Page 1

São José do Rio Pardo

26 de março de 2011

Ano 103

R$ 2,00

2.537

Tratamento de esgoto não funciona REPORTAGEM

CANOAGEM

Rio-pardenses vão ao Sul-Americano REPORTAGEM

Os canoístas Wellington Munhoz e Cassiano Alfredo, da equipe Adrenalina Legal, do Projeto Shalom/ Instituto Prefeito Lupercio Torres, garantiram vaga para representar o Brasil no Campeonato Sul-Americano de Canoagem Sla-

lom, em Mendoza, na Argentina, no próximo mês de novembro. A vaga foi conquistada no último final de semana durante a seletiva promovida pela Confederação Brasileira de Canoagem, em Foz do Iguaçu-PR. Página A-15

Obesidade preocupa e população busca reeducação alimentar Página A-6

REPORTAGEM

A Estação de Tratamento de Esgotos do bairro Buenos Aires é caótica e isto tem permitido a continuação de um crime ambiental que esta administração disse ter sanado: o esgoto continua sendo despejado sem tratamento no Córrego dos Patos. A reportagem de Gazeta visitou o local na quinta-feira desta semana e constatou que dos seis motores que deveriam fazer a aeração do esgoto doméstico, cinco estão quebrados. Dos três tanques existentes, somente um está com água, os demais estão secos e abandonados, tomados pelo mato e servindo de criadouro de mosquito. Página A-5

Obra da Ceagerp ainda espera asfalto Permanecem inconclusas as obras da Central de Armazéns Gerais de São José do Rio Pardo Ceagerp. O galpão principal está praticamente

pronto, mas o que ainda nem começou foi a pavimentação do acesso ao local, serviço prometido pelo prefeito. Página A-3


A-2 - 26 de março de 2011

Ganhando tempo As lideranças políticas do município começam a se articular, de olho na eleição do próximo ano. Pode parecer cedo, mas diante do caos do município, se pudesse, a população votaria hoje para substituir a administração. Aproveitando este momento, os grupos vão montando estratégias, preparando nomes, escolhendo pessoas sérias e experientes que possam fazer a diferença como candidatos à próxima campanha. A importância de contar com pessoas com os perfis descritos acima se dá por uma razão bastante óbvia. Ao término da atual gestão, a cidade vai precisar de gente com vontade e com capacidade para reerguer o município financeiramente, administrativamente e até mesmo moralmente. Isto porque, diante da má escolha até aqui observada, a população está abatida e sabe que vai precisar de alguém com pulso firme para apagar os estragos causados com a escolha do processo eleitoral anterior, que resultou na eleição de João Luís e na instalação de sua gestão. Políticos de longa data, com experiência neste tipo de situação, avaliam que haverá necessidade de pelos menos dois anos, a partir do término da atual administração, para que a cidade se restabeleça do ponto de vista administrativo – abrangendo todas as áreas: da credibilidade dos fornecedores, passando pela estabilidade do funcionalismo, ao bom andamento da prestação de serviços, manutenção e desenvolvimento de programas e projetos. Ou seja, uma má administração não causa estragos apenas durante quatro anos. Seus efeitos podem ser duradouros. Infelizmente.

Assim, pelo menos uma proposta de governo já parece existir e deverá constar dos programas a serem preparados pelos grupos que vão disputar a eleição, qual seja: é preciso dar à cidade, novamente, condições de se desenvolver. Até os opositores mais críticos concordam que, ao fim dos oito anos de administração do PSDB, esta condição existia. A cidade estava pronta para – se quisesse, tomar rumos a um futuro de grande desenvolvimento. Contudo, a estrutura criada à época veio abaixo. Assim, não é demais dizer que voltamos à estaca zero e hoje há necessidade de recolocar a cidade em busca deste caminho. A depender do que se tem visto, não é esta a mentalidade da agonizante atual administração. Percebe-se, claramente, um prefeito em franca campanha para reerguer seu nome junto ao eleitorado e, assim, em meados do próximo ano, lançar-se à reeleição. Com estes objetivos, ao contrário de sanar os problemas que ele próprio criou, tenta maquiá-los. Claro exemplo disso é a situação penosa das entidades assistenciais que, mesmo sem recursos, continuam a trabalhar porque não podem simplesmente fechar as portas. Têm compromissos com a sociedade. Na mesma linha de exemplo está a situação da máquina administrativa. Faltam recursos para sua manutenção e para serviços essenciais, contudo, os servidores municipais dela dependem, e se esforçam para não deixá-la parar por completo. Aqui e ali, organizam-se, e mesmo trabalhando de forma precária, lutam para não deixar a situação se agravar ainda mais. E João Luís se aproveita disso. Ele sabe que a sociedade não vai deixar

as instituições sucumbirem, ajudando de algum modo. Assim, ele ganha tempo, as entidades se reorganizam para trabalhar com um orçamento mais enxuto, os servidores se doam para não ver em ruínas aquilo que ajudam a construir no dia a dia e, no último ano de governo, João Luís vai dizer que a cidade está uma maravilha. Além do mais, os recursos que não forem destinados a pagar entidades e fazer a manutenção da máquina administrativa poderão ser empregados em realizações que o tornem, da noite para o dia, um bom prefeito, executando obras e serviços de última hora. E é neste contexto que a cidade passa seus dias, com suas carências. Lamentável é admitir que, a esta altura do tempo, nada está sendo feito para mudar a situação. Se num primeiro momento houve esperanças de que a Câmara pudesse ser o diferencial em busca de mudanças, estas esperanças não se confirmaram. Mesmo porque, diante da atual composição do Legislativo, a administração municipal vai levando vantagem. Ali, o bloco de apoio a João Luís já é maior do que um eventual bloco de oposição. Desta forma, ele respira aliviado, apesar de seus desmandos e deslizes. É, pois, por esta sucessão de fatos que os grupos políticos em articulação, de olho na próxima campanha, precisam estar atentos, afinal de contas, na hora de propor nomes para seus quadros de candidatos, aqueles que não se portaram defendendo os legítimos interesses populares serão lembrados. As urnas e o noticiário não perdoam.

Definido: ficha limpa só valerá em 2012 A Lei da Ficha Limpa só poderá ser aplicada a partir das eleições municipais de outubro de 2012. Todas as decisões da Justiça Eleitoral que indeferiram candidaturas às eleições do ano passado com base nessa legislação serão anuladas. A decisão foi tomada pelo Supremo Tribunal Federal em sua sessão de quartafeira (23), com o voto de minerva dado pelo ministro Luiz Fux. Até então, o julgamento da lei de iniciativa popular estava empatado em cinco votos. O ministro Fux assumiu há menos de um mês a 11ª vaga da mais alta Corte do País, no lugar do ministro Eros Grau, que se aposentou. A decisão vai ter repercussão na composição do Senado, Câmara dos Deputados e em algumas assembléias legislati-

vas. No Senado, vão assumiu Jader Barbalho (PMDB-PA), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), João Capiberibe (PSB-AP) e Marcelo Miranda (PMDB-TO). Na Câmara assumirão Janete Capiberibe (PSB-AP) e João Pizzolati (PP-SC). Em seu voto, que durou pouco menos de uma hora, o ministro elogiou a iniciativa popular da lei da ficha limpa, mas afirmou que as regras constitucionais precisam ser respeitadas. Para Fux, apesar da intenção de moralizar a política, a ficha limpa interferiu no processo eleitoral e gerou insegurança jurídica. O ministro defendeu em seu voto a aplicação do artigo 16 da Constituição. Segundo essa norma, uma lei modifica o pro-

cesso eleitoral só pode valer no ano seguinte de sua entrada em vigor e a Lei Ficha Limpa entrou em vigor em junho de 2010, apenas quatro meses antes das eleições de outubro passado. A Câmara e o Senado vão aguardar comunicado oficial da Justiça Eleitoral para depois definirem data e procedimento para a posse dos novatos. Antes, caberá aos Tribunais Regionais refazerem os cálculos do quociente eleitoral e diplomar os eleitos. Vale ressaltar que o Supremo na sessão de quarta-feira julgou apenas o princípio da anterioridade. Não definiu outros pontos da Lei, incluindo a necessidade do trânsito em julgamento (última instância) para a cassação de direitos.

Senado avança Os senadores da Comissão Especial estão ignorando o que se passa na Câmara e vão avançando nas votações dos itens da reforma política. Eles estão levando em conta as propostas, as decisões e discussões que aconteceram no decorrer das duas últimas décadas. Não há nada a inventar - dizem os senadores. A classe política conhece sobejamente os nós, as deficiências, as soluções mais indicadas para melhorar o nosso sistema político. Só os deputados fingem não entender isso e se dispõem a promover inúmeras audiências públicas para ouvir o óbvio ululante. E assim vão em-

purrando mais uma vez com a barriga a reforma eleitoral. A ideia dos senadores da Comissão Especial é redigir um texto de proposta até o dia 5 de abril, e submetê-lo ao exame da Comissão de Constituição e Justiça. Depois, então, a decisão final sairá do plenário do Senado. As mudanças aprovadas serão remetidas para a Câmara dos Deputados. Os senadores da Comissão Especial já aprovaram o fim da reeleição, fixando o mandato em cinco anos para presidente da República, governadores e prefeitos. A nova regra valeria para os eleitos a partir de 2014, ou seja, quem está no cargo atu-

almente ainda poderia tentar a reeleição. Os senadores decidiram também pela manutenção da obrigatoriedade do voto, rejeitando assim a proposta de voto facultativo, bem como aprovaram a proposta de extinção das coligações partidárias nas eleições proporcionais. O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral está se articulando para reeditar a estratégia utilizada na aprovação do projeto da Ficha Limpa. A idéia é reunir assinaturas suficientes para protocolar no Congresso um projeto de iniciativa popular.

Destaques Alta mordomia - Foi dada a partida da corrida pela vaga de ministro do Tribunal de Contas da União, disponível a partir de junho com a aposentadoria compulsória do ministro Ubiratam Aguiar. Como a vaga pertence à cota da Câmara, os deputados são responsáveis pela escolha do novo ministro. A caça a esses votos já foi iniciada para abocanhar um emprego vitalício, que rende R$ 26 mil por mês, viagens e moradia custeadas pelo poder público. Já se manifestaram Sandes Junior (PP-GO), Sergio Carneiro (PT-BA), José Rocha (PR-BA) e Atila Lins (PMDB-AM).

com todos os parlamentares querendo saber sobre a segurança das atuais usinas nucleares de Agra dos Reis, no Rio de Janeiro. Foram convocadas para dar explicações na Câmara e no Senado as autoridades brasileiras desse setor.

Energia nuclear - A moda hoje no Congresso Nacional é falar em energia nuclear, tendo em vista o que está acontecendo no Japão. Um grande número de deputados e senadores abraçou o tema,

Freio na ganância - Está empacada na Câmara dos Deputados a votação da medida provisória que flexibiliza a legislação sobre concorrências públicas para facilitar o andamento de obras, tendo em vista

Rejeição incisiva - 72% dos brasileiros são contra a volta da CPMF, mais conhecida como Imposto dos Cheques. A revelação é de pesquisa da Confederação Nacional da Indústria. Mesmo com tamanha rejeição, tem gente no Congresso falando no restabelecimento de tão odiado tributo para “salvar o sistema de saúde”.

Falta d’água De acordo com um estudo ‘Atlas Brasil’, da Agência Nacional de Águas (ANA), publicado no jornal O Estado de S. Paulo, metade dos municípios brasileiros poderá ter problemas no abastecimento de água até 2015. O levantamento avaliou a oferta e o crescimento de demanda de água nas 5.565 cidades do país. Segundo os dados, o Brasil precisará investir pelo menos R$ 70 bilhões para garantir a oferta de água de boa qualidade aos municípios até 2025, quando a população deverá alcançar cerca de 196 milhões de habitantes. Desperdício Dentre os problemas que contribuem para a escassez de água, o desperdício certamente é um deles. Por aqui, a população não se cansa de reclamar da precariedade da tubulação que leva água às residências. Os remendos feitos – há anos – pelas administrações, não resolvem o problema. Algumas vezes – isto é, quase sempre – os funcionários do DAE acabam de fazer o serviço de remendo e, instantes depois, a água já está novamente jorrando e assim fica por meses e meses, até que retornem ao local. É preciso que haja substituição completa da rede, conforme prevê o Projeto de Saneamento Global da cidade, para o qual ainda não há recursos disponíveis. Denúncia séria O Departamento de Esportes e Cultura (DEC) está sob investigação. O ex-funcionário Gilberto Palásio Braz denunciou a direção da autarquia por suposto desvio de recursos, envolvendo ainda pessoas de Casa Branca. O caso foi parar no Ministério Público e um inquérito deve estar em andamento. O DEC se defende, alega que não há irregularidades e avisa: vai processar o ex-funcionário. Filme antigo Há tempos são conhecidas essas histórias de ex-funcionários denunciarem seus ex-chefes, após perderem o emprego. Enquanto estão ganhando, está tudo muito bem, tudo muito bom. Mas, depois... Patrimônio da Humanidade O Rio de Janeiro poderá se tornar Patrimônio Mundial da Humanidade, na categoria de paisagem cultural, a partir do ano que vem. Como elementos para justificar a candidatura estão: Pão de Açúcar, Corcovado, Floresta da Tijuca, Aterro do Flamengo, Jardim Botânico e a famosa praia de Copacabana. O conceito de paisagem cultural foi adotado pela Unesco em 1992 e incorporado como uma nova tipologia de reconhecimento dos bens culturais, conforme a Convenção de 1972 que instituiu a Lista do Patrimônio Mundial. Sem beleza Feia mesmo é a situação de alguns bairros em São José. Buracos, lixo, escuridão... Licitação cancelada Há quase um mês, Gazeta do Rio Pardo participou de processo licitatório para publicação de atos oficiais da Prefeitura rio-pardense – o que ocorre desde 2009. Apenas Gazeta compareceu à abertura dos envelopes, tendo apresentado a documentação exigida e, portanto, habilitando-se no processo. Conclusão: venceu a licitação. Nesta semana, porém, faltando poucos dias para início da vigência do contrato, por meio de ofício, o secretário de Gestão Pública, Walkyr Veronese, informou que a licitação estava cancelada, já que apenas este jornal compareceu, o que não possibilitou à administração alcançar um preço que ela entenda justo. Novo processo deve ser marcado, em data não informada, por enquanto. Abaixo do custo Apenas para esclarecer eventuais interessados, a direção do jornal, entendendo a necessidade do município economizar, desde 2009 tem colaborado, reduzindo os custos para as publicações oficiais do município. Atualmente, da Prefeitura rio-pardense cobra-se, pela medida padrão (centímetro por coluna), o valor de R$ 0,39 (trinta e nove centavos) para a publicação dos atos oficiais. É valor infinitamente menor do que o tabelado. Assim, com as publicações de atos oficiais em Gazeta, a Prefeitura economiza muito mais do que economizará em outras licitações. Chamada O novo presidente do diretório municipal do PSDB, Hélio Escudero, iniciou nesta semana reuniões individuais com alguns componentes do partido, a fim de passar as diretrizes que a legenda começa a tomar, se preparando para a campanha eleitoral que se avizinha. Diz o presidente que dará ultimato a quem não esteja contente, ficando livre para que procure outro partido. Inauguração Foi marcada para o dia 31 de março, às 9 horas, a inauguração oficial da creche/emeb “Gilda Zanetti Mansano”, construída no bairro Buenos Aires, com recursos do Governo Federal por meio do programa Pró-Infância, do MEC. A obra foi uma conquista da administração do PSDB, no governo do prefeito Santurbano, em 2007. O crime continua No início da atual administração, o prefeito João Luís anunciava o fim de um problema que há muito afligia a população: a falta de tratamento de esgoto na ETE Buenos Aires. Foi dada ampla divulgação sobre o funcionamento de equipamentos da ETE. Era discurso. Agora, o processo de aeração, que garante diminuição do odor do esgoto, está precaríssimo. Para ser mais direto, lá praticamente nada está funcionando e o esgoto cai quase in natura rumo ao rio Pardo. Só os moradores da região percebem. Vereadores não foram lá, Ministério Público também não. Barrados na estrada Um ônibus da Prefeitura rio-pardense, que transportava pacientes para o AME de Casa Branca, foi parado nesta semana pela Polícia Militar Rodoviária que constatou irregularidades na documentação do veículo e motorista, e nas condições gerais do veículo. Resultado: o ônibus foi apreendido. Sem pneus decentes, sem acessórios de segurança, uma verdadeira sucata.

a Copa do Mundo 2014. A oposição quer manter o rigor das atuais regras para evitar o superfaturamento de tais obras, como aconteceu com os Jogos Panamericanos do Rio de Janeiro, em 2007.

CPI para CBF - O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, desembarcou apressado na Câmara dos Deputados, para tentar barrar a criação de uma CPI para investigar o Comitê Organizador da Copa de 2014. Quem quer viabilizar a CPI é o deputado Anthony Garotinho, do Rio de Janeiro. Ele quer apurar denúncias de irregularidades na composição societária do Comitê, no critério de divisão dos lucros do Mundial de 2014 e nos acordos firmados pela CBF com redes de TV e patrocinadores.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 36085655 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Gilmar Ishikawa Redação: Eduardo Eron e Giselle Torres Biaco Diagramação: Marco Antônio Cassucci, Fagner Nasser. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


26 de março de 2011 - A-3

Acesso à Ceagerp não tem pavimentação

Investidores do projeto esperam desde o ano passado pela realização do serviço Permanecem inconclusas as obras da Central de Armazéns Gerais de São José do Rio Pardo - Ceagerp. O galpão principal, que vai abrigar a administração e os boxes do entreposto de mercadorias está praticamente pronto, mas o que ainda nem começou foi a pavimentação do acesso ao local, serviço prometido pelo prefeito. Conforme divulgado em abril do ano passado, a expectativa dos empreendedores era de inaugurar o projeto na metade de 2010, conforme divulgado em Gazeta do Rio Pardo. Naquela ocasião já era esperada a pavimentação do acesso. As articulações para a construção do entreposto foram iniciadas em 2008, com a transferência da área municipal da antiga Hípica Rio Pardo à Cabs Central de Abastecimento da Baixada Santista Empreendimentos e Participações Ltda. - entidade gestora e responsável pela implantação da Ceagerp. A parte burocrática da cessão de uso da área ocorreu em

agosto de 2009, com a assinatura do contrato. Em janeiro deste ano, segundo informado pela assessoria de imprensa da Prefeitura, o empresário João Marcello Moreto, um dos investidores da Ceagerp, se encontrou com o prefeito João Luís Soares da Cunha para discutir o andamento do projeto quando, novamente, recebeu a promessa de que a pavimentação do local seria feita após o período das chuvas – o que ainda não ocorreu. A pavimentação do local se justifica porque a expectativa dos responsáveis pelo empreendimento é de que circulem pelo local, diariamente, de 100 a 200 caminhões. Há algumas semanas, Gazeta do Rio Pardo tenta contato com a direção do projeto e, segundo as informações, Ariovaldo José dos Santos, responsável pela Ceagerp, deve vir à cidade neste final de semana, para visitar a obra. A estimativa é de que a Ceagerp estimule a criação de pelo menos 700 empregos.

REPORTAGEM

CLOVIS DEANGELO

Pavimentação do acesso à Ceagerp é promessa da Prefeitura que ainda não foi realizada REPORTAGEM

Prorrogada a municipalização do trânsito em São José A Prefeitura de São José do Rio Pardo assinou este mês um convênio com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, que prorroga a municipalização do trânsito local por mais um ano. Por meio deste convênio, a cidade recebe 95% do valor das multas de competência do município, sendo que parte do valor arrecadado (5%) será destinado ao Fundo Nacional de Trânsito. Com a municipalização, a aplicação de mul-

tas continua sendo feita pela Polícia Militar, a diferença é que ela cria um instrumento de captação de recursos, o que possibilita a aplicação de multas a motoristas que desobedecerem a regulamentação como, por exemplo, a zona azul. De acordo com a Secretaria, as multas que ficam para o município são aquelas à infração de solo, ou seja, estacionar em local inadequado como vagas

para idosos ou para deficientes, atravessar o sinal vermelho, dentre outras. Já as multas referentes à documentação do veículo, do motorista e embriaguês no volante são destinadas ao Estado. Os valores arrecadados com a aplicação das multas somente poderão ser utilizados no trânsito e em melhorias do sistema viário, como sinalização aérea e terrestre e em ações de educação no trânsito.

Com boxes e área administrativa, o galpão principal está praticamente concluído

Aprovada a contratação de escritório jurídico Na sexta-feira, dia 18, a Câmara Municipal de São José do Rio Pardo realizou uma sessão extraordinária para apreciação do pedido, feito pelo Executivo, de contratação emergencial de um escritório de advocacia para a Prefeitura. De acordo com o presidente da Câmara, Marco Antônio Gumieri Valério (PSDB), o projeto foi aprovado por cinco votos a dois. “Para esta contratação, que valerá durante seis meses, poderão ser utilizados os R$ 117 mil que seriam gastos com os profissionais que já trabalhavam na Prefeitura, cujos cargos foram considerados irregulares pela ação movida pelo Ministério Público local”, explicou. Também durante a sessão houve questionamentos dos vereadores ao se-

cretário de Gestão, Walkyr Veronese, sobre como essa contratação será realizada. “De acordo com o secretário, a Prefeitura Municipal já tomou todas as providências e precauções pra realizar uma contratação de emergência, até vislumbrar de que forma seria refeito o setor Jurídico.” Outros projetos Na sessão de terça-feira, 22, a Câmara apreciou e aprovou dois projetos, ambos enviados pelo Executivo. Um deles trata da concessão de área para a Igreja do Avivamento Bíblico, e o outro aprova a regularização de uma área entre os bairros Carlos Cassucci e Eduardo Cassucci, projeto que foi objeto de ação judicial. “O Ministério Público fez o pedido para que isso fosse acertado,

para que os moradores deste local tenham a sua escritura pública”, explicou o vereador. Também foi feita pela Câmara uma indicação ao DER, considerando “lastimável a situação da rodovia São José-Mococa”, e solicitando o recapeamento da estrada. Houve questionamentos ao orçamento participativo, que há dois anos não é realizado; questionamentos sobre a terceira etapa da Casa de Cultura e Cidadania, construção que dará prosseguimento ao projeto implantado na administração anterior; indicação pedindo serviço de tapa-buracos no jardim Margarida, e um requerimento endereçado à Cetesb em relação ao serviço que foi realizado nas proximidades do posto de combustível W3.


A-4 - 26 de março de 2011

O “sim” que transforma ORANI JOÃO TEMPESTA

A cada ano, no dia 25 de março a Igreja celebra, com solenidade, a Anunciação do Anjo à Virgem Maria e a Encarnação do Verbo de Deus no seio d’Aquela que é bendita entre todas as mulheres. Trata-se de um dia muito apropriado para rezarmos pelas vocações, pois este é o dia em que Maria deu o seu SIM integral à obra de salvação planejada por Deus e realizada por intermédio d’Ela. É uma oportunidade de trabalharmos pela cultura da vida, pois é o dia em que o próprio Deus se fez homem, a Vida Eterna se fez vida humana e em muitos países se comemora o Dia da Vida. É o momento de rezarmos e apoiarmos as grávidas e as mães, exaltando a Maternidade Divina. Peçamos a Nossa Senhora que as proteja de todo o mal, principalmente aquelas que trazem no ventre os seus filhos. Na primeira leitura da Liturgia da Anunciação do Senhor (Is 7,10-14;8,10) ouvimos o anúncio do grande sinal do Amor de Deus pelos homens. Deus virá morar conosco, profetiza Isaías, pois o filho que nascerá de uma virgem é o próprio Filho unigênito de Deus que vem ao encontro dos homens para salvá-los e introduzi-los, como filhos, na intimidade divina. A narrativa de São Lucas nos permite presenciar a cena em que se desenrola o cumprimento do grande sinal. Deus anuncia a Maria de Nazaré, por meio de um anjo, o seu desígnio de amor pelos homens, e pede a resposta de Nossa Senhora. O diálogo culminará com o “faça-se” de Maria e a realização do mistério da Encarnação do Verbo de Deus. Aparentemente nada mudou no mundo, contudo, o Cosmos acabou de ser transformado até as suas raízes mais profundas. O Universo “cheira a novo” como no dia em que surgiu do nada pela primeira vez. A Encarnação redentora do Verbo de Deus, que acaba de acontecer, é uma nova Criação. Este grande mistério que contemplamos hoje, conduzido pela Liturgia a ponto de nos ajoelharmos durante a profissão de fé, ao proclamar: “e se encarnou”, não possui outra explicação, como o primeiro ato criador, senão o amor infinito de Deus. Deus não desiste do seu desígnio de amor pelas criaturas, e entra no tempo dos homens de um modo novo e inimaginável para nos introduzir na sua eternidade bem-aventurada. Nunca devemos nos cansar de contemplar e agradecer o amor infinito com que somos amados por Deus, e devemos procurar corresponder com a plenitude de entrega, do modo que o fez a Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa mãe. Na segunda leitura (Hb 10,4-10), o Autor sagrado nos apresenta a perfeita obediência de Jesus

ao desígnio salvador do Pai. As palavras que coloca na boca do Senhor “Eis-me aqui: Eu venho para fazer a tua vontade!”, são o resumo da sua vida redentora e a causa da nossa salvação. Convém, por isso, nunca nos esquecermos de que a vontade de Deus, que é amor, só pode conter desígnios de amor, e, por isso, tudo o que vem de Deus é manifestação de seu amor para nosso bem e felicidade. A obediência à vontade de Deus é o único caminho para chegar à plena realização e felicidade; o único caminho para ser santo. Por isso, jamais pode ser vista como obstáculo para o exercício da própria liberdade, autonomia e maturidade. A liberdade é a capacidade de autodeterminação para alcançar o próprio bem. Mas o próprio bem é precisamente a vontade de Deus para nós. Por isso, a obediência é sempre o pleno exercício da liberdade. A resposta de amor com que o homem e a mulher correspondem ao amor paternal de Deus não é outra coisa que a obediência. Não devemos confundir o amor com a emoção ou sentimento que costuma acompanhá-lo, mas que pode faltar e não se identifica com ele. As consequências que seguiram da resposta de Maria na Anunciação jamais poderiam ser sonhadas pela imaginação humana, nem sequer a da “Cheia de graça”. Aquele “faça-se” transformou o Universo, levou o tempo à sua plenitude e tornou o momento em que foi pronunciado o centro de referência de toda a História humana. O passado e o futuro da humanidade e da criação ficaram orientados em referência a esse instante em que a eternidade de Deus penetra no tempo humano e dá início à redenção salvadora em Cristo. O Senhor encarna para se unir de algum modo a cada homem, tornandose o seu caminho e companheiro na sua Igreja, até conduzi-lo à casa do Pai. Meditemos nessa solenidade da Anunciação do Senhor especialmente em como um “sim” a Deus tem sempre consequências inimagináveis para a criatura, e como é importante saber discernir a vontade de Deus a nosso respeito nos aspectos transcendentes e nos mais comuns da nossa vida. Não nos esqueçamos de que muitas coisas grandes dependem de que nós vivamos como Deus quer. Peçamos hoje, pois, a Nossa Senhora a graça de repetirmos, com os fatos, o “faça-se” que Ela disse no dia da Anunciação. — † Orani João Tempesta, O. Cist., é arcebispo metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

Cooxupé entrega nova estrutura de armazenagem A Cooxupé inaugurou nesta sexta-feira, 25, a primeira parte do Complexo de Armazenagem e Indústria de Café Japy, situado na BR 146, próximo ao trevo de entrada da cidade de Guaxupé. O governador Antonio Augusto Junho Anastasia marcou presença na solenidade, para descerrar a placa ao lado do presidente da Cooxupé, Carlos Paulino. Orçado em R$ 70 milhões, o complexo se consolida como uma indústria moderna, equipada para receber cafés a granel que serão empilhados em bags. Com esta etapa concluída, a Cooxupé amplia sua capacidade atual de armazenagem em 1,5 milhão de sacas. O investimento conta com o apoio do Banco do Brasil e BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social). A segunda etapa das obras do Complexo de Armazenagem e Indústria de Café Japy já está em andamento e engloba 60 silos para 3 mil sacas cada, onde ficarão os cafés já comprados pela Cooxupé e preparados para venda ao mercado interno e externo. Um barracão com 4.700 m² para máquinas de preparo, padronização, liga e embarques de café também será construído.

