e administrativas.

Art. 1º - Fica reaberto o Concurso Público nº 001/2013, nos termos do Edital nº 002/2013, que reabre as inscri-

* Planejar os sistemas de registros e operações contábeis atendendo as necessidades administrativas e as exigências legais, obser-

ções no concurso e retifica o Edital nº 001/2013.

vando as normas vigentes do Tribunal de Conas do Estado do Paraná.

* Proceder ou orientar a classificação e avaliação das despesas orçamentárias.

EDIFÍCIO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA, ESTADO DO PARANÁ, GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL, em 21 de

* Elaborar e analisar relatório sobre a situação patrimonial econômica e financeira da Câmara Municipal.

agosto de 2.013.

Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

AMADEU DE JESUS DA SILVA

* Assessorar sobre os problemas contábeis especializados da Câmara Municipal, dando pareceres obre praticas contábeis a fim de contribuir para a correta elaboração de políticas e instrumentos de ação dos setores.

Prefeito Municipal de Curiúva

* Elaborar e assinar balancetes, balanços e demonstrativos econômicos e financeiros. * Enviar as declarações mensais e anuais aos órgãos Estaduais e Federais. * Elaborar a prestação de contas do Tribunal de Contas (AP,AM, PCA). * Solicitar certidões de débitos a órgãos Federais e Estaduais. * Proceder à conciliação de contas, conferindo saldos, localizando e retificando possíveis erros para assegurar a correção das operações contábeis.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIQUEIRA CAMPOS ESTADO DO PARANÁ Edital de Convocação de Audiência Pública

* Elaborar o orçamento anual da Câmara Municipal. * Operar equipamentos e sistemas de informática e outros, quando autorizado e necessário ao exercício das demais atividades. * Manter organizados e limpos e conservados os materiais, máquinas equipamentos e local de trabalho que estão sob sua responsabilidade. * Controlar verbas orçamentárias, elaborar ou verificar a exatidão de quaisquer documentos de receitas e despesas,empenhos, balancetes, demonstrativos de caixa, conciliações bancárias e outros. * Realizar outras tarefas correlatas ao cargo, ou designadas pelo Presidente da Câmara Municipal. ANEXO III DESCRIÇÃO DO CARGO DE AUXILIAR ADMINISTTRATIVO Cargo: Auxiliar Administrativo Classe: Nível Médio Requisitos: * Ensino Médio completo * Curso Técnico em computação Descrição sintética

ELABORAÇÃO DA LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL (LOA) DO MUNICÍPIO DE SIQUEIRA CAMPOS Fabiano Lopes Bueno, Prefeito Municipal de Siqueira Campos, cumprindo o que dispõe os incisos I, II e III, do artigo 34 e o artigo 40, ambos da Lei Federal n.º 10.257, de 10 de julho de 2001 (Estatuto da Cidade), torna público que, a audiência pública para elaboração da LOA - Lei Orçamentária Anual para 2014 será realizada no dia 26 de agosto de 2013 às 15:00 horas, na Câmara Municipal de Siqueira Campos, localizada Praça Brasil, 84, para que haja maior participação da comunidade local, ficando assim, convocados, para debater a matéria, as associações representativas dos vários segmentos da comunidade e todos os interessados da população em geral. E para que chegue ao conhecimento de todos e ninguém alegue ignorância, é expedido o presente Edital de Convocação, que será publicado na Imprensa Local e afixado na sede da Prefeitura, bem assim na sede dos Departamentos Municipais e em outros locais públicos, de forma a ser dada ao mesmo a mais ampla divulgação. Siqueira Campos, 23 de agosto de 2013. FABIANO LOPES BUENO Prefeito Municipal


8

LOCAL SEXTA-FEIRA - 23 de AGOSTO de 2013 - edição 832

Durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, alunos da APAE participam de gincana Alunos do 2º ano de Formação d Docente prepararam a gincana e realizaram várias brincadeiras com os alunos

De Siqueira Campos Regiane Romão Os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE participaram nesta quinta-feira, 22, de uma gincana promovida pelos alunos do 2º ano de Formação de Docentes do CEPSAN. A gincana folclórica foi promovida durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que teve início nesta quarta-feira, 21 e encerrará na quarta-feira, 28. Durante o período da manhã e tarde, os alunos portadores de necessidades especiais participaram de brincadeiras, como a batata quente, dança das cadeiras e também assistiram a apresentações teatrais organizadas pelas alunas de Formação de Docentes. As alunas disseram que organizaram as peças teatrais e que a gincana, além de servir como aprendizado para elas conta como estágio, obrigatório no curso de Formação de Docentes.

Durante essa semana, os alunos da APAE participarão do desfile garoto e garota APAE 2013 churrasco no CRAI, piquenique no Pesque e Pague do Coutinho e no encerramento um dia com a família, onde os pais poderão realizar atividades e participar de palestras junto com os filhos. Além disso, os 185 alunos que são atendidos pela entidade recebem o acompanhamento de psicólogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais. De acordo com a pedagoga Célia Maria de Carvalho Godói, esses atendimentos são realizados no contra turno, ou seja, o aluno participa das atividades normais na escola e quando necessitam de atendimento vão para a APAE e ficam em uma sala especial, aguardando o atendimento. FECHAMENTO DAS APAES Os alunos e funcionários da APAE vivem um momento delicado. Corre no Senado, um projeto de lei que prevê o fechamento das entidades para que assim seja feita a inclusão dos portadores de necessidades

especiais em escolas normais. A pedagoga explicou que no MEC existe a chamada “Meta 4”, que beneficiava a entidade, mas o senador Paulo Pimentel fez uma modificação, que se for aprovada no Senado, implicará no fechamento das APAES. “Com esse fechamento, os alunos que estão aqui serão remanejados para escolas convencionais, com o intuito da inclusão social”. A maior preocupação dos pais e funcionários é se os alunos continuarão a receber atendimentos especiais. “Com a mudança dos alunos, os que precisarem de fisioterapia ou de fonoaudiólogos receberão esses tratamentos? Em uma escola convencional não há esse tipo de tratamento, nem a acessibilidade, que é exigida tem em algumas instituições, como levar esses alunos para essas escolas?”. Mas, Célia ressaltou também que vários senadores e deputados estão a favor das APAES e que estão na briga para que as entidades não sejam fechadas.

Divulgação


C1

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

1

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

2

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

1.1. Encontram-se reabertas, a partir de 22/08/2013 até 04/09/2013, as inscrições para o Concurso Público para admissão no Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Curiúva, no horário de expediente da municipalidade, na sede do Departamento Municipal de Saúde situado na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, aos cargos relacionados e discriminados no Anexo I. 1.2. Documentos que o interessado deve apresentar por ocasião da inscrição: Formulário de Inscrição, disponível no local das inscrições e no site da Prefeitura (www.curiuva.pr.gov.br); Fotocópia da Cédula de Identidade e do Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado; 02 (duas) fotografias 3x4 cm, tiradas de frente; Comprovante de recolhimento nominal da taxa de inscrição no valor descrito no quadro constante no item 1.1, à Conta Corrente da Prefeitura Municipal de Curiúva: Banco do Brasil - Agência nº 4739-2 - Conta Corrente nº 8714-9. (Não serão aceitos comprovantes de recolhimentos realizados através de depósito bancário via envelope em terminais de atendimento automáticos e eletrônicos, nem mesmo transferências bancárias). 1.3. Para a efetivação do pedido de inscrição, o interessado deverá realizar os seguintes procedimentos: Preencher o formulário de inscrição, assumindo total responsabilidade pelas informações prestadas e arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento; Recolher a Taxa de Inscrição no valor descrito no quadro constante no Anexo I, à Conta Corrente da Prefeitura Municipal de Curiúva: Banco do Brasil - Agência nº 4739-2 - Conta Corrente nº 8714-9; Protocolar o formulário de inscrição, juntamente com o comprovante de recolhimento da taxa de inscrição, cópia da Cédula de Identidade, cópia do Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado e 02 (duas) fotografias 3x4 cm, tiradas de frente, no Protocolo do Departamento Municipal de Saúde. 1.4 O pedido de inscrição se consumará com o protocolo do formulário de inscrição e dos documentos mencionados no item 1.3, alínea “c”, deste Edital. 1.5 No ato do protocolo do pedido de inscrição, o interessado receberá um Cartão de Identificação, cuja apresentação é necessária para a realização das provas. 1.6 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para os candidatos amparados pelo Decreto Federal nº 6.593, de 02 de outubro de 2008, publicado no Diário Oficial da União de 03 de outubro de 2008. 1.6.1 Estará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que: a) estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e b) for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 2007. 1.6.2 A isenção deverá ser solicitada mediante REQUERIMENTO do interessado, disponível nos locais de inscrição descritos no item 1 deste Edital, no período de 22/08/2013 à 27/08/2013, onde o interessado deverá, obrigatoriamente: a) indicar do Número de Identificação Social (NIS), atribuído pelo CadÚnico; b) declarar que atende à condição estabelecida na letra “b” do subitem anterior. 1.6.3 A Prefeitura Municipal de Curiúva e a empresa organizadora deste Concurso Público poderá consultar o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato. 1.6.4 As informações prestadas no requerimento de isenção serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder este, a qualquer momento, por crime contra a fé pública, o que acarreta sua eliminação do concurso, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. 1.6.5 Não será concedida isenção de pagamento de taxa de inscrição ao candidato que: a) omitir informações e/ou torná-las inverídicas; b) fraudar e/ou falsificar documentação; c) não observar a forma e o prazo estabelecidos no subitem 1.6.2 deste Edital. 1.6.6 Não será aceita solicitação de isenção de pagamento de valor de inscrição via postal, via fax ou via correio eletrônico. 1.6.7 Cada pedido de isenção será analisado e julgado pela empresa organizadora deste Concurso Público.

1.6.8 A relação dos pedidos de isenção da taxa de inscrição deste Concurso Público, deferidos e indeferidos, será divulgada até o dia 29 de agosto de 2013, com afixação no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 1.6.9 O candidato disporá de 01 (um) dia útil, a partir da data de divulgação da relação citada no subitem anterior para contestar/recorrer sobre o indeferimento do pedido de isenção, conforme procedimentos a serem divulgados por ocasião dessa divulgação. Após esse período, não serão aceitos pedidos de revisão. 1.6.10 Os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos deverão, para efetivar a sua inscrição no concurso, observar as regras gerais para a inscrição, conforme procedimentos descritos no Edital nº 001/2013 e neste Edital nº 002/2013. 1.6.11 O interessado que não tiver seu pedido de isenção deferido e que não efetuar o pagamento da taxa de inscrição na forma e no prazo estabelecido no subitem anterior estará automaticamente excluído do concurso público. 1.7 A inscrição será de inteira responsabilidade do candidato, assumindo ele total responsabilidade pelas informações prestadas no formulário de inscrição e arcando com as consequências de eventuais erros de preenchimento. 1.8 Tendo em vista a quantidade de vagas ofertadas neste Edital e por força de disposição legal, não haverá reserva de vagas a afrodescendentes e portadores de necessidades especiais, os quais concorrerão em igualdade de condições à totalidade das vagas ofertadas, desde que aprovados, habilitados e observada rigorosamente a ordem geral de classificação. 1.9 Não será aceita a realização de inscrição via postal, via fax e/ou via correio eletrônico. 1.10 Será permitida a inscrição de servidor já pertencente ao Quadro de Pessoal do Município de Curiúva e de seus órgãos diretos e indiretos e sua nomeação, contudo, ficará condicionada ao afastamento do cargo primitivo. O candidato que quiser concorrer a uma vaga e que possa vir a ter algum tipo de envolvimento com as fases deste Concurso Público na condição de servidor deverá se afastar de suas funções e do cargo. 1.11 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. 1.12 Encerrado o prazo das inscrições, será afixada no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, a relação dos candidatos que tiverem suas inscrições deferidas e indeferidas. 1.13 Os candidatos que tiverem suas inscrições indeferidas, terão direito a devolução somente dos documentos apresentados, desde que solicitados no prazo de 05 (cinco) dias, contados da data da publicação das inscrições deferidas e indeferidas. 1.14 No caso de indeferimento da inscrição, não será devolvido o valor referente ao pagamento da taxa de inscrição. 1.15 Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira nacional de habilitação (somente o modelo novo, com foto). 1.16 Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo, sem foto), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados e carteira de reservista. 2. DAS CONDIÇÕES PARA O PROVIMENTO: 2.1 Além da aprovação no Concurso Público, na forma estabelecida neste Edital, o provimento do candidato no cargo está condicionado ao atendimento dos seguintes requisitos, conforme segue: ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Constituição Federal, § 1º, do art. 12 e Decreto nº 70.436, de 18/04/72). Ao estrangeiro naturalizado é exigida a revalidação e a possibilidade do exercício de sua profissão no país; atender aos requisitos de escolaridade, nos termos deste Edital; ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da posse; apresentar Cédula de Identidade, Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado e Título Eleitoral; estar em dia com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares; apresentar declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública e sobre recebimento de provento decorrente de aposentadoria e pensão; submeter-se a exame médico pré-admissional. 2.1.1 CONDIÇÕES ESPECIAIS: 2.1.1.1 Para o cargo de ADVOGADO: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil - OAB e apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Bacharel em Direito. 2.1.1.2 Para o cargo de ASSISTENTE ADMINISTRATIVO II: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Médio. 2.1.1.3 Para o cargo de AUXILIAR DE FARMÁCIA: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Médio e fotocópia autenticada do Certificado de Curso de Auxiliar de Farmácia. 2.1.1.4 Para o cargo de COZINHEIRA: apresentar prova de ter cursado o ENSINO FUNDAMENTAL I - SÉRIES INICIAIS. 2.1.1.5 Para o cargo de ENFERMEIRO: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Enfermagem e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no COREN. 2.1.1.6 Para o cargo de FAMACÊUTICO: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Farmácia, fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no CRF e fotocópia autenticada do Certificado de Curso de Farmácia Hospitalar com carga horária mínima de 54 horas.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 EDITAL Nº 002/2013 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2013 Tendo em vista as retificações realizadas no Concurso Público nº 001/2013 e após o encaminhamento deste Edital pela empresa INSTITUTO CG, o PREFEITO MUNICIPAL: RESOLVE RETIFICAR, o Edital nº 001/2013 que tornou público a abertura do Concurso Público nº 001/2013, passando a vigorar com a seguinte redação, conforme segue: 1. DAS INSCRIÇÕES REABERTAS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

