Page 1

São José do Rio Pardo

8 de janeiro de 2011

Ano 103

R$ 2,00

2.526

Concurso para professores é suspenso REPORTAGEM

Tráfico de cocaína na zona rural Policiais da Força Tática da Polícia Militar investigavam há dias a movimentação em um rancho na região do Sítio Novo. O local servia de refúgio para o preparo de cocaína. Na noite de quinta-feira, uma jovem acabou presa e seu namorado fugiu quando os policiais chegaram ao local. Página A-7

Contra a terceirização Na noite de quinta-feira (6) uma tensa reunião na Fábrica de Expressão mobilizou centenas de funcionários do serviço municipal de saúde (foto). Eles debateram a terceirização do setor, que teria sua gestão passada para uma organização social, caso

a administração queira implantar o sistema no município. Para isso, há necessidade de lei aprovada pela Câmara, mas na reunião desta semana, funcionários e vereadores praticamente enterraram qualquer possibilidade de que isto ocorra. Página A-5

REPORTAGEM

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos e Autárquicos Municipais deu entrada na justiça com um pedido de liminar para suspender as inscrições do concurso para a contratação de professores da rede municipal. Segundo a entidade, havia inconstitucionalidades no edital. Em nota encaminhada na tarde desta sexta-feira, a assessoria de imprensa da Prefeitura diz que após reunião a Comissão Fiscalizadora do Concurso Público e a Prefeitura deliberaram pela suspensão, para retificação do edital n° 001/2010. Com a suspensão, professores que atuaram no decorrer de 2010 serão recontratados para não prejudicar o ano letivo. Página A-12

Condomínio no Aeroporto depende de aprovação Página A-9


A-2 - 8 de janeiro de 2011

A vez do ensino A educação, ao lado da saúde, encabeça a lista de prioridades da presidente Dilma Rousseff. É uma nova esperança para tantos pais preocupados em dar a seus filhos uma sólida base cultural. O Brasil obteve – nos últimos anos – consideráveis avanços econômicos. O desemprego nas maiores regiões metropolitanas recuou para 5,7% (dados de novembro do IBGE), o menor em oito anos. As pessoas estão ganhando mais e comprando mais. Tudo isso é maravilhoso e se deve ao esforço de estimular o crescimento econômico com distribuição da renda. Mas nem tudo está feito e o país ainda tem um longo caminho a percorrer. Ainda há cerca de 18 milhões de brasileiros vivendo na pobreza, as filas em busca de um médico ainda são longas nos postos de saúde e hospitais públicos e as estatísticas sobre a qualidade de ensino e aprendizado de nossas crianças não são nada animadoras. Os especialistas já alertam que, se não houver pesados investimentos em educação, o Brasil correrá o risco de se tornar uma potência de semiletrados – o que é muito grave – pois todos nós sabemos que um país somente conquista um lugar de destaque se for capaz de gerar conhecimento e tecnologia, se tiver bons professores e se o ensi-

no apresentar uma boa qualidade em todas as faixas etárias, da pré-escola à universidade. Durante a campanha eleitoral, a presidente Dilma, entre tantas outras promessas, anunciou que vai aumentar os investimentos públicos em educação para 7% do Produto Interno Bruto, que hoje está na casa dos 5%. Prometeu erradicar o analfabetismo, construir seis mil creches e pré-escolas e investir na qualificação dos professores, criando condições por meio de um piso salarial nacional para que todos tenham ao menos um curso universitário. A qualificação dos professores, junto à melhoria da gestão escolar, é uma das grandes prioridades do Plano Nacional de Educação para a próxima década (2011-2020), lançado recentemente pelo governo. Este é o caminho, por exemplo, já trilhado por mais de uma dezena de prefeituras do Estado de São Paulo, que desenvolvem Programas de Formações Continuadas para os educadores das redes municipais de ensino, fomentando a qualidade do ensino dos municípios e obtendo excelentes resultados. A preocupação do PNE é que a educação não seja apenas quantitativa, mas qualitativa. E isso não depende apenas de investimento, mas de um professor estimulado, qualificado e bem pago. O Índice de De-

senvolvimento da Educação (Ideb) – criado em 2007 para avaliar o desempenho dos alunos – vem apontando avanços, mas ainda escancara enormes diferenças entre a escola privada e pública quando se trata de ensino fundamental. Os estudos em geral apontam enormes contradições em nossa educação. O número de estudantes cresce, seja no ensino fundamental, médio ou superior, mas não conseguimos formar mão de obra qualificada e direcionada para as necessidades do país. Daí o desemprego e a desilusão de muitos jovens, que não foram bem orientados na escolha de sua profissão. A própria evasão escolar, em índices elevados no ensino médio, comprova a falta de motivação de nossos estudantes. Enfim, se quisermos construir um país realmente desenvolvido, todos nós – governo, educadores e pais – deveremos dar as mãos. Sem empenho constante e diário – o governo federal, os Estados e os municípios fazendo sua parte; os professores buscando qualificação e trabalhando com empenho; e os pais acompanhando a vida escolar de seus filhos – não há PNE que resolva. Que o ano de 2011 marque o início de um grande abraço ao nosso sistema de ensino.

O Brasil é medíocre H ELDER CALDEIRA O Brasil não é um país sério. Popularmente atribuída ao ex-presidente francês Charles de Gaulle, essa frase traduz a síntese do que nos tornamos. No imaginário dos fantasiosos, o país está se tornando uma potência em desenvolvimento e um exemplo de democracia. Para os bravateiros, nunca antes na história desse país estivemos tão bem. Mas nossa realidade é assombrosamente triste. Estamos nos tornando um povo leniente, acomodado, massa de memória curta e fácil manobra, cúmplices de nossos Poderes iníquos e corruptos. Quando é que os cidadãos de um país sério aceitam com serenidade o fato de pagarem uma das maiores cargas tributárias do planeta sem ter sequer um sistema de saúde ou educacional minimamente decente? Ao contrário, a quase unânime aprovação do ex-presidente Lula deve estar exultante por bancar as férias nababescas de sua família em instalações presidenciais no Guarujá, litoral paulista frequentado pelos endinheirados. Enquanto isso, brasileiro otário, preocupese em limpar o seu nome no SPC e pagar seus impostos em dia, senão faltará dinheiro em Brasília. Em que país sério, um ministro de Estado transgride deliberadamente as leis constitucionais para fornecer passaportes diplomáticos aos filhos de um ex-presidente? Que piada pode ser mais engraçada que dizer que, há oito anos, os filhos do presidente eram pobres professores e hoje são milionários bem-sucedidos, megaempresários donos de uma holding com seis empresas e sócios da maior prestadora de serviços de telecomunicações da América do Sul. Inspirese, brasileiro babaca, afinal isso é que é um exemplo de mobilidade social. Os agora diplomatas Lulinhas

estão rindo à toa nas férias que nós estamos pagando pra eles no Guarujá. Que nação soberana tem um presidente que, como último ato de seu governo, chancela a acolhida a um assassino internacional e faz dele um pátrio cidadão, defecando na cara dos pseudopoderosos e letrados ministros do Supremo Tribunal Federal e pisoteando a democracia de outro país? Em que lugar desse planeta, um país sério e digno abraça fraternalmente um forasteiro italiano condenado à prisão perpétua pelo homicídio de quatro pessoas, por ter deixando outro paraplégico, por assaltos e outros delitos enquanto integrava um grupo extremista chamado Proletários Armados pelo Comunismo (o PAC da Itália)? Onde, brasileiro imbecil, um terrorista ganha o status de companheiro do presidente da República? Em que quinto de inferno, políticos derrotados nas urnas ou em julgamento pela morosa Justiça por roubos e outros crimes ganham cargos nos primeiros escalões do Governo Federal? Há cinco anos, descobrimos que o país tinha institucionalizado uma releitura de “Ali-Babá e os Quarenta Ladrões”. O Ali-Babá saiu ileso e com superpopularidade; o chefe dos ladrões perdeu o ministério, mas é mais poderoso hoje do que antes; e a quadrilha que assaltou os cofres públicos está tranquilamente retornando ao poder. O último deles foi derrotado nas urnas, mas fora carinhosamente convidado pelo ministro Nelson Jobim a integrar os generosos quadros do ministério da Defesa. Quem diria, brasileiro memória-curta, que o mensaleiro de ontem é quem vai negociar e intermediar a famigerada compra milionária dos caças para defender o Brasil. Ora, poderia ser diferente? Poderia ser menos patético? Que país, que pedaço de chão sob o céu, transforma seus pobres e

seus miseráveis em massa de manobra eleitoral e farta-se em comemorações por dar-lhes cerca de R$ 100 mensais, mas os deixam sem educação, sem saúde, sem água, sem esgoto e, sobretudo, sem dignidade? O que fazer quando 87% da população de um país acha ótimo um governo que utiliza a Caixa Econômica Federal para produzir um erro de mais de R$ 11 milhões às vésperas da eleição, aumentando indevidamente e por baixo dos panos o valor pago aos beneficiários do programa Bolsa Família no mês de outubro, exatamente quando a população legitimava a presidência da candidata de Lula? Meu caro brasileiro, tolo como eu, isso aqui é terra de ninguém. Ou melhor, é terra de alguns! Se uma nação fosse medida por seus bandidos ou pelo teor de samba e futebol nas veias, seríamos o mais afortunado dos países. Se um povo pode ser mensurado pela quantidade de mentiras que são transformadas em verdades absolutas, estaríamos atingindo os píncaros. Felizmente, os critérios de nação, de desenvolvimento e de democracia são outros. Nesse sentido, o Brasil não passa de um país triste, sem educação e sem cultura, miserável e iludido. Uma nação governada por nobres excrescências feudais e bandidos populares, legitimados por fantasias carnavalescas. Muito além do que possa ter dito um dia Charles de Gaulle, o Brasil não apenas deixou de ser sério. O Brasil é um país medíocre. E essa é uma conclusão tão lamentável quanto parece ser melancolicamente irremediável. —Helder Caldeira é escritor, colunista político, palestrante e conferencista heldercaldeira@estadao.com.br

Campanha x Governo Em campanha para faturar as eleições presidenciais com Dilma Rousseff, o PT se colocou sempre como um crítico contumaz às privatizações. Mas bastou a presidente assumir que a coisa mudou. No dia seguinte à sua posse, estampavam os jornais as notícias de que a presidente e sua equipe discutem a privatização de aeroportos. Que fique bem claro para todos: PT em campanha tem uma face e quando assume o governo, tira a máscara. Marketing Por questões desta natureza, fica cada vez mais evidente que o eleitor brasileiro vem sendo enganado em campanha, por produto fabricado por marketeiros. As pessoas que assumem são completamente outras. Em São José do Rio Pardo, foi mais ou menos assim... Detran sem polícia Dentro de 60 dias o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) deixará de ser parte da Polícia Civil do Estado. O anúncio foi feito no início da semana pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Ele argumenta que a polícia já tem atribuições demais e seus profissionais devem ser liberados para atender à população e combater o crime. Com a medida, de acordo com o governador, serão liberados mais de mil policiais, delegados de polícia, investigadores e escrivães que fazem serviços relacionados ao Detran. Cadeias Outra medida anunciada pelo governador é a de zerar o número de presos em Cadeias Públicas e carceragens de distritos policiais, o que libera mais policiais civis para atuar junto à população, no setor de investigação. De acordo com números apresentados por Alckmin, hoje são 7.200 presos em Cadeia Pública e delegacia. Em todo o Estado, a população carcerária é de 165 mil presos, segundo o governador. O grande buraco Na sua (auto) propaganda oficial (paga com o dinheiro público), o prefeito foi ao rádio no final do ano para dizer que tapou “80 mil buracos” por meio do serviço de recuperação de vias públicas. Entretanto, parece ter esquecido de tapar o principal buraco do município, ou seja, o rombo das finanças. Documentos Desde o início do mês, quem precisa do serviço municipal de saúde tem de apresentar RG e CPF em todos os setores em que há necessidade de apresentar também o Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). No caso de menores de idade, é exigida a certidão de nascimento. A regra só não vale para atendimentos no Pronto Socorro. Segundo a administração, o objetivo é melhorar o preenchimento das fichas do SUS, para garantir repasse dos recursos do governo federal ao município. A Prefeitura afirma que antes desta regra, havia muitos casos em que as fichas eram preenchidas de forma incompleta, o que fazia dela um documento sem validade para o governo federal. Outra vez Mais uma pessoa se diz vítima de agressão e abuso de autoridade por parte de guardas municipais. Desta vez foi no Terminal Rodoviário e o caso acabou em Boletim de Ocorrência. A vítima teria sido agredida, após bater boca com os guardas e ao pedir que tivessem mais educação para abordar os transeuntes. Na ocorrência registrada na Delegacia, o guarda figurou como vítima mas, de acordo com informações, uma testemunha presenciou o ocorrido e deu a versão dos fatos ao Ministério Público. Por pouco Recentemente, a Prefeitura assinou convênio com a Polícia Federal que prevê a possibilidade dos guardas municipais utilizarem armamento, mas para entrar em vigor a medida ainda requer alguns ajustes do município. Para acompanhar Para quem gosta de saber sobre as finanças da Prefeitura, informa-se que a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo depositou, no dia 4 de janeiro, R$ 388.916,79 referentes aos resíduos de impostos de 2010. E, para a próxima terça-feira, dia 11, está previsto o depósito de mais R$ 1.213.357,95, referentes ao repasse de ICMS e IPI, já de 2011. Quem quiser saber mais, pode acessar na internet o site da Secretaria, no endereço: www.fazenda.sp.gov.br. Tensão inédita Foi constrangedora a participação do prefeito João Luís Soares da Cunha na reunião de servidores da saúde, para discussão das questões relativas à terceirização do setor, que passaria a ser comandado por uma Organização Social. Ele teve de ouvir, talvez, as mais severas críticas que alguém pudesse fazer à sua administração, e ao final, ao tentar se defender jogando para a Câmara a responsabilidade sobre eventuais problemas por conta de cortes no Orçamento 2011, acabou chamado de mentiroso. “Nunca antes na história de uma administração” – como diria o ex-presidente, se viu algo assim. Ainda a terceirização Para quem não entendeu bem a resistência de vereadores e servidores contra a possibilidade de terceirização da saúde, basta uma rápida pesquisada na internet sobre o tema. De muitas partes surgem notícias sobre o assunto, nas quais Organizações Sociais de Saúde (OSS), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), Organizações Sociais Educacionais (OSE) e tantas outras organizações sociais, estão envolvidas em algumas irregularidades. Secretárias A participação de mulheres na gestão municipal aumentou, com a nomeação de três secretárias, com a incumbência de comandar a Saúde, Educação e Turismo. Aprovação A questão do condomínio a ser construído na região do Jardim Aeroporto pode emperrar um tempo, até que seja apresentado com as devidas melhorias. Dizem que havia uma certa urgência com o projeto, que até então era de pouco conhecimento dos moradores da região. O comprador da área ainda não teria pago pela gleba de terras, somente deve fazer o pagamento quando o condomínio estiver devidamente aprovado.

GAZETA DO RIO PARDO é uma publicação semanal de GAZETA DO RIO PARDO LTDA, editada à Avenida Olinda Ralston, 411- Vila Formosa - Fone: (19) 36085655 - CEP 13.720-000 - São José do Rio Pardo - SP. Editor: Gilmar Ishikawa Redação: Eduardo Eron Diagramação: Marco Antônio Cassucci, Fagner Nasser. Departamento Comercial: Elisete Paduelli GAZETA na INTERNET: e-mail: redacao@gazetadoriopardo.com.br e-mail: publicidade@gazetadoriopardo.com.br e-mail: diagrama@gazetadoriopardo.com.br http://www.gazetadoriopardo.com.br Os artigos assinados não representam necessariamente a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores.


8 de janeiro de 2011 - A-3

Silvio Torres assume como secretário

Compromisso na Secretaria de Habitação é ampliar programa de urbanização de favelas CLÓVIS DEANGELO

O deputado federal Silvio Torres assumiu na segun-

minou que ampliássemos a atuação da pasta”.

da-feira, dia 3, o cargo de

Silvio Torres destacou que

secretário de Estado da

as condições para o desen-

Habitação, em cerimônia

volvimento da política ha-

realizada na sede da secre-

bitacional do Estado são

taria, em São Paulo. Ele re-

favoráveis. “A gestão an-

cebeu o cargo do secretá-

terior fez um esforço enor-

rio em exercício, Ulrich Ho-

me, estruturou o proces-

ffmann. Durante seu discur-

so e deixou-nos uma con-

so, ele afirmou que preten-

dição excelente para dar

de ampliar a capacidade de

um grande impulso na pro-

atendimento da Companhia

dução de novas unidades

de Desenvolvimento Habi-

e na adequação daquelas

tacional e Urbano (CDHU),

que precisam de reformas

órgão operacional da secre-

ou melhorias com obras de

taria. Além do cargo de se-

urbanização. Temos ótimos

cretário, ele acumulará a

projetos e dispomos de

presidência da Companhia.

recursos”, disse.

O secretário disse que o

Segundo ele, entre os

desafio é dar continuidade

programas e projetos que

a programas em anda-

ganharão novo impulso

mento e iniciar a constru-

estão as ações de urbani-

ção de novas moradias. “O

zação ou erradicação de

governador Geraldo Alck-

favelas e remoção de fa-

min, quando me confiou

mílias de áreas de risco ou

esta responsabilidade, res-

de preservação ambiental.

saltou a importância da

Os principais são o Progra-

Habitação. Ele conhece as

ma de Recuperação da

dificuldades e a demanda

Serra do Mar, que prevê o

das famílias que precisam

atendimento a mais de 7

de uma moradia e deter-

mil famílias em Cubatão, o

Silvio Torres disse que vai ampliar parcerias para produção de novas moradias

Programa de Saneamento

transferidas de áreas em

balho de regularização dos

rão resolver os gargalos

Ambiental dos Mananciais

processo de saneamento e

imóveis da CDHU para que

que dificultam o combate

Billings e Guarapiranga,

recuperação ambiental na

as famílias tenham a escri-

ao déficit habitacional. Nes-

para atender famílias

Região Metropolitana de São

tura definitiva do bem”.

sa luta contamos com a

Paulo, e o Projeto Nova Mar-

Um dos mecanismos que

parceria dos prefeitos e dos

ginal, que está erradicando

contribuirão de forma sig-

deputados. Já fui prefeito

favelas formadas próximas

nificativa para alavancar a

e também deputado. Co-

à Marginal Tietê. “Esses pro-

produção de moradias po-

nheço esse dia a dia. Jun-

gramas vão avançar porque

pulares será a operação do

tos, podemos avançar

agora temos a experiência

Fundo Garantidor Habitaci-

muito nesse desafio que

necessária para fazê-los an-

onal (FGH). “A população

estamos propondo. Quere-

dar mais rápido”.

com renda até 5 salários

mos cumprir essa missão

mínimos sempre encontrou

com transparência, ética e

dificuldades para ingressar

honestidade, que junto

no mercado formal de

com a eficiência deverão

O secretário apontou ain-

moradias. Com o Fundo

marcar aquilo que será

da outras ações importan-

Garantidor, o Estado pode-

nosso trabalho nos próxi-

tes que terão continuida-

rá estimular a participação

mos 4 anos”.

de, como a regularização

da iniciativa privada no

Sílvio França Torres foi

fundiária. “Daremos conti-

mercado para essa faixa

prefeito de São José do Rio

nuidade ao Programa Cida-

de renda”.

Pardo, deputado estadual

Fundo Garantidor Habitacional

de Legal. É um trabalho

Silvio Torres está otimis-

e está no seu quarto man-

feito em parceria com mais

ta com as perspectivas

dato como deputado fede-

de 400 municípios conve-

para o setor. “Os novos

ral. Foi também presiden-

niados. Os recursos para

aportes, especialmente de

te da Fundação CEPAM

a continuidade estão pre-

parcerias com investidores

(Centro de Estudos e Pes-

vistos no orçamento. Além

privados, prefeituras e ou-

quisas de Administração

disso, vamos concluir o tra-

tros agentes nos permiti-

Municipal).

Beraldo assume a Casa Civil O deputado Sidney Beraldo (PSDB) tomou posse em 1º de janeiro no cargo de Secretário-Chefe da Casa Civil do governo do Estado de São Paulo. A pasta é responsável pela articulação do trabalho das secretarias estaduais na

elaboração e execução das políticas públicas, na apresentação e coordenação da aprovação de projetos de lei na Assembléia Legislativa e no relacionamento do governo com as prefeituras, o governo federal e o Congresso Nacional. Ex-

prefeito de São João da Boa Vista, Beraldo foi presidente da Assembleia Legislativa e secretário de Gestão Pública do governo Serra. Em 2010, foi o coordenador-geral da campanha de Geraldo Alckmin ao governo de São Paulo.


A-4 - 8 de janeiro de 2011

Creche de plantão atende 85 crianças

Catorze funcionárias estão trabalhando no serviço, que é feito na “Júlio Possebon” Começou a funcionar no último dia 3 e irá até 1º de fevereiro o esquema de atendimento de plantão às crianças matriculadas em creches municipais e filantrópicas. O serviço está sendo prestado na creche Júlio Possebon, na praça Presidente Kennedy, Vila Maschietto, e vem atendendo uma média de 85 crianças por dia. O plantão, embora tenha sido exigido pelo Ministério Público, já havia sido praticado em janeiro de 2010 e foi repetido agora. Marisa Feltran, coordenadora geral das creches, disse ao jornal que o esquema de atendimento às cri-

anças para 2011 começou a ser planejado em novembro. Para cada mãe ou pai das 500 crianças matriculadas em creches locais foi feita uma consulta por escrito, para definir quantos meninos e meninas necessitariam de atendimento em janeiro deste ano, quantas creches seriam necessárias para tal atendimento e quantas funcionárias precisariam ser convocadas. Com base nesse levantamento definiu-se também a alimentação diária a ser servida. Como as creches filantrópicas (particulares) do município não abrem nesse período, algumas mães

Mãe pediu atendimento para os filhos gêmeos Dentre as 85 crianças que estão sendo atendidas na creche Júlio Possebon neste mês de janeiro, duas são gêmeas: Lucas e Mateus, de 3 anos e seis meses cada. Eles são filhos de Rosa Maria Correa Schiavon, uma das mães que solicitaram atendimento por não ter com quem deixá-los no período entre 7h30 às 15h30, já que mora na Vila dos Comerciários e trabalha em outro local da cidade, em uma casa de família. Falando à Gazeta, Rosa afirmou que é bastante complicado para

ela cuidar dos gêmeos e, ao mesmo tempo, realizar seu serviço no local de trabalho. Os meninos são bastante ativos e necessitam de cuidado, razão pela qual não hesitou em pedir a Marisa Feltran se seria possível inclui-los no atendimento de plantão em janeiro. “Estou feliz por ver que eles se adaptaram rapidamente aqui”, comentou Rosa. “As crianças daqui são ótimas e meus filhos não estranharam nada, pelo contrário, estão felizes, como se estivessem em minha casa”.

Cidade ganhará mais uma creche São José do Rio Pardo deverá receber recursos federais para construção de mais uma creche, dentro do programa Pró-Infância. A confirmação foi divulgada no Diário Oficial da União do dia 31 de dezembro de 2010, dentro de uma lista publicada pelo Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Nessa lista São José aparece entre os 223 municípios escolhidos pelo ministro Fernando Adadd (MEC), os quais receberão verba para construção de creches por meio da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Outras 98 cidades serão contempladas com quadras poliesportivas. Agora, depois dessa confirmação oficial, tem início o processo de assinatura dos Termos de Compromisso, que antecede ao início dosA repasses financeiros. O MEC disponibiliza para as prefeituras dois tipos de projetos de creche, elaborados a partir de critérios técnicos necessários para atender crianças com idades entre 0 a 3 anos. O valor dos recursos a serem repassados ainda está sendo definido pelo Ministério

do Planejamento. Para o prefeito João Luís Cunha, o anúncio da nova creche “é resultado de muito trabalho”. A presidente Dilma Roussef tem como uma de suas metas nas áreas educacional e social a construção 1,5 mil Centros de Educação Infantil ao ano, já que, atualmente, apenas 20% das crianças de 0 a 3 anos têm acesso a creches no país. Essa primeira lista de cidades contempladas inclui municípios com mais de 50 mil habitantes. São Paulo é o estado com o maior número de projetos atendidos. A inclusão das creches e quadras esportivas no PAC 2 facilitou a liberação dos recursos do governo federal para as prefeituras. Antes, esse repasse era feito pelo Programa Nacional de Reestruturação e Aparelhagem da Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância) por meio convênios. Havia uma queixa por parte dos prefeitos da quantidade de documentos e pré-requisitos que precisavam ser atendidos para receber a verba. Nessa nova etapa, os projetos são viabilizados a partir de termos de compromisso.

que trabalham e cujos filhos estão matriculados nelas também solicitaram atendimento na “Júlio Possebon” e foram atendidas. Para esse esquema de plantão estão sendo usadas 14 funcionárias, já incluindo algumas estagiárias. Marisa explica que cada funcionária municipal de creche, independente de onde atue, cedeu 5 dias de janeiro para cooperar com esse serviço. Assim, o trabalho não ficará pesado para nenhuma delas. Quanto às refeições para as 85 crianças, a coordenadora diz que é servido um café da manhã (leite ou o que elas tomarem) entre 7h e 7h15, um suco ou fruta às 9h, o almoço às 11h, mamadeira (para as que tomam) às 13h e ainda um jantar às 16h, diariamente. As crianças atendidas têm entre 0 e 5 anos. Esse atendimento de plantão, como citado no início da matéria, será prestado até o dia 1º de

REPORTAGEM

Marisa (à esquerda) e Rosa Maria seguram os gêmeos de Rosa: esquema de plantão funcionará até o dia 1º de fevereiro

fevereiro. Do dia 2 ao dia 4 a creche Júlio Possebon ficará fechada. Marisa explica que, nesses três dias, será elaborado o trabalho de planejamento para todas as cinco cre-

ches municipais. Ela garante que a nova creche Gilda Zanetti Mansano, cujo prédio está situado ao lado da Casa de Cultura e Cidadania, irá funcionar a partir de fevereiro

e, com isso, ampliará o atendimento municipal para 600 crianças. Todas as creches da Prefeitura deverão retornar às atividades normais a partir do dia 7 de fevereiro.

