Page 1

Ano XVII • N. 3.803 • R$ 0,80

BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município - DOM

PBH oferece cursos

Tiragem: 2.500 • 9/4/2011

Breno Pataro

PREFEITURA BELO HORIZONTE

profissionalizantes

gratuitos na área de culinária começou as aulas no fim do mês passado e a última começará em novembro. Com o curso complementar de Aperfeiçoamento em Panificação, serão 68 horas-aula divididas em 17 dias. Outro curso oferecido pelo Pão Escola é o de Confeitaria Básica, complementado pelo curso de Confeitaria Caseira, que terá sua primeira turma iniciando as aulas ainda neste mês. Ao todo, serão dez dias de curso, com 40 horas-aula. Além de Panificação e Confeitaria, serão oferecidos dois cursos complementares, o de Processamento de Frutas, da Gerência de Apoio à Produção e Comercialização de Alimentos da Smasan, e o de Boas Práticas na Produção de Alimentos, oferecido pela Gerência de

Objetivo é qualificar alunos da Rede Municipal de Educação e capacitar população da capital

Adão de Souza

Com o objetivo de qualificar alunos da Rede Municipal de Educação, além de capacitar e profissionalizar a população da capital, a Prefeitura de Belo Horizonte oferece este ano 20 cursos profissionalizantes gratuitos na área de culinária, realizados no Mercado Popular da Lagoinha (avenida Antônio Carlos, 821, Lagoinha). Seis desses cursos fazem parte do Programa Municipal Pão Escola, fruto de uma parceria entre as secretarias muni-

cipais de Educação (Smed) e adjunta de Segurança Ali mentar e Nutricional (Smasan), que visa oferecer aos alunos de escolas municipais da capital cursos que possibilitem a qualificação e, posteriormente, o encaminhamento ao Núcleo Integrado de Apoio ao Trabalho (Niat). Os outros 14 cursos são oferecidos por uma parceria das secretarias municipais de Políticas Sociais e adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional, por meio do Programa Munici-

pal de Qualificação e Renda (PMQR). Os alunos interessados pelos cursos do Programa Pão Escola podem se inscrever na própria escola até a data de início do curso. A primeira turma do curso de Auxiliar de Panificação, dividido em oito turmas com 30 vagas cada,

Educação para o Consumo Alimentar, também da Secretaria de Segurança Alimentar. Secretário municipal adjunto de Segurança Alimentar e Nutricional, Flávio Duffles destacou os resultados alcançados pelo programa, que já atendeu mais de 3 mil pessoas desde sua criação, em 2002. “O programa Pão Escola é uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação e tem trazido resultados fantásticos. Não bastasse o número de atendidos, ainda temos relatos de pessoas que realmente melhoraram sua vida, atingindo o sucesso profissional. Muitas vezes, os resultados superam as expectativas que tínhamos quando criamos o programa”, disse.

Adão de Souza

Adão de Souza

Mercado Popular da Lagoinha recebe 20 cursos, oferecidos por meio dos programas municipais Pão Escola e de Qualificação e Renda

Inscrições podem ser feitas no BH Resolve

Cursos do Programa Municipal de Qualificação Emprego e Renda

Curso Auxiliar de Panificação Salgados e Pizzas Cozinha Brasileira Bolos Decorados Garçom Doces de Festas/Bombons e Trufas Confeiteiro Confeitaria Caseira Cozinha Internacional Churrasqueiro Panificação Industrial Comida de Boteco Doces Finos/Cupcake e Tortas Especiais

Horas/ aula 60 60 80 48 60 48 60 60 120 40 160 40 48

Início da primeira turma 27/4 27/4 2/5 9/5 17/5 26/5 6/6 13/6 20/6 22/8 23/8 12/9 17/10

Cursos Os cursos do Programa Municipal de Qualificação e Renda (confira a lista completa de cursos na tabela abaixo) são abertos à população, destinados às pessoas com cadastros nos postos do Sistema Nacional de Emprego em Belo Horizonte (Sines-BH), que residam na capital e tenham mais de 16 anos. Os cursos de Auxiliar de Panificação, Salgados e Pizzas, Cozinha Brasileira, Bolos Decorados, Garçom e Doces de Festas/Bombons e Trufas estão com as inscrições abertas desde quinta-feira, dia 7, e oferecem 25 vagas cada um. As inscrições podem ser feitas no Sine Centro (rua Espírito Santo, 505), Sine Venda Nova (avenida Padre Pedro Pinto, 1.055) ou no Sine instalado na Central de Atendimento BH Resolve (avenida Santos Dumont, 363, com entrada pela rua dos Caetés, 342, Centro). Os interessados deverão comparecer a um desses locais portando carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, número do Pis e comprovante de residência. Flávio Duffles explicou que o PMQ substituiu um programa que era feito em parceria com a Associação dos Amigos da Arte Culinária do Mercado da Lagoinha (AAACML), que em 10 anos qualificou mais de 21 mil pessoas e destacou a continuidade do sucesso. “O PMQ, tão logo se iniciou, já qualificou mais de 1.300 pessoas, o que demonstra o reconhecimento da população e a importância de um programa como esse ao longo destes anos. A estrada trilhada é de sucesso garantido”, afirmou.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Sábado, 9 de abril de 2011

Teatro Marília apresenta a história do Barba Azul O tenebroso conto do Barba Azul será contado pelo grupo Garabateios Investigações Teatrais no espetáculo infantil “Garatuja: Barba Azul e outras histórias”. A peça, em cartaz no Teatro Marília (avenida Alfredo Balena, 586, Centro), faz uma releitura da história do temido Barba Azul, baseada nas versões de Charles Perrault, Figueiredo Pimentel e Clarisse Pinkola Estés. As apresentações acontecem no dias 9, 10, 16 e 17 deste mês, sábados e domingos, às 16h30. Os ingressos estão à ven-

da no teatro por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). O texto, aliado à encenação, instiga o espectador a pensar sobre assuntos como a mentira, o sentimento de posse e os papéis sociais do homem e da mulher. De acordo com o ator e diretor Roberson Domingues, a peça estimula as crianças a tomar gosto pelas artes cênicas, contribuindo para a formação artística dos pequeninos. Barba Azul conta a história de um homem rico que se casou diversas vezes e

Daniel Protzner

2

cujas esposas desapareciam misteriosamente. “A narrativa, juntamente com figurino, iluminação, cenário e sons, cumpre o papel de contar, instigar e revelar os diversos temas presentes na história”, pontua. “Garatuja: Barba Azul e outras histórias” foi apresentado na 17ª edição do Festival Alterosa de Teatro Infantil no ano passado e em diversos outros festivais do gênero. O espetáculo conquistou os prêmios de melhor espetáculo, melhor ator, melhor atriz, melhor atriz coadjuvante e melhor figurino no Festival Estudantil de Teatro de 2008 (Feto), um ano depois de sua primeira montagem.

