Issuu on Google+

São José do Rio Pardo

23 de julho de 2011

Ano 103

R$ 2,00

2.554

Desenterrada mulher morta pelo marido REPORTAGEM

O corpo de Rosana Aparecida da Silva foi encontrado e desenterrado pela Polícia Civil local e Corpo de Bombeiros de Mococa no dia 19 de julho, em uma vala na Fazenda Nova Prata. A vítima foi morta a pauladas em maio do ano passado pelo companhei-

ro, Luís Fernando da Silva, que confessou o crime à Polícia. A revelação do crime e a forma como ocorreu chocaram os rio-pardenses e até moradores de outras cidades, já que a notícia foi amplamente divulgada pelos veículos de comunicação. Página A-7

Gazeta fala com hackers do grupo LulzSecBrazil Na quarta-feira desta semana, a redação de Gazeta do Rio Pardo conseguiu contato com um dos membros do grupo que invadiu sites

do Governo Federal no mês passado. Os hackers falam sobre seus objetivos e prometem novos ataques para o dia 30. Página A-13 DIVULGAÇÃO

Bombeiros retiram o corpo após várias horas de escavações: marido alegava que a mulher havia saido de casa

Projeto de lei da Prefeitura Suplementação aprovada pode endividar servidores de R$ 1 mi gera polêmica Página A-3

Página A-5


A-2 - 23 de julho de 2011

Números do IBGE expõem o desemprego O IBGE está divulgando esta semana alguns dados do último censo demográfico, conforme consta em página interna desta edição e no Mural. Com população feminina maior que a masculina (quase 1.000 mulheres a mais), a cidade tem a maior quantidade de mulheres e homens na faixa etária que vai dos 20 aos 24 anos, tendo, portanto, uma boa margem de moradores jovens e aptos ao trabalho. Curiosamente, nesta faixa, há mais homens que mulheres no município: 2.308 contra 2.286, respectivamente. O censo mostra ainda que a cidade tinha 3 homens e 4 mulheres com idade superior a 100 anos em 2010, o que não a torna, necessariamente, um lugar para a busca da longevidade, embora ainda tenha um ar muito puro. Vários dados coletados pelo IBGE em 2010 estão relacionados ao ano anterior, 2009, quando os números apontaram ainda que nasceram 681 pessoas naquele período e a cidade contava com 18 estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS. A informação mais preocupante, entretanto, é até certo ponto surpreendente é a da quantidade de “pessoal ocupado total”, ou seja, homens e mulheres empregados. Segundo o IBGE, São José tinha 15.353 pessoas ocupadas em 2010 e esse número não deve ter sofrido alteração significativa depois disso. Talvez hoje haja um pouco mais ou um pouco menos. Como o

município tem oficialmente 51.900 moradores, isso significa que 35.547 podem ser considerados desocupados, embora aproximadamente 10.000 deles estejam na faixa dos menores de idade inabilitados ao trabalho. Se forem excluídos também os aposentados, ainda restam cerca de 20.000 ou mais pessoas sem emprego, o que chega a assustar. Se esses números e esse raciocínio estiverem corretos, eles apenas confirmarão o que muitos pais de família já constatam há anos: São José do Rio Pardo não tem empregos suficientes para acolher a mão-de-obra disponível e esta é a causa principal de seu pobre crescimento demográfico nas últimas décadas. Em 1991 havia 44.579 moradores, em 1996 esse número era de 47.370, em 2000 chegou a 50.77. Ora, de 2000 para cá, ou seja, em dez anos o município teve um crescimento de apenas 1.900 pessoas enquanto São João da Boa Vista, por exemplo, que hoje tem 83.639 moradores, cresceu muito mais no mesmo período, tendo agora um PIB per capita de R$ 18.788,55 (contra R$ 15.352,97 de São José). Entra prefeito e sai prefeito, mudam as administrações, renovam-se as promessas e as esperanças, mas o problema crônico permanece inalterado: o município não oferece condição suficiente de empregabilidade, sendo este o único e verdadeiro fator para o gigantesco êxodo de jovens que tem ocorrido nos últimos anos em direção aos grandes centros do

país, especialmente São Paulo. Nesse ponto o atual prefeito, que também prometeu que em seu governo haveria aumento considerável de oferta de empregos, tem o mesmo resultado pífio de seus antecessores. Todos falaram muito e fizeram pouco, muito pouco, nessa área. Tirando a Nestlé, a Rioplastic, a Cargill, o supermercado Fonseca, o Frango da Vila e a Prefeitura, a cidade só oferece vagas para emprego (e mesmo assim, com muita rotatividade) nas lojas, postos de combustíveis, construção civil ou zona rural. E, nesta última, o quadro não é nada animador porque as lavouras ou safras estão concentradas nas mãos de famílias tradicionais ou meeiros, que ora têm lucro com algum produto, ora têm prejuízo com outro. Eles sobrevivem, não crescem. A pergunta que permanece sem resposta é: até quando? Quando a cidade se unirá em prol de algum projeto municipal viável que aumente a empregabilidade, eleve as opções de trabalho e reduza o êxodo de riopardenses? Quando alguém criará coragem para propor o fim das picuinhas particulares e políticas e a união em torno de um objetivo em comum pelo município? Será isso utopia? Ou um sonho a ser perseguido, uma meta a ser incessantemente buscada para o bem dos filhos e netos da terra adotiva de Euclides da Cunha?

PT quer superar o PMDB O PT tem como estratégia superar o PMDB como o maior partido do Brasil, ao tentar eleger, em outubro de 2012, um maior número de prefeitos e vereadores do que os peemedebistas. Hoje, o PMDB é o partido que administra maior número de prefeituras e tem o maior número de vereadores pelo país afora, além de ter as maiores bancadas na Câmara dos Deputados, no Senado e num grande número de assembléias legislativas. Com o projeto dos petistas viabilizado, se reduziria o poder de influência política do seu hoje principal aliado, com a possibilidade de perda, inclusive, da condição de indicar o candidato a vice-presidente na

chapa que certamente será liderada por Dilma Roussef (no caso de reeleição) ou pelo ex-presidente Lula em 2014. Os caciques do PMDB, cientes de tais pretensões dos petistas, estão trabalhando com a idéia de lançar candidaturas próprias em todas as capitais e grandes cidades do país – com exceção de Brasília, onde não há prefeitura. Na cidade de São Paulo, que tem o maior reduto eleitoral do Brasil, o PMDB pretende lançar o deputado Gabriel Chalita como candidato e aposta que, depois quase 20 anos, volta a ter um nome competitivo na corrida pela prefeitura paulistana. O PT, nesta disputa, está preso ao

fato de muitos filiados desejarem ser candidato. O nome da senadora Marta Suplicy lidera as pesquisas, enquanto o presidente Lula, nos bastidores, articula a candidatura do atual ministro da Educação, Fernando Haddad. O cenário da sucessão do prefeito Gilberto Kassab só se definirá depois do PSDB informar qual o seu papel. São vários os tucanos que querem ser candidato à prefeitura paulistana. Caso o ex-governador José Serra ceda à pressão do governador Geraldo Alckimin e da cúpula do tucanato, ele será um candidato com grandes chances de ser o futuro prefeito da capital paulistana.

Oposição busca rumo O PSDB continua sem rumo definido quanto ao seu futuro. Está em andamento uma ampla pesquisa nacional para sondar os desejos e os sonhos dos brasileiros, sobretudo da classe média recémsaída da pobreza. Com estes dados em mãos, os caciques do tucanato vão se debruçar na elaboração de um novo programa e de

novos projetos de ação. A meta imediata são as eleições municipais de outubro de 2012. A expectativa é de eleger um grande número de prefeitos e vereadores pelo país afora. Hoje, são 790 tucanos que comandam prefeituras. Nesta caminhada, o PSDB terá como coadjuvantes o DEM e o PPS, as três legendas que fazem oposi-

Destaques ANTRO DE CORRUPÇÃO – Até agora, atos de corrupção e roubalheira generalizada levaram a presidente Dilma a demitir um ministro e 12 altos funcionários no Ministério dos Transportes. Não se salvou nem o diretor de infraestrutura rodoviária, Hildebrando Caron, indicado pelo PT. A determinação é acabar de vez com a influência, considerada nefasta, do Partido da República, sobretudo do seu secretário-geral, deputado Valdemar da Costa Neto, o controlador dos recursos das propinas cobradas das empreiteiras. A presidente quer acabar a faxina nos Transportes antes do fim do recesso parlamentar, no dia 1º de agosto, mas está encontrando dificuldades de encontrar, dentro do Ministério, servidores que preencham os requisitos de “idoneidade moral e capacitação” para ocupar os cargos vagos com as demissões dos corruptos. TURISMO EM BAIXA – Quem está na iminência de ser defenestrado do cargo é o ministro do Tu-

rismo, deputado Pedro Novaes. Seu desprestigio é tanto, que até hoje, com seis meses no governo, não conseguiu despachar uma vez sequer com a presidente Dilma Roussef. Indicado pelo senador José Sarney, ele nunca teve qualquer atuação na área do turismo. Sua ineficiência já é notada com a paralisação dos planos de turismo do governo com vistas à Copa de 2014 e Olimpíada do Rio de Janeiro de 2014. CANDIDATA EM 2014 – A exsenadora Marina Silva, que recebeu 20 milhões de votos no primeiro turno da eleição presidencial do ano passado, anunciou sua desfiliação do Partido Verde (PV). Mas avisou que vai tentar ser candidata novamente em 2014. Pretende “metabolizar” uma nova forma de fazer política, mas ainda não sabe como. EMENDAS ELEITORAIS – Até agora, o governo não empenhou nada das emendas apresentadas pelos parlamentares em 2010 para o Orçamento de 2011. A base aliada está pressionando a presidente

ção ao governo Dilma Roussef. O senador Aécio Neves, o mais provável candidato da oposição ao Palácio do Planalto em 2014, anunciou que no segundo semestre vai intensificar suas criticas ao governo federal, classificando de pífia atuação da presidente Dilma Roussef no primeiro semestre.

Dilma Roussef para que pelo menos R$ 2,5 bilhões dessas emendas sejam pagas no inicio de 2012, ano de eleição para prefeitos e vereadores. PERIGANDO – O procurador – geral da República, Roberto Gurgel, deixa o cargo no próximo dia 23. Como ele não foi sabatinado pelo Senado antes do recesso parlamentar, por manobra da oposição, ele só poderá voltar ao posto depois de aprovado pelos senadores. Até lá, assume a função o vice-presidente do Conselho Superior do Ministério Público, Eugênio Aragão. A má vontade de muitos senadores com Gurgel é muito grande. Não seria surpresa a rejeição do seu nome para continuar por mais dois anos procurador – geral da República. BULGÁRIA – A presidente Dilma Roussef planeja viajar, no segundo semestre, para Bulgária, terra do seu pai, já falecido. Ela será alvo de muitas homenagens. coletti.imprensa@yahoo.com.br

Caça ao voto Alguns partidos políticos locais estão em busca de bons nomes para compor seus quadros de candidatos à eleição de vereador para 2012. E existe um consenso entre muitas lideranças de diferentes legendas: querem pessoas com qualidade política e não “vaquinhas de presépios”. Querem gente que não seja manipulável, que tenha ideias próprias e que não esqueça os interesses do povo em troca de seus próprios interesses. Aditivos podres Na esfera federal, a partir do escândalo no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) descobriram que os tais “termos aditivos de contratos” podem ser fontes de maracutais e desvios do dinheiro público para beneficiar empreiteiros, partidos ou políticos. As empresas ganham licitações a preços baixos e, depois que começam a executar os serviços, pedem reajuste nos contratos. Os termos aditivos são feitos também em muitas prefeituras. Cartão postal Crianças e adultos pedindo dinheiro em portas de bancos, supermercados e mesmo de porta em porta nos bairros; canil sem a menor estrutura para abrigar os animais ali recolhidos; assaltos a mão armada no centro; recentes casos de idosos maltratados (abandonados pelos filhos e pelo poder público); banheiros públicos em condições vergonhosas; médicos caindo fora do Convênio Médico dos Servidores por medo de não receberem pelos serviços prestados. Estas e outras mais, estamos em São José do Rio Pardo. Nega e libera Não foi a empresa Tuga que “subiu” a tarifa do ônibus urbano de R$ 1,95 para R$ 2,10. Funciona assim: a empresa repassa à Prefeitura um pedido de reajuste e isto somente acontece se houver autorização do prefeito. E foi o que ocorreu, ou seja, o prefeito autorizou o aumento. Vale recordar que o mesmo prefeito não deu aumento salarial aos servidores municipais neste ano mas permitiu reajuste de quase 7,7% no transporte urbano, que continua com seus pontos desconfortáveis e cada vez mais precários. Mãe de aluno A mãe de um aluno do Colégio Objetivo de São José do Rio Pardo, que está encerrando atividades no município, enviou e-mail ao jornal dizendo estar indignada. Segundo ela, o proprietário do Objetivo não estaria concordando em fornecer os históricos escolares dos alunos, que estão em fase de transferência para outras escolas particulares locais, e também não estaria tratando adequadamente os ex-estudantes e professores do Objetivo. Esta, porém, não foi a versão do proprietário, na edição em que o jornal o ouviu. A mãe desse aluno, no entanto, disse que os pais querem justiça e a preservação dos direitos de seus filhos. Comenta-se que o Ministério Público já teria sido acionado. Vai finalizar A assessoria de imprensa da Prefeitura enviou release esta semana assegurando que “em breve o novo terminal de ônibus do Vale do Redentor estará finalizado”. Como a Gazeta divulgou há poucos dias, as obras no local estão totalmente paradas há um certo tempo, sem contar as que, tendo sido feitas em gestões passadas, estão totalmente abandonadas pela atual Administração. A assessoria, de qualquer forma, diz ter ouvido o secretário municipal de Obras, Marco Aurélio Feltran, e este garantiu que a empresa Só Constrói Construção Civil e Edificação Ltda., de Mococa, responsável pelo terminal no Vale, “estará fixando (em breve) a estrutura metálica da cobertura e realizando os arremates finais”. Não finalizou Em tempo: Marco Aurélio também havia previsto que até o final de 2010 as obras da rede de esgoto no Distrito Industrial estariam concluídas e as ruas pavimentadas. Já estamos no final de julho de 2011 e até agora o serviço continua incompleto, as ruas empoeiradas e a pavimentação não ocorreu. Muitas extras Segundo informações da Câmara, no primeiro semestre deste ano foram realizadas 21 sessões ordinárias e 22 extraordinárias, além de solenidades e audiências públicas, entre outras atividades. Essa quantidade de reuniões extras mostra o quanto o prefeito as solicitou para votações urgentes de projetos de lei. Notícias ruins São José do Rio Pardo foi notícia esta semana na EPTV em pelo menos duas ocasiões: a do assassinato ocorrido há mais de um ano em uma fazenda do município e a do idoso que teria sido abandonado pela família numa casa em precárias condições de higiene. Estas não são, definitivamente, as notícias que os rio-pardenses gostariam de ver numa emissora afiliada à Globo. Não que a emissora tenha culpa, mas dá a impressão que a cidade, ultimamente, só tem tragédias...

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 3608-5655 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Gilmar Ishikawa Redação: Eduardo Eron e Giselle Torres Biaco Diagramação: Marco Antônio Cassucci, Fagner Nasser. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br e-mail: reportagem@gazetadoriopardo.com.br e-mail: assinante@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


23 de julho de 2011 - A-3

Projeto pode endividar os servidores locais Se aprovado pela Câmara, ele tirará do Sindicato o controle dos gastos do funcionalismo

Exame da OAB bate recorde de reprovação REPORTAGEM

GISELLE TORRES BIACO Desde que o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tornou-se nacional, em 2010, nunca houve tantos reprovados como no último concurso. O índice de reprovação entre os 106.891 inscritos bateu o recorde de 90,26%, o que significa que nove em cada dez candidatos não passaram na prova. Das 610 faculdades inscritas, 90 não aprovaram um aluno sequer. “Isso demonstra a deficiência do ensino das faculdades de Direito no país. Se o governo não criar mecanismos mais rígidos de aprovação e fiscalização dessas faculdades, o estelionato educacional continuará se repetindo”, opina Priscila Fernandes Pires Sampaio, coordenadora da LFG de São José do Rio Pardo, advogada e pósgraduada em Direito Público. O exame da OAB qualifica os bacharéis aptos a exercer a profissão de advogado e acabou se tornando uma barreira para estudantes de cursos fracos, nascidos em meio a uma explosão de faculdades de direito pelo Brasil. De acordo com a OAB, atualmente já são mais de 1.200 cursos cadastrados, a maioria particular. O Brasil tem mais faculdade de Direito que todo o resto do mundo junto! Sobre a qualidade do ensino em Direito, a advogada diz que “em um país onde alunos chegam à adolescência sem ler e escrever, sem o hábito da leitura e do estudo, bases essenciais para o operador do Direito e para a advocacia, os mesmos não encontram dificuldade nenhuma para serem aprovados nos vestibulares das inúmeras faculdades de Direito espalhadas pelo país. Há uma grande pre-

A advogada Priscila é coordenadora da LFG em São José do Rio Pardo

ocupação destas faculdades em entregar somente o título de bacharel, não se importando com o ingresso de um profissional qualificado no mercado de trabalho, o que, por consequência, na primeira oportunidade de avaliar o seu conhecimento para o exercício profissional, ele já é reprovado no exame de Ordem.” Fim do exame? Mesmo diante dessa situação assustadora, há quem defenda o fim do exame. Na Justiça e no Congresso Nacional tramitam propostas para liberar o exercício da profissão para todos os que conseguiram um diploma. Na Câmara dos Deputados, tramita desde 2005 um projeto de lei que pretende derrubar o exame, alegando a inconstitucionalidade da prova. Além disso, surgiu no Brasil o Movimento Nacional dos Bacharéis de Direito (MNBD), que luta pelo fim do exame. O movimento contesta a constitucionalidade da condição imposta pela OAB para um bacharel tornar-se advogado. Segundo o grupo, o problema está no estatuto da Ordem, definido pela Lei nº 8906, de 1994, que dá poder ao Conselho Federal da OAB de regulamentar o exame.

Para a coordenadora da LFG, o fim do exame não resolveria a questão da formação do bacharel. “A extinção do Exame de Ordem seria uma solução simplória para a questão da má formação do bacharel em Direito. As faculdades precisam se adequar ao dinamismo do Direito no Brasil, ou seja, ele muda todos os dias. Ou muda a lei ou muda a jurisprudência. É preciso se conscientizar de que seus alunos precisam de apoio. O aluno precisa rever tudo o que aprendeu nos anos anteriores. Quem não faz uma revisão geral e uma atualização antes da prova, dificilmente passa. A disciplina nos estudos é fundamental”, defende Priscila. Para a advogada, o exame de Ordem não contraria o princípio da liberdade profissional, estatuído no inciso XIII do artigo 5º da Constituição, visto que o exercício de qualquer trabalho é livre, desde que atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer. “Assim, a liberdade não é absoluta. A Carta Magna não poderia, como não o faz ,proteger o profissional sem qualificação, colocando em risco a vida, o patrimônio e a liberdade das pessoas. O advogado é um dos pilares de sustentação da Justiça, o arauto do Direito e da liberdade, indispensável à administração da Justiça.” Aos alunos que estão estudando para o exame de Ordem, Priscila faz questão de deixar um recado. “Recomendo que se preparem da melhor forma possível, buscando todos os meios de estudos possíveis e válidos. Tenham disciplina, sejam persistentes e acreditem nos seus sonhos. A aprovação será apenas uma consequência. Sorte e sucesso!”

A Prefeitura enviou à Câmara Municipal o projeto de lei 104, que, se aprovado, alterará o artigo 185 do Estatuto dos Servidores. Este artigo garante aos funcionários públicos municipais a celebração de convênios, através do Sindicato, com o comércio local e com o sistema financeiro (bancos). Se o projeto 104 tiver o aval da Câmara, será a Prefeitura que passará a cuidar disso. “O órgão que defende a classe dos funcionários é o Sindicato, enquanto a Prefeitura é o órgão patronal”, lembrou o advogado Carlos Alberto Correa Belo, do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos de São José do Rio Pardo. “Os servidores terão um prejuízo muito grande se a Prefeitura assumir isso”. Pelo texto do projeto de lei enviado ao legislativo, a Prefeitura cuidaria dos convênios mediante um sistema de cartões de crédito com desconto em folha de pagamento dos servidores. Belo adverte, porém, que os juros dos cartões de crédito estão entre os mais altos do mercado e os funcionários se sentiriam, de alguma forma, induzidos a usá-los de forma desenfreada, acarretando dívidas para si e enormes problemas finan-

ceiros no futuro. “O que pode acontecer é que muitos funcionários começarão a ter uma dívida muito grande, comprometendo completamente seus salários e afetando suas famílias”, previu Belo. “Para o Sindicato esse projeto é algo claramente prejudicial aos funcionários públicos”. Aumento de dívidas Atualmente os gastos de cada servidor público municipal são controlados pelo Sindicato. A presidente Cleonice Ludovique tem tido o cuidado de não permitir que os funcionários extrapolem aos limites de comprometimento salarial, o que também poderia afetar as finanças do próprio Sindicato. “O prefeito está pouco preocupado com a situação do funcionário e muito me surpreende quando ele alega, na justificativa do projeto 104, que a intenção é aumentar o leque de opções para o servidor”, protestou Cleonice. “Eu acho que o que ele está aumentando é o leque de dívidas dos funcionários”. Ela lembra que o Sindicato já exerce esse controle desde 1997, quando da criação do órgão, tendo credibilidade em todo o comércio local. “O que cada

funcionário pode gastar ou comprometer de seu salário é estudado caso a caso por nós e a Prefeitura não tem nenhuma estrutura montada para cuidar disso”, comparou. “O que mais me decepciona é quando as pessoas não têm um pouco de caráter e de personalidade e às vezes eu me sinto uma idiota pois já estávamos negociando em cima deste artigo há quase três meses”, lamentou a presidente, citando que isso vinha ocorrendo desde quando o prefeito lançou um decreto limitando os gastos dos funcionários. “O combinado com o prefeito e o Walkyr não foi alterar o artigo 185 e sim alterar o decreto que ele fez, não deixando limite de gasto do funcionário para gastar através do Sindicato”. Cleonice recorda que a criação do artigo 185 aconteceu mediante estudo de uma comissão especialmente montada na época para trabalhar em cima do Estatuto do Servidor, que é a lei 2712. O artigo não surgiu, portanto, da vontade de um prefeito ou de um diretor isoladamente e a presidente do Sindicato não acha justo que o prefeito atual queira agora alterar isso segundo sua vontade pessoal.

