Page 1

Paulinho Muniz


GAZETA NITEROIENSE

2

Local

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

ANUNCIE • 3619-1800

gazetanit@gmail.com

www.gazetanit.com.br

facebook.com/gazetaniteroiense

www.climatempo.com.br

Eleitores poderão fazer recadastramento biométrico também aos sábados Posto de atendimento no Caio Martins funcionará das 9h às 14h. Quem não fizer o procedimento até 31/10 terá o título de eleitor cancelado A partir do próximo sábado (31/08), os mais de 170 mil eleitores de Niterói que ainda não fizeram o recadastramento biométrico terão a opção de regularizar o título aos sábados, até o final do prazo de recadastramento, dia 31 de outubro. O eleitor, no entanto, deve ficar atento, já que não haverá atendimento nos dias 7 de setembro e 12 de outubro, por conta dos feriados. Além disso, o atendimento aos sábados será realizado somente no posto do TRE-RJ instalado no Estádio Caio Martins, na Rua Presidente Backer, Santa Rosa, que funcionará das 9h às 14h. De segunda a sexta, o atendimento no local ocorre das 9h às 17h. Nesse posto, o atendimento é feito tanto por ordem de chegada quanto pelo agendamento de horário. Para fazer o recadastra-

mento, que é obrigatório para todos os eleitores de Niterói, é preciso levar documento de identidade, comprovante de residência atual, título de eleitor e CPF, se possuir. No caso de nova inscrição, os eleitores do sexo masculino maiores de 18 anos deverão levar também o comprovante de quitação militar. Durante o atendimento, o eleitor será fotografado e terá suas impressões digitais coletadas. O eleitor de Niterói que não realizar o recadastramento biométrico até 31 de outubro terá o título cancelado. Com isso, além de ficar impedido de votar nas próximas eleições, não poderá tirar passaporte e CPF, prestar concurso público, obter empréstimos em bancos oficiais, receber remuneração, se for funcionário público, e renovar matrícula em universidades. De segunda a sexta-feira, além do Estádio Caio Martins, os eleitores de Niterói contam com outros três postos de atendimento. A Central de Atendimento ao Eleitor (CAE), localizada na Rua Visconde de Sepetiba, 987, fundos, no Centro

de Niterói, no prédio da Prefeitura, funciona das 11h às 19h. No Fórum da Região Oceânica, na Estrada Caetano Monteiro, s/n, em Pendotiba, o serviço é oferecido das 11h às 18h. Já no Centro Cultural da Justiça Eleitoral, na Rua dos Mercadores, 5, Centro do Rio de

Janeiro, próximo ao Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), o horário de funcionamento é das 11h às 19h. Para mais informações, os eleitores podem ligar para a Central de Atendimento da Biometria: (21) 2524-4777 ou acessar www.tre-rj.jus.br/biometria.

Onde se recadastrar:

Presidente Backer, Santa Rosa, das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 14h, aos sábados (com ou sem agendamento). - Fórum da Região Oceânica: Estrada Caetano Monteiro, s/ n, Pendotiba, das 11h às 18h, de segunda a sexta-feira (apenas com agendamento). - Centro Cultural da Justiça Eleitoral: Rua dos Mercadores, 5, Centro do Rio, das 11h às 19h. Próximo ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) (apenas com agendamento).

Atendimento aos sábados - Estádio Caio Martins: Rua Presidente Backer, Santa Rosa, das 9h às 14h (com ou sem agendamento). ATENÇÃO: nos sábados dos dias 7 de setembro e 12 de outubro não haverá atendimento, por conta do feriado. Atendimento de segunda a sexta-feira - Central de Atendimento ao Eleitor (CAE): Rua Visconde de Sepetiba, 987, fundos, Centro de Niterói, das 11h às 19h, de segunda a sextafeira (com ou sem agendamento). - Estádio Caio Martins: Rua

Onde agendar: www.tre-rj.jus.br/biometria Onde se informar: Central de atendimento da Biometria: (21) 2524-4777

Vereador presta contas com a população Nos últimos finas de semana, o vereador Bruno Lessa (PSDB) esteve conversando com niteroienses no Campo de São Bento, em Icaraí. Sempre atento às solicitações e reivindicações da população, o parlamentar apresentou sua prestação de contas com as principais ações dos primeiros seis meses de mandato, entre elas: os projetos de lei do passe livre universitário e da isenção do pagamento de estacionamento aos consumidores nos shoppings centers; a sua luta pela transparência e pela fiscalização do executivo municipal com apresentação de importantes requerimentos de informação, totalizando 36; a visita aos desabrigados do morro do Bumba; e o anúncio da instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito dos Transportes Coletivos, entre outros. Para Bruno, o contato direto com a população é uma marca do seu manda-

to: “acho importante sair do gabinete e ouvir o que a população deseja, pois somos o canal de reivindicações. Além disso, esses encontros são para apresentar para aqueles que não conseguem nos acompanhar na Câmara, um pouco do meu trabalho”. Além da zona sul, Bruno esteve também em algumas comunidades da zona norte com o mesmo intuito. Neste final de semana, mais uma vez, o vereador vai conversar com moradores no parque, em Icaraí, sempre a partir das 10 horas.

Bons contatos, ótimos negócios Devido à grande procura, o Sindicato dos Lojistas de Niterói já começou a receber inscrições para a palestra gratuita sobre “Networking – Como utilizar sua rede de contatos para alavancar sua carreira e seus negócios”, a ser realizada no dia 10 de setembro, das 19h30min às 21 horas. O palestrante será o especialista Anderson Pessoa, graduado em Marketing pela UniverCidade e pós-graduado em Gestão de Negócios pelo Ibmec, tendo ainda estudado Business Model Generation em Cambridge (Inglaterra). Reserva de vagas pelo telefone 2717-5357, ou pelo e-mail comercial@sindilojas.org.br. O Sindilojas fica na Rua Dr Borman, 6/301, Centro.


GAZETA NITEROIENSE

Local Horto do Fonseca comemora 107 anos Data será marcada pela Semana JBN do Meio Ambiente No próximo dia 7, o Jardim Botânico de Niterói completa 107 anos e para comemorar a data será realizada a Semana JBN do Meio Ambiente com o tema “Meio Ambiente por um Mundo Inteiro”. O evento que acontecerá de 4 a 8 de setembro disponibilizará visita guiada com acompanhamento de guia, palestras relacionadas ao tema, oficinas e várias atividades. O evento é uma promoção da Prefeitura Niterói – Administração Regional do Fonseca, realizada pela Secretaria Estadual de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Jardim Botânico de Niterói e Samjarboni – Sociedade dos Amigos do Jardim Botânico de Niterói e conta com o apoio das Universidades Estácio de Sá, Sapiens Publicidade e Propaganda, Gapops, Expedição Cultura – Turismo Cultural, Muove – Agência de Turismo, Efe Tour – Turismo Aventura e BikeNite – Mobilidade e Movimento. O evento será gratuito. Agendamento de grupos de escolas públicas e particulares pode ser feito pelo telefone 3607.6717 ou pelo e-mail marciogrossi mkttur@hotmail.com . Site www.meioambientejbn. blogspot.com.br.