FOTO: BATISTA (COOXUPÉ)

O complexo se consolida como uma indústria moderna

Assembleia Cerca de 2.000 cooperados eram esperados para a inauguração, uma vez que na manhã de sextafeira a cooperativa realizou assembleia para prestar contas do exercício encerrado em 2010, ano em que a Cooxupé faturou cerca de R$ 1,8 bilhão, superando em 19,7% o exercício de 2009. O deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB), relator do novo texto que prevê mudanças no Código Florestal Brasileiro, esteve no evento para debater este assunto com os produtores. “A atual legislação penaliza o homem do campo, principalmente o pequeno produ-

tor, portanto, temos que trabalhar para que o novo Código seja aprovado”, afirmou o presidente da Cooxupé, Carlos Paulino. Segundo ele, a legislação deve dar suporte à ideia de que se pode produzir com economia e com uso de tecnologia sem causar danos ao meio ambiente. A Cooxupé é apontada como a maior cooperativa do país no setor cafeeiro. Em 2010, recebeu 5.157.453 sacas de café arábica, o equivalente a 14% da safra brasileira de café arábica e 20% do total de café produzido em Minas Gerais. Conta, atualmente, com 11.952 cooperados e mantém equi-

pe de 1.980 colaboradores a serviço de seus associados. A obra contempla: bateria de 20 silos para guardar 1.800 toneladas de café a granel. Isso equivale a 30 mil sacas/unidade. A soma dá 600 mil sacas; galpão de recebimento de café com quatro moegas e tombadores; conjunto de 20 silos para armazenar 300 sacas cada; bloco de apoio com 1.000 m² de construção: oficina mecânica e elétrica, refeitórios e banheiros; portaria com balança, onde são retiradas amostras e é feita a classificação dos lotes entregues pelos cooperados.

Correios lançam novo edital de concurso Os Correios lançaram novo edital de concurso público para o total de 8.346 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de nível médio em todo o país. Os cargos são de atendente comercial (2.272 vagas), carteiro (5.060) e operador de triagem e transbordo (1.014), com salário base de R$ 807,29. As inscrições começaram nesta quartafeira, dia 23. Do total de vagas, 20% são destinadas a portadores de deficiência. Este concurso invalida o anterior que foi revogado em dezembro do ano passado pelos Correios após disputa judicial – o Ministério Público Federal (MPF) recomendou que o concurso anterior fosse anulado por conta do contrato com a organizadora Cesgranrio não ter sido feito por meio de licitação. Os Correios decidiram revogar a seleção e devolver as taxas de inscrição. Assim, os candidatos que se inscreveram no concurso anterior devem fazer uma nova inscrição para a nova seleção. A taxa de inscrição é diferente da cobrada no concurso anterior, que tinha o valor de R$

30. Nesse novo concurso o valor é de R$ 32. Quem se inscreveu no concurso dos Correios que foi cancelado em 2010 deve pedir a devolução da taxa até o dia 11 de abril. Para isso, basta comparecer a uma agência própria da estatal, das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 13h aos sábados. Os valores variam de R$ 30 a R$ 60, de acordo com o cargo. É necessário levar documento oficial de identidade com foto (o mesmo utilizado na inscrição) e, se possível, o comprovante de inscrição. Em caso de o candidato ter feito a inscrição pela internet, ele deve ainda informar o número do CPF e também da identidade. Se a inscrição foi feita por meio de procuração, o candidato deve apresentar cópia da procuração utilizada na inscrição, cópia do documento oficial de identidade do procurador e ainda o documento de identidade original do candidato. Informações adicionais podem ser obtidas pela Central de Atendimento dos Correios, no telefone 0800725-7282. Para este novo concurso, os Correios esclarecem

que a organizadora Cespe/ UnB foi escolhida por meio de dispensa de licitação e o Ministério Público acompanhou todos os processos. Inscrição para dois cargos A aplicação das provas será acompanhada pela Polícia Federal, devido ao grande número de inscritos previsto – na seleção anulada foram 1.064.209 inscrições para o total de 6.565 vagas. De acordo com o Cespe/UnB, se a prova for realizada na parte da manhã para um cargo e na parte da tarde para outra função, o candidato pode se inscrever para ambos, tendo assim que pagar por duas inscrições. Para atendente comercial e operador de triagem e transbordo a prova será no período da manhã e para carteiro, no período da tarde. Portanto, o candidato pode prestar o concurso para atendente comercial e carteiro ou para operador de triagem e carteiro. O candidato pode, também, optar por concorrer a cargos em outro estado. De acordo com o edital, o aprovado terá classificação por cargo/ativida-

IN D I C A D O R P R O F I S S I O N A L

de/diretoria regional/localidade-base, de acordo com a sua opção no momento da inscrição. Em caso de não existência de candidato inscrito ou se não houver candidato classificado em uma ou mais localidades-base de determinada Diretoria Regional que tenham vagas restantes, poderão ser convocados os aprovados nas demais localidades-base da mesma Diretoria Regional, sempre obedecendo à ordem de classificação no resultado final do concurso público. Como o concurso será realizado no primeiro semestre, é possível que os aprovados comecem a ser convocados ainda em 2011. Mais um concurso Ainda para este ano, os Correios devem lançar outro edital para cargos de nível superior para 796 vagas de analistas de correios e 48 para profissionais de medicina e segurança do trabalho (analista de saúde, auxiliar de enfermagem do trabalho, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e técnico em segurança do trabalho).


26 de março de 2011 - A-5

Despejo de esgoto em córrego continua

Dos seis motores que deveriam tratar o esgoto na ETE Buenos Aires, cinco estão quebrados Em outubro do ano passado, moradores do bairro Buenos Aires e arredores chamaram a EPTV para uma reportagem sobre o mau cheiro proveniente da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Nova São José, situada próxima ao posto de combustível na entrada do Distrito Industrial. Na época, representantes da Prefeitura foram até o local e garantiram, por meio da Secretaria Municipal de Obras, que a partir de janeiro deste ano seriam iniciadas obras no local para minimizar o problema. Entretanto, em visita ao local na quinta-feira desta semana, a reportagem de Gazeta constatou um problema muito maior do que o mau cheiro exalado, que ainda continua. Dos seis motores que deveriam fazer a aeração do esgoto doméstico, cinco estão quebrados. O resultado disso, segundo um morador do bairro que foi até o lo-

cal com a reportagem, é que quase a totalidade do esgoto está sendo despejado diretamente no Córrego dos Patos, que, por sua vez, desemboca no rio Pardo. “Isso aqui é uma vergonha para a cidade, um crime ao meio ambiente que deve ser denunciado”, disse. O cenário é desolador. Dos três tanques existentes, somente um está com água, os demais estão secos e abandonados, tomados pelo mato e com pequenas poças de água suja, formadas pelas chuvas. “Tem até mosquito da dengue por aqui. Até para controlar o mato que cresce ao redor dos tanques é preciso que um ou outro morador compre o matamato, porque nem isso a Prefeitura faz.” Como deveria funcionar Uma estação de tratamento convencional tem a finalidade de promover um

tratamento dos esgotos domésticos, para que estejam em condições de serem lançados aos rios, riachos, lagos ou ao mar. Os esgotos são encaminhados à ETE onde, inicialmente, são retiradas as impurezas mais grosseiras (sólidos, gorduras e areia), para depois ser removida a matéria orgânica completando-se o tratamento, eventualmente, com a adição de cloro, para que ocorra a desinfecção da água. Os efluentes são lançados, então, por um emissário ao seu destino final, com um elevado índice de purificação. Prejuízos ambientais Especialistas explicam que a contaminação do rio pelo esgoto afeta diretamente a biodiversidade. A água fica rica em nutrientes e favorece a proliferação de organismos que consomem muito oxigênio. Com o aumento do número de seres vivos no rio, a

No outro tanque, o mesmo cenário: mato, sujeira e abandono

quantidade de oxigênio se torna insuficiente para mantê-los. Em consequência, sobrevivem somente os mais resistentes que, em geral, são organismos causadores de doenças. Além de coliformes fecais, gorduras e detergentes, outros poluentes se enqua-

dram na categoria esgoto. Lançado diretamente no córrego e dele para o Rio Pardo, pode afetar o ecossistema local e influenciar na mortandade de peixes. Os efeitos podem repercutir na atividade pesqueira e turística da região, sem falar na saúde pública, pois

é sabido que muitos organismos aquáticos que são consumidos pelo homem funcionam como verdadeiros “faxineiros”, alimentando-se da matéria orgânica presente na água. Prejuízos incalculáveis para o meio ambiente e para a saúde pública local. REPORTAGEM

Local onde deveria ser o processo de decantação da água está tomado pelo mato

Sem tratamento, o esgoto está sendo despejado no Córrego dos Patos

Situação no Jardim São Bento não muda No dia 24 de janeiro, a Gazeta do Rio Pardo veiculou matéria sobre o descaso com que o jardim São Bento, que foi construído há apenas três anos, tem sido tratado

pela administração pública: ruas intransitáveis, mato, iluminação precária, falta de bueiros. No dia seguinte, a EPTV esteve no local para entrevistar os moradores sobre os pro-

blemas relatados. Completados dois meses da reclamação, de lá para cá nada mudou. As ruas continuam sem condições de tráfego, a fina camada de asfalto foi levada em-

Embora não pareça, a imagem é de uma das principais ruas de acesso ao bairro

bora pelas chuvas, a ilumação é ruim, o mato está alto e os buracos, cada vez maiores e mais profundos. Moradores reclamam, inclusive, do aparecimento de grande quantidade de

rãs nas casas. Cansados de reclamar, esperam que as autoridades se sensibilizem com o problema vivido pelas famílias, que se aventuram diariamente numa difícil ca-

minhada para chegar até o ponto de ônibus, ou que enfrentam os obstáculos encontrados no caminho com o próprio carro. Tudo para exercer o direito de ir e vir. REPORTAGEM

Com o passar do tempo, os buracos estão cada vez maiores e mais profundos


26 de março de 2011 - A-6

Cresce procura por plano alimentar na cidade Boa parte da população local, a exemplo do restante do país, está acima do peso ideal GISELLE TORRES BIACO

Emagrecer parece ser a palavra mais dita atualmente, tanto por homens quanto por mulheres. A dieta virou parte da rotina de muita gente, até mesmo dos que nunca tinham experimentado a preocupação com o corpo. Além de melhorar o aspecto físico, muitas pessoas buscam mais qualidade de vida, já que a obesidade passou a ser, atualmente, sinônimo de preocupação com a saúde mundial. Nos Estados Unidos, por exemplo, 61% da população está acima do peso. No Brasil, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 49% da população brasileira com 20 anos ou mais está com excesso de peso. Dos 20 aos 24 anos, as medianas de altura e peso do homem brasileiro são, respectivamente, 1,73 m e 69,4 kg. Foram entrevistadas mais de 188 mil pessoas de todas as idades, entre maio de 2008 e maio de 2009. Vários fatores contribuíram, com o passar dos anos, para esse quadro. Dentre eles, as pessoas passaram a comprar mais produtos que tendem a aumentar o sedentarismo, além de aumentar o consumo de alimentos doces e industrializados. Apesar de terem maior poder aquisitivo, elas não são educadas a ponto de saberem prevenir o problema da obesidade. Em São José do Rio Pardo “Somos duas nutricionistas e nossa agenda está lotada”, declara Mariana Marcili, da Unimed Rio Pardo. Ela afirma que cada vez mais os rio-pardenses procuram planos de alimentação e reeducação alimentar. “Estamos com 40 pessoas, mas, infelizmente, poucos aderem ao plano.” A nutricionista explica que é muito difícil mudar o hábito alimentar de uma pessoa, e que muitas permanecem no grupo durante um mês e acabam desistindo. “Mudar o hábito dos mais velhos é difícil porque é algo adquirido há muito tempo; das crianças, o problema é a família, que muitas vezes não tem uma alimentação adequada e, sozinha, ela não consegue seguir o plano.” De acordo com Mariana, o índice de pessoas acima do peso ou obesas tem aumentado significativamente em São José do Rio Pardo. O vilão, segundo ela, são os alimentos prontos. “Sem tempo para preparar o almoço, as pesso-

as procuram cada vez mais pelos alimentos prontos. Chamamos esse fator de Dieta Ocidental, que é rica em carboidratos, gorduras e açúcares, e pobre em frutas, verduras e legumes.” Entre outros, um método de reabilitação e reeducação alimentar, em atividade há 25 anos em São José, é a Meta Real, onde a pessoa aprende a comer de maneira correta e dar ao corpo a nutrição necessária. “Não nascemos com manual, hoje em dia estamos perdendo alguns hábitos que eram passados de pais para filhos”, declara a orientadora Vicença Elizabete Flamínio Figueira. Segundo Elizabete, o grupo tem entre 20 e 30 pessoas por mês, já que é flexível e de grande rotatividade. “A procura é muito grande, as pessoas têm interesse em saber, o gordinho seleciona e sabe o que precisa para emagrecer, mas é indisciplinado e quer continuar com os hábitos de gordo. A pessoa que engorda possui um mau relacionamento com a comida e com suas emoções.” Ela cita como exemplo a aluna Marilena Macca, que deixou os remédios que tomava e emagreceu 34 quilos somente com a reeducação alimentar. “Minha vida mudou” Durante um ano a professora aposentada Marilena Macca, 53 anos, frequentou o método de reabilitação e reeducação alimentar. Nesse período, aprendeu a se alimentar de maneira correta e diz que sua vida melhorou em tudo. “Logo na primeira reunião percebi o tanto que comia errado. A obesidade me provocava dores no corpo, infecções nos pés, desânimo e cansaço. Sair de casa era um sacrifício! Tomava remédios para emagrecer, tinha efeitos colaterais terríveis e não conseguia perder peso.” O resultado de tanto esforço, segundo ela, é uma nova vida com 34 quilos a menos, elevada auto-estima, muita energia e saúde recuperada. “Eu me gosto mais, me sinto renovada, faço academia todos os dias e não aproveito as oportunidades para passear com as amigas.” Para Marilena, o grande vilão, e que se trabalhado corretamente passa a ser o grande aliado, é o emocional. “Trabalhando o emocional começamos a pensar como magros, e não mais como gordos.” Os males das dietas milagrosas A cada dia surge uma di-

DIVULGAÇÃO

Depois

A professora Marilena no dia em que iniciou o método de reabilitação e reeducação alimentar

eta diferente, milagrosa, tentadora e perigosa. Elas prometem uma redução de peso muito grande num curto espaço de tempo. Geralmente o resultado desejado acontece, mas é temporário e nada saudável. Dietas desse tipo restringem algum tipo de nutriente importante ou fazem com que apenas o líquido seja perdido, sem contar no efeito sanfona (emagrece-engorda), deixando a pele flácida e podendo acarretar problemas com estrias e celulites. A solução, segundo pesquisadores, parece mesmo ser a reeducação alimentar, tarefa um tanto quanto penosa para alguns, já que os apelos das indústrias alimentícias são grandes. Ao dar um passeio pelos supermercados é possível se perder em meio às cores, sabores, embalagens chamativas e propagandas sedutoras. Em restaurantes, bares e lanchonetes, as opções de lanches e petiscos são quase irresistíveis. Segundo a nutricionista Mariana Marcili, deve-se ter muita cautela no momento das escolhas. “Os alimentos industrializados, congelados, enlatados e embutidos (presunto, mortadela, bacon, salsicha, hambúrguer, etc.) são ricos em sódio e gordura, além disso, possuem uma carga exagerada de corantes, conservantes e aromatizantes, ingredientes altamente prejudiciais à saúde. Se ingeridos em excesso, podem causar inúmeras doenças, dentre elas as crônicas como obesidade, hipertensão, diabetes mellitus tipo II, câncer, dentre outras.” A nutricionista explica que

é preciso ter cuidado com o modo de preparo, já que frituras, temperos industrializados e muito picantes podem acarretar os mesmos malefícios. “É importante dar preferência aos alimentos naturais, frescos, com pouco sal e gordura. Um exemplo é substituir os queijos amarelos e fritos pelos brancos, temperados com azeite de oliva extravirgem, orégano e cheiro verde; e o torresmo por peixe grelhado ou assado.” O poder da mastigação A nutricionista explica que o organismo humano possui um mecanismo de fome e saciedade, com ação estimulante ou inibitória do apetite. Este sistema é controlado pelo cérebro por meio de impulsos gerados por neurônios e hormônios, localizados ao longo do tratogastriintestinal (tubo digestivo formado pela boca, estômago, intestino fino, intestino grosso e ânus), também, em outros órgãos e glândulas. “São vários os estímulos externos capazes de modular a fome, dentre eles, a quantidade e a qualidade da mastigação. Quanto mais vezes este processo mecânico é realizado, mais rápido o cérebro é estimulado para inibir o apetite. Comer devagar e mastigar de maneira adequada promove a saciedade prévia, previne a ingestão excessiva de alimentos e a obesidade.” Quando, durante as refeições, se distrai com alguma outra atividade, como por exemplo, assistir à televisão, ocorre alteração da percepção da saciedade. Maior quantidade de alimento é ingerido, leva-se o talher à boca com mais frequência, a mastigação é deficiente e, mesmo com o impulso inibidor do apetite, o organismo demora a se sentir saciado. “A dica é sentar-se à mesa, observar o prato, as cores e os formatos dos alimentos, sentir os aromas e só depois iniciar a ingestão, mastigando pelo menos vinte vezes.” Café da manhã O desjejum é a primeira refeição do dia, responsável por tirar o corpo do estado de jejum prolongado e suprir as necessidades nutricionais do organismo, repondo as perdas notur-

Marilena, um ano depois, 34 quilos mais magra

nas e ofertando energia para iniciar as atividades do dia, as quais exigem maiores demandas. E mais: o consumo regular do café da manhã está intimamente relacionado com a prevenção da obesidade, uma vez que diminui a fome excessiva durante as demais refeições e ajuda a controlar a vontade de ingerir alimentos altamente calóricos. Também reduz os riscos de desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, além de colaborar com o melhor rendimento físico e intelectual da pessoa, como a capacidade de concentração e habilidade de resolver problemas ao longo do dia. “O café da manhã deve estar inserido no hábito alimentar, principalmente de crianças e adolescentes em fase escolar, trabalhadores, praticantes de atividade física e idosos, mas também de todos os indivíduos que buscam um estilo de vida mais saudável”, revela a nutricionista. Mariana dá dicas de um café da manhã equilibrado

e balanceado: Pão integral queijo branco,suco de frutas natural, salada de frutas ou a própria fruta. A escolha deve ser variada e bastante colorida. Um lanchinho faz mal? Geralmente, somos atraídos pelos lanches mais calóricos e carentes de nutrientes essenciais para o organismo, o que acarreta desequilíbrio. Mas para quem não consegue ficar muito tempo longe desta verdadeira guloseima, Mariana sugere um lanche preparado com pão integral, muita salada de folhas verdes, legumes crus (cenoura, beterraba) e uma fonte de proteína (queijo ou embutido, ou carne no geral ou o ovo). Evite maionese, catupiry, bacon, batata palha, pois são muito calóricos. “Vale lembrar que não é só a qualidade do alimento que deve ser preconizada, mas também a quantidade ingerida e, desta forma, manter uma vida mais saudável.”


26 de março de 2011 - A-7

Homem agressivo põe fogo na própria casa No início da noite de terça-feira, 22 de março, M.R.M., 31, morador do bairro Santo Antônio, ateou fogo na própria residência e agrediu sua amásia V.G., 26. Alterado, fugiu do local logo depois do ocorrido. O fogo causou danos materiais na casa, queimando todos os móveis de

um dos cômodos, como televisão, videogame, sofá e cômoda, além de alcançar o forro. Quando a Polícia Militar chegou ao local, as chamas já haviam sido controladas por populares. Acionado, o Corpo de Bombeiros de Mococa tomou providências como orientar para que V.G.

não permanecesse no local naquela noite. M., por sua vez, foi localizado em um bar e conduzido com a amásia ao plantão policial, na Delegacia de Polícia. O indivíduo estava sem condições de dar declarações e bastante agressivo, tendo sido necessário o uso de força física para algemá-lo.

Garçom bebe em serviço e tumultua festa

O fogo atingiu todos os móveis de um dos cômodos da casa

NOTAS POLICIAIS Veículo descontrolado fere duas pessoas Na tarde de 19 de março, R.Z.F.P., 27, conduzia seu veículo Ford Rural Willys verde, ano 68, pela rua Reinaldo Giovanelli no sentido centro-bairro João de Oliveira Machado, e ao entrar na rua Ricardo M. Gogoy o veículo perdeu a marcha, voltando o trajeto em marcha a ré. Os freios foram acionados e não funcionaram, e ao desfazer uma curva, o motorista e a carona R. foram arremessados para fora da caminhonete. As vítimas foram socorridas por populares ao pronto socorro, onde R. permaneceu em observação, já que apresentava escoriações nas costas, corte na cabeça e sangramento no ouvido esquerdo. O motorista também apresentava escoriações nas costas. Perdeu o controle Também no dia 19, pela manhã, D.H.S., 23, trafegava com a moto CBX-250 preta ano 2006 nas proximidades da praça Juscelino Kubitschek, na Vila Brasil, quando perdeu o controle e colidiu com um poste de iluminação pública. D. disse à Polícia que havia pego a moto de seu irmão escondida. Ele foi levado pela ambulância ao pronto socorro, onde ficou em observação para posteriormente passar por procedimento cirúrgico. Não viu a moto Na tarde do dia 19, A.P., 66, dirigia um Gol amarelo ano 2006 e, ao entrar na avenida Perimetral, nas proximidades do bairro Fartura, disse que olhou para a esquerda e não viu nenhum veículo, acabando por colidir-se com a moto Suzuki amarela, ano 2010, conduzida por F.P., 34. O motoqueiro informou que o veículo entrou na avenida e não foi possível evitar a colisão. F.P. recebeu os primeiros socorros no local, sendo imobilizado e levado ao pronto socorro. O condutor disse que sentir fortes dores no peito, joelho e mãos, possivelmente fraturadas. Tráfico na Vila Maschietto Em razão de denúncia de tráfico de drogas na rua das Palmas com rua das Violetas, bem como nas proximidades, no início da noite de 22 de março a Polícia Militar passou a observar o local e notou que W.L.M.S., 23, estava sen-

tado em frente a uma residência da rua das Violetas. Pessoas conhecidas como usuários de drogas chegavam até ele, entregavam algo e ele pegava alguma coisa pela fresta do portão, devolvendo aos usuários. Outra viatura tentou abordar sem êxito algumas pessoas que estiveram com W.L., até que conseguiram abordar R.A.L.S., 21, e localizaram dentro de seu nariz uma pedra de crack. Também foi abordado W.L., que havia entregue algo a R.A. momentos antes, sendo encontrado com ele a quantia de R$ 100 em várias notas de R$ 10 e R$ 15. A proprietária da casa onde W.L. estava, M.S.Q., 58, autorizou a entrada da Polícia na residência para efetuar buscas, mas o usuário de drogas P.D.Q., 53, demorou a abrir o portão e saiu correndo pelo quintal, retornando momentos depois. No interior da casa, a P.M. só encontrou plásticos em grande quantidade para embalar drogas. W.L. não quis declarar nada e R.A. disse que comprou a droga por R$ 10 de um garoto de bicicleta na rua das Palmas. Após o registro de B.O. na Delegacia, as partes foram liberadas. Tráfico no Natal Merli A Força Tática em patrulhamento recebeu, no dia 19 à tarde, a informação de que M.H.M.C., 18, R.C.L., 22, e L.P.S., 20, estavam realizando tráfico de drogas no bairro Natal Merli, nas proximidades da rua Dante Angelini. A PM foi ao local e se deparou com as partes denunciadas sob uma árvore; e iniciou busca pessoal, entretanto, com eles foram encontrados apenas R$ 125, sendo que R$ 14 estavam com M.H., R$ 80 com R.C. e R$ 29 com L.P. No local foram localizados 10 papelotes de cocaína, mas as partes alegaram que a droga não lhes pertencia e que eram dependentes químicos. Tráfico no Buenos Aires Conforme denúncia anônima, a P.M. foi informada de que no bairro Buenos Aires, rua Ricardo Possebon, quatro indivíduos realizavam tráfico e buscavam a droga no mato. Em abordagem, a P.M.

encontrou com M.S.N., 16, a quantia de R$ 80 e com outro indivíduo, R$ 40. Ao averiguar na mata foram encontrados vários tipos de drogas: 0,42g de cocaína, 0,16g de maconha e 0,01g de crack. Foi solicitado apoio e, quando este chegou, os indivíduos não mais estavam no local, sendo que somente M. foi abordado pelas demais viaturas, sem o dinheiro e já com outras vestes. A Polícia se deslocou até a casa do suspeito e seu avô autorizou a entrada. No quarto de M. foram encontrados R$ 413, dinheiro que tem sua origem desconhecida pelo avô, que informou que o neto não trabalha. Na Delegacia o menor foi liberado. Casos de agressão contra mulher Na noite de 19 de março, a moradora da Vila Pereira D.P.O., 18, disse que se desentendeu com seu marido B.H.S.S., 21, por motivos familiares e que, durante a discussão, foi agredida com puxões de cabelo e um chute na barriga. D.P.O., 15, disse que presenciou quando sua irmã foi agredida pelo seu cunhado e, ao tentar apaziguar, B.H. mandou que ela calasse a boca e a agrediu com uma cabeçada no rosto. B.H. informou que durante o desentendimento com sua esposa, trocaram agressões físicas (empurrões) e que, quando sua cunhada interferiu, se defendeu com um empurrão, mas que em momento algum chegou a agredi-la. Quanto à sua esposa, disse que apenas a empurrou porque ela pegou uma faca. Agrediu a mulher grávida - Na mesma noite, outro caso de agressão à mulher. M.C.F., 29, contou à Polícia que seu marido M.O., 36, chegou em casa, no Vale do Redentor, embriagado e começou a quebrar tudo, agredindoa com empurrões e socos. Devido às agressões, M. C., que está grávida de oito meses, bateu com a barriga na pia da cozinha. M.O. se recusou a dar declarações. Perseguição acaba em acidente Na noite de 19 de março, a Polícia Militar se deparou com a moto CBX250 preta, ano 2005, nas proximidades do posto de combustível Centro Rio. Ao

Na madrugada de domingo, 20 de março, um funcionário do Grêmio Nestlé pediu a presença de policiais no local, para conter um garçom enfurecido. O solicitante, que é funcionário do clube, disse que um rapaz que trabalhava como garçom em um buffet e que prestava serviços ao clube, começou a beber em serviço e a dar escândalo perto dos convidados da festa. Ao ser advertido pelo gerente, L. começou a quebrar os pratos, copos e deu um chute em uma porta de

vidro que se quebrou. O rapaz acabou ferido pelos estilhaços, cortando o tornozelo. L., mais calmo, sentouse próximo à portaria mas ao notar a chegada da PM, voltou a ficar alterado e pediu para ligar para sua mãe em Mogi Guaçu. O policial notou que o rapaz estava ensanguentado e tinha um profundo corte no pé direito. Foi solicitada uma ambulância para levá-lo ao pronto socorro, mas devido ao estado do garçom, os policiais optaram por levá-lo na viatura.

