Page 1

São José do Rio Pardo

5 de janeiro de 2013

Ano 105

R$ 2,00

2.631

Após o caos, Santurbano dá início ao trabalho de recuperação do município GILMAR ISHIKAWA

Prefeitura publica edital com exonerações e portarias Página A-16

Grande público prestigia a posse de eleitos

Frota sucateada, obras abandonadas e inacabadas Além do cemitério de veículos, que é muito maior do que se imaginava, há obras aban-

donadas e prédios inaugurados sem terem sido concluídos. Páginas A-10 e A-11

Um grande público lotou as dependências da Câmara Municipal, na noite de 1º de janeiro, para prestigiar a solenidade de posse dos vereadores, prefeito e viceprefeito, mandato 20132016. Página A-8

Melhorias em rodovias Página A-4

A

o assumirem a Pre feitura Municipal no dia 1º de janeiro, o prefeito João Batista Santurbano e o vice Carlos Alberto de Souza (foto) se depararam com uma situação, após análise, considerada caótica. Após três dias de governo, a equipe

ainda realiza o levantamento de cada área da Prefeitura, mas os primeiros números revelam uma dívida que pode chegar aos R$ 10 milhões. “Infelizmente encontramos uma situação muito pior do que esperávamos. Foram dias muito difíceis, mas se

Deus quiser vamos colocar São José no caminho do desenvolvimento”, comentou Santurbano. Em entrevista à Gazeta, o prefeito falou sobre os problemas encontrados, o trabalho iniciado pela equipe e as ações dos próximos dias. Página A-5 REPORTAGEM


A-2 - 5 de janeiro de 2013

O trabalho já começou “Venho para ser o prefeito da unidade, do diálogo e da superação das divergências, em nome de um bem maior, que é o progresso de nossa amada cidade. Chega de olharmos para o passado. É hora de apontarmos para o futuro, e seguirmos em sua direção, pois é lá que estão o progresso e o desenvolvimento que tanto esperamos.” Com estas palavras, Santurbano recebeu as chaves da Prefeitura Municipal e deu início, logo no dia 2 de janeiro, às primeiras ações como prefeito de São José do Rio Pardo. Durante a semana, um verdadeiro mutirão foi organizado para dar início ao trabalho que será desenvolvido ao longo dos próximos quatro anos. Visitas a obras, reunião com fornecedores, reunião com funcionários do pátio, análise criteriosa dos balancetes apresentados para traçar os próximos planos em busca de ajudas estadual e federal. Já na próxima semana, Santurbano estará em São Paulo, em reunião com o secretário de Estado de Habitação Silvio Torres e, também, com outras Secretarias Estaduais, com a finalidade de buscar recursos para várias áreas do município. Afinal, muitos esforços precisarão se unir para trazer a ordem à cidade. Executivo e Legislativo, juntos, terão pela frente enormes desafios. Após tomar posse oficialmente e com as chaves da Prefeitura nas mãos, a equipe de Santurbano conseguiu, enfim, ter acesso aos pré-

dios públicos e à realidade. O caos encontrado não chocou porque já era anunciado, mas assustou em razão do tamanho do estrago. Balancetes demonstram uma dívida que beira os R$ 10 milhões e a Prefeitura não tem ao menos um centavo sequer em caixa. Zero. Fornecedores de várias áreas começam a revelar dívidas monstruosas, inclusive de serviços essenciais como telefonia; funcionários da Feuc e do SOS ainda não receberam a segunda parcela do 13º terceiro salário; a Prefeitura deve seis meses de pagamentos ao Instituto Municipal de Previdência – IMP; as entidades assistenciais reclamam que não têm como se manter; não há verbas para pagar encargos de servidores; veículos recentemente adquiridos já viraram sucata. O pátio municipal, onde funciona a Secretaria de Obras, abriga um cemitério de veículos muito maior do que se imaginava, porque ninguém tinha acesso à situação real. Carros, vans, ônibus, máquinas, veículos novos. Falta gasolina, falta motor, falta pneu, falta tudo! O quadro é pior do que se imaginava, e é preciso que a população tenha consciência disso, afinal, administradores públicos trabalham com o dinheiro público. Obras recentemente inaguradas, a toque de caixa e pouco antes do fim do mandato, estão inacabadas. Pintaram a fachada e não terminaram por dentro. Em algumas, somente as paredes foram inauguradas... E os seguidores do ex-prefeito ainda se sentem encorajados a falar

sobre conquista de verbas para o município. Quais verbas? Se elas existem, onde estão? De onde vieram e para onde foram, poderiam dizer ao povo rio-pardense? Que verbas são estas, se a Prefeitura foi deixada com uma dívida monstruosa, uma das maiores dos municípios paulistas? Chegou a hora da verdade para o povo rio-pardense. A realidade está aí, para quem quiser ver. Basta visitar uma Secretaria, basta ir até o pátio municipal, basta ir até a Prefeitura e pedir os balancetes, basta se interessar e buscar as informações. Também os vereadores têm a prerrogativa constitucional de solicitar informações e divulgá-las.Contra fatos não há argumentos! Há, sim, o que se lamentar. Há muito o que se lamentar. Uma cidade como São José do Rio Pardo, que já foi exemplo de cidade desenvolvida, limpa, bem administrada, que já foi motivo de orgulho para os rio-pardenses,precisa se reerguer. O cidadão de bem já foi chamado a unir seus esforços aos esforços desta nova administração que, como já foi dito, terá uma centena de desafios pela frente, mas que não se intimidará diante das dificuldades. Com suas primeiras ações de governo, Santurbano e sua equipe já demonstram que trabalharão no sentido de atender aos anseios da população rio-pardense. O trabalho já começou.

Péssimo presságio da política econômica O ano começa com um péssimo presságio para a condução da política econômica. Analistas ouvidos pela revista Veja avaliam que a decisão de arranjar recursos de última hora para cumprir a meta de superávit primário de 2012, de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB), põe em xeque a credibilidade da política fiscal do país. A avaliação geral é que o governo federal goza, hoje, de posição orçamentária relativamente confortável - o que até lhe permitiria fazer um esforço fiscal menor. Bastaria anunciar uma meta menos agressiva e justificá-la de forma detalhada. A conjuntura internacional adversa e os desafios que este quadro impõe à economia doméstica seriam explicações mais que suficientes, dizem os especialistas. Contudo, a presidente Dilma Rousseff optou por agir de forma obscura. Seu governo deixou as ações para os últimos dias úteis de 2012 e tomou decisões inadequadas, como o uso de recursos do Fundo Soberano do Brasil (FSB). Ao fim e ao cabo, fica a percepção de que o Brasil caminha para voltar a ser um país em que o improviso e o descaso convivem juntos com a falta de transparência. Ano desafiador – Felipe Salto, economista da consultoria Tendências, reconhece a boa intenção do Palácio do Planalto em reduzir o compromisso fiscal em 2012 para promover crescimento econômico e controlar a inflação. Ele citou, como exemplo, o fato de o governo ter zerado a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) na bomba de gasolina para que o reajuste no preço do produto não pesasse no bolso do consumidor. Lembrou também da importância da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para estimular a indústria. O problema, segundo ele, é que o governo tomou seguidas medidas sem observar, com inteira clareza, os efeitos dessas medidas sobre a arrecadação. “Reduzir impostos e, consequentemente, a arrecadação pode ser bom, mas não sem planejamento. O governo precisa assumir um compromisso efetivo na construção de uma reforma tributária”, defendeu. A impressão que o Planalto transmitiu ao mercado foi que acordou, de maneira muito tardia, para a distância que teria de percorrer para entregar um superávit minimamente próximo da meta. Para se ter ideia, ante uma economia anual prometida de 139,8 bilhões de reais, o governo viu-se em dezembro diante do desafio de arranjar recursos para cobrir nada menos que 40% da meta. Era o que estava faltando. A melhor saída – Ante a impossibilidade de entregar o primário prometido, os especialistas ouvidos por Veja foram unânimes em afirmar que teria sido melhor ter utilizado a mais simples das soluções: admitir que o objetivo não seria cumprido. “O que a presidente poderia ter feito era não cumprir a meta e justificar. Dizer que o ano foi um ano difícil, por exemplo. Seria mais transparente, mesmo faltando 50 bilhões de reais para cumprir a meta”, declarou Raul Velloso, especialista em contas públicas. “É melhor reduzir a meta do que usar subterfúgios cada vez menos transparentes e de difícil previsão sobre qual é o real superávit primário”, acrescentou José Marcio Camargo, economista da gestora de recursos Opus e professor da PUC-Rio. Para Antonio Corrêa de Lacerda, professor do Depar-

tamento de Economia da PUC-SP, o governo possui hoje melhores condições para, se necessário, ter de reduzir o esforço fiscal. Ele explica que, com a queda da Selic, também diminui a pressão por receitas para equilibrar a dívida porque se gasta menos para financiála. “Não vejo isso como um comprometimento do arcabouço da política macroeconômica. O principal desafio agora é retomar as condições de crescimento e de investimentos”, disse. Os especialistas explicaram que o país possui atualmente uma relação de endividamento enquanto proporção do PIB mais aceitável e que, portanto, pode se dar ao luxo de, em um ano ou outro, não cumprir a meta fiscal – sem que isso comprometa a saúde das contas públicas. Fundo Soberano – Um dos pontos mais criticados nas decisões tomadas na virada do ano para tentar cumprir, ao menos no papel, a meta fiscal foi o uso dos recursos do FSB. A alternativa foi considerada oportunista e a prova de que o Planalto perdeu o rigor técnico. “Ninguém vai aceitar isso. Já não engoliram o artifício de descontar da meta os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). É mais difícil ainda engolir que uma receita que entrou em 2008 possa ser recuperada e introduzida no fluxo de 2012”, criticou Velloso. “Usar esse recurso no último dia do ano de 2012, quando ficou claro que o superávit se deteriorou fortemente, equivale a uma medida oportunista. Se fosse uma política anticíclica, as medidas deveriam ter sido previstas no orçamento de 2011 e não pegar todo mundo de surpresa”, disse Salto. O FSB, após a operação, perdeu 12 bilhões de reais e hoje conta com capital de 2,85 bilhões de reais. A triangulação financeira – com transferência de ações da Petrobras pertencentes ao FSB para o BNDES em troca de títulos públicos – foi interpretada pelos analistas com uma tentativa de criar uma peça de ficção. “Querer mostrar algo que não se tem não dá”, declarou Velloso. Na opinião do especialista, a presidente Dilma, ao não cumprir o primário proposto no Orçamento, poderia vir a público e explicar todas as hipóteses que o governo considerou. Ela poderia, por exemplo, ter revelado quais seriam os possíveis superávits para as diferentes taxas de expansão do PIB. Contudo, a opção foi por acabar com a transparência. Conquistas em cheque – A perda de qualidade no planejamento e a opção por manobras contábeis transmitem aos investidores a mensagem de que as regras do jogo hoje valem menos. Pior que isso. É cada vez mais presente a percepção de que consegue quem “chora mais” no colo do governo, como aconteceu, por exemplo, com a indústria. Na prática, só o que a presidente Dilma e sua equipe econômica tem conseguido são quedas consecutivas na taxa de investimento – a última divulgação do PIB revelou que essa variável sofreu retração por cinco trimestres consecutivos, num claro sinal de perda de confiança na economia nacional. Além disso, o governo conseguiu levar o país a uma inflação média mais alta, em torno de 5,75%. (Fonte: Revista Veja on-line)

Recorde Informações dão conta de que a posse dos eleitos, realizada na Câmara Municipal, foi recorde de público para uma solenidade deste tipo. Tanto que a cerimônia foi filmada e transmitida simultaneamente no salão do andar térreo da Casa. Deus na causa No saguão da Prefeitura, quando João Santurbano iniciou a subida da escada para visitar o Gabinete, os presentes – todos, espontaneamente, fizeram a oração do Pai-Nosso. Detalhe: partiu do público. Um dólar furado Um fato curioso aconteceu na Câmara Municipal durante a posse dos eleitos. Tocou o celular de um funcionário da Prefeitura e a música era “Dólar Furado”, trilha do filme de 1965. Risos sarcásticos soaram nos arredores. Cortina de fumaça A melhor coisa que aconteceu para o ex-prefeito foi o processo eleitoral, pois ele apenas discute isso, critica o Ministério Público e a Justiça Eleitoral. Enquanto isso, se abstém de falar a verdade sobre sua desastrosa administração pública. Para bom entendedor (I) Um exemplo: ao alugar um imóvel, o inquilino recebe o documento mostrando como está o prédio e o que há de benfeitoria. Depois de encerrado o contrato, deve devolvê-lo em iguais condições. É assim que deveria ser, mas não é assim que está sendo com a Prefeitura. Para bom entendedor (II) Assumir uma Prefeitura com dinheiro em caixa, organizada e em dia com suas obrigações é ótimo, não é? Mas devolver a mesma Prefeitura sem dinheiro para pagar funcionários e autarquias referentes ao trabalho do mês de dezembro, sem pagar o Instituto de Previdência, sem caminhões, sem ambulâncias e equipamentos de manutenção, e ainda com uma dívida monstruosa, como é? Últimos foguetinhos O “foguetinho de Rio Pardo” se manifestou pela última vez na fogueteira administração 2009-2012. Desta vez foi na passagem do ano novo, no Cristo Redentor. Sem festa por falta de verbas, o jeito mesmo foi aproveitar os fogos guardados e os que foram adquiridos sob o patrocínio da Associação Comercial e Industrial de São José do Rio Pardo – ACI. Resta saber se todos os associados gostaram da ideia. Segundas intenções Em visita à região durante a semana, o deputado federal Guilherme Campos (PSD) se reuniu com João Luís Cunha e assessores, em São José do Rio Pardo, na tentativa de arrebanhar apoios para as próximas eleições. O que não se sabe, ainda, é qual foi a verba destinada por ele ao orçamento do município. Fica a pergunta. Terceiras intenções Outra intenção de Guilherme Campos foi a articulação da candidatura do prefeito de Vargem Grande do Sul para a presidência do Conderg – Consórcio de Desenvolvimento da Região de Governo de São João da Boa Vista contra João Santurbano, que, aliás, tem o apoio da maioria dos prefeitos da região (16 cidades). Vale lembrar que Santurbano foi diretor do AME – Ambulatório Médico de Especialidades de Casa Branca e vice-presidente do Conderg, junto com a diretora Eliana Giantomassi, que deverá ser mantida no cargo, caso sua eleição se confirme na segunda-feira. Dívidas secretas Fontes extraoficiais dizem que fornecedores estão procurando a Prefeitura, dizendo terem executado serviços ou fornecido materiais, e que parte deles não foi empenhada. Isto significa que, além das dividas oficiais, existe uma dívida escondida. A Prefeitura, para editar empenho e inserir a dívida como oficial e quitála, vai exigir relatório de entrega dos serviços e materiais, com a identificação de quem recebeu e também explicações escritas sobre o motivo de estarem sem empenho ou autorização oficial.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 3682-8879 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Giselle Torres Biaco Redação: Eduardo Eron Colaboração: Fagner Nasser. Diagramação: Marco Antônio Cassucci. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br e-mail: reportagem@gazetadoriopardo.com.br e-mail: assinante@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Circulação Aguaí, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São João da Boa Vista, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


5 de Janeiro de 2013 - A-3

Cargo é transmitido por dois funcionários “A falta de respeito não é comigo, mas com a população”, disse o prefeito Santurbano Logo após a solenidade de posse na Câmara Municipal, o prefeito Santurbano e o vice Carlos Alberto foram recebidos no saguão da Prefeitura Municipal por um grande público, sob aplausos e gritos de “o povo, unido, jamais será vencido”. As chaves do prédio foram entregues por dois funcionários públicos, Henrique Pansani e Ângela Mantovani, do setor Contábil, e não houve transmissão do cargo pelo exprefeito João Cunha. “A falta de respeito não é comigo, mas com a população. Eu deveria receber as chaves das mãos do ex-prefeito; estou aqui como representante da população. Os funcionári-

os não têm culpa nenhuma, eles nos receberam muito bem. Vamos dar continuidade ao nosso trabalho, pois não é isso que vai nos fazer ficar acanhados. O que teremos que fazer é colocar a cidade no caminho que nós deixamos em 31 de dezembro de 2008”, disse Santurbano. Santurbano lembrou que, em 2009, quando Cunha assumiu a Prefeitura, o cargo foi devidamente passado a ele por suas próprias mãos. “Eu estive aqui, também como representante do povo, e entreguei as chaves a ele de forma democrática. Também de forma democrática, a transição foi feita sem nenhum problema,

com todas as portas abertas para a equipe que ele havia escolhido para assumir a Prefeitura. O mesmo não aconteceu comigo.” Em seu pronunciamento no saguão da Prefeitura, o vice-prefeito Carlos Aberto de Souza disse que a equipe não medirá esforços para recolocar o município no caminho do desenvolvimento. “O futuro não perdoa a omissão do presente”, concluiu. Logo após a entrega das chaves, o prefeito Santurbano convidou a população presente para visitar as dependências da Prefeitura. “Vamos entrar, esta é a casa do povo, não é a casa do prefeito.” Momento da entrega das chaves da Prefeitura por servidores municipais

Transmissão do cargo é prestigiada por grande número de pessoas Prefeito e vice entram com o povo nas dependências da Prefeitura

Santurbano é recebido sob aplausos no saguão


A-4 - 5 de Janeiro de 2013

Silvio Torres concede a entrevista anual Habitação, política e apoio ao município foram alguns dos assuntos abordados Na segunda-feira, dia 31, o secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres, concedeu entrevista às equipes de jornalismo da Rádio Difusora e de Gazeta do Rio Pardo. Durante 30 minutos, ele falou aos ouvintes sobre seus dois anos de atuação à frente da Secretaria, como também sobre os investimentos do governo do Estado na área

Rotary Clube São José do Rio Pardo “Oeste” Fundado em 19/12/1971

habitacional. Silvio também abordou questões relacionadas à política local. Sobre os investimentos em Habitação feitos pelo governo Alckmin durante o ano de 2012, na capital e no interior paulista, Silvio disse que certamente superaram o montante de R$ 1,3 bilhão. Silvio explicou sobre os programas oferecidos pela Casa Paulista, que man-

Ano Rotário 2012/2013 Presidente: José Ruy Junqueira Andreoli Reuniões às quartas-feiras às 20h00

O calendário mensal de 2013, com o tema “Em que mundo eu quero viver?”, continua sendo comercializado pelos rotarianos do “Oeste”, com renda a ser revertida para entidades assistenciais locais. Pelo terceiro ano consecutivo, o Rotary rio-pardense realiza este projeto que foi apresentado no 17º Seminário Distrital do Meio Ambiente realizado em Holambra no último 21 de outubro. Este projeto visa a conscientização das novas gerações da necessidade de preservação e manutenção do equilíbrio do meio ambiente. Estampam os meses de 2013 desenhos de alunos das escolas Cáritas, Apae e Agradef.