Está marcada para o dia 2 de agosto, uma terçafeira, a posse dos novos conselheiros eleitos na reunião extraordinária do Conselho Municipal de Saúde, ocorrida na noite do dia 19 de julho, na ACI. Os escolhidos terão um mandato de dois anos (2012/2013) e haverá uma solenidade oficial de posse na Câmara Municipal. Pela legislação, os Conselhos Municipais de Saúde são órgãos deliberativos e fiscalizadores da execução da política de saúde em cada município. Seus conselheiros fiscalizam os aspectos econômico e financeiro, tendo por incumbência a fiscalização das ações do poder Executivo na aplicação dos recursos do SUS na cidade. Essa fiscalização não está subordinada ao prefeito, governador ou secretário de saúde e cada conselheiro deve atuar de forma independente e imparcial. Segundo foi lembrado por Maria Grazia Celentano e Walter Luiz de Suza, presidente e vice presidente atuais do Conselho Municipal de Saúde em São José do Rio Pardo, nem o Executivo e nem o Legislativo podem intervir no processo de composição do órgão, para que ele mantenha sua independência. “Em nossa cidade ocorre exatamente o contrário, o poder Executivo quer interferir dizendo quem pode e quem não pode fazer parte do Conselho”, afirmaram. “Isto é preocupante pois acaba com a finalidade do Conselho que é o controle social da administração pública”. Em texto assinado por ambos e enviado ao jornal esta semana, Grazia e

Walter comentam, por fim, que “quando uma administração pública se pauta pelos princípios da legalidade, impessoalidade, mora-

lidade, publicidade, eficiência e transparência, não há que se preocupar com as pessoas que compõem o Conselho de Saúde”.

Executivo quer interferir no Conselho de Saúde RELAÇÃO DOS CONSELHEIROS PRESTADORES DE SERVIÇOS E GOVERNO: Santa Casa de Misericórdia: Frederico Possani (titular) e Reginaldo Modesto (suplente). São Lucas: Maria Aparecida Blandino (titular) e Antônio Geraldo Felix (suplente). Cemedi: Maria Alice Dutra dos Anjos (titular) e Patrícia do Nascimento (suplente). Prefeitura: Irene Maria Rondinelli Muradi (titular) e Márcia Moreno (suplente). Trabalhadores da saúde: Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos: Walter Luiz de Souza (titular) e Andréa de Fátima Jesus Benedito (suplente). Delegado Sindical dos Funcionários Públicos e Associação dos Funcionários Públicos: Valdir Donizetti Barbosa (titular) e Cecília Pagodi João (suplente). Sinsaúde: Luiz Carlos de Oliveira (titular) e Maria Aparecida Balico Fernandes (suplente). APM – Associação Paulista de Medicina: Sheila Pizani Pinto (titular) e João Carlos Pizani Pinto (suplente). Usuários: ONG Sorria – Sociedade Riopardense Assistencial: Sérgio Benedito Flausino (titular) e Glauter Zanatta (suplente). ONG Amavida – Associação Bairro Bela Vista: José Geraldo de Oliveira Celentano (titular) e Antônio Carlos Rueda (suplente). Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Tapiratiba e São José do Rio Pardo: Marcos Antônio de Souza (titular) e Valdeci Donizeti de Jesus (suplente). Associação de bairro Carlos Cassucci: Milton Júnior Vecchat (titular) e Evandoir José Viana (suplente). Associação Cristã Vida Triunfante: Ana Lúcia Matiello Mogelli (titular) e Maria Zilda Ribeiro (suplente). OCISP – Federação Brasileira de Defesa dos Direitos Humanos: José Davi Belizário (titular) e Maria Rosa Nogueira Della Torre (suplente). Paróquia Santuário São Roque: Maria Neusa da Costa (titular) e Tatiane Cominato Calixter (suplente). Rotary Club Oeste: Sonia Aparecida Ianes Baggio (titular) e Márcia Balerine de Carvalho (suplente).


A-4 - 23 de julho de 2011

Câmara marca audiência pública da LDO Inquérito Civil foi instaurado porque prefeito descumpriu a Lei Orgânica do Município

Rot ar te otar aryy Club Oes Oeste São José do Rio Pardo/SP 40 anos Rotary Club São José do Rio Pardo “Oeste” 40 anos: 1971-2011

Ano Rotário 2011/2012 Presidente: Márcia de Carvalho Reuniões às quartas-feiras às 20h00

O Rotary “Oeste” realizou almoço beneficente em prol do Educandário São José e Agradef. Foi no último domingo (17/07) na quadra do Educandário, com música ao vivo e apoio do Buffet Muradi. Mais de 400 pessoas participaram do “Churrasco Fogo de Chão”, tradicional comida típica gaúcha. Veja abaixo e mais fotos em www.ojornalzinho.com.br

A audiência pública proposta pela Câmara Municipal para análise da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), documento anual que trata das metas e prioridades da administração para o exercício financeiro subsequente, está marcada para o dia 16 de agosto. Após a audiência, os vereadores terão até o final de agosto para votar o Projeto de Lei da LDO (nº 71, de 31/05/2011) e encaminhá-lo ao Executivo para sanção e publicação. Esse tipo de projeto implica deliberação em duas votações, que devem ocorrer no mesmo dia. Podem participar da audiência a população, autoridades e representações. A Câmara deverá publicar com antecedência a convocação na imprensa local, definindo data e horário.

Inquérito civil A Lei Orgânica do Município determina que o encaminhamento pelo Executivo do projeto de lei da LDO (de iniciativa exclusiva do prefeito) deva ser feito até 30 de abril, e que a Câmara delibere sobre o documento e o encaminhe ao Executivo até o final de agosto, conforme artigo 247: “O projeto de lei de diretrizes orçamentárias será encaminhado à Câmara Municipal até o dia 30 de abril de cada ano, e será devolvido para sanção e promulgação até o final do mês de agosto.” Contrariando a Lei Orgânica, este ano o projeto da LDO (nº 71) foi enviado à Câmara no dia 31 de maio, um mês após a data legalmente fixada. O próprio projeto traz na ementa a data de 31 de maio, a mesma do registro de sua

entrada em Plenário. Logo após, o vereador Márcio Callegari Zanetti (PTB) encaminhou representação ao Poder Judiciário, apontando o fato como irregular e em discordância com a Lei Orgânica do Município, que prevê o caso entre as infrações políticoadministrativas do Prefeito, conforme artigo 232: “São infrações político-administrativas do prefeito, sujeitas a julgamento pela Câmara Municipal, e sancionadas com a cassação do mandato; (...); V - deixar de apresentar à Câmara, no devido tempo, e em forma regular, a proposta orçamentária; (...); XIII - negar vigência ou descumprir norma expressa desta Lei Orgânica e da legislação complementar”. Zanetti informou que foi instaurado inquérito civil.

Recesso legislativo O recesso legislativo de julho terminará dia 31 e em 1º de agosto volta o período ordinário, durante o qual as sessões se realizam nas noites de terças-feiras. Neste mês de julho, a Câmara se reuniu uma vez para apreciação em regime de urgência de 16 projetos de lei do Executivo, que mediante ofício, havia solicitado a realização de sessões extraordinárias, as quais aconteceram no final da manhã do dia 18. A Câmara Municipal tem dois períodos de recesso: de 6 de dezembro a 31 de janeiro e de 1º a 31 de julho. No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 21 sessões ordinárias e 22 extraordinárias, além de solenidades e audiências públicas, entre outras atividades. (Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal)

CDHU fará plantões por dívida de inadimplentes A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), vai realizar plantões de atendimento nas cidades paulistas com maior número de contratos ativos. O objetivo é renegociar dívidas de moradores inadimplentes e regularizar contratos de gaveta. A ação faz parte da campanha “Fique em Dia com a sua Casa”, lançada para promover a regularização financeira e contratual em todo o Estado. Serão cerca de 400 plantões de atendimento até o final do ano. “Com os plantões, a CDHU oferece a oportunidade aos mutuários de quitarem, por exemplo, apenas 10% daquilo que devem, e depois renegociar o restante pagando até 5% do salário mínimo. Podem também, inclusive, entrar em um processo para ampliar o prazo de

OJORNALZINHO

OJORNALZINHO

OJORNALZINHO

pagamento. Com isso, desejamos chegar a um acordo onde todos fiquem satisfeitos”, diz Silvio Torres, secretário de Estado da Habitação. Os mutuários terão alternativas e facilidades para regularizar débitos. A dívida pode ser parcelada mediante amortização mínima de 10% do total e o FGTS pode ser utilizado para quitação do saldo devedor. O prazo contratual também pode ser prorrogado. Quem já efetuou algum acordo com a CDHU no passado e encontrou dificuldades em cumpri-lo terá uma nova oportunidade para renegociar a dívida. A parcela mensal mínima para os novos acordos será equivalente a 5% do salário mínimo, R$ 27,00. Quem quitar o débito à vista será isento de juros de mora. A estimativa da Com-

O governador e o secretário estadual da Habitação, Silvio Torres: 106 casas da CDHU em Vargem

panhia é aumentar a arrecadação em cerca de 40 milhões de reais. A campanha é parte de um conjunto de medidas que serão implantadas nos próximos quatro anos para modernização da gestão do patrimônio da CDHU. Os recursos, segundo o secretário, serão revertidos em obras de melhorias nos Conjuntos Habitacionais da CDHU.

“Contrato de Gaveta” Os moradores que possuem “contrato de gaveta” também podem regularizar a situação. Para isso, devem comprovar que se enquadram no perfil de atendimento da Companhia e o documento deve estar de acordo com os requisitos legais e administrativos. Nesses casos, o financiamento poderá ser transferido ao comprador

População pede fiscalização de terrenos OJORNALZINHO

A professora Márcia de Carvalho assumiu a presidência do “Oeste” para o ano rotário 2011/2012. A diretora do legislativo rio-pardense, Maria de Fátima da Silva Meirelles, deixou o comando do clube, depois de um ano de muitas realizações. A transmissão do cargo e posse do novo Conselho Diretor ocorreu na noite de quarta-feira (20/07) durante jantar festivo na sede social do Rotary, na visita oficial do governador do Distrito 4590, Nelson Micuci Garcia e esposa Maria Gilka. Rotarianos de 7 clubes da região prestigiaram o evento. SICCA IMAGEM

Márcio de Castro e Elisa Mori (governadora assistente 2011/ 2012), Osmar e Fátima Meirelles, Marcelo e Márcia de Carvalho, governador distrital Nelson e esposa Maria Gilka. SICCA IMAGEM

Na noite festiva de 20/07, o governador Nelson (no centro ao lado de Márcia de Carvalho) também empossou o Conselho Diretor do Rotaract rio-pardense para 2011/2012, que terá Raquel de Paula Andrade (primeira à direita) como presidente em substituição à Ana Flávia Barreto Paschoal (primeira à esquerda).

Moradores do Jardim Bela Vista solicitaram a presença de Gazeta na rua José Braghetta, para reclamar do aparecimento constante de escorpiões, ouriços, cobras e lagartos em algumas casas da região. “Eu não aguento mais reclamar, por isso pedi que vocês viessem até aqui. Fico insegura até para dormir, com medo de que algum bicho desses apareça no meu quarto”, disse uma moradora. Segundo ela, a preocupação maior ainda é com os escorpiões, já que na casa há idosos, bem como crianças em toda vizinhança. “Aqui no bairro há terrenos baldios sem qualquer tipo de limpeza, com muito mato. Inclusive, tivemos aqui vários casos de dengue.” O mesmo tem acontecido no Portal Buenos Aires. A rua Walter Nogueira é o perfeito exemplo do abandono, em que serviços básicos como recapeamento do asfalto e a fiscalização de terrenos

baldios pela Prefeitura não acontecem, embora tenham sido feitas inúmeras reclamações. O serviço de tapa-buracos não é feito e, pelas condições do asfalto, não resolveria mais o problema da rua que, apesar de pequena, tem um bom volume de tráfego, inclusive de ônibus circular. Um grupo de moradores já ensaia o fechamento da rua com cavaletes, como forma de protesto e para chamar a atenção das autoridades. “Estamos esquecidos, é revoltante”, disse um morador. Além do descaso do bem público, terrenos estão cheios de mato e de todo tipo de material, inclusive latas que são um convite para o depósito de água. A sujeira se espalha pela calçada, impedindo o trânsito dos pedestres, que precisam passar pelo meio da rua. Os moradores, a exemplo do que ocorre no Jardim Bela Vista, pedem a fiscalização por parte da Prefeitura.

DIVULGAÇÃO

Moradores da Walter Nogueira já pensam em interditar a rua em forma de protesto DIVULGAÇÃO

Terrenos acumulam todo tipo de material


23 de julho de 2011 - A-5

Câmara aprova suplementação de R$ 1 mi Vereador vai entrar com pedido de liminar na Justiça contra presidência da Casa

No final da manhã de segunda-feira, dia 18, os vereadores se reuniram para uma sessão extraordinária a pedido do prefeito municipal, para análise de 16 projetos de lei. Houve retirada de três e dois foram rejeitados; treze foram analisados e 11 aprovados, sendo oito por unanimidade. Um dos pontos mais polêmicos da sessão foi a análise e a aprovação, por 5 votos a 4, do projeto de lei número 100, que trata de uma suplementação de R$ 1 milhão para o Executivo. “Este projeto abre um crédito de R$ 1 milhão sem las-

tro financeiro, que os vereadores dão para o prefeito para que o município possa passar com essa dívida no final do ano. A situação é simples, levando-se em conta o déficit do ano passado, o prefeito teria de gastar este ano R$ 7 milhões a menos do que será arrecadado. Mas ele gasta além e os vereadores, de maneira irresponsável, têm autorizado que a Prefeitura assuma essa dívida”, comenta o vereador Márcio Callegari Zanetti (PTB). Zanetti diz que não existe fonte de recursos disponível para esta suplementação. “São fontes fictícias,

irreais, para despesas das mais variadas, como energia elétrica. Esse tipo de despesa não é emergencial, tem que fazer parte do orçamento. O prefeito tem tomado atitudes eleitoreiras, sem pé nem cabeça e tem deixado de lado o que é essencial”. “O saco não tem fundo, pode jogar o tanto de dinheiro que quiser que não há fundo. Ele prioriza o que não é prioridade, em detrimento da população.” Na Justiça Zanetti disse que entrará com um pedido de liminar na Justiça contra o presi-

dente da Câmara, Marco Antonio Gumieri Valério (PSDB), para que deixe de receber projetos de lei que, segundo o vereador Zanetti, são inconstitucionais. “A liminar é no sentido de que o presidente Caco deixe de receber projetos que sejam expressamente inconstitucionais, que contrariem a legislação de responsabilidade fiscal, de contabilidade pública”, explica. Antes da sessão extraordinária, Zanetti havia apresentado requerimento à presidência da Casa, no sentido de comprovar que o projeto era ilegal. “O artigo 161 do Regimento In-

terno diz que a presidência deixará de receber qualquer proposição que seja antiregimental, ilegal ou inconstitucional. Enxergamos que, diante da falta de acordo prévio para a retirada do projeto, o presidente teria a obrigação de proceder dessa maneira e não permitir que ele fosse apreciado”, justifica o vereador. De acordo com o Procurador Jurídico, advogado Márcio Rioli, o presidente da Câmara não tem como impedir a tramitação de um projeto. “Quem analisa se um projeto é ou não manifestamente inconstitucional são as Comissões e a

Procuradoria Jurídica”, explica Rioli. Ainda segundo o advogado, nas ocasiões em que a Assessoria Técnica Contábil emite parecer contrário, o projeto em questão tem de ser remetido às Comissões para análise. “Ele só será arquivado se houver parecer contrário das quatro Comissões permanentes existentes na Câmara”, diz. Mas, para Zanetti, a intervenção judicial será o próximo passo. “Só nos resta agora tentar um remédio judicial e temos bastante esperança de que teremos uma decisão favorável.”

Correios já atendem em prédio próprio Desde segunda-feira, dia 18, a Agência de Correios de São José do Rio Pardo voltou a atender na Francisquinho Dias, em prédio próprio que esteve em reforma e recebeu investimentos de R$ 373.800. De acordo com a assessoria dos Correios, a acessibilidade foi contemplada na nova infra-estrutura com a implantação de rampa e WC adaptado a portadores de necessidades especiais. Entre outras melhorias para o público estão a modernização do sistema interno de segurança, feito

por meio de circuito fechado de TV, a climatização e a instalação de novo mobiliário, com o objetivo de proporcionar maior comodidade aos funcionários e clientes da empresa. Além disso, houve implantação de sistema de pára-raios, adequação de layout para comportar acréscimo de número de guichês modelo ergonômico, modernização da rede elétrica e pintura. O horário de atendimento será mantido de segunda à sexta-feira, das 9h às 17 horas. Em caso de dúvidas, os cli-

entes devem entrar em contato com a Central de Atendimento dos Correios – CAC – que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 20 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18 horas. Central de Atendimento * 3003-0100 - capitais e regiões metropolitanas * 0800 -725 7282 - demais localidades * 0800 725 0100 - exclusivo para registrar sugestões, elogios e reclamações.

ESCLARECIMENTO AO PÚBLICO AS IMOBILIÁRIAS E ADMINISTRADORAS DE BENS ARS, CENTRAL, LONGO, PRAÇA, VIANA e ROSSETTO IMÓVEIS VEM POR MEIO DESTE, REPUDIAR A ATITUDE DA MALCA IMOBILIÁRIA, REPRESENTADA PELO CORRETOR DE IMÓVEIS JOÃO B. MALDONADO, EM PUBLICAÇÃO DE PROPAGANDA NA GAZETA DO RIO PARDO EM 16/07/11 COM OS SEGUINTES DIZERES – O INQUILINO DESOCUPOU O SEU IMÓVEL E DEIXOU: VÁRIOS MESES DE ALUGUEL SEM PAGAR, VÁRIAS CONTAS E O IMÓVEL TODO SUJO E ARREBENTADO! COM CERTEZA, O SEU IMÓVEL NÃO ERA ADMINISTRADO PELA MALCA IMOBILIÁRIA. ENTENDEMOS DE COMUM ACORDO QUE, USAR UM MEIO DE COMUNICAÇÃO PARA DENEGRIR A IMAGEM DA CONCORRÊNCIA, SEM MEDIR AS REAIS CONSEQUÊNCIAS, MOSTRA TOTAL FALTA DE ÉTICA E PROFISSIONALISMO. GOSTARÍAMOS DE ESCLARECER QUE O MERCADO É LIVRE E CABE AO CLIENTE JULGAR A COMPETÊNCIA DE CADA PRESTADOR DE SERVIÇO, NÃO CABENDO POR PARTE DE UMA EMPRESA DO MESMO RAMO ESTE TIPO DE ATITUDE DESLEAL E IRRESPONSÁVEL. INFORMAMOS QUE, EM CONJUNTO DENUNCIAMOS A RESPECTIVA IMOBILIÁRIA AO DEPARTAMENTO DE ÉTICA E DISCIPLINA DO CRECI (CONSELHO REGIONAL DE CORRETORES DE IMÓVEIS), 2ª REGIÃO. AGRADECEMOS A COMPREENSÃO DE NOSSOS CLIENTES. ADRIANO RIBEIRO DA SILVA – ARS CONSULTORIA IMOBILIÁRIA JOSÉ B. ANDREOLLI – PRAÇA IMÓBILIÁRIA HENRIETTE SPINA – CENTRAL DE IMÓVEIS JOSÉ OTAVIO LONGO – IMOBILIÁRIA LONGO AUREO VIANA JR – VIANA IMÓVEIS VAGNILDES JOSÉ ROSSETTO – ROSSETTO IMÓVEIS


A-6 - 23 de julho de 2011

Ministro é a favor de aumento salarial Há dois anos sem aumento, servidores municipais aguardam decisão do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio de Melo, reconheceu em junho o direito de os funcionários públicos do estado de São Paulo receberem a reposição inflacionária nos salários, ou seja, uma revisão anual nos vencimentos. Para ele, a correção monetária não é ganho, nem lucro, nem vantagem. O reajuste, disse ele, “é um componente essencial do

contrato do servidor com a administração pública. Além disso, é uma forma de resguardar os vencimentos dos efeitos perversos da inflação.” O processo tem aplicação de repercussão geral, o que significa que a decisão do STF no caso específico será aplicada a todos os processos judiciais que discutem o mesmo assunto. O Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos

de São José do Rio Pardo já havia entrado com uma ação na Justiça pleiteando isso, já que os funcionários estão há dois anos sem qualquer aumento salarial. Perdeu na primeira instância, mas recorreu à instância superior em São Paulo. Ainda não foi marcada a data do julgamento. Se a ação for julgada procedente, um novo problema judicial poderá estourar para as próximas adminis-

trações: um precatório obrigando a pagar, com juros e correção, o que deveria ter sido pago pela atual administração. “Se realmente esse pagamento for retroativo com juros e correção, e se obtivermos o ganho que esperamos, será um valor considerável. Pode virar uma bola de neve, com altos precatórios”, disse o advogado do Sindicato, Carlos Alberto Correia Belo. O advogado informa que

o voto favorável do ministro foi muito importante para alavancar a tese sustentada pelo Sindicato, de que os funcionários públicos municipais tenham esse aumento anual, pelo menos o índice de reajuste da inflação. “Do contrário, haverá uma perda muito grande salarial e do poder econômico do funcionalismo”, declarou. O cálculo foi feito com base no índice do IPCA, 5,19%.

“Primeiro estamos tentando negociar diretamente com a Prefeitura, mas se não houver aumento garantido por lei, estaremos pleiteando na Justiça esse direito do funcionário. Informamos o Tribunal de Justiça quanto ao documento que temos do voto do ministro Marco Aurélio, que veio nos dar força. Não podemos garantir, mas nossa esperança é grande”, fala.