3

ESTADO DO PARANA 2.1.1.7 Para os cargos de MÉDICO CARDIOLOGISTA: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no Conselho Regional de Medicina – CRM, apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Conclusão de Curso Superior com formação em Medicina e apresentar cópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso de Especialização em Cardiologia. 2.1.1.8 Para os cargos de MÉDICO GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no Conselho Regional de Medicina – CRM, apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Conclusão de Curso Superior com formação em Medicina e apresentar cópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso de Especialização em Ginecologia e Obstetrícia. 2.1.1.9 Para os cargos de MÉDICO ORTOPEDISTA: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no Conselho Regional de Medicina – CRM, apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Conclusão de Curso Superior com formação em Medicina e apresentar cópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso de Especialização em Ortopedia. 2.1.1.10 Para os cargos de MÉDICO PLANTONISTA: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no Conselho Regional de Medicina – CRM e apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Conclusão de Curso Superior com formação em Medicina. 2.1.1.11 Para o cargo de NUTRICIONISTA: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior Completo com formação em Nutrição e fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no CRN. 2.1.1.12 Para o cargo de RECEPCIONISTA: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental. 2.1.1.13 Para o cargo de TÉCNICO EM ENFERMAGEM: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Médio e fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso Específico de Técnico em Enfermagem. 2.1.1.14 Para o cargo de TÉCNICO EM RADIOLOGIA: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Médio e fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso Específico de Técnico em Radiologia. 2.1.2 Os diplomas e certificados obtidos em instituições estrangeiras terão que estar devidamente convalidados. 2.2 A nomeação far-se-á, em caráter efetivo, quando decorrente da aprovação de candidato em concurso público, para provimento de cargo de carreira ou isolado, obedecida a ordem de classificação e o prazo de sua validade. 2.3 A nomeação em cargo público só se dará quando o servidor for julgado apto física e mentalmente para o exercício, em prévia inspeção médica oficial, e apresentar os elementos comprobatórios dos requisitos exigidos para o exercício do cargo. 2.4 Para o ato de nomeação, o candidato ao cargo público deverá apresentar, além das condições e requisitos básicos de que trata o item 2.1 deste Edital, declarações, com firma reconhecida: quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública; de bens e valores que constituem seu patrimônio; se foi ou não condenado administrativa ou judicialmente. 3. DA PROVA: 3.1 PARA TODOS OS CARGOS: 3.1.2 Prova Objetiva: 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas (a, b, c, d, e), das quais apenas uma será correta e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), sendo no mínimo 50% (cinquenta por cento) de questões destinadas as matérias específicas conforme as atribuições de cada cargo e o Conteúdo Programático em anexo. 3.2 SOMENTE PARA OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: Advogado, Enfermeiro, Farmacêutico, Médico Cardiologista, Médico Ginecologista/Obstetrícia, Médico Ortopedista, Médico Plantonista e Nutricionista, HAVERÁ AVALIAÇÃO DE TÍTULOS. 3.2.1 Prova de Títulos: A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos. 3.3 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 3.3.1 As respostas às questões objetivas deverão ser transcritas para o cartão-resposta/gabarito com caneta esferográfica com tinta preta ou azul, devendo o candidato assinalar uma única resposta para cada questão. 3.3.2 Não serão consideradas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura. 3.3.3 O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para a folha de respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste Edital, e, se for o caso, em Edital Complementar, na capa do caderno de provas e na folha de respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato. 3.3.4 O candidato somente poderá se retirar do local de realização das provas levando o caderno de questões no decurso dos últimos quinze minutos anteriores ao horário determinado para o término das provas. O caderno de questões e o gabarito oficial da prova objetiva ficarão à disposição dos interessados, no site da Prefeitura Municipal de Curiúva (www.curiuva.pr.gov.br), a partir do dia 23 de setembro de 2013 às 10h00min pelo período de 10 dias úteis. 3.3.5 Não haverá segunda chamada para as provas. 3.3.6 A ausência do candidato, por qualquer motivo, inclusive doença ou atraso, implicará na sua eliminação do Concurso. 3.3.7 Para a realização das provas, os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 3.3.8 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários. 3.3.9 A duração da Prova Objetiva será de 03 (três) horas, incluído aí o tempo para o preenchimento do cartão-respostas. O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

4

ESTADO DO PARANA 3.3.10 O candidato somente poderá retirar-se da sala de prova após 01 (uma) hora do início da Prova Objetiva, devendo, antes de retirar-se do recinto da sala, entregar aos fiscais o caderno de prova e o cartão-respostas. 3.3.11 São documentos oficiais de identidade aqueles descritos no item 1.15 deste Edital. 3.3.12 Os documentos para ingresso na sala de prova, especificados no subitem anterior, devem estar em perfeitas condições e devem permitir, com clareza, a identificação dos candidatos. 3.3.13 Em caso de perda ou roubo de documentos, o candidato será admitido para realizar as provas, desde que apresente o boletim de ocorrência ou comprovante do pedido de 2ª via e tenha se apresentado no local que lhe foi designado e que seja possível fazer a verificação de seus dados junto à Supervisão de Concursos antes da hora marcada para início das provas. 3.3.14 Nas salas de prova, os candidatos não poderão manter em seu poder relógios, armas e aparelhos eletrônicos (telefone celular, calculadora, agenda eletrônica, etc.), devendo entregá-los ao aplicador de provas antes do início da prova. O candidato que estiver portando qualquer desses instrumentos durante a realização da prova será eliminado do Concurso. 3.3.15 Não será permitido ao candidato, durante a realização das provas, ausentar-se do recinto, a não ser em casos especiais e acompanhado de um fiscal ou membro componente da equipe de aplicação do Concurso. 3.3.16 Não será permitida ao candidato a consulta a nenhum tipo de material durante a realização da prova, inclusive legislação seca, nem o uso de calculadora para a resolução das questões. 3.3.17 Ao terminar as provas o candidato deverá entregar ao aplicador da prova, obrigatoriamente, o caderno de provas e o cartão-resposta devidamente assinado, salvo o contido no item 3.3.4. 3.3.18 Constatada a qualquer tempo, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, a utilização pelo candidato de procedimentos ilícitos, a prova será objeto de anulação e automaticamente o candidato será eliminado do Concurso, sem prejuízo das cominações legais civis e criminais deles decorrentes. 3.3.19 Será eliminado o candidato que, durante a aplicação das provas, praticar atos contra as normas ou disciplinas. 3.3.20 Os candidatos só poderão deixar a sala de provas com autorização do fiscal, mesmo que tenham desistido do Concurso, não podendo levar consigo o Caderno de Questões. 3.3.21 Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala e somente poderão sair juntos do recinto, após aposição em ata de suas respectivas assinaturas ou nos envelopes que serão lacrados com as provas e os gabaritos. 3.3.22 O Gabarito da Prova será divulgado no primeiro dia útil subsequente à data da realização das provas, no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 3.3.23 Os candidatos deverão alcançar, no mínimo 40% (quarenta por cento) no resultado da prova objetiva, para serem aprovados neste Concurso Público nº 001/2013. 3.4 DATA DE REALIZAÇÃO, HORÁRIO E LOCAL: 3.4.1 A prova objetiva realizar-se-á no dia 22 de setembro de 2013, às 14h30min, em local a ser divulgado no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município com antecedência de, no mínimo, 05 (cinco) dias. 3.4.2 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Concurso. 3.4.3 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, ou seja, os portões serão fechados às 14h00min, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários. 3.4.4 Os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, ou seja, até as 14h00min (quatorze horas), portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 3.5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 3.5.1 OS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS, contendo os pontos esmiuçados, constam no Anexo IV deste Edital. 3.6 OBSERVAÇÕES: 3.6.1. A PROVA DE TÍTULOS é destinada aos cargos de Advogado, Enfermeiro, Farmacêutico, Médico Cardiologista, Médico Ginecologista/Obstetrícia, Médico Ortopedista, Médico Plantonista e Nutricionista deste Edital, conforme FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS – Anexo III, e será considerada somente para fins de classificação. 3.6.2. Os documentos comprobatórios de cursos na respectiva área de atuação solicitada, conforme FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS – Anexo III, deverão ser entregues, mediante protocolo, nos dias 23/09/2013 e 24/09/2013, no Departamento Municipal de Saúde situada na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente da municipalidade. 3.6.3. Não serão aceitos e considerados quaisquer documentos entregues fora do prazo previsto na convocação que se refere o item anterior. 3.6.4. Os títulos deverão ser apresentados em cópias autenticadas e perfeitamente legíveis ou mesmo em original, porém, em qualquer destas condições não serão devolvidos aos candidatos após a necessária avaliação. 3.6.5 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Concurso. 3.6.6 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, ou seja, os portões serão fechados às 14h00min, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários.


EDITAIS

C2

sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

5

8

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

3.6.7 Os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, ou seja, até as 14h00min (quatorze horas), portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 4 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO: 4.1 OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO PARA OS CARGOS: Assistente Administrativo, Auxiliar de Farmácia, Cozinheira, Recepcionista, Técnico em Enfermagem e Técnico em Radiologia são: 4.1.1 Prova objetiva com 50 (cinqüenta) questões objetivas a que se referir este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez). 4.1.2 No caso de empate no resultado final adotar-se-á como critério para desempate a idade do candidato, sendo melhor classificado o candidato mais idoso. 4.1.3 Terminada a avaliação das provas, o INSTITTUTO CG apresentará relatório ao Prefeito Municipal, para fins de homologação e publicação dos resultados no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, contendo o nome dos aprovados, respectivas notas e classificação. 4.2 OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO PARA OS CARGOS: Advogado, Enfermeiro, Farmacêutico, Médico Cardiologista, Médico Ginecologista/Obstetrícia, Médico Ortopedista, Médico Plantonista e Nutricionista são: 4.2.1 Prova objetiva com 50 (cinquenta) questões objetivas a que se referir este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez). 4.2.2 Avaliação de Títulos com pontuação no intervalo de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), conforme Ficha de Avaliação de Títulos – Anexo III. 4.2.3 Terão seus títulos avaliados somente os candidatos que forem aprovados neste Concurso Público nº 001/2013, conforme item 3.3.23 deste Edital. 4.2.4 No caso de empate no resultado final adotar-se-á como critério para desempate a idade do candidato, sendo melhor classificado o candidato mais idoso. 4.2.5 O Resultado Final do Concurso Público para os cargos que não se aplica a Avaliação de Títulos, serão definidos a partir da pontuação obtida pelos candidatos na única fase, qual seja, pela Nota da Prova Objetiva. 4.2.5.1 O Resultado Final do Concurso Público para aqueles que se aplica a Avaliação de Títulos será definido a partir das pontuações obtidas pelos candidatos nas duas fases, aplicando-se a seguinte média aritmética final: MÉDIA FINAL: (Prova Objetiva x 2) + (Avaliação de Títulos x 1) 3 4.2.6 Terminada a avaliação das provas e dos títulos, o INSTITTUTO CG apresentará relatório ao Prefeito Municipal, para fins de homologação e publicação dos resultados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, contendo o nome dos aprovados, respectivas notas e classificação. 5 DOS RECURSOS: 5.1 Serão admitidos recursos relativos: a) ao indeferimento do pedido de isenção de inscrição, na forma prevista no item 1.6.9 deste Edital; b) ao indeferimento do pedido de inscrição, na forma prevista no item 5.2 deste Edital; c) à formulação, conteúdo de questão e gabarito da prova objetiva; d) a erro material verificado nas publicações dos resultados. 5.2 Caberá recurso relativo à inscrição que não conste na relação das inscrições deferidas, no prazo de 02 (dois) dias úteis contados da data da divulgação da relação de inscrições deferidas, o qual deverá ser protocolado junto ao Departamento Municipal de Saúde. 5.3 Para interpor os recursos previstos neste Edital, o candidato deverá expor com precisão a matéria ou ponto de insurgência, mediante razões claras, consistentes e fundamentadas. 5.4 Somente será apreciado o recurso devidamente fundamentado. 5.5 Os recursos previstos no item 5.1 deverão ser protocolados junto ao Departamento Municipal de Saúde, até as 17h30min do segundo dia útil após a publicação do ato impugnado. 5.6 Os recursos que forem encaminhados por via postal comum, via fax ou via correio eletrônico, não serão recebidos e nem conhecidos. 5.7 O recurso deverá ser dirigido ao Supervisor de Concursos da Prefeitura Municipal de Curiúva que o remeterá para julgamento a ser proferido pelo INSTITUTO CG. O resultado do julgamento do recurso será divulgado no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 5.8 Se, por força de decisão favorável aos recursos, houver modificação do gabarito oficial da prova objetiva, os cartões-respostas serão reanalisados de acordo com o gabarito definitivo, não se admitindo recurso dessa modificação. 5.9 Os pontos relativos às questões porventura anuladas serão atribuídos a todos os candidatos que fizeram a prova. Se houver alteração, por força de impugnações de item integrante da prova, essa alteração valerá para todos os candidatos, independentemente de terem recorrido. 5.10 Não serão admitidos recursos relativos ao preenchimento incompleto, equivocado ou incorreto do cartão-respostas. 5.11 Apreciados e decididos os recursos, não será concedida revisão, segunda chamada, vistas ou recontagem de pontos. 6 OUTRAS INFORMAÇÕES: 6.1 Após a divulgação da Homologação do Resultado Final Conclusivo do Concurso Público, o candidato que for convocado será submetido a exame médico pré-admissional. 6.2 É facultado ao candidato, quando da convocação, optar pelo final de lista, por uma única vez, alertando-se, porem, que pode ocorrer o término da validade do concurso, sem o aproveitamento do candidato.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA ESTADO DO PARANA

para Provimento o e Administrativo II de Farmácia a o tico ardiologista

inecologia/Obstetrícia

rtopedista lantonista ista nista m Enfermagem

7 m Radiologia Curiúva, em 21 de agosto de 2.013. CRISTIANE GAVLETA Instituto CG ANEXO II – CRONOGRAMA

(R$)

nto

do em Direito com inscrição na 00 OAB édio Completo 0 édio Completo com Curso de 0 Auxiliar de Farmácia undamental I - Séries Iniciais 0 uperior Completo com formação em Enfermagem e inscrição no 00 COREN uperior Completo com formação em Farmácia, inscrição no CRF e 00 Curso de Farmácia Hospitalar uperior Completo com formação em Medicina, especialização em 00 Cardiologia e inscrição no CRM uperior Completo com formação em Medicina, especialização em 00 Ginecologia e Obstetrícia e inscrição no CRM uperior Completo com formação em Medicina, especialização em 00 Ortopedia e inscrição no CRM uperior Completo com formação em 0 por Medicina e inscrição no CRM plantão uperior Completo com formação em 50 Nutrição e inscrição no CRN undamental Completo 0 édio Completo com Curso Técnico em Enfermagem e inscrição no 0 COREN édio com Curso Técnico em 00 Radiologia e inscrição no CRTR

por plantã o

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

ATOS DO CONCURSO PÚBLICO

DATA

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR ANEXO I – QUADRO DE VAGAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

6

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA 6.3 O prazo de validade deste Concurso Público será de 02 (dois) anos, contados a partir da data da publicação da respectiva homologação no Diário Oficial do Município de Curiúva, podendo, a critério, interesse e conveniência do Município de Curiúva, ser prorrogado por igual período. 6.4 A aprovação do candidato no Concurso implicará em sua investidura, cujo ato dependerá de convocação pelo Senhor Prefeito Municipal de Curiúva, ante a disponibilidade financeira e orçamentária, nos termos estabelecidos pela Lei Complementar nº 101/2000 – Lei de Responsabilidade Fiscal. 6.5 O candidato aprovado compromete-se a manter atualizado o seu endereço junto á Prefeitura Municipal de Curiúva. A não atualização poderá gerar prejuízos ao candidato, sem nenhuma responsabilidade para o Município. A atualização cadastral deve ser feita por escrito e assinada pelo candidato. 6.6 O candidato que, no ato da inscrição fizer declaração inverídica ou falsa, ficará sujeito às sanções penais aplicáveis à falsidade da declaração, nos termos do Código Penal Brasileiro. 6.7 A inscrição do candidato importará no conhecimento das presentes instruções e na aceitação integral das condições previstas para o Concurso. As demais condições estão estabelecidas no Regulamento Geral de Concursos da Prefeitura Municipal de Curiúva. 6.8 Os casos omissos serão resolvidos pela Supervisão de Concursos, após parecer consultivo emitido pela empresa organizadora deste Concurso Público. 6.9 Ficarão à disposição dos candidatos e interessados no site da Prefeitura (www.curiuva.pr.gov.br), os seguintes documentos: a) Formulário de Inscrição; b) Edital nº 002/2013 do Concurso Público nº 001/2013 e seus anexos – RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2013; c) Edital nº 001/2013 do Concurso Público nº 001/2013 e seus anexos; d) Lei Orgânica do Município de Curiúva; e) Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. 6.10 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Concurso Público, divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Concurso. 6.11 A BANCA EXAMINADORA será composta por pessoas indicadas pelo INSTITUTO CG e nomeadas pelo Prefeito Municipal e o SUPERVISOR DE CONCURSO será nomeado pelo Prefeito, através de Decreto. 6.12 A empresa organizadora deste Teste Seletivo, Instituto CG, disponibilizará, nos dias de inscrição, na sede do Departamento Municipal de Saúde situado na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente, funcionário visando prestar orientações aos candidatos, além de receber os requerimentos previstos neste edital. 6.13 Os cadernos de provas e gabaritos utilizados para fins de avaliação e classificação dos candidatos detém interesse administrativo apenas pelo período de execução e organização deste concurso (guarda temporária) e não serão mantidos em arquivos, retidos ou guardados após a publicação da homologação deste concurso público, salvo aqueles que foram objeto de recurso. 6.13 CRONOGRAMA DO CONCURSO: O Concurso Público será realizado dentro do CRONOGRAMA - ANEXO II, onde os documentos serão publicados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 7 OUTRAS INFORMAÇÕES: 7.1 Todos os atos do Concurso Público para admissão no Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Curiúva - Edital nº 002/2013 - serão divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 7.2 Os interessados poderão obter informações deste Edital, junto ao Departamento Municipal de Saúde situado na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente, de segunda à sexta-feira. O Edital e seus anexos não será fornecido pela Prefeitura Municipal ou pela empresa executora do Concurso Público, porém estará disponível aos interessados no site www.curiuva.pr.gov.br. Curiúva, em 21 de agosto de 2.013. CRISTIANE GAVLETA AMADEU DE JESUS DA SILVA Instituto CG Prefeito Municipal de Curiúva