O Rotaract é um programa do Rotary que consiste de clubes dedicados a serviços humanitários, integrados por jovens de 18 a 30 anos. É um dos programas de maior sucesso do Rotary, um verdadeiro fenômeno com mais de 8.000 clubes em cerca de 170 países. Todas as iniciativas do Rotaract nascem das próprias necessidades da comunidade e promovem a paz e a compreensão internacional através de amizades e trabalho conjunto. Os rotaractianos também podem candidatar-se aos programas de bolsas educacionais ou participarem de intercâmbios de grupos de estudos. Em São José do Rio Pardo o “Oeste” é o coordenador do Rotaract, presidido atualmente por Aline Fabiana Barreto Paschoal e com reuniões quinzenais na sede do Rotary nos finais de semana...

tém parceria com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, como também de forma específica sobre o Programa de Microcrédito para Reformas e Ampliações de Imóveis da CDHU. Em parceria com o Banco do Povo e ligado à Secretaria do Emprego e das Relações do Trabalho, a Casa Paulista oferece uma linha de crédito com juros subsidiados. “Com isso, além de melhorar o estado de conservação e habitualidade de imóveis, contribui para elevar o padrão de urbanização das cidades”, disse. O secretário comentou sobre as conquistas de unidades habitacionais para o interior paulista, falando de modo especial sobre da região de São José do Rio Pardo, onde várias cidades já foram beneficiadas. Na semana passada, inclusive, o governador Geraldo Alckmin esteve em São João da Boa Vista para assinar o contrato para a construção de 926 casas no município. Para São José do Rio Pardo, Silvio disse que continuam à disposição da Prefeitura as 300 casas da CDHU, que foram autorizadas por ele há cerca de dois anos. Explicou que o único terreno apresentado pela Prefeitura, no ano passado, não estava em conformidade e foi reprovado pela Companhia. Além de não ter sido apresentada outra alternativa

pela Prefeitura, recentemente a Câmara Municipal aprovou a utilização da verba destinada à compra do terreno para outros fins. “Vamos esperar que o prefeito Santurbano busque alternativas e aí buscaremos, junto com ele, as parcerias necessárias. Já começamos a conversar a esse respeito e ainda neste mês de janeiro deveremos ter novidades”, comentou. Apoio ao município Silvio afirmou que o governo do Estado de São Paulo sempre esteve aberto a São José do Rio Pardo para propostas e projetos e que, agora, com a nova administração municipal, isto não será diferente. Ao contrário: em decorrência do bom relacionamento que o governador Geraldo Alkmin tem com João Santurbano desde o mandato anterior, o prefeito terá facilidade para percorrer todas as Secretarias Estaduais. O secretário assegurou que estará junto com Santurbano tanto na área da Habitação quanto nos outros setores em que o governo do Estado disponibiliza projetos que possam auxiliar os municípios paulistas. “Também eu acho que o prefeito Santurbano terá oportunidade de buscar recursos junto ao governo federal, que tem programas importantes para os municípios brasileiros”, prosseguiu. Comentou ainda que

Santurbano tem uma equipe bastante capacitada e apta a elaborar os projetos que forem necessários, reiterando que se empenhará em ajudar a nova administração municipal em tudo aquilo que estiver ao seu alcance. “Estamos com muitas esperanças no novo mandato do Santurbano com toda a sua equipe, assim como em relação à nova Câmara, e acho que São José do Rio Pardo dá um passo na história que pode significar uma mudança muito grande naquilo que está ocorrendo”, previu. Silvio lembrou que o PSDB tem a maioria das prefeituras do Estado de São Paulo e acredita que isso é fruto do trabalho que os governadores do partido tem feito nos últimos 16 anos nestes municípios. “O partido tem sido responsável pelos grandes avanços do Estado e o interior é a demonstração do quanto São Paulo vem desenvolvendo”,

observou. “Hoje há projetos em todas as áreas e São José do Rio Pardo fará parte dessa nova etapa, para receber grandes investimentos”. Déficit habitacional Quanto ao deficit habitacional em São José, que é considerado grande, o secretário estadual afirmou que o prefeito Santurbano terá que buscar um terreno adequado e requerer recursos para reduzir essa carência. “A Prefeitura vai ter problemas de caixa e os programas estaduais que temos no governo são de parcerias, nos quais os municípios entram com o terreno e nós damos os recursos para a construção”. Mensagem Silvio Torres afirmou, por fim, que deseja boa sorte à nova administração municipal, aos novos vereadores empossados e, principalmente, a toda população de São José do Rio Pardo.


5 de Janeiro de 2013 - A-5

Após o caos, Santurbano dá início ao trabalho de recuperação do município Há buracos em toda parte: nas contas municipais, nas ruas e nas estradas rurais Ao assumirem a Prefeitura Municipal no dia 1º de janeiro, o prefeito João Batista Santurbano e o vice Carlos Alberto de Souza se depararam com uma situação, após análise, considerada caótica. Após três dias de governo, a equipe ainda realiza o levantamento de cada área da Prefeitura, mas os primeiros números revelam uma dívida que pode chegar aos R$ 10 milhões. “Infelizmente encontramos uma situação muito pior do que esperávamos, mas enquanto não tivermos todo o balanço, ainda não é possível ter um real panorama de toda Prefeitura. Mal conseguimos trabalhar nestes primeiros dias, tivemos problemas seríssimos de coleta de lixo, não havia caminhão e tivemos que recuperá-los; não havia equipamentos para os próprios funcionários trabalharem em diversos setores. Foram dias muito difíceis, mas se Deus quiser vamos colocar São José no caminho do desenvolvimento”, comentou Santurbano. De acordo com ele, em apenas três dias de trabalho já foi possível perceber a boa vontade de sua equipe de governo e, também, dos funcionários de um modo geral. “É preciso colocar em funcionamento todos os setores da Prefeitura, sem esquecer daqueles que estão sofrendo através das dívidas que a Prefeitura têm com eles. A atenção à população tem que ser feita com responsabilidade, com determinação e, acima de tudo, com respeito, porque estamos administrando para a população e não podemos deixá-la em situação precária. Temos percebido também que os funci-

onários têm demonstrado boa vontade em nos ajudar a colocar a casa em ordem.” Em entrevista à Gazeta, o prefeito Santurbano falou sobre os demais problemas encontrados, sobre o trabalho iniciado pela equipe e sobre as ações dos próximos dias. Transparência e auditoria Para Santurbano, a maior exigência de sua administração será a transparência no trato com a coisa pública. “Esta é uma exigência da qual não abrimos mão. Administração nossa tem que ser transparência, não vamos esconder nada. Todos os setores estão procurando técnicos, advogados para orientação, enfim, todo mundo numa corrente só para que possamos começar a trabalhar com mais tranquilidade.” Sobre a contratação de uma auditoria externa, Santurbano disse que está primeiramente avaliando a situação da Prefeitura. “Pretendemos fazer uma auditoria, mesmo para que possamos saber onde estão os problemas. Isso é muito importante para termos um melhor direcionamento.” Exoneração Santurbano determinou, na quinta-feira, dia 3, a exoneração de vários funcionários municipais contratados para cargos comissionados pela administração anterior. As exonerações, que deveriam ter sido feitas pelo ex-prefeito na sua última semana de mandato, não foram realizadas. “Acredito que, como não havia dinheiro para fazer as rescisões, foram exonerados apenas os secretários, sendo que as demais pesso-

as contratadas para cargos comissionados permaneceram nas suas funções”, disse Santurbano. Coleta de lixo Durante a semana, a coleta apresentou diversos problemas. “Por exemplo, um caminhão estava sem motor e precisamos ir atrás para descobrir onde o motor estava. Na realidade, por falta de pagamento, a empresa não entregou o motor. O outro caminhão – eram dois seminovos que deixamos quando entregamos a Prefeitura – estava com a caçamba totalmente destruída. Agora temos que comprar o compactador inteiro, que é caríssimo, pois sem ele não tem como funcionar. Já um caminhão Mercedes, qua também era usado para coleta de lixo, está no pátio há muito tempo por falta de peças necessárias, que não estão sendo encontradas; o caminhão está sem os bancos da cabine, que também não estão sendo encontrados”, revela. Frota sucateada Sobre a frota sucateada e abandonada no Almoxarifado Municipal, o prefeito diz que a equipe já trabalha no sentido de recuperar alguns que ainda têm conserto, para que serviços essenciais não sejam paralisados. “Estamos entrando em contato com fornecedores para colocar alguns veículos, principalmente os da Saúde, em funcionamento; melhorar a frota para dar mais segurança aos pacientes que têm que fazer tratamento em outros municípios. Eu mesmo tenho procurado fornecedores no sentido de terem paciência até para receber o que não receberam, os pagamentos em atraso. Vamos acertar isso porque, no final, a dívida é da Prefeitura. Se não tiveram competência para adminis-

trar o dinheiro público, a dívida fica para a Prefeitura. Nós entramos, vamos ter que pagar. O fornecedor investiu para atender a Prefeitura, e esta é uma questão que vamos olhar com bastante carinho.” Tapa-buracos e estradas rurais Santurbano informou, ainda, que já foi iniciada a recuperação dos equipamentos que fazem o serviço de tapa-buracos no município. Ainda segundo o prefeito, além dos equipamentos quebrados, não havia material para realizar os trabalhos. “Praticamente já recuperamos todos com a rapidez e a eficiência do nosso pessoal. Estamos comprando os materiais necessários para fazer tapa-buracos o mais rápido possível.” Para o serviço em estradas rurais, também há equipamentos sendo recuperados. “Não tem nenhuma Patrol, uma delas virou ferro velho e tem que ser leiloada, e a outra está com a frente totalmente danificada. Estamos procurando uma alternativa como, por exemplo, conseguir máquinas emprestadas do DAEE de Ribeirão Preto, além de tentar do governo do Estado pelo menos uma Patrol. Queremos montar uma frota apenas para a zona rural, e outra para a zona urbana. Isso facilita para que a manutenção da malha seja feita com mais rapidez.” Obras inauguradas O prefeito Santurbano disse, também, que já providenciou o levantamento das obras que a administração anterior inaugurou sem que tivessem sido finalizadas. “Só como exemplo, cito a Secretaria de Assistência e Inclusão Social, que foi inaugurada sem a mínima segurança. Ela tem um vidro, uma abertura que não fecha, ou seja, não tem segurança nenhuma. Tivemos que colocar um guarda municipal para tomar conta do prédio à noi-

VENDO TERRENO

Vila Pereira - Rua Isidoro Pereira

400m2 (20x20) R$ 130.000,00 Tel – 8162-6689

te e intimar a empresa a corrigir o defeito da sua obra imediatamente, deixando bem claro que qualquer problema que acontecer naquela Secre-

taria será de responsabilidade da empresa. O que houve foi uma inauguração sem a fiscalização correta. É uma tremenda falta de responsabilidade.”

Nós voluntários (Do asilo Lar de Jesus), somos gratos por todas as pessoas que conosco realizaram A Confraternização deste Ano. Também por aqueles que adotaram um “idosinho”, na certeza de fazer um natal mais feliz. A presidenta Dona Marcia, Tulio, Flavia e todos os enfermeiros e funcionários pois sem eles nada seria possível. O nosso Deus lhe pague. “As mãos que ajudam são mais que os lábios que rezam” (Madre Tereza de Calcutá). l Clinica São Lucas l Rami Calçados l Agrovecal l Arcádia l José Orlando Veículos l Posto R 3 l Bar do Demá l Irmãos Flaminio l Célia Poggio Torres l Norival Junqueira l Alex l Torres Confecções l Sorveteria Du Potti l Andrea Mandoni l Padaria Santa Rita l Padaria Alvorada l Padaria Ki Pão l Armando Guido l Dra. Claudia Maldonado l Juliana Del Ciampo l Festa & Companhia (Vitinho) l Carlinhos Navega e seu auxiliar

Januário, Trentim e sua

equipe de Cantores. 20 de dezembro de 2012


A-6 - 5 de Janeiro de 2013

Santurbano dá início ao plano de governo Várias melhorias na SP-207 e rodovia Lupercio Torres começam a ser discutidas

Forro da Casa Euclidiana cai na calçada FOTOS REPORTAGEM

Desmoronou boa parte do forro externo da Casa de Cultura Euclides da Cunha, que passou por reforma mediante recursos do governo estadual, DEC e Prefeitura. Outra parte externa também está por ruir, razão pela qual foram postas demarcações e sinalizações para os pedestres, que poderiam ser atingidos pelos estilhaços do forro. O estranho é que, além de extremamente demorada, a reforma teve até o já tradicional “aditamento de verbas”, ou seja, pedidos de mais recursos junto ao governo porque os que haviam sido programados não seriam suficientes para o término dos trabalhos. Mesmo assim, bastaram algumas chuvas mais fortes e o forro não suportou, cedendo e caindo na calçada, indicando que alguma coisa não foi bem feita na reforma. A queda derruba por terra o que o então prefeito João Luis Cunha afirmou por ocasião da inauguração da reforma, quando disse que “o prédio nunca havia passado por uma reforma tão criteriosa”. Numa crítica às administrações anteriores, Cunha disse também que “todo trabalho de manutenção e reforma re-

Um buraco se formou no texto externo do prédio e outro está prestes a aparecer também

alizada no imóvel, até então, foram feitos sem nenhum cuidado específico”. O projeto da reforma teve que ser submetido e aprovado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT) de São José do Rio Pardo, já que o prédio é tombado. Foram recolocados os forros e o piso de madeira na parte interna, ocorrendo ainda restauração de portas e janelas. A rampa de acesso recebeu piso hidráulico e antiderrapante e o sistema de iluminação foi trocado. Foi divulgado pela Prefeitura, na época, que “o telhado foi refeito e colocado uma manta impermeabilizante”. A Casa de Cultura Euclides da Cunha foi local de

Cassucci. Estão previstas implantações de novos trevos além da duplicação. As obras serão executadas pelo Estado, e teremos uma longa etapa de apresentação de projetos e licitações até que os trabalhos sejam iniciados”, explicou o prefeito. Além da SP-207, o DER executará obras para melhorar a estrada Prefeito Lupercio Torres - ligação dos bairros Bonsucesso e Santa Luzia à SP-340 (São José/Tapiratiba). O projeto prevê a implantação de ciclovias, acostamentos pavimentados, além de recapeamento. “Os editais para estas obras devem ser publicados brevemente. A partir daí começamos a discutir os projetos”, informou Dezan.

Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP P O R T A R I A 581, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a exoneração do Sr. Paulo de Tarso Coelho de Britto do cargo de Diretor Administrativo O Diretor Presidente do DEC – Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP, usando das atribuições que lhe são conferidas pelas Leis Municipais nº.´s 2.646 e 2.647, de 01 de agosto de 2003 e Lei Municipal nº. 2.888, de 10 de novembro de 2006, RESOLVE: Artigo 1º - Exonerar o Sr. PAULO DE TARSO COELHO DE BRITTO do cargo de DIRETOR ADMINISTRATIVO. Artigo 2º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo/SP, 04 de janeiro de 2013 HÉLIO ESCUDERO DIRETOR PRESIDENTE Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede desta Autarquia, na mesma data

A parte da calçada na Treze de Maio próxima à Casa Euclidiana precisou ser interditada

moradia, por três anos, do escritor e engenheiro Euclides da Cunha (1866), entre 1899 e 1901. Hoje, sua antiga casa tornou-se um

museu, que é referência nacional, para estudos e pesquisas sobre a vida e obra do autor do livro “Os Sertões”.

Prefeito se reúne com funcionários Na manhã de quarta-feira, dia 2, o prefeito Santurbano compareceu ao Almoxarifado Municipal, no Jardim Nova Belmonte, local de permanência das máquinas, veículos e equipamentos. “É lamentável o estado de abandono em que tudo isso foi deixado. Parece um cemitério de carros e máquinas”, considerou. Na companhia do presidente da Comderp, José Carlos Zanetti, dos secretários Nelson Vedovato (Agricultura) e Cristiano Barella (Obras e Serviços), o prefeito apresentou Luís Fernando Tartaciori como o novo coordenador do Almoxarifado e se reuniu com os funcionários do setor. Na

O prefeito Santurbano se reuniu, na quinta-feira, dia 3, com o diretor regional do DER de Rio Claro, engenheiro Danilo Luiz Dezan, para discutir os projetos de melhoria das rodovias SP207 e Lupércio Torres, elencadas no seu programa de governo. Também participaram do encontro o presidente do PSDB local Hélio Escudero, o engenheiro Mário Aparecido Gusmão, o secretário municipal de Obras e Serviços Cristiano Barella e o diretor de Obras Daniel Cobra Monteiro. Os trabalhos de melhoria das estradas será feito pelo DER a partir de projetos que terão a participação da Prefeitura. “Na SP207 vamos cuidar com carinho do trecho urbano entre a Usininha e o Carlos

P O R T A R I A 582, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a exoneração do Sr. Marco Antônio Moreira do cargo de Diretor de Esportes e Lazer O Diretor Presidente do DEC – Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP, usando das atribuições que lhe são conferidas pelas Leis Municipais nº.´s 2.646 e 2.647, de 01 de agosto de 2003 e Lei Municipal nº. 2.888, de 10 de novembro de 2006, RESOLVE: Artigo 1º - Exonerar o Sr. MARCO ANTÔNIO MOREIRA do cargo de DIRETOR DE ESPORTES E LAZER. Artigo 2º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo/SP, 04 de janeiro de 2013 HÉLIO ESCUDERO DIRETOR PRESIDENTE Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede desta Autarquia, na mesma data P O R T A R I A 583, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a exoneração da Sra. Luciana Callegari Marques dos Santos Perussi do cargo de Coordenador de Cultura O Diretor Presidente do DEC – Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP, usando das atribuições que lhe são conferidas pelas Leis Municipais nº.´s 2.646 e 2.647, de 01 de agosto de 2003 e Lei Municipal nº. 2.888, de 10 de novembro de 2006, RESOLVE: Artigo 1º - Exonerar a Sra. LUCIANA CALLEGARI MARQUES DOS SANTOS PERUSSI do cargo de COORDENADOR DE CULTURA. Artigo 2º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo/SP, 04 de janeiro de 2013 HÉLIO ESCUDERO DIRETOR PRESIDENTE Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede desta Autarquia, na mesma data P O R T A R I A 584, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a exoneração da Sra. Thaise Vicente Mantovani do cargo de Coordenador Administrativo

Santurbano reunido com funcionários do Almoxarifado Municipal (pátio)

ocasião, pediu a colaboração dos servidores nas atividades “para recuperar a cidade”. “Não temos caminhões

EDITAL Ata da Assembléia Geral Ordinária do Edifício Palmiro Petrocelli a ser realizada no dia 10/01/2013, às 19 horas na sala de reunião do Edifício, sendo a pauta do dia: 1- Regularização da construção na cobertura do Apto 62, referente a documentação devidamente aprovada, como ficou concordado em apresentá-la até o mês de dezembro/2012, na reunião realizada em 25 de julho de 2012. 2-Eleição do Sindicato, sub Síndico e Conselho Fiscal, para gestão do próximo período de janeiro/2013 à janeiro/2015. 3 - Assunto de extrema urgência, referente a defeito apresentado no escoamento hidráulico no Apto nº 11 – proprietária Celi Rosa Medeiros.

para a coleta de lixo, não temos máquinas para consertar estradas, nem equipamentos e materiais para fazer reparo das vias públicas. Tudo isso recairá sobre os funcionários mas quero que saibam, a culpa não é de vocês. Infelizmente, as condições

de trabalho deixada a vocês não permite que possam fazer um bom trabalho. Por isso, peço paciência e dedicação de todos para que possamos superar as dificuldades”, disse Santurbano aos servidores. (TEXTO E FOTOS: GILMAR

ISHIKAWA)

Conselho Comunitário de Segurança de São José do Rio Pardo CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de São Jose do Rio Pardo CONVOCA os Senhores Conselheiros e a população em geral para a Reunião Ordinária deste Conselho que será realizada dia 08 de Janeiro de 2013, (Terça-feira), as 16:00 horas, na Câmara Municipal de São José do Rio Pardo sito a Praça dos Três Poderes nº 02. São Jose do Rio Pardo, 05 de Janeiro de 2013.

