Page 1

São José do Rio Pardo

9 de junho de 2012

Ano 104

R$ 2,00

2.600

Idoso viciava menores para estupro REPORTAGEM

REPORTAGEM

Preso nas ferragens Um acidente com vítima grave aconteceu na noite do dia 1º de junho, na Vila Brasil, e envolveu uma Pampa dourada, ano 88. O motorista da picape, J.S., de 63 anos, ficou preso entre as ferragens e foi preciso ser retirado do veículo por bombeiros, sendo depois levado pela ambulância do Samu ao Pronto Socorro. Página A-7

Capotamento Outro acidente grave aconteceu na noite do dia 4, na Vila Maschietto, quando um Gol preto, ano 2001, dirigido por L.G.B.G., de 26 anos, capotou na rua Cel. Alípio Dias e, por muito pouco, não acertou uma menina de 10 anos e outra criança, que brincavam na calçada. Uma das vítimas foi socorrida pelo Samu e levada ao pronto-socorro. Página A-7

Município gastou o Frota sucateada mínimo com educação No país, 52 cidades não cumpriram legislação e muitas, apesar de alcançarem a meta, ficaram perto do mínimo exigido, que é de investir 25% de sua arrecadação com o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), em educação. São José do Rio Pardo é uma delas. Página A-8

Localizado na avenida Belmonte, o pátio da Prefeitura (foto) tem servido, dentre as funções normais do local, também para abrigar o que pode ser considerado como um verdadeiro cemitério de veículos. São carros, caminhões, tratores, ambulância e micro-ônibus parados à espera de uma solução. É o retrato do descaso com o bem público. Página A-11

U

m morador de Guaxupé, L.H.S., de 63 anos, foi surpreendido pela polícia militar de São José do Rio Pardo na madrugada do dia 8. Após comprar 10 pedras de crack no bairro Natal Merli, o homem e um adolescente de 15 anos, morador em Tapiratiba, consumiram boa parte delas e mantiveram relação

sexual num Astra de cor prata. No dia anterior, L.H.S. também teria feito sexo com outro jovem, de 16 anos, mas de São José do Rio Pardo, e o pai deste foi à delegacia denunciar o fato. O idoso agora deverá ser processado por tráfico e estupro. Ele e o jovem de Tapiratiba foram levados à delegacia e liberados, após prestarem depoimento. Página A-7

Ceagerp aposta em inovações tecnológicas Página A-9 REPORTAGEM


A-2 -9 de junho de 2012

Educação: dar o peixe ou ensinar a pescar? Levantamentos divulgados esta semana confirmaram o que já se sabia: a educação ainda não é considerada prioridade no Brasil. Uma forma encontrada para que ela fosse levada um pouco mais a sério – embora se discuta sua eficácia – foi determinar, por meio da Constituição Federal, que estados e municípios devam investir em educação pelo menos 25% de sua arrecadação com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Após os resultados, verifica-se que o lado mais sombrio deste quadro é observar, nos índices relatados pelas Prefeituras e Estados que, quando esse percentual é atingido, fica quase sempre muito próximo do mínimo. Em todo o país, 52 prefeituras aplicaram abaixo do mínimo determinado pela Constituição. O levantamento não mostra o peorcentual investido em todas as cidades, mas é possível imaginar que na maioria esmagadora o índice ficou

no mínimo. Em São José do Rio Pardo, por exemplo, o investimento foi levemente acima do que determina a lei: 26,21%. A impressão que se tem é de que, como há lei e esta deve ser cumprida, fez-se de tudo para que o índice fosse atingido. Até mesmo investimentos sem foco na aplicação dessa política. Muitas vezes, o recurso financeiro não é tudo, mas a melhor utilização dele; o foco nesta aplicação é que gera os melhores resultados. Mas, vale repetir, a impressão que fica é que se gasta para atingir a meta. É mais do que preocupante esta constatação. Muito mais do que má gestão, reflete-se, aqui, o interesse de que a população continue pouco ou mal educada, o que mantém no poder as classes há muito dominantes. O capital intelectual representa um grande fator de desenvolvimento, tanto coletiva como individualmente. Para a sociedade, é interessante que a população seja engajada e possua conhecimentos di-

versos. Já para o poder que domina, talvez essa abertura de conhecimentos não seja tão interessante assim. Um povo sem cultura tem menor poder de questionamento e maior chance de ser persuadido. É mais fácil dominar um povo com menos conhecimento. A educação, de forma geral, estimula o questionamento e a reflexão. E é exatamente a partir desta reflexão que o indivíduo passa a interagir positivamente nos assuntos políticos e sociais. É preciso retirar da mentalidade coletiva a ideia de que a educação é apenas necessária, e incutir a verdade de que ela abre portas para oportunidades melhores. A verdadeira reforma não está na legislação, ou qualquer outra medida salvadora. Investir nestas áreas, como educação e cultura, assim como em tantas outras, não significa apenas dar o peixe. O que realmente importa, e que pode fazer toda a diferença, é ensinar a pescar.

coletti.imprensa@yahoo.com.br

Congresso em ritmo de tartaruga Os trabalhos na Câmara dos Deputados e no Senado vão se desenvolver daqui para frente em ritmo de tartaruga. São vários os fatos que provocarão o esvaziamento do Congresso Nacional até o fim do ano. Projetos importantes e polêmicos, como o dos royalties do petróleo, só serão pautados para depois das eleições de outubro. Neste mês a grande ausência será de deputados e senadores do Nordeste por conta das tradicionais festas juninas, que ganham importância nos anos de eleições. Outro evento que vai manter os parlamentares afastados de Brasília, neste mês, são as convenções partidárias para a escolha dos candidatos às prefeituras e câmaras mu-

nicipais em todo o Brasil. Do dia 13 a 22, um grande número de deputados e senadores vai se deslocar para o Rio de Janeiro para participação da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, com a presença de mais de 100 países. No segundo semestre de julho acontecerá o recesso parlamentar do meio do ano. O primeiro semestre será ocupado pelos debates e votação da LDO-Lei das Diretrizes Orçamentárias de 2013. Poderão acontecer ainda votações de matérias que consigam reunir consenso entre as lideranças dos partidos. A partir de agosto, até o fim de outubro, os parlamentares estarão com suas atenções voltadas para as

campanhas eleitorais. Segundo uma tradição do Congresso, serão realizados dois “esforços concentrados”, com duração de três dias cada, em agosto e setembro para o exame de projetos previamente acordados entre governo e oposição. Os trabalhos legislativos serão reativados de fato somente a partir de novembro, já que as eleições, em segundo turno, foram marcadas para 28 de outubro. O Congresso praticamente só vai ser lembrado por causa dos trabalhos da CPI do Cachoeira, com término previsto para dezembro, que serão levados para frente mesmo durante a campanha eleitoral.

Largada para eleições municipais A partir de amanhã, dia 10, até o próximo dia 30, os partidos políticos terão de realizar convenções para a formação de coligações e escolher seus candidato a prefeito, vice-prefeito e vereador em todo o país. A campanha eleitoral estará liberada a partir do dia 6 de julho. A propaganda gratuita na televisão e

no rádio começa no dia 21 de agosto, 47 dias antes das eleições marcadas para 7 de outubro. Cento e seis deputados federais e quatro senadores vão disputar o cargo de prefeito de cidades de vários estados. No Estado de São Paulo, são os seguintes deputados candidatos à Prefeituras: Paulinho da Força (PDT)

e Gabriel Chalita (PMDB), cidade de São Paulo; Guilherme Campos (PSD) e Jonas Donizette (PSB), em Campinas; Doutor Ubiali (PSB), Franca; Alberto Mourão (PSDB), Praia Grande; Duarte Nogueira (PSDB), Ribeirão Preto; Carlinhos Almeida (PT), São José dos Campos, e João Paulo Cunha (PT), Osasco.

Fim do voto secreto O Senado, na próxima terça-feira, vai analisar todas as propostas em tramitação no Congresso que tratam da extinção do voto secreto nas casas legislativas – Senado, Câmara, Assembleias Legislativas e Câmara de Vereado-

res. Entre elas está uma emenda à Constituição (PEC) determinando que as votações de processos de cassação de mandato de parlamentares terão de ser abertas, ao contrário do que acontece atualmente.

Alguns senadores estão enxergando no voto secreto uma possibilidade do senador Demóstenes Torres ser absolvido, das acusações que lhe são imputadas por suas relações com o contraventor Carlinhos Cachoeira.

Novo passo no Código Florestal Mais um capítulo da novela Código Florestal aconteceu nesta semana. Insatisfeitos com a medida provisória que a presidente Dilma Rousseff editou após vetar os artigos do Código Florestal aprovado pelo Congresso, deputados e senadores apresentaram 620 emendas ao texto enviado pelo Palácio

do Planalto. Foi constituída a comissão mista que vai examinar a admissibilidade da MP, tendo como relator o senador Luis Henrique (PMDB-SC). Ele declarou que vai tentar construir um consenso antes da conferência Rio+20, que começa na próxima quarta-feira, no Rio de Janeiro. Da comissão mista, o texto do

relator segue para votação na Câmara dos Deputados, e depois no Senado. Depois do recesso parlamentar de julho, segundo os parlamentares, haverá um clima mais favorável para se por um fim na queda-de-braço entre Congresso e o governo em torno do Código Florestal.

Mais cargos A Prefeitura Municipal mantém em sua folha de pagamento cerca de 250 cargos em comissão. No ano passado, matéria de Gazeta sobre o mesmo assunto relatava que eram 200, o que significa um aumento nada discreto em pouco tempo. Que o digam os cofres públicos. Vai pagar? (I) Enquanto gastos são feitos com o aumento de cargos comissionados, a administração municipal não está repassando verbas para o convênio que mantém com o Samu. De acordo com a coordenação do Conderg (que administra o serviço), nesta semana houve uma reunião com o secretário de Gestão Walkyr Veronese Junior, que se comprometeu a regularizar a situação. É ver para crer. Vai pagar? (II) Informações dão conta de que algumas entidades do município não estão recebendo em dia o repasse de verbas por parte da Prefeitura. Além de prejudicar o trabalho dessas instituições, o atraso no repasse, de acordo com a lei, pode caracterizar improbidade administrativa. Não seria preciso dizer, mas em se tratando da atual situação, nunca é demais repetir que leis são elaboradas para serem cumpridas. Mais picadas Com o aumento do número de animais peçonhentos, que são encontrados em diversos bairros, aumenta também o número de pessoas picadas principalmente por cobras. As reclamações são tantas que já invadem as redes sociais da internet. No ar, a dúvida Apesar dos pareceres desfavoráveis ao pedido de suplementação de verbas no valor de R$ 1,2 milhão enviado à Câmara pela Prefeitura, a maioria dos vereadores ignorou os fatos, votou pela derrubada dos pareceres e pela aprovação do projeto. Em relação a este assunto, uma pergunta fica no ar: quais interesses realmente estão em jogo? Uma ajudinha... Nos próximos dias serão realizadas as convenções para que os partidos possam registrar junto ao Cartório Eleitoral os nomes daqueles que serão candidatos a prefeito, vice e vereadores nas próximas eleições. Em poucos dias, a comunidade vai ficar sabendo oficialmente quem são as pessoas que vão brigar pelos pleitos aos Poderes Executivo e Legislativo. E, a partir de agora, melhor mesmo é pedir uma ajudinha aos céus. Confirmando A executiva nacional do PT ratificou o nome de Aluísio Bozzini (Bibo) como pré-candidato do partido às eleições municipais locais e indeferiu o pedido de alguns membros, que pleiteavam anular esta decisão. Cultura Na quarta-feira, às 20h30, o Polo Avançado do Conservatório de Tatuí em São José do Rio Pardo irá apresentar, na Fábrica de Expressão, o Seminário da História da Música sobre Johann Sebastian Bach, pela 3ª turma de História da Música. Mais cultura No sábado, dia 16, o teatro da Fábrica de Expressão receberá a Cia. Borelli, com o espetáculo de dança contemporânea “Produto Perecível Laico”. A apresentação terá início às 20h, com cerca de uma hora de duração. A censura é para maiores de 16 anos. Mais informações pelo telefone da Fábrica 3682-7856.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 3682-8879 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Giselle Torres Biaco Redação: Eduardo Eron Colaboração: Fagner Nasser. Diagramação: Marco Antônio Cassucci. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br e-mail: reportagem@gazetadoriopardo.com.br e-mail: assinante@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Circulação Aguaí, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, São João da Boa Vista, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


9 de junho de 2012 - A-3

Câmara aprova dotação de R$ 1,2 milhão Prefeitura retirará verbas de algumas áreas para outras, inclusive do convênio médico Um número menor de projetos foi enviado pelo Executivo para a sessão da Câmara de terça-feira, dia 5, e apenas um entrou com pedido de urgência especial. Foi aprovada pelos vereadores a criação de mais um cargo de advogado por concurso; dois outros cargos para a mesma função já haviam sido autorizados anteriormente pela Câmara. Também foi aprovado, este por 5 votos a 3, o projeto número 91 de suplementação solicitada pela Prefeitura, no valor de R$ 1.231.000,00, apesar de não contar com pareceres favoráveis das comissões e assessorias da Câmara, principalmente em relação aos valores que serão retirados do convênio médico dos servidores para utilização em outras áreas. “O que acontece é que existe uma discussão com relação aos pareceres. A Prefeitura conta com a assessoria da Gepam, empresa de Gestão Pública, Auditoria e Assessoria em Administração Municipal, então os vereadores da situação se apoiam nesses parece-

res. É o livre arbítrio na votação”, diz o presidente da Casa, Marco Antonio Gumieri Valério (Caco). Ele explica que são verbas retiradas de alguns setores, principalmente área da Saúde, para outras áreas. “A gente percebe, pelo alto valor da suplementação, que é necessária uma atenção maior na preparação orçamentária. Nessa parte houve mudança de foco com relação aos investimentos da Prefeitura, porque foi colocada uma dotação para um setor e remanejado para outro que precisou de mais recursos. É preciso analisar com cuidado na elaboração do orçamento, ver o que foi gasto no ano corrente para que o orçamento se aproxime daquilo que se necessita na aplicação dele”, comenta Caco Gumieri. Requerimentos e indicações Caco foi o autor de um requerimento que questiona a Prefeitura sobre o funcionamento do ‘Recicla São José’. “Temos percebido que muitas vezes, por pro-

PSDB define data da convenção Em reunião realizada ontem, dia 8, o PSDB local definiu a data de sua convenção partidária: será no dia 23, sábado, na Câmara Municipal. Na oportunidade, o partido anunciará oficialmente o nome de João Batista Santurbano como candidato a prefeito de São José do Rio Pardo. A reunião da executiva local do partido terá a presença do secretário estadual da Ha-

bitação Silvio Torres. Depois disso, as lideranças do partido na cidade irão iniciar suas conversações com os partidos coligados para a escolha do nome do candidato a viceprefeito e vereadores. Silvio Torres ficou encarregado de dar conhecimento das decisões do PSDB local ao governador Geraldo Alckmin e à executiva estadual do partido.

blemas alheios à vontade dos participantes do projeto, eles não conseguem manter a periodicidade de antes na coleta. Recebemos várias reclamações sobre esta situação. Perguntei à Prefeitura quais motivos estão impedindo o Recicla de trabalhar como antes”, explicou o vereador. Ele também apresentou uma indicação para que a Prefeitura promova uma campanha de recolhimento de medicamentos venci-

dos. “As pessoas não sabem como fazer esse descarte; sei que o Rotary fará uma campanha para recolher os remédios que sobram e que ainda têm prazo de validade para ser consumido. É uma ideia maravilhosa, mas fica faltando solução para a questão dos remédios vencidos. Acredito que a Prefeitura poderia fazer um trabalho para recolher esses medicamentos que normalmente são jogados no lixo comum.”

Audiência pública Na próxima terça-feira, a partir das 20 horas, será discutido o Projeto de Lei nº 94, de 22/05/2012, que “Altera o perímetro urbano do município de São José do Rio Pardo”. De acordo com o Executivo, em curta mensagem fundamentando o projeto, a alteração visa à inclusão de novas áreas no complexo urbano, demonstradas em texto descritivo e nos mapas

anexos ao texto. Há informações, que a audiência poderá confirmar, de que as novas áreas serão ocupadas por empreendimentos imobiliários particulares. De acordo com o presidente Caco, já está confirmada a presença do diretor de Planejamento da Secretaria de Obras, Daniel Cobra, que pretende explicar, durante a audiência, os motivos da expansão urbana.

Silvio Torres fala sobre habitação e eleição REPORTAGEM

Na sexta-feira, dia 8, as equipes de jornalismo da Difusora AM e Gazeta do Rio Pardo receberam o secretário estadual da Habitação Silvio Torres, para uma entrevista ao vivo. Dentre os assuntos abordados, Silvio falou sobre os programas habitacionais oferecidos pela CDHU, bem como dos próximos lançamentos na área habitacional. Disse, também, que desde o início do seu mandato como secretário já foram entregues mais de 20 mil unidades. 300 casas Sobre a questão das 300 moradias que ele autorizou para serem construídas em São José do Rio Pardo, no ano passado, o secretário confirmou que a Prefeitura indicou para a construção um terreno nas proximidades do bairro Vale do Redentor. “O local foi analisado por órgãos técnicos da CDHU e o laudo já foi remetido à Prefeitura. Este estudo é importante porque o local precisa ser adequado à construção de um conjunto habitacional. Agora cabe à Prefeitura dar os próximos passos”, disse.

os outros prováveis candidatos e espero que a cidade possa escolher bem seus representantes.”

ado político na cidade de São Paulo. “Em cidades maiores, os candidatos procuram aliados com vistas a aumentar o tempo de exposição da coligação nas emissoras de televisão. A disputa é grande e um dos partidos da aliança pleiteava um espaço na Secretaria da Habitação, mas o governador Alckmin não cedeu, me pedindo para continuar na mesma pasta. É um trabalho desafiante e estou bastante estimulado pelas conquistas, portanto, continuo como secretário da Habitação.”

Ponte metálica O secretário, que intermediou o pedido da verba de R$ 2 milhões com o governo estadual para a reforma da ponte metálica, disse que a liberação dos recursos está em tramitação, em fase adiantada. “A ponte foi reformada pela última vez em 1985, quando eu era o prefeito e Franco Montoro, o governador do estado. O fato é que, além da reforma, a cidade precisa que seja construída outra ponte para desafogar o trânsito no local e também no viaduto da Ponte Nova. Coloco-me à disposição do município no que for preciso em relação a esta obra”, disse.

Salário de secretário Também foi veiculado pela imprensa que Silvio foi um dos deputados federais que optou por continuar com o salário de deputado, mesmo ocupando uma Secretaria. Esta informação foi depois desmentida também pela imprensa, que confirmou que ele havia dispensado o salário de deputado, que é maior, para receber menos como secretário. “Sempre fiz escolhas adequadas e éticas na minha vida política, portanto, nada mais justo que ganhar como secretário, já que é este o cargo que ocupo. Se eu voltar à função de deputado federal, certamente ganharei como tal.”

Troca de Secretaria Alguns órgãos de imprensa chegaram a veicular recentemente a informação de que o secretário Silvio Torres deixaria a Secretaria da Habitação para ocupar outra pasta. Sobre este assunto, ele explicou que este era o pleito de um ali-

Em São Paulo Para a eleição municipal de São Paulo, Silvio Torres disse que o PSDB já acertou, até o momento, alianças com os partidos PV, PR, DEM e PP. Na capital, o candidato José Serra lidera as pesquisas de intenção de voto.

Silvio Torres deu entrevista no estúdio da rádio Difusora

Já entregues No ano de 2009, a CDHU entregou ao município as 292 casas do conjunto habitacional “Dionysio Guedes Barreto”, todas elas com padrão de qualidade superior, piso frio, azulejos na cozinha e banheiro, aquecedor solar e toda infraestrutura pronta. As novas casas da CDHU previstas para o município terão o mesmo padrão. Eleições municipais Sobre a sucessão municipal local, Silvio falou que o PSDB já tem fechada a coligação com mais quatro outros partidos e confirmou a pré-candidatura do exprefeito João Batista Santurbano. Sobre o pré-candidato a vice da coligação, disse que ainda não foi definido, já que novas reuniões serão feitas. Os partidos têm até o dia 30 de junho para definir os candidatos e as alianças. “Claro que espero que a população decida pelo candidato do meu partido. O Santurbano tem credibilidade, respeito e foi um excelente prefeito, que entregou o município em ordem. Entretanto, respeito todos


A-4 - 9 de junho de 2012

Falta do Conselho compromete verbas Pedido de liminar foi indeferido, mas advogado diz que órgão ainda pode funcionar

Vacinação contra gripe alcançou apenas 68,5% Terminou no dia 6, em São José do Rio Pardo, a Campanha de Vacinação contra a Gripe. De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Denise Rondinelli Cossi Salvador, até segunda-feira, 4, foram vacinadas apenas 6.770 pessoas no município, ou seja, 68,5% do total previsto, número considerado abaixo da meta prevista pelo Ministério da Saúde. “Temos que vacinar pelo

menos 80% das pessoas com maiores riscos de contrair o vírus, que são os idosos, profissionais da saúde, gestantes e crianças com até dois anos. Mas, por enquanto, foram vacinamos apenas 68% dos idosos, 56% das gestantes e 60% das crianças. No total, 9.862 pessoas devem ser imunizadas, portanto 3.092 delas ainda faltam receber a vacina”, disse ela. A dose trivalente imuniza

contra gripes sazonais e a influenza A (H1N1), popularmente conhecida como “gripe suína”, e é distribuída gratuitamente nos postos de saúde do município. De segunda e quarta-feira, a vacinação ocorre das 14h às 16h no PSF do bairro Cassucci, localizado na rua Fernando Fernandes nº 401. As terças, quartas e quintas-feiras, das 8h às 12h, no PSF do Vale do Redentor, localizado a rua José Xavier, nº 22. No cen-

tro da cidade, a vacinação acontece no Centro de Saúde de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. O Centro de Saúde fica na rua Adolfo Bacci, nº 50. A mesma vacina também pode ser encontrada em laboratórios particulares, onde podem recorrer às pessoas fora do grupo priorizado pela campanha. Nestes locais, a vacina pode ter grande variação de preço, de R$ 50,00 a R$ 119,00.