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

Entrega do Edital de Reabertura do Concurso Público Publicação do Edital de Abertura do Concurso Público Reabertura do prazo para inscrições Início do prazo para requerer isenção da taxa de inscrição Término do prazo para requerer isenção da taxa de inscrição Entrega dos Editais das isenções da taxa deferidas e indeferidas Publicação dos Editais das isenções de taxa deferidas e indeferidas Data para recurso sobre o indeferimento de isenção Entrega dos Editais do resultado dos recursos sobre isenção Publicação dos Editais do resultado dos recursos sobre isenção Término do prazo para inscrições Entrega da relação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação Publicação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação Início para recurso sobre o indeferimento da inscrição Término para recurso sobre o indeferimento da inscrição Entrega das inscrições deferidas e indeferidas - homologação final e Convocação das provas Publicação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação final Convocação das provas Realização das Provas Escritas Objetivas Início do prazo para recebimento dos Títulos para Avaliação Publicação das provas e gabaritos Término do prazo para recebimento dos Títulos para Avaliação Início do prazo p/ recebimento de recursos sobre Provas e Gabaritos Término do prazo p/ recebimento de recursos sobre Provas e Gabaritos Resultado das Provas Objetivas e da Avaliação de Título Resultado dos recursos sobre a Prova Objetiva e Gabaritos e resultado da análise da Avaliação de Títulos Início p/ recurso sobre Resultado da Prova Objetiva e sobre Avaliação de Títulos Término p/ recurso sobre Resultado da Prova Objetiva e sobre Avaliação de Títulos Entrega do resultado dos recursos sobre o Resultado da Prova Objetiva e sobre recursos da Avaliação de Títulos Publicação do resultado dos recursos sobre o Resultado da Prova Objetiva e sobre recursos da Avaliação de Títulos Resultado Final Conclusivo Homologação do Concurso Público

PREVISTA 21/08/2013 21/08/2013 22/08/2013 22/08/2013 27/08/2013 28/08/2013 29/08/2013 30/08/2013 02/09/2013 03/09/2013 04/09/2013 09/09/2013 10/09/2013 11/09/2013 12/09/2013 13/09/2013 14/09/2013 14/09/2013 22/09/2013 23/09/2013 23/09/2013 24/09/2013 24/09/2013 25/09/2013 02/10/2013 02/10/2013 03/10/2013 04/10/2013 07/10/2013 08/10/2013 08/10/2013 09/10/2013

Curiúva, em 21 de agosto de 2.013.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

9


C3

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832 10

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

ANEXO III - FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS DO CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2013 – CURIÚVA – PR TÍTULO

PONTOS POR TÍTULO

Certificado de Conclusão do Curso de Doutorado Certificado de Conclusão do Curso de Mestrado Certificado de Conclusão do Curso de Especialização (pósgraduação lato sensu)

5,0 3,0

QTDE. TÍTULOS

TOTAL DE PONTOS POR TÍTULO

2,0

TOTAL OBSERVAÇÕES: - A pontuação máxima global permitida é de 10 (dez) pontos; - Os certificados deverão ser apresentados em fotocópia devidamente autenticada e deverão guardar direta relação com as atribuições do cargo em concurso; - Os documentos exigidos como requisitos para provimento do cargo não serão considerados para fins de avaliação de títulos.

BANCA EXAMINADORA:

ANEXO IV – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ITEM 01 02 03 04 05 06

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - ADVOGADO CARGO: ADVOGADO VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 3.000,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. CONTEÚDO Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. PROGRAMÁTICO: Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros:

12

ESTADO DO PARANA teorias do fato do príncipe e da imprevisão. 29 Extinção do contrato administrativo: força maior e outras causas. 30 Espécies de contratos administrativos. Convênios administrativos. 31 Poder de polícia: conceito; polícia judiciária e polícia administrativa; liberdades públicas e poder de polícia. 32 Principais setores de atuação da polícia administrativa. 33 Serviço público: conceito; caracteres jurídicos; classificação e garantias. Usuário do serviço público. 34 Concessão de serviço público: natureza jurídica e conceito; regime jurídico financeiro. 35 Extinção da concessão de serviço público; reversão dos bens. 36 Permissão e autorização. 37 Bens públicos: classificação e caracteres jurídicos. Natureza jurídica do domínio público. 38 Domínio público hídrico: composição; regime jurídico das águas públicas. 39 Domínio público aéreo. 40 Domínio público terrestre: evolução do regime jurídico das terras públicas no Brasil: terras urbanas e rurais; terras devolutas. Vias públicas; cemitérios públicos; portos. 41 Recursos minerais e potenciais de energia hidráulica: regime jurídico. 42 Utilização dos bens públicos: autorização, permissão e concessão de uso; ocupação; aforamento; concessão de domínio pleno. 43 Limitações administrativas: conceito. Zoneamento. Polícia edilícia. Zonas fortificadas e de fronteira. Florestas. Tombamento. 44 Servidões administrativas. 45 Requisição da propriedade privada. Ocupação temporária. 46 Desapropriação por utilidade pública: conceito e fundamento jurídico; procedimentos administrativo e judicial; indenização. 47 Desapropriação por zona. Direito de extensão. Retrocessão. “Desapropriação indireta”. 48 Desapropriação por interesse social: conceito, fundamento jurídico e espécies; função social do imóvel rural. Evolução do regime jurídico no Brasil. 49 Controle interno e externo da administração pública. 50 Sistemas de controle jurisdicional da administração pública: contencioso administrativo e sistema da jurisdição una. 51 Controle jurisdicional da administração pública no direito brasileiro. 52 Controle da atividade financeira do Estado: espécies e sistemas. Tribunal de Contas da União e suas atribuições. 53 Responsabilidade patrimonial do Estado por atos da administração pública: evolução histórica e fundamentos jurídicos. Teorias subjetivas e objetivas da responsabilidade patrimonial do Estado. 54 Responsabilidade patrimonial do Estado por atos da administração pública no direito brasileiro. 55 Agentes públicos: servidor público e funcionário público; natureza jurídica da relação de emprego público; preceitos constitucionais. 56 Funcionário efetivo e vitalício: garantias; estágio probatório. Funcionário ocupante de cargo em comissão. 57 Direitos, deveres e responsabilidades dos servidores públicos civis. 58 Improbidade administrativa (Lei n.º 8.429/92). 59 Formas de provimento e vacância dos cargos públicos. 60 Exigência constitucional de concurso público para investidura em cargo ou emprego público. 61 Procedimento administrativo. Instância administrativa. Representação e reclamação administrativas. 62 Pedido de reconsideração e recurso hierárquico próprio e impróprio. Prescrição administrativa. 63 Advocacia-Geral da União. 64. Lei da Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/2000) Finanças públicas na Constituição de 1988. 65. Orçamento. Conceito e espécies. Natureza jurídica. Princípios orçamentários. Normas gerais de direito financeiro (Lei n.º 4.320, de 17/3/1964). Fiscalização e controle interno e externo dos orçamentos. 66. Despesa pública. Conceito e classificação. Princípio da legalidade. Técnica de realização da despesa pública: empenho, liquidação e pagamento. Disciplina constitucional e legal dos precatórios. 67. Receita pública. Conceito. Ingressos e receitas. Classificação: receitas originárias e receitas derivadas. Preço público e sua distinção com a taxa. 68. Dívida ativa da União de natureza tributária e não-tributária. 69. Crédito público. Conceito. Empréstimos públicos: classificação, fases, condições, garantias, amortização e conversão. Dívida pública: conceito, disciplina constitucional, classificação e extinção. Estatuto da Cidade (Lei Federal nº 10.257/01). DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. 1 Lei. Vigência. Aplicação da lei no tempo e no espaço. 2 Integração e interpretação da lei. 3 Lei de Introdução ao Código Civil. 4 Pessoas naturais e jurídicas. Personalidade. Capacidade. 5 Domicílio civil. 6 Bens. Espécies. Coisas fora do comércio. Bem de família. 7 Fatos jurídicos. Atos jurídicos. Negócios jurídicos. Requisitos. 8 Defeitos dos atos jurídicos. 9 Modalidades dos atos jurídicos. 10 Forma e prova dos atos jurídicos. 11 Nulidade e anulabilidade dos atos jurídicos. 12 Atos ilícitos. 13 Prescrição e decadência. 14 Posse. Classificação. Aquisição. Efeitos. Perda. 15 Proteção possessória. 16 Propriedade móvel e imóvel. Aquisição e perda. 17 Usucapião. Usucapião especial. 18 Condomínio. 19 Direitos reais sobre coisas alheias. 20 Direitos reais de garantia. 21 Obrigações. Modalidades. 22 Cláusula penal. 23 Extinção das obrigações sem pagamento. 24 Extinção das obrigações com pagamento. 25 Inexecução das obrigações. Perdas e danos. 26 Juros legais. 27 Cessão de crédito. 28 Contratos. Noções gerais. Teoria da imprevisão. 29 Arras. 30 Evicção e vícios redibitórios. 31 Compra e venda. Compromisso de compra e venda. 32 Troca e doação. 33 Locação de coisas e serviços. Empreitada. 34 Mútuo e comodato. Depósito. 35 Mandato e gestão de negócios. 36 Seguro. Fiança. 37 Obrigações por declaração unilateral de vontade. Liquidação das obrigações. 38 Obrigações por atos ilícitos. 39 Concurso de credores. 40 Responsabilidade civil, inclusive por danos causados ao meio ambiente, ao consumidor e a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico e paisagístico. 41 Alienação

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: DIREITO PÚBLICO (CONSTITUCIONAL, ADMINISTRATIVO E MUNICIPAL). 1. Constituição Federal de 1988 e suas emendas constitucionais, e Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. 2 Constituição: conceito e classificação. 3 Normas constitucionais: classificação. 4 Preâmbulo, normas constitucionais programáticas e princípios constitucionais. 5 Disposições constitucionais transitórias. 6 Hermenêutica constitucional. 7 Poder constituinte. 8 Controle de constitucionalidade: direito comparado. 9 Controle de constitucionalidade: sistema brasileiro. Evolução histórica. 10 Inconstitucionalidade: normas constitucionais inconstitucionais. 11 Inconstitucionalidade por omissão. 12 Ação direta de inconstitucionalidade: origem, evolução e estado atual. 13 Ação declaratória de constitucionalidade. 14 Arguição direta de preceito fundamental. 15 Da declaração de direitos: histórico; teoria jurídica e teoria política. 16 Direitos e garantias individuais e coletivos. 17 Princípio da legalidade. 18 Princípio da isonomia. 19 Regime constitucional da propriedade. 20 Habeas corpus, mandado de segurança, mandado de injunção e habeas data. 21 Liberdades constitucionais. Jurisdição constitucional no direito brasileiro e no direito comparado. 22 Direitos sociais e sua efetivação. 23 Princípios constitucionais do trabalho. 24 Estado federal: conceito e sistemas de repartição de competência; direito comparado. 25 Federação brasileira: características, discriminação de competência na Constituição de 1988. 26 Estado Democrático de Direito: fundamentos constitucionais e doutrinários. 27 Organização dos Poderes: mecanismos de freios e contrapesos. 28 União: competência. 29 Estado-membro; poder constituinte estadual: autonomia e limitações. 30 Estado-membro: competência e autonomia. 31 Administração pública: princípios constitucionais. 32 Servidores públicos: princípios constitucionais. 33 Poder Legislativo: organização; atribuições; processo legislativo. 34 Poder Executivo: presidencialismo e parlamentarismo; ministro de Estado. 35 Presidente da República: poder regulamentar; medidas provisórias. 36 Crimes de responsabilidade do presidente da República e dos ministros de Estado. 37 Poder Judiciário: organização; estatuto constitucional da magistratura. 38 Supremo Tribunal Federal: organização e competência. 39 Superior Tribunal de Justiça: organização e competência. Justiça federal: organização e competência. 40 Justiça do trabalho: organização e competência. 41 Ministério Público: princípios constitucionais. 42 Advocacia-Geral da União: representação judicial e extrajudicial da União; consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo; organização e funcionamento. 43 Representação judicial e consultoria jurídica dos estados e do Distrito Federal. 44 Limitações constitucionais do poder de tributar. 45 Ordem econômica e ordem financeira: princípios gerais. 46 Princípios constitucionais da ordem econômica. 47 Intervenção do Estado no domínio econômico. 48 Meio ambiente. 49 Direitos e interesses das populações indígenas. 50 Interesses difusos e coletivos. 1 Os diferentes critérios adotados para a conceituação do direito administrativo. Direito administrativo como direito público. Objeto do direito administrativo. 2 Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material. 3 Fontes do direito administrativo: doutrina e jurisprudência na formação do direito administrativo. Lei formal. Regulamentos administrativos, estatutos e regimentos; instruções; princípios gerais; tratados internacionais; costume. 4 Relação jurídico-administrativa. Personalidade de direito público. Conceito de pessoa administrativa. 5 Teoria do órgão da pessoa jurídica: aplicação no campo do direito administrativo. 6 Classificação dos órgãos e funções da administração pública. 7 Competência administrativa: conceito e critérios de distribuição. Avocação e delegação de competência. 8 Ausência de competência: agente de fato. 9 Hierarquia. Poder hierárquico e suas manifestações. 10 Centralização e descentralização da atividade administrativa do Estado. Administração pública direta e indireta. 11 Concentração e desconcentração de competência. 12 Autarquias. Agências reguladoras e executivas. 13 Fundações públicas. 14 Empresa pública. 15 Sociedade de economia mista. 16 Entidades paraestatais, em geral, o Terceiro Setor, Organizações Sociais e Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. 17 Fatos da administração pública: atos da administração pública e fatos administrativos. Formação do ato administrativo: elementos; procedimento administrativo. 18 Validade, eficácia e auto-executoriedade do ato administrativo. 19 Atos administrativos simples, complexos e compostos. 20 Atos administrativos unilaterais, bilaterais e multilaterais. 21 Atos administrativos gerais e individuais. 22 Atos administrativos vinculados e discricionários. Mérito do ato administrativo, discricionariedade. 23 Ato administrativo inexistente. Teoria das nulidades no direito administrativo. 24 Atos administrativos nulos e anuláveis. Vícios do ato administrativo. Teoria dos motivos determinantes. 25 Revogação, anulação e convalidação do ato administrativo. 26 Contrato administrativo: discussão sobre sua existência como categoria específica; conceito e caracteres jurídicos. 27 Formação do contrato administrativo: elementos. Licitação: conceito, modalidades e procedimentos; dispensa e inexigibilidade de licitação, Lei n.º 8.666/93. 28 Execução do contrato administrativo: princípios;

