Page 1

economia

B2

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII DIARIOd

d e P E R N A M B U C O - Recife, sábado, 18 de janeiro de 2014

Temporada para “fugir” da Copa Planejar agora viagens fora do roteiro dos jogos, em junho e julho, pode garantir sossego e economia JULIANA CAVALCANTI julianacavalcanti.pe@dabr.com.br

P

arece cedo para pensar nas férias de junho e julho, mas para os operadores de turismo, quem pretende viajar já deveria estar se preocupando. Se os olhos do mundo estarão voltados para o Brasil, por conta da Copa do Mundo, essa também pode ser uma oportunidade para quem não é tão ligado ao esporte, nem acompanha o evento, fugir para lugares diferentes. Buscar passagens e hospedagem por preços razoáveis pode dar trabalho e deve demandar pesquisa.

“Tenho clientes que estão repen- ropa. Acredito que será difícil fusando o destino da próxima via- gir dos valores altos. Quem quer gem de acordo com os preços. A gastar menos talvez devesse penAmérica do Sul, por exemplo, já sar em viajar de carro pelo Norapresenta grande demanda e va- deste”, considera. lores acima da média. Por ser um Se o destino for a Europa e a período em que muita gente esta- viagem puder ser antecipada, várá viajando dentro do país, tam- rias empresas aéreas têm promobém é imporções atrativas tante se anteci- Marcar viagem em com datas até par para conse31 de maio. O guir bilhetes dia de partida bilhete pode mais baratos”, sair por até analisa Silvana é uma dica para US$ 900, ida e Andrade, da Vi- obter descontos volta (R$ 2,1 ver Turismo. mil). Numa Ela conta comparação que está pesquisando opções pa- com os preços para viajar dentro ra um casal com dois filhos in- do Brasil, Silvana Andrade diz que teressados em seguir para Santia- é possível encontrar a ida/volta go, no Chile, e encontrou as pas- para Fortaleza por R$ 1.193; para sagens por nada menos que R$ Salvador, por R$ 600; e para o Rio 12 mil, para os quatro. “Eles es- de Janeiro, por R$ 1.391. tão avaliando o custo. Por esse Por ser alta temporada e coinpreço, seria possível chegar à Eu- cidir com a Copa do Mundo, uma

dica pode ser viajar nos dias dos jogos – levando em consideração que os deslocamentos para ver as partidas devem acontecer pelo menos um dia antes e um dia depois. “É a mesma lógica de viajar no meio de um feriadão, ou no domingo de carnaval e em 25 de dezembro e 1º de janeiro. Quem vai participar das festas já está nos lugares e por isso os preços nestas datas costumam cair”, diz. Fátima Bezerra, da WM Tours, está recebendo muitas consultas de interessados em deixar o país e o principal destino são os Estados Unidos. “As excursões para a Disney estão mantidas. Acredito que as viagens dentro do Brasil em função dos jogos vão ser decididas quando as pessoas tiverem a certeza do ingresso na mão. Não vai faltar oportunidade, mas quem compra antes se beneficia do planejamento.” ANNACLARICE ALMEIDA/DP/D.A PRESS

Acredito que as viagens dentro do Brasil em função dos jogos vão ser decididas quando as pessoas tiverem a certeza do ingresso na mão” Fátima Bezerra, da WM Tours

Carol Cursino, da PontesTur, diz que muitos clientes vão no contrafluxo turístico

Cruzeiros são alternativa Determinado a sair do país durante o período do Mundial de futebol e evitar as viagens de avião, o bancário aposentado Wilmar Jatobá decidiu fazer uma série de cruzeiros marítimos pela Europa com a esposa. Acostumado a viajar, Jatobá adequou o calendário de viagens ao período inicial do campeonato e pretende assistir apenas à etapa final, pela TV, já no Brasil.

“Tenho o hábito de viajar. Acredito que é a melhor forma de aprendizado. Vamos embarcar em abril e voltaremos em julho. Faremos quatro cruzeiros diferentes, terminando a última viagem no Mar Báltico, pelos países da Escandinávia”, explica. Ainda estarão no roteiro do casal duas viagens pelo Mediterrâneo. Entre um cruzeiro e outro, paradas curtas,

de três dias a uma semana. Carol Cursino, gerente do Departamento Internacional e de Lazer da PontesTur, diz que o bancário já chegou com um pré-roteiro e a indicação de “fugir da Copa”. Segundo ela, outras demandas parecidas têm sido feitas por clientes da empresa interessados em seguir no contraflux af luxo turístico. Só para lembrar: os jogos do

Mundial ocorrerão de 12 de junho a 13 de julho. “O Brasil está no centro das atenções do turismo este ano. É interessante porque do mesmo jeito que tem gente querendo fugir, tem outros clientes já com ingressos comprados e que não estão conseguindo hospedagem. Temos casos para Fortaleza e para o Rio de Janeiro”, explica a agente de viagens.

Sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Pontes diariope 18 01 14  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you