Ao chegar ao pronto socorro, nova confusão. O.L.B., 60, disse que L.G.S., 23, chegou totalmente alterado, gritando palavras de baixo calão. Enquanto a atendente elaborava ficha para o atendimento, L. desferiu um chute nas costas de um policial. Em seguida, deitouse no chão e recusou o atendimento, levantandose em seguida e se debatendo contra a parede, tendo que ser contido pelos policiais, que tiveram que usar força moderada para isso.

notar a viatura, o condutor empreendeu fuga e foi acompanhado pela Polícia, que notou na mão do garupa um capuz de cor preta. Após a moto trafegar por várias ruas do centro, acabou seguindo em contramão pela avenida 9 de Julho. Próximo à Vila Maschietto, a viatura perdeu os suspeitos de vista. Em contínuo patrulhamento, a PM avistou a moto suspeita no bairro Santo Antônio, nas proximidades da Ponte Nova. Foi feito cerco policial com apoio da equipe Rocam e Força Tática, e a perseguição prosseguiu, sendo notado o momento em que foi arremessado um objeto escuro. Quando transitava pela rua Dr. José Rodolfo Nunes, o condutor da moto tentou virar na esquina da rua Ferrúcio Tolesi, mas acabou colidindo com o veículo Honda Civic cinza, ano 1993, que bateu em um muro. No acidente, as partes M.F.C., 25, e E.N.D., 23, ocupantes da moto, sofreram lesões e foram socorridos pela ambulância. Os policiais retornaram ao local onde o objeto foi arremessado, e encontraram um simulacro de pistola enrolado em um capuz de cor preta. O motorista do Civic, M.A.B.S.S., 31, disse que estava indo para sua casa após sair da igreja com sua família, quando foi surpreendido pela moto em alta velocidade.

condutor não possuía C.N.H. e apresentou uma nota de venda em leilão 28879, da empresa Sumaré Leilões.

Carlos Botelho, centro da cidade. A.M.G.S., 24, falou que seu amásio J.R.S., 19, é usuário de crack e que depois de fazer uso em companhia dois indivíduos, “Zoinho” e “José”, passou a agredi-la com chutes e socos. Para se defender, A.M. pegou uma faca de cozinha. A Polícia Militar dirigiu-se ao local e encontrou A.M. sentada na calçada, em frente à sua residência, ainda com a faca na mão, mas acatou a ordem dos policiais em largar o objeto. J. disse que usava droga com sua amásia, momento em que ela se armou com a faca e desferiu um golpe de raspão no seu braço esquerdo, e que passou a agredi-la para se defender.

Moto suspeita Na tarde de 21 de março, na estrada de acesso ao condomínio Santa Marta, a PM estava em patrulhamento com vistas a um furto de veículo ocorrido na área central, quando avistou a moto CG-150 vermelha em atitude suspeita. As partes B.S.C., 26, e A.R.S., 21, foram abordadas e nada de ilícito foi encontrado. Entretanto, ao averiguar os documentos da moto, ficou constatado que o chassi estava pinado (adulterado) e o lacre, rompido. Em pesquisa, a PM constatou que a placa era de outra moto Yamaha de cor preta. B. disse que havia comprado a moto do garupa, A., que nada declarou. O

Ameaçou a mãe Na manhã de 20 de março, no Jardim São Bento, M.S.S., 45, disse que estava cuidando de seu neto, pois a filha V.S.S., 22, havia pernoitado fora de casa. Ao notar uma atitude estranha do neto, foi falar com a filha que se descontrolou, vindo a xingar a mãe e tentando cortar os pulsos para acusá-la. V. dizia que iria até a “biqueira” para comprar uma arma e matar a mãe, caso ela lhe tirasse o filho. A jovem se negou a prestar declaração à Polícia, contudo, a ocorrência foi registrada. Ameaçou o cunhado No dia 21, pela manhã, na Vila Formosa, C.G., 39, estava em seu local de trabalho quando L.A.M., 31, o chamou e o ameaçou, dizendo que iria pegá-lo, bem como o seu filho, caso transitasse próximo à sua casa. C. disse que o desentendimento se deu no dia anterior, quando interveio para apaziguar uma discussão envolvendo sua esposa, e que L. ameaçou atear fogo na casa e no veículo dele. L. é cunhado de C. e não quis se manifestar sobre o fato. Levou paulada da avó Na noite de 22 de março, no sítio Santa Maria do Rio Pardo, M.L.O.D., 71, contou que seu neto, J.W.D.B, 19, é usuário de drogas e estava agressivo por motivo insignificante (segundo ela, porque o suco havia acabado), e passou a jogar objetos contra a avó. Para se defender, M.L. pegou um pedaço de pau e bateu com o objeto no neto, causando lesão em seu braço esquerdo. Ela disse que esta situação acontece constantemente e que não aguenta mais. Disse, também, que deseja ver seu neto preso com base na lei Maria da Penha. Levou facada da amásia O fato aconteceu na noite de 23 de março, na rua

Roubo na escola R.P.F., 45, contou à Polícia que na tarde do dia 23 uma pessoa desconhecida entrou na escola Stella Maris Barbosa Catalano (bairro Carlos Cassucci), onde ela é diretora, e subtraiu de uma sala uma máquina fotográfica Kodak digital, de patrimônio público. E da cozinha foi furtada uma batedeira. Porte de drogas e desobediência judicial Na madrugada de 25 de março, uma viatura policial avistou dois indivíduos em uma moto CG-125 verde, ano 2000, e realizou abordagem na rua Francisco Glicério, centro. Ao perceber que seria abordado, O.D.C.L., 19, colocou algo na boca e foi orientado a jogar no solo. A P.M. constatou ser um papelote de cocaína que, segundo O.D., havia sido comprado para uso próprio, de pessoa desconhecida, na praça XV de Novembro. Ao solicitar documentos a M.F.D., 28, condutor da moto, o mesmo declarou que não era habilitado, e trazia consigo uma cópia de ordem judicial que determinava cumprimento de pena em prisão domiciliar, pela Vara Civil e Criminal da Comarca de Campestre. Pela desobediência judicial, pelo motorista não ser habilitado e o passageiro portar droga, os indivíduos foram apresentados na Delegacia de polícia.


A-8 - 26 de março de 2011 REPRODUÇÃO

Obras a serem realizadas na praça prevêem implantação de áreas para lazer e práticas de atividades

Praça Barão: projeto está quase pronto Proposta elaborada pela Unicamp foi apresentada nesta semana à ONG “Amigos da Praça” A ONG “Amigos da Praça” recebeu na quinta-feira desta semana, 24, a visita dos arquitetos da Coordenadoria de Projetos da Unicamp, que vieram apresentar o estudo preliminar do projeto de remodelação arquitetônica da Praça Barão do Rio

Branco (Mercado). O projeto é resultado de trabalho da ONG que, desde sua fundação, tem buscado melhoria para o local, o que incluiu, no início das ações, até mesmo varrição da praça, o que era feito por moradores das imediações. Por meio de contatos feitos pelos associados com técnicos da Unicamp, chegou-se a convênio, firmado entre a universidade e a Prefeitura, para o estudo de preservação da praça. “Para a ONG ‘Amigos da Praça’ o trabalho apresentado preencheu todas

as expectativas e nós, associados, estamos muito entusiasmados”, comenta a presidente da ONG Beth Torres. Ela explica que essa é a segunda etapa dos trabalhos, quando são analisadas as propostas sugeridas pela coordenadoria visando a requalificação daquele logradouro. Esta requalificação, a que se refere a presidente da ONG, consiste na execução de um projeto que permita a reformulação da área, sem tirar dela as características essenciais, acrescentando, entretanto, opções de la-

zer e entretenimento para a população. “Com isso, vamos tornar a praça um novo ambiente, instalando novos bancos, colocados equipamentos para atividades físicas, para lazer das pessoas, enfim, fazendo deste lugar um verdadeiro centro de convivência”, afirma Beth. A expectativa é de que a apresentação do projeto final ocorra daqui a dois meses. “É como se nosso sonho começasse a se tornar realidade. Tivemos muitos percalços até chegarmos a esse estágio do projeto e não vemos a hora de colocá-lo em prática. Nossa cidade ganhará uma praça que será re-

ferência em urbanismo, respeitando todos os requisitos para um futuro tombamento, inclusive ajudando a preservar o antigo Mercado Municipal”, conclui. O projeto preliminar de requalificação, elaborado a partir de sugestões da ONG com orientações do Condephac e já aprovado pela Prefeitura, foi apresentado pelos arquitetos Antonio Luís Castellano (supervisor da Coordenadoria), e Waldir Vilalva Dezan (arquiteto da Coordenadoria), durante encontro com a presidente da ONG Beth Torres Junqueira de Andrade e as diretoras Maria

Isabel Andreoli e Terezinha Artuso. Outras praças O convênio entre Prefeitura e a Unicamp, celebrado no ano passado, após contato da ONG “Amigos da Praça” com a instituição, prevê a elaboração de outros projetos de praças em mais quatro áreas do município, dentre as quais, restauração e adequação do prédio da antiga Estação Ferroviária do bairro Paula Lima e entorno. Por meio de sua assessoria de imprensa, a Prefeitura informa que não há, ainda, recursos disponíveis para as obras. DIVULGAÇÃO

Projeto apresentado nesta semana prevê várias melhorias na praça do Mercado


26 DE MARÇO DE 2011 - Pág. A- 9

Novo Uno se apresenta na versão Sporting O motor é o ponto fraco mas o modelo ganhou visual, agressivo, sem exageros RORDIGO LARA / UOL CARROS - GUSTAVO ZUCCHI CARROS FOTOS: MURILO GÓES UOL Num mercado que privilegia o “parecer” em detrimento do “ser”, o Fiat Uno Sporting se destaca. Apresentado oficialmente para a imprensa automotiva na sexta-feira (18), o compacto da marca italiana oferece algo mais além dos tradicionais adesivos, saias e outros apêndices esportivos, típicos das tais versões “esportivadas” que transitam pelas vias brasileiras. Sim, falamos de alterações mecânicas. Cara de bravo Comecemos pelo visual. De início, chamam a atenção os apêndices aerodinâmicos presentes nos parachoques dianteiros e traseiros e o grande adesivo com a inscrição “Sporting”, que toma a porção inferior da lateral do veículo. Os conjuntos ópticos dianteiro e traseiro também são diferentes dos vistos nas outras versões do Uno: na frente, têm uma máscara negra; atrás, acabamento fumê. Spoiler na tampa do porta-malas, rodas aro 15 polegadas — com pneus nas medidas 185/60 —, pintura em preto nas bordas das caixas de roda e nas colunas das portas e ponteira de escapamento dupla

completam as mudanças no visual externo. Por dentro, o Uno Sporting ganhou novo revestimento nos bancos, que têm um bordado com o nome da versão, instrumentos com nova grafia e iluminação em vermelho, computador de bordo (inédito nas demais versões do Uno) e volante de couro. O pacote deixou o carro com um visual interessante, que pode ser definido como agressivo, mas sem exageros. Apetite por curvas A grande alteração para a versão Sporting, entretanto, não diz respeito ao visual. No início desse texto falamos sobre alterações mecânicas. Infelizmente a Fiat não dotou esse Uno de um propulsor maior. Fica em cena o Fire 1.4 Evo, que rende 88 cavalos com etanol e 85 cavalos com gasolina, e gera torque 12,5 kgfm com o combustível derivado de cana e 12,4 kgfm com o derivado de petróleo. A fabricante, entretanto, instalou no Uno Sporting uma suspensão mais firme. O upgrade contemplou a carga das molas, que ficaram mais rígidas. Os amortecedores foram recalibrados, a dianteira ganhou uma barra estabilizadora de maior diâmetro e a suspensão do eixo traseiro teve sua rigidez torcional aumentada.

DIVULGAÇÃO

Os já citados pneus 185/ 60 R15 e os 20 milímetros a menos de altura completam as melhorias mecânicas do modelo. Se não tornam o Uno um devorador de asfalto, pelo menos transmitem mais segurança ao motorista e melhoram o comportamento dinâmico do carro. Ponto para a Fiat Considerando os rivais mais diretos, é possível afirmar que o Uno joga no time dos modelos com melhor acabamento do seu segmento. Pequenos detalhes já surpreendiam nas primeiras versões, como o painel bem arranjado e a boa qualidade dos plásticos. Na versão Sporting o padrão foi seguido e ampliado. Nada mais justo: trata-se da versão mais cara do modelo. A cabine acomoda bem os ocupantes, principalmente os da frente, que em nenhum momento passam por aperto. A posição de dirigir é correta, a visibilidade se aproveita da vasta área envidraçada e o volante do Sporting, revestido de couro, possui boa empunhadura. O Uno não é um carro que cansa. Nos primeiros metros do test-drive, realizado pelas ruas da zona oeste de São Paulo, já foi possível notar o comportamento mais firme da suspensão. Não é algo que incomodará quem

enfrenta os comuns desníveis, imperfeições e buracos do asfalto brasileiro. Entretanto, o Sporting possui um rodar mais áspero que as demais versões da linha Uno. Mesmo não atingindo velocidades mais altas, foi possível ter um aperitivo do que a suspensão mais firme é capaz de fazer em curvas. E ela não decepciona. O comportamento do Uno Sporting é neutro e, com a ajuda dos pneus maiores e mais largos, faz o pequeno carro manter uma trajetória escolhida pelo motorista, sem oscilar ou dar qualquer tipo de susto. Ponto para a Fiat. Já o motor é mesmo o

ponto fraco do modelo. O 1.4 peca em potência em relação a concorrentes diretos. Os 88 cv com etanol não são páreo, por exemplo, para os 105 cv do 1.4 Econoflex da Chevrolet. Falta elasticidade ao bloco da Fiat e suas arrancadas são tudo, menos “esportivas”. Se falta de força é um pecado em um carro tão bem acertado e gostoso de dirigir — o motor 1.6 16V E-torq faria maravilhas nesse compacto —, o Uno Sporting pelo menos quebra com o paradigma de que os “esportivados” somente são dotados de adições estéticas. E talvez ajude a mudar o estereótipo desse tipo de modelo, levando-os mais para o “ser” do que para o “parecer”.

Confira a tabela de preços da linha Uno * Vivace 1.0 Flex 2 portas – R$ 26.490 Vivace 1.0 Flex 4 portas – R$ 28.140 * Way 1.0 Flex 2 portas – R$ 27.670 * Way 1.0 Flex 4 portas – R$ 29.320 * Attractive 1.4 Flex 2 portas – R$ 29.840 * Attractive 1.4 Flex 4 portas – R$ 31.670 * Way 1.4 Flex 2 portas – R$ 30.650 * Way 1.4 Flex 4 portas – R$ 32.480 * Sporting 1.4 Flex 2 portas – R$ 32.170 * Sporting 1.4 Flex 4 portas – R$ 33.970


A- 10- 26 de março de 2011

Por: Augusto Paladino Fotos: Divulgação

Versão invocada A Mercedes-Benz finalmente apresentou a versão mais “nervosa” do Classe C Cupê. O C63 AMG cupê coloca a marca de vez na briga com o BMW M3. Assim como o restante da linha, o carro é equipado com o poderoso V8 de 6.3 litros que entrega 451 cv e 61,1 kgfm. O câmbio é automatizado de dupla embreagem e sete marchas. O carro chega aos 100 km/h saindo do zero em 4,5 segundos, com velocidade máxima limitada eletronicamente aos 250 km/h. O modelo ainda pode receber o kit AMG Performance, que eleva a potência para 487 cv. O esportivo custará 72.590 euros na Europa, o equivalente a R$ 171.500.

Invasão chinesa A BYD será o primeiro fabricante chinês a conseguir entrar no mercado americano. O estado da Califórnia já tem algumas unidades do sedã híbrido plug-in F3DM – uma espécie de cópia da primeira fase da atual geração do Toyota Corolla – rodando nas mãos de autoridades de Los Angeles. A estratégia da BYD é divulgar o nome da marca antes de iniciar as vendas, previstas para o início de 2012. O foco da marca oriental é na produção de carros elétricos e modelos supereconômicos movidos a gás. O preço do F3DM para o público é estimado em 22 mil dólares, cerca de R$ 36,6 mil.

RADAR Séries em série A Land Rover apresentou duas novidades para o turbo diesel 3.0 V6. A outra é o Freelander 2 Limited mercado brasileiro. A primeira é o Discovery 4 Black & Edition. O menor SUV da marca inglesa ganhou mais White, que terá 100 unidades vendidas nas cores Pre- luxo e sofisticação com um novo acabamento interno to Santorini ou Branco Fuji. O carro recebeu bancos com bancos de couro e teto solar duplo. A marca em couro com cores exclusivas, além de painel e vo- pede R$ 239.900 pelo Discovery Black & White e R$ lante com costura em tons contrastantes. Todas os 132 mil por cada uma das 300 unidades do Freelander carros vendidos aqui serão equipados com o motor Limited Edition.

Na linha de montagem O Golf Cabriolet já começou a ser produzido na fábri- teto em lona com acionamento eletro-hidráulico que ca da Volkswagen em Osnabrück, Noroeste da Alema- leva apenas 9,5 segundos para se abrir ou fechar. O nha. O modelo utiliza a base do Golf duas portas e cupê conversível Eos não deve ser ameaçado pelo traz de volta o conversível produzido até 2002, ainda Golf Cabriolet, já que tem um apelo mais esportivo e sobre a terceira geração do modelo. O novo carro traz teto rígido.

Herói da resistência Após confirmar o encerramento da produção do Lancer Evolution, a Mitsubishi resolveu ceder aos apelos dos entusiastas do modelo e confirmou o desenvolvimento da décima primeira geração do esportivo. No entanto o novo Evolution vai trazer novidades como a adoção de motorizações “verdes”. O novo carro provavelmente virá com um motor a diesel acoplado a outro elétrico e vai manter o forte desempenho pelo qual ficou conhecido em todo o mundo. Agora vai? A Cadillac não desistiu do mercado europeu. A fabricante americana pretende lançar no continente dois modelos baseados no sedã grande conceitual XTS. O design dos modelos teve os cantos e vincos suavizados, para agradar mais o consumidor europeu, além do interior com qualidade aprimorada em relação aos modelos vendidos nos Estados Unidos. O XTS europeu deve se situar num segmento acima do cupê CTS já vendido por lá, enquanto o segundo modelo fica na categoria logo abaixo. O problema é que a marca ainda não tem planos para oferecer motores a diesel, muito apreciados na Europa.

SUA MELHOR OPÇÃO EM LOCAÇÃO DE VEÍCULOS ! Avenida Brasil, 1050 Tel.:(19) 3608-8066 São José do Rio Pardo-SP www.gartenlocadora.com.br

Assim será A Chevrolet mostrará o conceito Colorado Show Truck no próximo Salão de Bangkok, na Talândia. O desenho do modelo, que já está próximo da versão final, deve influenciar a próxima pick-up da marca no Brasil. O design segue seus recentes lançamentos, com a grade frontal enorme e a gravata dourada ao centro. O conceito é equipado com um motor 2.8 turbo-diesel e câmbio manual, mas sabe-se que a Colorado também terá opção de um automático, além de cabine simples ou dupla. Chucrutes com banana A BMW estuda com apreço a construção de uma fábrica no Brasil. A decisão é baseada nos recordes de vendas de modelos da marca na América Latina e Caribe. O Brasil é um dos candidatos mais fortes a receber as novas instalações, após fechar o ano de 2010 como o quarto maior mercado de automóveis do mundo. Outro fator positivo é o fato de que a BMW cresceu 55% no mercado nacional somente no ano passado.

Baby Porsche A Porsche confirmou a produção do Cajun na fábrica da marca em Leipzig, no Leste da Alemanha. O mais novo utilitário da marca será situado abaixo do Cayenne em preços, motores e tamanho, e representa a entrada da Porsche em no segmento de SUVs compactos. O foco do modelo é atrair compradores mais jovens para a Porsche.


26 de março de 2011 - A-11

Duelo de japonesas: Ninja 650R e XJ6F

Ambas seguem a tendência atual: fáceis de pilotar, usáveis no dia-a-dia e encaram viagens ARTHUR CALDEIRA INFOMOTO FOTOS: DONI CASTILHO Ciclística espartana, design atual e carenagem integral para dar um toque de esportividade e garantir conforto para os motociclistas que querem pegar a estrada. Completando a receita um motor com a capacidade cúbica da vez no mercado brasileiro: 600cc. Assim podem ser resumidas a Yamaha XJ6F, apresentada ao Brasil no início de 2010, e a Kawasaki Ninja 650R, recém-lançada por aqui. Mas por baixo da carenagem integral, as duas motocicletas escondem sua principal diferença: a arquitetura do motor. E n q u a n t o a Ya m a h a aposta em um motor de quatro cilindros em linha, a Kawasaki equipou sua Ninja 650R com um bicilíndrico paralelo. E não é apenas o ronco – agudo na XJ6F e mais grave na Ninja – que os diferencia. Mas sim o comportamento. Já que nos números de desempenho (fornecidos pelas fábricas) elas se assemelham. O propulsor da Kawasaki Ninja 650R tem dois cilindros, comando duplo no cabeçote, refrigeração líquida e 649 cm³ de capacidade. Oferece 72,1 cavalos de potência máxima a 8.500 rpm e 6,7 kgf.m de torque máximo a 7.000 rpm. Também com duplo comando no cabeçote (DOHC), 16 válvulas e arrefecimento líquido, o propulsor de quatro cilindros em linha da Yamaha produz mais potência – 77,5 cavalos - em giros mais altos – a 10.000 rpm, como é característico dos motores com esta construção. E o torque máximo, 6,1 kgf.m a 8.500 giros, é menor que o da Ninja e em uma rotação mais alta.

Apesar dos valores nominais bastante próximos, a potência e o torque dos motores demonstram a personalidade diferente dos propulsores. Enquanto a Ninja privilegia o torque e a potência em baixos regimes, a XJ6F traz bastante emoção em altos giros. O que não quer dizer que o bicilíndrico da Kawasaki não “gire” bastante – o limite de giros está nas 11.000 rpm. Significa apenas que o propulsor fica mais “à vontade” entre 2.000 e 9.000 rpm. Permitindo dessa forma, menos trocas no câmbio de seis marchas, e privilegiando uma tocada mais urbana. Por outro lado, o motor da XJ6F também demonstra fôlego para se pilotar na cidade. A diferença é que ele pede mais rotações – menos que as motos superesportivas, porém mais que a Ninja 650R. Na prática isso significa uma tocada um pouco mais esportiva, com o motor trabalhando acima de 6.000 rotações. Estilo Ambas têm projetos novos e seguem a tendência atual: motos fáceis de pilotar, usáveis no dia-a-dia e com vigor para encarar viagens. No desenho, seguem linhas diferentes, porém modernas. A Yamaha XJ6F tem um conjunto óptico único, muitos ângulos e porte de moto maior, completada por uma traseira minimalista. A Kawasaki trouxe para esta recente versão da 650R as linhas da família Ninja, com dois faróis na dianteira e a traseira também reduzida ao essencial. A escolha no quesito beleza fica para o gosto de cada um. A Yamaha peca em oferecer somente a cor preta, limitando as opções ao consumidor. A Ninja 650R está disponível nas cores preta e o tradicional

verde. As carenagens, além de conferirem um ar esportivo, garantem proteção aerodinâmica ao piloto. Neste ponto, ambas cumprem bem o objetivo: desviam o vento, oferecendo conforto no uso rodoviário. Já no uso urbano, as carenagens integrais não atrapalham a pilotagem. O único senão fica por conta das saídas de ar da Kawasaki Ninja 650R, que desviam o ar quente proveniente do motor diretamente para as pernas do piloto, incomodando em dias mais quentes. Os painéis de instrumentos de ambas, embutidos na carenagem, também são completos – trazem conta-giros, velocímetros e luzes de advertência, além de relógio e hodômetro. A Ninja conta com uma única tela de cristal líquido totalmente digital, bastante atraente; enquanto a Yamaha usa conta-giros de leitura analógica, o que facilita a visualização. Ciclística Na parte ciclística as duas contam com um chassi tubular em aço. São de construção simples, porém proporcionam a estabilidade esperada para o desempenho das duas motocicletas. Não são rígidos como em motos superesportivas com especificações mais top de linha e estão de acordo com a proposta da Ninja 650R e da XJ6F: modelos fáceis de pilotar. Essa facilidade também vem da boa distribuição de peso em ambas. Elas se utilizam da mesma solução para baixar o centro de gravidade, um escapamento localizado no centro da moto, escondido debaixo do motor. As suspensões são convencionais e espartanas em ambas: na dianteira, garfo telescópico sem ajustes e balança traseira

DIVULGAÇÃO

monoamortecida. A diferença fica por conta do ponto de fixação: a Yamaha tem sistema monocross com amortecedor fixado no centro da balança, enquanto a Kawasaki optou por uma solução menos comum com o amortecedor fixado lateralmente. Detalhe que não influencia no funcionamento do conjunto. O acerto das suspensões nos dois modelos privilegia o conforto em detrimento da esportividade. Absorvem as imperfeições do piso e garantem curvas divertidas. Mas não espere que elas se comportem como superesportivas. Os freios também foram dimensionados de acordo com a proposta de uso e o desempenho dos dois modelos. A Yamaha XJ6F tem disco duplo de 298 mm com pinça de dois pistões, na dianteira; e disco único de 245 mm com pistão simples, na traseira. A Ninja também, mas a forma e os diâmetros dos discos são diferentes: 300 mm na frente e 220 mm

atrás no formato margarida. Na prática, funcionam de forma semelhante: não assustam e param as motos com eficiência. A vantagem, neste quesito, porém, ficou para a Kawasaki, que oferece a opção do sistema com ABS. Conclusão Com propostas parecidas e especificações também, tanto Yamaha XJ6F quanto Kawasaki Ninja 650R são boas opções de compra no segmento de motos 600 cc com carenagem. Cumprem o que prometem, oferecem desempenho satisfatório e são versáteis, podendo ser usadas tanto no diaa-dia como em viagens. Porém, a diferença crucial está mesmo na motorização. Muitos motociclistas encantam-se com os quatro cilindros em linha como o da XJ6F, enquanto outros não têm essa idéia fixa e terão uma boa surpresa com o desempenho do bicilíndrico da Ninja 650R. A escolha é difícil até

mesmo em função do preço. Atualmente, a Yamaha ainda está comercializando a XJ6F modelo 2010 em uma única versão (sem ABS) por R$ 30.000 – vale dizer que para 2011 não haverá mudanças significativas. Já na tabela da Kawasaki a Ninja 650R (2011) sai por R$ 27.770 sem ABS; e por R$ 29.990 com o sistema antitravamento – porém o preço não traz o frete, que pode variar de acordo com a região. Em resumo, valores muito próximos que não influenciam diretamente na decisão de compra. Após muitos quilômetros e diversas situações com os dois modelos, o veredicto é praticamente um empate técnico. A escolha é difícil, porém o uso é determinante. Se for comprar uma motocicleta para rodar mais na estrada opte pela Yamaha XJ6F e seu motor de quatro em linha; mas se o uso for muito mais urbano, fique com a Kawasaki Ninja 650R e seu bicilídrico paralelo.