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

11

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

13

ESTADO DO PARANA fiduciária em garantia. 42 Correção monetária. 43 Registros públicos. 1 Jurisdição: contenciosa e voluntária. 2 Órgãos da jurisdição. 3 Ação: conceito e natureza jurídica. Condições da ação. Classificação das ações. 4 Processo. Conceito. Natureza jurídica. Princípios fundamentais. Pressupostos processuais. 5 Procedimento ordinário e sumaríssimo. 6 Competência: absoluta e relativa. 7 Competência internacional. Homologação de sentença estrangeira. Carta rogatória. 8 Partes. Capacidade e legitimidade. Substituição processual. 9 Litisconsórcio. Assistência. Intervenção de terceiros: oposição, nomeação à autoria, denunciação da lide e chamamento ao processo. Ação regressiva. 10 Formação, suspensão e extinção do processo. 11 Petição inicial. Requisitos. Inépcia da petição inicial. 12 Pedido. Cumulação e espécies de pedido. 13 Atos processuais. Tempo e lugar dos atos processuais. 14 Comunicação dos atos processuais. Citação e intimação. 15 Despesas processuais e honorários advocatícios. 16 Resposta do réu: exceção, contestação e reconvenção. Revelia. Efeitos da revelia. 17 Julgamento conforme o estado do processo. 18 Audiência de instrução e julgamento. 19 Prova. Princípios gerais. Ônus da prova. 20 Sentença. Coisa julgada formal e material. Preclusão. 21 Duplo grau de jurisdição. Recursos. Incidente de uniformização de jurisprudência. 22 Reclamação e correição. 23 Ação rescisória. 24 Ação monitória. 25 Liquidação de sentença. Execução. Regras gerais. Partes. Competência. Responsabilidade patrimonial. 26 Título executivo judicial e extrajudicial. 27 Execução por quantia certa contra devedor solvente e contra devedor insolvente. 28 Execução para entrega de coisa. 29 Execução de obrigação de fazer e de não fazer. 30 Execução contra a fazenda pública. 31 Embargos à execução. 32 Ministério Público no processo civil. 33 Ação popular e ação civil pública. 34 Mandado de segurança. 35 Mandado de injunção. 36 Habeas data. 37 Ação declaratória. Declaratória incidental. 38 Ação discriminatória. 39 Ação de usucapião. 40 Ação de consignação em pagamento. 41 Ação de despejo e renovatória. 42 Ação de desapropriação. 43 Ações possessórias. 44 Embargos de terceiro. 45 Ação cível originária nos tribunais. 46 Tutela antecipada e tutela específica. 47 Medidas cautelares. 48 Juizados especiais. 49. Código de Organização Judiciária do Estado do Paraná. DIREITO DO TRABALHO E PROCESSUAL DO TRABALHO. 1 Direito do trabalho: definição, fontes. 2 Contrato individual de trabalho: conceito, requisitos, classificação. 3 Sujeitos do contrato de trabalho. 4 Responsabilidade solidária de empresas. Sucessão de empresas. 5 Salário e remuneração. 6 13.º salário. 7. Salário-família. Salário-educação. Salário do menor e do aprendiz. 8 Equiparação salarial. 9 Suspensão e interrupção do contrato de trabalho. 10 Paralisação temporária ou definitiva do trabalho em decorrência do factumprincipis. 11 Força maior no direito do trabalho. 12 Alteração do contrato individual de trabalho. 13 Justas causas de despedida do empregado. 14 Rescisão do contrato de trabalho. Culpa recíproca. 15 Despedida indireta. 16 Dispensa arbitrária. 17 Rescisão do contrato de trabalho. Conseqüências. 18 Aviso prévio. 19 Indenizações em decorrência de dispensa do empregado. 20 Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. 21 Ação do FGTS. 22 Estabilidade. 23 Reintegração do empregado estável. 24 Inquérito para apuração de falta grave. 25 Estabilidade especial. 26 Trabalho extraordinário e trabalho noturno. 27 Sistema de compensação de horas. Adicional de horas extras. 28 Repouso semanal remunerado. 29 Férias: direito do empregado, época de concessão e remuneração. 30 Segurança e higiene do trabalho. Periculosidade e insalubridade. 31 Trabalho da mulher. Estabilidade da gestante. Trabalho noturno e trabalho proibido. 32 Trabalho do menor. 33 Profissões regulamentadas. 34 Organização sindical. 35 Natureza jurídica, criação, administração e dissolução de Sindicatos. 36 Convenções e acordos coletivos de trabalho. Mediação e arbitragem. 37 Representação dos trabalhadores nas empresas. 38 Direito de greve. Serviços essenciais. Procedimentos. 39 Fiscalização trabalhista. 40 Justiça do trabalho. Organização. Competência. 41 Ministério Público do Trabalho. 42 Competência: justiça do trabalho e justiça federal. 43 Princípios gerais que informam o processo trabalhista. 44 Prescrição e decadência. 45 Substituição e representação processuais, assistência judiciária e honorários de advogado. 46 Dissídios individuais. 47 Dissídios coletivos. 48 Nulidades no processo trabalhista. 49 Recursos no processo trabalhista. 50 Execução no processo trabalhista. 51 Embargos à execução no processo trabalhista. 52 Processos especiais. Ação rescisória. Mandado de segurança. 53 Direito internacional do trabalho. Tratados e convenções. DIREITO ELEITORAL E PROCESSUAL ELEITORAL Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65): Introdução (arts. 1º a 11, com as alterações da Constituição da República de 1988; das Leis nºs 6.091/74 e 9.504/97 e da Resolução nº 21.538/03/TSE). Composição e Competência dos Órgãos da Justiça Eleitoral: Tribunal Superior Eleitoral. Tribunais Regionais Eleitorais. Juízes Eleitorais. Juntas Eleitorais (arts. 12 a 41, com as alterações da Constituição da República de 1988; do Decreto-Lei nº 441/1969; da Lei Complementar nº 86/1996 e da Lei 9.504/97). Alistamento Eleitoral: Da Qualificação e Inscrição (arts. 42 a 50, com as alterações das Leis nºs 6.996/82, 7.332/85 e 8.868/94 e da Resolução nº 21.538/03/TSE). Do Cancelamento e da exclusão de eleitores (arts. 71 a 81). Eleições: Do Sistema Eleitoral (art. 82 a 86). Da Representação Proporcional. Das Mesas Receptoras. Dos Diplomas. Das Nulidades da Votação. Das Garantias

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

14

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO CARGO: ASSISTENTE ADMINISTRATIVO VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 40 (quarenta) horas semanais VENCIMENTO: R$ 750,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Características. Escrituração Contábil: Formalidades. Demonstrações Contábeis: Conceito, Conteúdo, Estrutura e CONTEÚDO Nomenclatura. Prerrogativas dos Profissionais Contábeis. Noções básicas Administração Pública e PROGRAMÁTICO: Serviços Públicos, ética profissional e no serviço público, Princípios dos Serviços Públicos e Princípios básicos da gestão Pública. Receitas Públicas e Despesas Públicas. Adiantamentos. Estrutura da Administração Pública: Suas Funções e órgãos da Administração, Administração Pública Direta e Indireta, responsabilização e prestação de contas; transparência. Plano Plurianual; Diretrizes Orçamentárias; Orçamento Anual e Programação Financeira. Inventário. Características do Orçamento Público, Princípios, Ciclo Orçamentário e Técnicas de Elaboração Orçamentária. Patrimônio na Administração Pública. Contabilidade Pública: Sistemas Contábeis: Orçamentário; Financeiro; Patrimonial e de Compensação. Exercício Financeiro e Regimes Contábeis: Caixa, Competência e Misto. Escrituração na Administração Pública e Registro de Operações Típicas. Resultados Gerais do Exercício, Balanços e Levantamento de Contas. Análise de Balanços Públicos. Dívida Ativa. Créditos Adicionais. Limites, Exigências Legais e Recursos Vinculados. Diagnóstico Financeiro.. Plano de contas e Lançamentos Contábeis. Conhecimento de ferramentas para administração, análise de desempenho, Clima organizacional; Comportamento Organizacional; Qualidade de Vida no Trabalho; Responsabilidade Social e Ambiental. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

06

07

ITEM 01 02 03 04 05 06

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – AUXILIAR DE FARMÁCIA CARGO: AUXILIAR DE FARMÁCIA VAGAS: 02 (duas) vaga CARGA HORÁRIA: 40 (quarenta) horas semanais VENCIMENTO: R$ 750,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva PROVA OBJETIVA: 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

16

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ITEM 01 02 03 04 05 06

07

este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Noções da legislação farmacêutica e sanitária. Deontologia (ética profissional e responsabilidade social). Anatomia e fisiologia humana. Microbiologia e parasitologia. Higiene e segurança no trabalho. Aplicação de injeção intramuscular e subcutânea. Dispensação de produtos farmacêuticos. Organização e funcionamento de farmácia. Administração farmacêutica. Relações interpessoais. Técnicas de vendas e marketing. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - COZINHEIRA CARGO: COZINHEIRA VAGAS: 02 (duas) vagas CARGA HORÁRIA: 40 (quarenta) horas semanais VENCIMENTO: R$ 678,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e CONTEÚDO propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE PROGRAMÁTICO: CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Preparo específico de técnicas de pré-preparação e cocção dos alimentos. Conhecimento e entendimento de receituários e padronizações. Conceito de serviço de alimentação, tipologia, caracterização, tipos de serviço, compras e estocagem de alimentos. Manipulação de ingredientes, técnicas de cortes e utilização das diferentes técnicas de pré-preparo para verduras, legumes, carnes, aves, peixes e frutos do mar, uso de equipamentos e utensílios. Conceitos básicos tradicionais da cozinha quanto a métodos de cocção, preparação de fundos e caldos, sopas em geral e molhos. Fundamentos microbiológicos importantes. Qualidade das matérias-primas. Condutas para prevenção das toxinfecções alimentares. Etapas de processamento e suas particularidades. Controle Higiênico-sanitário de alimentos em cozinhas. Técnicas de apresentação tanto clássicas como contemporâneas. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

17

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Reabilitação Profissional, Justificação Administrativa, disposições gerais e específicas, períodos de carência, salário de benefício, renda mensal do benefício, reajustamento do valor dos benefícios. 10. Manutenção, perda e restabelecimento da qualidade de segurado. 11. Lei n° 8.212, de 24/07/1991 e alterações posteriores. 12. Lei n° 8.213, de 24/07/1991 e alterações posteriores. 13. Decreto n° 3.048, de 06/05/1999 e alterações posteriores. 14. Plano Simplificado de Previdência Social. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

07

15

ESTADO DO PARANA

Eleitorais (com as alterações da Constituição da República de 1988; da Lei Complementar nº 64/90 e da Lei nº 9.504/97). Recursos (arts. 257 a 282, com as alterações das Leis nºs 4.961/66 e 9.840/99). Disposições Penais: Disposições Preliminares. Dos Crimes Eleitorais. Dos Processos das Infrações (arts. 283 a 364, com as alterações das Leis nºs 9.504/97 e 10.732/03). Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (art. 14, §§ 10 e 11 da Constituição da República de 1988). Resolução nº 21.538/03/TSE: Do Alistamento. Da Transferência. Da Segunda Via. Do Restabelecimento de Inscrição Cancelada por Equívoco. Do Formulário de Atualização da Situação do Eleitor. Do Título Eleitoral. Do Acesso às Informações Constantes do Cadastro. Da Hipótese do Ilícito Penal. Da Restrição de Direitos Políticos. Da Revisão do Eleitorado. Da Justificação do NãoComparecimento à Eleição (com a alteração do Acórdão nº 649/TSE, de 15/2/2005, publicado no Diário do Judiciário de 18/03/2005). Lei das Inelegibilidades: Lei Complementar nº 64/90 (arts. 1º a 28, com a alteração da Lei Complementar n° 81/94). Lei nº 9.504/97 – Lei das Eleições: Das Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Campanhas Eleitorais. Disposições Finais. Lei nº 9.096/95 – Lei Orgânica dos Partidos Políticos: Disposições Preliminares. Da Criação e do Registro dos Partidos Políticos (com a alteração da Lei nº 9.259/96). DIREITO TRIBUTÁRIO: 1 Sistema Tributário Nacional. 1.1 Limitações do poder de tributar. 1.2 Princípios do direito tributário. 1.3 Repartição das receitas tributárias. 2 Tributo. 2.1 Conceito. 2.2 Natureza jurídica. 2.3 Espécies. 2.4 Imposto. 2.5 Taxa. 2.6 Contribuição de melhoria. 2.7 Empréstimo compulsório. 2.8 Contribuições. 3 Competência tributária. 3.1 Classificação. 3.2 Exercício da competência tributária. 3.3 Capacidade tributária ativa. 3.4 Imunidade tributária. 3.5 Distinção entre imunidade, isenção e não incidência. 3.6 Imunidades em espécie. 4 Fontes do direito tributário. 4.1 Constituição Federal. 4.2 Leis complementares. 4.3 Leis ordinárias e atos equivalentes. 4.4 Tratados internacionais. 4.5 Atos do poder executivo federal com força de lei material. 4.6 Atos exclusivos do poder legislativo. 4.7 Convênios. 4.8 Decretos regulamentares. 4.9 Normas complementares. 5 Vigência, aplicação, interpretação e integração da legislação tributária. 6 Obrigação tributária. 6.1 Definição e natureza jurídica. 6.2 Obrigação principal e acessória. 6.3 Fato gerador. 6.4 Sujeito ativo. 6.5 Sujeito passivo. 6.6 Solidariedade. 6.7 Capacidade tributária. 6.8 Domicílio tributário. 6.9 Responsabilidade tributária. 6.10 Responsabilidade dos sucessores. 6.11 Responsabilidade de terceiros. 6.12 Responsabilidade por infrações. 7 Crédito tributário. 7.1 Constituição de crédito tributário. 7.2 Lançamento. 7.3 Modalidades de lançamento. 7.4 Suspensão do crédito tributário. 7.5 Extinção do crédito tributário. 7.6 Exclusão de crédito tributário. 7.7 Garantias e privilégios do crédito tributário. 8 Administração tributária. 8.1 Fiscalização. 8.2 Dívida ativa. 8.3 Certidões negativas. 9 Tributos federais: Imposto de renda retido na fonte e contribuição previdenciária. 10 Impostos dos Estados. 10.1 Imposto sobre transmissão causa mortis e doação de quaisquer bens ou direitos. 10.2 Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, ainda que as operações e as prestações se iniciem no exterior. 10.3 Imposto sobre propriedade de veículos automotores. 11 Impostos dos municípios. 11.1 Imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana. 11.2 Imposto sobre transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição. 11.3 Imposto sobre serviços de qualquer natureza. 12 Processo administrativo tributário. 12.1 Princípios básicos. 12.2 Acepções e espécies. 12.3 Determinação e exigência do crédito tributário. 12.4 Representação fiscal para fins penais. 12.5 Fases do processo fiscal no Distrito Federal (Lei distrital nº 4.567/ 2011). 13 Processo judicial tributário. 13.1 Ação de execução fiscal 13.2 Lei nº 6.830/1980 (Execução Fiscal). 13.3 Ação cautelar fiscal (Lei nº 8.397/1992). 13.4 Ação declaratória da inexistência de relação jurídico-tributária. 13.5 Ação anulatória de débito fiscal. 13.6 Mandado de segurança. 13.7 Ação de repetição de indébito. 13.8 Ação de consignação em pagamento. 13.9 Ações de controle de constitucionalidade. 13.10 Ação civil pública. 13.11 Ação popular. 13.12 Ação rescisória. DIREITO PREVIDENCIÁRIO: 1. Finalidade e princípios básicos da Previdência Social. 2. Regime Geral de Previdência Social. 2.1. Segurados obrigatórios. 2.2. Filiação e inscrição. 2.3. Conceito, características e abrangência: empregado, empregado doméstico, contribuinte individual, trabalhador avulso e segurado especial. 2.4. Segurado facultativo: conceito, características, filiação e inscrição. 2.5. Trabalhadores excluídos do Regime Geral. 3. Empresa e empregador doméstico: conceito previdenciário. 4. Financiamento da Seguridade Social. 4.1. Receitas da União. 4.2. Receitas das contribuições sociais: dos segurados, das empresas, do empregador doméstico e do produtor rural. 4.3. Salário de contribuição. 4.3.1. Conceito. 4.3.2. Parcelas integrantes e parcelas não integrantes. 4.3.3. Limites mínimos e máximos. 4.4. Competência do INSS e da Secretaria da Receita Federal. 5. Parcelamento de contribuições e demais importâncias devidas à seguridade social. 6. Restituição e compensação de contribuições. 7. Infrações à legislação previdenciária. 8. Recurso das decisões administrativas. 9. Plano de Benefícios da Previdência Social: beneficiários, espécies de prestações, benefícios, Serviço Social,