São José do Rio Pardo, 28 de dezembro de 2012 José Pereira

IZONEL APARECIDO TOZINI Presidente

O Diretor Presidente do DEC – Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP, usando das atribuições que lhe são conferidas pelas Leis Municipais nº.´s 2.646 e 2.647, de 01 de agosto de 2003 e Lei Municipal nº. 2.888, de 10 de novembro de 2006, RESOLVE: Artigo 1º - Exonerar a Sra. THAISE VICENTE MANTOVANI do cargo de COORDENADOR ADMINISTRATIVO. Artigo 2º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo/SP, 04 de janeiro de 2013 HÉLIO ESCUDERO DIRETOR PRESIDENTE Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede desta Autarquia, na mesma data P O R T A R I A 585, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação da Sra. Luciana Callegari Marques dos Santos Perussi para o cargo de Coordenador Administrativo O Diretor Presidente do DEC – Departamento de Esportes e Cultura de São José do Rio Pardo/SP, usando das atribuições que lhe são conferidas pelas Leis Municipais nº.´s 2.646 e 2.647, de 01 de agosto de 2003 e Lei Municipal nº. 2.888, de 10 de novembro de 2006, RESOLVE: Artigo 1º - Nomear a Sra. LUCIANA CALLEGARI MARQUES DOS SANTOS PERUSSI para o cargo de COORDENADOR ADMINISTRATIVO. Artigo 2º - Esta portaria entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo/SP, 04 de janeiro de 2013 HÉLIO ESCUDERO DIRETOR PRESIDENTE Publicado por afixação no quadro próprio de editais, na sede desta Autarquia, na mesma data


5 de janeiro de 2013 - A-7

Bêbado protagoniza momentos de perigo Rapaz armado foge da polícia em Celta, bate o carro em árvore e oculta a arma

NOTAS POLICIAIS Versões distintas após o acidente Uma motocicleta de cor prata (CG 150cc) e uma picape da mesma cor (Fiat Strada) se chocaram na avenida dos Lírios, no final da tarde do dia 2, na Vila Maschietto, e o motociclista ficou ferido e foi socorrido pelo Samu, sendo levado ao Pronto Socorro municipal. R.F.E., de 33 anos, motorista da picape, afirmou ter sinalizado que iria fazer o contorno do canteiro central quando a moto bateu em seu carro; o piloto da CG, M.A.S. S., de 20 anos, afirma o contrário: que foi ultrapassar a picape quando esta, sem sinalizar, cortou sua frente. Droga, agora, até ‘em consignação’ O tráfico de drogas em São José está cada vez mais sofisticado. Agora, a última “novidade” neste meio tão danoso para a sociedade local é a “venda de drogas por consignação”, ou seja, os vendedores dos entorpecentes só pagam seus fornecedores se venderem o produto ilícito. E o que é pior: os traficantes estão usando cada vez mais os menores de idade, os quais, teoricamente, são inimputáveis do ponto de vista legal. Foi o que a polícia militar constatou, mais uma vez, no final da tarde do dia 31 de dezembro no bairro Santa Teresa. Quatro meno-

res, sendo dois com idade de 14 anos, um com 15 e um com 16, foram flagrados com maconha após busca pessoal feita pelos policiais. No total, 14 invólucros de drogas eram levados por eles. Questionados sobre a origem do material, disseram tê-lo pego “em consignação de um traficante do Jardim Aeroporto” e admitiram que pretendiam vendê-lo em diversos pontos da cidade. A polícia já sabe quem é o fornecedor da droga a esses jovens. Bandido assalta casal: R$ 2.000 Um homem armado e ainda não identificado entrou em uma residência no Jardim Santos Dumont, no início da tarde do dia 31 de dezembro. Ele levou R$ 2.000 do casal que mora na casa e fugiu antes da chegada da polícia. A ação foi rápida e deixou as vítimas bastante tensas. L.F.C.P., de 58 anos, que é a dona da casa, afirmou aos policiais que atenderam a ocorrência que o assaltante, que se identificou pelo nome de “Fabrício”, tocou o interfone e disse que queria falar com o Luis, seu esposo. Ela abriu o portão e o homem (magro e alto, com calça jeans e camiseta amarela) já estava com revólver em punho, anunciando que era um assalto. O homem disse que não queria fazer mal a ela ou ao marido dela, só queria

o dinheiro. L.F.C.P. então respondeu que tinha R$ 2.000, afirmando que iria buscar e entregar o dinheiro desde que o assaltante fosse embora depois disso. O homem concordou mas foi atrás da mulher, entrando na casa. O marido dela começou a discutir com o bandido, enquanto ela pegava o dinheiro. O homem recebeu os R$ 2.000 e saiu rapidamente, não sendo mais encontrado. Assaltado posto da av. Independência O posto de combustível da avenida Independência também foi assaltado e o valor em dinheiro levado pelo bandido, que já foi identificado e até prestou depoimento, foi de R$ 250. O crime aconteceu na noite do dia 28 de dezembro e foi presenciado pelo funcionário L.W.C.V.S., de 18 anos. Ele estava no posto quando ouviu gritos e a frase: “Isso é um assalto”. Desceu e viu um sujeito trajando roupa escura e usando uma touca preta no rosto. Este sujeito saiu correndo em direção a uma motocicleta preta, que estava parada nas proximidades e com outra pessoa esperando e usando capacete cinza. Quando o assaltante ia subir na moto, surgiu um carro que, ao passar próximo, atrapalhou a manobra do bandido, que então saiu correndo pela avenida Independência com um revolver em

uma mão e o dinheiro na outra mão. O funcionário do posto avisou o dono do estabelecimento, que alegou que não tinha tempo para ir à delegacia de polícia. Uma viatura policial foi ao posto, fez patrulhamento mas não achou os bandidos. Soube-se depois que a arma usada pelo assaltante era um revólver que dispara chumbinho. Voltaram da festa e viram o estrago Um rapaz de 19 anos, B.V.N.O., chamou a polícia na madrugada do dia 1º de janeiro porque a residência em que estava, junto com amigos, foi invadida e várias garrafas de bebidas, além de inúmeros cristais, foram furtados. Ele disse terem ido com os amigos à festa da virada de ano na AAR e, quando retornaram, a casa estava completamente revirada e os objetos citados haviam desaparecido. Não há pistas do autor dos furtos. Estava com o ‘ex’ e apanhou muito A dona de casa C.A.S.G., de 25 anos, teve escoriações no braço esquerdo e no rosto na madrugada do dia 1º de janeiro, após ser agredida pelo ex-marido L.A.C., de 31 anos. O fato aconteceu na Vila Brasil. Ela chamou a polícia e contou que estava com o “ex” na passagem de ano quando começaram a discutir e ele a agrediu. Antes que a viatura chegasse, porém, ele fugiu.

Ex-amásio joga a ‘ex’ na parede Fato quase idêntico aconteceu no mesmo dia, mas à tarde, no bairro Carlos Cassucci. A dona de casa G.A.N., de 42 anos, ficou com ferimento na testa após ser jogada contra a parede de sua casa pelo ex-amásio, H.C.S., de 51 anos. Ela disse à polícia que o “ex” bebeu e, por ciúmes, a agrediu. G.A.N. foi levada ao Pronto Socorro para ser medicada. Agredidos quando impediram subida Houve uma confusão no interior do caminhão Scania de cor laranja que, por estes dias, tem estado estacionado na praça XV, no centro da cidade. O episódio necessitou de intervenção policial. O motorista do veículo, J.R.O., de 59 anos, afirmou aos policiais que ouviu gritos e parou o Scania, sendo então informado que duas pessoas que estavam no caminhão haviam sido agredidas com socos. Essas pessoas eram dois menores, G.T., de 14 anos, e S.T., de 12, os quais disseram aos policiais que trabalham no caminhão e que foram agredidos porque pediram aos agressores para não subirem na parte de cima do veículo, no que não teriam sido atendidos. Segundo os dois, seis foram os agressores participantes da agressão. O caminhão pertence a S.A.G., de 59 anos.

Rato volta do Japão e promove Papai Noel vestido de alvinegro O integrante da Torcida Organizada Comando Alvinegro, de São José do Rio Pardo, Rodrigo Moreira Morgan (Rato), esteve no Japão e, após passar por grandes dificuldades, inclusive para conseguir acesso ao estádio Yokohama, conseguiu assistir “in loco” a partida

decisiva do Mundial de Clubes, entre Corinthians e Chelsea. O jogo, como se sabe, aconteceu dia 16 de dezembro, e o alvinegro paulista venceu por 1x0, conquistando o bicampeonato mundial. De volta a São José do Rio Pardo, Rato disse que “não tem como explicar a

emoção que foi ver meu time campeão do mundo, em um estádio localizado no Japão e lotado de corintianos como se fosse jogo no Brasil”. Ainda segundo o rio-pardense, durante a partida da final ele “cantou o tempo todo” e várias vezes se lembrou “dos amigos que

colaboraram para que eu estivesse lá”. Como representante da Torcida Organizada Comando Alvinegro no Japão, Rato não se esqueceu de que sua ida para lá só foi possível graças à cooperação dos patrocinadores e dos corintianos que adquiriram a camiseta promocional que foi confeccionada para a viagem, aos quais ele agradece publicamente. Carreata de Natal De volta a São José, Rato

Rodrigo (Rato), o primeiro à esquerda, com corintianos no estádio Yokohama, no Japão: muita dificuldade para conseguir ingresso

e outros corintianos locais promoveram o que denominaram de “1ª Carreata de Natal do Comando Alvinegro com Papai Noel Corinthiano”. Um integrante da torcida alvinegra local usou uma roupa branca e preta ao invés da tradicional vermelha e branca do bom velhinho e, junto com Rato e outros corintianos, saiu distribuindo balas para as crianças dos bairros Vale Redentor, Cassucci, Santo Antonio e centro. DIVULGAÇÃO

Integrante da torcida uniformizada corintiana em São José, vestido de Papai Noel em preto e branco, deu balas às crianças

O motorista de um Celta prata protagonizou manobras pra lá de perigosas na noite do dia 3 de janeiro, na região central da cidade e em alguns bairros. A.C.G., de 24 anos, acabou contido pela polícia, que precisou algemá-lo para conseguir que fosse à delegacia prestar depoimento. Ele chegou a ser visto por uma testemunha com um revolver em punho, mas deve tê-lo jogado no rio ou em outro local antes de ser pego pelos policiais. Uma viatura com policiais militares fazia patrulha pelo bairro Natal Merli quando o Celta foi visto ao lado da praça Iris Trovato, com a porta do passageiro aberta. Suspeitando tratar-se de tráfico, os soldados se aproximaram e um rapaz, que estava no banco do passageiro, saiu correndo. O condutor do carro, porém, ligou rapidamente o Celta e saiu em velocidade, quase atropelando um policial. Os PMs foram com a viatura no encalço de A.C.G., acompanhando-o pelo Vale do Redentor e bairro Santo Antônio, passando pela ponte Euclides da Cunha, avenida Perimetral e chegando à Vila Formosa, onde subiu em uma calçada. Um policial tentou se aproximar do condutor mas este, novamente, jogou o carro em direção ao PM, em novo perigo de atropelamento. A.C.G. então voltou com o Celta em direção a avenida Euclides da Cunha, onde perdeu o controle e bateu em uma palmeira do canteiro central. Ele saiu do carro e foi correndo até as margens do rio Pardo, sendo acompanhado da mesma forma pelos policiais, que abordaram uma testemunha assustada, a qual afirmou “ter visto um rapaz correndo com uma arma na mão”. O rapaz foi, finalmente, detido após ser achado escondido em um matagal perto do rio, já sem a arma. Estava com forte cheiro de álcool e só foi contido mediante uso da força física por parte dos policiais.

Apanhou porque mexeu com filha Um homem de 57 anos, L.A., precisou ser levado ao Pronto Socorro na noite do dia 30 de dezembro após ser agredido por algumas pessoas. O fato aconteceu no Jardim São Roque, perto do Botafogo F.C., e a polícia militar foi chamada. O homem que encabeçou a agressão, J.V.B., de 41 anos, disse aos policiais o seguinte: assim que chegou em casa, sua filha de 12 anos, E.A.G.B., avisouo que L.A. havia mexido com ela, chamando-a de “gostosa, delícia, muito linda”. J.V.B. então saiu às ruas e encontrou L.A. ainda nas redondezas e, junto com amigos, foi até ele tirar satisfação, culminando nas agressões.


A-8 - 5 de janeiro de 2013

Grande público prestigia posse de eleitos Santurbano: ‘Nenhum ato meu ou de membro de minha equipe ficará obscuro’

FOTOS REPORTAGEM

Um grande público lotou as dependências da Câmara Municipal, na noite de 1º de janeiro, para prestigiar a solenidade de posse dos vereadores, prefeito e vice-prefeito, mandato 2013-2016. Cerca de 250 pessoas se acomodaram na área do Plenário, no hall do 2º andar, na escada e na sala de multimídia do térreo (projeção em telão), além de centenas de internautas, pelo site da Câmara. Reinaldo Milan (o vereador mais votado dentre os eleitos para o Legislativo) conduziu a sessão, que durou uma hora, com apoio do mestre de cerimônias Antonio Fernando Torres. Compuseram a Mesa Solene o deputado federal Silvio Torres, Secretário de Estado da Habitação e representando no ato o Governador do Estado Geraldo Alckmin, e o 1º Tenente PM André da Costa Vieira Ciampone, Comandante do Destacamento da PM de São José do Rio Pardo. Na abertura, Milan convocou para compor o Plenário os demais vereadores: Amilton Pizzoli, Claudine Aparecido Apolinário, José Roque Rueda, Lúcia Helena Libânio da Cruz, Marcelo Nogueira Rocha, Márcio Donizeti Macedo, Marco Antonio Gumieri Valério, Matheus de Oliveira Pinto e Paulo Sergio Rodrigues. Em seguida, o prefeito eleito João Batista Santurbano e o vice Carlos Alberto de Souza adentraram o Plenário, passando a compor a Mesa Solene. Na sequência, deu-se a posse dos vereadores, que confirmaram o Juramento do Vereador proferido pelo presidente Reinaldo e assinaram o Termo de Posse. Pelo Executivo, João Santurbano e Carlos Alberto proferiram individualmente o Juramento e assinaram os respectivos Termos de Posse. Os três Termos de Posse foram lidos na íntegra pelo cerimonial, para conhecimento dos presentes. Pronunciaram-se os vereadores Marcelo Nogueira Rocha, Márcio Donizeti Macedo e Marco Antonio Gumieri Valério, o Secretário de Estado Silvio Torres e o Prefeito João Santurbano. Em seu pronunciamento, o vereador Márcio Donizeti Macedo, do PMDB, disse estar à disposição dos demais para dialogar “sempre com respeito às leis e o respeito mútuo, sem o desvirtuamento para assuntos que não são de interesse da população”. Já o vereador Marco Antonio Gumieri Valério, do PSDB, disse que a cidade necessita de um choque de desenvolvimento: “emprego para jovens, volta da inclusão digital, aplicação do orçamento participativo, ampliação da coleta seletiva”. Para Caco, acima das questões partidárias estão o município e o povo. “É preciso um método de re-

Membros do Executivo e do Legislativo após a solenidade de posse, ocorrida dia 1º na câmara municipal

solver conflitos, por meio do diálogo e da argumentação. Saber servir é tarefa de humildade. Sabemos que os desafios serão grandes, mas é preciso olhar para os outros, ouvir e respeitar, para transformar sonhos e realizações concretas.” O secretário de Estado da Habitação Silvio Torres, que na cerimônia representou o governador Geraldo Alckmin, disse em seu pronunciamento que o governo estará de portas abertas para o prefeito Santurbano. “Vamos dar todo apoio para que São José se recupere de um tempo muito difícil nestes quatro anos, o que vai exigir um esforço muito grande de todos.” Silvio citou a falta da transição, que não foi permitida pelo ex-prefeito, e disse que São José precisa avançar. “Tenho certeza de que os recursos que virão serão aplicados com honestidade.” Dirigindo-se a cada vereador eleito, Silvio Torres ressaltou que a sociedade acredita no trabalho de cada um deles. “Daqui para a frente, os interesses de São José do Rio Pardo devem estar acima de tudo. Por isso, coloco meu trabalho à disposição de vocês. Vou me empenhar de forma inclusive pessoal, porque sei o quanto o Santurbano aguarda este momento.”