A- 12 - 26 de março de 2011

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: EDITAL 10476 – IVONEI RICIERI DA COSTA E NEIRIANI CALISTER ALEXANDRE, sendo o pretendente: divorciado, nascido no dia dezessete de outubro de um mil e novecentos e setenta (17-10-1970), de nacionalidade brasileira, empresário, natural de Tambaú – SP, residente e domiciliado na Praça Oliveiros Pinheiro, nº 19 – apto 19C – centro, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de Manoel Rodrigues da Costa e de Maria Sidnei Furini da Costa; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e seis de novembro de um mil e novecentos e oitenta e três (26-11-1983), de nacionalidade, brasileira, do lar, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliada na Praça Oliveiros Pinheiro, nº 19 – centro, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de Salvador Alexandre Neto e de Isabel de Fátima Calister Alexandre. EDITAL 10477 – LUÍS AUGUSTO MASINI E ROBERTA MANDONI JARDIM, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e três de novembro de um mil e novecentos e sessenta e oito (23-11-1968), de nacionalidade brasileira, empresário, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliado a Rua Dr. Costa Machado, nº 60 – centro, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de Antônio Carlos Masini e de Josefa Aparecida Machiti Masini; e a pretendente: solteira, nascida no dia oito de janeiro de um mil e novecentos e setenta e dois (08-01-1972), de nacionalidade, brasileira, cirugiã denstista, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliada a Rua Capitão Saturnino Barbosa, nº 377 – Vila Pereira, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de Pedro jardim e de Rosa Maria Destro Mandoni Jardim. EDITAL 10478 – ROQUE NUNES DOS SANTOS E SOLIENE AMÉLIA SILVA, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia quinze de agosto de um mil e novecentos e setenta e quatro (15-08-1974), de nacionalidade brasileira, pedreiro, natural de Apuarema – BA, residente e domiciliado na Rua Ângelo Antonio Regini, nº 160 – Maria Boaro, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de Manoel dos Santos e de Laurença Nunes dos Santos; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte de dezembro de um mil e novecentos e sessenta e nove (20-12-1969), de nacionalidade, brasileira, auxiliar geral, natural de São Vicente – SP, residente e domiciliada na Rua Ângelo Antonio Regini, nº 160 – Maria Boaro, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de Antonio José da Silva e de Maria José da Silva. EDITAL 10479 – SÉRGIO HENRIQUE DA SILVA E SILMARA CRISTINA GARDIN, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia dezenove de dezembro de um mil e novecentos e setenta (19-12-1970), de nacionalidade brasileira, pedreiro, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliado na Rua José de Souza Guimarães, nº 525 – Vila Formosa, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de José Augusto da Silva e de Dirce Peres da Silva; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e quatro de junho de um mil e novecentos e setenta e cinco (24-06-1975), de nacionalidade, brasileira, babá, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliada na Rua Roque Pelegrini, nº 447 – Domingos de Sylos, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de José Gardin e de Benedita Divina Lopes Gardin. EDITAL 10480 – OSMAR LIMA DOS SANTOS E ELISÂNGELA LOCATELLI CAPITELI, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e nove de agosto de um mil e novecentos e oitenta e dois (29-08-1982), de nacionalidade brasileira, pedreiro, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliado a Rua Felipe Quessada, nº 56 – São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de Antônio Martins dos Santos e de Luzia Dias de Lima dos Santos; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte e seis de novembro de um mil e novecentos e oitenta e dois (26-11-1982), de nacionalidade, brasileira, do lar, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliada a Rua Regente Cauby Jordão, nº 50 – Bairro Jardim Luciana, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de Domingos Capiteli e de Zuleide Locatelli Capiteli.

FALECIMENTOS MARIA BRUZULATO MENEGHETTI – Dia 18 de março, aos 78 anos de idade, casada com Luiz Meneghetti. Filha de Miguel Bruzulato e Oliva Biondo Bruzulato, ambos falecidos. ANTÔNIO GUARACI FELIX DA SILVA – Dia 21 de março, aos 56 anos de idade. Filho de Arlindo Felix da Silva e Rosenda de Oliveira da Silva. MARIA MARCOLINA RIBEIRO MARCONDES – Dia 21 de março, aos 66 anos de idade, casada com Antonio Marcondes. Filha de Antonio Ribeiro e Aparecida Ferrarez Ribeiro, ambos falecidos. ROQUE REINALDO DA SILVA – Dia 20 de março, aos 69 anos de idade, casado com Sebastiana Júlio da Silva. Filho de João Romão da Silva e Benedita de Jesus da Silva, ambos falecidos. APPARECIDA ARDUNINI DOS SANTOS – Dia 22 de março, aos 84 anos de idade, casada com Luiz Gonzaga Felix dos Santos. Filha de Lourenço Ardunini e Anna Thomazetti, ambos falecidos. GERALDO DE PÁDUA RIBEIRO – Dia 18 de março, aos 70 anos de idade, casado com Dirce Merli Ribeiro. Filho de Josias de Pádua Ribeiro e Sebastiana Maria Ribeiro, ambos falecidos. ROMEU CAMAROTTE - Dia 18 de março, aos 79 anos de idade. Filho de Fausto Antonio Camarotte e Joanna Stagne Camarotte, ambos falecidos. MARIA APARECIDA FERNANDES – Dia 18 de março, aos 63 anos de idade, casada com Manoel Gonçalez. Filha de Waldemar Fernandes e Jesuína de Oliveira Fernandes. APARECIDA CONCEIÇÃO PIMENTEL FERREIRA – Dia 23 de março, aos 53 anos de idade, casada com Eniciel de Pádua Ferreira. Filha de Antônio Regasone Pimentel e Leonilda Feltran Pimentel. LEONORA PICHAU MARTINI – Dia 22 de março, aos 95 anos de idade, casada com José Martini. Filha de Rafael Pichau e Paschoalina Stara, ambos falecidos.

Lua de Mel – A viagem inesquecível... E ela está na Roquetur, que tem a viagem que os noivos querem! Boa sorte e felicidades!

Roquetur fone: (19) 3608-4193

Apartamento no Guarujá Praia da Enseada (19) 3608-4164 ou 9609-4444 Balas de Coco Balas Toff (de mel) Vende-se coco ralado e as balas de coco do Guilherme, feita com leite de coco natural. Podem ser feitas com nozes, chocolate ou morango. Faça sua encomenda pelo fone – 9608-2490

VENDE-SE Terreno 200 m², murado, no Domingos de Sylos Contato: (11) 8606-3549 (19 e 26)

VENDO Terreno localizado no Beira Rio (próximo Milenium Hotel ) com 600 m2, aceitase troca, tratar pelo telefone 9207-7913

A empresa RECAUCHUTADORA DE PNEUS ROD MAIS LTDA, torna público que requereu junto a CETESB a Renovação da Licença de Operação para o ramo de serviço de recondicionamento de pneumáticos, sito na Avenida dos Braghettas, nº 91, Distrito Industrial, no município de São José do Rio Pardo – SP. EXTRAVIO DE DOCUMENTOS JOICE DA SILVA MARINHO BECKER-ME, CNPJ Nº10.774.257/000154, INS.EST.646.153.250.110, TALÕES DE NOTAS FISCAIS d-1 251 A 500, TALÕES MODELO 1 001 A 150, LIVRO MOD 6 EXTRAVIO DE DOCUMENTO S BREDA & ARANDA LTDA ME, CNPJ Nº71.599.260/0001-73, INSC.EST.646.029.336.117, TALOES MODELO 1 401 A 450., LIVRO MODELO 6

CPFL SERVIÇOS , EQUIP, IND. E COMÉRCIO S/A, torna público que requereu na CETESB de forma concomitante a licença prévia e a licença de instalação, para recuperação/ fabricação de transformadores de AT/BR, sito á Av. dos Braghetta, nº 395 – Distrito Industrial, São José do Rio Pardo.

AS PASTORAIS SOCIAIS SANTA EDWIRGES E SANTO EXPEDITO Aceitam doações de agasalhos, calçados, roupas, adultos e crianças. Aceitam também doações de móveis e eletrodomésticos, que estejam em condições de uso! Retiramos no local – para doar ligue para: 3681-5643 – 3608-7315

EDITAL 10481 – MARCO ANTÔNIO FLORÊNCIO DE SOUZA E RUTE DE MOARES RAMOS, sendo o pretendente: solteiro, nascido no dia vinte e dois de março de um mil e novecentos e oitenta (22-03-1980), de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de São José do Rio Pardo - SP, residente e domiciliado a Rua Hermenegildo Landini, nº 226 – Bairo Santo Antonio, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filho de Antônio Batista de Souza e de Iolinda Zaíra Florêncio de Souza; e a pretendente: solteira, nascida no dia vinte de julho de um mil e novecentos e oitenta (20-07-1980), de nacionalidade, brasileira, auxiliar geral, natural de São José do Rio Pardo – SP, residente e domiciliada a Rua Iná Rolim Cesar, nº 95 – Parque São Domingos, São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, filha de Marcílio Ramos e de Vilma de Moraes Ramos. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 25 de março de 2011. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

ALUGA-SE

“Dê utilidade ao que você não usa mais” Oração a Santo Expedito Festa 19 de abril. Comemora-se todo dia 19. Se você está com algum problema de difícil solução e precisa de ajuda urgente, peça esta ajuda a Santo Expedito que é o Santo dos Negócios que precisam de pronta solução e cuja invocação nunca é tardia. Oração - Meu Santo Expedito das causas justas e urgentes, socorrei-me nesta hora de aflição e desespero, intercedei por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo. Vós que sois um Santo guerreiro, Vós que sois o Santo dos aflitos, Vós que sois o Santo dos desesperados, Vós que sois o Santo das causas urgentes, protegei-me, ajudai-me, dai-me força, coragem e serenidade. Atendei ao meu pedido: (fazer o pedido). Ajudai-me a superar estas horas difíceis, protegei-me de todos que possam me prejudicar, protegei minha família, atendei ao meu pedido com urgência. Devolvei-me a paz e a tranqüilidade. Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé. Muito obrigado, meu Santo Expedito! Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o Sinal da Cruz. J.C.P

AGRADECIMENTO E MISSA A família de

LEONORA PICCIAU MARTINI

Agradece as manifestações de pesar recebidas de todos os parentes e amigos, em especial ao Dr. José Roberto Merli, toda equipe do Hospital São Vicente, a enfermeira Lu pela dedicação e carinho prestados durante sua enfermidade e convidam para participarem da Missa de 7º Dia, que será celebrada por intenção de sua alma, nesta segunda-feira, dia 28 de março, às 18h30, no Educandário São José.

AGRADECIMENTO A Família de

MARIA APARECIDA FERNANDES

Agradece as manifestações de pesar recebidas por ocasião de seu falecimento e, de modo especial, aos amigos, médicos, enfermeiras, e a todos os funcionários da Unimed de São José do Rio Pardo e do Hospital São Vicente, pela dedicação, atenção e carinho dispensados durante sua enfermidade e passamento. A todos o nosso Deus lhes pague! MÃE,

APARECIDA CONCEIÇÃO PIMENTEL FERREIRA

Você se foi tão rápido que não nos deu tempo de lhe agradecer. Você foi a melhor mãe, esposa, filha e uma avó especial. Muitas saudades e um até breve, Mãe Querida! Te amamos muito. Marina, Bruna, Thiago, Eniael e Isabella.


26 de março de 2011 - A-13

DOMINGÃO

Decisão do título começa neste domingo As equipes São José da Barra e Botafogo começam a decidir o título do Campeonato Domigão de Futebol neste domingo, a partir das 9 horas, no estádio do Grêmio Municipal. A classificação para a final foi confirmada no domingo (20), quando São José da Barra e Botafogo derrotaram seus respectivos adversários. O time da fazenda São José da Barra venceu a equipe do bairro João de

Souza por 5 a 2. Os gols da Barra foram marcados por Bim (3), Daniel e Nando; Pedro Gusmão e Dil descontaram para o João de Souza. O Botafogo venceu o time da Cargill por 3 a 0, com gols de Cocão, Marquinhos e Pistolinha. Na decisão que começa neste domingo, a equipe que somar 4 pontos será a campeã da competição; em caso de igualdade no números de pontos, a decisão será na cobrança de

pênaltis, na segunda rodada, marcada para o dia 3 de abril, no estádio do Botafogo FC. Nos 32 jogos disputado pela competição até o momento, foram marcados 156 gols. O jogador Bim (Barra) é o artilheiro com 17 gols marcados. O campeonato “Domingão” é organizada pela Liga Riopardense de Futebol (LRF) e homenageia Ivandir Modica (Goteira), que dá nome ao troféu.

Cargill Botafogo

0 3

João de Souza São José da Barra

Gols: Marquinhos, Pistolinha e Cocão Botafogo - Becão, Edson, Zé Geraldo (Silvio José), Grelo (Marco Cassucci) e Chiquinho Romão; Vilmar (João Carlos), Maurinho e Júnior Rondinelli (Pistolinha); Lu Moreira, Cocão (Gato) e Marquinhos (Ivan). Técnico Pingo. Cargill - Kid, Fião, Aranha (Guina), Boi Véio e Diogo; Tio Chico (Japão), Daniel (Dú) e Andrezinho (Pedrinho); Ricardinho (Abacate), Douglas e André Balão. Técnico Cabeção.

Botafogo soube aproveitar as chances de gols criadas e vai disputar mais uma final

2 5

Gols: Bim (3), Nando e Daniel para o São José da Barra e Dil e Pedro Gusmão para o João de Souza São José da Barra - Macarrão, Valter, Pereirinha (Sarmento), Greg e Luis André (Gabriel) ( Nando Pereira); Gustavo (Giovani), João Farrampa (Fagner) e Nando (Murilo); Daniel, Bim e Tiesco. Técnico Beto. João de Souza - Chiquinho, Maizena, Marinho, Baxinho e Eca; Marcelo, Dil e Ronaldo Medéia; Pedro Gusmão, Rafael Gusmao e Maurinho (Cambuim). Técnicos Cambuim e Sandrão.

Lance da partida em que a Barra venceu o João de Souza por 5 a 2

VETERANOS

Guará já está na semifinal da competição APITO

Árbitros da cidade e região continuam atuando no Paulistão São José do Rio Pardo e região seguem representadas na arbitragem dos campeonatos da Federação Paulista de Futebol (FPF). Além das competições profissionais, os árbitros e assistentes da região seguem sendo requisitados também para certames amadores. O mais experiente do quadro regional é Cléber Wellington Abade, que está prestes a se aposentar dos quadros da CBF e FPF, pois atingiu a idade limite de 45 anos estabelecida pela FIFA. No quadro da entidade paulista desde 1997, Cleber Abade apitou neste ano 3 jogos da Série A-1 do Paulistão: Portuguesa 1x3 Ponte Preta, Oeste 0x1 Mirassol e Paulista 1x0 Oeste. Ainda em 2011, foi árbitro assistente adicional (posicionado atrás dos gols, num “teste” que a FPF tem realizado) nos confrontos Portuguesa 2x3 São Paulo e Corinthians 4x0 Grêmio Prudente. No último domingo (20), o rio-pardense foi o árbitro principal de Corinthians 1 x 0 Americana, em partida realizada no estádio do Pacaembu pela 14ª rodada do Paulistão. Pela Copa do Brasil, na noite da última quarta-feira (16) Abade apitou Bangu/RJ 0 x 2 Náutico/PE, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Outro rio-pardense que vem desempenhando bom trabalho como árbitro é Alessandro Darcie

(“Guri”). Professor de Educação Física e no quadro da FPF desde 2004 (ano em que também realizou o curso de formação de árbitros da Liga Riopardense de Futebol), Guri tem 33 anos e já tem se destacado nos campeonatos da FPF. Em 2011, foi árbitro principal em 3 jogos da Série A-2 do Paulistão: União São João 2 x 1 Sertãozinho, Sorocaba 2 x 0 São José e União Barbarense 1 x 1 São Bento. O rio-pardense também apitou Internacional de Limeira 2 x 1 Taubaté pela Série A-3. No Paulistão da Série A-1, foi árbitro assistente adicional em 8 das 14 rodadas. Destaques para a partida Ituano 1 x 4 Palmeiras, Corinthians 1 x 1 Noroeste, Mogi Mirim 0 x 0 Palmeiras e São Paulo 3 x 0 Santo André. No último domingo (20), foi novamente árbitro assistente adicional no duelo Ituano 0 x 1 Mogi Mirim. O jovem João Marcos Giovanelli é professor de Educação Física e está no quadro da FPF desde o ano de 2004. O riopardense, de 29 anos, atuou em mais de 30 jogos no ano passado em campeonatos de categorias de base da FPF. Este ano já foi quarto árbitro em 5 jogos, com destaques para Barueri 3 x 2 Juventus e São Carlos 1 x 0 Taquaritinga, em jogos válidos pela Série A-3. Marcelo José Caetano Feltran foi quarto árbitro de Itapirense 2 x 2 Velo Clube pela Série A-3 do Paulistão.

Marcelo também atuou em 2 jogos deste ano da Copa São Paulo de Juniores. A exemplo de Giovanelli, também deverá atuar em diversas rodadas dos campeonatos das categorias de base da FPF. Também com formação em Educação Física, o rio-pardense Feltran tem 28 anos e é árbitro da FPF desde 2005. Região - O tapiratibense André Luiz Riquena foi quarto árbitro em 2 jogos da Série A-2 do Paulistão 2011: São José 3 x 1 Rio Branco e Sertãozinho 2 x 3 Rio Preto. Riquena apitou Atlético/PR 2 x 0 Juventus/SP em janeiro pela Copa São Paulo de Juniores. Com 31 anos, o funcionário público começou a apitar nos certames da Liga Riopardense de Futebol (LRF) e desde 2006 é árbitro da FPF. Outro que começou a apitar pela Liga Riopardense de Futebol (LRF) e desde 2009 é árbitro da FPF, é o pedreiro Marcos César Philomeno, de Divinolândia. Marquinhos tem 36 anos e em 2011 já foi quarto árbitro em Taubaté 1 x 1 Itapirense pela Série A-3 e em dois jogos da Copa São Paulo de Juniores. Como nas edições anteriores dos campeonatos, a FPF deverá repetir este ano o árbitro em dezenas de partidas pelos campeonatos das categorias de base promovidos pela entidade paulista.

Faltando três rodadas para o encerramento da fase de classificação do Campeonato Regional de Futebol Veteranos, 35 anos, a equipe Decet/Guará, de Casa Branca, está matematicamente garantida na próxima fase da competição. O time casabranquense venceu todos os sete jogos que disputou e está isolado na liderança, com 21 pontos. No sábado (19) jogando em casa, o Guará derrotou o Ico Cereais (Divinolândia) por 3 a 1, gols de Lica (2) e Marcos Alvarenga para o Guará e Marquinhos para o Ico Cereais. Outra equipe que se deu bem na rodada foi o Compensados Modelo/Rio Pardo Festas que, jogando no estádio do Grêmio Munici-

pal, venceu a Santa Maria Juá (Vargem Grande do Sul) por 4 a 1, gols de Willian (2) e Claudinho Zavatieiro (2) para o Compensados e Marquinhos para o Santa Maria. Quem se deu mal na rodada foi o Vasco que mesmo jogando em seu estádio perdeu para o Giro Kent/Guaxupé por 4 a 0, gols de Hamilton, Alexandre, Gilmar e Alan. Em Caconde, o União perdeu para a Assoxupé (Guaxupé) por 4 a 3, gols de Pocaia (2) e Reinaldo para o União Cacondense e Hélio, Evaldo, Elias e Eric para o Assoxupé. Em Guaxupé, no clássico local, a Mogiana venceu o Giotto por 4 a 1, gols de Joaquim (2), Rogério e Edvaldo para o Mogiana e Paulo para o

Giotto. Até o momento 40 jogos foram realizados e 179 gols foram marcados. O jogador Lica (Guará) com 14 gols marcados é o artilheiro. Neste sábado (26), a partir das 15h30, mais cinco jogos serão realizados pela antepenúltima rodada da fase de classificação. Em São João da Boa Vista, Santa Maria Juá x Vasco FC; Em Divinolândia, Ico Cereais x EC Operario (Tambaú). Em Guaxupé, serão dois jogos: Assoxupé x Decet/Guará e EC Mogiana x Giro Kenti SC. Em Muzambinho, Giotto x União Cacondense. A equipe do Compensados Modelo/Rio Pardo Festas folga na rodada.

Willian e Claudinho marcaram os gols que deram a vitória ao Compensados Modelo Time 1º- Decet/Guará 2º- Compensados Modelo 3º- Vasco FC 5º- Esporte Clube Mogiana 4º- Operário FC 8º- Giro Kent 6º- Santa Maria Juá 7º- Ico Cereais 9º- Assoxupé 10º- União Cacondense 11º- Sport Club Giotto

TP 21 20 13 13 12 12 9 9 9 0 0

J 7 8 7 7 7 8 7 8 7 7 7

V 7 6 4 4 4 4 3 3 3 0 0

E 0 2 1 1 0 0 0 0 0 0 0

D 0 0 2 2 3 4 4 5 4 7 7

GP 27 27 19 14 20 16 16 11 13 10 7

GC 9 9 16 15 14 17 17 13 17 26 27

SG 18 18 3 -1 6 -1 -1 -2 -4 -16 -20


A-14 - 26 de março de 2011

BOLETIM ESPORTIVO

Festival arrecada 1.300 quilos de alimentos O festival de futebol, promovido pelo programa “Boletim Esportivo” da Difusora AM, bateu mais um recorde na arrecadação de alimentos. A segunda etapa do evento aconteceu no domingo (20) na fazenda São José da Barra. Segundo o locutor Paulo Sérgio Rodrigues (Paulão), idealizador do festival, foram arrecadados 1.300 quilos de alimentos não perecíveis. “Mais uma vez nossas expectativas foram superadas. Gostaria de destacar a equipe da fazenda Santa Amélia que sozinha colaborou com 417 kg, além do time da fazenda São José da Barra, com 260 kg, Barreiro (Divinolândia) 200 kg e os demais clubes colaboraram com o montante mínimo exigido, de 100 kg”, disse Paulão, comentando ainda a disciplina dos jogadores e torcedores. “Nenhum incidente foi registrado durante a realização do festival que

recebeu grande número de pessoas no estádio Nelson Carlos”. A terceira etapa do Festival acontece no próximo dia 10 de abril na Santa Luzia do Galego, e a quarta e última etapa será realizada no dia 1º de maio na fazenda Dalbon. Com as arrecadações, o festival esportivo beneficiará as seguintes entidades: APAE, Cáritas, Asilo Lar de Jesus, Renascer, Asilo Padre Euclides Carneiro, Igreja São Judas, Igreja São Roque, Pevi, SOS, Hospital São Vicente, Lar da Infância, Creche São Paulo, Educandário São José, Rotary Club, Comunidade Deus Proverá e Creche Francisco de Assis. Resultados dos jogos 01º jogo: Aspirantes São José da Barra 1 x 0 Santa Lucia (gol de Baninho) 02º jogo: Aspirantes Boa Esperança/Grama 1 x

0 Bocainas (gol de Gugu) 03º jogo: Titulares - São José da Barra 2 x 1 Santa Lucia (gols de João Francisco 2 para a Barra e Jojô para o Santa Lúcia) 04º jogo: Titulares - Boa Esperança/Grama 6 x 0 Bocainas (gols de Rick 4, Jamaida e Gê) 5º jogo: Aspirantes - Flamenguinho/Casa Branca 4 x 0 Santa Amélia (gols de Rodrigo 2, Pedro e Odair) 06º jogo: Aspirantes Barreiro/Divinolândia 1 x 2 São Cristóvão/Ataíde (gols de Renan para o Barreiro e Eder 2 para o Ataíde) 07º jogo: Titulares - Flamenguinho/Casa Branca 3 x 0 Santa Amélia (gols de Renan 3) 08º jogo: Titulares - Barreiro/Divinolândia 1 x 8 São Cristóvão/Ataíde (gols de Marquinhos para o Barreiro e Danilo 3, Daniel 2, Diego 2 e Paulete para o Ataíde).