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

C4

ITEM 01 02 03 04 05 06

07

08

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – ENFERMEIRO CARGO: ENFERMEIRO VAGAS: 02 (duas) vagas CARGA HORÁRIA: 40 (quarenta) horas semanais VENCIMENTO: R$ 2.058,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Anatomia, fisiologia humana; microbiologia, parasitologia, Biologia Celular; Prevenção e controle de infecções. Prevenção de agravos. Atuação da Enfermagem na detecção e no controle de doenças; Introdução à Enfermagem: Origem e evolução da Enfermagem. Aspectos legais e éticos de CONTEÚDO exercício da Enfermagem, bioética, o ambiente de trabalho. Técnicas básicas de Enfermagem; PROGRAMÁTICO: Enfermagem Médico–Cirúrgica: Assistência de Enfermagem em situações de urgência e emergência; primeiros socorros; Assistência ao paciente na transfusão sanguínea; distúrbios respiratórios, cardiovasculares, gastrointestinais, endócrinos, imunológicos, musculoesqueléticos e doenças da pele; Atuação de enfermagem em Centro Cirúrgico e em Central de Material; Enfermagem neonatologia e pediatria; pré–natal, obstetrícia, aleitamento materno; Políticas de saúde: noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS, Imunizações, Programa Nacional de Imunização (Tipos de vacinas, Composição, conservação -rede de frio, indicação e contraindicação, prazo de validade após abertura do frasco, doses e vias de administração). Programa Saúde da Família; Programa de atenção básica, Hipertenção e Diabetes Mellitus, Planejamento Familiar, Saúde do Idoso. Parâmetros para o funcionamento do SUS, promoção à saúde; Leis do SUS, NOAS, Lei Orgânica, epidemiologia; CCIH, Isolamento, Gerenciamento de resíduos de serviço de saúde; NR32, Ricos Biológicos; Sistematização da Assistência em Enfermagem (SAE); Saúde mental, administração na enfermagem; Unidade de Terapia Intensiva adulto, neonatologia e pediatria; Queimaduras; tipos de curativos; Dengue, Doenças Sexualmente transmissíveis; Doenças infectocontagiosas; Genética, segurança do paciente, doenças de notificação compulsória, Farmacologia aplicada à enfermagem. Auditoria e Qualidade da assistência de enfermagem. Dimensionamento do Quadro de Profissionais de Enfermagem. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título Avaliação de Títulos relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – FARMACÊUTICO CARGO: FARMACÊUTICO VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 1.500,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


C5

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

18

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

06

PROVA OBJETIVA:

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

07

ESTADO DO PARANA

50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Farmacocinética; Mecanismos de ação das drogas; Grupos farmacológicos: Anti-hipertensivos, Antibióticos, Anti Inflamatórios, Drogas que atuam no Sistema Nervoso Central; Noções de toxicologia; Padronização de medicamentos; Material médico-hospitalar; Política Nacional de Medicamentos; Medicamentos genéricos (Lei 9787/99); Assistência Farmacêutica (Gerenciamento farmacêutico e atenção farmacêutica); Ética e Legislação Profissional. SUS–Princípios, diretrizes e normatização (Leis 8.080 e 8.142/ 90). Resolução 417/2004 CFF; aprova o Código de ética da profissão farmacêutica. Resolução 461/2007 CFF; sanções éticas e disciplinares aplicadas aos farmacêuticos. -Lei 8080/90; dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde. -Portaria n533/2012; Estabelece o elenco de medicamentos e insumos da RENAME no âmbito do SUS. -RDC 44/2009; Boas práticas farmacêuticas em farmácias e drogarias. -Portaria GM/MS 399/2006; Pacto pela saúde. -RDC 20/2011; dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição, isoladas ou em associação. -Resolução n573 e 574/2013 CFF; que trata sobre a atividade dos farmacêuticos na área estética e autorização para aplicação de vacinas em farmácias e drogarias. Atenção farmacêutica; Resíduos de serviços de saúde; SNGPC. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

Avaliação de Títulos

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - MÉDICO CARDIOLOGISTA CARGO: MÉDICO CARDIOLOGISTA VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 2.500,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e CONTEÚDO subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, PROGRAMÁTICO: antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Anatomia e

07

Avaliação de Títulos

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - MÉDICO GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA CARGO: MÉDICO GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 2.500,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução CONTEÚDO de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números PROGRAMÁTICO: racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Anatomia e fisiologia do aparelho genital e reprodutor feminino. Patologia do trato genital inferior e leucorréia. Doenças sexualmente transmissíveis. Sangramento genital anormal. Miomas. Endocrinologia ginecológica. Neoplasia de colo uterino. Neoplasia do endométrio. Neoplasia de ovário. Neoplasia de mama. Anticoncepção. Climatério. Obstetrícia normal. Doenças específicas da gestação. Patologias do parto. Patologias do puerpério (infecção, mastite). Diabetes na gestação. Trabalho de parto prematuro. Rotura prematura de membranas. Abortamentos. Moléstia trofoblástica da gestação. Prenhez ectópica. Profilaxia antitrombótica. Farmacologia. Antibióticos. Ética Médica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título Avaliação de Títulos relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

06

08

ITEM 01 02 03 04 05 06

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - MÉDICO ORTOPEDISTA CARGO: MÉDICO ORTOPEDISTA VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 2.500,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

20

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Princípios do atendimento clínico: anamnese, diagnóstico e orientação. Introdução ao estudo da biomecânica. Biomecânica localizada (Membros Superiores e Inferiores e Coluna). Embriologia humana. Histogênese óssea. Fisiologia e bioquímica óssea. Consolidação e retardamento de consolidação das fraturas. Doenças ósseas metabólicas. Distúrbios congênitos da osteogênese do desenvolvimento. Deformidades congênitas. Exame músculo-articular. Osteomielites e pioartrites. Infecções ósseas específicas. Tratamento de sequelas de paralisia infantil. Paralisia obstétrica. Paralisia cerebral. Cervicobraquialgias. Pé plano postural. Afecções ortopédicas comuns da infância. Pé equinovaro congênito. Hallux Valgus. Lombalgia. Lombociatalgia e hérnia discal. Escoliose. Espondilolise e espondilolistese. Epifisiolistese proximal do fêmur. Osteocondrites. Moléstia de Perthes. Displasia congênita do quadril. Tratamento das artroses do MMII. Ombro doloroso. Tumores ósseos. Fraturas expostas. Fraturas de escafoide. Fraturas e luxações do carpo. Fraturas do punho (fratura de Colles). Lesões traumáticas da mão. Fraturas dos ossos do antebraço. Fraturas supracondilianas do úmero na criança. Fraturas e luxações da cintura escapular. Fraturas do úmero. Fraturas e luxações da cintura pélvica. Fraturas do terço proximal do fêmur. Fraturas do colo do fêmur na criança. Fraturas supracondilianas do fêmur. Fratura do joelho. Lesões ligamentares e meniscais do joelho. Fratura da diáfise tibial e fraturas do tornozelo. Fratura dos ossos do tarso. Anatomia e radiologia em Ortopedia e Traumatologia. Anatomia do sistema ósteoarticular. Anatomia do sistema muscular. Anatomia dos vasos e nervos. Anatomia cirúrgica: vias de acesso em cirurgia ortopédica e traumatológica. Farmacologia. Antibióticos. Ferimentos cortocontusos. Profilaxia antitetânica. Profilaxia antitrombótica. Politraumatizados e queimaduras. Ética médica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos

08

Avaliação de Títulos

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - MÉDICO PLANTONISTA CARGO: MÉDICO PLANTONISTA VAGAS: 04 (quatro) vagas CARGA HORÁRIA: 12 (doze) horas por plantão VENCIMENTO: R$ 500,00 por plantão CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. CONTEÚDO Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e PROGRAMÁTICO: subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução

06

07

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

21

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

07

fisiologia do aparelho cardiovascular. Semiologia do aparelho cardiovascular. Métodos diagnósticos: eletrocardiografia, ecocardiografia, medicina nuclear, hemodinâmica, ressonância magnética, radiologia. Cardiopatias congênitas cianóticas e acianóticas: diagnóstico e tratamento. Hipertensão arterial. Isquemia miocárdica. Doença reumática. Valvulopatias: diagnóstico e tratamento. Miocardiopatias: diagnóstico e tratamento. Insuficiência cardíaca congestiva. Doença de Chagas. Arritmias cardíacas: diagnóstico e tratamento. Marcapassos artificiais. Endocardite infecciosa. Hipertensão pulmonar. Síncope. Doenças do pericárdio. Doenças da aorta. Embolia pulmonar e trombose venosa profunda. Cor pulmonale. Patologias sistêmicas e aparelho cardiovascular. Dislipidemias. Apnéia do sono. Infecções pulmonares. Farmacologia. Antibióticos. Ética médica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

07

06

19

de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Insuficiência Cardíaca Congestiva (ICC). Endocardite bacteriana. Pericardites. Miocardiopatias: chagásica, alcoólica e inflamatória. Valvulopatias, arritmias, coronariopatias. Febre reumática. Pneumonias, tuberculose pulmonar, supurações pulmonares, pneumotórax, derrames pleurais, tromboembolismo pulmonar, neoplasias pulmonares, bronquite, asma, enfisema, insuficiência respiratória aguda. Diabetes mellitus, hipertireoidismo, hipotireoidismo, neoplasias da tireoide. Insuficiência renal aguda e crônica. Hipertensão arterial sistêmica. Glomerulonefrites agudas. Síndrome nefrótica. Cirrose hepática. Pancreatite aguda e crônica. Doença ulcerosa péptica, icterícia, colecistite, colelitíase, neoplasias mais frequentes no trato digestivo. Interpretação clínica do hemograma ( anemias, linfomas, leucemias). Artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, osteoartrose, gota. Convulsões, comas e acidentes vasculares cerebrais. Depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, ansiedade. Septicemia. Trombose venosa profunda. Erisipela. Queimaduras. Politraumatizados. Abdome agudo. Ferimentos cortocontusos. Doenças infectoparasitárias. Acidentes com animais peçonhentos. Farmacologia. Antibióticos. Ética Médica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

Avaliação de Títulos

ITEM 01 02 03 04 05

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – NUTRICIONISTA CARGO: NURICIONISTA VAGAS: 01 (uma) vaga CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 2.570,50 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução CONTEÚDO de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números PROGRAMÁTICO: racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Nutrição: fundamentos básicos, digestão, absorção e metabolismo dos carboidratos, lipídeos, proteínas, vitaminas, minerais, água e fibras; - Nutrição materno-infantil, nutrição do adolescente, nutrição do adulto e idoso; - Avaliação nutricional de criança, adolescente, adulto, idoso e gestante; Fisiopatologia e Dietoterapia: distúrbios do aparelho digestivo, metabólicos, renais, hepáticos; cardiopatias, oncologia, doenças carenciais; - Nutrição enteral; - Administração aplicada às unidades de alimentação e nutrição; - Nutrição em saúde pública: Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE e Política Nacional de Alimentação e Nutrição - PNAN. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título Avaliação de Títulos relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

06

07

08

ITEM 01

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - RECEPCIONISTA CARGO: RECEPCIONISTA

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832 22

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

06

PROVA OBJETIVA:

07

ITEM 01 02 03 04 05 06

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

ESTADO DO PARANA

02 (duas) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 678,00 Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Conhecimentos gerais: abrangerá temas relativos ao Município, ao Estado e ao País. Conhecimentos específicos: Comunicação verbal e não verbal. Relacionamento interpessoal no trabalho. Técnicas de Atendimento ao Cliente; Caracterização dos serviços de recepção. Noções de Segurança do Trabalho. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - TÉCNICO EM ENFERMAGEM CARGO: TÉCNICO EM ENFERMAGEM VAGAS: 02 (duas) vagas CARGA HORÁRIA: 40 (quarenta) horas semanais VENCIMENTO: R$ 998,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução CONTEÚDO de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números PROGRAMÁTICO: racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Biologia, anatomia, fisiologia humana e Programa de Saúde; Higiene e Profilaxia; Microbiologia e Parasitologia; Nutrição e Dietética; Introdução a Enfermagem; Métodos de Coleta de Material; Enfermagem em centro de material e esterilização; centro cirúrgico; Doenças Sexualmente Transmissíveis. Ginecologia e obstetrícia; urgência e emergência; primeiros socorros; procedimentos básicos de enfermagem; administração na saúde de enfermagem; saúde mental; segurança do trabalho; psicologia aplicada à enfermagem; enfermagem em Saúde coletiva; Vacinação (Tipos de vacinas, Composição, conservação -rede de frio, indicação e contraindicação, prazo de validade após abertura do frasco, doses e vias de administração); Código de ética em enfermagem, cálculos de medicação, Saúde da criança e do adolescente, Assistência ao paciente na

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

23

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA 02 03 04 05

C6

transfusão sanguínea, Políticas de saúde: noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS, Parâmetros para o funcionamento do SUS, promoção à saúde; Leis do SUS, NOAS, Lei Orgânica, epidemiologia Programa Saúde da Família; Programa de atenção básica, Hipertensão e Diabetes Mellitus, Planejamento Familiar, Saúde do Idoso, Introdução à enfermagem, técnicas básicas de enfermagem. Métodos contraceptivos. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. ITEM 01 02 03 04 05 06

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - TÉCNICO EM RADIOLOGIA CARGO: TÉCNICO EM RADIOLOGIA VAGAS: 02 (duas) vagas CARGA HORÁRIA: 20 (vinte) horas semanais VENCIMENTO: R$ 1.450,00 CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO: Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere PROVA OBJETIVA: este Concurso Público, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. CONTEÚDO Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Conceito de PROGRAMÁTICO: radioatividade. Produção de raios x: tubo de raios x e componentes. Diagrama em bloco de um aparelho de raios x: função dos principais componentes de um aparelho de raios x, meios anti difusores (diagrama, grade, cone e cilindro). Fatores radiográficos (kv, ma, t, d). Acessórios de um aparelho de raios x. Filmes e écrans: vantagens e desvantagens na utilização dos diversos tipos de écrans; componentes do filme radiográfico. Processamento do filme: processamento manual e automático; principais vantagens no uso de um processador automático: componentes do revelador e do fixador. Rotina para o exame radiográfico do crânio e da face. Rotina para o exame radiográfico da coluna vertebral. Rotina para o exame radiográfico dos membros superiores e articulações. Rotina para o exame radiográfico dos membros inferiores e articulações. Rotina para o exame radiográfico da pelve e articulações. Rotina para o exame radiográfico do abdômen e do tórax. Meios de contraste e sua utilização mais frequente. Contraste iodado e baritado. Proteção radiológica: meios de proteção disponíveis; influência dos acessórios radiográficos. Manutenção de um serviço de radiologia. Custo x desperdício de material. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

Curiúva, 21 de agosto de 2013. CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

1

ESTADO DO PARANA TESTE SELETIVO Nº 002/2013

EDITAL Nº 002/2013 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2013 Nos termos do disposto no Regulamento Geral de Teste Seletivo do Município de Curiúva (Decreto nº 23/2013), haja vista as retificações realizadas no Teste Seletivo nº 002/2013 e após o encaminhamento deste Edital pela empresa INSTITUTO CG, o PREFEITO MUNICIPAL:

RESOLVE RETIFICAR, o Edital nº 001/2013 que tornou público a abertura do Teste Seletivo nº 002/2013, passando a vigorar com a seguinte redação, conforme segue: 1. DAS INSCRIÇÕES REABERTAS:

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

2

ESTADO DO PARANA Protocolar o formulário de inscrição, juntamente com o comprovante de recolhimento da taxa de inscrição, cópia da Cédula de Identidade, cópia do Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado e 02 (duas) fotografias 3x4 cm, tiradas de frente, no Protocolo do Departamento Municipal de Saúde. 1.4 O pedido de inscrição se consumará com o protocolo do formulário de inscrição e dos documentos mencionados no item 1.3, alínea “c”, deste Edital. 1.5 No ato do protocolo do pedido de inscrição, o interessado receberá um Cartão de Identificação, cuja apresentação é necessária para a realização das provas. 1.6 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição, exceto para os candidatos amparados pelo Decreto Federal nº 6.593, de 02 de outubro de 2008, publicado no Diário Oficial da União de 03 de outubro de 2008. 1.6.1 Estará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que: a) estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), de que trata o Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007; e b) for membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 2007.