Sebrae abre inscrições Projeto Educar promove para o Prêmio MPE 4ª Sabadão Cultural O Posto do Sebrae de São José do Rio Pardo está convidando os empresários que abriram suas empresas até o final de 2009 a participarem do Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas (Prêmio MPE Brasil). As inscrições serão aceitas até dia 15 de agosto, pelo site premiompe.sebrae.com.br. De acordo com a coordenadora do Posto no município, Daniela Miolli, as empresas que se inscreverem e responderem ao questionário de auto-avaliação receberão um relatório de feedback gratuito e personalizado. “Neste documento o empresário conhece seus pontos fortes e as oportunidades de

melhorias na gestão de seu negócio. A auto-avaliação é baseada no Modelo de Excelência da Gestão® (MEG) da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), adotado por inúmeras empresas, incluindo as já reconhecidas como ‘classe mundial’ e as que estão caminhando nessa direção.” A empresa classificada receberá a visita de um profissional capacitado. As próximas etapas serão as seleções das finalistas e das vencedoras estaduais, e os classificados na fase estadual passarão a competir em esfera nacional. Um grande evento de reconhecimento acontecerá em Brasília, em março de

2012, para as vencedoras. O Posto de Atendimento ao Empreendedor estará orientando todos os participantes, que inclusive poderão agendar horário para serem auxiliados no preenchimento do questionário online para obtenção do diagnóstico da empresa. “Em 2010, as empresas vencedoras na etapa estadual estavam nas áreas de contabilidade, mecânica, aquecedor solar, usinagem, computação e agronegócio. Mas o maior prêmio, sem dúvida, é receber o relatório de gestão que vai auxiliar nas decisões para a melhoria do negócio e torná-lo ainda mais competitivo”, explica Daniela.

Alunos do Projeto Educar participaram no sábado, dia 16, da 4ª edição do Sabadão Cultural . O evento, além de diversificar as atividades oferecidas pelo cursinho pré-vestibular, fez com que eles tivessem um dia de aprendizado diferente. O Projeto foi criado em 2001 pela professora e advogada Marly Terciotti, para atender alunos de baixo poder aquisitivo com pretensões de cursar uma faculdade. Hoje ele funciona sob os cuidados da Faculdade Euclides da Cunha (Feuc), com apoio da

Prefeitura. Realizadas todos os sábados no prédio central da faculdade, as aulas são ministradas por professores voluntários para estudantes de São José, Tapiratiba e Divinolândia. Segundo a coordenadora do Educar, Letícia Paone, além das atividades de sábado, os alunos visitaram o Zoológico de São Paulo no dia 23 de junho, onde tiveram a oportunidade de observar, na prática, muitos conhecimentos aprendidos nas aulas de Biologia. “O evento é importante e significativo, pois além de quebrar a

rotina das aulas, traz novos elementos que contribuem na formação daqueles que no final do ano irão enfrentar a maratona dos vestibulares”. Para o diretor da Feuc, Marco De Martini, o Educar é um exemplo de cidadania que foi abraçado pela instituição. “Fico feliz em ver a dinâmica do Projeto, com eventos como o que foi realizado no último sábado e, também, com a colaboração dos nossos professores em participar e garantir o sucesso do que foi planejado”. DIVULGAÇÃO

Merendeiras municipais participam de capacitação DIVULGAÇÃO

Além do Sabadão Cultural, alunos do Projeto cfazem viagens como a do dia 23

Cerca de 100 profissionais participaram da capacitação sobre Manipulação e Intoxicação Alimentar

Pensando na qualidade e segurança alimentar de centenas de alunos da rede pública de ensino, a Prefeitura de São José do Rio Pardo promoveu na tarde de terça-feira, dia 19, o treinamento de “Boas Maneiras de Manipulação e Intoxicação Alimentar”. O curso ministrado pela nutricionista Adriana Chola, da empresa Alnutri Alimentos Ltda. de São Paulo, foi específico aos profissionais que trabalham na prepa-

ração da merenda dos estudantes do município. Além das merendeiras da rede municipal, a capacitação também foi estendida as da rede estadual e entidades como a Guarda Mirim, Creche São Paulo, Projeto Shalom – Instituto Prefeito Lupercio Torres, APAE, Cáritas, entre outras. O curso foi realizado para cerca de 100 pessoas no auditório da escola Professora “Stella Maris B. Catalano” (CAIC),

no bairro Carlos Cassucci. Os trabalhos foram coordenados pela nutricionista da Prefeitura, Lidiane Lima Minussi, com apoio da secretaria de Educação. Além da palestra, a capacitação contou com dinâmica de grupo, exibição de vídeos e troca de experiências entre as merendeiras. No final do curso, as participantes receberam certificado e brindes. As profissionais da prefeitura também foram agraciadas com um novo jaleco.

Fundação Espírita promove palestras A Fundação Espírita Bezerra de Menezes irá promover, no dia 27 de agosto, o II Ciclo de Palestras Dr. Bezerra de Menezes. Da programação constam palestras com Vladimir José Massaro – Compromisso do Trabalhador na Casa Espírita; Danilo Oliveira – A família e o

compromisso espiritual com os filhos; Adriano Marques – O jovem na casa espírita: estímulo e educação espírita; Edson Vander Assunção – As catástrofes e os resgates coletivos. Também haverá apresentações de música e sorteio de livros. A participação é gratuita e as

IN D I C A D O R P R O F I S S I O N A L

vagas são limitadas. Na sexta-feira, dia 26, será realizada uma palestra de pré-abertura com José Nicola Saran, sobre o tema “Bezerra de Menezes – sua vida e sua obra”. Informações pelos telefones 3681-5820 e 36081691.


23 de julho de 2011 - A-7

O crime que chocou São José do Rio Pardo Marido confessa assassinato da esposa um ano e dois meses depois de executá-la

Preso desde terça-feira, 19, Luis Fernando da Silva, de 23 anos, confessou à polícia civil de São José do Rio Pardo que matou, às 18h30 do dia 11 de maio de 2010, a esposa Rosana Aparecida da Silva, que na ocasião tinha 28 anos. A revelação do crime e a forma como ocorreu chocaram os rio-pardenses e até moradores de outras cidades, já que a notícia foi divulgada pela EPTV e outros veículos de comunicação. Luis Fernando disse ter dado três pauladas na esposa e depois enterrou o corpo dela no local mostrado pelas fotos, em uma vala da Fazenda Nova Prata, situada entre São José e Divinolândia. O corpo foi encontrado e desenterra-

do às 14h10 do dia 19 de julho. Segundo as informações passadas ao jornal pelos investigadores Daniel, Mancuso e Fernando, confirmadas depois pela delegada Márcia Serpa, o crime começou a ser desvendado no último dia 10 de julho, quando o pai de Luis Fernando, que acabara de brigar verbalmente com o filho, telefonou para a polícia e denunciou o fato. O pai do acusado teria sido informado do assassinato por sua genitora, avó de Luis Fernando, única pessoa a quem, supostamente, o autor teria confessado o que fizera. Até então, a versão que se divulgara na família era que Rosana, que estaria muito deprimida e em constan-

Presos dois suspeitos de deceparem orelha A Polícia Civil de São João da Boa Vista prendeu dois dos supostos participantes da agressão contra dois homens, pai e filho, que teriam sido confundidos como um casal gay. O caso ocorreu no fim de semana, durante a Exposição Agropecuária Industrial e Comercial (EAPIC). A vítima, um homem de 42 anos, perdeu boa parte da orelha direita. Seu filho, de 18 anos, foi encaminhado ao hospital Carolina Malheiros, em São João, e de lá foi ao Hospital das Clínicas, em São Paulo, para um diagnóstico mais acurado. A parte da orelha decepada foi recolhida por uma mulher e entregue à vítima, assim que ele foi socorrido. Na capital paulista a vítima,

que mora em Vargem Grande do Sul, onde é autônomo, foi informado quer a cirurgia custará cerca de R$ 25 mil. Ele contratou um advogado para ressarci-lo pelos danos sofridos na festa. Segundo a polícia, a agressão aconteceu quando pai e filho estavam abraçados no interior do recinto da festa e sete jovens se aproximaram e perguntaram se eles eram gays. Diante da negativa, o grupo saiu, mas retornou e começou a espancá-los, deixando o pai desacordado. O fato foi registrado pelas câmeras de segurança da EAPIC e foi graças às imagens que a polícia chegou aos primeiros dois jovens participantes da agressão. Ela agora tenta encontrar os demais.

A orelha da vítima ficou assim: metade dela foi arrancada

REPORTAGEM

Acusado ajuda bombeiros na procura do corpo

tes conflitos internos, teria saído de casa e tomado destino ignorado, não retornando mais à fazenda. Alguns dias depois que a polícia soube do crime através do pai de Luis Fernando, os investigadores foram à fazenda e iniciaram os questionamentos à família. Em 2005 Rosana tentara se matar por enforcamento no sítio onde moravam antes de se mudarem para a Fazenda Nova Prata. Segundo o que ouviram de Luis Fernando, foi ele quem a viu pendurada e, cortando a corda com uma faca, impediu que ela morresse naquele ano. Luis Fernando insistia, porém, na versão de que Rosana teria fugido de casa após mais um desentendimento com ele em 2010, mas seu pai e sua avó sustentaram a denúncia do assassinato desde o último dia 10 de julho. No dia 19 de julho, por volta das 10 horas, os investigadores voltaram à fazenda e interrogaram novamente o marido de

Homem tenta matar mulher com facada Houve uma tentativa de homicídio no início da noite do dia 15 de julho, na praça Oliveiros Pinheiro. A vítima foi a dona de casa C.A.A., de 43 anos. Ela disse que o agressor, um homem de cor negra com 1,80 metro de altura, aproximadamente, usando boné branco, estava escondido atrás de um trailer na praça do Epidauro e passou a seguila quando ela saiu do serviço. Ela acelerou seus passos e continuou em direção a sua casa. Quando chegou perto de uma lanchonete, o homem se aproximou e deu-lhe uma facada nas costas. Ela gritou e foi socorrida por populares, sendo então levada ao Pronto Socorro para ser medicada. O agressor não foi encontrado.

Delegada e investigadores com o acusado

Rosana. Este insistiu inicialmente na versão anterior mas depois acabou confessando: matara realmente a esposa com três pauladas e a enterrara na vala próxima à casa onde moravam, ocultando o corpo cerca de três metros abaixo da superfície. Ele alegou que no dia 11 de maio de 2010, após mais uma briga conjugal, Rosana teria pego uma faca e dito que mataria não apenas Luis Fernando como também o filho do casal, na época com um ano e meio. Segundo o acusado, ela partiu com a faca contra ele, que, para se defender, deu um soco na esposa e depois a matou com pauladas aproveitando o momento em que o filho tomava banho. Assim que confessou, ele foi preso e trazido para a cadeia de São José do Rio Pardo. O trabalho seguinte dos investigadores e da delegada foi o de localizar o corpo de Rosana. Eles foram então ao local indicado por Luis Fernando e as

NOTAS

REPORTAGEM

escavações, com o auxílio do Corpo de Bombeiros de Mococa e moradores da fazenda, foram iniciadas, mas nada foi achado até o horário do almoço. Decidiram então buscar Luis Fernando na cadeia e leválo à fazenda para que ele indicasse o local exato em que ocultou o cadáver. As buscas prosseguiram, inclusive com a ajuda do acusado, mas estava difícil localizar o corpo. Depois de duas horas de buscas sem sucesso, foi solicitado apoio de um sitiante próximo, que cedeu uma retroesca-

vadeira para ampliar as escavações, quando então, por volta das 14h00, o corpo de Rosana Aparecida da Silva foi finalmente encontrado. De acordo com José Fernando da Silva, pai do acusado, Luis Fernando começou a dar trabalho para a família desde os 17 anos, inclusive com furtos, entre outros delitos. A delegada Márcia Serpa pediu a prisão preventiva do acusado, o qual se encontra à disposição da justiça, que deverá marcar júri popular para a definição da sentença. DIVULGAÇÃO

Rosana foi morta em maio do ano passado

POLICIAIS

Maior agride menor por causa de cerveja No dia 16, pouco antes da meia-noite, na Praça XV de Novembro houve uma agressão de um jovem (L.P.L.) de 19 anos contra um menor (G.A.R.C.) de 14. O rapaz deu cabeçadas no rosto do menor e acabou sendo flagrado pela polícia militar, que fazia patrulhamento pelo lugar. O menor afirmou depois que havia recusado pagar uma cerveja para o rapaz e os amigos que estavam com ele. Corolla colide com moto e fere piloto No dia 19, à noite, no cruzamento entre as ruas Quintino Bocaiúva e Campos Salles, ocorreu uma colisão entre uma moto Yamaha preta e um Toyota Corolla vermelho, resultando em ferimentos no motociclista R.M.S., de 26 anos. O motorista do carro era C.F.A., de 61 anos, que disse à polícia não ter visto a moto. O motociclista foi levado ao Pronto Socorro. Achado Fusca que foi furtado dia 17 Foi localizado no dia 17, pela manhã, na rodovia SP 211, perto da Fazenda Picadão, um Fusca marrom ano 72, com placa de São

Sebastião da Grama. O carro pertence a Carlos José da Silva Cândido, de 32 anos, que disse à polícia que o veículo foi furtado quando ele estava em uma festa em Divinolândia e desapareceu naquela madrugada. A fiação do carro estava arrancada e um vidro do quebra-vento quebrado. O carro foi guinchado ao pátio da delegacia rio-pardense. Quebraram vidro e levaram a bolsa A proprietária de um Gol chamou a polícia no dia 20, à noite, para denunciar que furtaram sua bolsa do interior do carro. O fato ocorreu na região central da cidade. Segundo N.R.G., de 25 anos, alguém quebrou o vidro do lado do passageiro do veículo e levou a bolsa, que tinha celular, uma CNH vencida e documentos em geral. O autor do furto não foi achado. Queria levar algo para obter crack Um rapaz de 28 anos, M.V.N.O., pulou o muro e entrou no quintal de uma casa no centro para tentar furtar alguma coisa, no dia 21, de madrugada. O proprietário da casa, O.D., de 51 anos, chamou a polícia depois que sua esposa percebeu o sujeito no quintal e os policiais conse-

guiram deter a pessoa, que admitiu ser viciada em crack e pretendia levara algo para trocar por droga. Inconformados, queriam briga Policiais encontraram 10 pedras de crack escondidas em um terreno baldio situado no bairro Santo Antônio, na tarde do dia 20. A droga seria comercializada por três pessoas, uma delas bem conhecida da polícia, quando a PM chegou. Os três ficaram tão exaltados que tiveram de ser algemados pois, do contrário, fugiriam ou partiriam para a briga física com os policiais. Ciumento, rapaz agride sua “ex” O ex-namorado de J.A.S., de 18 anos, viu-a entrar na casa de uma amiga e, doente de ciúme, foi até lá para ameaçá-la. A.O.J., de 20 anos, afirmou que iria agredi-la caso a visse com outro homem. Ocorre que um sujeito havia entrado na mesma casa e A.O.J., inconformado, esperou J.A.S. sair e a agrediu assim que ela chegou ao local onde mora, no bairro Maria Boaro. Ela chamou a polícia, que, no entanto, não o encontrou. O fato aconteceu no dia 20, às 20h30.


A-8 - 23 de julho de 2011

IBGE fará censo estimativo da população Menos de 6.000 pessoas estão morando na zona rural de São José atualmente EDUARDO ERON

O IBGE está divulgando, aos poucos, alguns resultados complementares do censo demográfico realizado em 2010 e que apontou que a população riopardense era de 51.900 habitantes até o ano passado. Para atualizar seus dados a agência local do órgão fará até o final deste ano a Pesquisa Nacional de Amostragem de Domicílio (PNAD), que é anual e serve de base para a estimativa populacional divulgada pelo IBGE dois anos após o censo oficial. Funcionários do órgão foram submetidos há poucos dias a um treinamento específico para tal fim. Eles também iniciarão, em agosto ou setembro, uma pesquisa em todas as Prefeituras da região, chamada de Munic, ao mesmo tempo em que concluem uma pesquisa econômica iniciada há poucos meses e que envolve cerca de 200 empresas dos municípios que fazem parte da área de atuação do IBGE riopardense: São José do Rio Pardo, Itobi, São Sebastião da Grama, Casa Branca, Caconde, Divinolância, Tapiratiba e Mococa. Até a última terça-feira, 19, faltavam cerca de 20 empresas para serem pesquisadas.

Denise Sernaglia Capoano Mantovani, a nova chefe da agência do IBGE em São José, disse que o órgão dispõe de apenas três funcionários para as duas pesquisas a serem empreendidas ainda este ano (a de amostragem de domicílios e a das prefeituras), mas assegurou que esse número é suficiente. E, se necessitarem de mais gente, poderão solicitar apoio de agências do IBGE de outra região. PIB é de R$ 15.352,97 Os dados levantados até agora e os divulgados através do censo de 2010 mostram que São José do Rio Pardo tem atualmente um PIB de R$ 15.352,97 per capita. Dos 51.900 moradores contabilizados até o ano passado, 45.959 moravam na cidade e apenas 5.941 residiam na zona rural, havendo um total de 26.353 mulheres e 25.547 homens no município, que tem 419,18 quilômetros quadrados de extensão territorial. A média de habitantes por quilômetro quadrado é de 123,81 pessoas e a cidade estava, até o encerramento do censo de 2010, com 18.854 domicílios erguidos. Quase 3.000 deles, no entanto, estavam ou estão desocupados, dos quais 2.937 são de

particulares. A média riopardense de moradores por domicílio particular é de 3,25 pessoas. O censo mostrou também que São José do Rio Pardo tinha, até outubro do ano passado, 37.595 eleitores. No setor educacional estavam matriculados, no ensino fundamental, em 2009, um total de 7.153 meninos e meninas, enquanto no ensino médio o total chegou a 2.368. A quantidade de professores que ministravam aulas no ensino fundamental naquele ano era de 378 docentes, além de 198 no ensino médio. Um dado surpreendente é que, em dez anos, a população oficial de São José cresceu pouco mais de 1.800 pessoas. No ano 2000 o município tinha 50.077 moradores e, por ocasião do censo em 2010, a população alcançou apenas 51.900 pessoas. Verificando o site oficial do IBGE e vendo a quantidade não muito expressiva de jovens com idades entre 18 e 23 anos, não fica difícil concluir que muitos riopardenses nesta faixa etária saem da cidade atrás de melhores oportunidades de estudo superior e, principalmente, de trabalho.

REPORTAGEM

O censo de 2010 contabilizou 18.854 domicílios erguidos, incluindo os do centro, com média de 123 moradores por quilômetro quadrado em São José

DEC divulga os detalhes da SE 2011 O presidente do DEC, Marlon Callegari, e a diretora de Cultura, Lúcia Vitto, falaram à imprensa, esta semana, sobre a organização da 99ª Semana Euclidiana (SE). A coletiva ocorreu na tarde de quarta-feira, 20, na Casa de Cultura Euclides da Cunha. Evento tradicionalmente realizado entre os dias 9 a 15 de agosto, a SE 2011 está sendo organizada por uma equipe multifuncional, envolvendo todas as secretarias do município, com aprovação dos membros do Conselho Euclidiano. Serão aproximadamente 30 professores envolvidos na coordenação dos ciclos de estudos, das palestras e das mesas redondas. O desfile está marcado para o dia 9, terça-feira, às 9h, com saída da praça Barão do Rio Branco centro. O formato do evento será mesmo do ano passado, com dois locutores ao longo da rua Francisquinho Dias – um no palanque na praça XV de Novembro e outro próximo a loja Binga & Elvis Confecções. A previsão é que o desfile dure aproximadamente duas horas. No mesmo dia, às 15h, o professor Márcio José Lauria fará a abertura dos ciclos de estudos, no Mercado Cultural. Já a abertura performática está marcada para as 19h30 no Recanto Euclidiano. Segundo a diretora, este ano o município receberá 120 maratonistas. “Não adianta recebermos 500 alunos se não temos estrutura

suficiente. Já os 120 participantes, já inscritos, virão para estudar de verdade. Também vamos procurar trabalhar com assuntos atuais que estão nas discussões do nosso dia-a-dia, como bulling e comportamento humano, com o psiquia-

tra Paulo Gaudêncio”. O presidente do DEC disse que o custo total da Semana de 2011 deverá ficar em aproximadamente R$ 150 mil. Deste total haverá recursos próprios, verbas federais, além de patrocínios de empresas privadas. REPORTAGEM

Lúcia e Marlon na coletiva de imprensa: município receberá 120 maratonistas desta vez


23 de julho de 2011 - A-9

AES Tietê já soltou 2,5 milhões de peixes Objetivo é preservar as espécies nativas e promover o equilíbrio do ecossistema Por meio do Programa de Manejo Pesqueiro, a AES Tietê realizou a soltura de 2,5 milhões de peixes nos rios Tietê, Grande, Pardo e Mogi Guaçu, no período de julho de 2010 a junho de 2011. O objetivo do repovoamento dos rios é preservar as espécies nativas de peixes e promover o equilíbrio do ecossistema. A soltura de alevinos também traz vantagens à pesca profissional e amadora, contribuindo para melhorar as condições de lazer das populações ribeirinhas. Para a realização do programa, a empresa cultiva sete espécies nativas de peixes (curimbatá, dourado, pacu-guaçu, piapara, pintado, piracanjuba e ta-

barana) nas estações de hidrobiologia e aquicultura das usinas Barra Bonita e Promissão. A iniciativa segue o ano agrícola, respeitando os períodos de chuvas. Assim, no inverno, é realizada a preparação das matrizes para reprodução, iniciando um novo ciclo de desenvolvimento que culmina com a soltura dos peixes. A AES Tietê faz ainda o monitoramento de espécies para avaliar a alimentação, reprodução e presença de alevinos em 35 tributários dos reservatórios operados pela empresa. Além do manejo pesqueiro, ela desenvolve outros programas como o de educação ambiental, envol-

DIVULGAÇÃO

vendo escolas e a comunidade. Sobre a AES Tietê – A AES Tietê S.A é uma das mais eficientes geradoras de energia elétrica do país, com capacidade instalada de 2,65 mil MW (megawatts). Suas dez usinas hidrelétricas respondem por cerca de 18% da energia gerada no Estado de São Paulo e por 2,4% da produção nacional. Os reservatórios que integram as usinas viabilizam diversas atividades econômicas como irrigação, turismo, abastecimento confiável para os municípios do entorno e operação da hidrovia Tietê-Paraná, entre outras.

