Issuu on Google+

Perfis e Saídas Profissionais  Licenciatura em Ciências da Educação (LCED) Unidade de Integração Profissional Alexandre Campos

Fonte: Licenciatura em Ciências da Educação https://sigarra.up.pt/fpceup/cursos_geral.FormView?P_CUR_SIGLA=LCED

“A Licenciatura em Ciências da Educação da Universidade do Porto tem já uma vasta experiência na formação de profissionais de educação, ligados a processos escolares e a processos educacionais em diversos contextos. De forma inovadora, procura cruzar uma tradição académica de aprofundamento de saberes em constante mutação com uma outra corrente de intervenção construída a partir do reconhecimento de experiências pessoais. Procura estimular uma pluralidade de olhares reflexivos sobre os contextos, percursos e experiências educativas. Na proposta apresentada no âmbito do Processo de Bolonha, procura formar-se Licenciados/as em Ciências da Educação, com base num perfil profissional que os/as configure como MEDIADORES/AS SÓCIO-EDUCATIVOS/AS E DA FORMAÇÃO. Os/As Mediadores/as Sócio-educativos/as e da Formação estão vocacionados/as para trabalhar em instituições educativas formais e não formais e actividades de natureza cultural, social e económica, onde as dimensões educativa e formativa são determinantes.

Esta formação inicial habilitará para as seguintes funções: a) observação e análise de contextos e de projectos sócio-educativos, de dispositivos de educação formal e não formal e de actividades de natureza cultural, social e económica onde as dimensões educativa e formativa são determinantes; b) apoio na organização, na gestão e na avaliação de:      

projectos curriculares, sócio-educativos; projectos de animação sócio-cultural e comunitária; programas educativos de orientação e de promoção do desenvolvimento pessoal e social a nível individual, familiar e comunitário; processos de intervenção educativa e formativa em contextos de institucionalização; processos de formação de professores, de outros agentes educativos e de educação de adultos; projectos de desenvolvimento local.

c) acompanhamento, implementação e execução de projectos e programas de intervenção, formação e investigação sócioeducativos, sob supervisão adequada, supondo trabalho em equipa e em rede, entre os quais se incluem:       

instituições da administração central, regional e local; Instituições de educação e ensino; instituições e serviços de saúde; instituições de reinserção social e instituições particulares de solidariedade social (IPSS); empresas; centros de reconhecimento e validação de competências e centros de formação; serviços educativos em espaços culturais e patrimoniais; formação de professores e de outros agentes educativos, formação profissional e educação de adultos; agências de desenvolvimento local; associações culturais e recreativas.

Exemplos de contextos de trabalho onde têm decorrido estágios (?) da Licenciatura em Ciências da Educação:                  

Agências de Desenvolvimento Local Associações Culturais e Recreativas Associações de Luta Contra a Pobreza Bibliotecas Câmaras Municipais Centros de Formação Centros de Reconhecimento e Validação de Competências Comissões de Coordenação e Centros de Investigação em Educação Creches e Jardins de Infância e Centros de ATL Escolas do Ensino Básico e Secundário Escolas Profissionais Estabelecimentos Prisionais Fundações Hospitais e Centros de Saúde Instituições de Reinserção Social Juntas de Freguesia Ludotecas e Ecotecas Museus

Saídas profissionais: A formação em Ciências da Educação permite trabalhar como Mediador/a Sócio-Educativo/a e da Formação, nas áreas e domínios profissionais de:    

Formação e Poder Local Inclusão e Animação Socio-Cultural Intervenção Educativa e Desenvolvimento Pessoal e Social Comunidade Educativa e Mediação Sócio-pedagógica Pág. 1/2


Perfis e Saídas Profissionais  Licenciatura em Ciências da Educação (LCED) Unidade de Integração Profissional Alexandre Campos

Fonte: Especialistas em Educação e Formação - Tarefas e Funções | 9 Nov. 2012 Disponibilizado pela Prof. Teresa Medina em 28 Fev. 2014

ESPECIALISTAS EM EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO TAREFAS E FUNÇÕES

1. Estudar, analisar e interpretar projetos, dispositivos e atividades de educação formal e não formal em contextos, estruturas e serviços educativos (escolares e não escolares), de natureza cultural, social, económica, assistencial, de justiça e de saúde, nos quais as dimensões socioeducativas e formativas são relevantes; 2. Conceber, organizar, coordenar, executar e avaliar projectos de educação formal e/ou não formal: curriculares, de educação e formação ao longo da vida, de animação e de intervenção comunitária e de desenvolvimento local; 3. Conceber, planificar, implementar, gerir e avaliar projetos de intervenção e/ou programas educativos de orientação socioeducativa e profissional, bem como de promoção do desenvolvimento pessoal e social a nível individual, familiar, institucional e comunitário, dirigidos a crianças, jovens, adultos e seniores; 4. Diagnosticar e identificar problemas, necessidades e recursos educativos, planear e implementar processos de sensibilização, de animação socioeducativa e de formação profissional, de formação de adultos, de agentes educativos e de desenvolvimento local; 5. Conceber, coordenar, gerir e desenvolver, como formador e/ou gestor da formação, programas e projectos de formação de jovens e adultos; planear, preparar e assegurar acções e cursos de formação; preparar e desenvolver materiais de apoio à formação; proceder à avaliação de formandos e monitorizar e avaliar acções, cursos e projectos de formação. 6. Fazer consultoria e/ou assessoria no âmbito de organizações, iniciativas e políticas de educação/formação em contextos públicos e/ou privados; 7. Conceber, planificar, implementar e participar em projectos de intervenção educativa em contextos e instituições, públicas e privadas, com valências educativas e formativas; 8. Participar em equipas multidisciplinares para a análise e estudo de problemáticas educacionais e de formação; 9. Integrar equipas e colaborar com outros profissionais em processos de mediação socioeducativa e na constituição e articulação de redes de intervenção socioinstitucional; 10. Recolher dados, diagnosticar e definir prioridades de intervenção no âmbito da educação e formação de indivíduos, grupos populacionais, comunidades e instituições; 11. Produzir estudos científicos, documentos, relatórios e pareceres no âmbito da educação, da formação e da aprendizagem, assim como da intervenção em contextos educativos formais e/ou não formais; 12. Participar em estruturas e órgãos de reflexão especializada, de consulta, planificação e gestão de sistemas de educação e formação escolar e não escolar, no âmbito da definição de políticas educativas; 13. Conceber, coordenar, gerir, implementar e avaliar programas e projetos de formação a distância ou e-learning na área da educação destinados a profissionais com interfaces na área da educação e formação 14. Adaptar, planear, preparar e assegurar ações e cursos de formação a distância, a partir de cursos já existentes em modalidade presencial.

Pág. 2/2


Perfis e Saidas Profissionais da Licenciatura em Ciências da Educação