Batismo do Senhor Orani João Tempesta

O tempo do Natal, que de algum modo inclui os trinta anos da vida oculta de Jesus em Nazaré, acaba com a festa do Batismo do Senhor, que celebramos no próximo final de semana. A partir de agora a Igreja irá considerando os mistérios da vida pública de Jesus. Depois de João Batista ter preparado as almas, cumprindo a sua missão de Precursor, Jesus vai manifestar-se como Deus e Salvador. A vida pública do Senhor tem início, propriamente, quando Jesus se submete ao rito de penitência que João ministrava no Rio Jordão. O Batismo de Jesus no Jordão é um dos episódios da vida de Cristo narrado por todos os quatro evangelistas. O rito de penitência que João realizava, nas margens do Jordão, era uma ajuda para criar nas pessoas que o recebiam disposições de arrependimento para esperar o Messias. Nosso Senhor, sendo Ele o Messias e a própria Santidade, sujeitou-se voluntariamente ao batismo de João. Esse ato de suprema humildade de Jesus merecerá mais uma Epifania: Deus Pai o proclamará como o seu Filho muito amado. Deus Pai, portanto, corresponde a esse ato de humildade, glorificando Jesus como Filho Unigênito. Na teofania do Jordão, de modo semelhante a como a suprema humilhação da Paixão, merecerá a plena glorificação de Cristo, que ascendeu à direita do Pai. Os textos propostos na liturgia de hoje convidamnos a mergulharmos mais profundamente no misté-

rio de Cristo. É um mistério de “abaixamento” que nos toca de perto. Jesus, no seu Batismo, inicia, junto com a sua manifestação ao Mundo, a instituição do seu Reino e do sacramento cristão, que será a porta para a Ele nos incorporarmos: o batismo. Em Cristo, a humanidade inteira desceu às águas para realizar o verdadeiro êxodo da morte para a vida; n´Ele, todos nós fomos chamados a renovar, cada dia, a opção pelo nosso batismo, que recebemos na água e no Espírito, o novo nascimento, para nos conformarmos cada vez mais com a Sua imagem. Isso comporta o constante reconhecimento do nosso pecado, a humildade de nos dispormos a pedir sinceramente perdão, para recebermos o dom do Espírito Santo que nos torna capazes de caminhar em novidade de vida, segundo o mandamento do amor. Saboreando, desse modo, a alegria que o mundo não conhece nem pode dar: a alegria de sermos também nós, em Cristo, filhos do único Pai. É essa a maior dignidade, a que nos torna para sempre preciosos aos seus olhos. A igualdade da condição batismal faz de nós todos, sacerdotes, profetas e reis: “Os fiéis leigos são chamados a exercer a sua missão profética, que deriva diretamente do batismo, e testemunhar o Evangelho na vida diária, onde quer que se encontrem. A este respeito, os Padres sinodais exprimiram “a mais viva estima e gratidão, bem como encorajamento pelo serviço à evangelização que muitos leigos, e particularmente as mulheres, prestam com genero-

sidade e diligência nas comunidades espalhadas pelo mundo, a exemplo de Maria de Magdala, primeira testemunha da alegria pascal”. Além disso, o Sínodo reconhece, com gratidão, que os movimentos eclesiais e as novas comunidades constituem, na Igreja, uma grande força para a evangelização neste tempo, impelindo a desenvolver novas formas de anúncio do Evangelho” (Verbum Domini 94). Com a Iniciação Cristã ficou muito claro para a missão pastoral da Igreja a importância de redescobrir o Batismo e levar as pessoas a vivê-lo. O grande Plano de Pastoral deveria ser, após o Querigma, o aprofundamento da fé daq uele que foi batizado para ser testemunha de Cristo Ressuscitado. Com a Festa do Batismo de Jesus continua o ciclo das manifestações do Senhor, que teve início no Natal, com o nascimento em Belém do Verbo encarnado e uma etapa importante na Epifania, quando o Messias se manifestou aos povos. No dia do Batismo Jesus se revela, às margens do Jordão, a João e ao povo de Israel. É a primeira ocasião em que Ele, como homem adulto, entra na vida pública após ter deixado Nazaré. No Jordão, Jesus se manifesta com uma extraordinária humildade, que evoca a pobreza e a simplicidade do Menino Deus colocado na manjedoura, e antecipa os sentimentos com os quais, ao término de seus dias terrenos, chegará a lavar os pés dos discípulos e sofrerá a humilhação terrível da cruz. O Filho de Deus, Aquele que não tem pecado, colocase entre os pecadores,

mostra a proximidade de Deus no caminho de conversão do homem. Jesus assume sobre si o peso da culpa de toda a humanidade, inicia a sua missão colocando-se no lugar dos pecadores, na perspectiva da cruz. O Evangelista Lucas narra que quando Jesus foi batizado o “céu se abriu e desceu sobre ele o Espírito Santo (3, 21-22)” e uma voz disse: “Tu és o meu filho, eu, hoje, te gerei”. “Naquele momento, o Pai, o Filho e o Espírito Santo descem entre os homens e nos revelam o seu amor que salva. Se são os anjos a levar aos pastores o anúncio do nascimento do Salvador, e a estrela aos Reis Magos do Oriente, agora é a voz de Deus que indica aos homens a presença no mundo de seu Filho e convida-os a olhar para a ressurreição, para a vitória de Cristo sobre o pecado e sobre a morte. Que a festa do Batismo do Senhor nos ajude a reanimar o nosso próprio Batismo, como pertença à comunidade dos fiéis, não apenas uma participação numérica ou censitária, mas uma presença efetiva, de discípulos-missionários, colocando na vida diária a ação do Espírito Santo que é derramado sobre nós, e assim, nos tornamos herdeiros da vida divina, com Cristo, que nos chama a ser no mundo suas testemunhas e participantes da grande assembleia dos fieis, a Mãe Igreja. — † Orani João Tempesta, O. Cist. é arcebispo metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ


8 de janeiro de 2011 - A-5

Servidores são contra terceirizar saúde Discussão sobre o assunto esquentou o clima entre servidores e a administração Cerca de 200 funcionários da Secretaria Municipal de Saúde se reuniram na noite de quinta-feira (6), na Fábrica de Expressão, para ouvir detalhes sobre a proposta que vem sendo ventilada no município, quanto à possível transferência da gestão do serviço de saúde do município para uma Organização Social de Saúde (OSS). O tema começou a ser discutido no ano passado e se arrasta desde então, tendo sido apresentado à administração que aceitou discuti-lo junto à comunidade. A abertura destas discussões foram entendidas, por alguns, como intenção real da Prefeitura em terceirizar o serviço, como forma de trazer melhorias para o sistema de saúde da cidade. A reunião de quinta-feira foi uma iniciativa do Conselho Municipal de Saúde. O objetivo era que a proposta tivesse seus benefícios e vantagens explicados pelo consultor Querubin Expedito de Faria. Nas argumentações, ele destacou algumas qualidades sobre o serviço municipal de saúde de São José do Rio Pardo – como o atendimento dos serviços de alto custo, por exemplo. “É um modelo altamente resolutivo, bastante eficiente, e que as prefeituras deveriam copiá-lo de vocês”, disse, mas considerou falhas em algumas áreas, uma delas, o que chama de “atendimento ambulatorial do Pronto Socorro”. O prefeito João Luís Soares da Cunha compareceu ao evento, juntamente com representantes do Sindicato dos Servidores, médicos e outros profissionais da saúde, além de vereadores. Servidores são contra a medida O funcionalismo deixou claro que é contra a pro-

posta. A dentista Ana Cristina Heleno Victorio Fontão apresentou na oportunidade uma série de questionamentos sobre as desvantagens das OSS na gestão dos serviços de saúde. Ela observou questões relativas ao gerenciamento do serviço, e à transferência de recursos públicos para entidades privadas, para manutenção de serviços de natureza pública. Ela questionou ainda o que seria praticamente o fim do sistema de compras por licitação, uma vez que as OSS não são obrigadas a comprar pelo sistema adotado pelos municípios. Da mesma forma, questionou a possibilidade do fim de concursos públicos para a área, uma vez que não é exigido este procedimento para a contratação de servidores da iniciativa privada. A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais, Cleonice Aparecida Ludovique Callegari, falou da preocupação dos profissionais do setor de saúde em relação aos benefícios que têm direito enquanto subordinados ao serviço público e que podem ser perdidos, caso sejam cedidos para a iniciativa privada. Para o médico Eliezer Gusmão, responsável pelo Pronto Socorro Municipal, apesar dos argumentos para a transferência da saúde à iniciativa privada, a questão do atendimento ambulatória na unidade é secular, porque é o primeiro local para onde vai o paciente, diante de qualquer sintoma. Ele observou ainda que a discussão não considera o fato de, nos últimos anos, o Pronto Socorro de São José do Rio Pardo ser considerado pelo Governo do Estado de São Paulo uma das melhores unidades do interior, pela qualidade do atendimento. Durante a reu-

nião, Eliezer Gusmão recordou-se ainda de que, nos anos 90, houve uma tentativa de terceirizar o atendimento do Pronto Socorro, o que não deu certo. Na mesma linha contrária à terceirização do sistema, a enfermeira Denise Rondinelli Cossi Salvador, observou que a melhoria do serviço de saúde passa pela valorização do funcionário do setor. Dirigindo-se ao prefeito, disse que o percentual de 23% do orçamento aplicado na saúde, só precisa ser bem administrado, para que o serviço continue a ser referência na região. Para Denise, falta ainda um plano de cargos e salários para os profissionais da área. Posições antagônicas Segundo o vereador Márcio Zanetti, a Câmara também não aceita a medida que, para ser implantada, requer a criação de uma lei municipal. Ele disse ainda que, nos últimos meses, a Câmara tem recebido a visita constante de lobistas que tentam argumentar favoravelmente à implantação da OSS no município. De acordo com o vereador, a discussão neste momento “não é nem viável” porque o município atravessa grave crise financeira e administrativa. Para Zanetti, o problema não é o sistema de saúde, mas a falta de uma gestão eficiente, não apenas dos recursos do setor mas de todos os recursos municipais. As declarações de Márcio Calegari Zanetti, ao término da reunião, levaram o prefeito a rebatê-las, e um bate boca entre os dois deu fim à reunião. Durante suas exposições, Querubin respondeu superficialmente - ou não respondeu - aos vários questionamentos colocados especialmente pelos profissionais e funcionários do setor de saúde. Ele citou que a implantação das OSS tem ocorrido principalmente em municípios de médio e grande porte, sendo poucos ainda em municípios do tamanho de São José do Rio Pardo, que seria o primeiro desta re-

gião. Mas o consultor garantiu que onde funcionam as OSS, os resultados são positivos e há economia aos municípios. Observou ainda que as OSS trabalham com o cumprimento de metas

e que são fiscalizadas criteriosamente pelos agentes públicos municipais e pela sociedade civil. De acordo com o prefeito João Luís, a reunião serviu para colher as opiniões da sociedade

acerca da proposta apresentada para o futuro da saúde municipal. Ele acrescentou que mesmo diante das posições antagônicas, é preciso sempre ouvir a comunidade. REPORTAGEM

Querubin e João Luís ouviram os servidores, como a dentista Ana Fontão, que apresentaram os questionamentos contrários à terceirização

Servidores municipais lotaram o teatro da Fábrica de Expressão para discutir a proposta para a área da saúde

Prefeito nomeia novas secretárias Após a exoneração de vários nomes de seu secretariado no ano passado, o prefeito rio-pardense João Luís Soares da Cunha tenta colocar a casa em ordem e, nesta semana, nomeou novos ocupantes para as pastas da Educação, Turismo e Saúde. Por meio de três portarias, publicadas nesta edição (página A-6), passam a ocupar os cargos as servidores Rita de Cássia Zanetti Manzoni, na Educação; Heloisa Helena Ernesto, na Saú-

de; e Maria Isabel Alves Tessari, no Turismo. As atividades destas pastas vinham sendo conduzidas pelos diretores, desde que os secretários foram exonerados no ano passado. Na Saúde, Heloisa tem a experiência de, por vários anos, ter sido diretora da Secretaria, onde conhece os principais problemas e tem atuação bastante próxima dos funcionários. Na Educação, Rita Zanetti também já desempenhou trabalho de diretoria, quando a secretária da pasta era Maria Ester

IN D I C A D O R PROFISSIONAL

Cassucci Vieira. A nomeação de Rita Zanetti teria se dado por meio de acordo entre o prefeito e o vereador Marco Antonio Zanetti (PSDB) em troca de apoio político na Câmara. Já na Secretaria de Turismo, que por vários meses permaneceu sob comando do diretor Márcio Henrique Barbosa, assume Isabel Tessari, cuja atuação é bastante conhecida na área de assistência social e também na Educação, como diretora de departamento.


A-6- 8 de janeiro de 2011

Estado faz alerta sobre febre amarela

Recomendação é para que pessoas que forem viajar nas férias tomem vacina A Secretaria de Estado da Saúde faz um alerta para que a população tome a vacina contra a febre amarela. Todas as pessoas que forem viajar para áreas consideradas de risco no interior paulista ou em outros estados brasileiros devem tomar uma dose da vacina. Além dessas pessoas, as pessoas que moram nessas áreas também devem ser vacinadas. A indicação é válida para os residentes e para quem viajará especialmente para as áreas ribeirinhas e de mata nas regiões de Presidente Prudente, Araçatuba, São José do Rio Preto, Barretos, Franca, Ribeirão Preto, Araraquara, Bauru, Marília, Assis, Botucatu e parte da região de Sorocaba. Para os viajantes a recomendação é que a dose seja tomada com pelo menos 10 dias de antecedência.

Para quem pretende viajar aos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Distrito Federal, Goiás, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais e parte estados da, Bahia, Paraná, Piauí, Santa Catarina e Rio do Grande do Sul a vacinação contra a febre amarela também é indicada. A imunização é indicada para qualquer pessoa a partir dos nove meses de idade que vá ou mora em alguma dessas regiões. Quem se vacinou há menos de 10 anos não precisa repetir a dose. “A vacinação é a única medida eficaz para evitar a infecção, e está disponível gratuitamente nos postos de saúde. É muito importante que as pessoas que vão as regiões de risco e os moradores desses locais ainda não imunizados

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO A Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo torna público: Pregão Presencial 127-10 - Sistema de Registro de Preço para Aquisição de materiais elétricos (lâmpadas e reatores), destinado a Secretaria Municipal de Planejamento Obras e Serviços – Iluminação Pública, fica alterada a data de abertura do envelopes para dia 20 de janeiro de 2010, às 10:30 devido a alteração do objeto e apresentação de amostras sob pena de desclassificação. Concorrência Pública 01/2011 - que cuida da alienação (venda) dos imóveis sem benfeitorias de propriedade da Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, conforme Lei Municipal nº 3386 de 30 de julho de 2009, localizado no Bairro Santo Antônio, perímetro urbano da cidade de São José do Rio Pardo, a entrega dos envelopes (Documentação e Proposta) será até as 14:00 horas do 14 de fevereiro de 2011, tipo MAIOR OFERTA CONCORRENCIA PÚBLICA Dispensa de Licitação 01-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Rui Barbosa, nº 460, centro, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Trânsito, no valor de R$ 900,00 (novecentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Tânia Maria Bello Petrocelli, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 02-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de uma área localizada na Rodovia SP-350 km 277, estrada São José-Tapiratiba, para o funcionamento do Aterro Sanitário, no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Francisco de Paula, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 03-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Chácara Itauna, nº 25, bairro Santo Antônio para o funcionamento da Casa Transitória, Casa de Abrigo e Albergue, no valor de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2010, em favor do Sr. José Luis Dalbon, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 04-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua João Octaviano da Silva, nº 275, centro, para o funcionamento dos cursos da Escola Técnica Paula Souza, no valor de R$ 1.527,00 (um mil quinhentos e vinte e sete reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Antonio Loyola Junqueira Neto, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 05-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Comendador Luis Gonçalves Junior, nº 69, Vila Formosa, destinado a residência do Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 02-038, no valor de R$ 910,00 (novecentos e dez reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Ana Luísa Fonseca Vasconcelos, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 06-2010 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua José Andreoli, nº 132, centro, para o funcionamento do SEBRAE / PAT / BANCO DO POVO/CONVENIO MEDICO, no valor de R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Maria Cristina Calsoni Bozzini, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 07-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Comendador Luiz Gonçalves Junior, nº 197, Vila Formosa, para o funcionamento do IBGE, no valor de R$ 650,00 (seiscentos e cinqüenta reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Judith Freitas Calsoni, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 08-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Ruy Barbosa, nº 222, centro, para o funcionamento do Cartório Eleitoral, no valor de R$ 948,29 (novecentos e quarenta e oito reais e vinte e nove centavos) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Clovis Pacheco Silveira Filho, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 09-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Tarcilio Siqueira, nº 340, centro, para o funcionamento do Conselho Tutelar, no valor de R$ 800,00 (oitocentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Sergio Busso, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24

receba uma dose da vacina”, afirma Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

A febre amarela é uma doença infecciosa viral aguda, transmitida por mosquitos e que pode levar à

morte. Os sintomas mais comuns são febre alta, calafrios, vômitos, dores no corpo, pele e olhos ama-

relados, sangramentos, fezes cor de “borra de café” e diminuição da urina. REPRODUÇÃO

Na área clara do mapa, as regiões e municípios com indicação de vacinação, segundo o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado (CVE)

inciso X. Dispensa de Licitação 10-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Brasil, nº 414, centro, para o funcionamento da Escola Técnica Paula Souza E.T.E., no valor de R$ 3.827,00 (três mil oitocentos e vinte e sete reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Maria Aparecida Godoy Merli, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 11-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Brasil, nº 394, centro, para o funcionamento do Almoxarifado e Lavanderia da Escola Técnica Paula Souza E.T.E., no valor de R$ 2.100,00 (dois mil e cem reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Celso Cesar Barbosa, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 12-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Alexandre Machite, nº 33, Vale Redentor II, para o funcionamento do CRAS, no valor de R$ 665,00 (seiscentos e sessenta e cinco reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. José Oscar D’Ornelas, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 13-2011 m despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Ananias Barbosa, nº 334, centro, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social, no valor de R$ 2.200,00 (dois mil e duzentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Maria Rosa Ávila Farah de Souza, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 14-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Praça Dr. Joaquim Aurélio Cardoso Filho, nº 39, bairro João de Souza, para o funcionamento do CREAS, no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Associação Beneficiente Paulo de Tarso, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 15-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Campos Salles, nº 70, salas 01, 02, 03 e 04, centro, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Planejamento, Obras e Serviços, no valor de R$ 1.110,00 (um mil cento e dez reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Denis José Ludovichi, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 16-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Secretário Municipal de Gestão Pública RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de uma área localizada no Sitio Santa Maria, s/nº, Zona Rural, para o funcionamento do Depósito de galhos e Entulhos, no valor de R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor da Sra. Marilia Sabia Zulli, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 17-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Carlos Botelho, nº 692, centro, para o funcionamento do CAPS, no valor de R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Claudomiro Feltran, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 18-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Agnaldo Machado Pourrat, nº 137, para o funcionamento do PSF - Vila Formosa, no valor de R$ 550,00 (quinhentos e cinqüenta reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Leandro de Souza Lopes da Silva, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 19-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Ananias Barbosa, nº 22, para o funcionamento da Secretaria Municipal de Saúde, no valor de R$ 4.250,00 (quatro mil duzentos e cinqüenta reais) mensal, por um período de até 02 de julho de 2011, em favor da empresa Comercial Merli Ltda, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 20-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Rua Benjamin Constant, nº 179, centro, para o funcionamento do Cebtro de Diagnóstico, no valor de R$ 800,00 (oitocentos reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Hermenegildo Bertocco, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 21-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida

Belmont, nº 85, Jardim Nova Belmont, para o funcionamento da CETESB / DPRN, no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) mensal, por um período de até 02 de julho de 2011, em favor da Sra. Amarineide Pedrosa Janeiro, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 22-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Nove de Julho, nº 570, Centro, para o funcionamento da Zoonoses, no valor de R$ 730,00 (setecentos e trinta reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. José Roberto Abraão, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. Dispensa de Licitação 23-2011 Em despacho consubstanciado, o Sr. Diretor de Departamento Administrativo RATIFICOU dispensa de licitação para Locação de um imóvel localizado na Avenida Deputado Eduardo Vicente Nasser, nº 1.132, Centro, para o funcionamento do Escritório do D.A.E.E., no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) mensal, por um período de até 31 de dezembro de 2011, em favor do Sr. Antônio Pisani, de acordo com a Lei Federal 8666/93 artigo 24 inciso X. PORTARIA N.º 9.978, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação do servidor JOÃO BATISTA DA SILVA, no cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE ALMOXARIFADO - PÁTIO .O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor JOÃO BATISTA DA SILVA, no cargo em comissão de CHEFE DE SEÇÃO DE ALMOXARIFADO - PÁTIO, nível XII, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.979, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011.Dispõe sobre a nomeação da servidora RITA DE CÁSSIA ZANETTI MANZONI, no cargo em comissão de SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO .O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a servidora RITA DE CÁSSIA ZANETTI MANZONI, no cargo em comissão de SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.980, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação da servidora HELOISA HELENA ERNESTO, no cargo em comissão de SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE E MEDICINA PREVENTIVA .O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a servidora HELOISA HELENA ERNESTO, no cargo em comissão de SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE E MEDICINA PREVENTIVA, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.981, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a exoneração da servidora MARIA ISABEL ALVES TESSARI, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO . O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerada a servidora MARIA ISABEL ALVES TESSARI, do cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.982, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011.Dispõe sobre a nomeação da servidora MARIA ISABEL ALVES TESSARI, no cargo em comissão de SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a servidora MARIA ISABEL ALVES TESSARI, no cargo em comissão de SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data.


8 de janeiro de 2011 - A-7

Polícia apreende cocaína na zona rural Estudante de direito foge ao ser flagrado preparando a droga mas namorada é presa NOTAS POLICIAIS Assaltado ponto de bebida por 3 homens Aconteceu um assalto na Vila Brasil no dia 6, pouco antes das 21 horas, na rua Padre Paulo e resultou no roubo de R$ 1.150,00 em dinheiro mais 5 pacotes de cigarros, um whisky, dois fardos de cerveja Bavária e três aparelhos celulares. As vítimas foram dois comerciantes e sócios do Ponto Certo Bebidas. Segundo o que eles disseram à polícia militar, ambos estavam no local quando chegaram três sujeitos: um sem capuz, com 1,70 metro aproximadamente, e dois com capuzes, com cerca de 1,80 metro. O que estava sem capuz tinha um revolver. Os donos, que foram agredidos, foram trancados no banheiro do estabelecimento e os assaltantes pegaram o dinheiro e os produtos. Um certo tempo depois o sócios conseguiram chamar a Polícia Militar, que fez um patrulhamento por toda a região mas não conseguiu localizar os autores do assalto, nem recuperar o produto roubado. Outros flagrantes de tráfico e usuários Houve vários flagrantes de tráfico de drogas efetuados pela Polícia Militar de São José do Rio Pardo nos últimos dias. A ação policial nesses casos resultou na prisão de traficantes e até mesmo de pessoas que cooperavam ou participavam indiretamente com o tráfico, sem contar que vários usuários também foram detidos para averiguação. Além do episódio relacionado à ação no Sítio Novo, descrito na notícia que abre esta página, houve outros. Um deles aconteceu na madrugada daquele mesmo dia 6, no Natal Merli. Policiais militares viram M.W.M.S., de 20 anos, morador naquele bairro, em atitude suspeita e tentaram abordá-lo, mas ele jogou o que tinha em mãos sobre o muro da casa de um vizinho e fugiu. Foi alcançado e detido. O material que ele atirara tinha 13 papelotes de crack e 28 de cocaína, prontos para venda. O traficante foi preso. Também no dia 6, às 17h10, outro flagrante: o mecânico J.O.M., de 58 anos, surpreendeu o servente de pedreiro A.G.A.N., de 26 anos, que mora no bairro Santa Luzia, com a bicicleta que ele lhe emprestara e não devolvera. A bicicleta era de um cliente do mecânico. Com o servente, além da bike, havia certa porção de maconha. No mesmo dia, mas às 20h30, um guarda municipal deixou sua bicicleta na calçada e entrou na Big Farma, perto da Rodoviária, para fazer uma compra. Quando voltou, a bike havia sumido. Como o guarda, antes disso, tinha visto uma garota de programa conhecida como Andréia nas proximidades, suspeitou dela. A

polícia militar foi acionada e a localizou, com a bicicleta, na Vila Maschieto. Andréia confessou que furtara a bike para trocá-la por droga, pois é viciada. Marajó furtada foi recuperada Foi recuperado no dia 4, de madrugada, um Chevette Marajó de cor bege, que havia sido furtado no dia anterior em Caconde. O carro estava sendo dirigido em São José do Rio Pardo por uma moça de 31 anos, A.D.S.O., que mora no bairro D.G.Barreto; ao lado dela estava uma adolescente de 17 anos. A moça alegou à polícia que havia pego o carro ao lado de um supermercado, no bairro Santo Antônio, e o veículo lhe fora entregue por um sujeito que estava na condicional, ou seja, era detento porém com liberdade parcial. Ela afirmou ainda aos PMs que ficou de devolver o carro ao sujeito na Rodoviária, mas não o encontrou. O carro foi apreendido. Ladrões de panelas são detidos no dia 5 Três panelas especiais foram furtadas no dia 5, de madrugada, de tradicional firma de utilidades domésticas na rua Francisco Glicério, mas os autores foram detidos pela Polícia Militar pouco depois do furto. A.C.C.F., de 57 anos, viu em sua casa, através de equipamento eletrônico, que o alarme da firma, que é de seu pai, havia disparado e foi ao local averiguar. Viu que um dos vidros havia sido quebrado e uma vizinha lhe contou que dois sujeitos saíram correndo de lá, com panelas nas mãos. A polícia, chamada ao local, fez patrulhamento e flagrou M.D.E., de 19 anos, do bairro Boa Esperança, e J.C.C.S., de 17, morador no Vale, com as panelas nas mãos. O material foi devolvido e os autores levados para a Delegacia. Furtou a bateria mas acabou preso Houve um furto de bateria numa loja situada na Vila Maschietto, no dia 4, depois das 18 horas. Um rapaz, P.C.B., de 33 anos, chegou dizendo ao dono da loja, C.J.R.S., que precisava de uma bateria usada para seu Fusca. Enquanto o dono foi ao fundo do prédio buscar, o rapaz furtou uma bateria nova da marca Júpiter e fugiu. Depois ele foi até a casa de um colega de Prefeitura, M.M.G.N., e inventou uma história: que batera o Fusca e estava vendendo as peças para pagar as despesas. Ofereceu-lhe então a bateria nova por 40 reais e o colega topou. A Polícia Militar foi chamada pelo dono da empresa, fez patrulhamento e conseguiu localizar P.C.B., prendendo-o em flagrante. M.M.G.N. também teve que dar muitas explicações, já que comprara mercadoria roubada.