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

contato@gazetanit.com.br @gazetanit

gazetanit@gmail.com

3

ANUNCIE@gazetanit.com.br

Prefeitura lança site explicativo sobre o projeto de revitalização do centro A Prefeitura de Niterói lançou nesta terçafeira (27), no Centro de Memória da História e da Literatura Fluminense, no Caminho Niemeyer, o site do projeto de requalificação urbana do centro da cidade. No endereço (www. centro.niteroi.rj.gov.br), que já está no ar, o cidadão conhecerá, por meio de matérias e imagens, as melhorias previstas no centro. O conteúdo está organizado em seções: Infraestrutura, Lazer e Turismo, Cultura, Social, Habitação, Sustentabilidade e Mobilidade. A ferramenta também permitirá que os niteroienses en-

viem sugestões que poderão ser incluídas no projeto final e esclareçam dúvidas. Há ainda no site a seção “Perguntas mais frequentes”, onde são respondidas as dúvidas que têm sido mais comuns na sociedade niteroiense. O Prefeito Rodrigo Neves enumerou os benefícios que o projeto de revitalização do centro vai trazer para a cidade, como a construção de um novo abrigo para moradores de rua, 20 km de ciclovias, mercados populares para ordenar o comércio ambulante, a urbanização (com a ajuda do governo federal) de comunidades como os morros do Estado e Palácio, além do Sabão e Lara Vilela, reca-

peamento de todas as ruas, a restauração de praças e de prédios históricos e também da igreja da Ilha da Boa Viagem, além de enterrar toda a

fiação elétrica. A secretária municipal de Urbanismo e Mobilidade Urbana, Verena Andreatta, disse que o site tem o compro-

misso com a transparência e a interação com a população. Verena disse que passos importantes para a aprovação do projeto de revitalização, que ainda tramita na Câmara Municipal, foram concluídos: o laudo técnico do parecer conclusivo do EIV (Estudo de Impacto de Vizinhança) e o RIV (Relatório de Impacto de Vizinhança). Terminando o lançamento, o secretário de Relações Institucionais, André Felipe Gagliano Alves, apresentou algumas telas do site e destacou a sua importância. “Esta ferramenta oficial ajudará a população a entender todo o processo de requalificação do Centro, tirar sua dúvidas e enviar sugestões”, disse.

Frente Parlamentar Contra Intolerância Religiosa

Inaugurado módulo do Médico de Família no Viçoso Jardim O prefeito Rodrigo Neves e o secretário municipal de Saúde Chico D’Angelo inauguraram no dia 20 o Módulo do Médico de Família Tayssa Ermida Alves, no bairro Viçoso Jardim. A unidade será responsável pelo atendimento de cerca de 5 mil moradores da região, e conta com dois consultórios, além de um consultório ginecológico, um consultório odontológico, sala de curativos e sala de vacinação, entre outros recursos físicos. O Módulo do Viçoso Jardim é o primeiro a ser inaugurado após o lançamento do Programa Mais Saúde, que reúne um conjunto de medidas para a expansão da atenção básica em Niterói. O nome do módulo faz referência à Tayssa, vítima – com outras

seis pessoas de sua família – da tragédia do Morro do Bumba, há três anos. O avô e o tio da menina, que na época tinha oito (08) anos, participaram da solenidade e foram homenageados pela secretária Executiva, Maria Célia Vasconcellos. “Realmente eu estou bastante emocionado. Fazendo essa homenagem à Tayssa eu me lembro tanto de outras crianças, das minhas filhas... Tenho certeza de que a Tayssa é um anjo e esta cuidando de cada um de nós. Essa é a hora de virar essa página triste da história de Niterói, marcada pela ausência e omissão. Estamos trabalhando muito para recuperar a cidadania desse povo, principalmente de quem mais precisa”, afirmou Rodrigo Neves.

Na terça-feira (28), 16 vereadores assinaram pela aprovação do Projeto de Resolução 18/2013, de Leonardo Giordano (PT), que - no objetivo de erradicar todo e qualquer tipo de discriminação cria a Frente Parlamentar Contra a Intolerância Religiosa. O Projeto surgiu a partir de uma proposição da audiência pública que debateu, em junho, temas referentes à Umbanda e ao Candomblé na Câmara. Revelando a pluralidade, o avanço e a vanguarda de Niterói no estado do Rio de Janeiro e no Brasil, a proposta vai ao encontro das demandas de diversos terreiros que vinham, historicamente,

sendo alvo de preconceito em Niterói. “Criamos essa Frente no objetivo de fazer cumprir a garantia das liberdades individuais resguardadas na Constituição Federal (CF) e na Lei Orgânica Municipal (LOM)” – destacou o autor do Projeto. Vale lembrar que o Artigo 5º, Inciso VI, da CF, diz que “é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias”. A LOM garante, no Artigo 3º, que em “Niterói (...) não haverá discriminação em razão de local de nascimento,

idade, raça, etnia, sexo, estado civil, trabalho, religião, orientação sexual, convicções políticas ou filosóficas, por deficiências de qualquer tipo, por ter cumprido pena ou por qualquer particularidade ou condição”. Além de Leonardo Giordano (PT), Bruno Lessa (PSDB), Renato Cariello (PDT), Beto da Pipa (PMDB), Pastor Ronaldo (PTN), Jayne Suzuki (PSC), Andrigo (PT do B), Tânia Rodrigues (PDT), Bagueira (PPS), Priscila Nocetti (PSD), Rodrigo Farah (PMDB), Gallo (PDT), Verônica Lima (PT), Paulo Eduardo, Renatinho e Henrique Vieira (PSOL) assinaram o documento.

Autorização para empréstimo é aprovada em primeira discussão Foi aprovada na Câmara durante a sessão realizada nesta quinta-feira (29/08), em primeira discussão e sem prejuízo de emendas que possam ser apresentadas, a mensagem-executiva 20/2013 que pede autorização legislativa para contrair empréstimo de 26 milhões de dólares. Os recursos serão oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e, conforme o texto da mensagem, serão aplicados no Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Social de Niterói. Com a mensagem três artigos da Lei 2.316, de abril de 2006, serão revogados. O prazo de pagamento será de 25 anos, com carência de 60 meses. O placar da votação foi de 14 votos sim; e um não, de

Bruno Lessa (PSDB), entre os 19 vereadores presentes. Paulo Bagueira (PPS), por estar presidindo a sessão não votou; e a bancada do PSOL, formada por Henrique Vieira, Renatinho e Paulo Eduardo, recusou-se a votar. A alegação do PSOL foi de que um novo projeto teria que ser apresentado e que o governo deveria ter em mãos a autorização da Comissão de Finanças do Senado para contrair o empréstimo. A bancada do PT na Casa, formada por Vitor Junior, Leonardo Giordano e Verônica Lima, argumentaram que a autorização será concedida e que os recursos vão ser destinados à áreas carentes da cidade. O PSOL promete entrar na Justiça para anular a votação. O PT

afirma que cabe ao BID e não à Justiça analisar se a autorização dada durante o governo Godofredo Pinto ainda vale. Em sua justificativa à Câmara o prefeito Rodrigo Neves (PT) ressalta “que as atuais condições propostas contam com aprovação do BID, sendo fundamental às ações propostas no Programa”. Diz, ainda, o texto que o Programa tem como pressuposto básico “que a qualidade de vida urbana implica na universalização do acesso à moradia digna e aos bens e serviços públicos, preservação do meio ambiente, melhoria na mobilidade urbana, revitalização dos espaços de convivência social e cívica, bem como na perspectiva de desenvolvimento sustentável”.


GAZETA NITEROIENSE

4

Geral

trimônio Histórico da Câmara de Vereadores, Leonardo Giordano (PT), criou a Indicação Legislativa que propõe a criação do primeiro Arquivo Público Municipal da cidade. “Isto poderá preservar melhor a nossa memória e história, com um banco de dados que seja digno do acervo documental de Niterói - cidade marcada pela história do Brasil”. Tombado pelo município há 18 anos, atualmente, no prédio denominado “prefeitura velha”, funciona a Secretaria Municipal de Fazenda. Segundo o estudo da FAN, o Arquivo Público Municipal elevaria a importância do curso de Arquivologia da Universidade Federal Fluminense, que habilita profissionais capazes de planejar e preservar o patrimônio documental de Niterói, desde os anos 1970.