Repovoamento dos rios visa preservar as espécies nativas de peixes e promover o equilíbrio do ecossistema

Informação, sigilo e direito do cidadão GAUDÊNCIO TORQUATO O affaire em torno da lei de acesso à informação pública, que passou pela Câmara e deverá ser votada no Senado após o recesso, revela o traço de um país que tem como costume inverter a ordem das coisas. Não temos uma norma para obrigar o Estado a suprir a sociedade com informações de interesse público, mas dispomos de uma lei decretando o sigilo, ou seja, para regular a exceção. O fato pode parecer estranho, mas em se tratando de Brasil, tudo é possível. Quem não recorda nossa pirâmide dos direitos? Por aqui, os direi-

tos sociais chegaram antes dos direitos civis, invertendo a lógica descrita por Thomas Marshall. O sociólogo defendeu a tese de que as nações democráticas, a partir de seu país, a Inglaterra, implantaram primeiro as liberdade civis, a seguir, os direitos políticos e, por último, os direitos sociais. Pior é que os nossos congressistas parecem querer inventar a roda, deixando de avaliar a experiência de países como os Estados Unidos, que dispõem de um forte instrumento de acesso à informação pública, o Freedom of Information Act, de 1966. Ali, os prazos máximos de sigilo são de até 25 anos e apenas em casos excepcionais

(armas de destruição em massa, por exemplo), podem ser estendidos por mais 25 anos. Por aqui, a Câmara aprovou um prazo de 50 anos para sigilo de documentos ultra secretos (25 anos prorrogáveis por mais 25), mas a proposta esbarra na visão do presidente do Senado, José Sarney, e do senador Fernando Collor, que preside a Comissão de Relações Exteriores, ambos defendendo o sigilo eterno. Defender o sigilo de informações de interesse público num dos ciclos mais intensos da Sociedade da Informação parece contrassenso. Aqui e alhures, a sociedade clama por transparência, ao empuxo das correntes que avan-

çam no vácuo deixado pela democracia representativa e nas pistas abertas pela democracia participativa. Põe-se o dedo nas feridas dos governos, cobrando-se explicações e providências dos mandatários, exigemse ajustes nas políticas públicas, denunciam-se as tramóias e máfias que se formam nas malhas intestinas do Estado, formase,enfim, um gigantesco aparato de acompanhamento e controle de obras e serviços públicos. Agindo como motor do sistema de vigilância social, expandemse as redes sociais da comunicação eletrônica propiciada pela internet, cujos efeitos se fazem sentir na pressão sobre os atores políticos de todos os espec-

tros e instâncias. Enfrentar tal paredão de pressão, mesmo sob o defensável argumento de que o interesse público se deve fundar na segurança coletiva ou do Estado, equivale a tentar parar o fluxo civilizatório. É evidente que nem todos os fatos socialmente significativos podem ser escancarados. Há casos que dizem respeito às razões do Estado e outros habitam o estreito território que separa a vida privada da vida pública. Ou seja, o sigilo abriga situações ancoradas na segurança da sociedade ou quando convêm ao processo investigativo promovido por autoridade. Ainda no cofre do sigilo estão ocorrências relevantes, em particular no campo dos negócios. Resguardam-se, também, questões atinentes à imagem ou à privacidade das pessoas. Nessa área está a execrável espionagem feita pelo tabloide inglês News of the World, do magnata australiano Rupert Murdoch, que bisbilhotou a vida de cidadãos, invadindo sua intimidade, gravando conversas íntimas. Mas há casos de alto interesse público que não podem ser coibidos. Exemplo é a Operação Boi Barrica, envolvendo o empresário Fernando Sarney. O jornal O Estado de S.Paulo foi proibido por um desembargador do Distrito Federal de publicar matérias sobre esse caso. Na verdade, a sociedade clama é pela maximização do conceito de transparência total pelos governantes, cumprindo o princípio basilar estabelecido no caput do artigo 37 da Constituição, que trata da publicidade dos atos públicos. O princípio entra na agenda dos governantes, lembrando-se que, nos EUA, o presidente Barack Obama inaugurou o Open Government. Dos homens públicos cobram-se atitudes

compatíveis com parâmetros éticos, não podendo ser escamoteados atos que atentem contra a coisa pública. Em termos de Brasil, esse é um dos aspectos que mais geram conflitos. Gestores, parceiros e figurantes políticos flagrados com a boca na botija acham-se injustiçados. Na condição de indiciados, alegam receber da mídia tratamento de condenados. A questão é complexa, eis que emergem dois escopos garantidos pela Carta Magna: o direito à informação, resguardado o sigilo da fonte, e a justiça para todos. Os envolvidos se queixam: a visibilidade na imprensa gera condenação prévia,influindo no julgamento. Se a mídia utiliza seu potencial para noticiar e emitir juízos de valor sobre um acusado, o julgamento pode ser imparcial? O interesse individual (sigilo) deve se subordinar ao interesse coletivo (divulgação)? Outra situação diz respeito ao sigilo da informação. A quem cabe a culpa pela quebra de sigilo: a quem o rompeu ou à mídia, que acolheu a informação? Por todos esses ângulos e, mais ainda, pela cultura patrimonialista, que viceja em todos os quadrantes do território, cujos frutos aparecem no farto noticiário sobre desmandos, enriquecimento ilícito, favorecimentos, superfaturamento de obras, a lei de acesso à informação pública aparece em boa hora. Trata-se de um avanço civilizatório. Que seja aprovada sem censura. O País deve recebê-la com a bandeira da cidadania. Gaudêncio Torquato, jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação.Twitter:@GaudTorquato


A-10 - 23 de julho de 2011

COMPANHIA DE DANÇA PÉROLA NEGRA

PÉROLA NEGRA FAZENDO ARTE PELA EDUCAÇÃO FORAM 21 PRÊMIOS EM 6 MESES FESTIVAL DE DANÇA EM CACONDE/SP, 01,02,03 DE ABRIL DE 2011. 1º Lugar em dança Contemporânea / Insanos. 3º Lugar em dança Contemporânea / Esquizofrênico. 1º Lugar em estilo Livre / É o que me interessa. FESTIVAL DE DANÇA EM VARGINHA/MG, 27 DE MAIO DE 2011. 2º Lugar em dança Contemporânea, solo / Insônia. 3º Lugar em dança Contemporânea, solo / Dançando no escuro. 3º Lugar em estilo livre / É o que me interessa. 3º Lugar em Street Dance / Acredite no seu estilo. FESTIVAL DE DANÇA EM ITAPIRA/SP , 28 DE MAIO DE 2011. 3º Lugar em Street Dance / Acredite no seu estilo. 3º Lugar em dança Contemporânea / Insanos. FESTIVAL DE DANÇA EM MOGI-MIRIM/SP, 16 A 19 DE JUNHO DE 2011. 3º Lugar em dança Contemporânea / Bonecos.

Pérola Negra coreografia Insanos

FESTIVAL DE DANÇA EM DIVINÓPOLIS/MG, 23 A 26 DE JUNHO DE 2011. 1º Lugar em Dança Contemporânea, solo/ Esquizofrênico. 2º Lugar em Dança Contemporânea / Insanos. 3º Lugar em Dança Contemporânea, solo / Insônia. FESTIVAL DE DANÇA EM CATANDUVA/SP 13 A 17 DE JULHO DE 2011. 1º Lugar em Dança Contemporânea / Insanos. 2º Lugar em Estilo livre / Mortal Loucura. 3º Lugar em Street Dance / Acredite no seu estilo. DESTAQUES: Prêmio de 3º Melhor Grupo do Festival – Caconde/SP Indicação de Melhor Grupo – Divinópolis/MG Indicação de Melhor Bailarino – Divinópolis/MG Prêmio de Melhor Bailarino Daniel Cortez – Divinópolis/MG Prêmio de Melhor Coreografia do Festival (Coreografia Insanos) Catanduva/SP

Curso de Jazz Dance com Karina Angélica

Pérola Negra em Divinópolis Premiação em Divinópolis Pérola Negra com o grupo D-Efeitos

Pérola Negra com o grupo D-Efeitos Pérola Negra em Catanduva

Pérola Negra Em Itapira

Projeto Dança e Educação em Santo Antonio

Pérola Negra com Jurados em Divinópolis

Premiação de Catanduva

Pérola Negra coreografia Mortal Loucura

Pérola Negra em Mogi Mirim

Pérola Negra coreografia Acredite no Seu Estilo


23 de julho de 2011 - A-11

APRESENTA RESULTADOS DO 1º SEMESTRE TRABALHO SÉRIO, RESULTADO CERTO

Pérola Negra em Mogi Mirim Pérola Negra em Catanduva

Pérola Negra coreografia Bonecos Pérola Negra com o jurado André Pires

Reginaldo Pepe Diretor geral da Companhia

Pérola Negra com jurada Andréia Piveta do Grupo Raça Pérola Negra no Festival de Caconde

Pérola Negra com jurado Antar Lacerda

Pérola Negra em Varginha

Pérola Negra em Varginha

Pérola Negra com o troféu conquistado em Catanduva Pérola Negra melhor coreografia do Festival em Catanduva - Prêmio Especial

PROJETO DANÇA E EDUCAÇÃO SANTO ANTONIO - TERÇA E QUINTA DAS 18:30 ÀS 19:30 CASSUCCI - QUARTA E SEXTA DAS 9 ÁS 11 HORAS E DAS 14 ÀS 17

2 º Festival São José em Dança Acontecerá em setembro, em nossa cidade, com presença de Cia. convidadas, mostra competitiva, palco aberto, cursos e batalha de B. Boys em 4 dias de evento


23 de julho de 2011 - A-12

Padre Agostinho comemora bodas de ouro Um grupo de fiéis da Paróquia de São Roque esteve no sábado, dia 16 de julho, na Vila Nova Cachoeirinha, em São Paulo, para participar da celebração eucarística pelos 50 anos de ordenação sacerdotal do Padre Agostinho Zacchetti. A celebração foi realizada na quadra do Colégio Cachoeirinha, pois a Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora das Graças está em reformas. Padre Agostinho é vigário daquela comunidade desde 28 de outubro de 1984 e foi o primeiro pároco (1968-1984) da Paróquia de São Roque, em São José do Rio Pardo. Os rio-pardenses que foram prestigiar o acontecimento participaram dos movimentos religiosos coordenados por ele, enquanto esteve em São José. A missa foi aberta pelo Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, e concelebrada, entre outros, pelo Dom Paulo Cel-

so De Martini, Abade do Mosteiro São Bernardo e vigário atual da Paróquia Santuário de São Roque, e pelo bispo Dom Edmilson Caetano, da Diocese de Barretos. Depois da celebração, houve uma recepção aos convidados, ocasião em que o Padre Agostinho pode conversar com seus paroquianos e com os visitantes, especialmente os rio-pardenses, que

mataram saudades e puderam perceber como o Sacerdote é estimado entre os fiéis de sua Paróquia, inclusive as crianças. Ele exerce o cargo de Vigário Episcopal da Região Santana, da Arquidiocese de São Paulo, desde 1999, nomeado pelo então Arcebispo Dom Cláudio Hummes, mandato que foi renovado por Dom Odilo por mais seis anos. DIVULGAÇÃO

Grupo de fiéis de São José do Rio Pardo presente à celebração DIVULGAÇÃO

Padre Agostinho foi o primeiro pároco da Paróquia de São Roque


23 de julho de 2011 - A-13

Hackers do LulzSecBrazil falam à Gazeta Grupo que invadiu sites do Governo Federal promete novos ataques para oo dia 30 GISELLE TORRES BIACO

No mês de junho, o país foi surpreendido com invasões sucessivas de hackers aos principais sites do Governo, promovendo confusões nas informações, instabilidade, algumas páginas não carregavam e apresentavam mensagens de erro. O grupo LulzSecBrazil, que recentemente concedeu entrevista ao programa CQC, da Band, foi um dos responsáveis pelos ataques. Na quarta-feira desta semana, a redação de Gazeta do Rio Pardo conseguiu contato com um de seus membros por email. Assinando como Bile Day, o hacker confirma que o LulzSecBrazil invadiu os sites da Presidência da República, Senado, Ministério da Cultura, Ministério do

REPORTAGEM

Esporte, Petrobras e Portal Brasil. O LulzSecBrazil é o braço brasileiro do grupo internacional Lulz Security, que recentemente promoveu ataques cibernéticos a servidores da CIA (agência de inteligência americana), do FBI (polícia federal americana), do serviço público de saúde britânico, o NHS, da empresa Sony e das TVs Fox e PBS. De acordo com Bile Day, o LulzSec é um grupo que luta contra a corrupção no mundo e pela liberdade no mundo online. “Nossos objetivos são mostrar e desmascarar os governos corruptos e levar a população a se revoltar contra isso”, diz. Recentemente, o grupo se reuniu com a UNA-BR (União Nacional Anonymous-Brasil), outro grupo de hackers que dividem as

mesmas filosofias e afirmam ter declarado “guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo”. Bile Day explica: “Estamos em guerra contra todos os governos e instituições no mundo que querem controlar a população mundial, ficando cada vez mais ricos e poderosos às custas da miséria de várias pessoas.” Ainda segundo o hacker, o que se pretende, com essas invasões, “é levar a população não apenas no Brasil, mas de todo o mundo, a se revoltar e lutar por seus direitos, pois não pode ser controlada e manipulada por governantes e grandes empresas. Já está na hora de darmos um basta nisso tudo.” Segurança dos sites Sobre a questão da vul-

REPORTAGEM

nerabilidade dos sites no Brasil em termos de segurança, assunto que foi abordado durante a entrevista que o grupo concedeu ao CQC, Bile Day confirma que a maioria dos sites está vulnerável. “Na entrevista não ficou muito clara nossa ideia, cortaram algumas partes, mas não estamos apenas para mostrar a fragilidade na internet no Brasil, mas também contra o sistema opressor que oprime a população e faz dela o que quiser, é contra isso que lutamos”, diz. O hacker informa que outras invasões serão realizadas com data marcada: dia 30 de julho, próximo sábado. “Estamos anunciando a Operação Onslaught, que será realizada no dia 30. Diremos os alvos apenas no dia marcado”, conclui.

Anonymous & Lulzsec As definições seguintes foram veiculadas na internet pelos próprios grupos. “Anonymous é uma ideia, uma causa pela mudança dos sistemas político, social e econômico opressores, perversos e corruptos. Queremos que essa ideia seja difundida, a fim de lembrar a população do poder que possui para modificar a realidade existente e criar um mundo da liberdade (de expressão, de acesso ao conhecimento e ao poder, de acesso à informação), do respeito e da dignidade humana”. ”A Lulzsec é um grupo aberto que partilha dessa ideia e luta pela liberdade de informação, de conhecimento, e contra a política que se esconde sob o véu da desinformação e do desconhecimento, escondi-

da por debaixo dos panos, mas da forma que acham pertinente: com ataques, a fim de chamar a atenção da mídia”. Hackers x Crackers Esses termos são comuns na área de informática, mas geram bastante confusão. Muita gente acha que hacker (a palavra hack foi criada na década de 50 para descrever modificações inteligentes em relés eletrônicos) e cracker (cracking = quebra) significam a mesma coisa. Na verdade, o termo hacker significa alguém que muda alguns programas através de técnicas simples e inteligentes com intuito de melhorar esses programas. Normalmente o hacker usa sua inteligência para o bem, enquanto cracker é considerado uma pessoa sem ética e sem escrúpulos.

Já há 120 casos suspeitos de dengue A enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica, Denise Rondinelli Cossi Salvador, informou esta semana que o município está com 120 casos suspeitos de dengue, sendo que seis deles são oriundos de outras cidades. Os dados são referentes ao período de janeiro a julho. Até o momento foram confirmados 53 casos: 49 adquiridos aqui e cinco “importados”.

“No momento, há três suspeitos que ainda não compareceram para colher o exame de sorologia para confirmação do diagnóstico”, disse a enfermeira. De acordo com ela, a Secretaria de Saúde está preocupada com as regiões da Vila Brasil e Centro - locais que tiveram o maior número de suspeitos notificados e de casos confirmados. A dengue se prolifera durante todo o ano, independente da estação. “No entanto, torna-se mais freqüente o surgimento de casos após o período chuvoso. É importante que pelo menos uma vez por semana as pessoas verifi-

quem em suas casas, os possíveis criadouros do mosquito e evitem jogar lixo nas ruas ou em terrenos baldios. A Secretaria de Saúde está fazendo sua parte com a nebulização em torno das casas em que há casos confirmados, mas precisamos da ajuda de todos para eliminação dos focos e criadouros do mosquito”, prosseguiu. Denise informou que o Aedes Aegypti tem autonomia de vôo de 1 quilômetro, o que significa que se desloca de uma casa para outra, até encontrar abrigo e local para depositar os seus ovos, que são viáveis por até dois anos.

Na última semana, o professor de dança de salão Alexandre de Souza, mais conhecido por Piu-Piu, participou de um curso de aprimoramento no Clube Latino, na cidade de São Paulo. As aulas foram ministradas pela dançarina Karina Carvalho, uma das finalistas do programa “Se ela dança eu danço”, do SBT. “Precisava me atualizar com as novas tendências rítmicas do bolero, samba de gafieira, salsa e zouk. As danças de salão passam por adaptações para se adequarem às músicas atuais, mas sem perder as

características tradicionais”, disse o professor. Na Fábrica de Expressão, as aulas são realizadas todas as terças, quartas e quintas-feiras, em dois horários: das 20h às 21h e das 21h às 22h, sendo que as de iniciante acontecem, exclusivamente, às quartas. Outras atividades como música, pintura e teatro, dentre outras, também são oferecidas. No caso da dança, além do salão, há aulas de balé, dança contemporânea, dança do ventre e dança de rua. Mais informações pelo telefone 3682-9926.

Professor de dança faz curso em SP


23 DE JULHO DE 2011 - Pág. A- 14

J3 Turin ou Voyage para sedã compacto? O principal atrativo do lançamento do J3 Turin é o custo-benefício para o comprador Na lista dos dez carros mais vendidos do País, três fazem parte do segmento de sedãs compactos: Chevrolet Classic/Corsa Sedan, Fiat Siena e Volkswagen Voyage. De olho na trajetória das marcas já estabelecidas no País, o empresário Sergio Habib passou a importar da China, em março deste ano, mais uma oferta para este mercado, o J3 Turin. O principal atrativo do lançamento é o custo-benefício. Por R$ 39.900, o comprador tem direito à direção hidráulica, airbag duplo, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, rodas de liga leve de 15 polegadas, ar-condicionado, trio elétrico e CD player. Todo esse recheio, somado à garantia de seis anos, é o trunfo do imigrante para tirar vantagem da concorrência. Neste comparativo, o rival considerado foi o Volkswagen Voyage Comfortline que, por R$ 41.160, carrega direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos e travamento central. Um conjunto formado entre Gol e Passat O Voyage, lançado em 1981, ficou 12 anos fora de circulação no mercado. Na época, surgiu como um conjunto de Gol com Passat; parou de ser vendido em 1996 e voltou somente em 2008 para preencher uma lacuna na qual a Volkswagen não tinha nenhuma oferta, a de sedãs compactos. Desde que voltou à ativa, tem sido uma boa opção para casais jovens com mais um integrante na família ou simplesmente por aqueles que precisam de um porta-malas mais generoso. A dirigibilidade é sua principal vantagem frente ao J3 Turin. O câmbio manual de cinco velocidades possui engates precisos e, junto do motor de 1,6 litro de 104 cv de potência

forma um par bem afinado. O torque de 15,6 mkgf aparece aos 2.500 giros, o que favorece sua performance em velocidades mais baixas, em que é preciso reduzir e acelerar com frequência, como no trânsito. Nas ladeiras e com o carro carregado, no entanto, sente-se perda de força, mas nada que comprometa o desempenho do sedã. O porém do carro fica por conta do que já acontece com diversos modelos da Volkswagen que ficam em uma faixa de preço mais acessível para quem busca algo além do popular: a pouca oferta de equipamentos de série. Na versão topo de linha Comfortline, o Vo ya g e n ã o t ra z C D player, rodas de liga leve, ar-condicionado, retrovisores externos com acionamento elétrico, airbag nem freios ABS. Novato agrada pelo pacote completo Seis anos de garantia e uma extensa lista de itens de fábrica, citados no início da matéria, somados a 490 litros de espaço no bagageiro são os atrativos do J3 Turin para quem não tem preconceito contra marcas chinesas e simpatiza com sua aparência. Ok, e a desvantagem do modelo? O motor 1.4 de 108 cv e 14 mkgf de torque, não fica atrás do 1.6 do Voyage, mas é movido somente a gasolina (nesta faixa de preço, esta falta de opção pode fazer diferença no custo do abastecimento) por enquanto, já que a JAC pretende colocar tecnologia flex em seus carros no ano que vem. Os pontos perdidos no J3 Turin estão no engate da alavanca de câmbio e no conjunto da suspensão. No primeiro caso, a sensação é de imprecisão e fragilidade. Já no segundo, o conjunto é macio demais, fazendo com que os passageiros fiquem chacoalhando dentro do

carro. Na cabine, o revestimento dos bancos na cor preta pode mudar de cor caso o motorista esteja vestido com alguma roupa que solte pêlo. Além disso, o cheiro forte de plástico pode inomodar na-

rizes mais sensíveis. Veredicto de Anelisa Lopes – Por R$ 39.900, o comprador que busca um sedã pequeno leva um chinês completo para casa. Equipado com a mesma oferta, o VW

acaba saindo quase R$ 10 mil mais caro. Se a ideia, no entanto, é usar o carro no dia a dia, o Voyage ganha o comparativo. A dirigibilidade mais suave, graças à suspensão mais firme, às

retomadas melhores e ao interior - o revestimento dos bancos (o do J3 acumula bolinha) e acabamento (plástico de boa qualidade e bem encaixado) – fazem dele a melhor opção. DIVULGAÇÃO

O J3 Turin sai R$ 10 mil mais barato do que o VW Voyage

Gol e Fox entram no ritmo do Rock in Rio REDAÇÃO ICARROS

Patrocinadora da décima edição do Rock in Rio, evento musical que acontece entre os dias 23 de setembro e 2 de outubro no Rio de Janeiro, a Volkswagen lançou uma edição especial do Gol e do Fox em homenagem ao evento. Os dois modelos receberam roda com pin-

tura cinza, faixa lateral, retrovisor externo da cor da roda, aplique preto na placa, interior escurecido e detalhes vermelhos na ca-

bine. O Gol Rock in Rio, com motorização de 1,0 litro bicombustível, custa R$ 35.350 e o Fox, dospiní-

vel com motor 1.6 Flex, sai por R$ 40.990. A edição será comercializada durante três meses, a partir de julho. Serão fabricadas 900 unidades Gol e 350 do Fox por mês. Os compradores da série especial receberão uma senha exclusiva, que dará direito a baixar músicas gravadas ao vivo durante o evento pela internet.