Escola Raimunda da Silva Soares abre inscrições para cursos profissionalizantes nalizante Raimunda da Silva Soares, na Pedreira Prado Lopes. Os cursos, oferecidos gratuitamente, articulam conteúdos técnicos espe-

cíficos (teóricos e práticos) à discussão sobre os atuais códigos de acesso ao mercado de trabalho bem como à reflexão sobre a questão

SMADC

Estão abertas as inscrições para os cursos de Pizzaiolo e Porteiro com Informática na Escola Profissio-

Os cursos, gratuitos, articulam conteúdos técnicos específicos sobre acesso ao mercado de trabalho

Confira a programação de abril do

Centro Cultural Vila Santa Rita O Centro Cultural Vila Santa Rita (rua Ana Rafael dos Santos, 149, Vila Santa Rita) oferece uma programação diversificada no mês de abril, toda gratuita. O centro funciona de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábado, das 9h às 12h. Confira as atividades:

LITERATURA • Leitura compartilhada do livro “Mãe África: Mitos, Lendas, Fábulas e Contos” de Celso Sisto, com Diego D´ávila. Dia 15, sexta, a partir das 9h30 • “Por que ler mangá?” - Panorama sobre o mangá no mundo e no Brasil, discorrendo sobre suas principais características. Lançamento do jornal da Escola Integrada Jonas

Barcellos Corrêa. Dia 27, quarta, a partir das 19h • Roda de Leitura - Leitura de textos que envolvem vários gêneros literários e um bate-papo descontraído com Diego D´àvila. Dia 30, sábado, de 11h às 12h • Contação de Histórias a partir da literatura afro-brasileira com Diego D´ávila. Quintas, às 9h30 e 14h30 • Projeto “Livro de Mão em Mão” - Oficina que envolve a aprendizagem no uso dos recursos da biblioteca, além de variadas práticas de incentivo ao livro e à leitura. Com Diego D´ávila. A atividade acontece em encontros semanais sem horário ou dia específico. • Biblioteca - Dispõe de um acervo de títulos diversos, infantis, juvenis e adultos, para consulta local e empréstimo domiciliar. O

acervo inclui livros, revistas, jornais, gibis, CDs, fotografias e outros. Oferece oficinas de leituras, filmes e diversas atividades artístico-culturais para crianças, adolescentes, jovens e adultos. Para se cadastrar, basta apresentar documento de identidade e um comprovante de residência.

AUDIOVISUAL Cinema • Guarani – Direção de Norma Bengell. No Brasil do século 17, uma família de colonizadores portugueses, cujo patriarca é Dom Antônio, vive em uma fortaleza construída próxima às terras dos índios aimorés. A família e os índios, especialmente Peri, vivem em

racial, além de abranger áreas como beleza e higiene, culinária, escritório e informática. Os interessados nos cursos devem estar cadastrados em uma das unidades do Sine Municipal. A escola é um equipamento da Prefeitura de Belo Horizonte, vinculada à Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial, da Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania, que busca contribuir para a extensão e a consolidação do exercício de cidadania, para a ascensão social e ocupacional dos educandos e a superação da exclusão sócioracial. Além dos moradores da Pedreira, o equipamento recebe alunos de toda a cidade. Além da qualificação profissional, a escola é parceira de outros projetos, como o Telecentro/ Ponto de Internet Municipal, em parceria com a Prodabel, em que

paz até serem perturbados por Loredano. Dia 13, quarta, às 18h30 • Projeto “Curta em 5 minutos” Promove a exibição de curtasmetragens nacionais e estrangeiras de desenhos animados, apresentando trabalhos de qualidade e contribuindo para a difusão do cinema de animação entre o público infanto-juvenil. Curtas a serem exibidos no dia 13, quarta, às 9h30 e às 14h30: “Animando”, “Meow!”, “Pequenas Histórias de Lendas e Mitos de Grandes Negócios: A mula sem cabeça” .

OFICINAS • Aulas de Axé, com Jefferson Rodrigues. Publico: a partir de 14 anos (Para menores de 18 anos será exigida autorização dos pais. Mais informações pelo telefone 3277-1519). Dia 11, segunda-feira, das 19h às 20h30, para as mulheres. Dias 7 e 14, quintas-feiras, das 19h às 20h30, para os homens. Pede-se que não compareçam

os moradores têm acesso gratuito à internet. Outro projeto em execução na unidade é o Guernica, que desenvolve com crianças e jovens atividades voltadas para a prática do grafite. Em 13 anos de existência foram atendidos mais de seis mil alunos. Atualmente estão em execução 12 cursos em três turnos: Cabeleireiro Básico (corte e escova); Montagem e Manutenção de Micro; Assistente Administrativo; Auxiliar de Departamento de Pessoal; Cozinheiro Básico; Informática Básica com Digitação; Massagem Corporal; Depilação; Espanhol (módulos I e III); Bolos e Tortas e Cabeleireiro Afro (corte). Os cursos de Pizzaiolo e Porteiro com Informática começam no dia 25 de abril, no turno da manhã. As inscrições podem ser feitas nos Sines Municipais, no BH Resolve e no Niat até o dia 20 de abril. Mais informações podem ser obtidas através dos telefones 3277-6049 e 3277-6001.

com roupas curtas, saias ou sem camisa pois desta forma não será permitida a entrada. • Storyboard - A oficina será realizada a partir da leitura de contos da mitologia afro-brasileira. Com Sabrina Damas. Dias 12 e 14, terça e quinta, de 9h30 às 11h. • Percussão, com Joãozinho Batera. Vagas: 30. Segundas, de 15h30 às 17h. • Lian Gong - Técnica de exercícios para prevenir e tratar de dores no corpo e restaurar a sua movimentação natural. Com Delma Oliveira, às quartas, de 7h30 às 8h30. • Taekwondo, com o instrutor Júnior. Segundas, quartas e sextas, de 17h às 18h. • Arte da Saúde, com Jéssica Araújo, para crianças e adolescentes. Terças e quintas, de 8h às 11h e de 13h às 16h • Espaço aberto para as artes, com Sabrina Damas. Terças e quintas, de 9h às 11h. • Brincando com Dobraduras: Oficina de Origami, com Sabrina Damas. Sextas, de 14h às 16h.