Palácio Arariboia, no Centro

www.gazetanit.com.br

ASSINE a partir de R$12,

@gazetanit

contato@gazetanit.com.br

FAN comprova necessidade de Arquivo Público Municipal Uma pesquisa da Divisão de Documentação e Pesquisa (DDP) da Fundação de Artes de Niterói (FAN) apontou, em julho, a necessidade de o município criar o seu próprio arquivo público. O estudo de caso fez um levantamento junto ao Conselho Nacional de Arquivos (Conarq) e descobriu que, em todo o estado, apenas a capital, Rio de Janeiro, Petrópolis e Campos possuem estes equipamentos que, segundo a FAN, a antiga capital do estado necessita, “não apenas para preservar documentos antigos, mas também os novos, produzidos e acumulados pelos governos contemporâneos”. Mencionando como exemplo o Palácio Arariboia, antiga sede da Prefeitura, o presidente da Comissão de Cultura, Comunicação e Pa-

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

Secretário Felipe Peixoto participa da retirada das embarcações no Cipar O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, participou de mais uma etapa da retirada de embarcações abandonadas do Canal de São Lourenço, localizado no Centro Integrado de Pesca Artesanal – Cipar, no Barreto. Felipe Peixoto agradeceu a parceria de todos os órgãos envolvidos que ao longo do tempo vem colaborando para a realização da dragagem da Baía de Guanabara. Para ele a retirada desse material da Baía será um ganho para a população de Niterói e, principalmente, para a dinamização das atividades do Porto. “A abertura do Cipar de Niterói vai beneficiar cerca de 7.500 pescadores, proporcio-

nando-lhes um espaço para agregação de valor ao pescado e busca de melhores canais de comercialização, reduzindo a ação de atravessadores e propiciando uma importante melhoria na renda e na qualidade de vida, oferecendo dignidade aos pescadores artesanais da região e aos seus familiares”, explicou o secretário. Segundo o diretor do Inea, Iel Jordão, em 40 dias todas as carcaças serão retiradas e outro leilão vai oferecer mais 11 carcaças à iniciativa privada, após o fim do trabalho no Canal de São Lourenço. Carlos Minc explicou que essa área é um passivo ambiental e a quantidade de material para ser dragado fica em torno de cem mil metros cúbi-

Felipe Peixoto: “A abertura do Cipar de Niterói vai beneficiar cerca de 7.500 pescadores”

cos. “Já temos a análise dos sedimentos e a licença ambiental para a retirada dos mesmos. A retirada das embarcações é uma pré-condição para podermos dar início à dragagem”, concluiu.

O projeto de dragagem do Canal de São Lourenço será licitado pelo MPA assim que o termo de referência para o processo ficar pronto. O custo do investimento fica em torno de 15 milhões de reais.

Segurança

MP

OAB promove debate com a participação das polícias civil e militar

Viação Nsa Senhora do Amparo terá que regularizar frota

A OAB Niterói, através da Comissão de Segurança Pública, presidida por Bruno Rodriguez Paura, promove debate sobre o tema, no dia 3 de setembro, a partir das 18 horas, no auditório da entidade. É resultado da preocupação da população diante da escalada de violência que atinge a cidade e o desejo de conhecer os planos para reduzir o alto índice de criminalidade. O encontro contará com a participação da delegada Martha Rocha, chefe da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro; o coronel Wolney Dias Ferreira, comandante do 4º Comando de Policiamento de Área da Polícia Militar, representando o coronel José Luís Castro Menezes, comandante geral da PM-RJ, e o tenente-coronel Gilson Chagas e Silva Filho, comandante do 12º BPM de Niterói.

Em ação do Ministério Público Estadual, a 8ª Vara Cível de Niterói condenou a Viação Nossa Senhora do Amparo a regularizar a manutenção dos ônibus utilizados nas linhas intermunicipais Itaipuaçu-Niterói e Itaipu-Niterói, flagrados circulando com pneus carecas e falhas em equipamentos de segurança. A ação civil pública foi proposta pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte de Niterói, com base em denúncias que chegaram à Ouvidoria do Ministério Público e foram comprovadas pela fiscalização do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ). A empresa terá que comprovar a realização de

Lei Seca é tema de palestra A Comissão Antiviolência da OAB Niterói, presidida por Ennio Figueiredo Júnior, coordena palestra sobre “Niterói e a nova Lei Seca”, dia 24 de setembro, a partir das 18 horas, no auditório da entidade. O tema será abordado pelo major Marco Antônio Andrade, coordenador geral da Operação Lei Seca no Estado do Rio; Humberto Peña de Moraes, professor de Direito Constitucional e defensor público aposentado e Douglas Santos, médico traumato-ortopedista do Fluminense Futebol Clube. O evento tem a mediação de Ennio Figueiredo. A OAB Niterói fica na Av. Ernani do Amaral Peixoto, 507.

manutenção nos veículos autuados pelo Detro – com troca de pneus e equipamentos de segurança —, e retirar de circulação os que estiverem em condições irregulares. A multa é de R$ 10 mil, cada vez que ficar comprovado o descumprimento da sentença pela fiscalização do Detro-RJ. Pelo risco a que expôs não só seus passageiros, mas todos os que utilizam as vias públicas, a empresa também foi condenada a pagar R$ 30 mil por danos morais coletivos. Esta multa será revertida ao Fundo Especial de Apoio ao Programa de Proteção ao Consumidor, criado pela lei estadual nº 2.592/96. A mesma empresa já havia sido acionada pelo MP estadual e condenada por irregularidades nas linhas de ônibus de Maricá.

Fundador e Diretor Responsável: Nilson Ricardo (nilsonricardo@gazetanit.com.br) • Editora: Bárbara Marques Repórter: Alexandre Brasil (alexandrebrasil@gazetanit.com.br) • Uma publicação da Editora X Niteroiense Ltda. ME Endereço: Rua da Conceição, 137, sala 415, Centro - Niterói - RJ - CEP 24020-085 • E-mail: gazetanit@gmail.com Tel/fax: (21) 3619-1800 • Seg. a sexta, das 9h às 20h • Para anunciar: comercial@gazetanit.com.br ou ligue (21) 3619-1800 Na Internet em www.gazetanit.com.br • No Twitter @gazetanit • Página no Facebook www.facebook.com/gazetaniteroiense. Colaboradores: Os artigos, crônicas e colunas assinadas são de total responsabilidade de seus autores e não traduzem necessariamente a opinião do jornal.

www.gazetanit.com.br

Copyright © 2011-2013

Gazeta Niteroiense - O jornal que todo mundo lê.

Todos os direitos reservados.


GAZETA NITEROIENSE

Geral

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

contato@gazetanit.com.br

contato@gazetanit.com.br

@gazetanit

5

ASSINE a partir de R$12,

Estado faz vistoria na RJ 100 para definir obras de melhorias O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, o diretor de Operação e Conservação da Região Metropolitana do DER-RJ (Departamento de Estradas de Rodagem), Aécio Castro, e o secretário Municipal de Transportes de São Gonçalo, Daelson Viana, fizeram uma vistoria à Rodovia RJ 100, na manhã desta quinta-feira (29/08), para avaliarem o estado da via, que receberá, em breve, obras de melhorias. A rodovia RJ 100 foi reintegrada pelo Estado este mês, com a finalidade de que o DER-RJ voltasse a assumir o corredor viário, tornando-se responsável pelas obras de melhorias, além de resolver o problema desta via que, por estar na divisa entre os municípios de Niterói e São Gonçalo, tinha sérias dificuldades para sua manutenção e ampliação.

O secretário de Estado Felipe Peixoto declarou que edital para as obras já foi publicado e o investimento é de aproximadamente R$ 15 milhões. - O edital prevê a duplicação do trecho entre a RJ 104 e trevo de Maria Paula, que se encontra em péssimo estado de conservação e também a pavimentação, sinalização e criação de ciclo-faixa do trecho entre Maria Paula e Rio do Ouro, além da criação da terceira faixa na subida para o Rio do Ouro, totalizando 7 km – explicou o secretário. Segundo o DER, as obras devem começar ainda este ano. - Se tudo correr dentro do previsto, como a licitação ser aprovada pelo Tribunal de Contas, as obras podem começar até mesmo no início de outubro - esclarece o diretor de Operação e Conservação do DERRJ, Aécio Castro.