Compromisso com desenvolvimento “Enfim, a Lei e a verdade prevaleceram.” Com estas palavras e também os agradecimentos à sua equipe e à sua família, o prefeito João Batista Santurbano deu início ao pronunciamento oficial após a posse. Confira os principais momentos do seu discurso. “Todos sabemos das muitas dificuldades que nos esperam, mas acredito que estamos à altura desse momento histórico e desafiador.”

A Câmara recebeu um grande público para a cerimônia

“Quero aqui deixar registrado que meu compromisso é com o desenvolvimento, e não com a vingança, a perseguição política e nem com o ódio.” “A população espera de nós mais ação, e menos palavras. Quero, aqui, deixar dois compromissos públicos. O primeiro é o de ser o prefeito que pretende unir todos os que querem o bem de nossa cidade em um mesmo projeto de crescimento. O outro compromisso é o de retomar o projeto de desenvolvimento que demos início ainda em nosso primeiro mandato.”

Momento da assinatura do Termo de Posse pelo prefeito Santurbano

“Para marcar esse meu compromisso com o progresso, quero fazer do Poder Público uma força catalizadora do empreendedorismo de nossa cidade, criando uma Secretaria Municipal de Desenvolvimento, que abrangerá todos os projetos de crescimento industrial, comercial, de qualificação da mão de obra, de expansão das empresas aqui instaladas e geração de emprego e renda em nossa cidade.” “Quero, ainda, firmar um compromisso com a ética, com a transparência e com a moralidade. Nenhum ato meu ou de qualquer membro de minha equipe ficará obscuro. Tudo será feito dentro da mais absoluta legalidade, sempre tendo em vista o bem comum.”

João Santurbano durante seu pronunciamento

O vice-prefeito Carlos Alberto de Souza

“É com muito carinho e dedicação que quero trabalhar pelo nosso povo, e dedicar os próximos anos da minha vida à nossa amada São José do Rio Pardo.”


5 de Janeiro de 2013 - A-9

Lojas de grandes redes iniciam promoções As representantes em São José fazem descontos que podem chegar até a 71%

FOTOS REPORTAGEM

As lojas em São José do Rio Pardo que representam as grandes redes iniciaram esta semana suas promoções de queima de estoque, com preços que, em alguns itens, chegam a 71% de desconto. O jornal procurou todas na última quinta-feira, dia 3, mas, em alguns casos, os gerentes não estavam autorizados a falar ou ainda não tinham uma definição da matriz sobre os dias exatos da promoção ou os detalhes da mesma. Dentre as lojas que forneceram informações à Gazeta, a Pernambucanas confirmou, através da gerente Verônica Pires Burgheti, que o “saldão” que realiza há mais de 10 anos está sendo repetido agora. “Os clientes já se acostumaram com isso e todo início de ano esperam por esta promoção”, disse ela, explicando que a iniciativa será válida até segundafeira, dia 7, sendo que neste domingo a loja abre das 9 horas às 16 horas. Há três meses gerenciando a loja rio-pardense, Verônica assegura que o “saldão” é voltado às linhas brancas e marrons, ou seja, refrigeradores, máquinas de lavar, televisores, notebooks, celulares, aparelhos de som, home theaters etc. “Estamos vendendo a lavadora Brastemp para 10

Verônica Pires, da Pernambucanas: “Clientes já esperam por estas promoções”

quilos de roupa por R$ 899, sendo que ela já foi vendida aqui mesmo na loja por R$ 1.099. Há também notebooks por R$ 699”, exemplificou. Na representante local das Lojas Xavier, rede com 45 lojas em São Paulo e Minas e com sede em Franca, o gerente Lucas Viotto Cotrim comentou que o diferencial da empresa neste tipo de promoção é colocar toda a loja em liquidação e não apenas alguns produtos. “Temos alguns itens aqui cujo desconto chega a 71% do preço normal, além de vendermos produtos em até 10 vezes sem juros e pelo preço à vista”, garantiu, dizendo ainda que a empresa faz a entrega e a montagem das mercadorias vendidas gratuitamente. Lucas citou como exemplo de promoção a TV Led de 42 polegadas

da Phillips, que antes era vendida a R$ 1.800 e agora sai por R$ 1.499, ou ainda em dez parcelas sem juros. Há também guardaroupa por R$ 299. A loja abre neste sábado até às 17 horas. Na Comercial São Jorge a gerente Ariane Pazzoti disse que a liquidação oficial da rede, que tem 56 lojas em São Paulo e Minas, será na sexta e sábado da semana que vem, dias 11 e 12. Ela explicou, porém, que os produtos que não serão mais produzidos pelas fábricas em 2013 e ainda estão na loja já contam com preços promocionais desde agora. Dentre eles, câmeras fotográficas digitais da Sanyo, por exemplo, que chegaram a custar R$ 499 na loja, são oferecidas por R$ 99, havendo ainda lava-roupas por R$ 899, TVs de 42 polegadas por R$ 1.299, etc.

A maioria das lojas entra em fase de liquidações a partir deste final de semana

Na Magazine Luiza, que a exemplo das firmas citadas acima tem loja na rua Francisquinho Dias, o gerente mandou informar que não estava autorizado a falar nada à imprensa. A empresa comprou em 2012 o Baú da Felicidade e as Lojas Maia, gastando R$ 400 milhões no negócio e elevando para 743 o número de lojas no país. Ela foi a primeira das grandes redes a realizar promoção no início de cada ano e hoje está presente em 16 estados do país. Segundo informações, as lojas Luiza farão a promoção de 2013 nos dias 11 e 12 e não neste final de semana. Na Loja Cem o geren-

te Maciel Rodrigues não tinha a confirmação oficial, até a última sexta-feira, dos dias promocionais da rede, que tanto podem ser neste final de semana quanto no próximo. A empresa tem depósito central de produtos em Salto

(SP) e conta hoje com mais de 200 lojas espalhadas pelos estados do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, sendo a quarta maior rede do país, de acordo com dados divulgados em 2012 no jornal Valor Econômico.

Lucas Viotto, da Xavier: empresa coloca todos os produtos dentro da promoção


A-10 - 5de janeiro de 2013

Veículos oficiais transformados em sucata Gazeta já havia mostrado, mas com a abertura das portas a situação revelou-se pior A numerosa sucata exposta no Almoxarifado Municipal, e deixada como herança pela administração passada, revela o total descaso com o dinheiro público. São ônibus, caminhões, máquinas, carros (velhos e novos), motos e muitos outros equipamentos que, sem a devida manutenção, foram abandonados e viraram sucata.

FOTOS GILMAR ISHIKAWA


5 de janeiro de 2013- A-11

Obras foram abandonadas por toda cidade Prédios recém-inaugurados e inacabados apresentam problemas em sua estrutura FOTOS GILMAR ISHIKAWA

O PSF do bairro Natal Merli, uma obra de R$ 743.231,78, dos quais R$ 571.615,98 foram destinados pelo governo Federal, está abandonado Nos dias de chuva, a situação do Centro Comunitário do Carlos Cassucci fica bastante complicada

Material de construção no PSF do Natal Merli revela descaso com o dinheiro público Situação da obra da Academia da Saúde do Vale do Redentor, que era para ter sido entregue no ano passado

Obra da escola infantil do Vale do Redentor 2, com verba do governo federal, era para ter terminado em outubro do ano passado

Recém-inaugurado, o primeiro módulo do prédio da Feuc já apresenta problemas: parte do teto está desabando

O prédio do PPA do Vale do Redentor, inaugurado há poucos dias, já está com vários pontos de infiltração

Construída no meio da praça, a quadra coberta do Carlos Cassucci está em condições precárias

Os banheiros, com vidros que permitem ver o seu interior, também são um problema a ser resolvido na Feuc


A-12 - 5 de Janeiro de 2013

Diversão e saúde nas cidades da região Gazeta dá dicas para quem quer renovar as energias e cuidar do corpo nas férias

DIVULGAÇÃO

Bem pertinho de São José do Rio Pardo, as oito cidades que compõem o Circuito das Águas Paulista estão localizadas na Serra da Mantiqueira, em meio a vales e montanhas. Em comum, elas oferecem ao turista um clima ameno, vales e cachoeiras, abundância de água, influência da colonização italiana e herança da cultura do café. Todas elas oferecem atividades neste mês de janeiro, confira! Pedreira A 138km da capital, Pedreira - a capital da porcelana - está às margens do Rio Jaguari, cuja beleza faz parceria com a beleza natural da região em que se localiza: a Serra da Mantiqueira. Com lojas especializadas no atendimento ao turista, sua principal atração reside no extenso comércio de louças, porcelanas, vidros, artigos em madeira, alumínio, gesso, resina, empregados em peças artísticas, utilitárias e de decoração. No dia 8 de janeiro, terça-feira, será promovida a tradicional Festa de Folia de Reis “Irmãos Rodrigues”, em comemoração ao Dia dos Reis Magos. Águas de Lindóia A cidade é conhecida como um dos mais importantes centros hidroclimá-

ticos do mundo. As propriedades medicinais de suas águas destacam-se na preservação e recuperação da saúde, com turismo é voltado para cura, repouso e lazer. Numa área de 55km2, de montes e vales na Serra da Mantiqueira, a uma altitude média de 945 metros, além do turismo, Águas de Lindóia destaca-se pelo engarrafamento de água mineral seguido pela indústria da malharia, da confecção de peças de couro e da produção de doces de frutas regionais e produtos da fazenda. Neste mês de janeiro a cidade promove o Festival Cultural Terra das Águas. Amparo A 130km de São Paulo, Amparo tem 442km2, clima ameno (média de 24ºC), uma convidativa topografia montanhosa e possui qualidades arquitetônicas tombadas pelo Condephaat. Sua história está preservada nos casarios do centro, nos edifícios de tradição clássica e nas casas das fazendas da época áurea do café. O turismo rural se destaca pela visitação a essas antigas fazendas do município. Em janeiro ocorre a abertura do Verão em Movimento.

Jaguariúna Conhecida pelo seu grande pólo industrial, Jaguariúna reúne vários setores da economia e tecnologia de ponta, com excelentes opções de serviços, lazer e turismo e estrutura hoteleira e de restaurantes. O turismo rural também se destaca na cidade. Além dos vários pontos de visitação, como a Matriz Centenária e parques de esportes e lazer, Jaguariúna preserva um significativo patrimônio histórico-ferroviário, com o trem turístico “Maria Fumaça” e o Museu Ferroviário. A antiga Estação Mogiana, hoje um Centro Cultural, é um dos principais pontos de encontro da cidade. A Festa de São Sebastião é o evento que marca este mês de janeiro.

Lindóia Na Estância Hidromineral de Lindóia, com pouco mais de 5.000 habitantes, a tranquilidade e a qualidade de vida estão presentes. O Rio do Peixe, com trechos de beleza e imponência, passa ao longo do município, contornando toda a região. E a natureza reserva também outras preciosidades no seu subsolo, de onde é extraída água mineral de excelente qualidade, num volume de 40% do total consumido no Brasil. O Encontro de Bandas será o primeiro evento do ano. Monte Alegre do Sul A fauna e a flora abundantes, aliadas ao relevo local, resultam em lindas paisagens naturais de montanhas verdejantes encabeçadas pelo vôo de garças e tucanos.

Monte Alegre do Sul é cortada pelo piscoso Rio Camanducaia e por ribeirões e córregos que fluem em terras montanhosas, embelezando ainda mais a bucólica paisagem natural dessa cidade. Serra Negra Com lindos parques, praças e jardins, um clima de montanha ricamente oxigenado, temperatura média de 20ºC, a cidade é excelente para férias ou atividades de lazer. Entre cerca de 60 hotéis, hotéis-fazendas, pousadas e centros gastronômicos de alta qualidade, Serra Negra ostenta como ponto forte um grande centro comercial de malha e couro. Os pontos de atração turística são variados, destacandose as fontes de águas minerais famosas por suas propriedades terapêuticas,

roteiros rurais, o teleférico até o Cristo Redentor, entre outros. Em janeiro, da programação fazem parte as Festas de São Benedito, de São Sebastião, de Nossa Senhora de Lourdes e o Festival de Férias de Verão. Socorro Junto à Serra da Mantiqueira, Socorro tem relevo montanhoso e grande potencial hidrográfico. É conhecida por seus diversos parques de turismo de aventura e como um importante pólo de malharias. Com vendas diretas pelas fábricas, a cidade oferece também dois centros comerciais com tricô, confecções e artesanatos. Destaca-se o turismo de aventura com 24 tipos de atividades (ar, terra, água). Ainda neste mês será promovido o Festival de Verão.


5 de janeiro de 2013 - A-13

RETROSPECTIVA

Relembre quem brilhou no esporte em 2012 Nesta edição vamos relembrar as equipes que brilharam e conquistaram títulos dos Campeonatos Regionais em 2012, promovidos pela Liga Rio-pardense de Futebol (LRF) e Liga Rio-pardense de Futsal (LRFS) JANEIRO A equipe do Guará (Casa Branca) conquistou o título do Campeonato Quarentão da LRF, versão 2011, mas que teve seu encerramento em 2012. Na final o time casabranquense venceu o Vasco nos pênaltis por 5 a 4.

SETEMBRO A equipe do Atlético DAE (foto) foi campeã do Torneio da Pátria, evento realizado no estádio “José Sérgio Apolinário”, no Vale do Redentor. Em cerimonial, comandado pelo diretor David, foram premiadas as equipes da Ponte Preta como 3ª colocada e Unidos da Vila, que ficou em segundo lugar.

DEZEMBRO As equipes sub-10 do DET/Caconde, sub-12 da CME/ Tapiratiba, sub-14 do Derla/Mococa e sub-16 do Operário/Tambaú foram campeãs do Campeonato Regional de Futebol, categoria de Base, promovido pela Liga Riopardense de Futebol. Os jogos foram realizados no campo do Botafogo. A equipe do Carlos e Edgar conquistou o título de campeã do Campeonato Domingão Livre de Futebol, promovido pela Liga Rio-pardense de Futebol. Na final realizada no estádio do Grêmio Municipal, Carlos e Edgar e Coffee the Morning empataram em 0 a 0 e, por ter melhor campanha, Carlos e Edgar foi campeão.

FEVEREIRO A equipe do Domingos de Sylos venceu o Rio Pardo Embalagens/Ponte Nova por 3 a 1, conquistando o título dos Jogos da Amizade da LRFS, série prata. Os gols foram marcados por Jonas (2) e Juliano para o Sylos e Gutim para a Ponte Nova. Na série ouro, a equipe da Ponte Preta/Carlos Edgar venceu a Padaria Milene (Grama) por 1 a 0, gol de Matheus Piriá.

ABRIL Nos pênaltis a equipe do Paraíso Futsal/Recon venceu o time de Divinolândia pelo placar de 5 a 3 e conquistou o título de campeão do Campeonato Preparatório para a Taça EPTV, evento organizado pela Liga Rio-pardense de Futsal. A final foi disputada no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão” e, no tempo normal, as duas equipes empataram em 1 a 1. MAIO Em um torneio de futebol, o esportista Américo Procópio Machado (Merco) recebeu homenagem na fazenda Água Fria. O evento reuniu as equipes da Água Fria, Vila Maria, Santa Luzia do Galego e São José da Barra. Na final da categoria aspirante, o time do São José da Barra ficou com o título ao derrotar a Vila Maria por 1 a 0, gol de Luis André. Entre titulares, a equipe da Água Fria foi a campeã ao derrotar o São José da Barra por 2 a 0, gols de Kut e Chiquinho. JUNHO Nos pênaltis, o time Misto do Botafogo confirmou a fama de “bicho papão” do Campeonato Domingão de Futebol ao derrotar a equipe do Escritório São Lucas por 5 a 4. No tempo normal, o time do Escritório São Lucas venceu o adversário por 1 a 0, levando a decisão para os pênaltis.

A equipe mista do Paulista do Maria Boaro foi campeã do Torneio Beneficente do Bocainas, realizado no estádio “Palmiro Petrocelli”, no Jardim Aeroporto. Na final, as equipes do Bocainas e Paulista empataram em 0 a 0 no tempo normal e, nos pênaltis, o Paulista venceu por 5 a 4. Na categoria aspirante, as equipes do Unidos da Vila e Vila Maria empataram em 1 a 1 no tempo normal e, nos pênaltis, o Unidos venceu por 3 a 2. Entre titulares, as equipes do Unidos da Vila e Santa Luzia do Galego empataram em 1 a 1 no tempo normal e, nos pênaltis, o time do Unidos venceu por 5 a 4. O Campeonato de Futsal do Programa Escola da Família Euclides da Cunha conheceu os vencedores em suas respectivas categorias: Sub-14 masculino - EMEIF Stella Maris Barbosa Catalano (CAIC); Sub-16 masculino - Programa Escola da Família Euclides da Cunha; Sub-18 masculino - Programa Escola da Família Euclides da Cunha-B; Sub-20 masculino - Programa Escola da Família Euclides da Cunha-B; Sub-14 feminino - DEC/Programa Escola da Família Natal Merli; Sub-16 feminino - DEC/ PEF/Natal Merli; Sub-18 feminino – DEC/São José; Adulto feminino - Programa Escola da Família Euclides da Cunha. OUTUBRO A equipe do Vila Gomes conquistou o título da 6ª edição da Copa Verão Master de Futebol, promovida pelo Vasco FC através do esportista Coquinho. Na final o time gramense venceu o Vasco por 5 a 1, gols de Izonel para o Vasco e Pocaia (2), Marcos Pavan, Roquinho e Silvio José para o Vila Gomes. NOVEMBRO A equipe do Brasão FC foi premiada com dois troféus no Campeonato Boletim Esportivo Urbano. De acordo com o regulamento, a equipe urbana que terminasse melhor colocada no encerramento da primeira fase da Taça São José de Futebol ficaria com o troféu. O time do Brasão FC foi o campeão nas duas categorias, aspirantes e titulares. A equipe aspirante do Vasco FC venceu o Grêmio Nestlé por 4 a 2 e ficou com o troféu de campeão do Campeonato Regional Binga e Elvis/RP Silk de Futebol, gols de Esquerdinha e David para a Nestlé e Edson (2), Leocildo e André Balão para o Vasco. Na categoria titular o time do Grêmio Nestlé (foto) venceu o União (Caconde) por 2 a 1, gols de Thiago Cambuim e Zé Babão para a Nestlé e Adam para o União. Os jogos finais foram realizados no estádio do Grêmio Nestlé.

