Page 1

News

#1 Março 2014

ENGINEERING STRUCTURES FOR LIFE As turbulências que se foram estabelecendo no interior das entidades financeiras, governos e no mundo em geral, não nos mostram, presentemente, tendências ou sinais de interpretação minimamente seguros do futuro nas sociedades e nos povos. O que parece certo, ou até obvio, é que as empresas de consultoria e de engenharia serão sustentáveis na medida em que serão cada vez mais internacionais, no sentido que as suas operações serão realizadas em novos e diferentes países, com diferentes empresas e diferentes clientes. Esta mudança de paradigma exige mais e diferentes esforços, mais gestão e mais diversidade de competências. A decisão pela Internacionalização e pela entrada em novos mercados deverá ser enquadrada como um investimento estratégico, tendo-se a consciência de que é um processo longo e duradouro e que acarreta em si riscos excecionais. O processo de internacionalização deverá ser assegurado por uma forte base operacional em Portugal, rica em competências de gestão, a quem será certamente exigida uma gestão segura e eficiente das alianças estratégicas e complementares com outras empresas, a gestão de projetos em todas as suas vertentes, e ainda a avaliação, gestão e controlo de todos os riscos associados aos projetos e construção dos mesmos. O processo de internacionalização será complementado com o estabelecimento de parcerias locais ou com a alocação de colaboradores no local, a quem será exigida uma rápida aprendizagem e adaptação às realidades sociais, políticas e culturais de cada local. O GEG tem vindo a definir o seu caminho em função do mundo que o rodeia e das perspetivas de negócio, sem atender a obstáculos geográficos ou físicos, compreendendo e dando resposta à necessidade de se manter próximo, tanto na atividade comercial junto do cliente como na fase de projeto e construção, junto ao local da obra. No entanto, o processo de internacionalização não é, na sua maioria, simples e fácil. Muitas vezes, corre mal, acarretando em si graves consequências financeiras. O caminho pode passar, nestes casos, pela difícil decisão da saída do país, quando não se perceciona futuro empresarial, mesmo depois de fortes investimentos ainda sem retorno. Deve-se manter acesa a chama piloto, estando atentos a oportunidades, nos países que atravessarem crises internas e, ao mesmo tempo, desperta a atenção para identificar riscos e ameaças, nos países onde a atividade económica flui. O ADN do GEG está hoje baseado na internacionalização, que tem vindo sustentadamente a promover desde 2003. A sustentabilidade do GEG tem sido assegurada pela multidisciplinaridade e excelência das engenharias que consegue produzir, pela elevada capacidade de produção (conseguida também por associações com parceiros), qualidade e competência dos seus colaboradores, que se encontram nos mais altos padrões internacionais, e por fim, pela permanente busca de novas oportunidades neste mundo global. Administração #1 Março 2014

1

Índice 2013 e os Complexos Desportivos no Iraque

2 Um hotel de cinco estrelas nas encostas do Douro

4 IDI – Investigação, Desenvolvimento e Inovação • BIM – Desenvolvendo competências 5 O mundo – Presença Global

6


2013 e os Complexos Desportivos no Iraque

Em 2013 o GEG sedimentou a sua experiência em Estádios, reconhecida internacionalmente pelo projeto e coordenação geral das especialidades do Estádio do Dragão, no Porto (Portugal) projetado e construído entre 2001 e 2003. No projeto do Estádio do Dragão destacou-se o cumprimento do planeamento aliado à eficiência de soluções de projeto, à funcionalidade da arquitetura e ao novo desenho urbano do espaço envolvente, dando à cidade um novo e nobre espaço público. Em março de 2013 o GEG iniciou a elaboração do seu primeiro projeto no Iraque. No seguimento da eficiente resposta dada neste projeto, o GEG foi contratado como empresa consultora de engenharia e revisora de projeto de dois complexos desportivos. Foi também adjudicado o projeto de reabilitação de um importante equipamento desportivo. O GEG realiza o projeto e a coordenação geral de todas as especialidades, estando ainda a seu cargo o acompanhamento da obra localmente. Esta oportunidade permitiu ainda ao GEG sedimentar toda a sua experiência na coordenação das diferentes especialidades de engenharia e project management (no Médio Oriente), dando ainda ênfase à sua capacidade de resposta flexível e eficiente, sempre que solicitada.