Dia do Desafio: São José vence San Luís (Cuba) DIVULGAÇÃO

São José do Rio Pardo conseguiu uma pontuação maior do que a cidade cubana de San Luís, de Santiago. Segundo dados do SESC de São Carlos, 63.91% da população riopardense praticou algum tipo de exercício no dia 30 de maio, “Dia do Desafio”, enquanto a cidade caribenha mobilizou 62.80% de sua população, 1,1% menos. O tema do Desafio deste ano foi “Você mexe e o mundo mexe junto”. O coordenador de esportes do DEC, professor Marco Antônio Moreira, informou que 33.179 pessoas ajudaram a dar vitória a São José. Foram contabilizados 7.302 alunos das escolas estaduais durante as aulas de Educação Física, nas escolas municipais 2.612

Rotary Clube São José do Rio Pardo “Oeste” 40 anos: 1971-2011

O município de São José do Rio Pardo corre o risco de não mais receber verbas federais para a saúde, ou de não mais gerir as verbas governamentais recebidas, por não ter mais o Conselho Municipal de Saúde, que foi destituído pelo prefeito João Luis Cunha. Um pedido de mandado de segurança deu entrada no Fórum local, com solicitação de liminar, mas o juiz Christian Robinson Teixeira indeferiu a liminar e, com isso, a decisão de conceder ou não o mandado só ocorrerá ao final do processo. “Nosso pedido (de mandado de segurança) não foi negado. Teve a apreciação do pedido relegada ao final da demanda”, confirmou o advogado Márcio Curvelo Chaves, autor do pedido. “Estamos às portas de deixar de receber verbas federais essenciais para a saúde do município”. Segundo ele, o próprio

prefeito retirou São José do Rio Pardo do Conselho Municipal de Saúde, não obstante o município integrar o órgão por força de lei. Citando explicações do próprio prefeito, Márcio lembra que somente a entidade Ama a Vida permanece e a únicas instituições que apresentaram renúncia foram as que tiveram seus ofícios mencionados em documento entregue por uma funcionária da Cemedi. “O conselho ainda tem condições de funcionar, guardada a paridade”, assegura o advogado. “O governo gestor não pode deixar o conselho, temos assim representante: os usuários, através da Ama a Vida, permanecem no conselho e nenhuma das entidades dos funcionários da saúde renunciou. Assim, o conselho é facilmente recomposto, contudo isto parece não ser do interesse do Prefeito”.

Casa Euclidiana também funciona aos sábados

Houve grande mobilização em vários locais da cidade e muita gente fez exercícios

deles participaram das atividades de alongamento e recreação. Nas aulas de Educação Física das escolas particulares foram so-

Ano Rotário 2011/2012 Presidente: Márcia Balerine de Carvalho Reuniões às quartas-feiras às 20h00

O esperado “Jantar dos Namorados” acontece a partir das 20h30 de hoje (09/06) na sede do Rotary. O evento é promovido anualmente pelo “Oeste” há 26 anos. Com cardápio italiano coordenado pelo chef André e equipe – com apoio do Buffet Muradi – o tradicional baile será animado pela dupla “Capitelli e Jaqueline”. Novamente a direção do “Oeste” promete brindar os casais...

Depois de duas décadas inativo, o Rotary de Casa Branca poderá ser reativado. Lideranças da comunidade daquela cidade estão se mobilizando, com apoio do “Oeste” rio-pardense que também segue incentivando os clubes de São João da Boa Vista a fundarem o RotaryKids naquele município. Acontece na noite do próximo dia 4 de julho a posse da nova diretoria do “Oeste”, encabeçada por José Ruy Junqueira Andreoli como presidente para o ano rotário 2012/2013, que terá como governador distrital Paulo Celso Motta, do Rotary de Campinas. Além do símbolo do Rotary Internacional, a logomarca (foto) do lema “Paz através do servir” contém a figura da dobradura do grou e a flor de cerejeira. O grou é uma ave que não tem parentesco com a cegonha, são muito parecidos mas pertencem a famílias diferentes e tem significados diferentes.

madas a movimentação de 1.608 pessoas. Na FEUC e UNIP, mais 502. “Nas instituições, por meio de ginástica laboral ou outra atividade física, foram somados 2.343 participantes. Em empresas locais, por meio de ginástica laboral, fizeram atividades um total de 7.778 pessoas. Nos clubes com aulas de futsal e vôlei movimentaram-se 1.468. Nos parques, com caminhadas orientadas, foram 531 pessoas. Nas academias, com aulas de alongamentos, foram 1.151. Nas escolinhas de esportes do DEC somaram-se 7.821 participan-

tes. E por último foram contabilizadas mais 10 pessoas, que foram os parceiros, professores e estagiários que se movimentaram junto no ‘Dia d o D e s a f i o ’. To t a l d e 33.176 pessoas”, concluiu o professor do DEC. O Dia do Desafio foi criado no Canadá. É uma campanha de incentivo à prática regular de atividades físicas em benefício da saúde e acontece anualmente na última quarta-feira do mês de maio, por meio de ações comunitárias. O SESC-SP coordena o evento no Continente Americano desde 2000.

SECRETARIA DE RELAÇÕES DO TRABALHO ESCLARECE DÚVIDAS SOBRE O AVISO PRÉVIO PROPORCIONAL O aviso prévio proporcional foi estabelecido pela Lei nº 12.506, publicada no Diário Oficial da União, em 13 de outubro de 2011. No entanto, mesmo estando em vigor há seis meses, ainda surgem dúvidas. Para esclarecê-las, a Secretaria de Relações do Trabalho elaborou a Nota Técnica nº 184, de 7 de maio de 2012. Organizado por tópicos, o documento apresenta as bases legais para cada explicação. A aplicação do aviso prévio proporcional visa exclusivamente ao benefício do trabalhador, seja ele urbano, rural, avulso ou doméstico. O prazo de cumprimento do aviso prévio varia de 30 a 90 dias conforme o tempo de serviço na mesma empresa. Durante o primeiro ano de trabalho, o período a ser cumprido é de 30 dias. Para quem tiver mais tempo de casa, além dos 30, serão acrescidos três dias para cada ano da relação contratual. De forma alguma a proporcionalidade será inferior a três dias. Como já acontecia antes, o aviso prévio será contabilizado no tempo de serviço do trabalhador para todos os efeitos legais, inclusive nas verbas rescisórias. Não haverá aplicação retroativa da Lei nº 12.506. A jornada reduzida durante o prazo do aviso prévio não foi alterada. Assim, mantém-se a redução de duas horas na jornada diária e a possibilidade de falta por um dia, sem qualquer prejuízo do salário integral do trabalhador. Se o aviso prévio encerrar-se no período de 30 dias que antecede a data-base da categoria, o trabalhador “terá direito à indenização adicional equivalente a um salário mensal”, conforme estabelece o art. 9º da Lei nº 7.238/1984. Também neste caso, a proporcionalidade do aviso prévio não trouxe qualquer alteração. O texto da Nota Técnica nº 184 está disponível na íntegra no Portal do Ministério do Trabalho e Emprego, no menu Legislação – http://portal.mte.gov.br/portal-mte. Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Presidente: Luiz Fernando Nóbrega – Gestão 2012-2013 Delegacia do CRC SP de São José do Rio Pardo Rua Capitão Saturnino Barbosa, 160, Vila Pereira, CEP 13720-000 Tel/Fax: 19 3608-4875; E-mail: fontao@fontaocontabilidade.com.br

Esta semana, Gazeta recebeu via email a reclamação de uma turista de Taubaté (SP), que veio a São José do Rio Pardo por ocasião do aniversário da cidade, para participar das festividades relativas ao dia 19 de março. Marinês dos Santos Gentil reclama que, em pleno feriado municipal, quando os turistas procuraram a cidade para conhecer seus pontos turísticos e, principalmente, os locais que ligam o berço de “Os Sertões” ao escritor Euclides da Cunha, encontraram tudo fechado. E que, por estar inconformada apesar de já ter se passado certo tempo desde sua visita, resolveu procurar o jornal para relatar sua indignação. Segue a carta na íntegra. “Estive em sua cidade no final de semana de 17/03/2012 e, mesmo já tendo passado um bom tempo, não consigo me conformar com o que passamos por aí. A cidade é fantástica, muito acolhedora e agradável. Ficamos muito bem hospedados no hotel Millenium, participamos do encontro de moto e tudo seria perfeito se eu e meu marido não fôssemos um pouco instruídos e não gostássemos tanto de aprender sobre os lugares que visitamos. Resolvemos conhecer o patrimônio de Euclides da Cunha e a parte cultural da cidade... decepção... tudo fechado. Era aniversário do município e tudo fechado! Passamos pela casa do autor e, inconformada, questionamos por que estava fechada e obtivemos como resposta que só abre durante a semana e os funcionários ficam sem ter muito que fazer, usando o espaço até para compra e venda de informalidades e perfumarias. Como pode? O turista só tem finais de semana e férias para passear e conhecer, principalmente quando há eventos na cidade e... nessas datas tudo fica fechado? Saí daí sem ao menos levar um imã de geladeira que fosse do famoso autor... aliás, nem a mínima peça ou cartão que pudesse lembrar da cidade. Quero lhes informar que já visitei muitas cidades, berço de autores famosos, cidade minúscu-

las, como por exemplo, Cordisburgo, terra de Guimarães Rosa, população com menos de 10 mil habitantes, mas que respira cultura e admira seu filho mais ilustre. São José do Rio Pardo conseguiu me decepcionar muito. O que vi, a ponte, o mausoléu e o rio estavam abertos por não necessitarem de ninguém para isso e para dar explicações. Não entendi, por que fizeram tanta questão de levar os restos mortais do autor para a cidade, se ele só é lembrado na Semana Euclidiana? Fora dessa época, toda cultura riopardense fica só para seus moradores? Que pena... Como sou da terra de Monteiro Lobato, acredito que ele tinha razão ao afirmar que “A história dos historiadores coroados pelas academias mostra-nos só a sala de visitas dos povos (...) Mas as memórias são a alcova, as chinelas, o penico, o quarto dos criados, a sala de jantar, a privada, o quintal (...) da humanidade.” (Carta a Godofredo Rangel, São Paulo, 9/5/ 1913) Não passei da sala de visitas e não encontrei em São José do Rio Pardo o que tenho certeza de ser sua maior riqueza: a cultura.” Marinês Gentil (Taubaté/SP) Resposta De acordo com a diretora de Cultura Lúcia Vitto, no período citado pela turista de Taubaté a Casa Euclidiana estava em reforma, que somente terminou no fim do mês de abril. “Atualmente a Casa fica aberta aos sábados das 10h às 16h. Caso queiram agendar uma visita, o que acontece com muita frequência, o email para contato é casa.euclidiana@bol.com.br ou pelo fone (19) 36816424”, diz Lúcia. Ela informa, ainda, que atualmente a Casa recebe uma média de 300 pessoas por semana, vindas de cidades da região e também de outros lugares. “O Museu e a Fábrica de Expressão também funcionam aos finais de semana.”

Matrículas para EJA A Escola Estadual “Dr. Cândido Rodrigues” informa que está com as matrículas abertas para a 5ª Série do Ensino Fundamental do EJA (Educação para Jovens e Adultos), para interessados com idade mínima de 15 anos, a partir do dia 20 de junho, e para as demais séries do Ensino Fundamental e Médio, a partir do dia 1º de julho. Não perca a oportunidade de voltar aos estudos. Deixe a Educação transformar a sua vida. Maiores informações na secretaria da escola – 3608-3365 e 3608-5233.


9 de junho de 2012 - A-5

‘Guardas bombeiros’ aguardam decisão Após reunião, Prefeitura vai analisar se fará ou não pagamento das horas extras Uma reunião foi realizada segunda-feira, 4, na sede do Corpo de Bombeiros em São José do Rio Pardo, para tratar de um assunto que tem preocupado os guardas municipais que vêm prestando serviços como bombeiros no município: a falta do pagamento de horas extras, que somariam 60 horas mensais por funcionário. O prefeito João Luiz Cunha, que havia marcado o encontro não compareceu. Segundo a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos, Cleonice Ludovique, a posição da Prefeitura até ago-

ra é a de não pagar as horas extras dos guardas municipais cedidos aos Bombeiros por entender que eles, mediante requerimento, solicitaram uma jornada de trabalho de 24 por 48 horas. No encontro do dia 4 Cleonice lembrou que, de acordo com a legislação municipal, o que esses guardas que atuam como bombeiros pediram não anula a função original deles, que é de guarda municipal e cuja carga horária é de 12 por 36 horas. “E, se passaram a fazer 24 por 48, eles estão, de fato, trabalhando 60 horas a mais”, argumentou a

presidente do Sindicato. “Nem fizemos o pedido por escrito porque esse assunto estava mais do que certo: se aumentou a carga horária, eles têm que receber a mais, até porque são funcionários cedidos e seriam ‘burros’ se quisessem trabalhar a mais sem receber”. Walkyr Veronese, secretário municipal de gestão, teria concordado com o ponto de vista do Sindicato e se comprometido em verificar uma forma legal de pagar as horas extras. Com isso, ficou marcada uma nova reunião para terça-feira, dia

Professor participa de congresso na Argentina Entre os dias 27 e 30 de maio, o professor Marcelo Callegari Zanetti (foto), do curso de Educação Física da Unip/Rio Pardo participou do VII Congresso Argentino de Saúde Mental e IV Encontro Internacional de Saúde Mental, realizado no Panamericano Hotel & Resort, na cidade de Buenos Aires, que contou com a presença de autoridades na área de Psiquiatria e Psicologia. Nesta oportunidade, o professor Marcelo apresentou duas pesquisas que realiza com os alunos do curso de Educação Física, muito elogiadas pela qualidade. Festa Junina Na noite de 4 de junho, alunos do curso de Farmácia, com a colaboração dos demais cursos da área da saúde, realizaram uma animada Festa Junina, na área externa

e quadra de esportes do Campus II, onde não faltaram as tradicionais comidas típicas, quadrilha, barraquinhas, correios elegantes,fantasias de caipiras e caipirinhas. Foi uma festa de congraçamento entre alunos, professores, funcionários, familiares e amigos provenientes de várias cidades da região. A renda da festa terá destinação beneficente.

Ação beneficente O curso de Administração de Empresas da Unip já é tradicionalmente reconhecido pelas atividades de cunho beneficente, que realiza anualmente, como parte de suas atividades acadêmicas. No último sábado, dia 2 de junho, foi realizada na sede social do Rio Pardo Futebol Clube a Noite do Flash Back, com jantar dançante, cuja renda será destinada à Paróquia de São Roque. Hoje, dia 9, haverá outro evento beneficente, o “1º Dream Party Fantasy”, que será realizado na Chácara Donana, no Jardim Cláudia, com presença do DJ Mengamou e show com Matheus Jorente.

ALUGA-SE 3 APARTAMENTOS 2 QUARTOS , SALA, COPA, COZINHA, BANHEIRO, AREA DE SERVIÇO

R$ 550,00 2 QUARTOS, SALA, COPA, COZINHA, BANHEIRO AREA DE SERVIÇO

R$ 600,00 1 QUARTO, SALA COPA, COZINHA, BANHEIRO AREA DE SERVIÇO

R$ 550,00 APARTAMENTOS COM WIRELESS (3 MESES GRÁTIS) Rua Campos Salles 264, Centro - uma quadra abaixo da Stufa Pizza Bar.

Telefone para contato (19) 3608-5200 - 8168-8939.

12, para discutir uma eventual maneira de a Prefeitura efetuar os pagamentos pendentes aos guardas que atuam como bombeiros. “Se a Prefeitura, porventura, permanecer com a ideia de não pagar essas horas extras, a decisão de continuar ou não no Corpo de Bombeiros ficará a critério de cada

um deles”, opinou Cleonice, que reiterou, porém, ter convicção que eles ganham a questão caso acionem a Justiça Trabalhista. Nesse caso, o próprio Sindicato poderá entrar na Justiça para defendê-los. “A Prefeitura está criando empecilhos para não pagar, mas a administração tem que entender o benefício que o Cor-

po de Bombeiro traz para o município e pagar o que deve a esses guardas municipais, assim como paga para tantos outros servidores em outras funções”. Doze (12) funcionários da guarda foram cedidos pela Prefeitura ao Corpo de Bombeiros, mas dois (2) deles já solicitaram o retorno à função original.

FEUC efetuou palestras na Semana do Meio Ambiente DIVULGAÇÃO

A 13ª Semana do Meio Ambiente da Faculdade Euclides da Cunha (FEUC) foi realizada na semana passada, com palestra no período noturno. No dia 4 a palestra foi “De qual Educação Ambiental estamos falando?”, às 19h30, no Salão Nobre da FEUC, ministrada pelo professor Matheus Fabrício Verona. Depois, às 21h15, o tema “tráfico de animais” foi ministrado pelo professor Edilson José Guerra. Na terça-feira, 5, em que se comemorou o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Prefeitura de São José do Rio Pardo e FEUC fizeram a abertura oficial da 13ª Semana do Meio Ambiente às 19h30, na Fábrica de Expressão. O professor

Matheus Fabrício Verona abriu a série de palestras da FEUC sobre meio ambiente, na semana passada

Osvaldo Aulino da Silva apresentou o tema “Produção Energética e Meio Ambiente”. E na quarta-feira, 6, às 19h30, no salão nobre da FEUC houve a palestra sobre “Aquecimento global:

processo natural versus antrópico”, com o professor Ary Menardi Júnior. Às 21h15 houve um fórum de discussão sobre o tema “Ampliando nossa visão de mundo”, coordenado pela professora Leiri Valentin.

Conselho Comunitário de Segurança de São José do Rio Pardo CONVOCAÇÃO O Presidente do Conselho Comunitário de Segurança de São Jose do Rio Pardo CONVOCA os Senhores Conselheiros e a população em geral para a Reunião Ordinária deste Conselho que será realizada dia 13 de Junho de 2012, (quarta-feira ), as 16:30 horas, na ACI situada na Rua treze de Maio, 25. São Jose do Rio Pardo, 09 de Junho de 2012. IZONEL APARECIDO TOZINI Presidente


A-6 - 9 de junho de 2012

Programa da AES tira pacu da extinção Em 10 anos, empresa fez a soltura de mais de 16 milhões de alevinos da espécie ARQUIVO

As solturas de alevinos de pacu (Piaractus mesopotamicus) realizadas pela AES Tietê em seus reservatórios – foram 16 milhões de alevinos em dez anos – contribuíram para que a espécie não seja mais considerada ameaçada de extinção no Estado de São Paulo. A decisão foi comunicada pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente em forma de agradecimento pelo trabalho realizado pela empresa em seu Programa de Manejo Pesqueiro. Esse reconhecimento oficial permitirá que a espécie volte a ser utilizada como recurso pesqueiro, já que a pesca do pacu foi proibida pelo Decreto Estadual 56.031/10. O peixe sempre foi apreciado por ter um bom desenvolvimento, alcança cerca de 70 cm de comprimento e pode pesar até 20 Kg. No Programa de Manejo Pesqueiro também estão contemplados o curimbatá, lambari, piapara, piracanju-

ba, dourado e tabarana. “Pretendemos manter o pacu como uma das principais espécies reproduzidas nas nossas estações de aquicultura, mantendo assim sua frequência e captura em nossos reservatórios” afirmou o analista de Meio Ambiente da AES Tietê, Silvio Carlos Alves dos Santos. Segundo ele, o novo foco da empresa é a piracanjuba. “Intensificaremos o trabalho com a piracanjuba, que está entre as espécies em extinção na lista do Ibama.” Repovoamento De 1999 a 2011, quase 33 milhões de alevinos das sete espécies foram soltos ao longo dos rios Tietê, Pardo, Piracicaba, Grande e Mogi Guaçu, onde estão instaladas as usinas hidrelétricas que a AES Tietê opera no interior de São Paulo. O objetivo é preservar as espécies nativas de peixes e promover o equilíbrio do ecossistema. A

soltura de alevinos também traz vantagens à pesca profissional e amadora, contribuindo para melhorar as condições das populações ribeirinhas. Os alevinos são criados nas Estações de Hidrobiologia e Aquicultura das usinas de Barra Bonita e de Promissão (foto). A AES Tietê faz ainda o monitoramento de espécies para avaliar a alimentação, reprodução e presença de alevinos em 35 tributários dos reservatórios operados pela companhia. Além do manejo pesqueiro, a empresa desenvolve uma série de programas ambientais, entre eles o manejo da flora, com a produção de um milhão de mudas por ano no viveiro localizado na UHE Promissão, especialmente destinadas ao reflorestamento. O excedente dessa produção é doado às comunidades e prefeituras da região por meio do Programa de Fomento Florestal da empresa.

Cooxupé reúne 12 mil produtores em eventos Foram dois meses, 16 cidades, mais de mil colaboradores da Cooxupé, cerca de 900 fornecedores e um público estimado em 12 mil pessoas. Ao longo dos meses de abril e maio deste ano a Cooxupé organizou eventos regionais em cidades de sua área de atuação, para levar informações sobre processos, adequações e ações que auxiliam do cultivo da lavoura de café até a colheita realizada entre os meses de junho e setembro. Para o superintendente de Desenvolvimento do Cooperado da Cooxupé, José Eduardo Santos Júnior, o evento se supera a cada ano e não para de evoluir. “Passamos de 12.000 participantes, público maior que o de 2011, quando o café superava R$ 500,00 a saca. Isso mostra que o produtor continua animado. Outro ponto é a evolução constante deste evento, pois além de

levar informações relevantes ao cooperado, ele se tornou uma grande oportunidade de negócio”, afirmou. O formato ágil desenvolvido pela própria cooperativa trouxe ao produtor temas necessários como: Granelização (a Cooxupé será pioneira em recebimento de café a granel, trazendo velocidade e diminuindo os custos do processo), Manejo Racional na Propriedade Cafeeira, Armazenamento e Descarte de Embalagens de Agrotóxicos, Uso Correto de EPI (Equipamento de Proteção Individual) e Planejamento e Controle da Propriedade. Em todas as 16 Unidades de Negócios promovidas pela cooperativa, os cooperados tiveram a oportunidade de fazer negócios com propostas especiais, como pagamentos após a colheita. As mulheres e crianças também tiveram sua vez no evento.

Nas UDs, foram montados espaços para o público infantil e as cooperadas tiveram palestras exclusivas sobre saneamento rural, abordando temas como fossas sépticas, preservação da água, análise de potabilidade da água e reciclagem do lixo. Segundo o vice-presidente da Cooxupé, Carlos Augusto de Melo, a UD tem o objetivo de levar aos produtores informações rápidas e detalhadas que podem ser fundamentais para uma boa safra. “Ao invés de reunirmos nossos 12 mil cooperados em apenas um evento, vamos até suas regiões, conhecemos as necessidades de cada uma delas e abrimos um importante espaço para a troca de ideias e experiência”, analisa. Cidades como Nova Resende, no Sul de Minas, receberam mais de dois mil visitantes em apenas uma manhã. DIVULGAÇÃO

Cooperadas participam de uma palestra voltada exclusivamente para elas

Aluno e professor ganham medalha na olimpíada DIVULGAÇÃO

Um aluno e um professor da E.E.Euclides da Cunha receberam medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Física, que é feita entre as escolas públicas do país. No dia 2 de junho, na USP de São Carlos, aconteceu a premiação dos campeões da Olimpíada Brasileira de Física, referente ao ano de 2011. Na região, somente a “Euclides da Cunha” participou da cerimônia de premiação por ter seu aluno classificado entre os vencedores. O aluno é Guilherme Hernandes Andreazzi e seu único professor de Física é Wanderley Antonio Calório, que também leciona na FEUC e que foi, igualmente, homenageado.