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

Sábado, 9 de abril de 2011

3

Servidores da rodoviária recebem treinamento A partir de segunda-feira, dia 11, os funcionários da rodoviária começam a participar do treinamento “Relações Interpessoais e Administração de Conflitos”, que visa melhorar a convivência no ambiente de trabalho e na sociedade em geral. Cerca de 350 funcionários de diferentes setores da rodoviária devem participar da capacitação, que tem carga total de oito horas-aula. Os objetivos são ajudar a estreitar as relações interpessoais, tanto nas equipes de trabalho quanto nas práticas de

atendimento aos usuários do terminal, equilibrar o clima organizacional, tornando as equipes mais eficazes e produtivas e possibilitar habilidades de convivência e comunicação. De acordo com o gerente do terminal rodoviário, Ricardo Coutinho, além de melhorar o relacionamento com os públicos interno e externo da rodoviária, o treinamento também servirá para que os funcionários apliquem o conhecimento adquirido em suas vidas pessoais, tornando a convivência em sociedade mais harmoniosa.

Arquivo Rodoviária

para melhoria nas relações interpessoais

Objetivo do curso é melhorar convivência no ambiente de trabalho e na sociedade em geral

para a pratica de atividades físicas regulares e gerar hábitos de vida saudáveis, foram realizadas várias atividades, tais como Lian Gong, ginástica localizada, dinâmica de qualidade de vida, teatro da equipe de zoonoses e práticas saudáveis em saúde bucal, o que levou os usuários a se movimentar. Para Silvana Ferreira, gerente do Centro de Saúde Dom Cabral, é

FMC

Literatura de cordel em exposição no Centro Cultural Padre Eustáquio

Estrofes rimadas e vários desenhos em papéis coloridos pendurados em barbantes formam a exposição “Literatura de Cordel”. A mostra reúne diversas obras do escritor Olegário Alfredo e entra em cartaz na biblioteca do Centro Cultural Padre Eustáquio (rua Jacutinga, 821, bairro Padre Eustáquio) no dia 12, às 8h, com entrada gratuita. A mostra pode ser visitada de terça a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, de 9h às 12h. A exibição fica em cartaz até o dia 30. Paralela à exposição, Olegário Alfredo ministra no sábado, dia 16, às 14h, uma oficina baseada na literatura de cordel, dedicada à criação de poesias e

confecção de folhetos com a técnica de xilogravura, na qual se utiliza madeira como matriz para reproduzir imagens sobre papel, semelhante a um carimbo. Mineiro de Teófilo Otoni, Olegário Alfredo, também conhecido como Mestre Gaio, é pesquisador das tradições populares brasileiras e membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, além de mestre de capoeira. Possui mais de cem títulos de folhetos de cordéis publicados sobre vários temas, destacando-se “Que bicho é esse?”, “Mestre Bimba em Cordel”, “João Guimarães Rosa em Cordel” e “ A Mulher de Antigamente e A Mulher de Hoje em Dia”, entre outros.

importante que as equipes de saúde desenvolvam ações de promoção à saúde, estimulando a participação dos usuários nesse sentido, construindo junto à comunidade a prática de hábitos de vida saudáveis. Já Adriana Antunes, uma das coordenadoras do evento, afirmou que o dia foi propenso para desenvolver várias ações. “Acho um bom momento e um tema muito interessante para nosso trabalho de conscientização e incentivo à prática de atividades físicas na comunidade”, disse.

Cipa da Prodabel participa de treinamento na sede da empresa A Prodabel, por meio do Núcleo de Saúde e Ambiente de Trabalho, promoveu, de 4 a 8 de abril, um treinamento para os membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). Com duração de 20 horas-aula, o curso teve o objetivo de preparar os participantes para sua atuação, conscientizando-os sobre a importância do papel exercido pela comissão na empresa. O treinamento teve como referência o estudo da legislação que regulamenta a constituição da Cipa e abordou assuntos relacionados à saúde, segurança e qualidade de vida no ambiente de trabalho. Segundo o médico do Trabalho da Prodabel e instrutor do curso, José Afonso Cabral, a comissão tem um grande desafio pela frente. “Os membros da Cipa precisam fixar objetivos a serem cumpridos e se prepar para neutralizar os fatores que atrapalham a

saúde e o bem estar dos funcionários”, afirmou. Para o médico, a Cipa deve ter uma atenção especial com o ambiente material da empresa. “Não permitir que as pessoas carreguem objetos pesados, providenciar boas estações de trabalho, evitar ambientes propícios à queda e cuidar da higiene no interior da empresa são medidas importantes a serem adotadas”, apontou. O novo presidente da Cipa, Boris Porfírio Teddo, disse que o treinamento foi útil, já que promo-

veu uma integração entre os membros e atualizou informações sobre a Cipa. Além disso, elogiou os exemplos práticos e situações cotidianas apresentadas, o que foi uma oportunidade para o esclarecimento de dúvidas. “O treinamento foi fundamental, pois deu o subsídio necessário para que a Cipa possa iniciar suas atividades com suas atribuições e deveres bem definidos”, concluiu o analista de informática Francis Harley Marinho Gonzaga.