Complexo Desportivo no Iraque– o projeto pioneiro GEG O projeto iniciou-se em Março de 2013, tendo sido o primeiro projeto realizado no Iraque, Thiqar, encontra-se neste momento em processo de conclusão. O âmbito inclui o projeto, coordenação de todas as especialidades de engenharia e o acompanhamento em obra. O complexo desportivo compreende: um Estádio com capacidade de 30.000 espectadores; um estádio de treino (500 espectadores); um estádio de atletismo (2000 espectadores); um hotel de quatro estrelas com 75 quartos; dois pavilhões de desporto – Aquático e Desportivo. Todo o complexo tem que cumprir as regras da FIFA. O arquiteto dos Estádios e Hotel é um reconhecido gabinete de arquitetura francês. O gabinete de arquitetura MVCC, que tem colaborado com o GEG desde sempre, é o responsável pelos projetos de arquitetura dos pavilhões. #1 Março 2014

2

Edifícios


Complexo Desportivo no Iraque– o projeto pioneiro Análise Estrutural Visando o encurtamento do prazo dedicado à realização da estrutura em obra recorreu-se à utilização da estrutura metálica para concretização do apoio das bancadas, pisos elevados e cobertura, conjugando-se o uso de pré-fabricados de betão armado nos vomitórios e bancadas. Apenas se usou a estrutura de betão nos pisos inferiores. Foram analisadas as vantagens comparativas entre a solução adotada e uma estrutura equivalente integralmente em betão armado, tendo sido demonstrada a capacidade e versatilidade que a estrutura metálica e mista apresenta em situações de projeto exigentes. A cobertura metálica é uma estrutura treliçada espacial em consola, que realiza um vão máximo de 35m. As ações horizontais, em particular a ação sísmica, foram condicionantes em alguns aspetos da conceção. O sistema de fundações que recorre a fundações profundas implicou a realização de modelos de interação solo/estrutura bem como de diversas análises de sensibilidade.

Modelos de cálculo

Consultoria e Revisão de projetos Em Junho de 2013, o GEG foi contratado para realizar o processo de consultoria e revisão dos projetos das especialidades de dois Complexos Desportivos: o Estádio Olímpico em Mosul e o Complexo Desportivo de Al Zawraa. Ambos localizados no Iraque. O Complexo do Estádio Olímpico de Mosul compreende um estádio com capacidade de 30.000 espectadores, dois estádios mais pequenos de treino, com capacidade de 500 espectadores e 4000 espectadores, um hotel de quatro estrelas. O complexo desportivo de Al Zawraa compreende um estádio com capacidade de 12.500 espectadores, um pavilhão multidesportivo e um Hotel. Através de um processo sistemático de revisão de projetos, compreendendo as várias especialidades de engenharia e arquitetura, a contribuição do GEG procurou refletir a vasta experiência neste tipo de projetos, otimizando soluções e identificando antecipadamente problemas e áreas sensíveis.

#1 Março 2014

3

Edifícios


Um hotel de cinco estrelas nas encostas do Douro Douro Royal Valley Hotel & SPA

O GEG foi o responsável pela coordenação geral e elaboração dos projetos das especialidades de engenharia, consultoria técnica durante a fase do concurso público lançado para a escolha do empreiteiro e pelo acompanhamento da obra de um Hotel de cinco estrelas, localizado em Baião, no Douro.

O hotel encontra-se localizado num terreno muito íngreme com 15200m2 e incluirá 63 quartos, 6 suites, uma área de residência para os estudantes da escola de Hotelaria, e ainda um SPA, restaurante e corte de ténis. O hotel desenvolve-se ao longo da encosta, com um total de 10 pisos. As obras já se iniciaram e prevê-se o seu término no final de 2014. O projeto incluiu uma análise económica e técnica realizada para seleção das soluções mais económicas e que melhor se adaptassem ao terreno extremamente inclinado. Foi realizada uma análise económica e técnica que fundamentasse a solução escolhida. O projeto de infraestruturas teve como base a sustentabilidade ambiental e operacional. Salienta-se a opção por bombas de calor que dissipam e absorvem energia do Rio Douro, tirando vantagem da sua proximidade ao rio. Esta inovadora solução é muito mais eficiente do que as soluções tradicionais, e embora tenha um ligeiro aumento no investimento inicial, este é rapidamente compensado pela exploração. O projeto foi desenvolvido com uma grande proximidade ao cliente, a JASE, dono de obra do também projeto do GEG, Douro Palace Hotel. O projeto de arquitetura é do arquiteto Rui Castro.