JUDÔ

Rio-pardenses conquistam medalhas em Araraquara Os judocas do Departamento de Esportes e Cultura (DEC)/Associação Judô Comunitário Riopardense, conquistaram 6 medalhas na Copa Real União, organizado pela Federação Paulista de Judô, em Araraquara, no último domingo (20), no Clube 22 de Agosto. Das 6 medalhas, três foram de ouro, duas de prata e uma de bronze. O professor do DEC e presidente da Associação de Judô, Ricardo Magela se disse satisfeito com os resultados, observando que a equipe reuniu judocas dos núcleos do Cassuci (da professora Ana Borsato) e Domingos de Sylos (do instrutor Lucas Portela). As medalhas de ouro fo-

ram conquistadas por Maria Fernanda Gonçalves (categoria Infanto Juvenil Meio Leve); Elen Nicole S. Morais (categoria Infanto Juvenil Meio Pesado) e Bruna Gabriele S. Morais (categoria Júnior Ligeiro). As medalhas de prata foram

obtidas por Murilo O. Bello Machado (categoria Infantil Meio Leve) e Lucas Ribeiro Portela (categoria Júnior Ligeiro). A medalha de bronze foi obtida pelo judoca Igor Gouveia Oliveira (categoria Infanto Juvenil Meio Pesado).

Equipe de Judô do DEC com os troféus conquistados em Araraquara

CLASSIC FIGHT

São José terá luta de vale tudo em abril no RPFC

No próximo dia 9 de abril, São José do Rio Pardo reunirá lutadores de vale tudo de várias regiões do Esta-

do para o evento Classic Fight, que deve reunir alguns nomes de destaque da modalidade. As lutas acontecem a partir das 20 horas, no Ginásio do Rio Pardo FC. “A idéia é propiciar aos moradores da cidade e região um grande evento que contará com os grandes talentos das artes marciais, prometendo bons combates em termos de

vale tudo”, disse José Ricardo Morgan, organizador do evento, informando que estão programadas lutas de boxe profissional, submission e classic fight. Os ingressos para assistir o evento já estão sendo comercializados na Academia Avelinos, Mix Mania, Toca dos Bichos e Nutricenter. Mais informações através do telefone 36088452.

COMBATES PROGRAMADOS: Boxe - Paulo Surian (Avelinos) x Julierme Silva (Julierme Team)....80kg Submission - Caio Fornari (Avelinos) x Guilherme Carvalho (Ryan Gracie Tapiratiba) MMA LUTA PRINCIPAL Fabiano (Fabiano Ferreira Team) x Brunao (Bron´x Gold Team Guaruja)....90kg MMA Rui Zanchetta (Demian Maia) x Bruno Ferreira (Avelinos)....70kg Rafael Bozó ( Maromba ) x Tidi Thai (Fabiano Ferreira Team)....70kg Adilson Dogao (Julierme Team) x Silvio Aranha (Avelinos)....90kg Alex Kiko (Avelinos ) x Diego Lobo (Julierme Team)....80kg Eduardo Dú (Ryan Gracie ) x Paulo Cesar Negao (Clan Da Luta)....75kg Igor Barros (Avelinos) x Bocão (Ryan Gracie)....85kg

Após a última etapa do festival, alimentos arrecadados serão repassados a entidades

CICLISMO

Rubinho vence campeonato interestadual em Jarinu

O ciclista Rubens Donizette Valeriano – Rubinho disputou em Jarinu, no domingo, dia 20, a primeira etapa do Campeonato Interestadual de MTB, que está na sua 16ª edição. Ele venceu a competição na categoria Elite Masculina. A competição teve presença ainda do rio-pardense Ricardo Parisoto, da equipe Pedal Rio Pardo, que terminou na 11ª colocação da categoria sub-30. O gramense Ed Carlos Guedes Nogueira (Graminha) também competiu e ficou com a 7º colocação na categoria Expert. No dia 17 de abril, Rubinho deve participar da 1ª etapa da Copa Internacional de Mountain Bike, em

Araxá (MG). No ano passado o ciclista foi campeão da competição que é realizada em três etapas. No próximo dia 30 de

abril, Rubinho embarca para a Colômbia, onde disputa o Pan-americano, umas das mais importantes competições de 2011.

Prova regional serviu de treinamento para o Pan

NATAÇÃO

Rio-pardenses ganham medalha de ouro no regional As nadadoras Mariane Tiezzi Mantovani e Cassandra Blasck conquistaram medalhas de ouro no 1º Torneio Regional de Natação, em Jaboticabal, no último sábado (19). As riopardenses, que representam a equipe Atletic Comp/ DEC/Rio Pardo FC, obtiveram as medalhas em provas de 50 e 100 metros nado costas, borboleta e livre. Mariane Tiezzi ficou com medalhas de ouro nas provas de 50 e 100 metros nado costas, e prata nos 50 metros nado livre. Ela disse que por alguns centésimos de segundo deixou escapar a conquista do ouro também nos 50 metros nado livre. Cassandra conquistou duas medalhas de ouro nas provas de 50 e 100 metros nado borboleta, e bronze nos 50 metros nado livre. Quem também se destacou na competição foi Leonardo Baptistão que conquistou bronze nos 50

Atletas da Atletic Comp/DEC brilharam em Jaboticabal

metros nado costas e terminou em quinto nos 50 metros nado livre e 100 metros nado costas. A nadadora Beatriz Escoqui baixou todos seus tempos e ficou em quarto lugar nos 50 metros nado costas, sexto nos 50 metros nado livre e décimo nos 100 metros nado costas. Além da academia riopardense a competição teve participação de equi-

pes como São Carlos Clube, Sociedade Recreativa,, Sesi/Franca entre outras. O evento marcou a abertura dos Torneios Regionais da Federação Aquática Paulista, que é uma das etapas finais do amadorismo e encaminhamento de talentos aquáticos a níveis estaduais e federais. O próximo torneio será dia 3 de abril, em Ribeirão Preto, na Sociedade Recreativa.

FUTSAL FEMININO

Regional começa neste domingo A Liga Riopardense de Futsal inicia neste domingo (27), em São João da Boa Vista, o Campeonato Regional de Futsal Feminino, categorias sub-13, sub-15 e sub-18. Na primeira rodada, no ginásio “Tancredo de Almeida Neves” (CIC), a equipe da Sociedade Esportiva Sanjoanense recebe o time de São Sebastião do

Paraíso nas categorias sub15 e sub-18. O Campeonato Regional será disputado em dois turnos e é disputado pelas seguintes equipes: Sub-13 - DEC/São José, Derla/ Aguaí, ACCPE/Casa Branca, Derla/Mococa e Sociedade Esportiva Sanjoanense; Sub-15 - DEC/São José, Derla/Aguaí, ACCPE/Casa

Branca, Sociedade Esportiva Sanjoanense e São Sebastião do Paraíso; Sub18 - DEC/São José, Derla/ Aguaí, Decet/Casa Branca, CEL/Vargem Grande do Sul, Sociedade Esportiva Sanjoanense, Departamento de Esportes/Divinolândia, Divisão de Esportes/ Porto Ferreira e São Sebastião do Paraíso.


26 de março de 2011 - A-15

CANOAGEM

De São Paulo

NIVALDO DE CILLO

Olá, amigos. Se em matéria de estádios e infraestrutura aeroportuária o Brasil ainda está engatinhando, o Brasil da seleção vai muito bem, obrigado. Mano Menezes está querendo dar a cara da equipe para 2014, já. Vez ou outra, pinta novidade. Leandro Damião é a bola da vez. Apareceu entre os titulares no treino em Londres. Temos alguns veteranos - entre aspas - no time do treinador gaúcho. Neymar, Lucas. E podem esperar por Casemiro, Paulo Henrique Ganso. Só faltam os resultados. Uma nova derrota contra a Escócia, no amistoso de domingo pode botar umas gotinhas de água nesse chopp. Ou no whisky, como queiram. Bomba relógio Paulo Cesar Carpegiani foi chamado de burro pela torcida do São Paulo, dia desses. Deixou Rivaldo no banco e Marlos como titular no jogo contra o Paulista de Jundiaí, no meio de semana. E a corda pode ficar mais apertada no pescoço dele, depois da rodada de domingo. Se perder para o Corinthians, a batata começa a assar. Efeito retardado Muricy Ramalho foi chamado de “amarelão” pela torcida do Fluminense. Mas não é porque o tricolor carioca ganhou no sufoco do América do México, pela Copa Libertadores, que ficou tudo azul por lá. Até a chegada de Abel Braga, daqui 60 dias, muita - mas muita água vai passar por baixo dessa ponte. Rodoviária de luxo Adriano, o Imperador, deve desembarcar no Rio de Janeiro nos próximos dias. A grande pergunta, ninguém fez ainda - até porque ninguém confirma, oficialmente a contratação. Será que o Corinthians acertou ou errou ao contratá-lo. Chega mais Luis Fabiano vem aí. Essa eu já sei. Vai ser apresentado na próxima terça-feira (29), à tarde, com portões abertos, no Morumbi. Repatriar craques virou “obrigação”. Ronaldo, Fenômeno, virou moda. Olho no clássico

E o centésimo gol pode sair domingo, no clássico contra o Corinthians. Para uma histórica como a de Rogério Ceni, não seria nada mal. Para uma rivalidade como essa de São Paulo e Corinthians, um ingrediente que vai dar muito o que falar. Há um tabu em jogo. Há quatro anos o alvinegro não perde para o tricolor. Há uma briga em jogo. O Corinthians acaba de tirar a liderança do Paulistão do São Paulo. Há uma rusga em jogo. Desde que Juvenal Juvêncio e Andrés Sanches se desentenderam, o Corinthians nunca mais usou o Morumbi para mandar seus jogos. São Paulo e Corinthians. O Corinthians queria Luis Fabiano, o São Paulo repatriou seu ídolo. O Corinthians foi ao contra ataque e deve anunciar Adriano nas próximas horas. São muitos os ingredientes para um palco que poderia ser outro. Arena Barueri, moderna porém acanhada para abrigar tanta história. Mas é que o Morumbi se vira como palco para shows. Exatamente porque a desavença com os alvinegros fez diminuir a receita dos tricolores. Por isso eu digo. Tinha que ser entre São Paulo e Corinthians a chance do maior goleiro artilheiro do mundo, chegar à marca do centésimo gol na carreira. Um duelo para ver e nunca mais esquecer. Grande abraço e até a próxima oportunidade

Rio-pardenses vão ao Sul Americano Os canoístas Wellington Munhoz e Cassiano Alfredo, da equipe do Instituto Prefeito Lupercio Torresl/ Projeto Shalom, garantiram vaga para representar o Brasil no Campeonato Sul Americano de Canoagem Slalom, em Mendoza, na Argentina, no próximo mês de novembro. A vaga foi conquistada no último final de semana durante a seletiva promovida pela Confederação Brasileira de Canoagem, em Foz do Iguaçu. A Seletiva Nacional reuniu os 30 melhores canoístas do país. A dupla rio-pardense vai defender o Brasil na categoria C2 Masculina. “Por 3 segundos nós não conseguimos vaga para representar o Brasil em outras competições internacionais, como Copa do Mundo e até mesmo o evento teste das Olimpíadas”, disse Alan Pasin, técnico da equipe local. Os canoístas acreditam que poderiam render mais, caso tivessem mais apoio para os treinamentos e competições regionais e nacionais da modalidade. Além dos rio-pardenses a Seleção Brasileira será composta por Pedro Henrique Gonçalves (K1 Masculino),

Wellington, Alan Pasin e Cassiano garantem São José no Sul Americano

Ana Sátila Vieira Vargas (K1 Feminino), Cássio Petry (C1 Masculino), Silvia Gnadt (C1 Feminino), João Vitor Machado (K1 Masculino), Anderson Oliveira (K1 Feminino), Leonardo Curcell (C1 Masculino), Jean Moller Pereira (C1 Masculino), Charles Correa (C1 Masculino), Felipe Borges (C1 Masculino) e Rafael Bélio (C1 Masculino), Anderson Webber/Jean Mol-

TEAM PENNING

Resultados da segunda etapa do regional A segunda etapa do Campeonato Regional de Team Penning do Leste Paulista foi realizada no sábado, 19 d emarço, no Rancho ‘Cadãozinho”, antigo Barretinho. A competição reuniu cavaleiros e amazonas de toda região em várias categorias. O destaque rio-pardense foi o trio formado por Paulinho Minussi, Gabriel Calicchio e Luís Manoel Tranquilini, que ficou em primeiro lugar na categoria aberta. A terceira etapa acontece no dia 2 de abril, em Cajuru. Classificação: Jovem – 4º lugar: Fernando Calicchio, Leonardo Batistela e Pedro Balducci; 10º lugar: João Guilherme Marin, Fernando Calicchio e Neto Biasotto. Master – 2º lugar: Carlos Ricardo “Cadão”, Luís Manoel Tranquilini e Silvio Pratola; 5º lugar: Agripino Calicchio, Marcos Maldonado e Carlos Ricardo “Cadão”; 10º lugar: Agripino Calicchio, Julio Balducci e Marcos Maldonado. Amador – 5º lugar: Fernando Calicchio, Neto Galego e Eduardo Mangaroti; 7º lugar: Juliana Maldonado, Jéssica Soares e Isidoro Soares; 15º lugar: Amauri Coelho, Paula Vergueiro e Eduardo Manga-

roti; 16º lugar: Fábio Barbosa, Neto Galego e Sandra Mendiéla; 27º lugar: João Guilherme Marin, Eduardo Mangaroti e Pedro Balducci; 28º lugar: Paula Vergueiro, Ianará Braga e Eduardo Braga; 35º lugar: Juninho Missena, Juliana Maldonado e Marcos Maldonado; 38º lugar: Fábio Barbosa, Carlos Ricardo “Cadão” e Paulo Garcia; 45º lugar: Fernanda Rodrigues de Souza, Juliana Maldonado e Juliana Balducci; 46º lugar: Paula Vergueiro, Ianará Braga e Luciana Biasotto. Aberta – 1º lugar: Paulinho Minussi, Gabriel Calicchio e Luís Manoel Tranquilini, 2º lugar: Gabriel Nicolas, Luís Manoel Tranquilini e Leandro Queiroz; 6º lugar: Neto Galego, Gabriel Calicchio e Gabriela Pratola; 7º lugar: Agripino Calicchio, Fernando Calicchio e Gabriel Calicchio; 10º lugar: Paulinho Minussi, Gabriel Nicolas e Luís Augusto Tranquilini; 13º lugar: Marco Antonio Araújo Júnior, Henrique Ribeiro (Zé Luís) e Sandra Mendiéla; 14º lugar: Gabriel Calicchio, Fernando Calicchio e Clara Coutinho; 15º lugar: Marco Antonio Araújo Júnior, Pedro Balducci e Luís Manoel Tranquilini; 16º lugar: Gabriel Nicolas, Adelson Gonçalves e Luís Augusto Tranquilini; 20º lugar: Juliana Maldonado, Jéssica Soares e Isidoro Soares; 22º lugar: Gabriel Nicolas, Leonardo Batistela e Luís Manoel Tranquilini; 24º lugar: Paulinho Minussi, Neto Galego e Luís Augusto Tranquilini.

ler Pereria (C2 Masculino), Pedro Henrique Avansi/Rafael Souza (C2 Masculino), Ricardo Taques (K1 Masculino), Fabio Scchena Rodrigues (K1 Masculino), Renan de Oliveira (K1 Masculino), Poliana Aparecida de Paula (K1 Femini-

no), Milene Wolf (K1 Feminino) e Barbara Rossi (K1 Feminino). O Campeonato Sul Americano de Canoagem Slalom, está previsto para acontecer no período de 26 a 28 de novembro, na Argentina.

FUTSAL MASCULINO

Confira os resultados do Campeonato de Base No último final de semana foi disputada mais uma rodada do Campeonato Regional de Futsal, categorias de base, organizado pela Liga Rio-pardense de Futsal (LRFS). Os jogos ocorreram no sábado (19) em Mococa e, no domingo, em Monte Santo de Minas. Veja os resultados: Sub-17 - Derla/Aguaí 4x2 SET/Leme; DEL/Vargem Grande do Sul 1 x 4 Departamento de Esportes/ Cajuru (Sub-11); DEL/Vargem Grande do Sul 3 x 4 Departamento de Espor-

tes/Cajuru (Sub-13); DEL/ Vargem Grande do Sul 7 x 3 Departamento de Esportes/Cajuru (Sub-15); DEL/ Vargem Grande do Sul 6 x 2 SET/Leme (Sub-17); ECFSC/Monte Santo 1 x 5 SET/Leme (sub-11); ECFSC/Monte Santo 4 x 2 SET/Leme (sub-13); ECFSC/Monte Santo 4 x 4 SET/Leme (sub-15); ECFSC/Monte Santo 4 x 5 SET/Leme B (sub-17). A competição prossegue neste final de semana com jogos em Vargem Grande do Sul, Aguaí e Divinolândia.

DOIS TOQUES

AAR – Neste sábado (26) a equipe feminina de futsal da AAR joga em casa um amistoso contra a Esportiva Sanjoanense. A partida serve de preparação para as futuras competições da Liga Rio-pardense de Futsal, bem como o campeonato que a AAR promoverá junto com o DEC. DGG/COC - Considerado o terceiro maior ginásio de esportes (foto) de São José do Rio Pardo, o Centro Esportivo da Escola De Grau/COC, teve suas dimensões atualizadas, adotando marcações de acordo com as regras internacionais de cada esporte, como, por exemplo, aumento nas dimensões da linha de três pontos. As novas marcações do ginásio passam a valer a partir da 10ª edição da Copa COC de Futsal, que começa no dia 26 de março, e que terá participação de 12 equipes.

Torneio de Taco - No mês de abril, o Departamento de Esportes e Cultura (DEC) promove o I Torneio de Taco, junto ao Programa Escola da Família, nas unidades de ensino do município. O objetivo é resgatar uma atividade esportiva bastante praticada pelos dos jovens nas décadas de 80 e 90. Após o Torneio de Taco, outras atividades estão programadas como Campeonato de Pipas, Campeonato de Damas e Xadrez e Campeonato de Truco.

Cadão (Anfitrião), Paulinho Minussi (Cavaleiro) – Luís Manoel Tranquilini (Cavaleiro), Binho Biasotto (diretor Liga Leste Paulista), Gabriel Calicchio (Cavaleiro) e professor Bernardo de Oliveira.

Campeonato DEC/AAR - Terminou no dia 18 de março o período de inscrição para o IV Campeonato DEC/AAR de Escolinhas de Futsal, previsto para o mês de abril, em várias categorias (masculino e feminino). A competição recebeu inscrições de 20 entidades esportivas da cidade e região. Nos próximos dias os organizadores devem divulgar o regulamento e tabela do campeonato.


19 de março de 2011 - A-11

A-16- 26 de março de 2011

TAÇA SÃO JOSÉ

Recursos do Estado garante a competição A Liga Riopardense de Futebol (LRF) está convocando as equipes que se inscreveram na Taça São José para uma reunião a ser realizada nesta segunda-feira (28), às 19h30, na sede da entidade, à rua Benjamim Constant, 548. A competição será realizada na 1ª e 2ª divisão, reunindo 15 equipes nas categorias aspirantes e titulares. Nesta semana a Liga Riopardense recebeu a confirmação do apoio por parte da Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer do Estado de São Paulo e com isso as equipes ficarão isentas do custo referente à taxa de arbitragem. “Graças aos trabalhos dos deputados Silvio Torres, Barros Munhoz e Campos Machado a Liga obteve os

recursos para realização da Taça São José. Com isso as equipes disputarão a competição sem nenhuma despesa. Só está faltando a contrapartida por parte da Liga e estamos buscando apoio do comércio local”, disse Hélio Escudero (foto), presidente da entidade. Ele também lamentando a falta de apoio da Prefeitura para a realização dos campeonatos. “Tentamos por diversas vezes uma audiência com o prefeito para tratar desse assunto, mas infelizmente não fomos atendidos. O prefeito tem que estar ciente que os campeonatos são realizados para atender a população e não a Liga Riopardense, somos apenas coadjuvantes, realizamos os campeonatos para proporcionar lazer”,

declarou. Das 15 equipes inscritas 8 são na 1ª Divisão: Ponte Preta, Vasco, Botafogo, Grêmio Nestlé, Bonsucesso, Rioplastic, Sítio Novo e Unidos da Vila. Na 2ª Divisão sete equipes estão inscritas: Brasão FC, Juventus (Vila Verde), Dalbon FC, Santa Luzia do Galego, São Paulo, Venerando e Bocainas. “Se somarmos as duas categorias, este ano a Taça São José vai reunir 30 equipes, e mais de 800 atletas estarão em atividade”, finalizou Escudero. Outra informação passada pelo presidente da LRF é que nos próximos dias a entidade deverá convocar as equipes para a disputa do Campeonato Regional de Base, em diversas categorias. BASQUETE

Rio-pardenses perdem na estreia da Liga de Ribeirão Preto A equipe de basquete masculino AAR/DEC estreou com derrota na fase regional de ribeirão Preto, no Campeonato Paulista. Na sexta-feira, 18, em jogo da categoria sub-14, os riopardenses perderam de 79 a 26 para a equipe de Casa Branca, na casa do adversário. O técnico Hebinho de Souza diz que a equipe pecou na falta de experiência, já que apenas dois atle-

tas disputaram campeonatos anteriormente. Ele acredita, entretanto, que a equipe tem potencial para buscar a reabilitação. Nos próximos dias a equipe tricolor, que é formada por Leonardo, Giovani Germek, Gustavo, Moisés, Tiago e Vinícius, ganha folga na competição e aproveita para melhorar nos treinamentos, de olho na segunda partida, prevista para o dia 15 de abril contra a

equipe Aspa/Franca, no ginásio da AAR. Pela categoria sub-12, a equipe da AAR jogou amistoso contra Casa Branca e perdeu por 45 a 34. Os atletas que defenderam o clube tricolor foram: Gabriel, Paphael, Lucas, Pedro, Giovani e José Vitor. No próximo dia 2 de abril, as equipes sub-17 masculina e feminina da AAR/DEC também estreiam no Campeonato Regional jogando

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO

contra Santa Rita do Passa Quatro e Sesi/Araraquara, respectivamente. Os jogos serão a partir das 10 horas, no ginásio da AAR. O técnico Hebinho avisa que os interessados em praticar basquete devem procurá-lo na AAR, às segundas, quartas e sextasfeiras, das 16 às 18 horas, ou na quadra do Colégio Unigrau, às quartas e sextas-feiras, das 18 às 19 horas.

AAR/DEC estreou com derrota na Liga Regional de Ribeirão Preto


27 de março de 2011 - A-17

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO


26 de março de 2011 - A-18

Cidade intensifica vacinação contra sarampo Saúde está em alerta para o retorno da doença e para o perigo que ela representa DIVULGAÇÃO

Esta semana, a confirmação de um caso importado de sarampo em Campinas, após o período de cinco anos sem o registro da doença no estado, colocou em alerta a Secretaria de Estado da Saúde e o Ministério da Saúde. “Existe uma preocupação muito grande com a possibilidade do retorno do sarampo, porque infelizmente temos pessoas que nunca tomaram essa vacina, por isso, é muito importante verificar a carteira de vacinação”, diz a coordenadora do Centro de Saúde e da Vigilância Epidemiológica de São José do Rio Pardo, Denise Rondinelli Costa Salvador. De acordo com suas informações, não há nenhum caso registrado no município, mas o aparecimento deste em Campinas, a ocorrência da doença em outros países, a identificação no ano anterior de casos importados em estados brasileiros e o retorno dos feriados de carnaval, quando muitos jovens viajaram pelo Brasil ou para o exterior, reforçam o alerta para que as pessoas procurem se proteger, com o objetivo de manter assegurada a interrupção da circulação do vírus identificado. “Pedimos uma atenção especial às crianças menores de cinco anos, que devem receber a primeira dose com um aninho e depois aos cinco anos de idade. Muitas pessoas que estão na faixa etária de 20 a 50 anos não tomaram a vacina. Se não tiver recebido a vacina pelo menos uma vez na vida, é importante fazer. Fora

desta faixa etária, qualquer um que procurar o Centro de Saúde, a gente verifica a situação vacinal. Se a pessoa for do município, temos os registros no cartão de controle da unidade”, explica. No Brasil e no mundo Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde, o sarampo é responsável por 10 milhões de casos e 164 mil mortes a cada ano, no mundo. Houve surtos recentes nas Filipinas, África do Sul, Nova Zelândia e Austrália, e em países da Europa (Alemanha, Grécia, Eslovênia, Espanha, etc.), além de outros países na região a oeste do Pacífico. Na região das Américas, houve evidência de surtos no Canadá, Estados Unidos e Argentina, que totalizaram 37 casos confirmados da doença em 2011. No Brasil, desde julho de 2010 foram notificados surtos de sarampo em três estados, o primeiro deles foi em julho no Pará, onde a avaliação de 58 suspeitos resultou na confirmação de três casos, em indivíduos de 18 e 26 anos, não vacinados de uma mesma família, sem história de deslocamento. Em agosto, no Rio Grande do Sul foram investigados 51 suspeitos e houve a confirmação laboratorial de sarampo em oito casos, sendo seis em indivíduos não vacinados. Os dois casos iniciais tinham história de viagem a Argentina, durante período de circulação de vírus importado da África do Sul (B3) naquele país. Os oito ca-

sos confirmados resultaram de infecção pelo genótipo circulante no continente africano. Em dezembro, a Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba atualizou a situação epidemiológica da doença no estado, com a notificação de 222 suspeitas da doença, sendo que 61 foram confirmadas. Todas as pessoas que tiveram a doença foram infectadas durante estada em João Pessoa. O estado de São Paulo não apresenta circulação endêmica de sarampo desde 2000. Nos anos de 2001, 2002 e 2005, registraram-se quatro casos confirmados de sarampo importados ou vinculados à importação. E, este ano, o caso de Campinas. Transmissão e tratamento O sarampo é uma doença infecciosa e altamente contagiosa, que se manifesta por alterações marcantes da pele (pele avermelhada, com placas tendendo a se unirem) e com comprometimento de vários órgãos, que é transmitida por gotículas da respiração e mesmo o ar com o vírus ainda vivo. O período de contaminação se inicia de três a quatro dias antes e vai até quatro a cinco dias após o surgimento das lesões da pele. O tempo que leva entre a contaminação e o aparecimento dos sintomas (período de incubação) é em média de duas semanas. Os sintomas são febre muito alta, tosse intensa, coriza, conjuntivite e pele com placas ásperas aver-

melhadas. O exame interno da bochecha permite identificar pequenos pontos branco-amarelados, que confirma o diagnóstico. A história do paciente e o exame clínico normalmente permitem o diagnóstico na quase totalidade dos casos. Na maioria das vezes, o tratamento é voltado para diminuir os sintomas como febre e tosse, ou para

Peregrino cumpre promessa após 20 anos

REPORTAGEM

Em passagem por São José do Rio Pardo, na volta de Aparecida do Norte, o rondoniense Antônio Pereira conta a saga vivida em 20 anos de peregrinação. Desenganado pelos médicos em razão de um câncer em estágio avançado na garganta que lhe tirou parte da visão, Antônio fez a promessa que marcaria para sempre sua vida. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, prometeu ir a pé durante 20 anos ao Santuário na cidade de Aparecida, caso fosse curado. Foi assim que às 17h30 do dia 15 de janeiro de 1991, aos 46 anos, ele juntou alguns pertences, a imagem de Nossa Senhora e a fé que lhe garantiu forças para cumprir a missão, e saiu a pé de Porto Velho, Rondônia, para Aparecida do Norte, São Paulo. “No começo minha família não queria, mas depois acabou concordando.” Antônio tem dois filhos e 14 irmãos. Foram mais de 20 mil quilômetros a pé, cerca de 30 por dia; 66 pares de tênis, 30 bonés e 24

mochilas. Chegou a passar por 527 cidades, Argentina, Bolívia, Paraguai, Rio Branco do Acre, Cuiabá, Campo Grande, Paraná, Goiás, Minas, São Paulo, deixando sua história em 1.200 entrevistas em jornais, 509 em emissoras de rádio e 64 na televisão. “Passei fome e frio, dormia onde dava. Muitas pessoas me ofereceram ajuda, outras não compreendiam minha missão.” Antonio foi assaltado 23 vezes. “Levavam sempre o dinheiro que eu recebia de doações, para a compra de comida e para conseguir me manter durante a caminhada. Mas eu nunca pensei em desistir.” O peregrino conta que era comum, ao passar pelas cidades, as pessoas solicitarem a ele que levasse bilhetinhos pessoais até Aparecida, com pedidos, orações e agradecimentos. “Foram milhares de papeizinhos”, diz. Promessa cumprida Hoje, aos 65 anos, Antonio termina sua promessa com a sensação de missão cumprida. A fé, segundo ele, não mudou em razão de tudo o que teve de pas-

combater alguma complicação quando antibióticos são usados. Casos muito especiais podem necessitar de medicação do tipo gama globulina anti-sarampo, visando o próprio vírus ou o reforço da capacidade de defesa geral. Prevenção A prevenção é feita por meio da vacina anti-saram-

po, que é altamente eficaz. Mulheres grávidas ou que possam engravidar dentro de 90 dias não devem ser vacinadas. Pacientes com leucemia, linfomas, HIV/ SIDA e outros problemas sérios de imunidade devem ser avaliados individualmente. O Centro de Saúde Municipal está disponível para vacinação de segunda a sexta, das 7h30 às 17h30.