A equipe titular do Nacional (Mococa) foi a campeão do Campeonato Regional Amador da LRF, ao derrotar o Vila Gomes (Grama) por 4 a 2, gols de Xande (2), Curu e Quim para o Nacional e Negão e Maicon para o time gramense. Entre aspirantes, o time do Pirapitinga/Divinolândia venceu o Nacional (Mococa) por 3 a 1 e ficou com o título, gols de Jean (2) e Zé Carlos para o Pirapitinga e Nenzão para o Nacional. Os jogos foram realizados no estádio do Botafogo FC.

Os títulos do Campeonato Amador da LRF e Boletim Rural ficaram com as equipes do Venerando e Dalbon. Entre aspirantes, o time do Venerando empatou com o São Cristóvão/Ataíde em 0 a 0 e, por ter melhor campanha, ficou com o título. Entre titulares, o Dalbon foi o campeão ao derrotar o São Cristóvão/Ataíde por 4 a 1, gols de Celso Ferreira (2), Pacotinho e Lê para o Dalbon e Manabu para o Ataíde. Os jogos foram realizados no Botafogo FC.

Titular do Dalbon

Aspirante do Venerando

O time do Grêmio Nestlé Rio Pardo foi o vencedor da 4ª edição Torneio Rede Maga de Serviços, realizado no estádio “Luis Dal Bom”, na fazenda Dalbon. O Grêmio Nestlé foi o campeão nas duas categorias. Na final de aspirantes, o Grêmio Nestlé venceu a Santa Luzia do Galego nos pênaltis por 2 a 1. Na final titular, o Grêmio Nestlé venceu o São Cristóvão/Ataíde por 1 a 0, gol de Curu. O time veterano do Vasco conquistou o título de campeão do Campeonato Regional de Veteranos, organizado pela LRF. Na final contra a Ponte Preta, no tempo normal, Vasco e Ponte Preta empataram em 1 a 1 e, nos pênaltis, o time cruzmaltino venceu por 6 a 5. Julho O time misto do Ataíde foi o campeão do Triangular de Clubes Mistos Beneficente de Futebol, na fazenda Ataíde. Na final, o Ataíde venceu a equipe do Paulista do Maria Boaro por 4 a 2.

A equipe titular do Venerando conquistou o título da Taça São José de Futebol 2ª Divisão, ao derrotar o time da Taquara Branca por 4 a 2, gols de Rafael Cadelo (2), Marquinho e Jeanzinho para o Venerando e Mafra (2) para a Taquara Branca. Entre aspirantes, o Brasão FC sagrou-se a campeão ao derrotar o Dalbon FC por 1 a 0, gol de Peixinho. Os jogos foram realizados no estádio do Botafogo FC.


A-14 - 5 de janeiro de 2013

LRF

Campeonatos 2013 serão realizados pelo DEC O presidente da Liga Riopardense de Futebol (LRF), Hélio Escudero, informou no último sábado, dia 29, que a entidade deixará de promover a maioria dos campeonatos de futebol neste ano de 2013. A informação foi dada durante um churrasco de confraternização entre funcionários e integrantes do quadro de árbitros, realizado na sede da LRF. Escudero informou que Liga Riopardense organizará apenas o Campeonato Amador e que a entidade participará do Campeonato Estadual Inter Ligas, promovido pela Federação Paulista de Futebol. “Este ano o representante da LRF no Inter Ligas será o

Botafogo FC”, disse Hélio Escudero. Com referencia aos campeonatos, Escudero disse que nos últimos anos a entidade teve muitas dificuldades em realizar as competições, uma vez que não teve apoio do Poder Executivo local. “Realizamos todos os campeonatos possíveis, graças ao apoio da Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo, que com colaboração do Secretário de Habitação e deputado federal Silvio Torres, a entidade obteve recursos necessários para a realização dos campeonatos”, acrescentou Escudero, informando que agora o prefeito João Santurbano através do

DOIS TOQUES Basquete – No dia 27 de dezembro aconteceu o segundo encontro de jogadores de basquete, na quadra da Escola DGG/COC. Na oportunidade, diversos atletas e ex-atletas se reencontraram e proporcionaram grandes lances, em um torneio que contou com cinco equipes. Segundo o organizador do evento, professor Juninho de Souza, que também é Presidente da Associação de Basquetebol de São José do Rio Pardo, “o evento serviu para relembrar grandes momentos do passado e projetar um futuro promissor para essa modalidade, com intuito de fomentar esse esporte de grande tradição em nossa cidade”. Churrasco – Jogadores e torcedores do Misto do Botafogo se reuniram no último dia 23 de dezembro na chácara do Nilton para um churrasco de confraternização e encerramento da temporada 2012. Na oportunidade, a turma do “amendoim” não poupou as ‘críticas e sarros’ sobre os fatos registrados durante a temporada.

DEC, organizará quase todos os campeonatos. “Esses campeonatos devem mesmo ser organizados pela prefeitura como ocorre em Caconde, Divinolândia, São Sebastião da Grama, Tapiratiba, Casa Branca entre outras cidades”, informou Escudero. A LRF manterá o Departamento de Árbitros e o colocará a disposição das autarquias promotoras dos campeonatos em toda a região, bem como a Comissão Disciplinar da entidade, a qual vem sendo requisitada por várias cidades, para análise de relatórios de arbitragens.

No balanço das atividades, Escudero lembrou dos campeonatos organizados neste ano caso do Domingão, Veteranos 35 anos, Campeonato de Base, Taça São José 2ª Divisão, Domingão Livre, Amador Regional e Amador Local. “Não realizamos a Taça São José 1ª Divisão por falta de interesse das equipes, que optaram por disputar um campeonato paralelo”, finalizou Hélio Escudero, aproveitando para agradecer os funcionários da LRF, corpo de arbitragem, imprensa e principalmente os diretores dos clubes de futebol.

CLASSIFICADOS A NESTLÉ BRASIL EDITAIS DE CASAMENTOS LTDA., torna público que requeBelª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: EDITAL Nº 11039 - MARCOS ROBERTO DE PAULA JUSTINO e CARLA DA SILVA RAYMUNDO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e três de julho de um mil e novecentos e oitenta e quatro (23/07/1984), de nacionalidade brasileira, eletricista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOSÉ BENEDITO JUSTINO e de DIVINA APARECIDA DE PAULA JUSTINO; e a pretendente: solteira, nascida no dia três de junho de um mil e novecentos e oitenta e dois (03/06/1982), de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de CARLOS RAYMUNDO e de CELI FERREIRA DA SILVA RAYMUNDO. EDITAL Nº 11040 - JOSÉ FERNANDO ESPINDOLA e MARLI ALVES FERRAZ, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia seis de fevereiro de um mil e novecentos e sessenta e quatro (06/02/1964), de nacionalidade brasileira, pedreiro, natural de CAJURU - SP, filho de CÉLIO ESPINDOLA e de MARIA CÉLIA ESPINDOLA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dois de dezembro de um mil e novecentos e setenta e quatro (02/12/1974), de nacionalidade brasileira, empregada doméstica, natural de MOGI DAS CRUZES - SP, filha de ROBERTO ALVES FERRAZ e de BENEDITA APARECIDA ALVES FERRAZ . EDITAL Nº 11041 - JULIANO CRIVELARI CAMILO e MÁRCIA REGINA DE SOUZA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia cinco de julho de um mil e novecentos e setenta e nove (05/07/1979), de nacionalidade brasileira, motorista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOÃO BATISTA CAMILO e de APARECIDA CRIVELARI; e a pretendente: divorciada, nascida no dia vinte e oito de junho de um mil e novecentos e sessenta e três (28/06/1963), de nacionalidade brasileira, técnica de enfermagem, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de JOÃO BAPTISTA DE SOUZA e de THEREZA BALLO DE SOUZA. EDITAL Nº 11042 - MARCELO MINUSSI ROZELLI e DANIELA MORAES DIAS, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia sete de junho de um mil e novecentos e oitenta e dois (07/06/1982), de nacionalidade brasileira, operador de máquinas, natural de SÃO PAULO-CAPITAL 14º SUBD. LAPA - SP, filho de MARCO ANTÔNIO ROZELLI e de MARISA MINUSSI ROZELLI; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e cinco de abril de um mil e novecentos e oitenta e seis (25/04/1986), de nacionalidade brasileira, Funcionária Pública Municipal, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de DANIEL APARECIDO DIAS e de MAGALI DE MORAES DIAS.

Fã número 1 - Enquanto aguardava a tão esperada chegada de seu pai (Pingo) na Corrida e Caminhada São Silvestre da AAR, a garotinha Ana Julia juntamente com sua mãe Valdirene aproveitaram para tietar a atriz Cláudia Missura (Globo) que marcou presença durante o evento.

EDITAL Nº 11043 - MAURÍCIO GAZOLLA GUIDO e SABRINA RODRIGUES CAMBUIM, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e cinco de outubro de um mil e novecentos e oitenta e três (25/10/1983), de nacionalidade brasileira, empresário, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de LUIZ CLÁUDIO GUIDO e de ANA LUZIA GAZOLLA GUIDO; e a pretendente: solteira, nascida no dia oito de maio de um mil e novecentos e oitenta e nove (08/05/1989), de nacionalidade brasileira, Auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de JOSÉ MEDEIA CAMBUIM e de ANTÔNIA RODRIGUES CAMBUIM. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 4 janeiro de 2013. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO CNPJ 54.136.866/0001-53 Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser, nº 850,

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Copa São Paulo - Vai começar neste final de semana mais uma tradicional Copa São Paulo de Juniores, evento que dá o pontapé inicial na temporada 2013 do futebol e que sempre revelou grandes craques. O rio-pardense João Marcos Giovanelli será o árbitro principal de Linense x Rio Preto que jogarão às 17h00 deste domingo, dia 6, em Lins. Integrante do quadro de árbitros da FPF desde 2004, Giovanelli está com 31 anos e se destacou nos últimos anos atuando em competições estaduais, principalmente em jogos das categorias de base. Também neste domingo, o divinolandense Marcos César Philomeno será o quarto árbitro de Desportivo Brasil x América/RN que se enfrentarão a partir das 14h00, em Porto Feliz. Marcos é árbitro pela FPF desde 2009 e está com 38 anos.

Hélio Escudero, presidente da Liga Riopardense de Futebol

De acordo com o Artigo 15, Parágrafo Único; Artigo 17 § 9º, Inciso VIII dos Estatutos Sociais, ficam convocados por este Edital os Senhores Membros do Conselho de Administração da Fundação Educacional de São José do Rio Pardo, para a Reunião Extraordinária a ser realizada no dia 09 de janeiro de 2013., às 19:30 horas, em primeira convocação, com a maioria de seus membros ou, em segunda convocação, para às 20:00 horas, com qualquer número de presentes, no prédio da Entidade, situado na Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser, nº 850, Centro, nesta cidade de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, com a seguinte Ordem do Dia: l Discussão sobre Lei de Cargos e Salários da Fundacão Educacional de São José do Rio Pardo l Outros assuntos de interesse da Fundacão Educacional de São José do Rio Pardo São José do Rio Pardo, 03 de janeiro de 2013. Luis Fernando Tempesta - Presidente

reu na CETESB de forma concomitante, a Licença Prévia e a Licença de Instalação, para fabricação de produtos de origem vegetal e fabricação de alimentos infantis., sito à Rua Henry Nestlé, s/nº, bairro Vila Formosa – CEP 13720-000 São Jose do Rio Pardo/SP.

ALUGA-SE Férias em Guarujá Apartamento para 10 pessoas Contatos: (19) 9609 4444 8270 9898

FALECIMENTOS JOSÉ PEREIRA LUNES FILHO – Dia 28 de dezembro, aos 74 anos de idade, casado com Francisca Colácio Lunes. Filho de José Pereira Lunes e Maria Ana da Conceição. PAULO ROBERTO BENTO – Dia 20 de dezembro, aos 58 anos de idade. Filho de Salvador Bento e Nair Rita. FRANCISCA BATISTA DA SILVA - Dia 31de dezembro, aos 89 anos de idade, casada com Euclides da Silva. Filha de Antonio Batista e Mariana Alves de Jesus. LAZARO BARBOSA – Dia 1 de janeiro, aos 63 anos de idade, casado com Maria de Lourdes Alves Barbosa. Filho de Antonio Barbosa e Ana Cândida Barbosa. OSÓRIO MARCELINO DE OLIVEIRA – Dia 29 de novembro, aos 95 anos de idade, casado com Anna Lorca Gimenes de Oliveira. Filho de João Marcelino de Oliveira e Maria José de Jesus. BENEDITA BIZENHA FAVERO – Dia 28 de dezembro, aos 62 anos de idade, casada com Francisco Fernandes Favero. Filho de Francisco Bizenha e Rosária Carvalho. MARIA APARECIDA GARCIA – Dia 3 de janeiro, aos 83 anos de idade, casada com Manoel Casanova. Filho de João Garcia Ferreira e Venância Francisca de Jesus. PAULO CELSO MALAQUIAS – Dia 28 de dezembro, aos 56 anos de idade, casado com Sandra Helena da Costa. Filho de João Izolirio Malaquias e Lourdes Vicente Malaquias. MARIA ALICE SERRANO MENDES – Dia 27 de dezembro, aos 53 anos de idade, casada com Pedro Mendes. Filho de Jorge Victor Serrano e Lourdes Custódio Serrano.

Funerária São José “Rioli” Oferece o que de melhor existe no ramo funerário, aos particulares e também do seu conhecido PLANO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO FUNERÁRIO, dando total segurança e tranquilidade a todos. Adquira o seu!

60 ANOS DESDE 1950 - ESTA É A SUA GARANTIA

Avenida 9 de Julho, 103 - Fone: 3608-5095 ORAÇÃO - QUERIDA MÃE NOSSA SENHORA APARECIDA Querida Mãe Nossa Senhora Aparecida, vós que nos amais e nos guiais todos os dias, vós que sois a mais bela das Mães a quem eu amo com todo o coração, eu vos peço mais uma vez que me ajudeis a alcançar esta graça por mais dura que ela seja (pede-se a graça). Sei que vós me ajudareis e me acompanhareis sempre até à hora da minha morte. Amém. Reza 1 Pai-Nosso e 1 Ave-Maria e fazer três dias seguidos esta oração que alcançará a graça por mais difícil que ele seja e mandar fazer 10 cópias. L. G.P. M.

ORAÇÃO A SANTO EXPEDITO Meu Santo expedito das causas justas e urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, intercedei por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Vós que sois o Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos Aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados. Vós que sois o Santo das causas urgentes, protegei-me, ajudai-me, daí-me força, coragem e serenidade. Atendei ao meu pedido: (Fazer o pedido). Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei-me de todos os que possam me prejudicar, protegei minha família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolve-me a paz e a tranqüilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé. Muito obrigado, meu santo Expedido!Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o Sinal da Cruz. M.E.

ACESSE O SITE: WWW.BOLETIMESPORTIVO.COM


5 DE JANEIRO DE 2013 - Pág. A- 15

Turbo: agora numa loja perto de você THIAGO MORENO FONTE: ICARROS

O turbocompressor nada mais é que um componente que alguns motores possuem para forçar mais ar para dentro dos cilindros, produzindo assim mais potência. A ideia não é nova, foi inventada em 1905, mas foi só em 1962 com o Oldsmobile Jetfire que a ideia passou a ser utilizada em automóveis. Desde então, a maior potência dos motores turbo tem servido de apelo apenas para carros esportivos. Porém, essa história está mudando. “Com o aumento do volume de vendas, o custo de equipar um carro com turbo diminui”, lembra Ricardo Dilser assessor técnico da Fiat. O turbo gera mais potência, mas tem algumas características que jogam contra. É o caso da falta de potência antes de a turbina ganhar giro o suficiente e, após isso, uma aceleração explosiva, quase incontrolável. É o efeito conhecido como “Turbo Lag”. A vida útil desse tipo de propulsor também é sacrificada, como ressalta Ricardo Bock, professor do curso de engenharia da FEI: “Aumentar a eficiên-

cia de um motor o torna mais caro e menos durável. O ciclo de vida menor acaba gerando também um custo secundário à montadora, que arca com os gastos de garantia do veículo”. Com o uso de turbinas menores, ou combinação de mais de uma turbina, o propulsor ficou mais dócil e fácil de manter, o que o torna mais acessível para todos os condutores. Hoje, o equipamento vem se popularizando e é um dos elementos chave do downsizing, pois permite o uso de motores menores e mais eficientes. O Fiat Punto T-Jet ainda apela para a esportividade, mas é o carro turbo mais barato do Brasil, custando R$ 55.740. Ele entrega potência equivalente a de um motor 2.0, porém, utilizase de um bloco 1.4 a gasolina capaz de entregar 152 cv. Na Europa, é possível encontrar pequenos motores 0.9 bicilíndricos entregando 85 cv, como é o caso do propulsor TwinAir da Fiat que equipa modelos como o 500 e o Panda na Europa. Sua potência é maior que a do 1.0 mais forte no Brasil: o Hyundai de três cilindros que equipa o HB20, de 80 cv com etanol - o número é igual

aos do Chevrolet Onix e Renault Clio, mas eles contam com um cilindro a mais. E o preço de um Fiat 500 turbo na Itália? Pouco mais de R$ 36 mil. O número de opções para se ter um carro turbo no Brasil vem se multiplicando e , para demonstrar isso, o iCarros andou não em um, ou em dois, mas três modelos que mostram que esse tipo de propulsor se encaixa em várias propostas. 308 THP: potência compartilhada Se você tivesse um motor bom em mãos, perderia tempo fazendo outro? A Peugeot não. O motor 1.6 THP turbo a gasolina desenvolve 165 cv é tão versátil que equipa o crossover 3008, os sedãs 508 e 408 e está presente até no esportivo Citröen DS3. Esse conjunto tem potencial para tornar do hatch 308 um carro rápido. Apesar de não ter o temperamento explosivo do Fusca, o propulsor do Peugeot lida com os 1.368 kg do carro sem esforço e, com o câmbio automático de seis marchas, ele pode aproveitar melhor os 24,5 kgfm de torque com relações mais longas que pri-

vilegiam o conforto e isso o 308 THP tem de sobra. Não é preciso pensar na hora de uma ultrapassagem ou em arrancada, o carro responde rápido. O maior perigo é que o carro ganha velocidade, mas o isolamento acústico impede essa percepção se o motorista não prestar atenção ao velocímetro. O carro absorve bem os buracos das vias, mas o chassi rígido trata de equilibrar o veículo nas curvas. Andar no 308 é uma caminhada constante sobre a fina linha que aproxima conforto e desempenho. Assim como o Fusca, o Peugeot entrega uma lista grande de equipamen-

tos de série. Por R$ 73.990, é o mais caro dos 308, mas entrega bancos em couro, teto panorâmico de vidro e rodas pintadas, que são o único toque de esportividade visível no modelo. Fluence GT: nem só de desempenho vive o turbo Quando apresentou o Fluence GT, a Renault tentou uma fórmula similar ao do 308 THP, mas com a vantagem da carroceria sedã. É o mais caro dos três, R$ 79.370, mas é menos discreto que o Peugeot e pode levar cinco pessoas e bagagem, já que o porta-

malas leva 530 litros. O propulsor 2.0 turbo a gasolina de 180 cv e 30,6 kgfm de torque é o que mais remete ao início da era turbo, pois se percebe a ação da turbina após as 2.500 rpm e, após os as 5.000 rpm, o carro perde fôlego na aceleração. Assim, a tocada ideal do modelo é trocandose de marchas aos 4.000 giros, dentro da faixa ideal de uso do turbo. Com rodas exclusivas, aerofólio e para-choques com saias, o Fluence GT evoca esportividade no visual sem exagerar, mas sua vocação mesmo é transportar pessoas rapidamente com conforto.