Na noite de quinta-feira (6), por volta das 22 horas, policiais da força tática da Polícia Militar foram a um rancho na região do Sítio Novo, após denúncias de que o local vinha servido para a ação de traficantes. Ao chegarem na propriedade, surpreenderam o estudante de direito Rômulo dos Santos Domingos, conhecido como Rominho, no momento em que ele misturava pasta de cocaína com outros produtos. Ao perceber a presença da polícia na frente da casa, Rominho saiu correndo, acompanhado pela namorada Letícia Zanetti Ferreira Pinto, de 22 anos. O rapaz se atirou no rio Pardo - que passa pelos fundos da propriedade - e fugiu. Os policiais foram à sua procura, mas apenas localizaram a namorada do rapaz, cerca de uma hora depois, escondida nas margens do rio. Em depoimento gravado no momento da abor-

dagem, Letícia disse que o sítio era frequentado por bastante gente, e citou vários nomes e apelidos de pessoas que agora devem ser alvo de investigação. Ela também confirmou que o namorado era o responsável pela droga, mas não soube informar de onde vem a cocaína. Letícia negou ser usuária de entorpecente e disse ainda que faz pouco tempo que está “ficando” com o rapaz. Segundo ela, faz alguns dias, os pais a recomendaram que deixasse o namorado, mas ela não deu ouvidos. A jovem foi conduzida à Delegacia, recebeu voz de prisão ratificada pela delegada Márcia Serpa, e seria transferida para a Cadeia Feminina de Tambaú. Na ação policial foram apreendidos 604 gramas de pasta base de cocaína que, junto a outros materiais para a mistura da droga, tudo num total de mais de 1,1kg de produtos.

A Polícia Civil fez testes para confirmar a pureza da droga e constatou que além da pasta base, estavam prontos para se-

rem misturados à droga produtos como pó de gesso, pó de mármore, farinha de rosca e bicarbonato de sódio. FOTOS REPORTAGEM

Policiais fizeram testes de pureza da droga que seria misturada com pó de mármore, gesso e até farinha de rosca

Aposentado de SP morre quando estava na agência Morreu na manhã de sexta feira, dia 7, o aposentado Cleveland Benetti Couto, de 84 anos, quando estava no interior da agência riopardense da Caixa Econômica Federal. Segundo informações, ele teria tido um infarto fulminante no local e

seu corpo chegou a ser levado para o Pronto Socorro Municipal por volta das 12 horas, mas já chegou sem vida. Cleveland morava na cidade de Santo André, na Grande São Paulo, no apartamento 31 da rua Joaquim Tabora, 162.

Mais de 600 gramas de pasta base de cocaína foram apreendidas no sítio, onde a jovem Letícia, 22 anos, também foi presa

Casal morre em acidente na SP 350 Duas pessoas que residiam no bairro Domingos de Sylos morreram no acidente ocorrido na noite do dia 2 de janeiro, na rodovia SP 350, km 258, nas proximidades da Fazenda Santa Lúcia. Luiz Carlos dos Santos, de 67 anos, e Aparecida Marcelino de Souza, de 55, faleceram no local do acidente. Eles estavam em um Chevette vermelho, ano 88, placa KUD 6153, de São José do Rio Pardo, que era dirigido por Aparecida, com Luiz Carlos sentado no banco do passageiro. O veículo vinha de Itobi para São José e atrás dele estava um Corcel II verde, ano 79, placa CVO 4703, conduzido por Odair da Cunha. No sentido contrário vinha um veículo de Jundiaí, um carro importado identificado no B.O. da polícia como I/MMC ASX 2.0, preto, placa ERL 9744, dirigido por Jair Antônio dos Santos, de 47 anos, que estava acompanhado da esposa Zenilda Fátima de Oliveira Santos, de 48 anos, e de João Paulo de Oliveira Santos, de 7 anos.

Por razões que a polícia científica ainda tenta desvendar, o Chevette foi de encontro ao carro importado, ocorrendo impacto frontal. Em seguida o Chevette voltou e bateu, também de frente, com o Corcel que vinha atrás. O Chevette ficou quase irreconhecível após os impactos e o casal, que deve ter morrido na hora, ficou preso entre as ferragens. Bombeiros de Mococa foram chamados ao local do acidente e precisaram serrar as ferragens para liberar os corpos de Luiz Carlos e Aparecida Marcelino. Os três ocupantes do carro importado foram trazidos ao Pronto Socorro de São José do Rio Pardo, mas, segundo informações, foram atendidos e liberados depois de algumas horas. Os ocupantes do Corcel nada sofreram. O acidente foi descrito em Boletim de Ocorrência pela Polícia Rodoviária como “homicídio culposo consumado na direção de veículo automotor”, previsto no artigo 302, e “lesão corporal culposa consumada” (artigo 303).

FOTOS REPORTAGEM

O Chevette ficou irreconhecível após o acidente e os bombeiros foram chamados para serrar as ferragens

O veículo importado, no qual estava a família de Jundiaí, também foi bastante danificado com a batida frontal


A-8 - 8 de janeiro de 2011

Caco assume a presidência da Câmara Cerca de 150 pessoas participaram da solenidade de troca de comando na Casa

Um público estimado em 150 pessoas prestigiou na noite de terça-feira, 4, a posse do vereador Marco Antonio Gumieri Valério (Caco), do PSDB, como presidente, e dos demais membros componentes da Mesa da Câmara Municipal para o biênio 2011-2012. A solenidade ocorreu durante sessão extraordinária inicialmente presidida pela vereadora Lúcia Helena Libânio da Cruz. Após a leitura do Termo de Posse, feita pelo então 1º secretário Daniel Martins de Moraes, os membros da nova Mesa assinaram o livro e foram declarados empossados: 1º Secretário, José Antonio Tobias (PSB) e 2º Secretário, Cláudio Márcio de Lima (PV), mais o Vice-Presidente Antonio Marcos Zanetti e a 3ª Secretária Lúcia Helena Libânio da Cruz (PTB), que foram convidados por Caco, assim que recebeu o cargo, para fazerem parte da Mesa solene. Durante seu pronunciamento de despedida, Lúcia Libânio destacou os desafios e da superação das dificuldades no período em que presidiu a Câmara. Ela agradeceu aos demais colegas pelo apoio à sua gestão. Falando como novo presidente, Caco Gumieri reforçou seu compromisso

em tentar manter um bom relacionamento entre os poderes, dizendo que espera do Executivo o cumprimento de suas responsabilidades, para que a Câmara também possa fazê-lo. O vereador conclamou seus colegas para que se unam em nome dos objetivos comuns de interesse da cidade. A solenidade contou com a presença do prefeito João Luís Soares da Cunha e do vice José Carlos Carlos Zanetti. Tambem participaram representantes de entidades do município, como OAB, Rotary Clube, Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais, familiares e convidados dos vereadores, além do ex-prefeito João Santurbano, membro do diretório municipal do PSDB e diretor administrativo do AME de Casa Branca. Ao final da solenidade, houve apresentação do Coral Fonseca, seguida um coquetel no salão nobre da Câmara, oferecido pelos vereadores. Recesso O recesso parlamentar previsto no Regimento Interno da Câmara terminará no próximo dia 31 de janeiro, após o que o trabalho legislativo voltará ao período das sessões legislativas ordinárias.

Como se sabe, durante o recesso (o do fim do ano começa em 6 de dezembro), não são realizadas as tradicionais sessões ordinárias das terças-feiras. Nada impede, porém, que os vereadores se reúnam para discutir projetos de lei do Executivo ou do próprio Legislativo (apenas eles podem tramitar no recesso). Em dezembro último, tramitaram 20 projetos de lei do Executivo e 19 do Legislativo, que foram apreciados em 9 sessões extraordinárias. A primeira sessão ordinária de 2011 será no dia 1º de fevereiro, às 19h30, mas não está descartada a hipótese de o Executivo encaminhar ainda este mês projetos para deliberação em caráter extraordinário.

Mudança Com a posse no dia 4 do vereador Marco Antonio Gumieri Valério como presidente da Câmara, deverá ocorrer mudança na composição na Comissão de Justiça e Redação. De acordo com o Regimento Interno, Presidente da Mesa não pode fazer parte de qualquer comissão permanente, caso de Caco Gumieri: membro da comissão de Justiça e Redação nos últimos dois anos, sua vaga será automaticamente ocupada pela vereadora Lúcia Helena Libânio da Cruz, que deixou a presidência da Câmara terça-feira. São quatro as comissões permanentes da Câmara de São José do Rio Pardo: Justiça e Redação; Finanças e Orçamento; Obras, Serviços Públicos, Ativida-

Evento foi encerrado com apresentação de coral

FOTOS REPORTAGEM

Os vereadores Daniel, Lúcia e Caco, assumindo a Mesa

des Privadas e Ecologia; Educação, Cultura, Saúde e Assistência Social. Cada uma tem atribuições específicas, dentre elas a de emitir pareceres (favoráveis ou contrários) após análise prévia, segundo sua competência, de todos os projetos em tramitação durante o ano (excetuando-se o período de recesso).

A composição das comissões, com a participação de todos os vereadores, se dá de forma oficial na primeira sessão ordinária da Legislatura, mediante nomeação da Mesa: no caso da Câmara local, a nomeação foi em 3 de fevereiro de 2009, para vigorar até 2012. As informações são da assessoria de comunicação da Câmara Municipal.

Membros do PSDB local prestigiaram a posse na Câmara


8 de janeiro de 2010 - A-9

Projeto sobre condomínio causa polêmica Obra na região do Jardim Aeroporto estaria projetada de forma irregular

REPRODUÇÃO GOOGLE

Um empreendimento imobiliário para a construção de prédios de apartamentos no bairro Algenor Taddei, ao lado do Jardim Aeroporto, tem mobilizado gente da comunidade no levantamento de questões quanto à precariedade dos futuros imóveis. De acordo com o projeto, serão 184 apartamentos, em blocos de prédios com quatro andares. O empreendimento seria construído pela iniciativa privada, por meio de uma parceria com o Grupo Silvio Santos, e a comercialização dos imóveis se daria por meio do programa “Minha Casa Minha Vida”. Na semana passada, na coluna Mural, Gazeta do Rio Pardo deu as primeiras informações sobre o assunto, destacando a preocupação de moradores dos dois bairros quanto à falta de infraestrutura naquela região, para atender a mais um bairro. Dentre os problemas levantados pelos moradores, está a inexistência de um sistema de abastecimento de água e de escoamento de esgotos. Eles criticam ainda as dimensões das futuras habitações. Nesta semana o assunto chegou às ruas por meio de um certo “Manifesto de informação e conscientização”. O panfleto – embora não assinado – traz informações detalhadas sobre o projeto, e faz vários questionamentos de ordem técnica e legal acerca do futuro empreendimento, sendo um deles a não aprovação do condomínio pelo Departamento Estadual de Proteção de Recursos Naturais (DEPRN) e pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). O documento levanta ainda a questão do esgoto – pelo projeto, o condomínio teria fossas sanitárias, e não uma estação de tratamento. A construção dos imóveis estaria a cargo da Sisan Construtora, do Grupo Silvio Santos, conforme notícia dada pela Prefeitura no ano passado, após encontro (em 20 de outubro) de representantes da construtora com o prefeito João Luís Cunha e o secretário

A região do bairros Jardim Aeroporto e Algenor Taddei pode abrigar mais um loteamento, estacado abaixo na área em vermelho

municipal de Planejamento e Obras, engenheiro Marco Aurélio Feltran. De acordo com o quer fora divulgado pela administração, o preço final dos imóveis estaria na faixa de R$ 80 mil, e as prestações seriam de aproximadamente R$ 480. As construções seriam disponibilizadas a famílias com renda de até 10 salários mínimos. Na época, a Prefeitura colocou para avaliação dos empreendedores duas áreas, onde seriam construídos os prédios, sendo uma nas proximidades do bairro Buenos Aires e outra no Jardim São José. “Nada aprovado” Segundo o arquiteto Daniel Cobra Monteiro, diretor da Secretaria Municipal de Obras, a administração está ciente dos questionamentos sobre o projeto, que chegaram à Secretaria por meio de um requerimento, enviado pela Câmara Municipal. “Trata-se de um empreendimento particular, no qual a Prefeitura não tem participação”, afirma. Cobra Monteiro explicou ainda que a Secretaria encaminhou à empresa inte-

ressada na execução do projeto uma ‘certidão de diretrizes’, em que exige o cumprimento de uma série de normas para permi-

tir a instalação do condomínio. Ele diz que são exigidas questões relativas à água, esgoto, infraestrutura, Lei de Parcelamento de Solo, Pla-

no Diretor, dentre outras. “Não há nada aprovado. A Prefeitura apresentou as exigências e eles devem se manifestar”, completa Da-

niel Cobra, sem precisar o prazo que a empresa tem para apresentar as informações exigidas sobre o projeto. REPRODUÇÃO MAPLINK


A-10 - 8 de janeiro de 2011

Aeroclube tenta mudar doação de área Só a pista foi doada mas, por falha de projeto, área toda consta como do município

O presidente do Aeroclube, Antônio Geraldo Cerbone, está tentando reverter parte da doação feita à Prefeitura da área onde está situada a estrutura atual do aeroporto do município. Isso porque, por um equívoco de um advogado, toda a área do aeroporto foi doada à Prefeitura quando a proposta do Aeroclube era doar apenas a pista, para que a sua manutenção fosse feita pela Secretaria Municipal de Obras, e a provisão salarial do caseiro. A pista do aeroporto tem 1200 metros pavimentados de asfalto e o hangar tem 600 metros de área construída. O local conta ainda com a casa do caseiro, onde também vive sua família. Toninho Cerbone também está reivindicando da Prefeitura o zoneamento de toda aquela área, para evitar o que ocorreu com o aeroporto antigo, no centro da cidade, ao redor do qual foram feitos empreendimentos que comprometeram toda a segurança aeroviária. Em relação à reabertura da escola do Aeroclube, para a formação de pilotos, Toninho diz que as exigências aumentaram

bastante por parte do órgão que fiscaliza o setor (Anac). Um projeto, porém, foi levado ao prefeito para construção de sala de aula e Secretaria no aeroporto, duas exigências legais do órgão. O prefeito repassou o projeto à Secretaria de Obras, mas a Prefeitura alega estar sem recursos. “Só que lá os gastos serão por conta do Aeroclube, o que queremos é só a mão de obra da Prefeitura”, esclarece Toninho, que lembrou ainda que a estrada de terra que dá acesso ao aeroporto está em péssimo estado. Neste um ano de gestão à frente do Aeroclube, Toninho Cerboni procurou recuperar a documentação de um avião que estava em Ribeirão Preto, está cuidando do motor de um avião amarelo tradicional do Aeroclube de São José do Rio Pardo, reformou um trator usado no aeroporto e a mobília instalada no hangar, entre outras medidas que foram possíveis em 2010. Quanto à documentação da escola de pilotagem, ela foi enviada à Anac mas, até o momento, ainda não houve um posicionamento oficial daquele órgão sobre o assunto.

ARQUIVO

Além da preocupação com a parte documental, Toninho Cerboni procurou cuidar também dos aparelhos atuais

Começam as inscrições ao Polo Musical Os interessados em seguir a carreira de músico poderão efetuar matrícula no Polo Musical de São José do Rio Pardo, cujas inscrições serão aceitas no período de 10 a 14 de janeiro. Estarão sendo oferecidas vagas para os cursos de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta transversal, clarineta, saxofone,

trompete, trompa, bombardino, tuba e piano. Com um contrato com a Prefeitura, porém, que fixa em 240 as vagas possíveis para o Polo no momento, a escola de música riopardense já conta hoje com 236 alunos. O número de vagas novas, portanto, dependerá da desistência, dispensa ou mudança de cidade dos alunos já matriculados, o que limita muito a oferta de cursos aos interessados. Agenor Ribeiro Neto, diretor do Polo, disse mais uma vez esta semana que

tem grande esperança na nova gestão de Geraldo Alckmin à frente do governo estadual e também na influência que Silvio Torres e Sidney Beraldo poderão exercer nesse sentido. Ambos, como se sabe, são agora secretários estaduais. Existe a expectativa de que cursos novos possam ser autorizados pelo Conservatório de Tatuí para o Polo riopardense. Agenor lembra que há demanda para os cursos de canto, violão, oboé e outros instrumentos, mas tudo depende agora da diretriz a ser tomada por

Tatuí, que, por sua vez, depende da orientação a ser passada pelo secretário estadual de Cultura. O Polo Musical tem potencial para 350 ou 400 estudantes de música. A unidade riopardense conta com 17 professores, dos quais dois são doutores e dois são mestres. A inscrição custará R$ 40 e deverá ser feita, no próprio Polo, mediante apresentação do RG e comprovante de endereço com CEP (cópias simples). O telefone para quaisquer dúvidas é (19) 3608.3855.

Estado anuncia pagamento de precatórios O governador Geraldo Alckmin assinou na quintafeira, dia 6, Decreto que garante por mais um ano o pagamento de precatórios em ordem crescente de valor, de acordo com a Emenda Constitucional (EC) 62/09. Com isso, 50% dos recursos depositados para o pagamento dessa obrigação ao longo de 2011 serão aplicados de forma reversa, possibilitando maior justiça social, uma vez que credores prioritários, como idosos e doentes graves, recebem os valores primeiro. A meta do Governo de

São Paulo é quitar, até o fim de 2011, R$ 2,4 bilhões em precatórios. A expectativa é que, até dezembro de 2012, 78% dívidas impostas à administração pública por decisões do Judiciário sejam pagas. Parte desses recursos, R$ 600 milhões, será aplicada no pagamento de Obrigações de Pequeno Valor (OPV’s). O procurador-geral do Estado, Elival da Silva Ramos, afirmou que o decreto assinado pelo governador vai além da questão da justiça social. “Além de quitar as dívidas com os mais carentes, esta ação tam-

bém possibilita a desburocratização da carteira de precatórios do Estado”, entende o procurador-geral. Nos últimos anos, o Estado de São Paulo vem regularizando o pagamento de precatórios. Só no ano passado, foram repassados ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) mais de R$ 1,3 bilhão para o pagamento de precatórios alimentares, OPV’s e créditos decorrentes de indenizações trabalhistas e previdenciárias.


8 de janeiro de 2011 - A-11

Mais uma grande fila pela casa própria Distribuição de senhas para inscrições às moradias atraiu milhares de pessoas Segundo informações da assessoria de imprensa da Prefeitura, até às 15 horas desta sexta-feira, cerca de 4.400 pessoas passaram pelo ginásio “Tartaruguinha”, para retirar as senhas de atendimento do programa habitacional “Minha Casa Minha Vida”, que prevê a distribuição de 262 casas populares, construídas próximas ao Jardim São Bento. As senhas foram distribuídas na quinta e sexta-feira, dias 6 e 7 de janeiro. A próxima fase do processo de cadastramento das famílias interessadas nos imóveis ocorre no período de 10 a 15 e de 17 a 22 de janeiro das 8 às 18 horas, no mesmo local, onde serão feitas as inscrições, em atendimentos individualizados, para os interessados que apresentarem as documentações exigidas. Segundo o diretor de Habitação, da Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social, Daniel Fernandes, “caso os dois dias não sejam suficientes, a Prefeitura estará abrindo outras datas para que todos te-

nham a oportunidade de participar do sorteio”. Ainda de acordo com a assessoria de imprensa do município, uma das regras para a inscrição de interessados nos imóveis do novo conjunto habitacional é que sejam de famílias que fazem parte do programa federal de distribuição de renda, Bolsa Família. Em São José do Rio Pardo, estão inscritas no programa cerca de 1.500 famílias. Outra regra para as inscrições é de que as famílias não tenham renda superior a R$ 1.395,00. Ao contrário do que ocorreu na distribuição das casas do conjunto habitacional Dyonisio Guedes Barretto, pelo programa “Minha Casa Minha Vida”, não há sorteios, as famílias precisam se enquadrar em regras especiais para participarem do financiamento do imóvel segundo as normas da Caixa Econômica Federal. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas junto à Secretaria de Assistência e Inclusão Social pelos telefones 36827892 e 3682-7893.

Cidade Legal atenderá Vila Rio Pardo I e II Os proprietários de imóveis da Vila Rio Pardo I e II, interessados em participar do programa de regularização imobiliária “Cidade Legal”, podem agendar atendimento a partir do dia 17 de janeiro, na Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social (Semais). O atendimento do programa acontece em fevereiro, após serem prorrogados em razão das atividades da Secretaria. Com o novo calendário, os atendimentos serão de 7 a 18 de fevereiro, e o plantão no dia 9, no Centro Comunitário da Vila Rio Pardo, das 16 às 20 horas. Segundo a Prefeitura, a previsão é que o programa ‘Cidade Legal’ contemple cerca de duas mil famílias com benefícios de

aproximadamente 90% nas tarifas de registro de terreno e averbação das moradias. Com o programa as famílias podem regulamentar seus imóveis com redução no valor do registro em até R$ 1.500,00. O programa “Cidade Legal” se dá por meio de parceria entre o município, a Secretaria Estadual da Habitação e os cartórios de registro de imóveis. Para mais informações sobre como participar do programa, os mutuários interessados devem se dirigir à Secretaria Municipal de Assistência e Inclusão Social, à Rua Ananias Barbosa, 334. Os telefones são 3682-7892, 36827893, 3682-7894 e 3682-7895.

REPORTAGEM

Interessadas nas 262 casas do novo conjunto habitacional, milhares de famílias buscaram as senhas de inscrição

Começa a distribuição do carnê de IPTU Vence no dia 24 de janeiro a primeira parcela do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A informação é da assessoria de imprensa da Prefeitura, segundo a qual, a distribuição dos carnês começa neste sábado, 8 de janeiro. No ano passado, em razão da demora para confeccionar os carnês e também para definir a instituição bancária responsável pelo recebimento do tributo, a Prefeitura só distribuiu

a cobrança no mês de maio. Ainda assim, sob argumentos de que se tratava de um benefício para o contribuinte. Contudo, a medida acabou resultando no fim do desconto para quem comumente paga o imposto à vista. Com a volta da emissão dos boletos em janeiro, o desconto também está de volta. Até o dia 24 de janeiro, quem pagar à vista terá desconto de 5% no valor total do tributo que, em contrapartida,

vem com reajuste de 5,39% neste ano, referente à correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), medido de outubro de 2009 a outubro de 2010. “A data estipulada pela atual administração para o pagamento das parcelas ao longo do ano foi o dia 15 de cada mês. No entanto, excepcionalmente em janeiro, em razão do atraso na confecção e entrega dos carnês, a Prefeitura decidiu prorrogar o pa-

gamento da primeira parcela para o dia 24. Mesma data para quem optar em fazer o pagamento à vista para conseguir o desconto”, informa a assessoria de imprensa do município, explicando que a prorrogação em 9 dias, no prazo para pagamento do IPTU, vale também para outros impostos com vencimento na mesma data, caso do Imposto Sobre Serviços (ISS) e Taxa de Licença para comércio. DIVULGAÇÃO

Capa do carnê traz imagem de cidade e de ‘obras da administração’, inclusive algumas da gestão passada


A-12- 8 de janeiro de 2011

Concurso para professores é suspenso Sindicato entrou na justiça alegando que edital continha algumas irregularidades Depois das polêmicas envolvendo o Concurso da Companhia Municipal de Desenvolvimento (Comderp) em 2009 – quando o caso foi parar na justiça por uma série de fatores a Prefeitura de São José do Rio Pardo volta a ter problemas para a realização de concurso público, desta vez, referente à contratação de professores para a rede municipal de ensino. O Sindicato dos Trabalhadores Públicos e Autárquicos Municipais deu entrada na justiça com um pedido de liminar para suspender as inscrições do processo de seleção, alegando inconstitucionalidades no edital. O concurso admitiria 30 professores auxiliares de educação básica (ensino infantil e fundamental), 2 professores auxiliares de educação especial e um professor(a) de ensino fundamental de inglês (5ª a 8ª séries). Deveria ser feito também um cadastro de reserva para professor de educação infantil e para professor de ensino fundamental (1ª a 4ª séries). O valor cobrado para as inscrições, independente do

cargo pleiteado, era de R$ 50,00. Cinco por cento das vagas estavam reservadas a portadores de necessidades especiais. Mas o problema, de acordo com Cleonice Ludovique, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, era que o edital não permitia que uma mesma pessoa prestasse o concurso para diferentes cargos, em horários diferenciados, conforme permite a legislação vigente. “É inconstitucional”, diz a presidente do Sindicato. A decisão judicial exigindo alterações no edital, bem como suspendendo as inscrições saiu ontem. A reportagem tentou contato por telefone com o advogado do Sindicato, Carlos Alberto Correa Bello, a fim de obter mais detalhes sobre a decisão, o que não foi possível até às 18 horas desta sextaeira. A Prefeitura já havia alterado o edital do concurso para correção das vagas de reserva, e como não houve tempo hábil para retificar o edital, chegou a prorrogar o período de inscrições. Mas a limi-

nar concedida nesta sexta-feira suspendeu de vez o concurso, que teria as provas aplicadas no próximo dia 23. Contratação de urgência Em nota encaminhada na tarde desta sexta-feira, a assessoria de imprensa da Prefeitura não fala sobre a liminar. Diz apenas que após reunião a Comissão Fiscalizadora do Concurso Público e a Prefeitura deliberaram pela suspensão, para retificação do edital n° 001/2010. “Assim que concluído e reavaliado, ele deverá ser novamente publicado com as novas datas e prazos”, diz a nota, segundo a qual, “a decisão da Comissão foi firmada mediante apontamento de três condições que, no entender dos integrantes, não permitem a plena participação dos interessados no concurso público”. Dentre os problemas apontados estariam: “a impossibilidade do candidato realizar a prova em dois horários, visando a escolha de dois cargos; dificuldade de se efetuar o pagamento da taxa de ins-

crição em razão de problemas de convênio entre Prefeitura e agência bancária; e o pequeno espaço de tempo, de apenas 12 dias entre a inscrição, dia 11, e o dia da prova, dia 23. Para a Comissão o prazo tem que ser de no mínimo

60 dias”, conclui a nota distribuída pela Prefeitura. Segundo as informações passadas à imprensa, a previsão de contratação dos profissionais será o segundo semestre deste ano e que para não prejudicar o início do ano letivo,

deverá contratar os professores que atuaram no decorrer de 2010, com base no processo seletivo 03/ 2009. Os contratos já deverão ser providenciados nos próximos dias, para que não haja problemas no retorno das aulas.