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO SÚMULA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 22/03/2011 A) INDICAÇÕES: - Ao Executivo Municipal, sugerindo: - a realização de serviços diversos no loteamento denominado “Chácaras de Recreio São Pedro”. - a limpeza de terreno na Rua Pedro Bagodi, no Jardim Eunice. - serviços de tapa-buracos no Jardim Margarida. - Ao DER, sugerindo o recapeamento asfáltico da SP-207 até a SP-340 (trecho São José-Mococa). B) REQUERIMENTO:

O pagador de promessa caminhou durante 20 anos com a imagem de Nossa Senhora Aparecida, além de poucos pertences

sar para chegar até aqui. Na redação de Gazeta, o peregrino faz pose para a foto e mostra uma centena de depoimentos escritos pelas pessoas que conheceu nos locais por onde passou, folheia os jornais e entrega fotos tiradas em algumas cidades. “Durante todo esse tempo eu vivi assim, de um lugar para o outro. Mas em nome de Nossa Senhora, tudo valeu a pena.” Antônio diz que está retornando de ônibus para Porto Velho, cidade onde vive sua mulher, filhos e irmãos. “Estou voltando com a ajuda das pessoas”, diz. A fé, segundo ele, conti-

nua firme e cada vez mais forte. “Mais uma vez agradeço a Nossa Senhora a bênção de ter conseguido cumprir a minha missão com saúde e uma fé que não tem fim.” Nota da Redação: A matéria acima foi escrita tendo como fonte de informações apenas o depoimento do entrevistado, que procurou a redação de Gazeta no dia 23 de março. A reportagem tentou confirmar a veracidade dos fatos, mas não obteve nenhum retorno dos órgãos de comunicação de Porto Velho.

- Ao Executivo Municipal, solicitando: - a construção do 3º bloco da Casa de Cultura e Cidadania. - o cumprimento da Lei Municipal nº 2.457/01 (orçamento participativo). - Ao Cartório de Registro de Imóveis, solicitando o encaminhamento à Casa de cópia da matrícula 22.850. - À CETESB, solicitando informações sobre o serviço de terraplenagem nas proximidades do posto de gasolina denominado W3. C) PROJETOS APROVADOS DE AUTORIA DO EXECUTIVO MUNICIPAL: - Projeto de Lei nº 05, que “Dispõe sobre a concessão de uso de áreas para a Igreja Evangélica Avivamento Bíblico e dá outras providências”. - Projeto de Lei nº 18, que “Dispõe sobre desafetação de áreas que especifica, e dá outras providências”. DE AUTORIA DO LEGISLATIVO MUNICIPAL: - Projeto de Lei nº 5, que “Atribui o nome de Abel Ronaldo Romano ao Telecentro a ser implantado no Vale do Redentor, em São José do Rio Pardo (SP)”. D) MENSAGEM: A Câmara Municipal informa a todos que as sessões ordinárias são realizadas às terças-feiras a partir das 19:30. Nosso site: www.camarasjriopardo.sp.gov.br; E-mail: cmrpardo@camarasjriopardo.sp.gov.br Marco Antonio Gumieri Valério Presidente


26 de março de 2011 - A-19

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO Pregão Presencial 21-11 – Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de atos oficiais desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, destinado a Secretaria Municipal de Gestão Pública, com encerramento dia 08 de abril de 2011 às 14:00 hs .Maiores informações na Praça dos Três Poderes, 01, Centro – Prefeitura Municipal –fone 193682-7831-3682-7835, das 12:00 às 18:00 horas. Pregão Presencial 22-11 – Sistema de Registro de Preço para aquisição de materiais de enfermagem destinado a Secretaria Municipal de Saúde almoxarifado, com encerramento dia 11 de abril de 2011 às 13:00 hs, com apresentação de amostra sob pena de desclassificação. Pregão Presencial 23-11 – aquisição de equipamentos (aparelho de ar condicionado), destinado a Creche/EMEB Gilda Zanetti Mansano – Secretaria Municipal de Educação, com encerramento dia 12 de abril de 2011 às 13:30 hs, com apresentação de amostra sob pena de desclassificação.Maiores informações na Praça dos Três Poderes, 01, Centro – Prefeitura Municipal –fone 19-3682-7831-3682-7835, das 12:00 às 18:00 horas. Maiores informações na Praça dos Três Poderes, 01, Centro – Prefeitura Municipal –fone 19-3682-7831-3682-7835, das 12:00 às 18:00 horas Dispensa de Licitação 30-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Paraíso, nº 189, bairro centro, destinado à alongar a família da Sra Sidnes Aparecida de Paula, no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensal, por um período de até 06 meses, em favor do Sr. Marilda Helena Silva de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 31-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretario Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Paraíso, nº 153, bairro centro, destinado à alongar a família da Sra Fabiana da Silva, no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensal, por um período de até 06 meses, em favor do Sr. Marilda Helena Silva de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Republicamos por incorreção, e alteração no art 2º a Portaria nº 10.151 PORTARIA N.º 10.151, DE 16 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação da Senhora LÚCIA REGINA DA SILVA PAVAN, para o cargo de AUXILIAR DE APOIO OPERACIONAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada, através do Concurso Público 001/2008, a Senhora LÚCIA REGINA DA SILVA PAVAN, para ocupar o cargo de AUXILIAR DE APOIO OPERACIONAL, nível II, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 09 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 16 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública LEI Nº 3.692, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica autorizado o Setor de Contabilidade da Prefeitura Municipal a abrir Crédito Adicional Suplementar, no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 117.700,00 (cento e dezessete mil e setecentos reais), com a seguinte classificação orçamentária: 02.00.00 Poder Executivo 02.01.00 Gabinete do Prefeito 02.01.03 Procuradoria Jurídica 04.122.0005.2.005 Manutenção da Procuradoria Jurídica 15 – 3390.39.00 Outros Serviços de Terceiros – P. Jurídica 117.700,00 Fonte: 01 Tesouro TOTAL 117.700,00 Art. 2º O presente crédito será coberto com recursos decorrentes de anulação parcial das seguintes dotações orçamentárias: 02.00.00 Poder Executivo 02.01.00 Gabinete do Prefeito 02.01.03 Procuradoria Jurídica 04.122.0005.2.005 Manutenção da Procuradoria Jurídica 11 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas 103.700.00 12 3190.13.00 Obrigações Patronais 14.000,00 Fonte: 01 Tesouro Cód Aplic. 01.110.000 Geral TOTAL 117.700,00 Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de Março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito LEI Nº 3.693, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a inclusão de ação para 2011, no PPA 2010/2013, LDO de 2011 e abre crédito adicional especial na LOA 2011, no valor total de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) e dá outras providencias. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica incluída na Lei n.º 3.427/2009 que instituiu o Plano Plurianual do Município para o período de 2010/2013, na Lei n.º 3.626/2010, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para 2011, o projeto: Reforma da Praça XV de Novembro, na Unidade Executora 02.07.01, com o valor total de R$ 15.000,00 (quinze mil reais), cuja meta é a destinação de recursos para pagamento de encerramento de obra. Art. 2º. Em atendimento ao disposto no artigo 41, inciso II da Lei Federal 4.320, de 17 de março de 1964, demonstrado segundo as codificações institucionais: local, por função e subfunção e das categorias econômicas, abaixo identificadas: 02.00.00 Poder Executivo 02.07.00 Secretaria de Planejamento e Serviços 02.07.01 Departamento de Obras e Engenharia 15.451.0033.1.089 Reforma da Praça XV de Novembro 4490.51.00 Obras e Instalações 15.000,00 Fonte: 01 Tesouro Cod. Aplic 1.1100.00 Geral TOTAL 15.000,00 Art. 3º O crédito aberto pelo artigo 2º desta lei, será coberto com anulação parcial da seguinte dotação orçamentária 02.00.00 Poder Executivo 02.07.00 Secretaria de Planejamento e Serviços 02.07.01 Departamento de Obras e Engenharia 04.122.0027.1.108 Const Centro Multiplo Uso Bairro V. Redentor 400 – 4490.51.00 Obras e Instalações 15.000,00 Fonte 01 Tesouro Cod. Aplic. 1.0000.04 Centro Multiplo Uso Vale Redentor Total da Anulação 15.000,00 Art.4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito. LEI Nº 3.694, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a inclusão de ação para 2011, no PPA 2010/2013, LDO de 2011 e abre crédito adicional especial na LOA 2011, no valor total de R$ 206.000,00 (duzentos e seis mil reais) e dá outras providencias. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica incluída na Lei n.º 3.427/2009 que instituiu o Plano Plurianual do Município para o período de 2010/2013, na Lei n.º 3.626/2010, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para 2011, o projeto MÁQUINA RETROESCAVADEIRA, na Unidade Executora 02.08.01, com o valor total de R$ 206.000,00 (duzentos e seis mil reais), cuja meta é a destinação de recursos para aquisição de uma máquina retroescavadeira. Art. 2º. Em atendimento ao disposto no artigo 41, inciso II da Lei Federal 4.320, de 17 de março de 1964, demonstrado segundo as codificações institucionais: local, por função e sub-função e das categorias econômicas, abaixo identificadas: 02.00.00 Poder Executivo 02.08.00 Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente 02.08.01 Manutenção do SERM 26.782.0035.1.126 Máquina Retroescavadeira 4490.52.00 Equipamentos e Mat. Permanente 195.000,00 Fonte: 05 Transferencias e/ ou Conv. Federal Cod. Aplic 510000013 Aquisição de uma retroescavadeira TOTAL 195.000,00

Art. 3º O crédito aberto pelo artigo 2º desta lei, será coberto com excesso de arrecadação, proveniente de convênio com a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Art. 4º Para fins de contra partida do convênio de que o objeto desta lei, fica o Executivo Municipal autorizado a abrir crédito adicional especial, conforme codificação contábil abaixo especificado: 02.00.00 Poder Executivo 02.08.00 Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente 02.08.01 Manutenção do SERM 26.782.0035.1.126 Máquina Retroescavadeira 4490.52.00 Equipamentos e Mat. Permanente 11.000,00 Fonte 01 Tesouro Cod. Aplic.11.0000.013 Aquisição de uma retroescavadeira Total 11.000,00 Art.5º A contra-partida oferecida pelo Executivo Municipal para a abertura do crédito especial desta lei, será coberta com anulação parcial da seguinte dotação orçamentária: 02.00.00 Poder Executivo 02.07.00 Secretaria de Planejamento e Serviços 02.07.07 Manutenção de Praças, Ruas e Avenidas 15.451.0033.1.043 Recapeamento de Ruas e Avenidas 325 - 4490.51.00 Obras e Instalações 11.000,00 Fonte 01 Tesouro Total 11.000,00 Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito. LEI Nº 3.695, DE 18 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a inclusão de ação para 2011, no PPA 2010/2013, LDO de 2011 e abre crédito adicional especial na LOA 2011, no valor total de R$ 44.000,00 (quarenta e quatro mil reais) e dá outras providencias. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica incluída na Lei n.º 3.427/2009 que instituiu o Plano Plurianual do Município para o período de 2010/2013, na Lei n.º 3.626/2010, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para 2011, o projeto EQUIPAMENTO PARA CRECHE PRÓ INFÂNCIA, na Unidade Executora 02.05.02, com o valor total de R$ 44.000,00 (quarenta e quatro mil reais), cuja meta é a destinação de recursos para aquisição de equipamentos para creche pró-infância. Art. 2º. Em atendimento ao disposto no artigo 41, inciso II da Lei Federal 4.320, de 17 de março de 1964, demonstrado segundo as codificações institucionais: local, por função e sub-função e das categorias econômicas, abaixo identificadas: 02.00.00 Poder Executivo 02.05.00 Secretaria de Educação 02.05.02 Departamento de Educação Básica - Convênios 12.365.0041.1.120 Equip para Creche Pro - Infância 4490.52.00 Equipamentos e Mat. Permanente 34.000,00 Fonte: 05 Transferências e/ ou Conv. Federal Cod. Aplic 05.210.0002 Equipamentos-pro-infância TOTAL 34.000,00 Art. 3º O crédito aberto pelo artigo 2º desta lei, será coberto com superávit financeiro do balanço de 2010. Art. 4º Para fins de contra partida do convênio de que o objeto desta lei, fica o Executivo Municipal autorizado a abrir crédito adicional especial, conforme codificação contábil abaixo especificado: 02.00.00 Poder Executivo 02.05.00 Secretaria da Educação 02.05.08 Departamento de Educação Infantil - impostos 12.365.0041.1.120 Equip para Creche pro - infância 4490.52.00 Equipamentos e Mat. Permanente 10.000,00 Fonte 01 Tesouro Cod. Aplic.01.210.0000 Ensino Infantil Total 10.000,00 Art. 5º A contra-partida oferecida pelo Executivo Municipal para a abertura do crédito especial desta lei, será coberta com anulação parcial da seguinte dotação orçamentária: 02.00.00 Poder Executivo 02.05.00 Secretaria da Educação 02.05.08 Departamento de Educação infantil - Impostos 12 – 365.0041.1.070 Creches – Rec. Impostos 226 - 4490.52.00 Equipamentos e Mat. Permanente 10.000,00 Fonte 01. Tesouro Cod. Aplic. 01.210.0000 Ensino Infantil TOTAL 10.000,00 Art. 6º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2.011. João Luis Soares da Cunha- Prefeito LEI Nº 3.696, DE 18 DE MARÇO DE 2.011. Autoriza o Executivo Municipal a firmar convênio com o Educandário São José, entidade beneficente, sem fins lucrativos. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica a Prefeitura Municipal autorizada a firmar convênio com o Educandário São José, entidade beneficente, sem fins lucrativos, objetivando o atendimento de 200 crianças e adolescentes de 7 a 13 anos. Art. 2º O município fornecerá alimentação às crianças e os adolescentes, enquanto que o Educandário São José, cederá espaço e realizará trabalho, visando diagnosticar as dificuldades de cada uma delas, conforme suas necessidades. Art. 3º Do instrumento de formalização do convênio, constarão as cláusulas e condições próprias desse tipo de ajuste, bem como as obrigações e encargos das partes convenentes, podendo se assim for de interesse das partes, firmar aditivos. Art. 4º As despesas decorrentes desta Lei correrão por conta de verbas já alocadas no orçamento, suplementadas se necessário. Art. 5º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2011. João Luís Soares da Cunha Prefeito LEI Nº 3.697, DE 18 DE MARÇO DE 2.011. (Projeto de autoria de Daniel M. De Moraes – PSC) Altera a Lei nº 3.651/10, que “Atribui o nome de Luiz Izidoro Locatelli a uma via pública”. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º O art. 1º da Lei nº 3.651/10 passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 1º Fica atribuído o nome de Luiz Izidoro Locatelli à Rua 2 do condomínio horizontal conhecido por Residencial São José, formado pelo hexágono composto de letras “A” a “I”. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2.011. João Luís Soares da CunhaPrefeito Municipal LEI Nº 3.698, DE 18 DE MARÇO DE 2.011. (Projeto de autoria do Ver. Antônio M. Zanetti – PSDB). Altera a Lei nº 3.660/10, que “Atribui o nome de Tereza Orfei Policiano a uma via pública”. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º O art. 1º da Lei nº 3.660/10 passa a vigorar com a seguinte redação: Art. 1º Fica atribuído o nome de Thereza Orfei Policiano à Rua 1 do condomínio horizontal conhecido por Residencial São José, formado pelo hexágono composto de letras “A” a “I”. Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2.011. João Luís Soares da CunhaPrefeito Municipal. LEI Nº 3.699, DE 18 DE MARÇO DE 2.011. (Projeto de autoria do Ver. Márcio Zanetti – PTB). Atribui o nome de Professora Zelind Fávero Gervásio a uma área institucional. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica atribuído o nome de Professora Zelinda Fávero Gervásio à área institucional localizada defronte à Avenida Luiz Rodrigues Corrêa, esquina com a Rua Prudente Corrêa, no Conjunto Habitacional Buenos Aires. Art. 2º O Executivo Municipal deverá tomar as providências para a exequibilidade da presente lei. Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha- Prefeito Municipal. DECRETO Nº 3.947, DE 03 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 32.000,00 ((trinta e dois mil reais). O Prefeito do município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando a Lei Orçamentária Anual n° 3.678/2011, de 03/01/2011, no seu artigo 4°; D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto um crédito adicional suplementar no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), destinado a reforçar as dotações orçamentárias de diversas secretarias do orçamento vigente, a seguir : DOTAÇÃO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02.00.00 Poder Executivo 02.04.00 Secretaria Promoção Social 02.04.03 Fundo Municipal de Assistência Social – Conv/Transf. 08.244.0016.2.016 Fundo Municipal de Assistência Social – Conv/Transf. 121 – 3390.30.00 Material de Consumo R$ 12.000,00 Fonte : 05 Convênios Federais Cód. Aplic. 05.500.0007 Piso Básico Variável II.

02.06.00 Secretaria Municipal da Saúde 02.06.02 Fundo Municipal de Saúde – Transf e/ ou Convênios 10.302.0058.2.056 Fundo Municipal de Saúde – Transf e/ ou Convênios 272 – 3390.36.00 Outros Serviços de Terceiros – PF R$ 20.000,00 Fonte 05 Convênios Federais Cód. Aplic. 05.300.0002 Bloco At. Média e Alta Complex. Amb e Hosp. TOTAL DA SUPLEMENTAÇÃO R$ 32.000,00 Art. 2º - Para atender o disposto no artigo anterior indica-se o seguinte recurso orçamentário: 1 - A anulação parcial da dotação, conforme o artigo 43, parágrafo 1º, inciso III, da Lei 4320/64, DOTAÇAO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02.00.00 Poder Executivo 02.04.00 Secretaria Promoção Social 02.04.03 Fundo Municipal de Assistência Social - Conv/Transf 08.244.0016.2.016 Fundo Municipal de Assistência Social - Conv/Transf 135 – 3390.39.00 Outros Serviços de Terceiros – P J R$ 12.000,00 Fonte – 05 Convênios Federais Cód. Aplic. 05.500.0007 Piso Básico Variável II 02.06.00 Secretaria Municipal de Saúde 02.06.02 Fundo Municipal de Saúde – Transf e/ ou Convênios 10.302.0058.2.056 Fundo Municipal de Saúde – Transf.e/ ou ConVênios 269 – 3390.39.00 Outros Serviços de Terceiros – PJ R$ 20.000,00 Fonte 05. Convênios Federais Cod. Aplic. 05.300.0002 Bloco At Média e Alta Complex Amb e Hosp. TOTAL DA ANULAÇÃO R$ 32.000,00 Art. 3º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias de 2010 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 4º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 03 de Março de 2.011 João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública DECRETO Nº 3.950, DE 21 DE MARÇO DE 2011. Regulamenta a aplicação de sanção, em especial de multas nos procedimentos licitatórios e contratos administrativos no âmbito do Município de São José do Rio Pardo e dá providências correlatas. João Luis Soares da Cunha, Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas nos termos do artigo 83, inciso XI da Lei Orgânica do Município, tendo como fundamento a regra do artigo 115 da Lei nº 8.666/93, considerando a faculdade de expedir normas para a realização de seus procedimentos licitatórios; considerando que a Lei nº 8.666/93, ao se referir à multa o faz genericamente e considerando a necessidade de se estabelecerem parâmetros para a aplicação de sanção. D E C R E T A: Art. 1º – A aplicação de multa na infringência ao disposto nos artigos 81, 86 e 87 da Lei nº 8.666/93 e artigo 7° da Lei 10.520/2002, no âmbito de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, obedecerá ao disposto neste Decreto. Art. 2º – A recusa injustificada do adjudicatório em assinar o contrato, aceitar ou retirar o instrumento equivalente, dentro do prazo estabelecido pela Administração do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, caracteriza o descumprimento total da obrigação assumida, sujeitandoo as seguintes penalidades: I – Multa de 20% (vinte por cento) sobre o valor da obrigação não cumprida; ou II - Pagamento correspondente à diferença de preço decorrente de nova licitação para o mesmo fim. Art. 3º – O atraso injustificado na execução do contrato de serviço, obra, ou na entrega de materiais, sem prejuízo do disposto no parágrafo primeiro do artigo 86 da Lei nº 8.666/93 e artigo 7º da Lei 10.520/02, sujeitará a contratada à multa de mora sobre o valor da obrigação não cumprida, a partir do primeiro dia útil seguinte ao término do prazo estipulado, na seguinte proporção: I – multa de 10% (dez por cento) até o 30º (trigésimo) dia de atraso; e. II – Multa de 15% (quinze por cento) a partir do 31º (trigésimo primeiro) dia de atraso até o 45º (quadragésimo quinto) dia de atraso. Parágrafo Único – A partir do 46º (quadragésimo sexto) dia estará caracterizada a inexecução total ou parcial da obrigação assumida, salvo disposição em contrário, em casos particulares, previstos no edital ou contrato, sujeitando-se à aplicação da multa prevista no Art. 4° deste Decreto. Art. 4º - Pela inexecução total ou parcial do serviço, compra ou obra poderão ser aplicadas à contratada as seguintes penalidades: I – multa de 20% (vinte por cento) sobre o valor da obrigação não cumprida; ou. II – multa correspondente à diferença de preço decorrente de nova licitação para o mesmo fim. Art. 5º O material não aceito deverá ser substituído dentro do prazo fixado pela Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, que não excederá a 15 (quinze) dias, contados do recebimento da intimação. Parágrafo Único – A não ocorrência de substituição dentro do prazo estipulado ensejará a aplicação de multa prevista no Art. 4º deste Decreto, considerando-se a mora, nesta hipótese, a partir do primeiro dia útil seguinte ao término do prazo estabelecido no “caput” deste artigo. Art. 6º O pedido de prorrogação de prazo final da obra e/ou serviços ou entrega de material somente será apreciado se efetuado dentro dos prazos fixados no contrato ou instrumento equivalente. Art. 7º As multas referidas neste Decreto não impedem a aplicação de outras sanções previstas nas Leis 8.666/93 e 10.520/02. § 1º Verificando que a obrigação foi cumprida com atraso injustificado ou caracterizada a inexecução parcial, a Prefeitura Municipal, reterá, preventivamente, o valor da multa dos eventuais créditos que a contratada tenha direito, até a decisão definitiva, assegurada a ampla defesa. § 2º Caso a contratada tenha prestado garantia, e esta for insuficiente para cobrir o valor da multa, será retida a diferença, nos termos disciplinados no parágrafo anterior. § 3º Se esta Prefeitura Municipal decidir pela não aplicação da multa, o valor retido será devolvido à contratada devidamente corrigido pelo IPC-FIPE. Art. 8º As normas estabelecidas neste Decreto deverão constar em todos os procedimentos licitatórios e de dispensa ou inexigibilidade de licitação. Art. 9º O presente Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogando o Decreto n° 3.920, de 13 de dezembro de 2010. São José do Rio Pardo, 21 de março de 2011. João Luís Soares da CunhaPrefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. Walkyr Veronese Junior-Secretario Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 10.153, DE 16 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a exoneração, a pedido, da servidora LÚCIA REGINA DA SILVA PAVAN, do emprego público de AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada, a pedido, a servidora LÚCIA REGINA DA SILVA PAVAN, do emprego público de AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 09 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 16 de março de 2.011.João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA N º10.154, DE 18 DE MARÇO DE 2.011. Prorrogar a validade do Processo Seletivo nº 001/2009, Agente Comunitário de Saúde. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o Artigo 37, III, da Constituição Federal e com o Artigo 112 da lei Orgânica do Município, R E S O L V E: Art. 1º - Fica prorrogado por mais dois anos a vigência do Processo Seletivo nº 001/2009, homologado em 18 de março de 2.009, passando a vigorar até o dia 18 de março de 2013. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 18 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.155, DE 22 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre aposentadoria da servidora LUZIA SCARCELLA, do cargo de PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL COM CURSO SUPERIOR. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, em vista do deferimento, por parte do Instituto Municipal de Previdência de São José do Rio Pardo. R E S O L V E: Art. 1º Aposentar a servidora LUZIA SCARCELLA, aposentadoria especial de professor, do cargo de PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL COM CURSO SUPERIOR, nível XXI-C, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 18 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública


26 de março de 2011 - A-20

Unip oferece atendimento de fisioterapia

Clínica - escola pode ser opção para quem procura serviço de reabilitação ortopédica DIVULGAÇÃO

Como parte das atividades do curso de fisioterapia, a Unip de São José do Rio Pardo acaba de instalar uma clínica escola, que passa a oferecer à população atendimento nesta área. Segundo explica a secretaria da universidade, para a população em geral serão oferecidos serviços nas áreas de fisioterapia ortopédica, neurológica e cardiorrespiratória. Há também atendimentos em parceria com outras instituições

rio-pardenses, como a Apae (neurologia pediátrica), Asilo Lar de Jesus (geriatria), Projeto Renascer (saúde da mulher e oncologia). O serviço se estende também a Mococa, junto à Santa Casa, onde há atendimento de fisioterapia no ambulatório e na UTI da instituição. O trabalho será feito por alunos do último ano do curso, acompanhados por seus supervisores. O atendimento, que ocorre

nos períodos da tarde e noite, é parte integrante da grade curricular dos estudantes e é uma exigência para a graduação, contando como estágio. Ainda de acordo com a secretaria, a clínica está dotada de completa infraestrutura, com equipamentos modernos e atendimento individualizado. Informações sobre o serviço podem ser obtidas pelos telefones 36082686 ou 3681-2606. Nutrição – De acordo

com a Unip, o curso de nutrição, no segundo ano de funcionamento, é um dos mais procurados na área da saúde, no campus de São José do Rio Pardo. Sob coordenação da professora Kelli Paiva - que também coordena o curso de nutrição no campus Ribeirão Preto, alunos do campus rio-pardense têm participado de aulas de laboratório, na disciplina Técnica e Dietética, onde ampliam conceitos sobre a área.