Guilherme e Wanderley receberam premiação em São Carlos

Município ganhará um novo residencial Uma nova opção em loteamento já está em obras em São José do Rio Pardo, ao lado do Jardim Aeroporto: o Residencial das Macaúbas, com realização da Sequóia Empreendimentos Imobiliários. Trata-se de um loteamento fechado, com 270 lotes, a partir de 400 metros quadrados. As obras de infraestrutura já estão sendo realizadas e a entrega do empreendimento poderá acontecer antes do prazo previsto, que é de dois anos, segundo a Sequóia. Além de toda a infraestrutura (asfalto, galerias pluviais, energia elétrica),

o empreendimento contará ainda com sede social, piscina, campo de futebol e quadra de areia, sendo o primeiro loteamento com estas características projetado em São José. Localização privilegiada De acordo com a diretoria da Sequóia, a localização é um dos atrativos do Residencial das Macaúbas, além da segurança e do lazer. O loteamento está localizado em uma das regiões mais promissoras da cidade, próximo ao Jardim Aeroporto, área que abriga escolas, faculdades e futuramente um hospital.

Sequóia Com sede em São João da Boa Vista, desde 1998, a Sequóia cria, projeta e realiza empreendimentos imobiliários. Já são mais de 13 mil lotes, em 14 cidades da região e sul de Minas Gerais, entre loteamentos fechados, abertos e conjuntos habitacionais. A Sequóia, além de ser responsável por todos os projetos e execução das obras até a entrega final, garante a aprovação do loteamento em todos os órgãos competentes, bem como o respeito ao meio ambiente e o cumprimento de prazos.


9 de junho de 2012 - A-7

Idoso envolvido com drogas e estupros Homem mora em Guaxupé, compra droga aqui e tem relação com adolescentes

Pampa bate em poste e motorista fica preso Um acidente com vítima grave aconteceu na noite do dia 1º de junho, na Vila Brasil, e envolveu uma Pampa dourada, ano 88. O motorista da picape, J.S., de 63 anos, ficou preso entre as ferragens e foi preciso ser retirado do veículo por bombeiros, sendo depois levado pela ambulância do Samu ao Pronto Socorro.

Segundo as informações, J.S. dirigia a Pampa pela rua São Vicente, ou seja, descia com ela no sentido da avenida Belmonte, quando perdeu totalmente o controle do carro e bateu contra um poste instalado em frente a escola Ada Parisi. O impacto foi muito forte e toda a parte frontal da picape ficou destruída.REPORTAGEM

A Pampa foi totalmente destruída após a colisão violenta com o poste

Usaram a privada para fazer sumir a maconha Usuários e vendedores de drogas foram flagrados pela polícia militar no bairro Santo Antônio, na noite do dia 5. Com um deles havia quase R$ 190 em dinheiro, oriundos da venda de narcóticos, celulares e cinco (5) porções de maconha. A quantidade encontrada só não foi maior porque, antes da chegada dos policiais, os envolvidos, percebendo a presença da viatura, jogaram na privada da casa onde estavam uma boa parte do que tinham e deram descarga. Com isso, os policiais não puderam descobrir a quantidade exata de maconha que estava sendo vendida. M.P.S., de 27 anos, L.A.C., de 18 e R.S.S., de 30, foram os autuados na ação policial, ocorrida nas proximidades da rua Mario Scoqui. Nove pessoas estavam em frente o portão da casa onde os três vendiam as drogas. Todos os presentes ao lugar foram abordados mas os três citados anteriormente estavam no interior da casa, preparando a maconha para ser negociada. Quando perceberam a chegada dos policiais, M.P.S. saiu da cozinha da casa e foi ao banheiro para descartar a droga. Descobriu-se depois que, no banheiro, havia um buraco sem janela e sem vidro que dá acesso ao quintal da casa da frente. Os três indiciados foram levados à delegacia de polícia civil, que está passando por reforma. Lá ainda há um compartimento destinado aos detidos, para que os mesmos fiquem reclusos enquanto aguardam a chamada para prestar depoimento. Os policiais perceberam então que R.S.S. estava dispensando uma porção de maconha que havia escondido em seu tênis. Depois disso os três foram ouvidos e liberados. Ex-presidiário e irmão se batem Um ex-presidiário, M.S., de 38 anos, que alegou ter saído havia poucos dias da cadeia (possivelmente em Casa Branca), tentou entrar à força na casa de sua mãe, no bairro São Domingos, em São José do Rio Pardo e foi recebido com paulada na cabeça por seu irmão L.S., de 46 anos. Um pouco antes, sentindo-se impedido de ter acesso à casa, jogou pedras na residência e na porta da cozinha, sendo que uma delas atingiu uma perna de L.S. Segundo o que este contou à polícia, a mãe de ambos não estava em casa naquele dia (3 de junho, às 19h30), quando seu irmão chegou e tentou entrar por uma janela. L.S. disse que não queria o irmão ali. M.S., por sua vez, afirmou que desde quando saíra

Gol capota e quase acerta uma menina Outro acidente grave aconteceu na noite do dia 4, na Vila Maschietto, quando um Gol preto, ano 2001, dirigido por L.G.B.G., de 26 anos, capotou na rua Cel.Alípio Dias e, por muito pouco, não acertou a menina V.D.S., de 10 anos e outra criança, que brincavam na calçada. A motorista do Gol disse à polícia que subia com o veículo pela

rua dos Jasmins e, quando entrou na Cel.Alípio Dias, viu uma criança atravessando a rua e se assustou. Com isso, perdeu o controle e caiu na calçada rebaixada dessa rua, capotando. A menina teve escoriações leves no pé direito e ficou extremamente assustada, sendo levada pelo Samu para o Pronto Socorro e ficando em observação. REPORTAGEM

O Gol acidentado ficou com as rodas para cima depois de capotar

Um morador de Guaxupé, L.H.S., de 63 anos, foi surpreendido pela polícia militar de São José do Rio Pardo na madrugada do dia 8. Ele havia comprado 10 pedras de crack no bairro Natal Merli e, junto com um adolescente de 15 anos, morador em Tapiratiba, consumiram boa parte delas e mantiveram relação sexual num Astra de cor prata. No dia anterior L.H.S. também teria feito sexo com outro jovem, de 16 anos e de São José do Rio Pardo, e o pai deste foi à delegacia denunciar o fato. O idoso agora deverá ser processado por tráfico e estupro. Ele e o jovem de Tapiratiba foram levados à delegacia e liberados, após prestarem depoimento. O flagrante contra o morador de Guaxupé aconteceu quando a polícia militar fazia patrulhamento pelo bairro Dionísio Guedes Barreto e viu o Astra que ele dirigia, tendo G.H.M.S. de passageiro. Os policiais acompanharam o carro à distância e pediram apoio de outras viaturas. O Astra veio em direção ao centro da cidade e acabou sendo abor-

dado na rua Treze de Maio, perto do Hotel Brasil. Foram feitas buscas pessoais no idoso e no adolescente. Este último acabou contando para os policiais que L.H.S. o viciou em crack e mantém relações sexuais com ele, afirmando ainda que estava há dois dias fora de casa. Ele contou também que sob o banco dianteiro direito havia uma pedra de crack, que foi de fato encontrada. O jovem revelou, por fim, que ambos tinham ido ao bairro Natal Merli comprar drogas, com o idoso gastando R$ 100 para adquirir 10 pedras de crack. Em seguida, segundo o adolescente, os dois começaram a consumi-las e a ter relações. Quando ambos, levados pela polícia militar, já estavam na delegacia para prestar depoimento, outro homem apareceu e disse que o morador de Guaxupé havia conduzido seu filho até o Motel Cachoeira no dia anterior e lá permaneceram um bom tempo. O pai desse jovem disse ter sido informado disso pelo padrasto do outro rapaz.

50 porções de maconha NOTAS POLICIAIS achadas dentro da casa Furtaram para venda da cadeia não havia tomado banho e que fora lá para isso e para dormir. Como estava sendo impedido de entrar, decidiu entrar à força. Depois que a polícia chegou, ambos se acalmaram e se recusaram a comparecer à delegacia para registrarem B.O.

Mulher perde R$ 2 mil em golpe de estelionato Uma mulher de 49 anos, V.L.B., caiu em golpe de estelionatários e perdeu R$ 2.000,00 sábado, dia 2. Ela recebeu uma ligação em seu celular naquela noite, na qual lhe disseram que “havia sido premiada na promoção ‘Agarre o que puder’, do Magazine Luiza”, mas, para receber os prêmios, precisaria fazer um depósito na conta corrente 45.893-7, agência 1218-1, do Banco do Brasil, em nome de Eulania Pinto de Souza. V.L.B. fez então dois depósitos: um no valor de R$ 1.199,33 e outro no valor de R$ 799,83. Só depois que havia feito tais depósitos é que se tocou que havia caído em gope e, aí, só restou fazer um Boletim de Ocorrência. Corsa atinge a moto Uma moto Yamaha azul, ano 2007, foi atingida por trás por um Corsa cinza, ano 2001, na noite do dia 1º de junho, na rotatória entre a Perimetral e a avenida Euclides da Cunha. No acidente o condutor da moto, W.J.A., de 21 anos, foi jogado ao chão e, com escoriações leves, foi levado ao Pronto Socorro de ambulância. O motorista do Corsa era C.S., de 44 anos. O piloto da moto informou aos policiais que parou no cruzamento das duas vias para dar passagem a um veículo e, nesse instante, o Corsa acertou a traseira de sua motocicleta. Uno e moto colidem Na noite do dia 3 houve uma colisão envolvendo um Uno vermelho e uma moto prata, em frente o velório municipal, na Vila Formosa. O acidente aconteceu na avenida Agnaldo Machado Pourrat: o motorista do Uno, Z.O.D., de 50 anos, disse ter dado seta para entrar à esquerda e, nesse momento, houve a colisão com a motocicleta, que vinha em sentido contrário. O piloto da moto, L.P.A.M., de 24 anos, foi levado de ambulância do Samu ao Pronto Socorro e ficou em observação. Ameaçado de morte Um relacionamento amoroso suspeito resultou numa suposta tentativa de morte por parte do atual amásio de uma mulher contra o “ex” dela. A ameaça aconteceu no final da tarde do dia 1º, no Vale do Redentor. Segundo o que R.L.S., de 35 anos, disse à polícia, ele estava saindo de sua

Policiais da Força Tática descobriram que um motorista de caminhão, A.D.B., de 45 anos, e seu ajudante D.C., de 43, haviam furtado 140 esponjas de aço (Bombril), mais 12 isqueiros de um estabelecimento comercial de São José e iriam revendê-los

em outro lugar. O material furtado foi encontrado no caminhão, que estava parado na estrada que liga Caconde a Tapiratiba. Os dois autores receberam voz de prisão e foram trazidos para a delegacia em São José, de onde foram liberados. REPORTAGEM

Um traficante, R.B.O., foi surpreendido pela polícia militar na noite do dia 6, no Vale do Redentor, quando estava com quase 50 pequenas porções de maconha prontas para venda. Ele estava em companhia de um adolescente de 15 anos, numa casa situada na rua Henrique Trinca. Os policiais entraram e encontraram inicialmente 14 porções, com o jovem dizendo que eram dele. Como ele estava muito ner-

voso e a casa toda cheirava maconha, os policiais procuraram e acharam, atrás de uma estante da sala, mais dois plásticos contendo 15 porções cada. Em um quarto da casa foi achada mais uma quantidade pequena, além de 200 saquinhos vazios para embalar droga, rolos de material e outros itens próprios do tráfico. R.B.O. disse que estava desempregado e, por isso, iniciou a venda de maconha. REPORTAGEM

As esponjas de aço e a cartela de isqueiros foram levadas à delegacia casa quando um carro, dirigido pelo amásio da mulher com a qual ele se relacionou no passado, foi jogado em sua direção. O autor da ameaça saiu do carro, começou a chutar o veículo de R.L.S. e o ameaçou de morte. Flagrados após furto Um homem de 36 anos, W.R.F.J., e um menor de 15, L.L.O., quebraram o vidro traseiro de um Gol que estava estacionado na rua Francisquinho Dias e furtaram uma bolsa do interior do carro. O furto aconteceu na noite do dia 3 e foi visto por testemunhas, que avisaram o dono do veículo, A.R.M., de 26 anos, o qual acionou a polícia militar. Os policiais acharam os autores entrando em um carro na Rodoviária e fizeram vistoria em ambos, encontrando dinheiro (R$ 157,00), celular, óculos de sol, estojo de maquiagem, etc. Eles e os objetos que furtaram foram levados à delegacia, onde as proprietárias, que estavam em companhia de A.R.M., reconheceram o que lhes pertencia. W.R.F.J. disse na delegacia que estava passando por dificuldades e, por isso, havia praticado aquilo. Agredida pelo amásio A dona de casa R.K.S., de 24 anos, chamou a polícia militar na noite do dia 2, no bairro Maria Boaro, depois de ser ofendida e agredida por seu amásio, J.C.P., de 25 anos. Ela disse que foi à casa de seus pais com os filhos quando, em

determinado momento, o amásio apareceu e, exaltado, quis saber o que ela fazia ali. Horas depois, quando já estava em sua casa, ele passou a ofendê-la e desferiu-lhe chutes e socos. O amásio sumiu de lá em seguida, enquanto R.K.S. foi levada ao Pronto Socorro e depois à delegacia para prestar queixa. Mulher foi atropelada Uma mulher de 27 anos, V.D.V., foi atropelada na manhã do dia 6 no bairro Colinas São José. Ela foi atingida por um Gol preto, dirigido por A.G., de 76 anos, quando passava pela rua José Abraão Cury. O motorista disse que havia parado o carro na esquina com a rua Manoel Junqueira e, vendo que não vinha outro carro,reiniciou sua trajetória quando acabou atingindo a mulher. Ela teve uma lesão em um tornozelo e foi levada de ambulância do Samu ao Pronto Socorro.

As drogas e o material apreendido na casa, para embalagem da maconha, foram apreendidos


A-8 - 9 de junho de 2012

Município gastou o mínimo com educação 52 cidades não cumpriram legislação e muitas ficaram perto dos 25% exigidos De acordo com a Constituição Federal, os Estados e os municípios devem investir em educação pelo menos 25% de sua arrecadação com o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Levantamento feito por meio do Siope (Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação) mostra que em 2010 pelo menos dois Estados e 52 municípios não cumpriram a regra. Eles aplicaram percentuais inferiores ao que estabelece a lei. Há ainda 60 cidades que não informaram os dados ao sistema, administrado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), e que também são consideradas em situação irregular. Os dados de 2011 ainda não foram todos consolidados. Entretanto, de acordo com Luciano Machado, assessor de comunicação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, São José do Rio Pardo cumpriu o índice mínimo em 2011 e declarou ter investido 26,21% na área, ou seja, 1,21% a mais do que o exigido em lei. No total, de acordo com o Fundo, o município gastou R$ 18.632.464,25. O ín-

dice obtido, entretanto, ficou muito próximo do mínimo exigido. Na lista dos Estados que não cumpriram o mínimo em 2010 estão o Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Norte. O Rio Grande do Sul foi o Estado que aplicou o menor percentual em educação em 2010: 19,7%. Somente cinco estados aplicaram mais de 30%, ou seja, cinco pontos porcentuais acima do mínimo. Foram Amapá (32,04%), Espírito Santo (30,57%), Mato Grosso do Sul (32,51%), Paraná (31,79%) e São Paulo (30,18%). Gastos com aposentadoria não são contabilizados pelo Siope. Em várias unidades da Federação há divergência sobre a inclusão dos aposentados no cálculo e não há um entendimento comum sobre a regra, apesar de o governo federal não considerar esse gasto um investimento direto em educação. Para a Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), as 52 cidades que não investiram o mínimo constitucional nas suas redes de ensino representam um número pequeno se for considerado o total de prefeituras no país: 5.565. Mas considera que o pro-

blema não pode ser desprezado, já a vinculação é necessária e precisa ser cumprida. Na lista dos municípios “inadimplentes”, a maioria é do Rio Grande do Sul (nove), Paraná (sete), de Minas Gerais (sete) e São Paulo (seis). O restante das prefeituras que não cumpriram a regra é do Acre, de Alagoas, do Amazonas, Amapá, da Bahia, do Ceará, Espírito Santo, de Goiás, do Maranhão, Pará, de Pernambuco, do Piauí, Rio de Janeiro, de Roraima e Sergipe. Quando o FNDE detecta que um município aplicou menos do que determina a Constituição, as informações são automaticamente enviadas ao MPF (Ministério Público Federal) que as encaminha a um promotor de justiça do estado. O município ou o Estado pode ficar impossibilitado de receber recursos de transferências voluntárias do governo federal. Por aqui Apesar de declarar e ter realizado o investimento mínimo em Educação no ano passado, a Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo não tem cumprido com algumas responsabilidades em áreas que,

direta ou indiretamente, dizem respeito à educação no município. Alguns pais de alunos que estudam na Fundação Educacional procuraram a Gazeta esta semana para informar que a Prefeitura não está repassando o valor destinado aos bolsistas da instituição. Segundo os próprios pais, o problema se arrasta há meses e as informações que recebem por parte de órgãos municipais são desencontradas. “Eles falam para nós que estão repassando os valores, mas não é verdade porque nossos filhos não recebem nada há meses. Está difícil estudar nessas condições”, disse um deles, que pediu para não ter seu nome revelado. Segundo ele, também há problemas em relação ao repasse de verbas (subvenção) à Fundação. O processo que julgará se a instituição continua sendo pública ou se passará a ser privada foi prorrogado mais uma vez, agora para o próximo dia 13. Enquanto isso não ocorre, todas as verbas municipais a que a instituição tem direito devem ser repassadas sem interrupção. Mas, de acordo com o pai de aluno, nem isso está sendo feito.

Municípios que não gastaram o mínimo de 25% das receitas resultantes de impostos Parte inferior do formulário em 2011 UF Município % Aplic. RO Costa Marques 9,15 MA Icatu 13,06 RN Umarizal 17,26 PB Sumé 17,34 PE São Vicente Ferrer 18,31 MS Deodápolis 19,96 MS Ladário 20,07 CE Ararendá 20,77 RS Gramado 21,40 PR Brasilândia do Sul 21,69 PE Paudalho 21,76 RR Mucajaí 22,28 PI Tamboril do Piauí 22,72 PI São João da Serra 22,93 MA Amarante do Maranhão 23,14 PR Ibiporã 23,20 TO Lizarda 23,47 RJ Itaperuna 23,48 CE Catunda 23,54 PR Ourizona 23,75 PR Campina do Simão 23,93 RN Major Sales 23,97 PR Guaraniaçu 24,08 PR Paranavaí 24,16 RJ Niterói 24,21 RJ Araruama 24,28 RS Tabaí 24,36 PE Terezinha 24,42 SP Presidente Venceslau 24,43 SP Juquitiba 24,47 PI Ipiranga do Piauí 24,49 RS Nova Santa Rita 24,54 PB Maturéia 24,57 PR Colorado 24,58 RJ Petrópolis 24,61 SP Catiguá 24,61 RS Barros Cassal 24,73 SP Pinhalzinho 24,73 MG Jaboticatubas 24,78 SP Osasco 24,8 RS Ibarama 24,85 PB Puxinanã 24,98


9 de junho de 2012 - A-9

Ceagerp aposta em inovações tecnológicas Comercialização de boxes voltou a ser feita na semana passada pelo Grupo Ferbras REPORTAGEM

Com previsão de início das atividades para a segunda quinzena de agosto, a Ceagerp aposta na utilização de recursos tecnológicos para atender atacadistas, pequenos e médios produtores e também os consumidores de São José do Rio Pardo e da região. “Estamos promovendo na Ceagerp uma modernização que os entrepostos do Brasil ainda não têm. Está tudo sendo programado para que ele seja autossustentável, por isso, iniciamos a construção de câmaras frias para atender tanto os comerciantes quanto empresas da cidade que tenham interesse em estocar. Não vamos ter carrinhos de madeira, eles serão elétricos e as ‘paleteiras’ serão movidas a gás. Quem quiser trazer seu próprio carrinho pode, mas ofereceremos a opção de alugá-los no próprio local. As inovações tecnológicas trarão benefícios à cidade e à região, principalmente ao munícipe”, explica Vinicius Ferraz, presidente do Grupo Ferbras. Após uma briga na Justiça que terminou na semana passada, a empresa retomou imediatamente as atividades de comercialização dos boxes, entretanto, as obras que já estavam sendo feitas no entreposto foram mantidas

funcionar e estamos em fase de negociação com a Coopardense, para quem daremos preferência porque é da cidade.” Ainda segundo o presidente da Ferbras, a entrada do entreposto será asfaltada, como também ruas internas. “Os interessados podem ir direto à Ceagerp e falar com a Ana Paula, nossa gerente, que tem todas as informações para atender desde o pequeno produtor até o grande distribuidor, ou pelo telefone 3681-5676.”

neste período, como explica Ferraz. “A gente não parou a parte de obras porque não tinha impedimento nessa área, só na questão da comercialização. Esquisito, né? Mas na semana passada voltamos a fazer a comercialização, que por sinal está muito positiva.” Ferraz informa que já foram vendidos aproximadamente 60% dos boxes, e que muitos atacadistas estão interessados. “Já temos oito que são de São Paulo, mas que têm produção em fazendas próximas a Rio Pardo.” De acordo com ele, os preços dos produtos serão fiscalizados de acordo com os índices da Ceagesp, por isso, Ferraz acredita que os valores praticados na Ceagerp serão inferiores até mesmo da Ceagesp e do Ceasa Campinas. Próximos passos O entreposto terá um pavilhão específico para funcionamento do Mercado Livre do Produtor – MLP, que são espaços menores para beneficiar os produtores da região. A Ceagerp não atenderá apenas o comércio atacadista, que funcionará de segunda a sexta, mas o Varejão, que é uma feira destinada a compras no varejo pela população. Este modelo de comércio deve-

Banca de Alimentos Outro serviço a ser implantado no entreposto é a Banca de Alimentos, projeto autorizado pelo Ministério e que vai beneficiar várias entidades assistenciais do município com a distribuição de frutas, legumes e verduras que não têm valor comercial, mas que conservam o seu valor nutritivo. Vinicius Ferraz, presidente do Grupo Ferbras, e Sérgio Pereira, diretor de Engenharia

rá ocorrer uma vez na semana e outra no fim de semana. Para o presidente do Grupo Ferbras, as expectativas são as melhores possíveis. “Estivemos em Brasília para apresentar o projeto ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Mendes

Ribeiro Filho, que aprovou e deu todo apoio, até porque fizemos um trabalho voltado ao Ministério em relação às centrais de abastecimento, que é o Programa Nacional de Abastecimento e que envolve também a Ceagerp.” Ferraz informa que as

obras no galpão principal estão concluídas, mas que será necessária a construção de mais um galpão de boxes para atender a demanda. “Estamos com o Mercado Livre do Produtor todo demarcado e pronto, o galpão da cooperativa também está pronto para

Feirão de carros Nas manhãs de domingo o espaço da Ceagerp será destinado a um feirão de carros, que terá participação de lojistas, bem como de proprietários que queiram expor seu veículo no pátio do entreposto para venda. O feirão será organizado por uma empresa específica.