Correios devolve taxa de concurso público A partir do dia 10 de janeiro e até 11 de abril, os candidatos inscritos no Concurso Público dos Correios nº 600 620/ 2009, cuja revogação foi publicada no Diário Oficial da União no dia 14/12/10, poderão comparecer a uma agência dos Correios, exclusivamente no seu horário de funcionamento, para receber o dinheiro. Somente as agências próprias estarão habilitadas para fazer o ressarcimento. Para isso, os candidatos deverão: 1) Comparecer à agência portando documento oficial de identidade com foto (o mesmo utilizado na inscrição) e o comprovante de ins-

crição, se possível; 2) Informar o número do CPF e o documento de identidade, para os casos dos candidatos que se inscreveram pela internet; 3) Apresentar cópia da procuração utilizada na inscrição, cópia do documento oficial de identidade do procurador e ainda o documento de identidade original do candidato, nos casos de inscrição por meio de procuração; 4) Assinar a via do documento que será emitida pelo sistema para confirmação da devolução da taxa de inscrição. A taxa de inscrição não solicitada pelo candidato não será aceita em novo concurso realizado pela ECT, devendo o candida-

to atender a convocação para a restituição dos valores a ele devidos. Novos concursos exigirão pagamento de novas taxas. Os Correios deverão publicar, brevemente, o edital com as informações sobre o novo concurso, como período de inscrição, valor da taxa, data da realização das provas e o conteúdo programático das disciplinas que serão objeto das provas. Informações adicionais podem ser obtidas pela Central de Atendimento dos Correios, nos telefones 3003 0100 (para capitais e regiões metropolitanas) e 0800 725 7282 (para as demais localidades).


8 de janeiro de 2011 - A-13

FUTEBOL

Começa a segunda fase do amador da LRF Com a partida entre Ponte Preta e Columbia – no campo do Vale do Redentor – tem início neste domingo (9), às 10 horas, a segunda fase do Campeonato Amador Regional da Liga Riopardense de Futebol (LRF). A rodada terá ainda às 16 horas, Vasco FC e Fura Olho – no campo do Vasco. Nesta etapa, os quatro classificados jogarão entre si em turno único, classificando-se para a final da competição os dois melhores colocados.

A LRF já divulgou os próximos confrontos da competição. No dia 16, os jogos são: Fura Olho e Columbia; Vasco FC x Ponte Preta. No dia 23, o Va s c o v a i a S a n t a Cruz das Palmeiras onde enfrenta o Columbia, enquanto a equipe da Ponte Preta recebe o Fura Olho. Na classificação geral da primeira fase, o Vasco ficou em primeiro com 10 pontos, Ponte Preta (6), Colúmbia (5) e “Fura Olho” (4).

Ponte Preta abre a rodada contra o Columbia, de Santa Cruz das Palmeiras, domingo de manhâ no Vale do Redentor

PREMIAÇÃO

Boletim entrega prêmios neste sábado O programa Boletim Esportivo, da Rádio Difusora AM, entrega neste sábado (8) a premiação a todas as equipes vencedoras do Concurso Anual de Clubes do Boletim Esportivo 2010. Serão entregues a partir das 13 horas, 116 medalhas para os artilheiros dos

clubes mistos, aspirantes e titulares que disputaram até o fim do ano a competição. Os três primeiros artilheiros da categoria Mistão e os cinco primeiros artilheiros das categorias Aspirante e Titular, além das medalhas, também recebem troféus. As três equipes classifi-

cadas nas primeiras colocações da categoria Mistão foram Bonsucesso, Carlos & Edgard e Clube dos Treze. Na categoria aspirante ficaram Água Fria, São José da Barra e Dal Bom; e na categoria titular, Vila Gomes, Venerando e Laranjal. Na oportunidade, o pro-

grama premiará também os vencedores da X Etapa do Concurso de Clubes, encerrada em 12 de de-

zembro de 2010 que foram Serrinha (aspirante) e Supermercado Ideal (mis-

to e geral). Os artilheiros da etapa foram: Rodrigo (Barreiro) e Marcelo Reis (Água Fria).

FUTEBOL

Liga estuda ajuda para os clubes O presidente da Liga Riopardense de Futebol, Hélio Escudero, diz esperar mais apoio da Prefeitura para os campeonatos que a entidade fará em 2011. Ele observa que a Liga deve elaborar um projeto de atividades que possibilite ajuda aos clubes de futebol integrantes da 2ª Divisão. Estes clubes, segundo Escudero, foram prejudicados quando perderam pouca ajuda que recebiam da municipalidade por meio

da Associação Riopardense Rural e Urbana de Futebol Amador (Arrufa) criada em fevereiro de 2008. Hélio disse que tem acompanhando a questão da falta de repasse para o esporte e entende que alguma coisa precisa ser feita. “Sabemos que foram prometidos recursos do Executivo mas que não foram repassados. É intenção da LRF reunir as equipes e propor um projeto de atividades para ajudar estes times”, disse Hélio,

acrescentando que conversou sobre o assunto com o deputado federal Silvio Torres. Nos últimos meses do ano, por conta de dificuldades financeiras, pelo menos quatro agremiações de futebol paralisaram suas atividades em São José do Rio Pardo. O presidente disse esperar melhor atenção da Prefeitura em 2011. “Outro dia falei com o prefeito e ele disse que irá ajudar”, disse Hélio.

FUTEBOL

Torneio beneficente no Grêmio Nestlé Três equipes participaram de um torneio beneficente no Grêmio Nestlé, no dia 30 de dezembro. O evento foi promovido por iniciativa dos esportistas Paulo Sérgio Ferreira (Paulão) e Carlos Roberto Pereira (Carlão), com objetivo de arrecadar alimentos para família carente. Disputaram o torneio as equipes Amarelo, Verde e Vermelho. Com a bola rolando, no primeiro jogo o time do Amarelo venceu o Verde por 4x2 gols de Samuel (2), Bacê e Tom para o Amarelo e Daniel e Paulo para o Verde. Na segunda partida, as equipes Amarelo e Vermelho se enfrentaram com vitória do time amarelo por 6x2, gols de Samuel (3), Alexandre Scoqui 2 e Tom para o Ama-

Atletas participantes Torneio Beneficente na Nestlé

relo e Zé Babão (2) para o Vermelho. No terceiro jogo, o time vermelho venceu o verde por 7x4 gols de Zé Babão (6) e Caruso para o Vermelho e Scoqui (2), Paulo e Washington para o Verde. Na somatória geral dos pontos o time Amarelo com 6 pontos foi

o campeão, o Vermelho ficou com o segundo lugar com 3 pontos e o Verde não pontuou. Zé Babão (Vermelho) com 8 gols foi o artilheiro do evento e Samuel (Amarelo) com 5 gols foi o vice. Cerca de 100 quilos de alimentos foram arrecadados.

Miqueias (Nestlé), premiado em 2009 e novamente em 2010 no Boletim Esportivo ARTILHEIROS CATEGORIA MISTO Japão (Carlos Edgard) 68 Zé Babão Zamigão 63 Izonel (Bonsucesso) 50 Bim (Misto do Crei) 47 Tales (Cooffe) 45 Joni (Aeroporto) 40 Bim (Clube dos Treze) 40 Odair (Vet. Sítio Novo) 39 Luis André (Vet. Crei) 37 Branco (Dal Bon) 28 Pimentel (União S.José) 18 Neto (Botafogo) 18 Ozoel (Continental) 18 Paulinho (ESLucas) 16, Ricardinho (Vet. St. Lucia)13 Marquinhos(Vet.Sta Lucia)13 Felipe (Vet.Santa Lucia) 13 Juliano (Favoritos) 13 Truta (Favoritos) 13 Daniel (Paraná) 12 Mateus (Faustão) 7 Sombrinha (Sup, Ideal) 7 André Balão (Cargill) 6 Indinho (Renascer) 6 Fabricio (Chaveiro Melo) 3 Categoria Aspirante Rick (Dal Bon) 47 Reginaldo (União) 43 Claudinho (Sítio Novo) 35 João Carlos Vila Gomes) 34 Evandro (Ponte Preta) 32 Marcelo Reis (AFria) 30 Benicio (SJBarra) 29 Zete (Serrinha) 27 Zoião (Santa Lucia) 27 João Paulo (Laranjal) 27 Lucas (São Paulo) 26

Eder (SACAtaíde) 25 Jeferson (Juventude) 25 Arapinha (Cacondense) 24 Marcelo (Vila Carvalho) 24 Di (Brasão) 24 Guga (Esporte) 24 Telinha (Unidos da Vila) 21 Miquéias (Nestlé) 21 Ricardo (Campo Alegre) 21 Ozoel (Flamenguinho) 20 Nezinho (Cruzeiro) 19 Xande (Pessegueiro) 18 Ze Antonio (Princesa) 17 Jow (SLGalego) 17 Japonês (Ico Cereais) 17 Cesar (Pirapitinga) 17 Hudson (G. Municipal) 16 Juninho (Bocainas) 15 Esquisito (S. Francisco) 15 André (Bonsucesso) 14 Rafael (Moreira) 14 Tavinho (Vasco Grama) 14 João Marcos (Juventus) 14 Wilsinho (Dom. de Silos) 13 Renato (Boa Esperança) 12 Wellington Luis (Vasco) 12 César (Barreiro) 12 Val (Venerando) 11 Paulinho(Taquara Branca) 10 Linguiça (U. Gramense) 9 Caio (União SBAreias) 8 João Batista (Morro Azul) 8 Lucio e Diego (Sta Amélia) 7 Lip (Botafogo) 7 Diego e Evandro (V.Maria) 6 Categoria Titular Xande (Pessegueiro) Xeredinha (SJBarra) Christian (Vila Carvalho) Galo (Flamenguinho) Paulinho (Venerando)

107 60 55 53 46

Rodrigo (Barreiro) 40 Jean (Pirapitinga) 38 Flo (Vila Gomes) 37 Mafra (T. Branca) 34 Paulete (São Paulo) 34 Ednaldo (Santa Amélia) 33 Juninho (Laranjal) 33 Celso Ferreira (Nestlé) 31 Rogério Russo (Á. Fria) 30 Rafinha (SLGalego) 27 Danilo (SCAtaíde) 27 Renatinho (S.Francisco) 26 Odair (Sítio Novo) 25 Maicon (U. Gramense) 24 Samu (Cacondense) 24 Tunico (Cruzeiro) 22 Marcão (Moreira) 22 Queijinho (Serrinha) 21 Emerson (Santa Lucia) 19 Rick (Boa Esperança) 19 Branquinho (Bonsucesso) 18 Léo (União) 18 Paulinho Marques (Vasco) 17 Odair (Juventude) 17 Rick (Dal Bon FC) 17 Wilsinho (Dom. de Sylos) 16 Bimba (Brasão) 16 Danilo (Esporte) 15 Ti (Juventus) 15 Ricardo (Campo Alegre) 14 Japão e Douglas (Botafogo) 13 João Batista (Un. da Vila) 13 João Paulo (SBAreias) 13 Hudson (G. Municipal) 12 Richard (Ponte Preta) 11 Main (Bocainas ) 10 Rodriguinho (Princesa) 10 Luis Vermelho (V. da Grama) 10 Douglas (Ico Cereais) 9 Rick (Vila Maria ) 8 João Batista (Morro Azul) 4

acesse: www.boletimesportivo.com


A-14 - 8 de janeiro de 2011

ELEIÇÃO

ATLETISMO

“Loucos por Corrida” na São Silvestre Grassi é presidente do Grêmio Municipal

José Roberto Lopes ficou na 242º na classificação geral

De São Paulo

NIVALDO DE CILLO Olá, amigos. O novo ano começa com os mesmos problemas estruturais no esporte mais popular do país. Por algum motivo, que foge ao nosso conhecimento, a Federação Paulista de Futebol resolveu proibir a presença da torcida em diversos estádios da Copa São Paulo de Futebol Jr. Foram alegadas condições de segurança. Só não sei o motivo disso não ter sido observado antes de autorizar e organizar a tabela de jogos. Bom, se estamos com problemas estruturais até para organizar a Copa do Mundo, acho que a explicação começa a aparecer. Não temos estádios no Brasil. Olhando para o objetivo da “Copinha” que é ser uma vitrine para os futuros craques, lamentável. O contato com a torcida pode ser que nem aconteça já que vários destaques irão embora antes de seguir para o time profissional. E mais: futebol sem torcida é como cinema sem pipoca. Uma furada No meio de semana um erro grotesco da arbitragem marcou o duelo do Grêmio de Porto Alegre contra o Marília. O atacante gaúcho cobrou a penalidade e a bola furou a rede. O árbitro não percebeu, achou que a bola foi para fora e deu tiro de meta para a equipe do interior paulista. A rede também furou na partida entre Santos e Confiança (SE). No mínimo, falta de atenção na hora da vistoria para liberar os estádios. No máximo, um erro do juiz que vai marcar a carreira dele para sempre. Sorte do comandante foi que o erro não influenciou no resultado da partida. O Grêmio fez 6 a 0 no Marília. Estão rindo da gente Dia desses o jogador Somália, do Botafogo do Rio de Janeiro, estava seguindo para o treino da equipe no Engenhão - estádio com cara de elefante branco, construído para os Jogos Panamericanos - quando sofreu um sequestro relâmpago. A imprensa internacional lembrou que o Rio de Janeiro vai ser a sede das Olimpíadas de 2016 e uma das principais sedes da Copa do Mundo de 2014. Uma vergonha para todos os brasileiros os reflexos dessa notícia. “Viveremos grandes emoções no Rio”, abordaram alguns veículos da imprensa internacional. E o pior: eles estão com a razão. O bolso e a face Se fosse na Inglaterra, entraria na bolsa de apostas. Como é no Brasil, entra nas conversas de botequim e toma conta do ambiente. Ronaldinho Gaúcho, assessorado (sic) pelo irmão Assis, virou o assunto da última semana. Grêmio (RS), Flamengo (RJ), Palmeiras ou até Corinthians (SP). Quem levaria a melhor na disputa pelo craque, que deixou o Milan (ITA)? Pode parecer jogo de cena, de marketing, chame do que quiser. Na minha visão, estratégia que deixa o jogador com cara de mercenário e talvez com o bolso ainda mais cheio. Mas sinceramente, ele não precisa disso. Tem muito dinheiro e futebol para agir com mais profissionalismo. A escuridão fenomenal Todo mundo sabe que Ronaldo, o Fenômeno, já viveu as mais variadas emoções no futebol (e também fora dele). É o maior artilheiro de todas as Copas do Mundo, já foi tido como jogador com carreira encerrada, mas deu a volta por cima, mais de uma vez. Tem o maior salário do futebol brasileiro e ajudou sua equipe a ter, também, o maior faturamento entre os clubes de futebol brasileiro na temporada. Mas Ronaldo viveu uma emoção diferente, na última semana. Via Twitter, brincou com o fato de ter ficado às escuras, na concentração do Corinthians em Itu, interior paulista. Por conta de um temporal, a cidade ficou sem energia. O Fenômeno chegou a dizer que é preciso atenção para o consumo de energia, porque ficar sem ela é terrível. Faltou ar condicionado na concentração e bateria nos computadores para continuar a conversa com os internautas. Emoções para contar. Melhor se for com luz e com ar condicionado funcionando. Na semana que vem temos novo encontro marcado. Grande abraço e até lá.

Os riopardenses Luís Fernando Pereira de Jesus e José Roberto Lopes , que fazem parte da equipe “Loucos por Corrida”, representaram São José do Rio Pardo na tradicional Corrida de São Silvestre, disputada no dia 31 de dezembro em São Paulo, na 86ª edição. Os integrantes da equipe competiram nas categorias 40/44 anos e 55/59 anos. Na categoria 40/44 anos, Luís Fernando Pereira de Jesus ficou na posição de número 897, e 5.264 na classificação geral, com o tempo de 1h24m31s. Na categoria 55/59, José Roberto Lopes, foi o 242º e na classificação geral terminou na posição de número 4.296, com o tempo de 01h21m27s. Do total de 21.550 corredores, entre os homens o vencedor foi o brasileiro Marilson Gomes dos Santos com o tempo em 44 minutos e 2 segundos. Ele foi tricampeão da prova. Já entre as mulheres, a vencedora foi a queniana Alice Jemeli Timbili, em 50 minutos e 19 segundos. Os riopardenses voltam a competindo no dia 25 de janeiro, na disputa do Troféu Cidade de São Paulo. FUTEBOL

São João sedia a 12ª Taça Internacional Começa na próxima sexta-feira, dia 14, em São João da Boa Vista, a 12ª Taça Internacional de Futebol do Interior Paulista. A abertura será a partir das 19h30, no Estádio Getúlio Vargas Filho, no Palmeiras Futebol Clube, com desfile das delegações, apresentações de dança, acendimento da pira olímpica, juramento dos atletas e partida inaugural. Este é o décimo ano que a cidade é palco da competição, que terá participação de 55 clubes e 133 equipes divididas em quatro categorias (Sub 12, Sub 14, Sub 16 e Sub 18). Seis estados brasileiros estão representados na competição: Bahia, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo e Tocantins, mais o Distrito Federal. Participam ainda equipes da Argentina e do Uruguai, num total aproximado de 4.500 pessoas. O evento tem como subsede as cidades de Águas da Prata, São Sebastião da Grama e Vargem Grande do Sul.

O servidor público municipal José Norival Grassi, integrante do quadro de árbitros da LRF, foi eleito presidente do Grêmio Municipal para comandar a administração do clube pelos próximos dois anos. Ele substitui o José Aparecido Cremasco, que assumiu no lugar de Carlos Francisco Borges, após o falecimento deste. A eleição de Grassi foi por aclamação. Sua chapa, formada também pelo esportista Claudio dos Santos (Claudião do DEC) como candidato a vice, foi a única apresentada e referendada pelos 43 sócios que compareceram à eleição no dia 29 de dezembro.

José Norival Grassi assume a presidência do Grêmio

FUTSAL

Taça DEC de futsal começa na segunda Tem início nesta segunda-feira, dia 10, no ginásio municipal de esportes “Ademar Machado de Almeida” - “Tartarugão”, a Taça DEC/Liga de Futsal, versão 2011. A competição prossegue até o dia 27 e deve movimentar a programação esportiva local durante o mês de janeiro. A Taça DEC/Liga terá a participação de 15 equipes divididas em três grupos. Segundo o regulamento da competição, serão 13 rodadas e 35 jogos, até a definição do campeão do certame. Na abertura da competição, a partir das 19h30 de segunda-feira, os jogos serão os seguintes: Escritório São Lucas-B x Belco/ Domingos de Sylos; 20h00 - Copromem/Mademoca x Coffe/Biffet Assunção; 20h30 Escritório São Lucas A x Rioplastic. Equipes participantes Grupo 1 Escritório São Lucas–B DET/Caconde Supermercado Fonseca Belco/Domingos de Sylos Assoc. Atlética Riopardense Grupo 2 Cofee/Buffet Assunção Ponte Nova S.B. Representações Copromem/Mademoca Auto Escola Sta Maria Grupo 3 Rioplastic Sampa/Santo Antonio Padaria Milena/S.S.Grama Grêmio Nestlé Rio Pardo Escritório São Lucas–A

TABELA DE JOGOS Dia 10 19h30 Escritório São Lucas-B X Belco/Domingos de Sylos 20h00 Copromem/Mademoca X Coffe/Buffet Assunção 20h30 Escritório São Lucas- A X Rioplastic Dia 11 19h30 S.B. Representações X Auto Escola Santa Maria 20h00 AAR)X DET/Caconde 20h30 Grêmio Nestlé Rio Pardo X Escritório São Lucas–A Dia 12 19h30 Supermercado Fonseca X Escritório São Lucas-B 20h00 Rioplastic X Sampa/Santo Antonio 20h30 Ponte Nova X Cofee/Buffet Assumpção Dia 13 19h30 Supermercado Fonseca X Belco/Domingos de Sylos 20h00 Sampa/Santo Antonio X Escritório São Lucas-A 20h30 Compromem/Mademoca X Ponte Nova Dia 14 19h30 DET/Caconde X Escritório São Lucas-B 20h00 Padaria Milena X Grêmio Nestlé 20h30 S.B. Representações X Coffee/Buffet Assunção Dia 17 19h30 Compromem/Mademoca X Auto Escola S. Maria 20h00 Padaria Milena X Rioplastic 20h30 Belco/Domingos de Sylos X AAR Dia 18 19h30 AAR X Escritório São Lucas-B 20h00 Ponte Nova X S.B. Representações 20h30 Grêmio Nestlé Rio Pardo X Sampa/Santo Antonio Dia 19 19h30 Grêmio Nestlé Rio Pardo X Rioplastic 20h00 DET/Caconde X Supermercado Fonseca 20h30 Auto Escola S. Maria X Coffe/Buffet Assunção Dia 20 19h30 AAR X Supermercado Fonseca 20h00 Escritório São Lucas - A X Padaria Milena 20h30 Ponte Nova X Auto Escola S. Maria Dia 21 19h30 S.B. Representações X Compromen/Mademoca 20h00 Belco/Domingos de Sylos X DET/Caconde 20h30 Sampa/Santo Antonio X Padaria Milena/Grama Dia 25 19h30 1º Colocado Grupo 1 X 2º Colocado Grupo 3 20h00 1º Colocado Grupo 2 X 2º Colocado Grupo 1 20h30 1º Colocado Grupo 3 X 2º Colocado Grupo 2 Dia 26 - Semifinal 20h00 Dia 27 - Final 20h00

Rioplastic foi a vice campeã Taça Dec Liga do ano passado


8 DE JANEIRO 2011 - Pág. A- 15

Golf ainda é prazeroso de dirigir

Na Europa o modelo está na sua sexta geração mas é atrasado no mercado brasileiro DIVULGAÇÃO

SUELI OSÓRIO

Enquanto na Europa o Volkswagen Golf já está na sexta geração, aqui no Brasil nós ainda convivemos com versão ultrapassada (quarta geração que passou por facelift), embora isso não diminua o prazer de guiar o hatch médio, oferecido atualmente em seis versões. Avaliamos a Sportline 2.0 automática, que custa R$ 61.530, e tem o eficiente câmbio Tiptronic de seis velocidades. Sob o capô, o propulsor de 1.984 cm³ de cilindrada entrega 116 cv de potência com gasolina e 120 cv com etanol, a 5.250 rpm. O torque máximo é de 17,7 mkgf (gasolina) e 18,4 mkgf (etanol) a 2.250 giros. Na prática, esses números se traduzem em saídas muito rápidas e eficiência nas ultrapassagens. O hatch vai da imobilidade aos 100 km/h em 9,8 segundos com gasolina e 9,6 segundos com etanol e chega à velocidade máxima de 200km/h (g) e 203 km/h (e). Em contrapartida, o consumo é elevado: o computador de bordo marcou consumo médio de 6 km/l na cidade com etanol.