Durante a vistoria, outros pontos de intervenção foram identificados, como a necessidade de ser construído um terminal de ônibus próximo ao viaduto de Maria Paula. - Neste trecho, muitas

Malha ferroviária do Rio recebe aporte de R$ 420 mi em dois anos e meio Entre as melhorias em andamento estão a modernização de trens, reforma de estações, substituição de trilhos, dormentes e cabos de rede aérea Com um planejamento de investimentos de R$ 1,2 bilhão entre 2011 e 2020, a SuperVia completa dois anos e meio de trabalhos com R$ 422 milhões aplicados em melhorias. Para o ano que vem, a concessionária planeja o maior valor aporte da sua história para intervenções e 20 novos trens devem entrar em circulação para atender os cerca de 560 mil passageiros que transporta diariamente. Do montante investido pela SuperVia, R$ 322 milhões fazem parte do contrato de concessão e R$ 100 milhões são adicionais. Entre as melhorias em andamento estão a modernização de trens, reforma de estações, substituição de trilhos, dormentes e cabos de rede aérea, além da anteci-

pação da compra dos novos trens que entrarão em circulação a partir do ano que vem, três anos antes do previsto. “A SuperVia já deu o passo inicial para a implementação dos investimentos e agora estamos trabalhando em ritmo acelerado para que todos os projetos em andamento se tornem realidade no dia a dia dos nossos passageiros”, afirmou o presidente da concessionária, Carlos José Cunha. Em 2014, o novo sistema

de sinalização já estará em funcionamento nos cinco ramais, reduzindo os intervalos entre as composições pela metade. De acordo com Carlos Cunha, no ano que vem, a concessionária também dará prosseguimento às reformas das estações. “Queremos oferecer um serviço de alta qualidade no transporte de passageiros do estado. Ao longo dos próximos anos, daremos continuidade ao processo de transformação do sistema ferroviário”, garantiu.

pessoas vindas de São Gonçalo atravessam um trecho a pé até embarcarem novamente sentido Niterói. Este terminal poderá dar mais conforto e fluidez às pessoas – disse o secretário de Transportes de São

Gonçalo, Daelson Viana. Numa segunda etapa, está previsto um binário no Barreto, e a duplicação do trecho entre a RJ 104 e BR 101. A rodovia será uma alternativa para “desafogar” o trânsito proveniente dos

municípios de São Gonçalo, Maricá e até mesmo de Pendotiba e da Região Oceânica de Niterói, em direção ao Rio de Janeiro. O impacto também será sentido na Alameda São Boa Ventura, Estrada Caetano Monteiro e as principais vias da Zona Sul de Niterói, que terão o fluxo aliviado. Serão investidos 50 milhões de reais em obras de melhorias na RJ 104, no trecho entre Tribobó e a BR 101, em Manilha, totalizando 15 km. Outras intervenções, como a contenção de uma encosta no Novo México, uma faixa de acesso a RJ 100 será construída no viaduto de Maria Paula e um novo viaduto será erguido no Jardim Catarina. A alça para a RJ 100 irá diminuir a retenção neste trecho da rodovia. A licitação ocorrerá dia 20 de setembro e a empresa vencedora terá prazo de um ano para finalizar as obras.


GAZETA NITEROIENSE

6

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

Vinícius Figueiredo

www.gazetanit.com.br Paulo Herédia

top@gazetanit.com.br Paulo Herédia

Claudia Azevedo, Fernanda Sixel e Eliane Gonçalves, vice-presidente, presidente e diretora geral da Ong Niterói Mais Humana, respectivamente

Larissa Tinoco conferindo lançamento na Moreira César

Mostra Casa Design realiza coquetel de inauguração solidário A presidente da Niterói Mais Humana, Fernanda Sixel, primeira dama de Niterói, é pedagoga e designer de interiores. Sempre em busca de estimular a solidariedade e a responsabilidade social, Fernanda sugeriu o apoio da mostra para algum projeto social da cidade, o que foi prontamente aceito pela organizadora da Casa Design, Eliane Figueiredo. “Apoiamos a ideia e resolvemos angariar fundos para o Projeto Casa Lar, da AMAS. Os convites para nosso coquetel de inauguração, no dia 12 de setembro, serão vendidos e todo valor arrecadado será entregue aos representantes da AMAS durante o evento”, explica Eliane Figueiredo. A AMAS é uma instituição sem fins econômicos, cujo objetivo é promover o

acolhimento a crianças e adolescentes em situação de risco, vulnerabilidade social e com deficiência. A instituição sobrevive de doações e corre sérios riscos de ter que interromper seus trabalhos por falta de verbas. O apoio da mostra Casa Design pode ser apenas o início de uma corrente do bem. Todos os profissionais, lojistas, empresários, e publico em geral podem participar do coquetel de inauguração da mostra Casa Design, e desta forma colaborar com a AMAS. Vários já estão demonstrando apoio a essa iniciativa de solidariedade! Os interessados em adquirir o convite, deverão entrar em contato com a Casa Design ou com a Niterói Mais Humana através dos telefones 2714-9901 ou 27043366, respectivamente. .

Nova loja

A Blogueira Fran Sartor e Vanusa Oliveira na inauguracao da Qualiótica Premium no Tiffany

Inaugurada na Galeria Tiffany, na Moreira César, a nova loja da Qualiotica Platinum. Esta é a segunda na cidade, voltada para clientes antenados e apaixonados por óculos. O grupo passou a ter 11 lojas no Rio de Janeiro e Niterói. Os convidados foram recebidos com coquetel para brindar a ocasião.

Contagem regressiva O dentista, Felipe Jorge Abunahman, reuniu a família no último sábado (24), em Icaraí, para comemorar 99 anos. Animado, aproveitou o encontro para dar início à contagem regressiva para o centenário, em 2014. Descendente de libaneses, que se radicaram em Cachoeiras de Macacu, interior fluminense, ele recebeu o carinho dos familiares e amigos, que foram matar saudades e saborear alguns pratos da cozinha árabe. Nas conversas, antigas histórias e lembranças dos irmãos falecidos: o ex-prefeito de Niterói, Emílio Abunahman; o pneumologista, Antônio, a irmã, Odete, além de Nagib e Francisco.


GAZETA NITEROIENSE

Geral

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

contato@gazetanit.com.br

contato@gazetanit.com.br

ANUNCIE • 3619-1800

7

facebook.com/gazetaniteroiense

Bienal do Livro comemora 30 anos com novos espaços Com uma programação cultural desenvolvida para aproximar o público do universo literário, a XVI Bienal do Livro Rio completa 30 anos apostando em novos ambientes de interação com os visitantes e prepara uma grade de atividades diversificada e dinâmica. Consolidada como um dos principais marcos do calendário cultural do Rio de Janeiro, a Bienal acontece em 2013 entre 29 de agosto e 8 de setembro. O objetivo maior dos organizadores da Bienal “ o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e a Fagga, empresa do grupo GL events Brasil “ é oferecer novas experiências ao público. “Nossa intenção é unir às novidades o que já temos de consagrado, o que é sucesso há várias edições. Teremos uma atividade para cada público, todos serão contemplados”, conta a presidente do SNEL, Sônia Jardim.