DIVULGAÇÃO

ANELISA LOPES ICARROS


A- 15 - 23 de julho de 2011

Chega a versão Tourer da Kawasaki Versys ROBSON RODRIGO ASSESSORIA RAIPRESS

A Kawasaki Motores do Brasil coloca à disposição do consumidor brasileiro mais uma opção para longos percursos. A versão Tourer da Maxi Trail Versys 650 é reconhecida na Europa pelo seu conforto, versatilidade e facilidade, principalmente no transporte de bagagens. O modelo possui acessórios com apelo touring: malas laterais, protetores de mãos e párabrisas com tamanho maior e com a inclusão de um defletor fixado em sua extremidade e será comercializado aqui no Brasil como itens de série. “A Versys Tourer possui estilo arrojado, herdado da versão Standard da Versys convencional, mas com o diferencial de adereços voltados para o touring”, afirma Affonso de Martino, gerente comercial da Kawasaki Motores do Brasil. O

executivo diz ainda que, “assim como boa parte dos modelos comercializados pela KMB no Brasil, a Versys Tourer também será montado na fábrica da marca no Pólo Industrial de Manaus (AM) e se junta aos outros nove modelos já nacionalizados “. O modelo já pode ser encontrado nas principais concessionárias autorizadas na cor Metallic Spark Black (preta), com preço sugerido de R$ 32.990,00 na configuração Standard e, R$ 35.990,00 na versão top de linha equipado com freios ABS. Visual moderno A Versys Tourer tem estilo arrojado e típico de uma legítima Maxi Trail. A bolha frontal ganhou ainda mais destaque com a inclusão de um pára-brisa de maior dimensão, que com ao auxilio do pequeno defletor fixado em sua extremidade, direcionará o vento frontal

para cima evitando o contato com o rosto do piloto. Segurança Visando a segurança do piloto e a busca pelo apelo touring, a Kawasaki decidiu incluir nessa nova versão protetores de mãos pintados na cor do modelo, dando um toque de modernidade. Malas laterais As malas laterais são exclusividade do modelo e possuem uma excelente capacidade de transporte, proporcionando maior comodidade em percursos longos, permitindo que o piloto e/ou garupa não carreguem malas e peso extra em suas costas. Motor potente Assim como em sua versão original, a Versys Tourer está equipada com motor bicilindrico de 649 cc refrigerado à água que gera 64 cv de potência a 6.500 DIVULGAÇÃO

rpm e conta com um torque máximo de 5,1 kgfm a 3.000 rpm, junto a transmissão de seis marchas.

Painel de instrumentos A Versys Tourer traz painel com iluminação em LED, melhorando consideravelmente a visibilidade à noite, e garantindo acesso a itens fundamentais como: velocímetro digital, indicadores de rotação e marcadores do nível de combustível, além, é claro, de hodômetro parcial e total.

Rodas esportivas de 17’’ A Versys Tourer possui agilidade por ser equipada com rodas de 17 polegadas e pneus para uso urbano, tanto na parte dianteira quanto na traseira. Suspensão de curso longo A combinação de uma suspensão dianteira invertida e a suspensão traseira de curso mais longo com mola com ajustes, é uma das chaves do con-

forto e controle ativo oferecido pela Versys. Isso a torna mais segura independente das condições de estrada. ABS Opcional Para permitir ainda mais segurança ao condutor e seu passageiro, a Versys Tourer traz como item opcional o sistema de freios ABS. Os discos triplos em formato de pétalas proporcionam maior eficiência nas frenagens sem que haja o travamento da roda. DIVULGAÇÃO

Posição de condução A posição de condutor permanece ereta e, auxiliado pelo guidão mais largo, proporcionam ao motociclista uma condução muito mais confortável e relaxada, mesmo em viagens de longos trajetos. Tanque de combustível Com capacidade para 19 litros, o tanque de combustível proporciona boa autonomia, além de evitar constantes paradas em postos de combustíveis. DIVULGAÇÃO


A- 16 - 23 de julho de 2011

FALECIMENTOS

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro:

FIDELMA MAGRI MADEIRA – Dia 16 de julho, aos 81 anos de idade, casada com Onofre Madeira. Filha de Ângelo Magri e Julita Onofra Magri, ambos falecidos.

10.562 - CARLOS HENRIQUE ZANETTI BAPTISTELLA e ANA PAULA DE MORAES, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e quatro de novembro de um mil e novecentos e oitenta e seis (24/11/1986), de nacionalidade brasileira, marceneiro, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de ANTONIO CARLOS BAPTISTELLA e de MARIA ISABEL ZANETTI BAPTISTELLA; e a pretendente: solteira, nascida no dia dois de julho de um mil e novecentos e oitenta e sete (02/07/1987), de nacionalidade brasileira, secretária, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de ALFREDO BALBINO DE MORAES e de MÁRCIA BENEDITO DE MORAES.

JOÃO CIPOLA DE FARIA – Dia 15 de julho, aos 72 anos de idade. Filho de Salvador Cipola e Ana Alves de Faria Cipola, ambos falecidos.

10.563 - LEANDRO FURLAN e DANIELA VICENTE BORGES, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e quatro de junho de um mil e novecentos e oitenta e quatro (24/06/1984), de nacionalidade brasileira, Policial Militar, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de JOSÉ GERALDO FURLAN e de MARIA DAS NEVES MEDEIROS FURLAN; e a pretendente: solteira, nascida no dia catorze de agosto de um mil e novecentos e oitenta e dois (14/08/1982), de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de SEBASTIÃO VICENTE BORGES e de LUZIA ESMÉRIA BORGES.

NELSON DA COSTA VIEIRA – Dia 15 de julho, aos 59 anos de idade, casado com Eli Nonato. Filho de Jovino da Costa Vieira e Maria Borges Vieira.

10.564 - CÉSAR AUGUSTO GARCIA DE ALMEIDA e MARY ANE VITÓRIO VICENTE, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e dois de agosto de um mil e novecentos e oitenta e oito (22/08/1988), de nacionalidade brasileira, Auxiliar de produção., natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de LÁZARO DONIZETE DE ALMEIDA e de MARIA DE LOURDES GARCIA DE ALMEIDA; e a pretendente: solteira, nascida no dia quinze de fevereiro de um mil e novecentos e noventa e um (15/02/ 1991), de nacionalidade brasileira, Auxiliar administrativa, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de NELSON APARECIDO VICENTE e de SHIRLEY DE FÁTIMA VITÓRIO.

MARIANNA MARTINS DE SOUZA – Dia 27 de julho, aos 94 anos de idade, casada com Antônio Augusto de Souza. Filha de Martins Silvério e Generosa Felicidade.

LAÉRCIO DONIZETTI PAN MARCOLINO – Dia 08 de julho, aos 47 anos de idade. Casado com Nelbi Urias de Barros. Filho de José Marcolino, já falecido e Tereza Pan Marcolino.

MARIA DO CARMO DE JESUS – Dia 16 de julho, aos 87 anos de idade, casada com Lourenço Pinto Camargo. Filha de Joaquim Paulino Jeremias e Maria do Carmo de Jesus, ambos falecidos.

ANTONIA CÂNDIDA DE ANDRADE – Dia 07 de julho, aos 84 anos de idade, casada com Bernardino Silvano de Andrade. Filha de Antonio Carlos Pereira e Maria Cândida da Cruz, ambos falecidos.

10.565 - FÁBIO HENRIQUE ALVES DE OLIVEIRA e RENATA TOFANIN MICHELAZZO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia dois de setembro de um mil e novecentos e oitenta (02/09/1980), de nacionalidade brasileira, farmaceutico, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de OSMAR BAPTISTA DE OLIVEIRA e de ROSA HELENA ALVES DE OILIVEIRA; e a pretendente: solteira, nascida no dia onze de julho de um mil e novecentos e oitenta e três (11/07/1983), de nacionalidade brasileira, farmaceutica, natural de SÃO JOÃO DA BOA VISTA - SP, filha de PAULO CEZAR MICHELAZZO e de MARIA APARECIDA TOFANIN MICHELAZZO.

10.567 - SIDNEI ASTOLFO TORTELLI e TAISA DE PAULA RAMOS, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia quinze de maio de um mil e novecentos e oitenta (15/05/1980), de nacionalidade brasileira, motorista, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de ANTÔNIO CARLOS TORTELLI e de INÊS ASTOLFO TORTELLI; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e oito de fevereiro de um mil e novecentos e oitenta e nove (28/02/1989), de nacionalidade brasileira, assistente operacional, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de SANTO EDUARDO RAMOS e de MARIA CELINA NERY RAMOS.

Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 22 de julho de 2011. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

A empresa NAIR SCARCELLA DA SILVA – ME, inscrita no CNPJ nº 04.944.744/0001-15 e IE 646.127.658.115, estabelecida na Rua Siqueira Campos, nº 716, Bonsucesso, na cidade de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, COMUNICA o extravio da Nota Fiscal Modelo 1 do nº 001 a 025, Nota Fiscal de Venda a Consumidor Série D-1 do nº 001 a 1050, Nota Fiscal de Venda a Consumidor Série D-2 do nº 001 a 250.

Lua de Mel – A viagem inesquecível... E ela está na Roquetur, que tem a viagem que os noivos querem! Boa sorte e felicidades!

Roquetur fone: (19) 3608-4193

medindo 800m2 com fundo para o Rio, a 200 metros do Clube de Pesca. Casa c/ 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, terraço,etc. R$ 150.000,00, Aceita-se no negócio casa na cidade.

Tratar (19) 3682-3471 ou 8123-6224

VENDE-SE 1 camioneta D-10, Ano 84, carroceria nova, reformada. Tratar (35) 9129-0145 ou (19) 8191-3835

VENDO OU ARRENDO a melhor ”casa de sucos e açaí no copo” de São José do Rio Pardo.Ótima localização no centro da cidade. Motivo: Mudança. Tratar pelo telefone: 19 8243 6792 ou 19 3608 6365. Ou e-mail para: pedacodoacai@hotmail.com

ANTONIO CARLOS LIMA, portador do RG: 19.821.625-SSP/SP e CPF: 172.071.628-55 arrendatário da Chácara Estância Bela Vista, declara que foi extraviado o talão de Nota Fiscal de Produtor, Modelo 4 de nº 001 a 025, parcialmente utilizado, em nome do produtor rural Antonio Carlos Lima e outros, CNPJ: 11.764.237/0001-65 e IE: 646.157.237.112, da Chácara Estância Bela Vista, município de São José do Rio Pardo-SP. EXTRAVIO DE NOTA FISCAL DANIELA PINHEIRO MENARDI MERLI-ME.,estabelecida na Rua Coronel Alípio Dias, nº938, Centro, na cidade de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, CEP 13.720-000, inscrita no CNPJ sob n.º 09.472.278/0001-36, comunica o extravio ou furto da nota fiscal nº3.000, do talão de Nota Fiscal de Prestação de Serviço, Aut. nº857, conforme declaração de extravio nº603/2011 da Delegacia de Polícia de São José do Rio Pardo-SP.

10.566 - GRACIANO LISBÔA NETTO e DANIELE BALDO DE CASTRO, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia primeiro de dezembro de um mil e novecentos e setenta e sete (01/12/1977), de nacionalidade brasileira, Engenheiro Agronomo, natural de PORECATU - PR, filho de ODAIR LISBÔA e de MARINEZ VIEIRA LISBÔA; e a pretendente: solteira, nascida no dia quinze de junho de um mil e novecentos e setenta e sete (15/06/1977), de nacionalidade brasileira, Farmaceutica, natural de SÃO PAULOCAPITAL -34º SUBD. C. CÉSAR - SP, filha de JOÃO BATISTA DE CASTRO e de MARIA ELZA BALDO DE CASTRO.

10.568 - CARLOS EDUARDO DA CRUZ e LILIAN APARECIDA DA SILVA ANDRÉ, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia dezesseis de dezembro de um mil e novecentos e oitenta e quatro (16/12/1984), de nacionalidade brasileira, lavrador, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filho de SEBASTIÃO CARLOS DA CRUZ e de MÁRCIA APARECIDA MARTINS DA CRUZ; e a pretendente: solteira, nascida no dia dezenove de outubro de um mil e novecentos e noventa (19/10/1990), de nacionalidade brasileira, do lar, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, filha de VITOR FRANCISCO ANDRÉ e de ZULEIDE DA SILVA ANDRÉ.

VENDE-SE CHÁCARA,

ANTONIO TREVISAN SÃO SEBASTIÃO DA GRAMA - ME torna público que recebeu da CETESB a Renovação da Licença de Operação Simplificada N° 66000017 , válida até 28/06/2014, para Produtos alimentícios não especificados ou não classificados, fabricaç à RUA MANOEL MARTHA, 137, DIST. INDUSTRIAL, SÃO SEBASTIÃO DA GRAMA/SP. PROJETOS, PUBLICAÇÕES E LICENCIAMENTO-CAMPOS E ASSOCIADOS (19)3622-3494

PALESTRA PARA DENTISTAS PALESTRA: Aposentadoria e Previdência Social DATA: 01/08/2011 - Segunda-feira HORÁRIO: das 19 às 23 horas LOCAL: Anfiteatro FUNVIC - MOCOCA/SP Valor: Sócio APCD: R$ 20,00 / Não Sócio: R$ 30,00 Dra Rita Helena de Souza Nora, fiscal do Conselho Regional de Odontologia, Seccional Mococa intercedeu junto ao Presidente da APCD de Mococa, Dr. Hélio Francisco dos Santos, sugerindo a programação de uma Palestra sobre Aposentadoria e Previdência Social direcionada à classe odontológica. Rita Helena alega que em suas visitas de fisDra Rita Helena calização, observou que muitos CDs manifestam constantes dúvidas sobre esse assunto. A Diretoria da APCD de Mococa acatou a sugestão e conseguiu uma palestra de 4hs com Dr. Hilário Bocchi Júnior e convida a todos os Cirurgiões Dentistas da região para participarem do evento, elucidar em suas dúvidas. Informações tel: (19) 3656 6495 Email: apcdmococa@hotmail.com

Loteamento Estância Macaúba Atendendo os Estatutos Sociais, convocamos os associados da Associação dos proprietários de lotes do Loteamento Estância Macaúba para realização da Assembléia Geral Ordinária a ser realizada no dia 30/07/2011. A 1ª Convocação ocorrerá as 9:30 hs e na falta de quorum a 2ª Convocação às 10:00 hs, com qualquer número de presentes, na Rua 3, Lote 2, no Condomínio Macaúbas – Casa do Sr. Djalma Galleazzo. Pauta da Assembléia: 1) Eleição Nova Diretoria – Biênio 2011/2012, 2) Prestação de Contas Ref. Exercício de 2010; 3) Outros Assuntos de Interesse Geral

ABANDONO DE EMPREGO Solicitamos o comparecimento do Sr. CLAUDIO CRISTIANO SALOME, Portador da CTPS N. 95856, Serie 0088-MG, no prazo de 48 horas. O seu não comparecimento caracterizará o abandono de emprego, conforme artigo 482 letra i da CLT Engetal Engenharia e Construção LTDA 9-16-23/7


23 de julho de 2011 - A-17

Caso do idoso pode resultar em processo Durvalino Fria, de 91 anos, não quer morar com as filhas para não dar trabalho

A família do aposentado de 91 anos que vive em condições subumanas de higiene e alimentação, em São José do Rio Pardo, pode ser responsabilizada mesmo que o idoso não queira sair de casa. A informação foi divulgada pela EPTV nesta sexta-feira, 22, que ouviu a advogada da Associação dos Aposentados de Rio Claro, Alessandra Zanetti. Segundo a advogada, dependendo de cada circunstância, o caso pode até resultar em prisão. “É um processo crime. A denúncia nesse tipo de crime corre sem necessidade de representação. Ele é automática. É feita toda a apuração pela delegacia e o promotor oferece denúncia dependendo da gravidade”. O caso foi mostrado no Jornal Regional de quartafeira (20). Durvalino Faria vive em uma casa toda bagunçada e com mau cheiro. Na cozinha, as panelas que não são lavadas há muito tempo. A geladeira está praticamente vazia e a água para beber está armazenada em um balde. Ele é pai de seis filhos e disse que mora sozinho porque quer. “Eu tenho as

duas filhas com até três cômodos arrumados. Só que morar com filho eu não vou mesmo. Eu não quero dar trabalho para ninguém”, explicou. Ele também não aceita ir para um asilo. As vizinhas contam que até duas semanas atrás ele fazia a própria comida, que pode lhe ter feito mal. Além disso, afirmaram que os filhos raramente aparecem para saber como ele está. Uma das filhas disse à emissora que depois que o pai se recusou a ir para um asilo, tentaram alugar uma casa, mas ele não quer sair do sítio onde mora. “Pelo estatuto do idoso, a família tem a obrigação de dar essa assistência. De acordo com a denúncia, vai ser apurado se essa família tem condições de cuidar desse idoso. E só será encaminhado para uma instituição pública se realmente a família não tiver como cuidar dessas determinações”, disse a advogada Alessandra. A secretaria de Assistência e Inclusão Social de São José do Rio Pardo informou à EPTV que o caso é de violação de direitos contra o idoso e que, desde o começo do ano, o aposenta-

Amor-Exigente está há 10 anos na cidade Há 10 anos em São José do Rio Pardo, o programa Amor-Exigente atua como apoio e orientação aos familiares de dependentes químicos, e também no trabalho à prevenção ao uso ou abuso de tabaco, álcool e outras drogas. Atende nas escolas “João Gabriel Ribeiro”, na Vila Pereira, e “Stella Couvert Ribeiro”, no Santo Antônio, com reuniões às segundasfeiras, a partir das 19h30. Segundo informações dos coordenadores, o programa é de auto e mútua ajuda que desenvolve preceitos para a organização da família, praticados por meio dos 12 princípios básicos e éticos, da espiritu-

alidade e dos grupos. “Com apoio de voluntários, sensibiliza as pessoas, levando-as a perceberem a necessidade de mudar o rumo de suas vidas e do mundo, a partir de si mesmas.” O Amor-Exigente existe há 26 anos e conta com 10 mil voluntários, que realizam cerca de 100 mil atendimentos mensais por meio de reuniões, cursos e palestras. São 536 grupos no Brasil, dois na Argentina, um no Peru e nove no Uruguai, além de 350 grupos em fase experimental e 249 subgrupos de Jovens na Sobriedade. Informações pelo telefone 3608-3706.

AGRADECIMENTO PÚBLICO O Asilo “Lar de Jesus” vem a público manifestar os sinceros votos de agradecimento ao querido amigo IURY FERES ABRÃO, e sua equipe de professores e funcionários da Academia AtleticComp que, por mais um ano, promoveu a bela festa junina com renda em prol do “Asilo Lar de Jesus”. O Asilo Lar de Jesus abriga e mantém 100 internos, em sua maioria, portadores de necessidades especiais e oriundos de famílias muito pobres que encontraram aqui um porto seguro ao final de suas tão sofridas existências. Trabalhar na seara da caridade e amor ao próximo é atitude nobre, excelente por essência, manifestada somente por aqueles que estão comprometidos com a verdadeira obra de Deus. Em nome dos internos, colaboradores e Diretoria Nosso MUITO OBRIGADO! QUE A PAZ DE JESUS OS ENVOLVA E QUE DEUS OS ABENÇOE! HOJE, AGORA E SEMPRE! RUBENS LUZ DA CUNHA -Tesoureiro MÁRCIA REGINA PINESI NASSER Presidente

do é acompanhado pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). O caso foi encaminhado na quartafeira (20) ao Ministério Público. Na tarde de quinta-feira (21), a reportagem de Gazeta/Rádio conversou com o promotor de Justiça Gabriel Guerreiro o qual informou que a denúncia foi feita por uma pessoa que não quis se identificar. De imediato foi acionado o Creas para que visitasse a residência do idoso, confirmando então as condições subumanas em que ele vivia. Na manhã de ontem, a reportagem procurou pela diretora do Creas (Rosangela Tinti), mas ela estava participando de um curso em São João da Boa Vista. Segundo informações de uma funcionária, uma das filhas do idoso se comprometeu a comparecer ao local e, juntos, tentar vaga em um asilo. AGRADECIMENTO

“A solidariedade humana é uma das formas mais lindas, e puras que podemos transmitir ao próximo. E por isso, nunca é demais passarmos adiante, um ato nobre, e de ajuda, pois atitudes feitas com o coração, certamente não fazem mal a ninguém, de forma contrária só traz coisas boas, aos que pensam desta maneira. A solidariedade humana ultrapassa todos os nossos entendimentos, e graças a milhares de pessoas que ela ainda pode ser encontrada em diversos luga-

REPRODUÇÃO

Idoso só irá para uma instituição pública se a família não tiver como oferecer assistência

Exemplo de solidaridade res. Existem inúmeras maneiras de colaborarmos com os que necessitam, ou seja, de sermos solidários. Ajudar um pobre que vive nas ruas, doando-lhe algum donativo, uma peça de roupa, que você não usa mais, uma comida, enfim ajuda, na maioria das vezes não custa muito, e não precisa ser ajuda somente com recursos financeiros. Prestar serviços numa entidade carente, ou em alguma organização, pois o imprescindível é simplesmente ser útil, e especialmente ajudar de alguma

maneira as pessoas que necessitam de uma mão estendida. Com base nesses pensamentos, alguns amigos uniram-se formaram o Grupo de solidariedade intitulado de “Em Nome do Pai”. Nosso objetivo ao criarmos este grupo foi o de ajudar entidades Filantrópicas e famílias necessitadas de nossa cidade. Nosso projeto, ainda pequeno, conta hoje com 06 membros e vários parceiros. Recentemente o Grupo teve a iniciativa de realizar a primeira campanha intitulada “Calor Humano”, onde conse-

guimos arrecadar 700 peças entre roupas em geral, cobertores e calçados. As doações adquiridas foram distribuídas para o asilo Lar de Jesus, Associação Lar da Infância e algumas famílias necessitadas devidamente cadastradas. Diante do grande sucesso da campanha o Grupo de Amigos em Nome do Pai vem agradecer os amigos, parceiros e a população rio-pardense pela inestimável ajuda.” Grupo de Amigos em Nome do Pai


A-18 - 23 de julho de 2011

Dia do Comerciante é comemorado na ACI Houve homenagens a J.B Daud Thérsio Gonçales e o ex-prefeito Celso Amato

Em comemoração ao Dia do Comerciante (16 de julho), a Associação Comercial e Industrial (ACI) de São José do Rio Pardo realizou, na quinta-feira (14), homenagens ao empresário João Batista Daud, o contador Thérsio Gonçalves e o ex-prefeito Richard Celso Amato (homenagem póstuma), personalidades que contribuíram com o desenvolvimento do município e, por consequência, com a própria ACI. A solenidade foi realizada no Auditório “Euclydes Mazzer”, localizado no segundo andar da Associação, com a presença de

comerciantes de São José e região e também amigos e familiares dos homenageados. Na abertura do evento, o atual presidente da entidade, Izonel Tozini, salientou as dificuldades enfrentadas pelos comerciantes, falou sobre os inúmeros deveres e os poucos direitos que possui a classe. Explanou sobre a grandiosidade e riqueza do Brasil e também do povo riopardense. Lembrou que são as pequenas e as micro-empresas que dão vida aos municípios. “São elas que geram arrecadação, emprego e que dina-

mizam o comércio de uma cidade”. Izonel também não deixou de enaltecer as personalidades homenageadas. “Tive a oportunidade de conhecer e conviver com todos eles, por isso sei que se trata de homens diferenciados e obstinados que fizeram muito pela nossa cidade”. O prefeito João Luís Cunha parabenizou a iniciativa da ACI em lembrar-se de pessoas tão importantes como os homenageados. Após as homenagens, foi oferecido um coquetel comemorativo aos presentes.