A-10 - 9 de junho de 2012

Pedidos de moradora não serão atendidos Secretário diz que família é beneficiada, mas não atende a critérios do Aluguel Social ARQUIVO

Há alguns dias, teve espaço em sites de relacionamento da internet, bem como em matéria veiculada pela EPTV, a situação que vive uma moradora da Vila Maschietto, em São José do Rio Pardo.

A aposentada Lázara Pereira reside em um imóvel alugado, com mais seis pessoas – filho, nora e quatro netos. A casa apresenta rachaduras nas paredes e, para proteger a família das chuvas, uma

Mais um veículo cai em bueiro com tampa solta Um carro Gol que transitava pela rua Francisco Glicério, na região próxima ao centro de São José do Rio Pardo, caiu em um bueiro com tampa solta e sofreu danos na roda e na suspensão. Vizinhos que moram ou trabalham nas proximidades disseram que esta não é a primeira vez que um acidente destes acontece e que outros veículos já haviam sido “vítimas” do mesmo problema.

O secretário municipal Folharini, da área da Segurança e Trânsito, foi avisado e foi ao local averiguar o ocorrido. Conversou com o proprietário do Gol e este, posteriormente, falou do assunto ao jornal. Explicou que, como o bueiro estava com a tampa, ele achou que poderia passar com a roda por ali e não desconfiou que a cobertura estivesse solta. DIVULGAÇÃO

O Gol, o secretário Folharini e o dono do carro: tampa do bueiro estava solta

lona foi colocada como parte do teto. Ela diz que aguarda a retomada e a conclusão da construção das 262 casas do projeto Minha Casa, Minha Vida, na região do Vale do Redentor. A construtora responsável pela obra, a MKSE, teve o contrato rescindido pela Caixa Econômica Federal (CEF) por irregularidades trabalhistas. A aposentada reclama que não consegue solução para o seu problema por parte da Secretaria de Assistência e Inclusão Social. Em entrevista à Gazeta, o secretário Antônio Carlos Alves Júnior explicou que assim que tomou conhecimento do problema, fez uma visita à casa de Lázara. De acordo com ele, a casa é alugada por um valor abaixo do mercado, segundo o contrato que foi firmado entre o proprietário e a moradora. “De acordo com os termos acertados entre eles, ela pagaria menos pelo aluguel devido às condições em que a casa se encontrava. Em contrapartida, iria com o tempo reformando o local. Como isso não ocorreu, a casa foi se deteriorando ainda mais e agora necessita de reparos”, explicou Júnior. Entretanto, ainda segundo o secretário, o atendimento prestado pela Se-

Programa Minha Casa, Minha Vida: obras ainda estão paradas

cretaria é familiar e vários benefícios já são concedidos à moradora. “A família está incluída nos programas Viva Leite, Bolsa Família e recebe uma cesta básica por mês. Sabemos das dificuldades que muitos enfrentam assim como ela, mas no caso específico da D. Lázara, a renda total declarada pela família ultrapassa o mínimo exigido para que ela entre em outros programas como o ‘Aluguel Social’. E, também, não podemos simplesmente reformar uma casa que é alugada”, diz. Segundo ele, a Secretaria de Planejamento, Obras e Serviços irá providenciar um laudo técnico que de-

terminará se o imóvel tem ou não condições de moradia. Obras paradas No início de 2011, a obra do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, recebeu cerca de 4.500 inscrições. Após uma triagem inicial feita pela Secretaria de Assistência e Inclusão Social para identificar e excluir aquelas que não atendiam aos critérios do programa, cerca de três mil inscrições foram enviadas à Caixa Econômica Federal. De acordo com o secretário Júnior, as famílias ainda estão sendo acompanhadas, mas nem todas foram visitadas. “Como

Atletas treinam a modalidade de atletismo competitivo

houve paralisação das obras e a primeira triagem foi realizada há mais de um ano, algumas famílias certamente já sofreram modificações em sua estrutura, portanto, o trabalho da Secretaria tem que ser praticamente feito de novo.” A Caixa será responsável por informar à Secretaria sobre quem está habilitado a participar do programa. Negociação A assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal foi consultada sobre o assunto e informou que a retomada das obras por outra empresa está em fase final de negociação.


9 de junho de 2012 - A-11

Pátio municipal abriga frota sucateada Veículos abandonados no local representam o descaso com o bem público Parabéns ao Ministério Público do Estado de São Paulo MARIA GRAZIA CELENTANO O Ministério Público do Estado de São Paulo promoveu Ação Civil Pública contra a Fazenda Pública do Estado de São Paulo para que o Governo de São Paulo dê assistência integral aos Portadores de Necessidades Especiais Autistas, requerendo a condenação do Estado “para arcar com os custos integrais do tratamento (internação especializado ou em regime integral ou não), da assistência, da educação e da saúde específicos, ou seja, custear tratamento especializado em entidade adequada (não estatal, portanto, já que não existe com tais características uma única no âmbito do Estado) para o cuidado e assistência os autistas residentes no Estado de São Paulo.”(1) Enquanto o Governo do Estado não colocar à disposição de todo e qualquer autista, efetivamente, estabelecimentos próprios ou conveniados para o tratamento ambulatorial e de internação especializados no atendimento ao autista, em decorrência de sua inércia ou de seu descaso para com o mandamento constitucional, deverá sim responder pelo custeio do tratamento do referidos pacientes mediante o pagamento das despesas, podendo, em hipótese alguma, selecionálos, em razão da origem, da raça, do sexo, da cor, da idade ou quaisquer outras formas de discriminação, inclusive da situação financeira familiar. Cumprindo assim o mandamento constitucional de prover as condições para a saú-

de de todos, nos termos do artigo 196 e seguintes da Constituição Federal de 1988, artigos 219 e seguintes da Constituição Estadual, da Lei Orgânica da Saúde, Lei nº 8080/90 e da Lei Complementar Estadual nº 791/95. É obrigação constitucional do Estado garantir à população acesso aos serviços e ações de saúde sem discriminação, e não apenas aos que se mostrem carentes de recursos. Como sugestão o meritíssimo Juiz que julgou a ação sugere que se o Estado pode dispor daquelas vultosas quantias desperdiçadas em publicidades, ditas informativas a população, mas que, na maioria das vezes são verdadeiras campanhas políticas, e que quase sempre acabam impugnadas e anuladas por meio de ações civis públicas, tem a obrigação de colocar verbas para o tratamento dos autistas. A sentença julgou procedente a ação para condenar o Estado a providenciar unidades especializadas próprias e gratuitas, sem serem as destinadas ao tratamento de doentes mentais “comuns”, para tratamento de saúde, educacional e assistencial aos autistas, em regime integral ou parcial especializado para todos os residentes no Estado de São Paulo. Quero deixar registrado aqui meus cumprimentos aos promotores de Justiça de São Paulo, que deixam clara e evidente a preocupação do Ministério Público do Estado de São Paulo com as questões que permeiam as necessidades dos autistas. Parabéns pela atuação ética.

Localizado na avenida Belmonte, o pátio da Prefeitura tem servido, dentre as funções normais do local, para abrigar o que pode ser considerado como um verdadeiro cemitério de veículos. São carros, caminhões, tratores, ambulância e micro-ônibus parados à espera de manutenção. Percebe-se que alguns foram colocados lá recentemente e que ainda podem ser consertados e utilizados, mas há veículos que estão ali há tempos, completamente destruídos e sucateados. Estes, por sua vez, estão à espera de alguma decisão administrativa, que pode ser

entre o descarte e um leilão de sucatas. De qualquer forma, enquanto permanecem es-

quecidos no local, o prejuízo fica para a população, que precisa conviver com a falta de veículos em al-

guns setores, como coleta de lixo e ambulância. É o retrato do descaso com o bem público. REPORTAGEM

Amontoados, os veículos formam um cemitério de carros, picapes e ônibus velhos

Bairro recebe aquecedores solares da CPFL

REPORTAGEM

Na quarta-feira, dia 6, 40 famílias do bairro Domingos de Syllos foram beneficiadas com a instalação de aquecedores solares em suas residências. Essa iniciativa faz parte do programa de Eficiência Energética da CPFL, aprovado junto à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), num investimento de cerca de R$ 85 mil. A instalação de aquecedores solares tem por objetivo modernizar e tornar mais eficiente o sistema de

aquecimento da água de banho, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, o uso racional da energia elétrica e reduzindo o valor da conta de energia das famílias contempladas. “Com a instalação dos equipamentos é possível diminuir o consumo da energia do chuveiro elétrico, que representa de 25% a 35% da conta de energia”, afirma José Relson de Oliveira, gerente de Negócios da CPFL Leste Paulista.

A CPFL calcula que os aquecedores economizem até 35% da energia elétrica


A-12 - 9 de junho de 2012

Projeto Guri promoveu Encontro de Naipes Evento, que aconteceu em São Carlos, teve participação de alunos rio-pardenses O Projeto Guri, programa de formação do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura, realizou em São Carlos, no dia 6 de junho, o “II Encontro de Naipes do Projeto Guri”. A partir de atividades entre polos da região, a ação tem o objetivo de promover e integrar diferentes ritmos e estilos, bem como proporcionar aos alunos a troca de experiências artísticas e pedagógicas por meio da

apresentação dos grupos de naipes. Além de São Carlos, participaram do encontro os polos de Araraquara, Boa Esperança do Sul, Brotas, Caconde, Cândido Rodrigues, Cordeirópolis, Guatapará, Ibitinga, Itápolis, Mococa, Nova Europa, Pirassununga, Porto Ferreira, Rincão, Rio Claro, Santa Gertrudes, Santa Lúcia, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Tabatinga, Tambaú, Tapiratiba, Taquaritinga e

Vargem Grande do Sul. O Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e funciona hoje como a base da formação musical do Estado de São Paulo. São milhares de guris, centenas de polos e 16 anos de um trabalho que tem na música seu instrumento de transformação e, nos guris, sua obra-prima. O Projeto é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo e é adminis-

trado por duas organizações sociais ligadas à Secretaria de Estado da Cultura. Os mais de 360 polos distribuídos pelo interior e litoral do Estado, com mais de 40 mil guris, são dirigidos pela Amigos do Guri, enquanto a gestão das unidades da Capital, com 18 mil guris, em 48

polos, é realizada pela Santa Marcelina Organização Social de Cultura. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. A Amigos do Guri, organi-

zação social de cultura, compartilha com a Secretaria de Estado da Cultura a gestão do Projeto Guri desde 2004. Além do Governo do Estado – seu idealizador – a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas.

Crianças do projeto Tuca conhecem a Vila Belmiro Cerca de 30 crianças e adolescentes do projeto Tuca de São José do Rio Pardo e também do projeto Fábrica de Brinquedos, do núcleo Eduardo Cassucci, tiveram a oportunidade de conhecer as instalações do Estádio Urbano Caldeira, no Centro de Treinamento dos Santos Futebol Clube, na Vila Belmiro, na Baixada Santista. A viagem ao estádio aconteceu no dia 22 de maio. Além do estádio, o grupo visitou o “Aquário” e foram à praia. De acordo com o secretário de Assistência e Inclusão Social, Antônio Carlos Alves Júnior, a viagem foi possível graças ao apoio da Prefeitura, que atendeu aos pedidos dos integrantes do projeto Tuca para a realização do sonho de conhecerem, de perto, o clube santista. “O pedido foi atendido prontamente e, com isso, atendemos 30 crianças e adolescentes. Muitos, nem conheciam a praia. Foi dose dupla de emoção”, disse Júnior. O projeto Tuca atende crianças e adolescentes

DIVULGAÇÃO

dos bairros Domingos de Sylos, Vale do Redentor, Buenos Aires e Eduardo Cassucci. Ele oferece ações complementares à escola como atividades socioeducativas, culturais, esportivas, artísticas, reforço escolar, inclusão social e educação para a cidadania. Estádio Vila Belmiro O Estádio Urbano Caldeira, mais conhecido como Vila Belmiro, é o maior estádio de futebol

da Baixada Santista e abriga o Santos Futebol Clube, um dos maiores clubes de futebol no Brasil, fundado em 14 de Abril de 1912 e que revelou, dentre outros, o rei Pelé e agora Neymar. O estádio na Vila Belmiro foi construído em 1916 e é um dos estádios mais velhos do Brasil, tendo capacidade para 20 mil pessoas. Bem perto da Vila Belmiro encontra-se o Estádio Ulrico Mursa, da Portuguesa Santista.


9 de Junho de 2012 - A-13

Casa de Cultura na Festa di San Giuseppe Evento que começa hoje é promovido em comemoração ao ano da Itália no Brasil DIVULGAÇÃO

Para dar início às comemorações do Ano da Itália no Brasil, os alunos da Casa de Cultura e Cidadania de São José do Rio Pardo participarão da Festa di San Giuseppe, com apresentações musicais inspiradas na cultura italiana. A Festa organizada pela Prefeitura tem início hoje, dia 9, às 19h30, na unidade da Casa de Cultura e Cidadania, no bairro Buenos Aires. O objetivo do evento, que é aberto à comunidade, é revitalizar os costu-

mes, valores e cultura do povo italiano, e resgatar a história da imigração italiana no município, com abrangência regional, já que grande parte da população rio-pardense e região é formada por descendentes. Por este motivo, a Casa de Cultura e Cidadania foi convidada pela Prefeitura para abrilhantar a Festa Di San Giuseppe, com apresentações artísticas de seus alunos. A noite será marcada por apresentações inspiradas

na cultura italiana e contará com a participação dos alunos do curso de Música, que apresentarão duas composições, sendo uma em italiano e outra em português. Outros 20 alunos do curso de Dança farão três diferentes coreografias. Além das apresentações, o evento contará ainda com a participação especial do grupo United For Dance – grupo formado em abril de 2010 por alunos da Casa e moradores da comunidade. Alunos do grupo de Música também participarão do evento

Região continua enviando Desfile da SE confirmado alunos à ilha São Pedro para o dia 9 de agosto

Escolas e até entidades de várias cidades da região continuam vindo a São José do Rio Pardo para visitar o Museu Riopardense, a Casa de Cultura Euclides da Cunha e a Ilha São Pedro. Os três locais continuam sendo os “campeões” de visitas dessas instituições e boa parte delas participa dentro do programa Lugares de Aprender - Escola sai da Escola, que é um projeto do governo estadual de incentivo a passeios

educacionais monitorados. O biólogo Carlos Eduardo, atual responsável pela administração da Ilha São Pedro, informou esta semana que escolas de Mococa, Casa Branca, Igaraí, Tapiratiba e Caconde continuam sendo as que mais enviam alunos. Na última visita feita por estudantes de Mococa, segundo ele, a maior parte era da Casa Apoio daquela cidade, que cuida de crianças sem pais que são

recolhidas pela Justiça e enviadas à entidade. Em relação ao programa Lugares de Aprender – Escola sai da Escola, o biólogo disse que cada aluno participante recebe lanche para se alimentar durante a estadia em um dos pontos visitados. A Ilha São Pedro, nesse caso, tem sido o ponto preferido das escolas por oferecer amplo espaço físico para que os visitantes das escolas comam seus lanches.

A Semana Euclidiana deste ano ocorrerá de 9 a 15 de agosto e o tema será “Vivendo o Centenário do Euclidianismo Riopardense”. O desfile seguirá a tradição do horário e data, no dia 9 de agosto, que cairá numa quinta-feira, às 9h. As escolas deverão organizar sua participação com arranjos que lembrarão as diferentes décadas, uma vez que a proposta é contar os 100 anos de história do euclidianismo.

Na última terça-feira, 5, a diretora de Cultura, Lúcia Vitto, se reuniu com os representantes das escolas municipais, estaduais e particulares de São José do Rio Pardo para debater sobre o desfile. A reunião ocorreu na Casa Euclidiana. A programação da Semana Euclidiana está quase finalizada, com mais de 80% de confirmação, segundo ela. Conselho juvenil Na próxima sexta-feira,

15, o Departamento Municipal de Cultura dará posse ao Conselho Euclidiano Infantojuvenil, considerado uma inovação ao movimento euclidiano. A posse acontecerá às 10h, na Casa Euclidiana. O Conselho será formado por estudantes de 11 a 14 anos de escolas públicas, municipais e particulares, escolhidos pelas respectivas direções e professoras devido à facilidade ou familiaridade que possuem com o tema.


A-8 - 9 de junho de 2012

Mais de 4 mil prestigiam show da Difusora Aos 68 anos, emissora chega atualmente a 16 cidades de São Paulo e Minas Gerais Na noite de domingo, 3 de junho, um público de mais de quatro mil pessoas compareceu à praça da Matriz para prestigiar as comemorações relativas aos 68 anos da Rádio Difusora AM, completados no dia 1º de maio. Com presença dos locutores da emissora, o público cantou e dançou com os artistas Victor Miranda, Tuta Guedes, Karyn Garcia, Jeferson & Kauan, Gil & Guaxupé. “A equipe teve oportunidade de conhecer e conversar com muitos ouvintes que fazem parte da programação da Difusora e essa interação direta com o público é o que faz a emissora ser a queridinha de São José do Rio Pardo”, declarou a locutora Izildinha Campos.

Durante o evento foram realizados sorteios de camisetas e prêmios da promoção ‘Mamãe Merece’, da Difusora AM e 88 Mais FM. A festa foi fotografada por profissionais do site bombaladas.com, aos quais a direção da emissora agradece. 68 anos de história A Rádio Difusora AM foi a primeira emissora do sul de Minas e leste paulista. Entrou no ar às 8 horas do dia 1º de maio de 1944. Atualmente, a emissora 12 cidades do estado de São Paulo além de São José do Rio Pardo – Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Itobi, Mococa, Santa Cruz das Palmeiras, São João da Boa Vista, São

Sebastião da Grama, Tambaú, Tapiratiba, Vargem Grande do Sul e Cajuru – e mais quatro cidades de Minas – Arceburgo, Guaxupé, Muzambinho e Monte Santo de Minas. A emissora mantém os programas Alvorada Sertaneja, com Antonio Marcon, Jornal da Manhã, com Izildinha Campos e Dirceu Chiconello, Ligou é Sucesso, com Reginaldo Capitelli, Jornal do Meio Dia, com Izildinha Campos e Silvio José, Conexão Difusora, com Izildinha Campos, Show da Tarde, com Paulo Sérgio Rodrigues, Plantão de Polícia, com Silvio José, Boletim Esportivo, com Paulo Sérgio Rodrigues, e Rancho da Viola, também com Paulo Sérgio Rodrigues.

FOTOS BOMBALADAS.COM

A dupla Jeferson & Kauan e as locutoras Izildinha e Andréa

Apresentação da cantora Tuta Guedes Cantora Karyn Garcia e pequenos fãs

Empresário Guilherme Flamínio, cantor Victor Miranda e Viviane, diretora das emissoras

Sorteio de cupons da promoção

Gil & Guaxupé e locutoras


9 de junho de 2012 - A-15

Vencedores do sorteio são premiados Confira os sorteados da promoção ‘Mamãe Merece’, da Difusora AM e 88 Mais FM

Gisele Giovanelli, á esquerda, notebook e roteador wireless

Evair Donizete Esequiel: um jogo de panelas Ana Maria Braga

Daniela Bissoli, à direita: impressora HP deskjet 2050

Cleonice Vital Ortiz, Mirian Bonatti, Debora de Oliveira Soares e Nelson Claudino Correia: uma foto de estúdio no Foto Líder (para cada ganhador)

Guitarra autografada

Cezar de Souza Perussi: tablet

Márcia Cristina Ferreira: TV Panasonic 32"

Raquel J. J. Marinjole: um jogo de panelas Ana Maria Braga

Dulce Helena Oliveira: Dia de Beleza na Shirley & Cia. Salão de Beleza

Leandro Domiciano: câmera digital

José Sérgio Breda Júnior, vencedor do sorteio promovido pela 88 Mais FM, foi até a emissora para receber o seu prêmio: uma guitarra autografada pela banda Hangar e um amplificador. O Júnior, que tem só 17 anos, é roqueiro de carteirinha, já teve banda de rock, esteve no 1º Rock Fest Rio Pardo, curtiu o show da banda Hangar e tá sempre ligado na 88 Mais. Ele disse que mandou mais de 100 SMS do seu celular. “Eu não fui o único, teve muita gente que mandou uma pancada de SMS, mas tive sorte”, disse durante a entrega.


A-16 - 9 de junho de 2012

Palestra de Rios enche auditório da ACI O professor Luiz Oliveira Rios, especializado em treinar e desenvolver equipes multiprofissionais de vendas, colunista de negócios do jornal Diário do Comércio - SP, orientador convidado para desenvolver programas de excelência no atendimento a clientes pelo Senac, encheu o auditório da ACI nas noites de segunda e terça-feira desta semana com o curso “Comprometimento Profissional em Vendas - Excelência no Atendimento”. Segundo Rios, muitas vendas são perdidas no dia a dia por falta de comprometimento profissional para superar os obstáculos na hora “H” de fechar o negócio. Às vezes, falta vocabulário adequado para contra-argumentar de maneira racional com o cliente. “Alguns vendedores não sabem destacar com autoridade as características, vantagens e

benefícios dos produtos a serem vendidos e, assim, extraordinárias e possibilidades de aumentar o volume de vendas acabam sendo desperdiçadas.” O curso mostra o que fazer para transformar a loja num “território de vendas”: - Quais os requisitos que determinam o comprometimento de cada profissional de vendas; - Por que a Loja toda precisa se transformar num “território de vendas” - e como fazer isto? - O que todo profissional de vendas precisa conhecer sobre Merchandising aplicado ao varejo; - Como atualizar e enriquecer o vocabulário de vendas; - “Anatomia” do produto: pontos-chave que o profissional de vendas precisa saber sobre os produtos que vende; - Desenvolvendo novas habilidades para fazer vendas adicionais e/ou substi-

tutivas; - As “5 ferramentas” do Marketing Pessoal do profissional de vendas: quais são elas e como aplicá-las diariamente; - Por que os clientes compram - e o que os clientes mais apreciam no ato do atendimento? - Como trabalhar em equipe no dia a dia com foco na excelência no atendimento; - O que é “atendimento personalizado”? As etapas que formatam na prática a personalização do atendimento; - Importância do PósAtendimento para as lojas que precisam fidelizar mais clientes; - Por que vendedores AUTOMOTIVADOS vendem mais - e melhor; - O perfil atual dos profissionais de vendas habilitado para atuar no segmento varejista (ou a diferença entre profissional de vendas e “tirador de pedidos).