Dois novos espaços inéditos prometem surpreender os visitantes No clima da Copa das Confederações e abrindo caminho para a Copa do Mundo, o Placar Literário, com curadoria do jornalista João Máximo, será dedicado à literatura de futebol. Já os leitores adolescentes terão um novo território: além de, mais uma vez, poderem encontrar seus ídolos no Conexão Jovem, eles conhecerão o Acampamento na Bienal, que, comandado por João Alegria, terá como foco a tecnologia e a cultura de convergência “ o livro que vira filme, que vira game, que vira site, que vira livro – mostrando que a narrativa faz parte do dia a dia. Os espaços que mais fizeram sucesso em outras edições permanecem na programação. O tradicional Café Literário, pelo terceiro ano com curadoria do escritor e crítico Italo Moriconi, convidará o público a participar de des-

Niterói Livros participa da Bienal Internacional

contraídos debates sobre livros, estilos e ideias dos quais farão parte os mais celebrados autores “ prosadores, poetas, ensaístas “ nacionais e estrangeiros. No total, mais de 100 escritores, dos mais variados estilos e nacionalidades, estarão entre os convidados da Bienal do Livro. Uma parceria com o Instituto Goethe trará ainda expoentes da literatura alemã contemporânea e promoverá encontros para trocas de experiências entre escritores e profissionais do livro do Brasil e da Alemanha “ país homenageado da Bienal em 2013. A Bienal ocupará três pavilhões do Riocentro. Em 2011, ao longo de 11 dias, 670 mil pessoas passaram pelo even-

Programa da FIA facilita entrada de jovens no mercado de trabalho Jovens de 15 a 18 anos em situação de risco recebem da FIA (Fundação para a Infância e Adolescência) um importante incentivo para ingressar no mercado de trabalho. O Programa Trabalho Protegido na Adolescência (PTPA) promove capacitação profissional prioritariamente para adolescentes integrantes de famílias que recebem o Bolsa Família, aqueles em situação de abandono ou que tenham sofrido maus tratos. Também integram o públicoalvo, jovens que cumprem medidas socioeducativas ou que estejam realizando tratamento contra dependência química. O projeto oferece um curso de formação de cerca de três meses, que inclui reforço escolar, aulas de informática, noções de administração, ética, cidadania e meio ambiente. Depois de formados, os alunos são encaminhados para estági-

Depois de formados, os alunos são encaminhados para estágios remunerados em empresas parceiras da iniciativa os remunerados em empresas parceiras da iniciativa, onde poderão permanecer até os 18 anos, com chances de efetivação. Cerca de 800 adolescentes são beneficiados, anualmente, pelo programa estadual, que é oferecido em sete unidades da FIA. Atualmente, a ação conta com a parceria de 40 empresas públicas e privadas. Para participar do programa, os

jovens precisam estar matriculados e frequentando assiduamente a escola. “O horário do estágio não pode ser conflitante com o da escola. Também cobramos frequência e bom rendimento em sala de aula. Este programa oferece condições para que os alunos transformem suas vidas”, explicou a gerente do PTPA, Ana Lúcia Fernandes Pereira. Aos 15 anos, Lucas de Oliveira iniciou este mês o curso de formação do programa da FIA de Santa Cruz. O jovem morador de Paciência não escondia a ansiedade em ingressar logo no estágio. “Decidi me inscrever no PTPA porque quero começar a trabalhar e ajudar minha família. As aulas do curso estão ampliando muitos meus conhecimentos, principalmente em informática, que é a área em que sonho atuar”, disse.

to, sendo 145 mil estudantes. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente (www.ingressomais.com. com.br) ou no local. O valor da entrada é de R$ 14. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Professores, profissionais do livro e bibliotecários têm acesso gratuito ao evento (por meio do cadastramento no site da Bienal e apresentação de documento de identificação e comprovante de profissão na bilheteria do Riocentro).

Pela primeira vez, os autores independentes de Niterói terão oportunidade de participar da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, que este ano acontece de 29 de agosto a 08 de setembro, no Rio Centro. A Niterói Livros vai compor o estande “Letras de Niterói”, no Pavilhão Verde. Para participar o escritor deve ter pelo menos um livro publicado - por editora ou de forma independente - e residir em Niterói. Foram reservados cinco horários, distribuídos nos dois fins de semana do evento, para a participação dos escritores independentes, que poderão ler seus textos e conversar com leitores, além de vender, autografar e divulgar os seus trabalhos (a venda deverá ser de inteira responsabilidade do autor). A FAN oferecerá transporte para os participantes. As inscrições devem ser feitas através do formulário disponível no site www.culturaniteroi.com.br ou pelo telefone 2621-5050, no horário de 13h às 18h.


8

VÁRIAS

GAZETA NITEROIENSE

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

www.gazetanit.com.br

Universo I

Cientista sugere que vida começou em Marte Estudo afirma que Terra não teria como suportar minerais que ajudaram na formação da vida Um estudo apresentado em uma conferência científica sugere que a vida pode ter começado em Marte antes de chegar à Terra. A teoria foi apresentada pelo químico Steven Benner, do Instituto de Ciência e Tecnologia de Westheimer (EUA), em na Conferência de Goldschmidt, em Florença, na Itália. A forma como átomos se juntaram pela primeira vez para formar os três componentes moleculares dos seres vivos RNA, DNA e proteínas - sempre foi alvo de especulação acadêmica. As moléculas não são as mais complexas que aparecem na natureza, ainda assim não se sabe como elas surgiram. Acredita-se que o RNA (ácido ribonucleico) foi o primeiro a surgir na Terra, há mais de três bilhões de anos. Uma possibilidade para a formação do RNA a partir de átomos, como carbono, seria o uso de energia (calor ou luz). No entanto, isso produz apenas alcatrão. Para criação do RNA, os átomos precisam ser alinha-

dos de forma especial em superfícies cristalinas de minerais. Mas esses minerais teriam se dissolvido nos oceanos da Terra naquela época. Benner diz que esses minerais eram abundantes em Marte. Ele sugere que a vida teria surgido primeiro em Marte, seguindo para a Terra em meteoritos. Na conferência em Florença, o cientista apresentou resultados sugerindo que minerais que contém elementos como boro e molibdênio são fundamentais na formação da vida a partir dos átomos. Ele diz que os minerais de boro ajudam na criação de aros de carboidrato, gerando químicos que são posteriormente realinhados pelo molibdênio. Assim surge o RNA. O ambiente da Terra, nos primeiros anos do planeta, seria hostil aos minerais de boro

e ao molibdênio. ‘É apenas quando o molibdênio se torna altamente oxidado que ele é capaz de influenciar na formação da vida’, diz Benner. ‘Esta forma de molibdênio não existira na Terra quando a vida surgiu, porque há três bilhões de anos a Terra tinha muito pouco oxigênio. Mas Marte tinha bastante.’ Segundo ele, isso é ‘outro sinal que torna mais provável que a vida na Terra tenha chegado por um meteorito que veio de Marte, em vez de surgido no nosso planeta’. Outro fator que reforçaria a tese é o clima seco de Marte, mais propício para o surgimento de vida. ‘As evidências parecem estar indicando que somos todos marcianos, na verdade, e que a vida veio de Marte à Terra em uma rocha’, conclui Benner.

Universo II

Descobertas provas de água em partículas minerais na Lua A Nasa, agência espacial norte-americana, anunciou esta semana que foram encontradas provas da existência de água em partículas minerais da superfície da Lua e que esta provém de fontes desconhecidas situadas nas profundezas do satélite da Terra. Os investigadores usaram dados recolhidos pelo Instrumento de Mineralogia (M3) da Nasa, colocado a bordo da sonda Chandrayaan 1, da Organização de Investigação Espacial da Índia, e detectaram água magmática, isto é, que tem origem nas profundezas lunares. Foi a primeira vez que essa forma de água foi detectada através de uma sonda que orbita a Lua. Descobertas anteriores mostraram a existência de água magmática em amostras lunares recolhidas pelos astronautas

do programa Apolo. O instrumento M3 captou imagens da cratera Bullialdus, causada por uma explosão próxima da linha equatorial da Lua. A Nasa explicou que essa área interessa aos cientistas porque poderão quantificar melhor o volume de água existente dentro das rochas devido à localização da cratera e ao tipo de rochas que contém. A parte central da cratera é composta por um tipo de rochas que se forma profundamente dentro da crosta e do manto lunares. Em 2009, o M3 forneceu seu primeiro mapa mineralógico da superfície lunar e descobriu moléculas de água nas regiões polares da Lua. Acreditou-se, então, que essa água seria uma capa fina formada pelo impacto do vento solar sobre a superfície lunar. Mas a cratera Bulli-

aldus está numa região pouco propícia para que o vento solar produza quantidades significativas de água na superfície. “As missões da Nasa, como o Prospector Nuclear e o Satélite de Observação e Sensores de Crateras Lunares, e instrumentos como o M3 recolheram dados importantes que alteraram fundamentalmente nossa ideia da existência de água na superfície da Lua”, disse Pete Worden, diretor do Centro Ames de Investigação da Nasa, em Moffett Field, Califórnia. A detecção de água do interior da Lua a partir de uma observação orbital significa que os cientistas podem provar algumas das conclusões de estudos sobre amostras num contexto mais amplo, incluindo regiões distantes das analisadas nas missões Apolo.