1.1. Encontram-se reabertas, no horário de expediente da municipalidade, a partir de 22/08/2013 até 04/09/2013, na sede do Departamento Municipal de Saúde, situado na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva – Paraná, as inscrições para o Teste Seletivo para preenchimento de vagas de emprego público temporário no Município de Curiúva, por meio de contratação por prazo determinado de 01 (um) ano, podendo, no interesse da administração ser renovado, aos cargos relacionados e discriminados no Anexo I.

1.6.2 A isenção deverá ser solicitada mediante REQUERIMENTO do interessado, disponível nos locais de inscrição descritos no item 01 deste Edital, no período de 22/08/2013 à 27/08/2013, onde o interessado deverá, obrigatoriamente:

1.2. Documentos que o interessado deve apresentar por ocasião da inscrição:

1.6.3 A Prefeitura Municipal de Curiúva e a empresa organizadora deste Teste Seletivo poderá consultar o órgão gestor do CadÚnico para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato.

Formulário de Inscrição, disponível no local das inscrições e no site da Prefeitura (www.curiuva.pr.gov.br); Fotocópia da Cédula de Identidade e do Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado; 02 (duas) fotografias 3x4 cm, tiradas de frente; Comprovante de recolhimento nominal da taxa de inscrição no valor descrito no quadro constante no item 1.1, à Conta Corrente da Prefeitura Municipal de Curiúva: Banco do Brasil - Agência nº 4739-2 - Conta Corrente nº 8714-9. (Não serão aceitos comprovantes de recolhimentos realizados através de depósito bancário via envelope em terminais de atendimento automáticos e eletrônicos, nem mesmo transferências bancárias). 1.3. Para a efetivação do pedido de inscrição, o interessado deverá realizar os seguintes procedimentos: Preencher o formulário de inscrição, assumindo total responsabilidade pelas informações prestadas e arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento; Recolher a Taxa de Inscrição no valor descrito no quadro constante no Anexo I, à Conta Corrente da Prefeitura Municipal de Curiúva: Banco do Brasil - Agência nº 4739-2 - Conta Corrente nº 8714-9;

a) indicar do Número de Identificação Social (NIS), atribuído pelo CadÚnico; b) declarar que atende à condição estabelecida na letra “b” do subitem anterior.

1.6.4 As informações prestadas no requerimento de isenção serão de inteira responsabilidade do candidato, podendo responder este, a qualquer momento, por crime contra a fé pública, o que acarreta sua eliminação do Teste Seletivo, aplicando-se, ainda, o disposto no parágrafo único do art. 10 do Decreto nº 83.936, de 6 de setembro de 1979. 1.6.5 Não será concedida isenção de pagamento de taxa de inscrição ao candidato que: a) omitir informações e/ou torná-las inverídicas; b) fraudar e/ou falsificar documentação; c) não observar a forma e o prazo estabelecidos no subitem 1.6.2 deste Edital. 1.6.6 Não será aceita solicitação de isenção de pagamento de valor de inscrição via postal, via fax ou via correio eletrônico. 1.6.7 Cada pedido de isenção será analisado e julgado pela empresa organizadora deste Teste Seletivo. 1.6.8 A relação dos pedidos de isenção da taxa de inscrição deste Teste Seletivo, deferidos e indeferidos, será divulgada até o dia 29 de agosto de 2013, com afixação no mural de avisos existente da sede do


C7

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

3

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

1.15 Tendo em vista a quantidade de vagas ofertadas neste Edital e por força de disposição legal, fica reservado 10% (dez por cento) de vagas aos deficientes físicos e sensoriais, desde que aprovados, habilitados e observada rigorosamente a ordem de classificação.

Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 1.6.9 O candidato disporá de 01 (um) dia útil, a partir da data de divulgação da relação citada no subitem anterior para contestar/recorrer sobre o indeferimento do pedido de isenção, conforme procedimentos a serem divulgados por ocasião dessa divulgação. Após esse período, não serão aceitos pedidos de revisão.

1.16 Se da aplicação do percentual oferecido aos candidatos com deficiência resultar número fracionado de vagas, o arredondamento será feito para o número inteiro seguinte, observado o percentual máximo de 20% (vinte por cento) das vagas.

1.6.10 Os candidatos que tiverem seus pedidos de isenção indeferidos deverão, para efetivar a sua inscrição no Teste Seletivo, observar as regras gerais para a inscrição, conforme procedimentos descritos neste Edital nº 002/2013.

1.17 É considerado deficiente físico ou sensorial o candidato que preencha os requisitos da legislação previdenciária vigente ao tempo do teste. 1.18 A avaliação das condições de deficiência, para admissão ao serviço público e provimento no emprego público, será efetuada mediante exame pericial pela Prefeitura Municipal de Curiúva.

1.6.11 O interessado que não tiver seu pedido de isenção deferido e que não efetuar o pagamento da taxa de inscrição na forma e no prazo estabelecido no subitem anterior estará automaticamente excluído do Teste Seletivo.

1.19 As vagas reservadas aos candidatos com deficiência que não forem por estes preenchidas, por ausência de aprovados, reverterão aos candidatos sem deficiência aprovados no Teste Seletivo, segundo a ordem classificatória.

1.7 A inscrição será de inteira responsabilidade do candidato, assumindo ele total responsabilidade pelas informações prestadas no formulário de inscrição e arcando com as consequências de eventuais erros de preenchimento.

1.20 Não será aceita a realização de inscrição via postal, via fax e/ou via correio eletrônico.

1.8 É assegurado à pessoa com deficiência inscrever-se neste Teste Seletivo, em igualdade de condições com os demais candidatos, para provimento de emprego público cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência. 1.9 Os candidatos com deficiência declararão tal condição à instituição organizadora, por ocasião da inscrição neste Teste Seletivo.

1.21 Será permitida a inscrição de servidor já pertencente ao Quadro de Pessoal do Município de Curiúva e de seus órgãos diretos e indiretos e sua nomeação, contudo, ficará condicionada ao afastamento do cargo primitivo. O candidato que quiser concorrer a uma vaga e que possa vir a ter algum tipo de envolvimento com as fases deste Teste Seletivo na condição de servidor deverá se afastar de suas funções e do cargo. 1.22 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança.

1.10 A relação dos candidatos que se inscreverem no teste na condição de pessoas com deficiência será divulgada, em lista separada.

1.23 Encerrado o prazo das inscrições, será publicado no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, a relação dos candidatos que tiverem suas inscrições deferidas e indeferidas.

1.11 O candidato com deficiência participará deste Teste Seletivo em igualdade de condições com os demais candidatos, especialmente no que concerne: I – ao conteúdo das provas; II – aos critérios de avaliação e aprovação; III – ao horário e ao local de aplicação das provas, garantida a devida acessibilidade; IV – à nota mínima exigida para aprovação.

1.24 Os candidatos que tiverem suas inscrições indeferidas, terão direito a devolução somente dos documentos apresentados, desde que solicitados no prazo de 05 (cinco) dias, contados da data da publicação das inscrições deferidas e indeferidas. 1.25 No caso de indeferimento da inscrição, não será devolvido o valor referente ao pagamento da taxa de inscrição.

1.12 É dever da instituição organizadora assegurar as condições necessárias aos candidatos com deficiência para a realização do Teste Seletivo. 1.13 Não serão consideradas com deficiência, para fins de Teste Seletivo, aquelas pessoas cuja deficiência não provoque dificuldades de acesso ao mercado de trabalho, conforme perícia médica oficial. 1.14 A condição de pessoa com deficiência, observado o item 1.13 deste Edital, bem como a compatibilidade com as atribuições do emprego, serão aferidas, quando da convocação para posse, por perícia médica oficial realizada por profissional com especialidade médica ou odontológica especificamente relacionada à deficiência do candidato.

1.26 Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira nacional de habilitação (somente o modelo novo, com foto). 1.27 Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo, sem foto), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados e carteira de reservista. AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

5

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

2. DAS CONDIÇÕES PARA A CONTRATAÇÃO: 2.1 Além da aprovação no Teste Seletivo, na forma estabelecida neste Edital, a contratação do candidato no cargo está condicionado ao atendimento dos seguintes requisitos, conforme segue: ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português que tenha adquirido a igualdade de direitos e obrigações civis e gozo dos direitos políticos (Constituição Federal, § 1º, do art. 12 e Decreto nº 70.436, de 18/04/72). Ao estrangeiro naturalizado é exigida a revalidação e a possibilidade do exercício de sua profissão no país; atender aos requisitos de escolaridade, nos termos deste Edital; ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos na data da posse; apresentar Cédula de Identidade, Cadastro de Pessoas Físicas - CPF regularizado e Título Eleitoral; estar em dia com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino, também com as militares; apresentar declaração quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública e sobre recebimento de provento decorrente de aposentadoria e pensão; submeter-se a exame médico pré-admissional.

2.1.1.8 Para o cargo de PSICÓLOGO DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Psicologia e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no CRP. 2.1.1.9 Para os cargos de SECRETÁRIO/RECEPCIONISTA DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental. 2.1.1.10 Para o cargo de TÉCNICO EM ENFERMAGEM DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Médio, fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão de Curso Específico de Técnico em Enfermagem e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no COREN. 2.1.2 Os diplomas e certificados obtidos em instituições estrangeiras terão que estar devidamente convalidados. 2.2 A nomeação far-se-á quando decorrente da aprovação de candidatos em Teste Seletivo para provimento de emprego público, obedecida à ordem de classificação e o prazo de sua validade.

2.1.1 CONDIÇÕES ESPECIAIS: 2.1.1.1 Para o cargo de AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental.

2.4 Para o ato de nomeação, o candidato ao emprego público deverá apresentar, além das condições e requisitos básicos de que trata o item 2.1 deste Edital, declarações, com firma reconhecida:

2.1.1.2 Para o cargo de AGENTE DE ENDEMIAS DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental.

quanto ao exercício ou não de outro cargo, emprego ou função pública; de bens e valores que constituem seu patrimônio; se foi ou não condenado administrativa ou judicialmente.

2.1.1.3 Para o cargo de DENTISTA DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Odontologia e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no CRO. 2.1.1.4 Para o cargo de ENFERMEIRO DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Enfermagem e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no COREN.

2.1.1.6 Para o cargo de FISIOTERAPEUTA DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Fisioterapia e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no CREFITO. 2.1.1.7 Para os cargos de MÉDICO DO PSF: apresentar fotocópia autenticada da comprovação de inscrição no Conselho Regional de Medicina – CRM e apresentar fotocópia autenticada de Diploma de Conclusão de Curso Superior com formação em Medicina.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

6

ESTADO DO PARANA

2.3 A nomeação em emprego público só se dará quando o servidor for julgado apto física e mentalmente para o exercício, em prévia inspeção médica oficial, e apresentar os elementos comprobatórios dos requisitos exigidos para o exercício do emprego público.

2.1.1.5 Para o cargo de FAMACÊUTICO DO PSF: apresentar fotocópia autenticada do Diploma de Conclusão do Ensino Superior com formação em Farmácia e fotocópia autenticada da comprovação de Inscrição no CRF.

4

3. DA PROVA: 3.1 PARA TODOS OS CARGOS: 3.1.2 Prova Objetiva: 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, com 05 (cinco) alternativas (a, b, c, d, e), das quais apenas uma será correta e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), sendo até 50% (cinqüenta por cento) de questões destinadas a matérias específicas conforme as atribuições de cada cargo e o Conteúdo Programático em anexo. 3.2 SOMENTE PARA OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR: Dentista do PSF, Enfermeiro do PSF, Farmacêutico do PSF, Fisioterapeuta do PSF, Médico do PSF e Psicólogo do PSF HAVERÁ AVALIAÇÃO DE TÍTULOS. 3.2.1 Prova de Títulos: A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos. 3.3 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

7

C8 8

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

3.3.1 As respostas às questões objetivas deverão ser transcritas para o cartão-resposta/gabarito com caneta esferográfica com tinta preta ou azul, devendo o candidato assinalar uma única resposta para cada questão.

que lhe foi designado e que seja possível fazer a verificação de seus dados junto à Supervisão de Teste Seletivos antes da hora marcada para início das provas.

3.3.2 Não serão consideradas questões não assinaladas ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura.

3.3.14 Nas salas de prova, os candidatos não poderão manter em seu poder relógios, armas e aparelhos eletrônicos (telefone celular, calculadora, agenda eletrônica, etc.), devendo entregá-los ao aplicador de provas antes do início da prova. O candidato que estiver portando qualquer desses instrumentos durante a realização da prova será eliminado do Teste Seletivo.

3.3.3 O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para a folha de respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste Edital, e, se for o caso, em Edital Complementar, na capa do caderno de provas e na folha de respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato.

3.3.15 Não será permitido ao candidato, durante a realização das provas, ausentar-se do recinto, a não ser em casos especiais e acompanhado de um fiscal ou membro componente da equipe de aplicação do Teste Seletivo.

3.3.4 O candidato somente poderá se retirar do local de realização das provas levando o caderno de questões no decurso dos últimos quinze minutos anteriores ao horário determinado para o término das provas. O caderno de questões e o gabarito oficial da prova objetiva ficarão à disposição dos interessados, no site da Prefeitura Municipal de Curiúva (www.curiuva.pr.gov.br), a partir do dia 23 de setembro de 2013 até as 10h00min, pelo período de 10 (dez) dias úteis.

3.3.16 Não será permitida ao candidato a consulta a nenhum tipo de material durante a realização da prova, inclusive legislação seca, nem o uso de calculadora para a resolução das questões.

3.3.5 Não haverá segunda chamada para as provas.

3.3.18 Constatada a qualquer tempo, por meio eletrônico, estatístico, visual ou grafológico, a utilização pelo candidato de procedimentos ilícitos, a prova será objeto de anulação e automaticamente o candidato será eliminado do Teste Seletivo, sem prejuízo das cominações legais civis e criminais deles decorrentes.

3.3.6 A ausência do candidato, por qualquer motivo, inclusive doença ou atraso, implicará na sua eliminação do Teste Seletivo.

3.3.19 Será eliminado o candidato que, durante a aplicação das provas, praticar atos contra as normas ou disciplinas.

3.3.7 Para a realização das provas, os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 3.3.8 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários. 3.3.9 A duração da Prova Objetiva será de 03 (três) horas, incluído aí o tempo para o preenchimento do cartão-respostas. O controle do tempo de aplicação da prova e as informações a respeito do tempo transcorrido, durante a realização da prova, serão feitos pelos fiscais de sala. 3.3.10 O candidato somente poderá retirar-se da sala de prova após 01 (uma) hora do início da Prova Objetiva, devendo, antes de retirar-se do recinto da sala, entregar aos fiscais o caderno de prova e o cartãorespostas.

3.3.20 Os candidatos só poderão deixar a sala de provas com autorização do fiscal, mesmo que tenham desistido do Teste Seletivo, não podendo levar consigo o Caderno de Questões. 3.3.21 Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala e somente poderão sair juntos do recinto, após aposição em ata de suas respectivas assinaturas ou nos envelopes que serão lacrados com as provas e os gabaritos. 3.3.22 O Gabarito da Prova será divulgado no primeiro dia útil subsequente à data da realização das provas, no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 3.3.23 Os candidatos deverão alcançar no mínimo 40% (quarenta por cento) do total final das provas, para serem aprovados e classificados neste Teste Seletivo nº 002/2013. 3.4 DATA DE REALIZAÇÃO, HORÁRIO E LOCAL:

3.3.11 São documentos oficiais de identidade aqueles descritos no item 1.26 deste Edital. 3.3.12 Os documentos para ingresso na sala de prova, especificados no subitem anterior, devem estar em perfeitas condições e devem permitir, com clareza, a identificação dos candidatos. 3.3.13 Em caso de perda ou roubo de documentos, o candidato será admitido para realizar as provas, desde que apresente o boletim de ocorrência ou comprovante do pedido de 2ª via e tenha se apresentado no local

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

3.3.17 Ao terminar as provas o candidato deverá entregar ao aplicador da prova, obrigatoriamente, o caderno de provas e o cartão-resposta devidamente assinado, salvo o contido no item 3.3.4.