Prodabel

O Centro de Saúde Dom Cabral e o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Vila Senhor dos Passos/ BH Cidadânia, que ficam na região Noroeste, promoveram na quarta-feira, dia 6, um evento voltado especialmente para o Dia Mundial da Atividade Física, a Maratona da Saúde. Com o objetivo de estimular a população

Gercom Noroeste

Maratona da Saúde comemora Dia Mundial da Atividade Física na região Noroeste

Curso conscientizou membros sobre importância do papel da Cipa


BELO HORIZONTE

Poder Executivo

Diário Oficial do Município

34

Sábado, 9 de abril de 2011

INDICADORES ECONÔMICOS DE BELO HORIZONTE Taxas de Juros – Março de 2011

Evolução dos Preços ao Consumidor IPCA(1) Período

IPCR(2) Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

339,27

0,66

4,67

out/10

Taxas médias praticadas(1)

Setores

Variação (%)

Índice de Base Fixa (4ª Jul/94=100)

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

5,80

346,75

0,84

4,01

5,00

Menor

Maior

Diferença (%)

Média

2,87

5,90

105,57

4,63

Empréstimos pessoa física Alimentício Automóveis Novos

nov/10

341,41

0,63

5,33

5,81

349,35

0,75

4,79

5,19

Prefixada (montadoras)

1,15

2,40

108,70

1,59

dez/10

342,54

0,33

5,68

5,68

350,74

0,40

5,20

5,20

Prefixada (multimarcas)

1,42

2,55

79,58

1,83

Prefixada (montadoras)

1,41

2,79

97,87

2,03

Prefixada (multimarcas)

1,56

2,58

65,38

2,03

11,40

13,70

20,18

12,60

6,71

9,15

36,36

8,07

4,81

8,03

66,94

6,42

jan/11

349,97

2,17

2,17

5,92

355,48

1,35

1,35

5,89

fev/11

352,66

0,77

2,96

6,08

356,97

0,42

1,78

5,74

mar/11

354,89

0,63

3,61

6,50

359,61

0,74

2,53

5,90

Automóveis Usados

Cartão de Crédito

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (2) IP CR= Índice de P reço s ao Co nsumido r Restrito : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 6 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte

Cheque Especial

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Combustíveis Construção Civil

Índice de Confiança do Consumidor Variação (%)

Índice de Base Fixa (Maio/04=100)

Período

No mês

No ano

Últimos 12 Meses

ICCBH(1)

IEE(2)

IEF(3)

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

ICCBH

IEE

IEF

(2) (8)

(3) (7)

Imóveis Construídos

0,12

1,80

1.400,00

1,29

Imóveis na Planta

0,14

1,56

1.014,29

0,48

1,12

4,20

275,00

2,22

2,18

4,80

120,18

3,40

1,59

1,83

15,09

1,73

2,62

8,63

229,39

4,27

Cooperativas de Crédito (empréstimo) Crédito Direto ao Consumidor (CDC)

out/10

131,61

185,55

114,40

-0,12

3,90

-2,06

-4,25

-0,02

-6,29

-2,11

3,69

-4,85

CDC - Financeiro (8)

nov/10

136,23

194,06

117,75

3,51

4,59

2,93

-0,89

4,56

-3,54

-0,21

7,23

-3,72

CDC - Bens Alienáveis

dez/10

134,17

186,93

117,30

-1,51

-3,67

-0,38

-2,39

0,72

-3,91

-2,39

0,72

-3,91

Eletroeletrônicos

jan/11

137,53

193,41

119,69

2,51

3,47

2,04

2,51

3,47

2,04

-1,66

2,87

-3,84

Mobiliário

2,19

9,87

350,68

3,56

fev/11

135,92

195,96

116,70

-1,18

1,32

-2,49

1,30

4,83

-0,51

-1,06

7,31

-5,06

Financeiras Independentes

6,08

12,96

113,16

9,38

mar/11

138,91

196,09

120,64

2,21

0,07

3,37

3,54

4,90

2,84

5,88

11,44

3,21

Turismo

(1) ICCB H: Índice de Co nfiança do Co nsumido r de B elo Ho rizo nte: trata-se de um indicado r que tem po r finalidade sintetizar a o pinião do s co nsumido res em B elo Ho rizo nte quanto ao s aspecto s capazes de afetar as suas decisõ es de co nsumo atual e futuro (2) IEE: Índice de Expectativa Eco nô mica: retrata a expectativa do co nsumido r em relação ao s indicado res macro eco nô mico s (3) IEF: Índice de Expectativa Financeira: retrata a co nfiança do co nsumido r a respeito de alguns indicado res micro eco nô mico s

(8)

Nacional

0,94

3,95

320,21

2,12

Internacional

0,94

3,95

320,21

2,06

2,07

11,36

448,79

5,63

2,02

Vestuário e Calçados

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Empréstimos pessoa jurídica

Residenciais Período Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

Comerciais

Variação (%) No mês

Últimos 12 Meses

No ano

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

No ano

(8)

1,72

2,40

39,53

Capital de Giro (8)

1,71

2,34

36,84

2,11

Conta Garantida (8)

2,29

8,23

259,39

5,68

Desconto de Duplicatas

Evolução do Mercado Imobiliário: Aluguéis

Captação

Últimos 12 Meses

set/10

364,55

0,90

10,59

13,44

470,88

1,50

13,27

18,86

out/10

365,90

0,37

11,00

13,01

476,72

1,24

14,67

nov/10

370,11

1,15

12,27

13,10

481,35

0,97

dez/10

372,63

0,68

13,04

13,04

484,33

0,62

CDB 30 dias

(4)

0,88

Cooperativas de Crédito (aplicação)

0,78

Fundo de Investimento Curto Prazo

0,45

0,75

66,67

0,62

18,59

Fundo de Investimento Longo Prazo

0,68

0,82

20,59

0,75

15,78

17,43

Poupança (5)

16,50

16,50

Taxa SELIC (6)