Tchau, ressaca!

Cientistas criam cerveja que evita desidratação Imagine se você pudesse tomar uma cervejinha sem acordar com boca seca e dor de cabeça no dia seguinte? Essa é a ideia da nova bebida criada por uma equipe de cientistas na Austrália, com uma fórmula que evita que os bebedores fiquem desidratados após o consumo. As informações são do Daily Mail. Para isso, eles acrescentaram eletrólitos, um ingrediente encontrado em bebidas esportivas, que ajuda a manter o corpo hidratado e não causa ressaca. A nova fórmula não altera o sabor da cerveja, mas foi preciso reduzir o teor alcoólico. Nos testes realizados, cientistas acrescentaram o ingrediente em quatro cervejas com teores alcoólicos diferentes. Os resultados mostram que a cerveja mais leve com eletrólitos é 30% mais eficaz em evitar a ressaca que as demais. “Das quatro cervejas consumidas, a com baixo teor alcoólico foi, de longe, a mais bem retida pelo corpo, o que significa que foi a mais eficaz para reidratar os consumidores”, disse o líder do estudo Ben Desbrow, professor associado do Instituto de Saúde da Universidade de Griffith. Vale lembrar que a ressaca é causada por diversos fatores, mas desidratação é principal deles. Durante a desidratação, o corpo perde eletrólitos – minerais do corpo - o que explica por que podemos nos sentir tão mal quando bebemos na noite anterior.

Saúde

Maioria dos brasileiros com mais de 18 anos está acima do peso Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, mostra que 51% da população acima de 18 anos estão acima do peso ideal. O excesso de peso atinge 54% dos homens e 48% das mulheres. A pesquisa é feita desde 2006 e é a primeira vez que o percentual de maiores de 18 anos com excesso de peso supera os 50%. Em 2006, 43% dessas pessoas estavam acima do peso ideal. “Essa tendência de crescimento ou mostra que todos nós assumimos o tema do excesso de peso como grave para a saúde publica, ou chegaremos muito rapidamente aos mesmos patamares de países como o Chile e os Estado Unidos”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Os dados mostram que, além dos fatores genéticos, o excesso de peso está ligado a escolaridade. É entre as pessoas com menos anos de estudo que está a maior parcela dos que tem excesso de peso. Um total de 57,3% dos que tem até oito anos de estudo está com excesso de peso. Entre os que tem entre nove e 11 anos de estu-

do, o percentual é 46,7% e entre aqueles com 12 ou mais anos de estudo é 48,4%. “Essa é uma tendência mundial e que tem sido alvo de preocupação”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa. A pesquisa mostra que a capital com maior percentual de adultos com excesso de peso é Campo Grande (56%), seguida de Porto Alegre e Rio Branco com 54%, Recife e Fortaleza com 53%. A Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico - Vigitel 2012 entrevistou 45 mil pessoas acima de 18 anos das 26 capitais e do Distrito Federal. A pesquisa fornece informações sobre os hábitos da população em relação à alimentação, prática de atividade física, tabagimos, consumo de álcool e existência de doenças como diabetes e hipertensão. As informações são usadas pelo governo para elaborar programas de prevenção de doenças e ações para melhorar a qualidade de vida da população

Na mira

Cidade chinesa vai multar homens que fizerem xixi fora dos mictórios Os homens que não tiverem pontaria ao usar mictórios em banheiros públicos na metrópole chinesa de Shenzhen (sul) serão multados a partir do mês que vem, informou nesta terça-feira um funcionário da cidade. “O uso inconveniente dos banheiros públicos será punido com uma multa de 100 iuanes (cerca de R$ 38) pelas autoridades” a partir do mês que vem, disse à AFP um funcionário municipal. O projeto de lei municipal consultado pela AFP

não determina a quantidade de urina fora do vaso que exporá o usuário a uma multa, nem como a infração será constatada. Os internautas chineses não tardaram em fazer piada do anúncio, feito no microblog Weibo, e ironizaram a possibilidade de se criar um exército de inspetores de sanitários. “Muitos novos postos serão criados no serviço público. Haverá um vigia atrás de cada pessoa que urinar para verificar se está mirando bem”, escreveu um usuário do Weibo.


GAZETA NITEROIENSE

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

Software criado na UFF ajuda na comunicação e socialização de crianças autistas O meaVox ajuda na socialização dos autistas e é utilizado em smartphones e tablets O autismo é um transtorno global do desenvolvimento no qual a criança sente dificuldade em interagir socialmente, apresenta problemas para dominar a linguagem, comunicar-se e lidar com jogos simbólicos. Pensando nessa realidade, o pesquisador da UFF Gustavo Luís Furtado Vicente, desenvolveu o software meaVox para ajudar na socialização dos autistas, com plataforma a ser utilizada em dispositivos móveis, como smartphones e tablets. O nome meaVox indica “minha voz” e, de acordo com Vicente, é isso que pretende ser para todas as crianças que não conseguem se comunicar verbalmente. Basicamente, a tela do meaVox apresenta uma estrutura em forma de células. Existem as células de

Gustavo Luís Furtado Vicente, pesquisador da UFF

identificação (com a figura de um rosto de menino), as células da agenda (com o desenho de um menino ao lado de um calendário), a célula “Eu Quero” e a célula “Eu Estou”. São definidos para cada célula individualmente a imagem, o texto, o som (a ser verbalizado), a cor de fundo e a posição que a célula irá ocupar na tela do dispositivo móvel. Ao clicar em uma das células, uma série de opções será disponibilizada. Assim, quando a criança escolher, no smartphone ou no tablet, a cé-

lula que representa “Eu Quero”, o meaVox irá apresentar as opções definidas; neste caso “beber”, “comer”, “brincar”, “ver” e “ir”. Para os demais comandos, há uma série diferenciada de outras opções. O meaVox é resultado de estudos realizados dentro do Projeto Ambiente Digital de Aprendizagem para Crianças Autistas (Adaca), do Instituto de Ciências Exatas, no Polo Universitário da UFF em Volta Redonda. Em 29 de janeiro deste ano, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) concedeu o registro do software e da logomarca meaVox. Este é o primeiro passo para que o software possa ser comercializado e venha a modificar a vida de um incontável número de pessoas. Outras informações sobre o desenvolvimento do meaVox podem ser acompanhadas em blog meavox.blogspot.com.br.

contato@gazetanit.com.br

9

Projeto resgata a história e a memória do fotojornalismo entre 1940 e 1990 A primeira fotografia foi tirada há mais de 180 anos, na França. Hoje, qualquer pessoa com uma máquina fotográfica em mãos pode fotografar e até registrar acontecimentos importantes. O projeto “O olhar contemporâneo: memórias do fotojornalismo, Rio de Janeiro 1940-1990” faz um estudo da história e da memória do fotojornalismo por meio da produção de fontes orais. O estudo reúne entrevistas com repórteres fotográficos que falam sobre suas vidas, a trajetória profissional e casos interessantes, além de suas principais fotografias. O projeto está sendo desenvolvida no Laboratório de História Oral e Imagem da Universidade Fede-

ral Fluminense (UFF), pela fotógrafa Silvana Louzada da Silva, sob a supervisão da historiadora Ana Maria Mauad. O objetivo central do trabalho é reconstruir a experiência fotográfica realizada tanto pelo fotojornalismo da grande imprensa, quanto

àquele desenvolvido nas agências independentes, valorizando a prática dos fotógrafos na produção visual da história contemporânea. A pesquisa visa também a disponibilizar as informações recolhidas para estudos e pesquisas universitárias.