O câmbio automático com opções de trocas sequenciais na alavanca conversa muito bem com o motor. As trocas são suaves e ocorrem na hora certa quando usamos a transmissão na posição Drive. O conjunto proporciona condução agradável e com boa dose de esportividade. Pontos positivos também para a estabilidade, mesmo nas curvas, e maneabilidade do modelo. Com 4,20 metros de comprimento e 2,51 metros de distância entre os eixos, o modelo acomoda confortavelmente quatro pessoas. No porta-malas há capacidade para 330 litros. Equipamentos A versão sai de fábrica equipada com direção hidráulica, ar-condicionado eletrônico Climatronic, air bag para motorita e passageiro, freios ABS, CD player com MP3, USB, SD card e bluetooth, compatível com iPod, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, faróis de neblina, rodas de liga leve de 16 polegadas, sensor de estacionamento e trio elétrico. Os bancos têm revestimento de couro e tecido

e os dianteiros contam com porta-revistas na parte traseira dos encostos. Entre os opcionais estão rodas de liga leve de 17 polegadas, por R$ 1.700; teto solar elétrico, por R$ 2.200; volante multifunção, por R$ 410, banco traseiro com encosto bipartido e três apoios de cabeça, por R$ 520 e módulo tecnológico, que inclui sensores de chuva e crepuscular, além de retrovisor antiofuscante automático, o que encarece o modelo em R$ 1.180.


A- 16- 8 de janeiro de 2011

Por: Augusto Paladino Fotos: Divulgação

Novo menor Um dos modelos de sucesso da Kia no Brasil acaba de ganhar uma nova geração. É o Picanto, que agora cresceu em tamanho e ganhou desenho mais agressivo. O modelo tem design que segue a linha dos últimos lançamentos da Kia, principalmente na grade dianteira. Serão oferecidos duas opções de motor, um 1.0 litro e outro 1.2 litro que, assim como a atual geração, terão foco no baixo consumo. Também é esperada uma variante mais esportiva, com propulsor 1.2 litro turbo de 150 cv.

RADAR Grande e ecológico A Honda apresentou a variante híbrida do seu sedã médio-grande Accord. O grande diferencial do modelo é que ele também pode ser usado no modo totalmente elétrico. Para isso é preciso ligálo na tomada. A segunda opção é usar o motor a combustão para recarregar as baterias. Por enquanto, o Accord híbrido é apenas um protótipo, mas uma versão final é esperada para 2013.

Chamada dos grandes A Dodge anunciou um recall nos Estados Unidos dos modelos Journey e RAM 1500. As duas chamadas são por motivos diferentes. O SUV tem problema na fiação das portas dianteiras, o que pode desabilitar os airbags laterais. Já na imensa RAM 1500, o problema é no lubrificante usado no eixo traseiro. Ele pode, em casos extremos, até travar, ocasionando acidentes. Foram chamados mais de 121 mil unidades dos dois modelos. Recorde hermano O ano 2010 marcou a volta do crescimento do mercado argentino depois da crise mundial. Foram vendidos 660 mil veículos, um recorde da indústria – o anterior era de 610 mil, em 2008. Sem entrar em grandes detalhes, a Associação de Concessionárias de Automotores indicou que o crescimento também foi em razão de o povo argentino usar o carro zero como medida preventiva contra a inflação no país.

Ano promissor Animado com os bons números de venda de 2010, o grupo Hyundai-Kia anunciou que pretende crescer 10% em 2011. Isso significa ultrapassar a marca das 6 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. Já no Salão de Detroit, com início no dia 10 de janeiro, a Hyundai vai apresentar o primeiro conceito do ano: o Veloster, um cupê com motor 1.6 turbo de 200 cv.

Grife pura A Citroën pode antecipar a chegada do terceiro modelo da sua “linha esportiva” DS. Isso porque é possível que o DS5 chegue ao mercado europeu já em 2011, diferentemente da previsão inicial, que dava a chegada como certa para o ano seguinte. O DS5 é um crossover médio-grande e inspirado no conceito Hypnos. O modelo também usará a tecnologia Hybrid4, que junta um motor a combustão a diesel com um outro elétrico, com funcionamento combinado ou independente.

SUA MELHOR OPÇÃO EM LOCAÇÃO DE VEÍCULOS ! Avenida Brasil, 1050 Tel.:(19) 3608-8066 São José do Rio Pardo-SP www.gartenlocadora.com.br

De capota fechada Depois de apresentar a versão conversível e híbrida do 918 Hybrid no Salão de Genebra, em março de 2010, a Porsche vai exibir no motorshow de Detroit, que começa em 10 de janeiro, a variante cupê do modelo. Além da carroceria, a configuração fechada do esportivo será movida “apenas” por um motor a combustão. Será um V8 4.8 biturbo, capaz de gerar abusivos 600 cv. A chegada ao mercado deve acontecer somente em 2014.

Leão em três rodas Na França, as scooters de três rodas são um meio de transporte de sucesso. E a Peugeot não quer ficar fora dessa briga. A marca pretende lançar no país um triciclo híbrido. O HYmotion 3 Evolution teve o primeiro conceito lançado em 2008 e as rodas de trás eram movidas por um motor a combustão e a dianteira por dois blocos elétricos, gerando cerca de 40 cv combinados. É possível que a invenção tome as ruas francesas já no fim deste ano, ou no início de 2012.

Nome definido A BMW finalmente confirmou o nome do seu esportivo híbrido que chegará às ruas em 2012: é i8. O modelo, que já tinha até preço definido – na casa dos 150 mil euros, cerca de R$ 340 mil – será baseado no conceito Vision EfficientDynamics, apresentado no Salão de Frankfurt de 2009 e terá dois motores. Um a combustão de 1.5 litro e três cilindros e outro elétrico. Combinados, os dois geram 323 cv de potência, mas cada um dos motores pode operar independentemente.


8 de janeiro de 2011 - A-17

Honda renova os modelos Shadow e Biz Renovação é para afugentar ameaças à liderança e motos chegam em fevereiro DIVULGAÇÃO

POR FERNANDO MIRAGAYA AUTO PRESS FOTOS PEDRO PAULO FIGUEIREDO CARTAZ NOTÍCIAS

Como líder de um mercado onde abocanha mais de 70% das vendas, a Honda tem de ficar sempre alerta. Ainda mais quando percebe que um de seus exemplares tem a liderança ameaçada. É o caso da Shadow 750, que adotou modificações estéticas na linha 2011. Uma forma de tentar abrir frente para a Midnight Star. Afinal, a custom da Yamaha, além de ter um motor de 950 cm³, soma 1.185 unidades no ano. Pouco atrás das 1.458 da Shadow. De quebra, a Honda também se reforça na parte mais básica do mercado de duas rodas, com uma reestilização na linha Biz na carona da adoção de motor com tecnologia flexfuel. As motos renovadas chegam ao mercado em fevereiro. A Shadow chega por aqui à imagem e semelhança da versão Spirit vendida nos Estados Unidos, com mudanças que a deixaram com um estilo mais Chopper. Na frente, o modelo parece ter sido esticado, graças aos garfos 3 cm mais compridos, realçados pelo guidão mais estreito e alto, pelos raisers mais compridos e pelos novos pneus dianteiros 90/90 aro 21 – no lugar do 120/90 aro 17. Só que a custom da marca japonesa está, na verdade, ligeiramente mais compacta. Enquanto o entre-eixos aumentou em 2,4 cm, totalizando agora 1,69 metro, a Shadow está 7 cm mais curta no comprimento e quase 1 cm mais estreita na lar-

gura, com respectivos 2,43 m e 0,83 m. A altura se manteve em 1,12 m, enquanto a distância do banco para o solo é de 0,65 m, graças ao novo assento, mais compacto. Outras mudanças tornaram a Shadow mais encorpada e clássica ao mesmo tempo. O tanque em forma de gota ficou mais alto na frente e baixo atrás. O farol é novo, mais compacto e ostenta lente transparente, num estilo que remete à antiga Shadow 600. O conjunto traseiro ótico também foi modificado, com lanterna embutida no paralama e piscas maiores. Os novos paralamas, por sinal, são menores que a versão anterior da custom. Já o conjunto traseiro manteve os pneus com medidas 160/80 e rodas de 15 polegadas. A parte estética da Biz também foi bem mexida para realçar a estreia da tecnologia flex no motor. Segundo a Honda, 95% dos componentes, do chassi e da carenagem da moto foram alterados. No visual, o escudo frontal do modelo foi alargado. O conjunto ótico também foi modificado, com farol novo

e piscas com refletores multifocais e mais angulosos. A carenagem agora possui mais elementos na cor da carroceria enquanto na traseira a Biz 125 recebeu nova lanterna e piscas independentes. Ao mesmo tempo, o assento foi reposicionado e alargado e há novas pedaleiras fixadas ao chassi para o garupa. A suspensão dianteira telescópica com 100 mm de curso e a traseira com amortecedores de 86 mm foram recalibradas. Os preços permanecem R$ 5.290 na KS, com partida a pedal, e R$ 5.890 para a versão ES, com partida elétrica. Mas o chamariz principal da Biz está mesmo no motor OHC monocilíndrico de 124,9 cm³, quatro tempos, refrigerado a ar e com injeção eletrônica. A unidade de força ganhou tecnologia flex e novos balancins roletados no cabeçote. Mas apesar de poder receber etanol além da gasolina, a potência do propulsor foi mantida em 9,1 cv a 7.500 rpm. O torque máximo teve uma discretíssima redução de 1,06 kgfm para 1,01 kgfm a 3.500 giros. O câmbio é o mesmo semiau-

tomático e rotativo de quatro velocidades. No quadro de instrumentos, a novidade é a luz ALC que se acende toda vez que a porcentagem de etanol no tanque for superior a 80%. A luz também pisca quando a temperatura ambiente estiver abaixo de 15º C. A Shadow 2011 mantém

o motor OHC com dois cilindros em “V”, 745 cm³, quatro tempos e refrigeração a água combinado a um câmbio de cinco velocidades. A potência chega a 45,5 cv a 5.550 rotações e o torque a 6,5 kgfm a 3.500 rpm. A novidade na parte mecânica da custom é mesmo a disponibilidade de

ABS e EBD. Com eles, a moto conta com freio a disco na frente com três pistões e na traseira a disco de 276 mm e preço de R$ 31.880. Sem o dispositivo, a Shadow parte dos R$ 28.880 e usa freio a disco de duplo pistão na dianteira e a tambor de 180 mm na traseira.

Sob controle POR PEDRO PAULO FIGUEIREDO AUTO PRESS

As mudanças na linha 2011 da Shadow melhoraram significativamente a manobrabilidade da custom da Honda. Com pneu e guidão mais estreitos e amortecedor com curso mais longo, a motocicleta ganhou em agilidade. A frente ficou discretamente mais leve, o que contribui para um melhor manejo por parte do condutor. Principalmente na hora de fazer uma manobra mais repentina, como desviar de um buraco. A moto também transmite mais segurança e estabilidade na hora de fazer curvas, já que esta tarefa foi facilitada principalmente pelo guidão mais curto. Com o ABS, a Shadow oferece frenagens mais

eficientes. E mesmo nas paradas mais bruscas, o dispositivo ajuda ao condutor ter sempre o controle do modelo, sem desviar da trajetória e pregar sustos. No desempenho, a moto mantém as boas arrancadas e as prontas respostas ao acelerador, com arrancadas ágeis e espertas. Na parte de conforto, a suspensão macia trabalha bem e absorve as irregularidades do piso sem sacrificar o corpo do condutor. O banco, apesar de mais bonito, ficou mais duro. E a mudança do assento sacrificou mais o garupa, que tem menos espaço. Pouco fôlego A entrada do etanol no motor da Honda Biz 125 decepciona um pouco. É que apesar de ser um modelo bastante leve – 100 kg de peso seco –, a mo-

toneta da marca japonesa mostra pouco fôlego. As arrancadas são apenas satisfatórias, mas em qualquer trecho um pouco mais íngreme ou em uma retomada de velocidade, o propulsor monocilíndrico deixa a desejar e exige paciência. Além disso, o câmbio de quatro marchas semiautomático é mal-escalonado e não favorece a performance do modelo. No mais, a Biz oferece uma dirigibilidade honesta para uma moto do seu porte. Demonstra certa agilidade e tem conforto limitado, apesar de em trecho pouco acidentado a suspensão trabalhar de forma eficiente e as frenagens bruscas não pregarem sustos. O que a credencia apenas para uso urbano e trajetos curtos.


A-18 - 8 de janeiro de 2011

EDITAIS DE CASAMENTOS Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli, Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas da Sede da Comarca de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. Faço saber que pretendem se casar e apresentaram os documentos exigidos pelo artigo 1525 do Código Civil Brasileiro: 10430 - MOISES DE SOUZA RODRIGUES e ANA LAURA CASSUCI, sendo o pretendente: solteiro, de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, nascido aos 27/02/1989 filho de JOSÉ CARLOS RODRIGUES e de ZULEIDE MARIA DE SOUZA RODRIGUES; e a pretendente: solteira, de nacionalidade brasileira, do lar, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP,nascida aos 19/11/1992 filha de ALCEU CASSUCI e de MAGDA CRISTINA FELIS CASSUCI. 10431 - ANDRÉ LUIZ TEIXEIRA DE CASTRO e MARIA RITA DE SALES LIMA, sendo o pretendente: solteiro, de nacionalidade brasileira, eletricista, natural de COLINAS DE TOCANTINS - TO, nascido aos 18/09/1976 filho de LUIZ ALVES DE CASTRO e de MARIA TEIXEIRA DE CASTRO; e a pretendente: solteira, de nacionalidade brasileira, cabelereira, natural de ANANÁS - TO, nascida aos 07/04/1985, filha de WILSON ALVES LIMA e de MARIA DE SALES LIMA.. 10432 - EDUARDO MINUCCI CREMASCO e FABIANA BENTO RUFINO, sendo o pretendente: solteiro, de nacionalidade brasileira, auxiliar geral, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, nascido aos 03/05/1990 filho de CELSO CREMASCO e de ANA LUCIA MINUCCI CREMASCO; e a pretendente: solteira, de nacionalidade brasileira, caixa, natural de SÃO JOSÉ DO RIO PARDO - SP, nascida aos 07/03/1993 filha de ELCIO CORTEZ RUFINO e de MARIA DO CARMO BENTO RUFINO. Se alguém souber de algum impedimento, oponha-o na forma da lei. Lavro o presente, que afixo no lugar de costume e publico pelo jornal local. São José do Rio Pardo, 7 de janeiro de 2011. O Oficial: Belª. Rosa Helena Marin Foiadelli

Lua de Mel – A viagem inesquecível... E ela está na Roquetur, que tem a viagem que os noivos querem! Boa sorte e felicidades!

Roquetur fone: (19) 3608-4193

VENDO

VENDE-SE

Terreno localizado no Beira Rio (próximo Milenium Hotel ) com 600 m2 ,aceitase troca, tratar pelo telefone 9207-7913

Fiat Idea 1.8 Flex Adventure Locker, ano 2009, prata, único dono, 13 mil Km. Valor: R$ 44.500,00 Fone: 8200-2838

VENDO

Gol 93/94 muito bom R$ 9.200,00 Tratar Fone 9276-7797

ALUGA-SE Apartamento no Guarujá Praia da Enseada (19) 3608-4164 ou 9609-4444

ROTARY CLUB DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO Inscrições para os cursos de Eletricista instalador Domiciliar e Torneiro Mecânico Ajustador A partir de 10 de janeiro de 2011 Horário: das 13hs às 16hs. Local: SOS Rua João Paulino de Carvalho, 201 Bairro João de Souza Tel – 3608-5127 e 3681-6444 Documentos: RG – CIC e Atestado de residência (Xerox conta de água ou luz)

Antonio Tinti – Dia 29 de dezembro, aos 86 anos de idade, casado com Rosina Gorno Tinti. Filho de Eugenio Tinti e Luiza Tofoli, ambos falecidos. Antonio Schiavon – Dia 30 dezembro, aos 80 anos de idade, casado com Nair Boaro. Filho de José Schiavon e Maria Perussi, ambos falecidos. Palmira Guilanda Cardozo – Dia 28 de dezembro, com 70 de idade, casada com Antonio Cardozo. Filho de Antonio Guilanda e Luiza Lamares, ambos falecidos. Sebastião Perle – Dia 02 de janeiro, aos 68 anos de idade, casado com Ana das Graças Lima Perle. Filho de José Perle e Vitoria Galbieri Perle, ambos falecidos. Aparecido Pereira Mafra – Dia 31 de dezembro, aos 81 anos de idade, casado com Josephina Rosa Mafra. Filho de Benedito Pereira Mafra e Antonia de Jesus Mafra, ambos falecidos. Luiz Carlos dos Santos – Dia 02 de janeiro, aos 67 anos de idade, casado com Terezinha Brito dos Santos. Filho de José Carlos dos Santos e Nazaré Pereira de Jesus, ambos falecidos. Natália Cariati Guido – Dia 14 de novembro, aos 14 anos de idade. Filha de Sérgio Guido e Sirlene Cariati Guido. Regina Célia Ianguas de Araújo – Dia 06 de janeiro, aos 42 anos de idade, casada com Sebastião Donizeti de Araújo. Filha de Gregório Ianguas e Josepha Negrini Ianguas. Oslei de Souza Siqueira – Dia 05 de janeiro, aos 42 anos de idade, casado com Elizana Pinho dos Santos Siqueira. Filho de José Vital de Siqueira e Gilda de Souza Siqueira, ambos falecidos. Cleveland Benetti Couto – Dia 07 de janeiro, aos 84 anos de idade, casado com Maria do Carmo Mendes Couto. Filho de Ernesto Emydio de Souza Couto e América Benetti Couto.

Ficam convocados todos os trabalhadores, sindicalizados ou não, da empresa ITAIQUARA ALIMENTOS S/A, representados pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Tapiratiba, para reunirem-se em assembléia extraordinária, que será realizada na sede do sindicato à Rua João Batista de Lima Figueiredo, nº 88, centro, em Tapiratiba/SP, no próximo dia 11 de janeiro de 2011 (terça feira), às 19:00 horas, em 1ª convocação, caso não atingido o quorum necessário, às 19:30 horas, em segunda convocação, a fim de discutir e votar a seguinte pauta: 1º - pagamento do salário de dezembro/2010 em atraso; 2º - reafirmação das reivindicações dos interessados; 3º - deflagração de greve. Tapiratiba, 07 de janeiro de 2011. MARCO ANTONIO DE SOUZA - PRESIDENTE

Os interessados ligar para Ana Flávia –

Tel. (19) 3681-3177

ENCERRAMENTO DE ATIVIDADES ADMEDIC - ADMINISTRAÇÃO E DIAGNÓSTICOS MÉDICOS LTDA., estabelecida na Rua São Bento, 777, sala A, Jardim São Roque, na cidade de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, CEP 13.720-000, inscrita no CNPJ sob n.º 05.822.378/0001-94, comunica o encerramento de suas atividades com distrato social datado de 01/12/2010. COMUNICADO Luís Fernando Esteves e Simone André Parra Esteves comunicam ao comércio em geral, e a quem mais interessar, para fins de direito e obrigações, o furto do talão de cheques de sua conta conjunta, do Banco Santander, com 11 folhas, de números 944666 a 944680; e mais 3 folhas de cheques empresariais do Banco do Brasil, em nome da Luís Fernandes Esteves Marcenaria ME, dos números 121177 a 121179. Comunica ainda que as respectivas folhas de cheques foram sustadas junto às agências pagadoras, conforme Boletim de Ocorrência com data de 1º de janeiro de 2011. MINERAÇÃO GARIROBA LTDA. ME torna público que recebeu da CETESB a Licença de Operação nº 66000197, válida até 27/12/2012, para Areia, extração de à SÍTIO NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS, 0, ZONA RURAL, SÃO JOSÉ DO RIO PARDO.

A Pastoral Social da Paróquia Santa Edwiges

AGRADECIMENTO PÚBLICO As seis entidades – APAE , Asilo Lar de Jesus, Asilo Padre Euclides Carneiro, Educandário São José, Grupo Assistencial Cáritas e PEVI vêm a público manifestar os mais sinceros agradecimentos pelo maravilhoso evento “1º Amigos da Solidariedade”, promovido pelos funcionários da Nestlé, capitaneados pelo Sr. Cláudio Mário de Souza Sarti, bem como pelos ilustres irmãos solidários do Bar do Demá, da Academia São Miguel e Odair Corsini e equipe que ajudaram em sua realização, arrecadando importantes recursos para a manutenção de entidades que promovem a tarefa assistencial de maneira tão digna em nossa cidade. O trabalho desenvolvido em cada uma das entidades mencionadas proporciona um brilho de alegria, alívio e esperança a todos os seus atendidos. Esse brilho só se mantém aceso graças à benevolência, sensibilidade e muito talento de quem luta dignamente em seu cotidiano sem se esquecer de que a verdadeira felicidade consiste em fazer os mais desafortunados felizes. Em nome de todos atendidos, colaboradores, voluntários e Diretores das Entidades Nosso MUITO OBRIGADO! APAE , Asilo Lar de Jesus, Asilo Padre Euclides Carneiro, Educandário São José, Grupo Assistencial Cáritas e PEVI

ORAÇÃO - QUERIDA MÃE NOSSA SENHORA APARECIDA Querida Mãe Nossa Senhora Aparecida, vós que nos amais e nos guiais todos os dias, vós que sois a mais bela das Mães a quem eu amo com todo o coração, eu vos peço mais uma vez que me ajudeis a alcançar esta graça por mais dura que ela seja (pede-se a graça). Sei que vós me ajudareis e me acompanhareis sempre até à hora da minha morte. Amém. Reza 1 Pai-Nosso e 1 Ave-Maria e fazer três dias seguidos esta oração que alcançará a graça por mais difícil que ele seja e publicar pos três vezes. M.R.J.U.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Acompanhamento escolar e artesanato para criança.

EXTRAVIO DE DOCUMENTOS “A empresa ADMEDIC-ADMINISTRAÇÃO E DIAGNÓSTICOS MÉDICOS LTDA., CNPJ 05.822.378/000194, estabelecida na Rua São Bento, nº 777, sala A, Jardim São Roque, cidade de São José do Rio Pardo/SP, comunica que foi extraviado o seguinte documento: Talão de Nota Fiscal de Serviços, série A, enumerado de 51 a 100.”

Está aceitando doações de roupas e calçados (principalmente masculino), de adultos e crianças. Aceitamos também roupas de cama, mesa e banho, que estejam em condições de uso. Retiramos no local. Para doar disque: Fone: 3681-5643 3608-7315

FALECIMENTOS

ASSEMBLÉIA DOS TRABALHADORES DA EMPRESA ITAIQUARA ALIMENTOS S/A

AULAS PARTICULARES

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA VILA RIO PARDO I E II CNPJ: 08.831.773/0001-21

EDITAL DE CONVOCAÇÃO: Pelo presente edital, ficam convocados os moradores a Vila Rio Pardo I e II para se reunirem em Assembléia Geral Extraordinária a ser realizada na sede da associação situada à Rua Dr José Rodolpho Nunes s/n , no dia 24 de Janeiro de 2011, às 19:30 hs em 1° convocação, com 50% da categoria dos associados da entidade, e não atingindo o quorum necessário , às 20:00hs com qualquer numero de associados, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: A) Apresentação de chapas para o biênio 2011/2012 B) Eleição da Diretoria, conselho Fiscal e seus respectivos suplentes para o biênio 2011/2012. Publicado por afixação no quadro próprio de editais na Sede da Associação . São José do Rio Pardo,SP 06 de Janeiro de 2011 Reginaldo Donizeti Pepe - Presidente Rua Dr. José Rodolpho Nunes, s/n São José do Rio Pardo/SP