Pedro de Paula Paone, promotor do curso; Izonel Tozini, presidente da ACI; e Luiz Rios


9 de junho de 2012 - A-17

DOMINGÃO

Misto do Botafogo é bicampeão da LRF O Misto do Botafogo venceu o Campeonato Domingão de Futebol, promovido pela Liga Riopardense de Futebol (LRF). A final foi realizada no último domingo, 3, reunindo o Misto do Botafogo e o Escritório São Lucas. O título foi obtido nos pênaltis, por 5 a 4. No tempo normal da partida o Escritório São Lucas venceu por 1 a 0, gol de Caique. Nos pênaltis valeu a experiência do Misto do Botafogo, que não desperdiçou nenhuma das 5 cobranças: Lolo, Fabinho, Ivanzinho, Maurinho e Preto foram os cobradores. Fernandinho, Tozinha, Caíque e Iuri marcaram para o Escritório São Lucas, mas na última cobrança o goleiro Sergio Morgan (Botafogo) defendeu o pênalti cobrado pelo jogador Alisson. No primeiro jogo da final o Misto do Botafogo venceu o Escritório São Lucas por 2 a 1. Em disputa estava o troféu Cinquentenário da LRF, que este ano comemora 50 anos de atividades. O jogador Saulo (Escritório São Lucas) foi o artilheiro da competição com 6 gols marcados. No cerimonial de premiação, a LRF prestou uma homenagem ao auxiliar Demari Batista, pelos 32 anos de serviços prestados à Liga, parte de arbitragem.

Misto do Botafogo 0 (5) Escritório São Lucas 1 (4) Misto Gol: Caíque Árbitro: Ronaldo Amoroso; Representante Gabriel Grassi. Auxiliares: Demauri Batista e Geraldo Pereira.

Misto Botafogo - Sérgio Morgan, Marcelinho, Zé Geraldo, Preto e Chiquinho Romão; Dani, Rogerinho, Batata e Fernandinho; Gabiru e Ivanzinho. Reservas: Cassucci, Silvio José, Lolô, Maurinho, Ivan, Fabinho, Marquinhos, Edson, Oreia e Pedretti. Técnico: Luciano. Escritório São Lucas Pote, Wesley, Donizete, Diego e Tozinha; Porquinho, Juliano e Alisson; Paulinho, Caíque e Siqueira. Reservas: Fernandinho, Dimas, Dinho, Gustavo, Saulo, Lucas, Gambá, Juto, Iuri e Juninho. Técnico Kim.

O Misto do Botafogo comemora a conquista do troféu do Centenário

Técnico Luciano

Saulo do São Lucas com o troféu de artilheiro

Chiquinho do Botafogo com o troféu de campeão

Sérgio Morgan defende o penalti que deu o bi ao Botafogo

Jogadores festejam o título

Escritório São Lucas venceu no tempo normal mas perdeu nos pênaltis

INTER LIGAS

Seleção Riopardense estreia com vitória A Seleção Riopardense estreou com uma grande vitória no 2º Campeonato Estadual de Futebol Amador de Seleções de Ligas Municipais, organizado pela Federação Paulista de Futebol. Formada basicamente pela equipe da Ponte Preta, o time rio-pardense derrotou no último domingo, 3 de junho, a seleção de Brodowski por 3 a 1, jogando na casa do adversário. Os gols foram marcados por Rogério Russo, Dênis e Branco para a Seleção Riopardense e Jonas para o time de Brodowski. “Foi como planejamos, conseguimos virar o marcador no primeiro tempo em 2 a 1

e, na etapa final marcamos o terceiro gol, sem dar chances de reação ao adversário”, disse Jailton Martins Duarte, técnico da Seleção Riopardense. Ele destacou a garra e a determinação aplicadas pelos jogadores rio-pardenses durante toda a partida. No próximo dia 17 de junho a Seleção Riopardense jogará diante da SeleSeleção Brodowskiana Seleção Riopardense

ção de Serrana, a partir das 15 horas, no estádio do Botafogo FC. No dia 1º de junho, a Seleção Riopardense jogará contra a Seleção de Franca. O time de Franca é a última campeã do certame e essa partida será realizada a partir das 11 horas, no estádio do Botafogo, com transmissão da Band Sports para todo o Brasil. 1 3

Titular Gols: Rogério Russo, Dênis e Branco para a LRF e Jonas para Brodowski. Árbitro: André Riquena; 4º árbitro: Carlos Fernando. Auxiliares - Cosmo e Fernando. Seleção de Brodowski - Tales, Léo, Fabiano, Paulo, Tomás, Márcio, Daniel, Marron, Jonas, Evandro e João. Seleção Riopardense - João Victor, Ronaldo, Celso Ferreira, Branco, Rafael, Evandro, Neno, Du Cabeça, Japão, Dênis Ganso e Rogério Russo. Reservas: David, Pedrinho, Drim, Michel e Paulinho. Técnico Jailton Martins.

A Seleção Riopardense impôs seu futebol e venceu, de virada, à Seleção de Brodowski


A-18 - 9 de junho de 2012

MÉRITO ESPORTIVO

Festa contempla as equipes do Boletim Foi um sucesso a festa de entrega aos contemplados com o Diploma de Mérito Esportivo, do site boletimesportivo.com, realizada quarta-feira, 6, no salão de festa da igreja Santa Luzia. Cerca de 250 pessoas prestigiaram o evento, que tem como objetivo a confraternização entre os clubes de futebol participantes dos Festivais Beneficentes do Boletim Esportivo, que neste ano proporcionaram uma arrecadação de 17 mil quilos de alimentos, entregues para 19 entidades assistenciais de São José do Rio Pardo. “É o mínimo que podemos fazer porque os participantes não mediram esforços para essa arrecadação recorde”, disse o radialista Paulo Sérgio Rodrigues (Paulão da Rádio), organizador do evento, informando que os homenageados e as pessoas que trabalharam no auxílio à arre-

cadação foram indicados pelos próprios clubes. Os homenageados foram: Jonas Vieira, Melchior Gomes Neto, Fernando Galdino Araújo, Natal Cândido Elias, João Batista Alves Pinheiro, Osmar Rufino, Rosangela Dutra da Silva, Silvio Donizete da Silva, Onofre Terezo, José Ricardo de Souza, Antonio Pacheco de Souza, Odair Cassiano, Fernando Gonçalves da Costa, Alexandre Aparecido André, Neiva Maria Barbosa Moraes, Julio Benedito de Toledo, Marco Antonio Zanetti, Adenilson Pereira de Lima, Odair Rodrigues da Silva, Carlos Augusto de Melo, Geraldo Dal Bon Junior, Valério de Melo, Adolfo Emídio, Pedro Russo Filho, João Russo, Devaldo Bacetti, José Consentino, Marco Antonio Camilo, Donizete Cícero Polico, Romeu Mengali, Wellington Aparecido Simão Maieru, José

Vieira de Andrade, Adilson Luis Rodrigues, Alberto Marques, Sergio Roberto Antonio, Leandro Aparecido Camilo Bento, José Osvaldo de Carvalho, José Carlos Galego, José Aparecido Urso e Mauro Astolfo. A organização também decidiu neste ano entregar os diplomas às equipes Mistas que, pela primeira vez, participaram dos Festivais. Na ocasião receberam seus prêmios: Misto Carlos Edgard, Misto Dal Bon FC, União São José, Misto Paraná (Grama), Continental (Casa Branca), Misto Botafogo, Palmeirinha (Casa Branca), Misto Santa Lucia, Zamigão, Misto Atlético DAE, Veteranos Sítio Novo, Bonde do Juventus, Escritório São Lucas, Coffee The Morning e Chaveiro Melo. O time do Vasco FC, que não recebeu a honraria em 2011, foi premiada este

ano. A festa foi prestigiada pelo presidente da ARRUFA, Antonio Carlos Moreira, que entregou os prêmios para todos os homenageados. O vereador Antonio Marcos Zanetti e o empresário Joãozinho Magalhães (Rede Maga) entregaram os diplomas às equipes Mistas. “Gostaria também de agradecer todos os esportistas, ao Carlinhos Navega pela ajuda, as duplas e trios que abrilhantaram os festivais neste ano, aos colaboradores e as pessoas que ajudaram no preparo do jantar”, finalizou Paulão da Rádio, que na oportunidade representou a gerente da Rádio Difusora, Viviane Torres e o secretário da Habitação Estadual, Silvio Torres. As equipes também receberam um DVD com todas as fotos dos quatro Festivais realizados neste ano.

Paulão da Rádio comandou o cerimonial na festa

Esportistas lotaram o salão de festa da igreja Santa Luzia

VETERANOS

Começa a decisão do Campeonato Regional FUTSAL

Liga Rio-pardense abre inscrição para Taça TVD A Liga Rio-pardense de Futsal (LRFS) vai abrir as inscrições para as equipes interessadas em disputar a 10ª Taça TVD de Futsal masculino e feminino. As cidades interessadas deverão enviar oficio de confirmação por fax para o telefone (19) 36081267, do dia 1º de junho a 8 de agosto. As cidades inscritas deverão fornecer endereço completo dos ginásios que irão utilizar para a disputa das partidas e a entidade está recomendando o credenciamento junto ao CREF para técnicos ou treinadores. Os ginásios deverão obrigatoriamente possuir

as dimensões mínimas da quadra de jogo: 17m x 30m. Maiores informações com Carlos Eduardo, na sede da LRFS, situada a rua Cândido Faria, 190, centro. Telefones para contato: (19) 3608-1267, 9707-0361, 9330-3598 e 8335-7621. Campeonatos Regionais – A Liga Rio-pardense de Futsal realizou, no último final de semana, diversos jogos pelos Campeonatos Regionais, categorias masculino e feminino. Os jogos foram realizados nas cidades de Passos, São José do Rio Pardo, Mococa, São Sebastião da Grama e Monte Santo de Minas.

CONFIRA OS RESULTADOS: SUB-21 MASCULINO Sub-21: Clube Passense de Natação 9 x 1 DEC/São José Sub-21: Prefeitura/C. Branca 4 x 5 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-21: SET/Leme 5 x 5 DET/Caconde FEMININO Sub-18: SET/Leme 2 x 5 SEL/Itapira Sub-18: São Sebastião do Paraíso 6 x 0 Derel/Mogi Mirim Sub-18: Real Madri/Guaxupé 3 x 4 D.E./Porto Ferreira Sub-21: Derla/Mococa 7 x 3 DEC/São José Adulto: Tigre/Mogi Guaçu 0 x 3 C.A./Ferreirense Adulto: São Sebastião da Grama 1 x 4 Derel/Mogi Mirim

As equipes da Ponte Preta e Vasco FC começam a decidir o título do Campeonato Regional de Veteranos 35 anos a partir deste sábado (9). A primeira partida será realizada no estádio “José Sérgio Apolinário”, no Vale do Redentor. Esta fase final será realizada em melhor de 4 pontos ganhos e, em caso de igualdade de pontos, o título será decidido através dos pênaltis, a serem cobrados na segunda partida da final. O segundo jogo provavelmente será realizado no próximo sábado (16), no estádio da avenida “Euclides da Cunha”, campo do Vasco FC. Na fase semifinal a Ponte Preta eliminou a equipe do Giro Kent (Guaxupé) e o Vasco garantiu sua vaga

para a final ao eliminar a equipe do Cruzeirinho (São João da Boa Vista).

A competição está sendo organizada pela Liga Riopardense de Futebol

(LRF) e em disputa está o troféu Cinquentenário da entidade.

Ponte Preta faz o primeiro jogo no Vale do Redentor

BASQUETE

AAR/DEC/ABS perde a primeira no sub-15 O último final de semana não foi bom para as equipes sub-13 e sub-15 da AAR/DEC/ABS pelo Campeonato Regional de Basquete, organizado pela Liga de Iracemápolis. Em quadra foram quatro derrotas, com a equipe sub-15 tricolor perdendo uma invencibilidade de 7 partidas. No sábado, 2, o sub-15 da AAR/DEC perdeu para o Clube de Campo de Pira-

cicaba por 57 a 45, na casa do adversário. No domingo, 3, o sub-15 obteve mais uma derrota e foi surpreendida pela equipe de Itupeva, em casa, por 55 a 47. Com esses resultados a equipe caiu para a segunda posição no campeonato. O sub-13 da AAR/DEC/ ABS começou seus jogos jogando de igual para igual contra as equipes de Cam-

pinas e Piracicaba, mas não conseguiu manter o bom desempenho do primeiro tempo e acabou sofrendo duas derrotas. No sábado, 2, o time tricolor perdeu para o time de Piracicaba por 53 a 25, na casa do adversário e, no domingo, perdeu para Campinas: 55 a 35. As equipes sub-13 e sub15 folgam neste final de semana e devem retornar

às quadras somente no próximo dia 23. “A equipe sub-15 fez dois jogos muito equilibrados, porém no basquete quem erra menos leva a vantagem e foi i s s o q u e a c o n t e c e u ”, disse Hebinho de Souza, técnico das equipes da AAR/DEC, informando que os adversários souberam aproveitar as oportunidades.

TRUCO CATEGORIAS DE BASE Sub-11: Derla/Mococa 7 x 1 Tênis Clube/Vargem Grande Sub-13: Derla/Mococa 3 x 2 Tênis Clube/Vargem Grande Sub-15: D.E./Cajuru 4 x 0 D.E./Divinolândia Sub-15: Derla/Mococa 4 x 8 Tênis Clube/Vargem Grande Sub-13: D.E./Cajuru 11 x 2 D.E./Divinolândia Sub-17: D.E./Cajurú 2 x 6 São Sebastião do Paraíso Sub-15: D.E./Cajurú 9 x 4 São Sebastião do Paraíso Sub-09: Escolinha do Celinho 4 x 4 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-11: Escolinha do Celinho 0 x 6 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-13: Escolinha do Celinho 1 x 0 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-15: Escolinha do Celinho 3 x 8 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-17: Escolinha do Celinho 4 x 8 Mar Girius/Porto Ferreira Sub-15: Escolinha do Celinho 3 x 3 D.E./Porto Ferreira

DEC/São José promove 2ª Copa Rio-pardense A partir da próxima segunda-feira, 11, começam as inscrições gratuitas para a 2ª Copa Rio-pardense de Truco. O prêmio deste ano será R$ 1.000,00 para a dupla campeã e R$ 300,00 para o segundo lugar. De acordo com o presidente do Departamento de Esportes e Cultura (DEC), Marlon Callegari da Silva, “as regras do jogo são as mesmas da Fede-

ração Paulista de Truco. Por exemplo: não pode picar o baralho e só é permitido o corte seco. Não pode conversar durante o jogo, valendo somente sinais. O baralho tem que estar sobre a mesa.” A equipe de recreação e lazer do DEC estará no evento participando como juízes para que a copa transcorra com sucesso igual foi da primeira vez.

DATAS E OS LOCAIS DAS ELIMINATÓRIAS: 17 de junho - Bar do Bispo – Vale do Redentor 24 de junho - Bar do Nenê – Vila Maschietto/Vila Brasil 01 de julho - Bar da Zilda – Domingos de Sylos 08 de julho - Bonsucesso – Jardim São Roque/Vila Pereira/ Jardim Margarida 05 de agosto - Bar da Rosa – Carlos Cassucci 19 de agosto - Bar da Josi (amigos) – Vila Verde/Buenos Aires 26 de agosto - Vasco – Centro/João de Souza/Vila Formosa 02 de setembro - Bar do Leão – Natal Merli 07 de setembro – Tartarugão – final


9 de junho de 2012 - A-19

HIPISMO

Equipe Xingu vai bem em Poços de Caldas A equipe do Centro Hípico Xingu esteve participando do Campeonato de Salto e Hipismo Rural, organizado pela Associação Brasileira dos Cavaleiros de Hipismo Rural (ABHIR), em Poços de Caldas. A prova foi realizada no último final de semana no Centro Equestre Terra Nova (CETEN), localizado na Fazenda Terra Nova, próximo ao santuário da Mãe Rainha. Participaram das competições cerca de 400 equipes, vindas dos estados de São Paulo e Minas Gerais. A programação contou com a 6ª Etapa de Salto no sábado, 2, e a 3ª Etapa de Hipismo Rural no domingo, dia 3. Todas as provas tiveram início por volta das 8 horas. Na 3ª Etapa de Hipismo

Rural, categoria estreante, os jovens cavaleiros riopardenses João Vitor Alcântara e Felipe Dias Meneghetti conquistaram o 2º e 3º lugares, respectivamente. Na categoria mini mirim, Luccas Saliba ficou em 4º lugar e João Vitor Dias Meneghetti ficou com a 5ª colocação. Participaram desta etapa os cavaleiros e amazonas João Vitor Dias Meneghetti, Luccas Saliba, Felipe Dias Meneghetti, João Vitor Alcântara, João Gabriel Alcântara, Júlia Aguiar Minussi, Marília Smarieri, Maria Angélica Félix e Marina Petrocelli. A equipe rio-pardense também teve boas apresentações na 6ª Etapa de Salto. As apresentações foram feitas pelos jovens

João Vitor Dias Meneghetti, Lucas Saliba, Felipe Dias Meneghetti, João Vitor Alcântara, João Gabriel Alcântara, Julia Aguiar Minussi, Marilia Smarieri, Matheus Dal Bon Salvadori, Maria Angélica Félix, Marina Petrocelli, Fernanda Souza, Murilo Calderão, Lucca Paiva, Laura Toquete, Luca Vedovato, Gabriela Paiva, Camila Vedovato, Maria Laura Lima, Rogério Costa Curta Cunha, Júlia Bento de Moraes e Enrico Costa Curta Cunha. O Centro Hípico Xingu está localizado no Rancho “Cadãozinho”, no Jardim São José, e atende cerca de 30 alunos a partir dos 2 anos de idade, coordenado pelo professor Mazinho Donabella.

João Vitor Meneguetti, Felipe Dias Meneguetti, João Vitor Alcântara, Otávio César Castro, Lucas Saliba, junto com o professor Mazinho Donabella

JUDÔ

TRIÁTLON

Rio-pardenses ganham Clarissa Navarro conquista medalhas em Aguaí o 2º lugar no Troféu Brasil A equipe de judô de São José do Rio Pardo esteve participando do Campeonato de Judô em Aguaí e ficou com a 6ª colocação na classificação geral. A competição foi realizada no dia 26 de maio e a equipe riopardense contou com 17 judocas, conquistando bons resultados. Os destaques foram: Willian Santos, 3º lugar; Renan, 1º lugar; Igor, 1º lugar; Julia, 2º lugar; Leonardo, 3º lugar; Bruno, 1º lugar; Magela, 1º lugar; Neto, 2º lugar; Junior, 2º lugar; Fabio, 3º lugar; Wellington, 3º lugar; Alessandro, 4º lugar; e Isabella, 3º lugar. Na categoria mirim, destaques para Kauã Magela, que ficou em 1º lugar, e Vinícius, com a 2ª

colocação. Segundo o professor de judô do DEC e presidente da Associação de Judô Riopardense, Ricardo Magela, apenas dois atletas não receberam medalha. Além da equipe rio-pardense, a competição contou com atletas das cidades de Mococa, Americana, Araras, Casa Branca, Vargem Grande do Sul, Caconde, Pirassununga, Divinolândia, Aguai e São João da Boa Vista. No próximo período de 17 a 28 de junho as equipes feminina e masculina de judô participarão dos Jogos Regionais, em Atibaia. Jiu jitsu – No dia 20 de maio o professor Ricardo Magela acompanhou seus alunos no campeonato de

Jiu-jitsu, em Poços de Caldas (MG). O evento reuniu atletas das cidades de Mogi Mirim, Mococa, São José do Rio Pardo, Águas da Prata e Casa Branca e foi realizado na sede da AACD. Os destaques rio-pardenses foram: Marcão, 1º lugar; Neto, 2º lugar; Juninho, 2º lugar; Will, 3º lugar; Peu, 3º lugar; e Magela, 1º lugar. Cada equipe recebeu um troféu de participação. Na oportunidade o professor Ricardo Magela foi homenageado pelo trabalho social que vem prestando no judô e jiu-jitsu. O próximo campeonato está previsto para ser realizado no dia 8 de julho, em São José do Rio Pardo.

A atleta Clarissa Navarro Ferreira conquistou a segunda colocação na 3ª etapa do 22º Troféu Brasil de Triátlon, em São Paulo. A competição foi realizada no último domingo, 3, na Cidade Universitária –USP, etapa válida para o ranking da Federação Paulista de Triathlon. A rio-pardense competiu em provas de distância olímpica (1,5 km de natação, 40 km de ciclismo e 10 km de corrida). Na primeira prova, Clarissa saiu da água na segunda colocação; na segunda prova, que foi o ciclismo, ela foi ultrapassada e na terceira etapa, que foi a corrida, a rio-pardense teve uma boa recuperação, ultrapassou a segunda colocada e garantiu o 2º lugar na categoria 30-

Clarissa ficou em segundo lugar no Troféu Brasil

34 anos, e o 6º lugar no geral elite amador feminino com o tempo final de 2 horas e 44 minutos. Com a vitória na 1ª etapa válida do paulista, somada a mais essa segunda colocação, Clarissa Navarro assumiu provisoriamente o 1º lugar no ranking na

categoria 30-34 feminino. Faltando mais duas etapas, a rio-pardense precisa manter a regularidade nos resultados para garantir o primeiro lugar final. As próximas competições de Clarissa serão os Jogos Regionais em Atibaia, em julho.