GAZETA NITEROIENSE

10

Arte & Espetáculo

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

facebook.com/gazetaniteroiense

Memórias do Valongo no Museu Janete Costa em São Domingos A exposição “Memórias do Valongo: capoeira, identidade e diversidade”, com fotografias de Maria Buzanovsky, peças do acervo arqueológico relacionadas as escavações do Cais do Valongo e coleção de objetos de capoeira do Mestre Dois Cruzeiros (Athayde Parreiras Neto), será aberta no próximo dia 1º de setembro, domingo, às 15h, no Museu Janete Costa de Arte Popular. Na ocasião, haverá também o lançamento do evento “A Roda no Museu”, com a participação do ator e diretor teatral Amir Haddad. Com curadoria do professor Wallace de Deus (UFF/MJCAP), a mostra tem entrada franca e pode ser visitada de 3 a 30 de setembro, de terça a domingo, das 10h às 18h. No Museu Janete Costa, o público vai poder conferir imagens de rodas de capoeira registradas pela premiada artista niteroiense Maria Buzanovsky, instrumentos de capoeira confeccionados pelo Mestre Dois Cruzeiros, além de objetos relacionados às recentes descobertas arqueológicas do Cais do Valongo, no Centro do Rio de Janeiro, antigo escoadouro de africanos, na fase final do tráfico escravagista. O Cais

do Valongo, lugar de relevante destaque na memória afro-brasileira, por onde passou cerca de meio milhão de africanos, é onde hoje são realizadas as Rodas de Capoeira do Kabula Rio, grupo que integra o Coletivo de Capoeira Conexão Carioca, cuja Roda é usada como forma de ativar este episódio da história, da memória e da cultura negra no Brasil. A abertura da exposição “Memórias do Valongo” vai inaugurar também o evento “A Roda no Museu”, onde diversos grupos de capoeira de Niterói e co-

www.gazetanit.com.br

letivos de artistas populares deverão se apresentar no espaço interno do Museu Janete Costa. O evento integra a programação da 7ª Primavera dos Museus, do IBRAM, cujo tema este ano é Museus, Memória e Cultura Afro-Brasileira e visa alternativamente contribuir para a aplicação da Lei 10.639/ 03, que torna obrigatório o ensino da história e da cultura africana e afro-brasileira no Ensino Básico. O Museu Janete Costa de Arte Popular fica na Rua Presidente Domiciano, 178182, em São Domingos.

Do samba do trabalhador para o Candongueiro O sambista carioca Moacyr Luz, comandante da mais importante roda de samba carioca, o Samba do Trabalhador, atravessa a ponte, neste sábado (31), para se apresentar na roda de samba mais tradicional de Niterói, o Candongueiro, a partir das 22h30. A casa abre às 20h. No repertório, o artista vai cantar sucessos da sua carreira como “Vida da minha vida” (parceria com Sereno), “Cabô meu pai” (com LuizCarlosdaVila),“Saudade da Guanabara”, “Anjo da velha guarda”, entre outros. Nascido em 1958, Moacyr Luz é um dos grandes nomes do samba contemporâneo. Suas canções já foram gravadas por bambas como Zeca Pagodinho, Maria Bethânia, Beth Carvalho, Nana Caymmi, Gilberto Gil, Leila Pinheiro, Fafá de Belém entre outros. Entre seus álbuns de destaque lançados estão: “Moacyr Luz”, seu disco de estreia; “Vitória da Ilusão”; “Mandingueiro”, com Nei Lopes e Paulo César Pinheiro; “Na Galeria”; “Samba da Cidade”; “Sem Compromisso”, com o percussionista Armando Marçal; e “Batucando”, com participações de Alcione, Beth Carvalho, Ivan Lins, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Luiz Melodia, Tantinho da Mangueira e Wilson das Neves. O Candongueiro fica na Estrada Velha de Maricá, 1554, Pendotiba. Ingresso: R$ 25,00

“Autorretrato” Nós da Dança, uma das companhias mais representativas do Rio de Janeiro, com 32 anos dedicados à dança, apresenta Autorretrato, o 22º espetáculo do grupo, no Teatro Municipal João Caetano em Niterói, de 30 de agosto a 1º de setembro. O espetáculo estreou em maio deste ano no CCBB RJ com uma temporada de grande sucesso de público e critica. Em Autorretrato, direção artística e coreográfica de Regina Sauer, a companhia lança um olhar de si mesma, através das expressões corporais dos integrantes da companhia. O espetáculo trata da construção da autoimagem da Cia. Nós da Dança que se configura a partir dos sonhos, projeções e perspectivas de seus integrantes. A concepção parte de fragmentos não isolados, contaminados uns pelos outros, universos individuais que se entrelaçam e estabelecem relações que afetam a percepção de si mes-

mo e do outro. O corpo entra em cena como instrumento para a percepção e expressão de si mesmo. Pensado e idealizado também por Regina, Autorretrato começou a ser concebido há cerca de 1 ano, com trabalho de pesquisa e laboratório. Os ensaios foram iniciados em fevereiro deste ano, com 30 horas semanais para que a ideia fosse assimilada de forma intuitiva pelo grupo. “Este projeto contou com a colaboração intensa de todos os integrantes da companhia buscando refletir um pouco de cada um na construção deste autorretrato. Desde a produção musical, criação de textos autobiográficos, elaboração do roteiro”, conta Regina. Autorretrato com a Cia Nós da Dança De 30/08 a 01/09 Sex 21h, Sáb. 20h, Dom. 19h Ingressos: R$ 30, e R$ 15, Classificação Etária: LIVRE Teatro Mun. João Caetano Rua Quinze de Novembro, 35, Centro, Tel.: 2620-1624

Ana Lammbert expõe na Sala José Cândido de Carvalho A artista plástica Ana Lammbert assina a exposição “Reminiscência”, na Sala José Cândido de Carvalho (Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá), até o dia 23 de setembro. A mostra, com curadoria de Desirée Monjardim, reúne 16 telas produzidas ao longo de duas décadas de pesquisas por Ana Lammbert. A artista conta que primeiramente, eram colagens, que após 20 anos, foram ganhando pontos e elementos celulares, que transformaram a obra, ora tomando conta de toda a tela, e ora se dividindo entre as formas a ambientação do contexto. Ana Lammbert é autodidata em artes plásticas e frequentou reuniões semanais de debates sobre arte durante 15 anos, adquirindo uma linguagem artística única. Seus trabalhos nasceram sob a orientação do também artista plástico Clécio Penedo. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Entrada Gratuita.


GAZETA NITEROIENSE

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

contato@gazetanit.com.br

@gazetanit

ASSINE a partir de R$12,

11 artes@gazetanit.com.br

OS LOBOS em CD e no palco do Municipal Paulinho Muniz

Paulo Mittelman expõe trabalho na Sociedade Fluminense de Fotografia A Sociedade Fluminense de Fotografia (SFF) abre no próximo dia 3 (terça-feira) , às 20 horas, a exposição “Quase Real...” do premiado fotógrafo Paulo Mittelman, que reúne 65 fotografias de temáticas variadas de natureza, gente, visões e imagens construtivistas. A mostra tem curadoria de Georges Racz, membro da Association Internacionale des Critiques D’Art e diretor cultural da Associação Brasileira de Arte Fotográfica (ABAF) e fica em cartaz até o dia 4 de outubro. A entrada é franca. Membro destacado da Associação Brasileira de Arte Fotográfica, Paulo tem presença nacional e internacional no movimento fotográfico. Participa de Salões e Bienais e tem fotografias publicadas em diversas revistas especializadas e venceu o “Le Plus Grand Concours Photo Du Monde” na categoria “Atitude Ecológica” com a fotografia “Resistência”, publicada na revista francesa Photo.