0,62 0,93 (5) Taxa referente ao primeiro dia do mês subsequente

(1) Co nsidera-se a média das taxas praticadas pelo s info rmantes

jan/11

374,79

0,58

0,58

12,43

489,85

1,14

1,14

16,82

fev/11

378,98

1,12

1,71

12,55

497,44

1,55

2,71

16,29

(2) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

(6) M édia po nderada pela vigência

(3) Inclui a variação do s indexado res CUB , TR, INCC e IGP -M

(7) No vo cálculo co nsiderando o perío do do s índices que co mpõ em a estimativa (8) Dado s co letado s a partir de info rmaçõ es co nso lidadas no B anco Central do B rasil

(4) Taxa A NB ID do primeiro dia útil do mês e pro jetada para 30 dias

.. Não se aplica dado s numérico s

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

ND - não dispo nível

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

Valores médios (em R$) dos aluguéis residenciais por classe de bairro(*) - Fevereiro de 2011 Popular

Imóveis Apartamento 1 Quarto

Médio

432,00 (5)

Alto (3)

Tarifas Bancárias – Março de 2011 Produtos / serviços

Luxo

625,58 (26)

Forma de Cobrança

(1)

1.500,97 (31)

Menor (R$) Maior (R$) Diferença (%) Média (2) (R$)

CADASTRO Conf ecção de cadastro para início de relacionamento - CADASTRO

por evento

0,00

59,00

..

24,11

CONTAS DE DEPÓSITOS

Apartamento 2 Quartos

Apartamentos

Apartamento 3 Quartos 1 Banho Apartamento 3 Quartos 2 ou mais Banhos

526,33 (30)

765,76 (66)

896,87 (90)

1741,28 (86)

595,00 (10)

749,29 (14)

941,67 (12)

(3)

941,54 (26)

1.090,41 (73)

1.259,06 (127)

2.034,97 (191)

-

(1)

1.550,00 (7)

2.680,00 (5)

Apartamento 4 Quartos e até 2 Banhos Apartamento acima de 4 Quartos e 2 Banhos

(2)

(2)

2.389,38 (16)

3.833,05 (131)

Barracão 1 Quarto

333,53 (17)

395,71 (14)

(3)

-

Barracão 2 Quartos

413,00 (10)

522,22 (9)

-

-

Barracões

(3)

(1)

(1)

(1)

535,38 (13)

700,00 (11)

925,00 (8)

-

Casa 1 Quarto Casa 2 Quartos Casa 3 Quartos e 1 Banho Casas

Casa 3 Quartos e 2 ou mais Banhos

749,29 (14)

1.044,44 (9)

(3)

-

1.180,00 (15)

1.257,14 (7)

2.147,06 (17)

4.160,00 (5)

(3)

-

-

(1)

Casa 4 Quartos e até 2 Banhos

(2)

Casa 4 Quartos e 2 Banhos

(2)

3.855,56 (9)

7.770,37 (27)

(*) O valo r entre parênteses representa o número de imó veis utilizado s no cálculo da respectiva média. Na maio ria das vezes, so mente são publicado s valo res médio s o btido s a partir de quatro imó veis pesquisado s. Os caso s em que não fo i pesquisado nenhum imó vel são indicado s po r hífen (-). Os valo res médio s referentes a apartamento s de 1e 2 quarto s da classe luxo são influenciado s pela o ferta de Flats.

CARTÃO - Fornecimento de 2º via de cartão com função débito

por evento

0,00

10,00

..

6,97

CARTÃO - Fornec. de 2ª via de cartão com função mov. conta de poupança

por evento

0,00

10,00

..

6,63

CHEQUE - Exclusão do Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo (CCF)

por evento

20,00

52,00

160,00

36,01

CHEQUE - Contra-ordem e oposição ao pagamento de cheque

por evento

6,00

15,00

150,00

11,40

CHEQUE - Fornecimento de folhas de cheque

por evento

0,60

1,70

183,33

1,33

CHEQUE - Cheque Administrativo

por evento

16,00

27,00

68,75

22,50

CHEQUE - Cheque de transferência bancária_(TB e TBG)

por evento

0,00

1,50

..

0,79

CHEQUE - Cheque Visado

por evento

0,00

21,00

..

11,60

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE pessoal

por evento

0,00

3,50

..

2,15

Saque de conta de depósitos à vista e de poupança - SAQUE Terminal

por evento

0,00

3,00

..

1,73

Saque de conta de dep. à vista e de poupança - SAQUE correspondente

por evento

0,00

2,30

..

1,34

DEPÓSITO - Depósito Identificado

por evento

0,00

5,00

..

1,95

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup.- EXTRATO(P)

por evento

1,45

6,00

313,79

3,17

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup.- EXTRATO(E)

por evento

0,00

3,00

..

1,86

Forn. de ext. mensal de conta de dep. à vista e de poup. - EXTRATO(C)

por evento

0,00

2,00

..

1,06

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período -EXTRATO(P)

por evento

0,00

6,00

..

2,83

Ext. mensal de conta de dep. à vista e Poup. p/um período - EXTRATO(E)

por evento

1,00

5,00

400,00

2,20

Ext. mensal de conta de dep. à vista e poup. p/um período - EXTRATO(C)

por evento

0,00

5,00

..

1,62

Fornecimento de cópia de microf ilme, microficha ou assemelhado

por evento

3,00

7,00

133,33

5,42

Transferência por meio de DOC/TED - DOC/TED pessoal

por evento

13,40

40,00

198,51

16,45

Transferência por meio de DOC/TED - DOC/TED eletrônico

por evento

1,60

12,50

681,25

7,77

Transferência de recursos por meio de DOC/TED - DOC/TED internet

por evento

1,60

11,50

618,75

7,62

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(P)

por evento

0,00

40,00

..

14,11

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(E)

por evento

0,00

12,50

..

7,25

Transferência agendada por meio de DOC/TED - DOC/TED agendado(I)

por evento

0,00

11,50

..

6,87

Transferência entre contas na própria instituição- TRANSF. RECURSOS(P)

por evento

0,00

2,95

..

1,33

Transferência entre contas na própria instituição-TRANSF.RECURSOS(E/I)

por evento

0,00

2,70

..

0,94

Ordem de Pagamento - ORDEM PAGAMENTO

por evento

16,00

27,00

68,75

24,34

por evento

11,00

49,00

345,45

29,00

por evento

0,00

18,00

..

