Page 1

Carlos Rosário Área de Projecto 5ºF Escola Básica de Álvaro Velho, Lavradio


Índice  Morfologia  Distribuição  Reprodução  Alimentação  Curiosidades  Fontes


Morfologia  Tem a plumagem totalmente preta e, na época de cria ,

apresenta uma pequena crista Grande, escuro e parecido com um réptil.  Na Primavera tem queixo e bochechas brancas, uma mancha branca na coxa e (durante um curto período) uma quantidade de plumas esbranquiçadas na parte de trás da cabeça.


Distribuição  Espécie bastante espalhada que habita cinco

continentes. São principalmente marinhos mas evitam o mar tempestuoso. Preferem águas costeiras pouco profundas e estuários.  Também visitam albufeiras, rios, etc..


Reprodução É uma espécie colonial que pode juntar-se em grupos de milhares de casais. Reproduz-se frequentemente em colónias mistas com a Garça-cinzenta (Ardea cinerea). Os ninhos localizam-se em ilhas rochosas, falésias ou em árvores, geralmente perto de água, e são reutilizados em anos sucessivos.


Alimentação  Alimenta-se quase exclusivamente de peixe mas

também de crustáceos e anfíbios. Obtém o alimento enquanto nada debaixo de água, mergulhando a partir da superfície. Mergulha geralmente a pouca profundidade podendo, no entanto, atingir os 9 metros de profundidade. A sua necessidade diária de alimento está estimada em cerca de 750 gramas de peixe.


Curiosidades Voam batendo as asas como um ganso interrompendo com alguns pequenos voos planados. Normalmente voa alguns metros acima do mar. No ninho faz um barulho cavo e gutural, de resto ĂŠ silencioso.


Fontes ď‚— http://www.aguaonline.net/gca/?id=189

3 Corvo-marinho-de-crista carlos  

Carlos Rosário Área de Projecto 5ºF Escola Básica de Álvaro Velho, Lavradio Índice  Morfologia  Distribuição  Reprodução  Alimentação ...