DIVULGAÇÃO

autoridades e homenageados posam para foto no auditório da ACI

Associação promove recreação nas férias Caminho da Fé promove a Caminhada de Férias DIVULGAÇÃO

A Associação Atlética Rio-pardense está promovendo, às quartas e sextas, das 14h às 17 horas, no conjunto poliesportivo, atividades de recreação para crianças de até 11 anos durante as férias. As brincadeiras (foto) são organizadas pelo coordenador de esportes Douglas Penteado.

Amanhã, dia 24, a Associação dos Amigos do Caminho da Fé promoverá a 1ª Caminhada de Férias, com saída marcada a partir das 8 horas, na Pousada do Peregrino, em Águas da Prata. O trajeto segue em direção a Andradas, parando para lanche e descanso na Fazenda Canto dos Xamãs, percurso que totaliza quatro quilômetros de ida

e volta. Um carro de apoio será disponibilizado durante todo o evento, para as pessoas que necessitarem de auxílio. A taxa de inscrição terá o valor simbólico de R$ 3,00, apenas para contribuir com o custeio do lanche. “A proposta é oferecer uma atividade saudável e um momento de confraternização entre as pessoas que apreciam a natureza.

Trata-se de uma ótima oportunidade de conhecer um pouco da maior trilha de peregrinação do país, e aproveitar um dia das férias para um evento agradável em contato com a natureza”, declara a assessora de imprensa Thaís Araújo. Mais informações no site caminhodafe.com.br ou pelo telefone (19) 3642-2751. DIVULGAÇÃO

O evento é uma oportunidade de conhecer a maior trilha de peregrinação do país

A cachorrada está solta pelo centro FELÍNIO FREITAS

Caetano Veloso cantou: “alguma coisa acontece no meu coração, que só quando cruzo a Ipiranga

com a Avenida São João...”. Alguma coisa também acontece no meu coração quando cruzo ou pelo menos tento cruzar/ transitar a rua 13 de Maio com a Coronel Marçal, aqui em Rio Pardo. No caso, eu tenho medo de ser mordido pelos cachorros que vivem naquela região. O bando de tão famoso até foi carinhosamente apelidado de a “Gangue peluda”. Certo domingo fui até a Padaria Riopardense comprar pão para o café da tarde e fui surpreendido pela “Gangue”. Dei meia volta e tive que ir por outra rua para chegar à minha casa. Quando morava na rua Francisco Glicério também fui “atacado” por cachorros que transitavam por aquela região. Em frente à locadora JB Vídeo, também é possível ser alvo de cães para os desavisados que passam depois das 10 horas da noite. Ao contar a história para um conhecido fiquei sabendo que algumas pessoas que não querem mais os seus cães arremessam esses bichos dentro do canil mantido pela União Rio-

Pardense Protetora dos Animais (Unir). É de se ficar horrorizado ao imaginar essa cena. Pelo que soube de uma voluntária da Unir, atualmente o local possui cerca de 200 cães. Assim como em outras cidades, também acredito que aqui em Rio Pardo existam pessoas que acabam cuidando desses animais, mesmo sem ter um espaço físico adequado ou até mesmo condições financeiras. Acredito que nenhum ser humano gostaria de ser arremessado por cima de um muro ou ser abandonado em caixas de papelão no sol, em matagal ou até mesmo em bueiros com apenas alguns dias de vida, como geralmente ocorre com gatos e cachorros. Seria importante pensar que os animais também sentem fome, dor e além de tudo precisam ser respeitados/ cuidados, e que antes de soltar cachorros ou gatos nas ruas, pense que eles podem virar um problema.

Felínio Freitas é jornalista


23 de julho de 2011- A-19

TAÇA SÃO JOSÉ

Nestlé e Ponte Preta decidem o título As equipes titulares do Grêmio Nestlé e da Ponte Preta começam as disputas para a conquista do título de campeão da 1ª Divisão da Taça São José de Futebol. A fase final será realizada em melhor de quatro pontos ganhos e o primeiro jogo será realizado neste domingo, a partir das 15 horas, no estádio “José Sérgio Apolinário”, no Vale do Redentor. O segundo jogo da final está marcado para o dia 7 de agosto, no estádio do Grêmio Nestlé. “Se acontecer dois empates ou uma vitória para cada lado, independente do número de gols marcados, o campeão será conhecido por pênaltis a serem cobrados na segunda partida da final”, disse Hélio Escudero, presidente da Liga Riopardense de Futebol (LRF), organizadora da competição. No último domingo foi realizada a segunda rodada da fase semifinal, que apontou os dois finalistas da Taça São José. No estádio do Grêmio Municipal, a Ponte Preta nem precisou suar a camisa para

conquistar a vaga. O time da “Macaca” iria enfrentar o Botafogo, mas o adversário não compareceu por alegar que a LRF não acatou o pedido do clube para que a partida fosse realizada com portões fechados. “No primeiro jogo da semifinal aconteceram alguns incidentes entre torcedores da Ponte Preta com jogadores do Botafogo, e além disso, um torcedor danificou o alambrado do estádio, por isso pedimos que o segundo jogo da semifinal fosse realizado em campo neutro, com portões fechados”, disse Luís Fernando Cândido Mogica (Pingo), presidente do Botafogo, informando que se o clube e jogadores forem punidos pela LRF, por não comparecerem à partida, recorrerá junto à Federação Paulista de Futebol. O presidente da LRF, Hélio Escudero, informou que o Botafogo e os jogadores ausentes serão penalizados como manda o regulamento da competição. No outro jogo da semifinal, no estádio do Grêmio Nestlé, o time da casa ga-

rantiu sua vaga para a final ao derrotar o Unidos da Vila por 4 a 0, gols de Celso Ferreira, Amarelo, Má e Mafra. Categoria aspirante No primeiro jogo da final, categoria aspirante, da Taça São José de Futebol - 1ª Divisão, não teve vencedor. No domingo, no estádio do Grêmio Municipal, as equipes da Rioplastic e Ponte Preta empataram em 1 a 1, gols de Douglas (Rioplastic) e Alexandre (Ponte). O segundo jogo está previsto para o dia 31 de julho, no estádio do Vale do Redentor. Em caso de novo empate, o campeão será conhecido através dos pênaltis. Rioplastic - Nei, Ziquinho, Ronaldo, Eber e Bil; Zezinho, Tel e João Bosco; Tatu, Lebrinha (Tião Paulo) e Douglas (Danilo). Técnico Kimil. Ponte Preta - João Victor, Ivan, Buiu, William Paião e Evandro; Pedrinho, Dodô e Alexandre (David); Edgard (Tonhão), Mateus e Diol (Japão). Técnico Teta.

Ponte Preta nem precisou suar a camisa para chegar a final

Grêmio Nestlé goleou Unidos da Vila e ficou com a vaga para a final


A-20 - 23 de julho de 2011

2ª DIVISÃO

Campeão será conhecido neste domingo FUTEBOL

Copa Verão de Futebol vai começar no próximo 9 A 5ª edição da Copa Verão de Futebol Master está prevista para começar no próximo dia 9 de agosto, no estádio do Vasco FC, com a participação de oito equipes como no ano passado: Vasco FC, Santa Lúcia, Hidro Energy, AAR/300, Vila Mariana (Mococa), Guará (Casa Branca), Giotto (Guaxupé) e Serralheria Zanetti. O jogo de abertura será disputado entre Vasco FC x Serralheria Zanetti, às 19h30.

A Copa Verão, que reúne atletas nascidos até o ano de 1967, este ano prestará homenagem ao esportista Mário Ferreira, ex-massagista do Vasco, falecido recentemente. “Somente o goleiro pode ter nascido até o ano de 1971, mas ele deve atuar somente no gol e não como jogador de linha”, disse Márcio Aparecido dos Santos (Coquinho), organizador do campeonato, informando que a competição terá o apoio do DEC.

Coquinho, organizador da Copa Verão de Futebol

A equipe campeã da categoria titular da Taça São José de Futebol, 2ª Divisão, será conhecida neste domingo no estádio “João Machado de Carvalho”, em São Sebastião da Grama. O jogo entre Brasão e Venerando começa às 15 horas. Em caso de empate, o primeiro lugar será decidido nos pênaltis, já que no primeiro jogo da fase final, realizado no estádio do Vasco FC, as duas equipes empataram em 1 a 1. “Brasão e Venerando vão jogar em São Sebastião da Grama porque foram penalizados em razão dos incidentes ocorridos no primeiro jogo. Com isso, a Comissão Disciplinar da LRF decidiu realizar esta segunda partida com portões fechados e sem a presença de torcedores”, disse Hélio Escudero, presidente da LRF.

Ziquinho e Evandro disputam posse de bola na final de aspirante 1ª Divisão

Douglas abriu o placar em favor da Rioplastic

Alexandre empatou para Ponte cobrando pênalti


23 de julho de 2011- A-21

CICLISMO

Rubinho representará o Brasil no Pan O ciclista Rubens Donizete Valeriano (Rubinho) é um dos ciclistas que defenderá o Brasil nos Jogos PanAmericanos, em Guadalajara (México), em setembro. No domingo, dia 17, na cidade de Caconde, Rubinho venceu o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike XCO, última etapa da seletiva que definiu os integrantes da seleção brasileira para o Pan. A competição teve o circuito de 5.300 metros e proporcionou muita disputa, reunindo os melhores ciclistas do Brasil. O

Mountain Bike brasileiro foi dividido em 17 categorias, entre a s ma i s aguardadas estava a Elite Masculina, que tinha como atual campeão Ricardo Pscheidt, que não conseguiu completar a prova no domingo devido a um acidente. O vencedor foi Rubens Donizete (Merida SR-Suntour Cateye), que completou o trajeto de 31,8 quilômetros com o tempo de 1 hora, 33 minutos e 41 segundos, superando o paulista Edivando Souza Cruz (Scott/Fittipaldi),

DOIS TOQUES

segundo colocado. Na terceira colocação chegou o mineiro Thiago Aroeira (Merida Team). Entre as mulheres, o destaque foi a mineira Erika Gramiscelli (São Francisco Saúde/Ribeirão Preto), que conquistou o tetracampeonato brasileiro. Com estes resultados, o Brasil já definiu seus representantes do Mountain Bike no Pan. No masculino será representado pelos ciclistas Rubens Donizete Valeriano e Edivando Souza Cruz, e no feminino pela ciclista Erika Gramiscelli.

Rubinho mais uma vez vai defender o Brasil no Pan

C.R. BOTAFOGO - ESTRELA SOLITÁRIA - 1975

RODOLPHO JOSÉ DEL GUERRA

Quarentão – Até 11 de agosto, na sede da LRF, continuam as inscrições para as equipes interessadas em disputar o Campeonato Regional de Futebol Veteranos (Quarentão). Este ano a competição será disputada por atletas nascidos até o ano de 1971 e o campeonato está previsto para na segunda quinzena do mês de agosto.A diretoria da LRF informou que pretende montar duas chaves, sendo uma com seis equipes de São José do Rio Pardo e outra com times somente da região. O campeão de cada grupo disputará a decisão do campeonato em dois jogos (ida e volta). As equipes rio-pardenses jogarão entre si somente em São José do Rio Pardo, e os times da região jogarão entre si em estádios das cidades participantes. A LRF pretende realizar uma reunião na 1ª quinzena de agosto para discutir forma de disputa, regulamento e tabela dos jogos. Maiores informações na Secretaria da LRF ou pelo (19) 3608-8417. Jogos Regionais – A cidade de São José do Rio Pardo ficou na 9ª colocação na classificação geral por pontos, nos 55º Jogos Regionais em Mogi Guaçu. A delegação rio-pardense somou 126,5 pontos na 2ª Divisão e conquistou 44 medalhas: 15 de ouro, 12 de prata e 17 de bronze. “Na nossa região ficamos atrás apenas de São João da Boa Vista que somou 141 pontos, Casa Branca ficou com 65 e Mococa com 58 pontos. Isso para nós é motivo de orgulho, uma vez que participamos dos Jogos Regionais apenas com atletas prata da casa”, disse Renato Tadeu Troveto Ortega (Rina), diretor de esportes do DEC.

Campo da AAR - Em pé: Técnico: Baiano do Mercadinho dos Sapatos, Macca, Zanetti, De Pauli, Zé da Venda, Wladimir, Pantera, Elder, Bodão e Japa. Agachados: Flavinho, Juninho, Mário, Donizetti, Nardinho e o garoto na frente Magiclick

Basquete - O departamento de basquete da Associação Atlética Riopardense paralisou os treinamentos das equipes neste período de férias e deu início à 1ª Copa AAR/DEC de Basquete. A competição está sendo disputada nas categorias sub-12, sub-14 e sub-19. O objetivo é manter os alunos jogando basquete sem a rotina de treinamentos. Os campeonatos regionais recomeçam no próximo mês de agosto. O basquete da AAR também realizará reunião com os pais e amantes do esporte para que, juntos, possam planejar o segundo semestre e ao mesmo tempo o ano de 2012. “O basquete da AAR/DEC cresceu muito esse ano, hoje temos equipes em diversas categorias, masculina e feminina, e precisamos nos organizar para mantê-las”, disse Hebinho, técnico das equipes de basquete da AAR/DEC. AAR/DEC - Depois de uma breve paralisação aos Jogos Regionais, o Campeonato Regional entre escolinhas de futsal, promovido pela AAR/DEC, voltou a ser disputado na noite ontem, sexta-feira, com dois jogos. As partidas foram realizadas no Ginásio da AAR entre as equipes da AAR x ONG/Morar Bem (sub-12 e sub-14). Neste sábado, quatro jogos serão realizados a partir das 9h30, no Ginásio Poliesportivo do Rio Pardo FC: sub-17 feminino - DEC x DEC/Zélia Zanetti; sub-16 masculino Rio Pardo FC/Flamengo x Atlético; Rio Pardo/Flamengo x DEC/Cassucci; sub-12 – Rio Pardo/ Flamengo x DEC/Cassucci.

acesse: www.boletimesportivo.com


A-22 - 23 de julho de 2011

BASQUETE

FUTSAL

Campeonato de Férias Rio-pardenses são campeões no Paraná agita o Tartarugão O tradicional Campeonato de Férias de Futsal está agitando as noites no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”. A competição começou a ser disputada na sexta-feira, dia 15, e prosseguiu durante essa semana com vários jogos. Este ano o certame faz homenagem ao esportista Pedro Moreno (Pedrão), e

está sendo disputado na categoria adulto masculino, reunindo nove equipes da cidade. A competição está sendo organizada pela Liga Rio-pardense de Futsal, com apoio da Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer do Estado de São Paulo. Os jogos prosseguirão na próxima semana, sempre a partir das 19 horas.

Resultados dos jogos - 1º rodada (sexta-feira -15) Escritório São Lucas – A 4 x 5 Escritório São Lucas B Rodão/Construmax 6 x 0 Matilat FC Coffe the Morning 6 x 0 Elétrons/Panela Sampa/Santo Antonio 3 x 1 Supermercado Fonseca 2º rodada (segunda-feira -18) Escritório São Lucas - A 2 x 4 Elétrons/Panela Escritório São Lucas - B 3 x 4 Matilat FC Coffe the Morning 2 x 2 Rodão/Construmax Ponte Nova 4 x 2 Supermercado Fonseca 3º rodada (terça-feira -19) Elétrons/Panela 2 x 5 Maltilat FC Ponte Nova 3 x 2 Escritório São Lucas – A Coffe the Morning 1 x 2 Escritório São Lucas – B 4º rodada (quarta-feira -20) SAMPA/Santo Antonio 0 x 4 Maltilat FC Supermercado Fonseca 0 x 8 Rodão/Construmax Ponte Nova 4 x 1 Coffe the Morning 5º rodada (quinta-feira -21) Escritório São Lucas - A 4 x 0 SAMPA/Santo Antonio Supermercado Fonseca 0 x 9 Coffe the Morning Escritório São Lucas - B 4 x 5 Elétrons/Panela

Equipe da Ponte Nova venceu todos os jogos disputados até o momento

FUTSAL

1ª Rodada do Regional de Base teve 13 jogos A primeira rodada do Campeonato Regional Escolinhas de Futsal, categorias de base, foi realizada no último final de semana no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão” e na AAR. Na oportunidade, 13 jogos foram realizados nas categorias sub-09, sub-11, sub-13, sub-15, sub-17 (masculinos) e sub-18 fe-

minino. A competição está sendo organizada pela Liga Riopardense de Futsal (LRFS) com apoio da Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer do Estado de São Paulo. Neste final de semana mais 15 jogos serão realizados no Ginásio Municipal de Esportes “Tartarugão”, a partir das 8h30.

RESULTADOS DOS JOGOS (SÁBADO) - TARTARUGÃO Sub-09: ONG/Morar Bem-A 5 x 1 ONG/Morar Bem-B Sub-13: Escola da Família/Euclides 7 x 1 ONG/Morar Bem-B Sub-17: Panelinha FC 0 x 5 Atlético Riopardense Sub-15: Escola da Família/Euclides 1 x 5 ONG/Morar Bem-A Sub-17: Atlético Riopardense 5 x 1 Sampa/Nova Geração/S.A Sub-18: AAR 4 x 3 Santo Antonio do Jardim (feminino) RESULTADOS DOS JOGOS (DOMINGO) - AAR Sub-09: AAR 4 x 3 ONG/Morar Bem-A Sub-17: AAR 9 x 4 Escola da Família/Euclides Sub-11: AAR 5 x 0 DET/Caconde Sub-13: AAR 3 x 6 DET/Caconde Sub-15: AAR 7 x 3 DET/Caconde Sub-17: Atlético Riopardense 5 x 2 DET/Caconde

Feminino da AAR obteve vitória dificil pelo Regional

Os rio-pardenses Emerson de Souza e Igor Zuchini conquistaram o título de campeões do Campeonato Estadual do Paraná, sub-19, defendendo a equipe do Integrado/Fecam/ Campo Mourão. Na final realizada no domingo, dia 17, o time comandado pelo treinador Emerson de Souza venceu a equipe de Londrina por 68 a 67 nos minutos finais da partida. “Estivemos o tempo todo atrás do marcador e nos últimos minutos conseguimos reverter a vantagem, que era de 14 pontos”, disse o técnico da equipe do Integrado/Fecam. Com o título, a equipe de Campo Mourão garantiu vaga para o Campeonato Sul-Brasileiro, que será realizado no segundo semestre com a participação das equipes campeãs do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Emerson, que também é técnico do time adulto, atual bicampeão Paranaense e campeão da Copa do Brasil, acredita na evolução do trabalho de base do basquete mourãoense para conquistar uma vaga para Liga Nacional.

O armador Igor Zuchini foi um dos principais destaques da equipe campeã, com 23 pontos na partida final. Zuchini iniciou sua carreira nas categorias de base do Rio Pardo FC e se transferiu para Campo Mourão nesta temporada. Outro grande destaque da equipe mourãoense foi o jovem armador Rodrigo Compri, que foi eleito pelos técnicos, árbitros e imprensa o melhor jogador do Campeonato Juvenil. Rodri-

go é sobrinho do diretor de esportes do DEC, Renato Tadeu Trovato Ortega (Rina), que foi o grande responsável pela transferência do atleta para o basquete paranaense. Esses atletas são nomes certos na lista de convocação para a Seleção Paranaense Juvenil, que disputará o Campeonato Brasileiro de 13 a 20 de novembro, em local a ser definido pela Confederação Brasileira de Basquete.

Emerson de Souza conquista mais um título no Paraná

LUTA

Vale Tudo será realizado em setembro

A segunda edição do Classic Fight (Vale Tudo) está programado para o dia 10 de setembro, no Giná-

sio Poliesportivo do Rio Pardo FC. Segundo o organizador José Ricardo Morgan, algumas lutas já estão definidas e reunirá atletas de São José do Rio Pardo e região. “A principal luta será entre o Ricardo Avelino (Academia Avelinos) e Fabiano Ferreira (Academia Ferreira Team), as demais poderão sofrer alterações”, disse José Ricardo. As outras lutas programadas são: Tidi Thai (Ferreira Team) x Eduardu Dú

(Ryan Gracie), Silvio Aranha (Avelinos) x Bocão (Ryan Gracie), Bruno Silva (Avelinos) x Danilo Claudionor (Zft Team), Paulo Surian (Avelinos) x Ricardo Urias (Pride) e Rafael Capoeira (Zft Team) x Alex Kiko (Avelinos). “Nossa ideia é continuar propiciando aos rio-pardenses e amantes desse tipo de competição um grande evento, que contará com os maiores talentos do Classic Fight”, finalizou Morgan.