12,28

TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS

OPERAÇÕES DE CRÉDITO Concessão de adiantamento a depositante - ADIANT. DEPOSITANTE PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA PACOTE PADRONIZADO PESSOA FÍSICA

FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

(1) Não são co nsideradas vantagens pro gressivas

(2) Co nsidera-se a média das tarifas praticadas pelo s banco s pesquisado s

Fo nte: B anco Central do B rasil / B anco s - Dado s trabalhado s pela Fundação IP EA D/UFM G

.. Não se aplica dado s numérico s

Evolução da inflação, salário mínimo e cesta básica

Período

IPCA(1)

Quantidade

Valores (em R$)

Açúcar cristal

3,00 kg

5,83

0,00

Arroz

3,00 kg

5,59

-0,02

Banana caturra

12,00 kg

19,32

0,48

Batata inglesa

6,00 kg

13,08

1,98

Produto

Variação (%)

Índice de Base Fixa (Jul/94=100)

No mês

Salário Mínimo

Cesta Básica (2)

IPCA

No ano

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

ND: não dispo nível

Custo da Cesta Básica (*) – Março de 2011

Últimos 12 Meses

Salário Mínimo

Cesta Básica

IPCA

Salário Mínimo

Cesta Básica

Contribuição na variação (p.p.)

out/10

339,27

787,16

416,20

0,66

0,00

9,24

4,67

9,68

8,89

5,80

9,68

5,67

Café moído

0,60 kg

5,98

0,07

nov/10

341,41

787,16

432,87

0,63

0,00

4,01

5,33

9,68

13,26

5,81

9,68

9,37

Chã de dentro

6,00 kg

97,32

0,92

dez/10

342,54

787,16

417,30

0,33

0,00

-3,60

5,68

9,68

9,18

5,68

9,68

9,18

Farinha de trigo

1,50 kg

3,06

0,02

Feijão carioquinha

4,50 kg

12,74

0,38

jan/11

349,97

833,46

421,24

2,17

5,88

0,94

2,17

5,88

0,94

5,92

5,88

12,90

Leite pasteurizado

7,50 L

14,55

0,12

fev/11

352,66

833,46

429,26

0,77

0,00

1,91

2,96

5,88

2,87

6,08

5,88

10,51

Manteiga

750,00 g

13,05

-0,12

mar/11

354,89

841,18

455,21

0,63

0,93

6,04

3,61

6,86

9,08

6,50

6,86

11,23

Óleo de soja

1,00 un

2,86

0,01

Pão francês

6,00 kg

36,48

0,14

Tomate

9,00 kg

33,84

2,06

(1) IP CA = Índice de P reço s ao Co nsumido r A mplo : mede a evo lução do s gasto s das famílias co m renda de 1a 40 salário s mínimo s na cidade de B elo Ho rizo nte (2) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G

(*) Cesta B ásica: representa o s gasto s de um trabalhado r adulto co m a alimentação definida pelo Decreto -lei 399/38 FONTE: Fundação IP EA D/UFM G


Poder Executivo Sábado, 9 de abril de 2011

BELO HORIZONTE

Diário Oficial do Município

Atividades físicas e show com a banda SUScesso marcaram o dia

O Dia Mundial da Saúde, comemorado na quinta-feira, dia 7, pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte (SMSA) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), reuniu, no Parque Ecológico da

Pampulha, cerca de duas mil pessoas, que praticaram atividades físicas e acompanhou o lançamento do CD da banda SUScesso, com músicas educativas que tratam de temas relacionados à saúde. “Saúde não é apenas a dis-

tribuição do medicamento ou consulta com o médico. Vai muito além disso. A prática esportiva é fundamental para manter uma vida saudável. E é isso que estamos fazendo aqui, ou seja, transbordando saúde e celebrando a vida”, destacou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Teixeira. “A integração das ações dessas duas secretarias fortalece a qualidade de vida da população. O CD é uma ferramenta pedagógica muito importante para desenvolver ações temáticas dentro das salas de aula”, avaliou a coordenadora de Projetos Especiais da Smed, Miriam Cunha Oliveira. A aposentada Geralda Maria de Jesus, que participa do projeto Academias da Cidade há dois anos no bairro Concórdia, elogiou a iniciativa da SMSA e destacou a melhora na saúde após a prática de exercícios físicos. “Minha vida melhorou muito depois que comecei a fazer ginástica. Antes eu era tímida e acanhada. Agora, sou mais descontraída e alegre. As dores que eu sentia nas pernas também desapareceram”, comemora a aposentada. Além dos exercícios físicos, o combate à dengue também foi

Regional Oeste elimina deposição clandestina de lixo da região A Regional Oeste realizou uma ação conjunta através das gerências de Limpeza Urbana, Manutenção e Regulação Urbana, além da SLU, que produziu uma grande operação de limpeza na rua Bimbarra, no bairro Vila Nova Calafate e na Vila Guaratã. Foram retiradas 90 toneladas de lixo, inservíveis, entulho, terra e restos de construção civil. Foram utilizados uma

retroescavadeira e 16 caminhões para transporte do material até o aterro sanitário. A área de aproximadamente 600 metros quadrados é constantemente utilizada para deposição de objetos de toda ordem, com iminente risco à saúde da população da região, inclusive com a presença de animais, como porcos e cavalos. Os moradores receberam orientações quanto às medidas de prevenção e controle

Farmacêuticas da Farmácia Popular participam de congresso nacional Desde quinta-feira, dia 7, as farmacêuticas Annaline Cid e Juliana Rodrigues, do Programa Farmácia Popular do Brasil da Prefeitura de Belo Horizonte, participam do Congresso Nacional de Farmacêuticos Clínicos, que acontece até sábado, dia 9, em São Paulo. O projeto piloto “Práticas da Atenção Farmacêutica nas Farmácias Populares em Belo Horizonte” foi selecionado para ser apresentado no congresso. O trabalho trata da implantação da atenção farmacêutica nas unidades da Farmácia Popular

que pretendem melhorar o acompanhamento, controle e efetividade no tratamento de pacientes com hipertensão. Os usuários que participam do projeto assinam um termo de consentimento para a avaliação das necessidades fármaco-terapêuticas e dos planos de ação. Este projeto está sendo implantado em parceria com os centros universitários Newton Paiva e UNA, que são representados no congresso pelas professoras Yone Almeida e Fernanda Tomé, respectivamente.

da dengue e tiveram seus imóveis vistoriados pelos agentes de combate às endemias para remoção dos criadouros do Aedes aegypti. Segundo a secretária regional Oeste, Neusa Fonseca, estas ações são prioritárias para manter a região limpa e, através de campanhas educativas, criar um diálogo com a população para garantir a saúde pública e a melhoria da qualidade de vida da comunidade.

lembrado durante o evento. A equipe de zoonoses da Regional Pampulha montou uma tenda para mostrar as fases de desenvolvimento do mosquito e os cuidados para se evitar a sua reprodução. Dois microscópios foram colocados à disposição do público para ver, de perto os ovos do Aedes aegypti.