Para George Racz, curador da exposição, o trabalho apresentado por Paulo Mittelman nesta exposição é um apanhado de imagens reais da natureza da qual ele faz a sua leitura. “Na Natureza ele rende-se à força que dela emana, sem por isso abrir mão dos rigores da composição e da harmonia. O mesmo sucede ao tratar das figuras humanas. A partir de visão plástica marcada, elas recebem revigorante sopro de vida. Na Vertente Construtivista, tão valorizada pelo autor, serve-se de apropriações geometrizantes, sem por isso tentar evitar a representação, revalorizada pela agudeza do olhar,”, conclui o curador Georges Racz. Sociedade Fluminense de Fotografia Rua Dr. Celestino, 115 Informações 2620 1848 ou www.sff.com.br

Bay Market recebe Orquestra alemã Die Gersthofer Blasharmonikern A Orquestra de Sopro alemã Die Gersthofer Blasharmoniker se apresenta no dia 30 de agosto, sexta-feira, às 19h, no espaço Rosa dos Ventos, no Shopping Bay Market, em Niterói. O concerto, que terá entrada franca, contará também com a participação da Orquestra de Sopro do Programa Aprendiz, além de integrantes da Banda Municipal Santa Cecília e da Orquestra da Grota. Fundada em 1990, a Die Gersthofer Blasharmoniker é composta por 43 músicos, tem como Regente o maestro Andreas Landau e viaja pelo mundo realizando concertos em favor de Projetos sociais.

Maior banda de Niterói dos anos 60 e 70 pretendem fazer uma apresentação histórica Qualquer pessoa que viveu, mesmo que não intensamente, as noites dos anos 60 e 70 da cidade, sabe quem são os Lobos. A banda implodiu alicerces, não se agarrou a versões, partiu para as composições próprias, atravessou a Baía de Guanabara rumo ao Festival Internacional da Canção, às televisões, às rádios e fez uma revolução. Com músicas próprias e gravações de composições de Luiz Carlos Sá (do trio Sá, Rodrix e Guababyra), Cláudio Rabello e Chico Aguiar, a banda foi resgatada no filme “1972”, lançado em 2006 por Ana Maria Bahiana e José Emilio Rondeau, jornalistas que viveram e escreveram intensamente sobre música na década de 1970: “Miragem” foi tema do casal de protagonistas. Os Lobos, banda fundada por Cássio Tucunduva – que nos anos 80 acompanhou artistas como Sérgio Ricardo, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Tim Maia – já teve em sua formação Cristina Tucunduva e Dalto. Entre outros êxitos, a banda teve a música “Na Sombra da Amendoeira” na trilha da novela “O Espigão”, exibida pela TV Globo em 74. Nessa volta à cena, a banda sobe ao palco com Cássio (guitarras, violão e voz), Antônio Quintella (voz e violão), Denise Pinaud (voz),

Rogério Fernandes (baixo), Danielli Espinoso (teclado) e Francesco Nizzardelli (bateria). No repertório estão ainda clássicos como “Santa Teresa” (Luiz Carlos Sá) e “Avenida Central” (Paulinho Machado).

História Em 1970, o grupo gravou o LP “Miragem”: “A Top Tape comprou o nosso passe e deixamos a Saboya Discos. Esse primeiro LP confirmou que estávamos no caminho certo”, lembra Cássio. Dois anos depois , Os Lobos foram participar do Festival Internacional da Canção. Cássio conta que havia o Festival do Estado

do Rio e o Antônio Quintella (Antônio Claudio) foi convidado pelo Chiquinho Aguiar para cantar “Aleluia, Aleluinha para Sete Cavaleiros”. “O Antônio mudou de nome mais uma vez (risos) e se assinava Cláudio Ornellas. A banda ganhou o Festival do Estado do Rio e quem vencia aqui era automaticamente classificado para o Festival Internacional, que acontecia no Maracanãzinho”, lembra Cássio. O Carlinhos Garcez era muito ligado à produção do Festival e soube que o Raul Seixas, na época executivo da gravadora CBS, ia se lançar como intérprete com

“Let Me Sing”: “Na verdade, o Raul tinha classificado duas músicas e o Garcez conseguiu que Os Lobos interpretassem ‘Eu sou eu, Nicuri é o Diabo’. A Som Livre acabou contratando Os Lobos, nós gravamos ‘Nicuri’ e também ‘Let Me Sing’, além de ‘O Pente’, música do grupo O Peso que não foi classificada no FIC. As gravações estão no disco do Festival.” Os Lobos 6 de setembro, às 21h Teatro Municipal de Niterói R XV de Novembro, 35 Tel: (21) 2620-1624 Ingresso: R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 meia entrada Classificação: Livre


12

GAZETA NITEROIENSE

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 | Acesse

www.gazetanit.com.br

Bruno Lobato

Skatistas fazem passeata Aproveitando a onda democrática que o Brasil presencia, no dia 1º de setembro, domingo, skatistas participarão da “1ª Skateata de Niterói”, em Icaraí, para cobrar das autoridades do município maiores investimentos no esporte e melhores condições para a prática na cidade. Segundo Bruno Lobato, idealizador do evento, os pedidos da skateata são todos exclusivos para a melhor estrutura à prática do esporte. O movimento pede que projetos de Skate Park feitos pela prefeitura saiam do papel, assim como a reforma e melhoria nas atuais pistas; construção de obstáculos simples (como corrimão, banco e caixote) em praças que não comportem um Skate Park, além de um local com asfalto seguro para a prática do Downhill (descer ladeira).

Percurso A manifestação seguirá um trajeto específico das 14 às 16h. A concentração inicial será no rink de patinação do Campo de São Bento, com saída às 14h30, pela Avenida Roberto Silveira até a Rua Miguel de Frias. O encontro permanecerá em deslocamento pela Praia de Icaraí e a chegada acontecerá na Praça do Canal, na Avenida Ary Parreiras.


GAZETA NITEROIENSE

Semel abre inscrições para Clínica de Atividades Físicas A Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura de São Gonçalo está com inscrições abertas para a 5ª Clínica da Atividades Físicas. O evento é voltado para profissionais da área. As inscrições são gratuitas e estão sendo realizadas na Semel, no Mutondo e na Universidade Salgado de Oliveira, Trindade. As vagas são limitadas. Podem participar professores e estudantes de educação física. Para se inscrever é necessário apresentar identidade, CPF e Cref (para professores formados) ou plano de estudo (para estudantes). A Clínica acontecerá no dia 31 de agosto, sábado, das 8h às 18h, nas dependências da Universo, na Trindade. O evento será comemorativo ao dia do profissional de educação física. A programação da Clínica terá início às 8h, com o curso de Resiliensia, ministrado pela professora Ana Maria El Achkar, doutora em Psicologia Social. Em seguida, às 10h30, será ministrado o curso Gestão de Carreira Uma Visão Empreendedora, com o professor Eraldo Pereira, especialista em Marketing Esportivo. Ambos acontecerão na Sala de Leitura da Universidade. Às 14h será a vez dos alunos participarem de um aulão de Step, aplicado pelo professor Vicente Poujô, especialista em Ginástica Coletiva. Depois, às 16h, será a vez da aula de Avaliação Física com o professor Marcelo Guimarães, mestre em Motricidade Humana. Esses dois cursos serão na quadra coberta. O encerramento do circuito de atividades será às 18h, também na quadra da instituição, com a reprodução feita pelos alunos do clipe Thriller de Michael Jackson. “Nosso desejo é despertar nos nossos profissionais e futuros professores o interesse pela aplicação de aulas de ginástica coletiva, atividade importante, pois trabalha o condicionamento físico e diminui o nível de estresse”, explica Vicente Poujô, diretor de Lazer da Semel. Todos os participantes receberão um certificado de participação com a carga horária de 10 horas. Só estarão certificados quem completar todo o circuito de atividades.

| De 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 |

contato@gazetanit.com.br

13

GAZETA NITEROIENSE • Online nº 18  

Semana de 29 de agosto a 6 de setembro de 2013 http://www.gazetanit.com.br/87_3/gazeta.pdf

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you