A-16 - 5 de janeiro de 2013

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO COMUNICADO A PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO torna público que a partir de 07/01/2013 (segunda-feira) estarão abertas as inscrições para o procedimento de reestruturação do Conselho Municipal de Saúde de São José do Rio Pardo. As entidades, associações e movimentos sociais interessados e atuantes neste Município, nos termos do que dispõe o Edital n° 01/2012 publicado na data de 22/12/ 2012, deverão comparecer ao Setor de Protocolo, sito à Praça dos Três Poderes, 01 – Centro – São José do Rio Pardo, para protocolo da documentação pertinente. São José do Rio Pardo, 05 de janeiro de 2013, João Batista Santurbano-Prefeito Municipal EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, convoca os candidatos abaixo classificados no CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2012 de ESCRITURÁRIO, para comparecerem de 07 a 11 de janeiro de 2013 das 12:00 às 17:00 horas, no Departamento de Recursos Humanos, à Praça dos Três Poderes, nº 01, centro, munidos de documentos, para receber as instruções a respeito de sua admissão: ESCRITURÁRIO Classificação

Nome do Candidato

17º

Ana Paula Vergilio Duarte

18º

Thais Aparecida Rosa Orfei

Se o candidato não comparecer até o dia 11 de janeiro de 2013 , será considerado desistente e sua vaga oferecida ao candidato subseqüente na ordem de classificação, em futuras convocações. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito Municipal A Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo torna público: Pregão Presencial nº 92/12 - Contratação de empresa especializada para a execução de serviços de engenharia, consistindo de infra-estrutura do sistema de rede sem fio (Cidade Digital) e, PABX IP para comunicação de dados, voz, vídeo e acesso à Internet, mediante a locação de equipamentos e prestação dos serviços pertinentes de instalação, configuração, testes de aceitação, treinamento, manutenção preventiva e corretiva, para atender às necessidades da Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, com encerramento dia 18 de janeiro de 2013 às 14:00 horas. FICA CANCELADO. Dispensa de Licitação 01-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Rui Barbosa, nº 460, centro, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Trânsito, no valor de R$ 955,00 (novecentos e cinquenta e cinco reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Tânia Maria Bello Petrocelli, de acordo com a Lei Federal 8666/ 93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 02-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de uma área localizada na Rodovia SP-350 km 277, estrada São José-Tapiratiba, para o funcionamento do Aterro Sanitário, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor do Sr. Francisco de Paula, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 03-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública, RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Comendador Luis Gonçalves Junior, nº 69, Vila Formosa, destinado a residência do Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 02-038, no valor de R$ 966,38 (novecentos e sessenta e seis reais e trinta e oito centavos) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Ana Luísa Fonseca Vasconcelos, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 04-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública, RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua José Andreoli, nº 132, centro, para o funcionamento do PAT / MINISTÉRIO DO TRABALHO, no valor de R$ 1.221,00 (um mil duzentos e vinte e um reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Maria Cristina Calsoni Bozzini, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 05-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Comendador Luiz Gonçalves Junior, nº 197, Vila Formosa, para o funcionamento do IBGE, no valor de R$ 690,00 (seiscentos e noventa reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Judith Freitas Calsoni, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 06-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Tarcilio Siqueira, nº 340, centro, para o funcionamento do Conselho Tutelar, no valor de R$ 849,00 (oitocentos e quarenta e nove reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Ernestina Barbosa de Souza, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 07-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Alexandre Machite, nº 33, Vale Redentor II, para o funcionamento do CRAS, no valor de R$ 665,00 (seiscentos e sessenta e cinco reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor do Sr. José Oscar D’Ornelas, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 08-2013. Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Ananias Barbosa, nº 334, centro, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social, no valor de R$ 2.335,00 (dois mil trezentos e trinta e cinco reais) mensal, por um período de 30 (trinta) dias, em favor da Sra. Maria Rosa Ávila Farah de Souza, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 09-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Praça Dr. Joaquim Aurélio Cardoso Filho, nº 39, bairro João de Souza, para o funcionamento do CREAS, no valor de R$ 556,61 (quinhentos e cinquenta e seis reais e sessenta e um centavos) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Associação Beneficiente Paulo de Tarso, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 10-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de uma área localizada no Sitio Santa Maria, s/nº, Zona Rural, para o funcionamento do Depósito de galhos e Entulhos, no valor de R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor da Sra. Marilia Sabia Zulli, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 11-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública, RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Carlos Botelho, nº 692, centro, para o funcionamento do CAPS, no valor de R$ 1.380,34 (um mil trezentos e oitenta reais e trinta e quatro centavos) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor do Sr. Claudomiro Feltran, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 12-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Agnaldo Machado Pourrat, nº 137, para o funcionamento do PSF - Vila Formosa, no valor de R$ 583,00 (quinhentos e oitenta e tres reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor do Sr. Leandro de Souza Lopes da Silva, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 13-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de uma gleba de terra com área 14,57,30, localizada na Fazenda Santa Marta, Zona Rural, nesta, destinada a instalação e funcionamento do Recicla São José e Programa Geração de Renda, no valor de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) mensal, até 31 de dezembro de 2013, em favor do Sr. Fábio Augusto Porto Junqueira, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 14-2013 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Paraíso, nº 153, destinado a abrigar a família da Sra. Fabiana da Silva , no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensal, até 31 de março de 2013, em favor da Sra. Marilda Helena Silva, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X DECRETO Nº 4.252, DE 02 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. HELIO ESCUDERO, no cargo de DIRETOR PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO DE ESPORTES E CULTURA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições: R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. HELIO ESCUDERO, no cargo de DIRETOR PRESIDENTE DO DEPARTAMENTO DE ESPORTES E CULTURA – DEC. Art. 2º – A investidura do cargo acima, não será remunerado. Art. 3º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 02 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. DECRETO Nº 4.253, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a exoneração, do Professor Doutor ARY MENARDI JUNIOR do cargo de DIRETOR DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições: R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o Professor Doutor ARY MENARDI JUNIOR do cargo de DIRETOR DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.254, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação, da Profª. LILIANA MAGALHÃES NOGUEIRA BELLO, no cargo de DIRETOR ACADÊMICO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições: R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a Profª LILIANA MAGALHÃES NOGUEIRA BELLO, no cargo de DIRETOR ACADÊMICO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 4.255, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação, do Prof. JAIME DA CUNHA SOBRINHO, no cargo de VICE-DIRETOR ACADÊMICO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições: R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Prof JAIME DA CUNHA SOBRINHO, no cargo de VICE-DIRETOR ACADÊMICO DA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.078, DE 02 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. ANTONIO CLÁUDIO FARIA, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Senhor ANTONIO CLÁUDIO FARIA, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 02 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Ana Alice de Marque-Assessor Administrativo. PORTARIA N.º 11.079, DE 02 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora ANGELA MARIA MANTOVANI RUEDA, do cargo em comissão de COORDENADOR GERAL

DE ORÇAMENTO E FINANÇAS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora ANGELA MARIA MANTOVANI RUEDA, do cargo em comissão de COORDENADOR GERAL DE ORÇAMENTO E FINANÇAS, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 02 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano.Prefeito- Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.080, DE 02 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. NOÉ NETO OLIVEIRA FERREIRA, no cargo em comissão de COORDENADOR GERAL DE ORÇAMENTO E FINANÇAS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. NOÉ NETO OLIVEIRA FERREIRA, no cargo em comissão de COORDENADOR GERAL DE ORÇAMENTO E FINANÇAS, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 02 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito.Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.081, DE 02 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração, a pedido, do servidor MARCELO DE PAULA, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE PROCESSAMENTO DE DADOS E INFORMÁTICA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado, a pedido, o servidor MARCELO DE PAULA, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE PROCESSAMENTO DE DADOS E INFORMÁTICA, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 02 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.082, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora SIMONE DASSAN PRINCE, do cargo em comissão de ASSESSOR DE GAB INETE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora SIMONE DASSAN PRINCE, do cargo em comissão de ASSESSOR DE GABINETE, nível VI, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.083, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor DEVANIR BENEDITO ALVES, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor DEVANIR BENEDITO ALVES, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.084, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora NATALIA CARIOCA OZANAM DE SOUZA, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora NATALIA CARIOCA OZANAM DE SOUZA, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.085, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor ALEX PARREIRAS DA CUNHA, do cargo em comissão de ASSISTENTE DO PREFEITO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor ALEX PARREIRAS DA CUNHA, do cargo em comissão de ASSISTENTE DO PREFEITO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.086, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora MARIA JOSÉ CALSONI CAMARGO, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE ALMOXARIFADO GERAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora MARIA JOSÉ CALSONI CAMARGO, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE ALMOXARIFADO GERAL, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.087, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor JOÃO MARCOS MANZONI, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE AGRICULTURA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor JOÃO MARCOS MANZONI, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE AGRICULTURA, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.088, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor RICHARD MARCELINO XAVIER do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO.O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor RICHARD MARCELINO XAVIER, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA AO EDUCANDO, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio FariaSecretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.089, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor JOSÉ AFONSO CAMARGO do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor JOSÉ AFONSO CAMARGO, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.090, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora IVONE APARECIDA ALVES do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora IVONE APARECIDA ALVES, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria- Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.091, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor MARCIO HENRIQUE BARBOSA, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE FOMENTO DO TURISMO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor MARCIO HENRIQUE BARBOSA, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE FOMENTO DO TURISMO, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.092, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor FREDERICO JOSÉ DIAS BLASCKE, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE HABITAÇÃO SOCIAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor FREDERICO JOSÉ DIAS BLASCKE, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE HABITAÇÃO SOCIAL, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.093, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor PAULO HENRIQUE DE ARAÚJO, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE RENDAS E FISCALIZAÇÃO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor PAULO HENRIQUE DE ARAÚJO, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE RENDAS E FICALIZAÇÃO, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.094, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor JULIO CESAR DELOMODARME, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor JÚLIO CESAR DELOMODARME, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.095, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora VIVIANE ARTESE DA SILVA, do cargo em comissão de AGENTE DE CRÉDITO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora VIVIANE ARTESE DA SILVA, do cargo em comissão de AGENTE DE CRÉDITO, nível XIII, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.096, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação da servidora VIVIANE ARTESE DA SILVA, no cargo em comissão de DIRETOR DE GABINETE. O Prefeito do

Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a servidora VIVIANE ARTESE DA SILVA, no cargo em comissão de DIRETOR DE GABINETE, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.097, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. GILMAR SOUSA ISHIKAWA, no cargo em comissão de ASSESSOR DE IMPRENSA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor GILMAR SOUSA ISHIKAWA, no cargo em comissão de ASSESSOR DE IMPRENSA, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria - Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.098, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração da servidora IONNE CARLA DE ANDRADE BARROS, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE CONTROLE E GESTÃO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora IONNE CARLA DE ANDRADE BARROS, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE CONTROLE E GESTÃO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 11.099, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor CELSO RUBENS FERREIRA CARDOSO, do cargo em comissão de COORDENADOR DE UNIDADE DE SAÚDE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado, o servidor CELSO RUBENS FERREIRA CARDOSO, do cargo em comissão de COORDENADOR DE UNIDADE DE SAÚDE, nível XXIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 01 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 11.100, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação da Sra ANA PAULA PINTO CRIVELARI MANTOVANI, no cargo em comissão de ASSISTENTE DO PREFEITO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a Sra ANA PAULA PINTO CRIVELARI MANTOVANI, no cargo em comissão de ASSISTENTE DO PREFEITO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA Nº 11.101, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor CARLOS DONIZETTI CAMARGO, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE LIMPEZA PÚBLICA E COLETA DE LIXO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor CARLOS DONIZETTI CAMARGO, do cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE LIMPEZA PÚBLICA E COLETA DE LIXO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA Nº 11.102, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor JOSE APARECIDO DIOGO, do cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE ABASTECIMENTO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor JOSE APARECIDO DIOGO, do cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE ABASTECIMENTO, nível XII, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA Nº 11.103, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a exoneração do servidor JOVAIR FILENI, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor JOVAIR FILENI, do cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N.º 11.104, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do servidor RODRIGO APARECIDO CANDIDO CORREA, no cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE LIMPEZA PÚBLICA E COLETA DE LIXO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor RODRIGO APARECIDO CANDIDO CORREA, no cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE LIMPEZA PÚBLICA E COLETA DE LIXO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.105, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do servidor LUIS FERNANDO TATACIORI, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor LUIS FERNANDO TATACIORI, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista SanturbanoPrefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria - Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.106, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. VALDEMAR ESTORARI FILHO, no cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. VALDEMAR ESTORARI FILHO, no cargo em comissão de ASSESSOR TÉCNICO, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria - Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.107, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação do Sr. MARCELO LUIZ GALOTTI PEREIRA no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE E MEDICINA PREVENTIVA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. MARCELO LUIZ GALOTTI PEREIRA, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE E MEDICINA PREVENTIVA, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano. Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria. Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.108, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação do Sr. JOSÉ ANTONIO DESTRO, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PROMOÇÃO SOCIAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. JOSÉ ANTONIO DESTRO, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PROMOÇÃO SOCIAL, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria- Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.109, DE 04 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre a nomeação do Sr. NELSON VEDOVATO no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. NELSON VEDOVATO, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.110, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação da servidora SILVIA MASINI JIUPATO, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a servidora SILVIA MASINI JIUPATO, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.111, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação do Sr. CRISTIANO ALEX BALDO BARELLA, no cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, OBRAS E SERVIÇOS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. CRISTIANO ALEX BALDO BARELLA, do cargo em comissão de SECRETÁRIO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, OBRAS E SERVIÇOS, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano-Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 11.112, DE 04 DE JANEIRO DE 2013 Dispõe sobre a nomeação do Sr. ZILDO SEBASTIÃO INOCÊNCIO JÚNIOR, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO E TRANSPORTE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Sr. ZILDO SEBASTIÃO INOCÊNCIO JÚNIOR, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO E TRANSPORTE, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 02 de janeiro de 2013. São José do Rio Pardo, 04 de janeiro de 2013. João Batista Santurbano Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Antonio Cláudio Faria-Secretário Municipal de Gestão Pública


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 5 de janeiro de 2013

Réveillon Simbolizando a movimentada virada de ano na terrinha, a foto que ilustra registra a Festa de Réveillon da AAR, uma das mais tradicionais de nossa cidade. Happy New Year!!!

Visita Oficial Durante visita ao Mosteiro Nossa Senhora de São Bernardo sendo recebido pelo Abade Dom Paulo Celso Demartini, o Chanceler do Consulado Geral da Republica de San Marino em São Paulo e Presidente do Patronato ENAS, Mario Antonio Turnaturi, presenteou a referida instituição religiosa com o Brasão da Ordine dei Santi Maurizio e Lazzaro, singela lembrança da Missa Solene de Ingresso de Novos Cavaleiros celebrada na Capela Abacial local, em 13 de novembro de 2011. A Ordem de São Mauricio e São Lázaro foi fundada em um mosteiro da Ordem Cisterciense na Europa, em 13 de novembro de 1572. No registro fotográfico do encontro ocorrido na tarde de segunda-feira passada, Turnaturi, Cavaleiro da Ordem, entregando o Brasão ao Abade Demartini.

APCA Um dos mais prestigiados prêmios culturais do Brasil está definido. Em Assembleia que reuniu 61 críticos no Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, a APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte escolheu os Melhores de 2012 nas seguintes categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música Popular, Música Erudita, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão. Isto posto, o conterrâneo Marcelo Romagnoli foi distinguido pela autoria do Melhor Texto para Crianças. A cerimônia de outorga dos troféus está marcada para 12 de março de 2013, às 20 horas, no Teatro Paulo Autran no SESC Pinheiros, em São Paulo Congratulações ao amigo!


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 5 de janeiro de 2013

Hora Feliz O Centro Cultural Ítalo-Brasilerio encerrou com chave de ouro o calendário de eventos do ano de 2012, durante Happy Hour ocorrido na tarde de sexta-feira, 28, comemorativo aos sócios-aniversariantes do mês de dezembro. Tais encontros, pautados por deliciosa atmosfera intimista, têm como objetivo levar o sócio ao convívio na entidade, valorizando-o, assim como reunir a diretoria para traçar novas metas e discutir a organização dos próximos eventos. Pelo site www.italobrasileiro.com o leitor confere os flashes do encontro, como também tem à disposição um retrospecto do ano que ora se finda- Acesse!

Rina, Nilze e Thereza Farah

Odinéia, Rosilis e Arlete.

Márcio Verrone, Renata-Willian e Flávio-Eliana

Elisa Rosa, Magda e Carmen

Entre Nós P A objetiva resgistrou um momento de aconchego em família: Dino La Verghetta com a esposa Lourdes e a filha Thiffany, mais a irmã Rosella, à direita, residente na comune de Vasto, Abruzzo, que esteve entre nós em temporada de férias de quinze dias, tendo regressado para a Itália quinta-feira passada.

Antônio Montanheiro e Amélia com a filha Carmen e o neto Marcelo

P Maria Grazia Iannarelli Celentano ciceroneou os familiares italianos na terrinha, os quais se encontravam no Brasil em período de férias, durante os festejos de fim de ano. A coluna registrou a visita ao Centro Cultural Ítalo-Brasilerio, “parada obrigatória”!