Academias da Cidade As Academias da Cidade, programa da SMSA, oferecem atividades físicas gratuitas para aproximadamente nove mil pessoas em Belo Horizonte. O programa conta com infraestrutura adequada para a prática de exercícios físicos em 30 academias distribuídas nas nove regiões da cidade. Até 2012, a meta da SMSA é implantar o programa em 48 unidades. Todas as atividades são monitoradas por profissionais de Educação Física.

Banda SUScesso A banda SUScesso, que faz parte do Grupo de Mobilização Social da SMSA, o MobilizaSUS-BH, lançou seu primeiro CD, que difunde, por meio da música, informações importantes relacionadas à promoção da saúde. As canções falam sobre controle de endemias, importância de exercícios físicos e alimentação saudável. O próximo passo do MobilizaSUS-BH, conforme destacou a coordenadora do grupo, Marina Brochado, é distribuir o CD para todas as escolas de ensino das redes municipal, estadual e particular de Belo Horizonte. Além da música, o MobilizaSUS-BH pretende abordar as questões relacionadas à saúde na capital por meio de oficinas de música, teatro e dança. A intenção é estimular os professores da rede de ensino da capital a criar apresentações artísticas junto aos alunos de acordo com cada tema oferecido.

Lian Gong O Lian Gong em 18 terapias, prática oriental chinesa, é oferecido em 156 unidades de saúde de Belo Horizonte. Os exercícios contribuem para aliviar as tensões mus-

culares, trabalham as articulações, a postura e a percepção dos sentidos. Cerca de cinco mil pessoas praticam a ginástica na capital.

Gercom Oeste

Marina Brochado

Márcio Martins

Secretaria de Saúde reúne 2 mil pessoas na comemoração do Dia Mundial da Saúde

35

Foram retiradas 90 toneladas de lixo e inservíveis

Centro de Saúde da região Centro-Sul promove curso sobre como cuidar de idosos O Centro de Saúde Tia Amância (rua Iraí, 284, bairro Coração de Jesus, região Centro-Sul) iniciou no mês de março o curso Cuidador de Idosos. As aulas começaram no dia 15 de março, têm duração de duas horas e acontecem todas as terças-feiras, às 14h, na sede da própria unidade de saúde, com previsão de término para o dia 17 de maio. O curso é destinado à comunidade local, é gratuito e abrange temas ligados à saúde do idoso. Serão dez encontros que abordarão instruções sobre

os cuidados a serem adotados com os idosos, noções sobre a legislação de proteção a esse público e debates sobre a responsabilidade social. O objetivo é qualificar pessoas que já trabalham cuidando de idosos. Ao todo, sete pessoas participam da qualificação, cuja divulgação foi realizada por meio da distribuição de panfletos e por agentes de saúde. Desde o início das aulas já foram realizadas palestras com médicos geriatras e generalistas, além de fisioterapeutas. Os palestrantes são profissionais do Centro de Saúde Tia Amância e do

Programa Saúde da Família (PSF), além de outros convidados. A equipe do Tia Amância foi treinada pelo Ministério da Saúde e os inscritos no curso receberam material sobre o assunto. Segundo a assistente social do Centro de Saúde, Magda de Pinho Gomes Leite, o cuidador de idosos é um profissional em ascensão no mercado e o curso pretende não só capacitar, mas também valorizar essa delicada profissão, de elevada importância para a sociedade.


BELO HORIZONTE Diário Oficial do Município

36 36

SLU previne dengue e deposições Fotos: SLU

clandestinas na Pampulha

Poder Executivo Sábado, 9 de abril de 2011 Sábado, 9 de abril de 2011 Além da tradicional limpeza de vias e coleta de resíduos, a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), em parceria com a Gerência de Limpeza Urbana da Regional Pampulha, está recolhendo entulhos no bairro Ouro Preto com o objetivo de evitar focos do mosquito da dengue. Na operação, os garis recolhem materiais como pneus, eletrodomésticos, colchões e móveis velhos, que são descartados pelos próprios moradores da região. Só na última semana foram recolhidas aproximadamente 12 toneladas de material.

Para eliminar pontos críticos e deposições clandestinas na região, a equipe de Mobilização Social da SLU atua no sentido de conscientizar a população do entorno. As ruas Mandacaru, Laudelina Carneiro e Dora Tomich Laender receberam campanhas educativas porta a porta e foram informados quanto aos horários, locais e corretos procedimentos de acondicionamento do lixo. A destinação incorreta de resíduos gera multa, que, quando aplicada pela Prefeitura, pode chegar a R$ 4.036,77.

Recolhimento de entulhos no bairro Ouro Preto ajuda a evitar focos do mosquito da dengue e equipe já recolheu 12 toneladas de material

Gercom Norte

Juizado de Conciliação atende moradores na região Norte

Local resolve situações de menor complexidade, facilitando o trabalho do judiciário

O Juizado de Conciliação foi implantado em dezembro passado no BH Cidadania/ Cras Providência (rua Arantina 375, bairro Minaslândia, região Norte), através de uma parceria da Prefeitura com o Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais. De acordo com a conciliadora do juizado, Elça Rocha, o principal objetivo do órgão é desafogar o judiciário. “Aqui toda a população tem acesso à Justiça. São resolvidas várias situações de menor complexidade, facilitando o trabalho do judiciário”, afirmou. Aquelas

questões que o órgão não tem autonomia de resolução são encaminhadas para juizados, faculdades e defensoria, entre outros. A cada 15 dias no período noturno são realizadas sessões de conciliação, onde várias questões da comunidade são resolvidas. Para a frequentadora do BH Cidadania Providência, Maria Cristina da Cunha, a presença do juizado na unidade facilita a vida da comunidade. “O órgão tem me ajudado muito. Vendi um imóvel e não recebi o pagamento. Depois que participei da conciliação tudo terminou bem, já que fizemos um acordo”, disse.