FUTEBOL

Base: goleadas marcam a sexta rodada do Regional A sexta rodada do Campeonato Regional de Futebol, categorias de base, foi realizada no sábado, dia 16, e algumas goleadas foram registradas. Os jogos foram realizados nas cidades de São José do Rio Pardo, Itobi, Tambaú, Santa Cruz das Palmeiras e Tambaú. Em São José do Rio Pardo, no estádio do Botafogo, o time da Escolinha do Flamengo/Rondinelli jogou contra o Vasco F/10 em três categorias. No sub-12, o time do Flamengo/Rondinelli venceu o adversário por 7 a 1, gols de Victor (2), Marcos, Gustavo, João, Alex e Davi para a

Escolinha e Edgard Neto para o Vasco F/10. Na categoria sub-14,a escolinha do Flamengo/Rondinelli venceu o Vasco F/10 por 6 a 0, gols de João Pedro (2), Guilherme, Felipe, Vinícius e Gustavo. Na categoria sub-16, o Vasco F/10 foi melhor e venceu o Flamengo/Rondinelli por 10 a 3, gols de Guilherme, Bruno e Michel para a Escolinha e Edielson (3), Gabriel (3), Gian (2) e João (2) para o Vasco F/10. Em Santa Cruz das Palmeiras, categoria sub-14, o time do EC Palmeirense goleou o Departamento de Esportes/Grama por 6 a 0, gols de Chitão (3) e Marco

Antonio (3). Em Tambaú, o time sub-10 do Operário perdeu para o Palmeiras FC (São João da Boa Vista) por 4 a 1, gols de Renato para o Operário e Matheus (2), Jonatas e Gabriel para São João. No estádio da fazenda São José da Barra, o time do Geração Esportes de Itobi jogou contra a AAR em duas categorias. No sub-14, o time da AAR venceu o adversário por 3 a 1, gols de João Lúcio para o Geração e Giovani, Henrique e Rafael para a AAR. Na categoria sub-16, o time da AAR venceu o time itobiense também por 3 a 1, gols de Alex para o

Geração, e Fernando, Gustavo e Rodolfo para a AAR. Hoje, dia 23, a competição será realizada nas cidades de São José do Rio Pardo e Caconde. No estádio da AAR, a partir das 8h30, o time da casa jogará contra o Vasco F/10 nas categorias sub-12, sub14 e sub-16. Em Caconde, a partir das 9 horas, o time do DET jogará contra o Geração Esportes/Itobi nas categorias sub-14 e sub-16. O certame está sendo organizado pela Liga Riopardense de Futebol, em parceria com a Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer do Estado de São Paulo.


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 23 de julho de 2011

Posse Na noite de segunda-feira, 18 de julho, aconteceu a transmissão de posse da nova Diretoria do Rotary Club de São José do Rio Pardo - Centro, quando Mário Aparecido Gusmão passou a insígnia da presidência a Paulo Sérgio Moreira Junqueira para o ano rotário 2011-2012. A cerimônia prestigiada pelo Governador do Distrito 4590, Nelson Micuci Garcia e senhora, Maria Gilka, contou ainda com a posse de Marli Gusmão na presidência do Clube A Família, sua segunda gestão consecutiva à frente da entidade. Durante a festiva também foi empossada a Diretoria do Interact Club, oportunidade em que Mirian Lara Octaviano recebia o distintivo de presidente do referido clube de serviço de Maria Teresa Camilo Demartini. Encerrou o protocolo do evento, o ingresso dos novos “companheiros”. São eles: Dr. Alexandre Amato, José Carlos Zanetti, Luiz Octavio Baio e a esposa Regina Maria Curi Baio, Marco Antônio de Melo e Maria Ângela Dal Bello. Um lauto jantar selou o acontecimento!

Boa Mesa Marina Pinheiro e Kico (foto), no comando de mais um encontro gastronômico na bela villa do casal, localizada no Clube do Vale, reuniu gourmets do eixo Mococa-Rio Pardo sábado à noite, 16 de julho - Um sucesso!

Na noite de transmissão de posse do Rotary Club-Centro, o Médico Urologista Dr. Alexandre Amato, na foto com a esposa Mileni, jovem casal de nossa sociedade, ingressava no quadro associativo da entidade. Dr. Alexandre é nascido no vizinho município de Mococa, há dois anos reside entre nós e atende em moderna clínica instalada à Av. Independência

SICCA IMAGEM

Eliana, Marina, Kico, Flávio, Eduardo,Miro e Renata

Dr. Jean Pierre; Augusto Amato, do RC de Mococa; Gov. Nelson Micuci; Dr. Alexandre Amato mais o Pres. Paulo Sérgio, em noite de posse

Mário Aparecido Gusmão, à esquerda, passando a presidência do Rotary Centro a Paulo Sérgio Moreira Junqueira

3608-6677


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO - 23 de julho de 2011

Eco

Visita à Nestlé

Eco do I Encontro da Família Merli, ocorrido dia 9 de julho na Chácara Modelo, de Eliana e Luiz Antônio Giantomassi, em torno de almoço que reuniu aproximadamente 320 convidados, entre descendentes e agregados do casal italiano pioneiro no Brasil, Pietro Merli, oriundo da Região da Lombardia, e Natalina Biacco Merli, do Veneto. No registro fotográfico, o ramo de Natal Merli e Zaíra Zonta Merli, um dos mais numerosos do clã. O JORNALZINHO

Esta semana, os professores Tokutaro Suzuki (foto) e Tsutomu Nakamura, ambos consultores auditores do Japan Institute of Plant Maintenance, estiveram em visita à fábrica da Nestlé de São José do Rio Pardo. O objetivo da presença dos japoneses ao Brasil foi conferir pessoalmente os processos de TPM (Manutenção Produtiva Total) adotados pela Nestlé Rio Pardo, que é considerada atualmente como uma das fábricas mais avançadas no assunto dentro do Grupo.

Inauguração Neusa com as filhas Eloni e Tuca, sócias da Doce Bebê inaugurada dia 16 de julho, casa especializada em artigos e decoração para quartos infantis – Sucessos!

Noites de Eventos Na noite de 13 de julho, aconteceu na sede do Nipan a cerimônia de formatura da 14ª turma do Programa Felix. Trata-se de um curso básico de computação com duração de quatro meses, mantido pela Associação Mulher Unimed em parceria com a Unimed, voltado a todas as faixas etárias, oferecido gratuitamente a comunidade. No dia 14, foi realizada a festa de encerramento de semestre das atividades do Departamento de Medicina Preventiva, contando com as apresentações de dança do Unidance, formado pelos alunos do Prof. Walter Henrique da Silva, e Street Boys. A cerimônia aberta pelo Dr. Edmilson Rocha de Souza foi abrilhantada pelo grupo musical comandado por Carlos Aparecido de Oliveira.

Mesa de Pista A primeira apresentação do grupo Unidance, durante a festa de encerramento de semestre

Parte dos formandos do projeto Felix

 Logo mais às 20:30, na sede da atlética, o SOSServiço de Obras Sociais promove Jantar Beneficente em prol da Casa de Apoio São José, em Barretos.

A ONG “Providência Divina”, presidida por Maria Aparecida Viana da Costa, a Doca, dando continuidade aos seus trabalhos acaba de efetuar doação de diversos gêneros à Santa Casa de Misericórdia.


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 23 de julho de 2011

Em Sociedade .Cristina-Dr. Paulo Gaudencio, Flávia mais o portenho Eduardo Tagliani, durante almoço em casa de Elvira Pereira de Lima sábado p., alertados pela objetiva de Petronio Cinque.

.A empresária e colunista social Sônia Pisani, na foto degustando rótulos chilenos no restaurante principal do Grande Hotel, comemorou seu aniversário dia 13 de julho, elegendo Campos de Jordão, a Suíça brasileira, para festejar a data- Tim-tim!

.Kátia Zanata festejou idade nova sábado, 16, reunindo familiares e amigos em compasso Boteco, tema up to date.

.Luizinha Marin Ortega no dia em que celebrava mais um nat, 30 de junho, em torno de elegante happy hour, only for women, que teve lugar na residência da família.

Na capital paulista, a aniversariante Kátia, em último plano ao lado da mãe, à esquerda, em noite de boteco festivo.


GAZETA DO RIO PARDO - 23 de julho de 2011 - C- 4


Página C-5 - 23 de julho de 2011 - GAZETA DO RIO PARDO

www.rjdg@terra.com.br

Quando a cueca virou calcinha Início dos anos sessenta. Preparava as pesadas malas de couro, bonitas, para a longa viagem e permanência na Europa, em Paris. Ganhara uma bolsa de estudos da “Alliance Française”. Inexperiente e sem informações da vida num país europeu, preenchi malas de couro pesadas, inclusive com camisas de linho e cambraia feitas pela minha mãe, cuecas tradicionais de bom tecido e até smoking... Em Paris, acomodei-me no grande e belo prédio da Aliança Francesa, no Boulevard Raspail, que abriga professores e alunos estrangeiros. Fiquei num apartamento com o mexicano Angel. Tinha roupas para lavar e passar. Deixei-as numa lavanderia próxima. Quando fui buscá-las, no

dia seguinte, um grande susto: o custo daquele serviço era bem maior do que o valor das peças ali deixadas. Perguntei a Angel como os estudantes se viravam com as roupas sujas. — Todos nós lavamos camisas, cuecas e meias na hora do banho e as estendemos no quarto. No dia seguinte estão secas. — E quem passa as roupas? — Aqui não se passa roupa, Rodolpho!... Ao secar, elas já estão prontas para serem usadas... Rindo com meu espanto, ele continuou: — Hoje, os tecidos têm uma fibra, acho que sintética, que as deixam tão lisas como que passadas... Se você quiser ver ou comprar, amanhã nós podemos ir à “Galerie La Fayette”, aqui perto.

Na Ilha, em 1948. Da esquerda para a direita, sentadas:Antonia Ferreira Pinto Sberci e Célia Ribeiro Silva. Em pé: Olinda Ferreira Pinto Andreaza, José Ferreira Pinto Filho, Anízio de Souza (Doca) e Aparecida Ferreira Pinto Canciano.

A gentil funcionária mostrava-me as camisas não muito caras, bonitas, lisas e com discreto brilho. Comprei quatro. Numa outra sessão, as cuecas. A garota pôs sobre o balcão várias. Espantado, eu lhe disse que queria cuecas... Angel ria. A funcionária, também risonha, percebendo o espanto de mais um estrangeiro, informavame que já havia algum tempo aquela era a nova indumentária masculina, mas que tinha também a tradicional cueca, colocando algumas sobre o balcão... Manuseei as modernas. Algumas tinham braguilhas, outras lisas como calcinha de madame. A alegre balconista diziame que as peças femininas eram mais delicadas, com tecidos mais leves, com ornamentos belos e sóbrios... Angel convencia-me, dizendo que aquela nova indumentária masculina facilitou a vida dos que moram sós... Comprei quatro. Ao usar a primeira, olhei-me no espelho e imaginava o que falariam os amigos do “Boa Vida”, no Bar do Lupianhes e na esquina do Nosso Bar, em São José, se me vissem usando aquela “calcinha”... Logo adaptei-me à modernidade... Emalei toda a minha roupa brasileira, não mais abrindo a mala. As quatro camisas e as quatro cuecas-calcinhas vestiram-me durante quase um ano em Paris.

Na quadra do RPFC, os atletas com o Prof. Luizinho Abichabki, em 1958. Da esquerda para a direita, em pé: Renato Lima, Reginaldo Petrocelli, José Osvaldo da Silva (Guda), Colombo, Wilsinho Lodi e Prof. Luizinho. Agachados: Nenê Torres, Guilherme Jorge, Oswaldo Jacinto da Silva, Marquito Bicalho e José Benedito Iotti.

Primeira turma de administradores escolares, em 1964. Da esquerda para a direita, professoras: Dirce, Nair, Moema, Maria Helena, Ilse, Iracema, Marina, Maria Luiza, Carmem, Bader. Professores: José N. Dias, Maurício, Mário, Johnny, Élcio, Armando, Lauro, Octacílio, Re, Bagodi e Osvaldo.

Amigos. 1ª fila, sentados: Adolfo Ferrari, Dr. José Caetano de Lima, Sebastião Rodrigues, Telinho, Dr. Neje Farah e Dr. Agripino Ribeiro da Silva. Fila do meio: Antônio Tavares, Ricieri Marim (atrás), Zitão, Mauro Cautela, n.i., Adhemar M. de Almeida, Plínio Silva, Elias Fecuri, Clovis Pacheco Silveira e Waldemar Poggio. Última fila : n.i., Euclides Bastos, Renato Gonçalves, Amílcar Miranda, Mário Landini, Nélson Cobra e n.i.

“A nossa ilha” – Em setembro de 1977, alunos do “Euclides da Cunha” apresentaram, na sede da AAR, “A Nossa Ilha”, para alunos de todas as escolas, em várias sessões.O texto do prof. Rodolpho versava sobre imposto de renda. Os alunos artistas, sobre um tablado e voltados para a platéia são: Maria Elisa Frigo, com avental, Fernando de Sá Pinto, à sua direita, Carlos Guilherme Sberci, calça branca e sem camisa, Jorge Pinheiro de Souza, sem camisa e os de costas são: Pedro Balbino, Donizete Westin, Dante Artese da Silva com chapéu. Na frente, fora do tablado, está Antônio Carlos Bálico, com mangas compridas. O sonoplasta foi Francisco do Amaral Mesquita. (Depois de 34 anos, eu pergunto aos “artistas”: Alguém guardou o texto?).


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 23 de julho de 2011

Dog Fashion: inscrições terminam dia 30 As votações podem ser feitas por telefone, email ou pessoalmente Terminam dia 30 de julho as inscrições para o III Dog Fashion. Para participar é simples: basta encaminhar uma foto de seu cãozinho de estiA mais votada A Mary, de Carolina Franzé, disparou na frente e está sendo a mais votada, pelo voto popular. Vem seguida de Tobias, de Ve r o n i c a , de Mococa. Os demais estão “embolados”.

mação para o e-mail

falecom@kantinhodokriador.com.br,

ou mesmo trazê-lo para que possamos providenciar a foto. É importante que o mesmo esteja bem “pro-

duzido”, com destaque para a sua espontaneidade. A participação é gratuita e os três primeiros colocados receberão R$ 100 no primeiro lugar e R$ 50 para

o segundo e terceiro lugares. Os cães inscritos já estão recebendo votação por telefone, e-mail e até mesmo pessoalmente. Os cinco primeiros cães inscri-

tos mais votados pelo voto popular(fone,e-mail) saem em vantagem, ou seja, vão para a Comissão Central de Escolha com 01(hum) ponto de vanta-

gem. Cada integrante desta comissão central deverá, também, escolher outros cinco cães e a partir dai, sim, definir os 3 primeiros colocados.

24 – Bartolomeu de Larissa Cabral

25 – Frida de Stela Pedretti

26 – Ioshi João de Drica Lupianhes

27 – Freddy de Maria Luisa Zulli

29 – Cauã de Fagner

30 – Jully de Fagner

As inscrições continuam chegando

28 – Thor de Ana Paula Vieira

V Desafio ao Canário do Reino “Dirceu Chiconello”

Rodrigo, mesmo amante das calopsitas,confirma sua presença no encontro dos passarinheiros

V Desafio ao Canário o super-pai Edvaldo e as lindas Rafaela e Gabriela, com sua pet Lady. Outra presença confirmada no Desafio ao Canário

O filhão Guilherme, seu pai Ricardo, também irão prestigiar o V Desafio ao Canário do Reino - Dirceu Chiconello

ENVIE A FOTO DE SEU ANIMALZINHO DE ESTIMAÇÃO PARA diagrama@gazetadoriopardo.com.br falecom@kantinhodokriador.com.br

Dia 14 de agosto na Praça do Criador das 9:00 às 12:00 mais informações: 3684 1466


C-7 - 23 de julho de 2011 Fonte: Terra Esotérico

Bolo marmorizado (iogurte e café) Ingredientes 4 ovos (claras e gemas separadas) 1 e 1/2 xícara de açúcar 1/2 xícara de manteiga 2 xícaras de farinha de trigo 1 xícara de iogurte natural (ou 200g) 1 colher (chá) de essência de baunilha 1 pitada de sal 1/4 xícara de café instantâneo 1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó Modo de Preparo 1. Na tigela menor da batedeira, bater as claras com uma pitada de sal até o ponto de neve. Reserve. 2. Na tigela maior da batedeira, bater as gemas com o açúcar até ficar fofo, acrescente a manteiga, batendo sem parar, acrescente a farinha de trigo peneirado, intercalando com o iogurte até obter uma mistura homogênea. 3. Desligue a batedeira e misture a clara à mão. 4. Por último, acrescente o fermento. 5. Retire aproximadamente uma xícara da massa e misture com o café na tigela menor da batedeira.

A passagem de Vênus pelo signo de Câncer, aliada ao término do movimento solar também por este signo estimula nos taurinos uma reflexão sobre o que lhe circunda, sobre quem são as pessoas com quem você se relaciona no cotidiano e de que forma essas relações contem uma energia acolhedora e afetiva. É momento de se questionar se você está vivendo de acordo com o que sente, o que pensa e o que é preciso ser modificado para que não se sinta preso a velhos padrões emocionais, taurino.

6. Misture à massa clara a essência de baunilha e despeje metade dela numa forma untada com óleo e farinha de pão. 7. Em seguida espalhe, às colheradas, a massa escura por cima, cobrindo-a com o restante da massa clara. 8. Com um garfo (ou palito, ou ponta de uma faca), faça movimentos na massa para marmorizar (sentido horário e anti-horário). 9. Assar em forno brando por cerca de 30 minutos. 10. Caso prefira, substitua o café por cacau em pó, despejando toda a massa clara primeiro e a massa com chocolate por cima, sem marmorizar.

É a ordem

Reencontro

Fernanda Paes Leme, ainda com a sua Irene bastante citada em “Insensato Coração”, grava participação em episódio da série “As Brasileiras”, da Globo, ambientado no Mato Grosso do Sul, que terá Sandy como protagonista e Pedro Neschling como seu par romântico. Fernanda, vale lembrar, trabalhou com a cantora na série “Sandy e Junior”. Reality de Galisteu já tem selecionados A FremantleMedia, após “peneira” realizada, selecionou 100 candidatos para disputar as 16 vagas do “Projeto Fashion”, novo reality da Band, que estreia em setembro. Os escolhidos serão anunciados no final deste mês e, em agosto, junto com a apresentadora Adriane Galisteu, irão participar das gravações da abertura do programa.

Salvo qualquer alteração nos planos, algo que não pode e nem deve ser descartado, a exibição de “Corações Feridos” está prevista para entrar imediatamente na sequência de “Amor e Revolução” em meados de outubro. Há mais de um ano essa novela permanece inédita no arquivo do SBT. A volta de Maneco

O Sol encerrará a passagem anual pelo seu signo nesta semana, canceriano, retratando um momento interessante para você pensar como tem conduzido a sua vida sentimental e familiar e de que modo as suas ações no presente ainda são um reflexo de padrões do passado. É um excelente momento para você nutrir e proteger o que lhe emociona. Isso é uma qualidade canceriana e está também estimulada pela passagem de Vênus pelo seu signo. No final desta semana o Sol ingressará o seu signo, iniciando um novo ciclo para os leoninos. Mas esta nova etapa somente se fará plena a partir da próxima Lua nova. Por enquanto ainda é um momento que favorece a reflexão, a contemplação sobre os aspectos vinculados à vida emocional e familiar e sobre este momento atual que é na verdade um período de gestação, de incubação desta nova fase, leonino. A partir desta semana você passará por uma etapa de reflexão e também de conclusão de um ciclo que foi iniciado em seu último aniversário, virginiano. É um momento importante para refletir sobre a sua conduta ao longo dos últimos meses e sobre os velhos padrões que ainda podem estar atuantes. Chegou a hora de enfrentar esses padrões e de mudar de atitude. E isso pode ter reflexo sobre a relação com a família, as questões afetivas e os vínculos familiares. A passagem do planeta Saturno pelo seu signo que vem ocorrendo há um bom tempo é um indicativo do quanto os librianos tem sido testados em relação à sua maturidade emocional e como isso se reflete em seus relacionamentos. Nesta semana em que o Sol encerra o seu ciclo anual pelo signo de Câncer é um momento oportuno para você refletir como está sendo a relação com a familia, os seus sentimentos e também as questões vinculadas à carreira profissional, libriano. O atual momento tem um forte caráter emocional e instiga os escorpianos a refletirem sobre as crenças, ideais e valores que regem a sua vida. Estimula também a sua conexão com o sagrado, com a espiritualidade e sobretudo, a percepção de que não há nada mais espiritual do que o amor, esta energia afetuosa que lhe aproxima de pessoas especiais, escorpiano. Esta é uma semana importante para resolver pendências relacionadas a negócios, à família e a questões emocionais. É como se os sagitarianos percebessem a necessidade de colocar um ponto final em certas situações. Se isso não for feito conscientemente há uma tendência de que a vida o force a tomar esta atitude. Mas tudo faz parte de um processo evolutivo, sagitariano. O movimento de Sol e Vênus pelo signo de energia oposta e complementar à Capricórnio, caracteriza uma fase muito importante em seus relacionamentos. É hora de você perceber como as primeiras vivências familiares e emocionais podem ter criado uma espécie de matriz que você leva para os seus relacionamentos atuais. É o momento de superar antigas carências e padrões emocionais, a fim de que possa evoluir emocionalmente e nos relacionamentos, capricorniano.

Neste momento prevalece a sensibilidade, os sentimentos, a ligação com a família e todas as questões que trazem à tona a importância das emoções. É nisto que os piscianos devem se concentrar. Mas isso não significa agir de acordo com carências e dependências, pois é o momento da criança pisciana se tornar adulto, sem perder a espontaneidade do seu coração, nativo de Peixes.

Até dezembro, Manoel Carlos irá entregar seus projetos de minissérie e de próxima novela, que serão produzidos a partir de 2012. O primeiro envolve a adaptação de “Vale Abraão”, baseado no romance homônimo da escritora portuguesa Agustina Bessa-Luís. Quanto à novela, deixa claro que não fugirá às suas características – ou seja, como sempre, uma Helena não irá faltar.