3.4.1 A prova objetiva realizar-se-á no dia 22 de setembro de 2013, às 14h30min, em local a ser divulgado no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município com antecedência de, no mínimo, 05 (cinco) dias. 3.4.2 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Teste Seletivo, divulgados no mural de avisos existente da sede do Departamento AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

9

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Teste Seletivo. 3.4.3 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, ou seja, os portões serão fechados às 14h00min, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários. 3.4.4 Os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, ou seja, até as 14h00min (quatorze horas), portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 3.5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: 3.5.1 Os CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS, contendo os pontos esmiuçados, constam no Anexo IV deste Edital. 3.6 OBSERVAÇÕES: 3.6.1. A PROVA DE TÍTULOS é destinada aos cargos de Dentista do PSF, Enfermeiro do PSF, Farmacêutico do PSF, Fisioterapeuta do PSF, Médico do PSF e Psicólogo do PSF deste Edital, conforme FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS – Anexo III, e será considerada somente para fins de classificação. 3.6.2. Os documentos comprobatórios de cursos na respectiva área de atuação solicitada, conforme FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS – Anexo III, deverão ser entregues, mediante protocolo, nos dias 23/09/2013 e 24/09/2013, no Departamento Municipal de Saúde situada na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente da municipalidade. 3.6.3. Não serão aceitos e considerados quaisquer documentos entregues fora do prazo previsto na convocação que se refere o item anterior. 3.6.4. Os títulos deverão ser apresentados em cópias autenticadas e perfeitamente legíveis ou mesmo em original, porém, em qualquer destas condições não serão devolvidos aos candidatos após a necessária avaliação. 3.6.5 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Teste Seletivo, divulgados no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Teste Seletivo. 3.6.6 Os portões do local de prova serão fechados, impreterivelmente, 30 (trinta) minutos antes do horário de início das provas, ou seja, os portões serão fechados às 14h00min, não sendo permitida a entrada ao local de provas de candidatos retardatários.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

10

ESTADO DO PARANA 3.6.7 Os candidatos deverão comparecer ao local de prova 30 (trinta) minutos antes do horário de início, ou seja, até as 14h00min (quatorze horas), portando o original do documento oficial de identidade, cartão de identificação fornecido no ato de inscrição, caneta esferográfica escrita grossa cor preta ou azul, lápis e borracha, sendo vedada a utilização de quaisquer meios auxiliares. 4 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO: 4.1 OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO PARA OS CARGOS: Agente Comunitário de Saúde do PSF, Agente de Endemias do PSF, Secretário / Recepcionista do PSF e Técnico de Enfermagem do PSF são: 4.1.1 Prova objetiva com 50 (cinqüenta) questões objetivas a que se referir este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez). 4.1.2 No caso de empate no resultado final adotar-se-á como critério para desempate a idade do candidato, sendo melhor classificado o candidato mais idoso. 4.1.3 Terminada a avaliação das provas, o INSTITTUTO CG apresentará relatório ao Prefeito Municipal, para fins de homologação e publicação dos resultados no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, contendo o nome dos aprovados, respectivas notas e classificação. 4.2 OS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO/PONTUAÇÃO PARA OS CARGOS: Dentista do PSF, Enfermeiro do PSF, Farmacêutico do PSF, Fisioterapeuta do PSF, Médico do PSF e Psicólogo do PSF são: 4.2.1 Prova objetiva com 50 (cinqüenta) questões objetivas a que se referir este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez). 4.2.2 Avaliação de Títulos com pontuação no intervalo de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), conforme Ficha de Avaliação de Títulos – Anexo III. 4.2.3 Terão seus títulos avaliados somente os candidatos que forem aprovados neste Teste Seletivo nº 002/2013, conforme item 3.3.23 deste Edital. 4.2.4 No caso de empate no resultado final adotar-se-á como critério para desempate a idade do candidato, sendo melhor classificado o candidato mais idoso. 4.2.5 O Resultado Final do Teste Seletivo para os cargos que não se aplica a Avaliação de Títulos, serão definidos a partir da pontuação obtida pelos candidatos na única fase, qual seja, pela Nota da Prova Objetiva. 4.2.5.1 O Resultado Final do Teste Seletivo para aqueles que se aplica a Avaliação de Títulos será definido a partir das pontuações obtidas pelos candidatos nas duas fases, aplicando-se a seguinte média aritmética final: MÉDIA FINAL:

(Prova Objetiva x 2) + (Avaliação de Títulos x 1)

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


C9

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

11

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

3 4.2.6 Terminada a avaliação das provas e dos títulos, o INSTITTUTO CG apresentará relatório ao Prefeito Municipal, para fins de homologação e publicação dos resultados no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, contendo o nome dos aprovados, respectivas notas e classificação. 5 DOS RECURSOS:

5.11 Apreciados e decididos os recursos, não será concedida revisão, segunda chamada, vistas ou recontagem de pontos. 6 OUTRAS INFORMAÇÕES: 6.1 Após a divulgação da Homologação do Resultado Final Conclusivo do Teste Seletivo, o candidato que for convocado será submetido a exame médico pré-admissional. 6.2 É facultado ao candidato, quando da convocação, optar pelo final de lista, por uma única vez, alertando-se, porém, que pode ocorrer o término da validade do Teste Seletivo, sem o aproveitamento do candidato.

5.1 Serão admitidos recursos relativos: a) ao indeferimento do pedido de isenção de inscrição, na forma prevista no item 1.6.9 deste Edital; a) ao indeferimento do pedido de inscrição, na forma prevista no item 5.2 deste Edital; b) à formulação, conteúdo de questão e gabarito da prova objetiva; c) a erro material verificado nas publicações dos resultados.

6.3 O prazo de validade deste Teste Seletivo será de 02 (dois) anos, contados a partir da data da publicação da respectiva homologação no Diário Oficial do Município de Curiúva, podendo, a critério, interesse e conveniência do Município de Curiúva, ser prorrogado por igual período.

5.2 Caberá recurso relativo à inscrição que não conste na relação das inscrições deferidas, no prazo de 02 (dois) dias úteis contados da data da divulgação da relação de inscrições deferidas, o qual deverá ser protocolado junto ao Departamento Municipal de Saúde.

6.4 A aprovação do candidato no Teste Seletivo implicará em sua investidura, cujo ato dependerá de convocação pelo Senhor Prefeito Municipal de Curiúva, ante a disponibilidade financeira e orçamentária, nos termos estabelecidos pela Lei Complementar nº 101/2000 – Lei de Responsabilidade Fiscal.

5.3 Para interpor os recursos previstos neste Edital, o candidato deverá expor com precisão a matéria ou ponto de insurgência, mediante razões claras, consistentes e fundamentadas.

6.5 Os empregos públicos de Medico do PSF, Enfermeiro do PSF e Técnico de Enfermagem do PSF serão lotados e designados pelo Chefe do Poder Executivo Municipal, considerando as necessidades de cada Comunidade/Equipe PSF descrita neste edital e na Lei Municipal nº 1212/2013, obedecendo a quantidade de vagas previstas no Anexo da referida Lei.

5.4 Somente será apreciado o recurso devidamente fundamentado. 5.5 Os recursos previstos no item 5.1 deverão ser protocolados junto ao Departamento Municipal de Saúde, até às 17:30 horas do segundo dia útil após a publicação do ato impugnado.

6.6 O candidato aprovado compromete-se a manter atualizado o seu endereço junto á Prefeitura Municipal de Curiúva. A não atualização poderá gerar prejuízos ao candidato, sem nenhuma responsabilidade para o Município. A atualização cadastral deve ser feita por escrito e assinada pelo candidato.

5.6 Os recursos que forem encaminhados por via postal comum, via fax ou via correio eletrônico, não serão recebidos e nem conhecidos. 5.7 O recurso deverá ser dirigido ao Supervisor de Teste Seletivos da Prefeitura Municipal de Curiúva que o remeterá para julgamento a ser proferido pelo INSTITUTO CG. O resultado do julgamento do recurso será divulgado no mural de avisos existente da sede do Departamento Municipal de Saúde e no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 5.8 Se, por força de decisão favorável aos recursos, houver modificação do gabarito oficial da prova objetiva, os cartões-respostas serão reanalisados de acordo com o gabarito definitivo, não se admitindo recurso dessa modificação.

6.7 O candidato que, no ato da inscrição fizer declaração inverídica ou falsa, ficará sujeito às sanções penais aplicáveis à falsidade da declaração, nos termos do Código Penal Brasileiro. 6.8 A inscrição do candidato importará no conhecimento das presentes instruções e na aceitação integral das condições previstas para o Teste Seletivo. As demais condições estão estabelecidas no Regulamento Geral de Teste Seletivo do Município de Curiúva. 6.9 Os casos omissos serão resolvidos pela Supervisão de Teste Seletivo, após parecer consultivo emitido pela empresa organizadora deste Teste Seletivo.

5.9 Os pontos relativos às questões porventura anuladas serão atribuídos a todos os candidatos que fizeram a prova. Se houver alteração, por força de impugnações de item integrante da prova, essa alteração valerá para todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

6.10 Ficarão à disposição dos candidatos e interessados no site da Prefeitura (www.curiuva.pr.gov.br), os seguintes documentos: a) Formulário de Inscrição; b) Regulamento Geral de Teste Seletivo do Município de Curiúva (Decreto Municipal nº 023/2013); c) Edital nº 002/2013 do Teste Seletivo nº 002/2013 e seus anexos – RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 001/2013 d) Edital nº 001/2013 do Teste Seletivo nº 002/2013 e seus anexos;

5.10 Não serão admitidos recursos relativos ao preenchimento incompleto, equivocado ou incorreto do cartão-respostas.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

12

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

13

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

e) Lei Orgânica do Município de Curiúva; f) Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. 6.11 É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito, acompanhar a publicação ou divulgação dos atos concernentes ao Teste Seletivo, divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município, obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste Edital e nos que forem publicados durante a execução do Teste Seletivo. 6.12 A BANCA EXAMINADORA será composta por pessoas indicadas pelo INSTITUTO CG e nomeadas pelo Prefeito Municipal e o SUPERVISOR DE TESTE SELETIVO será nomeado pelo Prefeito, através de Decreto.

ANEXO I – QUADRO DE VAGAS Total de Vagas

09 06 06 13

Cargo Agente Comunitário de Saúde – VILA ESPERANÇA. (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência. Agente Comunitário de Saúde – FELISBERTO (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência. Agente Comunitário de Saúde – ALECRIM (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência. Agente Comunitário de Saúde – CENTRO DE SAÚDE. (*) 02 (duas) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência. Agente Comunitário de Saúde – TABOÃO Agentes de Endemias do PSF (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência.

6.13 A empresa organizadora deste Teste Seletivo, Instituto CG, disponibilizará, nos dias de inscrição, na sede do Departamento Municipal de Saúde situada na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente, funcionário visando prestar orientações aos candidatos, além de receber os requerimentos previstos neste edital.

04

02

Dentista do PSF

6.14 Os cadernos de provas e gabaritos utilizados para fins de avaliação e classificação dos candidatos detém interesse administrativo apenas pelo período de execução e organização deste teste (guarda temporária) e não serão mantidos em arquivos, retidos ou guardados após a publicação da homologação deste teste seletivo, salvo aqueles que foram objeto de recurso.

06

Enfermeiro do PSF (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência.

02

Farmacêutico do PSF

02

Fisioterapeuta do PSF

06

Médico do PSF (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência.

01

Psicólogo do PSF

01

Secretário / Recepcionista do PSF

09

Técnico em Enfermagem do PSF (*) 01 (uma) vaga reservada p/ pessoa c/ deficiência.

6.15 CRONOGRAMA DO TESTE SELETIVO: O Teste Seletivo será realizado dentro do CRONOGRAMA - ANEXO II, onde os documentos serão publicados no Diário Oficial do Município e no site da Prefeitura (www.curiuva.pr.gov.br). 7 OUTRAS INFORMAÇÕES: 7.1 Todos os atos do Teste Seletivo para a contratação de empregos públicos no Quadro de Pessoal da Prefeitura Municipal de Curiúva - Edital nº 002/2013 - serão divulgados no mural de avisos existente na sede do Departamento Municipal de Saúde, no site da Prefeitura: www.curiuva.pr.gov.br e no Diário Oficial do Município. 7.2 Os interessados poderão obter informações deste Edital, junto ao Departamento Municipal de Saúde situada na Rua Alberto Martins Borges, nº 262, Centro, na cidade de Curiúva - Paraná, no horário de expediente, de segunda à sexta-feira. O Edital e seus anexos não serão fornecidos pela Prefeitura Municipal ou pela empresa executora do Teste Seletivo, porém estará disponível aos interessados no site www.curiuva.pr.gov.br.

14

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

06

Exigência para Provimento

Vencimento

C.H.S. (horas)

Inscrição (R$)

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

Ensino Fundamental Completo

R$ 678,00

40h00m

60,00

R$ 2.200,00

40h00m

90,00

R$ 2.058,00

40h00m

90,00

R$ 1.950,00

40h00m

90,00

R$ 1.400,00

20h00m

90,00

R$ 5.205,00

40h00m

90,00

R$ 1.400,00

20h00m

90,00

R$ 678,00

40h00m

60,00

R$ 998,00

40h00m

60,00

Ensino Superior Completo com formação em Odontologia e inscrição no CRO Ensino Superior Completo com formação em Enfermagem e inscrição no COREN Ensino Superior Completo com formação em Farmácia e inscrição no CRF Ensino Superior Completo com formação em Fisioterapia e inscrição no CREFITO Ensino Superior Completo com formação em Medicina e inscrição no CRM Ensino Superior Completo com formação em Psicologia e inscrição no CRP Ensino Fundamental Completo Ensino Médio Completo com Curso de Técnico de Enfermagem e inscrição no COREN

Curiúva, em 21 de agosto de 2.013.

CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

Curiúva, em 21 de agosto de 2.013.

CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

ANEXO II – CRONOGRAMA AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

15

16

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA

ATOS DO TESTE SELETIVO Entrega do Edital de Reabertura do Teste Seletivo Publicação do Edital de Abertura do Teste Seletivo Reabertura do prazo para inscrições Início do prazo para requerer isenção da taxa de inscrição Término do prazo para requerer isenção da taxa de inscrição Entrega dos Editais das isenções da taxa deferidas e indeferidas Publicação dos Editais das isenções de taxa deferidas e indeferidas Data para recurso sobre o indeferimento de isenção Entrega dos Editais do resultado dos recursos sobre isenção Publicação dos Editais do resultado dos recursos sobre isenção Término do prazo para inscrições Entrega da relação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação Publicação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação Início para recurso sobre o indeferimento da inscrição Término para recurso sobre o indeferimento da inscrição Entrega das inscrições deferidas e indeferidas - homologação final e Convocação das provas Publicação das inscrições deferidas e indeferidas - homologação final Convocação das provas Realização das Provas Escritas Objetivas Início do prazo para recebimento dos Títulos para Avaliação Publicação das provas e gabaritos Término do prazo para recebimento dos Títulos para Avaliação Início do prazo p/ recebimento de recursos sobre Provas e Gabaritos Término do prazo p/ recebimento de recursos sobre Provas e Gabaritos Resultado das Provas Objetivas e da Avaliação de Título Resultado dos recursos sobre a Prova Objetiva e Gabaritos e resultado da análise da Avaliação de Títulos Início p/ recurso sobre Resultado da Prova Objetiva e sobre Avaliação de Títulos Término p/ recurso sobre Resultado da Prova Objetiva e sobre Avaliação de Títulos Entrega do resultado dos recursos sobre o Resultado da Prova Objetiva e sobre recursos da Avaliação de Títulos Publicação do resultado dos recursos sobre o Resultado da Prova Objetiva e sobre recursos da Avaliação de Títulos Resultado Final Conclusivo Homologação do Teste Seletivo

C10

ESTADO DO PARANA DATA PREVISTA 21/08/2013 21/08/2013 22/08/2013 22/08/2013 27/08/2013 28/08/2013 29/08/2013 30/08/2013 02/09/2013 03/09/2013 04/09/2013 09/09/2013 10/09/2013 11/09/2013 12/09/2013 13/09/2013 14/09/2013 14/09/2013 22/09/2013 23/09/2013 23/09/2013 24/09/2013 24/09/2013 25/09/2013 02/10/2013 02/10/2013

FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS DO TESTE SELETIVO nº 002/2013 – CURIÚVA – PR PONTOS POR TÍTULO

TÍTULO

Certificado de Conclusão do Curso de Doutorado Certificado de Conclusão do Curso de Mestrado Certificado de Conclusão do Curso de Especialização (pós-graduação lato sensu)

QTDE. TÍTULOS

TOTAL DE PONTOS POR TÍTULO

5,0 3,0 2,0

TOTAL OBSERVAÇÕES: - A pontuação máxima global permitida é de 10 (dez) pontos; - Os certificados deverão ser apresentados em fotocópia devidamente autenticada e deverão guardar direta relação com as atribuições do cargo em Teste Seletivo; - Os documentos exigidos como requisitos para provimento do cargo não serão considerados para fins de avaliação de títulos.