Vila Rio Pardo - CEP:13720-000 08/15/22


A-19 - 8 de janeiro de 2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO REPUBLICAMOS, O DECRETO Nº 3.926, POR INCORREÇÃO, EDIÇÃO DE 31 DE DEZEMBRO DE 2010, CONFORME SEGUE ABAIXO . DECRETO Nº 3.926, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a exoneração, a pedido, do Sr. EURIPEDES BARÇANULFO DA SILVEIRA da função de DIRETOR EXECUTIVO DO INSTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO – SP. O Prefeito Municipal de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, e nos termos do artigo 58, da Lei nº 1.878, de 19 de outubro de 1.994. D E C R E T A: Art. 1º - Fica exonerado, a pedido, o Sr. EURIPEDES BARÇANULFO DA SILVEIRA da função de DIRETOR EXECUTIVO DO INSTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO – SP. Art. 2º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 28 de dezembro de 2010. São José do Rio Pardo, 29 de dezembro de 2010. João Luis Soares da Cunha - Prefeito DECRETO Nº 3.924, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 846.840,50 (oitocentos e quarenta e seis mil, oitocentos e quarenta reais e cinquenta centavos).O Prefeito do município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e, considerando a Lei Orçamentária Anual n° 3476/2009, de 22/12/2009, no seu artigo 4°; D E C R E T A: Art. 1º - Fica aberto um crédito adicional suplementar no valor de R$ 846.840,50 (oitocentos e quarenta e seis mil, oitocentos e quarenta reais e cinquenta centavos), destinado a reforçar as dotações orçamentárias de diversas secretarias do orçamento vigente, a seguir : DOTAÇÃO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02.00.00 Poder Executivo 02.01.00 Gabinete do Prefeito 02.01.03 Manutenção da Procuradoria Jurídica 04.122.0005.2.005 Manutenção da Procuradoria Jurídica 14 – 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 15.700,00 02.03.00 Secretaria Municipal de Gestão Pública 02.03.06 Encargos Gerais do Município 04.122.0009.0.013 Encargos Gerais do Município 123- 3190.03.00 Pensões R$ 14.000,00 02.04.00 Secretaria da Promoção Social 02.04.01 Fundo Municipal de Assistência Social 08.244.0014.2.014 Fundo Municipal de Assistência Social 145 – 3390.36.00 Outros Serviços de Terceiros – PF R$ 50,00 02.05.01 Secretaria de Educação Básica 12.361.0017.2.017 Departamento de Educação Básica 185 – 3190.13.00 Obrigações Patronais R$ 9.000,00 187 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 205.000,00 193 – 3390.46.00 Auxílio – Alimentação R$ 17.830,50 02.05.02 Departamento de Educação Básica 12.361.0018.2.018 Departamento de Educação Infantil 201 – 3390.39.99 Demais Serviços de Terceiros - PJ R$ 168.000,00 02.05.08 Departamento de Educação Infantil 12.365.0041.2.024 Departamento de Educação Infantil 240 – 3190.09.00 Salário Família R$ 170,00 242 - 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 16.500,00 243 – 3190.13.00 Obrigações Patronais R$ 11.000,00 245 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 227.500,00 246 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 28.200,00 257 – 3390.46.00 Auxílio – Alimentação R$ 21.000,00 02.06.01 Fundo Municipal de Saúde 10 – 301.0024.2.025 Fundo Municipal de Saúde 273 – 3390.46.00 Auxilio Alimentação R$ 100.000,00 02.06.02 Fundo Municipal de Saúde – Convênio / Transf 10 – 302.0058.2.056 Fundo Municipal de Saúde – Convênio / Transf. 286 – 3390.30.99 Outros Materiais de Consumo R$ 6.200,00 02.07.01 Departamento de Obras e Engenharia 04 – 122.0027.2.027 Departamento de Obras e Engenharia 301 - 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 3.200,00 02.07.04 Manutenção dos Serviços Água e Esgoto 17 – 512.0030.2.029 Manutenção dos Serviços Água e Esgoto 334 - 3190.13.00 Obrigações Patronais R$ 1.000,00 02.08.03 Manutenção do Meio Ambiente 18.541.0036.2.035 Manutenção do Meio Ambiente 415 – 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 2.400,00 02.09.01 Departamento de Trânsito 06.181.0037.2.036 Departamento de Trânsito 427 - 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 90,00 TOTAL DA SUPLEMENTAÇÕES R$ 846.840,50 Art. 2º - Para atender o disposto no artigo anterior indica-se os seguintes recursos orçamentários: 1 - A anulação parcial da dotação, conforme o artigo 43, parágrafo 1º, inciso III, da Lei 4320/64, DOTAÇAO UNIDADE EXECUTORA VALOR 02.00.00 Poder Executivo 02.03.00 Secretaria Municipal de Gestão Pública 02.03.01 Departamento Administrativo 04.122.0008.2.008 Departamento Administrativo 60 – 3190.13.00 Contribuições Patronais R$ 1.000,00 02.03.06 Encargos Gerais do Município 04.122.0009.0.013 Encargos Gerais do Município 124 - 3190.01.00 Aposentadorias e Reformas R$ 28.000,00 02.04.01 Fundo Municipal de Assistência Social 08.244.0014.2.014 Fundo Municipal de Assistência Social 146 – 3390.39.00 Outros Serviços de Terceiros – PJ R$ 50,00 02.05.01 Departamento de Educação Básica 12.361.0017.2.017 Departamento de Educação Básica 189 – 3390.30.99 Material de Consumo R$ 10.250,00 190 – 3390.33.00 Passagens e Despesas com Locomoção R$ 2.000,00 194 – 3390.47.00 Obrigações Tributárias e Contributivas R$ 5.580,50 02.05.02 Departamento de Educação Básica - Convênios 12 – 361.0018.2.018 Departamento de Educação Infantil – Fundeb 40% 198 – 3390.36.00 Outros Serviços de Terceiros – PF R$ 30.900,00 199 – 3390.36.00 Outros Serviços de Terceiros - PF R$ 24.700,00 02.05.03 Departamento de Educação Básica 12 – 361.0019.2.019 Departamento de Educação Infantil – Fundeb 40% 204 – 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 137 .000,00 207 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 30.000,00 02.05.04 Departamento de Educação Básica 12 - 361.0020.2.020 Departamento de Educação Infantil – Fundeb 40% 209 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 55.000,00 02.05.05 Outras Despesas do Ensino 12.306.0065.2.063 Outras Despesas do Ensino 219 – 3390.30.99 Material de Consumo R$ 78.600,00 221 – 3390.30.00 Material de Consumo R$ 33.800,00 02.05.06 Departamento de Educação Infantil 12 – 367.0064.2.062 Departamento de Educação Infantil – Fundeb 60% 227 - 3190.09.00 Salário - Família R$ 4.900,00 228 - 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 109.000,00 229 – 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 60.000,00 230 – 3190.13.00 Obrigações Patronais R$ 13.150,00 232 – 3190.16.00 Outras Despesas Variáveis – PC R$ 15.000,00 233 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 56.710,00 234 - 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 10.000,00 02.05.07 Departamento de Educação Infantil - 40% 1477 – 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 15.000,00 1479 – 3191.13.00 Contribuições Patronais R$ 20.000,00 02.06.01 Fundo Municipal de Saúde – Rec. Impostos 10.301.0024.2.025 Fundo Municipal de Saúde – Rec. Impostos 262 - 3190.11.00 Vencimentos e Vantagens Fixas R$ 100.000,00 02.06.02 Fundo Municipal de Saúde – Convênio / Transf 10.302,0058.2.056 Fundo Municipal de Saúde – Convênio / Transf 283 – 3390.39.00 Outros Serviços de Terceiros – PJ R$ 6.200,00 TOTAL DA ANULAÇÕES R$ 846.840,50 Art. 3º - Fica o Setor de Contabilidade encarregado de realizar as alterações e ajustes necessários nos demonstrativos e anexos da Lei das Diretrizes Orçamentárias de 2010 e da Lei do Plano Plurianual 2010/2013. Art. 4º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 23 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha. Prefeito. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na Sede da Prefeitura Municipal, nesta data. DECRETO Nº 3.928, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2010 - Regulamenta o processo de readaptação do servidor público em virtude de alteração de seu estado de saúde. João Luis Soares da Cunha, Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, São Paulo, usando das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 83, XI Lei Orgânica do Município, e nos termos da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, D E C R E T A: Capítulo I - Da Readaptação de Servidor Público - Art. 1º - É assegurada a readaptação de servidor público, ocupante de cargo de provimento efetivo da Administração Direta do Município, em virtude de alteração de seu estado de saúde, na forma deste Decreto. Art. 2º - A readaptação será feita de ofício ou a pedido do servidor. § 1º- A readaptação de ofício é de iniciativa do médico do Serviço Médico da Secretaria Municipal de Saúde. § 2º - A readaptação a pedido será manifestada através de requerimento do servidor à chefia imediata ou diretamente à Secretaria Municipal de Gestão Pública. Art. 3º - Para efeitos deste Decreto, será instituída Junta Médica de Readaptação, composta de 03 (três) médicos, os quais exercerão as funções sem prejuízo de suas demais atribuições. Art. 4º - A readaptação será precedida de atestado médico, cujo laudo será encaminhado à Junta Médica de Readaptação. Art. 5º - Compete à Junta Médica de Readaptação o exame do servidor, para a verificação da perda de sua condição física ou mental para o exercício das atribuições específicas de seu cargo. § 1º O exame será definido pela Junta Médica de Readaptação. § 2º O laudo médico será assinado pelos 3 ( três ) médicos integrantes da Junta Médica

de Readaptação. Art. 6º - Compete, ainda, à Junta Médica de Readaptação: I – analisar laudo ou atestado médico que lhe for encaminhado; II – expedir à chefia competente recomendação médica concernente aos encargos ou às atribuições, inerentes ao cargo e cujo cometimento ao examinado deva ser restringido ou evitado; III – lavrar, em todos os casos, laudo pericial que conclua ou não pelo afastamento temporário ou definitivo do servidor do exercício das atribuições específicas de seu cargo. Parágrafo Único – A Junta Médica emitirá laudo pericial com a recomendação necessária, dentre as hipóteses acima descritas, e a Secretaria Municipal de Gestão Pública indicará a função ou o cargo a ser desempenhado. Após a indicação da função, na readaptação provisória, ou cargo, na readaptação definitiva, a Junta Médica de Readaptação deverá analisar e se pronunciar sobre a compatibilidade com a limitação física ou mental do servidor. Capítulo II - Do Processo de Readaptação - Art. 7º - A readaptação será: I – provisória, pelo cometimento de encargo compatível, com a condição física e com o estado de saúde do servidor, no próprio órgão em que esteja lotado ou em outro órgão da mesma localidade; II – definitiva, pela transferência para outro cargo/função, observados os requisitos de habilitação profissional e da capacidade intelectual, além das condições de saúde do readaptando. Parágrafo Único – A readaptação definitiva será precedida de processo de readaptação provisória. Art. 8º - O tempo decorrido entre a data da emissão do laudo favorável à readaptação e a publicação do respectivo ato é considerado como de efetivo exercício. Seção I - Da Readaptação Provisória - Art. 9º - A readaptação provisória tem duração de até 1 (um ) ano, prorrogável por igual período. Parágrafo Único – A readaptação provisória poderá ser sucessivamente prorrogada, com duração de até 01 (um) ano cada período, desde que devidamente atestada por laudo pericial, emitido pela Junta Médica de Readaptação. Art. 10º - O ato de readaptação provisória será de competência do Secretário Municipal de Gestão Pública ou, em sua ausência do Diretor de Departamento Administrativo. Parágrafo Único – A readaptação provisória não acarretará diminuição nem aumento de remuneração. Art. 11º - Durante o período da readaptação provisória poderão ser concedidas ao servidor facilidades que lhe permitam conciliar a permanência em exercício com a participação em programa destinado à recuperação de suas condições de saúde física ou mental, sujeitando-se à necessária comprovação de freqüência. Parágrafo Único – Serão expedidas à chefia correspondente as orientações médicas descritas no laudo de readaptação provisória do servidor para que seja atendido o disposto neste artigo. Art. 12º - A readaptação provisória poderá ser avaliada, a qualquer época, mediante exame procedido pela Junta Médica de Readaptação, a requerimento do servidor ou através de manifestação fundamentada da chefia imediata. Parágrafo Único – Da avaliação prevista neste artigo decorrerá: 1 – retorno às atividades específicas do cargo; 2 – continuidade da readaptação provisória; 3 – recomendação para cometimento de novos encargos; 4 – transformação da readaptação provisória em definitiva; 5 – encaminhamento para processo de aposentadoria por invalidez. Art. 13º - Findo o prazo estipulado no artigo 9º deste Decreto, encerrar-se-á o processo de readaptação provisória, salvo decisão em contrário proferida pela Junta Médica de Readaptação, na forma do disposto no artigo anterior. Seção II - Da Readaptação Definitiva Art.14º - A readaptação definitiva verifica-se pela transferência do servidor para outro cargo/função dentro de um mesmo Quadro. Parágrafo Único – A readaptação definitiva não acarretará diminuição nem aumento de remuneração. Art. 15º - Não sendo possível a readaptação definitiva na forma do artigo anterior, far-se-á para cargo/função do Quadro Permanente. Art. 16º - Verificada a hipótese prevista no artigo anterior respeitam-se os direitos reconhecidos através de título declaratório, não se levando em conta as gratificações e vantagens inerentes ao exercício de cargo anteriormente ocupado. Art. 17º - Em qualquer caso, a readaptação só poderá ser feita, respeitadas a qualificação e habilitação legal constantes da respectiva especificação de classe, além das condições de saúde do servidor. Art. 18º - A readaptação definitiva será processada pela Secretaria Municipal de Gestão Pública. Art. 19º - Para os cargos cujo provimento não exija habilitação profissional específica, compete à Secretaria Municipal de Gestão Pública promover a verificação das condições de capacidade profissional ao readaptando para o desempenho do novo cargo, através de: I – entrevistas, provas, exames psicotécnicos e testes vocacionais; II – avaliação dos títulos apresentados. Art. 20º - O servidor considerado apto, e para o qual não haja cargo vago, exercerá as novas atribuições até o surgimento da vaga. Capítulo III - Das Sanções Art. 21º - Compete à Secretaria Municipal de Gestão Pública apurar ou requisitar apuração da responsabilidade por fraude havida no processo de readaptação. Art. 22º - Em caso de apuração da fraude, o ato de readaptação será declarado nulo e a autoridade que dela tenha participado ou lhe dado causa ou, ainda não a tenha denunciado, quando dela, comprovadamente, tinha conhecimento se sujeita às sanções previstas na Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004. § 1º Tratando-se de servidor médico, além das sanções administrativas cabíveis, a irregularidade será levada ao conhecimento do Conselho Regional de Medicina de São Paulo. § 2º No caso de servidor contratado, de profissional ou de clínica credenciada, ocorrerá a rescisão contratual, com proibição de nova contratação ou credenciamento, por período mínimo de 4 (quatro) anos, levando-se, também, ao conhecimento do Conselho Regional referido no parágrafo anterior. Art. 23º - Revogadas as disposições em contrário, este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luis Soares da Cunha - Prefeito DECRETO Nº 3.929, DE 05 DE JANEIRO DE 2011. Dispõe sobre a prorrogação do pagamento de Tributos Municipais com vencimento para o dia 15 de janeiro de 2011.O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais: D E C R E T A: Art. 1º Fica prorrogado para o dia 24 de janeiro de 2011 o pagamento dos imposto municipais: IPTU, ISS e Taxas de Licenças com vencimento na data de 15 de janeiro de 2011. Art. 2º Para os meses subsequentes permanece o vencimento para o dia 15. Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 05 de Janeiro de 2011. João Luis Soares da Cunha - Prefeito Municipal. Publicado por afixação no quadro próprio na sede da Prefeitura, na mesma data. DECRETO Nº 3.930, DE 06 DE JANEIRO DE 2011. Regulamenta a Lei nº 806 de 25 de Setembro de 1972, alterada pela Lei nº 1.566 de 28 de novembro de 1990, que dispõe sobre o serviço de táxi no Município de São José do Rio Pardo. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais: D E C R E T A: Art. 1º Foram definidos que todos os pontos de táxis existentes no Município de São José do Rio Pardo deverão indicar seus representantes, escolhidos entre os profissionais cadastrados no respectivo ponto, para fins de organização e representação do mesmo. § 1º - O prazo para a entrega da relação dos nomes dos profissionais que irão representar seus respectivos Pontos, será de 15 dias úteis contados a partir da publicação deste decreto, sob pena de tornar irregular o ponto. § 2º - O representante de cada ponto de táxi será responsável pela resolução, junto às entidades competentes, das questões que, porventura, surgir naquele ponto. Art. 2º Na ausência da indicação supracitada, fica o Prefeito de São José do Rio Pardo, no uso das suas atribuições legais, autorizado a indicar o representante dos taxistas pertencentes ao seu respectivo ponto. Art. 3º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 06 de Janeiro de 2011. João Luís Soares da Cunha - Prefeito Municipal. Publicado por afixação no quadro próprio na sede da Prefeitura, na mesma data. DECRETO Nº 3931, DE 07 DE JANEIRO DE 2.011Dispõe sobre a execução antecipada de orçamento do exercício de 2011.Considerando o início do exercício financeiro de 2011; Considerando que a Lei Orçamentária Anual do exercício 2011 ainda não está em vigência, sendo que o projeto de lei orçamentária não foi devolvido para sanção até o encerramento da sessão legislativa; Considerando o artigo 23 da Lei n° 3.626, de 04 de outubro de 2010, a Lei de Diretrizes Orçamentárias que afirma que “Caso o projeto de lei orçamentária não seja devolvido para sanção até o encerramento da sessão legislativa, conforme determina o disposto no art. 35, § 2º, inciso III, do Ato das Disposições Transitórias da Constituição federal, as despesas de pessoal e encargos sociais, dos encargos da dívida e as despesas constitucionais e legais extremamente necessárias para atender a serviços públicos poderão ser executadas, mensalmente, na proporção de 1/12 (um doze avos), do total de cada dotação. Considerando o exposto no artigo 23 da Lei de Diretrizes Orçamentárias que autoriza a execução das despesas de pessoal e encargos sociais, dos encargos da dívida e das despesas constitucionais e legais extremamente necessárias para atender a serviços públicos; Considerando que tais despesas poderão ser executadas, mensalmente, na proporção de 1/12 (um doze avos) do total de cada dotação; O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, usando de suas atribuições legais, DECRETA: Art. 1º - Até a aprovação da Lei Orçamentária Anual para o exercício de 2011, as despesas autorizadas pela Lei 3.626, de 04 de outubro de 2010, quais sejam: despesas de pessoal e encargos sociais, os encargos da dívida e as despesas constitucionais e legais extremamente necessárias para atender a serviços públicos serão executadas, mensalmente, na proporção de 1/12 (um doze avos), do total de cada dotação. Art. 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 07 de janeiro de 2010. João Luis Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicado em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.970, DE 03 DE JANEIRO DE 2.011. Altera a Portaria nº 9.774, de 31 de maio de 2010, que nomeia Pregoeiros e Equipe de Apoio para os trabalhos de Pregão Presencial durante o exercício de 2011 e demais providências. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º Alterar a portaria nº 9.774, de 31 de maio de 2010, que nomeia os servidores abaixo discriminados, todos pertencentes aos quadros permanentes desta Administração, para exercerem respectivamente as funções de Pregoeira Oficial, Pregoeiros em substituição e membros da Equipe de Apoio para os trabalhos de Pregão Presencial desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo, durante o exercício de 2011, conforme inciso IV e § 2º do Artigo 3º da Lei Municipal nº 2.670 de 17 de outubro de 2003, regulamentada pelo Decreto Municipal nº 3.596, de 28 de dezembro de 2006, a saber: Pregoeira Oficial: Regina Márcia Braz Bocamino - Supervisora de Gestão Administrativa; Pregoeira Substituta: Lígia Assumpção Fernandes Nóbrega – Supervisora de Gestão Administrativa. EQUIPE DE APOIO: Adriana Cassemiro Dassan Boaro – Chefe de Divisão de Serviços de Referência; Luciana Primini da Paixão - Chefe de Seção de Compras; Maria José Calsoni Camargo - Chefe de Divisão de Almoxarifado Geral; Sueli Aparecida Paiva Cezário de Mello - Chefe de Divisão Técnica Administrativa de Recursos Humanos. Art. 2º Também integrarão a equipe de apoio os respectivos servidores comissionados, José Gabriel Aparecido André, Supervisor de Serviços e Roseane Aparecida Siqueira, Supervisora de Apoio Geral. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 03 de janeiro de 2011. João Luís Soares da Cunha -Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.971, DE 03 DE JANEIRO DE 2.011. Altera a Portaria nº 9.939, de 05 de novembro de 2010, que dispõe sobre a nomeação da Comissão Permanente de Licitações..O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, R E S O L V E: Art. 1º Nomear como Presidente da Comissão Permanente de Licitações durante o exercício de 2011, a servidora REGINA MÁRCIA BRAZ BOCAMINO, Supervisora de Gestão Administrativa e como demais membros as servidoras: LÍGIA ASSUMPÇÃO FERNANDES NÓBREGA, Supervisora de Gestão Administração, todas pertencentes aos quadros permanentes desta Administração. Art. 2º Também integrarão a Comissão Permanente de Licitações, na qualidade de membros, os servidores comissionados: ALINE FLAMÍNIO MACHITI, Supervisora de Obras e Serviços, ROSEANE APARECIDA SIQUEIRA – Supervisora de Apoio Geral e VANESSA MARQUES FERREIRA PINTO, Consultor Técnico. Art. 3º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 03 de janeiro de 2011. João Luís Soares da Cunha- Prefeito Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.972, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a exoneração, a pedido, do servidor ADRIANO AUSTERINO DOMINGOS, do cargo de GUARDA MUNICIPAL COMUNITÁRIO 2º CLASSE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado, a pedido, o servidor ADRIANO AUSTERINO DOMINGOS, do cargo de GUARDA MUNICIPAL COMUNITÁRIO 2º CLASSE, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2011. João Luís Soares da Cunha. Prefeito Municipal. Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.973, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a exoneração do servidor AURÉLIO PEREIRA DE MAGALHÃES, do cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica exonerado o servidor AURÉLIO PEREIRA DE MAGALHÃES, do cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS, nível VI, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011.São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.974, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação do servidor AURÉLIO PEREIRA DE MAGALHÃES, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE RENDAS E FISCALIZAÇÃO. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o servidor AURÉLIO PEREIRA DE MAGALHÃES, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE RENDAS E FISCALIZAÇÃO, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011.São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2.011.João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.975, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação do Senhor JOSÉ AFONSO CAMARGO, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Senhor JOSÉ AFONSO CAMARGO, no cargo em comissão de DIRETOR DE DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE, nível XIX, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data.


8 de janeiro de 2011 A-20

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO PORTARIA N.º 9.976, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011.Dispõe sobre a nomeação do Senhor GENTIL ÁLVARO AMÂNCIO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS. O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeado o Senhor GENTIL ÁLVARO AMÂNCIO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE SERVIÇOS, nível VI, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2.011. João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. PORTARIA N.º 9.977, DE 06 DE JANEIRO DE 2.011. Dispõe sobre a nomeação da Senhorita JAYNE ROBERTA RIBEIRO FELÍCIO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE APOIO GERAL.O Prefeito do Município de São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 37, II da Constituição Federal e com o Art. 8º, I da Lei Municipal nº 2.712, de 16 de março de 2004, R E S O L V E: Art. 1º - Fica nomeada a Senhorita JAYNE ROBERTA RIBEIRO FELÍCIO, no cargo em comissão de SUPERVISOR DE APOIO GERAL, nível I, desta Prefeitura Municipal de São José do Rio Pardo. Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data da sua publicação, com efeitos retroativos a 03 de janeiro de 2.011. São José do Rio Pardo, 06 de janeiro de 2.011.João Luís Soares da Cunha Prefeito Municipal Publicada por afixação em quadro próprio de editais na sede da Prefeitura Municipal, na mesma data. LEI Nº 3.970, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Autoriza o Poder Executivo a conceder isenção de Tributos Municipais incentivando a construção de hospitais filantrópicos e particulares com atendimento ambulatorial e pronto-socorro no Município de São José do Rio Pardo e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica concedida isenção de tributos municipais visando à construção de hospitais e ambulatórios, de propriedade de entidades filantrópicas ou de particulares sem fins lucrativos, voltados ao atendimento ambulatorial e pronto-socorro na cidade de São José do Rio Pardo. Art. 2º A título de incentivo municipal à construção de hospitais filantrópicos e particulares com atendimento ambulatorial e prontosocorro, conceder-se-á isenção da seguinte forma: I – isenção da Taxa de Licença para a Execução de Obras Particulares; II – isenção do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis, incidente na aquisição do imóvel para construção do Hospital; III – isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), durante o prazo de dez anos. § 1º A isenção do inciso II aplicar-se-á uma única vez no imóvel. Art. 3º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha-Prefeito LEI Nº 3.971, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. (Aut. Mesa da Câmara Municipal) Dispõe sobre a revisão salarial anual dos servidores ativos e inativos Da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Fica concedido aos servidores ativos e inativos da Câmara Municipal de São José do Rio Pardo revisão salarial de 8,80% (oito vírgula oitenta por cento) sobre os respectivos níveis/graus cujos valores, acrescidos da revisão, constam dos anexos da presente lei, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2011. Art. 2º Mencionada revisão está sendo atribuída nos termos do disposto na Lei nº 2606/02. Art. 3º A revisão citada no art. 1º atende ao disposto no inciso X, do art. 37, Constituição Federal, bem como ao disposto na legislação eleitoral, e tem por base o índice inflacionário do IGP-M (FGV), apurado de novembro de 2009 a outubro de 2010. Art. 4º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha - Prefeito LEI Nº 3.972, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre a inclusão do inciso IV no § 1° do artigo 28 e o inciso XIV no artigo 28 da Lei 3.475 de 22 de dezembro de 2009, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN, altera o ANEXO I da mesma lei e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica incluído no artigo 28 da Lei 3.475 de 22 de dezembro de 2009, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN o seguinte inciso: CAPÍTULO VII - Da Isenção Art. 28 – São isentos do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza as seguintes categorias profissionais autônomas: (…) XIV – artesãos. Art. 2º - Fica incluído no § 1° do artigo 28 da Lei 3.475 de 22 de dezembro de 2009, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISSQN o seguinte inciso: § 1º Estão ainda isentas do pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza os serviços prestados por: (…) IV – Cooperativas. Art. 3º O ANEXO I da Lei 3.475, de 22 de dezembro de 2009, em seu código 04, que trata dos serviços de saúde, assistência médica e congêneres passa a vigorar com a seguinte redação: § 1º - Estão ainda isentas do pagamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza os serviços prestados por: (…) IV – Cooperativas. Art. 3º O ANEXO I da Lei 3.475, de 22 de dezembro de 2009, em seu código 04, que trata dos serviços de saúde, assistência médica e congêneres passa a vigorar com a seguinte redação: ANEXO I - LISTA DE SERVIÇOS E TABELA PARA APLICAÇÃO DO ISSQN CÓDIGOATIVIDADE VLR FIXO EM UFM ALIQUOTA EM % (...) 4Serviços de saúde, assistência médica e congêneres 4.01Medicina e Biomedicina 6 4 4.02Análises clínicas, patologia, eletricidade médica, radioterapia, 6 4 quimioterapia, ultra-sonografia, ressonância magnética, radiologia, tomografia e congêneres. 4.03Hospitais, clínicas, laboratórios, sanatórios, manicômios, casas de saúde, prontos-socorros, ambulatórios e congêneres. 5 4.04Instrumentação cirúrgica 3 4 4.05Acupuntura 3 4 4.06Enfermagem, inclusive serviços auxiliares 3 4 4.07Serviços farmacêuticos 3 4 4.08Terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia 3 4 4.09Terapias de qualquer espécie destinadas ao tratamento físico, 3 4 orgânico e mental 4.10Nutrição 3 4 4.11Obstetrícia 6 4 4.12Odontologia 4 4 4.13Ortóptica 3 4 4.14Próteses sob encomenda 4 4 4.15Psicanálise 3 4 4.16Psicologia 3 4 4.17Casas de repouso e de recuperação, creches, asilos e congêneres. 4 4.18Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres 3 4 4.19Bancos de sangue, leite, pele, olhos, óvulos, sêmen e congêneres 3 4 4.20Coleta de sangue, leite, tecidos, sêmen, órgãos e materiais 3 4 biológicos de qualquer espécie. 4.21Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e 3 5 congêneres 4.22Planos de medicina de grupo ou individual e convênios para 5 prestação de assistência médica, hospitalar, odontológica e congêneres. 4.23Outros planos de saúde que se cumpram através de serviços de 5 terceiros contratados, credenciados ou apenas pagos pelo operador do plano mediante indicação do beneficiário. (...) Art. 4º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha-Prefeito LEI Nº 3.973, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre a alteração do Anexo I da Lei nº 1.878, de 19 de outubro de 1994, relativo às alterações das referências dos cargos de provimento em comissão de “Diretor Financeiro e de Previdência” e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1º Fica alterado o Anexo I da Lei nº 1.878, de 19 de outubro de 1994, que dispõe sobre a Lei Orgânica da Previdência Municipal, cria o Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de São José do Rio Pardo/SP e dá outras providências correlatas, que passa a vigorar com a seguinte redação: ANEXO I - CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO QUANTIDADE DESCRIÇÃO REFERÊNCIA (…) 01 Diretor Financeiro XXVIII 01 Diretor de Previdência XXVIII (...) Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, ficando revogadas as disposições em contrário. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha-Prefeito LEI N° 3.974, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Dispõe sobre abertura de crédito adicional suplementar no orçamento da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São José do Rio Pardo-SP. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte Lei: Art. 1° Fica autorizado o setor de contabilidade da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras, abrir crédito adicional suplementar no Orçamento Programa do Município, no valor de R$ 105.100,00 (cento e cinco mil e cem reais), com a seguinte classificação orçamentária: Dotações Unidades Executoras Valor Unidade Executora Manutenção da Administração em Geral 03.01.01 Func. Programática Manutenção da Administração em Geral 123640042.2040 Ficha - categoria Econ Vencimento e Vantag. Fixas-Pessoal Civil R$ 60.000,00 -001 - 3190.11. 003 - 3190. 16 Outras despesas variáveis-Pessoa civil R$ 3.000,00 004- 3191.13 Contribuições Patronais R$ 19.000,00 Unidade Executora Manutenção do Corpo Docente 03.01.03 Func. Programática Manutenção do Corpo Docente 123640044.2042 Ficha - categoria Econ Contribuições Patronais R$ 23.100,00 -015 - 3191.13 TOTAL R$ 105.100,00 Art. 2º O presente crédito será coberto com recursos decorrentes de anulação parcial das seguintes dotações orçamentárias:

Dotações Unidades Executoras Valor Unidade ExecutoraManutenção do Corpo Docente 03.01.03 Func. ProgramáticaManutenção do Corpo Docente 123640044.2042 Ficha-Categoria Vencimentos e Vantag.Fixas-Pessoa Civil R$ 105.100,00 Econ.-013 - 3190.11 TOTAL R$ 105.100,00 Art. 3º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 4º Revoga-se a Lei 3.640, de 06 de dezembro de 2010. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luis Soares Cunha-Prefeito LEI Nº 3.975, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Altera o artigo 6º da Lei 3628 de 04 de outubro de 2010. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º Altera o artigo 6º da Lei 3628 de 04 de outubro de 2010 para a seguinte redação “Após a notificação à Prefeitura Municipal, através de seu setor competente, procederá a seu critério à limpeza do respectivo terreno, cobrando as despesas decorrentes do ato, no valor de 0,04 (quatro centésimos) de UFM’s para cada metro quadrado de terreno.” Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha-Prefeito LEI Nº 3.976, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Altera a Lei nº3426/09 que “Dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para elaboração e execução da lei orçamentária para o exercício financeiro de 2010.”O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º O art. 10 da lei supramencionada passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 10 Os Poderes Executivo e Legislativo, dentro de suas competências privativas poderão encaminhar projeto de lei ou de resolução, conforme o caso, visando à revisão do sistema de pessoal, particularmente do plano de carreira e salários, incluindo:” Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação, com efeitos retroativos a 1-12-2010. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha - Prefeito LEI Nº 3.977, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Autoriza o Executivo Municipal a firmar convênio com a Fundação Marcia Cecília Vidigal, objetivando desenvolver projeto de aplicação de formulário de pesquisa denominada EDI, com a finalidade de observar o desenvolvimento da população infantil do Município na faixa de 4 a 5 anos de idade.O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DO RIO PARDO, ESTADO DE SÃO PAULO. Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte lei: Art. 1º – Fica a Prefeitura Municipal autorizada a firmar convênio com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, objetivando desenvolver projeto de aplicação de formulário de pesquisa denominado EDI (Early Development Instrument), com a finalidade de observar o desenvolvimento da população infantil do Município na faixa de 4 a 5 anos de idade. Art. 2º - Do Instrumento de Formalização do convênio, constarão as cláusulas e condições próprias desse tipo de ajuste, bem como as obrigações e encargos das partes convenentes, podendo se assim for interesse das partes, firmar aditivos. Art. 3º - As despesas decorrentes desta lei correrão por conta de verbas já alocadas no orçamento, suplementadas se necessário. Art. 4º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. São José do Rio Pardo, 30 de dezembro de 2010. João Luís Soares da Cunha - Prefeito. EQUIPE TÉCNICA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA SÃO JOSÉ DO RIO PARDO APROVAÇÃO DE PROJETO – DEFERIDO. Proc: 638/10 Santa Casa de Misericórdia de S. J. R. Pardo - Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro - Depósito de Lixo Hospitalar. Proc: 684/10 Fábio Roberto Buffo – Rua Capitão Luis de Mello, 173 – Vila Pereira – Mini mercado. Proc: 694/10 Daniel Dias Tessari – Praça das Bandeiras, 67 – Centro – Loja de Conveniência. LICENÇA DE FUNCIONAMENTO INICIAL – DEFERIDO.Proc: 560/10 Unimed S. J. R. Pardo Coop. De Trabalho Médico – Rua Campos Salles, 491 – Centro – Sala de Imunização. Proc: 586/10 Roberto Rodrigues Panhalbel – Rua Campos Salles, 1230 – Centro – Cons. Médico. Proc: 705/10 Leandro F. de Oliveira Lanchonete ME – Rua Marechal Floriano, 109 – Centro – Lanchonete. Proc: 714/10 Clínica Alergo Ymuno S/S - Rua Dr. Costa Machado, 573 – Centro – Cons. Médico. Proc: 741/10 Buffo & Buffo Ltda ME Rua Capitão Luis de Mello, 173 – Vila Pereira – Mini mercado. Proc: 743/10 Antônio João da Silva Lanchonete ME – Rua João Albino dos Santos, 16 – Carlos Cassucci – Lanchonete. Proc: 746/10 Iamamoto & Dias Ltda ME – Rua Treze de Maio, 584 – Centro – Casa do Açaí. CADASTRO ESTADUAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA – DEFERIDO. Proc: 738/10 Benedito Roberto Negrão – Rua José Teodoro, 214 – Centro – Massagista. RENOVAÇÃO DE LICENÇA DE FUNCIONAMENTO – DEFERIDO.Proc: 1365/96 Prot: 766/10 Santa Casa de Misericórdia de S. J. R. Pardo - Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro - Farmácia. Proc: 158/01 Prot: 376/10 Tales Ferreira Galatte – Rua Augusto Rossi, 43 – Vila Formosa – Cons. Odontológico c/RX. Proc: 261/02 Prot: 661/10 Francisco Carlos do Prado & Cia Ltda ME – Rua Treze de Maio, 415 – Centro – Ótica. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro - Radiologia Médica. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Médico Merate Esafax 750. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Tomógrafo. Proc: 374/ 05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – Desintometro – série 30276, marca Lunar. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/ S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Mamógrafo – Merate GMM-MSM2. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Portátil T100/90 – Limex. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Portátil – Noro Médica NX-100. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Fluoroscópico Merate Esafax 750. Proc: 374/05 Prot: 565/10 Cemedi – Centro Médico de Diagnóstico por Imagem S/S – Rua Coronel Alípio Dias, 620 – Centro – RX Médico Pleoplos 4. Proc: 529/05 Prot: 550/10 Mário Rui Viero da Silveira – Av. Antônio Pereira Dias, 751 – João de Souza – Veterinário. Proc: 277/08 Prot: 495/10 Roseli Cattaruzzi – Rua Silva Jardim, 19 – Centro – Veterinária. Proc: 367/08 Prot: 604/10 Unimed S. J. R. Pardo Coop. De Trabalho Médico – Rua Coronel Alípio Dias, 885 – Centro – Quimioterapia. Proc: 439/08 Prot: 642/10 Clin Saúde S/S – Av. Independência, 451 – Centro – Cons. Médico. Proc: 468/08 Prot: 708/10 Prefeitura Municipal de S. J. R. Pardo – Rua Campos Salles, 209 – Centro - Farmácia Municipal. Proc: 526/09 Prot: 702/10 Esperanto Comercial Ltda ME – Rua Ananias Barbosa, 370 – Centro – Comer. Varej. De Artigos Médicos e Ortopédicos. CANCELAMENTO DA LICENÇA DE FUNCIONAMENTO/ DESATIVAÇÃO DO CEVS – DEFERIDO.Proc: 175/08 Prot. 768/10 Marcelo Max Grespan – Rua Marechal Floriano, 313 – Centro - Atividade de Fisioterapia. COMUNICADO Nº 001/2011 DE 07 DE JANEIRO DE 2011. SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA E TRÂNSITO. Altera o sentido de circulação de trânsito da Rua Armando Salles de Oliveira (Vila Pereira). O Secretário Municipal da Secretaria de Segurança e Trânsito de São José do Rio Pardo, no uso das atribuições que lhe confere o art. 6º da lei Municipal de nº 2.422/01 e art. 34 e incisos da Lei Federal 9503/97 que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro, Considerando o pedido da comunidade para melhorias de acessibilidade aos Bairros atendidos pelas vias; Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres, Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, RESOLVE: Art. 1º Alterar, a partir de 24 de janeiro de 2011, o sentido de circulação da seguinte via: Rua Armando Salles de Oliveira, no trecho compreendido entre a Rua Dona Presciliana Pereira da Silva e Rua Siqueira Campos, atualmente mão de sentido único de direção. Rua Siqueira Campos à Rua Dona Presciliana Pereira da Silva (Bairro X Centro), passa a operar em mão de sentido único à Rua Siqueira Campos (Centro X Bairro). Art. 2º - Revogadas as disposições em contrário, este comunicado entra em vigor no dia 24 de janeiro de 2011. São José do Rio Pardo, 7 de janeiro de 2011. COMUNICADO Nº 02/2011 DE 07 DE JANEIRO DE 2011. SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA E TRÂNSITO. Altera o sentido de circulação de trânsito das Ruas Cel. A C Machado (Vila Bela Vista); Rua João Modesto de Castro (Vila Bela Vista); Rua Algenor Taddei (Vila Bela Vista); Rua Alexandre O P Campos (Vila Bela Vista). O Secretário Municipal da Secretaria de Segurança e Trânsito de São José do Rio Pardo, no uso das atribuições que lhe confere o artº 6º da Lei Municipal de nº 2.422/ 01 e art. 24 e incisos da Lei Federal 9503/97 que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro, Considerando o pedido da comunidade para melhorias de acessibilidade aos Bairros atendidos pelas vias;Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres,Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, RESOLVE: Art. 1º Alterar, a partir de 24 de janeiro de 2011, o sentido de circulação das seguintes vias:Rua Cel. A.C. Machado, no trecho compreendido entre a Rua Francisco Glicério e Rua Dr. Neje Farah, atualmente mão dupla de sentido direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Dr. Neje Farah (Centro X Bairro); Rua João Modesto de Castro, no trecho compreendido entre a Rua Elisário Dias Guilon e Avenida Brasil, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Avenida Brasil (Bairro X Centro); Rua Algenor Taddei, no trecho compreendido entre a Avenida Brasil e a Rua Elisário Dias Guilon, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Elisário Dias Guilon (Centro X Bairro); Rua Alexandre O P Campos, no trecho compreendido entre a Rua Dr. Salgado Filho e Avenida Brasil, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Avenida Brasil (Bairro X Centro). Art. 2º Revogadas as disposições em contrário, este comunicado entra em vigor no dia 24 de janeiro de 2011.São José do Rio Pardo, 7 de janeiro de 2011. COMUNICADO Nº 03/2011 DE 07 DE JANEIRO DE 2011. SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA E TRÂNSITO. Altera o sentido de circulação de trânsito das Ruas: João Octaviano Ribeiro da Silva (Vila Brasil); Rua Gabriel Braghetta (Vila Brasil); Rua Campos Salles (Vila Brasil); Rua José Osório de Paiva (Vila Brasil); Rua Onofre Ribeiro da Silva (Vila Brasil); Rua Gabriel de Andrade Junqueira (Vila Brasil) e Rua Custódio Moreira. O Secretário Municipal da Secretaria de Segurança e Trânsito de São José do Rio Pardo, no uso das atribuições que lhe confere o Artº 6º da Lei Municipal de nº 2.422/01 e art. 24 e incisos da Lei Federal 9503/97 que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro, Considerando o pedido da comunidade para melhorias de acessibilidade aos Bairros atendidos pelas vias; Considerando o estudo de circulação, de forma a propiciar melhorias na circulação, na fluidez e na segurança de veículos e pedestres, Considerando os estudos técnicos, com a finalidade de facilitar a circulação e o uso de estacionamento, evitando conflitos e congestionamentos, RESOLVE: Art. 1º Alterar, a partir de 24 de janeiro de 2011, o sentido de circulação das seguintes vias: Rua João Octaviano Ribeiro da Silva, trecho compreendido entre entrocamento das Ruas Modesto Fávero e Pachoal Cerávolo e a Rua Padre Paulo, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Padre Paulo (Bairro X Centro); Rua Gabriel Braghetta, no trecho compreendido entre a Rua Padre Paulo e Rua São Vicente, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua São Vicente (Bairro X Centro); Rua Campos Salles, no trecho compreendido entre a Rua São Vicente e Rua Padre Paulo, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Padre Paulo (Centro X Bairro); Rua José Osório de Paiva, trecho compreendido entre a Rua Padre Paulo e a Praça São Cristóvão, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Praça São Cristóvão (Centro X Bairro); Rua Onofre Ribeiro da Silva, no trecho compreendido entre a Praça São Cristóvão e Rua Modesto Fávero, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Modesto Fávero (Centro X Bairro); Rua Gabriel de Andrade Junqueira, no trecho compreendido entre a Rua Galileu Rondinelli e a Rua Leôncio D’Avila Ribeiro, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Leôncio D‘Avila Ribeiro ( Bairro X Centro); Rua Custódio Moreira, no trecho compreendido entre a Praça São Cristóvão e Rua Gabriel de Andrade Junqueira, atualmente mão dupla de sentido de direção, passa a operar em mão de sentido único à Rua Gabriel de Andrade Junqueira (Bairro X Centro). Art. 2º - Revogadas as disposições em contrário, este comunicado entra em vigor no dia 24 de janeiro de 2011. São José do Rio Pardo, 7 de janeiro de 2011. José Fernando Folharini, Secretário Municipal de Segurança e Trânsito.

Concurso Publico n 01/10 Para preenchimento de cargo de professor fica suspenso o concurso publico n 01/10 até a republicação com retificação do edital


C-1 - GAZETA DO RIO PARDO - 8 de janeiro de 2011

Em tempo: “Receita de Ano Novo Para você ganhar belíssimo Ano Novo cor do arco-íris, ou da cor da sua paz, Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser; novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo, espontâneo, que de tão

e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha, você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.”

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta. Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto de esperança a partir de janeiro as coisas mudem

Flashes do Réveillon

(Carlos Drummond de Andrade) FOTOS: JORNAL EVIDÊNCIA

Filipe-Isa e Fernanda-Gustavo Thelma, José Afonso, Tiago, Helen Rose e Túlio

Cláudio Sarti e Fernando Bordini Matheus e Kátia

Celso Henrique e Maria Ester com a filha Maria Laura

Carol, Mila, Danda, Neto, Lu, Bil, Iani e Marcelo

Denize, Aline e Ariane

Djane Forte e Cris


C-2 - GAZETA DO RIO PARDO - 8 de janeiro de 2011

Em Sociedade N Dr. Heber Pereira Fontão, aniversariante do dia 26 de dezembro, fechou o ano com chave de ouro celebrando 80 Anos de Vida em torno de íntimo Almoço organizado pelos filhos Heber Luís, Antônio Fernando, Maria de Lourdes, João Bosco e Paulo Celso, ocorrido na residência de Tonico e Maria Luísa.

O aniversariante com a esposa Cidinha, em tarde de festa

Heber com os filhos João Bosco, Heber Luís, Neca, Tonico e Paulo Celso, na hora do “Parabéns a Você”

Nova Etapa Dra. Marina Ramos Antônio, formada em Psicologia pela PUCCampinas e Pós-Graduada pela USP-SP, abre as portas de seu consultório em São José do Rio Pardo iniciando nova etapa de sua carreira profissional. Marina, que reside e já trabalha na área em Campinas, dividirá seu tempo entre as duas cidades.

Dra. Marina com seus pais, Claudete e Márcio Antônio

Com os netos para o álbum de família.

Entre Amigos N D a n i e l B ri t o d o s S a n t o s , o p o p u l a r “Fejão”, l o c u t o r d o s p r o g ra m a s Rolê 88 e Balada 88, transmitidos pela 88 Rádio Mais, aniversariou dia 29 de dezembro, festejando com os companheiros de trabalho.

Com os familiares em noite de inauguração

O aniversariante “Fejão” circundado pelos companheiros, em tarde festiva.

N M a r c o A n t ô n i o C a s s u c c i , d i a g r a m a d o r d e s t e s e m a n á r i o e c o - r e s ponsável pelo visual da Coluna Enfoque, festejou idade nova dia 3 de janeiro, com os colegas de Gazeta e Rádio, durante concorrido lanche. No próximo dia 20 de fevereiro, Marco comemorará 31 anos de casa.

Marco, sentado, junto dos colegas Gilmar, Eduardo e Elizete, essa, organizadora dos lanches festivos de Gazeta e Rádio.


C-3 - GAZETA DO RIO PARDO - 8 de janeiro de 2011

Entre Nós 2 Carismática e sempre esbanjando alegria, Rosa Maria de Souza Pereira, no registro fotográfico com a tia Nilze Farah, aproveitou o período da passagem de ano para voltar às raízes, matando saudades dos familiares e amigos aqui residentes.

2 O jovem Gustavo, terceiranista do curso de Engenharia Mecânica do prestigioso Instituto Mauá de Tecnologia, na foto, ladeado pelos pais, Maria Cristina e Antônio Augusto Trecenella, na noite em que comemorava 20 Anos de Idade , durante a ceia da virada de ano, que teve lugar na casa de campo da família, na boa terrinha – Parabéns!

2Márcio Araújo com a noiva Cristina, em circulada pela cidade durante os festejos de fim de ano – Simpatia a toda prova!

Intercâmbio Maria Luiza Gertrudes Hashyzumi carimbando passaporte para os Estados Unidos, onde frequentará curso intensivo de Língua Inglesa através de Intercâmbio de Estudos como representante da Escola Técnica Centro Paula Souza, de São José do Rio Pardo.

Em Sociedade Rosana-Dr. Paulo Domingos Parisi Jr. acabam de regressar do litoral, onde o casal com a família passou o réveillon. Isto posto, na noite de quartafeira, 5, os amigos Lourdes-Dino La Verghetta receberam um grupeto para o Jantar , quando foi comemorado o nat de Rosana, aniversariante de 2 de janeiro. Sempre primando pela boa mesa , a anfitriã se superou ao preparar elogiadíssimo cardápio, no melhor estilo mediterrâneo - Um sucesso!


GAZETA DO RIO PARDO - 8 de janeiro de 2011 - C- 4


Página C-5 - 8 de janeiro de 2011 - GAZETA DO RIO PARDO

www.rjdg@terra.com.br

Os negros brincos Dona Ernestina era uma senhora fina, educada, casada com famoso cirurgião. De família tradicional, mesmo dentro de casa, vestia-se como uma discreta rainha. Suas jóias eram complementos que encantavam os observadores, não ofuscando a fina simplicidade. Assim, eu a conheci. Mesmo com mais de qua-

renta anos, considerada já velha naqueles tempos, era bonita, sempre sorrindo, tendo uma palavra de agradecimento e de incentivo até mesmo ao menino desconhecido, entregador de encomendas da loja. Tempos depois, os jornais destacaram a morte repentina, “na avançada idade de 59 anos”, do conceituado e humano médico, seu marido, que aba-

lou a cidade. Daquele dia em diante, Dona Ernestina vestiu-se de negro luto, tendo apenas como jóia um par de brincos grandes e circulares, também negros. O menino da loja levoulhe, para escolha, caixas de papéis de cartas tarjados. Viu-a triste, com vestido e meias pretas, que foram suas indumentárias até sua morte. Mesmo

com lágrimas nos seus olhos, abriu o sempre sorriso de agradecimento ao menino... Os anos passaram. Dona Ernestina morreu reverenciada pelos moradores da cidadezinha que tanto ela serviu e amou. O menino da loja, já moço, foi ao velório e ao enterro da educada freguesa. Observou que ela estava sem os grandes e

negros brincos circulares que tanto observou... Muitos anos depois, encontrou-se com a neta de Dona Ernestina. E ele contava-lhe do sorriso e da atenção ao menino que lhe levava encomendas... Curioso, perguntou-lhe daqueles grandes e negros brincos que ela sempre usou. A neta contou-lhe que os brincos foram presentes de noivado do seu avô, feitos

com dois enormes e belíssimos rubis, por joalheiros italianos. Ela sempre os usou. Com a morte do amado marido, Ernestina procurou os artistas ourives italianos que cobriram os rubis com material negro... E enfatizou que, hoje, os belíssimos rubis estão livres daquele triste negro manto e são as preciosas pedras de dois anéis. 6-12-2010.

O popular Quim descansando aos pés do “Outono” italiano, em mármore, na praça XV.

Anos 70, professores da escola “Cãndido Rodrigues”. Da esquerda para a direita: Zélia Abromovik, Regina Mazzilli Silveira, Eunice Raddi, Bel Abichabki Andreoli (atrás), Ana Cecília Noronha Grassi, Alveni Andreghetto, dois professores não identificados, Rosa Guimarães (atrás), Nair Raddi, Glorinha Fernandes, Nazareth G. Christiani, Roseli Aga, Paulo Caio A. Lemes, Rosa Agliussi e Mirian Pipano.

Na Rua Treze de Maio (hoje Praça dos Três Poderes), parte da casa do Verrone (à direita) e duas outras de João Landini. Em julho de 1940, na fazenda Retiro dos Porcos, em Mococa, estes caçadores passaram uma semana. Sempre da esquerda para a direita. Em cima do caminhão: Waldemar Braghetta e Benedito de Andrade.Na frente: Tonico Amato, Antônio Longo, Francisco Rodrigues, Alcindo Borges, Walter Braghetta e Aurélio Petrocelli, de costas.

Time da Guarda Mirim, na AAR, em 1977. Da esquerda para a direita, em pé: Bim Peixeiro, João Carlos (falecido), Márcio Araújo, Rueda, Gílson, Alfredo Dassan, João Del Ninno, Edinho e Catita. Agachados: Esquerdinha, Nardo (falecido), Nei Morgan, Djalma, Barbozinha, Maurício e Norivaldo.

Veteranos do “Surrapa”, em 1964. Da esquerda para a direita, em pé: Gilmar, Orlando Bertocco, Hélio Garcia, Alcides Angelini, Vadinho Barbosa, Tony Lourenço e Taxinha Farah. Agachados: Fernando Parisi, Paulinho Bertero, Toninho Grassi, Ayrton Farah e Dirceu Martini.

Conselho de amigo! Antes de qualquer compra, seja um pesquisador.

Você encontrará o melhor pelo menor preço. Confira! Av. Com. Dr. Luiz Gonçalves Júnior, 69 -Fone: 3608-5734


C-6 - GAZETA DO RIO PARDO -8 de janeiro de 2011

você sabia

Empresa cria sistema virtual de busca de pets perdidos Quando o bicho se perde, o dono alerta o site, que divulga informações pela rede

A Blanked Id desenvolveu um sistema virtual para rastreamento de pets perdidos. O sistema funciona como uma rede de troca de informações e compartilhamento de dados. Cada usuário cadastra um perfil de seu animal, com fotos, descrição e informações para contato. Caso o animal seja perdido, o usuário deve acessar o sistema e informar

o ocorrido. Automaticamente, as informações do pet são enviadas para todos os membros da rede e também para hospitais de animais, clínicas veterinárias e abrigos para cães perdidos. Assim que o animal é encontrado, basta entrar no sistema e enviar uma mensagem para o usuário que perdeu o animal, e ele será automaticamente informado da localização de

seu bichinho. O sistema funciona como um clube, ao qual o usuário se associa e paga uma taxa anual. Além disso, ao se cadastrar, o usuário também recebe um pingente personalizado com uma identificação e o endereço do site, para ser colocado na coleira do animal. Fonte: PEGN (www.reporteranimal.com.br)

ENVIE A FOTO DE SEU ANIMALZINHO DE ESTIMAÇÃO PARA

diagrama@gazetadoriopardo.com.br

Qual é o Bicho ?