TÊNIS

Rio-pardenses vencem em Serra Negra Os rio-pardenses Maria Gabriela Marin e Gustavo Zanitti estiveram participando do Torneio de Tênis realizado no centro de treinamento Kirmayr, em Serra Negra (SP). A competição foi realizada no último final de semana, coordenada pela Federação Paulista de Tênis. Maria Gabriela venceu na semifinal Maria Clara (Ribeirão Preto) por 2 sets a 0,

parciais de 6x2 e 7x6. Na final a rio-pardense perdeu para Daniella Ruegger (Mogi Mirim) por 2 sets a 0, parciais de 6x1 e 6x3, ficando com o vice-campeonato na categoria 16 anos feminino. Na categoria 14 anos masculino B, Gustavo Zanitti Moreira venceu no primeiro jogo o tenista Alberto Kraemer (São Paulo) por 2 sets a 0, parciais de 6x0

e 6x4. No segundo Gustavo venceu Ishwara Pola (centro treinamento Kirmayr) por 2 sets a 0, parciais de 7x6 e 6x3. Na final o rio-pardense obteve brilhante vitória sobre Vinícius Garcia (Campinas) por 2 sets a 0, parciais de 6x3 e 6x2, conquistando o título de campeão do torneio. Para disputar a competição, Gustavo contou com o apoio do DEC.

MOUNTAIN BIKE

Equipe rio-pardense ficou em 6º lugar em Aguaí

Pedal Rio Pardo obtém bons resultados

Jiu Jitsu rio-pardense obteve excelentes resultados em Poços de Caldas

A equipe Pedal Rio Pardo obteve bons resultados na final do Campeonato Interestadual de MTB, série prata, realizado no Parque D’ Anape em Jarinú (SP). A competição foi realizada no último domingo, 3, na modalidade Cross Country em um circuito de 5,1 km e contou com a participação de cerca de 250 atletas. A equipe representou São José do Rio Pardo e seus atletas trouxeram bons resultados em uma

prova que é considerada uma das mais importantes do Brasil. O ciclista Ricardo Parizzoto Sabino obteve a oitava colocação na categoria sub-30, Renato Martins também obteve a oitava colocação na categoria sub-50, Gilmar Navega foi o 3º colocado na categoria sub-50,Valdir Tavares ficou em segundo lugar na categoria Over 50. Os resultados também possibilitaram a obtenção de pontos para o ranking naci-

onal. Resultados do ranking em suas respectivas categorias: Valdir Tavares -1º lugar categoria over 50; Gilmar Navega - 2º lugar categoria sub-50; Ricardo Parizzoto - 5º lugar categoria sub-30; Renato Martins - 7º lugar categoria sub-50. “Gostaríamos de agradecer a todos patrocinadores, colaboradores e amigos o apoio, o incentivo e a confiança”, disseram os integrantes da equipe Pedal Rio Pardo.


9 DE JUNHO DE 2012 - Pág. A- 20

Volta rápida: O Volkswagen Up! é pop FONTE: UOL CARROS

Se em algum momento a Volkswagen teve dúvida sobre o papel que o up! terá no Brasil, hoje a empresa trabalha com certezas. A mais reveladora delas é que, quando chegar, em 2013, o up! custará menos que o Gol e terá a missão de impedir o avanço dos novos compactos, como o Toyota Etios e o Hyundai HB, previstos para o segundo semestre, e o Mitsubishi Mirage e o Fiat pernambucano, ambos esperados para 2014. O leque também inclui os carros que você pode comprar agora: Chevrolet Celta, Fiat Uno, Nissan March e o próprio Gol. Se a sua dúvida é onde o up! se destaca entre alguns dos rivais, avance seis páginas e veja a comparação. Se você quer saber o que é, como é e como anda o novo popular da VW, continue lendo. Qualquer europeu da parte mais desenvolvida do continente verá o up! como a Volkswagen quer que o carro seja visto: um urbano para jovens da geração Apple. O nome do modelo, grafado em minúsculas (como no smart) e pontuado por uma exclamação, já sugere que um dos apelos da novidade é o estilo de vida. É o que a VW quer: retomar com estilo a penetração no segmento dos subcompactos e tentar conquistar ao menos 5% deste mercado na Europa. O papel, antes, cabia ao Lupo e, em seguida, coube ao Fox. Mas o carro exportado do Brasil, com configuração europeia, não conseguiu cumprir a missão por ser considerado simples demais pelos compradores de Mini, Fiat 500 e smart. Apoiado por massiva campanha de marke-

ting, o up! talvez consiga. Este é o modelo do ponto de vista de um europeu. Aos olhos de um brasileiro, ele é outro carro – e você provavelmente também verá a novidade como um compacto de construção sóbria e de soluções simplificadas, apresentado com desenho básico e acabamento que sugere qualidade. Lá, o up! é cult; aqui, será pop. Chega no segundo semestre de 2013 e é, em grande medida, superior à maioria dos modelos que você pode comprar hoje na faixa dos R$ 25 mil. O preço ainda é estimado – e, como norma da empresa, será definido pelos alemães, não pelos estrategistas brasileiros. O up! nacional deixará parte do seu charme na Europa para assumir o papel de ponta de lança da VW contra os compactos que estão nas lojas e, principalmente, contra os que estão chegando. O Hyundai HB, nome provisório do primeiro sul-coreano a sair da linha de Piracicaba (SP), em outubro (a avaliação está na C/D 49), é um dos principais alvos. O Gol que a VW chama de G4 se encontra envelhecido para a missão. Deixará de ser produzido. Solidez Vamos ao melhor do up!: o conjunto, resultado da carga de tecnologia que o modelo recebeu. No fim desta reportagem você conhecerá um pouco mais da base em que ele foi erguido, a New Small Family. Por ora, saiba que a plataforma NSF é uma das responsáveis pelo rodar firme e pela disposição nas curvas. E também pela sensação de segurança ao dirigir um carro de 3,54 m de comprimento com am-

FOTOS DIVULGAÇÃO

bos os eixos avançados até a extremidade da carroceria. O novo motor 1.0 de três cilindros é oferecido em duas configurações – a de 60 cv e a de 75 cv. Dirigimos a mais forte, com câmbio manual de cinco marchas. Com seu torque de 9,7 mkgf aflorando entre 3.000 rpm e 5.000 rpm, não é referência em saídas rápidas (a VW fala no 0 a 100 km/h em 13,2 s e na máxima de 171 km/ h). Mas mantém velocidade de cruzeiro acima dos 150 km/h (alguns trechos das autoestradas alemãs permitem) sem passar a impressão de estar sendo estrangulado e sem vibração. A potência aparece na faixa das 6.200 rpm e, a 120 km/h, a rotação estaciona nas 2.000 rpm. A média de consumo cidadeestrada de 18 km/l mostra a eficiência do conjunto. Câmbio e direção são exemplares e devem servir de referência para outros compactos. O up! será fabricado em Taubaté (SP), que hoje produz Gol e Parati. A fábrica está sendo ampliada e modernizada para produzir 180 mil unidades por ano – pouco mais da metade do volume de produção do Gol. A Volkswagen tinha duas alternativas de base para a sua linha de veículos A0 (também chamados de subcompactos na Europa e de compactos no Brasil): adaptar uma plataforma já conhecida, como a PQ25, que atende ao Polo – e, por aqui, ao Gol e ao Fox – ou investir em algo mais racional. Ficou com a segunda alternativa e lançou, em 2009, a plataforma NSF, sigla que identifica em inglês a “nova família pequena”. Por enquanto, a base

abrigará apenas o up! e seus atuais (veja abaixo) e futuros derivados, uma família que inclui de esportivos a aventureiros de asfalto, e só sai da linha de produção da marca em Bratislava, na Eslováquia. O Brasil será o primeiro país fora da Europa a adotar a NSF. O que ela tem de especial é a alta rigidez à torção, por conta do emprego de ligas de aço e de outros metais leves, como alumínio e magnésio, e o

alto nível de segurança que oferece ao motorista. Na primeira prova de fogo a que foi submetida, o rigoroso teste de impacto do EuroNcap, instituto independente que avalia a segurança dos automóveis, saiu-se muito bem, com as cinco estrelas em segurança. A desvantagem é que, ao contrário da plataforma MQB, a NSF não é modular. A MQB, de “matriz transversal modular”, estreará em produção no Brasil com

as novas geração do Gol e do Polo. E, em comum, ambas estão adaptadas para receber a nova família de motores EA 211, formado pelo 1.0 de três cilindros e 12 válvulas e pelo 1.4 de quatro cilindros. “São a última palavra em plataforma veicular”, confirma um representante da VW no Brasil, “desde o processo hidroformado de moldagem dos metais, à aplicação racional dos componentes.”

Renault tem dificuldade para atender demanda POR

TÚLIO MOREIRA MOTORDREAM

A Renault parece nadar contra a corrente do mercado brasileiro e, mesmo antes da redução do IPI, demonstrava vigor em sua escalada para aumentar sua cota de participação nas vendas. Se nos quatro primeiros meses do ano, a marca francesa cresceu 29,5%, enquanto os emplacamentos totais encolheram 3,2%, agora a flexibilização da carga tributária faz com que a fabricante tenha dificuldades para suprir a demanda por seus modelos. De acordo com o portal Automotive Busi-

ness, a Renault encontra dificuldades para atender a demanda de modelos como o utilitário compacto Duster. O vice-presidente Alain Tissier revelou que a montadora já perdeu vendas porque não conseguiu fabricar volume suficiente para abastecer o mercado. A fábrica instalada em São José dos Pinhais, no Paraná, trabalha em plena capacidade, com três turnos de trabalho e sábados intercalados. O ritmo já subiu de 45 carros por hora para 47 veículos neste intervalo, totalizando mil unidades por dia. O Complexo Ayrton Senna continuará neste

ritmo até o fim do ano, quando a Renault pretende interromper suas linhas de produção por oito semanas, com o objetivo de aumentar a capacidade das instalações paranaenses. A ampliação da unidade industrial da marca francesa faz parte do pacote de investimentos de R$ 1,5 bilhão que será aplicado pela montadora entre 2010 e 2015. O objetivo da Renault é chegar a 7% de market share no mercado nacional até o fim deste ano. Em abril, a marca francesa cresceu 1,7 ponto percentual na participação e chegou a 6,7% do mercado brasileiro.


9 de junho de 2012 - A-21

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: Nº 10840 - PEDRO HENRIQUE DE MEDEIROS VIEIRA e FLÁVIA DOS SANTOS JUNQUEIRA MIRANDA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia quinze de junho de um mil e novecentos e oitenta e quatro (15/06/1984), de nacionalidade brasileira, publicitário, natural de BELO HORIZONTE - 2º SUBDISTRITO - MG, filho de RAUL BENJAMIN GRAÇA VIEIRA e de JUNE MARIA DE MEDEIROS GRAÇA VIEIRA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dez de março de um mil e novecentos e oitenta e três (10/03/1983), de nacionalidade brasileira, advogada, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LUIS OCTÁVIO JUNQUEIRA MIRANDA e de LUCILENA DOS SANTOS JUNQUEIRA MIRANDA. Nº 10841 - FÁBIO HENRIQUE TEIXEIRA DA SILVA e JAQUELINE CRISTINA RAMOS MOREIRA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia dois de julho de um mil e novecentos e oitenta e cinco (02/07/1985), de nacionalidade brasileira, açougueiro, natural de CACONDE - SP, filho de MARIA APARECIDA TEIXEIRA DA SILVA; e a pretendente: solteira, nascida no dia cinco de dezembro de um mil e novecentos e oitenta e nove (05/12/1989), de nacionalidade brasileira, caixa, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LEON DENIS MOREIRA e de VERA LÚCIA RAMOS MOREIRA. Nº 10842 - MURILO MARCON CASSIMIRO e MARILIDIA MINUSSI BALDO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e sete de dezembro de um mil e novecentos e oitenta e quatro (27/12/1984), de nacionalidade brasileira, micro empresário, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de ANTONIO WILSON CASSIMIRO e de MARIA DONIZETI MARCON CASSIMIRO; e a pretendente: solteira, nascida no dia cinco de junho de um mil e novecentos e oitenta e sete (05/06/1987), de nacionalidade brasileira, farmacêutica, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de LUIS ANTONIO BALDO e de ANA CLÁUDIA MINUSSI BALDO. Nº 10843- RAFAEL AGOSTINELLI PALLAZZI e BRUNA DOS SANTOS POLICIANO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia doze de abril de um mil e novecentos e noventa (12/04/1990), de nacionalidade brasileira, comerciante, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOSÉ ONÉZIO PALLAZZI e de CLOTILDE APARECIDA AGOSTINELLI PALLAZZI; e a pretendente: solteira, nascida no dia nove de maio de um mil e novecentos e noventa e dois (09/05/1992), de nacionalidade brasileira, estudante, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de JORGE MARCELO POLICIANO e de CRISTINA APARECIDA DONIZETI DOS SANTOS. Nº 10844 - LUÍS ANTÔNIO CESÁRIO e CAMILA CRISTINE DA SILVA CORREA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte de outubro de um mil e novecentos e setenta e sete (20/10/1977), de nacionalidade brasileira, Servente de pedreiro, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de SEBASTIÃO CESÁRIO e de MERCEDES DAS GRAÇAS MEIRELES CESÁRIO; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezoito de setembro de um mil e novecentos e oitenta e cinco (18/09/1985), de nacionalidade brasileira, Auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de JOÃO BATISTA CORREA e de MARIA MARTA DA SILVA CORREA. Nº 10845 - SILVINO DE BIAZZI FILHO e NAIARA MARTINS SANTIAGO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e três de julho de um mil e novecentos e setenta e cinco (23/07/1975), de nacionalidade brasileira, Marceneiro, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de SILVINO DE BIAZZI e de MARIA CRISTINA FELICE DE BIAZZI; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezenove de setembro de um mil e novecentos e oitenta e oito (19/09/1988), de nacionalidade brasileira, balconista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de CARLOS ROBERTO SANTIAGO e de ANA MARIA MARTINS SANTIAGO.

FALECIMENTOS ISAHU CALCAGNOTO – Dia 31 de maio, aos 80 anos de idade, casado com Maria Helena Zanin Calcagnoto. Filho de Vicente Calcagnoto e Angelina Presti. MANUELA DOMINGOS ANTONIO – Dia 31 de maio, aos 80 anos, casada com José Antonio. Filha de José Domingos e Rita Bernarda. JOAQUIM EVARISTO - Dia 2 de junho, aos 73 anos de idade, casado com Francisca Júlio Evaristo. Filho de Evaristo Alves da Costa e Ana Esméria de Jesus. Josefa Camacho Filiputi – Dia 2 de junho, aos 72 anos de idade, casada com Elzo Filiputi. Filha de Francisco Camacho Santana e Rosário Galindo Gonzalez. Maria Zélia Ferreira Ribeiro – Dia 4 de junho, aos 67 anos de idade, casada com João Flávio Ribeiro. Filha de Olimpio Candido Ferreira e Maria Carvalho Ferreira. SÍLVIO ZABOTTO – Dia 4 de junho, aos 39 anos de idade. Filho de Américo Zabotto e Izaira Miotto Zabotto. MARTINHO DOS SANTOS – Dia 3 de junho, aos 78 anos de idade, casado com Maria da Graça de Oliveira Santos. Filho de Jacintho dos Santos e Victória da Conceição. JOSÉ PINTO DE AGUIAR – Dia 1 de junho, aos 67 anos de idade, casado com Maria da Conceição Damião de Aguiar. Filho de Castorino Pinto de Aguiar e Augusta Santana da Cruz. ONDINA APARECIDA NICOLETTI BAUNGARTNER – Dia 6 de junho, aos 77 anos de idade, casada com Alcides Baungartner. Filha de Luiz Nicoletti e Sebastiana Nicoletti.

Funerária São José “Rioli” Oferece o que de melhor existe no ramo funerário, aos particulares e também do seu conhecido PLANO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO FUNERÁRIO, dando total segurança e tranquilidade a todos. Adquira o seu!

60 ANOS DESDE 1950 - ESTA É A SUA GARANTIA

Avenida 9 de Julho, 103 - Fone: 3608-5095

- Ao Executivo Municipal, solicitando: - Informar sobre não atendimento à Indicação nº 65, de março de 2012, sobre providências na Rua José Maldonado Peres (cópia anexa). - Informações sobre o “Recicla São José”. - Informar sobre a possibilidade de gramar o talude na Rua Paulo de Tarso.

- À Renovias Concessionária S/A e à Encalso Construções Ltda.sugerindo o apoio aos projetos da AEDIC - Associação das Escolas de Dança e Incentivo à Cultura, de nossa cidade. C PROJETOS APROVADOS AUTORIA EXECUTIVO - Projeto de Lei nº 91, de 17/05/2012, que “Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município”. - Projeto de Lei nº 99, de 22/06/2012, que “Altera os anexos I e II da Lei nº 2.633, de 06/06/2003, que dispõe sobre a criação e transformação de cargos na Administração Direta, reestrutura o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, institui nova tabela de vencimentos e dá outras providências”. - Projeto de Lei nº 101, de 29/05/2012, que “Altera os anexos I e II da Lei nº 2.633, de 06/06/2003, que dispõe sobre a criação e transformação de cargos na Administração Direta, reestrutura o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores da Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, institui nova tabela de vencimentos e dá outras providências”. D) MENSAGEM: A Câmara Municipal informa a todos que as sessões ordinárias são realizadas às terças-feiras a partir das 19:30. Nosso site: www.camarasjriopardo.sp.gov.br; E-mail: cmrpardo@camarasjriopardo.sp.gov.br Marco Antonio Gumieri Valério Presidente

ALUGA-SE UMA CASA

Picasso 2008 – completo – banco de couro – único dono. Tratar (19) 9775-5797

na estrada São José a S.S.Grama 4Km da Ritmo, perto do Viveirão, com 3 dorm/, sala, cozinha, banheiro, açude e jardins. Tratar fone: (19) 9245-8146

VENDO IMÓVEL Av. Independência. Tratar com o proprietário pelos fones: (11) 8991-4039 (11) 4436-7865 (19) 3608-3032

2-9-16/6

A MADEIREIRA LODOVICHO LTDA – EPP torna público que recebeu da CETESB a Licença de operação nº 66000492 válida até 04/06/2016, para artefatos de madeira, exclusive móveis, fabricação de à Rua Dr. Costa Machado, 69, centro, São José do Rio Pardo/SP. A empresa ITOPLAS RECICLAGEM E COMÉRCIO DE PRODUTOS PLÁSTICOS LTDA - EPP, torna público que solicitou junto a CETESB a Renovação da Licença de Operação para o ramo de Reciclagem e/ou recuperação e comércio de sucatas não-metálicos diversos, plásticos e de garrafas pet, sito na Estrada Municipal Itobi a Vargem Grande do Sul, S/n, Km 1, Zona Rural, no município de Itobi – SP.

l ICMS, ITCMD, IPVA, TAXAS ( Agropecuária, Indústria e Comércio ) l Assistência e orientação tributária l Cursos e treinamentos gerenciais l Acompanhamento de ação fiscal l Defesa de AIIM (Autos de Infração)

Data: 16/06/2012 (primeira entrega) Horário: das 9 horas às 16 horas. Valor: R$ 15,00 Entregamos no endereço solicitado Sabores: Mussarela, Lombinho, Calabresa, Portuguesa, Mista (1/2 Mussarela, ½ Calabresa) Para maiores informações atendemos nos telefones: 3608-5229 e 3608-2082

B) INDICAÇÕES - Ao Executivo Municipal, sugerindo: - Realizar serviços de tapa-buracos na Rua Estêvão, Bairro João de Souza. - Realizar serviços de tapa-buracos ao longo da Rua São Cristóvão. - A realização de serviços de restauração e manutenção da estrada de terra entre a SRP-154 e o Portal dos Lagos. - A poda de árvore na Rua Cândido Faria. - Serviços de limpeza no Cemitério Municipal. - A poda de duas árvores na Avenida Independência. - Realizar campanha junto à população para arrecadar remédios vencidos

VENDE-SE CARRO

EQUALITER TRIBUTÁRIA

A partir de junho estaremos vendendo saborosas pizzas durante seis meses, colabore adquirindo uma pizza por mês e ajude o asilo.

A) REQUERIMENTOS

Tratar com Murilo (19) 8105-8712 (horário comercial)

“Prevenir é o melhor remédio!”

PIZZA BENEFICENTE AO ASILO “LAR DE JESUS”

SÚMULA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 05-06-2012

Vendem-se 4 lotes na Vila Formosa, totalizando 1.386 m2. Terrenos de 315 a 400 m2. Negocia-se todo o lote ou os terrenos separadamente.

.

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 8 de junho de 2012. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

OPORTUNIDADE!

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO AUDIÊNCIA PÚBLICA Data: 19/6/2012 Horário: 20h Local: Plenário da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro Assunto: - Projeto de lei nº 68, que “Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para elaboração e execução da lei orçamentária para o exercício financeiro de 2013, e dá outras providências”. Convidamos toda a população. São José do Rio Pardo, 30 de maio de 2012. Marco Antonio Gumieri Valério Presidente Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 2 e 9/6/2012

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO AUDIÊNCIA PÚBLICA Data: 12/6/2012 Horário: 20h Local: Plenário da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo – Praça dos 3 Poderes, nº 2 – Centro Assunto: - Projeto de lei nº 94, que “Altera o perímetro urbano do Município de São José do Rio Pardo”. Convidamos toda a população. São José do Rio Pardo, 30 de maio de 2012. Marco Antonio Gumieri Valério Presidente Publicado nas edições de Gazeta do Rio Pardo dos dias 2 e 9/6/2012

HERALDO HORTA RODRIGUES l Agente Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo de 1986 a Jan/2012 l Chefe do Posto Fiscal Regional de Pirassununga por 12 anos. l Instrutor de ITCMD da ESA-0AB (Escola Superior de Advocacia). l 25 anos de experiência tributária e fiscal. CONTATO

TELEFS: 19-3671-1147 CEL 19-9460-9824 E-MAIL: hhrodrigues_equaliter@hotmail.com SITE: www.equaliter.com.br Rua Lacerda Franco, 256, Centro – CASA BRANCA-SP CONSORCIO DE DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO DE GOVERNO DE SÃO JOÃO DA BOA VISTA O Consórcio de Desenvolvimento da Região de Governo de São João da Boa Vista fará realizar no dia 21/06/2012 às 09h00min, na sala de reuniões do AME, sito a Rua Pedro de Toledo, 48-Centro-Casa Branca/SP Licitação na Modalidade PREGÃO PRESENCIAL – REGISTRO DE PREÇOS – MENOR PREÇO POR LOTE – OBJETIVANDO CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS PARA EMISSÃO DE LAUDOS para o AME DE CASA BRANCA O edital n. 010/2012 - AME, encontra-se à disposição dos interessados no site: www.amecasabranca.org.br, na unidade do AMECasa Branca e pelo telefone (19) 3671-8000 - Lucas.