BANCA EXAMINADORA:

03/10/2013 04/10/2013 07/10/2013 08/10/2013 08/10/2013 09/10/2013

Curiúva, em 21 de agosto de 2.013. CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

ANEXO III - FICHA DE AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

ANEXO IV – CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

17

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA ITEM 01 02 03 04 05 06

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

PROVA OBJETIVA:

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

07

ITEM 01

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE DO PSF AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE DO PSF 38 (trinta e oito) vagas, conforme a Equipe do PSF 40 (quarenta) horas semanais R$ 678,00 Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais, 11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. O Sistema Único de Saúde (S.U.S.); História do PACS/ESF; O Agente Comunitário de Saúde um agente de mudanças; Trabalhar em equipe; Programa Saúde da Família (PSF) (PACS). Saúde da mulher. Saúde da criança. Saúde do adulto. Saúde do idoso. Competências e habilidades do Agente Comunitário de Saúde: (Cadastramento as famílias); Territorialização (área e microárea) e epidemias; O diagnóstico comunitário; Planejamento; Meio Ambiente: (Água, solo e poluição); Doenças mais comuns na comunidade: Doenças Transmissíveis e Não Transmissíveis, (Tuberculose, Hanseníase, DST/AIDS, Hipertensão Arterial, Diabetes, Neoplasias, Saúde Mental); Saúde Bucal; Alimentação e Nutrição; A saúde nas diversas fases da vida: (Transformações do Corpo Humano, Planejamento Familiar, Gestação, Pré-Natal e o ACS, Riscos na Gravidez, Direito da Gestante, cuidados básicos ao recém-nascido, imunização, Puerpério: Um tempo para o Resguardo, Direitos da Criança, aleitamento materno, critérios de Risco Infantil, Crescimento e Desenvolvimento, Doenças mais Comuns na Infância, Acidentes e Violência à Criança, Puberdade e Adolescência Métodos contraceptivos, Direito e saúde do Idoso, Prevenção de Acidentes); Educação em saúde. Dengue. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – AGENTE DE ENDEMIAS DO PSF CARGO:

AGENTE DE ENDEMIAS DO PSF

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

18

ESTADO DO PARANA 02 03 04

VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

05

06 (seis) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 678,00 Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Princípios do Sistema Único de Saúde. SUS. Participação social no Sistema Único de Saúde. Promoção, prevenção e proteção à saúde. Noções de Vigilância à Saúde, Vigilância Epidemiológica e Controle de Doenças. Ações de Educação em Saúde na Estratégia Saúde da Família. Ações de Educação em saúde. Competências da União, Estados, Municípios e Distrito Federal na área de vigilância em saúde, doenças de notificação compulsória, agravos à saúde e afecções, doenças parasitológicas, Dengue, Malária, tuberculose, Leishmaniose, doenças de Chagas, Leptospirose, hepatites. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO DENTISTA DO PSF

01 02 03 04 05

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO

DENTISTA DO PSF 02 (duas) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 2.200,00

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


C11

EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

19

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA PROGRAMÁTICO:

ESTADO DO PARANA

Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Anatomia; Anestesiologia bucal; Atualidades sobre saúde pública; Atualidades sobre odontologia geral; Atualidades sobre intervenção odontológica à gestante e ao idoso; Cirurgia e Traumatologia bucal; Clínica odontológica; Dentística; Educação em saúde bucal; Endodontia; Farmacologia e Terapêutica aplicada à odontologia; Fisiologia; Microbiologia oral; Noções básicas de cariologia; Odontopediatria; Odontologia Social e Preventiva; Ortodontia preventiva; Periodontia; Prótese; Radiologia; Saúde Coletiva; Semiologia; Técnicas de Escovação. LEI ORGÂNICA DO

INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situaçõesproblema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Anatomia, fisiologia humana; microbiologia, parasitologia, Biologia Celular; Prevenção e controle de infecções. Prevenção de agravos. Atuação da Enfermagem na detecção e no controle de doenças; Introdução à Enfermagem: Origem e evolução da Enfermagem. Aspectos legais e éticos de exercício da Enfermagem, bioética, o ambiente de trabalho. Técnicas básicas de Enfermagem; Enfermagem Médico–Cirúrgica: Assistência de Enfermagem em situações de urgência e emergência; primeiros socorros; Assistência ao paciente na transfusão sanguínea; distúrbios respiratórios, cardiovasculares, gastrointestinais, endócrinos, imunológicos, musculoesqueléticos e doenças da pele; Atuação de enfermagem em Centro Cirúrgico e em Central de Material; Enfermagem neonatologia e pediatria; pré– natal, obstetrícia, aleitamento materno; Políticas de saúde: noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS, Imunizações, Programa Nacional de Imunização (Tipos de vacinas, Composição, conservação ‐rede de frio, indicação e contraindicação, prazo de validade após abertura do frasco, doses e vias de administração). Programa Saúde da Família; Programa de atenção básica, Hipertensão e Diabetes Mellitus, Planejamento Familiar, Saúde do Idoso. Parâmetros para o funcionamento do SUS, promoção à saúde; Leis do SUS, NOAS, Lei Orgânica, epidemiologia; CCIH, Isolamento, Gerenciamento de resíduos de serviço de saúde; NR32, Ricos Biológicos; Sistematização da Assistência em Enfermagem (SAE); Saúde mental, administração na enfermagem; Unidade de Terapia Intensiva adulto, neonatologia e pediatria; Queimaduras; tipos de curativos; Dengue, Doenças Sexualmente transmissíveis; Doenças infectocontagiosas; Genética, segurança do paciente, doenças de notificação compulsória, Farmacologia aplicada à enfermagem. Auditoria e Qualidade da assistência de enfermagem. Dimensionamento do Quadro de Profissionais de Enfermagem. LEI

MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – ENFERMEIRO DO PSF

01 02 03 04 05 06

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

PROVA OBJETIVA:

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

07

ENFERMEIRO DO PSF 06 (seis) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 2.058,00

ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais, 11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes, 13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal, 16. Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração, 18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem.

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – FARMACÊUTICO DO PSF

01 02 03 04 05

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO

21

Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais, 11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes, 13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal, 16. Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração, 18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situaçõesproblema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Farmacocinética; Mecanismos de ação das drogas; Grupos farmacológicos: Anti-hipertensivos, Antibióticos, Anti Inflamatórios, Drogas que atuam no Sistema Nervoso Central; Noções de toxicologia; Padronização de medicamentos; Material médico-hospitalar; Política Nacional de Medicamentos; Medicamentos genéricos (Lei 9787/99); Assistência Farmacêutica (Gerenciamento farmacêutico e atenção farmacêutica); Ética e Legislação Profissional. SUS – Princípios, diretrizes e normatização (Leis 8.080 e 8.142/ 90). Resolução 417/2004 CFF; aprova o Código de ética da profissão farmacêutica. -Resolução 461/2007 CFF; sanções éticas e disciplinares aplicadas aos farmacêuticos. -Lei 8080/90; dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde. -Portaria n533/2012; Estabelece o elenco de medicamentos e insumos da RENAME no âmbito do SUS. -RDC 44/2009; Boas práticas farmacêuticas em farmácias e drogarias. -Portaria GM/MS 399/2006; Pacto pela saúde. -RDC 20/2011; dispõe sobre o controle de medicamentos à base de substâncias classificadas como antimicrobianos, de uso sob prescrição, isoladas ou em associação. -Resolução n573 e 574/2013 CFF; que trata sobre a atividade dos farmacêuticos na área estética e autorização para aplicação de vacinas em farmácias e drogarias. Atenção farmacêutica; Resíduos de serviços de saúde; SNGPC. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – FISIOTERAPEUTA DO PSF

01 02 03 04 05 06

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

PROVA OBJETIVA:

FISIOTERAPEUTA DO PSF 02 (duas) vagas 20 (vinte) horas semanais R$ 1.400,00

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo.

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

FARMACÊUTICO DO PSF 02 (duas) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 1.950,00

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

ESTADO DO PARANA PROGRAMÁTICO:

A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

20

22

ESTADO DO PARANA LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais, 11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Origem e função da Fisioterapia; Fundamentos Científicos; Base Científica da Terapia; Eletroterapia aplica à Fisioterapia; Técnicas e Recursos Terapêuticos manuais; Fisioterapia aplicada à oncologia; Fisioterapia ortopédica; Fisioterapia Respiratória; Fisioterapia na Reabilitação Cardíaca e Fisioterapia Neurológica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

08

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - MÉDICO DO PSF

01 02 03 04 05

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

MÉDICO DO PSF 06 (seis) vagas 40 (quarenta) horas semanais R$ 5.205,00

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR


EDITAIS sexta-feira, 23 de agosto de 2013 - edição 832

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

23

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Doenças infectoparasitárias. Acidentes com animais peçonhentos. Calendário vacinal. Clinica médica básica: cardiologia, pneumologia, nefrologia, gastroenterologia, endocrinologia, neurologia, anemias, depressão, transtorno obsessivo-compulsivo, ansiedade, septicemia. Pediatria básica: alimentação infantil, controle de nutrição, crescimento e desenvolvimento, puericultura. Ginecologia e obstetrícia: avaliação pré-natal, puerpério, doença inflamatória pélvica, colpocitologia oncótica, neoplasias ginecológicas, doenças sexualmente transmissíveis. Clinica cirúrgica básica: politraumatizados, queimaduras, abdome agudo, ferimentos cortocontusos. Profilaxia antitrombótica. Farmacologia. Antibióticos. Ética médica. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva. A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – PSICÓLOGO DO PSF

01 02 03 04 05 06

07

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

PROVA OBJETIVA:

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. A Psicologia no contexto da Saúde Pública. Políticas Públicas na saúde; Legislação Básica do SUS (Constituição Federal /88, Seção II - Da Saúde, Lei Federal n°. 8.080, de 19/09/1990 e Lei Federal n°. 8.142 de 26/1 2/1 990); Saúde Coletiva e Programa de Saúde da Família – PSF. O psicólogo no PSF; Psicopatologia

05 06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

25

40 (quarenta) horas semanais R$ 998,00 Prova Objetiva 50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Biologia, anatomia, fisiologia humana e Programa de Saúde; Higiene e Profilaxia; Microbiologia e Parasitologia; Nutrição e Dietética; Introdução a Enfermagem; Métodos de Coleta de Material; Enfermagem em centro de material e esterilização; centro cirúrgico; Doenças Sexualmente Transmissíveis. Ginecologia e obstetrícia; urgência e emergência; primeiros socorros; procedimentos básicos de enfermagem; administração na saúde de enfermagem; saúde mental; segurança do trabalho; psicologia aplicada à enfermagem; enfermagem em Saúde coletiva; Vacinação (Tipos de vacinas, Composição, conservação ‐rede de frio, indicação e contraindicação, prazo de validade após abertura do frasco, doses e vias de administração); Código de ética em enfermagem, cálculos de medicação, Saúde da criança e do adolescente, Assistência ao paciente na transfusão sanguínea, Políticas de saúde: noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS, Parâmetros para o funcionamento do SUS, promoção à saúde; Leis do SUS, NOAS, Lei Orgânica, epidemiologia Programa Saúde da Família; Programa de atenção básica, Hipertensão e Diabetes Mellitus, Planejamento Familiar, Saúde do Idoso, Introdução à enfermagem, técnicas básicas de enfermagem. Métodos contraceptivos. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

Curiúva, 21 de agosto de 2013. CRISTIANE GAVLETA Instituto CG

Avaliação de Títulos

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO – SECRETÁRIO / RECEPCIONISTA DO PSF

01 02 03 04 05

CARGO: VAGAS: CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

AMADEU DE JESUS DA SILVA Prefeito Municipal de Curiúva

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

SECRETÁRIO / RECEPCIONISTA DO PSF 01 (uma) vaga 40 (quarenta) horas semanais R$ 678,00 Prova Objetiva

50 (cinquenta) questões objetivas e de aplicação prática no desempenho do cargo que se refere este Teste Seletivo, valendo cada uma 0,2 (dois décimos) de ponto, perfazendo o total máximo possível de pontos igual a 10,0 (dez), conforme o conteúdo programático abaixo. LÍNGUA PORTUGUESA (conforme as Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa). 1. Interpretação de Textos 2. Ortografia, 3. Divisão silábica, 4. Encontros vocálicos e consonantais. 5. Acentuação, 6. Emprego de crase, 7. Pontuação, 8. Flexão nominal, 9. Flexão verbal, 10. Emprego dos verbos impessoais,11. Vozes verbais (transformação),12. Uso e colocação de pronomes,13. Concordância Nominal, 14. Concordância Verbal, 15. Regência nominal,16.Regência verbal, 17. Análise sintática: termos da oração,18.Frase, Oração, Período: processo de coordenação e subordinação, 19. Emprego das conjunções. 20. Semântica: significação das palavras, sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos, polissemia, denotação e conotação. Figuras de linguagem. INFORMÁTICA. Componentes básicos de um computador. Periféricos de computadores. Microcomputadores. Windows, Sistema operacional MS-DOS. Hardware e Software. Editores de Texto. Planilhas Eletrônicas. Programas de apresentação. Internet. RACIOCÍNIO LÓGICO. Resolução de situações-problema. MATEMÁTICA. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem: regra de três simples. QUESTÕES DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO. Noções básicas Administração pública e Serviços Públicos; Ética profissional, Segurança e Sigilo e qualidades necessárias à profissão; Responsabilidade e comportamento empresarial; Princípios da Gestão Pública; Princípios dos Serviços Públicos; Normas e técnicas para correspondência; Poderes Administrativos, disciplinar e hierárquico; Clima Organizacional; Comportamento Organizacional; Qualidade de Vida no Trabalho; Responsabilidade Social e Ambiental. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

06

PROVA OBJETIVA:

07

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

ITEM

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO - TÉCNICO DE ENFERMAGEM DO PSF

01 02

CARGO: VAGAS:

TÉCNICO DE ENFERMAGEM DO PSF 09 (nove) vagas

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

ESTADO DO PARANA CARGA HORÁRIA: VENCIMENTO: CRITÉRIO DE AVALIAÇÃO:

A pontuação terá escala de 0 (zero) a 10,0 (dez), conforme tabela de pontuação por título relacionada no Anexo III – Ficha de Avaliação de Títulos.

08

Prova Objetiva e Avaliação de Títulos

AV. ANTONIO CUNHA, 365 – FONE FAX (43) 3545-1222 – CEP 84280-000 – CURIÚVA – PR

03 04

geral. O Exame do Estado Mental- interpretação de sinais e sintomas. A reforma psiquiátrica e a saúde mental. Teorias e técnicas psicoterápicas. Acompanhamento e tratamento a pessoas portadoras de deficiências e seus familiares. Ações preventivas em saúde. Psicofarmacologia; Código de Ética Profissional do Psicólogo. LEI ORGÂNICA DO MUNICÍPIO DE CURIÚVA. Lei Municipal nº 684/1998 - Estatuto dos Servidores Municipais de Curiúva.

PSICÓLOGO DO PSF 01 (uma) vaga 20 (vinte) horas semanais R$ 1.400,00

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURIÚVA

24

ESTADO DO PARANA

ESTADO DO PARANA

08

C12

Correio Notícias - Edição 832  

Correio Notícias - Edição 832

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you