Crocodilo-do-Nilo O crocodilo-do-Nilo (Crocodylus niloticus) povoa todo o território continental africano a Sul do deserto do Saara, e ainda a costa ocidental de Madagáscar. Pode ser encontrado em rios, lagos, pântanos ou charcos de água. Esta sua distribuição, muito vasta no continente africano, tem tido conseqüências dramáticas nas populações humanas que habitam as zonas ribeirinhas e que não dispõem de fontes de água nas aldeias. Todos os dias, alguém tem de se dirigir junto aos rios em busca do precioso liquido, e nestas circunstâncias muitos têm sido vítimas do apetite voraz destes répteis. Os crocodilos-do-Nilo têm uma dentição de cerca de 64 dentes, e se algum cai quando dos ataques às sua presas, logo nasce outro no mesmo local. Como em todos os crocodilos, o quarto dente de cada lado da mandíbula inferior fica exposto, mesmo quando o animal tem a boca fechada, característica que diferencia os crocodilos dos ali-

gátores. Os crocodilos alimentamse de quase tudo o que mexe, dentro ou fora de água, desde peixes, passando pelos animais selvagens e domésticos, grandes ou pequenos, sejam eles gazelas, gnus, vacas ou búfalos africanos, e mesmo humanos que ocasionalmente se aproximem da água. Não porque o crocodilo seja um comedor de homens, mas porque, para estes sobreviventes de milhões de anos, é apenas alimento. De fora ficam os elefantes e rinocerontes, pelo seu tamanho, e os hipopótamos, que mantêm com os crocodilos uma relação de respeito e partilha de territórios, se bem que quando um hipopótamo morre, passa a ser alimento.

É uma espécie ovípara. A fêmea faz um ninho, com lama e folhas, onde deposita até 60 ovos cuja incubação demora cerca de 3 meses. Dos animais que nascem e conseguem chegar em segurança à água na boca da mãe, a grande maioria acaba como alimento de outros crocodilos, de aves, ou de outros animais. Estas condicionantes baixam a taxa de sobrevivência de crocodilos que chegam a adultos, que é de cerca de 1%. Um grande crocodilo-doNilo macho pode atingir mais de 5,5 metros e pesar mais de uma tonelada. A esperança de vida de um crocodilo que chegue a adulto rondará os 60 anos. Fonte: bicharada.net

Doa - se Somos três lindas irmãs, 2 preto e branco e uma tigrada. Temosaproximadamente 3 meses de idade e estamos à procura de novos lares. Por Favor entre em contato pelo telefone: 3684-1881 e nos ajuda a começarmos o ano de 2011 positivamente !


C-7 - 8 de janeiro de 2011

Fonte: Terra Esotérico

Torta paulista

Ingredientes 1 lata de leite condensado cozido por 30 minutos na pressão 1 caixa de creme de leite 250gr de açúcar refinado 150gr de manteiga sem sal em temperatura ambiente 200gr de amendoim torrado e moído (2 xícaras de chá bem cheias) 1 pitada de sal 2 pacotes de bolacha maisena Vinho licoroso Modo de fazer Cozinhe a lata de leite condensado e reserve. Na batedeira bata o açúcar e a manteiga até formar um creme. Junte o creme de leite (com um pouquinho só de soro) e o amendoim. Bata até formar uma mistura homogênea. Unte um pirex com manteiga e acomode uma camada de bolachas na diagonal. Polvilhe um pouco de vinho e espalhe metade do creme. Faça outra camada de bolachas, agora na transversal , pol-

Vencedor do BBB está falido Segundo o jornal Folha de São Paulo, menos de um ano depois de ter ganhado o prêmio de R$ 1,5 milhão na final do “Big Brother Brasil 10”, o lutador Marcelo Dourado diz que já gastou todo o dinheiro, em jogos de azar e com a namorada. Com a conta bancária magra, Dourado diz que está devendo e que quer trabalhar para poder pagar as contas. O ex-milionário afirma que também usou o dinheiro para ajudar seus familiares e investir em sua marca de roupa. Para 2011, além da sua marca, Dourado pretende começar a dar palestras motivacionais. “Eu não estava programando, mas a demanda fez com que eu tivesse esse produto para oferecer”, explica ele. Globo corta a banda do “Domingão” A Rede Globo começou 2011 cortando gastos. De acordo com o jornal Agora Sã Paulo, a banda do “Domingão do Faustão” vai deixar o programa. A saída do grupo não teria nada a ver com mudanças artísticas ou fim de contrato, mas sim com o corte de custos na atração. Os músicos serão substituídos por um DJ. O programa tem passado por mudanças ultimamente. No mês passado, a apresentadora comercial, Talitha Morete, foi demitida. Ela, que entrou no lugar de Adriana Colin, não emplacou na função e será substituída em 2011.

O trabalho estará no foco de suas atenções. Invista nas suas ambições e não deixe a peteca cair. O setor afetivo conta com ótimas vibrações dos astros, vai querer construir um alicerce mais sólido com seu par. Mantenha a discrição e não vai se arrepender.

O setor profissional recebe poderosas vibrações, é hora de investir no seu progresso. Vida afetiva bem-amparada, apenas tenha cuidado com intromissões desnecessárias na sua vida amorosa. Cuidando do seu lado espiritual, você pode conquistar sua paz interior.

Sua expansão profissional está em evidência, aproveite! Terá sucesso ao reformar velhas ideias, dando uma nova cara para elas. No amor, uma atmosfera romântica está no ar, mas tente equilibrar a razão e a emoção. Trace sua prioridades e mantenha-se fiel a elas! Profissionalmente, as parcerias serão bem-vindas, some forças com as pessoas que comungam dos mesmos objetivos que os seus. A dois, apesar dos desafios, sua estrela vai brilhar. Solte-se um pouco mais! Evite se irritar demais com a superficialidade dos outros.

vilhe o vinho e coloque o restante do creme. Faça a última camada de bolachas, na diagonal , polvilhe com o vinho e espalhe o leite condensado cozido. Enfeite com amendoim moído. Leve para gelar.

“Ídolos” quer revelação sertaneja A quarta temporada de “Ídolos” na Record tem previsão de estreia para o primeiro semestre deste ano e já tem o claro objetivo de encontrar um astro do segmento do sertanejo universitário. A emissora pretende se aproveitar do gênero, que é um dos mais rentáveis do país atualmente. O sertanejo universitário tem como representantes como Victor e Léo, Jorge e Matheus, João Bosco e Vinícius. Uma das cidades na qual serão realizadas audições será Uberlândia, no interior de Minas Gerais, região considerada celeiro de talentos do gênero. Rodrigo Faro segue no comando do reality, o qual terá como jurados Marco Camargo, Luiza Possi e Rick Bonadi. Hebe estreia em fevereiro A RedeTV! pretende colocar Hebe Camargo no ar antes do carnaval. O programa ainda não tem nome mas já se especula 8 de fevereiro como a data da estreia. A emissora resolveu convidar a equipe que acompanhou a apresentadora no SBT, já que esses profissionais estão acostumados com os hábitos de Hebe, e podem ajudála a sentir-se à vontade na nova casa. Em sendo confirmado o dia do programa, isto é, terça-feira, às 22 horas, na sequência do “Rede TV! News”, significa que o “Superpop” da Luciana Gimenez, em vez de três, será apresentado duas vezes por semana. Globo é condenada A Globo foi condenada pela 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por dano moral a uma mulher que teve seu número de celular divulgado durante a novela “Páginas da Vida” (2006/2007). A emissora terá que pagar R$ 10 mil porque divulgou um número idêntico ao do celular de uma mulher. Ela disse que teve transtornos com o episódio, quando passou a receber várias ligações de curiosos, que queriam saber se o telefone era da atriz Ana Paula Arósio ou de sua personagem.

PENSAMENTOS DE PAULO COELHO

A história do lápis O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: - Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: - Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando

crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. - Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida! - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo. “Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e

Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade”. “Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas lhe farão ser uma pessoa melhor”. “Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa

que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça”. “Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você”. “Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação”.

O trabalho em equipe conta com a ajuda das estrelas. A motivação e o estímulo que você precisa pode vir de terceiros. O diálogo pode ser importante para animar e manter o relacionamento amoroso. Procure ter discernimento para não acreditar em tudo o que ouve.

As atividades que domina vão fluir com facilidade. Procure ter discernimento para não acreditar em tudo o que ouve. A dois, o diálogo pode ser importante, mas a vontade de ser útil é a que vai predominar. Não perca a chance de deixar o seu cantinho mais aconchegante.

Você estará altamente comprometido(a) com o trabalho. Unir o útil ao agradável pode ser a melhor maneira de manter o bom humor. O astral é benéfico na vida a dois, não perca a chance de se dedicar à pessoa amada! Convém ser menos rígido(a) em família. Mostre-se aberto(a) a mudanças, pode assumir algumas responsabilidades. O período pede cautela com os gastos desnecessários. Os astros conspiram a favor de sua vida sentimental. Sua força de sedução vai estar a mil. Aproveite para se declarar a pessoa amada! Não tenha medo de expressar suas ideias, por mais que elas sejam originais ou futuristas. Seja mais realista ao lidar com as finanças e tudo correrá bem. Período bem-amparado nas relações afetivas, com diálogo e discrição você irá longe! É tempo de meditar sobre seus valores. Estará mais comunicativo(a), facilitando a interação no ambiente de trabalho, mas não vai ser fácil conviver com as exigências. No amor, é hora de valorizar o que você já construiu. Relações superficiais não terão vez. Canalize suas energias para conquistar o que deseja.

No trabalho, é melhor agir de forma cautelosa. Mantenha-se no anonimato e terá mais liberdade de ação. Na vida a dois, tente agir com suavidade. Agarre a chance de estreitar alguns de seus laços. Lembre-se: o pensamento cria, o desejo atrai e a confiança realiza. Deixe a sua individualidade de lado e veja como tudo funciona bem. Procure dividir as suas responsabilidades, trabalhando em equipe. No romance, o clima será invejável! É o momento de maior harmonização entre você e o par. Se algo não sair como planejou, não precisa fazer drama!

HOJE - Eduardo Tinti de Andrade, Giselle Fernanda Torres Biaco, Ana Beatriz Godoy Isoldi, Benedito Nicomedes Maurício de Souza, Gilberto Pereira, Márcio Calsoni, Roberta Mandoni Jardim, Selma Cristina Magalhães, Moisés de Oliveira Pinheiro, Nelson Teixeira Júnior, Ana Rosa Bariani, Ana Tereza Rodrigues Magalhães. AMANHA - Nilian Sernáglia, Sandra Helena Angelini, Antônio Fernando Nogueira Fontão, Ângela Maria Junqueira de Pietro, Viviane Moreno Bálico, David Angelini Sobrinho, Mônica Aparecida Marsulo, Tiago Junqueira Scali. DIA 10 – Genifie Antum M. Yasbeck, Marcius Miguel Yasbeck, Felipe Luís da Silva Salotti, Marina Caetano Vitorino, Vanda Vicente Bini, José Luiz Ferreira, Maria Luiza Rachid Carvalhaes, Rebeca Ester Andrade Feltran, Rocheli Possebon, Manoel Benedito de Jesus, Ana Paula Frozoni Cruz Apolinário, Isabela Buffoni D’Ávila e Silva, Marcos Roberto Prevital. DIA 11 - Milena Paterlini Pereto, Adriana Ferraresi, Wanda A. Souza Marsulo, Rosa Maria Eduardo Capitelli, Car-

men Sílvia Cerboni Malagutti, José Teixeira Filho, Rafael de Oliveira Alves, Ana Beatriz Andreatta Moraes. DIA 12 - Arilsson Garcia Gil, Luciano Maurício de Souza, Luíza Aparecida Fagotti Prado, Marina Machado Fonseca de Mello, Daniela Dassan Emedio, Samuel Calegari Azarias, Leandro Henrique Semensato Santos, Maira Bagodi Batista da Silva, Roque de Melo, Ana Paula F. Fernandes Benedito, Silvia Helena Bariani. DIA 13 - Algemira Pinheiro de Souza, Cleusa Ribolli Raddi, Adriana Oliveira, Denise Cobra Nogueira de Andrade, Rodrigo Lopes de Mendonça, Cláudio Perillo Faria, Leandro Carvalho Longo. DIA 14 – Aracy Betella Saraiva, João Batista Maurício de Souza, Ester Righetti Evangelista, Luiz Carlos Raddi, Luiz Ricardo Melo dos Santos, Luiz Alberto Salvadori, Danilo Ramazoti de Paula Vicente, Antônio Vieira, Amábile Fernanda dos Reis Pigoli, Kátia Regina Moreira, Sueli Aparecida Barretto, Guilherme Henrique Barbosa Soares, Paulo José Gomes, Moisés Xavier.

Para acrescentar ou retirar nomes nesta lista, ligue para

3608-5655 ou mande e-mail para redacao@gazetadoriopardo.com.br


C-8 - 8 de janeiro de 2011

Palavra de vida – Janeiro 2011 A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava suas as coisas que possuía, Mas tudo entre eles era posto em comum. (At 4, 32) Essa Palavra apresenta um daqueles “sumários” (veja também 2, 42 e 5, 12-16) com o qual o autor dos Atos dos Apóstolos retrata, em grandes linhas, a primeira comunidade cristã de Jerusalém. Nesse trecho, a comunidade distinguia-se por um extraordinário vigor e dinamismo espirituais, pela oração e pelo testemunho e, principalmente, por uma grande unidade, sendo esta a característica que Jesus tinha desejado como sinal inconfundível e forte de fecundidade de sua Igreja. O Espírito Santo - recebido no Batismo por todos os que acolhem a palavra de Jesus – é espírito de amor e de unidade. Portanto, era Ele que fazia de todos os fiéis uma só coisa com o ressuscitado e entre si, superando todas as diferenças de raça, de cultura e de classe social. “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava suas as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.” Mas vejamos detalhadamente os aspectos desta unidade. Primeiro: O Espírito Santo realizava a unidade dos

corações e das mentes entre os fiéis, ajudando-os a superar aqueles sentimentos que, na dinâmica do amor fraterno, tornava difícil a sua atuação. Realmente, o maior obstáculo à unidade é o individualismo. Trata-se do apego às nossas idéias, aos nossos pontos de vista e às preferências pessoais. É por causa do nosso egoísmo que se erguem as barreiras pelas quais nos isolamos e excluímos quem é diferente de nós. “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava suas as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.” A unidade realizada pelo Espírito Santo refletia-se necessariamente, também, na vida concreta dos fiéis. A unidade de pensamento e de coração encarnava-se e manifestava-se numa solidariedade concreta, por meio da partilha dos próprios bens com os irmãos e as irmãs que passavam necessidade. Justamente por ser uma unidade autêntica, ela não tolerava que, na comunidade cristã, alguns vivessem na abundância, enquanto outros não tivessem nem mesmo o necessário. “A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava suas as coisas que possuía, mas tudo entre eles era posto em comum.” Como poderemos viver, então, a Palavra de Vida deste mês? Ela ressalta a

comunhão e a unidade que Jesus tanto recomendou, a ponto de doar-nos o seu Espírito para vê-la realizada. Logo, atentos à voz do Espírito Santo, procuremos crescer nesta união em todos os níveis. Primeiramente em nível espiritual, superando os germes de divisão que trazemos dentro de nós. Seria, por exemplo, absurdo queremos estar unidos a Jesus e, ao mesmo tempo, estarmos divididos entre nós, comportando-nos de modo individualista, cada um por conta própria, julgando-nos uns aos outros e, quem sabe, rejeitando-nos mutuamente. Portanto, é preciso realizar uma renovada conversão a Deus que nos quer ver unidos. Além disso, esta Palavra nos ajudará a entender cada vez mais a contradição que existe entre a fé cristã e o uso egoísta dos bens materiais. Ela nos ajudará a realizar uma autêntica solidariedade com aqueles que estão passando necessidade, embora nos limites do que nos é possível. Esta Palavra nos levará ainda a rezar pela unidade dos cristãos e a reforçar os vínculos de unidade e o amor de comunhão com os nossos irmãos e irmãs de outras Igrejas, com os quais temos em comum a única fé e o único espírito de Cristo, recebido no Batismo. Ciara Lubich

BÍBLIA

O testemunho do Reino apresentado na obediência Deus não considera o fervor de nossa pregação ou a disponibilidade de espírito para sofrer por Ele. Ele olha para ver até que ponto somos obedientes. O reino de Deus começa quando há absoluta obediência a Deus – nenhum pronunciamento de opinião, nenhuma apresentação de argumentos, nenhuma murmuração, nenhuma injúria. Por esse dia glorioso, Deus tem esperado desde a criação do mundo. Embora Deus tenha seu Filho primogênito, as primícias da obediência, está aguardando os muitos filhos semelhantes ao primogênito. Sempre que, neste mundo, surge uma igreja que verdadeiramente obedece à autoridade de Deus, há o testemunho do reino, e Satanás é derrotado. Satanás não tem medo de nosso trabalho enquanto agimos sobre o principio da rebeldia. Apenas ri, secretamente, quando fazemos a coisas de acordo com nossos pensamentos. A lei mosaica declara que a arca deveria ser carregada por levitas, mas filisteus enviaram a arca de volta a Israel sobre um carro puxado por bois. Davi, ao transportar a arca para sua cidade, deixou de consultar a Deus. Em vez disso, ordenou, por conta própria, que a arca também fosse transportada por um carro de bois. Os bois tropeçaram

e a arca começou a cair. Uzá estendeu a mão na direção da arca para segurá-la. Instantaneamente, foi morto por Deus. Mesmo que a arca não tivesse caído, não se encontrava, como deveria, sobre os ombros dos levitas, mas sobre um carro de bois. Numa ocasião anterior, quando a arca foi carregada pelos levitas através do rio Jordão, ela estava segura e protegida, apesar do transbordamento do rio. O contraste mostra-nos que Deus quer que lhe obedeçamos, não que lhe façamos sugestões. Deus deve esvaziarnos primeiro, para que sua vontade seja executada sem interferência. O modo de servir, se acrescentamos pensamentos humanos, fica para sempre obstruído. Deus deve governar; os homens não devem dar conselhos. Por isso os pensamentos humanos devem ficar totalmente de fora. No passado, encontramos a liberdade vivendo segundo nossa vontade; agora, encontramos a verdadeira liberdade, pois nossos pensamentos foram levados cativos por Deus. Ao perder nossa liberdade, obtemos a verdadeira liberdade no Senhor. “E estaremos prontos para punir todo ato de desobediência, uma vez estando completa a obediência de vocês” (2 Corintios 10.6). A obediência perfeita só é possível de-

pois que os pensamentos são recapturados. Aquele que ainda se inclina a oferecer conselhos a Deus não é totalmente obediente. O Senhor estará pronto a vingar toda desobediência quando nossa obediência estiver completa. Se nós, na qualidade de cristãos, podemos nos transformar totalmente quanto à obediência absoluta a Deus, temendo nossas idéias e opiniões, então Deus será capaz de manifestar sua autoridade sobre a terra. Como esperar que o mundo seja obediente, se a igreja não obedece? Uma igreja desobediente não pode esperar que os incrédulos obedeçam ao evangelho. Mas, com uma igreja obediente, também surgirá a obediência ao evangelho. To d o s n ó s d e v e m o s aprender a aceitar a disciplina, para que nossa boca seja instruída no sentido de não falar levianamente, nossa mente a não argumentar, nosso coração a não oferecer conselho. O caminho da glória está exatamente à nossa frente. Deus há de manifestar sua autoridade sobre a terra. Autor: Watchman Nee Extraído do livro Autoridade Espiritual Reuniões em São José: rua dr. João Gabriel Ribeiro, 123, aos sábados e domingos às 19 horas.

NEURÓTICOS ANÔNIMOS N/A São José do Rio Pardo

NA

Reflexão Nós sabemos que os caminhos para o bem estar comum são longos e por isso temos os atalhos. Caminhando pelos Doze Passos, a mente se abre e, através das Doze Tradições, chegamos ao tão desejado destino, da paz e da graça advinda do amor. Muitas vezes os atalhos ficam duros e poeirentos.

Outras vezes, deslizantes e com algumas armadilhas, porém na recuperação mútua das “Mãos Amigas” do N/A, somos levados à segurança e à certeza de alcançarmos um caráter aprovado diante de Deus e dos homens. A programação do N/A é a prática do amor, num roteiro firme e seguro de chegar aos objetivos almejados que são: Paz, Sere-

nidade, Sinceridade, Alegria, Amor e tantas outras qualidades que podemos desenvolver em nosso caráter. Não devemos nos esquecer que o caminho do amor pode ser longo e até difícil, mas vale à pena percorrê-lo. Paz, Serenidade e Coragem! Grupo Mãos Amigas

Reuniões: Segundas-feiras: 19h30 na Matriz, Terças-feiras: 19h30 no Cassucci COLUNA ESPÍRITA

Fazendo a nossa parte Início de mais um ano no calendário terreno. Época em que geralmente somos chamados a fazer um balanço do ano que passou e a listar objetivos para o ano que se inicia. E neste balanço, muitas vezes, constatamos que várias coisas que programamos no ano anterior, não conquistamos. É que nos esquecemos de que somente a intenção não faz a realização. É necessária a movimentação da nossa vontade. Kardec disse que a vontade é a alavanca do progresso. Na exortação de Jesus “batei e a porta se abrirá” “Buscai e achareis”, temos a orientação clara e nítida do que vem primeiro: “a ação”. A porta se abrirá a partir de sua ação “bater”. Acharás a partir da sua ação “buscar”. Quantas vezes dizemos: eu quero, mas não movemos uma palha para que o desejo se realize. Pedimos então ajuda ao invisível, como se existissem varinhas mágicas para realizar nossos objetivos pela lei do mínimo esforço. A propósito de auxílio do mundo espiritual em nossas vidas, Kardec questiona os Espíritos superiores o seguinte: “Os Espíritos têm o poder de desviar de certas pessoas males que lhes poderiam ocorrer, atraindo para elas a prosperidade? E recebe a seguinte resposta: - Não inteiramente, pois há males que estão nos decretos da Providência” (lembrando aqui da lei de causa e efeito e de nossas existências passadas); “mas eles amenizam vossas dores, dando-vos a paciência e a resignação. Sabei também que muitas vezes depende de vós afastar esses

males ou, pelo menos, atenuá-los. Deus vos deu a inteligência para que a utilizeis, e é sobretudo por esse meio que os Espíritos vos socorrem, sugerindo-vos pensamentos propícios. Mas eles só ajudam os que sabem ajudar-se a si mesmos; é o que dizem estas palavras: Buscais e achareis, bateis e se vos abrirá.” Para reflexão do assunto, segue a narrativa do espírito Hilário Silva através da psicografia de Chico Xavier: DEUS E NÓS Sebastião Loredo, estimado motorista, depois de afeiçoar-se ao Evangelho, fizera-se mais consagrado à oração. Clarividente, encontrava grande consolo na palavra de Eusébio, o instrutor espiritual que lhe dedicava incessante carinho. Entretanto, apesar de todos os votos que fazia, estava sempre a braços com dificuldades morais de vulto. Tomando o automóvel, pela manhã, certa feita afirmou: - Deus está comigo. Deus está do meu lado. Deus me ajudará. Deus me dará suas mãos. Mas, justamente nesse dia, Sebastião rixou com alguns colegas, perdeu a calma, abusou da velocidade, foi multado, desentendeu-se fortemente com o posto fiscal. À noite, no instante das orações, sentia-se envergonhado. Como de outras vezes, Eusébio surgiu-lhe aos olhos e argumentou convincente. O pupilo errara com agravantes. Conhecia as próprias obrigações. Cabia-lhe controlar-se, asserenar-se, pois que espí-

rita algum pode, em boa consciência, ignorar o dever da humildade. Sebastião, contudo, insatisfeito consigo mesmo, disse em voz alta: - Meu amigo, meu irmão, como proceder? Saí de casa orando, buscando vigiar... E muitas vezes repeti hoje: “Deus está do meu lado. Deus me ajudará. Deus me dará suas mãos.” - Sim, sim – concordou Eusébio – tudo está certo, mas não se esqueça de que nós também precisamos estar com Deus, permanecer ao lado de Deus, ajudar a Deus e entregar nossas mãos a Deus. Está bem? Sebastião gaguejou e acabou conformando-se: - Está bem. - Então – disse Eusébio -, amanhã vamos começar tudo de novo... *** Encerro desejando a todos os leitores um novo recomeço e que este ano possamos ter muita alegria no coração e muito entusiamo “Pesquisa na internet – Wikipédia a respeito da palavra: Entusiasmo (...), pode ser entendido como um estado de grande euforia e alegria, refletindo em uma consequente coragem. Uma pessoa estusiasmada está disposta a enfrentar dificuldades e desafios, não se deixando abater e transmitindo confiança aos demais ao seu redor. O entusiasmo pode portanto ser considerado como um estado de espírito otimista.” M A R I A L Ú C I A A N D R E ATA M ARTINS

Al-Anon e Alateen para familiares e amigos de alcoólicos Numa reunião de Al-Anon vários membros compartilham sobre a mudança de suas atitudes depois que ingressaram no programa AlAnon. Nos Grupos Al-Anon e Alaten existe compreensão. As pessoas usam o primeiro nome e são avisadas para não divulgar quem elas vêem ou as histórias pessoais que elas ouvem numa reunião. Os recém chegados no programa ficam aliviados ao saber que existe um lugar para com-

partilhar sem medo de serem julgados. O Al-Anon/Alateen é uma associação mundial de homens, mulheres e adolescentes que tem amigos ou familiares com um problema de bebida. Os membros se reúnem regularmente para compartilhar sua experiência, força e esperança ao lidar com frustações e sentimentos de desamparo causados pela doença do alcoolismo. Os membros do Al-Anon vivem vidas significativas e sa-

tisfatórias, ajudando a si mesmo com a ajuda do AlAnon. Se você está preocupado com a maneira de beber de alguém, entre em contato com o Al-Anon. Grupo Esperança – terçafeira – às 20 horas – Igreja Matriz São José – Salão Ou telefone para Serviço de Informação Paulista AlAnon – 0xx11 3227-2699,ou acesse o site WWW.alanon.org.br São José do Rio Pardo - SP

Gazeta do Rio Pardo 2526  

Gazeta do Rio Pardo 2526

Advertisement