#1 Março 2014

4

Edifícios


IDI - Investigação, Desenvolvimento e Inovação BIM - Desenvolvendo competências Palácio Bata, Guiné Equatorial, 2012 - REVIT

Desde 2009 que o GEG tem vindo a desenvolver as suas competências na realização de modelos BIM. O ano de 2013 foi um ano de sedimentação nesta nova metodologia de produção de projetos. Sem abandonar os desenhos 2D, com o Autocad, o GEG está a desenvolver modelos BIM nos seus projetos de estruturas de edifícios, com o constante empenho em desenvolver, para cada projeto, as melhores soluções de engenharia.

Moradia Forcalquier, França 2012 - REVIT

A utilização do Tekla em estruturas metálicas encontra-se integralmente implementada nos processos internos de GEG, destacando-se a aplicação em estruturas complexas como as coberturas de estádios ou edifícios com grandes vãos. A utilização do REVIT como metodologia única na elaboração de um projeto de estruturas foi conseguida em 2012, na produção de elementos para o projeto do Palácio Bata. O sucesso deste projeto esteve diretamente relacionado com a utilização por parte do arquiteto da mesma metodologia.

Human Rights Comission, Arábia Saudita 2012 (VIP Lobby) - TEKLA

Em 2013 a utilização do REVIT teve como principais objetivos a análise conceptual, de faseamento construtivo assim como a realização das primeiras experiências de interface entre o REVIT e o programa de cálculo. A utilização do Structural Detailing e do Robot Millenium no cálculo e elaboração de desenhos, sedimentou as suas bases em 2013. Estas ferramentas permitem uma maior flexibilidade e rapidez de resposta na elaboração das peças desenhadas.

Armazém Industrial, Arábia Saudita 2012 - TEKLA

Como parte integrante do projeto de IDI para a implementação do BIM na produção de projetos de Edifícios, o GEG mantém ativa a componente de formação dos seus colaboradores. Nos dias 25 e 26 de junho, esteve presente na 1.ª Conferência Internacional BIM, organizada pelo BIM Fórum Portugal.

Douro Royal Valley Hotel & SPA, Portugal 2013 REVIT

A implementação desta metodologia encontra-se enquadrada na gestão de IDI - Investigação, Desenvolvimento e Inovação. Os próximos passos consistirão na aplicação generalizada destas metodologias nos projetos de edifícios, na interface com os programas de cálculo e na aplicação à coordenação das engenharias.

#1 Março 2014

5

Estádio em Thiqar , Iraque, 2013 - REVIT

Edifícios


O Mundo, Presença Global O GEG encontra-se permanentemente envolvido em projetos internacionais, alguns dos quais constituem empreendimentos de grande escala e exigência técnica. Integrado em consórcios, operando em rede com empresas internacionais ou trabalhando diretamente para os promotores, o GEG desenvolve projetos de engenharia, geologia e geotecnia, e assegura responsabilidades de gestão, assumindo junto do cliente a condução de todas as etapas de um projeto, desde o estudo de viabilidade económicofinanceira e do planeamento da obra à coordenação de todas as variáveis da sua execução.

A missão do GEG, como empresa de consultoria e de projetos de engenharia, é o seu compromisso público, presente no exercício da sua atividade, em todos os projetos, em cada desafio. No GEG, empenhamo-nos em desenvolver as melhores soluções de engenharia, à escala internacional, promovendo uma cultura de excelência e de permanente inovação, garantindo confiança junto de clientes, parceiros, colaboradores e utilizadores finais, e contribuindo para o aumento da qualidade de vida e da sustentabilidade ambiental e energética dos territórios em que intervimos. GEG. Engineering Structures for Life www.geg.pt geg@geg.pt Porto, Portugal #1 Março 2014

6

Presença Global

Geg news pt  
Geg news pt  

#1 2014 Building Engineering

Advertisement