Espaço de leitura na Etec Paula Souza

Além de uma rica biblioteca, dos laboratórios de informática e do Portal ClicKideia que estão sempre à disposição dos alunos, a direção da Etec Paula Sousa criou na escola o “Espaço da Leitura”. Neste local são disponibilizados aos alunos do Ensino Médio e Técnico jornais e revistas. Além de jornais como Folha de São Paulo, Gazeta do Rio Pardo e Democrata os alunos podem ter acesso a revistas temáticas e publicações do próprio Centro Paula Sousa. Segundo o diretor Valdeli Nóbrega, essa iniciativa é fruto da preocupação da escola com a formação dos jovens, além disso, o espaço pode proporcionar ao aluno infor-

DIVULGAÇÃO

Alunos podem utilizar o “Espaço da Leitura” nos intervalos e em horários alternados

mações sobre os grandes acontecimentos do mundo e do Brasil que são sempre temas recorrentes nos vestibulares e no Enem. Os alunos podem usar este espaço nos intervalos e em horários alternados. Aluno

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO PORTARIA Nº 10.156 DE 22 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre atribuição de classe para a docente cadastrada Sra. ELENICE PEREIRA MACHADO, Classe Livre. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. ELENICE PEREIRA MACHADO, 01 classe de Ensino Fundamental - Projeto, no período da tarde na Creche São Paulo, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 22 de março a 08 de julho de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011.João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese JúniorSecretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.157 DE 22 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre atribuição de classe para a docente cadastrada Sra. ELI ORLANDO, Classe Livre. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. ELI ORLANDO, 01 classe de Ensino Fundamental – Ciclo I, no período da manhã na EMEB “Francisco de Assis”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 01 de março a 08 de julho de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 01 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.158 DE 22 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre atribuição de aulas para a docente cadastrada Sra. VERA LÚCIA ZENARO GIL, aulas livre. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. VERA LÚCIA ZENARO GIL, 09 horas / aula e 02 horas de atividade de História, semanais, no Ensino Fundamental – Ciclo II, no período da manhã na EMEB “PROFª STELLA MARIS BARBOSA CATALANO”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 15 de março a 16 de dezembro de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 15 de março. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.159, DE 22 DE MARÇO DE 2011. Dispõe sobre atribuição de aulas para a docente cadastrada Sra. LUCIANA DE OLIVEIRA, aulas livre. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. LUCIANA DE OLIVEIRA, 16 horas / aula e 04 horas de atividade da Língua Portuguesa, semanais, no Ensino Fundamental – Ciclo II, no período da tarde, na EMEB “PROFª STELLA MARIS BARBOSA CATALANO”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 15 de março a 16 de dezembro de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 15 de março de 2011. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública, PORTARIA Nº 10.160, DE 22 DE MARÇO DE 2011. Dispõe sobre atribuição de classe para a docente cadastrada Sra. LUCIANA CRISTINA EDUARDO, classe livre. O Prefeito do Município de São

que estuda no período da manhã poderá vir à escola a tarde para ler as publicações disponíveis. Segundo o coordenador pedagógico Carlos Onofre, a escola pretende, com o tempo, ampliar o leque de publicações

que serão disponibilizadas. Para os alunos do Ensino Médio Alexander Breda e Luís Miguel Mansano, a iniciativa é ótima e o acesso aos jornais e revistas contribui para o enriquecimento do conhecimento.

José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. LUCIANA CRISTINA EDUARDO, 1 classe de Educação Infantil, no período da tarde, na Crcehe/EMEB “GILDA ZANETTI MANSANO”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 22 de março a 08 de julho de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011.João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública, PORTARIA Nº 10.161, DE 22 DE MARÇO DE 2011.Dispõe sobre atribuição de classe para a docente cadastrada Sra. MARINA CÁLIPO PERILLO BALDO, em substituição. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. MARINA CÁLIPO PERILLO BALDO, 1 classe de Educação Infantil, no período da tarde, na EMEB “SÃO JUDAS TADEU”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 22 de março a 11 de julho de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública, PORTARIA Nº 10.162, DE 22 DE MARÇO DE 2011. Dispõe sobre atribuição de classe para a docente cadastrada Sra. LILIAN CANALI GRADIN, em substituição. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, considerando a Lei nº 2.712 de 16/03/2004, Título VII, Capítulo Único, artigos 175 e 176, inciso III e Portaria nº 8792 de 5/12/2008. R E S O L V E: Art. 1º Atribuir para Sra. LILIAN CANALI GRADIN, 1 classe de Educação Infantil, no período da manhã, na Creche/Emeb “GILDA ZANETTI MANSANO”, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, no período de 22 de março a 13 de julho de 2011. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 22 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública, PORTARIA Nº 10.166, DE 22 DE MARÇO DE 2.011 Dispõe sobre a nomeação do servidor TIAGO ANDREATA ROSSETTO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE MERENDA. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor TIAGO ANDREATA ROSSETTO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE MERENDA, nível XV, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2ºEsta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 22 de Março de 2.011. João Luis Soares da Cunha Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese JúniorSecretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 10.167, DE 23 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a designação do servidora ANDREA CRISTINA POLICICI CREMASCO EDUARDO, para prestar serviços na Creche/Emeb Gilda Zanetti Mansano. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições. R E S O L V E: Art. 1º - Fica designada a servidora ANDREA CRISTINA POLICICI CREMASCO EDUARDO, para prestar serviços na Creche/Emeb Gilda Zanetti Mansano. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos a partir de 28 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 23 de março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.168, DE 23 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação do servidor JOSEMAR APARECIDO DE SOUZA, no cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE APOIO TÉCNICO ADMINISTRATIVO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor JOSEMAR APARECIDO DE SOUZA, no cargo em comissão de CHEFE DE DIVISÃO DE APOIO TÉCNICO ADMINISTRATIVO, nível XV, desta Prefeitura

Acompanhados por supervisores, alunos do curso de fisioterapia da Unip farão atendimento à população

Canal da Rede TV deve mudar em São José A transmissão da Rede TV! para São José do Rio Pardo deve sofrer alterações a partir das próximas semanas. Segundo informa Antonio Donizetti Bilon, funcionário do DEC e responsável pelo serviço de manutenção dos sinais de televisão, o objetivo é melhorar a captação da emissora em alguns bairros. Atualmente a Rede TV! é sintonizada junto ao canal 35, e deve mudar para o 37. “A TV Cultura tem um transmissor instalado no Mirante de

Águas da Prata que opera no canal 35, com isso, alguns bairros em São José acabam sofrendo a interferência da Cultura na Rede TV!. Com a troca de canais, é possível que melhore a sintonia”, explica. Bilon destaca ainda que serão feitos ajustes nos transmissores, a fim de que haja melhor recepção do sinal no município. A expectativa é de que os trabalhos comecem na próxima semana, assim, em duas semanas o novo canal estará operando no canal 37.

Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 23 de Março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data.Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.169, DE 23 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação da Sra. LAIS DE PAULA OLIVEIRA SILVA DA COSTA, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a Sra. LAIS DE PAULA OLIVEIRA SILVA DA COSTA, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS, nível VI, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 23 de Março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA Nº 10.170, DE 23 DE MARÇO DE 2.011 Dispõe sobre a nomeação do servidor NIVALDO DE MARTINI, no cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE CONTROLE DE MATO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor NIVALDO DE MARTINI, no cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE CONTROLE DE MATO, nível XII, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º- Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 23 de Março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior-Secretário Municipal de Gestão Pública PORTARIA N.º 10.171, DE 24 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre a exoneração, a pedido, do servidor MURILO DOS SANTOS LOBOSCO FARAH, do cargo de ASSISTENTE DE CRÉDITO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado, a pedido, o servidor MURILO DOS SANTOS LOBOSCO FARAH, do cargo de ASSISTENTE DE CRÉDITO, nível XIII, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 24 de março de 2.011. João Luís Soares da Cunha-Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior - Secretário Municipal de Gestão Pública. PORTARIA Nº 10.172, DE 24 DE MARÇO DE 2.011. Dispõe sobre aposentadoria do servidor JOSÉ MARIA, do cargo de AJUDANTE GERAL. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, em vista do deferimento, por parte do Instituto Municipal de Previdência de São José do Rio Pardo. R E S O L V E: Art. 1º Aposentar o servidor JOSÉ MARIA, por idade proporcional, do cargo de AJUDANTE GERAL, nível I, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 01 de março de 2.011. São José do Rio Pardo, 24 de março de 2.011. João Luis Soares da Cunha-Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. Walkyr Veronese Júnior. Secretário Municipal de Gestão Pública. EDITAL DE CONVOCAÇÃO A Secretaria Municipal da Educação, em conformidade com as Leis n°. 2.940/07, 2.981/07, 3.214/08, 3.261/08, Edital n°. 003/2009 (Processo Seletivo Classificatório), itens: 9.3.4; 9.3.5; 9.3.9, convoca os professores aprovados para atribuição de classes e ou aulas no dia, local e horários abaixo discriminados: Dia: 28/03/2011 - Horário: 12h00 Local: Secretaria Municipal da Educação - Avenida dos Lírios, n°. 400 – Centro. EDUCAÇÃO ESPECIAL - Do n°. 01 ao n°. 30 INGLÊS - Do n°. 01 ao n°.12 O candidato não contratado em 2010 deverá apresentar no dia da atribuição, os seguintes documentos: a) comprovação da escolaridade exigida para a inscrição; b) cópia da carteira de trabalho; c) cópia do título de eleitor e comprovante de que votou na última eleição; d) atestado de antecedentes criminais; e) cópia da carteira de identidade e CPF.


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 26 de março de 2011

EM FOCO ARBORIZAÇÃO URBANA POR UMA CIDADE MAIS HUMANA Imagine a cidade toda arborizada, na calçada de cada casa ao menos uma árvore plantada e bem cuidada... Certamente teríamos uma cidade ainda mais bonita, mais agradável e por que não dizer mais humana. Infelizmente uma realidade distante mas não impossível. Para que esse “sonho” se torne realidade só depende de cada um de nós, da conscientização da população. Enquanto isso não acontece, que tal cuidarmos do “verde” que temos? Sem querer ser “eco-chato”, fico pasmo com o que tenho visto pelas ruas: árvores mutiladas por “podas criminosas”, um desconhecimento total de técnicas básicas para deixá-las seguras para os transeuntes, bonitas e assim sendo mais fortes e saudáveis em seu crescimento. Para nos esclarecer sobre o tema, cada vez mais atual, convidei para entrevista o Engenheiro Agrônomo Joaquim do Amaral Mesquita. Confira:

Joaquim, nos dê algumas opções de árvores apropriadas para calçadas: frutíferas, floríferas ou apenas ornamentais, que não comprometam o alicerce das casas e se mantenham num porte correto: A relação de árvores da nossa prefeitura conta com um reduzido número de espécies, que atendem aos quesitos da sua pergunta (resedá, aroeira salsa, ipê de jardim, flamboyant de jardim, hibiscus). Fica a sugestão de trabalharmos no enriquecimento desta lista com espécies nativas da nossa região para uma floresta urbana mais diversificada e uma maior cobertura de copa arbórea para a cidade. Quais os meses mais indicados para a poda? Durante as quatro estações do ano ocorrem as fases do ciclo produtivo das árvores na seguinte freqüência: repouso vegetativo, brotação, floração e frutificação. Devemos dividir as árvores em três grupos para definirmos a melhor época para a realização da poda: 1 – de repouso verdadeiro: durante o outono-inverno desprendem suas folhas e é esse o momento mais apropriado para a poda, pois com as mudanças ambientais, na primavera surgirão novas folhas e ramos verdes (exemplo: chapéu de sol); 2 – de repouso falso: se enquadram neste grupo os ipês e as bauhínias, que soltam as folhas no outono-inverno e ainda no inverno ou início da primavera florescem. Quando necessária a poda deve ser aplicada após a floração; 3 – de folhagem permanente como fícus e oiti renovam suas folhas durante todo ciclo produtivo e neste caso a poda deve ser feita depois da florada, se não houver interesse na coleta de suas sementes. Isso pode ocorrer do fim do inverno até o verão, dependendo da espécie. No caso de poda radical, como impermeabilizar os galhos grossos que restaram? São recomendados um fungicida à base de cobre e tinta de látex. Existem penalidades para abusos? A quem denunciar? Não conheço a parte jurídica, mas o livro que me deu base para parte das respostas desta entrevista cita um artigo da Constituição Brasileira, que estabelece: “Todos têm o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem como de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo para as presentes e futuras gerações.” No caso da necessidade de poda, a quem ou a que órgão recorrer? Prefeitura ou podadores credenciados por ela. No caso

da necessidade de poda estar relacionada ao fornecimento de energia elétrica, a concessionária pode intervir. Como analisar se a sua árvore ameaça a integridade física do transeunte? Temos que ser observadores e perceber mudanças na árvore como: presença de pragas e doenças, redução no tamanho e número de folhas fora da época, murcha e seca de folhas e em caso de duvida consultar um técnico, para assim prever o risco de queda de galhos ou até da própria árvore. Aqui devemos lembrar das calçadas que pode estar danificadas pelo desenvolvimento das raízes e causar a queda das pessoas. Quando necessária a retirada de raízes ou parte delas para a manutenção do piso devemos respeitar técnicas agronômicas, que garantam a sanidade da árvore. Existe alguma lei que incentive ou obrigue o plantio de árvore na calçada das residências? Aqui em São José a prefeitura está condicionando a emissão do HABITE-SE ao plantio da árvore da calçada e colocação da grade de proteção para ela. Em linhas gerais você poderia nos passar algumas técnicas básicas de poda? As ferramentas devem ser apropriadas. Nas árvores é proibido o uso de ferramentas de impacto como facão, foice e machado. Tesouras, podões corta-galhos e serras podem ser utilizados. Os galhos extensos, grandes e pesados não podem ser cortados de uma só vez. Devem passar por cortes seqüenciais, iniciados de baixo para cima até a metade do diâmetro do ramo e terminados de cima para baixo, de modo a evitar o desfiamento da casca no ponto de inserção do ramo cortado. Na sua opinião, quais os benefícios de uma cidade arborizada? Os benefícios são muitos. Exemplos: a beleza do ambiente, que desperta a atenção espontânea e segundo pesquisadores, baixa a tensão nervosa e permite recompor de forma mais rápida a função cerebral de fatos estressantes, economia com a manutenção do asfalto, devido a redução da amplitude térmica, avaliada em R$15,00 por metro quadrado em 30 anos, por uma pesquisa norte americana, filtro de poluentes do ar que atravessa suas copas, conforto higrotérmico proporcionado pela água transferida para o ambiente, economia de energia elétrica em aparelhos de refrigeração e ar-condicionados, redução das enchentes com retenção de grande volume de água de chuva nas suas copas principalmente nos primeiros minutos, um ecossistema mais rico, equilibrado e com canto de pássaros. Joaquim, obrigado pela esclarecedora entrevista


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO - 26 de março de 2011

2Maria de Lourdes Aguiar e Geraldo Magela de Oliveira Neto oficializaram união durante cerimônia realizada no Cartório de Registro Civil, às 16 horas do dia 18 de março, seguida das bênçãos do Pastor Raul Sereno na Igreja do Evangelho Quadrangular. Ao casal amigo, votos de felicidade constante! FOTO: CAMILA OLIVEIRA

Enlace 2 Às 20:30 do dia 18 de março, na Chácara Modelo, aconteceu o enlace matrimonial de Luciene e Eduardo. A noiva é filha de Antônio Carlos Rodrigues e Maria Elizabete Scoqui. O noivo, de Mário Conceição Domingos e Luciana Beatriz Marsula. Após a cerimônia religiosa, Luciene e Eduardo anfitrionaram os convidados em torno de elogiada recepção. Ao jovem casal, votos de um Everest de felicidade na vida em comum que se inicia agora! FOTO MANSANO

Bete, Eduardo, Luciene e Dr. Franco Maria de Lourdes e Geraldo com a filha Laysa.

Colocando Alianças Na noite de sábado, 12 de março, Patrícia, filha de Osmar Batista de Oliveira e Rosa Alves de Oliveira, ficou noiva de André, filho de Arthur e Eloísa Alciati, durante as bênçãos do Pastor Davi Ribeiro. Um íntimo jantar grifado pelo Chef Paulo Girotti selou o acontecimento – Felicidades aos noivos!

Um brinde ao amor!

Os noivos ladeados pelos pais do noivo

Homenagem Póstuma No feriado de 19 de março, dia do aniversário da cidade, foi realizada a II Etapa de Team Penning da Liga Leste Paulista quando Carlos Ricardo Dias de Souza, o popular Cadão, anunciou a mudança de nome do recinto que sediou a prova, “Barretinho”, para “Rancho Cadãozinho”. No registro fotográfico de Maria Carmen Cenci, Cadão, ao microfone, ladeado pela filha Fernanda mais dois membros da comissão julgadora do evento, quando prestava a homenagem póstuma.

Mesa de Pista Hoje, a partir das 10 horas, na Floricultura Beija-Flor, o restaurador de metais Fernando Graça estará atendendo, realizando orçamentos, sem c o m p r o m i s s o. Tra g a à luz, totalmente restaurado, aquele objeto de família ou de estimação – Confira a dica! Em minha agenda, os aniversariantes da semana: Ilka Gonçalves Raddi e Maria Augusta Sernaglia B o r t o t , d i a 2 2 ; Ve r a Junqueira, dia 23, e hoje, Carminha Nasser e Regina Graziani Vasconcellos Gomes - Parabéns à todas!

3608-6677

Fazendo História Na foto histórica, a atual presidente do Rio Pardo Futebol Clube, Dra. Marina Pimentel Ferreira com o vice Luís Fernando de Sá Andrade, mais o funcionário Mário César de Carvalho, o Gugu , acompanhando o início das obras de construção da piscina aquecida, no poliesportivo do clube. Aguarde!


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 26 de março de 2011

Inauguração O casal Sandra-Carmo Donizete de Mello e suas filhas Raquel e Carla, inauguraram no dia 19 de março a Ponteio Churrascaria, devidamente localizada à Avenida dos Lírios, nº 312, anexa ao Supermercado Tradição. A convite dos proprietários, compareci à prévia da inauguração, almoço para aproximadamente 80 talheres, servido na tarde de quinta-feira, 17, e fiquei bem impressionado com a qualidade das carnes, nobres, aliada ao verdadeiro corte gaúcho, além do excelente atendimento, tudo isso em meio a um ambiente clean, amplo, que comporta confortavelmente 200 comensais – Um empreendimento fadado ao sucesso, unanimidade em elogios!

O casal Sandra e Nenê com as filhas Raquel e Carla, proprietários da Churrascaria Ponteio, em tarde de inauguração.

Em Festa

Anfitriões e familiares recepcionando os convidados na tarde de apresentação do mais novo endereço gastronômico da cidade.

No Palestra No dia 19 de março, Waldemar Poggio Neto e a sobrinha Bruna, filha do casal Mariana e Leandro Perillo, visitaram o Centro de Treinamentos do Palmeiras e aproveitaram para registrar a inesquecível jornada – Atente para os flashes:

Enfeitando a página social, a beleza de Gabriela, filha do casal Daniela e Edison Miolli, que hoje completa 12 anos de idade. Há 11 anos atrás, a coluna registrava o primeiro aniversário de Gabriela – direto do túnel do tempo, recordar é viver! Parabéns à jovem!

A pequena com o técnico Felipão e o tio Waldemar

Rodeio Show Na noite de sábado, às 20 horas, no poliesportivo do alvinegro, aconteceu o coquetel de lançamento do Rio Pardo Rodeio Show, esperado evento marcado para o período de 5 a 15 de maio, no Parque de Exposições “João de Oliveira Magalhães”. Após o coquetel, foram eleitas a rainha e princesas do rodeio, finalizando com a apresentação da dupla Diego & Diogo. JORNAL EVIDÊNCIA

Muito à vontade ao colo do jogador Patrick

Bruna posando para foto com o atacante Kleber

Luciano, João, Joãozinho e Guilherme, na ponta da organização do Rio Pardo Rodeio Show.


GAZETA DO RIO PARDO - 26 de marรงo de 2011 - C- 4


Página C-5 - 26 de março de 2011 - GAZETA DO RIO PARDO

www.rjdg@terra.com.br

Duas pequenas crônicas “Os Sertões” dinamarquês Em 2007, chegou a São José do Rio Pardo o adolescente dinamarquês Marcos Baekgaard Helk, com 17 anos, protegido através de intercâmbio cultural. Hospedou-se na casa de Osmar Antônio Meirelles e Maria de Fátima da Silva Meirelles. Foi recebido como um novo filho e como irmão de Felipe e Ana Laura. Estudou no “Unigrau”. Apaixonou-se pela cidade e pela escola. No final de sua estada em nossa terra já falava corretamente o português. Maria de Fátima mos-

trou-lhe as páginas finais do meu livrete “Conhecendo Euclides da Cunha” com fotografias das capas de “Os Sertões” traduzidos em mais de dez países: Alemanha, Argentina, China, França (2 edições), Holanda, Inglaterra, Itália, Japão, edição portuguesa, Rússia. Da Dinamarca, só a capa sem a tradução. Admirado, ele prometeu encontrar no seu país o livro traduzido. Depois de um ano, 2008, Marcos retornou ao seu país, prometendo voltar sempre. Comunica-se frequentemente com sua família riopardense. Num desses telefonemas, eufórico, ele anunciava ter

encontrado “Os Sertões”, traduzido na sua língua. Já era um livro velho, esgotado havia muito tempo e, com alegria, depois de o ler, o daria aos rio-pardenses. Em 2010, Marcos voltou a São José, passando um mês com sua família riopardense. Deixou o precioso volume, com ilustrações coloridas, com a “mãe” Maria de Fátima, que, através do Rotary Club Oeste, já o entregou à Casa Euclidiana. Fui vê-lo. É um velho volume, com bordas das páginas já amarelecidas, mas perfeito. Obrigado Marcos! Março de 2010.

Jogadores do RPFC no jogo contra o Radium, em 1932. Da esquerda para a direita, na frente: Adhemar, Lourencinho, Mário Mori e filho, Waldomiro Torres, Tranquilini e Alegretti. Quatro atrás agachados: Poggio, Horácio Della Torre, Marcílio Andreatta e Tabaco. Em pé: Jujuba e Muleta.

Anos 30, time do RPFC. Da esquerda para a direita, agachados: Quincas (sapateiro), Guido Raddi, Didico (Venerando), José Allegretti, Jorge Luiz Abchabki e Galileu Rondinelli. Em pé: João Américo, André Scali, Adhemar de Almeida, Palmiro Petrocelli, Joanim Tranquilini, Waldemar Poggio, Adib Abichabki e Paulinho Moffa.

“Compreendam-me!” Uma amiga, nem tão velha assim, insistiu que eu transcrevesse esse pequeno, belo e preocupante texto, publicado numa folhinha, sem nome do autor, substituído por “Um ancião”. Nós, com mais de sessenta, preparando-nos para os noventa anos, alertamos os mais jovens para o respeito ao tratamento dos idosos, adiantando-lhes que um dia esse texto os retratará... “Se meu andar é hesitante e minhas mãos trêmulas, ampare-me. Se minha audição não é boa e tenho de me esforçar para ouvir o que você está dizendo, tenha compaixão. Se minha visão é imperfeita e o meu entendimento é escasso, ajude-me com paciência. Se minhas mãos tremem e derrubo comida na mesa e no chão, por favor não se irrite, tentei fazer o melhor que pude. Se você me encontrar na rua, não faça de conta que não me viu, pare para conversar comigo. Sinto-me só. Se você, na sua sensibilidade, me ver triste e só, simplesmente partilhe um sorriso e seja solidário. Se lhe contei pela terceira vez a mesma história, num só dia, não me repreenda, simplesmente ouça-me. Se me comporto como criança, cerque-me de carinho. Se estou com medo da morte, ajude-me na preparação do adeus. Se estou doente e sendo um peso, não me abandone. (Um ancião)”

No Clube de Caça e Pesca, anos 50, da esquerda para a direita: Marcelo Farah, Lourdinha Simonetti, Galileu Rondinelli, Adhemar M. de Almeida (alto, atrás), Virgínia D’Ávila Farah (segurando uma malha), Sra. Edmundo Ayrosa de Assis, Dr. Neje Farah (atrás, de boina), Zilá Rondinelli Flamínio (com braços para trás), Dr. Edmundo Ayrosa de Assis (atrás, de óculos), Manu Pinheiro Piovesan (com bolsa no ombro), Ítalo Piovesan (atrás, de óculos escuros), “Tito Caveira” (de bigode), Quintina Simões de Ávila, Amélio Possebom (atrás, de óculos), Natalina Miranda (de preto) e seu marido Luiz Gomes, Irene Piovesan Flamínio (com fita branca no cabelo), Djalma Darim e Olímpio de Souza (com suspensórios). Na frente, as criancas: Maria Rosa Farah, n.i., Leila Flamínio, Bete Flamínio e n.i.

Um pequeno pássaro repousa na mão do nosso Cristo Redentor. Foto de Lineu Fernando Del Ciampo.