Maria Grazia, a segunda da esquerda para a direita, ladeada pela tia Maria e pelos primos Franco, Cristian e Alessandra

Dica O Chef Gabriel Vidolin, ex-estagiário do El Bulli, inaugurou em São João da Boa Vista o microrestaurante O Leão Vermelho, onde cozinha para quatro pessoas. A cozinha intimista, onde a proximidade física entre chef e cliente reflete-se à mesa é uma tendência mundial. Restaurantes-miniatura oferecem algo mais valioso do que um menu bem-feito: a experiência de ser alimentado diretamente e intimamente por um cozinheiro interessante. O fato de servirem poucos só aumenta o charme: nada como uma reserva difícil para atiçar a curiosidade...Confira a dica! Reservas de terça à sexta-feira, das 14 às 17 horas, pelo telefone (19) 3633-3514 (Fonte: Alexandra Forbes – Jornal Folha de São Paulo)

3608-6677


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 5 de janeiro de 2013

Em Sociedade l Gustavo Osmak Trecenella, quintanista do Curso de Engenharia Mecânica do prestigioso Instituto Mauá de Tecnologia, aniversariante do dia 3 de janeiro, festejou antecipadamente 22 Anos de Idade durante a Ceia de Réveillon, que teve lugar na estância campestre da família – Parabéns, Gustavo!

l Tarde dessas, o casal Carla-Roque Risso abriu as portas da linda residência da família recebendo um grupeto de amigos, em torno de elogiado Café Colonial com direito à saborosas quitandas mineiras, é claro, dentre outras iguarias... No registro fotográfico, em sentido horário: Ana Maria de Pauli Rocha e Elide, Carla, o portenho Eduardo Tagliani, Roque Risso e Cláudia Bortot.

O aniversariante Gustavo, o primeiro da direita para a esquerda, com os pais, avós, tios e primos, durante a Ceia de Réveillon na terrinha, quando brindava idade nova

Formatura O jovem Diego de Oliveira Canavezi, filho do casal Luciana e Denílson Canavezi, colou grau no Curso de Administração de Empresas da Universidade Federal de Lavras (UFLA), durante solenidade ocorrida na noite de 8 de dezembro. Na foto, o formando com o pai, mais o Professor Luiz Eurico Junqueira Coli – Congratulações!

Entre Nós l Marco Antônio Cassucci, diagramador da página social, festejou mais um aniversário dia 3 de janeiro, junto dos companheiros de Gazeta do Rio Pardo, Rádio Difusora AM/88 Mais FM. Em Tempo: Também no dia 3 do corrente mês, Gazeta do Rio Pardo completava 104 Anos de Fundação.

Parágrafo Único “Não ame pela beleza, um dia ela acaba. Não ame por admiração, pois um dia você se decepciona. Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação”.

Choro Novo 4 Nasceu dia 3 de janeiro, no Hospital da Unimed, em Pirac i c a b a - S P, A n t ô n i o Pereira Dias Filho, filho do casal Karine e D r. Antônio Pe reira Dias Neto. De sorriso largo, os avós-maternos Viva e José de Alencar Villela Dias – Os cumprimentos deste colunista pela chegada do herdeiro!

3608-6677


GAZETA DO RIO PARDO - 5 de Janeiro de 2013 - C- 4


Página C-5 - 5 de janeiro de 2013 - GAZETA DO RIO PARDO

rjdg@terra.com.br

O gato do cortiço O professor, recém-chegado, cheio de idealismo, ensinava anatomia numa escola noturna. Desenhando, supria a falta de um esqueleto, de um esfolado e de outros materiais didáticos. E os sistemas, com seus importantes órgãos, eram citados e indicados, superficialmente, no corpo do jovem mestre. E o professor falava da máquina perfeita do coração; do cérebro – um imitável computador; dos rins – filtro inigualável... — Pena que eu não tenha uma cobaia para dissecar, ilustrando melhor minha aula! — Cobaia eu não tenho,

mas se o senhor quiser, eu trago um gatinho... Um gatinho sem dono... – propôs Toninho, um marmanjo, ainda moleque. A classe vibrou, incentivando o professor a aceitar o gato. Convenceramno. Na aula de sexta-feira, o animal estaria presente. E chegou a esperada aula. Toninho, que trabalhou o dia todo, não pegou nenhum gato. Nem se lembrou do prometido. Na noite de sexta, seus colegas fizeram-no conseguir um, custasse o que custasse. E ele andou pelas vizinhanças da escola, olhando muros e bueiros. Nada conseguiu. Com ou-

tros dois colegas, foi a um cortiço próximo, pedindo emprestado o gato que dormitava no colo de uma senhora: um gato rajado, com patas brancas. A dona do gato queria saber a que horas ele seria devolvido. Com inúmeras recomendações, os jovens levaram o gato, prometendo devolvê-lo às nove. O professor espantou-se com o tamanho do “gatinho”. — Mas este é um gato bem criado! É seu, Toninho? – perguntou o professor. — É!... É um pobre gato, sem dono... A classe, em silêncio, atenta, assistia à aneste-

Casamento de Marilda Smith Vasconcelos com Olímpio Menegatti. Da esquerda para a direita, 1ª fila: Hugo Assalim e Olímpia Menegatti, Barbarina Menegatti (atrás), e atrás de Barbarina, Ana Menegatti, Antônio Figueiró (jovem com gravata listrada) e atrás dele, Júlio Menegatti. Atrás das crianças, Ettore Menegatti. Ao lado da noiva: quatro meninas não identificadas. A moça de branco, atrás da menina é Nadira Smith Vasconcelos. O último ao alto, segurando o menino Ribamar é Agenor Smith Vasconcelos. O último ao alto é Jair S. Vasconcelos, estando na sua frente Clarisvaldo S. Vasconcelos e na sua frente Paulo Barros Vasconcelos

Aniversário de João Eduardo, em janeiro de 1966. Da esquerda para a direita: Olguinha Nasser R. Nogueira segurando o filho aniversariante, Gláucia com Maximiliano Luís ao colo, e Zitinho com a filha Renata

sia, ao sono profundo do gato e à primeira incisão do bisturi. Logo depois, viram o bater do coração, os rins, os pulmões, outras vísceras. O gato sucumbiu quando o seu coração foi aberto, pondo à luz átrios e ventrículos. Os alunos gostaram muito da aula prática, cheirando a éter. Prometeram trazer ratos, sapos, minhocas... O gato ficou um amontoado de carne, ossos, cartilagens, vísceras. Ensacado e embrulhado, foi para o lixo. Os rapazes esqueceramse da prometida devolução às nove da noite. Às nove e meia, a família – mãe e filhos – estava à porta da escola, pedindo ao diretor a devolução do seu gato Veludo. O diretor gelou ao saber que o gato estava morto e retalhado. Foi à classe de Toninho e exigiu que os alunos fossem falar com a dona do Veludo. Ninguém queria enfrentar a situação inesperada. A família, na calçada, estava impaciente. A mãe olhou o corredor vazio da escola, apertando novamente a campainha. — Óia aqui, moço, eu quero o gato das criança que os moço foram buscá! — Espere mais um pouco, por favor. — Isso tá mi cherando mal... Já fais meia hora que a gente tá aqui...

— Calma, minha senhora!... Já, já, tudo se resolve!... A mulher ficou só. Esperou mais algum tempo e, sem resposta, esqueceu o dedo na campainha. Os três rapazes apareceram. Depois de um rápido silêncio, os três falaram ao mesmo tempo, se contradizendo: — Seu gato morreu! – Seu gato fugiu! – Seu gato foi atropelado! — Óia aqui, moço, me devorve o gato, qui é meió!... Ele é das criança! Toninho foi incisivo. Era preciso pôr um ponto final no caso. — Ele morreu! — Morreu?... Como, se ele tava bão!... As crianças começaram a chorar, querendo Veludo. E a gritaria começou. — Óia, aqui, seus f..., ou voceis me devorve o gato ou eu vô derrubá essa escola de merda! — Ele morreu por uma causa nobre, servindo o ensino!... A senhora colaborou com a Ciência! — Ciência a p...! Ocê me pediu o Veludo emprestado, seu f...! E ela ficou sabendo que Veludo tinha sido dissecado. — Tadinho dele, seus cachorro!... Desalmado!... A mulher praguejava, dizendo que se tivesse uma faca, começaria, naquela hora, a abrir o bucho de todos. Desejou-lhes morte semelhante à do seu

Veludo... O diretor e o professor não apareceram. Julgaram-se inocentes... Com a gritaria, juntou muita gente diante da escola, formando dois grupos antagônicos: um, favorável às aulas práticas, com dissecação de animais; outro, defendendo o direito à vida... O segundo, com mais adeptos, aplaudia a mulher do cortiço, que chorava, prometendo dar parte à polícia e falar aos jornais... — Amanhã, eu levo outro gato pra senhora! – disse-lhe Toninho. Ela, irada, descontrolada, gritando, aconselhou-o a enfiar o gato no ... da mãe... Os vizinhos, que acordaram com a arruaça e assistiam às discussões, envergonhados com o palavrório fecharam as janelas. A dona do Veludo, vendo tudo perdido, pegou uma lata de lixo próxima, atirando-a, com a força da sua ira contra a grande porta de vidro da escola, estilhaçando-a. Saindo chorando, acompanhada dos filhos, ia dizendo: — Assassino!... Gente sem alma!... F...! O diretor respirou fundo, aliviado, prometendo punir os três alunos. Na rua, as vaias fortes abafavam os fracos aplausos... As aulas práticas, com dissecações, foram terminantemente proibidas naquela escola noturna.

27 de janeiro de 2001. Sessão de fundação da CNERP, Da esquerda para a direita: Selma Maria da Silva (presidente da Zumbi dos Palmares), Agenor Ribeiro Netto, Ana Maria Fontana, Sílvia Helena Paulo (presidente da CNERP), Áurea Gorete Caetano (secretária da PROTEIA, de São João da Boa Vista), Francisco Tadeu Leonardo (do Grupo NUPADECONE, de Casa Branca), Lúcia Vitto e Maria Aparecida da Silva (coordenadora do Projeto Paz)


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 5 de Janeiro de 2013

De repente, num instante fugaz, os fogos de artifício anunciam que o ano novo está presente e o ano velho ficou para trás. De repente, num instante fugaz, as taças de champagne se cruzam e o vinho francês borbulhante anuncia que o ano velho se foi e ano novo chegou. De repente, os olhos se cruzam, as mãos se entrelaçam e os seres humanos, num abraço caloroso, num só pensamento, exprimem um só desejo e uma só aspiração: Paz e Amor. De repente, não importa a nação, não importa a língua, não importa a cor, não importa a origem, porque todos são humanos e descendentes de um só Pai, os homens lembram-se apenas de um só verbo: amar. De repente, sem mágoa, sem rancor, sem ódio, os homens cantam uma só canção, um só hino, o hino da liberdade. De repente, os homens esquecem o passado, lembram-se do futuro venturoso, de como é bom viver. De repente, os homens lembram-se da maior dádiva que têm: a vida. De repente, tudo se transforma e chega o ano radiante de esperança, porque só o homem pode alterar os rumos da vida. De repente, o grito de alegria, pelo novo ano que aparece.

Ano novo,vida nova, porém nossa bandeira continua a mesma! A bandeira da causa animal. Com poucos dias do ano de 2013 posso garantir que esse ano será repleto de mudanças. Como disse na edição anterior: “O mundo não iremos salvar, mas para alguns casos daremos um mundo melhor.” Segue abaixo alguns casos, que já em 2013, com apenas poucos dias de ano corrido conseguimos dar um mundo melhor:

Desejo a todos um ótimo ano, repleto de realizações! São meus sinceros votos. MATHEUS MAFEPI

Aniversário de 1 ano de Francisco Eduardo. Como é bom poder comemorar com nossos amigos! Festinha realizada pela família de Daniele Oliveira especialmente para Francisco Eduardo, cãozinho da raça coocker que completou um aninho de vida! Parabéns pela iniciativa!

Leia e Assine!

A mamãe Daniele Oliveira com seu baby

Nosso amigo Orlando Guido está cuidando dela no local. Precisamos arrumar um lar para ela urgente. Se alguém tiver interesse em ajudar basta ligar diretamente para o Sr. Orlando nos telefones 3608 8354 - 9173 9848 O bolo

Essa cachorrinha se encontra abandonada na entrada da Fazenda Maracanã, na rodovia de Mococa

Envie a foto de seu animalzinho de estimação para os seguintes e-mails diagrama@gazetadoriopardo.com.br / falecom@matheusmafepi.com.br

Frederico Henrique, pai de Francisquinho com vergonha na hora da foto, com Marcela Gabriela

Participe da nossa página também! Registre os melhores momentos e compartilhe com todos os leitores de Gazeta do Rio Pardo. Nos envie um e-mail para: falecom@matheusmafepi.com.br


C-7 - 5 de Janeiro de 2013 Fonte:UOL Esotérico

Sessão de Terapia Exibida pelo canal GNT e dirigida por Selton Mello, Sessão de Terapia é a versão brasileira da inovadora série israelense Be Tipul. Centrada no psicanalista Theo (Zécarlos Machado) e cinco de seus pacientes, cada episódio acompanha uma sessão de acordo com o dia da semana: às segundas-feiras a paciente é Júlia (Maria Fernanda Cândido), às terças o policial Breno (Sérgio Guizé), às quartas a adolescente com tendências suicidas Nina (Bianca Muller), às quintas o casal Ana (Mariana Lima) e João (André Frateschi), e na sexta é a vez de Theo fazer psicanálise com sua terapeuta e amiga Dora (Selma Egrei). O mais interessante é que Sessão de Terapia não relata apenas as sessões no consultório do protagonista, mas também o modo como a convivência com os pacientes afeta sua vida pessoal e a de sua esposa Clarice (Maria Luísa Mendonça).

Sem intervalos comerciais e focada nos diálogos dos personagens, S essão de Terapia é uma viagem através da mente humana utilizando-se de personagens carismáticos que criam um incrível imersão na história. Para que uma série com esse mote tenha êxito, Selton Mello mostra um notável talento na direção ao aliar roteiros bem elaborados e um elenco competente, e isso fica visível a cada episódio. A primeira temporada da série está sendo reprisada de segunda a sexta, às 22h e 00h. Mesmo que perca alguma das “consultas”, cada episódio faz um resumo dos fatos essenciais ocorridos anteriormente com os personagens, e se você perder algum episódio pode acompanhar as maratonas (com todos os episódios da semana) que o canal GNT exibe aos sábados a partir das 22h e domingos a partir das 18h50.

Homeland Durante uma missão no Afeganistão, a agente da CIA Carrie Mathison (Claire Danes) recebe a informação que o terrorista Abu Nazir planeja um novo ataque em solo americano, utilizando-se de um americano convertido ao islamismo. Passados dez meses, o Sargento Nicholas Brody (Damian Lewis) é resgatado depois de ficar cativo por oito anos. Contando apenas com a ajuda de seu mentor, o experiente agente Saul Berenson (Mandy Patinkin), Carrie inicia uma investigação secreta sobre a conduta do Sargento e sua provável ligação com Nazir. Esse é o mote de Homeland, série americana desenvolvida por Alex Gansa e Howard Gordon, que adapta a israelense Hatufim, e que segue a tendência norte-americana de utilizar a cultura do entretenimento para “vingar” derrotas bélicas sofridas pelo país. Esse conceito presente nos filmes da série Bradock e Rambo, que mostram exsoldados voltando ao Vietnã para travar novas batalhas, aqui se faz presente na figura da agente que sofreu uma grande perda nos atentados de 11 de setembro de 2001, e fará o possível e o impossível (inclusive quebrar regras da CIA) para evitar um novo ataque em solo americano. O maior trunfo de Homeland é seu impecável roteiro que, além desenvolver bem as situações e os personagens, possui o ritmo certo não ficando frenético nem lento demais. A qualidade das atuações e de toda a produção são outros pontos fortes e o resultado é uma série inteligente, dramática, com boas doses de suspense e que busca mostrar que a guerra contra o terrorismo é apenas uma sequência de mortes (muitas vezes de pessoas inocentes) baseadas em ideologias radicais, incoerentes e torpes. O pior de tudo é constatar que as supracitadas ideologias motivam os dois lados do conflito. A primeira temporada de Homeland já está disponível em DVDe a segunda temporada é exibida aos domingos às 23h no canal FX.

Ótima semana para traçar prioridades, disciplinar o seu trabalho e também para investir em sua atualização profissional. Evite desperdiçar sua energia com algo que não vale a pena. Viagens estão protegidas.

Muito cuidado com seu dinheiro, você pode gastá-lo com muita facilidade e se endividar. O setor profissional recebe boas vibrações e você tem tudo para progredir. Como estará mais sensível, fará tudo para agradar amigos e familiares.

Atividades que envolvam comunicação, ensino ou concurso estará favorecido. Mudanças profundas podem marcar a sua vida doméstica e familiar. Talvez seja a hora de acabar com mágoas e ressentimentos.

Se tiver que terminar um serviço, peça ajuda aos colegas de trabalho, pois assim vai render mais. Boa semana para dar um novo visual ao seu lar. Mudança no seu círculo social pode ser muito estimulante, aproveite!

É hora de disciplinar seus gastos e evitar fazer extravagâncias. No trabalho, redobre a atenção ao assinar documentos e papéis. Não faltará estímulo para obter companhia e atrair a atenção dos amigos.

Poderá ganhar um dinheiro extra fazendo uma atividade que gosta e, assim, equilibrar o orçamento. No trabalho, pense grande e invista em seus projetos e ideias. Não perca a chance de se divertir junto aos amigos.

Momentos agradáveis em família, aproveite o clima de confraternização. Perda de dados e problemas de comunicação poderão ocorrer no trabalho, mas não deixe o desânimo tomar conta de você.

Abra o olho para não gastar além da conta e, principalmente, evite ser avalista de alguém. No trabalho, convém manter segredo sobre seus projetos. Sua dedicação à família vai absorver grande parte do seu tempo.

Somente através do seu esforço e dedicação é que conseguirá o que deseja. Alianças e parcerias estão favorecidas, principalmente no setor profissional. Tenha cuidado com falsos amigos ou pessoas oportunistas.

Poderá ter que se atualizar para enfrentar a concorrência no serviço. O trabalho em equipe está favorecido. Você terá maior segurança e capacidade de convencer os outros, só tenha cuidado com suas críticas.

Poderá somar forças com as pessoas que tenham os mesmos objetivos e ideais que os seus, principalmente no trabalho. Demonstre sua perseverança. Estar cercado(a) de pessoas queridas vai lhe fazer bem.

Não perca a chance de movimentar a sua vida social. Esta semana, poderá descobrir uma maneira alternativa de aumentar a sua renda mensal. Há chance de conquistar uma grande vitória no setor profissional.