No local são resolvidos conflitos como pensão alimentícia, criação de animais soltos que causam risco às pessoas, material emprestado que não foi devolvido, desvio do esgoto para o terreno do vizinho, entre outros. Na região Norte são mais cinco unidades em atendimento, nos bairros Novo Aarão Reis, no BH Cidadania Brasilina Maria de Oliveira, no bairro Jaqueline, no BH Cidadania Zilah Spósito, no bairro Laranjeiras, na Faminas, e no Madre Gertrudes, na Escola Estadual Aarão Reis. O Juizado de Conciliação atende de segunda à sexta-feira de 8h às 12h.

Centros culturais da capital promovem

14ª Semana do Livro Infantil Na segunda-feira, dia 11, começa a 14ª Semana do Livro Infantil, quando diversos centros culturais ligados à Fundação Municipal de Cultura (FMC) promoverão oficinas e atividades de incentivo à leitura. O objetivo é envolver as crianças no mundo mágico das histórias e estimular o prazer em ler. Confira a programação:.

Centro Cultural Alto Vera Cruz Rua Padre Júlio Maria, 1.577, Alto Vera Cruz • Abertura Oficial. Homenagem a Maria Mazzarelo, da Editora Mazza, e roda de conversa com alunos das escolas municipais Israel Pinheiro e George Ricardo Salum. Participação de Sandra Bittencourt. Dia 11, às 9h30 e às 13h30 • Adinkras, com Ângelo Andrade. Oficina de desenhos a partir da simbologia Adinkra (sistema de escrita ideográfica criado pelo povo Akan, de Gana). Público: acima de 10 anos. Vagas limitadas. Dia 12, às 13h. • Nas Páginas Desses 15 anos. Mostra de materiais elaborados

nas Semanas do Livro Infantil de anos anteriores. De 11 a 16, das 9h às 17h • Fazendo Sons, Lançando Música. Apresentação artística de percussão. Dia 14, às 10h e às 15h. • Literatura Afro-brasileira Infantil, com Luiz Henrique Oliveira. Oficina de leitura literária. Dia 15, às 9h30 e às 13h. • A Rainha Ginga, com Grupo Cultural Calanga e a convidada Maria Paulo (Dona Pretinha). Histórias e músicas cantadas de Clementina de Jesus. Dia 16, às 15h • A Arte de Ler, Ouvir e Contar Histórias. Apresentação de formatura da turma do curso de contação de histórias. Dia 20, às 10h

Centro Cultural Pampulha Rua Expedicionário Paulo de Souza, 185, bairro Urca • Contação de Histórias, com Míriam Freitas e Edward Ramos. Contos africanos adaptados ao público infantil. Dia 12, às 14h • Reconta Enquanto Conta, com Míriam Freitas. Leitura da obra “Menina Bonita do Laço de Fita”, de Ana Maria Machado, com cria-

ções de novos produtos artísticos. Dia 14, às 14h • Gravuras que Contam Histórias, com Daniela Costa e Rodrigo de Freitas Teixeira. Narração da história “As Tranças de Bintou”, de Sylviane Diouf e produção de livros de imagens com a técnica de isoporgravura. Público: 7 a 12 anos. Vagas limitadas. Dia 14, às 14h. • Sarau Infantil: poesia e histórias, com Rodrigo de Freitas Teixeira. Leitura e fruição de histórias da cultura africana e afrobrasileira. Dia 15, às 15h

Centro Cultural Urucuia

rias, com Rodrigo de Freitas Teixeira. Leitura e fruição de histórias da cultura africana e afrobrasileira. Dia 15, às 15h

Centro Cultural Vila Fátima Rua São Miguel Arcanjo, 215, Vila Nossa Senhora de Fátima

Rua W3, 500, bairro Urucuia • Gravuras que Contam Histórias, com Daniela Costa e Rodrigo de Freitas Teixeira. Narração da história “As Tranças de Bintou”, de Sylviane Diouf e produção de livros de imagens com a técnica de isoporgravura, que consiste em cavar o desenho em uma bandeja de isopor e depois imprimi-lo no papel utilizando tinta guache. Público: 7 a 12 anos. Vagas limitadas. Dia 14, às 14h. • Sarau Infantil: poesia e histó-

• Roda de Conversa, com Denise Rochael. Leitura dos livros de literatura infanto-juvenil “Brasil em preto e branco” e “Senhora rezadeira”, cuja autora e ilustradora é Denise. O objetivo da atividade é a sensibilização dos participantes quanto à percepção de aspectos inerentes às questões dos afrodescendentes. Dia 14, às 9h30 • Leituras Compartilhadas, com Alison Barbosa. Leitura dos livros “O Homem que Amava as Caixas”, de Stephen King, e “O Mis-

tério da Caixa Vermelha”, de Semíramis Paterno. Dia 14, às 14h • Leitura e Construção de Bonecos, com Eliane Carlos. Oficina baseada no livro “A Bonequinha Preta”, de Alaide Lisboa Oliveira. Dia 16, às 10h

Centro Cultural Vila Santa Rita Rua Ana Rafael dos Santos, 149, Vila Santa Rita • Storyboard, com Sabrina Damas. Leitura de contos da mitologia afrobrasileira a partir de desenhos, ilustrações ou imagens arranjadas em sequência. Público: Infanto-juvenil. Dias 12 e 14, às 9h30. • Curta em 5 minutos. Exibição de curtas-metragens de desenhos animados. Dia 13, às 9h30 e às 14h30

DOM - 09/04/2011  

Diário Oficial do Munícipio

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you