O jovem não respeita a sabedoria O velho caçador de raposas – considerado o melhor da região – resolveu finalmente se aposentar. Juntou seus pertences e resolveu partir em direção ao sul do país, onde o clima era mais ameno. Entretanto, antes que terminasse de empacotar suas coisas, recebeu a vi-

Esta é uma semana importante para a resolução de pendências financeiras, emocionais ou familiares, geminiano. O Sol estará encerrando o movimento anual pelo signo de Câncer, sendo uma oportunidade para se conscientizar dos seus padrões e atitudes emocionais, que é necessário enfrentar e transformar neste momento, geminiano.

O momento astrológico atual, caracterizado pela energia canceriana, onde o Sol encerrará o seu movimento nesta semana, simboliza para os aquarianos que é necessário olhar mais para os seus sentimentos, para as questões subjetivas, emocionais e familiares e sobre como elas se refletem sobre as outras questões e interesses do seu dia-adia. É uma fase importante para se dedicar e também a melhorias na qualidade de vida e no bem-estar, aquariano.

PENSAMENTOS DE PAULO COELHO sita de um jovem. Quero aprender suas técnicas – disse o recémchegado. - Em troca, compro a sua loja, a sua licença de caçador, e ainda pagarei por todos os segredos que o senhor conhece. O velho concordou: assinaram o contrato, e ensinou ao rapaz todos os segredos da caça à raposa. Com o dinheiro recebido, comprou uma bela casa no sul, onde passou

Nesta semana o Sol se despede do trânsito anual pelo signo de Câncer, sendo um bom momento para refletir sobre o que tem ocorrido em família, no lar e em relação à conscientização de suas bases e alicerces emocionais, ariano. É um momento fundamental para fazer este balanço e compreender como as questões do passado ainda podem estar atuantes em sua vida e que devem ser superadas, transformadas. É hora de estar mais em conexão com os seus sentimentos, ariano.

o inverno inteiro sem precisar se preocupar em juntar lenha para calefação, já que o clima era muito agradável. Na primavera, sentiu saudades de sua aldeia, e resolveu voltar para ver os seus amigos. Lá chegando, cruzou no meio da rua com o jovem que, alguns meses antes, resolvera pagar uma fortuna por seus segredos. - E então? – perguntou. — Como foi a temporada

de caça? - Não consegui pegar uma só raposa. O velho ficou surpreso e confuso: - Mas você seguiu meus conselhos? Com os olhos fixos no chão, o rapaz respondeu: - Bem, na verdade não segui. Achei que seus métodos estavam ultrapassados e terminei descobrindo – por mim mesmo – uma melhor maneira de caçar raposas.

HOJE - Maxwell Vigorito Quessada, Elza Gonçalves Fernandes, Reynaldo Rossi Sperancini, Ariane Del Ciampo Flamínio, Cláudio Pereira Silvestre, Célia Vitali Cônsolo, Marco Antônio Ocanha. AMANHÃ - Gabriel Duarte Tinti, Márcio Domingos Rioli, Pablo Escoque Ludovicho, Danila Teixeira Rioli. DIA 25 - Sônia Aparecida Cassandro de Mello, Alice de Oliveira Silva, Gregory Gualiotto, Waldemar Aparecido Guerra, Fernando Francisco Vitali Cônsolo, Neusa Emília Castaldi Tocci. DIA 26 - Delvéquio Mundin Júnior, Ana Cecília Parisi, Dimas da Rocha Capelari, Ary Michel Remberg, Marilene Viana Paredes, José Ibraim Cury, Roger Ibraim F ra n c h i C u r y, C h a r l e s Ibrahim Franchi Cury, Flávia Trento Risso, Moisés Henrique Mietto Romão, Cristiano Frozoni Yasbeck. DIA 27 - Domingos Fro-

zoni Filho, Dulcenéia de Brito, Zulmar Terezinha Rondinelli Rodrigues, Rosaly T. S. Serigatto Braghetta, Elza Merli, Mariana Cruz Apolinário, Sônia Regina Negrão Gonçalves, Pedro Celso Scali, Amanda Constante Rueda. DIA 28 - Rubens Paulo de Lima, Antônio Carlos Gouveia, Dóris Junqueira Frozoni, Marco Paulo S. Armando, José Sebastião Belanzuoli, Alexandre Padula Braghetta, Maria Olívia Fernandes Benedito, Rubens Eduardo Amato Júnior, André Alckmin Adriano. DIA 29 - Alessandra Sousa Ishikawa, Marilu Trovatto Ortega, Neire Bertolino, Antônio Celso Fernandes, Egydio Mazzer Júnior, Elder Jesus Cavalli, Elisa Rosa de Aquino Frigo, Benedita Helena Apolinário, Isabela Dontalo Escudero, Gabriel Augusto Vechini de Mattos, Josele Carvalho Longo, Maristela Vianna do Carmo.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3608-5655 ou mande e-mail para redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 23 de julho de 2011

BÍBLIA

A saga Harry Potter e o que ela oculta Terça feira recebi a revista Cidade Nova e a li. Eu gostaria que você pudesse ler cada uma das matérias; a revista está muito interessante, ótima. Penso que seria realmente muito bom, que o número de assinantes fosse bem maior. Vou transcrever aqui a carta de um leitor.

O que pode ser feito?

Diante dos escândalos e da falta de ética com os quais os políticos nos presenteiam diariamente, não me parece suficiente indignar-se, queixar-se ou escrever cartas para os jornais. É preciso fazer algo mais consistente. Mas o que? Como nós, que somos simples cidadãos, podemos transmitir nosso desacordo e nosso desejo de reagir para poder garantir um futuro digno aos jovens, para que a política dê um passo de qualidade, para restituir moral à vida pública? Com manifestações pacíficas nas ruas? Com seminários e congressos sobre o tema? Falando com muita gente comprovo diariamente que todos já estão fartos, mas sentimo-nos impotentes. Apesar de tudo isso, quero dizer que estou profundamente convencido de que não são apenas os congressos e as manifestações que fazem a sociedade ir para frente, mas sobretudo o trabalho sério de milhões de pessoas animadas por um profundo sentido de bem comum. Não tenho dúvida de que o trabalho silencioso destas pessoas faz toda a diferença.Sobretudo porque as futuras gerações de políticos só poderão fazer frente à demandade ética e de moralidade, nesse campo de ação, se for formada uma sociedade na qual os valores, a responsabilidade e o sentido de bem comum são preservados e consolidados por todos. Eu acho que a mudança vai acontecer quando começarmos a permear todas as nossas ações sociais e atividades de uma verdadeira ética do bem comum. Certamente, serão necessários tempo e persistência, mas os políticos não ficarão indiferentes a uma sociedade que vive e exi-

ge ética e moralidade. (T.N.) A revista publica, sobre vários temas, matérias escritas por especialistas; no entanto, gosto também de encontrar o pensamento de leitores “normais”, que são otimistas e decididos a fazer a própria parte para que tudo nosso mundo se torne uma casa agradável para todos os filhos de Deus. Na sexta feira, terminou a semana em que muitos dos meus netos – conforme as possibilidades de cada um passaram uns dias na minha casa. O programa era ir à Pìzza na Roça. Por esta altura, o nosso grupo já estava reduzido a 10 pessoas. A lua ainda estava quase cheia, a noite muito agradável, e a nossa juventude, de 5 a 17 anos, aproveitou para brincar de bola na quadra que faz parte do jardim. Para mim é um gosto muito grande ver todos juntos, divertindo-se alegremente apesar das diferenças de idade. As pizzas, como sempre, estavam deliciosas. Espero que tenhamos outras oportunidades para fazer encontros de família como este, que se prolonguem por alguns dias. No sábado, fui para São Paulo, onde participei da Missa em que foi celebrado o Jubileu de Ouro sacerdotal de Dom Agostinho, monge cisterciense; No tempo em que ele foi vigário da Paróquia de São Roque pude participar de encontros e palestras realizados por ele. Era muito bom! Dom Odilo, Arcebispo de São Paulo seria o celebrante principal daquela Eucaristia, que foi concelebrada por Dom Edimilsom, Dom Paulo Celso Demartini e muitos outros sacerdotes – Dom Orani não pode estar presente; esteve por várias horas no aeroporto do Rio de Janeiro, cujos voos foram cancelados em vista da falta de visibilidade, na esperança de chegar a

tempo para participar da celebração. Dom Odilo, depois de nos contar do carinho com que Dom Agostinho o recebeu quando veio para São Paulo, falar de sua vinda para o Brasil e de sua vida e trabalho durante estes anos, passou a presidência da celebração a Dom Agostinho. Eu gostaria bem de saber repetir o que ouvi. Quem sabe vou dar conta de visitar Dom Agostinho e anotar tudo para poder lhe contar. É uma alegria participar de uma celebração quando se sente que a assembléia forma “um só coração e uma só alma”. Após da missa, fomos todos convidados para uma confraternização festiva e muito agradável. No domingo, o batizado do Lucas, meu primeiro bisneto. Que maravilha! Dou graças a Deus pelos meus filhos, pela alegria de ver e conviver com meus netos e estar assistindo ainda a chegada dos bisnetos. O batizado do Lucas foi lindo, o sacerdote, Padre Clemente, explicou o sentido de cada parte da celebração, a Maria cantou no início e no final; a música que encerrou a celebração, “Viva esta vida”, é uma sequência de “bons conselhos” cantados em uma melodia muito linda; aquela letra certamente ficará guardada no álbum das fotos e da história do Lucas e ele aprenderá a cantála também.A “Mesquitada” compareceu em peso e também a família do Daniel, marido da Cristina. Fomos convidados para um lanche na residência dos avós paternos; foi muito agradável o encontro das duas famílias e o lanche, preparado com muito carinho, estava delicioso. Como sempre, por tudo, louvado seja Deus!

COLUNA ESPÍRITA

Ansiedade Será que já tomamos consciência de nossa ansiedade? Será que já notamos como estamos atropelando os outros e a nós mesmos? Aonde queremos chegar? Por onde caminhamos? Todas essas perguntas, respondidas sinceramente, poderiam abrir-nos a mente para novas e melhores atitudes, garantindo-nos equilíbrio e segurança emocionais. De nada adiantará nosso desespero e aflição, pois a Vida Maior não nos dará ouvidos dessa forma. Tudo aquilo que precisamos aprender, discernir e compreender chegará em nossa existência repetidas vezes até darmos a devida atenção, efetuando assim a aprendizagem necessária. A vida nos escutará, sondando nossa intimidade, ou seja, nossas reais necessidades da alma. A nossa ansiedade não mudará o curso da Natureza. Tudo acontece naturalmente, visto que as Leis Naturais ou Divinas não promovem saltos nem extrapolam os ditames estabelecidos por Deus inseridos nelas mesmas. Não tentemos mudar a sequência dos fatos. Existem etapas no desenvolvimento

espiritual de cada um. Fase a fase, tudo está equilibrado harmonicamente pelas normas do Poder Divino. Analisemos as plantas como modelo: se quisermos que elas cresçam e se desenvolvam, limitemo-nos a deixá-las viver naturalmente, pois, por mais que possamos dispensarlhes cuidados e zelos contínuos, somente quando estiverem prontas é que brotarão e se cobrirão de flores. Experiência é a soma dos nossos desacertos e desenganos. O sábio conhece o limite do necessário porque nele reside uma capacidade extraída das diversas experiências vividas ao longo das existências. Em relação ao limite do necessário, assim declaram os Representantes do Espírito de Verdade: “Aquele que é ponderado o conhece por intuição. Muitos só chegam a conhecêlo por experiência e à sua própria custa.” Não queiramos burlar as barreiras naturais do Universo, acalmemo-nos, procuremos caminhar passo após passo, porque somente assim chegaremos à serenidade que tanto procuramos. Não tentemos calcular nossa existência minuciosamente, pois estaremos prejudicando o

ritmo natural dos acontecimentos. Deus fala conosco pela voz silenciosa de nosso coração. Concentremo-nos em nós mesmos e do íntimo de nossa alma perceberemos amorosamente que, em a Natureza, tudo cresce em harmonia. Analisemos o fluxo da vida nas águas, nas plantas, nas flores, nos animais, nas pessoas e em nós mesmos e veremos as oportunidades de crescimento que todo ser está destinado a alcançar. Não tenhamos pressa – a paciência nos ajudará a atravessar o momento de crise e os frutos do amanhã serão proporcionais à nossa paciência de agora. A reunião de todas as nossas ansiedades não poderá alterar nosso destino; somente nosso empenho, determinação e vontade no momento presente é que poderá transformá-lo para melhor. Texto organizado por Elizabeth Regina Garcia Daud com base no livro “As Dores da Alma”, psicografia de Francisco do Espírito Santo Neto, pelo Espírito Hammed. Boa Nova Editora. Sugestão para leitura.

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa Al-Anon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para com-

partilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem

vidas significativas e satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do Al-Anon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terça-feira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista Al-Anon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.al-anon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Muitos cristãos hoje são ignorantes a respeito dos desígnios de Satanás. Não percebem o que está acontecendo, nem a guerra espiritual à nossa volta. Aceitam, por exemplo, de forma passiva que seus filhos leiam livros de bruxaria ou assistam à série Harry Potter. Esta série é hoje amada também por gente que, nos EUA, se autodefine como satanista. O próprio ator principal dessa série já se disse ateu, estimulando a muitos a seguir seu exemplo. Crianças norte-americanas estão copiando Harry Potter: tentam praticar magia negra e feitiçarias poderosas. Há também hoje as festas em que as crianças se vestem de feiticeiras, fazem “encantamentos”, lêem bolas de cristal, fingem transformar pessoas em animais. Pela primeira vez na história mundial uma série de livros voltada para as crianças está ensinando feitiçaria da pesada e as crianças não se cansam de querer aprender mais e mais. Em toda a literatura ocultista ensina-se que o Anticristo somente poderá aparecer quando uma parte suficiente da população do mundo tiver sido precondicionada a aceitar sua pessoa e seus valores. Harry Potter retrata tão bem essa feitiçaria poderosa que só podemos parar e concluir que essa popularidade que ele alcançou é um dos sinais da aproximação do final dos tempos, preditos na Bíblia. Leia a seguir o artigo recente de um satanista norte-americano sobre o assunto: “Em 1995, estimava-se que aproximadamente 100.000 norte-americanos, notadamente adultos, estavam envolvidos em grupos de adoração ao Diabo. Hoje, mais de 14 milhões de crianças pertencem à Igreja de Satanás, graças grandemente às aventuras do modesto menino feiticeiro”, diz o artigo. Esse mesmo autor diz que o satanismo entre as crianças norte-americanas aumentou 139% em apenas cinco anos! O tempo de fato está chegando quando a profecia bíblica será cumprida: “Toda

a terra se maravilhou, seguindo a besta” [Apocalipse 13:3] e “Aqueles que habitam sobre a terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a fundação do mundo, se admirarão, vendo a besta...” [Apocalipse 17:8b] No entanto, esse artigo encontrado num site satanista contém mais horror: “Harry realmente é um enviado dos céus para a nossa causa”, diz o sumo sacerdote Egan, da Primeira Igreja de Satanás em Salem, Massachussets. “Uma organização como a nossa deseja receber sangue novo e ultimamente temos recebido mais candidatos do que nossa capacidade de poder iniciar.” Os satanistas, porém, têm aversão aos cristãos sinceros e influenciam fortemente as crianças. Veja as partes desse artigo que demonstram essa aversão. “Hermione é meu personagem favorito do Harry Potter pois é inteligente e tem um gatinho”, disse Jessica Lehman, de seis anos. “Jesus morreu porque era fraco e estúpido”. “Os livros de Harry Potter são incríveis!”, diz Bradley Winters, de onze anos. “Quando crescer vou aprender necromancia e invocar demônios poderosos.” Voltando ao artigo escrito por um satanista, ele diz: “Acho que é uma total bobagem protestar contra os livros infantis dizendo que estão atraindo as crianças a Satanás.... As pessoas deveriam estar contentes por isso! Esses livros guiam as crianças para uma compreensão que o fraco e idiota Filho de Deus é uma fraude e que será humilhado quando a chuva de fogo vier... enquanto que nós, seus servos fiéis, celebraremos com a vitória.” Esse autor satanista demonstrou qual é o verdadeiro espírito dos livros de Harry Potter, finalizando o artigo com blasfêmias contra Jesus Cristo. Os satanistas crêem que, na batalha do Armagedom, Satanás derrotará e aprisionará Jesus Cristo e depois invadirá os Céus para apoderarse do trono de Deus, derrotando totalmente Deus, o Pai. Satanás reinará, então, triunfan-

te para sempre! Essa é a doutrina satânica padrão. Se você não acredita que essa afirmação é típica do satanismo, recordamos o que Anton LaVey, o fundador da Igreja de Satanás em 1966 nos EUA, afirmou em seu livro The Satanic Bible [A Bíblia Satânica]: “Molho a ponta do meu dedo indicador no sangue aguado de seu impotente e louco redentor e escrevo em sua fronte marcada pelos espinhos: ‘O verdadeiro príncipe do mal - o rei dos escravos.” [pg 30].”Olho para dentro dos olhos inertes do seu temido Jeová, e puxo-o pelas barbas; erguerei um machado e abrirei seu crânio comido pelos vermes!!” (idem). “Eis o crucifixo; o que simboliza? Uma pálida incompetência pendurada no madeiro.” [pg 31] Que rápida deterioração da condição moral da humanidade, amando a Satanás a partir dos seis anos de idade! A população está atingindo a massa crítica, onde um número suficiente de pessoas terá as mesmas atitudes morais e os valores religiosos que o Anticristo, o que lhe permitirá aparecer na cena mundial. Os livros da série Harry Potter podem ser o último Flautista Mágico de Hamelin a serviço do Anticristo. Não permita que eles arrastem seus filhos preciosos para o lago de fogo! Você precisa tomar uma atitude agora. Jogue fora todos os livros da série Harry Potter imediatamente. O simples fato de têlos em casa dá a Satanás a “autoridade legal” de vir e afligir você, sua família, seus filhos e o relacionamento dentro do lar. Você precisa rededicar seus filhos ao Senhor Jesus Cristo, exortando-os também a fazerem o mesmo em seus corações. Acima de tudo, precisa rededicar toda sua família a Jesus Cristo, pedindo que Deus coloque um escudo de proteção em volta do seu lar todos os dias. Peça também as orações da igreja sobre o assunto. (Mensagem da igreja em S.J.Rio Pardo. Reuniões: sábados e domingos, às 19 horas. Rua dr. João Gabriel Ribeiro, 123, centro)

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

Minhas crenças, minhas doenças Falar sobre sentimento é muito difícil. Costuma-se dizer que uma pessoa sem escrúpulos é um indivíduo sem sentimentos. Então, não ter sentimentos é muito ruim? Sei não. Sinto uma pontinha de inveja das pessoas que mantêm relacionamentos por anos a fio. Meu filho é assim. Mantém, até hoje, contatos estreitos com amigos de infância. Eu não tenho amigos por não ter cultivado amizades ao longo da minha vida. O que sinto pelos meus semelhantes se resume ao momento em que estamos juntos. Logo depois já não sinto nada por qualquer pessoa. Já estou consciente de que sou um indivíduo indiferente. Não guardo amor nem ódio. E é por isso que não tenho amigos. Inimigos? Também não. Descobri isso ao praticar o Quarto Passo e descobri, ainda, que meu egoísmo trouxe consigo o medo. Para encobrir o medo eu convoquei o orgulho que trouxe seus capangas: a arrogância, a prepotência, a discriminação e o preconceito. Foi com essa quadrilha que eu convivi, por anos, me infernizando a vida. Só depois de ingressar no Programa de Recuperação de Neuróticos Anônimos, é que fiquei sabendo que eram defeitos de caráter e não virtudes. Acreditava que todos esses sentimentos eram bons e me salvavam de situações

de grande dificuldade, no relacionamento com meus semelhantes. Eles me protegiam e me davam forças. Se alguém se machucava, nesse caso, não era eu. Que se danassem os outros. Na prática do programa, entendi que deveria, segundo o Primeiro Lema, escolher um defeito de cada vez. Assim, comecei pelo preconceito e fiz esse exercício com um companheiro, já falecido, que tinha esse mesmo defeito. Sucesso! Estou livre de um dos asseclas do orgulho. Fui devagar, com base no Segundo Lema, em busca de outro meliante: a discriminação. Esse foi subjugado com a ajuda da minha mulher. Sem esses dois asseclas, o orgulho se enfraqueceu e pude dominar mais facilmente a arrogância e a prepotência, trabalhando com diversos companheiros que também eram arrogantes e prepotentes. Isso, porque, eu já estava me sentindo bem melhor sem preconceito e sem discriminação, que eram os que apareciam com mais frequência no meu modo de viver. Assim, me utilizando da terapia do espelho – origem do magnífico Programa de Doze Passos – fui, passo a passo, equilibrando meu modo de viver. Nas salas de reunião de N/A vi pessoas satisfeitas, fazendo coisas simples: varrendo ou arrumando a sala, fazendo café, levando um lanche para oferecer aos companheiros, etc. Resolvi experimentar, também, esse tipo de comportamento, para descobrir o motivo dessa felicidade.

Para tal, recorri ao Terceiro Lema, para prestar esses pequenos serviços e não me sentir incomodado com observações ou críticas. Isso foi o divisor de águas. Aí, o orgulho desmoronou de vez. Tenho certeza que isso aconteceu por causa dessa prestação de serviço. Sou voluntário. E com isso o medo ficou isolado. Meu medo não está relacionado ao lado físico. Tenho medo de ser apontado por qualquer falha que venha a cometer. Como fazer com que o medo não me incomode mais? Com fé. Recorri então ao Quarto e Sexto Lemas para me auxiliarem a combater este déspota. Fé incondicional num Deus amantíssimo que se manifesta em cada companheiro – Centelha divina – com quem convivo, que me passam através de seus depoimentos as lições que devo aprender e praticar. Como resultado dessas experiências, posso, por conta dos ensinamentos do Quinto Lema, esquecer os prejuízos e finalmente viver feliz, um dia de cada vez, pelos sábios conselhos do Sétimo Lema. Mas, não me permito ficar ocioso e para isso, continuo o meu aprendizado. Sinto a “beleza de ser um eterno aprendiz”, como fala a canção. Paz e serenidade a todos. — Companheiro Luiz Oliveira

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci


Gazeta do Rio Pardo 2554