A-22 - 9 de junho de 2012

LRF

Entidade recorreu da decisão da Justiça TAÇA SÃO JOSÉ

Visitantes vencem na terceira rodada A terceira rodada da Taça São José de Futebol 2ª Divisão foi favorável às equipes visitantes no último domingo, 3 de junho. Dos quatro jogos realizados, somente o time da Fazenda São Paulo conseguiu vencer em seu estádio, entre os aspirantes. A Fazenda São Paulo venceu os aspirantes da Água Fria por 3 a 1, gols de Lucas (3) para o São Paulo e Nelson Russo para a Água Fria. Entre os titulares as duas equipes empataram em 0 a 0. No campo da fazenda Ataíde, o São Cristóvão/ Ataíde perdeu para o Brasão nas duas categorias. Nos aspirantes o Brasão venceu por 1 a 0, gol de

Guina e, entre os titulares, venceu por 3 a 2 gols de Daniel e Manabu para o Ataíde e Silas, Di e Marcelo para o Brasão. No estádio “Alcino Pisani” o Venerando venceu a Vila Maria também nas duas categorias. Entre os aspirantes venceu por 4 a 0, gols de João Paulo (2), Paulinho e Lucas. Entre os titulares o Venerando goleou por 5 a 0, gols de Rafael Cadelo (2), Pacotinho, André e Paulinho. No estádio “Joaquim

Faustino dos Santos” o Santa Lúcia perdeu para a Santa Luzia do Galego nas duas categorias. Nos aspirantes perdeu por 3 a 1, gols de Jojô para o Santa Lúcia e Tuim (2) e Leandro para o Galego. Entre os titulares a Santa Lúcia perdeu por 2 a 1, gols de Marquinhos para o time da casa e Curu e Bisqui para o Galego. Neste domingo mais quatro jogos serão realizados, a partir das 13:30 horas.

PRÓXIMOS JOGOS: DOMINGO Santa Lucia - Santa Lucia x Vila Maria Vale do Redentor - Atlético DAE x São Paulo Grêmio Municipal - Juventus x Dalbon Botafogo - Brasão x Santa Luzia do Galego

Aspirante do Santa Lúcia perdeu para o Santa Luzia do Galego

Titular do Santa Luzia do Galego venceu o Santa Lúcia

ESCOLINHAS

Tapiratiba vence São Bernardo/DEC em duas categorias e perde em uma As escolinhas do São Bernardo FC/DEC e de Tapiratiba se enfrentaram no último sábado, 2, em três categorias. Os jogos foram disputados no estádio municipal de Tapiratiba, nas categorias sub-12, sub14 e sub-16. Das três partidas, o time da casa venceu em duas categorias e o time rio-pardense em uma. Na categoria sub-12, a equipe do São Bernardo/DEC perdeu por 2 a 1, gols de Anderson para São Bernardo e Gabriel e Willian para Tapiratiba. São Bernardo/DEC Michael, Elivelton, Pedro, Leonardo, Erick, Jefferson, Willian, Wender, Marcos Vinícius, Anderson, Luiz Miguel e Vitor Hugo. Técnicos: Maurício Neves, José Roberto Boaro e Antonio Carmo Zulli.

CME/Tapiratiba - Vaguinho, Matheus, Digo, Gui, Igor, Zé Antonio, Juninho, Fabinho, João Guilherme, Willian, Jean, Luis Guilherme, Quejinho, Gabriel e Lucas. Técnicos: Djalma e Caruncho. Na categoria sub-14 o time de Tapiratiba venceu por 3 a 0, gols de Paulinho (2) e Luquinha. São Bernardo/DEC Emerson, Alexsandro, Marcos Vinícius, Thiago, João Paulo, Cleilton, Jefferson, Vinícius, Christian, Leonardo, Rafael, Leonardo Vinícius, Carlos, Maurício e Leo. Técnicos: Maurício Neves, José Roberto Boaro, Antonio Carmo Zulli. CME/Tapiratiba - Wesley, Bocão, Rosquinha, Lucão, Breno, Tiago, Zé Lucas, Papito, Maradona, Luquinha, David, Mateus e

Paulinho. Técnicos: Djalma e Carunho. Na categoria sub-16, a escolinha do São Bernardo/ DEC foi melhor e venceu os donos da casa por 3 a 2, gols de Rafael (2) e Maradona para o São Bernardo e Bizão e Marquinhos para Tapiratiba. São Bernardo/DEC Pedro Bozzini, Luan, Marcos Vinícius, Leo Moraes, Paulinho, Marcos, Jean, Maicon, Rafael, Ciel, Maradona, Leonardo, Francisco, Marco Nascimento e Eduardo. Técnicos: Maurício Neves, José Roberto Boaro e Antonio Carmo Zulli. CME/Tapiratiba - Wesley, Machado, Emerson, Henrique, Toninho, Weias, Matheus, Bizão, Marquinas, Marquinhos, Andre, João Gabriel e Dioquinho. Técnicos: Djalma e Caruncho

A diretoria da Liga Riopardense de Futebol (LRF), após ouvir as considerações do advogado Oswaldo Bertogna, decidiu recorrer da decisão judicial que propôs a realização de uma nova eleição para a presidência da entidade. O pedido de impugnação foi impetrada por Robson Abade e José Ângelo Zanetti, os quais alegaram que não tiveram prazo para se inscrever para concorrer aos cargos de presidente e vice, respectivamente. Oposição ao presidente Hélio Escudero, os candidatos Robson e José Ângelo entraram na justiça para anular o pleito em que Escudero foi eleito por unanimidade. “Recebo com serenidade, inclusive os três clubes com direito a voto e que participaram do pleito já se propuseram, caso seja necessário, confirmarem o resultado da eleição. Vamos recorrer, pois entendemos que a eleição transcorreu dentro da mais absoluta normalidade”, disse Hélio Escudero, informando que os campeonatos em andamento pela entidade e ainda o calendário de atividades previsto para os próximos meses continuam normalmente. O presidente da LRF convida as equipes para participaram dos Campeonatos de Base, Domingão Categoria Livre e Quarentão,

Hélio Escudero continua comandando a LRF

que já estão com inscrições abertas. Eleição - No dia 23 de janeiro de 2012, a chapa encabeçada pelo atual presidente Hélio Escudero, que foi única a se inscrever, era eleita para um mandato de quatro anos e por aclamação. Antes da eleição, o presidente da Assembleia da LRF, Marco Trinca, abriu a palavra para que interessados na formalização de chapas se apresentassem, mas nenhuma outra chapa apareceu para concorrer.

Dos três clubes com direito a voto, dois compareceram à eleição e elegeram a chapa encabeçada por Hélio Escudero e Tony Lourenço para comandarem a entidade. Votaram na chapa vencedora Marco Antonio Trinca (presidente do Vasco) e Jailton Martins Duarte (representante da Ponte Preta). O Grêmio Nestlé justificou que por motivos de trabalho não poderia participar da eleição, mas estava de acordo com o pleito de Hélio Escudero e Tony Lourenço.


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 9 de junho de 2012

FOTO METRO

Em Sociedade Alzira Magalhães trocou de idade dia 28 de maio, celebrando ao cair da tarde de quartafeira, 30, em torno de elegante happy hour que teve lugar no aconchegante casarão da família. Amigas de A a Z compareceram para cumprimentar a aniversariante, figura í m p a r, d a s m a i s estimadas de nossa sociedade! A fotógrafa Soraya Morais Gaino registrou o elegante encontro com exclusividade para a Coluna Enfoque – Parabéns Alzira!

A aniversariante com a amiga Maria Lygia Cagnoni Cobra

Vera, Maria Luiza, Alzira e Ana Maria

Leila, Alzira e Maria Ignez

Teresa, Alzira e Maria Rosa

Vaivém O amigo Sergio Roberto da Silva, na fotografia que ilustra tendo como cenário a renascent i s t a F i r e n z e -To s c a n a , a c a b a d e r e g r e s s a r d e p e r í o d o d e f é r i a s n a b e l l a I t a l i a , c o m m u i t a s h i s t ó r i a s p a ra c o n t a r. . . Vo l t o u c o m e s p í r i t o c r ít i c o ainda m a i s a g u ç a d o ! B e n v e n u t o , S é r g i o !

Vera, Alzira e Liliana

Parágrafo Único “O Orçamento Nacional deve ser equilibrado. As Dívidas Públicas devem ser reduzidas, a arrogância das autoridades deve ser moderada e controlada. Os pagamentos a governos devem ser reduzidos, se a Nação não quiser ir à falência. As pessoas devem novamente aprender a trabalhar, em vez de viver por conta pública”. (Marcus Tullius – Roma, 55 a.C) Um conceito com 2067 anos! Atualíssimo!


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO - 9 de junho de 2012

Formatura A formanda Marina com o pai, Luiz Muradi, no dia da colação de grau no curso de Business Administration pela California State University, Los Angeles-USA, quando foi distinguida com a Medalha CUM Laude, pelas notas acima do mínino estabelecido. Marina recebeu o diploma das mãos do vice-reitor, o conterrâneo de coração Ramon Torrecilha - Congratulações!

1ª Eucaristia Às 19 horas do dia 3 de junho, na Igreja Santa Terezinha, o Abade Dom Paulo Celso Demartini celebrou a Missa da Cerimônia de 1ª Eucaristia das turmas das Catequistas Cecília Balbão Fillipi Leal e Rosângela Gomes Pereira. FOTO BEL JARETA

FOTOS: REVISTA EVIDÊNCIA

Almoço Beneficente O PEVI – Projeto Esperança e Vida, presidido com muito idealismo pela amiga Terezinha Presti, promoveu na tarde de domingo, 3 de junho, concorridíssimo Almoço que teve lugar no amplo Salão “Dom Bonifacio Cicconofre”, da Paróquia Santuário São Roque. No cardápio, um super-preparado Cassoulet, assinado pela equipe de chefs, por diletantismo, do Bar do Demá Um evento gastronômico elogiado sobremaneira! Nos bastidores, organizadores e voluntários do evento de sucesso

O empresário Luciano Magalhães com os pais, prestigiaram o vespertino beneficente


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 9 de junho de 2012

Outono/Inverno A empresária de modas Carmen Lúcia Trevisan (leia-se Beko Multimarcas) lançou a Coleção Outono/ Inverno durante badalado Desfile de Modas que reuniu as elegantes da city na noite de sábado, 2 de junho, nas amplas dependências da boutique - Vale a pena conferir as tendências da estação que se aproxima – FOTOS: REVISTA EVIDÊNCIA Um sucesso! Parabéns Carmen!

Durante o evento, a empresária de modas com a amiga Celinha Poggio Torres

Inauguração Os empresários Márcio Nunes Leite e Fábio Neves Vas de Lima inauguraram no dia 1º de junho a Love Brands, primeira loja da franquia que reúne as grifes Balonè, Imaginarium e Puket. Na manhã da inauguração, o bom gosto das instalações, a fachada antiga repaginada no melhor estilo clean embalada para presente com enorme laço de fita vermelha, contou com pitoresca bandinha na calçada e fogos de artifício, criando uma deliciosa atmosfera londrina... O novo empreendimento que “nasce” com sucesso promete ser o point dos consumidores de bom gosto da região. A Love Brands está instalada na esquina da Rua Benjamin Constant com Ananias Barbosa e é a nossa sugestão da semana para os leitores da Coluna Enfoque - Dê uma passadinha por lá e se encante com os produtos exclusivos! Sucessos constantes aos amigos, que acreditando no comércio local investem em mais esse empreendimento!

Os modelos clicados após o desfile

Em Sociedade O casal de nossa sociedade LourdesDino La Verghetta abriu as portas de sua explêndida villa sábado à noite, para receber um grupeto de amigos em torno de elogiado Jantar assinado pelos anfitriões. O encontro estendeu-se até altas horas, embalado pelo gostoso bate-papo...

3608-6677

O conterrâneo Márcio Nunes Leite com o representante da Puket Adolfo Bobrow

No registro fotográfico: Lourdes e Dino, ao centro, ladeados pelos casais Dr. Èrcio Perocco Jr.- Mirian, Lilan-Dr. Ciro Pereira de Lima e Rosana-Dr. Paulo Parisi Jr.

O sócio-proprietário Fábio Neves Vas de Lima ladeado à direita pelo pai, José Luís Vas de Lima, e à esquerda por Ettore Danielle, diretor executivo da Love Brands


GAZETA DO RIO PARDO - 9 de junho de 2012 - C- 4


Página C-5 - 9 de junho de 2012 - GAZETA DO RIO PARDO

rjdg@terra.com.br

Um caso de bruxaria Cláudio era noivo de Raquel, mas gostava de Florzinha, e com ela transava. Ele, economista de uma grande firma. Raquel, psicóloga. Florzinha, secretária do noivo. O casamento estava marcado para breve. Florzinha se entristecia, mas tinha certeza de que não seria abandonada, mesmo depois das núpcias. Sábado passado, tarde chuvosa, Cláudio passouo com Florzinha, num novo motel. Às 18 horas, ele saiu afobado, pedindo desculpas e sugerindo à amante que tomasse um táxi. Tinha compromisso às 20 horas: acompanhar a noiva e a futura sogra a um casamento de grãfinos. O início da cerimônia religiosa estava marcado às oito e meia. O carro rasgava a pesada e compacta chuva.

Raquel estava a seu lado. Dona Alice, a futura sogra, no banco traseiro. Ambas, elegantemente vestidas, eram estátuas. O rapaz limpava constantemente o vidro embaçado. Numa das vezes, ao descer a mão para deixar a flanela no piso do carro, percebeu um objeto estranho, solto. Tateou. Era um sapato de salto alto. Tateou novamente: era apenas um. Ele apavorou-se e dizia: “Meu Deus!... E se Raquel e Dona Alice descobrirem? Qual a desculpa que eu arranjarei?... Como aquela irresponsável da Florzinha deixou cair um sapato no meu carro e não percebeu?... Eu não poderei dizer que é da minha mãe ou de uma das minhas irmãs, porque elas não moram aqui”. As duas, estáticas, não percebiam seus movimentos.

No carro alegórico da Semana Euclidiana de 1990, da esquerda para a direita, os músicos: Vicente de Melo, Manoel Fernandes e Mauro Del Ciampo.

Amélia (sentada) e Corina Paronetto.

Limpou o vidro mais uma vez e, na volta da flanela ao piso, conseguiu envolver o pé de sapato no tecido. Abriu o vidro, pretextando renovar o ar, pigarreou, e deixou cair para fora o indesejável objeto. As duas nada perceberam. Ele sorriu e respirou aliviado. Deu graças a Deus pela iniciativa e vangloriou-se: “Eu sou mesmo um cara muito vivo e inteligente!... Um outro se denunciaria... Fiz um trabalho de mestre... Será que a Florzinha fez isso para me criar problemas?... Eu bem que percebo, pelas insinuações, que ela quer me afastar de Raquel... Segunda-feira, vou recriminá-la”. A chuva continuava pesada. Achou uma vaga

para o carro, longe da igreja. Raquel retocava a maquiagem, enquanto esperava o amainar da intempérie. Dona Alice, muito inquieta, escorregava pelo banco traseiro. Bateu às costas do rapaz: — Cláudio, eu não encontro o meu sapato!... Eu já passei a mão e o pé por todo o piso deste carro e não o encontro! O futuro genro estremeceu. Ficou mudo. Pediu ajuda ao desconhecido. E ela continuou: — Veja se ele está aí na frente, embaixo do seu banco... Tirei-o um pouco porque estava me apertando o pé direito. Cláudio acendeu a luz. Todos procuravam o sapato. Ele, mostrando-se ad-

mirado, procurava, também, uma explicação, sem a encontrar. — A senhora tem certeza que entrou no meu carro com o sapato? — Não seja idiota, Cláudio!... Eu iria ao casamento com só um pé calçado?... Mas onde ele foi parar?... Tem algum buraco no piso deste seu carro?... Eu o comprei ontem!... Custou cem reais! — Ele não está aqui, mamãe!... Não está mesmo! – exclamou Raquel. Cláudio, com a maior cara-de-pau de admirado, sugeriu: — Mas que coisa estranha, não, Dona Alice!... Até parece coisa de mágico!... A senhora não quer voltar ao apartamento e trocar de

Família Cagnoni, na Fazenda Santa Helena. De cima para baixo: Isidoro Cagnoni, a menina Carmen Sylvia e Clorinda Dini Cagnoni. Irma Dini e Fausto Cagnoni. Adolpho e Maria Helena e Victório Cagnoni.

sapatos? — Não!... Só esse combinou com meu vestido de renda... Tem de estar aqui, uai!... Sapato não voa e eu não acredito em mágicas nem em coisas sobrenaturais... Cláudio voltou a abaixarse e fingir procurar. Nada falava. Tinha receio de trair-se. — Por incrível que pareça, seu sapato não está no carro, mamãe!... O que a gente vai fazer?... O casamento já deve ter começado! — É incrível!... É incrível!... Vão vocês dois. Eu os espero aqui... Vou procurar mais uma vez e achar meu sapato. Os dois saíram. Antes de fechar a porta, Cláudio se dirigiu à futura sogra: — Não fique triste, Dona Alice. Depois, nós lhe contamos a cerimônia inteira, com detalhes... Eu vou desmontar, desmanchar este meu carro e achar seu sapato... Se foi coisa de mágico, eu lhe darei um outro de presente... Até hoje, Alice procura uma explicação para o estranho fenômeno. Tem arrepios... Medo. Uma sua amiga sugeriu-lhe que fosse procurar um benzedor e uma vidente: era um caso de bruxaria. 1995.

No ‘Rincão da Lealdade’ em Caxias do Sul. Da esquerda para a direita, 1ª fila: Chofer do ônibus, Roque Cônsolo, Márcio Ferian, Gisele, um gaúcho, Marly Terciotti, Waldemar Fornari, Mercedes Possebon, Tereza Frigo e Cidinha Fornari. 2ª fila: Gilda e Dmingos Possebon (atrás),Therezinha e Mário Andreatta (atrás), senhora de Casa Branca e marido (atrás), Lourdes A. Cônsolo e Nair Fornari (atrás), Nair Raddi e Ferrúcio Raddi (atrás), Ernestina Merli e Pedro Merli (atrás), Henrique Camargo (alto, atrás), Marieta Innarelli (só rosto) e Angelim Santurbano (Atrás), Reni (vestido quadriculado) e Manoel Balila Pinto (atrás), Cleide Fornari, Willy Cônsolo (atrás), João Frigo (atrás, plano mais alto), Alice e Pedro Fonseca (atrás), Amélio Possebon e Adhemar M. de Almeida.


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 9 de Junho de 2012

“Oi pessoas, tudo bem? podem me falar onde estou? Hoje, mal acordei... estava ainda com a mamãe e meus três irmãozinhos. Não sei porque me tiraram bruscamente de minha mamãe e, junto com meus irmãos, nos colocaram em uma pequena caixinha. No caminho não consegui ver aonde estava indo pois tenho uma certa dificuldade na vista. Até agora não sei o motivo dessa separação, eu achei que estava indo passear e, quando relaxei nesse passeio doido, peguei no sono e acordei em um lugar totalmente

Essa semana pedimos para as pessoas que fazem parte da nossa rede social, no facebook, que enviassem fotos dos seus animais de estimação! Muitos responderam e as fotos mostram um animal mais bonito que o outro, enriquecendo mais ainda nossa página!

diferente de onde nasci. Eram carros passando, meus irmãozinhos chorando de medo, sem entender nada. Agora estamos aqui sozinhos, com medo, com um sentimento de abandono. Seria porque somos sem raça? Seria porque temos algumas necessidades especiais? Gostaria de perguntar: e se fosse um filho seu, humano?? Você também o abandonaria? Ass: Meu nome? Não sei”.

Cherry, de nossa colega Tânia Orfei Nayla e Dara, bebês da família Gomes Freitas

Letícia França e Valentina (Amor demais)

Seu João, mais conhecido por PIM e sua Calopsita, os dois, craques em assovios. Podendo contar com um farto repertório, sendo a sua preferida: A PONTE DO RIO KWAI Foram abandonados aqui, nos arredores do Kantinho do Kriador, e eram 4 irmãozinhos. Graças a Deus, dois já foram adotados. Ainda estou com 2 filhotes, os mesmos apresentam úlcera de córnea e já estão sendo tratados. Gostaria de agradecer o apoio que a ONG UNIR, que nos forneceu auxílio para esses dois filhotes, custeando todo o tratamento. São lindinhos e de pequeno porte, serão ótimo CÃOPANHEIROS, também estão para adoção. Os verdadeiros interessados podem me procurar no telefone 3684. 1466 ou vir diretamente aqui ao Kantinho.

Ana Carolina Idesti e seu poodlezinho TCHEK

Atende pelo nome de Seninha, muito dócil, carinho, está à procura de um lar. Já está vermifugado e vacinado. Um ótimo cãopanheiro. Interessados podem ligar para Mafepi no telefone 3684-1466

Roteiro da Campanha Antirrábica em São José 12/06 Fartura – Praça Central 15/06 Eduardo Cassucci – Centro Comunitário 16/06 Vila Verde – Igreja de Santo Expedito 16/06 Carlos Cassucci – Centro Comunitário

João Antonio e Duke, cão da raça Pit Bull, que demonstra muito ser um cão dócil. Independente da raça, o que primeiramente conta é o amor e carinho demonstrados por seus proprietários.

Conhecido por Gú, cãozinho da raça Chowchow não quer passar mais um dia dos namorados sozinho!! Ajude ele a encontrar o seu amor! Alguém que conheça alguma Chowchow solteira, favor entrar em contato com Beth Spina, no telefone 3608-4422

ENVIE A FOTO DE SEU ANIMALZINHO DE ESTIMAÇÃO PARA

diagrama@gazetadoriopardo.com.br falecom@kantinhodokriador.com.br


C-7 - 9 de junho de 2012 Fonte:UOL Esotérico

Bolo de Fubá com Calda de Quentão

Confie no seu taco e aprenda a lidar com as pressões e cobranças se deseja progredir no emprego. Mostre sua força de vontade e sua capacidade de realização. Astral ótimo para sair com amigos e pessoas queridas. Cuide bem do seu dinheiro, corte as despesas supérfluas e evite fazer dívidas.