Salada crocante ao molho de mostarda e mel Ingredientes 6 folhas de alface lisa picadas 5 folhas de alface roxa picadas 50 g de uva passa 2 ovos cozidos em rodelas 1/2 de queijo branco em cubos 1/2 lata de milho 1/2 lata de ervilha 1 prato raso de brócolis 1 prato raso de couve-flor cozida 1 cenoura ralada 1 beterraba picada em cubos 15 folhinhas de manjericão Salsinha a gosto 150 g de peito de peru picadinho 150 g de macarrão tipo Penne 100 g de batata palha 100 g de parmesão ralado Tempero: 2 colheres (café) de orégano 1 colher (café) de curry Sal a gosto 1 colher (chá) de linhaça triturada Molho: 1 colher (chá) de mel 1 colher (café) de vinagre 2 colheres (chá) de mostarda 2 colheres (chá) azeite Pimenta a gosto

Modo de preparo Cozinhe o macarrão em 3 copos de água, 1 fio de azeite e sal. Reserve. Pique todos os ingredientes da salada (exceto o parmesão e a batata palha). Junte o macarrão e misture adicionando os temperos. Misture o mel, mostarda, azeite, vinagre e pimenta e adicione à salada misturando bem. Polvilhe com o parmesão ralado e a batata palha. Informações adicionais Se preferir, mude os ingredientes da salada ou faça apenas com alguns deles. Ficará gostoso do mesmo jeito!

HOJE – Márcia Andréa Teixeira Ornellas, Juliano do Carmo Feltran, Elizabeth Cremasco da Silva, João H. Miyazawa, Clara Zanardo Pansani, Vera Lígia Frozoni Yasbeck, Paula Simonetti Junqueira de Andrade. AMANHÃ - Luís Paulo Morais da Silva, Sílvia Helena Ferreira da Silva Dias, Pedro Pestana da Silva, Wilma Zanatta Mazzer, Lucas Amaral Dassan, Carlos Renê Nogueira Navega, Maria Lígia Martins Melo, Eduardo Fabrício Babuia, Rosilene Rueda de Jesus, Regina Célia Secco Monteiro. DIA 7 - Rita Helena Fiorante, Luciana Zanatta Bortot, Danilo Mendonça de Lima, Murilo Mendonça de Lima, Lucy Maria Scali, Afonso Orlandi, Maria de Lourdes Miguel de Lima, Geraldo Rodrigues de Souza, Maura Fernanda Nogueira Bello, Gustavo Henrique Vieira de Paula, Maria Conceição dos Santos Costa. DIA 8 - Eduardo Tinti de Andrade, Giselle Fernanda Torres Biaco, Ana Beatriz Godoy Isoldi, Benedito Nicomedes Maurício de Souza, Gilberto Pereira, Márcio Calsoni, Roberta Mandoni Jardim,

Selma Cristina Magalhães, Moisés de Oliveira Pinheiro, Nelson Teixeira Júnior, Ana Rosa Bariani, Ana Tereza Rodrigues Magalhães. DIA 9 - Nilian Sernáglia, Sandra Helena Angelini, Antônio Fernando Nogueira Fontão, Ângela Maria Junqueira de Pietro, Viviane Moreno Bálico, David Angelini Sobrinho, Mônica Aparecida Marsulo, Tiago Junqueira Scali. DIA 10 – Genifie Antum M. Yasbeck, Marcius Miguel Yasbeck, Felipe Luís da Silva Salotti, Marina Caetano Vitorino, Vanda Vicente Bini, José Luiz Ferreira, Maria Luiza Rachid Carvalhaes, Rebeca Ester Andrade Feltran, Rocheli Possebon, Manoel Benedito de Jesus, Ana Paula Frozoni Cruz Apolinário, Isabela Buffoni D’Ávila e Silva, Marcos Roberto Prevital. DIA 11 - Milena Paterlini Pereto, Adriana Ferraresi, Wanda A. Souza Marsulo, Rosa Maria Eduardo Capitelli, Carmen Sílvia Cerboni Malagutti, José Teixeira Filho, Rafael de Oliveira Alves, Ana Beatriz Andreatta Moraes.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3682-8879 ou mande e-mail para redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 5 de Janeiro de 2013

BÍBLIA

O Que São Os Lugares Celestiais? (final) MARTYN LLOYD-JONES

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” – Efésios 1:3 Cada cristão genuíno nesta terra é duas pessoas em uma, algo que os não cristãos não entendem. 2 Coríntios diz que “o que é espiritual discerne bem tudo e ele de ninguém é discernido”. O cristão, diz Paulo, entende todas as coisas, mas ele mesmo não é entendido. Um dos testes que podemos aplicar a nós mesmos é ver se as pessoas acham difícil entender-nos como cristãos. O cristão deve ser um enigma para os não cristãos, que acham que há algo estranho no cristão porque este não é como os outros, é diferente. Ocorre que o cristão tem uma vida celestial dentro de si e pertence a este domínio celestial. Entretanto, ele próprio não pode entender a si mesmo. Ele tornou-se um problema para si próprio, por causa dessa nova natureza que há nele. “Porque nem mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que prefiro e sim o que detesto”, diz Paulo em Romanos 7:15. O cristão, assim, tem duas naturezas, a humana, que herdou dos pais, e a celestial, que entrou nele ao crer em Jesus Cristo. Ele ainda está neste mundo e nesta vida, como todos os demais. Ainda vive a vida secular, “normal”, tendo que usar o intelecto, o entendimento e até a força física. Ele estuda, compra e vende como os outros. Essa é a sua vida “normal”, secular, que ele compartilha com os não cristãos. Na verdade, ele ainda experimenta falhas em vários aspectos, tem consciência do pecado, parece idêntico às demais pessoas. Ele faz coisas que não devia fazer e se sente culpado do pecado, continuando parecido com o homem natural. Vendo de forma superficial um cristão, podemos chegar à conclusão de que não há diferença entre ele e um não cristão. Mas, há, sim, diferença! Isto porque ele é um homem natural e, ao mesmo tempo, espiritual. O que há de

grande acerca do cristão é que ele tem esta natureza espiritual adicional e ela gera nele um conflito interior. O cristão, mesmo na pior condição, sabe que é diferente do incrédulo pois se sente culpado quando peca, não aprecia o pecado como apreciava antes e como os outros apreciam. Há algo diferente até quanto ao seu pecado, graças a este princípio espiritual que há nele, a esta natureza espiritual, esta consciência da nova vida. Ser cristão significa que Deus, mediante o Espírito, está operando em nós. Ele nos deu um novo nascimento e colocou dentro de nós uma vida celestial. E você tem que saber disso, ter consciência deste algo mais, desta diferença, deste poder que age em você, deste elemento perturbador, desta consciência de um novo conflito em sua vida. A pessoa não cristã é somente uma pessoa; a pessoa cristã é duas. A Bíblia diz que o não cristão é o “velho homem”. O cristão, porém, tem também um “novo homem”. E entre o novo homem e o velho não há acordo, há tensão constante. “A carne milita contra o Espírito, e o Espírito contra a carne” (Gálatas 5.17). Assim, o cristão tem essas duas naturezas, dois interesses, dois mundos. Ele é cidadão simultâneo dos dois mundos, o material e o espiritual. Deus manifestou o Seu poder quando ressuscitou a Cristo dentre os mortos e O colocou à Sua direita nos lugares celestiais. E algo similar aconteceu com os cristãos. Não ficamos onde estávamos, fomos transferidos de um reino para outro, de um mundo para outro. Isso não significa que o cristão sai do mundo e é aqui que muitos erram. Há cristãos que dizem que não se deve votar nas eleições e que não se deve ter nenhum interesse pelas atividades do mundo, o que é um conceito errado. O cristão ainda é cidadão deste mundo, pertence à esfera secular, sabe que este mundo é de Deus e que nele Deus tem um propósito para ele. Sendo um cidadão de um país, ele está ciente de suas responsabilidades e até mesmo terá que ser um cidadão melhor que outros. No entanto, ele sabe também que

é cidadão de outro reino, um reino que não se vê, que não é deste mundo. São dois reinos conflitantes. Efésios 2:6 diz que Deus “nos ressuscitou juntamente com Cristo e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus”. Eu e você, em Cristo, estamos assentados neste momento em lugares celestiais. Já estamos lá! Paulo não diz que vamos estar lá e sim que já estamos lá. Mas como conciliar isso com o fato de que ainda estamos neste mundo limitado pelo tempo, confuso e contraditório? Como podem estas duas coisas ser verdadeiras ao mesmo tempo? Espiritualmente estou neste momento no céu, “em Cristo”, num sentido como sempre estarei; mas o meu corpo continua na terra, ainda sou dela. O meu espírito foi redimido em Cristo, como sempre redimido será; porém o meu corpo ainda não foi redimido, e eu, com todos os outros cristãos, estou “esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Romanos 8:23). “A nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas” (Filipenses 3:20-21). Em meu espírito já estou lá, mas ainda estou na terra na carne e no corpo. Devido ao fato de eu estar “em Cristo”, meu corpo será emancipado, redimido. Virá o dia em que estarei nos lugares celestiais não somente em meu espírito mas também em meu corpo. Isso é absolutamente certo. Seremos transformados, os nossos corpos serão glorificados e estaremos sem nenhum pecado, culpa, ruga ou mancha. Em espírito e no corpo estaremos com Ele e O veremos como Ele é. Na totalidade do nosso ser e das nossas personalidades estaremos naqueles lugares celestiais. (Reuniões da igreja em S.J.Rio Pardo aos sábados e domingos, 19h30, na rua João Gabriel Ribeiro, 123, centro)

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

O Poder Superior, o Grupo e a Oração da Serenidade Hábitos e pensamentos negativos retardam a nossa recuperação? Sim, os pensamentos e hábitos negativos retardam a recuperação e nos puxam para trás; falo por experiência própria. Pois estou passando por isto; os meus pensamentos estão me fazendo recair novamente na neurose, largar o N/A; isolar-me das pes-

soas que acho que estão me machucando, me diminuindo. Mas estou certa de que são os meus pensamentos negativos que estão provocando tudo isto. Estou me segurando no Poder Superior, na programação e no Grupo, porque não quero o fundo do poço novamente, e sei que com toda esta ajuda posso mudar meus pensamentos

negativos por pensamentos positivos, serenidade, paz comigo mesma e com os companheiros e principalmente com o Poder Superior que me segura sempre de pé, apesar de situações ruins. Seguro na maravilhosa Oração da Serenidade. 24 horas de Paz e Serenidade! Eliana

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa Al-Anon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para com-

partilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem

vidas significativas e satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do Al-Anon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terça-feira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista Al-Anon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.al-anon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Palavra de vida - Janeiro 2013 “Ide, pois, aprender o que significa: Eu quero misericórdia e não sacrifícios” (Mt 9, 13; cf. Os 6,6) “...Eu quero misericórdia e não sacrifícios”. Você se lembra quando foi que Jesus disse estas palavras? Ele estava à mesa e alguns publicanos e pecadores tinham se sentado junto Dele. Notando isso, os fariseus presentes perguntaram a seus discípulos: “Por que o vosso mestre come com os publicanos e pecadores?” E Jesus, ao ouvir estas palavras, respondeu: “Ide, pois, aprender o que significa: Eu quero misericórdia e não sacrifícios”. Ao citar esta frase do profeta Oseias, Jesus mostra que lhe agrada o conceito nela contido; com efeito, é a norma do seu próprio comportamento. Ela exprime a supremacia do amor sobre qualquer outro mandamento, sobre qualquer outra ordem ou preceito. Este é o cristianismo: Jesus veio dizer que Deus quer de você, antes de tudo, o amor para com os outros – homens e mulheres -, e que esta vontade de Deus já tinha sido anunciada nas Escrituras, como demonstram as palavras do profeta. Para cada cristão o amor é o programa de sua vida, a lei fundamental de suas ações, o critério de seu comportamento. O amor deve prevalecer sempre sobre qualquer outra lei. Mais ainda: o amor aos outros deve constituir, para o cristão, a base sólida que lhe permite legitimamente cumprir todas as outras normas. “...Eu quero misericórdia e não sacrifícios”.

Jesus quer o amor. E a misericórdia é uma expressão do amor. Ele quer que o cristão viva assim, antes de mais nada porque Deus é assim. Para Jesus, Deus é, acima de tudo, o misericordioso, o Pai que ama a todos, que faz nascer o sol e cair a chuva sobre os bons e os maus. Uma vez que ama a todos, Jesus não tem receio de relacionar-se com os pecadores; e desse modo nos revela quem é Deus. Portanto, se Deus é assim, se Jesus é assim, você também deve nutrir os mesmos sentimentos. “...Eu quero misericórdia e não sacrifícios”. Se você não tiver amor pelo irmão, o seu culto não agrada a Jesus. Ele não acolhe a sua oração, a participação na Eucaristia, as ofertas que você pode fazer, se tudo isso não brotar do seu coração em paz com todos, rico de amor para com todos. Você se lembra daquelas palavras tão marcantes que Jesus disse no Sermão da Montanha? “Portanto, quando estiveres levando a tua oferenda ao altar e ali te lembrares que o teu irmão tem algo contra ti, deixa a tua oferenda diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão. Só então, vai apresentar a tua oferenda” (Mt 5, 23-24). Essas palavras lhe dizem que o culto mais agradável a Deus é o amor ao próximo, amor que deve ser também colocado como base do culto a Deus. Se você quisesse dar um presente a seu pai, mas estivesse brigado com seu irmão (ou seu irmão com você), o que seu pai lhe diria? “Faça primeiro as pazes; depois pode vir com o seu presente”.

Mas isso não é tudo. O amor não é só a base de vivência cristã. Ele é também o caminho mais direto para ficar em comunhão com Deus. É o que dizem os santos, testemunhas do Evangelho que nos precederam; é o que experimentam os cristãos que vivem a própria fé: quando ajudam os irmãos, principalmente os necessitados, aumenta a sua devoção, torna-se mais forte a união com Deus; eles percebem que existe um vínculo entre eles e o Senhor, e é isso que dá mais alegria às suas vidas. “...Eu quero misericórdia e não sacrifícios”. Então, como você poderá viver esta Palavra de Vida? Não faça discriminação entre as pessoas que têm contato com você, não marginalize ninguém, mas ofereça a todos tudo o que puder dar, imitando Deus Pai. Recomponha os pequenos ou grandes desentendimentos que desagradam ao céu e amarguram a sua vida. Não deixe que o sol se ponha – como diz a Escritura (cf. Ef 4,26) – sobre a sua ira, seja contra quem for. Se você agir desse modo, tudo o que fizer agradará a Deus e permanecerá para a eternidade. Não importa se você trabalha ou descansa; se brinca ou estuda; se faz companhia aos filhos ou passeia com a sua esposa ou o seu marido; se você reza, se está se sacrificando, ou se está cumprindo as práticas religiosas próprias de sua vocação cristã... Tudo, tudo, tudo será matéria-prima para o Reino dos Céus. O Paraíso é uma casa que se constrói aqui e se habita na outra vida. E se constrói com o amor. Chiara Lubich

COLUNA ESPÍRITA

Conselho de ano novo Um adágio popular afirma o ano novo como vida nova. Será mesmo? Será que a simples mudança de calendário define um viver diferenciado para melhor? Claro que a mudança é da lei divina, vivemos mergulhados na impermanência e, o Espiritismo, por sua vez, nos ensina que estamos submetidos à Lei do Progresso, uma das leis morais, segundo Allan Kardec, que faz uma leitura da progressão espiritual que podemos empreender como seres perfectíveis. Assim, creio que estamos em dinâmico processo de crescimento a partir das aprendizagens que somos capazes de efetivar, passando pelas experiências e convivências das mais diversificadas, conforme nossas necessidades educativas, seja do ponto de vista moral, seja do intelectual. A fé raciocinada preconizada pelo Espiritismo, quando vivida no livre pensar, pode proporcionar uma espiritualidade profunda, sobretudo, no momento em que esses valores subjacentes nos ensinos dos Espíritos não ilustram somente a inteligência, mas iluminam o sentimento e mobilizam o espiritista para o bem. Então como podemos fazer um ano novo e uma vida melhor? Compreendo, pautado na Filosofia Espírita, que podemos ter

uma existência de qualidade aprimorando-nos no presente. E o meio de fazê-lo foi lecionado por Santo Agostinho, evocando a doutrina socrática precursora do Espiritismo quando postulava o conhecimento de si mesmo. O mestre Allan Kardec teve o ensejo de apresentar na Revista Espírita, de junho de 1863, uma sintética e bela dissertação do literato desencarnado La Fontaine intitulada “Conhecer a si Mesmo”. Entre os seus sábios conselhos encontramos: - “O que muitas vezes impede que vos corrijais de um defeito, de um vício, é, certamente, o fato de não perceberdes que o tendes.” Ou seja, o desconhecimento de si impede que identifiquemos nossas imperfeições ou limites morais para que possamos mudar para melhor, aliás, nenhuma reforma considerável é possível sem o conhecimento exato a respeito do que merece mudança. - “Enquanto vedes os menores defeitos do vizinho, do irmão, nem sequer suspeitais que tendes as mesmas faltas, talvez cem vezes maiores que as deles”. A falta de indulgência nubla nossa visão sobre nós mesmos. Quando nos fazemos juízes inveterados dos outros gastamos tempo e energia que poderi-

am ser destinados à exploração do planeta interno e, com isso, passamos a perder o foco da atenção sobre nós mesmos que, no caso de nossa progressão espiritual, é o que mais importa. - “Deveríeis analisarvos um pouco como se não fôsseis vós mesmos.” Parece-me que equanimidade seria uma palavra-síntese dessa frase. Cabe-nos uma análise sincera e imparcial de nossa natureza moral tornando a subjetividade objeto de exame, fazendo o exercício mental de “olhar de fora” para cá dentro do ser. - “Sede francos convosco mesmos; travai conhecimento com o vosso caráter (...).” A franqueza gera a desilusão, o que de fato é uma maravilha. É melhor ficar momentaneamente desapontado consigo por descobrir-se equivocado do que passar uma reencarnação em permanente autoengano. Enfim, aproveitemos a tecnologia de bem viver ofertada gratuitamente pelo Espiritismo visando não somente um ano melhor, mas igualmente, uma vida melhor aqui na Terra. Texto de Vinicius Lousada (Porto Alegre) - transcrito por Elizabeth Regina Garcia Daud.

Gazeta do Rio Pardo 2631  

Gazeta do Rio Pardo 2631

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you