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO - 26 de março de 2011

Orlando Guido e sua poodle Lilica

Neusa de Brito com um belo exemplar da raça poodle, chamado Nick

Tereza Dela Torre junto com Lála

Vera Riolli com a lindíssima e dócil Xuxa

Neste semestre os alunos da FEUC, do curso de Ciências Biológicas, Matheus Mafepi e Silvio Thezolin irão trabalhar com os alunos da escola Euclides da Cunha nos temas relacionados à Educação Ambiental. Neste mês os répteis foram tema das atividades

Matheus Mafepi e Silvio Thezolin com as professoras Maria Cecília e Aline

Matheus e Diogo colocando a conversa em dia. São dois fundadores da Assomm, agora devidamente regularizada nos órgãos competentes. Próxima etapa será filiar-se na Federação e no IBAMA

Joel Pereira e Fernanda com a calopsita Zina

Integrantes da Associação Ornitológica da Média Mogiana (Assomm), Leonardo, José Augusto, Zanata, Diogo, Mafepi, Matheus e Edinho. Reunidos para comemorar a oficialização da entidade e o retorno de Diogo, da Espanha, onde faz especialização em administração de empresas. Nem o nosso amigo Ribeiro escapou de conhecer o mascote Hector

Filhotes de Yorkshire disponíveis, interessados devem ligar para o Kantinho do Kriador no telefone (19) 3684 1466

Adote faça a sua parte ! Doa-Se

PARTICIPE DESTA SEÇÃO, MANTENHA CONTATO PELOS SEGUINTES ENDEREÇOS: falecom@kantinhodokriador.com.br diagrama@gazetadoriopardo.com.br

vende-Se

Céci Trevisan com Kakau

Filhotes mestiços a Border Collie, interessados devem ligar para Paula (8209-9484)

Doa-Se vende-Se Filhotes de gato Persa tratar com Dulce no telefone: (19) 3608-3467 / 9717-2320

Fomos abandonados assim que nascemos, e precisamos de um lar. Ligue para Dra. Luciana no telefone: 3681-4255 e adote um de nossa ninhada. Adotar é tudo de bom !


C-7 - 26 de março de 2011

Fonte: Terra Esotérico

Peixe na telha

No trabalho, é o momento de mostrar seu interesse e desempenhar bem as suas atividades e funções. Aproveite, a sorte pode estar ao seu lado. Tudo de bom no romance, você se entenderá bem com o par. Se está solteiro(a), tente não valorizar demais as aparências. Abra-se para o novo!

Ingredientes 400 g peixe de couro (pintado ou surubim) 1 limão 2 dentes alho, socado com um pouco de sal Óleo 3 colheres de sopa de leite de coco 1 xícara de chá de farinha de mandioca Salsinha, cebolinha verde e coentro, picados a gosto Sal a gosto Pimenta malagueta picada Para o caldo 1 cebola ralada 1 dente alho socado com um pouco de sal 1 colher de sopa de óleo 30 g colorau 1 litro água Salsinha, cebolinha verde e coentro quanto baste Sal a gosto Pimenta malagueta, picada, quanto baste Decoração Cebolinha verde em finas rodelas Pimentão verde em rodelas Tomate em rodelas Azeitonas verdes Modo de preparo Espremer os limões, picar os temperos e fatiar os ingredientes para a decoração; Temperar o peixe com o suco de

Justiça altera “Os Simpsons” A temporada atual de “Os Simpsons”, transmitida pela Globo, perdeu dez episódios devido ao conteúdo impróprio para o horário que ocupa na grade de programação do canal. Segundo o jornal Estadão, o Ministério da Justiça alega que os episódios contêm menções a alcoolismo, violência e uso de drogas. Outros cinco episódios foram adequados com devidos cortes para ser encaixado no horário com a informação de “impróprio para menores de dez anos”, ao invés de “livre”, como costuma ser classificado. A animação vai ao ar diariamente às 11h30, dentro do programa “TV Globinho”. Chico Anysio se recupera em casa Em casa desde segunda-feira (21), depois de 110 dias de internação, Chico Anysio segue bem. Aos cuidados da mulher Malga Di Paula, o humorista se recupera com comidinha caseira, sucos naturais e muito amor, é claro. A primeira visita que recebeu foi da netinha Sofia, de apenas 1 mês. O humorista chegou ao hospital no dia 2 de dezembro de 2010, com falta de ar. Após avaliação inicial, foi detectada obstrução da artéria coronariana, e Chico foi submetido a angioplastia - procedimento para desobstrução de artérias. Durante o período pós-operatório, o humorista teve novo quadro de falta de ar, quando foi diagnosticado um tamponamento cardíaco, que acontece quando o sangue se acumula entre as membranas que envolvem o coração (pericárdio). O humorista também sofreu de pneumonia.

Procure trabalhar mais em equipe, assim evitará aborrecimentos futuros. Dividindo as tarefas, você pode expandir seus horizontes profissionais. A dois, a intimidade estará em alta, apenas tenha cautela com sua desconfiança! Mostre toda sua capacidade no setor profissional!

limão e com o alho; Dourar o peixe no óleo quente, para tirar o sabor de alho cru; Virar as postas no óleo e escorrer. Para o caldo Aquecer o óleo, dourar a cebola, juntar o alho amassado, o colorau e refogar mexendo sempre, até o colorau ficar seco; Acrescentar a água fervente e deixar no fogo por quinze minutos, colocando os demais ingredientes; Derramar o caldo na telha, com o fogo ligado, de maneira que cubra até a metade; Colocar os filés de peixe e cozinhar durante oito a dez minutos; Salpicar um pouco de salsinha, cebolinha-verde e coentro; Corrigir o sal e a pimenta; Puxar o peixe para uma extremidade da telha e, na outra, juntar a farinha aos poucos e mexer com uma colher de pau, até formar um pirão mole; Derramar o leite de coco sobre o peixe e deixar mais alguns instantes no fogo; Decorar com a cebolinha-verde, os pimentões, os tomates e as azeitonas. Servir bem quente.

Novela do SBT aborda a ditadura Na TV de Silvio Santos, data de estreia é algo que não se segue à risca, mas está marcada para começar no dia 5 de abril a novela “Amor e Revolução”, que tem como pano de fundo os anos de chumbo da ditadura militar. O lançamento ocorreu na quarta-feira (23), em São Paulo. Ao final de cada capítulo, a emissora deve exibir depoimentos de militantes de esquerda como José Dirceu e Luiz Carlos Prestes Filho (a presidente Dilma Rousseff recusou o convite). Mas nenhum militar ou apoiador do regime aceitou até agora gravar seu depoimento. O autor da trama é Tiago Santiago (o mesmo da novela “Os Mutantes”). A novela contará a história de amor entre Maria Paixão (Graziella Schmitt), uma líder do movimento estudantil, e José Guerra (Cláudio Lins), um capitão do Exército que discorda dos rumos da ditadura. O elenco reúne ex-estrelas da Globo como Lúcia Veríssimo, Isadora Ribeiro, Luciana Vendramini, Jayme Periard e Cláudio Cavalcanti. Em 1995, Santiago ofereceu a sinopse à Globo que recusou – três anos antes, a emissora tinha exibido a minissérie “Anos Rebeldes”. Carla Diaz cresceu

Quem não se lembra da esperta Khadija da novela “O Clone”? Pois bem. A menininha cresceu e agora mostra seu talento e beleza na novela Rebelde, da Record, onde interpreta a órfã Márcia. Na época de O Clone, ela era uma pré-adolescente de apenas 10 anos, e agora, aos 21, é estudante de cinema, namora há 1 ano e 4 meses e já fez sete peças de teatro. Atualmente, a atriz pode ser vista em duas emissoras ao mesmo tempo: na Globo, que reprisa “O Clone” no “Vale a Pena Ver de Novo”, às 14h40; e na Record, em “Rebelde”, às 19h.

PENSAMENTOS DE PAULO COELHO “Não faça tempestades num copo d’água”

Geralmente esta frase é bem aplicada: exagera-se um momento de dificuldade, quando a vida é bem mais simples do que parece. Entretanto, nunca podemos julgar a dor alheia. Um pequeno detalhe, que em nada nos afetaria, pode servir de gatilho para uma tormenta que se preparava na alma do nosso

próximo. Nestas horas, é preciso respeito com sofrimento alheio, já que não podemos compará-lo com o nosso. Okakura Kakuso fala a respeito: “se considerarmos como é mínimo o copo de alegria que temos nesta vida, como tão poucas as lágrimas são capazes de transbordá-lo, como, em nossa imensa sede, terminamos por bebê-lo mais rápido do que devíamos, jamais culparíamos alguém por fazer tempestades em lugares

tão pequenos”. Um aprendiz de ocultismo que conheço, na esperança de impressionar bem o seu mestre, leu alguns manuais de magia e resolveu comprar os materiais indicados nos textos. Com muita dificuldade conseguiu determinado tipo de incenso, alguns talismãs, uma estrutura de madeira com caracteres sagrados escritos numa ordem determinada. Vendo isto, o mestre comentou:

“Você acredita que, enrolando fios de computador no pescoço, conseguirá ter a sabedoria da máquina? Acredita que, ao comprar chapéus e roupas sofisticadas, vai adquirir também o bom-gosto e a sofisticação de quem as criou?”. “Os objetos e imagens podem ser seus aliados, mas não contem – neles mesmos – qualquer tipo de conhecimento. Pratique primeiro a devoção e a disciplina, e tudo o mais lhe será acrescentado”.

É tempo de melhorar seu desempenho no trabalho. Fique atento(a), pois alguém de longe pode ajudar você a crescer na vida profissional. A cumplicidade com a alma gêmea tende a aumentar neste período, caso você passe mais tempo com ela. Lute com garra por seus interesses. Com tanta energia, conseguirá colocar em ordem as tarefas de rotina no trabalho. A dois, o clima é de intensidade. Vai ter disposição para realizar os desejos do par. Para quem procura um par, interesses comuns podem fortalecer a paquera. Momento de expandir sua atuação profissional. No trabalho, a fase é favorável para expansão de sua área de atuação. Se souber agir com diplomacia, seus amigos estarão dispostos a ajudar. Os astros incentivam os momentos de intimidade para quem já tem um par. Na paquera, é momento de se aventurar! Passe mais tempo com sua alma gêmea. É momento de começar novas etapas no setor profissional. Como estará motivada, vai conseguir se sair bem. A dois, o astral é de quebrar a rotina e os tabus. Para quem ainda está na paquera, grandes chances de viver uma nova paixão. O diálogo será seu trunfo nesta semana. Que tal unir o útil ao agradável na sua rotina de trabalho? Seus esforços podem render um dinheiro extra. A dois, momento propício para ampliar a intimidade. Quem procura um par poderá encontrar uma nova paixão. Aproveite seu poder de sedução para se dar bem com quem ama. Evite impor suas vontades e pontos de vista no setor profissional neste momento. Abuse de seu diálogo e não terá do que se arrepender. No amor, um certo mistério pode surpreender o par. Uma paixão pode dar um novo embalo pra sua vida. Invista em seu visual e sua autoestima.

Procure agir de maneira discreta para não atrair a inveja de seus colegas de trabalho. Invista em tarefas de planejamento, elas podem lhe render uma grana extra. O diálogo será essencial para o relacionamento afetivo. Cuidado com mal-entendidos na vida profissional. Na profissão, retome velhos projetos e valorize suas atividades e poderá conquistar seu espaço. No amor, você não vai se contentar com pouco neste período. Se está só, a atração física pode fazer toda a diferença para você neste momento. Viva intensamente suas emoções. É o momento de traçar prioridades e de se esforçar no campo profissional, só assim conseguirá atingir as metas. Há sinais de grandes realizações na vida sentimental. Se está só, invista na paquera e não vai se arrepender. Pensar grande pode ajudar seu crescimento no trabalho. Bom momento para parar e reavaliar seus passos profissionais e dar um novo rumo para sua vida. No amor, aproveite a sintonia que terá com o par para renovar seus sonhos. Na paquera, a sorte estará ao seu lado. Contato com pessoas distantes pode trazer benefícios.

HOJE - José Aparecido Gorno, Solange Cristina Figo, Rita Dulcinea Amato, Pedro Fernando da Silva Biajotto, Alice Modesto da Fonseca, Olga Pedroso Machado, Maria Sueli Angelini, Horácio Arcílio Zuliani, Gabriela da Silva Miolli. AMANHÃ - Lucas Belanzuoli Quaio, José Cândido Filho, Ana Paula Dessimoni, Rachel Santurbano Folchetti, Aparecida de Souza Dias Silva, Alveny Medeiros Andreghetto, Pedro Henrique Flamínio. DIA 28 - Luiz Antônio Minussi, Rodrigo Prado Teixeira, José Eduardo Junqueira Dias, Antônio Kleber Rodrigues Júnior, Bárbara de Macedo Soares, Ianca Martinez Cesário, Fabrício Godoy Spíndola, Daniela Castaldi Saggioro. DIA 29 - Cláudia G. Cônsolo, José Octávio Beutel, Stela Márcia Draibi Gervásio, Márcia Amaral, Paulo Celso Risso, Luís Augusto Abrão Pereira, Paula Rondinelli Rodrigues, Sandra Helena Martimbianco Cabrera, Guilherme Pinheiro Pacheco, Maria Helena Missura Ariosi, Lucas Rodrigues Folchetti.

DIA 30 - Rodrigo Oliveira Maziero, Leonora Franzolin, Gláucia Elisa Righetti Evangelista, Alfredo Dassan Júnior, Maurício Zanatta Bortot, Samuel Sernáglia Calório, Maria José E. Meyer, Ciara Cássia Maldonado Secco, Márcio D’Ávila e Silva, Márcia Teresa Vieira, Amanda Straceri Ludovico, Carlos Eduardo Sberci, Cibéli Massideti. DIA 31 - Teresa Cristina Parisi, Antônio José Nogueira Grassi, Orivaldo Feltran Júnior, Carolina Navarro Torres Frozoni, Jacira de Fátima Silva Biajotto, Gabriel Eduardo Fernandes Ortega, José Luís Romão, Zélia Aparecida Zanitti Moreira, Rodrigo Zanitti Moreira. DIA 1º DE ABRIL –Eurípedes Antônio Pereira, Celina Gonçalves Mendes Saran, Noêmia F. Marquitti, Ana Lúcia Alves, Rejane Pisani da Silva, Gademar Marques de Oliveira Cunha, Mary Abichabki Bello, Nilcéia de Fátima Arofo, Ilka Mariê Bagodi Kobayashi, Natã Moreno Cremasco, Janaína Martins, Paula Evelise da Silva Mello, José Sérgio Feliciano, Paulo César da Silva.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3608-5655 ou mande e-mail para redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 26 de março de 2011

COLUNA ESPÍRITA

Deve-se colocar fim as provas do proximo? Muitas vezes, observando um ente querido ou um conhecido que sofre atrozmente de alguma doença incurável, passa-nos pela mente o questionamento do por que, e às vezes desejamos até mesmo o seu desencarne com a famosa frase: “para que ele descanse em paz”. A Doutrina Espírita nos explica que o espírito não foi criado no momento do nascimento do corpo físico e que também não se dissipa com o aniquilamento deste. O espírito tem sua vida única, porém, tem diversas existências corporais, para que através delas possa atingir o objetivo de Deus em nossas vidas que é chegarmos à perfeição moral para a qual estamos predestinados. Partindo desse entendimento podemos refletir melhor sobre o assunto em questão. Kardec indaga aos Espíritos Superiores que coordenaram a divulgação do Espiritismo, a seguinte questão: - Deve-se colocar um fim às provas do próximo quando isso for possível? Ou, em respeito à vontade de Deus, é preciso deixá-las seguir o seu curso? Obteve a seguinte resposta: “Já dissemos muitas vezes que estão na Terra para concluir suas provas, e tudo o que lhes acontece é fruto de suas existências anteriores” (e, para muitos, fruto de escolhas equivocadas da presente existência). Segundo a Lei de Causa e Efeito, temos a responsabilidade de nossas escolhas e quando mal conduzidas somos levados a reparar os erros cometidos. “Alguns pensam que a partir do momento em que se está na Terra para corrigir erros de existên-

cias anteriores, é preciso deixar que as provas sigam seu curso.” Estas idéias precisam ser combatidas para que não se faça do sofrimento um instrumento de tortura e castigo. “Sim, as provas devem seguir o curso que foi traçado por Deus, mas por acaso conhecem este curso? Sabem até que ponto elas devem ir? Será que o Pai misericordioso não disse que o sofrimento desse irmão não deverá ir mais longe? Será que vocês não foram escolhidos pela Providência, não como um instrumento para agravar-lhe o sofrimento, mas como um alívio para cicatrizar as feridas que a Justiça abriu?” “Quando estiverem na presença de um irmão que sofre, não devem dizer: É a justiça de Deus, é preciso que ela siga seu curso. Digam, ao contrário: Vejamos que meios o Pai misericordioso colocou à minha disposição para suavizar o sofrimento desse irmão. Vejamos se as minhas consolações morais, o meu apoio material, os meus conselhos, não podem ajudá-lo a transpor esta dificuldade com mais ânimo, paciência e resignação.” ”O Espírita sabe que toda sua vida deve ser um ato de amor e dedicação, e qualquer coisa que faça para contrariar as decisões do Senhor não irá alterar o curso da Justiça Divina. Ele pode então usar sem receio, todos os esforços para suavizar a amargura da expiação do seu próximo, pois somente Deus poderá interrompê-la ou prolongá-la conforme julgue necessário.” Kardec também indaga: “Um homem está agonizante, vítima de cruéis sofrimentos. Sabe-se que seu estado é desesperador. É permitido poupar-lhe alguns instantes de agonia, apressando-lhe o fim?”

Resposta: “Quem daria a vocês o direito de prejulgar as intenções de Deus? Não pode Ele acompanhar um homem até a beira da morte, retirando-o dessa situação com o objetivo de fazer com que ele mude seus pensamentos? (...) quantas vezes o doente não tem mais nenhuma esperança de retornar à vida, mas no momento de dar o último suspiro, ele se reanima e recupera sua lucidez por alguns instantes. (...) Ele pode ter muitos pensamentos no momento final e um só instante de arrependimento poderá lhe poupar muitos sofrimentos.” “O materialista que vê apenas o corpo e que não leva em conta a existência da alma, não pode compreender essas coisas. O Espírita, que sabe o que acontece após a morte, conhece o valor do último pensamento.” Para pensar a respeito, transcrevo o seguinte fato, do Livro Chico, de Francisco, denominado: EUTANÁSIA Um grupo de pessoas acompanhava o Chico numa de suas visitas a uma senhora que trazia o corpo coberto de chagas. O quadro era tão tocante que um dos médicos, que o acompanhava lhe perguntou: - Chico, a eutanásia não seria uma benção para ela? Emmanuel, sempre presente, diz ao Chico: - Diga ao nosso irmão que esta nossa irmã nunca esteve tão bem. Nas três últimas encarnações, ela se matou e nesta, apesar de todo o seu sofrimento, não pensou uma vez sequer em suicídio. *** Pesquisado por Maria Lúcia Andreatta Martins Fonte: O Evangelho Segundo o Espiritismo e Chico, de Francisco por Adelino Silveira

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

“Nada muda, se você não mudar” (conclusão) Na semana anterior, demos início à abordagem de que toda e qualquer mudança no comportamento do neurótico, não depende dos outros, mas dele mesmo... Na Programação de Anônimos, a conduta que possibilitará a realização dessa mudança é, exatamente, a prontificação sugerida no Sexto Passo. Não quero dizer – e não vou – que o Sexto Passo seja o mais importanto dos Doze Passos da Programação de N/A, mas com toda a certeza ele é um “divisor de águas”, pois se eu não estiver disposta a sinceramente praticá-lo; se eu não estiver prontificada a mudar; a agir sem demora para que meus defeitos de caráter sejam substituídos pela capacidade de amar, de nada valerá têlos identificado no inventário moral (Quarto Pas-

so) e ter reconhecido a natureza exata dos mesmos, perante o orientador espiritual (Quinto Passo). A minha experiência mostra, com certa dose de satisfação, o grande avanço espiritual que conquistei quando me coloquei pronta a aceitar o Amor e a modificar a minha antiga forma de ser. Sem a prontificação do Sexto Passo, eu estagnaria na Programação e jamais estaria ao alcance da recuperação que desejo, mas tão somente daquilo que senti após a minha confissão (Quinto Passo): um estado de aliviação. E o Programa de N/A não existe para eu viver um momento de alivio, mas para eu viver uma vida de riqueza emocional, ajustada aos acontecimentos e não mais isolada das pessoas. Porém, colocar-me pronta a aceitar o Amor, deixando que Deus remova

meus defeitos de caráter, representou, para mim, um grande exercício de humildade, já que o orgulho sempre me puxava para o padrão doentio e eu necessitei (como ainda necessito) lutar, e muito, contra a ação do ego inflamado. Esta é a razão pela qual jamais consegui realizar o Sexto Passo desassociado do Sétimo. Termino aqui dizendo que eu aprendi que, a força de que preciso para realizar a mudança necessária, vem apenas de Deus. Por vezes, imaginei que a minha vontade (querer da mente) seria suficiente. Ledo engano: “a mente não cura a mente”. A cura da doença emocional vem exclusivamente de Deus e eu, apenas, o coadjuvo. Paz e serenidade. — Renata - Rio de Janeiro/ RJ

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci

Convertei-vos e crede no evangelho Esta exortação que ouvi na Quarta Feira de Cinzas continua ressoando nos meus ouvidos e as orações e leituras apresentadas na liturgia, todos os dias, reforçam o que ouvimos ao receber as cinzas. No domingo passado participei, em Tapiratiba, de um encontro de formação para ministros extraordinários da Eucaristia. Foi muito bom; entre 7:30 e 11:30 tivemos uma aula de apresentação da EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL VERBUM DOMINI DO SANTO PADRE BENTO XVI AO EPISCOPADO, AO CLERO, ÀS PESSOAS CONSAGRADAS E AOS FIÉIS LEIGOS, SOBRE A PALAVRA DE DEUS NA VIDA E NA MISSÃO DA IGREJA. O Padre Lu ministrou a aula que foi preparada com o maior cuidado e utilizou o projetor para que pudéssemos acompanhar melhor. Ele tem o dom de ensinar, é organizadíssimo, não usa palavras supérfluas, explica tudo muito bem; sabe prender a atenção dos participantes, não cansa ninguém. O Padre Lu nos recomendou a leitura do texto completo durante a Quaresma. Penso que todos já começaram a leitura que, além de proveitosa para nossa

vida se faz com grande prazer. Houve tempo suficiente para dois intervalos com café – com ou sem leite -, bolo e pão; um encontro fraterno entre os participantes. Na segunda feira, 21, meu irmão Joaquim Augusto completou 81 anos; para festejar, fiz um almoço em minha casa; estavam presentes: ele com os familiares que moram nos nossos interiores e pouquíssimos amigos. Naquele dia, quando me levantei pela manhã li o evangelho que seria proclamado em todas as missas. Que Palavra excelente, nem precisava de explicação: “Sede misericordiosos como também o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Daí e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante, será colocada no vosso colo; porque, com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos”. – Palavra da salvação. Lembrei-me que no ano passado, nos oitenta do meu irmão, fizemos uma reunião maior que foi precedida por uma missa, o que, desta vez, não tería-

mos; pedi então à Celma, esposa de um dos amigos do meu irmão, que proclamasse aquele trecho do evangelho antes do almoço; ela o fez sem pressa, com excelente dicção, dirigindo-se a cada um de nós. Depois da proclamação da Palavra pedimos a bênção para a refeição. Fiquei muito contente com isto. A reunião esteve agradável; penso que todos, principalmente meu irmão, ficamos contentes. A minha cunhada que é religiosa dominicana reside no estado do Tocantins há muitos anos; somos muito amigas, acreditamos nas mesmas coisas, gostamos de estar juntas quando é possível. Ela tem estado muito enfraquecida, recentemente precisou ser submetida a uma cirurgia abdominal, há poucos dias, teve uma pneumonia; o coração – este que bate no nosso corpo - está cansado; o espírito, porém, está lúcido e forte. Decidi visitála e, se o Senhor assim o permitir, espero ter ido até lá nesta quinta feira que passou, e hoje estar de volta em casa para fazer, com meus vizinhos, o segundo encontro em preparação à Páscoa. Peço suas orações. Que Deus seja sempre louvado!

BÍBLIA

A igreja em Filadélfia (10) “Conheço as tuas obras (…) que tens pouca força”. Quando chegamos neste ponto, nossos pensamentos espontaneamente retornam ao tempo da volta de Zorobabel (do cativeiro babilônico N.T.), sobre quem certo profeta disse: “Pois quem despreza o dias dos humildes começos” (Zc 4:10). Não despreze o dia das pequenas coisas, isto é, o dia da edificação do templo. Nas Escrituras há uma grande prefiguração da Igreja _ o templo. Quando Davi reinava, o povo de Deus era unido. Mais tarde, eles se dividiram em reino de Judá e reino de Israel. Os filhos de Deus começaram a dividir-se e, ao mesmo tempo, começaram a idolatria e a prostituição. Como resultado, foram capturados e levados para a Babilônia. Todos reconhecem que o cativeiro na Babilônia tipifica Tiatira, a Igreja Católica Romana. Desde que a Bíblia faz da Babilô-

nia um símbolo de Roma, então também a igreja tem um cativeiro babilônico. Que fez o povo de Deus quando retornou do seu cativeiro? Eles voltaram debilmente, grupo por grupo, e edificaram o templo. Parece que eles tipificaram o movimento dos irmãos. Havia muitos judeus, os mais velhos, que viram o templo antigo; agora eles viam com os próprios olhos o estabelecimento do fundamento do templo e choraram em alta voz, porque o templo era inferior em gloria se comparado com aquele do tempo de Salomão. Contudo, Deus falou por intermédio do profeta menor, dizendo: “Não despreze o dia das pequenas coisas, porque este é o dia da restauração”. Aqui , o Senhor diz as mesmas palavras: “tens pouca força”. O testemunho da igreja hoje no mundo, comparado com os dias de Pentecoste, é realmente o dia das pequenas coisas. “Guardaste a minha pa-

lavra, e não negaste o meu nome”. O Senhor os reconhece por duas coisas: não negar o nome do Senhor e não negar a sua Palavra. Na historia da igreja, nunca houve uma era na qual os homens conheceram tanto a Palavra de Deus quanto os irmãos. A luz era como a chuva de uma grande enchente impetuosa. Uma noite, quando eu estava em Xangai, encontrei um irmão que me disse ser cozinheiro em uma embarcação. Falei com ele demoradamente. Receio que muito poucos missionários conhecem a Palavra de Deus tão bem quanto ele. Na verdade, esta é uma das suas características mais evidentes_ eles conhecem a Palavra de Deus. Mesmo se encontrarmos o mais simples entre eles, ele terá mais clareza que muitos missionários.

(A Ortodoxia da Igreja, Watchman Nee)

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa Al-Anon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para compar-

tilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vi-

vem vidas significativas e satisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do Al-Anon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terçafeira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista Al-Anon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.al-anon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Gazeta do Rio Pardo 2537  

Gazeta do Rio Pardo 2537

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you