Tempo de preparo: 20 minutos Rendimento: 12 porções Ingredientes Para o bolo: - 1 embalagem de Mistura Para Bolo de Fubá Fleischmann (450 g) - 3 ovos - 4 colheres (sopa) de margarina - 1 pote de iogurte natural (180 g) Para a calda: - 1 xícara (chá) de açúcar - 4 colheres (sopa) de gengibre fresco em cubinhos - 1 pau de canela - 2 cravos da Índia - Suco de ½ limão - Raspas da casca de 1 limão - Raspas da casca de 1 laranja Preparo Faça o bolo: em uma batedeira, coloque o conteúdo da embalagem da mistura para bolo, os ovos, a margarina e o iogurte natural. Bata em velocidade média durante 7 minutos, ou até que a massa fique homogênea. Despeje-a em uma assadeira (25 cm de diâmetro) untada e enfarinhada. Leve para assar em forno pré-aquecido (180ºC) e asse por cerca de 40 minutos ou até que, ao enfiar um palito na massa, este saia limpo e seco. Retire do forno e desen-

Boa semana para fazer novos e bons contatos profissionais. Ao assumir uma tarefa, mostre toda sua força e determinação. Conseguirá resolver problemas que estavam pendentes. Doença de parente pode trazer preocupação. Em casa, cumpra suas obrigações familiares. Terá boas ideias para ampliar as suas possibilidades no trabalho. A semana é indicada para trabalhar em equipe, pois irá aprender com as experiências dos demais colegas. Mantenha a calma na hora de lidar com pressões e cobranças. Familiares distantes poderão entrar em contato e se aproximar.

forme morno sobre uma grade. Prepare a calda de quentão: em uma panela de fundo grosso coloque o açúcar, o gengibre, a canela e os cravos. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até caramelizar o açúcar. Retire a panela do fogo e despeje cuidadosamente 1 xícara (chá) de água (200 ml) e o suco de limão. Junte as raspas de limão e de laranja e volte a calda ao fogo, para derreter o caramelo. Deixe a calda ferver em fogo baixo por 5 minutos, até que fique em ponto de fio fino. Sirva a calda, quente ou fria, sobre o bolo de fubá.

“Pânico” poupa Ceará, mas sacaneia equipe do programa durante casamento Embora tenha Após 16 casamentos, Gretchen diz que respeitaquer se casar de novo do o caDepois de 16 casasal Ceará mentos, a e Mirella cantora Gretchen, de Santos 53 anos, está disposde pasta a juntar os trapinhos sarem novamente. Durante o c o n s almoço desta seguntrangimento durante seu próprio casamento, ocorrido da-feira (4), ela conna última sexta-feira (1º) em uma casa de eventos em fessou aos peões do São Paulo, a equipe do “Pânico na Band” mostrou dureality show AFazenda rante o programa deste domingo (3) que aproveitou a 5, exibido pela Rede oportunidade para sacanear todo o elenco principal do Record, que pensa em se casar de novo. programa. A declaração ocorreu logo depois que o árbitro de Com a ajuda do diretor do “Muito Mais”, mandaram futebol Diogo Pombo elogiou a comida da Rainha do um integrante da equipe do “Pânico” disfarçado de reRebolado e disse em tom de brincadeira: “Que delícia a pórter da apresentadora Adriane Galisteu para fazer comida, Gretchen, já pode casar de novo”, brincou. com que eles “provassem do próprio veneno”. Após a gargalhada dos peões, Gretchen afirmou: “Ai, posso mesmo, viu? Estou querendo me casar de novo. No ‘Domingão do Faustão’, famosos se Seria uma boa ideia”, declarou a dançarina, que namodeclaram fãs da cantora Paula Fernandes ra o pecuarista Túlio Sotto Mayor, de 34 anos. Paula Fernandes (27) Sandra Annenberg comenta bordão Que sempre se Deselegante: “Vontade era de falar outra coisa” surpreende A elegantíssima com as declaj o r n a l i s t a S a ndra Anrações feitas nenberg, que completa 44 por seus fãs, anos na terça-feira (5), foi ainda mais entrevistada pelo Jornal da quando eles Tarde, e comentou sobre são famosos. o bordão “Que DeseleganNeste dominte”, que toma conta das go, 3, a canredes sociais. Segundo ela, tora foi a vontade era de dizer outra coisa ao homem que ao Domingão empurrou a jornalista Monalisa Perrone, durante a trans- do Faustão divulgar seu novo trabalho, intitulado Meu Enmissão do Jornal Hoje, da Rede Globo. canto, e foi surpreendida por Fausto Silva (62) ao saber “Me incomodou [o fato de a notícia ter ficado em que era a participante do Galeria, novo quadro da atrasegundo plano], claro. A minha vontade era falar outra ção em que famosos viram fãs e falam de seus ídolos. coisa [a esse agressor], mas não seria elegante da Após cantar Eu Sem Você, que compôs em parceria minha parte. Tive de pensar rápido. O ‘que deselegan- com Zezé Di Camargo (49) para o seu 7º disco, que te’ tomou uma proporção que ofuscou a agressão e tem 15 canções de sua autoria – algumas com parceivirou um bordão. As pessoas começaram a usá-lo como ros, Paula se emocionou com as palavras de cinco famosinônimo para tudo que é absurdo”. sos.

E depois tem a questão de ter paciência... E depois tem a questão de ter paciência Não se deixar levar, estar preparado e ao mesmo tempo certo De que ainda é possível... E depois Tem a questão de resolver, de não parecer que, e ao mesmo tem-

po de ter que... E depois tem a questão do não-obstante, do prurido, da válvula Tem a questão do conhecimento, do ementário Sem falar na questão importantíssima do...

Suas ideias estarão a mil e seu poder de convencimento também, então, aproveite para defender seus pontos de vista e poderá impressionar seus chefes. Cuidado para não se sobrecarregar demais, faça uma tarefa de cada vez. Tente descansar mais, dormir melhor e relaxar nas horas de folga.

E depois tem a questão do é-preciso, do meu-caro, do pois-é Dos canais competentes, dos compartimentos estanques, dos memorandos E depois tem a questão talvez precária do encontro E do desencontro, do en-

tendido e do mal-entendido, do lucro E do desdouro; e depois tem a questão Da finura, da delicadeza e da firme delicadeza e das duas delicadezas.

Você saberá demonstrar sua eficiência e seus talentos no trabalho, assim, terá melhores resultados. Porém, não se envolva em assuntos que não lhe dizem respeito, convém manter a discrição. Bom período para se dedicar a alguma atividade física ou aos esportes. Não deixe os familiares de lado. Disposição e vitalidade não vão faltar para resolver problemas ou finalizar tarefas antes de assumir novos compromissos no trabalho. Atividades em grupo vão trazer satisfação e ainda novos aprendizados. Aprenda a valorizar as pessoas pelo que elas são e não pela imagem que faz delas. Entre amigos, ouça mais. Procure se organizar e achar um tempo para se dedicar a novos aprendizados. No trabalho, será preciso manter a calma, pois poderá enfrentar alguns desafios como a conclusão de uma tarefa importante. Boas relações com os familiares. Clima propício para fazer novas amizades. Se você está pensando em conseguir melhores oportunidades no trabalho, aceite a ajuda dos colegas. Competência não vai faltar para alcançar bons resultados. Aproveite para ampliar seus conhecimentos. Fuja de conflitos com pessoas do seu convívio e valorize suas relações de amizade. Poderá conseguir o reconhecimento que deseja por meio de sua dedicação e seus esforços no trabalho. Um contratempo envolvendo dinheiro pode surgir e mexer com seu humor. Semana favorável para fazer alianças e parcerias, unindo-se a pessoas que tenham os mesmos objetivos que os seus. A boa convivência com os colegas de trabalho permitirá bons resultados em menos tempo. Estará com força e poder para resolver os problemas do caminho e também para melhorar as atividades rotineiras. Terá boa ideia para melhorar a sua situação financeira. Cuide melhor de sua alimentação. Não se cobre tanto no serviço, poderá se estressar e ainda dificultar o convívio com os colegas. Mantenha a calma e conseguirá virar as situações a seu favor. Procure concluir tarefas pendentes. Ótimo período para rever questões de saúde e promover mudanças em sua dieta alimentar. Mantenha o foco em suas metas. No ambiente profissional, priorize as tarefas que possa fazer sem depender dos outros e mantenha sigilo sobre seus projetos. Procure resolver malentendidos e pendências com os familiares ou restabelecer a harmonia do lar apostando no diálogo.

Aniversáriou ontem: Cedir Elena Caruso Hoje - Hamilton T. Carriero Lima, Gerson da Silva, Aparecida Jovanelli, Jussara da Silva, Natália Ramos Carvalho, Antônio Carlos Baptistella, Maurício Rodrigues Bernardi. Amanhã - Rita Felícia Rodrigues de Souza, Marilisa V. Macca Xavier, Ana Carolina Luzio, Bruna G. Soares, Chislene Cristina Marques Jareta, Adriano Dessordi Maida. DIA 11 - Felipe Vigorito Quessada, Ronaldo César Rodrigues, Ana Cristina Vieira, Antônio Carlos Marsulo, Márcia de Fátima Ribeiro, Marco Túlio Merli Junqueira, Dirma Nálio Constante, Daniel Pinheiro da Silva. DIA 12 - Aurora L. S. Oli-

veira, Maria da Graça de Andrade Pinheiro Pacheco, Ana Marta Martins Melo, Lidiane Fornari Galera, Rogério Luís Soares Fernandes, Marco Antônio Rocha, Lígia Maria Mietto Romão, Fernanda Simeão Breda, André Luiz Andreata Moraes. DIA 13 - Waldemar Paulo, Pedro Henrique Luzano Torres, Antônio Carlos de Oliveira, Maria Celina Exner Godoy Isoldi, João Gabriel Rocha, Euci Pedretti Foiadelli. DIA 14 - Luís Henrique Tinti, José Vicente Feltran, Amélia Pereira Pires, Jules Filipe de Lima, Alessandra Cristina Vergílio dos Santos, Milena Blanco Dias. DIA 15 - Mariane Ramos Carvalho, Marcos Paulo Barbosa Júnior.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3608-5655 ou mande e-mail para redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 9 de junho de 2012

COLUNA ESPÍRITA

Condição Reafirmada “Se perdoardes, pois, aos homens, as suas faltas, também o Pai Celestial vos perdoará.” (Mt, 6:14.) Pronunciada logo após a oração dominical, esta afirmativa representa uma vigorosa reafirmação do “perdoa as nossas dívidas assim como perdoamos aos nossos devedores”, como se Jesus estivesse demonstrado que o mais importante na oração é que tenhamos o coração totalmente isento de mágoas. Esse empenho em relação ao perdão está presente em outras passagens evangélicas. É inesquecível o ensinamento transmitido a Simão Pedro: “Senhor, até quantas vezes devo perdoar ao próximo quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?” Para o ardoroso discípulo pareceria razoável esse número, uma verdadeira demonstração de boavontade. Jesus vai bem mais longe: “Não apenas sete vezes, mas setenta vezes sete.” Fica evidenciado que devemos perdoar sempre. Ainda no Sermão da Montanha, o Mestre deixa bem claro que a reconciliação com os adversários é a iniciativa primeira, quando pretendemos um culto religioso autêntico. E Jesus, que demonstrou a suprema virtude de exemplificar o que ensinava, que jamais indicou um caminho sem estar disposto, Ele próprio, a segui-lo, legou-nos o supremo exemplo de perdão na Cruz, quando, diante da multidão ingrata e má, agressiva e irreverente, dirige-se a Deus:

“Pai, perdoa-lhes, não sabem o que fazem.” Fácil compreender essa insistência do Mestre. Jesus veio instituir os fundamentos do Reino de Deus, preparando a Humanidade para uma era de paz e concórdia. Todavia, é impossível alcançar-se essas conquistas sem exercitar a indulgência, relevando o comportamento alheio. Observemos os problemas de convivência, geradores dos mais variados atritos entre as pessoas, e verificaremos que se o começo de tudo suposta ou realmente errado feito por alguém, a consumação do desentendimento deuse porque a parte lesada solenizou o assunto, assumindo ares de vítima ou gestos de represália. Porque o amigo falhou em relação ao que dele era esperado, rompe-se velha amizade... Pior que o estremecimento de relações são os prejuízos decorrentes. Quando não perdoamos, cultivando a mágoa, abrimos as portas de nosso íntimo às sombras, sintonizando com os mais baixos padrões de vida mental. Fácil constatar que nossos problemas espirituais, quando nos sentimos irritados, perturbados e infelizes, surgem após as explosões de cólera ou o cultivo de rancores, na lavoura da incompreensão, quando não relevamos aqueles que voluntária ou involuntariamente nos tenham ofendido. É preciso perdoar, pois, em nosso próprio benefício. Para tanto, somos chamados ao exercício da

compreensão, vendo, nos semelhantes, filhos de Deus agindo segundo sua faixa de entendimento, seu grau de evolução. Pretender que as pessoas amoldem-se aos nossos desejos é um gesto de violência. O Senhor supremo do Universo, que poderia impor sua Vontade, prefere esperar pelo concurso dos séculos na renovação de seus filhos. Se exercitarmos a autoanálise com honestidade, verificaremos que valorizamos demais a nós mesmos. Consciente ou inconscientemente, estamos sempre procurando os primeiros lugares, exigindo respeito e atenção. Por isso somos muito melindrosos, facilmente nos ofendemos. Aborrecemo-nos até porque alguém passou por nós e não nos cumprimentou. Não cuidamos de saber se nos viu; se não estaria distraído. Concluímos apenas que o “criminoso” não nos cumprimentou. Gandhi, um dos gloriosos construtores de um mundo melhor, morreu pedindo complacência para seu algoz, que o abateu covardemente a tiros, ensinando-nos que sem a brandura, a compreensão, a tolerância para com o próximo, jamais nos libertaremos da animalidade grosseira que nos prende à Terra, impedindo-nos de alcançar a comunhão com o Céu. FONTE: SIMONETTI, RICHARD. A VOZ DO MONTE. FEB. TEXTO SINTETIZADO POR ELIZABETH R. G. DAUD.

BÍBLIA

Suponha estar no céu, só por um momento... Por um momento, suponha que você, destituído de santidade, tivesse a permissão de entrar no céu. O que faria ali? Que possíveis alegrias sentiria lá? A qual de todos os santos você se achegaria e ao lado de quem se assentaria? O prazer deles não é o seu prazer; os gostos deles não são os seus; o caráter deles não é o seu caráter. Como você poderia sentir-se feliz ali, se não havia sido santo na terra?Talvez agora você aprecie muito a companhia dos levianos e descuidados, dos homens de mentalidade mundana, dos avarentos, dos devassos, dos que buscam prazeres, dos ímpios e dos profanos. Nenhum deles estará no céu. Provavelmente, você ache que os santos de Deus são muito restritos, sérios e individualistas; e prefere evitá-los. Você não encontra nenhum prazer na companhia deles. Mas não haverá no céu qualquer outra companhia.Talvez você ache que orar, ler a Bíblia e cantar hinos são realizações monótonas e estúpidas, coisas que devem ser toleradas aqui e agora, mas não desfrutadas. Você reputa buscar a Deus um fardo, uma fadiga; provavelmente, você não gasta mais do que uma pequenís-

sima parte deste dia na adoração a Ele. Lembre-se, porém, de que o céu é uma adoração a Deus interminável. Seus habitantes não descansam, noite e dia, clamando: “Santo, santo, santo é o Senhor, Deus todopoderoso” e cantam todo o tempo louvores ao Cordeiro. Como poderia um cristão morno encontrar prazer em uma ocupação como esta? Você acha que um cristão morno sentiria deleite em encontrar-se com Davi, Paulo e João, depois de ter gasto a sua vida na prática daquelas coisas que eles condenaram? O cristão morno pediria bons conselhos a estes homens e acharia que tem muitas coisas em comum com eles? Acima de tudo, você acha que um cristão morno se regozijaria em ver Jesus, o Crucificado, face a face, depois de viver preso nos pecados pelos quais Ele morreu, depois de amar os inimigos de Jesus e desprezar os seus amigos? Um cristão morno seria capaz de permanecer confiante diante de Jesus e se unir ao clamor: “Este é o nosso Deus, em quem esperávamos… na sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (Is 25.9)? Ao invés disso, você não acha que a língua de um cristão morno se prenderia ao céu de sua

boca, sentindo vergonha, e que seu único desejo seria o ser expulso dali? Ele haveria de sentir-se estranho em um lugar que ele não conhecia, seria uma ovelha negra entre o rebanho santo de Jesus. A voz dos querubins e dos serafins, o canto dos anjos e dos arcanjos e a voz de todos os habitantes do céu seria uma linguagem que o cristão morno não entenderia. O próprio ar do céu seria um ar que o cristão morno não poderia respirar. Eu não sei o que os outros pensam, mas parece claro, para mim, que o céu seria um lugar miserável para um homem destituído de santidade. Não pode ser de outra maneira. As pessoas podem dizer, de maneira incerta, que “esperam ir para o céu”, mas elas não meditam no que realmente estão dizendo. Temos de ser pessoas que possuem uma mentalidade celestial, que têm gostos celestiais na vida presente; pois, do contrário, jamais nos encontraremos no céu, na vida por vir. “Segui… a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12.14).J.C.Ryle (Reuniões da igreja em S.J.R.Pardo aos sábados e domingos, 19h30, rua dr. João Gabriel Ribeiro, 123)

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa Al-Anon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para com-

partilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem

vidas significativas e satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do Al-Anon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terça-feira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista Al-Anon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.al-anon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Palavra de Vida - Junho de 2012 Desejo que você tenha tido tempo,à semana passada, para saborear a Palavra de vida deste mês; o comentário escrito por Chiara, publicado originalmente em agosto de 1985 é longo, mas, como é bom relê-lo muitas vezes! Foi muito bom ter esta Palavra para viver no mês em que celebramos a solenidade de Corpus Christi. Tapiratiba, neste Ano Jubilar que está celebrando para comemorar os 75 anos da fundação da Paróquia, está vivendo um programa de reavivamento da fé, esperança e da caridade: a primeira iniciativa, que está tendo seu segmento, é a peregrinação das imagens de Nossa Senhora Aparecida aos lares dos paroquianos; a destinada à zona rural passou três meses em Itaiquara, trazendo alegria, confraternização e muitas bênçãos. Depois da celebração da novena em preparação à festa de Pentecostes e sua realização, Tapiratiba viveu a sua Segunda semana Eucarística que começou no domingo da Santíssima Trindade e terminou no dia de Corpus Christi. Em cada dia era aprofundado um tema: no domingo, Eis o nosso Deus! Ele vem nos salvar!Is 35, 4);na segunda feira, Eis o Cordeiro de Deus ! (Jo 1, 36) Missão como Comunhão; na terça feira, Eis a serva do Senhor(Lc 1, 38) Missão como serviço e testemunho; na quarta feira, Eisnos aqui. Envia-nos!(Is 6, 8) Missão como envio; na quinta feira, Solenidade de Corpus Christi, Eis o mistério da fé! Participei da abertura: uma missa solene no Domingo da Santíssima Trindade; a igreja matriz estava superlotada; o Padre

Lu presidiu a celebração e dois sacerdotes do PIME, que vieram participar da Semana Eucarística, foram concelebrantes. A igreja estava ornamentada com rosas champanhe e mosquitinhos brancos, todo o ambiente impecável; a liturgia, muito bem preparada, os cantos, nota dez, e a participação da assembleia, vivíssima. Terminada a celebração foi realizada uma procissão luminosa que levou o Santíssimo Sacramento até a Igrejinha de Nossa Senhora Aparecida, primeira igreja construída em Tapiratiba, próxima ao cemitério, onde Ele ficou exposto, 24 horas por dia até quinta feira. O Santíssimo foi levado em uma caminhonete que foi transformada, com muita classe, em altar, coberto por um pálio levado por seis homens que iam caminhando; o som, perfeito, permitia que às diversas paradas do caminho pudéssemos ouvir bem as reflexões que nos eram propostas e, enquanto caminhávamos, podíamos acompanhar os cantos que eram todos bonitos e relacionados com o tema. E uma grande alegria poder participar de um evento tão lindo em honra a Jesus presente na Hóstia consagrada. Todos os dias, salvo raríssimas exceções Ele é meu alimento matinal; adorá-lo junto com uma pequena multidão é muito, muito bom! Segunda, terça e quarta feira o programa da Semana Eucarística foi: missa na igreja matriz de Tapiratiba às 8:00, às 19:30 uma vigília eucarística no Centro Pastoral Dom Tomás Vaquero, durante o dia, os missionários visitaram as escolas e à noite, um deles participava da vigília e o outro celebrava a missa em alguma fazenda do

município. Estas vigílias, que tinham a duração de pouco menos de duas horas nos encantaram por seu conteudo, harmonia, beleza e criatividade. Do dia de Corpus Christi poderei dar notícia na próxima edição. Com a minha família o mês de maio foi movimentado até o fim. Fui a São Paulo no dia 26 para duas festas: a madrinha da Esméria (minha quarta filha), festejou os 100 anos da Ruth, sua mãe, que está que está lúcida e de boas saúde; muito alegre, ela participou do entusiasmode todos quevieram saudá-la. Foi “um festão”! Da festa dos cem, fui para uma dos trinta; esta da minha neta Maria Virgínia, filha da Bernadete e do meu filho João falecido há muitos anos. Também esta foi uma festa ótima, com muita alegria, boa música, comidinhas deliciosas. O Joaquim e a Ana Lúcia estavam programados de fazer um feriadinho por conta de seu décimo nono aniversário de casamento; na madrugada do dia 27 foram para João Pessoa. Fui dormir com os filhos deles naquela noite. O dia seguinte, festa de Pentecostes depois de tomar café numa padaria – o que também é festa - participamos juntos da missa da Igreja do Colégio Assunção. Uma igreja linda, liturgia bem preparada, homilia concisa e clara, música ótima, uma alegria. Depois da missa fizemos uma visitinha rápida para Sofia, minha filha, e fomos almoçar na casa da Esméria. O Antônio Henrique, completou 22 anos. Foi tudo muito bom! Por tudo e para sempre, louvado seja Deus!

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

Sentindo a tal serenidade Numa de minhas internações, conheci uma pessoa que me falou de N/A e me presenteou com o livro 12 Passos e 12 Tradições. Ao estudá-lo, ansiava por entender e sentir a tal serenidade. Vim conhecer a serenidade, quando acompanhei de perto a doença de minha mãe, acometida de um melanoma, o pior câncer de pele. Durante seis meses, acompanhei a enfermidade e quando acamada, ela, muito religiosa, recitava comigo a Oração

as Serenidade. Via a serenidade estampada no semblante de minha mãe, que aceitou o que não podia ser modificado como diz a oração: “Concedei-nos Senhor a serenidade necessária para aceitar o que não podemos modificar...” Rezávamos juntas e ela partiu com essa verdade que diz a oração, que é nosso lema. Lembro da minha mãe com saudade. Faz onze meses que ela partiu, mas nos deixou a lição da aceitação e partiu serena e em

paz. E incrível! Ela convidava as pessoas que a visitavam para ir ao seu sepultamento, para cantarem na missa de despedida. Foi um fato inédito. Hoje, com esse legado, estou cuidando do meu pai que também teve câncer de laringe e está mudo há um ano e sete meses. Tornei-me cuidadora do idoso, que é meu pai. Sou feliz por poder dar a ele o meu carinho e vivo a serenidade que aprendi, graças à família NA. Neusa Maria - RS

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci

Gazeta do Rio Pardo 2600  

Gazeta do Rio Pardo ED.2600

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you